Você está na página 1de 162

PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018

1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL

Código da Disciplina: 4302 Sigla: AIA

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Rogério Marques Sant’Anna

Professor(es): Rogério Marques Sant'Anna.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Impacto ambiental: avaliação de metodologias, identificação e estratégias.

3. OBJETIVOS

a) Conhecer a estruturação e funcionamentos dos sistemas de meio ambiente.

b) Planejar e elaborar o estudo, o método de avaliação, os indicadores, a mitigação e a compensação de

impacto ambiental.

c) Elaborar as etapas e modalidades do licenciamento ambiental.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Legislação.

Licenciamento ambiental.

Fundamentos e metodologia de avaliação de impacto.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 1 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Identificação de impactos e estratégias de mitigação, compensação, e monitoramento ambiental.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas com utilização de recursos áudio visuais. Exercícios e exemplos práticos do conteúdo

trabalhado

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até

20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

M = (P1 + P2)/2

Considera-se que:

Se M >= 6,0 o(a) discente está aprovado(a)

Se 3,0 <= M < 6,0 o (a) discente poderá fazer a prova P3 e, neste caso a média final será: MF = (M + P3)/2

Observação: A prova P3 terá todo o conteúdo do curso;

Caso o(a) discente não tenha média M >= 3,0 ou reprovado (a) por falta não poderá fazer a P3.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 2 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

FOGLIATTI, Maria Cristina; FILIPPO, Sandro; GOUDART, Beatriz. Avaliação de impactos ambientais:

aplicação aos sistemas de transporte. Rio de Janeiro: Interciência, 2004. 249 p. ISBN 9788571931084

SÁNCHEZ, Luis Enrique. Avaliação de impacto ambiental - conceitos e métodos. São Paulo: Oficina de

Textos, 2006. 496 p.

Bibliografia Complementar:

MILARÉ, E. Direito do ambiente: doutrina, jurisprudência, glossário. 3 ª ed.São Paulo. Ed Revista dos

Tribunais, 2004 .ISBN: 8520324010

PHILIPPI JR, A.; ROMÉRO M.A.; BRUNA G. C. (ORG) Curso de gestão ambiental. São Paulo: Ed. Manole,

2004.

Site do CONAMA: HTTP.//www.mma.gov.br/conama.

Bibliografia Referência:

Prof. Rogério Marques Sant’Anna


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 3 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: CÁLCULO I

Código da Disciplina: 1092 Sigla: CALC I

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 60 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr(a). Suzana Abreu de Oliveira Souza

Professor(es): Patrícia Andréa Paladino.

Auxiliar(es) Docente: Carlos Alberto Balbino.

2. EMENTA

Conjuntos numéricos, funções reais, trigonometria, limites e derivadas.

3. OBJETIVOS

a) Desenvolver o raciocínio lógico e o senso crítico.

b) Capacitar a manipular e aplicar os conceitos e técnicas dos conjuntos, funções, limites e derivadas.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Conjuntos: noções, conjuntos numéricos, intervalos.

- Trigonometria: função seno, cosseno, tangente e as inversas trigonométricas. Identidades trigonométricas.

- Função real de variável real: noções, funções elementares, operações.

- Limites: vizinhanças, ponto de acumulação, limite de uma função, limites laterais, símbolos de

indeterminação, propriedades dos limites, limites fundamentais.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 4 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Derivadas: derivada de uma função no ponto, interpretação geométrica, equação da reta tangente, equação da

reta normal, função derivada, regras de derivação, derivada da função composta, derivadas de ordem superior.

- Regra de L Hospital; cálculo de limites indeterminados.

- Estudos das funções: continuidade, monotonicidade, máximos e mínimos, concavidade, ponto de inflexão,

assíntotas, esboço de gráficos de funções, problemas de máximos e mínimos.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas de teorias e exercícios.Listas de exercícios com apoio de apostilas e multimídias. 20 % da

carga horária da disciplina poderá ser desenvolvida com atividades extraclasses e/ou trabalhos acadêmicos.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Notas de provas normais: P1, P2; Nota de prova final: PF; Nota de prova substitutiva de PF: PR Total de

pontos (P ) = P1+P2+PF M=P/3

Se M < 6- o aluno está reprovado, poderá fazer a prova substitutiva PR caso tenha comparecido a pelo menos

uma das provas P1, P2 ou PF

Observações:

1)se o aluno faltar a mais de 25% das aulas, estará automaticamente reprovado com conceito F;

2)em todas as provas, a soma dos valores das questões é de 10,0 (dez) pontos;

3)o conteúdo avaliado em cada uma das provas é cumulativo;

4)para realização das provas o aluno deverá identificar-se com documento oficial, que tenha foto e seja

recente;

5)todas as provas serão sem consulta, salvo casos em que o professor divulgue material de apoio na própria

prova;

6)é proibido uso de celulares (que deverão permanecer desligados), equipamentos de comunicação e fones de

ouvidos;

7)é proibido uso de calculadoras, exceto em casos autorizados previamente e somente os modelos autorizados

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 5 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
pelo professor da disciplina;

8)o aluno não poderá realizar a prova fora do horário estabelecido ou com outra turma;

9)atribuir-se-á a nota de PF a apenas uma das notas das provas P1 ou P2, nos seguintes casos:

a.ausência às provas P1 ou P2, quaisquer que sejam os motivos;

b.se a nota de P1 ou P2 for menor que a nota de PF.

10)a prova substitutiva PR terá os mesmos efeitos da PF sobre as avaliações P1 ou P2. Terão direto a PR os

alunos que forem retidos por conceito e que tenha realizado pelo menos uma das avaliações P1, P2 ou PF;

11)após a divulgação do resultado da prova o aluno terá sete dias corridos para solicitar vista da mesma,

exceto da PF que será via INTERNET (processo para pedidos de revisão);

12)a avaliação continuada da disciplina é implementada por:

a.oferecimento e discussão de listas de exercícios de apostilas ou outros materiais que servirão de modelo a

questões semelhantes das provas de avaliação continuada;

b.eventuais cursos de reforços, não compulsórios, que suprem deficiências de formação ou estendem ou

aprofundam tópicos do conteúdo da disciplina, que serão ministrados em horários extraclasse ao longo do

curso;

c.prova substitutiva PR somente para os alunos retidos por conceito que será aplicada no início do semestre

subsequente;

d.atendimento a alunos em geral, com suporte para esclarecimentos de dúvidas pertinentes à disciplina;

e.disponibilização do sistema de monitoria supervisionada para a disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 6 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BARBONI, Ayrton e PAULETTE, Walter. Cálculo e Análise – Cálculo diferencial e integral a uma

variável. Rio de Janeiro: LTC, 2007.290p.

YAMASHIRO, Seizen e SOUZA, Suzana Abreu de Oliveira.Matemática com Aplicações Tecnológicas -

Matemática Básica -Vol. 1 São Paulo: Blucher, 2014.

YAMASHIRO, Seizen e SOUZA, Suzana Abreu de Oliveira.Matemática com Aplicações Tecnológicas -

Cálculo I -Vol. 2 São Paulo: Blucher, 2015.

Bibliografia Complementar:

FLEMING, Diva Maria; GONÇALVES, Mirian Buss. Cálculo A 6. ed. São Paulo: Pearson Education do

Brasil, 2007. 448 p.

LEITHOLD, Louis. O cálculo com geometria analítica. São Paulo: Harbra, 1986. 816 p. 2 v. v.1 16 ex. v.2

11 ex.

STEWART, James. Cálculo. vol.1, 6ª Ed. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2006. 579 p.

THOMAS, George B.; Cálculo. São Paulo: Makron Books, 2002. 640 p. v.1.

Bibliografia Referência:

Prof. Dr(a). Suzana Abreu de Oliveira Souza


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 7 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: CÁLCULO II

Código da Disciplina: 1095 Sigla: CALC II

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 60 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr(a). Suzana Abreu de Oliveira Souza

Professor(es): Patrícia Andréa Paladino.

Auxiliar(es) Docente: Carlos Alberto Balbino.

2. EMENTA

Integrais indefinidas, definidas e duplas. Funções de duas ou mais variáveis. Equações diferenciais.

3. OBJETIVOS

a) Desenvolver o raciocínio lógico, o senso crítico.

b) Capacitar a manipular e aplicar os conceitos e técnicas de integrais, funções e equações diferenciais.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Integrais indefinidas: conceito, propriedades, tabela de integrais imediatas, integração por substituição de

variável, integração das funções racionais, integração por partes, integração de potências de funções

trigonométricas, integração por substituição trigonométrica.

- Integrais definidas: integral como soma de áreas, integral segundo Riemann, teoremas fundamentais, cálculo

de áreas, cálculo do valor médio, cálculo do comprimento do arco, cálculo da área da superfície de revolução,

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 8 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
cálculo do volume do sólido de revolução, ponto, curvatura no ponto, raio de curvatura, círculo osculador,

forma paramétrica de uma função, derivadas de funções paramétricas, equação de reta tangente e da reta

normal de funções paramétricas, cálculo do comprimento do arco, área de superfície, volume do sólido e

forma polar, gráfico de funções na forma polar, cálculo de áreas e comprimento do arco na forma polar.

- Funções de duas ou mais variáveis: conceito, interpretação geométrica, derivadas parciais, derivadas parciais

de 2ª ordem, gradiente, derivada direcional, derivada direcional máxima, diferencial total, diferencial exata,

máximos e mínimos relativos de funções de duas variáveis.

- Integrais duplas: conceito, propriedades, cálculo de integrais duplas, interpretação geométrica.

- Equações diferenciais: conceito, ordem e grau de uma equação diferencial, resolução de uma equação

diferencial, interpretação geométrica, equações diferenciais imediatas, equações diferenciais a variáveis

separáveis, equações diferenciais de 1ª ordem exatas, equações diferenciais lineares de 1ª ordem, equações

diferenciais de Bernoulli, equações diferenciais de ordem n, equações diferenciais lineares de ordem n a

coeficientes constantes homogêneas e não homogêneas.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas de teorias e exercícios.

Listas de exercícios com apoio de apostilas e multimídias.

20 % da carga horária da disciplina poderá ser desenvolvida com atividades extraclasses e/ou trabalhos

acadêmicos

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Notas de provas normais: P1, P2;

Nota de prova final: PF;

Nota de prova substitutiva de PF: PR

Total de pontos (P) = P1+P2+PF

M=P/3

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 9 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Se M < 6- o aluno está reprovado, poderá fazer a prova substitutiva PR caso tenha comparecido a pelo menos

uma das provas P1, P2 ou PF

Observações:

1)se o aluno faltar a mais de 25% das aulas, estará automaticamente reprovado com conceito F;

2)em todas as provas, a soma dos valores das questões é de 10,0 (dez) pontos;

3)o conteúdo avaliado em cada uma das provas é cumulativo;

4)para realização das provas o aluno deverá identificar-se com documento oficial, que tenha foto e seja

recente;

5)todas as provas serão sem consulta, salvo casos em que o professor divulgue material de apoio na própria

prova;

6)é proibido uso de celulares (que deverão permanecer desligados), equipamentos de comunicação e fones de

ouvidos;

7)é proibido uso de calculadoras, exceto em casos autorizados previamente e somente os modelos autorizados

pelo professor da disciplina;

8)o aluno não poderá realizar a prova fora do horário estabelecido ou com outra turma;

9)atribuir-se-á a nota de PF a apenas uma das notas das provas P1 ou P2, nos seguintes casos:

a.ausência às provas P1 ou P2, quaisquer que sejam os motivos;

b.se a nota de P1 ou P2 for menor que a nota de PF.

10)a prova substitutiva PR terá os mesmos efeitos da PF sobre as avaliações P1 ou P2. Terão direto a PR os

alunos que forem retidos por conceito e que tenha realizado pelo menos uma das avaliações P1, P2 ou PF;

11)após a divulgação do resultado da prova o aluno terá sete dias corridos para solicitar vista da mesma,

exceto da PF que será via INTERNET (processo para pedidos de revisão);

12)a avaliação continuada da disciplina é implementada por:

a.oferecimento e discussão de listas de exercícios de apostilas ou outros materiais que servirão de modelo a

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 10 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
questões semelhantes das provas de avaliação continuada;

b.eventuais cursos de reforços, não compulsórios, que suprem deficiências de formação ou estendem ou

aprofundam tópicos do conteúdo da disciplina, que serão ministrados em horários extraclasse ao longo do

curso;

c.prova substitutiva PR somente para os alunos retidos por conceito que será aplicada no início do semestre

subsequente;

d.atendimento a alunos em geral, com suporte para esclarecimentos de dúvidas pertinentes à disciplina;

e.disponibilização do sistema de monitoria supervisionada para a disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BARBONI, Ayrton e PAULETTE, Walter. Cálculo e Análise – Cálculo diferencial e integral a duas

variáveis com equações diferenciais . Rio de Janeiro: LTC, 2009.375p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 11 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
FLEMING, Diva Maria; GONÇALVES, Mirian Buss. Cálculo B 2ª Ed. São Paulo: Pearson Education do

Brasil, 2007. 617 p.

YAMASHIRO, Seizen e SOUZA, Suzana Abreu de Oliveira.Matemática com Aplicações Tecnológicas -

Cálculo I -Vol. 2 São Paulo: Blucher, 2015.

Bibliografia Complementar:

BOYCE, William E.; DI PRIMA, Richard C. Equações diferenciais elementares e problemas de valores de

contorno. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1994. 531 p.

STEWART, James. Cálculo. Vol.II, 6. ed. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2009, 585 p.

Bibliografia Referência:

Prof. Dr(a). Suzana Abreu de Oliveira Souza


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 12 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: CÁLCULO NUMÉRICO

Código da Disciplina: 1098 Sigla: CALC NUM

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 3º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr(a). Denise Pizarro Vieira

Professor(es): Alexandre Solis

Auxiliar(es) Docente: Carlos Alberto Balbino.

2. EMENTA

Zeros de funções. Interpolação polinomial, Ajuste de curvas. Integração e derivação numérica.

3. OBJETIVOS

a) Desenvolver o raciocínio lógico e o senso crítico.

b) Capacitar a manipular e aplicar os métodos numéricos na solução de problemas que não podem ser

resolvidos pelo cálculo diferencial e integral.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Zero de Funções: Método Bipartição.

2. Ajuste de Curvas: Método dos Mínimos Quadrados.

3. Interpolação Polinomial: Forma de Lagrange.

4. Integração Numérica: Método do trapézio e método 1/3 Simpson.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 13 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
5. Derivação Numérica.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas de Teoria e Exercícios.

Resolução de problemas em classe.

Listas de exercícios para casa. Utilização de Calculadoras Gráficas/Científicas e Softwares de Matemática.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Até 20% da carga horária total da disciplina): exercícios, pesquisas,

etc.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Notas de provas normais: P1, P2;

Nota de prova final: PF;

Nota de prova substitutiva de PF: PR

Total de pontos P = P1+P2+PF:

M=P/3

Se M < 6 - o aluno está reprovado com conceito C, poderá fazer a prova substitutiva PR caso tenha

comparecido a pelo menos uma das provas P1, P2 ou PF;

Observações:

1) se o aluno faltar a mais de 25% das aulas, estará automaticamente reprovado com conceito F;

2) em todas as provas, a soma dos valores das questões é de 10,0 (dez) pontos;

3) o conteúdo avaliado em cada uma das provas é cumulativo;

4) para realização das provas o aluno deverá identificar-se com documento oficial, que tenha foto e seja

recente;

5) todas as provas serão sem consulta, salvo casos em que o professor divulgue material de apoio na própria

prova;

6) é proibido uso de celulares (que deverão permanecer desligados), equipamentos de comunicação e fones de

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 14 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
ouvidos;

7) é proibido uso de calculadoras, exceto em casos autorizados previamente e somente os modelos autorizados

pelo professor da disciplina;

8) o aluno não poderá realizar a prova fora do horário estabelecido ou com outra turma;

9) atribuir-se-á a nota de PF a apenas uma das notas das provas P1 ou P2, nos seguintes casos:

a. ausência às provas P1 ou P2, quaisquer que sejam os motivos;

b. se a nota de P1 ou P2 for menor que a nota de PF.

10) a prova substitutiva PR terá os mesmos efeitos da PF sobre as avaliações P1 ou P2. Terão direto a PR os

alunos que forem retidos por conceito e que tenha realizado pelo menos uma das avaliações P1, P2 ou PF;

11) após a divulgação do resultado da prova o aluno terá sete dias corridos para solicitar vista da mesma,

exceto da PF que será via INTERNET (processo para pedidos de revisão);

12) a avaliação continuada da disciplina é implementada por:

a. oferecimento e discussão de listas de exercícios de apostilas ou outros materiais que servirão de modelo a

questões semelhantes das provas de avaliação continuada;

b. eventuais cursos de reforços, não compulsórios, que suprem deficiências de formação ou estendem ou

aprofundam tópicos do conteúdo da disciplina, que serão ministrados em horários extra-classe ao longo do

curso;

c. prova substitutiva PR somente para os alunos retidos por conceito que será aplicada no início do semestre

subseqüente;

d. atendimento a alunos em geral, com suporte para esclarecimentos de dúvidas pertinentes à disciplina;

e. disponibilização do sistema de monitoria supervisionada para a disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 15 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

PUGA, Leila Zardo; TARCIA, José Henrique Mendes; PAZ, Álvaro Puga. Cálculo Numérico. LCTE

Editora, 2009, 174p.

RUGGIERO, Márcia A. Gomes; LOPES, Vera Lúcia da Rocha. Cálculo numérico - aspectos teóricos e

computacionais. 2.ed. São Paulo: Makron Books, 1988. 422 p. 2 ex.

Bibliografia Complementar:

BARROSO, Leônidas Conceição et´al. Cálculo numérico. 2.ed. São Paulo: Editora Harbra, 1987. 367 p. 2 ex.

BURDEN, Richard L; FAIRES, J. Douglas. Análise Numérica. 1ª ed. São Paulo: Editora Thomson, 2003,

736 p.

HUMES, Ana Flora P. de Castro et´al. Noções de cálculo numérico. 1.ed. São Paulo: Editora McGraw-Hill,

1984. 201 p. 4 ex.

MARINS, Jussara Maria; CLÁUDIO, Dalcídio Moraes. Cálculo numérico computacional. 2.ed. São Paulo:

Editora Atlas, 1994. 464 p.

SPERANDIO, Dédio; MENDES, João Teixeira; SILVA, Luiz Henry Monken. Cálculo Numérico. 1ª ed. São

Paulo: Editora Pearson, 2003, 354 p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 16 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Referência:

RUGGIERO, Márcia A. Gomes; LOPES, Vera Lúcia da Rocha. Cálculo numérico - aspectos teóricos e

computacionais. 2.ed. São Paulo: Makron Books, 1988. 422 p. 2 ex.

Prof. Dr(a). Denise Pizarro Vieira


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 17 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: EDIFÍCIOS

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: DESENHO TÉCNICO DE CONSTRUÇÃO CIVIL

Código da Disciplina: 5101 Sigla: DTCV

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. Isaura Maria Varone de Morais Cardoso

Professor(es): Profa. Esp. Andréa Chernichenco

Profa. Me. Isaura Maria Varone de Morais Cardoso

Profa. Me. Viviane de Campos

Auxiliar(es) Docente: Cássio Ferreira de Oliveira

Andrea Chernichenco

2. EMENTA

Desenho Geométrico. Projeções Ortogonais. Perspectivas Paralelas. Plantas, Cortes e Fachadas.

