Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO - Campus Diadema

QUÍMICA ANALÍTICA I – 2 º semestre de 2018 - Turma Extra

Profs. Érica A. Souza-Silva e Nilson Assunção

TRABALHO (ESTUDO DIRIGIDO)

Deve ser escrito à mão, em caneta azul ou preta. Se preferir, pode ser escaneado (com boa qualidade) e
enviado como um único arquivo PDF por email para Profa. Érica (ericachemistry@gmail.com). Prazo para
entrega: até 06/07/2018 às 14h – Campus José di Fillipi (Eldorado) sala professores 3.

ALUNO

1. Considere que você está no laboratório realizando as titulações abaixo. Esses sistemas representam
pontos isolados das titulações realizadas. Identifique em que ponto da titulação cada sistema se encontra e
calcule o pH das seguintes soluções no ponto citado:
a) 35,00mL de ácido benzóico (C6H5COOH – pKa = 4,2) 0,1mol/L com 35,00mL de NaOH 0,1mol/L.
b) 50,00mL de benzoato de sódio (C6H5COONa) 0,1mol/L com 25,00mL de HCl 0,2mol/L.
2. Considere uma titulação de 20,00mL de um ácido fraco HA (Ka = 1,0x10-5) com NaOH, ambos com a
concentração 0,1 mol/L. Responda:
a) Em qual volume de base o valor de pH será igual ao pKa?
b) Em qual pH ocorrerá o ponto de equivalência?)
c) Qual o valor do pH quando houver 5,00mL de base em excesso?
d) Qual o valor do pH quando houver 5,00mL de ácido em excesso?
3. Considere que você está num laboratório fazendo a determinação de um ácido monoprótico fraco com
NaOH padronizado com concentração 0,1200mol/L. Sabendo que foram gastos 25,35mL de base para titular
25,00mL do ácido, responda:
a) Sabendo que o pH da solução do ácido puro é 2,77, qual o Ka do ácido?
b) Que indicador você utilizaria para detectar o ponto final da titulação? Dados: Fenolftaleína (pKa =
9,30), vermelho de metila (pKa = 5,00) e alaranjado de metila (pKa = 3,50)
c) Qual o pH quando tiver sido adicionado 10,00mL de base?
d) Qual o pH quando tiver sido adicionado 30,00mL de base?
4. Uma moeda de prata pesando 0,50 g é dissolvida com acido nítrico e a prata é titulada com 38,22 mL de
uma solução de KSCN de concentração 4,50 g/L. Calcular a porcentagem de prata na moeda analisada.
5. É importante controlar o pH das soluções para titulações de precipitação com solução de íons prata?
Explique se é possível fazer titulações por precipitação de cloreto de prata em soluções com pH > 11? Por
quê em solução ácida é possível?
6. O cloreto contido em uma amostra de salmoura foi determinado pelo Método de Volhard. Uma alíquota
de 10,00 mL da salmoura foi tratada com 15,00 mL de solução 0,1182 mol/L de AgNO3 padronizada. O
excesso de prata foi titulada com solução 0,101mol/L de KSCN padronizada, requerendo 2,35 mL até a
formação do complexo vermelho Fe(SCN)2+. Calcule a concentração de NaCl na salmoura, expressando o
resultado em g/L.
7. Sobre titulações complexométricas com EDTA responda:
a. Por que as titulações complexométricas com EDTA devem ser realizadas em meio de tampão básico?
Justifique.
b. Que tipo de indicador se usou na titulação do cálcio com o EDTA? Como este indicador funciona?
Mostre as equações.
8. Considere a titulação de 25,0 mL de solução 10-2 M de Ca2+ com uma solução de EDTA 10-2 M em pH = 12.
Dados: Kf = 5,0 x 1010 ; α4 = 3,5 x 10-1 . Calcule pCa para os seguintes volumes de titulante:
a) V = 0,0 mL
b) V = 12,0 mL
c) V = 25,0 mL
d) V = 30,0 mL
9. Uma amostra de efluente foi encaminhada a um laboratório para verificação da dureza da água. 100 mL
da amostra foram transferidos para um erlenmeyer de 250 mL seguido da adição de 2 mL de tampão
NH3/NH4Cl de pH 10 e indicador Erio-T. Esta solução foi então titulada por 6,5 mL de EDTA 0,01 mol/L.
Calcule a dureza da água do efluente, expressando o resultado em mg/L de CaCO3 (MM = 100 g/mol).
10. Fale sobre a permanganometria. Descreva o procedimento para a padronização do permanganato de
potássio (escrever as reações envolvidas e demonstrar como são realizados os cálculos). De exemplo de uma
aplicação deste método.
11. Considere a titulação de 30,0 mL de Fe2+ 0,100 mol/L com Ce4+ 0,0500 mol/L e calcule o volume de
equivalência. Escreva as reações envolvidas. Qual o potencial no ponto de equivalência para uma titulação
de Fe2+ com Ce4+?
12. Considere a titulação de 100 mL de uma solução de Fe2+ 0,1000 mol L-1 com uma solução de 0,0200 mol
L-1 de permanganato de potássio, em meio ácido (H2SO4, pH = 1,0). A temperatura considerada é a de 25ºC.
Calcule os potenciais da curva de titulação com a adição de:
a) antes do ponto de equivalência.
b) No Ponto de equivalência.
c) Após o ponto de equivalência.