Você está na página 1de 18

ORAÇÕES COORDENADAS

CONTEÚDOS

 Período composto por coordenação


 Oração coordenada assindética
 Oração coordenada sindética aditiva
 Oração coordenada sindética adversativa
 Oração coordenada sindética alternativa
 Oração coordenada sindética conclusiva
 Oração coordenada sindética explicativa

AMPLIANDO SEUS CONHECIMENTOS

Antes de iniciarmos as definições e classificações das orações coordenadas, vamos recordar


algumas informações importantes:

Leia o anúncio a seguir:

Figura 1 – Campanha higiene das mãos


Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul

A seguir, vamos localizar os verbos e consequentemente as orações da frase principal, do


anúncio: “Afaste os bichos, lave as mãos”:
1ª oração: Afaste os bichos.
2ª oração: Lave as mãos.

Viu só, a frase do anúncio possui dois verbos: afaste e lave. Sendo assim, cada um deles
compõe uma oração e todos eles compõem um período.

Período é a frase constituída de uma ou mais orações, formando um todo, com sentido
completo. O período pode ser simples – com apenas um verbo – ou composto – com dois
ou mais verbos.

Agora, veja este outro anúncio:

Figura 2 – Campanha de vacinação infantil


Fonte: Noticiei.com

Observe que na frase principal, “Siga o Zé gotinha e proteja a saúde das crianças”, há duas
orações:
1ª oração: Siga o Zé gotinha.
2ª oração: Proteja a saúda das crianças.

Então podemos dizer que esta frase possui duas orações!

Atenção!
Perceba que as frases dos dois anúncios possuem períodos compostos, - por haver mais de
uma oração – porém há uma diferença entre elas:
Na frase Afaste os bichos, lave as mãos do primeiro anúncio, as orações foram separadas
apenas por uma vírgula.
Como essas orações são independentes, dentro de uma mesma frase e separadas apenas
pela pontuação, são chamadas de Orações coordenadas assindéticas.

Na frase Siga o Zé gotinha e proteja a saúde das crianças, os períodos foram separados
pela conjunção “e”.
Neste caso, as orações também são independentes, porém, como foram separadas por uma
conjunção, são chamadas de Orações coordenadas sindéticas.

Período composto por coordenação nas histórias em quadrinhos

Leia a tirinha a seguir:

Figura 3 – Tirinha Armandinho


Fonte: Tiras Armandinho

Podemos observar que nos dois primeiros quadrinhos, há vários verbos em diferentes
períodos. Porém, veja na tabela a seguir, que apenas o terceiro quadrinho apresenta um
período composto por coordenação, ou seja, as duas orações apresentam relação entre elas,
apesar de serem independentes:

* Os verbos estão grifados.


**A conjunção está circulada
Olha, pai!
Períodos do 1º quadrinho: Períodos simples
Fiz um furão de massinha!

Este furão não parece


nada bem...
Períodos do 2º quadrinho: Períodos simples
Sim... é um furão
atropelado!
Ele ia atravessar a Período composto por
Períodos do 3º quadrinho: estrada, mas não tinha coordenação
passagem de fauna!

As orações coordenadas sindéticas

Apesar de as orações coordenadas assindéticas também serem formadas por um período


composto, as orações coordenadas sindéticas são introduzidas pelas conjunções
coordenativas.
As orações coordenadas sindéticas subdividem-se em cinco tipos, dependendo da relação de
sentido que estabelecem no período.

Vejamos como ocorrem essas relações.

Aproveite para observar os exemplos que seguem. Os verbos estão grifados para mostrar
quais são as orações existentes; as conjunções estão circuladas para mostrar que existe uma
relação de sentido entre essas orações e apresentar o sentido que o período estabelece, com
relação à oração anterior.

Coordenada sindética aditiva

Transmite uma relação de soma, de adição, de continuidade com a oração anterior

Conjunções aditivias: e, nem (= e não), não só... mas também

Vírgula nas orações coordenadas - regra geral: Nas orações ligadas pelo "e", a vírgula é:
entre as orações coordenadas sempre há proibida - se o sujeito é o mesmo nas duas
vírgula. orações
opcional - se os sujeitos são diferentes ou se o
e aparece repetido.