3. OBJETIVOS

a) Capacitar o aluno a expressar-se graficamente através de desenhos técnicos e interpretá-los;

b) Identificar os diversos materiais de desenho e saber como utilizá-los;

c) Identificar e aplicar as normas da ABNT.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Introdução: definição e objetivos do desenho técnico, formas de desenho;

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 18 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
2. Materiais: descrição dos materiais utilizados na elaboração de desenhos técnicos;

3. Materiais: utilização correta dos materiais de desenho e dos processos de produção;

4. Caligrafia técnica: características, cuidados e padronização;

5. Normalização: indicação das normas para desenho técnico, incluindo formato das folhas, legendas, dobras,

arquivamento e elementos normalizados;

6. Desenho Geométrico: demonstração das construções fundamentais de desenho geométrico; Introdução ao

desenho de traçado de estradas.

7. Projeções Ortogonais: expressão e interpretação de projeções, rebatimentos (1ºDiedro) e vistas auxiliares;

8. Escala: representação em escala numérica e gráfica e a utilização do escalímetro; escala balanceada.

9. Cotas: indicação e interpretação do dimensionamento dos elementos gráficos;

10. Perspectivas: conceitos e descrição das perspectivas paralelas;

11. Perspectivas: técnicas na elaboração das perspectivas paralelas;

12. Planta, Corte e Fachada: conceituação dos desenhos de construção civil e sua relação com o desenho

técnico.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas expositivas com a aplicação de exercícios práticos para a fixação de conceitos e

desenvolvimento da capacidade de expressão gráfica, assim como melhorar o grau de interpretação das

representações feitas em desenho técnico.

Por conta de significativa carga horária prática, para melhor aproveitamento dos alunos, é necessário que haja

um professor para cada grupo de 20 alunos.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos etc, com até 20%

da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Serão atribuídas notas de zero (0) a dez (10) para as Provas (P1 e P2) e para o Trabalho ( T ).

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 19 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018

A realização das provas é obrigatória, caso ocorra a perda justificada de uma destas, o aluno poderá requerer,

mediante análise junto ao corpo docente, a aplicação de uma prova substitutiva. Quanto ao Trabalho ( T ),

este terá nota mínima exigida igual a 3,0.

O aluno que não atender à estas exigências estará automaticamente reprovado.

A nota final (N) será calculada pela fórmula abaixo:

N = ( P1 + P2 + T ) / 3

Para que o aluno obtenha aprovação a média N deverá ser >= 6,0

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 20 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema do Aluno.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

FRENCH, T. E. Desenho técnico e Tecnologia gráfica. 8. ed. São Paulo: Globo, 2011. 1093 p.

MONTENEGRO, Gildo A. Desenho Arquitetônico. 4 ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2001. 167p.

NEIZEL, E. Desenho técnico para construção civil. São Paulo: EDUSP, 1974. 2v.

Bibliografia Complementar:

- BUENO, C. P.; PAPAZOGLOU, R. S. Desenho técnico para engenharias. São Paulo: Juruá, 2008. 198 p.

- MICELI, M. T.;FERREIRA, P. Desenho Técnico Básico. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio, 2010.

143p.

- PEREIRA, A. Geometria Descritiva. Rio de Janeiro:Quartet, 2001.139 p.

- MAGUIRE, D.E; SIMMONS, C. H. Desenho Técnico - Problemas e Soluções Gerais de Desenho. São

Paulo: Hemus, 2004. 257p.

Bibliografia Referência:

- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Coletânea de normas de desenho técnico. São

Paulo: ABNT/SENAI, 1990. 86 p.

- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS..NBR 8196: Desenho Técnico - Emprego de

escalas. Rio de Janeiro, 1999. 2 p.

- ______.NBR 8402: Execução de caractere para a escrita em desenho técnico – Procedimento. Rio de Janeiro,

1994. 4 p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 21 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- ______.NBR 8403: Aplicação de linhas em desenhos – Tipos de linhas – Largura de linhas - Procedimento.

Rio de Janeiro, 1984. 5 p.

- ______.NBR 8404: Indicação do estado de superfícies em desenhos técnicos - Procedimento. Rio de Janeiro,

1984. 10 p.

- ______.NBR 10067: Princípios gerais de representação em desenho técnico – Procedimento. Rio de Janeiro,

1995. 14 p.

- ______.NBR 10068 : Folha de desenho: Leiaute e dimensões - Padronização. Rio de Janeiro, 1987. 4 p.

- ______.NBR 10126: Cotagem em desenho técnico – Procedimento. Rio de Janeiro, 1998. 13 p.

- ______.NBR 10582: Apresentação da folha para desenho técnico - Procedimento. Rio de Janeiro, 1988. 4 p.

- ______.NBR 12288: Representação simplificada de furos de centro de desenho técnico - Procedimento. Rio

de Janeiro, 1992. 6 p.

- ______.NBR 12298: Representação de área de corte por meio de hachuras em desenho técnico -

Procedimento. Rio de Janeiro, 1995. 3 p.

- ______.NBR 13142: Desenho técnico - Dobramento de cópia. Rio de Janeiro, 1999. 3p.

- ______.NBR 14699: Desenho técnico - Representação de símbolos aplicados a tolerâncias geométricas –

Proporções e dimensões. Rio de Janeiro, 2001. 4 p.

Prof. Me. Isaura Maria Varone de Morais Cardoso


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de EDIFÍCIOS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 22 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Código da Disciplina: 4300 Sigla: DE SUST

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Odair de Oliveira Rosa

Professor(es): Odair de Oliveira Rosa

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Sustentabilidade. Ciência e Tecnologia. Inovação. Gestão do conhecimento. Administração da Mudança.

Normas e Padrões Mundiais.

3. OBJETIVOS

a)Aplicar os princípios, conceitos e fundamentos da sustentabilidade.

b)Elaborar estratégias sobre, ciência e inovação, gestão do conhecimento.

c)Administração da mudança. Normas e Padrões Mundiais.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Histórico. Princípios e conceitos da sustentabilidade. Fatores de sustentabilidade. Ciência e tecnologia.

Inovação para a sustentabilidade. Gestão do conhecimento. Administração da mudança. Elaboração de

projetos sustentáveis.

5. ESTRATÉGIAS
_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 23 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
a) Aulas expositivas com utilização de recursos áudios-visuais; b) Discussões de casos.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até

20% da carga horária total da disciplina

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Elaboração e apresentação de seminário de acordo com tema proposto previamente.

Média final >= 6,0

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

INSTITUTO ETHOS. Responsabilidade Social Empresarial nos Processos Gerenciais e nas Cadeias de Valor.

São Paulo: Instituto Ethos - Empresa e Responsabilidade Social, 2006. 96p.

VEIGA, José Eli. Desenvolvimento Sustentável: desafio do séc. XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2010. 226p.

VOLTOLINI, Ricardo. Conversas com líderes Sustentáveis. São Paulo: Ed. SENAC, 2011. ISBN

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 24 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
9788539601158

Bibliografia Complementar:

ALMEIDA, Fernando. Os desafios da Sustentabilidade: uma ruptura urgente. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

ISBN 9788535226775

BRASIL. Lei nº 12.305 de 02 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, e dá outras

providências. Brasília, 2010. ISBN 978-85-736-5972-6

BOARQUE, Sérgio C. Construindo o desenvolvimento local sustentável. 4ªed. Rio de Janeiro: Garamond,

2008.

COSTA, Luciano Martins. O mal-estar na globalização. São Paulo: A Girafa Editora, 2005.

INSTITUTO ETHOS. Critérios Essenciais de Responsabilidade Social Empresarial e seus Mecanismos de

Indução no Brasil. São Paulo: Instituto Ethos - Empresa e Responsabilidade Social, 2006. 128p.

Bibliografia Referência:

Prof. Odair de Oliveira Rosa


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 25 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: DRENAGEM

Código da Disciplina: 4310 Sigla: DREN

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 5º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Leila Meneghetti

Professor(es): Me. Josué Souza de Góes

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Hidrologia aplicada, drenagem superficial, sub-superficial e profunda.

3. OBJETIVOS

a) Calcular ciclo hidrológico e vazão.

b) Delimitar bacias hidrológicas.

c) Distinguir e definir os tipos e funções dos dispositivos de drenagem.

d) Dimensionar os dispositivos de drenagem.

e) Elaborar o projeto de drenagem de rodovias.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Hidrologia aplicada, ciclo hidrológico, bacias hidrográficas, precipitações, escoamento superficial.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 26 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Micro e macro drenagem: elementos constituintes, dimensionamento e projeto.

5. ESTRATÉGIAS

Expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais. Dialógica, através de debates em

grupos.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até

20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Para medir o índice de assimilação dos (as) discentes, a cada assunto abordado serão aplicados exercícios.

Discussão de temas específicos sobre a matéria.

Avaliações escritas sobre os assuntos do conteúdo.

MT = ( A1 + A2 + ... AN)/N >= 6,0 aprovado nas avaliações se < 6,0 reprovado na disciplina.

MP = somatória das notas de projetos e trabalhos >= 6,0 aprovado nos projetos e trabalhos se < 6,0 reprovado

na disciplina.

MF = (MT + MP)/2 >= 6,0 (aprovado na disciplina)

Onde:

MT = Média Teórica

A = Avaliações

MP = Média de Projetos e Trabalhos

P = Projetos e

T = Trabalhos

MF = Média Final

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 27 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BRASIL. Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes. Diretoria de Planejamento e Pesquisa.

Coordenação Geral de Estudos e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Manual de drenagem de

Rodovias. 2.ed. Rio de Janeiro, 2006. 333p. (IPR. Publ.). 724p.

FENDRICH, Roberto. Canais de drenagem em pequenas bacias hidrográficas. Paraná: UFPR, 2008. 121p.

TUCCI, Carlos E.M. Hidrologia: ciência e aplicação. 3 ª ed. Porto Alegre: UFRGS, 2002. 942 p.

Bibliografia Complementar:

AZEVEDO NETTO, J.M. et al. Manual de Hidráulica. 8. Ed. São Paulo: Edgard Blucher, 1998. 6ª

reimpressão. 2009. 670p.

MICHELIN, Renato G.. Drenagem superficial e subterrânea de estradas. 2ª ed. Porto Alegre: Multilibri Ltda,

1975. 274p.

Bibliografia Referência:

Prof. Leila Meneghetti

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 28 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 29 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: ELETRICIDADE

Código da Disciplina: 1097 Sigla: ELET

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 40 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 3º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Tânia Gonçalves Pereira

Professor(es): Miguel Angel Dutra Lacroix

Armando Lapa Junior

Auxiliar(es) Docente: Domenico Paulo Bruno Cainelli

Tiago dos Santos Moura

Danilo Cesar dos Santos Pedro

2. EMENTA

Eletricidade. Eletrostática. Eletrodinâmica. Eletromagnetismo.

3. OBJETIVOS

Compreender e aplicar os fundamentos de eletricidade, eletrostática, eletrodinâmica e eletromagnetismo

aplicados à tecnologia de Projetos Viários.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 30 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Teoria - 40 ha

Carga elétrica, tensão, material condutor e isolante, campo elétrico. Lei de Ohm, resistividade, variação da

resistividade com temperatura. Potência, energia e rendimento. Definição circuitos CC, Leis de kirchoff.

Associação série/paralelo de resistores e geradores. Exercícios de associação. Resolução de circuitos CC.

Tensão Alternada, definições e representação fasorial. Impedâncias, fasores e formas de onda. Análise de

circuitos corrente alternada. Potência em corrente alternada. Fator de Potência.

Laboratório - 40 ha

Segurança em eletricidade. Multímetro I. Multímetro II. Experiência Circuito em corrente contínua.

Eletromagnetismo. Números complexos. Operações com complexos. Impedância. Associação de impedâncias.

Resolução de circuitos em corrente alternada. Circuito em corrente alternada. Potência em corrente alternada.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas - 2 horas aulas semanais com exercícios de aplicação.

Aulas de laboratório - 2 horas aulas semanais complementares a teoria, onde serão propostos trabalhos com a

finalidade de sedimentar os conhecimentos adquiridos e desenvolver novas aplicações estas aulas são

divididas em 2 turmas de 20 alunos para melhor acompanhamento durante o experimento.

Atividades Complementares (exercícios, visitas, relatórios, projetos,artigos etc.), com até 20% da carga

horária total da disciplina;

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

M = (Rel. + FE )/10 * (P 1 + 2.P2 + Plab )/4

Onde:

P1, P2 = Prova de teoria (0 - 10)

Plab = Prova de laboratório (0 - 10)Não podendo o aluno tirar nota zero nesta prova, ficando neste caso

reprovado na disciplina, com nota da media igual a zero.

Psub = Prova Substitutiva (0 - 10): substitui a menor nota entre P1 e P2

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 31 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Rel = Somatória dos relatórios de laboratório de cada experiência (0 - 7)

FE = Somatória das folhas de exercícios (0 - 3)

M< 6,0 reprovado

M>=6,0 aprovado

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

7.1. Bibliografia básica.

GUSSOW, M. Eletricidade Básica. 2ª Ed.. Pearson Makron Books. São Paulo, 2008. ISBN

978.853.460.6127.

IRWIN, J. David. Introdução à Análise de Circuitos Elétricos. 1ª ed. São Paulo: LTC, 2005. 412 p. ISBN

8521614322, 9788521614326.

Bibliografia Complementar:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 32 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
7.2. Bibliografia complementar.

BOYLESTAD, Robert L. Introductory circuit analysis. 12. ed. Prentice Hall, 2010. 1200 p. ISBN:

0137146663.

EDMINISTER, Joseph A.; NAVHI, Mahmood. Circuitos Elétricos. 4ª ed. São Paulo: Bookman, 2008. 478p.

ISBN 0-07-139307-2.

NILSSON, James W.; RIEDEL, Susan A. Circuitos elétricos. 8ª ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

592p. ISBN 8576051591.

ROBBINS, Allan H.; MILLER, Wilhelm C. Análise de Circuitos - Teoria e Prática. V.1. 4ª ed. Cengage

Learning. São Paulo. 2009. 612p. ISBN 8522106622.

Bibliografia Referência:

Prof. Tânia Gonçalves Pereira


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 33 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: ESTATÍSTICA

Código da Disciplina: 1100 Sigla: ESTAT

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 3º Semestre

Número Máximo de Alunos: 80 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr. Walter Paulette

Professor(es): Daisy Gomes de Souza Tu.

Auxiliar(es) Docente: Carlos Alberto Balbino.

2. EMENTA

Estatística descritiva. Análise combinatória. Probabilidade. Modelos probabilísticos contínuos e discretos.

3. OBJETIVOS

Gerais:

Ao término da disciplina o estudante deverá ser capaz de conhecer, compreender e aplicar os métodos

estatísticos de coleta, descrição, resumo, análise e interpretação de dados tanto na sua vida acadêmica quanto

profissional do curso superior em tecnologia em movimento de terra e pavimentação.

Específicos:

• Proporcionar ao estudante o conhecimento básico de estatística para o uso em situações relacionadas com o

seu campo de trabalho;

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 34 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
• Propiciar um referencial lógico e sistemático para o uso das relações quantitativas e qualitativas, garantindo a

base técnica essencial na análise e interpretação de atividades correlacionadas com a estatística;

• Estabelecer conexões e integração com temas ligados à planejamento, fiscalização, execução de obras de

movimento de terra e pavimentação, elaboração de orçamentos, controle de qualidade e viabilidade econômica

de empreendimentos;

• Analisar e interpretar as questões administrativas utilizando as ferramentas de estatística para analise dos

dados;

• Visualizar os dados numéricos como informação, aplicando os conhecimentos estatísticos nas atividades

cotidianas, na atividade tecnológica e na interpretação da ciência

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Tabelas e gráficos: cuidados necessários no trabalho estatístico. Representações dos dados observados:

construção de tabelas e gráficos.

- Distribuição de frequências, variável discreta e variável contínua.

- Medidas de: tendência central, de dispersão e de posição relativa; histograma e polígono de freqüência.

- Princípio fundamental da contagem, noções de análise combinatória.

- Probabilidades: conceitos e teoremas de cálculo de probabilidades. Probabilidade condicional e

independência estatística. Teorema de Bayes.

- Conceito de variável aleatória e função densidade de probabilidade. Noções de esperança e variância.

Exemplos.

- Algumas distribuições de probabilidade discretas: Binomial, e Poisson.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 35 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Distribuição normal (Gauss).

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas com sessões de resolução de exercícios/discussões. Lista de exercícios com apoio de

apostilas e outros materiais didáticos.

Recursos audiovisuais: lousa, giz, projetor multimídia, calculadoras, etc.

20% da carga horária será abrangido por meio de outras atividades complementares/atividades extraclasse,

como lista de exercícios, artigos, projetos, visitas técnicas, etc.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Notas de provas normais: P1, P2;

Nota de prova final: PF;

Nota de prova substitutiva de PF: PR

Total de pontos P = P1+P2+PF:

M=P/3

Se M < 6 - o aluno está reprovado, poderá fazer a prova substitutiva PR caso tenha comparecido a pelo menos

uma das provas P1, P2 ou PF;

Observações:

1) se o aluno faltar a mais de 25% das aulas, estará automaticamente reprovado;

2) em todas as provas, a soma dos valores das questões é de 10,0 (dez) pontos;

3) o conteúdo avaliado em cada uma das provas é cumulativo;

4) para realização das provas o aluno deverá identificar-se com documento oficial, que tenha foto e seja

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 36 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
recente;

5) todas as provas serão sem consulta, salvo casos em que o professor divulgue material de apoio na própria

prova;

6) é proibido uso de celulares (que deverão permanecer desligados), equipamentos de comunicação e fones de

ouvidos;

7) é proibido uso de calculadoras, exceto em casos autorizados previamente e somente os modelos autorizados

pelo professor da disciplina;

8) o aluno não poderá realizar a prova fora do horário estabelecido ou com outra turma;

9) atribuir-se-á a nota de PF a apenas uma das notas das provas P1 ou P2, nos seguintes casos:

a. ausência às provas P1 ou P2, quaisquer que sejam os motivos;

b. se a nota de P1 ou P2 for menor que a nota de PF.

10) a prova substitutiva PR terá os mesmos efeitos da PF sobre as avaliações P1 ou P2. Terão direto a PR os

alunos que forem retidos por conceito e que tenha realizado pelo menos uma das avaliações P1, P2 ou PF;

11) após a divulgação do resultado da prova o aluno terá sete dias corridos para solicitar vista da mesma,

exceto da PF que será via INTERNET (processo para pedidos de revisão);

12) a avaliação continuada da disciplina é implementada por:

a. oferecimento e discussão de listas de exercícios de apostilas ou outros materiais que servirão de modelo a

questões semelhantes das provas de avaliação continuada;

b. eventuais cursos de reforços, não compulsórios, que suprem deficiências de formação ou estendem ou

aprofundam tópicos do conteúdo da disciplina, que serão ministrados em horários extra-classe ao longo do

curso;

c. prova substitutiva PR somente para os alunos retidos por conceito que será aplicada no início do semestre

subseqüente;

d. atendimento a alunos em geral, com suporte para esclarecimentos de dúvidas pertinentes à disciplina;

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 37 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
e. disponibilização do sistema de monitoria supervisionada para a disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BUSSAB, W. O.; MORETTIN, P. A. Estatística Básica. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2007, 526 p.

