Você está na página 1de 879

®

NFPA 70

®
Código Elétrico Nacional

Edição 2011

NFPA, um Batterymarch Park, Quincy, MA 02169-7471


Um Códigos Internacionais e Normas da Organização
Copyright © 2010
National Fire Protection Association ®
Um Batterymarch Park
Quincy, Massachusetts 02169-7471

NFPA, National Fire Protection Association, National Electrical Code, NFPA 70, e NEC
são marcas registradas da National Fire Protection Association.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES E ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE SOBRE NFPA ®


DOCUMENTOS
Aviso e Termo de Responsabilidade relativo à utilização de documentos da NFPA

Códigos NFPA ®, normas, práticas recomendadas e guias ("Documentos" NFPA), dos quais o
documento contidas aqui é um, são desenvolvidas através de um processo de desenvolvimento de consenso padrões
aprovado pela American National Standards Institute. Esse processo reúne voluntários
representando vários pontos de vista e interesses para alcançar um consenso sobre o fogo e outras questões de segurança.
Enquanto
a NFPA administra o processo e estabelece regras para promover a equidade no desenvolvimento de
consenso, não de forma independente testar, avaliar ou verificar a exatidão de qualquer informação ou a
solidez de quaisquer julgamentos contidos em documentos da NFPA.
A NFPA exime de responsabilidade por qualquer dano pessoal, a propriedade ou outros danos de qualquer natureza
qualquer, se especiais, indiretos, conseqüenciais ou compensatórios, direta ou indiretamente resultantes
a partir da publicação, uso ou dependência de documentos da NFPA. A NFPA também não faz garantia ou
garantia quanto à exatidão ou completude de qualquer informação aqui publicada.
Na emissão e Documentos NFPA disponível, a NFPA não está empreendendo para tornar profissional
ou outros serviços para ou em nome de qualquer pessoa ou entidade. Também não é a empresa NFPA para executar
qualquer
imposto devido por qualquer pessoa ou entidade para outra pessoa. Qualquer pessoa que utilize este documento deve
confiar em sua
próprio julgamento independente ou, conforme o caso, procure o conselho de um profissional competente
determinar o exercício de cuidado razoável em quaisquer circunstâncias.
A NFPA não tem poder, nem empreender, para a polícia ou impor a conformidade com o conteúdo do
Documentos da NFPA. Nem a lista NFPA, certificar, teste ou inspeção de produtos, projetos ou instalações para
conformidade com o presente documento. Qualquer certificação ou outra declaração de conformidade com os requisitos
deste documento não deve ser atribuída à NFPA e é de responsabilidade exclusiva do certificador ou
fabricante da declaração.

ISBN: 978-087765914-3 (Imprimir SB)


ISBN: 978-087765915-0 (Imprimir LL)
ISBN: 978-087765913-6 (PDF)

14 13 12 11 10 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
INFORMAÇÕES IMPORTANTES E ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE SOBRE NFPA ®
DOCUMENTOS

AVISOS e declarações adicionais

Atualização de Documentos NFPA


Usuários de códigos NFPA, normas, práticas recomendadas e guias ("Documentos" NFPA) deve estar ciente de que
estes documentos podem ser substituídos a qualquer momento, a emissão de novas edições ou pode ser alterado ao longo do tempo
através da emissão de Tentativa emendas provisórias. Um documento oficial NFPA em qualquer ponto do tempo consiste na
edição atual do documento com as emendas indicativas provisórias e quaisquer Errata então em vigor. A fim
para determinar se um determinado documento é a edição atual e se ela foi alterada através da emissão de
Tentativas de emendas provisórias ou corrigidas através da emissão de Errata, consultar publicações apropriadas, tais NFPA
como os códigos de incêndio nacionais ® serviço de assinatura, visite o site da NFPA no www.nfpa.org, ou entre em contato com a NFPA no
endereço abaixo.

Interpretações de documentos da NFPA


A declaração, escrita ou oral, que não é processado de acordo com a Seção 6 dos regulamentos que regem
Projetos da comissão não será considerada a posição oficial da NFPA ou qualquer de suas comissões e não deve ser
considerado, nem ser invocado como, uma interpretação formal.

Patentes
A NFPA não tomar qualquer posição em relação à validade de quaisquer direitos de patentes referenciados, relacionado,
ou afirmado em conexão com um documento NFPA. Os usuários de Documentos NFPA arcar com a responsabilidade exclusiva de
determinar a validade de quaisquer direitos de patente, bem como o risco de violação de tais direitos, eo NFPA
exime de responsabilidade pela violação de qualquer patente resultante do uso ou dependência de documentos da NFPA.
NFPA adere à política da American National Standards Institute (ANSI) sobre a inclusão de patentes
no American National Standards ("Política de Patentes ANSI"), e dá o seguinte aviso nos termos que a política:

AVISO: A atenção do usuário é chamado para a possibilidade de que a conformidade com um documento NFPA pode exigir
uso de uma invenção cobertos por direitos de patente. NFPA não toma posição quanto à validade de quaisquer direitos de patente
ou sobre se tal itute const direitos de patentes ou pedidos de patentes essenciais incluem no âmbito da Política de Patentes ANSI. Se,
em conexão com a política de patentes ANSI, o detentor da patente apresentou uma declaração de vontade de conceder licenças
sob estes direitos em condições razoáveis e não discriminatórias e condições para os candidatos que desejam obter tal
uma licença, cópias de tais declarações apresentadas podem ser obtidos, a pedido, a partir de NFPA. Para mais informações, entre em
contato
a NFPA no endereço listado abaixo.
Lei e Regulamentos
Usuários de Documentos NFPA devem consultar federais, estaduais e as leis e regulamentos locais. NFPA faz
não, com a publicação de seus códigos, normas, práticas recomendadas e guias, pretendo exortar ação que não está em
conformidade com as leis, e estes documentos não pode ser interpretado como fazê-lo.

Copyrights
Documentos NFPA possuem direitos autorais. Estão disponíveis para uma grande variedade de ambas as utilizações públicas e privadas.
Estes incluem tanto uso, por referência, em leis e regulamentos, e usar em privado auto-regulamentação, padronização e da
promoção de práticas seguras e métodos. Ao fazer esses documentos disponíveis para utilização e adopção pelos poderes públicos
e os usuários particulares, a NFPA não renuncia a quaisquer direitos sobre direitos de autor a estes documentos.
Uso de documentos da NFPA para fins de regulamentação deve ser realizada através da adopção por referência. O termo
"A adoção de referência", a citação de título, edição e publicação de informação. Eventuais supressões, adições
e alterações desejadas pela autoridade que adopta devem ser registadas separadamente no instrumento adoptar. A fim de auxiliar
NFPA em seguir os usos feitos dos seus documentos, adotando autoridades devem notificar a NFPA (Atenção:
Secretário, Conselho de Padrões), por escrito, de tal utilização. Para assistência técnica e questões relativas a adoção da NFPA
Documentos, entre em contato com a NFPA, no endereço abaixo.

Para mais informações


Todas as questões ou outras comunicações relativas a documentos da NFPA e todos os pedidos de informação sobre NFPA
procedimentos que regem seus códigos e padrões de processo de desenvolvimento, incluindo informações sobre os procedimentos para
solicitando interpretações formais, para propor Tentative emendas provisórias, e para propor revisões
Documentos NFPA durante os ciclos de revisão regulares, devem ser enviados para a sede da NFPA, dirigida à atenção
da PO Secretário, Conselho de Padrões, NFPA, um Batterymarch Park, Box 9101, Quincy, MA 02269-9101; e-mail:
stds_admin@nfpa.org

Para mais informações sobre NFPA, visite o site da NFPA no www.nfpa.org.


Copyright © 2010, National Fire Protection Association ®. Todos os direitos reservados

NFPA 70 ®

Código Elétrico Nacional®


Edição 2011

Esta edição da NFPA 70, Código Elétrico Nacional, foi preparado pelo Código Elétrico Nacional
Comitê e atuou pela NFPA em sua reunião de junho de Associação Técnica realizada 07-10 junho de 2010, em
Las Vegas, NV. Foi emitida pelo Conselho de Normas em 5 de agosto de 2010, com uma data efetiva de
25 de agosto de 2010, e substitui todas as edições anteriores.
Esta edição da NFPA 70 foi aprovada como National American Standard em 25 de agosto de 2010.

História e Desenvolvimento da Código Elétrico Nacional®

A Associação Nacional de Proteção de Fogo atuou como patrocinador do Código Elétrico Nacional desde
1911. O original Código documento foi desenvolvido em 1897, como um resultado dos esforços unidos de diferentes
seguros, interesses elétricas, arquitetônicas, e aliados.
De acordo com as disposições da regulamentação NFPA Projetos Sociais comissão, um
Relatório do Comitê Nacional Elétrica Código de propostas contendo alterações propostas para o 2008
Código Elétrico Nacional foi publicado pela NFPA em julho de 2009. Este relatório registrou as ações do
várias Código de tomada de Painéis e do Comitê Correlacionando do Comité do Código Elétrico Nacional
em cada proposta que havia sido feita para rever a 2008 Código. O relatório foi enviado a todos os membros
do Comité do Código Elétrico Nacional e foi disponibilizado para outros membros interessados NFPA
e ao público para análise e comentário. Após o encerramento do período de consulta pública, o
Código de tomada de Painéis atendidas, agiu em cada comentário, e relatou a sua acção na Correlacionando Com-
Comitê. NFPA publicou o Relatório do Comitê Nacional de Eletricidade Código em Comentários em março de 2010
que registrou as ações dos Painéis Código de decisões e do Comitê Correlacionando em cada público
comentário para o Relatório do Comitê Elétrica Código Nacional de Propostas. O Código Elétrico Nacional
Relatório do Comitê sobre as propostas e do relatório do Comité National Electrical Código em Comentários foram
apresentado à Associação junho 2010 Reunião Técnica para adoção.
NFPA tem uma seção elétrica que fornece oportunidade especial para os membros da NFPA interessado em
segurança eléctrica para tornar-se mais bem informados e contribuir para o desenvolvimento da Nacional
Código Elétrico e outras normas NFPA elétricos. Nos Códigos de componentes elétricos e Padrões
Sessão de Revisão realizada em 2010 no NFPA Conference and Expo, membros da Secção teve a oportunidade de
discutir e analisar o relatório do Comité do Código Elétrico Nacional, antes da adopção da presente
edição do Código pela Associação em sua 2010 Sessão Técnica de Junho.
Esta 52 ª edição substitui todas as outras edições anteriores, suplementos, e estampas datadas de 1897,
1899, 1901, 1903, 1904, 1905, 1907, 1909, 1911, 1913, 1915, 1918, 1920, 1923, 1925, 1926, 1928,
1930, 1931, 1933, 1935, 1937, 1940, 1942, 1943, 1947, 1949, 1951, 1953, 1954, 1955, 1956, 1957,
1958, 1959, 1962, 1965, 1968, 1971, 1975, 1978, 1981, 1984, 1987, 1990, 1993, 1996, 1999, 2002,
2005, e 2008.
Este Código é meramente consultivo, tanto quanto NFPA está em causa. Está disponível uma vasta variedade de
pública e privada utiliza no interesse da vida e proteção da propriedade. Estes incluem tanto a utilização de direito
e para efeitos regulamentares, e usar em atividades privadas de auto-regulação e padronização, como
subscrição de seguros, construção e instalações de construção e gestão, e testes de produtos e
certificação.

NFPA 70, National Electrical Code, NFPA, e National Fire Protection Association são marcas registradas da National Fire Protection Association, Quincy, Massachusetts, 02169.
ÍNDICE

Conteúdo

ARTIGO ARTIGO

90 Introdução ........................................ 70 - 22 IV. Desligar e Guarda ................ 70 - 96


V. Fusíveis ficha, Bases, e adaptadores de ... 70 - 96
VI. Fusíveis de cartucho e Bases ........... 70 - 97
Capítulo 1 General VII. Disjuntores ............................... 70 - 97
100 Definições ......................................... 70 - 26 VIII. Supervisionadas Instalações Industriais ......... 70 - 98
IX. Proteção de Sobrecorrente Mais de 600 Volts,
I. Geral ......................................... 70 - 26 Nominal .........................................
70-100
II. Mais de 600 Volts, nominal .................... 70 - 33
250 Aterramento e Bonding ......................... 70-100
110 Requisitos para Instalações Elétricas ..... 70 - 34 I. Geral ......................................... 70-100
II. Aterramento do sistema ........................... 70-103
I. Geral ......................................... 70 - 34
II. 600 Volts, nominais, ou menos ................ 70 - 37 III. Sistema de aterramento Eletrodo e
III.Mais de 600 Volts, nominal .................... 70 - 40 Condutor de aterramento Eletrodo ............. 70-111
IV.Instalações dos túneis mais de 600 Volts,
IV. Recinto, Raceway, e Serviço
Nominal ......................................... 70 - 43 Ligações por cabo ............................. 70-116
Bueiros V. e Outros Elétrica
V. Bonding ......................................... 70-117
Caixas Destinado Pessoal
VI. Aterramento de equipamentos e Equipamentos
Entrada, todas as tensões ............................ 70 - 44 Condutores de aterramento ........................ 70-120
VII. Métodos de aterramento do equipamento ......... 70-125
Fiação Capítulo 2 e Proteção VIII. De corrente Sistemas ...................... 70-128
IX. , Instrumentos, medidores e relés ........... 70-129
200 Utilização e identificação de Grounded X. Aterramento de Sistemas e Circuitos de
Condutores .......................................... 70 - 46 mais de 1 kV ....................................... 70-129
210 Circuitos ................................... 70 - 48 280 Os pára-raios, mais de 1 kV ..................... 70-131
70-131
I. Disposições Gerais ............................ 70 - 48 I. Geral ......................................... 70-132
II. Poder-circuito Ratings ....................... 70 - 52 II. Instalação ..................................... 70-132
III. Outlets obrigatórios .............................. 70 - 55 III. Conectando pára-raios .................
215 Alimentadores ............................................. 70 - 59 285 Surge-Protective Devices (SPD), 1 kV ou
220 Poder-Circuit, Alimentador e Serviço Menos ................................................. . 70-133
Cálculos ........................................ 70 - 61 I. Geral ......................................... 70-133
I. Geral ......................................... 70 - 61 II. Instalação ..................................... 70-133
II. Poder Circuitos cálculos de carga .......... 70 - 61 III. Conectando DOCUP ............................. 70-133
III.Cálculos de carga de alimentação e serviço .... 70 - 64
IV.Alimentador opcional e serviço de carga Capítulo 3 Métodos de Fiação e Materiais
Cálculos ..................................... 70 - 67 300 Métodos de Fiação ................................... 70-135
Carga V. Cálculos Fazenda ....................70 - 70 I. Requisitos Gerais ........................ 70-135
Fora circuitos e Alimentadoras ......... 70 - 71
225
I. Geral ......................................... 70 - 71 II. Requisitos para mais de 600 Volts,
Nominal ......................................... 70-145
II. Edifícios ou outras estruturas disponível
por um alimentador (s) ou Circuito Branch (s) ........ 70 - 74 310 Condutores para Fiação Geral ................ 70-147
III. Mais de 600 Volts ................................ 70 - 76 I. Geral ......................................... 70-147
230 Serviços ............................................ 70 - 78 II. Instalação ..................................... 70-147
III. Especificações de construção ................. 70-168
I.Geral ......................................... 70 - 78
II.Condutores de serviço gerais .............. 312 Armários, caixas de recorte, e tomada medidor
70 - 79
III.Condutores Serviço subterrâneos .......... Caixas .......................................... 70-173
70 - 81
IV.Serviço-entrada Condutores ............... 70 - 81 Instalação I. ..................................... 70-174
V.Equipamento de serviço - Geral ............. 70 - 84 II. Especificações de construção ................. 70-175
VI.Equipamento de serviço - Desligar
314 Outlet, dispositivo, Pull, e caixas de derivação;
Meios ............................................ 70 - 84 Corpos Conduit, peças, e Handhole
VII. Equipamento de serviço - Sobrecorrente
Caixas .......................................... 70-177
Proteção ....................................... 70 - 86
VIII. Serviços superiores a 600 volts, I. Âmbito e Geral ............................ 70-177
Nominal ......................................... 70 - 87 II. Instalação ..................................... 70-177
70 - 88 III. Especificações de construção ................. 70-184
240 Proteção de sobrecorrente ........................... IV. Puxe e caixas de derivação, Conduit
70 - 88
I. Geral ......................................... 70 - 92 Corpos e Caixas para Handhole
II. Localização ........................................ Uso em sistemas de mais de 600 volts,
70 - 95
III. Caixas ...................................... Nominal ......................................... 70-185

70-2 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ÍNDICE

ARTIGO ARTIGO

320 Cabo blindado: Tipo de AC ....................... 70-186 344 Conduta de metal rígido: Tipo RMC .............. 70-203
I. Geral ......................................... 70-186 I. Geral ......................................... 70-203
II. Instalação ..................................... 70-186 II. Instalação ..................................... 70-203
III. Especificações de construção ................. 70-187 III. Especificações de construção ................. 70-205
322 Cable Flat: Tipo FC ............... 70-187 348 Conduta de metal flexível: Tipo FMC ........... 70-205
I. Geral ......................................... 70-187 I. Geral ......................................... 70-205
II. Instalação ..................................... 70-188 II. Instalação ..................................... 70-205
III. Construção ................................... 70-188 350 Liquidtight conduta de metal flexível: Tipo
324 Cabo condutor plano: Tipo FCC .............. 70-189 LFMC ............................................... 70-207

I. Geral ......................................... 70-189 I. Geral ......................................... 70-207


II. Instalação ..................................... 70-189 II. Instalação ..................................... 70-207
III. Construção ................................... 70-190 III. Especificações de construção ................. 70-208

326 Cabo Spacer Integrado Gás: Tipo de IGS ...... 70-191 352 Conduit Cloreto de polivinil rígida: Tipo
PVC ................................................. 70-208
I. Geral ......................................... 70-191
II. Instalação ..................................... 70-191 I. Geral ......................................... 70-208
III. Especificações de construção ................. 70-191 II. Instalação ..................................... 70-208
III. Especificações de construção ................. 70-210
328 Cabo de média tensão: MV Tipo ............. 70-192
353 Conduit Polietileno de Alta Densidade: Tipo
I. Geral ......................................... 70-192 PEAD Conduit ..................................... 70-211
II. Instalação ..................................... 70-192
III. Especificações de construção ................. 70-192 I. Geral ......................................... 70-211
II. Instalação ..................................... 70-211
330 Metal-Clad cabo: MC Tipo .................... 70-192 III. Especificações de construção ................. 70-212
I. Geral ......................................... 70-192 354 Conduit Metro não metálico com
II. Instalação ..................................... 70-193 Condutores: NUCC Tipo ........................ 70-212
III. Especificações de construção ................. 70-194
I. Geral ......................................... 70-212
332 Mineral com revestimento térmico, Cabo Metal-Sheathed: II. Instalação ..................................... 70-212
Tipo MI ............................................. 70-194 III. Especificações de construção ................. 70-213
I. Geral ......................................... 70-194 355 Conduit resina reforçada Thermosetting:
II. Instalação ..................................... 70-195 Tipo rtrC ......................................... 70-213
III. Especificações de construção ................. 70-196
I. Geral ......................................... 70-213
334 Não Metálicos-sheathed o cabo: Tipos NM, II. Instalação ..................................... 70-214
NMC, e NMS ................................... 70-196 III. Especificações de construção ................. 70-216
I. Geral ......................................... 70-196 356 Conduit flexível Liquidtight Nonmetallic:
II. Instalação ..................................... 70-196 Tipo LFNC ......................................... 70-216
III. Especificações de construção ................. 70-198 I. Geral ......................................... 70-216
336 Poder e Controle Cabo Bandeja: TC Tipo .... 70-198 II. Instalação ..................................... 70-216
III. Especificações de construção ................. 70-217
I. Geral ......................................... 70-198
II. Instalação ..................................... 70-199 358 Tubulação metálica elétrica: Tipo de EMT ........ 70-218
III. Especificações de construção ................. 70-199 I. Geral ......................................... 70-218
338 Serviço de Entrada de cabo: Tipos de SE e II. Instalação ..................................... 70-218
USO ................................................. . 70-200 III. Especificações de construção ................. 70-219

I. Geral ......................................... 70-200 360 Tubulação metálica flexível: FMT Tipo ......... 70-219
II. Instalação ..................................... 70-200 I. Geral ......................................... 70-219
III. Construção ................................... 70-201 II. Instalação ..................................... 70-219
340 Alimentador subterrânea e Branch-Circuito III. Especificações de construção ................. 70-220
Cabo: UF Tipo .................................... 70-201 362 Tubos não metálicos elétrica: ENT ... Tipo 70-220
I. Geral ......................................... 70-201 I. Geral ......................................... 70-220
II. Instalação ..................................... 70-201 II. Instalação ..................................... 70-220
III. Especificações de construção ................. 70-202 III. Especificações de construção ................. 70-222
342 Intermediário condutas de metal: Tipo de IMC ...... 70-202 366 Calhas auxiliares ................................. 70-222
I. Geral ......................................... 70-202 I. Geral ......................................... 70-222
II. Instalação ..................................... 70-202 II. Instalação ..................................... 70-222
III. Especificações de construção ................. 70-203 III. Especificações de construção ................. 70-224

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-3


ÍNDICE

ARTIGO ARTIGO

368 Vias de ônibus ............................................ 70-224 398 Abra Fiação em isoladores ...................... 70-248
I. Requisitos Gerais ........................ 70-224 I. Geral ......................................... 70-248
II. Instalação ..................................... 70-224 II. Instalação ..................................... 70-248
III. Construção ................................... 70-226 III. Especificações de construção ................. 70-250
IV. Requisitos para Mais de 600 Volts,
Nominal ......................................... 399 Outdoor condutores aéreos mais de 600
70-226 Volts ................................................. 70-250
370 Cablebus ........................................... 70-227
70-228
372 Celulares de concreto Raceways Piso ............ 70-229 Capítulo 4 Equipamentos de Uso Geral
70-229 400 cabos flexíveis e cabos ...................... 70-251
374 Raceways Piso celulares metal ................
70-229 I. Geral ......................................... 70-251
Instalação I. ..................................... 70-230 II. Especificações de construção ................. 70-260
II. Especificações de construção ................. 70-230
376 Condutores metálicos ................................... 70-230 III. Cabos portáteis Mais de 600 Volts,
70-231 Nominal ......................................... 70-261
I. Geral .........................................
70-231 402 Fios de fixação ...................................... 70-262
II. Instalação ..................................... 70-231
III. Especificações de construção ................. 404 Switches ............................................ 70-266
70-231
378 Condutores não metálicos ........................... 70-232 Instalação I. ..................................... 70-266
70-232 II. Especificações de construção ................. 70-270
I. Geral .........................................
70-232 406 Receptáculos, conectores do cabo e
II. Instalação .....................................
III. Especificações de construção .................
70-232 Plugs de fixação (Caps) ......................... 70-270
70-233
380 Multioutlet Assembléia ............................ 70-233 408 Quadros de distribuição secundária e terminais ................. 70-274
I. Geral ......................................... 70-233 I. Geral ......................................... 70-274
II. Instalação ..................................... II. Quadros .................................. 70-275
III. Painéis .................................... 70-276
382 Extensões não metálicos .......................... IV. Especificações de construção ................. 70-277
I. Geral ......................................... 409 Painéis de controle industriais ........................ 70-278
II. Instalação ..................................... 70-278
III. Especificações de construção I. Geral ......................................... 70-278
(Ocultável Extensões não metálicos II. Instalação ..................................... 70-279
Apenas) ............................................. 70-234 III. Especificações de construção ................. 70-280
410 Luminárias, casquilhos e lâmpadas ........ 70-280
384 Strut-Type Raceway Canal ................... 70-235
70-281
I. Geral ......................................... 70-235 I. Geral .........................................
II. Instalação ..................................... 70-235 II. Locais de luminárias .........................
III. Especificações de construção ................. 70-236 III. Disposições em caixas de saída do aparelho,
Dosséis, e Frigideiras ............................ 70-282
386 Raceways superfícies metálicas ........................ 70-236 IV. Suporta luminária ........................... 70-282
I. Geral ......................................... 70-236 Aterramento V. ...................................... 70-283
II. Instalação ..................................... 70-236 VI. Fiação de Luminárias ........................ 70-283
III. Especificações de construção ................. 70-237 VII. Construção de Luminárias ................. 70-285
VIII. Instalação de Suportes ................. 70-285
388 Pistas de superfície não metálicos ................ 70-237 IX. Lâmpadas e equipamentos auxiliares ........... 70-285
I. Geral ......................................... 70-237 X. Disposições especiais para Flush e
II. Instalação ..................................... 70-237 Luminárias embutidas .......................... 70-286
III. Especificações de construção ................. 70-238 XI. Construção de Flush e Recessed
Luminárias ...................................... 70-286
390 Raceways Radiantes ............................ 70-238 XII. Disposições especiais para
392 Bandejas de cabos ........................................ 70-239 Descarga elétrica-Sistemas de Iluminação de
1000 volts ou menos ............................ 70-286
I. Geral ......................................... 70-239 XIII. Disposições especiais para
II. Instalação ..................................... 70-239 Descarga elétrica-Sistemas de Iluminação de
III. Especificações de construção ................. 70-246 Mais de 1000 Volts ........................
70-288
394 Escondido Fiação Knob-e-Tube ............. 70-246 XIV. Pista de iluminação .................................
XV. Iluminação decorativa e similares
70-289
I. Geral ......................................... 70-246 Acessórios .....................................
II. Instalação ..................................... 70-246 70-289
III. Especificações de construção ................. 70-247 411 Sistemas de Iluminação de funcionamento em 30 volts ou
396 Messenger-Apoiado Fiação ................... 70-247 Menos ................................................. . 70-289
422 Eletrodomésticos ......................................... 70-290
I. Geral ......................................... 70-247
II. Instalação ..................................... 70-248 I. Geral ......................................... 70-290

70-4 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ÍNDICE

ARTIGO ARTIGO
70-290
II. Instalação ..................................... Controladores V. para motocompressores ........ 70-344
III. Desligar Meios ........................70-293 VI. Motor-Compressor e Branch-Circuito
IV. Construção ...................................
70-294 Proteção contra sobrecarga ........................... 70-345
V. Marcação ........................................
70-295 VII. Provisões para condicionadores de ar .... 70-346
Equipamento para espaço fixo Aquecimento elétrico ..... 70-295 Geradores ......................................... 70-347
424 445
I. Geral ......................................... 70-295 450 Transformadores e Vaults Transformer
II. Instalação ..................................... 70-296 (Incluindo Laços Secundárias) ...................... 70-348
III. Controle e Proteção de fixo I. Disposições Gerais ............................ 70-348
Equipamento para espaço de aquecimento elétrico .........
70-296 II. Disposições específicas aplicáveis aos
IV. Marcação de Equipamentos de Aquecimento ............ 70-298 Tipos diferentes de Transformers ............ 70-352
V. elétricos Espaço Aquecimento-Cabos .............. 70-298 III. Vaults transformador ........................... 70-354
VI. Aquecedores duto ................................... 70-300
VII. Resistência Type Caldeiras ..................... 70-300 455 Conversores de Fase ................................. 70-355
VIII. Eletrodo-Type Caldeiras ....................... 70-301 I. Geral ......................................... 70-355
IX. Radiante elétrico e painéis de aquecimento II. Disposições específicas aplicáveis aos
Painel Conjuntos de aquecimento ............................ 70-302
Diferentes tipos de conversores de fase ....... 70-356
426 DEGELO exterior fixo elétrica e 460 Capacitores .......................................... 70-357
Neve de derretimento-Equipamentos ........................ 70-304
I. 600 Volts, nominais, e sob ............ 70-357
I. Geral ......................................... 70-304 II. Mais de 600 Volts, nominal .................... 70-358
II. Instalação ..................................... 70-305
III. Elementos de aquecimento de resistência ...............
70-305 470 Resistências e Reatores ........................... 70-358
IV. Aquecimento impedância ........................... 70-306 I. 600 Volts, nominais, e sob ............ 70-358
V. Efeito pele Aquecimento ........................... 70-306 II. Mais de 600 Volts, nominal .................... 70-359
VI. Controle e Proteção ....................... 70-307
480 Baterias de armazenamento .................................. 70-359
427 Equipamentos de aquecimento fixo elétrico para
490 Equipamentos, Mais de 600 Volts, Nominal ......... 70-360
Dutos e Vasos ............................. 70-307
Geral .........................................70-307
I. Geral ......................................... 70-360
I.
II. Equipamentos - Disposições específicas ......... 70-361
II. Instalação .....................................
70-308 III. Equipamentos - Metal-fechado Poder
III. Elementos de aquecimento de resistência 70-308 ............... Painéis e Controle Industrial
IV. Aquecimento impedância ...........................
70-309 Assembléias ...................................... 70-363
V. Aquecimento por indução .............................
70-309 IV. Equipamento Móvel e Portátil ............ 70-365
VI. Efeito pele Aquecimento ...........................
70-309
Controle e Proteção ....................... V. eletrodo do tipo-Caldeiras ....................... 70-366
VII. 70-309
430 Motors, circuitos de motores e controladores de ...... 70-310
I. Geral ......................................... 70-310 Capítulo 5 Espaços de Especiais
II. Condutores circuito do motor ................... 70-316
500 Perigosos (classificados), Classes
I, II, e III, Divisões 1 e 2 ................. 70-367
III. Motor e Branch Circuito de sobrecarga
Proteção ....................................... 70-319 501 Locais de classe I ................................. 70-376
IV. Motor Branch-Circuito Curto-Circuito
I. Geral ......................................... 70-376
e de falta à terra Proteção ................. 70-322 II. Fiação .......................................... 70-376
V. Motor Alimentador de curto-circuito e
III. Equipamentos ...................................... 70-381
Falta à terra Proteção ...................... 70-325
VI. Circuitos de Controle de Motores ....................... 70-326 502 Locais de Classe II ................................ 70-386
VII. Controladores do motor ............................. 70-327 I. Geral ......................................... 70-386
VIII. Motor Centros de Controle ....................... 70-329
IX. Desligar Meios ........................ II. Fiação .......................................... 70-386
70-330 III. Equipamentos ...................................... 70-388
X. ajustável velocidade Sistemas de Acionamento ........... 70-333
XI. Mais de 600 Volts, nominal .................... 70-334 503 Locais de Classe III ............................... 70-391
XII. Proteção de peças ao vivo - Todos
I. Geral ......................................... 70-391
Tensões ......................................... 70-335
XIII. Aterramento - Todos os Tensões .................. II. Fiação .......................................... 70-391
70-335 III. Equipamentos ...................................... 70-392
XIV. Tabelas ...........................................
70-336
504 Sistemas intrinsecamente seguros ....................... 70-394
440 Ar condicionado e de refrigeração
Equipamentos .......................................... 70-340 505 Localização das Zonas 0, 1 e 2 ..................... 70-397
506 Zona 20, 21 e 22 Locais para
I. Geral ......................................... 70-340
II. Desligar Meios ........................ Poeiras combustíveis ou Ignitible
70-342
III. Poder-circuito curto-circuito e Fibras / Flyings ...................................... 70-412
Falta à terra Proteção ...................... 70-343 510 Perigosos (classificados) -
IV. Poder-circuito Condutores .................. 70-344 Específica .............................................. 70-419

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-5


ÍNDICE

ARTIGO ARTIGO

511 Garagens comerciais, Reparação e Armazenamento .... 70-419 IV. Processamento de Sinal de áudio,
Amplificação, reprodução e
513 Hangares de aviões .................................. 70-422 Equipamentos ...................................... 70-477
514 Instalações de combustível do motor de dispensação .............. 70-425 545 Manufacturado Edifícios ......................... 70-477
515 Plantas de armazenamento em massa .............................. 70-429 547 Edifícios agrícolas ........................... 70-478

516 Aplicação de spray, imersão, revestimento e 550 Casas móveis, casas pré-fabricadas, e
Processos ............................................ 70-434 Parques casa móvel ............................... 70-481

517 Instituições de Saúde ............................ 70-440 I. Geral ......................................... 70-481


II. Mobile Homes e fabricado ......... 70-482
I.Geral ......................................... 70-440 III. Serviços e alimentadoras ......................... 70-489
II.Fiação e Proteção ........................ 70-442
III.Sistema Elétrico essencial .................. 70-445 551 Veículos de lazer e recreativas
IV.Locais de inalação anestesiar ........ 70-452 Parques de veículos ....................................... 70-490
V.X-Ray Instalações ........................... 70-455 I.Geral ......................................... 70-490
VI.Comunicações, sistemas de sinalização, II.Sistemas Elétricos combinação ............ 70-491
Sistemas de Dados, Sistemas de alarme de incêndio, III.Outras fontes de energia ......................... 70-492
e Sistemas de menos de 120 Volts, IV.Nominal de 120 volts ou 120/240-Volt
Nominal ......................................... 70-456 Sistemas .......................................... 70-493
VII. Power Systems isoladas ...................... 70-457 Fábrica de Testes V. ................................... 70-500
VI. Trailers .................. 70-500
518 Espaços de montagem .......................... 70-458
Trailers parque ....................................... 70-503
552
520 Teatros, Áreas de audiência de Movimento 70-503
Imagem e estúdios de televisão, I. Geral ......................................... 70-503
Áreas de Atuação e locais similares ... 70-459 II. Sistemas de baixa tensão ........................ 70-504
III.Sistemas Elétricos combinação ............
I. Geral ......................................... 70-459 IV.Nominal de 120 volts ou 120/240-Volt
II. Quadros palco fixo ................... 70-461 Sistemas .......................................... 70-505
III. Equipamento de palco fixo Other Than Fábrica de Testes V. ................................... 70-511
Quadros ................................... 70-462
IV. Quadros portáteis on Stage ............ 70-463 553 Prédios flutuantes ................................ 70-512
V. equipamento de palco portátil Other Than I. Geral ......................................... 70-512
Quadros ................................... 70-466 II. Serviços e alimentadoras ......................... 70-512
VI. Vestiários ............................... 70-468 III. Aterramento ...................................... 70-512
VII. Aterramento ...................................... 70-468
555 Marinas e estaleiros .......................... 70-513
522 Sistemas de controle para Permanente
590 Instalações temporárias .......................... 70-516
Atrações de diversões ........................... 70-468
I. Geral ......................................... 70-468
Capítulo 6 Equipamento Especial
II. Circuitos de Controle ............................... 70-468
III. Métodos de controle de fiação do circuito ........... 70-469 600 Sinais elétricos e de iluminação Contorno ........... 70-519
525 Carnavais, circos, feiras e similares I. Geral ......................................... 70-519
Eventos ............................................... 70-470 II. Instalado em campo tubulação Esqueleto,
Iluminação esboço, e Secundário
I. Requisitos Gerais ........................ 70-470 Fiação ........................................... 70-523
II. Fontes de Energia ................................. 70-470
III. Métodos de fiação ............................... 70-471 604 Manufacturado Sistemas de fiação ................. 70-525
IV. Aterramento e ligação elétrica ..................... 70-472 605 Móveis de Escritório (Composta de Iluminação
530 De Cinema e Televisão Studios Acessórios e Divisórias fio) .............. 70-526
e locais similares ............................ 70-472 610 Gruas e guindastes ................................ 70-527
I. Geral ......................................... 70-472 I. Geral ......................................... 70-527
II. Palco ou Set .................................... 70-473 II. Fiação .......................................... 70-527
III. Vestiários ............................... 70-475 III. Fale Condutores ........................... 70-530
IV. Visualizando, recortar e Tabelas Patching .... 70-475 IV. Desligar Meios ........................ 70-531
V. Nitrato de celulose Vaults armazenamento de filmes .....
70-475 V. Proteção de Sobrecorrente ....................... 70-531
VI. Subestações ..................................... 70-475 VI. Controle .......................................... 70-532
VII. Aterramento ......................................
540 Quartos movimento de projecção de filmes ............. 70-476 70-532
620 Elevadores, escadas rolantes, Dumbwaiters,
I. Geral ......................................... 70-476
Rolantes, elevadores de plataforma, e
II. Equipamento e projectores do
Chairlifts Stairway ................................ 70-532
Tipo profissional .............................. 70-476
III. Projetores amadores .................. 70-477 I. Geral ......................................... 70-532

