Você está na página 1de 9

A MÚSICA NA AULA DE LÍNGUA INGLESA

Guido de Oliveira Carvalho

Resumo: A utilização da música em aulas de língua inglesa


como recurso pedagógico. Sugestões de atividades envolvendo
as habilidades de ouvir, falar, ler e escrever, além de atividades
de aquecimento, de vocabulário e de gramática.

INTRODUÇÃO

Freqüentemente o professor de língua inglesa sente a necessidade de tornar algumas de


suas aulas, digamos, mais dinâmicas, prazerosas e divertidas. Entre as inúmeras atividades que
possibilitam que isso ocorra estão as atividades com música.
Vaisman (1996) diz que a música pode ajudar a integrar as quatro habilidades básicas:
ouvir, falar, ler e escrever, além de propiciar a revisão de vocabulário e estruturas em um
contexto natural. Richards (1969) acredita que as músicas podem ensinar sons, expressões
formulaicas (como how are you today?), estruturas gramaticais, sintaxe e vocabulário.
Segundo Domoney e Harris (1993), a música pop é um bom modo de se tentar diferentes
organizações de trabalhos, tais como trabalho em grupo ou em pares. Para eles, isso ocorre
porque é mais natural e autêntico para os estudantes conversarem uns com os outros sobre
música popular . (p. 235)
Amorim e Magalhães (1998) sugerem o uso da música para estabelecer um paralelo entre
cultura e ensino de línguas, uma vez que a música é um importante elemento cultural . (p. 97)
Murphey (1992) cita outras razões para a importância da música na aprendizagem de uma
língua: a música ajuda no desenvolvimento da linguagem em crianças pequenas; é difícil
escaparmos da música, ela está no mundo ao nosso redor: restaurantes, shoppings, eventos
esportivos, nos carros, no cinema etc; a idéia de que as canções trabalham com a memória de
curto e longo prazo parece encontrar comprovação no fenômeno a canção ficou na minha
cabeça (quando nos lembramos da última música ouvida como se fosse um eco em nossa
mente); as canções em geral utilizam linguagem simples e de conversação, com muita repetição;
canções são relaxantes; e, finalmente, as canções são curtas, com textos, gravações e videoclipes
fáceis de se lidar em uma aula.
Entretanto, Vaisman (1996:65) cita alguns obstáculos ao efetivo uso da música na sala de
aula: agenda cheia, falta de equipamento apropriado, de tempo para preparar apostilas, de letras
adequadas e até mesmo de habilidade para cantar.
De acordo com Richards (1969), há outras maneiras de a música ser problemática na aula
de língua inglesa. As maiores dificuldades estariam não na música, mas na linguagem da música,
que em alguns casos é diferente da fala comum do falante nativo. Além disso, em algumas letras
aparecem palavras pouco usadas, arcaicas, ou dialetais, e sentenças de estrutura irregular. Ele
alerta para o fato de que o controle do vocabulário, da pronúncia, e da gramática deve ser
aplicado à linguagem das canções tanto como em qualquer outra parte do curso de inglês . (p.
163)
Murphey (1992) também alerta que a música por si só não ensina ninguém a usar a língua.
Ouvir e cantar canções não fará os estudantes serem capazes de se comunicar em outra língua. O
autor conclui dizendo:

Em outras palavras, sozinhas, as canções podem ser imensamente valiosas para


desenvolver algumas capacidades, mas podem ser muitas vezes mais valiosas
se as explorarmos criativamente para ligar o espaço que há entre a agradável
experiência de ouvir/cantar e o uso comunicativo da língua. (p. 6)
2

Com relação às dúvidas dos professores sobre o uso da música em sala de aula, Murphey
(1992:9) salienta que algumas delas podem ser solucionadas, outras ainda permanecerão, porque
nenhum material responderá a todas as diferentes necessidades , além disso, pessoas diferentes
têm necessidades diferentes.
Apresentamos a seguir, sugestões de atividades com música em aulas de língua inglesa.
Entretanto, o leitor não deve esquecer que as sugestões não são atividades prontas e acabadas, ao
contrário, podem e devem ser modificadas/adaptadas/desenvolvidas de acordo com suas
necessidades. E apesar de cada atividade indicar uma habilidade específica, a maioria delas
implica no uso de outra habilidade concomitantemente, ou seja, em uma atividade que envolva a
habilidade de ouvir, pode ser necessário o uso da habilidade da fala.