SPIEGEL, Murray R.; SCHILLER, John; SRINIVASAN, R. Alu, Probabilidade e Estatística. 1. ed. São

Paulo: Bookman Companhia Ed., 2004, 398 p.

Bibliografia Complementar:

COSTA NETO, Pedro L.O. Estatística. São Paulo: Edgard Blücher / Edusp, 1974. 264 p.

GUERRA, Mauri José; DONAIRE, Denis. Estatística indutiva: teoria e aplicações. 2. ed. São Paulo: LTC,

1982. 299 p.

LIPSCHUTZ, Seymour. Probabilidades. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1986. 261 p.

Bibliografia Referência:

MANN,Prem S; Introdução à estatística: 8ª Ed; Rio de Janeiro; LTC-2015.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 38 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
ISBN-978-85-216-2764-7

Prof. Dr. Walter Paulette


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 39 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: FÍSICA I

Código da Disciplina: 1091 Sigla: FIS I

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 40 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 60 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. João Carlos Botelho Carrero

Professor(es): Bruno Figueiredo Bartoloni

João Carlos Botelho Carrero

Auxiliar(es) Docente: Domênico Paulo Bruno Cainelli

Lucas Faria Marques

2. EMENTA

Grandezas físicas. Cinemática do ponto. Vetores. Movimento no plano. Princípios de dinâmica. Trabalho,

energia e potência.

3. OBJETIVOS

Conhecer e aplicar os fundamentos da mecânica clássica para a compreensão de fenômenos físicos.

Conhecer, relacionar e fazer operações com as grandezas físicas da mecânica clássica.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Aulas Teóricas - 40 ha

1. Grandezas, Padrões e Unidades Físicas.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 40 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
2. Vetores.

3. Movimento em uma Dimensão.

4. Movimento em duas Dimensões.

5. Leis de Newton.

6. Equilíbrio do Ponto e dos Corpos Rígidos.

7. Análise de Forças e Momentos em Estruturas.

8. Elasticidade e Estudo das Tensões.

9. Trabalho e Energia.

10. Conservação da Energia.

11. Conservação do Momento Linear.

12. Colisões.

Aulas Experimentais - 40 ha

1. Medidas Físicas e Teoria dos Erros.

2. Movimento Retilíneo Uniformemente Variado.

3. Equilíbrio do Ponto: Mesa de Forças.

4. Lei de Hooke e a Elasticidade.

5. Força de Atrito: determinação dos coeficientes de atrito cinético e dinâmico.

6. Equilíbrio de Corpos Rígidos: Análise das forças em uma escada.

7. Colisão Bidimensional.

8. Conservação da Energia.

9. Determinação da aceleração da gravidade: pêndulo simples.

5. ESTRATÉGIAS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 41 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Aulas expositivas.

Resolução de problemas em classe; propostas de problemas para casa.

Práticas de Laboratório.

Estão previstas Atividades Complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc., com até

20% da carga horária da disciplina.

Discussão e análise de problemas que enfatizam o aspecto experimental.

Plantão de dúvidas.

Recuperação de Física nos finais dos semestres.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Os alunos terão avaliações dentre : Provas, trabalhos em laboratório.

LABORATÓRIO - L é a média de laboratório

Em todos os casos abaixo o aluno deve ter a média de laboratório L >ou = 6,0 para aprovação.

TEORIA - T é a média de N - 1 provas teóricas

O número de provas teóricas realizadas terá que ser sempre maior ou igual a 3.

MÉDIA - M = 0,3L+ 0,7T

O aluno é aprovado se M >=6,0 e L>=6,0

Se o aluno obter L < 6,0 e/ou M < 6,0 é reprovado

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 42 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

[1] RESNICK, R; HALLIDAY, D; WALKER, J.: Fundamentos de Física: Mecânica. Vol.1, 9a. ed., Rio de

Janeiro: LTC, 2012.

[2] MONGELLI, J.; D-ALKMIN, D.T.: Física com Aplicação Tecnológica: Mecânica. Vol. 1, 1a. ed., São

Paulo: Blucher, 2011.

[3] CHAVES, A.: Física Básica: Mecânica. Vol.1, 1a. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2007.

Bibliografia Complementar:

[1] YOUNG, H.D.; FREEDMAN, R.A.; SEARS, F.W; ZEMANSKY, M.W.: Física: Mecânica. Vol.1, 12a.

ed., Rio de Janeiro: LTC, 2009.

[2] SERWAY, R. A.; JEWETT, J. R.; JOHN,W.: Princípios de Física: Mecânica. Vol. 1, 1a. ed., São Paulo:

Thomson Pioneira, 2004.

[3] MOSCA, G.; TIPLER, P.A.: Física para Cientistas e Engenheiros - Mecânica, Oscilações e Onda,

Termodinâmica. Vol. 1, 6a. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2009.

[4] BEER, F.; JOHNSTON, E. R. Mecânica vetorial para engenheiros - estática. 3.ed. Rio de Janeiro: Mc.

Graw Hill, 2 - 1981.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 43 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Referência:

David Halliday, Robert Resnick e Jearl Walker

Fundamentos de Física - Vol. 1 – Mecânica 10a edição

Editora LTC - 2016

ISBN: 9788521630357

Prof. Me. João Carlos Botelho Carrero


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 44 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: FÍSICA II

Código da Disciplina: 1094 Sigla: FIS II

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 40 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. João Carlos Botelho Carrero

Professor(es): Douglas Casagrande

Eraldo Cordeiro Barros Filho

Auxiliar(es) Docente: Domênico Paulo Bruno Cainelli

Lucas Faria Marques

2. EMENTA

Calor. Gás perfeito e transformações. Termodinâmica. Ciclos termodinâmicos. Equilíbrio da partícula e do

sólido. Máquinas e elasticidade. Dinâmica do sólido. Hidrostática e Hidrodinâmica.

3. OBJETIVOS

Aplicar os fundamentos da dinâmica dos sólidos, mecânica ondulatória, acústica, termodinâmica e hidrostática

para a compreensão de fenômenos físicos.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 45 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Conhecer, relacionar e fazer operações com grandezas físicas que regem os referidos fundamentos.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Aulas Teóricas:

Carga Horária: 4 aulas/semana.

1. Equilíbrio do ponto e dos sólidos.

2. Dinâmica dos sólidos e rotações.

3. Oscilações. Movimento periódico. Pêndulo simples e composto.

4. Teoria ondulatória e acústica.

5. Princípios de Pascal e de Arquimedes.

6. Equação de Bernoulli. Tubos de Venturi.

7. Temperatura - escala e medidores.

8. Dilatação.

9. Calorimetria e transmissão de calor.

10. Gases ideais.

11. Primeira e segunda lei da Termodinâmica.

Aulas Experimentais:

Carga horária: 2 aulas/semanais.

1. Oscilações: Pêndulo físico.

2. Hidrostática: Determinação da densidade de sólidos pelo Princípio de Arquimedes.

3. Hidrodinâmica: Equação de Bernoulli e a determinação da velocidade de escoamento de um fluido.

4. Calorimetria: Determinação dos calores específicos de materiais.

5. Determinação do coeficiente de dilatação linear de materiais.

6. Discussão e análise de problemas que enfatizam o aspecto experimental da ciência física.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 46 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Resolução de problemas em classe; propostas de problemas para casa.

Práticas de Laboratório.

Estão previstas Atividades Complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc., com até

20% da carga horária da disciplina.

Discussão e Análise de problemas que enfatizam o aspecto experimental.

Plantão de dúvidas.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Os alunos terão avaliações dentre : Provas, trabalhos em laboratório.

LABORATÓRIO - L é a média de laboratório

Em todos os casos abaixo o aluno deve ter a média de laboratório L >ou = 6,0 para aprovação.

TEORIA - T é a média de N - 1 provas teóricas

O número de provas teóricas realizadas terá que ser sempre maior ou igual a 3.

MÉDIA - M = 0,3L+ 0,7T

O aluno é aprovado se M >=6,0 e L>=6,0

Se o aluno obter L < 6,0 e/ou M < 6,0 é reprovado

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 47 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

[1] RESNICK, R; HALLIDAY, D; WALKER, J.: Fundamentos de Física: Gravitação, Ondas e

Termodinâmica. Vol.2, 9a. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2012.

[2] MONGELLI, J.; D-ALKMIN, D.T.: Física com Aplicação Tecnológica: Oscilações, Ondas, Fluidos e

Termodinâmica. Vol. 2, 1a. ed., São Paulo: Blucher, 2011.

[3] CHAVES, A.: Física Básica: Gravitação, Fluidos, Ondas e Termodinâmica. Vol.1, 1a. ed., Rio de

Janeiro: LTC, 2007.

Bibliografia Complementar:

[1] YOUNG, H.D.; FREEDMAN, R.A.; SEARS, F.W; ZEMANSKY, M.W.: Física: Termodinâmica e

Ondas. Vol.2, 12a. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2009.

[2] SERWAY, R. A.; JEWETT, J. R.; JOHN,W.: Princípios de Física: Movimento Ondulatório e

Termodinâmica. Vol. 2, 1a. ed., São Paulo: Thomson Pioneira, 2004.

[3] MOSCA, G.; TIPLER, P.A.: Física para Cientistas e Engenheiros - Mecânica, Oscilações e Onda,

Termodinâmica. Vol. 1, 6a. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2009.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 48 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Referência:

David Halliday, Robert Resnick e Jearl Walker

Fundamentos de Física - Vol. 1 – Mecânica 10a edição

Editora LTC - 2016

ISBN: 9788521630357

Prof. Me. João Carlos Botelho Carrero


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 49 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: GEOLOGIA

Código da Disciplina: 4301 Sigla: GEOL

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: José Angelo Ricardo

Professor(es): José Angelo Ricardo.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Geologia, pedologia. Ocorrências de rochas e solos para aplicação em obras viárias.

3. OBJETIVOS

a) Aplicar os conceitos fundamentais em Geologia e Pedologia.

b) Saber reconhecer o terreno explorado em obras viárias.

c) Desenvolver e aplicar os procedimentos em desmonte de rocha e calculo de plano de fogo.

d) Entender as transformações das rochas e solos.

e) Conhecer e aplicar as misturas de solos e agregados e saber aproveitar os materiais disponíveis.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Estudo das Eras Geológicas, ondas sísmicas e decaimento das rochas. Investigação geológica subterrânea e

superficial para projetos de rodovias e ferrovias. Estudo dos problemas geológicos em construção de obras

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 50 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
rodoviárias em relação ao taludamento, cortes, aterros e fundações. Estudo dos solos brasileiros. Explosivos:

Características e aplicações em obras de terraplenagem e pavimentação. Desmonte de rochas, britagem em

pedreiras para produção de material para construção de estrada de rodagem e ferrovias. Normas ambientais

para o emprego de explosivos em obras civis, bem como regulamentação nos órgãos do Exercito e Policial.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas com auxílio de recursos áudio visuais e seminários.

Apresentação de rochas e solos para o reconhecimento por parte dos discentes.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até

20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Média entre duas provas escritas e trabalhos com apresentação em aula, onde deve ser obtida nota maior ou

igual a 6,0 (seis).

MF = (P1 + P2 + T1 + T2)/4 >= 6,0

Onde:

MF = Média Final

P1 e P2 = Provas

T1 e T2 = Trabalhos

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 51 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

GERALDI, José Lúcio Pinheiro. O ABC das Escavações de Rocha. 1.ed. São Paulo: Interciência, 2011. 266p.

ISBN 8571932387

MONROE, James S; WICANDER, Reed. Fundamentos de Geologia. 1.ed. São Paulo: CENGAGE, 2009.

528p. ISBN 9788522106370

SANTOS, Álvaro Rodrigues dos. Geologia da Engenharia: conceitos, método e prática. 1.ed. São Paulo: O

Nome da Rosa, 2009. 208p. ISBN 9788586872471

Bibliografia Complementar:

FRAZÃO, Ely Borges. Tecnologia de rochas na construção civil. São Paulo: ABGE, 2002.

MACIEL, Filho, LEITE Carlos. Introdução a Geologia de Engenharia. Rio de Janeiro: UFSSN, 2001. 587p.

RICARDO, Hélio de Souza; CATALANI, Guilherme. Manual Prático de Escavação, Terraplenagem e

Escavação de Rocha. 1ª ed. São Paulo: PINI, 2002. 668 p.

Bibliografia Referência:

Prof. José Angelo Ricardo


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 52 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: GEOMETRIA ANALÍTICA

Código da Disciplina: 1096 Sigla: GA

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. Ricardo Ramos Silva

Professor(es): Clemente Ramos dos Santos.

Auxiliar(es) Docente: Carlos Alberto Balbino.

2. EMENTA

Vetores: módulo, soma, multiplicação por escalar e propriedades. Sistemas de coordenadas tridimensionais.

Equações da reta e do plano.

3. OBJETIVOS

a) Desenvolver o raciocínio lógico e o senso espacial , crítico e o interesse pela pesquisa bibliográfica;

b) fornecer aos alunos conhecimentos que o capacitem a manipular e aplicar os conceitos e técnicas que serão

apresentados no decorrer do desenvolvimento do programa.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Sistemas de coordenadas tridimensionais: Exemplos - fórmula da distância em três dimensões, equação da

esfera.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 53 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Segmentos: segmento orientado, paralelismo, segmentos equipolentes.

- Vetores: definição, módulo.

- Soma de vetores: vetor oposto, vetor nulo, propriedades da soma.

- Multiplicação por escalar: propriedades.

- Dependência Linear: em R^2 e R^3

- Produto escalar: definição, propriedades, interpretação geométrica, ângulo entre dois vetores, ângulo diretor,

projeção.

- Produto Vetorial: definição, interpretação geométrica, cálculo, propriedades, cálculo de área de

paralelogramo.

- Produto misto: definição, interpretação geométrica, cálculo de volume de prismas.

- Equações de reta: vetorial, paramétrica, simétrica, geral.

- Equações de plano: vetorial, geral, linear.

- Posição relativas: retas paralelas, concorrentes e reversas, planos paralelos, reta paralela a um plano.

- Distâncias.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas de Teoria e Exercícios

Listas de exercícios com apoio das referências adotadas.

Atividades Complementares podendo compor até 20% da carga horária didática total.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Notas de provas normais: P1, P2;

Nota de prova final: PF;

Nota de prova substitutiva de PF: PR

Total de pontos P = P1+P2+PF:

M=P/3

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 54 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Se M < 6 - o aluno está reprovado , poderá fazer a prova substitutiva PR caso tenha comparecido a pelo menos

uma das provas P1, P2 ou PF;

Observações:

1) se o aluno faltar a mais de 25% das aulas, estará automaticamente reprovado ;

2) em todas as provas, a soma dos valores das questões é de 10,0 (dez) pontos;

3) o conteúdo avaliado em cada uma das provas é cumulativo;

4) para realização das provas o aluno deverá identificar-se com documento oficial, que tenha foto e seja

recente;

5) todas as provas serão sem consulta, salvo casos em que o professor divulgue material de apoio na própria

prova;

6) é proibido uso de celulares (que deverão permanecer desligados), equipamentos de comunicação e fones de

ouvidos;

7) é proibido uso de calculadoras, exceto em casos autorizados previamente e somente os modelos autorizados

pelo professor da disciplina;

8) o aluno não poderá realizar a prova fora do horário estabelecido ou com outra turma;

9) atribuir-se-á a nota de PF a apenas uma das notas das provas P1 ou P2, nos seguintes casos:

a. ausência às provas P1 ou P2, quaisquer que sejam os motivos;

b. se a nota de P1 ou P2 for menor que a nota de PF.

10) a prova substitutiva PR terá os mesmos efeitos da PF sobre as avaliações P1 ou P2. Terão direto a PR os

alunos que forem retidos por conceito e que tenha realizado pelo menos uma das avaliações P1, P2 ou PF;

11) após a divulgação do resultado da prova o aluno terá sete dias corridos para solicitar vista da mesma,

exceto da PF que será via INTERNET (processo para pedidos de revisão);

12) a avaliação continuada da disciplina é implementada por:

a. oferecimento e discussão de listas de exercícios de apostilas ou outros materiais que servirão de modelo a

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 55 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
questões semelhantes das provas de avaliação continuada;

b. eventuais cursos de reforços, não compulsórios, que suprem deficiências de formação ou estendem ou

aprofundam tópicos do conteúdo da disciplina, que serão ministrados em horários extra-classe ao longo do

curso;

c. prova substitutiva PR somente para os alunos retidos por conceito que será aplicada no início do semestre

subseqüente;

d. atendimento a alunos em geral, com suporte para esclarecimentos de dúvidas pertinentes à disciplina;

e. disponibilização do sistema de monitoria supervisionada para a disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

STEWART, JAMES Cálculo. São Paulo: Cengage Learning, 2014 v. 2 543 p.

BOULOS, Paulo; CAMARGO, Ivan. Geometria analítica: um tratamento vetorial. 3ªed. São Paulo:

Makron Books, 2004. São Paulo.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 56 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Complementar:

BARBONI Ayrton; OLIVEIRA Aguinaldo. Geometria Analítica - Cálculo Vetorial.

WINTERLE, Paulo. Vetores e geometria analítica. São Paulo: Makron Books, 2000. 232p.

Bibliografia Referência:

Prof. Me. Ricardo Ramos Silva


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 57 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: GERÊNCIA DE OBRAS

Código da Disciplina: 4319 Sigla: G OBRA

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 120 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 6º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. Sidney Isidro Marcandali da Silva Júnior

Professor(es): Fabrício Bonadias da Silva

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Implantação, programação e controle de obras. Higiene e segurança do trabalho: normas e procedimentos.

3. OBJETIVOS

Conhecer e aplicar as modalidades de contratações de obras com recursos públicos, interpretando as principais

exigências da lei 8666/93 de licitações públicas.

Analisar dimensionamento de equipes e frotas de equipamentos de terraplenagem e propor alternativas.

Elaborar cronogramas e planos de execução de obras.

Conhecer e aplicar métodos e normas regulamentadoras de Segurança do Trabalho.

Aplicar procedimentos de Higiene e Segurança do trabalho, preconizados na NR18.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Organização e planejamento de obras. Cronograma de obras e a identificação de caminhos alternativos e

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 58 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
críticos. Dimensionamento de equipes, frotas de equipamentos de terraplenagem e custos. Técnicas de

prevenção de acidentes e normas regulamentadoras - NRs do Ministério do Trabalho. Atuação da CIPA e

características do SESMT. Licitações de obras públicas com suas características fundamentais, estudo da lei

8666/93.

5. ESTRATÉGIAS

Expositiva dialógica, através de notas de aula recursos áudio visuais e debates em grupos. Elaboração de

seminários individuais e em grupos. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios,

relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

A avaliação dos discentes, será realizada com base em avaliações escritas,

trabalhos/projetos, exercícios e visita técnica.

MT = Raiz quadrada da somatória das avaliações

MP = Média geométrica de trabalhos/projetos, exercícios e visita técnica;

Onde: MT = Média Teórica; e A = Avaliações;

MF = (MT + MP)/2 >= 6,0 aprovado na disciplina;

Onde: MF = Média Final.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 59 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

ABRAM, Isaac. Planejamento de Obras Rodoviárias. Salvador: PINI 2001. 133 p.

VARALLA, Ruy. Planejamento e Controle de Obras. São Paulo: Nome da Rosa, 2003. 120 p.

Bibliografia Complementar:

BRASIL. Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes. Diretoria de Planejamento e Pesquisa.

