Você está na página 1de 14

Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Introdução ao Instrumento

Lição nº2 Anatomia da Guitarra

A Guitarra eléctrica / acústica ou clássica é composta pelas seguintes partes:

O braço é composto por vários trastes onde o 1º começa a partir da cabeça:

Exercício1: Tocar na 1ª corda do 1º ao 12º traste.

Exercício2: Repetir o exercício para as outras cordas.

Exercício3: Repetir no sentido inverso do 12ª ao 1º traste.


Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Introdução ao Instrumento
Lição nº3 Nome das Cordas da Guitarra e Formas de Tocar Guitarra

A Guitarra é composta por 6 cordas cujos nomes são:


1ª – Mi (Mais Fina)
2ª – Si
3ª – Sol
4ª – Ré
5ª – Lá
6ª – Mi (Mais Grossa)

A Guitarra pode ser tocada sentado ou em pé:

Podemos tocar com a mão direita de duas formas:


1ª Forma: Com os Dedos 2ª Forma: Com Palheta

Dedo pulgar = p
Dedo indicador = i
Dedo médio = m
Dedo anelar = a

Exercício1: Tocar de cima para baixo com o pulgar da mão direita


Exercício2: Tocar de baixo para cima com indicador da m.d.
Exercício3: Repetir os exercícios anterior e acompanhar com o bater do pé
Exercício4: Tocar da 6ª corda em direcção à 1ª corda com palheta
ligeiramente inclinada para baixo.
Exercício5: Tocar da 1ª corda em direcção à 6ª corda com palheta
ligeiramente inclinada para cima.
Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Noções Musicais Gerais
Lição nº4 As 7 Notas Musicais e seus Intervalos

O que são as Notas Musicais?


As notas musicais são sons cuja principal característica é terem sempre a
mesma “altura”. Quando ouvimos uma nota musical mesmo que seja tocada
por instrumentos diferentes têm de ter sempre a mesma altura. De uma forma
simples imaginamos um escadote com muitos degraus, cada degrau
corresponde a uma nota musical, e à medida que vamos subindo as escadas as
notas vão sendo mais “altas”.

Como se chamam as notas musicais?


Existem 7 notas musicais, em Portugal chamam-se Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá e Si,
mas em alguns países como nos EUA têm outro nome como A, B, C, D, E, F e
G (as primeiras letras do alfabeto)

ENTÃO A 1ª COISA QUE TEMOS DE SABER É QUE:


Dó = C
Ré = D
Mi= E
Fá = F
Sol = G
Lá = A
Si = B

A FORMA DE LER E ESCREVER AS NOTAS MUSICAIS DEVE SER FEITA DAS


DUAS MANEIRAS, porque muitas vezes encontramos pautas ou canções com
acordes em inglês.

O que é o Intervalo entre notas musicais?


Tal como o Metro é utilizado para medir a distância entre 2 pontos, o Tom é
utilizado para medir a distância ou intervalo entre 2 notas.

A unidade mais pequena que existe na música é o meio-tom(½ tom) que na


guitarra corresponde à distância entre 2 trastes

O Esquema para representar as 7 notas e respectivos intervalos:

Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó
╰ 1 Tom ╯╰ 1 Tom ╯╰ ½ Tom ╯╰ 1 Tom ╯╰ 1 Tom ╯╰ 1 Tom ╯╰ ½ Tom ╯

Exercício1: Ouvir as 7 notas de forma ascendente e descendente.

Exercício2: Escrever as seguintes notas em português:


|| C | F | E | G | B | F | D | A | C | G | F | B ||

Exercício3: Escrever as seguintes notas em inglês:


|| Fá | Dó | Ré | Si | Lá | Mi | Dó | Fá | Ré | Si ||
Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Noções Musicais Gerais
Lição nº5 Andamento e utilização do metrónomo

O que é o Andamento ou Tempo de uma música?


Quando falamos de Tempo lembramos-nos logo do relógio e do ponteiro dos
segundos que avança para a frente SEMPRE COM A MESMA VELOCIDADE.

Existem diferentes tipos de Andamentos?


Vamos pensar no nosso coração que a maior parte das vezes bate à mesma
velocidade ou pulsação, mas quando corremos bate mais rápido ou seja a
pulsação aumenta.

O mesmo se passa na música e podemos afirmar que o tempo ou andamento


da música pode ser LENTO OU RÁPIDO.

O que é o metrónomo?
O metrónomo é um aparelho que permite ouvir o andamento ou pulsação
constante mais lento ou mais rápido. A sua utilização é muito importante para
o músico desenvolver uma boa noção de tempo ou andamento.

Num grupo musical a bateria é o instrumento que mantém o andamento da


música para que os outros músicos consigam tocar ao mesmo tempo.