1. Ouvir

Dito e Não-Dito
Escolha uma música na qual o/a cantor/a tenha uma pronúncia clara. Separe algumas
sentenças e misture-as com outras criadas por você ou tiradas de outra música. Faça cópias e
distribua aos alunos. Antes de tocar a música, peça a eles para identificar, enquanto ouvindo,
quais sentenças são ditas e quais não são. Depois de tocada a música e de os estudantes terem
dado suas respostas, confirme se estão certos ou não e toque a música novamente. E, finalmente,
distribua a letra completa.

Exemplo:

Música: It Must Have Been Love


Cantada por: Roxette

x Lay a whisper on my pillow


You only see what your eyes want to see
x Touch me now, I close my eyes
You waste your time with hate and regret

A Loteria
Depois de escolher uma música, digite a mesma com uma loteria do lado direito, ou seja,
treze linhas, com três colunas. Selecione treze linhas da letra da música e retire uma palavra de
cada uma delas. Numere essas linhas de um a treze. Depois escreva três palavras nas colunas,
sendo que uma delas deve ser a que você retirou da letra. Distribua cópias aos alunos e a tarefa
deles é descobrir, enquanto ouvem a música, em quais colunas estão as palavras da música.

Exemplo:

Música: Breathe column x column


Cantada por: Faith Hill 1 2
1. I can feel the ____ floating in the air 1) magic love pain
Being with you gets me that way 2) hand face head
2. I watch the sunlight dance across your ______

2. Falar

O VideoClip
Esta atividade é ideal para praticar adjetivos. Você precisa ter uma música com videoclipe.
Mostre o clip aos alunos e peça a eles para expressar suas sensações com relação à música
usando adjetivos (como beautiful, sad, fantastic, strange, comic etc.). Você pode usar a estrutura
3
I think the clip is.. I think the song is... etc. Depois da discussão, distribua as letras para que os
alunos confirmem (ou não) suas opiniões.

As Versões
Escolha uma música em inglês e outra em sua língua materna, contudo elas devem ter
como conteúdo o mesmo assunto. Depois de ouvir a música, com as letras em mão, os alunos
iniciam uma discussão sobre as músicas e como cantores de diferentes países abordam o mesmo
tema.

Exemplo:

Música: Right Here Waiting Versus Música: Eu Sei que Vou te Amar
Cantada por: Richard Marx Cantada por : Tom Jobin, Simone, Fagner etc.

3. Ler

As Ilustrações
Escolha uma música e prepare uma apostila ilustrada com desenhos, fotos ou outro tipo de
figuras, algumas devem ter relação com o conteúdo da música. Diga aos alunos que eles devem
descobrir quais desenhos se relacionam com a música e o que os levou a pensar assim.

Exemplo:

Música: You re my Number One


Cantada por: Enrique Iglesias e Sandy & Júnior

I ve kissed the moon a million times


Danced with angels in the sky
I ve seen sno wfa ll in the sum m ertim e
Felt the healing of the powers above
I ve seen the wo rld from the hig hest m o unta in
Tasted love from the purest fountain
I ve seen lip s tha t sp a rk d esire
Felt the butterflies a hundred times
I ve even seen m ira c les
I ve felt the p a in d isa p p ea r
But still ha ven t seen anything
That amazes me quite like you do

(Dos três desenhos ao lado do trecho, os morangos não encontram referência na letra).