Coordenação Geral de Estudos e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Manuais Técnicos de Rodovias.

Rio de Janeiro, Diversos. (IPR. Publ., 724).

CONTADOR. José Celso. Gerenciamento de Operações. São Paulo: PINI 2007, 632p.

Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego.

Bibliografia Referência:

Prof. Me. Sidney Isidro Marcandali da Silva Júnior


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 60 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: GERÊNCIA DE PROJETOS VIÁRIOS

Código da Disciplina: 4401 Sigla: GPV

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 120 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 5º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Leila Meneghetti

Professor(es): Especialista Rinaldo Felix da Costa.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Gerenciamento, administração, organização, seleção de métodos, etapas, fases e atividades do projeto.

3. OBJETIVOS

a) Planejar, gerenciar, administrar, organizar e controlar projetos.

b) Conhecer e aplicar as formas de contratação de serviços.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1) Planejamento e controle de projetos: estabelecimento de objetivos, seleção de metodologia, etapas, fases e

atividades do projeto.

2) Estabelecimento de pontos de controle.

3) Documentação e sua importância para planejamento e controle.

4) Fatores técnicos e humanos do gerenciamento de projetos.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 61 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
5) Estimativas, organização e alocação de recursos físicos, técnicos, humanos e financeiros.

6) Softwares de Gerenciamento de Projetos.

7) Padrão PMBoK.

8) Gestão de Pessoas.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas (80 horas-aula) - Expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais.Aulas

reservadas para realização de trabalhos (40 horas aulas). Estão previstas atividades complementares de visitas,

exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Para medir o índice de assimilação dos discentes, a cada assunto abordado serão aplicados exercícios.

Provas escritas e/ou orais sobre os assuntos do conteúdo.

Discussão de temas específicos sobre a matéria.

MP = (P1 + P2)/2 e MTE = (T1 + T2 +...+TN + E1 + E2 +...+ EN)/N

Onde:

MP = Média aritmética das provas

MTE = Média aritmética dos trabalhos e exercícios

P = Provas

T = Trabalhos

E = Exercícios

MF = (4 x MP + MTE)/5 >= 6,0 – Aprovado na disciplina

Onde:

-MF = Média Final

Observações:

-Se 3,0 <= MF < 6,0: o(a) discente poderá fazer uma prova P3, que substituirá a menor nota das provas P1 ou

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 62 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
P2, sendo realizado novo cálculo da MP para fins de avaliação.

- A prova P3 terá todo o conteúdo do curso;

- Caso o(a) discente tenha sido reprovado(a) por frequência ou tenha obtido MF < 3,0 não poderá fazer a

prova P3 e estará automaticamente reprovado na disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

MENEZES, Luis César de Moura. Gestão de Projetos. 3ª.ed. São Paulo: Atlas, 2009.

NOCÊRA, Rosaldo de Jesus. Gerência de Projetos - Teoria e Prática. Santo André, SP: do autor, 2009.

VARGAS, Ricardo. Gerenciamento de Projetos - Estabelecendo diferenciais competitivos. 7ª. ed. Rio de

Janeiro: Brasport, 2009.

Bibliografia Complementar:

BERNARDES, Mauricio M.S; OLIVEIRA, Geisa G.. Microsoft Project Professional 2013 – Gestão e

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 63 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
desenvolvimento de projetos, 1ª ed.. São Paulo: Érica, 2013. 206p.

FILHO, Armando Terribili. Gerenciamento de Projetos em 7 passos - Uma abordagem prática. 1ª ed. São

Paulo: M. Books, 2011. 286p.

KEELING, Ralph; BRANCO, Renato H.F. Gestão de Projetos – Uma abordagem global, 3ª ed.. São Paulo:

Saraiva, 2014. 285p.

PMI. Um guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK), 5ª.ed. Newtow Square, PA,

EUA: Project Management Institute, 2013.

Bibliografia Referência:

Prof. Leila Meneghetti


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 64 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: HUMANIDADES

Código da Disciplina: 1171 Sigla: HUM

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr(a). Virginia Maria de Souza Maisano Namur

Professor(es): Profa Dra. Virginia Maria de Souza Maisano Namur

Auxiliar(es) Docente: Fatima Maria Abade Couceiro

2. EMENTA

A estrutura do mundo contemporâneo e o papel do indivíduo na atualidade. A tecnologia e suas conseqüências

e responsabilidades nos planos ambiental e sócio-cultural, com particular interesse na área de comunicação.

3. OBJETIVOS

1. Compreender as novas estruturas sócio-culturais do mundo contemporâneo e refletir sobre o papel do

tecnólogo nesse novo contexto.

2. Desenvolver e/ou aprimorar habilidades de comunicação e linguagem, sobretudo na área das novas mídias.

3. Aplicar tais habilidades nos planos ambiental e sócio cultural, projetando-se como indivíduo crítico e ativo,

agente de adaptações e mudanças.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Cultura como comunicação. Linguagem como visão de mundo. Cultura, sociedade e ideologia. Códigos

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 65 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
icônicos, indiciais e simbólicos. Globalização e cultura das mídias. Interação e hibridismo cultural.

Desenvolvimento humano como preservação do meio ambiente e de novas interações sócio-econômicas e

comunicacionais. Sociedade de consumo e seus desafios. Relações entre arte, ciência e tecnologia.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas expositivas.

Aulas práticas:

1. Trabalhos em grupo - leitura e discussão de textos verbais e não-verbais.

2. Pesquisa orientada, em grupos - Seminários.

3- Atividades extracurriculares orientadas, seguidas de debates e elaboração de relatórios críticos, como modo

de transcender as estruturas tradicionais do ensino-aprendizagem e acessar também conhecimentos empíricos,

podendo o conjunto dessas atividades complementares representar até 20% da carga horária semestral da

disciplina: a) visitas a exposições e museus; b) peças de teatro em cartaz; c) filmes em circuito comercial.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

R= Relatórios de atividades curriculares e extracurriculares, individuais ou em grupo – em número variado, a

critério do professor, dependendo da dinâmica de ensino-aprendizagem em cada turma e resultando na média

R= Rn/n;

Provas dissertativas: P1 e P2;

Seminário em grupo, avaliado quanto Po (pesquisa orientada) + Apr (apresentação ou comunicação de

resultados), resultando em média S=(Po+Apr)/2;

MF (Média final) = (P1 + P2 + S +R)/4 = ou > 6,0

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 66 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BAUMAN, Zigmunt. Vida em fragmentos – sobre a ética pós-moderna. Rio de Janeiro: Zahar, 2011, 416p.

CANCLINI, Nestor Garcia. [Culturas Híbridas. São Paulo: Edusp, 2013, 416p

SANTAELLA, Lucia. Ecologia Pluralista da Comunicação – conectividade, mobilidade, ubiqüidade São

Paulo: Paulus, 2010, 400p.

STUART, HALL. [Identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: Editora Lamparina, 2014, 64p.

Bibliografia Complementar:

CHAGAS, Ferreira e FARIAS, Jane. [Cibercultura e virtualidade – desafios para o desenvolvimento humano.

Curitiba, PR:APPRIS, 2014, 193 p.

LUCAS, CONSTANÇA. [Superdicas sobre Arte. São Paulo: Saraiva, 2015, 136p.

SANTAELLA, Lucia. Leitura de Imagens. São Paulo: Melhoramentos, 2012, 184p.

________________ Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

Bibliografia Referência:

BAUMAN, Zigmunt. Babel - entre a incerteza e a esperança. Rio de Janeiro: Zahar, 2016, 152 p. ISBN

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 67 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
978.853.781.584-7

SANTAELLA, Lucia. Temas e Dilemas do Pós-digital. São Paulo: Paulus, 2016, 260 p.

ISBN978.85.349.4287-4

DALRYMPLE, Theodore. Nossa cultura - ou o que restou dela. São Paulo: E Realizações, 2015, 398 p. ISBN

978.858.033.163-9

Prof. Dr(a). Virginia Maria de Souza Maisano Namur


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 68 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: INFORMÁTICA APLICADA À PROJETOS VIÁRIOS

Código da Disciplina: 4400 Sigla: IAPV

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 0 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 80 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Arisol Simone Sayuri Tsuda Yamamoto

Professor(es): Arisol Simone Sayuri Tsuda Yamamoto.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Ambientes operacionais. Aplicação da microinformática para a solução de problemas de tecnologia. Utilização

de softwares básicos e aplicados a projetos viários.

3. OBJETIVOS

a) Reconhecer as funções de um sistema de informática, do hardware e do software, identificando os seus

componentes, o seu método de funcionamento, as diferenças entre eles e a sua correta utilização;

b) Reconhecer o software utilizado como Sistema Operacional, identificando as suas funções e elementos.

Utilizar corretamente o programa para a manipulação dos outros aplicativos, arquivos e diretórios;

c) Utilizar o programa Excel para elaboração de planilhas eletrônicas de cálculos e apresentação, vinculando

com gráficos e figuras, aproveitando-se dos recursos de fórmulas e expressões oferecidas pelo programa;

d) Utilizar e identificar o programa AutoCAD. Executar desenhos em ambiente bidimensional, selecionando

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 69 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
os procedimentos mais adequados a partir daqueles apresentados em aulas nas mais diversas situações,

visando um aperfeiçoamento dos conhecimentos pela comparação e pela avaliação dos resultados, permitindo

assim a aplicação e o desenvolvimento de um método de trabalho próprio.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Introdução à Informática. Noções de hardware e software: funcionamento, características, tipos, diferenciação

e utilização adequada.

Sistemas operacionais: conceitos básicos e funcionalidade. Gerenciador de arquivos e diretórios (pastas).

Programa EXCEL - Planilhas Eletrônicas:

- Conceitos, funções, elementos e convenções

- Formatação de texto, célula e página de apresentação

- Utilização de fórmulas e expressões

- Organização e gerenciamento dos dados (ascendente/descendente, filtros, painéis) e Correção ortográfica.

- Elaboração de Gráficos

- Impressão

Programa AUTOCAD - Desenho eletrônico:

- Conceitos, funções, convenções e elementos do programa

- Ambiente de trabalho: Sistema de Unidades, Limite da Área de Trabalho, Menus de Comandos e Barras de

Ferramentas

- Sistema de Coordenadas (Absoluta, Relativa Polar e Retangular, Direta)

- Teclas de Funções

- Comandos de criação e edição de elementos gráficos, visualização, precisão e averiguação, configuração,

organização e gerenciamento de informações gráficas, elaboração de folhas de impressão.

- Desenvolvimento de estudos de caso em laboratório.

5. ESTRATÉGIAS

As aulas serão expositivas utilizando computadores, periféricos, programas apropriados, quadro branco, entre

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 70 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
outros equipamentos didáticos, para o desenvolvimento de trabalhos práticos. A ação simultânea de

apresentação dos conteúdos e de imediata utilização pelos alunos foi adotada para facilitar a apreensão dos

conhecimentos e processos.

Exercícios serão propostos ao final de cada assunto, envolvendo os assuntos anteriormente abordados, visando

uma assimilação do conjunto de informações e fortalecendo os conceitos anteriores. Estes exercícios estarão

relacionados com exemplos práticos do cotidiano dos alunos.Estão previstas atividades complementares de

visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O conceito final será obtido considerando os dois programas principais de estudo, o EXCEL e o AUTOCAD,

devendo o discente obter em cada um deles a nota mínima 6,0 (seis).

Avaliações contínuas serão realizadas baseadas no desenvolvimento do discente apresentado a cada aula

durante a execução dos exercícios práticos e teóricos propostos, verificando-se o grau de assimilação dos

conteúdos de forma contínua, permitindo realizar de forma paralela ao processo de aprendizagem as revisões

de conteúdos não compreendidos.

A sua aplicação poderá ser teórica, prática ou oral.

Ao final da abordagem do EXCEL e do AUTOCAD, será realizada também uma avaliação prática individual,

para a verificação dos resultados obtidos no processo de ensino-aprendizagem.

O conceito final será obtido:

Conceito Final = ((média ACE* 0,5 + AIE * 0,5) + (média ACAC * 0,5 + AIAC * 0,5))/2

Onde:

ACE = avaliações contínuas de EXCEL

AIE = avaliação individual de EXCEL

ACAC = avaliações contínuas de AUTOCAD

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 71 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
AIAC = avaliação individual de AUTOCAD.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

AUTODESK Inc. AutoCAD 2013 Help - User´s Guide. U.S., 2012.

BALDAM, Roquemar; COSTA, Lourenço. AutoCAD 2013: Utilizando totalmente. 1 ed. São Paulo: Érica,

2012. 568 p.

MANZANO, André Luiz N. G; MANZANO, José Augusto N. G. Estudo dirigido de Microsoft Office Excel

2007. São paulo: Erica, 2012. 218p.

MANZANO, José Augusto N. G. Guia Prático de Informática. 1. ed. São Paulo: Érica, 2011.

Bibliografia Complementar:

CAPRON, H. L. Introdução à Informática. São Paulo: Prentice Hall, 2004. 350p.

HADDAD, Renato. Crie planilhas inteligentes com Microsoft Excel 2003. São Paulo: Érica, 2007. 380p.

MANZANO, André Luiz N. G. Estudo dirigido de Microsoft Office Excel 2003. São Paulo: Érica, 2007.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 72 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
204p.

MANZANO, André Luiz N. G.; MANZANO, Maria Izabel N. G.. Estudo dirigido de informática básica. 1.

ed. São Paulo: Érica, 2007.

SAAD, Ana Lúcia. AutoCAD 2004 2D e 3D. São Paulo: Pearson Makron Books, 2004.

YAMAMOTO, Arisol.S.S.Tsuda. Apostila de Desenho de Construção Civil – DCC I. São Paulo: FATEC-SP,

2003.

______. Apostila de Desenho de Construção Civil - DCC I e DCC II - AutoCAD 2006 e 2007. São Paulo:

FATEC-SP, 2007.

YAMAMOTO, Arisol S.S. Tsuda; SIHN, Ieda M. Nolla. Curso de AutoCAD 2000 Básico. São Paulo: Makron

Books, 2000.

Bibliografia Referência:

Prof. Arisol Simone Sayuri Tsuda Yamamoto


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 73 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

Código da Disciplina: 1102 Sigla: IE

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 40 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Tânia Gonçalves Pereira

Professor(es): Armando Lapa Junior

Mauricio Massazumi Oka

Auxiliar(es) Docente: Domenico Paulo Bruno Cainelli

Tiago dos Santos Moura

Danilo Cesar dos Santos Pedro

2. EMENTA

Eletrotécnica. Instalações elétricas. Instrumentação elétrica.

3. OBJETIVOS

Compreender e aplicar os fundamentos tecnológicos da Eletrotécnica.

Estudar, avaliar e executar projetos de serviços técnicos de instalações elétricas em canteiros de obras viárias,

com comandos elétricos e eletrônicos, circuitos com motores elétricos, iluminação pública e sinalização.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 74 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Teoria - 40 ha

Modalidades de fornecimento de energia elétrica. Simbologia usual utilizada em instalações elétricas.

Circuitos usuais de comando de cargas de iluminação e de força. Critério da carga mínima de pontos de força

e de iluminação. Projeto de iluminação de canteiro de obra. Projeto de Iluminação pública. Critérios de divisão

de cargas em circuitos terminais. Distribuição da rede de eletrodutos e fiação. Dimensionamento de

condutores com os critérios da seção mínima, da capacidade de corrente e de critério da queda de tensão.

Dimensionamento da proteção, disjuntores termomagnéticos e fusíveis. Dimensionamento de eletrodutos.

Circuitos para instalação de motores.

Laboratório - 40 ha

Materiais elétricos. Montagem de circuitos usuais. Medida de potência em corrente alternada, correção do

fator de potência. Funcionamento de lâmpada fluorescente. Tensões e correntes no Sistema Trifásico.

Circuitos de comando de motores com contatores: partida direta, partida estrela/ triângulo manual e

automática, reversão de rotação. Comandos e aplicações em tecnologia de transportes de obra e movimento de

terra.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas - 2 horas aulas semanais com exercícios de aplicação.

Aulas de laboratório - 2 horas aulas semanais complementares a teoria, onde serão propostos trabalhos com a

finalidade de sedimentar os conhecimentos adquiridos e desenvolver novas aplicações estas aulas são

divididas em 2 turmas de 20 alunos para melhor acompanhamento durante o experimento.

Atividades Complementares (exercícios, visitas, relatórios, projetos,artigos etc.), com até 20% da carga

horária total da disciplina;

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

M =(P1 + P2 + PLAB + Proj + AT)/5.

P1, P2 Prova de teoria (0 - 10)

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 75 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
PLAB Prova de laboratório (0 - 10)Não podendo o aluno tirar nota zero nesta prova, ficando neste caso

reprovado na disciplina, com nota da media igual a zero.

PSUB Prova Substitutiva (0 - 10) substitui a menor nota entre P1 e P2.

Proj = Nota do projeto (0 - 10)

AT Somatória dos relatórios de laboratório de cada experiência + somatória das folhas de exercícios (0 - 10)

M < 6,0 reprovado

M >= 6,0 aprovado

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

7.1. Bibliografia básica

GUSSOW, M. Eletricidade Básica. 2ª Ed.. Pearson Makron Books. São Paulo, 2008. ISBN

978.853.460.6127.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 76 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
NERY, Norberto. Instalações elétricas: princípios e aplicações 2ª Ed. Érica Editora. São Paulo, 2013. 368

p. ISBN 978 85.365.0302.8.

Bibliografia Complementar:

7.2. Bibliografia complementar

AES ELETROPAULO. Livro de Instruções Gerais BT. São Paulo, 2005.

BOYLESTAD, Robert L. Introdução a análise de circuitos. 10. ed. Pearson, 2004. 828 p. ISBN

8587918184, 9788587918185.

COTRIM, Ademaro A. M. B. Instalações elétricas. 5.ed. São Paulo: Pearson, 2008. 674 p. ISBN:

8576052083.

EDMINISTER, J. A; NAVHI, M. Circuitos Elétricos. 4ª Ed. Bookman. Porto Alegre, 2008. ISBN

00713.930.72.

Bibliografia Referência:

Prof. Tânia Gonçalves Pereira


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 77 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: HIDRÁULICA E SANEAMENTO

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS

Código da Disciplina: 3901 Sigla: IH

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 5º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Edmundo Pulz

Professor(es): Edmundo Pulz

Auxiliar(es) Docente: Não Possui

2. EMENTA

Instalações hidráulicas prediais: apectos construtivos e dimensionamento para águas pluviais, esgoto sanitário,

água fria e combate a incêndio.

3. OBJETIVOS

a)Analisar, executar e elaborar projeto de instalações prediais de pequeno porte.

b)Conhecer e aplicar os aspectos construtivos e materiais para Água Fria, Esgoto e Ventilação, águas Pluviais

e combate a incêndio.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Águas Pluviais:

- Esquema geral de captação. Coletas em coberturas de telhado e lajes. Condutores, coletores e destino final

das vazões precipitadas. Coleta em jardineiras. Caixa de Retenção de águas pluviais. Aspectos construtivos e

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 78 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
materiais utilizados.

- Avaliação das vazões precipitadas: Método Racional.

- Discussão sobre índices de precipitação, período de retorno, tempo de concentração. Curvas e tabelas de

intensidades de precipitação em função da duração e período de retorno das chuvas. Normas da ABNT.

