Você está na página 1de 24

A ULA 4 -

Probabilidade e Estatı́stica

Prof. Josuel Kruppa Rogenski

1o /2017

1
A ULA 4 -

C ONCEITO DE ASSIMETRIA

I comparação entre os valores de média, mediana e moda


pode revelar informações em relação a caracterı́sticas de
assimetria na distribuição dos dados;
I uma distribuição é dita ser simétrica se x̄ = x̃ = moda.

2
A ULA 4 -

P ROPRIEDADES DA M ÉDIA

I considere uma amostra xi de elementos, i = 1, . . . , n com


média x̄;
I se multiplicarmos todos os elementos xi por a e somarmos
b teremos:
ȳ = ax̄ + b
P
i (xi − x̄) = 0
I

3
A ULA 4 -

M ÉDIAS

I a média não é uma medida robusta de tendência central;


I média aparada:
I ordena-se os dados (Rol dos dados);
I uma média aparada em a% implica se desprezar os a%
maiores e menores valores de um Rol dos dados;
I calcula-se a média aparada considerando esse novo
conjunto de dados.

4
A ULA 4 -

M ÉDIAS

I média harmônica:
n
P 1 , x 6= 0.
x
I média geométrica:
Y  1
n
x .
I média quadrática (root mean square):
rP
x2
.
n

5
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO

I situação problema: tempo de espera (min) de clientes em


fila
cliente 1 cliente 2 cliente 3

filas de espera variáveis 6 6 6

fila de espera única 4 7 6

filas múltiplas 1 3 14

I x̄ =?

6
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - AMPLITUDE

I amplitude: diferença entre o maior e o menor valor;

7
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - DESVIO PADR ÃO AMOSTRAL

I desvio padrão de uma amostra (s): medida de variação


dos valores amostrais em torno da média:
sP
(x − x̄)2
s= .
n−1

I expressão alternativa (recomendada computacionalmente):


s P
n x2 − ( x)2
P
s=
n(n − 1)

8
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - DESVIO PADR ÃO AMOSTRAL

I Exemplo: Calcule s da amostra 1, 3, 14

9
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - DESVIO PADR ÃO AMOSTRAL

I s ≥ 0;
I s = 0 apenas em casos onde todos os valores da amostra
são iguais;
I grandes valores de s implicam maior variação dos dados
amostrais;
I unidades de s são as mesmas unidades dos dados iniciais.

10
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - DESVIO PADR ÃO AMOSTRAL

I grosseiramente, s pode ser estimado pela expressão

amplitude
s≈
4
I nesse sentido, um valor ’usual’ normalmente dista de 2s da
média.

11
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - DESVIO PADR ÃO DE UMA


POPULAÇ ÃO

rP
(x − ν)2
σ=
N

12
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - VARI ÂNCIA DE UMA


AMOSTRA E DE UMA POPULAÇ ÃO

I é o quadrado do desvio padrão;

s2 : variância amostral

σ 2 : variância de uma população

13
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - COEFICIENTE DE VARIAÇ ÃO

I descreve o desvio padrão relativo à média e é dado por:


s
cv =

I útil ao se comparar variações entre diferentes populações.

14
A ULA 4 -

M EDIDAS DE VARIAÇ ÃO - COEFICIENTE DE VARIAÇ ÃO

x̄ s cv
peso 65kg 6kg
altura 1,75m 0,05m
I descreve o desvio padrão relativo à média e é dado por:
s
cv =

I útil ao se comparar variações entre diferentes populações.

15
A ULA 4 -

C ONSIDERAÇ ÕES SOBRE DADOS SUJEITOS À


REPETIÇ ÃO
I assuma ni a frequência absoluta associada a um elemento
xi da amostra. Considere k o número de agrupamentos.
Note que ki=1 ni = n.
P
I média e variância amostrais podem ser escritas como:
k
1X
x̄ = xi ni
n
i=1
k
1 X
s2 = (xi − x̄)2 ni
n−1
i=1
I forma alternativa

k k
!2 
1 X 1 X
s2 =  x2i ni − xi ni 
n−1 n
i=1 i=1
16
A ULA 4 -

C ONSIDERAÇ ÕES SOBRE DADOS SUJEITOS À


REPETIÇ ÃO

I Exemplo:
xi ni
10 1
20 5
30 22
40 24
50 22
60 5
70 1
I x̄ =?, s2 =?, s =?

17
A ULA 4 -

C ONSIDERAÇ ÕES SOBRE DADOS SUJEITOS À


REPETIÇ ÃO

I Exemplo 2:
Temperatura mı́nima diária Frequência
35 - 39 1
40 - 44 3
45 - 49 5
50 - 54 11
55 - 59 7
60 - 64 7
65 - 69 1
I x̄ =?, s2 =?, s =?

18
A ULA 4 -

M EDIDAS DE POSIÇ ÃO RELATIVA - ESCORE


PADRONIZADO OU ESCORE Z

I refere-se à conversão de um valor para a escala


padronizada;
I é o número de desvios padrões a que se situa um
determinado valor (acima ou abaixo da média);
x − x̄
z=
s
x−ν
z=
σ
I considerando a regra empı́rica da amplitude, −2 ≤ z ≤ 2.

19
A ULA 4 -

M EDIDAS DE POSIÇ ÃO RELATIVA - QUARTIS E


PERCENTIS

I os quartis Q1 , Q2 e Q3 dividem os valores ordenados em


quatro partes iguais;
I por exemplo, Q1 separa os 25% valores inferiores
ordenados dos 75% superiores.
I percentis P1 , . . . , P99 dividem os dados em 100 grupos.
I quartis e percentis são exemplos de quantis, medidas que
dividem os dados em grupos com aproximadamente o
mesmo número de elementos.

20
A ULA 4 -

M EDIDAS DE POSIÇ ÃO RELATIVA - QUARTIS E


PERCENTIS

I dado um x
número de valores < x
k = percentil de x = .100
n
I dado o percentil de x, o cálculo do valor amostral
associado é dado pelo procedimento:
1. ordene os dados (do menor ao maior valor);
2. calcule L = (k/100)n
3a. se L é inteiro, o valor correspondente ao percentil k é média
entre os L-ésimo valor e o seguinte, na lista ordenada.
3b. caso contrário, arredonde L para o maior inteiro próximo L̃.
L̃ representa a posição de x, contada a partir do menor.

21
A ULA 4 -

M EDIDAS DE POSIÇ ÃO RELATIVA - QUARTIS E


PERCENTIS

I Q1 = P25 ;
I Q2 = P50 = x̃;
I Q3 = P75 .

22
A ULA 4 -

M EDIDAS DE POSIÇ ÃO RELATIVA - PERCENTIS EM


UMA DISTRIBUIÇ ÃO DE FREQU ÊNCIA

n
I identifique a classe por meio da expressão k 100 ;
I o k−ésimo percentil é dado por

1 h n  
xk = li + k − Na hi
ni 100

em que li é o limite inferior da classe, hi é a amplitude da


classe, Na é a frequência acumulada da classe anterior.

23
A ULA 4 -

D IAGRAMA DE CAIXA (boxplots )

I diagrama contempla os valores de mı́nimo, Q1 , mediana,


Q3 e máximo.

24

Você também pode gostar