Qual a Unidade de medida do tempo?


A Unidade de medida utilizada é a (BPM) que significa Pulsações Por Minutos,
por exemplo 60bmp são 60 pulsações por minuto o que na prática é um
segundo.

Exercício1: Tocar na 1ª corda com o indicador ao mesmo tempo do


metrónomo a uma velocidade lenta (60 bmp).

Exercício2: Repetir o exercício anterior a uma velocidade rápida (120 bmp).


Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Noções Musicais Gerais
Lição nº6 Noção de Tempo e Contra-Tempo

Como se marca o Tempo numa música?


Tal como um minuto é composto por 60 segundos, na música também se pode
contar os tempos marcados pelo metrónomo ou pela bateria, mas seria muito
complicado contar até 60 ou 100 então é muito mais simples pensar em ciclos
de tempos mais curtos.

O CICLO DE TEMPOS DA MÚSICA CHAMA-SE COMPASSO

Se ouvirmos uma música na rádio podemos sentir o compasso que ela tem, e a
maioria é sentida com ciclos de 4 tempos.

O COMPASSO MAIS USADO É O QUATERNÁRIO (4 TEMPOS)

Assim para contarmos o compasso ao ritmo da música vamos repetir 1, 2, 3, 4,


1, 2, 3, 4, 1, 2, 3, 4, 1, 2, etc.

Como se marca o Contra-Tempo numa música?


O contra-tempo acontece na parte fraca do tempo, isto é, na segunda metade
de cada tempo. Se dividirmos todos os 4 tempos de um compasso quaternário
ficamos com | 1 e 2 e 3 e 4 e | onde os “e” são os contra-tempo.

Exercício1: Tocar na guitarra e dizer ao mesmo tempo:


| 1 2 3 4 | (a 80 bmp) - tempos
Exercício2: Tocar na guitarra e dizer ao mesmo tempo:
| 1 e 2 e 3 e 4 e | (a 60 bmp) – tempos e contra-tempos
Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Noções Musicais Gerais
Lição nº7 Principais Figuras Musicais

OS TEMPOS PODEM SOMAR-SE OU DIVIDIR-SE

Podemos considerar cada tempo como uma unidade, isto é:

1 Tempo = 1 Unidade cujo nome dado é  (SEMÍNIMA)

A nota mais longa é a  (SEMIBREVE) que tem a duração de 4 tempos:


4 Tempos = 1 Tempo + 1 Tempo + 1 Tempo + 1 Tempo

 =  +  +  + 

A nota seguinte é a  (MÍNIMA) que tem a duração de 2 tempos:


2 Tempos = 1 Tempo + 1 Tempo

 =  + 

Agora dividimos 1 Tempo em 2 partes iguais e ficamos com a  (COLCHEIA)


1 Tempo = ½ Tempo + ½ Tempo

 =  + 

Exercício1: Executar o seguinte exercício rítmico na 1ª corda solta da


guitarra com metrónomo a 80 bmp:

||     |   |     |  |   |   |     |     |  ||
Exercício2: Executar o seguinte exercício rítmico na 1ª corda solta da
guitarra com metrónomo a 100 bmp:

||   |     |   |     |   |     |     |  |  ||
Exercício3: Escrever um exercício à vontade do aluno e executar a 100 bmp.
Grau Básico - Nível 1 Secção A - Secção Teórica Formas de Escrever Música
Lição nº9 Tablatura

Para além das partituras existe uma outra forma de escrever música para
guitarra, as Tablaturas, são muito utilizadas na Internet e principalmente por
quem não sabe ler pautas.

Antes de avançar mais nesta lição quero alertar o aluno que não deve
aprender a ler exclusivamente tablaturas porque todos os outros músicos
sejam pianistas, bateristas, saxofonistas, trompetistas, etc, têm de aprender a
ler partituras que é uma linguagem universal e os guitarristas não são
menos capazes que os outros músicos, por isso, a tablatura é apenas uma
ferramenta que ajuda o guitarrista a iniciar a sua longa caminhada como
músico.

A TABLATURA NÃO SUBSTITUI A PARTITURA

As tablaturas são compostas basicamente por 6 linhas que correspondem às 6


cordas da guitarra e números que correspondem aos trastes da guitarra onde
o 0 é a corda solta.

Esta forma de escrever música é muito exacta pois não existe dúvidas em
relação à posição onde tocar as notas.