- Dimensionamento de tubulações com escoamento livre, canais trapezoidais e calhas utilizando a fórmula de

Manning pelo processo dos parâmetros adimensionais. Dimensionamento de condutores e coletores de água

pluviais na cidade de São Paulo. Generalização para outros estados e locais.

- Dimensionamento de caixas de retenção e recalque de águas pluviais.

- Visualização e leitura de projeto real de águas pluviais. Legendas e formas de apresentação de um projeto.

Esgoto Sanitário:

- Esquema geral de captação de esgoto sanitário: condução e destino. Aspectos construtivos e materiais

utilizados. Importância e aplicação da sifonagem. “Importância e aplicação da ventilação”. “Pedido de

Dimensionamento” e “Diretrizes de água e esgoto”.

- Coletor público ou fossa séptica. Métodos de destinação dos efluentes de fossa séptica: sumidouro, valas de

infiltração,valas de filtração e Filtro anaeróbico. Importância e aplicação de caixas de gordura Processos de

coleta de esgoto em função da existência ou não de coletor público.

- Dimensionamento de ramais de captação de esgoto das peças sanitárias. Dimensionamento de colunas e

coletores.

- Dimensionamento de ramais e colunas de ventilação.

- Coleta e dimensionamento de águas servidas.

- Dimensionamento de poço e bombas de recalque para águas servidas e esgoto sanitário.

- Visualização e leitura do projeto para esgoto sanitário.

- Legendas e formas de apresentação de um projeto de esgoto sanitário.

Água Fria

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 79 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Métodos de distribuição de água em edificações.

- Apresentação de esquema básico de distribuição de água em edifícios. Aspectos construtivos e materiais

utilizados

- Necessidade de pressurização e redução de pressão. Esquemas gerais.

- Válvulas de descarga X caixas acopladas. Traçados de redes decorrentes.

- Medição de água: remota e local, coletiva e individual.

- Processos de “Pedido de Dimensionamento” e “Diretrizes de água e esgoto”.

- Consumo diário de edificação. Capacidade de reservatórios.

- Fórmulas de Fair-Whipple-Hsião e Hazen Williams.

- Dimensionamentos de colunas, ramais, barrilete, bombas, redução de pressão, pressurização utilizando as

fórmulas e orientações das normas da ABNT

- Visualização e leitura em projeto real de água fria. Legenda e formas de apresentação.

Combate a Incêndio

- Apresentação do site da Polícia Militar referente a combate a incêndio.

- Decreto Estadual e Instruções Técnicas (IT’s) do Corpo de Bombeiros.

- Esquemas de redes para combate a incêndios por hidrantes.

- Aspectos construtivos e materiais utilizados.

- Dimensionamentos com utilização das IT’s principais para hidrantes, extintores, mangueiras, esguichos,

reservas de água para combater a incêndios, vazões exigidas e bombas.

- Visualização e leitura de projeto real de combate a incêndios. Legenda e formas de apresentação.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas, exercícios, palestras ministradas por fabricantes de materiais para instalações prediais.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc., com até

20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 80 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Avaliação:

A aprovação será através da avaliação global final - G, atribuída pelo professor em função dos itens:

- 1 - Provas;

- 2 - Exercícios e/ou trabalhos;

- 3 - Acompanhamento dos alunos, procurando observar o seu desenvolvimento, interesse, participação em

aula, comportamento e freqüência.

Observações:

A - Independentemente da avaliação final do professor, será considerado reprovado o aluno que:

A.1 - Média das provas inferior a 6 (seis).

A.2 - Qualquer nota de prova e/ou trabalho igual a zero.

A.3 - Falta de entrega de todos os exercícios e/ou trabalhos.

B - No caso de inexistência dos itens 1 ou 2, a avaliação final será atribuída em função dos demais itens.

Atribuição de notas:

Nota Final

M < 6,0 reprovado.

M >= 6,0 aprovado.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 81 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

CREDER, Hélio. Instalações hidráulicas e sanitárias. 6. ed. Rio de Janeiro : Livros Técnicos e Científicos,

2009. 423 p.

BOTELHO, Manoel Henrique Campos. e, RIBEIRO JR, Geraldo de Andrade. Instalações Hidráulicas

prediais:usando tubos de PVC e PPR. 1. ed. São Paulo : Edgar Blucher, 2006.

Bibliografia Complementar:

Normas da ABNT e Instruções técnicas do corpo de bombeiros.

Bibliografia Referência:

Prof. Edmundo Pulz


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de HIDRÁULICA E SANEAMENTO

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 82 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: MANUTENÇÃO E REABILITAÇÃO DE PAVIMENTOS

Código da Disciplina: 4315 Sigla: MANUT PAV

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 120 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 6º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Odair de Oliveira Rosa

Professor(es): Me. Josué Alves Roso/Odair de Oliveira Rosa.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Defeitos de pavimento flexível. Avaliação funcional e estrutural do pavimento. Técnicas de manutenção e

recuperação do pavimento.

3. OBJETIVOS

a) Conhecer os agentes solicitantes e o processo de degradação em pavimentos.

b) Identificar e avaliar os tipos de defeitos em pavimentos.

c) Aplicar as técnicas de avaliação funcional e estrutural de pavimentos.

d) Aplicar os processos de manutenção e restauração de pavimentos.

e) Gerenciar a manutenção de pavimentos.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1) Estado atual da malha viária brasileira.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 83 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
2) Agentes solicitantes e o processo de degradação em pavimentos.

3) Tipos de defeitos em pavimentos.

4) Técnicas de avaliação funcional e estrutural de pavimentos.

5) Processos de manutenção e de restauração de pavimentos.

6) Gerência da manutenção de pavimentos.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas: expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais e execução de

exercícios. Aulas práticas: Realização de trabalhos.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até

20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Serão realizadas 03 (três) provas (P).

A média (M1) destas provas será:

M1= (P1 + P2 + P3)/3

Se M1 >= 6,0 o discente está aprovado.

Se 3,0 <= M1 < 6,0 o discente poderá fazer a prova P4, e neste caso a média final (MF) será:

MF = (M1 + P4)/2 se >= 6,0 aprovado na disciplina se < que 6,0 reprovado na disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 84 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BALBO, José Tadeu. Pavimentos de Concreto. São Paulo: Oficina de Textos. 2009. 472p.

______. Pavimentos Asfálticos: materiais, projeto e manutenção. São Paulo: Plêiade, 2001.

Bibliografia Complementar:

DOMINGUES, F. A. A. MID - Manual para Identificação de Defeitos de Revestimentos Asfálticos de

Pavimentos. São Paulo: LDTT-PTR-EPUSP, 1993.

PINTO, Salomão; PREUSSLER, Ernesto S. Pavimentação rodoviária: conceitos fundamentais sobre

pavimentos flexíveis. Rio de Janeiro: IBP, 2010. 220p

Bibliografia Referência:

Prof. Odair de Oliveira Rosa


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 85 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: EDIFÍCIOS

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL APLICADOS A OBRAS VIÁRIAS I

Código da Disciplina: 5810 Sigla: MCC AOV I

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 40 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 50 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Jorge Elias Dib

Professor(es): Prof. Celso Couto Junior

Profa. Me. Cleusa Maria Rossetto

Prof. Jorge Elias Dib

Prof. José Luiz Ribeiro de Macedo

Profa. Mara Fátima do Prado Rocha

Prof. Me. Paulo Hidemitsu Ishikawa

Prof. Wilson Hiroo Nakagawa

Auxiliar(es) Docente:

Luiz Carlos Margini

Maurien de Oliveira Aragaki

2. EMENTA

Tecnologia dos materiais de construções civis aglomerantes inorgânicos aéreos e hidráulicos, agregados e

argamassas. Controle tecnológico aplicado a obras viárias.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 86 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
3. OBJETIVOS

a) Selecionar e analisar os aglomerantes inorgânicos aéreos e hidráulicos, agregados e argamassas.

b) Analisar e otimizar os processos de fabricação.

c) Verificar e enquadrar os materiais às normas técnicas.

d) Executar o controle tecnológico da qualidade dos materiais e das suas aplicações.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Aglomerantes inorgânicos aéreos e hidráulicos: Propriedades físicas e mecânicas.

Propriedades físicas, produção e utilização dos agregados para argamassas e concretos.

Controle tecnológico e ensaios de laboratório.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas e de laboratório, sendo 2 ha de teoria e 2 ha de laboratório. As aulas práticas de laboratório

serão oferecidas para cada grupo de 25 alunos. Estão previstas atividades complementares de visitas,

exercícios, relatórios, projetos, artigos etc, com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O rendimento escolar será avaliado individualmente ou em grupo por meio de avaliações escritas, e/ou orais

e/ou exercícios, e/ou relatórios, e/ou projetos, e/ou seminários. Terá aprovação direta o aluno que obtiver nota

igual ou superior a 6 (seis) em cada uma das duas avaliações (P1 e P2).

Nos casos de ausência na avaliação ou em que for obtida nota inferior a 6 (seis) na P1 e/ou P2, o aluno poderá

realizar a(s) respectiva(s) avaliação(ões) substitutiva(s) (Psub) que sempre prevalecerá sobre a primeira nota.

Para ser aprovado, o aluno deverá obter nota igual ou superior a 6 (seis) em cada uma das duas avaliações (P1

e P2) ou nas respectivas avaliações substitutivas (Psub).

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 87 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Caso as duas avaliações (P1 ou respectiva Psub e P2 ou respectiva Psub) sejam maiores ou iguais a 6 (seis) ou

ambas menores que 6 (seis), a nota final (N) será a média aritmética das duas notas. Havendo nota inferior a 6

(seis) em apenas uma das avaliações e na respectiva avaliação substitutiva, mesmo obtendo média (N) igual ou

superior a 6 (seis), o aluno será reprovado. Nesse caso a nota final (N) será a menor nota obtida.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema do Aluno.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BAUER, L.A. Falcão. Coordenação de L.A Falcão Bauer. Materiais de construção. Rio de Janeiro: LTC,

1979. 2V.volume 01, 2000. 471p. e volume 02, 1994, 490p.

GUIMARÃES, José Epitácio Passos. A cal – Fundamentos e aplicações na engenharia civil. Pini, 2ª ed., 2002.

341 p.

PETRUCCI, Eládio G.R. Concreto de cimento Portland; revisada e atualizada por Vladimir Antonio Paulon.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 88 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Porto Alegre: Globo, 1970. 295p.

Bibliografia Complementar:

NEVILLE, A. M., tradução GIAMMUSSO, S. E., Propriedades do Concreto, Pini, 1997, 749p.

METHA, Provindar Kumar; MONTEIRO, Paulo J. M. Concreto - Microestrutura, propriedades e materiais.

Pini, 2008. 674 p.

Normas Técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Bibliografia Referência:

PETRUCCI, Eládio G.R. Concreto de cimento Portland; revisada e atualizada por Vladimir Antonio Paulon.

Porto Alegre: Globo, 1970. 295p.

Prof. Jorge Elias Dib


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de EDIFÍCIOS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 89 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: EDIFÍCIOS

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL APLICADOS À OBRAS VIÁRIAS II

Código da Disciplina: 5820 Sigla: MCC AOV II

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 40 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 2º Semestre

Número Máximo de Alunos: 50 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Jorge Elias Dib

Professor(es): Prof. Celso Couto Junior

Profa. Me.Cleusa Maria Rossetto

Prof. Jorge Elias Dib

Prof. José Luiz Ribeiro de Macedo

Profa.Mara Fátima do Prado Rocha

Prof. Me. Paulo Hidemitsu Ishikawa

Prof. Wilson Hiroo Nakagawa

Auxiliar(es) Docente:

Luiz Carlos Margini

Maurien de Oliveira Aragaki

2. EMENTA

Tecnologia dos materiais de construções civis: concretos de cimento Portland e especiais e aço para concreto

armado. Controle tecnológico aplicado a obras viárias.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 90 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
3. OBJETIVOS

a) Selecionar e analisar matérias primas.

b) Analisar e otimizar os processos de fabricação.

c) Verificar e enquadrar os materiais às normas técnicas.

d) Executar o controle tecnológico da qualidade dos materiais e das suas aplicações.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Concretos de cimento Portland, componentes, propriedades, dosagem e produção.

Concretos especiais.

Aço para concreto armado, propriedades e características físicas.

Controle tecnológico e ensaios de laboratório de concreto e aço.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas e de laboratório, sendo 2 ha de teoria e 2 ha de laboratório. O número máximo de alunos para as

aulas de laboratório será de 25 alunos. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios,

relatórios, projetos, artigos etc, com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O rendimento escolar será avaliado individualmente ou em grupo por meio de avaliações escritas, e/ou orais

e/ou exercícios, e/ou relatórios, e/ou projetos, e/ou seminários. Terá aprovação direta o aluno que obtiver nota

igual ou superior a 6 (seis) em cada uma das duas avaliações (P1 e P2).

Nos casos de ausência na avaliação ou em que for obtida nota inferior a 6 (seis) na P1 e/ou P2, o aluno poderá

realizar a(s) respectiva(s) avaliação(ões) substitutiva(s) (Psub) que sempre prevalecerá sobre a primeira nota.

Para ser aprovado, o aluno deverá obter nota igual ou superior a 6 (seis) em cada uma das duas avaliações (P1

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 91 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
e P2) ou nas respectivas avaliações substitutivas (Psub).

Caso as duas avaliações (P1 ou respectiva Psub e P2 ou respectiva Psub) sejam maiores ou iguais a 6 (seis) ou

ambas menores que 6 (seis), a nota final (N) será a média aritmética das duas notas. Havendo nota inferior a 6

(seis) em apenas uma das avaliações e na respectiva avaliação substitutiva, mesmo obtendo média (N) igual ou

superior a 6 (seis), o aluno será reprovado. Nesse caso a nota final (N) será a menor nota obtida.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema do Aluno.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BAUER, L.A. Falcão. Coordenação de L.A Falcão Bauer. Materiais de construção. Rio de Janeiro: LTC,

1979. volume 01, 471p.

PETRUCCI, Eládio G.R. Concreto de cimento Portland; revisada e atualizada por Vladimir Antonio Paulon.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 92 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Porto Alegre: Globo, 1970. 295p.

Bibliografia Complementar:

HELENE, Paulo R.L., TERZIAN, Paulo. Manual de dosagem e controle do concreto. São Paulo; Pini;

Brasília: SENAI, 1992. 349 p.

MEHTA, Provindar Kumar; MONTEIRO, Paulo J.M. Concreto: Microestrutura, propriedades e materiais.

Pini, 2008. 674p.

NEVILLE, Adam M. Propriedades do concreto. São Paulo: Pini, 1997. 749p.

SCANDIUZZI, L, ANDRIOLO, F. R. Concreto e seus materiais. São Paulo: Pini, 1986. 553p.

Normas Técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT.

Bibliografia Referência:

PETRUCCI, Eládio G.R. Concreto de cimento Portland; revisada e atualizada por Vladimir Antonio Paulon.

Porto Alegre: Globo, 1970. 295p.

Prof. Jorge Elias Dib


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de EDIFÍCIOS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 93 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: MATERIAIS PARA PAVIMENTAÇÃO

Código da Disciplina: 4306 Sigla: MAT PAV

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 25 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 15 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. Josué Alves Roso

Professor(es): Dr. Edson de Moura.

Auxiliar(es) Docente: Deise Dias do Nascimento Machado.

2. EMENTA

Materiais empregados na pavimentação: ligantes asfálticos, agregados e dosagem de diferentes tipos de

revestimento.

3. OBJETIVOS

a) Conhecer os tipos e a obtenção dos materiais asfálticos.

b) Caracterizar e classificar os materiais betuminosos, empregados em pavimentação;

c) Analisar resultados de ensaios de caracterização dos materiais estudados;

d) Executar projeto de misturas asfálticas, e

e) Controlar a produção das misturas asfálticas (quente, fria, usinada ou não).

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 94 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1 - Ligantes asfálticos

1.1 - Terminologia e classificação dos materiais asfálticos.

1.2 - Asfaltos - CAP.

1.3 - Emulsão asfáltica.

1.4 - Asfalto diluído.

1.5 - Asfalto modificado com polímero.

1.6 - Agentes rejuvenescedores.

2 - Agregados

2.1 - Terminologia e classificação dos agregados.

2.3 - Produção de agregados britados.

2.4 - Características tecnológicas dos agregados utilizados na pavimentação.

2.4.1 - Dosagem de agregados, misturas de agregados (laboratório)

3 - Dosagem de diferentes tipos de revestimento

3.1 - Definições de massas específicas para misturas asfálticas.

3.2 - Dosagem das misturas asfálticas a quente.

3.3 - Dosagem das misturas asfálticas a frio.

3.3.1 - Dosagem de misturas asfálticas laboratório

4 - O Programa Strategic Highway Research Program - SHRP.

4.1 - Caracterização segundo o programa SHRP.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas - 25 ha

- Expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais (quadro, projeção multimídia, vídeos

etc.

Aulas práticas e de laboratório - 15 ha

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 95 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Execução de exercícios práticos e planilhas eletrônicas.

- Aplicação de ensaios de caracterização física e mecânica dos materiais utilizados em pavimentação.

- Execução de ensaios demonstrativos aos alunos.

- Os alunos, preferencialmente em grupos, executam ensaios pertinentes às aulas teóricas e, no

desenvolvimento dos ensaios, os alunos fazem uso de notas de aula que trás os procedimentos de cada ensaio.

- Consta da apostila do curso os procedimentos de ensaios bem como as folhas de ensaio pertinentes aos

mesmos.

- Após a realização dos ensaios, os alunos limpam e guardam os equipamentos utilizados.

- Os resultados dos ensaios são apresentados em forma de relatórios individuais ou em grupos entregues 15

dias após aula.Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos,

etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O conceito final é obtido mediante média ponderada das avaliações, através de provas, trabalhos e relatórios.

MF = (P1 x P2) elevado a 1/2 >= 6,0 aprovado.

Onde: MF = Media final

P = Provas.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 96 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

LIEDI, Légi Bariani Bernucci; et.all. Pavimentação asfáltica formação básica para engenheiros, Petrobrás, Rio

de Janeiro 2008. 496 p. v.1.

SENÇO, Wlastermiler de. Manual de técnicas de pavimentação. 2ª ed. São Paulo: PINI, 2008. 761 p. v.1.

Bibliografia Complementar:

BRASIL. Departamento Nacional de Estrada de Rodagem. Manual de normas de construção. São Paulo, s.d.

______. Normas de ensaio. Rio de Janeiro.

INSTITUTO BRASILEIRO DE PETRÓLEO. Informações básicas sobre materiais asfálticos. 4. ed. Rio de

Janeiro, 2007. 68p. 4ex.

SÃO PAULO. Prefeitura. Métodos de ensaio. São Paulo, s.d. 1ex.

Bibliografia Referência:

Prof. Me. Josué Alves Roso


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 97 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: HIDRÁULICA E SANEAMENTO

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: MECÂNICA DOS FLUÍDOS

Código da Disciplina: 3900 Sigla: MEC FLU

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Edmundo Pulz

Professor(es): Edmundo Pulz

Auxiliar(es) Docente: Não Possui

2. EMENTA

Hidrostática. Princípio de conservação da massa. Hidrodinâmica. Equação de Bernoulli.

3. OBJETIVOS

a)Analisar, distinguir e aplicar as propriedades físicas da água no campo da Hidrostática, da Hidrocinemática

e da Hidrodinâmica.

b)Dimensionar condutos forçados, considerando as perdas de carga.

c)Dimensionar condutos livres utilizando a fórmula de Manning.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Propriedades físicas da água.