Nosso amigo não veio, nem mandou notícias.


Ele era muito rico, mas vivia de forma bastante modesta.

Ora o tempo melhorava, ora recomeçava a chuva.

Tudo foi bem planejado, portanto não haverá surpresas desagradáveis.

Venha hoje, porque amanhã viajarei bem cedo.


ATIVIDADES

1. Leia estes versos:

“As horas passam, os homens caem,


a poesia fica
Emílio Moura

a) Por que as três orações que constituem esse período se classificam como
coordenadas?
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

b) Elas são coordenadas sindéticas ou assindéticas? Justifique.


____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

c) Reescreva os versos, introduzindo conjunções entre as orações, de tal forma que a


relação entre a primeira e a segunda seja de adição e entre a segunda e a terceira seja
de oposição.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

2. Reúna cada par de orações em um único período, usando uma conjunção coordenativa
que explicite a relação de sentido entre elas. A seguir, indique se essa relação é de adição
ou oposição:

a) Nós, humanos, sabemos muita coisa sobre o universo. Às vezes, não sabemos o nome
de nosso vizinho.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
b) Conversei com eles ontem à tarde. Mostrei-lhes as vantagens de nossa proposta.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

c) O deputado denunciou o fato. O assunto virou uma polêmica sem fim.


____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

d) As ofensas foram humilhantes; ela, no entanto, manteve-se calma.


____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

3. Considere este período:

Sua imaginação povoava o mundo de demônios, e esse mundo fantástico não só


continuava como também se alargava em seus sonhos e meditações”.
Érico Veríssimo. O tempo e o vento. São Paulo, Círculo do Livro, s/d.

Com relação ao período, identifique as afirmações corretas.

a) O período é composto por três orações, cujos núcleos são os verbos povoava,
continuava e alargava.
b) O primeiro e relaciona aditivamente duas orações.
c) O segundo e relaciona aditivamente dois termos de uma oração.
d) O período em estudo é composto por coordenação.

4. Observe o emprego da conjunção e nos períodos:

Cláudia é apaixonada por Robson e vai se casar com ele em dezembro.


Márcia é apaixonada por Robson, e vai se casar com Bruno.

A conjunção e, nestas frases, estabelece, pela ordem, as seguintes relações de sentido:


a) adição – adição
b) oposição – oposição
c) adição – oposição

5. Leia este poema:

O mundo é grande

O mundo é grande e cabe


Nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe
na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe
no breve espaço de beijar.
Carlos Drummond de Andrade

No texto, o poeta emprega a conjunção e com dois diferentes valores sintáticos.

a) Em qual das ocorrências essa conjunção tem valor aditivo?

____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

b) Nas demais ocorrências, que valor ela tem? Justifique sua resposta baseando-se nas
relações de sentido estabelecidas entre as orações ligadas por essa conjunção.

____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

6. Observe a ilustração a seguir. Trata-se de um anúncio de classificado. -


Figura 3 – Venda de imóvel. Fonte: Folha da manhã.

Reflita: Para a pessoa que fala a frase exposta, o que é mais importante: o elevador ou a
vista panorâmica?

a) Classifique a segunda oração do período “Não tem elevador, mas a vista é


panorâmica”.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

b) Como é possível concluir que foi o vendedor quem falou a frase?


____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
c) Se um comprador interessado em comprar o imóvel dissesse “A vista é panorâmica,
mas não tem elevador”, ele estaria se mostrando predisposto a comprar ou a não
comprar o imóvel? Justifique:
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

7. Observe as capas de revistas e leia os textos que as acompanham.


Em seguida, localize as palavras que permitem que as orações tenham relação entre si,
circule-as e as substitua por outras que tenham a mesma função.
Siga o exemplo:

“Um retrato dos adolescentes de hoje: eles são os reis da era digital,
decidem o que a família vai comprar, custam caríssimo, mas estão mais
desorientados do que nunca”.