70-6 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ÍNDICE

ARTIGO ARTIGO

II. Condutores ..................................... 70-534 680 Piscinas, Fontes, e similares


III. Fiação .......................................... 70-536 Instalações ......................................... 70-575
IV. Instalação de condutores ................... 70-538
V. Viajando Cabos .............................. I. Geral ......................................... 70-575
70-539 II. Instalado permanentemente Piscinas ................. 70-579
VI. Desligar Meios e Controle ......... 70-540 III. Piscinas de montagem ................................. 70-585
VII. Proteção de Sobrecorrente ....................... 70-542 IV. Spas e banheiras de hidromassagem ...........................
70-586
VIII.Casa de máquinas, salas de controle,
V. Fontes ....................................... 70-588
Espaços de máquinas e espaços de controle .... 70-542 VI. Piscinas e banheiras para uso terapêutico ......
IX. Aterramento ...................................... 70-589
70-543 VII. Banheiras de hidromassagem .....................
X. emergência e de energia em espera 70-590
Sistemas ..........................................
70-543 682 Corpos naturais e artificialmente de
70-543 Água ................................................ 70-590
625 Sistema de carregamento de veículos eléctricos .............
70-543 I. Geral ......................................... 70-590
I. Geral ......................................... 70-544 II. Instalação ..................................... 70-591
II. Métodos de fiação ............................... 70-544
III. Construction Equipment ..................... III. Aterramento e ligação elétrica ..................... 70-592
70-545
IV. Controle e Proteção ....................... 685 Integrado Sistemas Elétricos ................... 70-592
V. Equipamentos de Abastecimento Electric Vehicle
Locais ........................................ 70-545 I. Geral ......................................... 70-592
II. Desligamento ordenado ............................ 70-593
626 Eletrificada espaços de estacionamento do caminhão .............. 70-547
690 Solares fotovoltaicos (PV) .............. 70-593
I. Geral ......................................... 70-547 I. Geral ......................................... 70-593
II. Espaço do estacionamento eletrificada Truck Requisitos circuito .........................
II. 70-597
Sistemas de fiação elétrica .................... 70-548 Desligar Meios ........................
III. 70-599
III. Eletrificada caminhão de abastecimento espaço do Métodos de fiação ...............................
IV. 70-601
estacionamento 70-549 Aterramento ......................................
V. 70-603
Equipamentos ...................................... 70-551 Marcação ........................................
VI. 70-604
IV. Transportar Unidades Refrigeradas (TRUS) ...... 70-552 Conexão a outras fontes ...............
630 Soldadores elétricos ................................... VII. 70-605
70-552 VIII. Baterias de armazenamento ..............................
Geral ......................................... 70-605
I. 70-552 IX. Sistemas de mais de 600 Volts ......................
II. Arco soldadores .................................... 70-607
70-553
III. Soldadores resistência ........................... 692 Sistemas de célula de combustível 70-607
................................
70-554
IV. Cabo de solda ................................. 70-607
I. Geral ......................................... 70-608
640 Processamento de Sinal de Áudio, Amplificação II. Requisitos circuito ......................... 70-608
e de reprodução .................... 70-554 III. Desligar Meios ........................ 70-609
IV. Métodos de fiação ............................... 70-609
I. Geral ......................................... 70-554 V. Aterramento ......................................
II. Instalações permanentes do Sistema de Áudio .... 70-557 70-609
VI. Marcação ........................................
III. Portátil e temporária Sistema de Áudio 70-609
VII. Conexão com outros circuitos ...............
Instalações ..................................... 70-558 VIII. Saídas Mais de 600 Volts ......................
70-609
70-610
645 Equipamentos de Tecnologia da Informação ........... 70-559 70-610
694 Sistemas de vento elétrico pequeno ...................
647 Equipamentos eletrônicos sensíveis ................ 70-563 70-611
I. Geral ......................................... 70-612
650 Órgãos de tubos ........................................ 70-564 II. Requisitos circuito .........................
70-613
Equipamentos de raios X ................................ 70-565 III. Desligar Meios ........................
660 70-613
IV. Métodos de fiação ...............................
70-614
I. Geral ......................................... 70-565 V. Aterramento ......................................
Controle .......................................... VI. Marcação ........................................
70-614
II. 70-566
III. Transformadores e capacitores ................ VII. Conexão a outras fontes ............... 70-614
70-566
IV. Guardando e Aterramento .................... 70-566 VIII. Baterias de armazenamento .............................. 70-616
IX. Sistemas de mais de 600 Volts ...................... 70-616
665 Indução e Aquecimento Dielétrico
Equipamentos .......................................... 70-567 695 Bombas de incêndio .........................................
I. Geral ......................................... 70-567
II. Guardando, Aterramento e rotulagem ....... 70-568 Capítulo 7 Condições Especiais
668 As células eletrolíticas ................................. 70-568 700 Sistemas de Emergência .............................. 70-622
669 Galvanoplastia ...................................... 70-571 I. Geral ......................................... 70-622
670 Máquinas industriais ............................. 70-572 II. Fiação circuito ................................. 70-623
III.Fontes de energia ............................. 70-624
675 Acionados eletricamente ou controlada IV.Circuitos de emergência do sistema para
Máquinas de irrigação ............................... 70-573 Iluminação e Energia ........................... 70-626
I. Geral ......................................... 70-573 V. Controle - Iluminação de Emergência
II. Máquinas de pivô central .......... 70-575 Circuitos .......................................... 70-626

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-7


ÍNDICE

ARTIGO ARTIGO
VI. Proteção de Sobrecorrente ....................... 70-627 810 Rádio e Equipamento de televisão ............... 70-682
701 Legalmente exigido Sistemas de espera ............ 70-627 I. Geral ......................................... 70-682
II. Recebendo Equipamentos - Antena
I. Geral .........................................70-627
Sistemas .......................................... 70-682
II. Fiação circuito .................................
70-628 III. Amador e Banda do Cidadão
III. Fontes de energia .............................70-628 Transmissão e recepção de Estações
IV. Proteção de Sobrecorrente .......................
70-630 - Sistemas de Antena ........................... 70-685
702 Sistemas opcionais de espera ...................... 70-630 IV. Instalação Interior - Transmitir
I. Geral ......................................... 70-630 Estações .......................................... 70-686
II. Fiação .......................................... 70-631
820 Comunidade Antenna Television and Radio
Sistemas de Distribuição .............................. 70-686
705 Produção de Energia Elétrica Interligado
Fontes .............................................. 70-631 I. Geral ......................................... 70-686
II. Cabos coaxiais Fora e Entrando
I. Geral ......................................... 70-631
Edifícios ........................................ 70-687
II. Utilitário-interativas Inversores ................. 70-634 III. Proteção ......................................
III. Geradores ...................................... 70-635
70-688
IV. Métodos de Aterramento .......................... 70-689
708 Críticos de Operações de Sistemas de Energia Métodos de instalação V. dentro de edifícios .... 70-690
(COPS) .............................................. 70-635 VI. Requisitos de Listagem ......................... 70-693
I. Geral ......................................... 70-636 830 Rede de banda larga-Powered
II. Fiação circuito e Equipamentos .............. 70-637 Sistemas de Comunicação ........................ 70-695
III. Fontes de energia e conexão ............ 70-638
IV. Proteção de Sobrecorrente ....................... I. Geral ......................................... 70-695
70-640 Cabos externos e entrar em prédios ...
V. Desempenho do Sistema e Análise ......... II. 70-697
70-640 III. Proteção ...................................... 70-699
720 Circuitos e equipamentos operando em menos IV. Métodos de Aterramento .......................... 70-701
De 50 Volts ...................................... 70-640 V. Métodos de instalação dentro de edifícios .... 70-702
VI. Requisitos de Listagem ......................... 70-705
725 Classe 1, Classe 2 e Classe 3
Controle remoto, sinalização, e 840 Instalações-Powered banda larga
Circuitos de potência limitada ........................... 70-641 Sistemas de Comunicação ........................ 70-707
I. Geral ......................................... 70-641 I. Geral ......................................... 70-707
II. Classe 1 Circuitos ............................... 70-642 II. Cabos externos e entrar em prédios ... 70-708
III. Classe 2 e Classe 3 Circuitos ................ 70-644 III. Proteção ...................................... 70-709
IV. Requisitos de Listagem ......................... 70-648 IV. Métodos de Aterramento .......................... 70-709
Cabo Bandeja Instrumentação: ITC Tipo ........ 70-650 V. Métodos de instalação dentro de edifícios .... 70-709
727 VI. Requisitos de Listagem .........................
Sistemas de alarme de fogo .............................. 70-651 70-710
760 I. Geral ......................................... 70-651

II. Não-potência limitada de Alarme de Incêndio Capítulo 9 Tabelas


(NPLFA) Circuitos .............................. 70-652 TABELAS
III. Poder-Limited Alarme de Incêndio (PLFA) 1 Percentual de seção transversal de Conduit e
Circuitos .......................................... 70-654 Tubulação para Condutores ............................ 70-711
IV. Requisitos de Listagem ......................... 70-657
2 Raio de Conduit e curvas de tubulação ......... 70-711
770 Cabos de fibras ópticas e pistas ........... 70-660
4 Dimensões e área percentual de Conduit
I. Geral ......................................... 70-660 e Tubos
II. Cabos externos e entrar em prédios ... 70-661 (Áreas de conduto ou tubulação para o
III. Proteção ...................................... 70-661 As combinações de fios permitido na Tabela
IV. Métodos de Aterramento .......................... 70-661 1, Capítulo 9) ....................................... 70-712
V. Métodos de instalação dentro de edifícios .... 70-663
VI. Requisitos de Listagem ......................... 5 Dimensões de condutores isolados e
70-666
Fios de fixação ....................................... 70-716
5A Cobre compacto e Construção de alumínio
Capítulo 8 Sistemas de Comunicação
* Wire dimensões nominais e Áreas ........ 70-720
800 Circuitos de comunicação ........................ 70-669 8 Propriedades condutores ............................. 70-721
I. Geral ......................................... 70-669 9 De corrente alternada e Resistência
II. Fios e cabos fora e Reatância para 600 volts Cabos, 3-fase,
Entrando Edifícios ............................. 70-670 60 Hz, 75 ° C (167 ° F) - Três Simples
III. Proteção ...................................... 70-672 Condutores em Conduit ............................ 70-722
IV. Métodos de Aterramento .......................... 70-673
Métodos de instalação V. dentro de edifícios ... 10 Trançado do condutor ............................. 70-723
70-675
VI. Requisitos de Listagem ......................... 70-680

70-8 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ÍNDICE

TABELAS Exemplos informativos Anexo D ................ 70-804


11 (A) Classe 2 e Classe 3 de corrente alternada O Anexo informativo Tipos E de construção. 70-814
Limitações fonte de alimentação ........................ 70-724
Classe 2 e Classe 3 Potência de corrente contínua Disponibilidade F Anexo informativo e Confiabilidade
11 (B)
Limitações Fonte ................................ para sistemas críticos de Operações de Energia e
70-725 Desenvolvimento e Implementação de Funcional
PLFA Fonte de alimentação de corrente alternada
12 (A) Limitações .......................................... Testes de desempenho (FPTs) para Critical
PLFA Fonte de energia de corrente contínua 70-726 Operações de Sistemas de Energia ...................... 70-816
12 (B) Limitações .......................................... Informativo anexo G Controle de Supervisão e
Anexo Informativo A segurança do produto 70-726 Aquisição de Dados (SCADA) ..................... 70-819
Informativo Anexo H Administração e
Aplicação ........................................ 70-821
Normas ........................................... 70-727
Anexo Informativo Eu aperto recomendados
O Anexo informativo Application Information B
Tabelas de torque a partir de Standard UL 486A-B .... 70-828
Cálculo de ampacidade ........................ 70-730
Índice ................................................ 70-830
O Anexo informativo Conduit C e preenchimento da tubulação
Mesas para Condutores e Fios de fixação do
Mesmo tamanho .......................................... 70-744

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-9


Comitê Nacional do código elétrico

Comitê Nacional do código elétrico


Estas listas representam o filiação no momento o Comitê foi balloted sobre o texto final desta edição. Desde que
tempo, as alterações da composição pode ter ocorrido. Uma chave para a classificação é encontrada na parte posterior do presente documento.

Correlacionando Comitê Técnico


James W. Carpenter, Cadeira
Associação Internacional de Inspetores de Elétrica, NC [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica

Mark W. Earley, Secretário


National Fire Protection Association, MA
(Sem direito a voto)

Jean A. O'Connor, Secretário de gravação


National Fire Protection Association, MA
(Sem direito a voto)

James E. Brunssen, Telcordia, NJ [UT] Larry D. Cogburn, Bros Cogburn, Inc., FL [IM]
Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações (Alt. de Stanley J. Folz)
Merton W. Bunker, Jr., EUA Departamento de Estado, VA [U] Rep. National Electrical Contractors Association
(VL ao Documento: 110 documentos,: 111 documentos,: 70, James T. Dollard, Jr., IBEW local União 98, PA [L]
Documento: Documento 70B,: 70E Documento,: 79, (Alt. a L. Palmer Hickman)
Documento: Documento 790,: 791) Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
James M. Daly, General Cable, NJ [M] Ernest J. Gallo, A Telcordia Technologies, Inc., NJ [UT]
Rep. National Electrical Manufacturers Association (Alt. de James E. Brunssen)
William R. Drake, Actuant Elétrica, CA [M] Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações
Stanley J. Folz, Morse Electric Company, NV [IM] Daniel J. Kissane, Legrand / Pass & Seymour, NY [M]
Rep. National Electrical Contractors Association (Alt. de James M. Daly)
Palmer L. Hickman, Aprendiz Conjunto Nacional e Formação Rep. National Electrical Manufacturers Association
Comitê, MD [L] Michael E. McNeil, FMC Bio Polymer, ME [U]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos (Alt. a Danny Liggett)
David L. Hittinger, Empreiteiros independentes elétricos de Rep. Conselho Americano de Química
Cincinnati, OH [IM] Mark C. Ode, Underwriters Laboratories Inc., AZ [RT]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. (Alt. de John R. Kovacik)
John R. Kovacik, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Richard P. Owen, Oakdale, MN [E]
Neil F. LaBrake, Jr., National Grid, NY [UT] (Alt. a James W. Carpenter)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Danny Liggett, DuPont Engineering, Inc., TX [U]
Rep. Conselho Americano de Química

Sem direito a voto


Suplentes Richard G. Biermann, Biermann Electric Company, Inc.,
Thomas L. Adams, Consultor de Engenharia, IL [UT] IA [IM]
(Alt. de Neil F. LaBrake, Jr.) (Membro Emérito)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI David Mascarenhas, Canadian Standards Association,
Lawrence S. Ayer, Biz Com Electric, Inc., OH [IM] Canadá [RT]
(Alt. de David L. Hittinger) D. Harold Ware, Balança Electric Company, OK [IM]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Mark W. Earley, NFPA equipe de Ligação

Âmbito Comitê: Esta comissão terá a responsabilidade primária de documentos sobre a minimização do risco de
eletricidade como fonte de choque elétrico e como uma fonte de ignição potencial de incêndios e explosões. Deve também ser
responsável pelo texto para minimizar a propagação de incêndios e explosões devido a instalações eléctricas.

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 1


Artigos 90, 100, 110, capítulo 9, Tabela 10, Anexo A, Anexo H, Anexo I

Gil Moniz, Cadeira


National Electrical Manufacturers Association, MA [M]

Michael A. Anthony, Universidade de Michigan, MI [U] David L. Hittinger, Empreiteiros independentes elétricos de
Rep. Associação de Instalações Oficiais de Ensino Superior Cincinnati, OH [IM]
Louis A. Barrios, Shell Global Solutions, TX [U] Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Rep. Conselho Americano de Química Neil F. LaBrake, Jr., National Grid, NY [UT]
Kenneth P. Boyce, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Rep. Electric Light & Power Group / EEI
William T. Fiske, Intertek Testing Services, NY [RT] Randall R. McCarver, A Telcordia Technologies, Inc., NJ [U]
H. Landis Floyd, A Companhia DuPont, DE [U] Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Harry J. Sassaman, Floresta Electric Corporation, NJ [IM]
Palmer L. Hickman, Aprendiz Conjunto Nacional e Formação Rep. National Electrical Contractors Association
Comitê, MD [L]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos

70-10 Código Elétrico Nacional Edição 2011


Comitê Nacional do código elétrico

Suplentes Thomas R. Lichtenstein, Underwriters Laboratories Inc.,


IL [RT]
Thomas L. Adams, Consultor de Engenharia, IL [UT]
(Alt. de Kenneth P. Boyce)
(Alt. de Neil F. LaBrake, Jr.)
Donald H. McCullough, II, Washington Savannah River
Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Companhia, SC [U]
Joseph F. André, Fabricantes nacionais elétricos
(Alt. para H. Landis Floyd)
Associação, WA [M]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
(Alt. a Gil Moniz)
Susan Newman Scearce, Estado do Tennessee, TN [E]
Rep. National Electrical Manufacturers Association
(Votação. Alt para IAEI Rep.)
Mark Christian, Aprendiz Conjunto Nacional e Formação
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Comitê, MD [L]
James F. Pierce, Intertek Testing Services, ou [RT]
(Alt. a L. Palmer Hickman)
(Alt. a William T. Fiske)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Benjamin F. Dunford, Ben Dunford Electric Company Inc.,
TN [IM]
(Alt. de David L. Hittinger) Sem direito a voto
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Arca Tsisserev, Cidade de Vancouver, Canadá [SE]
Ernest J. Gallo, A Telcordia Technologies, Inc., NJ [U]
Rep. CSA / Comité do Código Elétrico Canadense
(Alt. de Randall R. McCarver)
Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 2


Artigos 210, 215, 220, Anexo D Exemplos D1 a D6

Raymond W. Weber, Cadeira


Estado de Wisconsin, WI [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica

Richard W. Becker, Engenharia de sistemas elétricos, Inc., Lawrence Brown, Associação Nacional de Construtores,
WA [U] DC [U]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers (Alt. de Steven Orlowski)
Charles L. Boynton, A Companhia DuPont, TX [U] Paulo Crivell, Camp, Dresser, Inc. & McKee, WA [U]
Rep. Conselho Americano de Química (Alt. para Richard W. Becker)
Frank Coluccio, Nova York Departamento de Edifícios, Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
NY [E] David A. Dini, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT]
Thomas L. Harman, University of Houston-Clear Lake, (Alt. de Robert L. LaRocca)
TX [SE] Daniel J. Kissane, Pass & Seymour / Legrand, NY [M]
Donald M. King, IBEW local União 313, DE [L] (Alt. de Jim Pauley)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. National Electrical Manufacturers Association
Robert L. LaRocca, Underwriters Laboratories Inc., NY [RT] William Ross McCorcle, American Electric Power, OK [UT]
Steven Orlowski, Associação Nacional de Construtores, (Alt. de Ronald L. Purvis)
DC [U] Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Jim Pauley, Square D Empresa / Schneider Electric, KY [M] William J. McGovern, Cidade de Plano, TX [E]
Rep. National Electrical Manufacturers Association (Alt. a Raymond W. Weber)
Ronald L. Purvis, Sharpsburg, GA [UT] Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Stephen V. St. Croix, 1 Electric, Inc., MD [IM]
Robert G. Wilkinson, IEC Houston, TX [IM] (Alt. de Robert G. Wilkinson)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Thomas H. Wood, Cecil B. Wood, Inc., IL [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association
Sem direito a voto
William Burr, Canadian Standards Association, Canada [RT]
Douglas A. Lee, EUA Consumer Product Safety Commission,
Suplentes MD [C]
Jacob G. Benninger, Cornell University, NY [L] Andrew M. Trotta, EUA Segurança de Produtos ao Consumidor
(Alt. de Donald M. King) Comissão, MD [C]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos (Alt. para Douglas A. Lee)

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 3


Artigos 300, 590, 720, 725, 727, 760, Capítulo 9, Tabela 11 (A) e (B), Tabelas 12 (A) e (B)

Paul J. Casparro, Cadeira


Scranton Eletricistas JATC, PA [L]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos

Lawrence S. Ayer, Biz Com Electric, Inc., OH [IM] Stanley D. Kahn, Tri-City Electric Company, Inc., CA [IM]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Rep. National Electrical Contractors Association
Thomas F. Connaughton, Intertek Testing Services, NJ [RT] Ray R. Keden, ERICO, Inc., CA [M]
Les Páscoa, Tyco / Allied Tube e Conduit, IL [M] Rep. Indústria da Construção Serviços de Consultoria Internacional
Rep. National Electrical Manufacturers Association Juan C. Menendez, Southern California Edison Company,
Sanford E. Egesdal, Egesdal Associates PLC, MN [M] CA [UT]
Rep. automático Alarme de Incêndio Association, Inc. Rep. Electric Light & Power Group / EEI

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-11


Comitê Nacional do código elétrico

Richard P. Owen, Oakdale, MN [E] Danny Liggett, DuPont Company, TX [U]


Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. de David A. Pace)
Steven J. Owen, Steven J. Owen, Inc., AL [IM] Rep. Conselho Americano de Química
Construtores Associados Rep. e contratantes T. David Mills, Savannah River Nuclear Solutions, LLC,
David A. Pace, Olin Corporation, AL [U] SC [U]
Rep. Conselho Americano de Química (Alt. de Melvin K. Sanders)
Melvin K. Sanders, Coisas Electrical Co., Inc. (TECo., Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Inc.), IA [U] Mark C. Ode, Underwriters Laboratories Inc., AZ [RT]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers (Alt. de Susan L. Stene)
Mark A. Sepulveda, Alarme EUA Systems, Inc., CA [IM] Roger S. Passmore, IES Industrial, Inc., SC [IM]
Rep. assaltante Nacional & Fire Alarm Associação (Alt. de Steven J. Owen)
(VL para 720, 725, 727, 760) Construtores Associados Rep. e contratantes
Sleights John E. Travelers Insurance Company, CT [I] Marty L. Riesberg, IBEW local União 22, MD [L]
Susan L. Stene, Underwriters Laboratories Inc., CA [RT] (Alt. de Paul J. Casparro)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
George A. Straniero, Tyco / AFC Cable Systems, Inc.,
Suplentes NJ [M]
(Alt. a Les Páscoa)
Richard S. Anderson, RTKL Associates Inc., VA [M]
Rep. National Electrical Manufacturers Association
(Alt. a Ray R. Keden)
Robert J. Walsh, Cidade de Hayward, CA [E]
Rep. Indústria da Construção Serviços de Consultoria Internacional
(Alt. de Richard P. Owen)
Steven D. Burlison, Progress Energy, FL [UT]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
(Alt. de Juan C. Menendez)
Wendell R. Whistler, Intertek Testing Services, ou [RT]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI
(Alt. de Thomas F. Connaughton)
Shane M. Clary, Bay empresa de alarme, CA [M]
(Alt. de Sanford E. Egesdal)
Rep. automático Alarme de Incêndio Association, Inc.
Adam D. Corbin, Corbin Elétrica Services, Inc., NJ [IM] Sem direito a voto
(Alt. de Lawrence S. Ayer)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Edward C. Lawry, Oregon, WI [E]
(Membro Emérito)

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 4


Artigos 225, 230, 690, 692, 694, 705

Ronald J. Toomer, Cadeira


Toomer Companhia Elétrica Inc., LA [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association

Ward Bower I., Sandia National Laboratories, NM [U] William F. Brooks, Brooks Engenharia, CA [U]
Rep. Solar Energy Industries Association (Alt. de Ward Bower I.)
(VL 690, 692, 705) Rep. Solar Energy Industries Association
Robert J. Deaton, The Dow Chemical Company, TX [U] (VL 690, 692, 705)
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Thomas E. Buchal, Intertek Testing Services, NY [RT]
Tony Dorta, Intertek Testing Services, CA [RT] (Alt. a Tony Dorta)
Roger D. McDaniel, Georgia Power Company, GA [UT] Larry D. Cogburn, Bros Cogburn, Inc., FL [IM]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI (Alt. a Ronald J. Toomer)
James J. Rogers, Cidades de Oak Bluffs, Tisbury, West Rep. National Electrical Contractors Association
Tisbury, MA [E] Brian L. Crise, NIETC, ou [L]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. de Todd W. Stafford)
John A. Sigmund, PPG Industries, Inc., Los Angeles [U] Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. Conselho Americano de Química Mark D. Gibbs, B & W Y-12, LLC, TN [U]
Todd W. Stafford, Aprendiz Conjunto Nacional e Formação (Alt. a Robert J. Deaton)
Comitê, TN [L] Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Barry N. Hornberger, PECO Energy Company, PA [UT]
Wills Robert H., Intergrid, LLC, NH [U] (Alt. a Roger D. McDaniel)
Rep. American Wind Energy Association Rep. Electric Light & Power Group / EEI
(VL 690, 692, 705) Tim Lalonde, Haskin Electric, Inc., WA [IM]
John W. Young, Siemens Industry, Inc., GA [M] (Alt. de Vincent C. Zinnante)
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Timothy P. Zgonena, Underwriters Laboratories Inc., Philip M. Piqueira, A General Electric Company, CT [M]
IL [RT] (Alt. a John W. Young)
Vincent C. Zinnante, Westpoint Electric Inc., TX [IM] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Robert W. Preus, Energia renovável abundante, LLC,
OR [U]
(Alt. de Wills Robert H.)
Rep. American Wind Energy Association
(VL 690, 692, 705)
Suplentes Soles Glenn A., Clark County Departamento de Desenvolvimento
Paul D. Barnhart, Underwriters Laboratories Inc., NC [RT] Serviços, NV [E]
(Alt. de Timothy P. Zgonena) (Alt. de James J. Rogers)
Alex Z. Bradley, A Companhia DuPont, DE [U] Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
(Alt. com John A. Sigmund)
Rep. Conselho Americano de Química

70-12 Código Elétrico Nacional Edição 2011


Comitê Nacional do código elétrico

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 5


Artigos 200, 250, 280, 285

Michael J. Johnston, Cadeira


National Electrical Contractors Association, MD [IM]

Trevor N. Bowmer, A Telcordia Technologies, NJ [U] Paul J. LeVasseur, Bay City JEATC, MI [L]
Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações (Alt. de Dan Hammel)
David Brender, Copper Development Association, Inc., Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
NY [M] Richard E. Loyd, R & N Associates, AZ [M]
Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc. (Alt. de Martin J. Brett, Jr.)
Martin J. Brett, Jr., Wheatland Empresa Tube, DE [M] Rep. American Iron and Steel Institute
Rep. American Iron and Steel Institute Randall R. McCarver, A Telcordia Technologies, Inc., NJ [U]
Paulo Dobrowsky, Serviços inovadores de tecnologia, NY [U] (Alt. a Trevor N. Bowmer)
Rep. Conselho Americano de Química Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações
Dan Hammel, IBEW local União 704, IA [L] Michael E. McNeil, FMC Bio Polymer, ME [U]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos (Alt. a Paulo Dobrowsky)
G. Scott Harding, B. F. Harding, Inc., MD [IM] Rep. Conselho Americano de Química
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Mike O'Meara, Arizona Public Service Company, AZ [UT]
William J. Helfrich, EUA Departamento do Trabalho, PA [E] (Alt. de Douglas C. White)
Charles F. Mello, Underwriters Laboratories Inc., WA [RT] Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Daleep C. Mohla, DCM elétricos Consulting Services, Inc., William A. panqueca, III, Universal Ciências da Engenharia,
TX [U] FL [E]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers (Alt. de David A. Williams)
Christine T. Porter, Intertek Testing Services, WA [RT] Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Gregory J. Steinman, Thomas & Betts Corporation, TN [M] Nathan Philips, Sistemas Integrados de eletrônica, ou [im]
Rep. National Electrical Manufacturers Association (Alt. a Michael J. Johnston)
Robert G. Stoll, Thomas Associates, Inc., OH [M] Paul R. Picard, Tyco / AFC Cable Systems, Inc., MA [M]
Rep. Ferramenta Institute, Inc (Alt. para Richard Temblador)
Richard Temblador, Southwire Companhia, GA [M] Rep. The Aluminum Association, Inc.
Rep. The Aluminum Association, Inc. Elliot Rappaport, Electro Tecnologia Consultants, Inc., FL [U]
Douglas C. White, CenterPoint Energy, Inc., TX [UT] (Alt. para Daleep C. Mohla)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
David A. Williams, Carta Delta Township, MI [E] Phil Simmons, Simmons Elétrica Services, WA [M]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. a David Brender)
Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc.
Thomas R. Siwek, Robert Bosch Tool Corporation, IL [M]
(Alt. a Robert G. Stoll)
Suplentes Rep. Ferramenta Institute, Inc.
Ron D. Alley, Norte do Novo México IEC, NM [IM]
(Alt. a G. Scott Harding)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Joseph P. DeGregoria, Underwriters Laboratories Inc.,
NY [RT]
(Alt. a Charles F. Mello)
Sem direito a voto
Ronald Lai, Burndy LLC, NH [M]
(Alt. para Gregory J. Steinman) Robert A. Nelson, Canadian Standards Association,
Rep. National Electrical Manufacturers Association Canadá [RT]

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 6


Artigos 310, 400, 402, capítulo 9 Tabelas 5 a 9, e no anexo B

Scott Cline, Cadeira


McMurtrey Electric, Inc., CA [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association

Samuel B. Friedman, General Cable Corporation, RI [M] Carl Timothy Wall, Alabama Power Company, AL [UT]
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Robert L. Huddleston, Jr., Eastman Chemical Company, Joseph S. Zimnoch, A Companhia Okonite, NJ [M]
TN [U] Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc.
Rep. Conselho Americano de Química
Randal Hunter, Cidade de Las Vegas, NV [E] Suplentes
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
G. W. Kent, Kent Electric & Plumbing Systems, TX [IM] Peter E. Bowers, Satélite Electric Company, Inc., MD [IM]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. (Alt. de G. W. Kent)
William F. Laidler, IBEW local 223 JATC, MA [L] Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos John J. Cangemi, Underwriters Laboratories Inc., NY [RT]
L. Bruce McClung, Mc Squared Elétrica Consulting LLC, (Alt. de John M. Thompson)
WV [U] James M. Daly, General Cable, NJ [M]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers (Alt. de Joseph S. Zimnoch)
Paul R. Picard, Tyco / AFC Cable Systems, Inc., MA [M] Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc.
Rep. The Aluminum Association, Inc. Roland E. Deike, CenterPoint Energy, Inc., TX [UT]
John M. Thompson, Underwriters Laboratories Inc., NC [RT] (Alt. de Carl Timothy Wall)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-13


Comitê Nacional do código elétrico

Richard A. Holub, DuPont Engenharia, DE [U] John Stacey, Cidade de St. Louis, MO [E]
(Alt. de Robert L. Huddleston, Jr.) (Alt. de Randal Hunter)
Rep. Conselho Americano de Química Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Phillip J. Huff, Inglett & Stubbs LLC, GA [IM] Donald A. Voltz, BP, TX [U]
(Alt. de Scott Cline) (Alt. para L. Bruce McClung)
Rep. National Electrical Contractors Association Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Christel K. Hunter, Alcan Cable, NV [M] James R. Weimer, Idaho oriental Elétrica JATC, ID [L]
(Alt. a Paulo R. Picard) (Alt. de William F. Laidler)
Rep. The Aluminum Association, Inc. Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Lowell Lisker, Wire Corporation americano isolado, MA [M]
(Alt. a Samuel B. Friedman)
Rep. National Electrical Manufacturers Association

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 7


Artigos 320, 322, 324, 326, 328, 330, 332, 334, 336, 338, 340, 382, 394, 396, 398, 399

Michael W. Smith, Cadeira


Wentzel Electric, MO [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association

Thomas H. Cybula, Underwriters Laboratories Inc., Suplentes


NY [RT]
James M. Daly, General Cable, NJ [M] William B. Crist, Houston Electric Company Stafford, TX [IM]
(Alt. de Chris J. Fahrenthold)
Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Chris J. Fahrenthold, Instalações Solutions Group, TX [IM]
Donald G. Dunn, Aramco Services Company, TX [U]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
(Alt. a Dennis A. Nielsen)
Herman J. Hall, Austin, TX [M]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Rep. O Instituto de vinil
Rachel E. Krepps, Baltimore Gas & Electric Company,
James K. Hinrichs, Estado de Washington, WA [E]
MD [UT]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
(Alt. a John W. Ray)
Christel K. Hunter, Alcan Cable, NV [M]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Rep. The Aluminum Association, Inc.
Charles David Mercier, Southwire Companhia, GA [M]
Samuel R. La Dart, Cidade de Memphis, TN [L]
(Alt. de James M. Daly)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. National Electrical Manufacturers Association
Ronald G. Nickson, Nacional de Habitação multi Conselho, DC [U]
Keith Owensby, Chattanooga Elétrica JATC, TN [L]
Dennis A. Nielsen, Lawrence Berkeley National Laboratory,
(Alt. de Samuel R. La Dart)
CA [U]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Charles J. Palmieri, Cidade de Norwell, MA [E]
John W. Ray, Duke Energy Corporation, NC [UT]
(Alt. de James K. Hinrichs)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Gregory L. Runyon, Eli Lilly and Company, IN [U]
Kevin T. Porter, Encore Fio Corporation, TX [M]
Rep. Conselho Americano de Química
(Alt. de George A. Straniero)
David E. Schumacher, Construtores Associados e contratados,
Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc.
IA [IM]
Susan L. Stene, Underwriters Laboratories Inc., CA [RT]
Construtores Associados Rep. e contratantes
(Alt. a Thomas H. Cybula)
George A. Straniero, Tyco / AFC Cable Systems, Inc., NJ [M]
Peter Waldrab, Alcan Cable, PA [M]
Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc.
(Alt. para Christel K. Hunter)
Rep. The Aluminum Association, Inc.
Wesley L. Wheeler, Cogburn Bros, Inc., FL [IM]
(Alt. de Michael W. Smith)
Rep. National Electrical Contractors Association

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 8


Artigos 342, 344, 348, 350, 352, 353, 354, 355, 356, 358, 360, 362, 366, 368, 370, 372, 374, 376, 378, 380,
384, 386, 388, 390, 392, capítulo 9, Tabelas 1 a 4 e anexo C

Julian R. Burns, Cadeira


Qualidade Power Solutions, Inc., NC [IM]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.