- Pressão. Unidades de pressão. Princípio de Pascal. Lei de Stevin (Equação fundamental da Hidrostática).

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 98 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Pressão atmosférica. Pressão efetiva. Pressão absoluta.

- Empuxo de Arquimedes e Empuxo sobre superfícies planas.

- Princípio de conservação da massa. Equação da continuidade.

- Classificação dos condutos.

- Condutos forçados. Equação de Bernoulli. Perdas de carga distribuída e localizada.

- Condutos livres. Aplicação da fórmula de Manning e do método dos parâmetros adimensionais para solução

da fórmula de Manning.

- Seções mais eficientes.

- Profundidade crítica.

- Número de Froude.

- Regime de escoamento Fluvial e Torrencial.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas expositivas com apoio na bibliografia e recursos áudio visuais.

Desenvolvimento de exercícios de aplicação no final das aulas, para a avaliação da aprendizagem dos alunos.

Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc., com até

20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

A aprovação será através da avaliação global final - G, atribuída pelo professor em função dos itens:

- 1 - Provas;

- 2 - Exercícios e/ou trabalhos;

- 3 - Acompanhamento dos alunos, procurando observar o seu desenvolvimento, interesse, participação em

aula, comportamento e freqüência.

Observações:

A - Independentemente da avaliação final do professor, será considerado reprovado o aluno que:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 99 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
A.1 - Média das provas inferior a 6 (seis).

A.2 - Qualquer nota de prova e/ou trabalho igual a zero.

A.3 - Falta de entrega de todos os exercícios e/ou trabalhos.

B - No caso de inexistência dos itens 1 ou 2, a avaliação final será atribuída em função dos demais itens.

Atribuição de notas:

Nota Final

M < 6,0 reprovado.

M >= 6,0 aprovado.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

AZEVEDO NETTO, J.M. et al. Manual de Hidráulica. 8. ed. São Paulo : Edgard Blücher, 1998. 6ª

reimpressão-2009. 670 p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 100 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
BRUNETTI, F. Mecânica dos Fluidos. 2. ed. revisada. São Paulo: Pearson-Prentice Hall, 2009. 431 p.

Bibliografia Complementar:

POTTER, M. C., WIGGERT, D. C. Mecânica dos Fluidos. 3. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2009. 688 p.

Bibliografia Referência:

Prof. Edmundo Pulz


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de HIDRÁULICA E SANEAMENTO

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 101 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: MECÂNICA DOS SOLOS

Código da Disciplina: 4305 Sigla: MEC SOLO

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 80 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 3º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr. Edson de Moura

Professor(es): Dr. Edson de Moura.

Auxiliar(es) Docente: Rafael Henrique Freire de Godoy.

2. EMENTA

Utilização do solo como material a ser empregado em obras de construção civil, com base nos conceitos

geotécnicos, emprego da metodologia MCT, verificação da resistência dos solos como camada de pavimentos.

3. OBJETIVOS

a) Conceituar solos sob o ponto de vista tecnológico.

b) Conhecer os procedimentos de executar sondagens em solo.

c) Avaliar os resultados dos ensaios de Limites de Atterberg, dos índices físicos e de granulometria.

d) Identificar e aplicar os parâmetros dos ensaios de compactação e de resistência de solos.

e) Executar ensaios de classificação de solos e ensaios correlatos à metodologia MCT.

f) Distinguir os tipos de classificações de solos HRB e MCT.

g) Avaliar os resultados de ensaio de controle de campo.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 102 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1) Diferir a definição de solos sob ponto de vista: pedológico, geológico e tecnológico (teoria).

2) Sondagens a trado, à percussão e rotativa; tipos de exploração do solo; poços de inspeção (teoria).

3) Índices Físicos: teor de umidade; peso específico dos grãos do solo; peso específico aparente; saturação e

índice de vazios (teoria e laboratório).

4) Granulometria, grossa, fina e com sedimentação (teoria e laboratório).

5) Compactação Proctor (teoria e laboratório).

6) Tensões e deformações de solos (teoria).

7) Resistência: à tração por compressão diametral e compressão simples; CBR e Módulo de resiliência

(teoria).

8) Limites de Atterberg: liquidez (LL) e plasticidade (LP) (teoria e laboratório).

9) Ensaios de classificação M-MCV e ensaios correlatos à metodologia MCT (teoria e laboratório).

10) Classificação: HBR e MCT (teoria e laboratório).

11) Controles de campo: de umidade, de densidade e grau de compactação (teoria e laboratório).

12) Permeabilidade: carga variável e constante (teoria e laboratório).

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas - 40 ha

- Dialogada em sala de aula com uso de apostila do curso.

- Resolução de exercícios.

Aulas de laboratório - 80 ha

- Os alunos, preferencialmente em grupos, executam ensaios pertinentes às aulas teóricas e, no

desenvolvimento dos ensaios, os alunos fazem uso de notas de aula que trás os procedimentos de cada ensaio.

- Constam da apostila do curso os procedimentos de ensaios bem como as folhas de ensaio pertinentes aos

mesmos.

- Após a realização dos ensaios, os alunos limpam e guardam os equipamentos utilizados.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 103 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Os resultados dos ensaios são apresentados em forma de relatórios individuais ou em grupos entregues 15

dias após aula. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos,

etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O processo de avaliação consiste na aplicação de quatro provas denominadas de P1, P2, P3 e P4. Aplicam-se

também duas provas substitutivas denominadas de PS1 e PS2 que deverão substituir a menor nota entre a P1,

P2 e P3, P4, respectivamente, com conteúdo correspondente à prova a ser substituída.

Mf = (P1 x P2 x P3 x P4) elevado a 0,25 >= 6,0 aprovado.

Onde:

MF= Média Final

P1, P2, P3 e P4 = Provas

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 104 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Básica:

CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos solos e suas aplicações. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1996. 234 p. v.1.

MASSAD, Faiçal. Obras de terra. Curso básico de geotecnia. 1.ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2003 184 p.

PINTO, Carlos de Sousa. Curso básico de mecânica dos solos. 3. ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2006. 367

p.

Bibliografia Complementar:

MOURA, Edson de. Apostila de mecânica dos solos, (2011). Disponível em

<www.professoredmoura.com.br>.

NOGAMI, Job Shuji, & VILLIBOR, Douglas Fadul, Pavimentação de baixo custo com solos lateríticos. São

Paulo: Vilibor, 1995. 240 p.

Bibliografia Referência:

Prof. Dr. Edson de Moura


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 105 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: METODOLOGIA DE PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

Código da Disciplina: 4402 Sigla: MPCT

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Leila Meneghetti

Professor(es): Josie Pereira de Freitas Micalli

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Orientação e critérios para elaboração de projeto de pesquisa científica e tecnológica; definição e

planejamento da pesquisa; elaboração, redação e formatação do projeto.

3. OBJETIVOS

Conhecer e aplicar as regras de elaboração de uma pesquisa científica e tecnológica e analisar os seus

resultados.

Dominar as técnicas de apresentação escrita e oral.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Métodos de elaboração de uma pesquisa científica e tecnológica.

Requisitos de um projeto científico e tecnológico.

Normas e aplicação de fontes bibliográficas.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 106 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Critérios de elaboração de resumo de pesquisa.

Sistemática de apresentação dos resultados e conclusões.

Normas de formatação do TG conforme ABNT.

Recursos didáticos para apresentação oral.

Orientação sobre o desenvolvimento do TG.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas dialógicas com utilização de recursos audiovisuais para apoio didático.

Apresentar aos discentes as linhas de pesquisa do departamento de Transportes e Obras de Terra para a

escolha do tema de pesquisa e orientador.Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios,

relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

A avaliação do aproveitamento acadêmico do aluno será feita de forma processual, mediante acompanhamento

contínuo, por meio de dois seminários.

MF = (S1 + S2)/2 >= 6,0 aprovado (a).

Onde:

MF = Média Final

S = Seminários.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 107 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

PADUA, Elisabete Matallo Marchesini. Metodologia de pesquisa: abordagem teórico-prática. 13. ed.

Campinas - São Paulo: Papirus, 2004. 153 p.

RAMPAZZO, Lino. Metodologia científica. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2005. 138 p.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 22. ed. São Paulo: Cortez, 2002. 334 p.

Bibliografia Complementar:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023. Informação e documentação:

referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

______. NBR: 6027: informação e documentação: sumário: apresentação. Rio de Janeiro: 2003.

______. NBR: 6028: informação e documentação: resumo: apresentação. Rio de Janeiro: 2003.

______. NBR: 10520: informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro:

2002.

ESPINDOLA, Carlos Roberto; OLIVEIRA, Nirlei Maria. Trabalhos acadêmicos: recomendações práticas. São

Paulo: CEETEPS, 2003.

GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia Científica. 3. ed. São Paulo: Atlas,

2000.

______. Metodologia do Trabalho Científico. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 108 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018

Bibliografia Referência:

Prof. Leila Meneghetti


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 109 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: PAVIMENTAÇÃO

Código da Disciplina: 4316 Sigla: PAV

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 100 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 20

hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 6º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. Josué Alves Roso

Professor(es): Me. Josué Alves Roso.

Auxiliar(es) Docente: Deise Dias do Nascimento Machado.

2. EMENTA

Métodos construtivos de pavimentos flexíveis, semi-rígidos e rígidos. Máquinas e equipamentos. Controle

tecnológico.

3. OBJETIVOS

a) Conhecer e definir o pavimento.

b) Implantar e gerenciar o controle tecnológico de uma obra de pavimentação.

c) Controlar tecnologicamente os materiais utilizados em pavimentação.

d) Fiscalizar e controlar tecnologicamente os processos construtivos das diversas camadas dos pavimentos

rígidos e flexíveis.

e) Executar as diversas camadas da estrutura dos pavimentos rígidos e flexíveis.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 110 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
f) Elaborar quantitativos, orçamentos e medições das obras de pavimentação.

g) Gerenciar a operação de usinas de asfalto a quente e a frio.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Processos construtivos e controle tecnológico dos pavimentos flexíveis.

1.1 Regularização;

1.2 Reforço do sub-leito;

1.3 Bases;

1.3.1 Bases estabilizadas granulometricamente;

1.3.2 Bases de solo cimento;

1.3.3 Bases de solo cal;

1.3.4 Bases de solo brita;

1.3.4.1 Dosagem de misturas de solo brita (laboratório)

1.3.5 Bases betuminosas;

1.3.6 Bases de brita graduada;

1.3.6.1 Dosagem de misturas de agregado brita graduada simples (laboratório)

1.3.7 Bases de macadame hidráulico;

1.4 Revestimentos;

1.4.1 Tratamentos superficiais;

1.4.2 Misturas betuminosas usinadas a quente e a frio;

1.4.2.1 Dosagem Marshall (laboratório)

1.4.3 Camada intermediária de revestimento (binder).

2. Processos construtivos e controle tecnológico dos pavimentos rígidos.

2.1 Regularização;

2.2 Reforço do sub-leito;

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 111 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
2.3 Sub bases;

2.3.1 Brita graduada simples;

2.3.2 Brita graduada tratada com cimento;

2.3.3 Concreto compactado com rolo;

2.4 Revestimento;

2.4.1 Concreto.

3. Máquinas e equipamentos utilizados em obras de pavimentação.

3.1 Máquinas utilizadas em pavimentos flexíveis;

3.2 Maquinas utilizadas em pavimentos rígidos;

3.3 Usinas;

3.3.1 Usinas de asfalto: instalação, manutenção, operação e calibração;

3.3.2 Usinas misturadoras de solos e agregados;

3.3.3 Usinas de reciclagem de misturas betuminosas;

3.3.4 Usinas de concreto.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas - 100 ha

- Expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais (quadro, projeção multimídia, vídeos,

e etc.).

- Execução de exercícios práticos e planilhas eletrônicas.

- Aulas de laboratório - 20 ha

- Os alunos, preferencialmente em grupos, executam ensaios pertinentes às aulas teóricas e, no

desenvolvimento dos ensaios, os alunos fazem uso de notas de aula que trás os procedimentos de cada ensaio.

- Consta da apostila do curso os procedimentos de ensaios bem como as folhas de ensaio pertinentes aos

mesmos.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 112 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Após a realização dos ensaios, os alunos limpam e guardam os equipamentos utilizados.

- Os resultados dos ensaios são apresentados em forma de relatórios individuais ou em grupos entregues 15

dias após aula. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos,

etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O conceito final é obtido mediante média ponderada das avaliações, através de provas, trabalhos, relatórios,

freqüência, etc.

MF = 0,3P1+0,4P2 + 0,3T

Onde: MF = Media final

P = Prova

T = Trabalhos e relatórios de Laboratório.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 113 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Básica:

BALBO, José Tadeu. Pavimentação asfáltica: Materiais, Projeto e Restauração. São Paulo: Oficina de Textos.

2007. 472p.

LIEDI, Légi Bariani Bernucci; et.all. Pavimentação asfáltica formação básica para engenheiros, Petrobrás, Rio

de Janeiro 2008. 496 p. v.1.

SENÇO, Wlastermiler de. Manual de técnicas de pavimentação. 2ª.ed. ampliada. São Paulo: PINI, 2008.

7610p. v.1.

Bibliografia Complementar:

BALBO, José Tadeu. Pavimentos de Concreto. São Paulo: Oficina de Textos. 2009. 472p.

MEDINA, Jacques de. Mecânica dos pavimentos. 1ª ed. Rio de Janeiro: UFRJ Editora, 1997. 380p.

PINTO, Salomão; PREUSSLER, Ernesto. Pavimentação rodoviária. Conceitos fundamentais sobre

pavimentos flexíveis. Rio de Janeiro: Copiarte, 2002.

ROSO, Josué Alves. Pavimentação: Construção e controle tecnológico. Apostila disponível no site do

professor www1.fatecsp.br/josue, 2010.

Bibliografia Referência:

Prof. Me. Josué Alves Roso


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 114 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: PORTUGUÊS

Código da Disciplina: 1093 Sigla: PORT

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 50 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Nei Arnaldo Valentini

Professor(es): Beatriz Dadalti

Nei Arnaldo Valentini.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Comunicação escrita: redação documental e técnica. Comunicação oral. Gramática.

3. OBJETIVOS

Desenvolver as técnicas de escrita para traduzir idéias, descrever objetos, demonstrar funcionamentos, relatar

processos.

Transformar em comunicação verbal seus conhecimentos técnicos com domínio da norma culta da língua.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

GRAMÁTICA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 115 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Acentuação gráfica.

Concordância nominal.

Concordância verbal.

Textos argumentativos.

Colocação de pronomes oblíquos átonos.

Pontuação.

Erros frequentes da língua.

Estudo das qualidades do texto: coesão seqüencial (princípios conexões lógico-sintáticas).

Orações reduzidas.

Verbos (regulares, irregulares, defectivos anômalos).

Verbos (abundantes: emprego do particípio; flexão do infinitivo).

Regência Verbal.

Regência Nominal.

Crase.

REDAÇÃO

Teoria geral da comunicação e da informação.

Estudo das qualidades do texto: clareza, concisão e coesão sequencial.

Estudo semântico e interpretação do texto.

Estudo das qualidades do texto: coesão referencial (sistema pronominal: sinonímia, paronímia, homonímia).

Referências bibliográficas: NBR 6023.

Carta comercial.

Carta de apresentação.

Curriculum vitae.

Ata.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 116 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Descrição técnica: funcionamento.

Memorial descritivo.

Relatório técnico.

Parecer técnico.

5. ESTRATÉGIAS

GRAMÁTICA

Aulas expositivas e estudo programado. Uso de apostilas Atividades em grupo.

REDAÇÃO

Aulas expositivas, práticas. Uso de textos-modelo. Atividades em grupo.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: Podendo até 20 % da carga horária da disciplina ser desenvolvida por

listas de exercícios e produção de textos técnicos.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

1)Gramática:

G= (P1+P2)/2 igual ou maior que 6,0, o aluno será aprovado.

Se G for maior ou igual a 5,0 e menor que 6,0, o aluno entrará para exame.

Se G for menor que 5,0, o aluno será reprovado.

Com Exame:

MG=(G+ Exame)/2 tem de ser igual ou maior que 6,0 para aprovação. Se MG for menor que 6,0, o aluno

estará reprovado.

2)Redação

R=(R1+R2)/2 igual ou maior que 6,0, o aluno será aprovado.

Se R for maior ou igual a 5,0 e menor que 6,0, o aluno entrará para exame.

Se R for menor que 5,0, o aluno será reprovado.

Com Exame:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 117 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
MR=(R+ Exame)/2 tem de ser igual ou maior que 6,0 para aprovação. Se MR for menor que 6,0, o aluno

estará reprovado.

3)Média Final: (MF =MG+M R)/2

MF tem de ser igual ou maior que 6,0 nas duas frentes. Se uma das duas, tanto MG quanto MR, for menor

que 6,0, o aluno estará reprovado, permanecendo a média menor.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BECHARA, Ivanildo Moderna Gramática Portuguesa: 37ª. ed. São Paulo: Lucerna, 2001.

CEGALLA, Domingos Paschoal Novíssima gramática da língua portuguesa. 48ª. ed. São Paulo: IBEP

Nacional, 2009.

Bibliografia Complementar:

CEREJA, William Roberto. Gramática: Texto reflexão e uso. 3ª. ed. São Paulo: Atual, 2009.

GARCIA, O.M. Comunicação em Prosa Moderna. 25ª. ed. Rio de Janeiro, Editora FGV, 2006. 524p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 118 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
NICOLA, José de. Gramática da palavra, da frase, do texto. 1ª ed. São Paulo: Scipione, 2004.

Bibliografia Referência:

Prof. Nei Arnaldo Valentini


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 119 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: PROJETO DE PAVIMENTO

Código da Disciplina: 4308 Sigla: PROJ PAV

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr. Edson de Moura

Professor(es): Dr. Edson de Moura.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Dimensionamento de pavimentos flexíveis, semi-rígidos e rígidos.

3. OBJETIVOS

a) Identificar as características dos métodos de dimensionamento: empírico, semi empírico e teórico.

b) Dimensionar pavimentos flexíveis e semi-rígidos.

c) Aplicar os procedimentos de dimensionamento de pavimento rígido.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1) Tipos de Dimensionamento: empírico, semi-empírico e racionais ou teóricos.

2) Tráfego de projeto: cargas rodoviárias, lei da balança, interação carga-estrutura.

3) Equivalência entre cargas - Fator de Equivalência de Carga (FEC) conforme USACE e AASHTO:

a) FEC - de carga,

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 120 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
b) FECESRD - eixo simples roda dupla,

c) FECETD - eixo tandem duplo, e

d) FECETT - eixo tandem triplo.

4) Composição do tráfego: contagem de veículos, fator de veículo e número N.

5) Conceitos dos métodos de dimensionamento: CBR, USACE, DNIT e do DER-SP, da Resiliência e da

AASHTO.

6) Projeto de pavimentos flexíveis do DNIT e da PMSP.

7) Projeto de pavimentos de concreto.

8) Tensões e deslocamentos na estrutura do pavimento: teoria da elasticidade, fadiga dos materiais, tensões,

deformações e deslocamentos.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas com recursos áudio visuais: quadro negro, data show, e retro-projetor.

Os alunos acompanham a matéria através de notas de aula, anteriormente adquiridas.