A sua leitura é feita da esquerda para a direita, onde podem surgir notas
tocadas sequencialmente (se forem escritas umas a seguir às outras) ou ao
mesmo tempo (se forem escritas na mesma linha vertical) como podemos ver
no exemplo seguinte:

1ª Corda
2ª Corda
3ª Corda
4ª Corda
5ª Corda
6ª Corda

Exercício1: Tocar os 2 exemplos de cima em cordas soltas onde primeiro as


notas são tocadas sequencialmente e depois são tocadas ao mesmo tempo.
Grau Básico - Nível 1 Secção B - Secção Ritmica Ritmos
Lição nº10 Diagrama de Ritmos – 1ª Parte

O que é o Ritmo de uma Música?


Pelo mundo fora os diferentes povos sempre utilizaram a música para divulgar
a sua cultura, quando se fala em RITMO não tem a ver com o TEMPO da
música mas sim com o “GÉNERO” ou “ESTILO” de música que é, por exemplo,
Rock, Pop, Jazz, Clássico, Metal, Popular Brasileiro, Popular Portuguesa,
Latino, Valsa, Passodoble, etc.

No estudo da guitarra o Ritmo é executado com a mão direita (ou a mão


esquerda para os canhotos) ou com uma palheta ou plectro que toca nas
cordas com uma determinada direcção (para baixo ou para cima) que permite
dar o balanço certo à música.

os Primeiros Ritmos a aprender na guitarra são:

Ritmo Simples 1

|1 e 2 e 3 e 4 e|
↓ ↓ ↓ ↓
Ritmo Simples 2

|1 e 2 e 3 e 4 e|
↓ ↑ ↓ ↑ ↓ ↑ ↓ ↑
Ritmo Reggae

|1 e 2 e 3 e 4 e|
↑ ↑ ↑ ↑
Na secção A foi explicado com mais detalhe que os números são os Tempos
fortes e os e (lê-se i) são os contra-tempos ou tempos fracos.

A mão direita deve tocar nas 6 cordas da guitarra respeitando a direcção das
setas ao mesmo tempo que fazemos a contagem dos números |1 e 2 e 3 e 4 e |.

O Aluno deve repetir sem parar o ciclo de 4 tempos até se sentir


confortável.

Ex1: Executar o Ritmo Simples 1 a bater o pé (metrónomo a 80 bmp).

Ex2: Executar o Ritmo Simples 2 a bater o pé (metrónomo a 60 bmp).

Ex3: Executar o Ritmo Reggae a bater o pé (metrónomo a 80 bmp).


Grau Básico - Nível 1 Secção B - Secção Ritmica Ritmos
Lição n11 Diagrama de Ritmos – 2ª Parte

Agora vamos complicar um pouco mais os Ritmos a aprender na guitarra:

Ritmo Pop 1

|1 e 2 e 3 e 4 e|
↓ ↓ ↑ ↓ ↑ ↓
Ritmo Pop 2

|1 e 2 e 3 e 4 e|
↓ ↓ ↑ ↑ ↓
Ritmo Pop 3

|1 e 2 e 3 e 4 e|
↓ ↑ ↑ ↓ ↑ ↑
Na secção A foi explicado com mais detalhe que os números são os Tempos
fortes e os e (lê-se i) são os contra-tempos ou tempos fracos.

A mão direita deve tocar nas 6 cordas da guitarra respeitando a direcção das
setas ao mesmo tempo que fazemos a contagem dos números |1 e 2 e 3 e 4 e |.

O Aluno deve repetir sem parar o ciclo de 4 tempos até se sentir


confortável.

Ex1: Executar o Ritmo Pop 1 a bater o pé (metrónomo de 60 a 80 bmp).

Ex2: Executar o Ritmo Pop 2 a bater o pé (metrónomo a 100 bmp).

Ex3: Executar o Ritmo Pop 3 a bater o pé (metrónomo a 90 bmp).


Grau Básico - Nível 1 Secção B - Secção Ritmica Acordes
Lição nº12 Diagrama de Acordes

O que é um Diagrama de Acordes?


É o sistema utilizado para desenhar Acordes. Para representar os acordes na
guitarra é necessário desenhar uma parte do braço da guitarra e alguns
círculos com a indicação de quais são os dedos da mão esquerda que são
utilizados.
1
2

CORDAS
3
2 3
1 4
5
6
1 2 3 4 5
TRASTES

Neste exemplo podemos ver o diagrama do acorde de Lá ou A (em inglês):


•A linha mais grossa do desenho é o pente da guitarra.
•As linhas verticais são os trastes.
•As linhas horizontais são as 6 cordas (a de baixo é a mais grossa e a de cima é
a mais fina).
•As bolas com números são os dedos da mão esquerda:

◦1 – Indicador
◦2 – Médio
◦3 – Anelar
◦4 – Mínimo (que no desenho não aparece porque não é
usado para este acorde)

•A bola com cruz no final do diagrama representa as cordas que não se tocam
ou seja neste exemplo a corda Mi (grossa) não se toca.
•A bola preta toca-se e representa a nota que tem o mesmo nome do acorde,
neste caso a 5ª corda é a Lá.
•As bolas brancas são as cordas que também se tocam.