Joyce Evans Blom, The Dow Chemical Company, CA [U] David H. Kendall, Thomas & Betts Corporation, OH [M]
Rep. Conselho Americano de Química Rep. O Instituto de vinil
David M. Campbell, Tyco / AFC Cable Systems, Inc., MA [M] Richard E. Loyd, R & N Associates, AZ [M]
Rep. The Aluminum Association, Inc. Rep. American Iron and Steel Institute
Joseph Dabe, Cidade de St. Paul, MN [L] Stephen P. Poholski, Newkirk Elétrica Associates, Inc., MI [IM]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. National Electrical Contractors Association
Shan M. Griffith, Elektek, PLLC, TX [U] George F. Walbrecht, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Rodney J. West, Square D Empresa / Schneider Electric, OH [M]
David G. Humphrey, Condado de Henrico, na Virgínia, VA [E] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica Leslie R. Zielke, Carolina do Sul Electric & Gas Company,
SC [UT]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

70-14 Código Elétrico Nacional Edição 2011


Comitê Nacional do código elétrico

Suplentes James M. Inlá, Cidade de Hillsboro, OR [E]


(Alt. a David G. Humphrey)
Richard J. Berman, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
(Alt. de George F. Walbrecht)
Gregory L. Maurer, Wheatland Empresa Tube, PA [M]
Duane A. Carlson, Engenheiros PRS Consultoria, WA [U]
(Alt. de Richard E. Loyd)
(Alt. para M. Griffith Shan)
Rep. American Iron and Steel Institute
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Gary W. Pemble, Montana Elétrica JATC, MT [L]
George R. Dauberger, Thomas & Betts Corporation, TN [M]
(Alt. a José Dabe)
(Alt. a David H. Kendall)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. O Instituto de vinil
Frederic F. Pequeno, Hubbell Incorporated, CT [M]
James T. Dwight, Sasol North America, Inc., de Los Angeles [U]
(Alt. a Rodney J. West)
(Alt. a Joyce Evans Blom)
Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Conselho Americano de Química
Richard Temblador, Southwire Companhia, GA [M]
Kenneth J. Gilbert, Florida Power & Light Company, FL [UT]
(Alt. de David M. Campbell)
(Alt. a Leslie R. Zielke)
Rep. The Aluminum Association, Inc.
Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Kenneth W. Hengst, EAS Contratante, LP, TX [IM]
(Alt. a Julian R. Burns)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 9


Artigos 312, 314, 404, 408, 450, 490

Robert A. McCullough, Cadeira


Tuckerton, NJ [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica

Rodney D. Belisle, NECA-IBEW Confiança Formação Elétrica, Suplentes


OU [L]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Kevin J. Breen, Breen Electrical Contractors Inc., NY [IM]
Billy Breitkreutz, Fluor Corporation, TX [U] (Alt. a Thomas J. LeMay)
Construtores Associados Rep. e contratantes Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Paul D. Coghill, Intertek Testing Services, OH [RT] Robert R. Gage, National Grid, NY [UT]
Richard P. Fogarty, Consolidado Edison Company de Nova (Alt. de Richard P. Fogarty)
York, Inc., NY [UT] Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Keith L. Lofland, Associação Internacional de Engenharia Elétrica
Frederic P. Hartwell, Hartwell Elétrica Services, Inc., Inspectores (IAEI), TX [E]
MA [SE] (Alt. de Robert A. McCullough)
Thomas J. LeMay, LeMay Electric, Inc., GA [IM] Kenneth L. McKinney, Jr., Underwriters Laboratories Inc.,
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. NC [RT]
Robert D. Osborne, Underwriters Laboratories Inc., (Alt. para Robert D. Osborne)
NC [RT] Paul W. Myers, Potash Corporation, OH [U]
Bradford D. Rupp, Produtos aliados moldados, Inc., OH [M] (Alt. para Sukanta Sengupta)
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Sukanta Sengupta, FMC Corporation, NJ [U] Ronnie H. Ridgeway, Siemens Industry, Inc., TX [M]
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers (Alt. de Bradford D. Rupp)
Monte Szendre, Wilson Construction Company, OU [IM] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. National Electrical Contractors Association Rhett A. Roe, IBEW local JATC União 26, MD [L]
Ralph H. Young, Eastman Chemical Company, TN [U] (Alt. a Rodney D. Belisle)
Rep. Conselho Americano de Química Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 10


Artigo 240

Donald R. Cook, Cadeira


Serviços de Desenvolvimento do Condado de Shelby, AL [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica

Madeline Borthick, IEC de Houston, Inc., TX [IM] Jeffrey H. Hidaka, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Alan Manche, Square D Empresa / Schneider Electric, KY [M]
Dennis M. Darling, Stantec, Canadá [U] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Robert W. Monte, Jr., Hussmann Corporation, MO [M]
James T. Dollard, Jr., IBEW local União 98, PA [L] Rep. Ar-Condicionado, Aquecimento, Refrigeração e Instituto
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos George J. Ockuly, Técnicos Consultores de Marketing, MO [M]
Charles Eldridge, Indianapolis Power & Light Company, EM Richard Sobel, Quantum Electric Corporation, NY [IM]
[UT] Rep. National Electrical Contractors Association
Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Carl Fredericks, The Dow Chemical Company, TX [U] Suplentes
Rep. Conselho Americano de Química Scott A. Blizard, Testing Company American Electrical,
Roderic Hageman, PRIT Service, Inc., IL [IM] Inc., MA [IM]
Rep. Associação Internacional de Teste Elétrico (Alt. para Roderic Hageman)
Rep. Associação Internacional de Teste Elétrico

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-15


Comitê Nacional do código elétrico

Robert J. Kauer, Construir Underwriters Inspeção, Inc., Roy faíscas K., III, Eli Lilly and Company, IN [U]
PA [E] (Alt. de Carl Fredericks)
(Alt. de Donald R. Cook) Rep. Conselho Americano de Química
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica Steve A. Struble, Elétrica Freeman Service, Inc., SD [IM]
Frank G. Ladonne, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] (Alt. para Madeline Borthick)
(Alt. de Jeffrey H. Hidaka) Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Kevin J. Lippert, A Eaton Corporation, PA [M] Steven E. Townsend, General Motors Corporation, MI [U]
(Alt. de Alan Manche) (Alt. de Dennis M. Darling)
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Richard E. Lofton, II, IBEW local União 280, ou [L] John F. Vartanian, National Grid, MA [UT]
(Alt. de James T. Dollard, Jr.) (Alt. a Charles Eldridge)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Vincent J. Saporita, Cooper Bussmann, MO [M]
(Alt. de George J. Ockuly)

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 11


Artigos 409, 430, 440, 460, 470, Anexo D, Exemplo D8

Wayne Brinkmeyer, Cadeira


Grã-Bretanha Electric Company, TX [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association

Terry D. Cole, Hamer Electric, Inc., WA [IM] Barry G. Karnes, Underwriters Laboratories Inc., CA [RT]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. (Alt. de Jeffrey A. Desjarlais)
Jeffrey A. Desjarlais, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Ed Larsen, Square D Empresa / Schneider Electric, IA [M]
James M. Fahey, IBEW local 103/MBTA União, MA [L] (Alt. de James R. Wright)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. National Electrical Manufacturers Association
Robert G. Fahey, Cidade de Janesville [E] Thomas E. Moore, Cidade de Cleveland, OH [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. a Robert G. Fahey)
William D. Glover, PPG Industries, Inc., WV [U] Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Rep. Conselho Americano de Química Arthur S. Neubauer, Arseal Technologies, GA [U]
Paul E. Guidry, Fluor Enterprises, Inc., TX [U] (Alt. de S. Paulo Hamer)
Construtores Associados Rep. e contratantes Rep. American Petroleum Institute
Paul S. Hamer, Chevron Energy Technology Company, CA [U] Jebediah J. Novak, Cedar Rapids Elétrica JATC, IA [L]
Rep. American Petroleum Institute (Alt. de James M. Fahey)
James C. Missildine, Jr., Southern Company Services, Inc., Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
AL [UT] George J. Ockuly, Técnicos Consultores de Marketing, MO [M]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI (Alt. de Vincent J. Saporita)
Vincent J. Saporita, Cooper Bussmann, MO [M] Charles L. Powell, Eastman Chemical Company, TN [U]
Lynn F. Saunders, Brighton, MI [U] (Alt. para William D. Glover)
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Rep. Conselho Americano de Química
Lawrence E. Todd, Intertek Testing Services, ou [RT] Arthur J. Smith, III, Waldemar S. Nelson & Company,
Ron Widup, Shermco Industries, Inc., TX [IM] Inc., LA [U]
Rep. Associação Internacional de Teste Elétrico (Alt. de Saunders Lynn F.)
James R. Wright, Siemens Industry, Inc., IL [M] Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Rep. National Electrical Manufacturers Association Matthew L. Snyder, Intertek Testing Services, NY [RT]
(Alt. de Lawrence E. Todd)
Russell A. Tiffany, R. A. Tiffany & Associates, PA [M]
(Votação. Alt para AHRI Rep.)
Suplentes Rep. Ar-Condicionado, Aquecimento, Refrigeração e Instituto
Stanley J. Folz, Morse Electric Company, NV [IM] Michael K. Weitzel, Washington Central Elétrica
(Alt. para Wayne Brinkmeyer) Educação, WA [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association (Alt. de Terry D. Cole)
Philip C. Hack, Constelação de Geração de Energia, Energia Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
MD [UT]
(Alt. de James C. Missildine, Jr.)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 12


Artigos 610, 620, 625, 626, 630, 640, 645, 647, 650, 660, 665, 668, 669, 670, 685,
Anexo D, Exemplos D9 e D10

Timothy M. Croushore, Cadeira


Allegheny Power, PA [UT]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

William E. Anderson, The Procter & Gamble, OH [U] Thomas L. Hedges, Hedges Electric & Construction Inc.,
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers CA [IM]
Thomas R. Brown, Intertek Testing Services, NY [RT] Rep. National Electrical Contractors Association
Karl M. Cunningham, Alcoa, Inc., PA [M] Michael J. Hittel, GM Worldwide Group Instalações, MI [U]
Rep. The Aluminum Association, Inc. Rep. Sociedade de Engenheiros-Hybrid Comitê Automotivo
(VL de 610, 625, 630, 645, 660, 665, 668, 669, 685)

70-16 Código Elétrico Nacional Edição 2011


Comitê Nacional do código elétrico

Robert E. Johnson, ITE Segurança, MA [U] Jeffrey W. Blain, Schindler Elevator Corporation, NY [M]
Informações Rep. Technology Industry Conselho (Alt. a Andy Juhasz)
(VL para 640, 645, 647, 685) Rep. Elevador Nacional da Indústria Inc.
Andy Juhasz, Kone, Inc., IL [M] (VL de 610, 620, 630)
Rep. Elevador Nacional da Indústria Inc. Thomas M. Burke, Underwriters Laboratories Inc., CA [RT]
(VL de 610, 620, 630) (Alt. de John R. Kovacik)
Stanley Kaufman, CableSafe, Inc. / OFS, GA [M] Jeffrey L. Holmes, IBEW local União 1 JATC, MO [L]
Rep. Sociedade da Indústria de Plásticos, Inc. (Alt. de David R. Quave)
(VL para 640, 645) Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
John R. Kovacik, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Gery J. Kissel, General Motors Corporation, MI [U]
Todd Lottmann, Cooper Bussmann, MO [M] (Alt. a Michael J. Hittel)
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Sociedade de Engenheiros-Hybrid Comitê Automotivo
Sam Marcovici, Nova York Departamento de Edifícios, Todd R. Konieczny, Intertek Testing Services, MA [RT]
NY [E] (Alt. de Thomas R. Brown)
Tim McClintock, Wayne County, Ohio, OH [E] Christopher P. O'Neil, NSTAR Electric & Gas Corporation,
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica MA [UT]
David R. Quave, IBEW local União 903, MS [L] (Alt. de Timothy M. Croushore)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Duke W. Schamel, Serviço elétrica Solutions, Inc., CO [IM] David L. Sher, Cidade de Bellevue, WA [E]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. (Alt. de Tim McClintock)
Arthur E. Schlueter, Jr., A. E. Schlueter Órgão de tubos Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Empresa, GA [M] Emad Tabatabaei, Inductotherm Corporation, NJ [M]
Rep. Instituto Americano de Órgãos Builders (Alt. a Robert C. Turner)
(VL para 640, 650) (VL de 610, 630, 665, 668, 669)
Robert C. Turner, Inductotherm Corporation, MD [M] Lori L. Tennant, Square D Empresa / Schneider Electric, NC [M]
(VL de 610, 630, 665, 668, 669) (Alt. de Todd Lottmann)
Ryan Gregory Ward, IdleAire, Inc., TN [U] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Transporte de Eletrificação Comitê Stephen J. Thorwegen, Jr., FSG Electric, TX [IM]
(VL para 625, 626) (Alt. a Duke W. Schamel)
Kenneth White, Olin Corporation, NY [U] Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Rep. Conselho Americano de Química Charles M. Trout, Maron Electric Company, FL [IM]
(Alt. de Thomas L. Hedges)
Rep. National Electrical Contractors Association

Suplentes
Timothy M. Andrea, Southwire Companhia, GA [M]
(Alt. de Karl M. Cunningham) Sem direito a voto
Rep. The Aluminum Association, Inc. Andre R. Cartal, Yardley, PA [E]
(VL de 610, 625, 630, 645, 660, 665, 668, 669, 685) (Membro Emérito)

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 13


Artigos 445, 455, 480, 695, 700, 701, 702, 708, anexo F, G e anexo

Donald P. Bliss, Cadeira


NI2 Centro de Especialização de Infra-estrutura, NH [U]

D. Martin Adams, Adams Electric, Inc., CO [IM] Mark C. Ode, Underwriters Laboratories Inc., AZ [RT]
Rep. National Electrical Contractors Association Gary L. Olson, Cummins Power Generation, MN [M]
Suzanne M. Borek, New Jersey Department of Comunidade Michael L. Savage, Sr., Médio Departamento de Inspeção
Assuntos, NJ [E] Agency, Inc., MD [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica Mario C. Spina, Verizon Wireless, OH [U]
James L. Brown, Detroit Edison, DTE Energy, MI [UT] Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Rep. Electric Light & Power Group / EEI David Tobias, Jr., Intertek Testing Services, OH [RT]
Daniel J. Caron, Bard, Rao + Athanas Consulting
Engenheiros, LLC, MA [SE]
James S. Conrad, Tyco Thermal Controls, CT [M] Suplentes
Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc. Barry S. Bauman, Alliant Energy, WI [U]
Richard D. Currin, Jr., North Carolina State University, (Alt. a Richard D. Currin, Jr.)
NC [U] Rep. American Society of Agricultural & Biológica
Rep. American Society of Agricultural & Biológica Engenheiros
Engenheiros Steven A. Corbin, Corbin Solar Solutions LLC, NJ [IM]
Neil A. Czarnecki, Reliance Controls Corporation, WI [M] (Alt. a Ronald A. Keenan)
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Herbert H. Daugherty, Sistemas de geração elétrica James T. Dollard, Jr., IBEW local União 98, PA [L]
Association, NJ [M] (Alt. de Linda J. Little)
James E. Degnan, Sparling, WA [U] Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. American Society for Healthcare Engenharia Lawrence W. Forshner, Cummins Nordeste, Inc., MA [M]
Ronald A. Keenan, M. C. Dean, Inc., VA [IM] (Alt. de Gary L. Olson)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Chad Kennedy, Square D Empresa / Schneider Electric, SC [M]
Linda J. Little, IBEW Local 1 Eletricistas JATC, MO [L] (Alt. com Neil A. Czarnecki)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. National Electrical Manufacturers Association
Craig A. Mouton, ExxonMobil Chemical Corporation, TX [U] John R. Kovacik, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT]
Rep. Conselho Americano de Química (Alt. a Mark C. Ode)

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-17


Comitê Nacional do código elétrico

Peter M. Olney, Vermont Departamento de Segurança Pública, VT [E] Herbert V. Whittall, Sistemas de geração elétrica
(Alt. de Suzanne M. Borek) Associação, FL [M]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. a Herbert H. Daugherty)
Bayly Morgan Tyler, Consolidado Edison Company de Nova
Iorque Inc., NY [UT]
(Alt. de James L. Brown)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 14


Artigos 500, 501, 502, 503, 504, 505, 506, 510, 511, 513, 514, 515, e 516

Robert A. Jones, Cadeira


Independentes Electrical Contractors, Inc., TX [im]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.

Daniel Batta, Jr., Constelação fonte de geração de energia, Steven J. Blais, EGS Grupo Elétrica, IL [M]
Inc., MD [UT] (Alt. de Joseph H. Kuczka)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Rep. National Electrical Manufacturers Association
Marc J. Bernsen, Nacionais Electrical Contractors Mark W. Bonk, Cargill Incorporated, MN [U]
Associação, ID [IM] (Alt. a Mark Wirfs C.)
Rep. National Electrical Contractors Association Rep. Elevador de Grãos e Processamento Sociedade
Edward M. Briesch, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Dave Burns, Shell Exploration & Companhia de Produção,
James D. Cospolich, Waldemar S. Nelson & Company Inc., TX [U]
LA [U] (Alt. com Mark Goodman)
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Rep. American Petroleum Institute
Mark Goodman, Jacobs Engineering Group, CA [U] Larry W. Burns, Queimaduras Electric, Inc., TX [IM]
Rep. American Petroleum Institute (Alt. de Robert A. Jones)
Joseph H. Kuczka, Killark Electric Manufacturing Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Empresa, MO [M] Jonathan L. Cadd, Associação Internacional de Engenharia Elétrica
Rep. National Electrical Manufacturers Association Inspetores, TX [E]
William G. Lawrence, Jr., FM Global, MA [I] (Alt. de Donald R. Offerdahl)
L. Evans Massey, Baldor Electric Company, SC [M] Thomas E. Dunne, Aprendizagem Long Island Conjunta
Sociedade Rep. Instrumentação, Sistemas e Automação E Formação Comissão, NY [L]
Jeremy Neagle, Intertek Testing Services, NY [RT] (Alt. de John L. Simmons)
Donald R. Offerdahl, Dakota do Norte Conselho Estadual Elétrica, Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
ND [E] Richard A. Holub, DuPont Engenharia, DE [U]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. de David B. Wechsler)
John L. Simmons, Florida East Coast JATC, FL [L] Rep. Conselho Americano de Química
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Ted H. Schnaare, Rosemount Incorporated, MN [M]
David B. Wechsler, The Dow Chemical Company, TX [U] (Alt. a L. Evans Massey)
Rep. Conselho Americano de Química Sociedade Rep. Instrumentação, Sistemas e Automação
Mark C. Wirfs, R & W Engineering, Inc., ou [U] Donald W. Zipse, Zipse Forense elétricos, LLC, PA [U]
Rep. Elevador de Grãos e Processamento Sociedade (Alt. de James D. Cospolich)
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers

Suplentes Sem direito a voto


Harold G. Alexander, Americana Electric Power Company, Timothy J. Papa, Canadian Standards Association,
OH [UT] Canadá [RT]
(Alt. de Daniel Batta, Jr.) Eduardo N. Solano, Estudio Ingeniero Solano SA,
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Argentina [SE]
Donald W. Ankele, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Fred K. Walker, EUA Departamento da Força Aérea, FL [U]
(Alt. a Edward M. Briesch) Rep. TC no Aeroporto Instalações

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 15


Artigos 517, 518, 520, 522, 525, 530, 540

Donald J. Talka, Cadeira


Underwriters Laboratories Inc., NY [RT]

James R. Duncan, Sparling Engenharia Elétrica Kim Jones, Shows Funtastic, ou [U]
& Technology Consulting, WA [U] Rep. de diversões ao ar livre Business Association, Inc.
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers (VL de 525)
Ronald E. Duren PacifiCorp, WA [UT] Edwin S. Kramer, Radio City Music Hall, NY [L]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Rep. Aliança Internacional de Empregados palco teatral
Douglas S. Erickson, Sociedade Americana de Saúde (VL para 518, 520, 525, 530, 540)
Engineering, VI [U] Larry Lau, EUA Departamento de Assuntos de Veteranos, DC [U]
Rep. American Society for Healthcare Engenharia (VL para 517, 518)
Mitchell K. Hefter, Entretenimento / Tecnologia da Philips, Stephen M. Lipster, O Centro de Trades Elétrica, OH [L]
TX [IM] Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. Illuminating Engineering Society of North America Hugh O. Nash, Jr., Nash Lipsey Burch, LLC, TN [SE]
(VL para 518, 520, 525, 530, 540) Rep. TC em Sistemas Elétricos

70-18 Código Elétrico Nacional Edição 2011


Comitê Nacional do código elétrico

Kevin T. Porter, Encore Fio Corporation, TX [M] James L. Brown, Detroit Edison, DTE Energy, MI [UT]
Rep. The Aluminum Association, Inc. (Alt. para Ronald E. Duren)
Marcus R. Sampson, Minnesota Departamento de Trabalho Rep. Electric Light & Power Group / EEI
E indústria, MN [E] Mateus B. Dozier, IDesign Serviços, TN [U]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. de James R. Duncan)
James C. Seabury III, Empresa Elétrica, LLC, TN [IM] Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Samuel B. Friedman, General Cable Corporation, RI [M]
Bruce D. Shelly, Shelly Electric Company, Inc., PA [IM] (Alt. de James L. Wiseman)
Rep. National Electrical Contractors Association Rep. National Electrical Manufacturers Association
Michael D. Skinner, CBS Studio Center, CA [U] Steven R. Goodman, Alcan Cable, PA [M]
Rep. Alliance of Motion Picture e produtores de televisão (Alt. com Kevin T. Porter)
(VL para 518, 520, 525, 530, 540) Rep. The Aluminum Association, Inc.
Kenneth E. Vannice, Leviton Manufacturing Company Inc., Dennis W. Marshall, D & L Electric Company, TX [IM]
Ou [M] (Alt. de James C. Seabury III)
Rep. EUA Instituto de Tecnologia de Teatro Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
(VL para 518, 520, 525, 530, 540) Joseph P. Murnane, Jr., Underwriters Laboratories Inc.,
Michael Velvikis, Corporação de manutenção de alta tensão, NY [RT]
WI [IM] (Alt. para Donald J. Talka)
Rep. Associação Internacional de Teste Elétrico Richard E. Pokorny, Cidade de Marshfield, Wisconsin, WI [E]
James L. Wiseman, Square D Empresa / Schneider Electric, (Alt. de Marcus R. Sampson)
TN [M] Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Rep. National Electrical Manufacturers Association Steven R. Terry, Eletrônica Teatro Controls Inc., NY [M]
(Alt. a Kenneth E. Vannice)
Rep. EUA Instituto de Tecnologia de Teatro
(VL para 518, 520, 525, 530, 540)
Suplentes
Gary A. Beckstrand, Utah Elétrica JATC, UT [L]
(Alt. para Stephen M. Lipster)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 16


Artigos 770, 800, 810, 820, 830, 840

Ron L. Janikowski, Cadeira


Cidade de Wausau, Wisconsin, WI [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica

Donna Lastro, dbi, TX [M] Terry C. Coleman, Aprendiz Conjunto Nacional e Formação
Rep. Telecommunications Industry Association Comitê, TN [L]
George Bish, MasTec, Inc., dba Tecnologias Avançadas, NC [im] (Alt. de Harold C. Ohde)
Rep. Satellite Broadcasting & Comunicação Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Associação Timothy D. Cook, Vezes Fiber Communications, Inc.,
J. Robert Boyer, GE Security, NJ [M] VA [UT]
Rep. National Electrical Manufacturers Association (Alt. de Steven C. Johnson)
James E. Brunssen, Telcordia, NJ [U] Rep. National Cable & Telecommunications Association
Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações Jeff Fitzloff, Estado de Idaho Divisão de Segurança Building, ID [E]
Gerald Lee Dorna, Belden Wire & Cable Co., em [m] (Alt. a L. Ron Janikowski)
Rep. isolou o cabo Associação dos Engenheiros Inc. Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Ralph M. Esemplare, Consolidado da Companhia Edison John A. Kacperski, Tele Design Services, CA [M]
New York, NY [UT] (Alt. a Robert W. Jensen)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Rep. Indústria da Construção Serviços de Consultoria Internacional
Dale R. Funke, Shell Oil Company, TX [U] Roderick S. Kalbfleisch, Northeast Utilities, CT [UT]
Rep. Conselho Americano de Química (Alt. a Ralph M. Esemplare)
Roland W. Gubisch, Intertek Testing Services, MA [RT] Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Randolph J. Ivans, Underwriters Laboratories Inc., NY [RT] Stanley Kaufman, CableSafe, Inc. / OFS, GA [M]
Robert W. Jensen, dbi Telecomunicações Infra-estrutura (Alt. a Gerald Lee Dorna)
Design, TX [M] Rep. isolou o cabo Associação dos Engenheiros Inc.
Rep. Indústria da Construção Serviços de Consultoria Internacional David M. Lettkeman, Dish Network Service, LLC, CO [IM]
Steven C. Johnson, Johnson Telecom, LLC, NC [UT] (Alt. a George Bish)
Rep. National Cable & Telecommunications Association Rep. Satellite Broadcasting & Comunicação
William J. McCoy, Vendas Telco, Inc., TX [U] Associação
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Jack McNamara, Bosch Security Systems, NY [M]
Harold C. Ohde, IBEW-NECA Technical Institute, IL [L] (Alt. de Robert J. Boyer)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. National Electrical Manufacturers Association
W. Douglas Pirkle, Pirkle Electric Company, Inc., GA [IM] Craig Sato, Underwriters Laboratories Inc., CA [RT]
Rep. National Electrical Contractors Association (Alt. de Randolph J. Ivans)
Luigi G. Prezioso, M. C. Dean, Inc., VA [IM] David B. Schrembeck, DBS Communications, Inc., OH [IM]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. (Alt. de Luigi G. Prezioso)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Mario C. Spina, Verizon Wireless, OH [U]
(Alt. para William J. McCoy)
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
Suplentes James T. Sudduth, Intertek Testing Services, KY [RT]
Trevor N. Bowmer, A Telcordia Technologies, NJ [U] (Alt. de Roland W. Gubisch)
(Alt. de James E. Brunssen)
Rep. Aliança para Soluções de Telecomunicações

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-19


Comitê Nacional do código elétrico

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 17


Artigos 422, 424, 426, 427, 680, 682

Don W. Jhonson, Cadeira


Interior Electric, Inc., FL [IM]
Rep. National Electrical Contractors Association

Thomas V. Blewitt, Underwriters Laboratories Inc., NY [RT] Bobby J. Gray, Hoydar / Buck, Inc., WA [IM]
Paulo Crivell, Camp, Dresser, Inc. & McKee, WA [U] (Alt. de Don W. Jhonson)
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers Rep. National Electrical Contractors Association
Christopher S. Gill, New York Board of Underwriters fogo, E. P. Hamilton, III, E. P. Hamilton & Associates, Inc., TX [M]
NY [E] (Alt. a L. Lee Oeste)
Bruce R. Hirsch, Baltimore Gas & Electric Company, Rep. Associação de Profissionais de Piscina & Spa
MD [UT] (VL 680)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Robert M. Milatovich, Clark County Building Department,
James E. Maldonado, Cidade de Tempe, AZ [E] NV [E]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. de James E. Maldonado)
Wayne E. Morris, Associação de Home Appliance Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
Fabricantes, DC [M] Brian Myers, IBEW local União 98, PA [L]
(VL para 422, 424) (Alt. a Randy J. Yasenchak)
Jurgen Pannock, Whirlpool Corporation, TN [M] Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Rep. Ar-Condicionado, Aquecimento, Refrigeração e Instituto Stephen C. Richbourg, Golfo Power Company, FL [UT]
(VL para 422, 424) (Alt. de Bruce R. Hirsch)
Marcos Ramirez, Hatfield-Reynolds Electric Company, Rep. Electric Light & Power Group / EEI
AZ [IM] Patrick G. Salas, GE Consumer e Industrial, CT [M]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. (Alt. de Brian E. Rock)
Brian E. Rock, Hubbell Incorporated, CT [M] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. National Electrical Manufacturers Association Chester L. Sandberg, Shell Exploration & Production Inc.,
Ronald F. Schapp, Intertek Testing Services, OH [RT] CA [U]
Kenneth M. Shell, Tyco Thermal Controls, CA [M] (Alt. a Paulo Crivell)
Cobre Rep. Associação de Desenvolvimento Inc. Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers
(VL 426, 427) Gary L. Siggins, Underwriters Laboratories Inc., CA [RT]
Ronald Sweigart, E.I. duPont de Nemours & Company, Inc., (Alt. de Thomas V. Blewitt)
DE [U] Kam Fai Siu, Intertek, China [RT]
(VL para 422, 424, 426, 427, 682) (Alt. de Ronald F. Schapp)
Lee L. West, Newport Controls, LLC, CA [M]
Rep. Associação de Profissionais de Piscina & Spa
(VL 680)
Randy J. Yasenchak, IBEW local União 607, PA [L]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Sem direito a voto
Douglas A. Lee, EUA Consumer Product Safety Commission,
MD [C]
Suplentes (Alt. de Andrew M. Trotta)
Dennis L. Baker, Molas & Sons Electrical Contractors Andrew M. Trotta, EUA Segurança de Produtos ao Consumidor
Inc., AZ [IM] Comissão, MD [C]
(Alt. de Marcos Ramirez) (Alt. para Douglas A. Lee)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 18


Artigos 406, 410, 411, 600, 605

Michael N. Ber, Cadeira


IEC, Houston, TX [IM]
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.

Frederick L. Carpenter, Lithonia Lighting, GA [M] Sondra K. Todd, Westar Energy, Inc., KS [UT]
Rep. National Electrical Manufacturers Association Rep. Electric Light & Power Group / EEI
Paul Costello, NECA e IBEW local 90 JATC, CT [L] Charles M. Trout, Maron Electric Company, FL [IM]
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. National Electrical Contractors Association
Lee C. Hewitt, Underwriters Laboratories Inc., IL [RT] Jack Wells, Pass & Seymour / Legrand, NC [M]
Melvyn J. Kochan, Empresa Entrar jovem Electric, NV [M] Randall K. Wright, RKW Consulting, PA [SE]
Rep. Internacional Sinal Associação
(VL a 600) Suplentes
Steven A. Larson, MS Technology, Inc., TN [U] Steve Campolo, Leviton Manufacturing Company, Inc.,
Rep. Instituto de Inc., Elétrica & Electronics Engineers NY [M]
Amos D. Lowrance, Jr, Cidade de Chattanooga, Tennessee, (Alt. de Frederick L. Carpenter)
TN [E] Rep. National Electrical Manufacturers Association
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica Robert T. Carlock, R. T. Carlock Company, TN [IM]
Michael S. O'Boyle, Philips-Lightolier, MA [M] (Alt. de Michael N. Ber)
Rep. americana Iluminação Associação Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
(VL para 410, 411) Larry Chan, Cidade de Nova Orleans, LA [E]
James F. Pierce, Intertek Testing Services, ou [RT] (Alt. de Amos D. Lowrance, Jr.)
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica

70-20 Código Elétrico Nacional Edição 2011


Comitê Nacional do código elétrico

David D'Hooge, ComEd, IL [UT] Terry K. McGowan, Idéias de iluminação, Inc., OH [M]
(Alt. para Sondra K. Todd) (Alt. de Michael S. O'Boyle)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI Rep. americana Iluminação Associação
Richard D. Gottwald, Entrar Associação Internacional, VA [M] (VL para 410, 411)
(Alt. para Melvyn J. Kochan) Polvilhe Jesse, IBEW local 461, IL [L]
Rep. Internacional Sinal Associação (Alt. de Paul Costello)
(VL a 600) Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Charles S. Kurten, Underwriters Laboratories Inc., NY [RT] Chandresh Thakur, Intertek Testing Services, CA [RT]
(Alt. de Lee C. Hewitt) (Alt. para James F. Pierce)

CÓDIGO DE TOMADA DE PAINEL NO. 19


Artigos 545, 547, 550, 551, 552, 553, 555, 604, 675, e anexo D, Exemplos D11 e D12

Leslie Sabin-Mercado, Cadeira


San Diego Gas & Electric Company, CA [UT]
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

Barry S. Bauman, Alliant Energy, WI [U] Michael B. F. Atkinson, Kampgrounds da América, Inc.,
Rep. American Society of Agricultural & Biológica MT [U]
Engenheiros (Alt. com Doug Mulvaney)
Ron B. Chilton, Carolina do Norte Departamento de Seguros, (VL de 550, 551, 552, 555)
NC [E] William Bruce Bowman, Fox Systems, Inc., GA [IM]
Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica (Alt. a David W. Johnson)
Garry D. Cole, Shelby / Mansfield KOA, OH [U] Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc.
Rep. da Associação Nacional de Parques RV & Acampamentos Robert J. Fick, Alliant Energy, WI [U]
(VL de 550, 551, 552) (Alt. para Barry S. Bauman)
Steven R. Goodman, Alcan Cable, PA [M] Rep. American Society of Agricultural & Biológica
Rep. The Aluminum Association, Inc. Engenheiros
Bruce A. Hopkins, Associação Recreativa da Indústria de Veículos, John P. Goodsell, Hubbell Incorporated, CT [M]
VA [M] (Alt. de Timothy P. McNeive)
(VL de 550, 551, 552) Rep. National Electrical Manufacturers Association
D. Howard Hughes, Hughes Electric Company Inc., AR [IM] Kent Perkins, Recreação Veículo Industry Association, VA [M]
Rep. National Electrical Contractors Association (Alt. de Bruce A. Hopkins)
David W. Johnson, Centex IEC, TX [IM] (VL de 550, 551, 552)
Rep. Independentes Electrical Contractors, Inc. Raymond F. Tucker, Consulting Professional
Thomas R. Lichtenstein, Underwriters Laboratories Inc., Engenheiro / RADCO, CA [RT]
IL [RT] (Alt. Michael L. Zieman)
Timothy P. McNeive, Thomas & Betts Corporation, TN [M] (VL de 545, 550, 551, 552)
Rep. National Electrical Manufacturers Association Ronald D. Weaver, Jr., North Alabama Elétrica JATC,
Ronald Michaelis, South Bend & JATC Vicinity Elétrica, AL [L]
IN [L] (Alt. a Ronald Michaelis)
Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos Rep. Fraternidade internacional de trabalhadores elétricos
Doug Mulvaney, Kampgrounds of America, Inc., MT [U] Cari Williamette, Cidade de St. Paul, MN [E]
(VL de 550, 551, 552, 555) (Alt. de Ron B. Chilton)
Michael L. Zieman, RADCO, CA [RT] Rep. Associação Internacional de Inspetores de Elétrica
(VL de 545, 550, 551, 552) Eugene W. Wirth, Underwriters Laboratories Inc., WA [RT]
(Alt. de Thomas R. Lichtenstein)

Suplentes
Glenn H. Ankenbrand, Delmarva Power, MD [UT]
(Alt. a Leslie Sabin-Mercado)
Rep. Electric Light & Power Group / EEI

NFPA Pessoal Divisão Técnica de Engenharia Elétrica

William Burke, Gerente de Divisão Pessoal de apoio


Mark W. Earley, Engenheiro Eletricista chefe
Mark Cloutier, Engenheiro Elétrico Sênior Carol Henderson
Christopher Coache, Engenheiro Elétrico Sênior Mary Warren-Pilson
Jean A. O'Connor, Especialista em Projetos Elétrica / Suporte Kimberly Shea
Supervisor
Lee F. Richardson, Engenheiro Elétrico Sênior
Richard J. Roux, Especialista Sênior Elétrica Editores NFPA Pessoal
Jeffrey S. Sargent, Especialista Sênior Elétrica
Pamela Nolan
Kim Cervantes

Nota: Composição de uma comissão não deve, por si só constitui um endosso da Associação ou qualquer documento desenvolvido pela
o Comité de que o membro serve.
Âmbito Comitê: Esta comissão terá a responsabilidade primária de documentos sobre a minimização do risco de eletricidade como fonte de
choque elétrico e como uma fonte de ignição potencial de incêndios e explosões. Ele também será responsável por texto para minimizar a propagação
de incêndios e explosões, devido a instalações elétricas.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-21


90,1 ARTIGO 90 - INTRODUÇÃO

NFPA 70 nacional Electrotechnical Commission Padrão 60364-1,


Instalações Elétricas de edifícios.
Código Elétrico Nacional ®
Nota informativa: IEC 60364-1, Seção 131, contém
Edição 2011 princípios fundamentais da protecção de segurança que Encom-
passar proteção contra choques elétricos, proteção contra
efeitos térmicos, proteção contra sobrecorrente, proteção
NOTA IMPORTANTE: Este documento é feita NFPA
contra correntes de falta, e proteção contra sobretensão.
disponível para uso assunto para avisos importantes e legais Todos esses perigos potenciais são tratadas pelo exigem-
renúncias. Estes avisos e renúncias aparecer em todos os tos neste Código.
publicações em que o presente documento e podem ser encontrados
sob o título "Avisos importantes e isenções de responsabilidade
Referente aos Documentos da NFPA. "Eles também podem ser ob- 90,2 Scope.
mantida a pedido da NFPA ou visto em
www.nfpa.org / renúncias. (A) Coberto. Este Código abrange a instalação de equipamento eléctrico
condutores, equipamentos e pistas; sinalização e comuni-
municações condutores, equipamentos e pistas, e ópticos
cabos de fibra e pistas para o seguinte:
Esta edição de 2011 inclui a usabilidade seguinte FEA- (1) instalações públicas e privadas, incluindo edifícios, es-
turas como auxiliares para o usuário. Alterações que não são editorial estruturas, casas móveis, veículos de recreação e flutuantes
destaque com tons de cinza dentro de seções e com ver- edifícios
decisão estatística para grandes blocos de texto alterado ou novo e para (2) Yards, lotes, parques de estacionamento, carnavais, e sub-industrial
novas tabelas e alterados ou figuras novas. Sempre que um ou mais estações
parágrafos completos ter sido excluído, a exclusão é em- (3) Instalações de condutores e equipamentos que se conectam
indicadas por uma bala (•) entre os parágrafos que permanecem. para o fornecimento de energia elétrica
O índice agora tem estilo de dicionário com cabeçalhos útil (4) As instalações utilizadas pela concessionária de energia elétrica, tais como
identificadores no topo de cada página de índice. escritório
edifícios, armazéns, garagens, lojas de máquinas e
edifícios de recreio, que não são uma parte integrante de um
gerando centro da planta, subestação, ou controle.