Mas - demonstra contradição entre as duas orações – Ainda que os


adolescentes tenham conhecimentos, eles estão desorientados. / Neste caso,
a conjunção mas pode ser substituída pela conjunção no entanto – demonstra
contradição.

O SUCO VERDE FAZ BEM... mas o


laboratório bioquímico do corpo humano
é mais complicado do que os seguidores
de dietas mágicas imaginam

a)
HORMONIOS
MAIS PODEROSOS
Já se sabia quase tudo sobre eles, mas
agora surge a IRISINA, que acelera a
perda de peso e abre caminho para a
GINÁSTICA EM GOSTAS

b)

8. Leia o texto a seguir, que fala sobre a atriz norte-americana Jennifer Lawrence:

Ausência sentida: onde estava Jennifer Lawrence durante o Oscar?

Muitos fãs devem ter sentido falta da atriz Jennifer Lawrence na cerimônia do Oscar neste
último domingo. A carismática atriz esteve presente nas edições passadas, nos divertindo com
seu humor ou com seus tropeções nas escadas do teatro e no tapete vermelho – sem falar nas
indicações consecutivas ao prêmio pelos filmes Inverno da Alma (2011), O Lado Bom da Vida
(pelo qual levou o Oscar) e Trapaça (coadjuvante no ano passado).
Porém, Jennifer não foi vista na cerimônia deste ano, e sua ausência foi definitivamente
sentida por todos que acompanharam a premiação. A atriz não saiu de Boston, cidade em que
está gravando atualmente o filme Joy, novo trabalho em parceria com o diretor David O. Russell
(o mesmo de O Lado Bom da Vida e Trapaça).
Disponível em: <http://www.minhaserie.com.br/novidades/21054-ausencia-sentida-onde-estava-jennifer-
lawrence-durante-o-oscar-cinema>. Acesso em: 30 abr. 2015. 7h30min.

Figura 3 – Estatueta do Óscar. Fonte: Wikipedia

Identifique no texto, a conjunção adversativa que permite que haja relação entre o primeiro
e o segundo parágrafos.
Essa conjunção poderia ser substituída pela locução conjuntiva “mas também”?
Justifique sua resposta.

_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

9. Leia os períodos a seguir. Identifique as orações e classifique se trata-se de oração


coordenada assindética ou oração coordenada sindética aditiva, adversativa, alternativa,
conclusiva ou explicativa, de acordo com a relação que as orações estabelecem entre si:

a) Não pude estudar quando jovem, no entanto hoje dedico-me, pois tenho consciência
de minha capacidade.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

b) O país passa por dificuldades, por isso o aumento de desempregos cresce a cada dia.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

c) Ou estudamos para ter conhecimento ou seremos sempre reféns dos mais sábios.
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

10. Considere o seguinte código para classificar as orações que vêm na sequência:
I. Período composto por coordenação sindética
II. Período composto por coordenação assindética

Caso a oração seja coordenada sindética, grife a conjunção que a compõe.

a) Entrou em casa, mas não cumprimentou ninguém. (___)


b) Eu o deixei perto do escritório e segui para a cidade. (___)
c) Ele pouco se esforçou neste trabalho; por isso, não ficou surpreso com a advertência.
(___)
d) Estude seriamente, ou então desista deste curso. (___)
e) Não se demore, estou com muita pressa.
f) Ele não falou nada durante a reunião, mas, por dentro, devia estar explodindo de raiva.
(___)
g) Saímos a passeio, brincamos na praia, recordamos nossos tempos de criança. (___)

11. Urcamp-RS
Considere este trecho de texto:
Mas, no futebol, não adiantaram impérios. Hungria, Holanda e Camarões não tinham
grande tradição e assombraram, o mundo.

O segundo período não terá seu sentido alterado se o e em destaque for substituído por
a) assim como.
b) ao passo que.
c) caso em que.
d) no entanto.

12. Uniube-MG
Considere este período:
“[...] Entretanto, ela, abatida, porém calma, apertava-me a mão por despedida”.
(José de Alencar)

As afirmações abaixo procuram refletir ideias expressas no trecho acima.