Devemos conseguir ler as notas em português ou em inglês como é explicado


na Secção A.

Exercício1: Colocar os dedos na guitarra como indicado no diagrama acima e


tocar o acorde de Lá na guitarra com um ritmo Simples 1 com metrónomo a
60 bmp.
Grau Básico - Nível 1 Secção C - Secção Solista Técnicas do Instrumento
Lição nº18 Técnica da Mão Direita – 1ª Parte

Como foi explicado no início deste nível podemos tocar nas cordas de 2 formas
com os dedos na mão direita ou com a ajuda de uma palheta. O aluno deve
escolher a técnica que melhor se adapta a si ou ao estilo que quer tocar.

1ª Forma: Com os Dedos

Dedo pulgar = p
Dedo indicador = i
Dedo médio = m
Dedo anelar = a

2ª Forma: Com Palheta Existem várias palhetas de diferentes


formas, diâmetros e cores cuja forma
mais comum é a seguinte:

Ex1: Tocar 4 vezes cada corda com o dedo pulgar de cima para baixo:

p p p p p p p p p p p p p p p p p p p p p p p p

Ex2: Tocar 4 vezes cada corda com o dedo indicador de baixo para cima:

i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i i(Ex2)
m m m m m m m m m m m m m m m m m m m m m m m m(Ex3)
▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼(Ex4)

Ex3: Tocar 4 vezes cada corda com o dedo médio de baixo para cima.
Ex4: Tocar com palheta em movimentos de cima para baixo em cada corda,
repetir 4 vezes em todas as cordas com metrónomo de 60 a 80 bmp.
Grau Básico - Nível 1 Secção C - Secção Solista Técnicas do Instrumento
Lição nº19 Técnica da Mão Direita – 2ª Parte

Agora vamos complicar um pouco a mesma técnica da aula anterior mas


vamos alternar os dedos indicador e médio ou o movimento da palheta que
ataca a mesma corda de cima para baixo e de baixo para cima.

Ex1: Alternar os dedos indicador e médio com metrónomo de 60 a 80 bmp:

i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m

Ex2: repetir o exercício anterior sentido inverso com metrónomo a 80 bmp:

i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m

Ex3: Repetir o exercício 1 com palheta alternando o movimento em cada


corda tocada de baixo para cima e de cima para baixo:

▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲

Ex4: Repetir o exercício anterior com palheta mas a começar na 1ª corda:

▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲
Grau Básico - Nível 1 Secção C - Secção Solista Técnicas do Instrumento
Lição nº20 Técnica da Mão Esquerda – 1ª Parte

Nesta aula vamos trabalhar técnicas da mão esquerda mas na realidade


vamos sincronizar as duas mãos, porque a mão direita vai continuar o trabalho
das últimas aulas. É muito importante tentar tocar os sons das notas o mais
“limpo” possível, isto é, sem ruídos indesejados da guitarra.

Ex1: Tocar o seguinte exercício cromático ascendente com os dedos médio e


indicador alternados com metrónomo entre 60 e 80 bmp:

m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i

Ex2: Tocar o seguinte exercício cromático descendente com os dedos médio e


indicador alternados com metrónomo entre 60 e 80 bmp:

m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i

Ex3: Tocar com palheta em movimentos alternados com metrónomo entre 60


e 80 bmp, ter em atenção que agora os dedos tocam nos 5,6,7 e 8 trastes :

i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m
▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲

Ex4: Repetir o exercício anterior de forma descendente:

i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m i m
▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲ ▼ ▲
Grau Básico - Nível 1 Secção C - Secção Solista Técnicas do Instrumento
Lição nº21 Técnica da Mão Esquerda – 2ª Parte

O que é um Travessão?

Um travessão é executado com o indicador da mão esquerda e serve para


pisar 2 ou mais cordas ao mesmo tempo.

Ex1: Tocar um travessão nas 2 cordas, com o indicador da mão esquerda:

p p p p p p p p p p p p p p p p
▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼

Ex2: Tocar um travessão nas 2 cordas finas, pela seguinte ordem:

p p p p p p p p p p p p p p p p
▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼

Ex2: Tocar um travessão nas 3 cordas, com o indicador da mão esquerda:

p p p p p p p p p p p p p p p p
▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼

Ex2: Tocar um travessão nas 3 cordas, com o indicador da mão esquerda:

p p p p p p p p p p p p p p p p
▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼ ▼