ARTIGO 90
Introdução (B) Não Coberto. Este Código não cobre o seguinte:
(1) Instalações em navios, embarcações flutuantes que não construir-
mentos, material circulante ferroviário, aeronaves ou veículos automotores
90,1 Propósito. diferente casas móveis e veículos de recreio

(A) Prático Salvaguarda. O objectivo da presente Código é


a prática salvaguarda de pessoas e bens de Nota informativa: Embora o âmbito da presente Código in-
vão indica que o Código não cobre as instalações em navios,
riscos decorrentes da utilização de energia elétrica.
partes desta Código são incorporadas por referência a
Título 46, Código de regulamentos federais, Peças 110-113.
(B) A adequação. Este Código contém disposições que são con-
derado necessário para a segurança. Seu cumprimento e (2) instalações subterrâneas em minas e auto-propelido
adequados resultados de manutenção em uma instalação que é essen- máquinas de mineração móvel superfície e sua assistente
potencialmente livre de perigo, mas não necessariamente eficiente, conve- cabo arrastado elétrica
nient, ou adequada para um bom serviço ou futura expansão (3) Instalações de ferrovias para a transformação, geração,
utilização eléctrica. transmissão ou distribuição de energia utilizada exclusivamente
para a operação do material circulante ou instalações utilizados ex-
clusivamente para fins de sinalização e comunicação
Nota informativa: Perigos muitas vezes ocorrem por causa do excesso de (4) instalações de equipamentos de comunicações no âmbito do
carregamento de sistemas de cablagem por métodos ou de uso não em con- controle exclusivo de utilitários de comunicações localizadas
formidade com a presente Código. Isso ocorre porque a fiação inicial ao ar livre ou em espaços de construção utilizados exclusivamente para
não prevê aumentos no uso de energia elétrica. Um tais instalações
instalação adequada inicial e disposições razoáveis para (5) Instalações sob o controle exclusivo de um elétrico
mudanças no sistema prever futuros aumentos no uso de utilitário onde tais instalações
eletricidade.

(C) A intenção. Este Código não pretende ser um projeto de es-


ficação ou um manual de instruções para pessoas sem formação.
um. Consistem de gotas de serviço ou laterais de serviço, e as-
(D) Relação com outras normas internacionais. A re- medição associada, ou
sitos neste Código abordar os princípios fundamentais b. Estão no imóvel de propriedade ou arrendados pelo elétrica
de proteção para segurança contidas na Seção 131 da Inter- utilidade para fins de comunicação, medição,

70-22 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 90 - INTRODUÇÃO 90,5

geração, controlo, transformação, transmissão, ou


Capítulo 1 - Geral
distribuição de energia elétrica, ou
c. Estão localizados em servidões legalmente estabelecidas ou Capítulo 2 - Fiação e Proteção Aplica-se geralmente
direitos de passagem, ou para todos eléctrica
d. Estão localizados por outros acordos escritos ou des- Capítulo 3 - Métodos de Fiação e Materiais instalações
ignated por ou reconhecidos por serviços públicos comissionados
sões, comissões de serviços públicos, ou agên-regulamentar outros Capítulo 4 - Equipamentos de Uso Geral
cias com jurisdição para essas instalações. Estes
acordos escritos deve ser limitada às instalações
para fins de comunicação, medição, gen- Capítulo 5 - Espaços de Especiais
ção, controle, transformação, transmissão, ou
distribuição de energia elétrica nos casos legalmente estabeleci- Suplementos ou modifica Capítulo 6 - Equipamentos Especiais
Capítulos 1 a 4
servidões não publicados ou de direitos de passagem não pode ser ob-
Capítulo 7 - Condições Especiais
mantida. Estas instalações devem ser limitadas a federal
terras, reservas indígenas, através da
EUA Departamento do Interior Bureau of Indian
Capítulo 8 não está sujeito
Assuntos, bases militares, terras controladas pela porta au- com os requisitos do
toridades e agências estatais e departamentos, e Os capítulos 1 a 7, exceto
Capítulo 8 - Sistemas de Comunicação onde os requisitos são
terras de propriedade de ferrovias.
especificamente referenciados nas
Capítulo 8.
Capítulo 9 - Tabelas Aplicável como referenciado

Anexo Informativo de A a Apenas informativo;


Informativo anexo I não obrigatório
Nota informativa para (4) e (5): Exemplos de utilitários podem
compreende as entidades que são normalmente designados ou reconhecidos
por lei ou regulamentação governamental pelo serviço público / utilidade com-Figura 90,3 Arranjo Código.
missões e que instalar, operar e manter o fornecimento elétrico
(Tais como geração, transmissão, ou distribuição) ou
sistemas de comunicação (como telefone, TV cabo, Internet, sentou-
Ellite, ou serviços de dados). Utilitários podem estar sujeitos ao cumprimento
com os códigos e padrões que cobrem suas actividades regulamentadas como
adoptados em lei ou regulamentação governamental. Infor-adicional
informações podem ser encontrados através de consulta com o apropriado
órgãos governamentais, como o Estado, as comissões reguladoras 90,4 Enforcement. Este Código destina-se a ser adequados
Federal Energy Regulatory Commission, eo Federal Com- de aplicação obrigatória pelos órgãos governamentais que o ex-
Comissão Federal de Comunicações. ercise jurisdição legal sobre instalações elétricas, incluindo-
ção de sinalização e de sistemas de comunicação, e para ser usado por
inspetores de seguros. A autoridade com jurisdição para
(C) uma autorização especial. A autoridade com jurisdição a execução da Código tem a responsabilidade de fazer
para impor essa Código pode conceder exceção para a instala- interpretações das regras, para decidir sobre a aprovação da
mento de condutores e equipamentos que não estão sob o equipamentos e materiais, e para a concessão do especial por
controlo exclusivo das empresas de energia elétrica e são usados para missão contemplado em algumas das regras.
ligar o sistema de abastecimento eléctrico para o serviço de utilidade Com a permissão especial, a autoridade com jurisdição
condutores das instalações servido, desde que tal ins- pode dispensar os requisitos específicos nesta Código ou permitir
ções são do lado de fora de um edifício ou estrutura, ou terminar dentro métodos alternativos onde é assegurado que equivalente ob-
mais próximo do ponto de entrada dos condutores de serviço. tivos podem ser alcançados através do estabelecimento e manutenção
segurança eficaz.
Este Código pode exigir novos produtos, construções, ou
materiais que podem não estar disponíveis no momento em que o Código
90,3 Arranjo Código. Este Código é dividida em é adotado. Nesse caso, a autoridade com jurisdição
introdução e nove capítulos, como mostrado na Figura 90,3. pode permitir a utilização dos produtos, construções, ou mate-
Capítulos 1, 2, 3, e 4 são geralmente aplicáveis, capítulos 5, 6 e riais que cumpram com a mais recente edição anterior
7 aplicam-se ocupações especiais, equipamentos especiais, ou outros este Código adoptada pela jurisdição.
condições especiais. Estes últimos capítulos completar ou alterar
as regras gerais. Os capítulos 1 a 4, com excepção de como
alterada pela capítulos 5, 6 e 7 para as condições particulares.
Capítulo 8 abrange os sistemas de comunicações e não é sub-
ject para os requisitos dos capítulos 1 a 7, excepto quando
os requisitos são especificamente mencionado no Capítulo 8. 90,5 regras obrigatórias, Regras permissivas e explicações
Capítulo 9 é composto por tabelas que são aplicáveis a referir- Material de história.
ciada.
Anexos informativos não fazem parte das exigências do (A) regras obrigatórias. Normas imperativas da presente Código são
este Código mas estão incluídos apenas para fins informativos. aqueles que identificam as ações que são especificamente necessárias ou
proibida e caracterizam-se pela utilização dos termos
deve ou não deve.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-23


90,6 ARTIGO 90 - INTRODUÇÃO

(B) as regras permissivas. Regras permissivas deste Código são ing parágrafo e que exige adequação para instalação em
aqueles que identificam as ações que são permitidas, mas não exigido, conformidade com o presente Código.
são geralmente utilizados para descrever as opções ou alternativas meth-
ods, e são caracterizados pelo uso dos termos serão Não. Nota Informativa 1: Consulte os requisitos em 110,3.
permitido ou não deve ser necessário.
Não. Nota Informativa 2: Listado é definido no artigo 100.
Não. Nota Informativa 3: Anexo Informativo A contém
(C) material explicativo. Material explicativo, como uma lista informativa de normas de segurança para produtos elétricos
referências a outros padrões, referências a seções relacionadas equipamento.
desse Código, ou informações relacionadas a um Código Regra geral, é in-
incluídos nesta Código sob a forma de notas de informação.
Tais notas são apenas informativos e não são aplicáveis 90,8 Planejamento fiação.
como requisitos desta Código.
Suportes que contêm referências de seção para outra NFPA (A) a expansão futura e conveniência. Planos e especificações de
documento são apenas para fins informativos e são pro- cátions que oferecem amplo espaço em bandejas, canaletas, pistas de
vided como um guia para indicar a origem do texto extraído. reposição,
Essas referências entre parênteses imediatamente após o ex- e espaços adicionais permitem para futuros aumentos de elétrica
atraídos texto. potência e os circuitos de comunicações. Os centros de distribuição Lo-
cados em locais prontamente acessíveis oferecem conveniência e
segurança da operação.

(B) Número de circuitos em gabinetes. É outra pró-


Nota informativa: O formato ea linguagem utilizada neste vided neste Código que o número de fios e circuitos de con-
Código segue as diretrizes estabelecidas pela NFPA e-pub
multado em um único gabinete varyingly ser restrito. Limitando o
publicado no NEC Manual de Estilo. Cópias deste manual pode
ser obtido a partir da NFPA.
número de circuitos em um único compartimento minimiza os efeitos
a partir de um curto-circuito ou de falha de terra de um circuito.

(D) os anexos informativos. Informações nonmandatory


em relação ao uso do NEC é fornecida no informativo 90,9 unidades de medida.
anexos. Anexos informativos não são parte da impor-
requisitos capazes de o NEC, mas são incluídos para infor- (A) Sistema de Medição de preferência. Para efeitos
mação fins apenas. desse Código, unidades métricas de medição estão em con-
dançar com o sistema métrico modernizado conhecido como o
Sistema Internacional de Unidades (SI).
90,6 interpretações formais. Para promover a uniformidade de
interpretação e aplicação das disposições do presente
Código, procedimentos formais de interpretação foram estabele- (B) Sistema Dual de Unidades. Unidades SI deve aparecer em primeiro
cido e são encontrados nos regulamentos NFPA BCE lugar, e
Comitê de Projetos. polegada-libra unidades segue-se imediatamente entre parênteses.
A conversão de unidades de polegada-libra para unidades do SI será
, baseado na conversão rígido com excepção do previsto em 90,9 (C).
90,7 Exame de Equipamentos para Segurança. Para específico (C) Permitida Usos de Conversão Soft. Os casos dadas
itens de equipamentos e materiais referidos no presente Código, em 90,9 (C) (1) a (C) (4), não deve ser necessário usar rígido
exames para a segurança feita em condições normais conversão e deve ser permitida a utilização de conversão suave.
fornecer uma base para a aprovação onde a gravação é feita gen-
ralmente disponível através de promulgação por organizações
(1) Tamanhos Comércio. Onde o tamanho real medido de um pro-
devidamente equipados e qualificados para o teste experimental,
duto não é o mesmo que o tamanho nominal de tamanho comercial, desig-
inspeções da execução das mercadorias nas fábricas, e em serviço
res devem ser utilizados, em vez de dimensões. Práticas comerciais
determinação do valor por meio de inspeções de campo. Isto evita
deve ser seguido em todos os casos.
a necessidade de repetição de exames por diferentes
examinadores, freqüentemente com instalações inadequadas para tal
trabalho, e da confusão que resultaria de conflito (2) Extraído Material. Sempre que o material é extraído
relatórios sobre a adequabilidade de dispositivos e materiais examinados outra norma, no contexto do material original deve
para um determinado fim. não ser comprometida ou violada. Qualquer edição do ex-
É a intenção deste Código que instalado de fábrica inter- atraídos texto deve limitar-se a fazer o estilo consistente
nal de fiação ou na construção de equipamento não precisa de ser com a do NEC.
inspeccionado no momento da instalação do equipamento, ex-
conceito de detectar alterações ou danos, se o equipamento tem
foram listadas por um laboratório qualificado elétrica que é (3) práticas da indústria. Onde prática do mercado é ex-
reconhecidas como tendo as instalações descritas no prece- unidades de imprensa em polegada-libra unidades, a inclusão de unidades SI
não deve ser necessário.

(4) Segurança. Quando um impacto negativo na segurança seria re-


conversão, sultado mole deve ser utilizado.

70-24 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 90 - INTRODUÇÃO 90,9

(D) Conformidade. Conversão de polegada-libra unidades SI tamanhos que pode ou não pode ser intercambiável com o
unidades devem ser autorizados a ser uma conversão aproximada. tamanhos utilizados na medição original. Conversão suave é
Conformidade com os números mostrados tanto no sistema SI- considerada uma conversão directa matemático e envolve uma
TEM ou o sistema de polegada-libra constituirá cumprimento alterar a descrição de uma medida existente mas
com esta Código. não na dimensão real.

Nota Informativa No. 2: SI conversões são baseadas


IEEE / ASTM SI 10-1997, Padrão para o uso da Inter-
Não. Nota Informativa 1: conversão rígido é considerado Sistema Nacional de Unidades (SI): o moderno sistema métrico.
uma mudança nas dimensões ou propriedades de um item no novo

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-25


CAPÍTULO 1 ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES

Capítulo 1 General

mídia. Askarels de vários tipos de composição são utilizados.


ARTIGO 100 Sob condições de arco, os gases produzidos, enquanto que consistem-
ção de cloreto de hidrogénio predominantemente não combustível,
Definições pode incluir diferentes quantidades de gases combustíveis, depende-
ção do tipo ascarel.
Escopo. Este artigo contém apenas as definições essenciais
para a correcta aplicação do presente Código. Não se destina a Plugue (Plug Cap) (Plug). Um dispositivo que, por
incluem comumente definida termos gerais ou comumente de- inserção num receptáculo, estabelece uma ligação entre
multado termos técnicos de códigos e normas relacionadas. Em os condutores do cabo flexível ligado e o condu-
em geral, apenas os termos que são usados em dois ou mais res ligado permanentemente ao receptáculo.
artigos são definidos no artigo 100. Outras definições são
incluído no artigo em que são utilizados, mas podem ser
referenciada no artigo 100. Autoridade com jurisdição (AHJ). Uma organização,
Parte I deste artigo contém definições destinadas a responsável, escritório ou individual para fazer cumprir a exigir-
aplicam-se sempre que os termos são usados ao longo deste Código. mentos de um código ou padrão, ou pela aprovação de equipamentos,
A Parte II contém definições aplicáveis apenas para as partes do materiais, uma instalação, ou um procedimento.
artigos especificamente para instalações e equipamentos
operando a mais de 600 volts, nominal. Nota informativa: A frase autoridade "ter jurisdição,
ção ", ou a sua sigla AHJ, é usado em documentos da NFPA numa
forma ampla, desde jurisdições e agências de aprovação
variar, assim como as suas responsabilidades. Sempre que a segurança
pública é
I. Geral primária, a autoridade com jurisdição pode ser um federal,
estado, o departamento local, ou outro regional ou individual, tais
Acessível (como aplicado a equipamentos). Admitindo perto como um chefe dos bombeiros, bombeiros, chefe de uma prevenção de
abordagem, não protegida por portas trancadas, elevação ou outros incêndios bu-
meios eficazes. reau, trabalho, departamento ou departamento de saúde; edifício ofi-
social; inspetor eléctrico, ou outros com estatutária autor
dade. Para fins de seguro, inspecção seguro
Acessível (como aplicado a métodos de fiação). Capaz de departamento, classificação bureau, ou companhia de seguros outro
sendo removido ou expostos sem danificar o edifício representante de-
estrutura ou acabamento ou não permanentemente fechada em pelo-estrutura sentante pode ser a autoridade com jurisdição. Em
tura do acabamento do prédio. muitas circunstâncias, o proprietário do imóvel ou seu des-
ignated agente assume o papel de a autoridade com ju-
Acessível, facilmente (facilmente acessível). Capaz de ser- risdiction; nas instalações do governo, o comandante do-
ing alcançado rapidamente para a renovação da operação, ou inspeções ficer ou funcionário do departamento pode ser a autoridade com
sem a necessidade de aqueles a quem o pronto acesso é requisito Automática.
jurisdição. Executar a função, sem a necessidade de
a subir mais ou remover obstáculos ou recorrer a portátil intervenção humana.
escadas, e assim por diante.
Banheiro. Uma área que inclui uma bacia, com uma ou mais das
o seguinte: um vaso sanitário, um mictório, uma banheira, um chuveiro, um
Ampacidade. A corrente máxima, em amperes, de que um con- bidé ou
ductor podem transportar continuamente sob as condições de utilização semelhantes encanamentos.
sem exceder sua classificação de temperatura.
Bonded (ligação). Ligado a estabelecer con-eléctricos
tinuidade e condutividade.
Aparelho. Equipamento de utilização, em geral, a não ser em-
dustrial, que é normalmente construído em dimensões normalizadas ou tipos
e é instalado ou conectado como uma unidade para executar uma ou Condutor de ligação ou Jumper. Um condutor de confiança para
mais funções, como lavar roupas, ar condicionado, garantir a condutividade eléctrica requerida entre o metal
alimento de mistura, fritar, e assim por diante. peças necessárias para ser ligado electricamente.

Jumper de ligação, Equipamento. A conexão entre dois


Aprovado. Aceitável para a autoridade com jurisdição.
ou mais porções de condutor de protecção.
Arc Fault-Interruptor de Circuito (AFAC). Um dispositivo destinado
para fornecer proteção contra os efeitos de falhas de arco por rec- Jumper de ligação, Principal. A conexão entre o
características únicas nhecer a formação de arco e por função- condutor do circuito aterrado e do aterramento do equipamento
ção para desenergizar o circuito quando uma falha de arco é detectado. condutor no serviço.

Ascarel. Um termo genérico para um grupo de nonflammable syn- Jumper, Bonding System. A conexão entre o
anestésicos hidrocarbonetos clorados utilizados como isolamento eléctrico condutor do circuito aterrado e da ligação do lado da oferta

70-26 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES CAPÍTULO 1

ligação em ponte, ou o condutor de protecção, ou ambos, a um Definição (de disjuntores). O valor do tempo, atual, ou
derivado separado do sistema. ambos, em que um disjuntor ajustável está definido para viagem.

Circuito ramo. Os condutores do circuito entre a final Closet roupas. Um quarto para não-habitável ou espaço destinado
dispositivo de sobrecorrente que protege o circuito e a saída (s). principalmente para armazenamento de roupas e vestuário.

Circuito ramo, Appliance. Um circuito elétrico que abastece Equipamentos de comunicação. O equipamento eletrônico
energia para uma ou mais saídas para o qual os aparelhos devem ser que executa as operações de telecomunicações para o
ligado e que não tenha permanentemente ligado lumi- transmissão de áudio, de vídeo e de dados, e inclui poder
tionários que não fazem parte de um aparelho. equipamento (por exemplo, dc conversores, inversores e baterias) e
equipamentos de suporte técnico (por exemplo, computadores).
Circuito ramo, General-Purpose. Um circuito derivado
fontes de dois ou mais recipientes ou saídas para iluminação e Escondido. Tornado inacessível pela estrutura ou acabamento
aparelhos. do edifício. Fios em pistas ocultas são consi-
rado ocultado, mesmo que eles podem tornar-se acessíveis
Circuito ramo, Individual. Um circuito elétrico que abastece retirando-os.
apenas um equipamento de utilização.
Condutor, Bare. Um condutor não ter cobertura ou elec-
Circuito ramo, multipolar. Um circuito de derivação que consiste isolamento trical qualquer.
de dois ou mais condutores aterrados que têm uma tensão
entre eles, e um condutor ligado à terra que tem igual Condutor, Coberto. Um condutor envolto no material
tensão entre este e cada um dos condutores sem ligação à terra do da composição ou espessura que não é reconhecida por este
circuito e que está ligado à terra ou neutro Código como isolamento elétrico.
condutor do sistema.
Condutor, isolado. Um condutor encaixada dentro de companheiro de
Edifício. Uma estrutura que está sozinho ou que é cortada rial de composição e espessura que é reconhecido por este
Código como isolamento elétrico.
a partir de estruturas adjacentes por paredes corta-fogo com todas as aberturas
nele protegido por portas corta-fogo aprovados.
Corpo Conduit. Uma porção separada de uma conduta ou tubagem
Gabinete. Um gabinete que é projetado para qualquer superfície sistema que permite o acesso através de uma tampa amovível (s)
montagem ou montagem embutida e está provido de uma moldura, para o interior do sistema a uma junção de duas ou mais
tapete, ou guarnição em que uma porta de vaivém ou portas são ou podem secções do sistema ou a um ponto terminal do sistema.
ser pendurado. Tais como caixas de FS e FD ou maior fundido ou de chapa metálica
caixas não são classificados como corpos de conduíte.
Circuit Breaker. Um dispositivo projetado para abrir e fechar uma
por meio do circuito não automática e para abrir o circuito au- Pressão conector, (Solda). Um dispositivo que determina
maticamente numa sobrecorrente predeterminado sem danos uma ligação entre dois ou mais condutores, ou entre
para si mesmo quando devidamente aplicadas, na sua classificação. um ou mais condutores e um terminal por meio de me-
pressão mecânica e sem o uso de solda.
Nota informativa: O meio de abertura automática pode ser
atuação, integrante direto com o disjuntor, ou remoto Carga contínua. A carga em que a corrente máxima é
a partir do disjuntor. deverá continuar durante 3 horas ou mais.

Regulável (como aplicado a disjuntores). A qualificação Controlador. Um dispositivo ou grupo de dispositivos que serve para
prazo, indicando que o disjuntor pode ser definido para a viagem controlar, de alguma maneira pré-determinada, a potência eléctrica
vários valores de tempo, a corrente, ou ambos, dentro zona determinada- entregue no aparelho ao qual ele está ligado.
minado intervalo.
Unidade de cozinha, Counter-Montado. Um aparelho de cozinha
Viagem instantânea (como aplicado a disjuntores). A concebido para ser montado dentro ou sobre um contador e que consiste em
qualificativo que indica que há atraso é propositadamente intro- um ou mais elementos de aquecimento, fiação interna, e built-in
zido na acção de disparo do disjuntor do circuito. ou controles montáveis.
Tempo inverso (como aplicado a disjuntores). A qualificação
termo que indica que não é intencionalmente introduzido um atraso na Coordenação (seletiva). A localização de uma sobrecorrente
a acção de disparo do disjuntor, o que demora de- condição para restringir interrupções no circuito ou equipamento
vincos como a magnitude dos aumentos de corrente. afectada, realizado pela escolha de sobrecorrente protec-
dispositivos tivos e suas classificações ou definições.
Não ajustável (como aplicado a disjuntores). A quali-
ficação termo que indica que o disjuntor de circuito não tiver Revestido de cobre condutores de alumínio. Condutores desenhado
qualquer ajuste para alterar o valor da corrente na qual ele será a partir de uma haste de alumínio revestido de cobre com o cobre
viagem ou o tempo necessário para o seu funcionamento. METALLUR-
macologicamente ligado a um núcleo de alumínio. O cobre formam uma

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-27


CAPÍTULO 1 ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES

mínimo de 10 por cento da área da secção transversal de um energia elétrica para as cargas ligadas, que são externos ao
condutor sólido ou cada fio de um condutor encalhado. e não é controlado por um sistema interativo.

Entalhe Caixa. Um gabinete projetado para montagem em superfície Fechado. Rodeado por um caso, habitação, cerca ou muro (s)
que tem balançando portas e coberturas garantidos diretamente para e que impede que pessoas de acidentalmente entrar em contato com ener-
telescópico com as paredes da caixa adequada. gized partes.

Frente mortos. Sem partes vivas expostas a uma pessoa no Gabinete. A caixa ou alojamento de aparelho, ou a cerca
lateral de funcionamento do equipamento. ou paredes em torno de uma instalação para evitar que o pessoal
acidentalmente entrar em contato com as partes energizadas ou para proteger
o equipamento de danos físicos.
Fator de demanda. A razão entre a demanda máxima de um
sistema, ou parte de um sistema, para a carga total de um ligado
do sistema ou a parte do sistema em consideração. Nota informativa: Ver Tabela 110,28 para exemplos de en-
tipos de fecho.
Dispositivo. Uma unidade de um sistema eléctrico que transporta ou con- Energizado. Ligado electricamente a, ou seja, uma fonte de
troles de energia elétrica como sua principal função. tensão.

Meios de desconexão. Um dispositivo, ou grupo de dispositivos, ou Equipamento. Um termo geral, incluindo acessórios, dispositivos, apli-
outros meios através dos quais os condutores de um circuito pode ser lhos, luminárias, aparelhos, máquinas e outros semelhantes utilizados como
desconectado de sua fonte de alimentação. um
parte de, ou em ligação com, uma instalação eléctrica.
Dusttight. Construído de modo a que o pó não vai entrar no en- Equipamento à prova de explosão. Equipamentos dentro de uma caixa
fechando caso sob condições de teste especificadas. que é capaz de resistir a uma explosão de um gás especificado
ou vapor, que pode ocorrer dentro de si e de evitar a igni-
Duty, contínua. Funcionamento a uma substancialmente constante ção de um gás ou vapor especificado que envolve o invólucro através
carregar por um tempo indefinidamente longo. faíscas, flashes, ou a explosão do gás ou vapor, dentro e
que opera a uma temperatura externa de que um-surround
Duty, intermitente. Operação de intervalos alternados de (1) ing atmosfera inflamável não será acesa assim.
carga e sem carga, ou (2) de carga e de repouso, carga, ou (3), sem carga,
e descanso.
Nota informativa: Para mais informações, consulte ANSI / UL
1203-2006, À prova de explosão e de Pós-prova de ignição Electri-
Duty, Periódica. Operação intermitente, em que a carga cal equipamentos para uso em perigosos (classificados).
condições são regularmente recorrente.
Exposto (como aplicado a partes vivas). Capaz de ser in-
Duty, de curto tempo. Funcionamento a uma substancialmente constante advertently tocou ou se aproximou mais perto do que um dis-safe
carregar para uma curta e definitiva vez, especificado. cia por uma pessoa. É aplicado a partes que não são adequadamente
guardado, isolado, ou isoladas.
Duty, Variando. Operação em cargas, e em intervalos de
tempo, ambos os quais podem estar sujeitos a uma grande variação. Exposto (como aplicado a métodos de fiação). Ou fixado
para a superfície ou por trás de painéis destinados a permitir o acesso.
Habitação, uma família. Uma construção que consiste unicamente em
uma unidade de habitação. Externamente operável. Capaz de ser operado sem
expondo o operador para entrar em contato com as partes vivas.
Habitação, Bi-Familiar. Uma construção que consiste unicamente em
duas unidades de moradia. Alimentador. Todos os condutores do circuito entre o serviço de equi-
mento, a fonte de um sistema separado, ou outros
Habitação, multifamiliares. Uma construção que contém três ou fonte de alimentação e da final ramo circuito de sobrecorrente-
mais unidades habitacionais. alugar dispositivo.

Festoon Iluminação. Uma seqüência de luzes ao ar livre que é sus-


Unidade de habitação. Uma única unidade, proporcionando completa e in-
instalações de vida dependentes de uma ou mais pessoas, inclu- pended entre dois pontos.
ção disposições permanentes para viver, dormir, cozinhar e
saneamento. Montagem. Um acessório como uma contraporca, casquilho, ou outros
parte de um sistema de cablagem que se destina principalmente à per-
formar uma mecânica, em vez de uma função eléctrica.
Sinal elétrico. A, fixo, parado, ou portátil auto-suficiente
equipamento de utilização eletricamente iluminado com palavras ou
Garagem. Um edifício ou parte de um edifício no qual um ou
símbolos desenhados para transmitir informações ou atrair a atenção.
mais auto-propulsão de veículos pode ser mantido para venda, uso,
armazenamento,
Produção de energia elétrica e rede de distribuição. idade, aluguer, reparação, exposição, ou para fins de demonstração.
Equipamentos de produção de energia, distribuição e utilização Nota informativa: Para garagens comerciais, reparação e
e instalações, tais como sistemas de energia elétrica que entregam armazenamento, consulte o artigo 511.

70-28 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES CAPÍTULO 1

Chão. O Terra. capa de aproximação ou contato por pessoas ou objetos a um ponto


de perigo.
Falha chão. Um não intencional, eletricamente condutora
conexão entre um condutor não aterrado de um electricista Quarto. Uma vida acomodação combinando, sono
cal circuito e normalmente não de transporte de corrente condu- ção, sanitárias e instalações de armazenamento dentro de um compartimento.
tores, caixas metálicas, bandejas, canaletas, metálico equipar-
mento, ou terra. Guest Suite. Um alojamento com dois ou mais con-
quartos tiguous compreendendo um compartimento, com ou sem
portas entre essas salas, que fornece dormir vivo,,
Terra (aterramento). Conectado (conexão) para
sanitário, de armazenamento e instalações.
solo ou a um corpo condutor que se estende para o chão
ligação.
Caixa Handhole. Um gabinete para uso em metro
Aterrado, solidamente. Ligado à terra sem inserir sistemas, providos de um fundo aberto ou fechado, e de tamanho
qualquer resistência ou dispositivo de impedância. permitir ao pessoal para chegar em, mas não entra, para o ob-
pose de instalação, operação ou manutenção de equipamento ou
fiação ou ambos.
Fundamentada condutor. Um condutor de sistema ou circuito que
é intencionalmente aterrado.
Via de elevação. Ver-Qualquer shaftway, escotilha, buraco bem, ou outro
Falha de Terra-disjuntor (GFCI). Um dispositivo de in- tical de abertura ou espaço em que um elevador ou dumbwaiter
tendia para a protecção do pessoal que funciona para de- é projetado para operar.
energizar um circuito ou parte dela dentro de uma estabelecida
período de tempo em que a corrente para o solo exceder os valores
estabelecidos para a Classe A de dispositivo. Identificadas (como aplicado a equipamento). Reconhecível como
adequado para a finalidade específica, função, uso, ambiente de
mento de aplicação, e assim por diante, em que descrito num par-
Nota informativa: classe A do circuito de falta à terra interromper- cular Código requisito.
ERS viagem quando a corrente à terra é 6 mA ou superior e
não viagem quando a corrente para a terra é inferior a 4 mA.
Nota informativa: Alguns exemplos de formas de determinar
Para mais informações, ver UL 943, Padrão para a terra-
adequação dos equipamentos para uma finalidade específica, meio
Circuito interruptores de faltas.
ambiente,
ou aplicação incluem investigações por um teste qualificado
Falta à terra Proteção de Equipamentos. Um sistema in- laboratório (listagem e rotulagem), uma agência de inspecção, ou outro
tendiam a fornecer proteção de equipamentos de danificar organizações preocupadas com a avaliação do produto.
linha-terra por correntes de falha operacional para causar uma desco-
Em vista de (à vista de, à vista).
necting significa abrir todos os condutores não aterrados do
Onde esta Código especifica que um equipamento deve ser "em
falha de circuito. Esta proteção é fornecida nos níveis atuais menos
vista a partir de "," à vista de ", ou" à vista ", e
do que as necessárias para proteger os condutores de danos
assim por diante, um outro equipamento, o equipamento especificado é para
mediante a operação de um dispositivo de alimentação do circuito de
ser
sobrecorrente.
visível e não superior a 15 m (50 pés) de distância a partir do outro.

