Você está na página 1de 12

Tipos estruturais de ponte

COMPREENDER E EXEMPLIFICAR OS DIVERSOS TIPOS ESTRUTURAIS DAS PONTES.

AUTOR(A): PROF. EDNILSON SILVA RIBEIRO

TIPOS ESTRUTURAIS DE PONTE

1. Neste tópico são abordados os tipos estruturais, também chamados de sistemas estruturais, normalmente
utilizados nas pontes.

Os tipos estruturais são:


• ponte em viga

• ponte em pórtico
• ponte em arco

• ponte pênsil
• ponte estaiada

 
1.1 Ponte em viga

As pontes em viga se caracterizam por apresentarem vinculações que não transmite momentos fletores da
superestrutura para a infraestrutura.

Este tipo estrutural é o mais empregado atualmente no Brasil.

01 / 11
Legenda: EXEMPLOS DE PONTES EM VIGAS

1.2 Ponte em Pórtico

Quando a ligação entre a superestrutura e a infraestrutura transmitir momentos fletores tem-se as pontes
em pórticos.
Neste tipo estrutural, parte da flexão da viga é transmitida para os pilares, possibilitando a redução dos
momentos fletores na superestrutura à custa da flexão da infraestrutura.

02 / 11
Legenda: PONTE EM PóRTICO.

1.3 Ponte em Arco


O arco é um tipo estrutural que tem um comportamento estrutural interessante, pois apresenta a
possibilidade de ter os esforços de flexão reduzidos em função da sua forma. No caso de arcos de concreto,

essa possibilidade de redução da flexão resultando na predominância da compressão, é adequada ao


material.

Atualmente o emprego das pontes em arco é bem menor que no passado, principalmente devido ao avanço
da tecnologia do concreto protendido, que ampliou os vãos franqueados às pontes em viga, e que até então

eram exclusivos dos arcos.

Via de regra, os arcos são indicados para vales profundos, com tabuleiro superior, quando se pode resistir
aos empuxos do arco com uma fundação não muito onerosa (solo de boa qualidade ou rocha); em terrenos

planos a pontes em arco normalmente tem o tabuleiro inferior, o qual pode ser incorporado ao sistema
estrutural promovendo o seu funcionamento como tirante para aliviar os empuxos do arco.

Em contrapartida ao bom comportamento estrutural do arco, tem-se o alto custo da construção das fôrmas
e do cimbramento, o que tem justificado a redução do emprego deste sistema estrutural.

03 / 11
No entanto, a partir da década de 90 observou-se uma retomada ao sistema estrutural com a utilização de
construção em balanço, com concreto pré-moldado, na forma de aduelas, ou concreto moldado no local,

para grandes vãos, principalmente.

Destaca-se ainda que no caso de pontes em arco com tabuleiro superior, em que a largura do arco é igual à
largura do tabuleiro, o arco recebe a denominação de abóbada.

Legenda: PONTES EM ARCO

1.4 Ponte Pênsil

As pontes de cabos são as que apresentam a estrutura principal da superestrutura dotada de cabos de aço.

No caso das pontes pênseis esses cabos são curvos e representam a parte estrutural principal da obra. Os
demais elementos da superestrutura são ligados aos cabos por meio de tirantes de aço geralmente dispostos

verticalmente.

04 / 11
Legenda: PONTE PêNSIL

1.5 Ponte Estaiada

Nas pontes estaiadas de concreto, normalmente, apenas o tabuleiro é de concreto; pontes com tirantes de

concreto são de uso muito restrito.


Este esquema estrutural, que pode ser considerado igual ao de uma viga atirantada em vários pontos, é

empregado para vãos muito grandes.


Trata-se de um tipo estrutural que vem se tornando cada vez mais utilizado no exterior, porém a sua

utilização no Brasil, até o presente momento, ainda é bastante reduzida. Este tipo estrutural pode
apresentar grandes variações.

05 / 11
Legenda: PONTES ESTAIADAS.

06 / 11
1. Análise comparativa entre os diversos tipos estruturais
Nesta análise comparativa entre os diversos tipos estruturais, todas as estruturas executam o mesmo

serviço, isto é, transportam toda a carga distribuída para os 2 apoios disponíveis. A diferença está na
maneira de transportá-la. Cada estrutura, da viga reta à ponte estaiada, o faz à sua maneira, conforme

demonstrado a seguir:

Legenda: ANáLISE ESTRUTURAL - PONTE EM VIGA

07 / 11
Legenda: ANáLISE ESTRUTURAL - PONTE EM PóRTICO

Legenda: ANáLISE ESTRUTURAL - PONTE EM ARCO.

08 / 11
Legenda: ANáLISE ESTRUTURAL - PONTE PêNSIL

09 / 11
Legenda: ANáLISE ESTRUTURAL - PONTE ESTAIADA.

REFERÊNCIA
Deds, M. K. E.; Takeya, T, INTRODUÇÃO ÀS PONTES DE CONCRETO - USP São Carlos

FREITAS, Moacyr de. Infraestrutura de pontes de vigas. São Paulo: Blucher, 2001.
Prof. Engº Msc. Valdir Moraes. Notas de aula.

Site: http://www.engenhariapt.com/2013/04/12/tipos-de-pontes

(http://www.engenhariapt.com/2013/04/12/tipos-de-pontes), acessado em 03/04/2016.

Maj Ana Maria. Notas de aula.

FREITAS, M. Pontes: introdução geral - definições. São Paulo, EPUSP, 1981.


LEONHARDT, F. Construções de concreto, vol. 6: Princípios básicos da construção de pontes de concreto.

Rio de Janeiro, Editora Interciencia, 1979.

10 / 11
Prof. Dr. Fernando Rebouças Stucchi, São Paulo, 2006 PEF-2404 - PONTES E GRANDES ESTRUTURAS
(NOTAS DE AULA), EPUSP

11 / 11