I.Normalmente uma pessoa abatida também fica nervosa.
II.Normalmente uma pessoa abatida também fica calma.
III.Normalmente uma pessoa abatida fica nervosa.
IV.Normalmente uma pessoa abatida fica calma.

Assinale a única opção que representa as afirmativas corretas.


a) I e III são verdadeiras.
b) I e II são verdadeiras.
c) I e IV são verdadeiras.
d) III e IV são verdadeiras.

13. FURG-RS
Nós nunca tínhamos ido à Amazônia, nunca tínhamos visto os rios da região, mas
sabíamos seus nomes. Por que é um mistério que nunca esclareci.
A propósito desse segmento é incorreto afirmar que

a) a recorrência do termo nunca reforça a relação de oposição que o mas estabelece.


b) a palavra mistério caracteriza, ironicamente, uma situção, segundo o texto,
contraditória e incompreensível.
c) o mas poderia ser substituído por no entanto, sem comprometer a mensagem
expressa.
d) o nexo embora poderia ser empregado em substituição ao mas, sem que fossem
necessários quaisquer ajustes.

LEITURA COMPLEMENTAR

O poema a seguir é um dos muitos escritos pelo poeta Vinícius de Moraes. Leia-o e observe
a construção das orações coordenativas, a presença da conjunção alternativa ou e a relação
de sentido que ela estabelece entre as orações:

Fim
Rio de Janeiro, 1933
Será que cheguei ao fim de todos os caminhos
E só resta a possibilidade de permanecer?
Será a Verdade apenas um incentivo à caminhada
Ou será ela a própria caminhada?
Terão mentido os que surgiram da treva e gritaram — Espírito!
E gritaram — Coragem!
Rasgarei as mãos nas pedras da enorme muralha
Que fecha tudo à libertação?
Lançarei meu corpo à vala comum dos falidos
Ou cairei lutando contra o impossível que antolha-me os passos
Apenas pela glória de tombar lutando?

Será que eu cheguei ao fim de todos os caminhos...


Ao fim de todos os caminhos?

Sobre o autor

Vinícius da Cruz de Melo Moraes (apenas aos nove anos registra o Vinicius de Moraes) nasceu
no Rio de Janeiro, em 1913. Aos 9 anos começou a escrever seus primeiros poemas, mesmo ano
da Semana da Arte Moderna, 1922.
Vinicius ocupa um lugar singular na história da poesia brasileira. Um dos principais nomes da
geração que surge na década de 1930, período logo posterior ao movimento modernista, sua
poesia de escrita límpida e de linguagem fluida arrebatou em pouco tempo seus
contemporâneos.
Apesar de constituir sua figura pública através da poesia e da canção popular, Vinicius foi um
dos grandes prosadores de sua geração. Uma geração, aliás, em que a boa prosa do tempo
era cristalizada através do gênero carioquíssimo da crônica.
Após seus primeiros livros, Vinicius permaneceu como um dos principais poetas do Brasil,
publicando com frequência até a década de 1950. A partir desse momento, sua produção
editorial fica mais esparsa. É nesse período que ele desloca sua poesia de prosódia perfeita
e subjetividade intensa para a letra de música popular. Ao atuar intensamente como
compositor, ele articula de forma inédita e definitiva a alta qualidade poética de seus versos à
renovação da produção musical brasileira do seu tempo.
REFERÊNCIAS

BRADESCO, Fundação. Construção do texto: aspectos sintáticos. Formação Integral. 9o


Ano – Ensino Fundamental II – 1o Semestre

HOUAISS, Antônio. Dicionário eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro:


Editora Objetiva, 2009.
Língua Portuguesa, 2015.

MORAES, Vinícius de. Vinícius de Moraes. Disponível em:


<http://www.viniciusdemoraes.com.br/pt-br>. Acesso em: 8 fev. 2017. 10h.

NOTICIEI, Aconteceu. Campanha de vacinação infantil. Disponível em:


<https://www.noticiei.com/2015/08/10/massape-secretaria-de-saude-realiza-campanha-de-
vacinacao-contra-paralisia-infantil/>. Acesso em: 7 fev. 2017. 10h.