Condutor de aterramento, Equipamentos (EGC). A-condutores Sistema Interativo. Um sistema de produção de energia elétrica
tiva caminho (s) instalada para ligar normalmente não corrente admissível que está a funcionar em paralelo e capazes de entregar
partes metálicas do equipamento e, juntamente com o sistema ligado à terraenergia para um sistema de abastecimento eléctrico primário fonte.
condutor ou para o condutor do eléctrodo de ligação à terra, ou ambos.
Interromper Rating. A maior corrente na tensão nominal
Não. Nota Informativa 1: É reconhecido que a equi- que é identificado um dispositivo para interromper sob teste padrão
mento condutor de aterramento também realiza a ligação. condições.
Nota Informativa n º 2: Veja 250,118 para uma lista de aceitar-
condutores de aterramento capazes de equipamentos. Nota informativa: Equipamento destinado a interromper cur-
alugar a outra do que os níveis de falhas pode ter sua interrompendo
Eletrodo de aterramento. Um objeto condutor através do qual Avaliação implícita em outras classificações, como potência ou
bloqueado corrente do rotor.
uma ligação directa à terra é estabelecida.
Intersystem Rescisão Bonding. Um dispositivo que pro-
Condutor de aterramento do eletrodo. Um condutor utilizado para
porciona um meio para ligação de condutores de ligação para com-
ligar o condutor de terra do sistema ou do equipamento a
municações sistemas para o sistema de eletrodo de aterramento.
um eletrodo de aterramento ou a um ponto da terra elec-
trode sistema.
Isolado (conforme aplicado a localização). Não é facilmente acessível
para pessoas, salvo meios especiais de acesso são usados.
Guardado. Coberto, blindado, cercado, fechado, ou outros-
sábios protegidos por tampas de adequados, tripas, barri- Cozinha. Uma área com uma pia e disposições permanentes para
dores, calhas, telas, tapetes, ou plataformas para remover a probabili- preparação de alimentos e cozinhar.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-29


CAPÍTULO 1 ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES

Rotulado. Equipamentos ou materiais a que tem estado na- Metal-fechado Power Switchgear. A manobra assem-
extraí uma etiqueta, símbolo ou outra marca identificadora de um Bly completamente fechado por todos os lados e cubra com folha
organização que seja aceitável para a autoridade com juris- metal (exceto aberturas de ventilação e inspeção win-
dicção e preocupado com a avaliação do produto, que principal- dows) e circuito de alimentação primária contendo comutação, in-
tém inspecção periódica de produção de rotulado equi- terrupting dispositivos, ou ambos, com ônibus e conexões.
pamentos ou materiais, e por cuja rotulagem do fabricante A montagem pode incluir dispositivos de controlo e auxiliares. Ac-
indica a conformidade com os padrões apropriados ou desem- cesso para o interior do invólucro é fornecido através de portas,
mance da forma especificada. tampas removíveis, ou ambos. Metal-fechado manobra poder
está disponível em arco não-resistentes ou de arco-resistente construções.

Iluminação Outlet. Uma tomada destinada à conexão direta-


ção de um suporte da lâmpada ou luminária. Motor Control Center. Um conjunto de um ou mais en-
seções fechadas ter um barramento de energia comum e princí-
Listados. Equipamentos, materiais ou serviços incluídos em uma lista pally contendo unidades de controle de motor.
publicado por uma organização que é aceitável para a au-
ridade competente e preocupada com a avaliação
de produtos ou serviços, que mantém a inspecção periódica Multioutlet Assembleia. Um tipo de superfície, lavar, ou livre-
de produção de equipamentos listados ou materiais ou periódica pé pista projetado para manter os condutores e recep-
lista de avaliação de serviços, e cuja afirma que quer tacles, montado no campo ou na fábrica.
o equipamento, material ou serviço apropriado encontra des-
ignated padrões ou que tenha sido testado e adequado para Condutor neutro. O condutor ligado à neu-
uma finalidade especificada. tral ponto de um sistema que se destina a transportar corrente em
condições normais.

Ponto neutro. O ponto comum em uma estrela de conexão em


Nota informativa: O meio para identificar listado
equipamento pode variar para cada organização em causa, com um sistema polifásico ou ponto médio em uma única fase, 3 fios
avaliação de produtos, alguns dos quais não reconhecem equipar- sistema, ou ponto central de uma porção de uma única fase de um 3-fases
volvimento, conforme listado a menos que seja também rotulado. O uso do delta sistema, ou um ponto médio de uma de 3 fios, sistema de corrente
sistema contínua.
empregado pela organização de listagem permite que a autoridade
Nota informativa: No ponto neutro do sistema, o
competente para identificar um produto listado.
soma vectorial das tensões nominais de todas as outras fases
Peças viver. Componentes condutores energizados. dentro do sistema que utilizam o neutro, com respeito ao
ponto neutro, é zero potencial.
Localização, Umidade. Locais protegidos das intempéries e
não sujeita a saturação com água ou outros líquidos, mas Não automática. Necessidade de intervenção humana para realizar uma
sujeito a graus moderados de humidade. Exemplos de tais função.
locais incluem locais parcialmente protegidos sob Cano-
tortas, toldos, telhados varandas abertas, e locais como,
Carga não-linear. A carga cuja forma da onda do
e locais interiores sujeitos a graus moderados de humi-
steady-state de corrente não segue a forma de onda do
tura, como algumas caves, alguns celeiros, e alguns-frio
aplicada tensão.
armazéns.

Nota informativa: O equipamento electrónico, electronic/electric-


iluminação de descarga, sistemas ajustáveis velocidade da unidade, e
Localização, a seco. A localização não normalmente sujeitas à umidade- similares
ness ou umidade. A localização classificado como seco pode ser tem- equipamento podem ser cargas não lineares.
porarily sujeito a humidade ou humidade, tal como no caso de um Outlet. Um ponto no sistema de fiação em que a corrente é
edifício em construção. tomadas para fornecer equipamentos de utilização.

Localização, Molhado. Instalações no subsolo ou em concreto Esboço de iluminação. Um arranjo de lâmpadas incandescentes,
lajes ou alvenaria em contato direto com a terra, na loca- elétrica de descarga iluminação, luz ou outro movido a electricidade
ções sujeitos à saturação com água ou outros líquidos, tal fontes para traçar ou chamar a atenção para certos recursos, como
como áreas de lavagem de veículos, e em locais não protegidos ex- a forma de um edifício ou a decoração de uma janela.
posou ao tempo.
Sobrecorrente. Qualquer corrente em excesso da corrente nominal
Luminária. A unidade de iluminação completa constituída por uma luz equipamento ou a capacidade de corrente de um condutor. Pode resultar
fonte tal como uma lâmpada ou lâmpadas, em conjunto com as peças de falha de sobrecarga, curto-circuito, ou chão.
concebida para posicionar a fonte de luz e de ligá-lo à
fonte de alimentação. Pode também incluir as peças para proteger da luz Nota informativa: Uma corrente em excesso de rating pode ser
fonte ou o lastro, ou a distribuir a luz. A lampholder acomodado por certos equipamentos e condutores para uma
em si não é uma luminária. determinado conjunto de condições. Portanto, as regras para sobrecorrente
protecção são específicos para determinadas situações.

70-30 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES CAPÍTULO 1

Dispositivo de proteção contra sobrecorrente, Ramo Circuito. A-de Nota informativa: Consulte a NFPA 70E-2009, Padrão
vice-capazes de oferecer proteção para o alimentador, serviço e para a Segurança Elétrica no Ambiente de Trabalho, para a segurança
circuitos e equipamentos em toda a gama de sobre- elétrica
correntes entre sua corrente nominal e interromper a sua ratos necessidades de formação.
ing. Dispositivos ramo de circuito de proteção de sobrecorrente são pró- Raceway. Um canal fechado de metal ou de não-metálicos ma-
teriais concebidas expressamente para fios segurando, cabos ou bus-
utensílios fornecida juntamente com classificações de interrupção adequados
para a pretendida bares, com funções adicionais como permitidos neste Código.
usar, mas não menos do que 5000 ampères. Raceways incluem, mas não estão limitados a, uma conduta de metal rígido,
conduta não metálica rígida, de metal intermediário conduto, liq-
Dispositivo de proteção contra sobrecorrente, Suplementar. A-de uidtight flexível da conduta, o tubo metálico flexível, flexível
vice-pretende fornecer proteção de sobrecorrente limitado para As condutas de metal, tubos não metálicos elétrica, metálica elétrica
aplicações específicas e equipamentos, tais como a utilização de lu- eletrocalhas tubulação, radiante, celulares pistas piso de concreto,
minaires e eletrodomésticos. Esta proteção é limitada em adi- pistas de metal celulares piso, bandejas, canaletas, condutores, de superfície
ção para a proteção prevista no ramo necessária cir- e vias de ônibus.
CUIT pelo dispositivo de sobrecorrente ramo circuito de proteção.

Sobrecarga. Operação de equipamento superior a normal, Rainproof. Construído, protegida ou tratada de modo a pré-
plena carga, classificação ou de um condutor em excesso de classificação ventilar chuva de interferir com a operação bem sucedida do
AMPAC- o aparelho sob condições de teste especificadas.
dade que, quando persiste por um período de tempo suficiente,
causaria danos ou superaquecimento perigoso. Uma falha, Impermeável. Construídos ou protegidos de modo que a exposição a um
tal como um curto-circuito ou falha à terra, não é uma sobrecarga. batendo chuva não resultará na entrada de água sob
especificadas as condições de teste.
Panelboard. Um painel ou um grupo de unidades de painéis de-
assinado para montagem na forma de um único painel, incluindo
Receptáculo. Um recipiente é um dispositivo de contacto instaladas no
ônibus e dispositivos automáticos de sobrecorrente, e equipado
tomada para a ligação de uma ficha de ligação. Uma única
com ou sem interruptores de controlo de luz, calor ou
receptáculo é um dispositivo único contato com nenhum outro contato
circuitos de potência; concebido para ser colocado num armário ou entalhe
dispositivo no mesmo jugo. Um recipiente é dois ou múltiplo
caixa colocada em ou contra uma parede, divisória, ou outro suporte;
dispositivos mais contato no mesmo jugo.
e acessíveis apenas a partir da frente.

Tomada receptáculo. Uma saída em que um ou mais recep-


Plenário. Um compartimento ou câmara, para que um ou mais tacles estão instalados.
dutos de ar estão ligadas e que faz parte do ar distri-
buição sistema. Circuito de controle remoto. Qualquer circuito eléctrico que controla
qualquer outro circuito por meio de um relê ou de um dispositivo equivalente.
Tomada. Um conjunto fechado que pode incluir a re-
ceptacles, disjuntores, interruptores de Bases, fundidos, Equipamentos selável. Equipamentos dentro de uma caixa ou
ônibus e watt-hora metros meios de montagem; pretende armário, que é fornecida com um meio de vedação ou de fecho
fornecer e controlar o poder para casas móveis, recreativas para que as partes vivas não podem ser acessíveis sem aberto
veículos, reboques parque, ou em barcos ou para servir como um meio paração do recinto. O equipamento pode ou não ser ope-
distribuição de energia necessária para operar móvel ou tempo- capaz, sem abrir o gabinete.
porariamente instalado equipamento.

Separadamente Derivado do sistema. Um sistema de fiação


Fiação instalações (do sistema). Interior e exterior fiação, cuja energia é derivada de uma fonte de energia eléctrica ou
incluindo energia, iluminação, controle e fiação do circuito de sinal outro equipamento que não um serviço. Tais sistemas não têm di-
juntamente com todo o hardware seu associado, acessórios, e rect ligação de condutores de circuito de um sistema para
condutores do circuito de um outro sistema, que não sejam cone-
dispositivos de fiação, ambos permanentemente e temporariamente instalado.
Isso inclui (a) fiação do ponto de serviço ou poder ções através da terra, caixas de metal, raça-metálicos
fonte para as saídas ou (b) a partir de fios e incluindo o maneiras, ou condutores de aterramento de equipamentos.
fonte de energia para as tomadas onde não há ponto de serviço.
Fiação Tal não inclui fiação interna para apli-
lhos, luminárias, motores, controladores, controle motor cen- Serviço. Os condutores e equipamentos para fornecimento de elec-
tros, e equipamentos similares. tric energia a partir do utilitário que serve para o sistema de fiação de
os locais servidos.

Cabo de serviço. Condutores serviço feito na forma de


Pessoa Qualificada. Aquele que tem habilidades e conhecimentos re- um cabo.
nados com o construção e funcionamento dos componentes eléctricos
equipamentos e instalações e recebeu treinamento de segurança
Condutores de serviço. Os condutores do ponto de serviço
a reconhecer e evitar os perigos envolvidos.
para o serviço de meios de corte.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-31


CAPÍTULO 1 ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES

Condutores de serviços, despesas gerais. Os condutores aéreos se é ou não tem uma plataforma elevada maior do que a rua
entre o ponto de serviço e o primeiro ponto de ligação nível do chão.
para os condutores de entrada de serviço, no edifício ou de outros
estrutura. Sinalização Circuito. Qualquer circuito elétrico que energiza sig-
naling equipamento.
Condutores de serviços, no subsolo. O metro
condutores entre o ponto de serviço e o primeiro ponto de Sistema de energia solar fotovoltaica. Os componentes totais e sub-
ligação para os condutores de entrada de serviço, de um terminal sistemas que, em combinação, convertem a energia solar em elétrica
caixa, metro, ou outro recinto, dentro ou fora do build- energia adequado para ligação a uma carga de utilização.
ing parede.
A permissão especial. O consentimento escrito da autoridade
Nota informativa: Onde não há caixa de terminais, com jurisdição.
medidor, ou outro recinto, o ponto de ligação é consi-
rado para ser o ponto de entrada dos condutores de serviços Estrutura. Isso que é construído ou construído.
para dentro do edifício.
Pára-raios. Um dispositivo de protecção para limitar a sobretensão volt-
Gota serviço. Os condutores aéreos entre a utilidade idades por descarga ou ignorando pico de corrente, mas também pré-
sistema de abastecimento elétrico e o ponto de serviço. aberturas continuou fluxo de corrente siga permanecendo ca-
pable de repetir estas funções.
Serviço-entrada Condutores, Sistema de cima. O
condutores de serviço entre os terminais do serviço
Surge-proteção de dispositivos (SPD). Um dispositivo de protecção para
equipamentos e um ponto geralmente fora do prédio, limpar de
limitar tensões transientes, desviando ou limitar aumento
paredes do edifício, onde unidas por torneira ou tala ao serviço
corrente, mas também impede o fluxo contínuo da corrente siga
gota ou condutores de serviços gerais.
mantendo-se capazes de repetir estas funções e é
designados como se segue:
Serviço-entrada condutores, sistema subterrâneo. O Tipo 1: DOCUP permanentemente conectado destinado a insta-
condutores de serviço entre os terminais do equipamento de serviço ção entre o secundário do transformador de serviço e
mento e o ponto de ligação ao serviço lateral ou do lado da linha do dispositivo de sobrecorrente serviço de desconexão.
subterrâneos condutores de serviço. Tipo 2: DOCUP permanentemente conectado destinado a em-
stalação no lado da carga do serviço desconectar over-
dispositivo atual, incluindo DOCUP localizados no painel de ramo.
Nota informativa: Quando o equipamento de serviço está localizado
fora das paredes do edifício, pode não haver nenhum serviço
3 Tipo: Ponto de DOCUP utilização.
condutores de entrada ou podem ser totalmente fora do Tipo 4: DOCUP componente, incluindo discreto compo-
edifício. tes, bem como montagens.

Equipamento de serviço. O equipamento necessário, geralmente con-


consistindo de um disjuntor de circuito (s) ou o interruptor (es) e o fusível (s)
e
os seus acessórios, ligado à extremidade de carga de serviço condu- Nota informativa: Para mais informações sobre Tipo 1,
res a um edifício ou outra estrutura, ou uma outra forma designados Tipo 2, Tipo 3 e Tipo 4 DOCUP, consulte UL 1449, Padrão
área, e destina-se a constituir o controlo principal e de corte para dispositivos de proteção contra surtos.
o fornecimento.
Mude, Bypass isolamento. Um dispositivo de comando manual utilizado
Serviço lateral. Os condutores subterrâneos entre o em conjunto com um comutador de transferência para fornecer um meio de
utilitário de sistema de abastecimento elétrico e o ponto de serviço. ligar directamente condutores de carga de uma fonte de energia e de
desligar a chave de transferência.
Ponto de serviço. O ponto de conexão entre a facili-
laços do utilitário servindo e fiação das instalações.
Switch, Uso Geral. Um interruptor destinado a ser utilizado em geral
Nota informativa: O ponto de serviço pode ser descrito como
distribuição e circuitos. É classificado em amperes, e
o ponto de demarcação entre o local onde o utilitário servir que é capaz de interromper a sua corrente nominal na sua classificação
termina e começa a fiação local. O utilitário de servir tensão.
geralmente especifica a localização do ponto de serviço baseado
sobre as condições de serviço.
Switch, pressão de uso geral. A forma de uso geral interruptor
construído de modo que ele pode ser instalado em caixas de dispositivos ou
Curto-Circuito Avaliação atual. O symmetri prospectivo em
cal corrente de defeito com uma tensão nominal para o qual um aparelho caixa de cobre, ou de outra forma utilizado em conjunto com a fiação
ou o sistema é capaz de ser ligado sem sofrer dam- sistemas reconhecidos pela presente Código.
idade superior a critérios de aceitação definidos.
Mudar, de Isolamento. Um interruptor destina-se para o isolamento de um
Mostrar janela. Qualquer janela usado, ou destinadas a ser utilizadas elec-
para a exposição de mercadorias ou material publicitário, quer se trate trical circuito da fonte de alimentação. Não tem qualquer interrupção-
é totalmente ou parcialmente fechada ou totalmente aberta na parte traseira ing
e rating, e que se destina a ser utilizado apenas após o
circuito ter sido aberta por algum outro meio.

70-32 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 100 - DEFINIÇÕES CAPÍTULO 1

Switch, Motor-Circuito. Um interruptor de potência nominal em que Tensão (de um circuito). A maior raiz quadrada média (rms)
é capaz de interromper o funcionamento máxima sobrecarga (Em vigor) a diferença de potencial entre dois condutores-
corrente de um motor de classificação de potência igual à res do circuito em causa.
mudar a tensão nominal.
Nota informativa: Alguns sistemas, como o 3-fase 4 fios,
Transfer Switch. Um dispositivo automático ou não automático para monofásico 3 fios, 3 fios e corrente contínua, pode ter vari-
transferir uma ou mais ligações de condutores de carga a partir de ous circuitos de voltagens diferentes.
uma fonte de energia para outro.
Tensão, Nominal. Um valor nominal atribuído a um circuito ou
sistema com a finalidade de designar o seu convenientemente volt-
Painel. Um grande painel único, quadro ou montagem de classe de idade (por exemplo, 120/240 volts, 480Y/277 volts, 600 volts).
painéis sobre o qual estão montados sobre a face, para trás, ou ambas, A tensão real na qual um circuito opera pode variar desde
interruptores de sobrecorrente, e outros dispositivos de proteção, ônibus, o nominal dentro de um intervalo que permite ópera-satisfatória
e geralmente instrumentos. Quadros de distribuição são geralmente acces- ção de equipamentos.
vel a partir da parte traseira, bem como a partir da frente, e não são
destina-se a ser instalado em armários.
Nota informativa: Veja ANSI C84.1-2006, Rat-tensão
mentos para Sistemas Elétricos de Potência e Equipamentos (60
Protector Térmico (quando aplicado a motores). Um protetor Hz).
dispositivo de montagem como uma parte integrante de um motor ou um Tensão para a terra. Para circuitos aterrados, a tensão de ser-
motor- entre o condutor e dado que ponto ou condutor de
compressor que, quando devidamente aplicada, protege o motor o circuito que se baseia; para circuitos não aterrados, o
contra sobreaquecimento perigoso, devido à sobrecarga e falha maior tensão entre o condutor e qualquer outro dado
para começar. condutor do circuito.

Nota informativa: O protetor térmico pode consistir


um ou mais elementos sensores integrados no motor ou Estanque. Construído de modo a que a humidade não entrará no
motor-compressor e um dispositivo de controle externo. recinto sob condições de teste especificadas.

Termicamente protegido (como aplicado a motores). As palavras Intempéries. Construídos ou protegidos de modo que a exposição
para o tempo não irá interferir com o funcionamento bem sucedido.
Protegido Termicamente aparecendo na placa de identificação de um motor
ou o motor-compressor indicar que o motor é fornecida
com um protetor térmico. Nota informativa: Rainproof, impermeável, à prova d'água ou equi-
mento pode cumprir os requisitos para a prova de intempéries, onde variam-
condições climáticas que não ing umidade, como neve, gelo,
Sem chão. Não ligado à terra ou a um condutor poeira ou temperaturas extremas, não são um fator.
corpo que se estende a conexão de terra.

Uninterruptible Power Supply. Uma fonte de alimentação utilizada para II. Mais de 600 Volts, Nominal
fornecer energia de corrente alternada para a carga durante um certo período
de tempo no caso de uma falha de energia. Considerando que as definições anteriores destinam-se a aplicar
sempre que os termos são usados ao longo deste Código, seguin-
Nota informativa: Além disso, pode proporcionar uma maior tes definições são aplicáveis apenas a partes do artigo
de tensão constante e frequência de alimentação da carga, reduzindo especificamente abrangendo instalações e equipamentos operacionais
os efeitos de variações de tensão e de frequência. em mais de 600 volts, nominal.

Utilitário-interativo Inversor. Um inversor destinado a ser utilizado


Atuado eletronicamente Fuse. Uma proteção de sobrecorrente
em paralelo com uma concessionária de energia elétrica para suprir cargas
dispositivo que é geralmente constituído por um módulo de controlo que pro-
comuns
vides sensor de corrente, eletronicamente derivados tempo-corrente
que podem fornecer energia para a concessionária.
características, energia para iniciar a tropeçar, e uma interrupção de
Equipamentos de utilização. Equipamento eléctrico que utiliza en- ing módulo que interrompe quando uma corrente de sobrecorrente oc-
energética para eletrônica, química, eletromecânica, aquecimento, curs. Eletronicamente acionado fusíveis podem ou não funcionar
iluminação, ou fins similares. num limitador de corrente forma, dependendo do tipo de con-
trol seleccionado.
Ventilado. Fornecido com um meio para permitir a circulação de
de ar suficiente para remover o excesso de calor, os fumos ou vapores.
Fundir. Um dispositivo de proteção de sobrecorrente com um circuito
Líquido inflamável volátil. Um líquido inflamável de abrir parte fusível que é aquecida e cortada pela pas-
ponto de inflamação inferior a 38 ° C (100 ° F), ou de um líquido inflamávelsábio de sobrecorrente através dele.
cuja temperatura está acima do seu ponto de fulgor, ou Classe II
combustível líquido que não tem uma pressão de vapor superior Nota informativa: Um fusível compreende todas as peças que
276 kPa (40 psia) a 38 ° C (100 ° F) e cuja temperatura formam uma unidade capaz de realizar as funções prescritas.
está acima do seu ponto de inflamação. Ele pode ou não pode ser o dispositivo completo necessário
ligá-lo a um circuito eléctrico.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-33


110,1 ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

Controlado fusível ventilado. Um fusível com provisão para (Ligação fusível), de modo que a interrupção do arco por separação do fusível
interrupção do circuito controlar essa descarga que não sólida ligação ou pela abertura dos contactos irá ocorrer sob óleo.
o material pode ser esgotado para a atmosfera circundante. Interruptor de óleo. Um interruptor de ter contatos que operam sob óleo
(Ou ascarel ou outro líquido adequado).
Nota informativa: O fusível é projetado para que dis- Bypass regulador. Um dispositivo específico ou combi-
gases praticados não vai inflamar ou danificar o isolamento térmico no ção de dispositivos destinados a contornar um regulador.
caminho da descarga ou propagar um flashover ou entre
ligado à terra ou os membros de condução no percurso de
a descarga quando a distância entre o painel e tal
membros de isolamento ou condução está de acordo com fa-
recomendações Er.
ARTIGO 110
Unidade de expulsão do fusível (fusível de expulsão). A unidade de
fusíveis ventilada Requisitos para Instalações Elétricas
em que o efeito de expulsão de gases produzidos pelo arco
e revestimento do porta-fusíveis, por si só ou auxiliado por um
mola, extingue o arco. I. Geral
Fusível Nonvented. Um fusível sem intencional dis- 110,1 Scope. Este artigo abrange os requisitos gerais para a
Sion para o escape de gases de arco, líquidos ou partículas sólidas emexame e aprovação, instalação e uso, acesso e
a atmosfera durante a interrupção do circuito. espaços sobre condutores elétricos e equipamentos; caixas
destinado para o pessoal de entrada, e as instalações dos túneis.
Unidade do fusível de potência. Um ventilada, nonvented, ou controlada
unidade de fusíveis ventilado no qual o arco é extinto, sendo
desenhada através de material sólido, material granular ou líquido, 110,2 aprovação. Os condutores e equipamento exigido ou
por si só ou auxiliado por uma mola. permitido por esta Código será aceitável somente se aprovado.

Nota informativa: Ver 90,7, Exame de Equipamentos


Fusível ventilado. Um fusível com disposição para a fuga para a Segurança, e 110,3, Exame, Identificação, insta-
de gases de arco, líquidos ou partículas sólidas para o circundante ção, e uso dos equipamentos. Veja definições de Aprovado,
atmosfera durante a interrupção do circuito. Identificadas, etiquetadas, e Listados.

Fusível múltipla. Um conjunto de dois ou mais de um único pólo 110,3 Exame, Identificação, instalação, utilização e
fusíveis. de Equipamentos.

(A) O exame. Ao julgar equipamentos, considerações


Dispositivo de Comutação. Um dispositivo projetado para fechar, abrir ou
ambos, um ou mais circuitos eléctricos. como as seguintes devem ser avaliados:
(1) Adequação para instalação e uso, em conformidade com
Circuit Breaker. Um dispositivo de comutação capaz de fazer, as disposições do presente Código
transporte, e interromper correntes em circuito normal
condições, e também de fazer, de transporte para um determinado Nota informativa: Adequação do uso do equipamento pode ser
tempo, e interromper correntes sob anormal especificado identificou-se uma descrição marcado ou fornecido com um
condições de circuito, tais como os de curto-circuito. produto para identificar a aptidão do produto para uma es-
finalidade específica, ambiente ou aplicação. Especial condi-
Feitio. Uma montagem de um suporte de fusível com um fusível ou condições de utilização ou outras limitações e outros pertinentes infor-
titular, porta-fusível, ou desligar lâmina. O porta-fusível mação pode ser indicada no equipamento, incluído no
ou porta-fusíveis pode incluir um elemento condutor (elo fusível) instruções do produto, ou incluídos na listagem apropriada
e etiquetar informações. Adequação do equipamento pode ser
ou pode actuar como a lâmina de desligar através da inclusão de um
evidenciado listando ou rotulagem.
membro fusionáveis.
(2) A resistência mecânica e durabilidade, incluindo, por partes
Meios de desconexão. Um dispositivo, grupo de dispositivos, ou outras desenhado para encerrar e proteger outro equipamento, a
meios através dos quais os condutores de um circuito pode ser desconti- nível de protecção fornecido, assim
tado de sua fonte de alimentação. (3) espaço Wire-flexão e conexão
(4) isolamento elétrico
Desligar a chave (ou isolamento) (Disconnector, Isola- (5) Os efeitos de aquecimento sob condições normais de utilização e também
tor). Um dispositivo de comutação mecânica utilizada para o isolamento de em condições anormais que possam surgir em serviço
um (6) os efeitos de arco
circuito ou equipamento a partir de uma fonte de alimentação. (7) A classificação por tipo, tamanho, capacidade, tensão atual,
Chave interruptor. Um interruptor capaz de fazer, realizar, e do uso específico
e interromper correntes especificadas. (8) Outros factores que contribuem para a prática salvaguardar-
ção de pessoas que utilizam ou que possam entrar em contato com
Recorte de óleo (oil-filled recorte). Um entalhe em que todas ou o equipamento
parte do apoio de fusíveis e seu elo fusível ou desconectar
lâmina está montada em óleo com a imersão completa da
contactos e da porção fusível do elemento condutor

70-34 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS 110,13

(B) Instalação e uso. Equipamentos enumerados ou rotulados Agentes 110,11 deteriorando. A menos que indicado para utilização na
deve ser instalado e utilizado de acordo com qualquer-ins o ambiente de operação, não condutores ou equipamento
ções incluídos na listagem ou rotulagem. devem ser colocadas em locais úmidos ou molhados, onde expostos a
gases, vapores, vapores, líquidos, ou outros agentes que tenham um
efeito de deterioração sobre os condutores ou equipamento, ou
110,4 tensões. Ao longo desta Código, o consi-tensão onde expostos a temperaturas excessivas.
rado deve ser aquela em que o circuito opera. A voltagem
Avaliação de equipamento eléctrico não deve ser inferior a
tensão nominal de um circuito ao qual está ligado. Não. Nota Informativa 1: Ver 300,6 para proteção contra
corrosão.
Não. Nota Informativa 2: Alguns de limpeza e lubrificação
110,5 condutores. Condutores normalmente utilizados para realizar cur- Os compostos podem causar a deterioração grave do plástico muitos
aluguel serão de cobre salvo disposição em contrário deste materiais utilizados para o isolamento e aplicações estruturais
Código. Quando o material condutor não for especificado, o equipamento.
o material e as dimensões indicadas no presente Código é aplicável aos
condutores de cobre. Onde forem utilizados outros materiais, o tamanho Equipamento não identificado para uso ao ar livre e equipamentos
deve ser alterado em conformidade. identificado apenas para uso interno, como "locais secos", "em-
uso porta só "," locais úmidos ", ou tipos de gabinetes 1, 2,
5, 12, 12K, e / ou 13, devem ser protegidos contra danos
Nota informativa: Para alumínio e cobre-clad su- do tempo durante a construção.
condutores num, ver 310,15.

Não. Nota Informativa 3: Veja a Tabela de 110,28 apropriado


110,6 Tamanhos condutor. Tamanhos de condutores são expressos em Caixa tipo de designações.
American Wire Gage (AWG) ou em mils circulares.
110,12 execução mecânica do Trabalho. Elétrica equipa-
110,7 Integridade fiação. Concluídas as instalações de fiação mento devem ser instalados de forma limpa e de aprimoramento.
deve ser livre de curto-circuitos, falhas de terra, ou de qualquer con-
conexões ao solo exceto quando exigido ou permitido mais- Nota informativa: as práticas da indústria aceitos são de-
descrito na norma ANSI / NECA 1-2006, Práticas padrão para
onde neste Código.
Bom acabamento em Contratação Elétrica, e outros
ANSI-aprovado normas de instalação.

110,8 Métodos de fiação. Métodos de fiação apenas reconhecido


(A) As aberturas não utilizadas. As aberturas não utilizadas, para além dos
como adequados estão incluídos neste Código. A metanfetamina reconhecido
destinado ao funcionamento do equipamento, os destinados
ods de fiação será autorizado a ser instalado em qualquer tipo
fins de montagem, ou aqueles permitidos como parte do projeto
de construção ou ocupação, salvo disposição em contrário na
para os equipamentos referidos, deve ser fechado para proteger sub-
este Código.
substancialmente equivalente à parede do equipamento. Onde me-
plugues tallic ou placas são usadas com caixas não-metálicos,
Devem apresentar um recesso pelo menos 6 mm (1/4 in) a partir do exterior
Interromper 110,9 Rating. Equipamentos destinados a inter- superfície do invólucro.
rupt atual em níveis de falha deve ter uma classificação interrompendo
não menos do que a tensão nominal do circuito e a corrente que
está disponível nos terminais de linha do equipamento.
Os equipamentos destinados a interromper a corrente que não falha (B) Integridade de Equipamentos Eléctricos e Conexões.
níveis devem ter uma classificação no circuito interrompendo nominal volt-Partes internas do equipamento elétrico, incluindo barramentos,
idade igual ou superior a corrente que deve ser interrompida. terminais de ligação, isoladores, e outras superfícies, não deve ser
danificada ou contaminados por materiais estranhos, tais como
pintura, gesso, produtos de limpeza, abrasivos, corrosivos ou resíduos.
Não haverá peças danificadas que podem afetar adversamente
110,10 a impedância do circuito, curto-circuito Rat-atual funcionamento seguro ou resistência mecânica do equipamento
ções, e outras características. A sobrecorrente pro- como peças que estão quebrados; dobradas; pelo ou deteriorado; corte
dispositivos tiva, a impedância total, o equipamento de curto corrosão, ação química, ou superaquecimento.
classificações de circuito, e outras características do
circuito a ser protegido devem ser selecionados e coordenados para
permitir que os dispositivos de proteção de circuitos usados para remover uma
falha de 110,13 Montagem e arrefecimento dos equipamentos.
fazê-lo sem grandes danos no equipamento elétrico
(A) de montagem. Equipamentos elétricos devem ser bem acondicionados
do circuito. Esta falha é assumida como sendo ou ser-
para a superfície sobre a qual está montada. Cavilhas de madeira conduzido
tween dois ou mais dos condutores do circuito ou entre qualquer
em buracos em alvenaria, concreto, gesso, ou de matérias semelhantes
condutor do circuito e aterramento do equipamento, condu-
não devem ser utilizados.
tor (s) permitido em 250,118. Os equipamentos enumerados aplicada em
acordo com a sua lista será considerada para atender a
requisitos desta seção. (B) de resfriamento. O equipamento eléctrico que depende da
circulação natural do ar princípios e convecção para cool-

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-35


110,14 ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

ção de superfícies expostas devem ser instalados de modo que o quarto e coordenado de modo a não exceder a temperatura mais baixa
fluxo de ar sobre essas superfícies não está impedido por muros ou por Avaliação de qualquer terminação ligado, o dispositivo condutor, ou.
Equipamento instalado adjacente. Para os equipamentos projetados para Condutores com valores de temperatura mais alta do que a especificada
montagem no chão apuramento, entre as superfícies de topo e adja- para terminações será permitida a utilização de ampacidade
superfícies cento devem ser fornecidas para dissipar o ar quente subir. correcção de ajustamento, ou de ambos.
O equipamento eléctrico fornecido com aberturas de ventilação
deve ser instalado de modo que as paredes ou outros obstáculos não
impedir a livre circulação de ar através do equipamento. (1) As provisões de equipamentos. A determinação da terminação
disposto no equipamento baseia-se 110,14 (C) (1) (a) ou
(C) (1) (b). A menos que o equipamento está listado e marcado outro-
sábio, ampacities condutor utilizado na determinação equipamento ter-
110,14 conexões elétricas. Devido a diferentes char- disposições minação deve basear-se na Tabela 310,15 (B) (16) como
ticas de diferentes metais, dispositivos, tais como pressão adequadamente modificado por 310,15 (B) (6).
terminal ou conectores de pressão de emenda e terminais de solda
devem ser identificados para o material do condutor e
deve ser instalado e utilizado corretamente. Condutores de dissimi- (A) As disposições de terminação de equipamentos para circuitos
lar metais não devem ser misturados entre si num terminal ou splicing nominal 100 ampères ou menos, ou marcada para 14 AWG através
conector onde o contato físico ocorre entre desiguais 1 condutores AWG, deve ser usado apenas para um dos seguin-
condutores (tais como o cobre e o alumínio, o cobre e guintes:
alu-revestido de cobre, alumínio ou alumínio e cobre-clad (1) Os condutores nominal de 60 ° C (140 ° F).
minum), a menos que o dispositivo é identificado para o efeito e (2) Os condutores com ratings mais elevados de temperatura, desde
condições de utilização. Materiais como solda, fluxos, ini- a capacidade de corrente dos condutores de tais é determinado com base
res, e compostos, em que o caso, devem ser adequados para sobre a 60 ° C (140 ° F) ampacity do tamanho do condutor
o uso e deve ser de um tipo que não irá afectar negativamente utilizado.
Os condutores, instalação, equipamento ou. (3) Os condutores com ratings mais elevados de temperatura Se a equi-
Conectores e terminais para condutores mais finamente mento é listados e identificados para uso com condutores tais.
encalhado que a Classe B e Classe C encalhe, como mostrado na (4) Para motores marcados com letras projeto B, C ou D, con-
Capítulo 9, Tabela 10, deve ser identificado para o específico ductors tendo uma classificação de isolamento de 75 ° C (167 ° F) ou
classe condutor ou classes. maior será permitida a utilização, desde que o am-
pacidade de condutores não exceda os 75 ° C
(167 ° F) ampacidade.

