Você está na página 1de 3

Disciplina: Antropologia da Performance

Semestre: 1º de 2018

Horário: 2ª feira 1º horário; 4ª feira 2º horário.

Professora: Helena Moreira Schiel

Ementa: Este curso pretende introduzir o aluno aos estudos dos aspectos performáticos
das interações sociais, à análise antropológica de algumas artes performáticas e
finalmente às muitas possibilidades de diálogo entre antropologia e teatro. As leituras
permitirão ao aluno compreender os caminhos que o pensamento antropológico
percorreu desde que se interessou em analisar rituais, com autores como Van Gennep e
Victor Turner. Destes foi possível retirar um modelo que aproxima o ritual do teatro
(sobretudo em Turner). Análises posteriores mostram a interação como uma espécie de
performance teatral. As metáforas do teatro se aprofundam com as noções de palco e
bastidores, com autores como Erving Goffman. A avaliação do aluno se dará
objetivamente na forma de: 1) Controle de leitura na forma de Fichamentos de cada
texto da bibliografia. Os Fichamentos devem ser entregues ao final da aula
correspondente ao texto. Essa pontuação decresce um décimo a cada dia de atraso (de 1
a 0,1); 2) Ensaio Etnográfico a partir da observação participante de um ritual, festejo
popular ou drama social. Alternativamente o aluno poderá fazer a resenha de um filme
selecionado pela professora usando o cabedal teórico fornecido na disciplina; 3) Prova
escrita com conteúdo de todo o semestre a ser realizada no final do curso.

Bibliografia e Cronograma.

1ª aula. 7 de maio. Apresentação do curso, distribuição da ementa e bibliografia.

2ª aula. 9 de maio: Atividades de recepção aos calouros. Participação opcional. Todos


estão convidados!

Do Ritual ao Teatro

3ª aula 14 de maio VAN GENNEP, Arnold. 2011. “Cap. 1 A Classificação dos Ritos” e
“A passagem Material” in: Os Ritos de Passagem. Petrópolis: Ed. Vozes. Pp. 23-41.

4ª aula 16 de maio TURNER, Victor. 1974 “Liminalidade e Communitas” in. O


Processo Ritual. Petrópolis: Vozes. Pp. 116-159

5ª aula 21 de maio TURNER, Victor. 2008. “Dramas Sociais e metáforas rituais” in.
Dramas, campos e Metáforas. Rio de Janeiro: EdUFF. Pp. 19-53

6ª aula 23 de maio TURNER, Victor. 2012. “Do Liminal ao Liminoide. Em


brincadeira, fluxo e ritual. Um ensaio de simbologia comparativa” in: Revista
Mediações. Londrina. V 7 nr 2. Pp.214-257.
7ª aula 28 de maio TURNER, Victor. 2015. “Do Ritual ao Teatro” in: Do Ritual ao
Teatro. Rio de Janeiro: EdUFRJ

Rito, Religião e Festa: aspectos peformativos

8ª aula 4 de junho. CAVALCANTI, Maria Laura Viveiros de Castro. 2000. “O Boi-


bumbá de Parintins, Amazonas. Uma breve história e etnografia da festa” in: História,
Ciências, saúde – Manguinhos. Vol. VI (suplemento). Pp.1019-1046.

9ª aula 6 de junho. DAWSEY, John. 2006. “O Teatro em Aparecida: A santa e o


lobisomem”. In: Mana. Estudos de Antropologia Social vol. 12(1). Pp. 135-149

10ª aula 11 de junho BARBOSA, Francirosy. 2007. “Cap. VI. A teatralização do


Sagrado Islâmico: a palavra, a voz e o gesto” in: Entre Arabescos, Luas e Tâmaras –
performances islâmicas em São Paulo. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.
Pp. 268-309

Performance cotidiana. Antropologia e pensamento teatral.

11ª aula 13 de junho GOFFMAN, Erving. “Introdução”. 1996 In: A Representação do


eu na vida cotidiana. Petrópolis: Editora Vozes. pp. 11-75

12ª aula 18 de junho GOFFMAN, Erving. 2011 “Sobre a preservação da fachada –


uma análise dos elementos rituais da interação social”. in: Ritual de Interação: ensaios
sobre o comportamento face a face. Petrópolis: Editora Vozes. p. 13-50

13ª aula. 20 de junho SCHECHNER, Richard. 2012 “A rua é o palco”. In: LIGIERO,
Zeca (Org.). Performance e Antropologia de Richard Schechner. Rio de Janeiro: Mauad
X. pp. 155-198

14ª aula. 25 de junho DAWSEY, John Cowart. 2005. “O teatro dos "bóias-frias":
repensando a antropologia da performance”. In: Horizontes Antropológicos vol.11. nr
24. pp.15-34

15ª aula 27 de junho SCHECHNER, Richard. 2011 “Pontos de contato entre o


pensamento antropológico e teatral”. in: Cadernos de Campo. São Paulo. n. 20. pp. 213-
236.

Política e performance

16ª aula 2 de julho. GEERTZ, Clifford. 1991 “Afirmação Política: Espetáculo e


Cerimônia”. In: Negara: O Estado Teatro no Século XIX. Lisboa: Difel. Pp. 127-152.

17ª aula 4 de julho. CHAVES, Cristina Alencar. 2002 “A marcha nacional dos sem-
terra. Estudo de um ritual político” in: PEIRANO, Mariza (org.) O Dito e o feito. Pp.
133-147
Arte e Performance

18ª aula 9 de julho MULLER, Regina Polo. 2001. “Danças indígenas: arte e música,
história e performance” in: Indiana. Revista do Iberoamerikanisches Institut. Vol. 21
Berlin pp. 127.137.
19ª aula 11 de julho HIKIJI, Rose Satiko Gitirana. 2005 “Etnografia da performance
musical – identidade, alteridade e transformação” in: Horizontes Antropológicos. vol.11
no.24 Porto Alegre July/Dec. 2005. Pp. 155-184.

20ª aula. 16 de julho: Dia reservado para atividade externa. Pequeno trabalho de campo
ou audiência a um filme selecionado pela professora.

21ª aula. 18 de julho: Dia reservado para atividade externa. Pequeno trabalho de campo
ou audiência a um filme selecionado pela professora

22ª aula. 25 de julho: Dia reservado para escrita do Ensaio Etnográfico ou Resenha do
Filme

24ª aula. 27 de julho: Entrega do Ensaio Etnográfico ou Resenha do Filme

25ª aula. 30 de julho. Prova

26ª aula. 2 de agosto. Entrega das notas. Prova substitutiva