Informações Específicas
Para esta atividade tenha em mãos uma canção com um conteúdo possível de ser
trabalhado (você define isto de acordo com suas necessidades). Prepare apostilas com uma
atividade de scanning pedindo aos alunos para localizarem informações específicas dentro da
letra. Distribua as cópias e após ouvir a música, discuta com os alunos suas respostas.
4
Exemplo:

Música: Forever Young


Cantada por: Alphaville

Read the lyrics below and locate the following Let's dance in style,
information: Let's dance for a while
Heaven can wait,
1. The singer hopes for something good, but he We're only watching the skies
knows that something terrible can happen: line 5-6 Hoping for the best
But expecting the worst
2. The wo rd never is not d esired b y the singer: line Are you going to drop the bomb or not?
10
Let us die young or let us live forever
3. The singer believes that he can die young: line 12 We don't have the power
But we never say never
Sitting in a sandpit,
Life is a short trip

4. Escrever

A Carta
Uma música romântica é a melhor opção para esta atividade, especialmente uma em que o
homem ou a mulher reconhece os erros para com a pessoa amada. Mude as letras (omita os
versos repetidos) a fim de fazê-la parecida com uma carta de amor. Peça aos alunos para
responder à carta como se fossem a pessoa amada. Completada a resposta, distribua cópias da
letra completa na ordem correta e toque a música. A surpresa de descobrir tratar-se de uma
música será, sem dúvida, agradável.

Exemplo:

Música: Love Is All Around


Cantada por: Wet Wet Wet

Answer the letter as if you were X

Dear X,
I feel it in m y fing ers, I feel it in m y toes. The love tha t's a ll a round m e a nd so the feeling g ro ws. It's
written on the wind, it's everywhere I go. So if you really love me, come on and let it show.
You kno w I love you, I a lwa ys will, m y m ind 's m a d e up b y the wa y tha t I feel. There's no b eg inning ,
there'll be no end 'cause on my love you can depend.
I see your fa c e b efore m e a s I la y on m y b ed , I c a nnot g et to thinking of a ll the thing s you sa id .
You gave your promise to me and I gave mine to you . I need someone beside me in everything I do.
I g ot to keep it m oving . It's written in the wind , everyw here I g o. So if you rea lly love m e, love m e,
love me, Come on and let it show.

Love,
Y

Pontos de Vista
Escolha duas canções que discorram sobre o mesmo assunto com pontos de vista
diferentes. Distribua cópias das letras e peça aos alunos para escreverem um pequeno texto
falando sobre contrastes e semelhanças. Toque as músicas uma ou duas vezes.

Exemplo:

Música: The Crying Game versus Música: Everybody Hurts


Cantada por: Boy George Cantada por: REM
5
(uma visão negativa do amor) (Uma visão otimista do amor)

5. Vocabulário

As Palavras Traduzidas
Variação do famoso filling gap . Escolha uma música e retire da letra dez palavras
deixando os espaços em branco. Ao lado da letra coloque a tradução completa. Peça aos alunos
que completem a letra original através da tradução. Evite expressões complexas tais como to be
worthy.
Toque a música e veja se eles acertaram.
Depois de conferido o exercício, toque a música novamente.

Exemplo:

Música: That I Would Be Good


Cantada por: Alanis Morissette

That I would be ________ Que eu seria boa


Even if I did ________ (good)
That I would be good Mesmo sem ter feito nada
___________ I got the thumbs down (nothing)
That I would be good Que eu seria boa
If I got and stayed __________ Mesmo se fosse reprovada
That I would be good (even if)
Even if I gained ten pounds Que eu seria boa
Mesmo ao ter ficado doente
(sick)
Que eu seria boa
Mesmo tendo engordado dez quilos

Dicionário
De uma letra, escolha pelo menos dez palavras ou expressões e escreva suas definições (em
inglês ou português, você sabe o nível de sua turma). Distribua as definições e as letras. Os
alunos tentam achar na letra, as palavras ou expressões definidas.
Depois de feito o exercício, confirme as respostas e toque a música.

Exemplo:

Música: Ghostbusters
Cantada por: Ray Parker Jr.

a) Adj.: desconhecido, incomum, fora de lugar: strange


b) Adj.: dotado de qualidades excelentes; certo ou satisfatório: good
c) Subs.: imagem ilusória, suposta aparição de pessoa morta, assombração: ghost

Ghostbusters!
If there's something strange in your neighborhood
Who you gonna call? Ghostbusters!
If there's something weird and it don't look good
Who you gonna call? Ghostbusters!