Nota informativa: Muitas terminações e equipamentos são


marcado com um torque de aperto.
(B) As disposições de terminação de equipamentos para circuitos
(A) Os terminais. Conexão de condutores para partes terminais com mais de 100 amperes, ou marcada para condutores de maior
devem assegurar uma conexão completamente bom sem danificar que 1 AWG, devem ser utilizados apenas para um dos seguintes:
os condutores e deve ser feita por meio de pressão con- (1) Os condutores nominal de 75 ° C (167 ° F)
tores (incluindo conjunto de parafuso), talões de solda, ou emendas à (2) Os condutores com ratings mais elevados de temperatura, desde
flexível leva. Conexão por meio de fio de ligação parafusos ou a capacidade de corrente dos condutores não exceda o
Os parafusos e porcas que têm terminais arrebitado ou equivalente devem 75 ° C (167 ° F) ampacity do tamanho do condutor utilizado, ou
ser permitida para 10 AWG ou condutores menores. até a sua capacidade de corrente, se o equipamento está listado e iden-
Terminais para mais de um condutor e dos terminais ficados para utilização com os condutores tais
utilizado para ligar de alumínio devem ser identificados.

(2) As provisões conector separado. Instalado separadamente


(B) Emendas. Condutores devem ser emendados ou juntou-se com conectores de pressão devem ser utilizados com condutores, no
dispositivos de emenda identificados pelo uso ou por brasagem, solda- ampacities não superior a ampacidade no listado e
ção, ou soldadura com um metal ou uma liga fusível. Soldada identificado nível de temperatura do conector.
junções deve em primeiro lugar ser emendados ou unidas de forma a ser
mecanicamente
camente e eletricamente seguro sem solda e, em seguida, ser Nota informativa: No que diz respeito a 110,14 (C) (1) e
soldada. Todas as uniões e juntas e as extremidades livres dos condu- (C) (2), as marcas de equipamentos ou informações de listagem pode ad-
res devem ser cobertas com um isolamento equivalente ao de ditionally restringir o tamanho e temperatura de con-
os condutores ou com um dispositivo de isolamento para identificar condutores ligadas.
o efeito.
Conectores de fios ou de emenda significa instalado em condu- 110,15 Perna de alta Marcação. Em uma de 4 fios, delta-conectado
res para o enterro direto deverão ser listados para tal uso. sistema em que o ponto médio de um enrolamento de fase é
aterrado, apenas o condutor ou barramento ter o maior
tensão de fase para a terra deve ser duradoura e permanente
(C) Limitações de temperatura. A classificação de temperatura as- marcada por um revestimento exterior, que é de cor laranja ou por outros
associada com a capacidade de corrente de um condutor devem ser
seleccionados

70-36 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS 110,26

meios eficazes. Tal identificação deve ser colocado em cada nharia supervisão em conformidade com 240,86 (A) deve ser
ponto do sistema onde uma conexão é feita se o legivelmente no campo como dirigida pelo engenheiro
condutor de terra também está presente. indicam que o equipamento tenha sido aplicada com uma série com-
Avaliação combinação. A marcação deve ser facilmente visíveis e
afirmar o seguinte:
110,16 Advertência de Perigo Arc Flash. Equipamentos elétricos,
tais como centrais, Painéis, controlo industrial pan-
els, caixas de soquete metros, e centros de controle de motores, que CUIDADO - SÉRIE ENGINEERED COMBINA-
estão em outra do que as unidades de habitação, e é provável que requerem SISTEMA ÇÃO NOMINAL AMPERES _______. IDENTI-
ajuste exame, manutenção, ou manutenção COMPONENTES DE REPOSIÇÃO Fied NECESSÁRIO.
energizado será campo marcado para alertar as pessoas qualificadas de
potenciais perigos de flash arco elétrico. A marcação deve ser (C) Testado Sistemas combinação série. Equipamentos en-
localizadas de modo a serem claramente visíveis para as pessoas qualificadas
fechamentos de disjuntores ou fusíveis aplicado em conformidade
ser- com as classificações combinação série marcado no equi-
exame antes, ajuste, manutenção ou de mento pelo fabricante, de acordo com 240,86 (B) deve
o equipamento. ser legivelmente no campo para indicar o equipamento possui
foi aplicada com uma classificação combinação em série. A marcação
Não. Nota Informativa 1: NFPA 70E-2009, Padrão para devem ser facilmente visíveis e estadual o seguinte:
Segurança Elétrica no Ambiente de Trabalho, fornece assistência na
de-
termining severidade da exposição potencial, planejamento de trabalho CUIDADO - Sistema de Combinação SÉRIE
seguro ____ AMPERES nominal. SUBSTITUIÇÃO IDENTIFICADO
Não. Nota
práticas, Informativa
e escolha 2: ANSI Z535.4-1998,
do equipamento Produto
de protecção individual. Componentes necessários.
Sinais de segurança e etiquetas, fornece diretrizes para o design
da sinalização de segurança e rótulos para aplicação aos produtos.
110,23 Transformadores de Corrente. Não utilizado atual transformar-
110,18 Peças arco. Partes do equipamento elétrico que, em ers associados circuitos potencialmente energizados será
arcos de operação comuns produzir, faíscas, chamas ou fundidos curto-circuito.
metal deve ser colocado ou separadas e isoladas a partir de todos
material combustível.
110,24 corrente de falha disponível.

Nota informativa: Para perigosos (classificados), (A) campo de marcação. O equipamento de serviço em que não
ver artigos 500 a 517. Para motores, consulte 430,14. unidades de habitação será legivelmente no campo com o
corrente de falha máxima disponível. A marcação do campo (s) deve
110,19 Light and Power de Condutores ferroviárias. Cir- incluir a data do cálculo da corrente de falha foi realizada
tos de iluminação e energia não devem estar ligados a qualquer e ser de durabilidade suficientes para suportar o ambiente
sistema que contém fios de bonde com um retorno de terra. envolvido.

Exceção: as conexões do circuito, que será permitido em


estações de casas de carros, casas de força, de passageiros ou de (B) Modificações. Quando modificações ao eléctrico
mercadorias e instalação ocorrer que afetam a culpa máxima disponível
operado em ligação com comboios e de eléctricos. atual no serviço, a corrente de falta máxima disponível
• deve ser verificado ou recalculado conforme necessário para garantir a
Marcação 110,21. O nome do fabricante, marca comercial ou classificações de equipamentos de serviço são suficientes para o máximo
outro descritivo marcação pelo qual a organização re- corrente de falha disponível nos terminais de linha do equipa-
vel para o produto pode ser identificado deve ser colocado mento. O campo obrigatório marcação (s) em 110,24 (A) deve ser
em todos os equipamentos eléctricos. Outras marcações que indicam ajustado para refletir o novo nível de máxima disponível
tensão, potência, corrente, ou outras classificações devem ser fornecidas corrente de falta.
conforme especificado em outra parte deste Código. A marcação deve ser de
durabilidade suficientes para suportar o ambiente envolvidos.
Exceção: O campo de marcação requisitos 110,24 (A)
e 110,24 (B) não será exigido em instalação industrial-
110,22 Identificação de meios de desconexão. ções onde as condições de manutenção e supervisão en-
certeza de que somente pessoas qualificadas serviço do equipamento.
(A) Geral. Cada meio de desactivação deve ser legível
marcado para indicar seu propósito a menos localizado e organizado
de modo que o efeito é evidente. A marcação deve ser de suficiente
II. 600 Volts, nominais, ou menos
durabilidade para suportar o ambiente envolvidos.
110,26 espaços Sobre equipamentos elétricos. Acesse e
(B) Engineered Systems combinação série. Equipamento espaço de trabalho devem ser fornecidas e mantidas sobre tudo
gabinetes para disjuntores ou fusíveis aplicados em compli- equipamento elétrico para permitir a operação pronto e seguro e
dade com classificações série combinação seleccionados em enge- manutenção de tais equipamentos.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-37


110,26 ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

(A) espaço de trabalho. Espaço de trabalho para o equipamento opera- (2) Largura do espaço de trabalho. A largura do trabalho
ção a 600 volts, nominal, ou menos para a terra e provavelmente espaço na parte frontal do equipamento eléctrico deve ser a largura
requerem o exame, adaptação, manutenção ou do equipamento ou 762 mm (30 polegadas), o que for maior.
enquanto energizados devem cumprir com as dimensões de Em todos os casos, o espaço de trabalho deve permitir que, pelo menos, um
110,26 (A) (1), (A) (2), e (A) (3) ou como requerido ou permitido grau de 90
em outras partes deste Código. abertura de portas ou painéis articulados equipamentos.

(3) Altura do espaço de trabalho. O espaço de trabalho deve ser


(1) profundidade do espaço de trabalho. A profundidade do trabalho limpar e estendem-se desde a graduação, no piso ou plataforma a uma altura
espaço na direcção das partes activas não deve ser inferior do que aquela de 2,0 m (61/2 pés) ou da altura do equipamento, o que for
especificados na Tabela 110,26 (A) (1) a menos que os requisitos da maior. Dentro dos requisitos de altura desta seção, outro
110,26 (A) (1) (a), (A) (1) (b), ou (A) (1) (c) sejam satisfeitas. Distâncias equipamento que está associada com a instalação eléctrica e
deve ser medido a partir de partes expostas ao vivo ou a partir do situa-se acima ou abaixo do material eléctrico
gabinete ou abertura se as partes vivas estão fechados. permissão para não estender mais de 150 mm (6 polegadas), além do
frente do equipamento elétrico.

Tabela 110,26 (A) (1) Trabalhando Spaces Não. Exceção 1: Em unidades habitacionais existentes, serviço de
equi-
Nominal Distância livre mínima mento ou Painéis que não excedam 200 ampères deve
Tensão para ser permitido em espaços onde a altura do trabalho
Terreno Condição 1 Condição 2 Condição 3 o espaço é menos do que 2,0 m (61/2 pés).
Não. Exceção 2: Metros que estão instalados no medidor de meia-
0-150 914 mm (3 pés) 914 mm (3 pés) 914 mm (3 pés) ets será permitido ultrapassar a outra equipa-
151-600 914 mm (3 pés) 1,07 m (3 pés 1,22 m (4 pés) mento. A tomada de metros serão obrigados a seguir as regras
6 pol)
desta seção.
Nota: Quando as condições são como se segue:
Condição 1 - As partes condutoras de um lado do espaço de trabalho (B) espaços claros. Espaço de trabalho requerido por esta seção
e sem partes vivas ou ligado à terra, do outro lado do espaço de trabalho,
ou expostas as partes sob tensão em ambos os lados do espaço de trabalho, que são
não devem ser utilizados para o armazenamento. Quando normalmente
eficazmente protegidas por materiais isolantes. fechados viver
Condição 2 - As partes condutoras de um lado do espaço de trabalho peças estão expostas para inspeção ou manutenção, o funcionamento
e aterrado partes do outro lado do espaço de trabalho. Betão, espaço, se em uma passagem ou um espaço aberto em geral, será
paredes de tijolo ou telha deve ser considerada como castigo. devidamente resguardados.
Condição 3 - As partes condutoras em ambos os lados do trabalho
espaço. (C) A entrada e saída do espaço de trabalho.

(1) Mínimo Necessário. Pelo menos uma entrada de sufi-


área eficiente deve ser fornecida para dar acesso e de saída
(A) Dead-Frente Assembléias. Espaço de trabalho não será de espaço de trabalho sobre equipamentos elétricos.
exigido na parte de trás ou nas laterais dos conjuntos, como mortos-
quadros da frente ou centros de controle de motores, onde todos con-
conexões e todas as partes renováveis ou ajustável, tais como fusíveis (2) equipamentos de grande porte. Para o equipamento avaliado 1200
ou interruptores, são acessíveis a partir de outros locais que o ampères
trás ou para os lados. Onde o acesso à traseira é obrigado a trabalhar na ou mais, e mais de 1,8 m (6 pés) de largura, que contém sobrecorrente-
partes não eléctrica na parte traseira do equipamento fechado, um dispositivos de aluguel, dispositivos de comutação, ou dispositivos de
espaço horizontal mínima de trabalho de 762 mm (30 pol) controle, não
deve ser fornecida. deve ser uma entrada e de saída a partir do requerido trabalho
(B) Baixa Tensão. Com a permissão especial, menor trabalho ing espaço não menos de 610 milímetros (24 polegadas) de largura e 2,0 m
espaços ção pode ser autorizada se todos expostos peças ao vivo (61/2 pés) de altura em cada extremidade do espaço de trabalho.
operar a não mais do que 30 volts rms, pico 42 volts, ou A única entrada e de saída do trabalho necessário
60 Volts DC. ing espaço deve ser permitido onde uma das condições
(C) Edifícios existentes. Nos edifícios existentes, onde electri- em 110,26 (C) (2) (a) ou (C) (2) (b) seja cumprido.
cal equipamento está sendo substituído, Condição 2 trabalhando clara- (A) Egresso desobstruída. Onde o local permite uma
dade deve ser permitido entre mortos-front quadros, pan- forma contínua e sem obstruções da viagem saída, um único
elboards, ou centros de controle de motores localizados em todo o corredor entrada
de para o espaço de trabalho deve ser permitida.
o outro, onde as condições de manutenção e supervisão (B) Espaço de trabalho extra. Onde a profundidade da
garantir que os procedimentos escritos foram adotadas para proibir espaço de trabalho é o dobro do necessário por 110,26 (A) (1), um
equipamento em ambos os lados do corredor de ser aberta na única entrada será permitida. Deve ser localizada de modo tal
mesmo tempo e as pessoas qualificadas que estão autorizados, a SER- que a distância a partir do equipamento para a borda mais próxima da
vice-instalação. a entrada não é menor do que a distância livre mínima
especificados na Tabela 110,26 (A) (1), para equipamento operando em
que a tensão e em que condição.

70-38 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS 110,28

(3) Portas pessoal. Quando o equipamento avaliado 1200 A ou zona descrita em 110,26 (A). Não pertença arquitetônico
mais que contém dispositivos de sobrecorrente, dispositivos de comutação, ou outro equipamento deve estar localizado nesta zona.
ou dispositivos de controlo está instalado e há um pessoal
porta (s) destinada a entrada e de saída a partir do trabalho (F) Locked Rooms equipamento elétrico ou gabinetes.
ing espaço inferior a 7,6 m (25 pés) a partir da aresta mais próxima da Salas de equipamentos elétricos ou recintos de habitação elétrica
do espaço de trabalho, a porta (s) devem abrir no sentido de aparelho que são controlados por um cadeado (s) devem ser consi-
saída e estar equipado com barras de pânico, as placas de pressão, ou rado acessíveis a pessoas qualificadas.
outros dispositivos que normalmente se encontrem fechadas, mas aberto sob
pressão simples.
110,27 Guarda de peças ao vivo.

(A) em partes vigiado contra contato acidental.


(D) Iluminação. A iluminação deve ser fornecida para todos Exceto como em outros lugares exigido ou permitido por esta Código,
espaços de trabalho sobre equipamentos de serviço, quadros de distribuição,viver partes do operacional equipamento elétrico em 50 volts ou
Painéis, ou centros de controle de motor instalado dentro de casa e mais deve ser protegida contra o contato acidental por ap-
não deve ser controlada por meios automáticos somente. Adicional provou recintos ou por qualquer um dos seguintes meios:
lojas de iluminação não será exigida quando o espaço de trabalho (1) Por localização em um quarto, cofre, ou gabinete similar que é
é iluminado por uma fonte de luz adjacente ou conforme permitido por acessível apenas a pessoas qualificadas.
210,70 (A) (1), Exception No. 1, para os recipientes de comutação. (2) Por adequados permanentes, divisórias substanciais ou telas
dispostos de modo a que apenas a pessoas qualificadas têm acesso a
• o espaço dentro do alcance das partes activas. Todas as aberturas
(E) Dedicado Espaço Equipamentos. Todos os quadros de distribuição, em tais partições ou telas devem ser dimensionados e localizados
pan- para que as pessoas não são susceptíveis de entrar em acidental
elboards e centros de controle de motor deve estar localizado em dedi- o contato com as partes vivas ou para trazer a realização ob-
espaços cados e protegido contra danos. jectos em contato com eles.
Exceção: equipamentos de controle que, por sua própria natureza ou (3) Por localização em uma varanda adequado, galeria, ou pla-
por causa de outras regras do código deve ser adjacente ou forma elevada e dispostas de modo a excluir unquali-
à vista de sua maquinaria de exploração será permitida ficados pessoas.
nesses locais. (4) Ao elevação de 2,5 m (8 pés) ou mais acima do piso ou
superfície de trabalho dos outros.
(1) interior. Instalações internas devem cumprir
110,26 (E) (1) (a) a (E) (1) (d).

(A) Dedicado Espaço Elétrica. O espaço igual ao


largura e profundidade do material e que se estende desde o
chão a uma altura de 1,8 m (6 pés) acima do equipamento ou para (B) evitar danos físicos. Em locais onde electri-
o teto estrutural, o que for menor, serão dedicados cal equipamento é susceptível de ser exposta a danos físicos,
para a instalação eléctrica. Não tubulações, dutos, vazamento de pro- gabinetes ou guardas devem ser dispostos e de tal
aparelho de Soxhlet ou outro equipamento externo ao eléctrico força, para evitar tais danos.
instalação devem ser localizados nesta zona.
(C) sinais de alerta. Entradas para os quartos e outros guardavam
Exceção: tectos falsos com painéis removíveis devem locais que contêm partes expostas devem ser marcados
ser permitida dentro da zona de 1,8 m (6 pés). com evidentes sinais de advertência proibindo sem reservas por
filhos para entrar.
(B) Sistemas de estrangeiros. A área acima da dedicada
espaço exigido por 110,26 (E) (1) (a) será permitido
Nota informativa: Para motores, consulte 430,232 e 430,233.
conter sistemas estrangeiros, a proteção fornecida é instalado
Por mais de 600 volts, consulte 110,34.
evitar danos no equipamento eléctrico de conden-
ção, fugas ou rupturas de tais sistemas estrangeiros.
110,28 Tipos de gabinete. Caixas (exceto surround
ção cercas ou muros) dos quadros, Painéis, indus-
(C) Sprinkler Proteção. Protecção de aspersão será
julgamento painéis de controle, centros de controle de motores, tomadas
permitido para o espaço reservado para que a tubulação com-
metros,
plies com esta seção.
interruptores fechados, chaves de transferência, tomadas, circuito
(D) Tectos falsos. A queda, suspensos, ou disjuntores, sistemas de velocidade ajustável unidade, interruptores de
teto semelhante que não adicionar força para o edifício arrancamento,
estrutura não deve ser considerado um teto estrutural. equipamentos de distribuição de energia portátil, a rescisão
caixas, de uso geral, transformadores, bombas de controle de fogo
lers, motores de bomba de incêndio, e os controladores de motor, avaliado não
(2) ao ar livre. Equipamento eléctrico exterior devem ser in-
mais de 600 volts nominal e destinados a tais locais,
paralisadas em recintos adequados e devem ser protegidos contra
devem ser marcados com um número de caixa-tipo, como mostrado
contato acidental por pessoas não autorizadas, ou por vehicu-
na Tabela 110,28.
Lar de tráfego, ou por derrame acidental ou vazamento de tubulação
Tabela 110,28 deve ser usado para selecionar estes recinto-
sistemas. O espaço livre de trabalho incluirá a
didas para uso em locais específicos que não perigosos

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-39


110,30 ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

(Classificados). Os invólucros não se destinam a Para os fins desta seção, pregos e gesso con-
proteção contra condições como condensação, gelo, cor- construção não será permitida.
rosão, ou de contaminação que pode ocorrer dentro do recinto-
certeza ou entrar através do conduto ou aberturas não seladas. (2) Pisos. Os pisos das abóbadas em contato com a terra
deve ser de betão que não seja inferior a 102 mm (4 pol)
espessura, mas onde a abóbada é construído com uma vaga
III. Mais de 600 Volts, Nominal espaço ou outras histórias abaixo dele, o piso deverá ter adequado
resistência estrutural para a carga que lhe é imposta e um mini-
110,30 Geral. Condutores e equipamentos utilizados em cir- resistência ao fogo mínimo de 3 horas.
tos mais de 600 volts, nominais, devem cumprir com a parte I do
este artigo e com 110,30 por 110,40, que comple-
mento ou modificar Parte I. Em nenhum caso as disposições do (3) Portas. Cada porta que conduz em um cofre da
esta parte se aplica a equipamento do lado da oferta do ser- interior do edifício deve ser provida de uma porta apertada
vice-ponto. que tem uma resistência ao fogo mínimo de 3 horas. A autoridade
com jurisdição será permitido exigir tal uma porta
para uma abertura da parede exterior, onde as condições o justifiquem.
110,31 caixa para Instalações Elétricas. Elétrico
instalações em um cofre, armário de quarto, ou em uma área ou sur- Excepção de (1), (2) e (3): Quando a abóbada é pró-
arredondado por uma parede, tela, ou uma cerca, o acesso ao que é detectado com rega automática, spray de água, dióxido de carbono-
controlado por uma fechadura (s) ou outros meios aprovados, serão ide, ou halon, construção com uma classificação de 1 hora deve ser
considerado para ser acessível a pessoas qualificadas apenas. O permitido.
tipo de invólucro utilizado em um determinado caso devem ser concebidos e
construído de acordo com a natureza e grau dos resí-
ard (s) associada com a instalação. (4) Bloqueios. As portas devem ser equipados com fechaduras e portas
Para outras instalações de equipamentos, conforme descrito no deverão estar fechadas, com acesso permitido apenas a qualificada
110,31 (D), uma parede, tela, cerca ou deve ser usado para envolver pessoas. Portas pessoal devem balançar para fora e ser equipado
uma instalação ao ar livre elétrica para impedir o acesso de pessoas com barras de pânico, as placas de pressão, ou outros dispositivos que sejam
que não são qualificados. A cerca não deve ser inferior a 2,1 m normalmente fechada, mas que se abrem sob pressão simples.
(7 pés) de altura, ou uma combinação de 1,8 m (6 pés) ou mais do
tela da cerca e uma extensão de 300 mm (1-pés) ou mais utiliz- (5) Transformers. Onde um transformador está instalado numa
ção três ou mais fios de arame farpado ou equivalente. O abóbada como exigido pelo artigo 450, o cofre deve ser con-
distância da cerca para as partes vivas não deve ser menor do que instruídos de acordo com os requisitos da parte III do
dada na Tabela 110,31. Artigo 450.

Não. Nota Informativa 1: Para obter informações adicionais, consulte


ANSI / ASTM E119-1995, Método para testes de incêndio do Edifício
Construção e Materiais, NFPA 251-2006, Padrão
Tabela distância mínima de 110,31 Fence a peças Métodos de Ensaios de resistência ao fogo de Construção Constru-
ção e de Materiais, e NFPA 80-2010, Padrão para Fogo
Portas e protetores outra abertura.
Distância mínima a peças
Nota Informativa No. 2: Uma construção de 3 horas é típico
Tensão nominal m pé 150 mm (6 polegadas) de espessura concreto armado.

601 - 13.799 3,05 10 (B) instalações internas.


13.800 - 230.000 4,57 15
Mais de 230.000 5,49 18 (1) em locais acessíveis a pessoas não qualificadas. Interior
instalações elétricas que são acessíveis a inqualificável
Nota: Para distâncias de condutores para tensões de sistema específicos e
pessoas devem ser feitos com metal fechado equipamento.
classificações BIL típicos, ver ANSI C2-2007, Segurança elétrica nacional
Código.
Metal-fechado de manobra, subestações unitárias, transformar-
res, caixas de passagem, caixas de ligação, e outros semelhantes como-
equipamentos associada devem ser marcados com a adequada
sinais de aviso. Aberturas no ventilado tipo seco transformam-
Nota informativa: Ver artigo 450 para a construção de re-
dores ou aberturas similares em outros equipamentos deve ser de-
sitos de cofres transformador.
assinado para que objetos estranhos inseridos através destes
aberturas são desviados de partes energizadas.
(A) Vaults elétricos. Quando um cofre elétrica é necessária
ou especificados para condutores e equipamentos operacionais em mais de
600 volts, nominal, é aplicável o seguinte.
(2) em locais acessíveis a pessoas qualificadas somente. In-
(1) paredes eo telhado. As paredes eo teto sejam con- porta instalações elétricas considerado acessível apenas a
truídos de materiais que tenham resistência estrutural suficiente pessoas qualificadas, de acordo com esta seção devem com-
para as condições, com uma classificação de fogo mínimo de 3 horas. ply com 110,34, 110,36, e 490,24.

70-40 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS 110,31

Tabela de Seleção Caixa 110,28

Para uso externo


Fornece um grau de
Proteção contra o Tipo de caixa-Número
Após Ambiental
Condições 3 3R 3S 3X 3RX 3SX 4 4X 6 6P

Contato acidental com o X X X X X X X X X X


equipamento fechado

Chuva, neve, granizo e X X X X X X X X X X

* Granizo - - X - - X - - - -

Poeira trazida pelo vento X - X X - X X X X X

Hosedown - - - - - - X X X X

Agentes corrosivos - - - X X X - X - X

Submersão temporária - - - - - - - - X X

A submersão prolongada - - - - - - - - - X

Fornece um grau de Para Uso Interno


Proteção contra o
Após Ambiental Tipo de caixa-Número
Condições
1 2 4 4X 5 6 6P 12 12K 13

Contato acidental com o X X X X X X X X X X


equipamento fechado

Caindo sujeira X X X X X X X X X X

Líquidos de queda e luz - X X X X X X X X X


salpicos

Poeira circulando, fiapos, fibras, - - X X - X X X X X


e flyings

Sedimentação poeira, fiapos - - X X X X X X X X


fibras e flyings

Hosedown e respingos - - X X - X X - - -
água

Petróleo e refrigerante infiltração - - - - - - - X X X

Óleo ou líquido de arrefecimento e - - - - - - - - - X


pulverização
salpicos
Agentes corrosivos - - - X - - X - - -

Submersão temporária - - - - - X X - - -

A submersão prolongada - - - - - - X - - -

* Mecanismo devem ser accionados quando o gelo cobria.


Não. Nota Informativa 1: O termo impermeável é normalmente usado em conjunto com os tipos de invólucro 3, 3S, 3SX, 3X, 4, 4X, 6, e 6P. O termo
à prova de chuva é normalmente usado em conjunto com os tipos de gabinete 3R, e 3RX. O termo à prova d'água é normalmente usado em conjunto com o invólucro
Tipos 4, 4X, 6, 6P. O termo driptight é normalmente usado em conjunto com os tipos de blindagem 2, 5, 12, 12K e 13. O termo dusttight é tipicamente
usado em conjunto com os tipos de invólucro 3, 3S, 3SX, 3X, 5, 12, 12K e 13.
Não. Nota Informativa 2: Penetração de proteção (IP) classificações podem ser encontradas em ANSI / NEMA 60529, Graus de proteção oferecido pelos gabinetes. IP
classificações não são um substituto para as classificações tipo de gabinete.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-41


110,32 ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

(C) instalações exteriores. (A) Sair desobstruída. Onde o local permite uma
forma contínua e desobstruída do curso de saída, a única
(1) em locais acessíveis a pessoas não qualificadas. Ao ar livre entrada para o espaço de trabalho deve ser permitida.
instalações elétricas que estão abertas a pessoas não qualificadas (B) Espaço de trabalho extra. Onde a profundidade da
devem cumprir com as Partes I, II e III do artigo 225. espaço de trabalho é o dobro do necessário por 110,34 (A), um único
entrada será permitida. Ele deve estar localizada de modo a que o
(2) em locais acessíveis a pessoas qualificadas somente. Fora distância a partir do equipamento para a borda mais próxima da
porta instalações elétricas que partes expostas entrada não é menor do que a distância livre mínima especifi-
devem ser acessíveis a pessoas qualificadas somente de acordo cadas na Tabela 110,34 (A), para equipamento operando em que
com o primeiro parágrafo desta seção e devem cumprir tensão e em que condições.
com 110,34, 110,36, e 490,24.

(2) Guarda. Onde descalços partes energizadas em qualquer tensão


(D) equipamento fechado Acessível a Inqualificável Por-
ou isolados partes energizadas acima de 600 volts, nominal, ao
filhos. De ventilação ou semelhante aberturas no equipamento será
térreo estão localizados junto à entrada tal, devem ser
projetado de tal forma que objetos estranhos inseridos através destes
devidamente resguardados.
aberturas são desviados de partes energizadas. Onde ex-
posou para danos físicos do tráfego de veículos, adequado
guardas devem ser fornecidos. Ou de metal não metálico fechado (3) Portas pessoal. Onde há uma porta de pessoal (s)
ao ar livre equipamentos localizados e acessíveis ao público em geral destinado a entrada e de saída do espaço de trabalho
público deve ser concebido de tal forma que as porcas ou parafusos expostos
menos de 7,6 m (25 pés) a partir da aresta mais próxima da de trabalho
não podem ser facilmente removidos, permitindo o acesso às partes espaço, a porta (s) será aberto na direcção da saída e ser
energizadas. equipado com barras de pânico, as placas de pressão, ou outros dispositivos
Quando o equipamento não-metálicos ou de metal fechado é aces- que
sível ao público em geral e na parte inferior do gabinete são normalmente fechada mas aberta sob pressão simples.
é menor do que 2,5 m (8 pés) acima do piso ou nível, o
porta do gabinete ou tampa articulada deverão estar fechadas. Portas (B) Acesso. Escadas permanentes ou escadas deverá ser pro-
e tampas de caixas utilizadas apenas como puxar caixas, tala vided para dar acesso seguro para o espaço de trabalho em torno de elec-
caixas, ou caixas de junção deve ser trancada, trancada, ou equipamentos eléctricos instalados em plataformas, varandas ou MEZ-
aparafusado. Subterrâneos tampas das caixas que pesam mais Zanine pisos ou em sótão ou telhado salas ou espaços.
45,4 kg (100 lb) deve ser considerado como responder a este
requisito.
110,34 espaço de trabalho e guarda.

(A) espaço de trabalho. Exceto quando exigido ou em outro lugar por


110,32 Espaço de Trabalho sobre o equipamento. Espaço suficiente Mitted neste Código, equipamentos susceptíveis de exigir exa-
devem ser fornecidas e mantidas sobre elétrica equipa- ção de ajuste, manutenção, ou manutenção energizado
mento para permitir a operação pronto e seguro e manutenção deve ter espaço de trabalho claro na direcção do acesso aos
de tais equipamentos. Quando partes energizadas sejam expostos, viver partes do equipamento eléctrico e não deve ser inferior
o espaço de trabalho livre mínima não deve ser inferior a do que o especificado na Tabela 110,34 (A). Distâncias devem ser me-
2,0 m (61/2 pés) de altura (medida na vertical a partir do piso ou sured das partes vivas, se tal estão expostas, ou a partir do
plataforma) ou não de largura inferior a 914 (3 pés) de largura (medido frente gabinete ou se tal abertura são fechados.
paralelo ao equipamento). A profundidade deve ser conforme necessário
110,34 em (A). Em todos os casos, o espaço de trabalho deve permitir que a
pelo menos uma abertura de 90 graus de portas ou painéis articulados. Exceção: espaço de trabalho não será exigido em volta de
equipamentos como mortos-front quadros ou controle de as-
assembleias onde não há partes renováveis ou ajustável
(Tais como fusíveis ou interruptores) na parte de trás e em que todos
110,33 Entrada para Caixas e Acesso a trabalho os con-
Espaço. conexões são acessíveis a partir de outros locais que não o de volta.
Quando o acesso traseiro é obrigado a trabalhar em não eléctrica
(A) de entrada. Pelo menos uma entrada para caixas de elec- peças na parte de trás do equipamento fechado, um trabalho-mínimo
instalações trical como descrito em, pelo menos, 110,31 ing espaço de 762 mm (30 polegadas) na horizontal deve ser
610 mm (24 polegadas) de largura e 2,0 m (61/2 pés) de altura devem ser fornecida.
fornecidas para dar acesso ao espaço de trabalho sobre electri- (B) A separação de baixa tensão. Onde
equipamentos de cal. interruptores, recortes ou outros equipamentos em 600
volts, nominais, ou menos são instalados em um cofre, sala ou
recinto onde estão expostas as partes vivas ou expostos
(1) equipamentos de grande porte. Em painéis de telefonistas e controleoperação de fiação a mais de 600 volts, nominal, a maior
superior a 1,8 m (6 pés) de largura, deverá haver uma entrada Equipamento de tensão deve ser eficazmente separados do
em cada extremidade do equipamento. A única entrada para o espaço ocupado pelo equipamento de baixa tensão por um adequado
espaço de trabalho exigida deve ser permitido onde qualquer um cerca divisória, ou tela.
as condições em 110,33 (A) (1) (a) ou (A) (1) (b) for satisfeita.

