Você está na página 1de 23

A ULA 5 - P ROBABILIDADE

Probabilidade e Estatı́stica

Prof. Josuel Kruppa Rogenski

1o /2017

1
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

I NTRODUÇ ÃO À P ROBABILIDADE

I um experimento gera resultados;


I experimentos em questão podem ser determinı́sticos ou
aleatórios;
I um experimento aleatório é aquele que mesmo sujeito a
condições idênticas, pode gerar resultados distintos;
I Exemplos: lançamento de uma moeda, tempo de duração
de um equipamento, números de pessoas que almoçam no
RU, etc.

2
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

I NTRODUÇ ÃO À P ROBABILIDADE - D EFINIÇ ÕES

I espaço amostral (Ω) é o conjunto de todos os resultados de


um evento;
I Exemplo:
procedimento exemplo de evento espaço amostral
lançar moeda cara (evento) cara, coroa
I evento é um subconjunto do espaço amostral.

3
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

I NTRODUÇ ÃO À P ROBABILIDADE

I Lançam-se dois dados.


I Enumere os eventos:
I A: saida de faces iguais;
I B: saida de faces na qual a soma seja menor que dois;
I C: saida de faces na qual a soma seja menor que quinze;
I D: saida em que uma face é o dobro da outra.

4
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

O PERAÇ ÕES ENVOLVENDO EVENTOS

I Sejam A e B eventos de um espaço amostral Ω


I A ∪ B: ocorrência de pelo menos um dos eventos A e B.

5
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

O PERAÇ ÕES ENVOLVENDO EVENTOS

I Sejam A e B eventos de um espaço amostral Ω


I A ∩ B:ocorrência de ambos os eventos A e B;

I OBS 1: se A ∩ B = ∅, A e B são mutuamente exclusivos;


I OBS 2: se A ∩ B = ∅ e A ∪ B = Ω, A e B são
complementares;
I OBS 3: A ∪ Ā = Ω.

6
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

S OBRE DEFINIÇ ÕES DE P ROBABILIDADE

I Assuma, em um experimento aleatório, que todos os


resultados n tenham igual chance de ocorrer.
I Se um evento A puder ocorrer em s dessas n maneiras,
então:
s
P(A) =
n

7
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

S OBRE DEFINIÇ ÕES DE P ROBABILIDADE -


A BORDAGEM CL ÁSSICA

I Assuma, em um experimento aleatório, que todos os


resultados n tenham igual chance de ocorrer.
I Se um evento A puder ocorrer em s dessas n maneiras,
então:
s
P(A) =
n

8
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

S OBRE DEFINIÇ ÕES DE P ROBABILIDADE

I Exemplo:
I Em dois lançamentos de dados honestos, qual a
probabilidade de:
(a) se obter soma das faces igual a 6;
(b) se obter soma maior que 5;
(c) as faces apresentem valores distintos.

9
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

S OBRE DEFINIÇ ÕES DE P ROBABILIDADE -


A BORDAGEM A POSTERIORI

I Realiza-se um experimento um número grande de vezes e


conta-se o número de vezes que o evento A realmente
ocorreu.
I Assim,
número de vezes em que A ocorreu
pn (A) =
número total de experimentos

quando n → ∞, pn (A) → P(A)

10
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

S OBRE DEFINIÇ ÕES DE P ROBABILIDADE -


P ROBABILIDADE AXIOM ÁTICA

I A probabilidade de um evento A é o número P(A) que


respeita os seguintes axiomas:
I 0 ≤ x ≤ 1, ∀A ⊂ Ω
I P(Ω) = 1
I A1 , A2 , . P
se S . . forem mutuamente exclusivos
P( Ai ) = P(Ai )

11
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

S OBRE DEFINIÇ ÕES DE P ROBABILIDADE -


P ROBABILIDADE AXIOM ÁTICA

I Propriedades
I P(∅) = 0
I P(A) = 1 − P(Ā)
I A ⊂ B então P(A) ≤ P(B)
I P(A ∪ B) = P(A) + P(B) − P(A ∩ B)
I P(A ∪ B ∪ C) =
P(A)+P(B)+P(C)−P(A∩B)−P(A∩C)−P(B∩C)+P(A∩B∩C)

12
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

E XEMPLOS

I Retira-se uma carta de um baralho de 52 cartas. Qual a


probabilidade de sair um rei ou uma carta de espadas?

13
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

C OMBINAÇ ÕES

I O número de combinações de n objetos distintos retirados


p por vez é
p n!
Cn = nCp =
p!(n − p)!
I n! = n(n − 1)!, 0! = 1

14
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

E XERC ÍCIOS

I Em um congresso participam 15 matemáticos e 12


estatı́sticos. Qual a probabilidade de uma comissão
formada por cinco membros figurem três matemáticos e
dois estatı́sticos?

15
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

E XERC ÍCIOS

I Em um baralho de 52 cartas, ao se retirarem 4 cartas ao


acaso e sem reposição, qual a probabilidade se obter uma
quadra?

16
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

P ROBABILIDADE CONDICIONAL

I Considere A e B eventos de um mesmo espaço amostral;


I A probabilidade condicional de A dado que ocorreu um
evento B é denotada como P(A|B);
I É definida por

P(A ∩ B)
P(A|B) = , P(B) > 0.
P(B)

17
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

P ROBABILIDADE CONDICIONAL

I Duas bolas são retiradas de uma urna que contém duas


bolas brancas, três pretas e quatro verdes. Qual a
probabilidade de que ambas sejam verdes?
I (Construir a árvore de probabilidade)

18
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

P ROBABILIDADE CONDICIONAL

I Se A, B e C são eventos de um mesmo espaço amostral:


I P(∅|B) = 0
I P(Ā|B) = 1 − P(A|B)
I P(A ∪ C|B) = P(A|B) + P(C|B) − P(A ∩ C|B)

19
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

P ROBABILIDADE CONDICIONAL

I A probabilidade de se chover em um dia é 0,30 e a


probabilidade de se chover em dois dias consecutivos é 0,2.
I Se hoje choveu, qual a probabilidade de que amanhã não
chova?

20
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

E XERC ÍCIOS

I No problema da urna envolvendo bolas brancas, pretas e


verdes. Qual a probabilidade de que ambas sejam da
mesma cor?

21
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

I NDEPEND ÊNCIA DE EVENTOS

I Dois eventos A e B em Ω são ditos independentes se a


informação de ocorrência de B não alterar a probabilidade
de A.
I Assim,
P(A|B) = P(A), P(B) > 0.
I dois eventos são independentes se, e somente se,
P(A ∩ B) = P(A)P(B)

22
A ULA 5 - P ROBABILIDADE

E XEMPLOS

I Três moedas são lançadas. Verifique se os eventos são ou


não independentes.
I A: sair cara na primeira moeda;
I B: sair coroa na segunda e terceira moeda.

23