I ain't afraid of no ghost (2x)

6. Gramática
6
As Perguntas
Distribua a letra da música escolhida entre os alunos. A tarefa deles é simples: elaborar
questões cujas respostas possam ser encontradas na letra. Peça pelo menos cinco questões. Se
necessário, faça correções gramaticais.

Exemplo:

Música: Fame
Cantada por: Irene Cara

Baby you look at me


And tell me what you see
You ain´t seen the best of me yet
Give me tim e I ll m a ke you forg et the rest

I got more in me
And you can set it free
I can catch the moon in my hand
Don t you kno w who I a m
Remember my name

What can you catch in your hand? I can cath the moon in my hand
What do you want me to remember? Remember my name

A Estrutura
Prepare uma apostila com a letra de uma canção em que algumas linhas contenham os
versos embaralhados. Dê preferência a versos que contenham a estrutura sujeito-verbo-objeto e
faça isso com, no máximo, dez versos. Explique a estrutura básica do inglês numa rápida mini-
lição e peça aos alunos para colocar as palavras na ordem correta. Depois toque a música e eles
verificam se acertaram.

Exemplo:

Música: More than Words


Cantada por: Extreme

Sa ying I love you is not the word s


want / I / from you / to hear (I want to hear from you)
It s not tha t I wa nt you no t to sa y
But if you only knew how easy it would be
how you/ to show / feel / me (To show me how you feel)

7. Pronúncia

Os Símbolos Fonéticos
Escolha uma música de pronúncia facilmente assimilável e substitua algumas palavras da
letra por símbolos fonéticos. Distribua a letra e peça aos alunos para descobrir como as palavras
são usualmente escritas. Toque a música e trabalhe a repetição dessas palavras com eles. Ideal
para praticar símbolos fonéticos.

Exemplo:

Música: All Out of Love


7
Cantada por: Air Supply

I m lying / ___________/ with m y hea d on the p ho ne


Thinking of you till it hurts
I know you hurt too but /____________/ else can we do
Tormented and torn apart
I wish I could carry your /__________/ in my heart

A Pré-Pronúncia
Escolha uma música em que as palavras são pronunciadas claramente. Faça cópias da letra
e distribua a seus alunos. Peça voluntários, tantos quanto forem as estrofes da música. Se o
número de voluntários for maior do que o número de estrofes, não há problema. A mesma
estrofe pode servir a dois ou três alunos. Peça aos voluntários para lerem a estrofe indicada.
Depois que cada um ler a estrofe indicada por você toque a música e peça a eles para prestarem
atenção à pronúncia da cantora e diga a eles que lerão novamente após a música. Quando a
música acabar peça aos alunos para lerem as mesmas estrofes lidas antes e verifique se houve
melhoria na pronúncia. É importante notar que você não dirá qual a pronúncia das palavras antes
deles lerem. Eles lêem, se preciso adivinhando, e aprimoram a pronúncia quando ouvem a
música. Após a segunda leitura, se houver dúvida, aí sim, você corrige a pronúncia.
Toque a música mais uma vez.

8. Aquecimento

Os Balões
Escolha uma música de poucos versos (15 a 20). Depois recorte os versos, linha a linha.
Numere os versos em ordem crescente e coloque-os em balões, aqueles que se compram
em supermercado ou papelarias e podem ser enchidos apenas soprando.
Em sala de aula, chame tantos voluntários quantos forem o número de versos e,
conseqüentemente, de balões. Dê-lhes os balões.
Peça-lhes para estourarem os balões e pegar cada um seu verso. Aquele que pegar o verso 1
deverá escrevê-lo no quadro, seguido de quem pegou o verso 2, e assim por diante, até completar
a música no quadro. Não permita ainda que eles copiem a música em seus cadernos.
Toque a música e peça aos alunos que identifiquem quais versos fazem parte do refrão,
quantas vezes é cantado, etc.
Feito isso, é hora de perguntar se alguém sabe o título da música e quem canta. Se
souberem, melhor, caso contrário, diga a eles.
Agora sim, eles podem copiar a letra da música no caderno (afinal, quem não vai querer ter
a letra da música?).
Toque a música novamente.