Nessas notas de aulas contém exercícios propostos e resolvidos. Estão previstas atividades complementares de

visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O processo de avaliação consiste na aplicação de quatro provas denominadas de P1, P2, P3 e P4. Aplicam-se

também duas provas substitutivas denominadas de PS1 e PS2 que deverão substituir a menor nota entre a P1,

P2 e P3, P4, respectivamente, com conteúdo correspondente à prova a ser substituída.

Mf = (P1 x P2 x P3 x P4) elevado a 0,25 >= 6,0 aprovado.

Onde:

MF = Média Final

P = Provas.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 121 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BALBO, José Tadeu. Pavimentação Asfáltica. São Paulo: Oficina de Textos, 2007. 558 p.

Bibliografia Complementar:

MEDINA, Jacques de. Mecânica dos pavimentos. 1ª ed. Rio de Janeiro: UFRJ Editora, 1997. 380 p. ISBN

97885771933668

Bibliografia Referência:

Prof. Dr. Edson de Moura


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 122 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: PROJETO GEOMÉTRICO DE VIAS

Código da Disciplina: 4313 Sigla: PGVIAS

Carga Horária Semanal: 8 hora(s)-aula Carga Horária Total: 160 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 160 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 5º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Rogério Marques Sant’Anna

Professor(es): Rogério Marques Sant'Anna

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Conceitos, metodologias e procedimentos para elaboração de projeto geométrico de vias.

3. OBJETIVOS

a) Identificar: as nomenclaturas, classificação funcional e técnica das rodovias.

b) Elaborar projetos básicos e executivos de rodovias.

c) Calcular seções transversais das rodovias.

d) Determinar distâncias de visibilidade e parada.

e) Projetar seções transversais das rodovias, calculando superelevação e superlargura.

f) Confeccionar diagramas de massas para estudo de cortes, aterros e distâncias de transportes.

g) Elaborar diagramas de superelevação.

h) Avaliar coerência de traçado sob aspectos tridimensionais do alinhamento.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 123 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Elementos geométricos.

Características técnicas: curvas horizontais circulares simples e compostas, curvas horizontais de transição,

superelevação, superlargura, curvas verticais e concordância de alinhamentos horizontais e verticais.

Interseções rodoviárias.

Cálculo de notas de serviço de terraplenagem.

Diagrama de massas e momento de transporte.

Diagrama de superelevação.

5. ESTRATÉGIAS

Expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais.

Elaboração de projetos. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos,

artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Avaliar os princípios e conceitos relativos ao projeto geométrico através de avaliações dissertativas e

exercícios.

MT = (A1 + A2 + ..+ AN/N >= 6,0 aprovado nas avaliações, se < 6,0 reprovado nas avaliações.

MPT = somatória das notas de Projetos (P) e Trabalhos (T) >= 6,0 aprovado nos projetos e trabalhos.

Se < 6,0 reprovado nos projetos e trabalhos.

MF = (MT + MPT)/2 >= 6,0 aprovado na disciplina.

Onde:

MT = Média Teórica

A = Avaliações

MPT = Média de Projetos e Trabalhos

P = Projetos

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 124 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
T = Trabalhos

MF = Média Final.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

LEE, Shu Han. Introdução ao projeto geométrico de rodovias. 3ª ed. revista e ampliada. Florianópolis - Santa

Catarina: UFSC, 2008. 434 p.

PIMENTA, Carlos R. T.; OLIVEIRA, Márcio P. Projeto geométrico de rodovias. 2ª ed. São Paulo: Rima,

2005. 198 p.

Bibliografia Complementar:

PONTES FILHO, Glauco. Estradas de rodagem - projeto geométrico. São Carlos - São Paulo: IPC - PIH,

1998. 432p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 125 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Referência:

Prof. Rogério Marques Sant’Anna


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 126 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: RELAÇÕES HUMANAS E DIREITO TRABALHISTA

Código da Disciplina: 1341 Sigla: RHDT

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 1º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr. Roberto Covolo Bortoli

Professor(es): Dr. Roberto Covolo Bortoli

Me. Maria Theresa Vargas Escobar Ferraz de Camargo.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Noções gerais de direito. Sociedade humana. Direito do trabalho. Trabalho e legislação ambiental. Relações

humanas no trabalho.

3. OBJETIVOS

a) Desenvolver o conhecimento e a consciência jurídico trabalhista o senso do direito e dever na vida

comunitária.

b) Conhecer e aplicar os direitos e deveres de empregados e empregadores.

c) Conhecer, desenvolver e aplicar a ética profissional.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1.Globalização. 1.1 Noções gerais de Direito.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 127 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
2.Ética. 2.1Ética; 2.2 Direito Internacional dos Direitos Humanos. 2.3 Ética da civilização Tecnológica. 2.4

Bioética ou Ética da vida. 2.5 Desenvolvimento Sustentável e a Ética do Século XXI. 2.6 Ética da

não-violência; 2.7 Direito, Moral e Dano Moral.

3.Ramos do Direito. 3.1 Direito objetivo e Subjetivo. 3.2 Fontes do Direito. 3.3 Fatos e atos jurídicos. 3.4

Divisões do Direito.

4.Sociedade humana. 4.1 Instituições fundamentais da sociedade. 4.2 Família. 4.3 Estado. 4.5 Propriedade;

conceito social da propriedade.

5. Bases constitucionais do Direito do Trabalho. 5.1 Direitos sociais – estudo do art. 7º da Constituição

Federal.

6. Direito do Trabalho. 6.1 Direito internacional do trabalho. 6.2 Princípios e fontes.

7. Espécies de trabalhadores – empregado, autônomo, avulso, eventual, temporário, empreiteiro, doméstico,

cooperado, terceirizado, estagiário e aprendiz. Servidor público e empregado público. 7.1 Trabalho da mulher

e do menor. 7.2 Profissões com normas especiais.

8. Contrato individual de trabalho e relação de emprego. 8.1 Registro do empregado e a CTPS. 8.2 Tipos de

contrato de trabalho. 8.3 Suspensão, interrupção e extinção do contrato de trabalho – dispensas, aviso prévio.

Indenizações.

9. Alterações nas condições de trabalho; 9.1 Transferência; 9.2 Jornada de trabalho, hora extra e trabalho

noturno. 9. 3Férias e período aquisitivo.

10. Empregador. 10.1 Tipos de empregador. 10.2 Sucessão de empresas; 10.3 Grupo econômico.

11. Estabilidades – dirigente sindical, membro de CIPA, gestante, acidentado e demais estabilidades. 11.1

FGTS: fundamentos, finalidade, saques do FGTS.

12. Salário e remuneração. 12.1 Formas e meios de pagamento. 12.2 Normas de proteção do salário. 12.3

Adicionais (insalubridade, horário noturno, periculosidade, transferência). Décimo terceiro salário

13. Direito coletivo do trabalho: sindicato, negociação coletiva, acordo e convenção coletiva de trabalho.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 128 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
14. Segurança e medicina do trabalho. 14.1 Acidentes do trabalho. 14.2 Benefícios acidentários.

15. Previdência social urbana e rural. 15.1 Contribuição previdenciária. 15.2 Benefícios previdenciários.

16. Proteção ambiental. 16.1 Legislação ambiental. 16.2 Princípios de Direito ambiental. 16.3 Direito

ambiental do Trabalho. 16.4 Dano ambiental

17. Responsabilidade civil objetiva e subjetiva. 17.1 Indenizações. 17.2 Contratos. 17.3 Desconsideração da

personalidade jurídica.

18.Relações humanas. 18.1 Técnicas de Trabalho em grupo. 18.2 Direção de um grupo. 18.3 Personalidade.

18.4 Comunicação.

5. ESTRATÉGIAS

Exposição oral. Atividades em classe com debates e discussões de questões práticas.

Trabalho em grupo, seminário, pesquisa.

Atividades extraclasse de até 20% (vinte por cento) da carga horária do curso, com visitas ao Fórum e ao

prédio histórico da Faculdade de Direito da USP para realização de relatórios e pesquisa, bem como a

elaboração de trabalhos e pesquisas locais.

Integração de atividades, com incentivo à participação do discente na resolução de casos apresentados a sua

análise, para submissão ao arcabouço legal pertinente.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

P = Média aritmética das notas de participação em atividades de sala de aula, de 0 a 10,0.

EX = Média aritmética das notas de exercícios, de 0 a 10,0.

N = Nota da prova final, de 0 a 10,0.

Média Final: M = (P + EX + N)/3.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 129 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

MARTINS, Sergio Pinto. Direito da Seguridade Social. 34ª Edição, coleção fundamentos jurídicos, 2014.

MARTINS, Sérgio Pinto. Fundamentos do Direito do Trabalho. São Paulo: Atlas, 15ª edição, 2014.

FIORILLO, Celso Antonio Pacheco. Curso de Direito Ambiental brasileiro. São Paulo: Saraiva, 15ª edição,

2014.

BORTOLI, Roberto Covolo. Roteiro de estudo sobre Direito do Trabalho. São Paulo: Edição do autor,

2014.

Bibliografia Complementar:

WEIL, Pierre e TOMPAKOW, Roland. Relações Humanas na família e no trabalho. Rio de Janeiro: Vozes,

55ª 2010.

DINIZ, Maria Helena.Compêndio de introdução à ciência do Direito. 24ª ed., São Paulo:Saraiva, 2013.

REALE, Miguel. Lições preliminares de direito. 27ª. Ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

Bibliografia Referência:

Por ora não há.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 130 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Prof. Dr. Roberto Covolo Bortoli
RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 131 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS I

Código da Disciplina: 1099 Sigla: RES I

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 3º Semestre

Número Máximo de Alunos: 50 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr(a). Antonio Carlos da Fonseca Bragança Pinheiro

Professor(es): Prof. Dr. Antonio Carlos da Fonseca Bragança Pinheiro

Luis Tavares de Carvalho

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Equilíbrio estático. Esforços internos solicitantes. Momento. Deformações por carga normal.

3. OBJETIVOS

a) Saber apresentar e interpretar os esforços internos solicitantes.

b) Saber interpretar e aplicar as tensões e deformações nas solicitações por força normal e momento torsor.

c) Compreender o comportamento das estruturas e de seus elementos, com relação à sua resistência, rigidez e

estabilidade.

d) Estudar e aplicar os critérios de projeto.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Definições da Modelagem Estrutural: componentes estruturais (barras, placas e blocos), tipos e

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 132 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
características dos carregamentos (esforços externos ativos) e dos vínculos estruturais (esforços externos

reativos); classificação estática das estruturas (isostáticas, hiperestáticas e hipostáticas).

- Equilíbrio de Corpos Isostáticos: equações da estática; reações de apoio; aplicações.

- Esforços Internos Solicitantes - método das seções (força normal; força cortante; momento fletor; momento

torsor): definição, convenção de sinais e diagramas.

- Força Normal: equações; diagramas; aplicações.

- Treliças: Cálculo de esforços nas barras pelo método dos nós.

- Força Cortante e Momento Fletor: equações; diagramas; aplicações.

- Estudo das Tensões e Deformações na Tração e na Compressão: tensão normal; tensão admissível;

coeficiente de segurança; condições de resistência; deformação unitária; deformação específica; lei de Hooke;

Módulo de Elasticidade; coeficiente de Poisson; condição de rigidez; aplicações.

- Estudo das Tensões e Deformações por Torção: tensão de cisalhamento, deformação angular; condição de

rigidez; aplicações.

5. ESTRATÉGIAS

- Exposição dos fundamentos teóricos. Resolução de exercícios básicos. Proposição de exercícios para serem

resolvidos pelos alunos. Provas de avaliação.

- Promover a motivação dos alunos através da aplicação dos conceitos da teoria clássica da Resistência dos

Materiais, aos problemas específicos da área tecnológica, que envolvem Análise de Esforços, Tensões e

Deformações e Sistemas de Equilíbrio.

Podendo até 20% da carga horária ser abrangida através de atividades extraclasse.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O aproveitamento do aluno será avaliado por meio de 2 (duas) provas P1 e P2 respectivamente com pesos 4

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 133 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
(quatro) e 6 (seis), sendo:

P1 e P2 = notas das provas, que serão realizadas com consulta ao material próprio do aluno, exceto aos livros.

P1(4)+P2(6)

M= ---------------- = média das provas

10

Condição para aprovação

SE M =>6 O aluno está aprovado

SE M<6 O aluno está reprovado

Haverá uma prova substitutiva P3, para o caso de falta do aluno, a uma e somente uma das 2 (duas) provas. P1

e P2, realizada após a P2, com o peso igual ao da prova que está sendo substituída; a prova P3 substituirá

também a prova de menor nota, no caso em que M < 6,0 ou para os alunos já aprovados que desejarem

melhorar sua menor nota.

Obs. – a prova substitutiva será realizada com consulta ao material próprio do aluno, exceto aos livros. A

matéria da prova substitutiva será toda a matéria dada.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 134 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., EISENBERG, E.R.; CLAUSEN, W. E. Mecânica vetorial para

engenheiros - estática. 7ª ed. São Paulo: Bookman - Artmed, 2006. 670p.

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., DEWOLF, J. T.. Resistência dos materiais. 4ª ed. São Paulo: Bookman -

Artmed, 2006. 774p.

GERE, J.M.. Mecânica dos materiais. 1ª ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003. 698 p.

Bibliografia Complementar:

MERIAM, J. L; KRAIGE, L. G.. Mecânica para engenharia - estática. 6ª. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2009.

384p.

RILEY, W. F; STURGES, L. P; MORRIS, D. H.. Mecânica dos materiais. 5ª. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006.

616p.

SHEPPARD, S. D; TONGUE, B. H.. Análise e projeto de sistemas em equilíbrio - estática. Rio de Janeiro:

LTC, 2007. 478p.

UGURAL, A. C.. Mecânica dos materiais. Rio de Janeiro: LTC, 2009. 650p.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 135 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Referência:

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., EISENBERG, E.R.; CLAUSEN, W. E. Mecânica vetorial para

engenheiros - estática. 7ª ed. São Paulo: Bookman - Artmed, 2006. 670p.

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., DEWOLF, J. T.. Resistência dos materiais. 4ª ed. São Paulo: Bookman -

Artmed, 2006. 774p.

GERE, J.M.. Mecânica dos materiais. 1

Prof. Dr(a). Antonio Carlos da Fonseca Bragança Pinheiro


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 136 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: ENSINO GERAL

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS II

Código da Disciplina: 1101 Sigla: RES II

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 50 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Dr(a). Antonio Carlos da Fonseca Bragança Pinheiro

Professor(es): Antonio Carlos Neto de Jesus

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Características geométricas. Tensões e deformações na flexão. Estado plano de tensões. Cisalhamento.

Flambagem.

3. OBJETIVOS

a) Saber calcular as características geométrica de áreas planas.

b) Saber interpretar e aplicar as tensões e deformações nas solicitações por força cortante e momento fletor e

flambagem.

c) Calcular tensões no estado plano de tensões.

d) Estudar e aplicar os critérios de projeto.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Estudo de algumas características geométricas das áreas planas.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 137 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
- Flexão normal: tensão normal e de cisalhamento.

- Flexão obliqua: determinação das tensões normais e linha neutra.

- Flexão composta: determinação das tensões normais e linha neutra.

- Deformação na flexão: método de integração da equação diferencial da linha elástica.

- Estado plano de tensões: Círculo de Mohr.

- Flambagem: carga critica.

5. ESTRATÉGIAS

- Exposição dos fundamentos teóricos. Resolução de exercícios. Proposição de exercícios para serem

resolvidos pelos alunos. Provas de avaliação.

- Promover a motivação dos alunos, através da aplicação dos conceitos da teoria clássica da Resistência dos

Materiais, aos problemas específicos da área tecnológica, que envolvem Análise de Esforços, Tensões e

Deformações.

Podendo até 20% da carga horária ser abrangida através de atividades extraclasse.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

O aproveitamento do aluno será avaliado por meio de 2 (duas) provas P1 e P2 respectivamente com pesos 4

(quatro) e 6 (seis), sendo:

P1 e P2 = notas das provas, que serão realizadas com consulta ao material próprio do aluno, exceto aos livros.

P1(4)+P2(6)

M= ---------------- = média das provas

10

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 138 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Condição para aprovação

SE M =>6 O aluno está aprovado

SE M<6 O aluno está reprovado

Haverá uma prova substitutiva P3, para o caso de falta do aluno, a uma e somente uma das 2 (duas) provas. P1

e P2, realizada após a P2, com o peso igual ao da prova que está sendo substituída; a prova P3 substituirá

também a prova de menor nota, no caso em que M < 6,0 ou para os alunos já aprovados que desejarem

melhorar sua menor nota.

Obs. – a prova substitutiva será realizada com consulta ao material próprio do aluno, exceto aos livros. A

matéria da prova substitutiva será toda a matéria dada.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 139 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Bibliografia Básica:

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., EISENBERG, E.R.; CLAUSEN, W. E. Mecânica vetorial para

engenheiros - estática. 7ª ed. São Paulo: Bookman - Artmed, 2006. 670p.

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., DEWOLF, J. T.. Resistência dos materiais. 4ª ed. São Paulo: Bookman -

Artmed, 2006. 774p.

GERE, J.M.. Mecânica dos materiais. 1ª ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003. 698 p.

Bibliografia Complementar:

MERIAM, J. L; KRAIGE, L. G.. Mecânica para engenharia - estática. 6ª. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2009.

384p.

RILEY, W. F; STURGES, L. P; MORRIS, D. H.. Mecânica dos materiais. 5ª. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006.

616p.

SHEPPARD, S. D; TONGUE, B. H.. Análise e projeto de sistemas em equilíbrio - estática. Rio de Janeiro:

LTC, 2007. 478p.

UGURAL, A. C.. Mecânica dos materiais. Rio de Janeiro: LTC, 2009. 650p.

Bibliografia Referência:

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., EISENBERG, E.R.; CLAUSEN, W. E. Mecânica vetorial para

engenheiros - estática. 7ª ed. São Paulo: Bookman - Artmed, 2006. 670p.

BEER, F. P.; JOHNSTON Jr, E.R., DEWOLF, J. T.. Resistência dos materiais. 4ª ed. São Paulo: Bookman -

Artmed, 2006. 774p.

Prof. Dr(a). Antonio Carlos da Fonseca Bragança Pinheiro


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de ENSINO GERAL

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 140 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: SINALIZAÇÃO E SEGURANÇA VIÁRIA

Código da Disciplina: 4318 Sigla: SSV

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 6º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Josie Pereira de Freitas Micalli

Professor(es): Especialista Rinaldo Felix da Costa.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Sinalização viária: vertical, horizontal, semafórica e temporária. Segurança viária: defensas e barreiras de

contenção. Análise e programas de reduções de acidentes.

3. OBJETIVOS

a) Identificar problemas e, aplicar soluções, relacionados à Segurança e Sinalização Viária, tendo como base a

legislação e as Normas Técnicas vigentes.

b) Projetar a sinalização viária.

c) Aplicar os materiais utilizados na sinalização.

d) Aplicar os principais elementos de segurança viária.

e) Aplicar os elementos de projeto de sinalização e de elementos de segurança.

f) Interpretar estatísticas e índices de acidentes a fim de propor programas de redução de acidentes.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 141 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1) Sinalização: Características, Credibilidade e Responsabilidades Legais.

2) Sinalização Vertical: tipos de sinais; placas de regulamentação, de advertência e de Indicação; materiais e

critérios de projeto.

3) Sinalização Horizontal: tipos de sinais; materiais e critérios de projeto.