RIO GRANDE DO SUL, Governo do Estado do. Campanha higiene das mãos. Disponível
em: <http://www.rs.gov.br/conteudo/129244/campanha-promove-a-higiene-da-maos-como-
alternativa-para-o-combate-a-gripe>. Acesso em: 7 fev. 2017. 10h.

TIRASBECK. Tirinha Armandinho. Disponível em: <http://tirasarmandinho.tumblr.com/>.


Acesso em: 8 fev. 2016. 9h.

GABARITO

1.
a) Porque apresentam estrutura sintática independente; uma não funciona como termo
da outra.
b) As três são coordenadas assindéticas, pois não apresentam conjunção.
c) As horas passam e os homens caem, mas a poesia fica.

2.
a) Nós, humanos, sabemos muita coisa sobre o universo, mas às vezes, não sabemos o
nome de nosso vizinho. (oposição)
b) Conversei com eles ontem à tarde e mostrei-lhes as vantagens de nossa proposta.
(adição)
c) O deputado denunciou o fato e o assunto virou uma polêmica sem fim. (adição)
d) As ofensas foram humilhantes; ela, no entanto, manteve-se calma. (oposição)

3. Alternativas A, B, C e D

4. c) adição – oposição

5.
a) No verso “na cama e no colchão de amar”.
b) Valor adversativo. O e liga ideias/fatos de sentidos opostos, por isso a conjunção “e”,
nestes casos, poderia ser substituída por “mas”: “o mundo é grande”, mas “cabe numa
janela”; “o mar é grande”, mas “cabe na cama”; mas “cabe num beijo”.

6.
a) “mas a vista é panorâmica” = coordenada sindética adversativa.
b) A oração coordenada sindética adversativa sempre exprime um fato mais relevante
(forte) que o da outra oração. O vendedor tenta convencer o comprador de que “não
ter elevador” é irrelevante, considerando-se a outra característica – essa, sim,
importante – do imóvel: ter vista panorâmica.
c) A não comprar. A oração adversativa se sobrepõe (em importância) à anterior. Ficaria
subentendido, então, que o comprador considera indispensável o imóvel ter elevador;
como esse não tem, provavelmente ele desistiria da compra.
7.
a) mas - demonstra contradição entre as duas orações - Apesar de o suco verde fazer
bem para o organismo, ainda é complicado comprovar como ocorrem esses benefícios
no corpo humano. / Neste caso, a conjunção mas pode ser substituída pela conjunção
porém.

b) mas - demonstra contradição entre as duas orações 0– Ainda que se soubesse muitas
informações a respeito de hormônios poderosos, surgiu um outro que acelera a perda
de peso. / Neste caso, a conjunção mas pode ser substituída pela conjunção
entretanto

8. A conjunção é porém, que aparece no início do segundo parágrafo do texto. Essa


conjunção é coordenativa adversativa e não poderia ser substituída pela conjunção
coordenativa aditiva mas também, pois estaria atribuindo à oração um valor de adição,
não de contradição.
9. * Os verbos estão grifados
** As conjunções estão em negrito
a) 1ª oração: Não pude estudar quando jovem – oração coordenada assindética .
2ª oração: no entanto hoje dedico-me - oração coordenada sindética adversativa.
3ª oração: pois tenho consciência de minha capacidade explicativa – Oração
coordenada sindética conclusiva.

b) 1ª oração: O país passa por dificuldades - oração coordenada assindética.


2ª oração: por isso o aumento de desempregos cresce a cada dia. - oração
coordenada sindética conclusiva.

c) 1ª oração: Ou estudamos para ter conhecimento - oração coordenada assindética.


2ª oração: ou seremos sempre reféns dos mais sábios - oração coordenada sindética
alternativa.
10.
a) I - mas
b) I - e
c) I – por isso
d) I - ou
e) II
f) I - mas
g) II
11. Alternativa D
12. Alternativa A
13. Alternativa D