70-42 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS 110,51

Tabela 110,34 (A) profundidade mínima de espaço de trabalho claro em Tabela 110,34 Elevação (E) do subterrâneo Peças viver acima
Equipamentos Eléctricos Espaço de Trabalho

Nominal Distância livre mínima Elevação


Tensão Tensão nominal
para a terra Condição 1 Condição condição 2 3 Entre as fases m pé

601-2500 V 900 mm (3 pés) 1,2 m (4 pés) 1,5 m (5 ft) 601-7500 V 2,8 9


2501-9000 V 1,2 m (4 pés) 1,5 m (5 ft) 1,8 m (6 pés) 7501-35,000 V 2,9 9 pés 6 pol
9001-25,000 V 1,5 m (5 pés) 1,8 m (6 pés) 2,8 m (9 pés) Acima de 35 kV 2,9 m + 9,5 mm / kV 9 pés 6 pol +
25001 V-75 kV 1,8 m (6 pés) 2,5 m (8 pés) 3,0 m (10 pés) acima de 35 0,37 em. / KV
Acima de 75 kV 2,5 m (8 pés) 3,0 m (10 pés) 3,7 m (12 pés) acima de 35

Nota: Quando as condições são como se segue:


Condição 1 - As partes condutoras de um lado do espaço de trabalho
e sem partes vivas ou ligado à terra, do outro lado do espaço de trabalho,
ou expostas as partes sob tensão em ambos os lados do espaço de trabalho, que são
eficazmente protegidas por materiais isolantes.
Condição 2 - As partes condutoras de um lado do espaço de trabalho
e aterrado partes do outro lado do espaço de trabalho. Betão, pôr em risco o funcionamento do sistema eléctrico não será
paredes de tijolo ou telha deve ser considerada como castigo. situado na proximidade do equipamento de serviço, metal-
Condição 3 - As partes condutoras em ambos os lados do trabalho switchgear poder fechado, ou conjuntos de controle industrial.
espaço. Proteção deve ser fornecida sempre que necessário para evitar danos
condensação de vazamentos e quebras em tais sistemas estrangeiros.
Instalações de tubulação e outro não deve ser considerado estrangeiro se
fornecido para proteção contra incêndio da instalação elétrica.
Exceção: Muda ou outros equipamentos em 600
volts, nominal, ou menos, e servindo apenas equipamentos dentro
o cofre de alta tensão, sala ou gabinete deve ser permitir-
ted a ser instalado no cofre de alta tensão, quarto, ou en- 110,36 condutores do circuito. Condutores do circuito deve ser per-
fechamento sem uma partição, a tela da cerca, ou se acessível a metidos à ser instalado em calhas, em caminhos de cabos, como metal-clad
pessoas qualificadas apenas. cabo, fio desencapado, cabo e barramentos, ou como o tipo de cabos de MT
ou condutores, tal como previsto no 300,37, 300,39, 300,40, e
300,50. Nuas condutores vivos devem cumprir 490,24.
Isoladores, juntamente com seus condutores e montagem em-
(C) Bloqueado salas ou recintos. A entrada para todos
sório, quando utilizados como suportes para cabos, condutores única
edifícios, cofres, salas ou recintos que contêm exposta
cabos ou barramentos, devem ser capazes de suportar com segurança o
partes vivas ou condutores expostos operando em mais de 600
máximo de forças magnéticas que prevaleceria se dois ou mais
volts, nominal, que deverão estar fechadas, a menos que tais entradas
condutores de um circuito foram submetidas a curto-circuito.
estão sob a observação de uma pessoa qualificada em todos os momentos.
Corridas expostas de fios e cabos que têm um
Se a tensão superior a 600 volts, nominais, perma-
bainha de chumbo nu ou uma cobertura trançada exterior deve ser su-
sinais de alerta permanentes e visíveis devem ser fornecidas,
portado de uma forma concebida para evitar dano físico para
com a seguinte redacção:
a trança ou bainha. Suporta para o chumbo cobertas de cabos devem
ser concebida para impedir a electrólise da bainha.
PERIGO - ALTA TENSÃO - MANTENHA FORA

(D) Iluminação. A iluminação deve ser fornecida para todos


espaços de trabalho sobre equipamentos elétricos. A iluminação 110,40 Limitações de temperatura nas terminações. Con-
saídas devem ser dispostos de modo a que as pessoas ou mudando as ductors será autorizado a ser terminada com base na
lâmpadas 90 ° C (194 ° F) o nível de temperatura e capacidade de corrente, tal como
fazer reparos no sistema de iluminação não estão em perigo consta nas
por partes vivas ou outros equipamentos. Tabela 310,60 (C), (67) por meio de Tabela 310,60 (C), (86), a menos
Os pontos de controlo deve ser localizada de modo que as pessoas de outra forma identificadas.
não são susceptíveis de entrar em contato com qualquer parte ao vivo ou
parte móvel do equipamento ao ligar as luzes.
IV. Instalações túnel de mais de 600 volts, nominal
(E) Elevação de subterrâneo as partes vivas. Subterrâneo viver 110,51 Geral.
peças acima espaço de trabalho devem ser mantidos em altitudes
não menos do que o requerido pela Tabela 110,34 (E). (A) Coberto. As disposições da presente parte aplicam-se à
instalação e utilização de alta tensão de distribuição de energia e
(F) Proteção do equipamento de serviço, Metal-fechado equipamento de utilização que é portátil, celular, ou ambos, tal
Painéis de energia, e as Assembleias de controle industrial. como subestações, trailers, carros, móveis, pás Draglines,
Tubos ou dutos estrangeiros para a instalação eléctrica e re- talhas, furadeiras, dragas, compressores, bombas, transportadores, un-
Quiring manutenção periódica ou cujo mau funcionamento seria derground escavadoras e similares.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-43


110,52 ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS

(B) outros artigos. Os requisitos da presente parte um motor devem cumprir com os requisitos aplicáveis da
adicional, ou emendar dos prescritos nos artigos O artigo 430.
100 a 490 da presente Código.
110,59 gabinetes. Cercas para uso em túneis devem ser
(C) Proteção contra danos físicos. Condutores dripproof, intempéries, ou submersíveis como exigido pelo
e cabos em túneis devem estar localizado acima do piso do túnel condições ambientais. Caixas de chave ou contator
e colocado ou guardado para protegê-los de física não devem ser utilizados como caixas de derivação ou como pistas para
dano. condutores de alimentação através de fora ou tocando a outros switches
a não ser que os gabinetes de cumprir 312,8.

110,52 proteção de sobrecorrente. Motor-operado equipar-


mento devem ser protegidos contra sobreintensidades de acordo
com Partes III, IV e V do artigo 430. Transformadores devem Bueiros V. e outros compartimentos elétricos Pretendido
ser protegido de sobrecorrente de acordo com 450,3. para a entrada de pessoal, todas as tensões

110,70 Geral. Invólucros elétricos destinados à pessoa


110,53 condutores. Condutores de alta tensão em túneis nel entrada e especificamente fabricadas para este fim devem
Devem ser instalados em eletroduto de metal ou raceway outro metal, ser de tamanho suficiente para proporcionar espaço de trabalho seguro sobre
Tipo de cabo MC, ou cabo multicondutor outro aprovado. elec-
Cabo multicondutor portátil será permitido fornecer equipamentos eléctricos com as partes vivas de que é provável que requerem
equipamento móvel. ajuste exame, manutenção, ou manutenção
energizado. Esses recintos deverão ter tamanho suficiente para per-
mit instalação pronta ou retirada dos condutores em-
110,54 Bonding e à terra do equipamento. gados sem danificar os condutores ou ao seu insu-
mento. Eles devem cumprir as disposições da presente parte.
(A) aterrado e seguro. Todos os não-atual-transporte
partes metálicas de equipamentos elétricos e todos os pistas de metal
Exceção: Onde invólucros elétricos abrangidos pela parte V
e bainhas de cabos deve ser solidamente aterrado e ligado a
deste artigo são parte de um sistema de fiação industrial opera-
todos os tubos metálicos e trilhos no portal e em intervalos que não
namento em condições de manutenção e supervisão que
superior a 300 m (1000 pés) ao longo do túnel.
garantir que somente pessoas qualificadas acompanhar e fiscalizar
o sistema, eles serão autorizados a ser concebidos e em-
(B) à terra do equipamento. Um equipamento paralisadas, de acordo com a engenharia adequada prá-
condutor de aterramento deve ser executado com condutores do circuito Tice. Se exigido pela autoridade competente com design,
no interior do canal condutor de metal ou no interior do cabo multicondutordocumentação deve ser fornecida.
jaqueta. O condutor de aterramento do equipamento deve ser per-
metidos à ser isolado ou nu.
Força 110,71. Bueiros, galerias, e seus meios de ac-
cesso deve ser concebido sob supervisão de engenharia qualificado-
110,55 transformadores, chaves e Elétrica equi- Sion e deve resistir a todas as cargas que possam ser impostas
mento. Todos os transformadores, interruptores, controladores de motor, mo-
as estruturas.
res, retificadores e outros equipamentos instalados subterrâneos
devem ser protegidos contra danos físicos ou por localização
guardando. Nota informativa: Veja ANSI C2-2007, Nacional Electri-
cal Código de Segurança, Para obter informações adicionais sobre a
carga
que pode ser esperado para carregar em caixas subterrâneas.
110,56 partes energizadas. Terminais nus de transformadores,
comutadores, reguladores de motor, e outros equipamentos devem ser 110,72 Espaço de Trabalho de cabeamento. Um espaço de trabalho claro
fechados para evitar o contato acidental com as partes energizadas. não menos
de 900 mm (3 pés) de largura, devem ser fornecidos, quando os cabos estão
localizado em ambos os lados, e não inferior a 750 mm (21/2 pés)
110,57 Sistema de Ventilação controles. Controles elétricos para em que os cabos são apenas de um lado. A altura livre vertical,
o sistema de ventilação devem ser dispostos de modo a que o fluxo de ar pode
não deve ser inferior a 1,8 m (6 pés) a menos que a abertura é
ser invertida. mais de 300 mm (1 pé), medidos horizontalmente, da adja-
cento parede lateral interior do invólucro.

110,58 meios de desconexão. Um interruptor ou disjuntor Excepção: Uma câmara de visita, contendo apenas um ou mais dos
que, simultaneamente, abre todos os condutores não aterrados do seguinte será autorizado a ter um dos horizontal
circuito deve ser instalado dentro da vista de cada transformador ou dimensões espaciais trabalham reduzida a 600 mm (2 pés) de onde o
motor de local para desligar o transformador ou motor. espaço de trabalho horizontal outro claro é aumentada de modo a
O interruptor ou disjuntor para um transformador deve ter soma
uma amperagem não menos do que a capacidade de corrente da rede das duas dimensões não é menor do que 1,8 m (6 ft):
transeuropeia
ex-condutores de alimentação. O interruptor ou disjuntor para (1) Cabos de fibra óptica como abrangidos pelo artigo 770

70-44 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 110 - REQUISITOS PARA INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS 110,79

(2) de potência limitada circuitos de alarme de incêndio fornecido em(3) Classe 2 ou Classe 3 de controle remoto e sinalização cir-
con- tos, ou ambos, fornecidos de acordo com 725,121
dançar com 760,121
(3) Classe 2 ou Classe 3 de controle remoto e sinalização cir- (B) As obstruções. Aberturas de bueiro deve estar livre de pro-
tos, ou ambos, fornecidos de acordo com 725,121 trusions que poderiam ferir pessoas ou impedir a saída pronto.
110,73 Espaço equipamentos de trabalho. Onde elétrica equipa-
mento com as partes vivas que é provável que requerem o exame, (C) Localização. Aberturas de bueiro para o pessoal deve ser
ajuste, manutenção ou manutenção enquanto energizada é localizado onde eles não são diretamente acima elétrica equipa-
instalado em um bueiro, cofre, ou outro recinto projetado mento ou condutores no gabinete. Quando isto não é prá-
para o pessoal de acesso, o espaço de trabalho e de re-associado ticable, ou uma barreira de protecção ou uma escada fixa será
sitos em 110,26 deve ser cumprido em instalações opera- fornecido.
ção a 600 volts ou menos. Se a instalação for mais
600 volts, o espaço de trabalho e requisitos associados em
(D) Covers. Tampas devem ser mais de 45 kg (100 lb) ou de outro-
110,34 devem ser cumpridas. A tampa de acesso bueiro que pesa
sábio concebido para exigir o uso de ferramentas de abrir. Devem
mais de 45 kg (100 lb) devem ser considerados como satisfazendo a
ser concebidos ou restringidos, de modo que não podem cair no homem
requisitos de 110,34 (C).
buraco ou se projetar suficientemente entrar em contato com condutores
elétricos
ou equipamento dentro do bueiro.
110,74 Instalação do condutor. Condutores instalados em (E) Marcação. Tampas de bueiro terá uma identificação
bueiros e outros recintos destinados para a entrada de pessoal marca ou logotipo que proeminente indica sua função, como
deve ser cabeado, acumulou, ou dispostos em uma aprovada como "eléctrico".
forma que fornece acesso fácil e seguro para as pessoas a
entrar para a instalação e manutenção. A instalação deve
cumprir 110,74 (A) ou 110,74 (B), conforme o caso. 110,76 Acesso a Vaults e Túneis.

(A) Localização. Aberturas de acesso para o pessoal deve ser lo-


(A) 600 Volts, nominais, ou menos. Espaço para flexão de arame cado onde eles não são diretamente acima elétrica equipa-
condutores que funcionem a 600 volts ou menos devem ser fornecidas mento ou condutores no gabinete. Outras aberturas devem
em conformidade com os requisitos do 314,28. ser permitido mais de equipamento para facilitar a instalação, principal-
tenção, ou substituição do equipamento.
(B) Mais de 600 Volts, Nominal. Condutores operando
mais de 600 volts devem ser fornecidas com espaço de flexão em
(B) Bloqueios. Além da conformidade com os requisitos
314,71 acordo com (A) e (B), conforme o caso.
de 110,34, se for o caso, aberturas de acesso para o pessoal deve
ser disposto de tal modo que uma pessoa no interior pode sair quando
Exceção: Quando 314,71 (B) aplica-se, cada linha ou coluna a porta de acesso está bloqueada a partir do exterior, ou no caso de
das condutas de uma das paredes do invólucro deve ser calculado normalmente de travamento por cadeado, a disposição de fecho deve
individualmente, e a linha ou coluna única que fornece o ser tal que o cadeado pode ser fechada sobre o bloqueio sys-
distância máxima deve ser usado. ma a evitar bloqueio a partir do exterior.

110,75 Acesso a Manholes.


110,77 Ventilação. Onde bueiros, túneis, e abóbadas
(A) Dimensões. As aberturas de acesso não pode ser rectangulares têm aberturas comunicando em áreas fechadas utilizadas pelos
a menos de 650 mm × 550 milímetros (26 pol × 22 pol.) Acesso rodada a ventilação, o público ao ar livre devem ser fornecidas wher-
aberturas em uma câmara de visita não deve ser inferior a 650 milímetros sempre que possível.
(26 polegadas) de diâmetro.

Excepção: Uma câmara de visita, que possui uma escada fixa, que Guardando 110,78. Onde os condutores ou equipamentos, ou
não faz ambas, pode ser contactado por queda de objetos ou sendo empurrado
obstruir a abertura ou que contém apenas um ou mais dos através de uma grelha de ventilação, de ambos os condutores e as partes vivas
o seguinte será autorizado a reduzir ao mínimo deve ser protegido de acordo com os requisitos da
cobrir diâmetro e 600 mm (2 pés): 110,27 (A) (2) ou 110,31 (B) (1), em função da tensão.
(1) Cabos de fibra óptica como abrangidos pelo artigo 770
(2) de potência limitada circuitos de alarme de incêndio fornecido em110,79 escadas fixas. Escadas fixas será corrosão
con- resistente.
dançar com 760,121

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-45


CAPÍTULO 2 ARTIGO 200 - utilização e identificação de condutores aterrado

Fiação Capítulo 2 e Proteção

aterrados condutores alimentadores menos que especificamente permitido


ARTIGO 200 em outras partes deste Código.
Utilização e identificação de Grounded
Condutores 200,6 meio de identificação de condutores aterrados.

(A) Tamanhos 6 AWG ou menor. Um con-isolados aterrado


ductor de 6 AWG ou menores devem ser identificados por um dos
200,1 Scope. Este artigo prevê requisitos para a dos seguintes meios:
seguinte: (1) Um acabamento branco contínuo exterior.
(1) Identificação dos terminais (2) Um acabamento cinzento exterior contínua.
(2) condutores fundamentada em sistemas de cablagem instalações (3) Três contínuas listras brancas ao longo do condutor
(3) Identificação de condutores aterrados comprimento inteiro em que não seja de isolamento verde.
(4) Os fios que têm seu revestimento externo acabado de mostrar um
cor branca ou cinza, mas tem tópicos traçadores coloridos em
Nota informativa: Ver o artigo 100 para as definições de a trança identificar a origem de fabricação, deve ser
Condutor aterrado, condutor de aterramento de equipamentos, consideradas em conformidade com as disposições desta seção.
e Condutor de aterramento do eletrodo. (5) O condutor de terra de um mineral isolante-metal,
cabo com bainha devem ser identificados no momento da ins-
lamento pelo distintivo marcação em suas terminações.
200,2 Geral. Condutores aterrados devem cumprir (6) Um único condutor, luz solar-resistentes, ao ar livre com classificação
200,2 (A) e (B). cabo usado como um condutor aterrado em energia fotovoltaica
sistemas de energia, conforme permitido por 690,31, deve ser iden-
(A) de isolamento. O condutor de terra, onde isolado, ficados, no momento da instalação, branco distintivo
devem ter isolamento que é (1) adequado, para além da cor, marcação em todas as terminações.
para qualquer condutor não aterrado do mesmo circuito em cir- (7) fio luminária deve cumprir com os requisitos para
tos de menos de 1000 volts ou impedância à terra neutro aterrado identificação do condutor, conforme especificado no 402,8.
sistemas de 1 kV e mais, ou (2) nominal pelo menos igual (8) Para cabo de antena, a identificação deve ser tão acima, ou
600 volts para sistemas solidamente aterrados neutros de 1 kV e por meio de uma crista localizada na parte externa do cabo
mais, tal como descrito em 250,184 (A). de modo a identificá-lo.

(B) Continuidade. A continuidade de um condutor aterrado


não deve depender de uma ligação com um invólucro metálico,
pista, ou a armadura do cabo.

Nota informativa: Veja 300,13 (B) para a continuidade do (B) Tamanhos 4 AWG ou maior. Um con-isolados aterrado
condutores aterrados utilizados em circuitos multifios.
ductor 4 AWG ou maior deverá ser identificados por um dos
seguintes meios:
200,3 Conexão ao Sistema Aterrado. Fiação local (1) Um acabamento branco contínuo exterior.
não deve ser ligado electricamente a um sistema de abastecimento a não ser(2) Um acabamento cinzento exterior contínua
que (3) Três contínuas listras brancas ao longo de todo o comprimento
esta última contém, por qualquer condutor de terra do interior em que não seja de isolamento verde.
sistema, um condutor correspondente que está no chão. Para o (4) No momento da instalação, por um distintivo branco ou cinzento
objetivo desta seção, ligado electricamente entende-se con- marcação em suas terminações. Esta marcação deve cercar
tado de forma a ser capaz de transportar corrente, como distinguida o condutor ou o isolamento.
de conexão através de indução eletromagnética.

Exceção: Abertas utilitário-interativas inversores identificados para


usar em sistemas de recursos distribuídos de geração, tais como foto-
(C) Cabos flexíveis. Um condutor isolado, que se destina
tovoltaic e combustível sistemas de energia celulares será permitido
para utilização como um condutor de terra, onde contido dentro de um
ser conectado a fiação das instalações sem um aterrada con-
cabo flexível, devem ser identificados por um acabamento branco ou cinza
ductor onde a fiação conectada instalações ou utilitário sis-
exterior
TEM inclui um condutor aterrado.
ou por métodos permitidos por 400,22.
(D) Fundamentada Condutores de sistemas diferentes. Onde
200,4 condutores neutros. Condutores neutro não deve condutores fundamentadas de diferentes sistemas são instalados em
ser usado para mais do que um circuito de derivação, por mais de um a pista mesmo, cabo, caixa, auxiliar de sarjeta, ou outro tipo
multipolar circuito de ramo, ou por mais de um conjunto de não- de gabinete, cada condutor de terra deve ser identificado

70-46 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 200 - utilização e identificação de condutores aterrado 200,10

pelo sistema. Identificação, que distingue cada sistema circuitos de menos de 50 volts é obrigado a ser aterrado
condutor de terra será permitido por um dos seguin- apenas como exigido por 250,20 (A).
tes meios:
(1) Um sistema de condutor de terra terá um exterior (C) Circuitos de 50 volts ou mais. A utilização de isolamento
cobertura conforme a 200,6 (A) ou (B). que é branco ou cinza ou que tem três branca contínua
(2) O condutor de terra (s) de outros sistemas terão açoites para que não seja um condutor aterrado para circuitos de
um revestimento exterior diferente conforme a 200,6 (A) ou 50 volts ou mais, será permitida apenas como em (1) e (2).
200,6 (B) ou por um revestimento externo de cor branca ou cinza com (1) Se parte de um conjunto de cabos que tem o isolamento por
uma faixa facilmente distinguíveis colorido diferente do verde permanentemente reidentified para indicar seu uso como um un-
correndo ao longo do isolamento. aterrado marcando pintura, fita adesiva, ou outro
(3) Outros meios e diferente de identificação, como permitido meios eficazes a sua rescisão e em cada local
por 200,6 (A) ou (B) que vai distinguir cada sistema onde o condutor é visível e acessível. Identifi-
condutor aterrado. cação deve envolver o isolamento e deve ser de uma cor
diferente do branco, cinza ou verde. Se usado por um único pólo,
3-way ou loops 4-way switch, o condu-reidentified
tor com isolamento branco ou cinza ou três contínua
Os meios de identificação devem ser documentados em um faixas brancas só podem ser utilizadas para o abastecimento da
forma que é facilmente disponível ou ser permanentemente alternar, mas não como um condutor de retorno a partir do interruptor de
publicado em que os condutores de diferentes sistemas originam. da tomada.
(2) Um cabo flexível, tendo um condutor identificado por um
branco ou cinza acabamento exterior ou três branco contínuo
(E) Fundamentada condutores de cabos MULTICONDUCTOR. listras ou por qualquer outro meio permitido por 400,22, que
Os condutores isolados fundamentadas em um multicondutor é utilizado para ligar um aparelho ou equipamento de per-
cabo deve ser identificado por um exterior contínuo branco ou cinza transmitida por 400,7. Isto aplica-se a cabos flexíveis con-
terminar ou por três listras brancas contínuas em que não tado a tomadas ou não a saída é fornecida
isolamento verde em toda sua extensão. Multicondutor plana por um circuito que tem um condutor de ligação à terra.
cabo 4 AWG ou maior será permitido empregar uma
ridge externo sobre o condutor ligado à terra.

Não. Exceção 1: onde as condições de manutenção


e supervisão garantir que apenas qualificado serviço de pessoas
A instalação, condutores aterrados em multicondutor Nota informativa: A cinza de cor pode ter sido usada em
cabos devem ser autorizados a ser permanentemente identificados o passado como um condutor sem chão. Cuidados devem ser tomados
suas terminações no momento da instalação por um distintivo quando se trabalha com sistemas existentes.
marcação branca ou outro meio igualmente eficaz.
200,9 meios de identificação dos terminais. A identifi-
Não. Exceção 2: O condutor de terra de um Multicon- cação de terminais aos quais um condutor de terra é para ser
cabo ductor envernizado-pano-isolados será permitido ligado deve estar substancialmente na cor branca. A identi-
a ser identificado em seus extremos, no momento da instalação ficação de outros terminais devem ser de fácil distinguir-
por um branco distintivo marcação ou de outros igualmente eficazescor diferente capaz.
significa.
Exceção: Quando as condições de manutenção e de super-
Nota informativa: A cinza de cor pode ter sido usada em visão garantir que somente pessoas qualificadas serviço insta-
o passado como um condutor sem chão. Cuidados devem ser tomados ções, terminais para condutores aterrados será permitido
quando se trabalha com sistemas existentes. ser permanentemente identificado no momento da instalação por um
dis-
200,7 uso de isolamento de cor branca ou cinza ou tinctive marcação branca ou outro meio igualmente eficaz.
com três contínuos White Stripes.
200,10 Identificação de Terminais.
(A) Geral. A seguir deve ser usado apenas para o
condutor aterrado do circuito, a menos que o previsto no (A) Os terminais do dispositivo. Todos os dispositivos, excluindo Painéis,
200,7 (B) e (C): fornecida com terminais para a ligação de condutores e
(1) Um condutor com cobertura branca ou cinza contínua destinado a ser ligado a mais de um lado do circuito
(2) Um condutor com três listras brancas na contínua devem ter terminais adequadamente marcados para a identificação, a menos
diferente do isolamento verde a conexão elétrica do terminal destinado a ser con-
(3) A marcação de cor branca ou cinzenta na terminação esteja conectado ao condutor de terra é claramente evidente.

Exceção: identificação do terminal não será exigido para


(B) Circuitos de menos de 50 Volts. Um condutor com dispositivos que têm uma classificação de corrente normal de mais de
isolamento de cor branca ou cinza ou três contínuos listras brancas 30 amperes,
ou que tenham uma marcação de cor branca ou cinza na rescisão por recep-diferente de plugues de fixação polarizada e polarizada
tacles para fixação de ignição conforme requerido em 200,10 (B).

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-47


200,11 ARTIGO 210 - circuitos

(B) Os recipientes, plugues e conectores. Recipientes, 210,2 Outros artigos de de propósito específico Poder Cir-
polarizadas plugs e conectores de fixação, cabo de velas tos. Circuitos devem cumprir com este artigo e também
e plugs polarizados deve ter o terminal destinado com as disposições aplicáveis de outros artigos de presente Código.
ligação para o condutor de terra identificados como se segue: As provisões para circuitos que fornecem equipamentos
(1) Identificação será por um revestimento de metal ou metal que listadas na Tabela 210,2 alterar ou complementar as disposições em
é substancialmente branca na cor ou pela palavra branco ou este artigo e é aplicável aos circuitos referidos
a letra Wlocalizado adjacente ao terminal identificado. aí.
(2) Se o terminal não é visível, a entrada do condutor
buraco para a ligação deve ser de cor branca ou
marcado com a palavra branco ou a letra W.
210,3 Rating. Circuitos reconhecidos por este artigo
deve ser avaliado de acordo com o máximo permitido
amperagem ou a configuração do dispositivo de sobrecorrente. O rato-
ção para que não seja circuitos individuais devem ser de 15, 20,
Nota informativa: Veja 250,126 para a identificação de wir- 30, 40 e 50 amperes. Onde os condutores de maior am-
ing equipamento do dispositivo de aterramento terminais condutores.
pacidade são usados por qualquer motivo, a amperagem ou configuração
do dispositivo de sobrecorrente especificado determinará a cir-
(C) Parafuso Conchas. Para dispositivos com conchas de parafuso, o TER-Avaliação cuit.
minal para o condutor de terra deve ser a con-
tado para o shell parafuso.

Exceção: circuitos Multioutlet superior a 50


(D) Parafuso Dispositivos Shell com terminais. Para parafuso shell de- ampères será permitido fornecer tomada nonlighting
vícios com derivações em anexo, o condutor ligado ao cargas em instalações industriais, onde as condições de manu-
parafuso reservatório devem ter um acabamento branco ou cinza. O exteriormanutenção e supervisão garantir que somente pessoas qualificadas
acabamento do outro condutor deve ser de uma cor sólida que a manutenção do equipamento.
não ser confundido com o acabamento branco ou cinzento usada para
identificar o condutor de ligação à terra.
210,4 Poder Circuitos multipolar.
Nota informativa: A cinza de cor pode ter sido usada em
o passado como um condutor sem chão. Cuidados devem ser tomados (A) Geral. Circuitos reconhecidos pelo presente artigo
quando se trabalha com sistemas existentes. ser permitido como circuitos multifios. Um circuito multifios será
Podem ser considerados como circuitos múltiplos. Todos os condutores
de um circuito elétrico multipolar devem ser originários da mesma
(E) Eletrodomésticos. Aparelhos que têm um interruptor de um pólo panelboard ou equipamento de distribuição similar.
ou um único pólo dispositivo de sobrecorrente na linha ou qualquer linha de
casquilhos de rosca ligadas escudo, e que devem ser con-
conectados por (1) um método de fiação permanente ou (2) em campo Nota informativa: A 3 fases, 4 fios, conectada em estrela de energia
instalados plugues e cabos de fixação com três ou mais sistema utilizado para fornecer energia a cargas não lineares podem necessi-
fios (incluindo o condutor de aterramento do equipamento), deve tate que o desenho do sistema de energia para permitir a possibilidade de
tem meios para identificar o terminal para o circuito aterrado altas correntes harmônicas no condutor neutro.
condutor (se houver).

(B) meios de desconexão. Cada circuito ramo multifios


devem ser providos de um meio que vai simultaneamente
desligar todos os condutores não aterrados no ponto onde
200,11 polaridade de ligações. Nenhum dos condutores aterrado
deve ser ligado a qualquer terminal ou provocar, de modo a inverter a o circuito de ramo origina.
designada de polaridade.
Nota informativa: Veja 240,15 (B) para obter informações sobre o
utilização de disjuntores unipolares como a desconexão do circuito
significa.

(C) Linha-neutro cargas. Filiais circuitos multifios


ARTIGO 210 deverá fornecer apenas linha-neutro cargas.
Circuitos
Não. Exceção 1: Um circuito elétrico multipolar que abastece
apenas um equipamento de utilização.
I. Disposições Gerais
Não. Exceção 2: Onde todos os condutores não aterrados do
multifios ramo de circuito são abertas simultaneamente pela
210,1 Scope. Este artigo abrange circuitos, exceto para
Poder-circuito dispositivo de sobrecorrente.
circuitos que abastecem apenas cargas do motor, que são
previstos no Artigo 430. Disposto neste artigo e no artigo
430 se aplicam a circuitos com cargas de combinação. Nota informativa: Veja 300,13 (B) para a continuidade do
aterrado em circuitos multifios.

70-48 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 210 - circuitos 210,6

Tabela 210,2 de propósito específico circuitos (D) Agrupamento. O circuito não aterrado e aterrado con-
ductors de cada circuito de derivação multipolar serão agrupadas
Equipamento Artigo Seção por laços de cabo ou outros meios semelhantes, em pelo menos um local
dentro
Ar-condicionado e 440,6, 440,31, o panelboard ou outro ponto de origem.
equipamentos frigoríficos 440,32 Exceção: A exigência de agrupamento não é aplicável se
Processamento de sinais de áudio, 640,8 o circuito de entrada de um cabo ou uma calha única para o
amplificação, e circuito que faz com que o agrupamento óbvia.
equipamento de reprodução
Vias de ônibus 368,17
Circuitos e equipamentos 210,5 Identificação de circuitos elétricos.
720
operando a menos de 50
(A) condutor aterrado. O condutor de um aterrada
volts
Equipamentos de aquecimento central circuito elétrico devem ser identificados de acordo com 200,6.
422,12
diferente de eléctrico fixo
espaço-aquecimento equipamento (B) do condutor de aterramento do equipamento. O equipamento
Classe 1, Classe 2 e Classe 3 condutor de aterramento deve ser identificado, de acordo com
controle remoto, sinalização, 725 250,119.
e potência limitada circuitos
Gruas e guindastes (C) Identificação de condutores não aterrados. Un-
Sinais elétricos e de destaque 610,42
condutores aterrados devem ser identificados de acordo com
iluminação 600,6
210,5 (C) (1), (2) e (3).
Soldadores elétricos
Estacionamento de caminhões eletrificada 630
espaço 626
(1) Aplicação. Quando o sistema de fiação local tem
Elevadores, dumbwaiters, circuitos fornecido a partir de mais de um volt nominal-
escadas rolantes, esteiras rolantes, sistema idade, cada condutor não aterrado de um circuito elétrico
620,61
elevadores para cadeiras de rodas e devem ser identificados por fase ou de linha e um sistema em tudo termi-
cadeira de elevadores de escada nação, conexão e pontos de junção.
Sistemas de alarme de incêndio
Aquecimento elétrico fixo 760 (2) os meios de identificação. Os meios de identificação
equipamentos para gasodutos 427,4 será permitido ser por código de cores separadas, marcando
e vasos
etiquetagem, fita adesiva, ou outros meios aprovados.
Eléctrico fixo espaço-aquecimento
equipamento
Fixos elétrica ao ar livre 424,3 (3) Destacamento de meio de identificação. O método utilizado
degelo ea neve derreter- para condutores originários dentro de cada ramo do circuito-pan-
equipamento 426,4 elboard ou equipamento de distribuição semelhante ramo-circuito
• A tecnologia da informação deve ser documentado de uma maneira que é prontamente disponível ou
equipamento deve ser permanentemente enviada em cada ramo do circuito-panel-
645,5 placa ou equipamento de distribuição semelhante ramo-circuito.
Infravermelho lâmpada industrial
equipamento de calefação
Indução e dielétrico 422,48, 424,3
equipamento de calefação 210,6 Poder Circuitos Limitações tensão. O nominal
Marinas e estaleiros 665 tensão de circuitos não devem exceder os valores por-
Casas móveis, fabricados transmitida por 210,6 (A) a (E).
casas, e casa móvel 555,19
parques 550 (A) Limitação de ocupação. Nas unidades de habitação e de hóspedes
Cinema e televisão quartos ou suítes de hotéis, motéis e similares occupan-
estúdios e similares cas, a tensão não deve exceder 120 volts, nominais, entre
locais 530 condutores que fornecem os terminais do seguinte:
Motores, circuitos de motores, e
(1) Luminárias
controladores
Órgãos de tubos (2) as cargas cabo-e-plug-conectados 1440 volt-ampères,
430
Veículos de recreio e nominal, ou menos, ou menos do que 1/4 hp
parques de lazer de veículos 650,7
Quadros e 551
Painéis (B) 120 Volts entre condutores. Circuitos não exceder-
Teatros, áreas de audiência de ING 120 volts, nominais, entre condutores devem ser permitir-
408,52
cinema e ted para fornecer o seguinte:
estúdios de televisão, e
520,41, 520,52, (1) Os terminais de casquilhos aplicado no seu volt-
locais similares
520,62 classificações etárias
Equipamentos de raios X
(2) O equipamento auxiliar de descarga elétrica lâmpadas
(3) Cabo e plug-conectado ou permanentemente conectado utili-
660,2, 517,73 equipamentos zação

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-49


210,7 ARTIGO 210 - circuitos

(C) 277 Volts para a terra. Circuitos superiores a 120 volts, 210,7 múltiplos circuitos de ramo. Onde dois ou mais
nominal, entre condutores e volts 277 não superior, circuitos fornecer dispositivos ou equipamentos na mesma
nominal, a terra será permitido fornecer o seguinte: jugo, um meio de, simultaneamente, desligue o un-
(1) Referência descarga elétrica ou listados diodo emissor de luz- condutores aterrados fornecimento desses dispositivos deve ser pro-
luminárias tipo vided no ponto em que os circuitos de derivação são originários.
(2) Referência luminárias incandescentes, onde fornecidos em
120 volts ou menos a partir da saída de um au-stepdown
totransformer que é um componente integral da
210,8 falta à terra Proteção disjuntor para
luminária e do terminal de escudo exterior é eletricamente
Pessoal. Falta à terra do circuito interrupção para o pessoal
ligado a um condutor de terra do ramo
devem ser fornecidos conforme requerido em 210,8 (A) a (C). O
circuito
falta à terra disjuntor deve ser instalada em um
(3) Luminárias equipado com o magnata base de parafuso shell lam-
localização facilmente acessível.
pholders
(4) Suportes de lâmpadas, que não do tipo concha de parafuso, aplicado
dentro de suas classificações de tensão
Nota informativa: Veja 215,9 para falta à terra-circuito
(5) O equipamento auxiliar de descarga elétrica lâmpadas interruptor de protecção para o pessoal em alimentadores.
(6) Cabo e plug-conectado ou permanentemente conectado
equipamento de utilização
(A) unidades habitacionais. Todos os 125 volts, monofásico, 15 - e 20 -
ampères recipientes instalados nos locais especificados no
210,8 (A) (1) a (8) terá de falta à terra-circuito
interruptor de protecção para o pessoal.
(1) Os banheiros
(D) 600 Volts entre condutores. Circuitos superiores (2) Garagens, e também construções de acessórios que têm um piso
277 volts, nominal, ao chão e não superior a 600 volts, localizado em ou abaixo do nível da série não pretende ser um hábito
nominal, entre os condutores são autorizados a fornecer quartos capazes e limitados a áreas de armazenamento, áreas de trabalho,
o seguinte: e áreas de uso semelhante
(1) O equipamento auxiliar de descarga elétrica lâmpadas (3) Ao ar livre
montadas em luminárias permanentemente instalado onde
as luminárias são montados de acordo com um
dos seguintes:
um. Não inferior a uma altura de 6,7 m (22 pés) em postes ou Exceção para (3): Os recipientes que não são facilmente aces-
estruturas semelhantes para a iluminação de exterior ar- vel e são fornecidos por um circuito de derivação dedicado
EAS tais como rodovias, estradas, pontes, campos de atletismo, elétrica derretimento da neve, degelo, gasoduto ou navio e calor
ou estacionamentos ing equipamento deve ser permitida a ser instalado em con-
b. Não inferior a uma altura de 5,5 m (18 pés) em outro dançar com 426,28 ou 427,22, conforme aplicável.
estruturas, tais como túneis
(2) Cabo e plug-conectado ou permanentemente conectado
equipamento de utilização diferente de luminárias (4) Crawl espaços - ou abaixo do nível da série
(3) Luminárias alimentado por corrente contínua sistemas onde
(5) porões Inacabados - para os fins desta seção,
a luminária contém uma lista, lastro dc-rated que pro-
caves inacabadas são definidos como porções ou áreas de
vides isolamento entre a fonte de energia DC eo
o porão não serve como quartos habitáveis e lim-
circuito da lâmpada e proteção contra choque elétrico quando
bidos para áreas de armazenamento, áreas de trabalho, e similares
mudando lâmpadas.