4) Sinalização Semafórica: tipos; materiais; disposição e controladores.

5) Sinalização Temporária (sinalização para obras e serviços): critérios de projeto; caracterização da zona de

controle de tráfego; procedimentos de execução da sinalização; elementos de sinalização, sinalização vertical e

horizontal; dispositivos de canalização e de procedimentos de segurança.

6) Elementos de segurança viária: sistemas de contenção (defensas e barreiras de contenção); Transição de

Defensas e Barreiras; Amortecedores de impacto e Terminais de defensas e barreiras.

7) Segurança Viária: tipos de acidentes; estatísticas e índices de acidentes; análise das causas e programas de

reduções de acidentes.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas dialógicas, através de notas de aula e recursos áudio visuais.

Execução de exercícios. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos,

artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Avaliar os princípios e conceitos de Sinalização e Segurança Viária, através de trabalhos e projetos

específicos.

Discussão de temas específicos sobre a matéria.

Avaliações escritas e/ou orais sobre os assuntos do conteúdo.

MP = (P1 + P2)/2 e MTPJ = (T1 + T2 +... + TN + PJ1 + PJ2 +... + PJN)/N

Onde:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 142 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
-MP = Média aritmética das provas

-P = Provas

-MTPJ = Média aritmética dos trabalhos e projetos

-T = Trabalhos

-PJ = Projetos

MF = (4 x MP + MTPJ)/5 >= 6,0 – Aprovado na disciplina.

Onde:

-MF = Média Final

Observações:

-Se 3,0 <= MF < 6,0: o(a) discente poderá fazer uma prova P3, que substituirá a pior nota das provas P1 ou

P2, sendo realizado novo cálculo da MP para fins de avaliação.

-A prova P3 terá todo o conteúdo do curso;

-Caso o(a) discente tenha sido reprovado(a) por frequência ou tenha obtido MF < 3,0 não poderá fazer a prova

P3 e estará automaticamente reprovado na disciplina.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 143 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BRASIL. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Diretoria Executiva. Instituto dePesquisas

Rodoviárias. Manual de sinalização de obras e emergências em rodovias. 2.ed. Rio de Janeiro, 2010. 218p.

(IPR. Publ. 738).

BRASIL. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Diretoria Executiva. Instituto de Pesquisas

Rodoviárias. Manual de sinalização rodoviária. 3.ed. Rio de Janeiro, 2010. 412 p. (IPR. Publ. 743).

CONTRAN. Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito. Volume I. Sinalização Vertical de

Regulamentação. Conselho Nacional de Trânsito. DENATRAN. Ministério das Cidades, Brasília. 2005.

_____. Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito. Volume II. Sinalização Vertical de Advertência.

Conselho Nacional de Trânsito. DENATRAN. Ministério das Cidades, Brasília. 2007.

_____. Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito. Volume IV. Sinalização Horizontal. Conselho Nacional

de Trânsito. DENATRAN. Ministério das Cidades, Brasília. 2007.

CTB (1997) Código de Trânsito Brasileiro. Lei nº 9503 de 23 de setembro de 1997. Brasília.

Bibliografia Complementar:

BRANCO, Adriano Murgel. Segurança Rodoviária. São Paulo, SP: Editora CL-A, 1999. 108p.

FERRAZ, Antônio Clóvis Pinto “Coca”, et al. Segurança Viária. São Carlos, SP: Suprema Gráfica e Editora,

2012. 317p.

GOLD, Philip Anthony. Segurança de Trânsito – Aplicações de Engenharia para Reduzir Acidentes.

Washington: Banco Interamericano de Desenvolvimento, 1998.

MOREIRA, Hélio; MENEGON, Roberto. Sinalização Horizontal. 2003.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 144 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
OPAS. Gestão da velocidade: um manual de segurança viária para gestores e profissionais da área. Brasília,

DF: OPAS, 2012. 175p.

Bibliografia Referência:

Prof. Josie Pereira de Freitas Micalli


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 145 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: TÉCNICAS CONSTRUTIVAS DE EDIFÍCIOS

Código da Disciplina: 5801 Sigla: TEC EDIF

Carga Horária Semanal: 2 hora(s)-aula Carga Horária Total: 40 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 40 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Me. Sidney Isidro Marcandali da Silva Júnior

Professor(es): Me. Sidney Isidro da Silva Júnior

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Canteiro de Obras. Tipos de Fundações. Processos Construtivos. Acabamentos.

3. OBJETIVOS

a) Reconhecer e atuar nas fases e etapas da construção de edificações.

b) Conhecer os tipos de fundações e executar os serviços preliminares.

c) Caracterizar e aplicar os sistemas construtivos tradicionais e industrializados.

d) Atuar em produção de estruturas de concreto armado.

e) Monitorar desempenho de sistemas de vedação e acabamento.

f) Avaliar e especificar soluções executivas para o conforto térmico das edificações.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Serviços Preliminares.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 146 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Movimento de Terra.

Canteiro de obras e locação.

Fundações.

Sistemas Estruturais. Estruturas de Concreto: forma, armação e concreto.

Vedações. Conforto térmico das edificações.

Revestimentos.

Indústria da Construção Civil. Construção Racionalizada.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas presenciais, utilizando recursos didáticos e equipamentos áudio visuais.

Trabalho de pesquisa bibliográfica e Apresentações. Estão previstas atividades complementares de visitas,

exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Avaliar os princípios e conceitos relativos à Construção Civil através de provas dissertativas, exercícios e

trabalhos.

P = Somatória de provas/N provas.

T = Somatória de trabalhos/N trabalhos.

MF = (P + T)/2 >= 6,0 aprovado na disciplina.

Onde:

P = Provas

T = Trabalhos

MF = Média Final.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 147 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

AZEREDO, Hélio Alves de. O Edifício até sua Cobertura. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 1997. 182 p.

FUSCO, Péricles Brasiliense. Técnica de armar as estruturas de concreto. São Paulo: PINI, 2003, 292 p.

YAZIGI, Walid. A técnica de edificar. 10. ed. São Paulo: PINI, 2009, 770 p.

Bibliografia Complementar:

LEME, Ubiraci. Projeto e Implantação do Canteiro de Obras. São Paulo: PINI, 2001.

Bibliografia Referência:

Prof. Me. Sidney Isidro Marcandali da Silva Júnior


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 148 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: TERRAPLENAGEM

Código da Disciplina: 4312 Sigla: TERRAP

Carga Horária Semanal: 4 hora(s)-aula Carga Horária Total: 80 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 80 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 5º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: José Angelo Ricardo

Professor(es): José Angelo Ricardo.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Terraplenagem: escavação, carregamento e transporte. Equipamentos: produção, manutenção e conservação

das máquinas e dimensionamento de frotas.

3. OBJETIVOS

a) Identificar o terreno quanto a sua resistência ao desmonte.

b) Dimensionar a frota necessária.

c) Planejar o abastecimento da frota a diesel.

d) Executar a obra de terraplanagem dentro das normas ambientais.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Tipos e características de equipamentos, custos utilizados em terraplenagem para pavimentação.

Produção das máquinas e dimensionamento de frotas para terraplenagem.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 149 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Manutenção e conservação de equipamentos de terraplenagem.

Escavação, carregamento, transporte e categorias de solo e material rochoso para obras de pavimentação.

Normas ambientais vigentes para obras de pavimentação (conama), produção e uso de biodiesel.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas com exposição detalhadas dos conceitos fundamentais de terraplenagem utilizando recursos áudio

visuais e informações escritas e fotográficas dos equipamentos. Estão previstas atividades complementares de

visitas, exercícios, relatórios, projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Média entre as provas escritas e os trabalhos apresentados em aula.

MF = (P1 + P2 + T1 + T2)/4 >= 6,0 aprovado na disciplina.

Onde:

MF = Média Final

P = Provas

T = Trabalhos.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 150 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

ABRAM, Isaac; ROCHA, Aroldo V. Manual Prático de Terraplenagem. 1ª ed. São Paulo: PINI, 2002.

RICARDO, Hélio de Souza, CATALANI, Guilherme. Manual prático de escavação, terraplenagem e

escavação de rocha. 1ª ed. São Paulo: PINI, 2002. 668 p.

Bibliografia Complementar:

MUDRIK, Chain , Cadernos de Encargos (Terraplenagem, Pavimentação e Serviços Complementares). 2ª Ed.

São Paulo. Editora Blucher. 2005. 256p.

Bibliografia Referência:

Prof. José Angelo Ricardo


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 151 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: TOPOGRAFIA

Código da Disciplina: 4304 Sigla: TOP

Carga Horária Semanal: 8 hora(s)-aula Carga Horária Total: 160 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 100 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 60

hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 3º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Sim

Período: NOITE

Professor Responsável: Leila Meneghetti

Professor(es): Deise Dias/ Me. Décio Moreira

Auxiliar(es) Docente: Mauricio Gino Menduni Grossmann.

2. EMENTA

Geodésia. Cartografia. Levantamento e locação topográfica. Desenho topográfico.

3. OBJETIVOS

a) Distinguir os tipos de levantamentos topográficos.

b) Escolher qual levantamento é adequado para determinado trabalho.

c) Planejar e selecionar os métodos de execução de levantamento topográfico segundo as normas brasileiras.

d) Desenvolver e aplicar as técnicas e procedimentos de medições angulares e lineares, no plano horizontal e

no vertical.

e) Distinguir e interpretar as características de uma carta e de uma planta, quanto à orientação, o sistema de

referência e projeções.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 152 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
f) Saber analisar o projeto e encaminhar soluções para sua locação.

g) Executar levantamento topográfico e locação.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Conceitos de Geodésia.

Sistemas de projeções e coordenadas.

Apoio topográfico.

Conceitos de Cartografia.

Orientação dos levantamentos.

Planimetria.

Altimetria.

Instrumentos.

Métodos de coleta de informações planimétricas e altimétricas.

Locação de projetos.

Interpretação de cartas e plantas.

Desenho topográfico.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas teóricas - 100 ha

- Expositiva dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais.

- Execução de exercícios.

Aulas práticas - 60 ha

- Execução de trabalhos práticos, em grupos, utilizando instrumentos tais como: Estações Totais, teodolitos,

níveis e instrumentos auxiliares. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios,

projetos, artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 153 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Teoria - 100 ha

- Avaliar os princípios e conceitos sobre levantamentos e locações topográficas, interpretação de cartas e

plantas, orientação na topografia e referências.

- Instrumentos: avaliações dissertativas, exercícios e trabalhos.

- Aos estudantes que não atingirem a média em teoria será oferecida uma Avaliação Final de todo o conteúdo

a título de recuperação.

M1 = raiz quadrada de A1 x A2 obs.: (1,0 <= A <= 10,0) se >= 6,0 aprovado em teoria se < 6,0 então:

MT = (M1 + AF)/2 >= 6,0 aprovado na teoria

Onde:

M1 = Média Parcial

A = Avaliações

AF = Avaliação Final

MT = Média Teoria.

Aulas Práticas - 60 ha - avaliar a(s)

- capacidade de planejamento e organização;

- habilidades no manuseio de instrumentos topográficos;

- atitudes nos trabalhos em grupo;

- organização e utilização das planilhas de campo e cálculos;

- capacidade de oferecer soluções para os levantamentos e locações.

MP = >= 6,0 aprovado(a) em prática.

CF = (MT + MP)/2 >= 6,0 aprovado(a) na disciplina.

Onde:

MP = Média prática

CF = Conceito Final.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 154 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

BORGES, Alberto de Campos. Topografia aplicada à engenharia civil. São Paulo Edgard Blücher, 1992. v. 2

-1ex. (livro texto).

DOMINGUES, Felipe Augusto Aranha. Topografia e astronomia de posição: para engenheiros e arquitetos.

São Paulo: McGraw-Hill, 1979. 406p. 4ex.

GONÇALVES, José Alberto. MADEIRA, Sergio. Topografia. São Paulo: 2ª ed. LIDEL (BRASIL), 2008.

MCCORMAC, Jack. Topografia. Rio de Janeiro: LTC (Grupo Gen), 5ª ed., 2007. 391p.

Bibliografia Complementar:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13133: norma para execução de

levantamento topográfico - procedimento: São Paulo, 1994. 35 p.

______. NBR 14166: norma Rede de referência cadastral municipal - procedimento: São Paulo, 1998. 12 p.

______. NBR 14645-1: norma Elaboração do “como construído” (as built) para edificações - parte 1 -

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 155 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Levantamento planialtimétrico e cadastral de imóveis urbanizados com área até 25000 m2, para fins de

estudos, projetos e edificações - procedimento: São Paulo, 2001. 10p.

LOCH, Carlos; CORDINI, Jucilei. Topografia contemporânea - planimetria. Florianópolis: UFSC/DAUSFSC,

2.ed., 2000. 321p.

MONICO, João Francisco Galera. Posicionamento pelo GNSS - descrição, fundamentos e aplicações. São

Paulo: UNESP, 2.ed., 2007. 476 p.

Bibliografia Referência:

Prof. Leila Meneghetti


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 156 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
1. IDENTIFICAÇÃO

Departamento: TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

Curso: Superior de Tecnologia da Construção Civil Modalidade: MOVIMENTO DE TERRA E

PAVIMENTAÇÃO

Disciplina: TRANSPORTES E TRÁFEGO

Código da Disciplina: 4307 Sigla: T TRAF

Carga Horária Semanal: 6 hora(s)-aula Carga Horária Total: 120 hora(s)-aula

Carga Horária Teórica: 120 hora(s)-aula Carga do Laboratório: 0 hora(s)-aula

Tipo de Disciplina: Obrigatória Semestre: 4º Semestre

Número Máximo de Alunos: 40 Laboratório: Não

Período: NOITE

Professor Responsável: Josie Pereira de Freitas Micalli

Professor(es): Esp. Josie Pereira de Freitas Micalli.

Auxiliar(es) Docente: Não tem.

2. EMENTA

Planejamento de transporte. Engenharia de tráfego. Sistemas Inteligentes de Transportes (ITS). Análise do

Impacto de Pólos Geradores de Tráfego. Transportes e Meio Ambiente.

3. OBJETIVOS

a) Caracterizar os sistemas de transportes e seus componentes em geral.

b) Aplicar o conceito de planejamento de transportes.

c) Quantificar e analisar o perfil da demanda de transporte.

d) Aplicar os procedimentos adotados para estudo dos fluxos de tráfego e seu controle.

e) Interpretar, analisar e determinar as características do tráfego.

f) Analisar e avaliar o nível de serviço de tráfego das vias.

g) Diagnosticar, propor e avaliar soluções para os problemas de trânsito em áreas urbanas e rurais.

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 157 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
h) Conhecer as diversas aplicações dos Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS).

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1Introdução ao estudo de transporte

1.1Conceitos básicos: trânsito, tráfego e transporte

1.2Componentes dos sistemas de transportes

2Modalidades de Transporte

2.1Transporte rodoviário

2.2Transporte ferroviário

2.3Transporte aquaviário

2.4Transporte aéreo

3Introdução ao Planejamento de Transportes

3.1Objetivos do planejamento de transportes

3.2Fases do processo de planejamento de transportes

3.3 Plano Diretor Estratégico

3.4Oferta x demanda em transportes

3.5 Coleta de dados para planejamento de de transportes

3.6 Pesquisa Origem/Destino

3.7 Modelos de previsão de por transportes

3.7.1 Modelos de geração de viagens

3.7.2 Modelos de Distribuição de Viagens

3.7.3 Modelos de alocação de Viagens

4Engenharia de Tráfego

4.1Introdução. Definições. Características do tráfego

4.1.1Fluxo de Tráfego;

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 158 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
4.1.2 VDM, VH, FPH

4.1.3Velocidade;

4.1.4Densidade;

4.1.5Relação entre velocidade, fluxo e densidade.

4.2Capacidade e níveis de serviço para fluxo ininterrupto

4.3Capacidade

4.4Níveis de serviço

5Sistemas Inteligentes de Transportes (ITS)

5.1 Centro de Controle Operacional

5.2 Comunicação com o usuário

5.3 Fiscalização de Trânsito e Transporte

5.4 Monitoramento de tráfego

5.5 Acidentes

6Análise do Impacto de Pólos Geradores de Tráfego

7Transportes e Meio Ambiente.

5. ESTRATÉGIAS

Aulas expositivas dialógica, através de notas de aula e recursos áudio visuais.

Execução de exercícios. Estão previstas atividades complementares de visitas, exercícios, relatórios, projetos,

artigos, etc.. com até 20% da carga horária total da disciplina.

6. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliação:

Avaliar os princípios e conceitos de Transportes e Tráfego, através de provas dissertativas.

M = P1 x 0,3 + P2 x 0,4 + Nt x 0,3 >=6,0 aprovado(a)

Onde:

M = Média da disciplina

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 159 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
P1 = Prova: Transportes

P2 = Prova: Tráfego

Nt = Nota referente à execução de trabalhos e exercícios.

7. ATRIBUIÇÃO DE NOTAS/CONCEITOS

Notas:

De acordo com a C.I. nº 009/2014 da Diretoria da FATEC-SP de 31/01/2014, para os alunos ingressantes a

partir do 1º semestre de 2014, passará a vigorar o artigo 38, do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação

das Faculdades de Tecnologia do Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" - CEETEPS, que

determina que a avaliação do rendimento se dê por meio de notas de 0 (zero) a 10 (dez) computadas até a

primeira casa decimal.

Média de aprovação: igual ou maior que 6,0.

Conceitos:

Para os alunos ingressantes até o 2º semestre de 2013 prevalece o critério de conceito que será emitido

automaticamente pelo Sistema Acadêmico.

8. REFERÊNCIAS

Bibliografia Básica:

CAMPOS, Vânia Barcellos Gouvêa. Planejamento de Transportes – Conceitos e Modelos. Rio de Janeiro:

Interciência, 2013. 188 p.

PORTUGAL, Licínio da Silva (Org.). Polos Geradores de Viagens Orientados a Qualidade de Vida e

Ambiental: Modelos e Taxas de Geração de Viagens. Rio de Janeiro: Interciência, 2012. 704 p.

FOGLIATTI, Maria Cristina; FILIPPO, Sandro; GOUDARD, Beatriz. Avaliação de Impactos Ambientais -

Aplicação aos Sistemas de Transporte. Rio de Janeiro: Interciência, 2004. 250 p.

Bibliografia Complementar:

FILIZZOLA, Edson Paulo (Coord.). Noções básicas de engenharia de tráfego. São Paulo: Companhia de

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 160 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018
Engenharia de Tráfego – CET, 1997. 128 p. (Série: Boletim Técnico da CET nº 5)..

BRASIL. Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes. Diretoria de Planejamento e Pesquisa.

Coordenação Geral de Estudos e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Manual de estudos de tráfego.

Rio de Janeiro, 2006. 384 p. (IPR. Publ., 723).

Bibliografia Referência:

Prof. Josie Pereira de Freitas Micalli


RESPONSÁVEL PELA DISCIPLINA Chefe do Departamento de TRANSPORTES E OBRAS DE TERRA

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 161 de 162
PLANO DE ENSINO - APRENDIZAGEM - 2018

_______________________________________________________________________________________________________________________
www.fatecsp.br | e-mail: sppe@fatecsp.br
Praça Coronel Fernando Prestes, 30, Bom Retiro,São Paulo/SP
01124-060 | Tel.: (11) 3322-2200 | Fax: (11) 3315-0383
Página 162 de 162