A Disputa
Divida a turma em dois grupos. Para cada grupo você deve ter preparadas quinze palavras
ou frases em papéis de tamanho visível, dez das quais foram retiradas da música escolhida.
Divida o quadro em dois. De um lado afixe as quinze palavras/frases do grupo A. Faça o mesmo
com o grupo B do outro lado.
Diga a eles que você tocará a música e à medida que eles ouvirem as palavras/frases
referentes ao lado deles, devem correr e retirar o papel com a palavra/frase.
O grupo vencedor é o que conseguir identificar o maior número de palavras/frases ditas na
música.
Concluída a atividade, distribua a letra da música e toque-a novamente para que os alunos
finalmente a acompanhem com a letra em mão.

CONCLUSÃO
8

Sugerimos ao leitor que ouça seus alunos quando escolher a música. Peça opiniões,
sugestões e descubra as músicas favoritas de seus alunos. Caso contrário poderá lhe suceder de
preparar uma atividade dinâmica com uma música que a maioria dos alunos não apreciam. O
resultado será o de uma aula desanimadora, tanto para os alunos quanto para o professor.
Antes de tocar uma canção com a letra para os alunos, sugerimos que o leitor ouça a
música acompanhada das letras, pois é muito comum a letra não corresponder exatamente ao que
é cantado.Com relação às letras, não há muitas dificuldades em se encontrá-las. Há muitos sites
na internet que propiciam as letras, alguns até com tradução. E, se necessário, utilize um site de
busca para achar a letra desejada.
Eis os endereços eletrônicos de alguns sites direcionados para letras de música:
planeta.terra.com.br/lazer/overmusic/,
orion.spaceports.com/~mmp/index.html
lyrics.natalnet.com.Br
www.boiei.hpg.com.br/inicial.htm
www.geocities.com/SouthBeach/9888/
br.geocities.com/tonia_scout/
www.geocities.com/crazysmoon/letras.html
membro.intermega.globo.com/lyricsland/
www.geocities.com/mrfloripa/
www.musicshowroom.hpg.com.br/
members.nbci.com/musicas_br/
alinesg.webjump.com/
Os últimos cuidados referem-se a três pontos básicos. Abstenha-se de usar música com
muita freqüência. O excesso torna a aula monótona e gera nos alunos a expectativa de só
trabalhar com música. Músicas com vocabulário de menor freqüência e pronúncia difícil de se
captar (como as canções heavy metal) não propiciam pouco proveito durante as atividades. Caso
o leitor utilize a atividade de tradução, aconselhamos a usar com pouca freqüência e auxiliar seus
alunos, vez que o discurso da música é similar ao do poema, ou seja, fragmentado em alguns
casos.
A leitura dos textos constantes na bibliografia será muito útil a quem se interessar pelo
assunto.

Abstract: The use of music in English class as a teaching


resource. Suggestions of activities with the skills of listening,
speaking, reading and writing, besides activities of warm-up,
vocabulary and grammar.

BIBLIOGRAFIA

AMORIM, Vanessa & MAGALHÃES, Vivian. Cem Aulas sem Tédio. Porto Alegre, Editora
Instituto Padre Réus, 1998.

DOMONEY, Liz & HARRIS, Simon. Justified and Ancient: Pop Music in EFL Classrooms.
ELT Journal, v. 47, n. 3, July 1993, p. 234-241.

KATCHEN, Johanna E. Tell it with Music. Tesol Journal, v. 4, n. 3, Spring 1995, p. 28.

MURPHEY, Tim. Music and Song. Oxford, OUP, 1992.

RICHARDS, Jack C. Song in Language Learning. Tesol Quarterly, v. 3, n. 2, June 1969, p. 161-
174.
9
VAISMAN, Lílian Bluvol. Movie-Melo-Mania: Using Song in the Classroom. 4th National Braz-
Tesol Conference Proceedings, 1996, p. 65-74.

Você também pode gostar