Exceção à (5): Um receptáculo fornecendo apenas um perma-


manentemente instalado sistema de alarme de incêndio alarme ou
ladrão deve
não ser obrigado a ter de falta à terra disjuntor-
Nota informativa: Veja 410,138 para equipamento auxiliar
proteção.
limitações. Nota informativa: Consulte 760,41 (B) e 760,121 (B) para poder
fornecer requisitos para sistemas de alarme de incêndio.
No. 1 a excepção (B), (C) e (D): Para casquilhos de
infravermelhos industriais aparelhos de aquecimento, tal como previstoOs recipientes instalados sob a exceção
no 210,8 (A) (5) não devem ser considerados como satisfazendo a
422,14. requisitos de 210,52 (G).
No. excepção de 2 a (B), (C) e (D): Por ferroviária adequada- (6) cozinhas, onde os recipientes são instalados para servir
laços, como descrito em 110,19. as superfícies da bancada
(E) Mais de 600 Volts entre condutores. Circuitos de ex- (7) Pias - localizado em áreas que não cozinhas onde
ceeding 600 volts, nominais, entre condutores devem ser recipientes estão instalados em 1,8 m (6 pés) de fora
permitido para fornecer equipamento de utilização em instalações borda lateral do dissipador
em que as condições de manutenção e supervisão assegurar (8) Boathouses
que apenas qualificado serviço de pessoas a instalação.

70-50 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 210 - circuitos 210,11

(B) à excepção das unidades habitacionais. Todos os 125 volts, único Não. Exceção 2: Em ocupações industriais, onde condi-
de fase, 15 - os recipientes e 20 amperes instalado no loca- ções de manutenção e supervisão assegurar que somente
as condições especificadas em 210,8 (B) (1) a (8) terá serviço de pessoas qualificadas a instalação, autotransformadores
falta à terra disjuntor de proteção para o pessoal. será permitida a oferta nominal de 600 volts de cargas
(1) Os banheiros nominais 480 volts sistemas, e 480 volts de cargas nominal
(2) cozinhas 600-volt sistemas, sem a ligação a um semelhante
(3) Telhados condutor aterrado.
(4) Ar Livre

210,10 condutores não aterrados Batido de Grounded


No. 1 a excepção (3) e (4): Os recipientes que não sejam Sistemas. Dois fios dc circuitos e circuitos de corrente alternada de dois ou
facilmente acessíveis e são fornecidos por um circuito de derivação condutores mais aterrados devem ser autorizados a
dedicado a neve derretida elétrica, gasoduto degelo, ou e aproveitado dos condutores não aterrados de circuitos que
equipamento de aquecimento navio é autorizado a ser instalado tem um condutor neutro aterrado. Dispositivos de comutação em
de acordo com 426,28 ou 427,22, conforme aplicável. cada circuito aproveitado terá um pólo em cada infundado
condutor. Todos os pólos de dispositivos de comutação multipolares deve
No. excepção de 2 a (4): em estabelecimentos industriais apenas, alternar manualmente juntos, onde tais dispositivos de comutação
onde as condições de manutenção e supervisão en- também servem como um meio de desactivação, conforme exigido pela
certeza de que somente pessoas qualificadas estão envolvidos, umaseguinte:
certeza
Equipamento de programa condutor de ligação à terra, tal como
especificado em
590,6 (B) (2) será permitido apenas para aqueles receptáculo (1) 410,93 por duplo pólo ligado casquilhos
saídas utilizadas para fornecer equipamentos que criaria um (2) 410,104 (B) para a descarga elétrica lâmpada auxiliar equi-
perigo maior se a energia for interrompido ou ter um design mento dispositivos de comutação
que não é compatível com a proteção GFCI. (3) 422,31 (B) para um aparelho
(5) Pias - onde estão instalados dentro de recipientes de 1,8 m (4) 424,20 para um espaço fixo unidade de aquecimento eléctrico
(6 pés) do lado de fora da pia. (5) 426,51 para degelo elétrico e neve derretida equipamentos
(6) 430,85 para um controlador de motor
No. 1 a excepção (5): em laboratórios industriais, recep- (7) para um motor de 430,103
tacles usados para fornecer equipamentos onde a remoção do poder
introduziria um risco maior será autorizado a ser
instalado sem proteção GFCI.

No. excepção de 2 a (5): Para os recipientes localizados em paciente


210,11 circuitos Obrigatório. Circuitos para
locais cama de cuidados gerais ou áreas de cuidados críticos de iluminação e de aparelhos, incluindo o motor operado apli-
instalações de cuidados de saúde que não sejam abrangidos pelo lhos, deve ser fornecida para suprir as cargas calculadas em
210,8 (B) (1), proteção GFCI não será exigida. acordo com 220,10. Além disso, os circuitos derivados deve
ser fornecida para cargas específicas não abrangidas por 220,10 onde
(6) Interior locais úmidos prescritos no presente Código e para cargas unitárias de habitação
tal como especificado no 210,11 (C).
(7) Vestiários com chuveiros associados
(8) Garagens, baías de serviços, e áreas similares onde electri-
cal equipamento de diagnóstico, ferramentas manuais elétricas, ou por-
(A) Número de circuitos. O número mínimo
equipamento de iluminação são tabela a ser utilizada
de circuitos elétricos deve ser determinada a partir do total calcula-
lada carga e o tamanho ou a classificação dos circuitos utilizados. Em todos
(C) Talhas de barco. GFCI protecção deve ser prevista instalações, o número de circuitos deve ser suficiente para
saídas não superior a 240 volts que abastecem guinchos barco em- alimentar a carga servido. Em nenhum caso a carga em qualquer
parado em locais de unidades de moradia. circuito exceder o máximo especificado por 220,18.

210,9 Circuitos Derivados de autotransformadores. Ramo (B) carga uniformemente proporções entre os circuitos.
circuitos que não deve ser derivado de, a menos que autotransformadores
Quando a carga é calculada com base em volt-amperes
o circuito fornecido tem um condutor que é aterrado elec- por metro quadrado ou por metro quadrado, o sistema de fiação até
eletricamente conectado a um condutor ligado à terra do sistema e incluindo o panelboard ramo de circuito (s) devem ser pro-
fornecendo o autotransformador. vided para servir não menos do que a carga calculada. Esta carga
deve ser bem proporcionado entre multioutlet ramo cir-
Não. Exceção 1: Um autotransformador será permitido tos dentro da panelboard (s). Poder-circuito de sobrecorrente
sem a ligação a um condutor ligado à terra onde dispositivos e circuitos devem ser obrigados a ser instalado apenas para
transformando a partir de um valor nominal de 208 volts nominal de servir a carga ligada.
240 -
volts ou analogamente a partir de 240 volts e 208 volts.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-51


210,12 ARTIGO 210 - circuitos

(C) As unidades habitacionais. concreto para a porção do circuito de derivação entre o


Poder-circuito dispositivo de sobrecorrente e da primeira saída, ele
(1) circuitos pequenos Appliance-filial. Além do será permitida a instalação de uma tomada tipo de ramo-circuito
número de circuitos de derivação exigidos por outras partes desta AFCI na saída do primeiro para fornecer proteção para o restante-
seção, dois ou mais de 20 ampères ramo pequeno aparelho cir- ing parte do circuito de derivação.
tos devem ser fornecidos para todas as tomadas de receptáculo especificados
pelo
210,52 (B). Não. Exceção 3: Quando um circuito elétrico individual a um
sistema de alarme de incêndio instalado de acordo com 760,41 (B) ou
(2) circuitos de lavandaria. Para além do número 760,121 (B) está instalado no RMC, IMC, EMT, ou aço
de circuitos exigidos por outras partes desta seção, no sheathed cabo, AC Tipo ou Tipo MC, atendendo a exigir-
pelo menos um circuito elétrico adicional de 20 ampères deve ser pro- mentos de 250,118, com saída de metal e caixas de derivação,
vided para fornecer a saída do recipiente de lavandaria (s) requerido pela Proteção AFCI será permitido ser omitido.
210,52 (F). Este circuito não deve ter outros pontos de venda.

(3) circuitos banho. Para além do número (B) Extensões de derivação ou modificações - Dwell-
de circuitos exigidos por outras partes desta seção, no Unidades ING. Em qualquer uma das áreas especificadas em 210,12 (A),
onde
pelo menos um circuito elétrico de 20 ampères deve ser comunicada ao
Poder-circuito seja modificado, substituído ou prorrogado, o
fornecimento banho receptáculo de saída (s). Tais circuitos devem
não têm outras saídas. circuito elétrico deve ser protegido por uma das seguintes opções:
(1) Uma combinação de tipo listado AFCI-localizado na origem de
o circuito de ramo
Exceção: Quando o circuito de 20 ampères fornece uma única (2) A saída listados AFCI tipo de ramo de circuito localizada no
casa de banho, saídas para outros equipamentos dentro do mesmo tomada de receptáculo primeira do circuito ramo existente
casa de banho deve ser permitida a ser fornecidos de acordo
com 210,23 (A) (1) e (A) (2).

210,18 Quartos e suítes. Os quartos e


Nota informativa: Veja exemplos D1 (a), D1 (b), D2 (b),
suítes que são fornecidos com as disposições permanentes para
e D4 (a) em Anexo informativo D.
cozinhar terá circuitos instalados para atender a
regras para unidades habitacionais.
210,12 Arco de proteção de fuga disjuntor.

(A) unidades habitacionais. Todos de 120 volts, monofásico, 15 - e
20-ampères circuitos fornecem saídas instaladas em II. Poder-circuito Ratings
habitação quartos unidade familiar, salas de jantar, salas de estar,
salões, bibliotecas, tocas, quartos, solários, recreação 210,19 Condutores - ampacidade mínima e tamanho.
salas, armários, corredores ou salas ou áreas similares devem
ser protegido por um interruptor de circuito listado arco-falha, (A) Não circuitos mais de 600 Volts.
do tipo combinação, instalado para proporcionar uma protecção da
circuito de derivação. (1) Geral. Poder-circuito condutores devem ter um am-
pacidade não menos do que a carga máxima a ser servido. Onde
um circuito derivado fornece cargas contínuas ou qualquer combinação-
Não. Nota Informativa 1: Para obter informações sobre os tipos de ção de cargas contínuos e descontínuos, o mínimo
interruptores de arco-falta circuito, veja UL 1699-1999, Padrão Poder-circuito tamanho do condutor, antes da aplicação de qualquer
Interruptores para Arc Fault-circuito. ajuste ou fatores de correção, deve ter um permitida am-
pacidade não menos do que a carga descontínua, mais de 125 por cento
Nota Informativa No. 2: ver 11.6.3 (5) de NFPA 72 - da carga contínua.
2010, Alarme de Incêndio Nacional e código de sinalização, para
infor-
mação relacionada com necessidades de abastecimento de energia para
secundárias Exceção: Se o conjunto, incluindo o de sobrecorrente de-
Nota Informativa
alarmes de fumaçaNo. 3: ver 760,41
instalados (B) e 760,121
em unidades (B)
de moradia. vícios protegendo o circuito derivado (s), é listado para operação
para fonte de alimentação requisitos para sistemas de alarme de incêndio.
em 100 por cento de sua classificação, a ampacidade admissível do
Não. Exceção 1: Se RMC, IMC, EMT, tipo MC, ou aço condutores do circuito de ramificação será permitido não pode ser
Tipo cabos blindados AC cumpram os requisitos do inferior
250,118 e caixas de metal e de saída de junção são instalados do que a soma da carga contínua mais o descontínuos
para a parte do circuito de derivação entre o ramo- carregar.
dispositivo de circuito de sobrecorrente e a primeira saída, será •
permitida a instalação de uma tomada AFCI tipo de ramo-circuito no Não. Nota Informativa 1: Veja 310,15 para as classificações ampacidade
a primeira saída para fornecer proteção para os restantes por- de condutores.
ção do circuito de derivação. Nota Informativa n º 2: Veja a Parte II do artigo 430 para
Não. Exceção 2: Quando um metal listados ou não metálico con- classificação mínima de motor de ramo de circuito-condutores.
Duit ou tubo é envolto em não menos de 50 mm (2 polegadas) de
Não. Nota Informativa 3: Veja 310,15 (A) (3) para tempera-
tura limitação de condutores.

70-52 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 210 - circuitos 210,20

Não. Nota Informativa 4: Condutores de circuitos (A) casquilhos individuais ou luminárias com torneiras ex-
, tal como definido no artigo 100, dimensionados para evitar uma queda de tendendo a não mais do que 450 mm (18 pol) além de qualquer por-
tensão ção do suporte da lâmpada ou luminária.
superior a 3 por cento na pista da saída de aquecimento, poder, (B) A luminária tendo condutores de derivação, tal como previsto na
e as cargas de iluminação, ou combinações de tais cargas, e 410,117.
onde a queda de tensão total máximo em ambos os alimentadores e (C) saídas individuais, que não tomadas receptáculo,
circuitos para os mais distantes tomada não exceda 5 por-
com as torneiras não mais de 450 milímetros (18 pol.)
cento, fornecer razoável eficiência de operação. Veja Infor-
(D) da lâmpada infravermelho aparelhos de aquecimento industrial.
Nota No. mational 2 de 215,2 (A) (3) para a queda de tensão em
condutores alimentadores. (E) leva Nonheating de degelo ea neve derreter-
cabos e esteiras.
(2) circuitos com mais de um receptáculo. Não. Exceção 2: fios e cabos de fixação flexíveis devem
Condutores de circuitos que abastecem mais de um re- permitida a ser menor do que 14 AWG, conforme permitido pela
ceptacle para o cabo-e-plug-conectadas cargas portáteis devem 240,5.
ter uma capacidade de corrente de, pelo menos, a avaliação do ramo
circuito.

(B) circuitos Mais de 600 Volts. A capacidade de corrente de


(3) Faixas domésticos e aparelhos para cozinhar. Branch- condutores devem estar de acordo com 310,15 e 310,60,
condutores do circuito de fornecimento de faixas domésticos, parede conforme o caso. Poder-circuito condutores mais de 600 volts
fornos montados, unidades de cozimento contra-montados, e outros devem ser dimensionados de acordo com 210,19 (B) (1) ou (B) (2).
aparelhos de cozinha para uso doméstico devem ter uma capacidade de
corrente não
(1) Geral. A capacidade de corrente do ramo de circuito-condutores devem
menos do que a classificação do circuito de ramo, e não menos do que
não pode ser inferior a 125 por cento da carga concebida potencial de
a carga máxima para ser servido. Para intervalos de 83/4 kW ou
equipamento de utilização que vai ser operado simultaneamente.
mais rating, a classificação ramo-circuito mínima deve ser
40 ampères.
(2) As instalações supervisionadas. Para instalações supervisionadas,
Poder-circuito condutor de dimensionamento deve ser permitido ser de-
Não. Exceção 1: Condutores aproveitado a partir de 50 ampères minado por pessoas qualificadas sob supervisão de engenharia-
circuito elétrico fornecendo faixas elétricos, de parede Sion. Instalações controladas são definidas como aquelas porções
fornos elétricos, e contra-montadas unidades de cozinha elétricos de uma instalação onde ambas as seguintes condições:
devem ter uma capacidade de corrente de pelo menos 20 amperes (1) Condições de design e instalação são fornecidas un-
deve ser suficiente para a carga a ser servido. Estes torneira con- der engenharia supervisão.
ductors incluir quaisquer condutores que fazem parte das ligações (2) As pessoas qualificadas com treinamento documentado e experiên-
fornecida com o aparelho que são menores do que o riência em mais de 600 volts sistemas fornecem manutenção,
ramo de circuito-condutores. As torneiras não será mais , de controlo e de sistema.
do que o necessário para a manutenção do aparelho.

No. excepção 2: O condutor neutro de um fio de 3- 210,20 proteção de sobrecorrente. Poder-circuito condu-
circuito elétrico fornecendo uma ampla eletrodomésticos, um tores e equipamentos devem ser protegidos por sobrecorrente pro-
montado na parede do forno, ou uma unidade de cozimento em dispositivos protetoras que têm uma classificação ou definição que atende
contracorrente montado com 210,20 (A) a (D).
será autorizado a ser menor do que o con-infundada
ductors onde a demanda máxima de um intervalo de 83/4-kW (A) Cargas contínuos e descontínuos. Sempre que um
ou mais classificação foi calculado de acordo com a Coluna C circuito elétrico fornece cargas contínuas ou qualquer combi-
Tabela de 220,55, mas condutor, terá uma capacidade de corrente nação de cargas contínuos e descontínuos, a classificação
de não menos do que 70 por cento da classificação de ramo de do dispositivo de sobrecorrente não deve ser menor do que o não-
circuito e carga contínua de mais de 125 por cento da carga contínua.
não deve ser menor do que 10 AWG.

(4) outras cargas. Poder-circuito condutores que abastecem Exceção: Quando a montagem, incluindo a sobrecorrente
cargas que não sejam os especificados em 210,2 e outras que dispositivos de protecção do circuito derivado (s), está listado para a
aparelhos de cozinha como coberta de 210,19 (A) (3) terá ópera-
ção em 100 por cento de sua classificação, a amperagem do
uma capacidade de corrente suficiente para as cargas servido e não será
menor do que 14 AWG. dispositivo de sobrecorrente devem ser autorizados a não menos do
que o
soma da carga contínua mais a carga descontínua.
Não. Exceção 1: condutores Tap terá uma capacidade de corrente (B) A protecção do condutor. Condutores devem ser protegidos
suficiente para a carga servido. Além disso, eles devem ter um de acordo com 240,4. Cabos flexíveis e cabos de fixação
ampacity não inferior a 15 para os circuitos nominal inferior a devem ser protegidos de acordo com 240,5.
40 ampères e não menos que 20 para circuitos avaliado em 40 ou
50 ampères e apenas quando estes condutores torneira de (C) Equipamento. A classificação ou definição da sobrecorrente
abastecimento de dispositivo de protecção não deve exceder a especificada no ap-
qualquer um dos seguintes cargas: plicable artigos referenciados na Tabela 240,3 para o equipamento.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-53


210,21 ARTIGO 210 - circuitos

(D) Os dispositivos de saída. A classificação ou definição não deve ampacity ductor permitido por 630,11 (A) ou (B), com a
exceder aplicável para soldadores.
que especificado em 210,21 para dispositivos de saída.
Não. Exceção 2: A amperagem de um recipiente em-
210,21 dispositivos de saída. Dispositivos de saída terá uma am- parado por descarga elétrica de iluminação será permitido
pere classificação que não é menor do que a carga a ser servido e basear-se 410,62 (C).
devem cumprir 210,21 (A) e (B).

(A) Suportes. Onde ligado a um circuito de derivação Tabela 210,21 (B) (3) Classificações receptáculo para Várias
ter uma classificação acima de 20 amperes, casquilhos deve Tamanho
ser do tipo pesado. A lampholder pesados devem Circuitos
ter uma classificação de pelo menos 660 watts se do admedium
tipo, ou, pelo menos, 750 watts, se de qualquer outro tipo. Avaliação circuito Avaliação receptáculo
(Amperes) (Amperes)

(B) Os recipientes. 15 Não mais de 15


20 15 ou 20
(1) Tomada Única sobre um Circuito Poder Individual. 30 30
Um único recipiente instalado sobre um circuito de derivação individuais 40 40 ou 50
devem ter uma capacidade nominal não menor do que o ramo 50 50
circuito.

Não. Exceção 1: Um recipiente instalado de acordo (4) Avaliação Receptáculo Range. A amperagem de um
com 430,81 (B). receptáculo gama será permitido basear-se em um único
carga ampla demanda, conforme especificado na Tabela 220,55.
No. excepção 2: Um recipiente instalado exclusivamente para o
o uso de um cabo de soldador arco-e-plug-ligado será permitir-
Ted ter uma amperagem não menos do que o mínimo 210,23 cargas admissíveis. Em nenhum caso a carga ex-
Poder-circuito ampacidade condutor determinado por 630,11 (A) Ceed o ramo-circuito amperagem. Um ramo específico
para soldadores. circuito será autorizado a fornecer qualquer carga para a qual é
nominal. Um circuito de derivação fornecimento de duas ou mais saídas ou
recipientes devem fornecer apenas as cargas especificadas de acordo
Nota informativa: Veja a definição de receptáculo em
Artigo 100. ao seu tamanho, tal como especificado em 210,23 (A) a (D) e, como
resumidos na Tabela 210,24 e 210,24.
(2) Carga Total Cabo-e-Plug-Connected. Onde con-
conectado a um circuito elétrico fornecendo dois ou mais recipientes
ou saídas, um recipiente não deve fornecer um total de cordão e plug- (A) 15 - e 20-ampères Circuitos Branch. A 15 - ou 20 -
carga conectada em excesso do máximo especificado no Quadro ampères ramo circuito será permitido fornecer iluminação
210,21 (B) (2). unidades ou equipamento de outra utilização, ou uma combinação de
ambos, e devem satisfazer 210,23 (A) (1) e (A) (2).

Exceção: Os circuitos de aparelhos de pequeno ramo de lavanderia,


Tabela 210,21 (B) (2) Máxima Cabo e Plug-Conectado
Carregar para Tomada circuitos elétricos e circuitos secundários necessários em um banheiro
unidade de habitação (s) por 210,11 (C) (1), (C) (2), e (C) (3) deve
fornecer apenas as saídas de tomadas especificados na seção.
Avaliação circuito Avaliação receptáculo Carga máxima
(Amperes) (Amperes) (Amperes)
(1) Equipamento cabo-e-Plug-ligado não Fixado
15 ou 20 15 12 no lugar. A classificação de qualquer uma cabo-e-plug-conectado
20 20 16 equipamento de utilização não está preso em local não deve exceder
30 30 24 80 por cento da amperagem ramo-circuito.

(2) Equipamentos de Utilização Fixado no lugar. O total


Avaliação de equipamento de utilização fixada no lugar, que não seja
(3) Classificações receptáculo. Onde ligado a um ramo de cir- luminárias, não deve exceder 50 por cento do-ramo
cuit fornecimento de dois ou mais recipientes ou pontos de venda, recep- circuito amperagem onde unidades de iluminação, cabo e plug--
classificações tacle deve obedecer aos valores listados na Tabela equipamento de utilização ligado não preso no lugar, ou
210,21 (B) (3), ou, se for avaliado superior a 50 amperes, os tanto, são também fornecidos.
Avaliação recipiente não deve ser inferior a filial-circuito
classificação.
(B) Circuitos de 30 ampères Branch. Um galho de 30 ampères cir-
No. excepção 1: Os recipientes para um ou mais cabo-e- cuit será permitido abastecer as unidades de iluminação fixos com
soldadores plug-conectados arco será permitido ter am- pesados casquilhos em outros de uma unidade habitacional (s) ou
classificações pere não menos do que o mínimo ramo de circuito-con- equipamento de utilização em qualquer ocupação. A classificação de acordo
com qualquer

70-54 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 210 - circuitos 210,52

equipamento de utilização cabo-e-plug-ligado não deve III. Outlets obrigatórios


exceder 80 por cento da amperagem ramo-circuito.
210,50 Geral. Saídas recipiente deve ser instalado como
(C) 40 - e 50-ampères Circuitos Branch. A 40 - ou 50 - especificado em 210,52 através 210,63.
ampères ramo circuito será permitido fornecer cozinhar
ção aparelhos que estejam fixados no lugar em qualquer profis- (A) Pingentes cabo. Um conector de cabo que é fornecido por uma
pancy. Em outros de unidades habitacionais, tais circuitos devem ser pingente cabo conectado permanentemente deve ser considerado um
permissão para abastecer as unidades de iluminação fixos com pesados lam-tomada receptáculo.
pholders, unidades de aquecimento por infravermelhos, ou equipamento de
outra utilização.
(B) Conexões de cabo. A tomada de recipientes deve ser in-
(D) circuitos superiores a 50 Amperes. Ramo paralisadas onde cabos flexíveis com plugs de fixação são
circuitos com mais de 50 ampères deve fornecer apenas nonlight- utilizado. Onde os cabos flexíveis são autorizados a estar permanentemente
cargas ção tomada. conectado, recipientes devem ser autorizados a ser omitido para
tais cabos.

210,24 ramo de circuito-Requisitos - Resumo. O


requisitos para circuitos que têm duas ou mais saídas ou (C) Receptacle Outlets aparelho. Aparelho receptáculo
Os recipientes, que não os circuitos de receptáculo de 210,11 (C) (1), estabelecimentos instalados em uma unidade habitacional para aparelhos
(C) (2), e (C) (3), encontram-se resumidos na Tabela 210,24. Esta tabela específicos,
fornece apenas um resumo dos requisitos mínimos. Ver tais como equipamentos de lavanderia, deve ser instalado dentro de 1,8 m
210,19, 210,20, 210,21 e para os requisitos específicos de p- (6 pés) do local pretendido do aparelho.
dobram para circuitos.
210,52 habitacionais Receptacle Outlets da unidade. Esta seção
fornece requisitos para 125 volts, 15 - e 20-ampères re-
210,25 circuitos em edifícios com mais de saídas ceptacle. Os recipientes requeridos por esta seção
Uma ocupação. deve ser para além de qualquer receptáculo que é:

(A) Circuitos habitacionais filial da Unidade. Circuitos em (1) Parte de uma luminária ou equipamento, ou
cada unidade habitacional deve fornecer carrega apenas dentro dessa (2) Controlado por um interruptor de parede, de acordo com
habitação 210,70 (A) (1), Exception No. 1, ou
unidade ou cargas associadas apenas com a unidade de habitação. (3) Localizado dentro de armários ou armários, ou
(4) localizado a mais de 1,7 m (51/2 pés) acima do piso
(B) circuitos comuns de Área. Circuitos em-
Permanentemente instalados aquecedores elétricos de rodapé equipados
parado com a finalidade de iluminação, alarme central, do sinal, com-
instalados de fábrica com pontos de receptáculo ou saídas fornecidos como
comunicações, ou para outros fins para áreas públicas ou comuns de
um conjunto separado pelo fabricante devem ser permitidos como
uma moradia de dois familiares, uma habitação multifamiliar, ou um multi-
a saída necessária ou saídas para o espaço da parede utilizada por
prédio de ocupação não deverá ser alimentada por equipamentos que
fornece uma unidade de habitação individual ou espaço inquilino.

Resumo tabela 210,24 do Poder Circuitos Requisitos

Avaliação circuito 15 A 20 A 30 A 40 A 50 A

Condutores (min. tamanho):


Circuito wires1 14 12 10 8 6
Torneiras
14 14 14 12 12
Fios e cabos de fixação
- Veja 240,5

Sobrecorrente
Proteção 15 A 20 A 30 A 40 A 50 A

Dispositivos de saída:
Casquilhos Qualquer tipo Qualquer tipo Pesados Pesados Pesados
permitido
Receptáculo Classificação2 15 max. A 15 ou 20 A 30 A 40 ou 50 A 50 A

Carga máxima 15 A 20 A 30 A 40 A 50 A

Carga permitida Ver 210,23 (A) Ver 210,23 (A) Ver 210,23 (B) Ver 210,23 (C) Ver 210,23 (C)
1
Esses medidores são para condutores de cobre.
2
Para classificação receptáculo de medula conectadas descarga elétrica luminárias, consulte 410,62 (C).

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-55


210,52 ARTIGO 210 - circuitos

tais aquecedores permanentemente instalados. Tais saídas receptáculo No. excepção 1: Um recipiente instalado apenas com o elec-
não devem ser ligados aos circuitos de aquecimento. fornecimento trical e apoio de um relógio eléctrico em qualquer uma
das
Nota informativa: aquecedores de rodapé listados incluem no- os quartos especificados em 210,52 (B) (1).
truções que não permitem a sua instalação pode seguir re- Não. Exceção 2: Os recipientes instalados para fornecer energia
saídas ceptacle. para o equipamento suplementar e iluminação sobre a gás
faixas, fornos, ou unidades de cozinha contra-montados.
(A) As disposições gerais. Em cada cozinha, sala de estar,
sala de jantar, sala de estar, sala de estar, biblioteca, arrumos, marquise, (3) Requisitos Receptacle cozinha. As caixas de-
quarto, sala de recreação, sala ou similar ou área de parado em uma cozinha para servir superfícies da bancada deve ser
unidades de habitação, estabelecimentos recipiente deve ser instalado em con-fornecida por pelo menos dois ramos de pequeno aparelho cir-
dança com as disposições gerais estabelecidas em 210,52 (A) (1) tos, um ou ambos dos quais são também admitidos para fornecer
através de (A) (3). saídas receptáculo na mesma cozinha e em outras salas
210,52 especificado em (B) (1). Ramo aparelho pequeno adicional
(1) Espaçamento. Os recipientes devem ser instalados de forma que circuitos serão autorizadas a fornecer saídas no receptáculo
nenhuma cozinha e outros quartos especificados em 210,52 (B) (1). Nenhuma pequena
ponto medido horizontalmente ao longo da linha de piso de qualquer paredecircuito ramo aparelho deve servir mais de uma cozinha.
espaço é mais do que 1,8 m (6 pés) a partir de uma tomada de receptáculo.
(2) espaço da parede. Como usado nesta seção, um espaço da parede deve
incluem o seguinte: (C) as bancadas. Em cozinhas, copas, salas de pequeno-almoço,
(1) Qualquer espaço de 600 mm (2 pés) ou mais de largura (incluindo salas de jantar e áreas similares de unidades habitacionais, Recep-
espaço medido em torno de cantos) e ininterrupta ao longo saídas tacle para espaços da bancada deve ser instalada em ac-
a linha de piso por portas e aberturas similares, fogo formidade com 210,52 (C) (1) a (C) (5).
lugares, e armários fixos
(2) O espaço ocupado pelos painéis fixos em paredes exteriores, •
excluindo os painéis deslizantes (1) Espaços bancada de parede. A tomada de recipientes deve ser
(3) O espaço oferecido por divisórias fixas, tais como o instalado em cada espaço de bancada de parede que é de 300 mm
independente do tipo barra de contadores ou grades (12 polegadas) ou mais. Saídas recipiente deve ser instalado de forma
que nenhum ponto ao longo da linha da parede é superior a 600 mm
(24 polegadas) medida no sentido horizontal a partir de uma tomada de
receptáculo
(3) Os recipientes chão. Saídas receptáculo em eiras esse espaço.
não será considerado como parte do número necessário de receptáculo
pontos situados a menos 450 mm (18 polegadas) da parede. Exceção: Grande recipiente não deve ser exigido em uma parede
diretamente atrás de um intervalo, contra-montada unidade de
(4) Os recipientes bancada. Os recipientes instalados para paí- cozinhar, ou afundar
superfícies tertop conforme especificado na 210,52 (C) não deve ser consi- na instalação descrita na Figura 210,52 (C) (1).
radas como os recipientes necessários por 210,52 (A). (2) os espaços da bancada Island. Pelo menos um receptáculo
deve ser instalado em cada espaço bancada ilha com uma
(B) pequenos aparelhos. dimensão longa de 600 mm (24 polegadas) ou maior e um curto
dimensão de 300 mm (12 polegadas) ou maior.
(1) Outlets Receptacle Servido. Na cozinha, despensa,
almoço, sala de jantar, ou área similar de uma habitação
(3) os espaços da bancada Peninsular. Pelo menos um recep-
unidade, as duas ou mais 20 amperes ramo pequeno aparelho
tacle tomada deve ser instalada em cada bancada peninsular
circuitos necessários por 210,11 (C) (1) deve servir a todos parede e
espaço, com uma dimensão longa de 600 mm (24 polegadas) ou maior e
saídas receptáculo chão coberto por 210,52 (A), todas as contra- uma dimensão menor de 300 mm (12 polegadas) ou maior. Um peninsular
saídas superiores abrangidos por 210,52 (C), e saídas de receptáculo para bancada é medido a partir da borda de ligação.
equipamentos de refrigeração.

(4) espaços distintos. Bancada espaços separados por


No. excepção 1: Para além dos recipientes necessários rangetops, geladeiras, pias ou serão considerados como
especificado por 210,52, recipientes de comutação fornecido a partirseparadas em espaços bancada aplicação dos requisitos do
de um 210,52 (C) (1). Se um intervalo, contra-montado unidade de cozedura, ou
de uso geral do circuito de derivação, tal como definido em 210,70 (A)
coletor é instalado em uma bancada de ilha ou peninsular e
(1), a profundidade da bancada por trás do intervalo, contra-
Exceção No. 1,2:será
Não. Exceção permitida.
A tomada de receptáculo para refrigeração unidade de cozinha montada, ou pia é inferior a 300 mm (12 pol),
equipamento deve ser permitida a ser fornecida a partir de um indi- o intervalo, contra-montado unidade de cozedura, ou imersão é fixada
circuito elétrico individual classificado para 15 ampères ou mais. consideradas para dividir o espaço em dois bancada separado
espaços bancada. Cada espaço de bancada separado deve
cumprir com os requisitos aplicáveis em 210,52 (C).
(2) Não outros estabelecimentos. Os dois ou mais aparelhos de pequenas
circuitos especificados em 210,52 (B) (1) não terá
outros estabelecimentos.

70-56 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 210 - circuitos 210,52

Espaço isentos de parede Tomada dentro (1) Construção para deficientes físicos
Tomada dentro
linha se X<300 mm (12 pol)
600 mm (24 pol) 600 mm (24 pol) (2) Na ilha e bancadas peninsulares onde o paí-
tertop é plana em toda a sua superfície (sem backsplashes,
divisores, etc) e não há meios para montar uma re-
X ceptacle a 500 mm (20 pol) acima da bancada,
tal como um armário de sobrecarga

(D) Banheiros. Em unidades de habitação, pelo menos, um receptáculo


tomada deve ser instalada em casas de banho dentro de 900 mm (3 pés)
da borda externa de cada bacia. A saída do receptáculo
deve estar localizada sobre uma parede ou divisória que está adjacente ao
bacia ou bacia bancada, localizado na bancada, ou
instalado no lado ou face não do armário bacia mais
Gama, a unidade de cozimento em contracorrente montado estendendo
do rosto de contador de 300 mm (12 pol) abaixo da bancada. Receptáculo
montagens de saída listadas para o pedido deve ser permitir-
ted a ser instalado na bancada.
Espaço isento de linha da parede Tomada no prazo de 600 mm (24 pol)
se X<450 mm (18 pol)
Nota informativa: Veja 406,5 (E) para os requisitos de em-
stalação de recipientes em bancadas.

X (E) Outlets ao ar livre. Saídas externas do receptáculo será


instalado de acordo com (E) (1) a (E) (3). [Ver
210,8 (A) (3).]

(1) Uma Família e de dois familiares habitações. Para um one-


habitação familiar, e cada unidade de uma habitação familiar que dois
é ao nível, pelo menos, uma tomada de receptáculo acessível
Tomada dentro enquanto estava no nível de ensino e localizado não mais do que
600 milímetros
(24 pol)
2,0 m (61/2 pés) acima do nível deve ser instalado na parte dianteira e
de volta da habitação.

(2) As moradias multifamiliares. Para cada unidade de habitação de um


habitação multifamily onde a unidade de alojamento está localizado
Range, unidade de cozinha balcão montado montada no canto a nível da classe e desde que com individual exterior
entrada / saída, saída de pelo menos um receptáculo acessível
Figura 210,52 (C) (1) Determinação da área atrás de um Range, de série e não mais de 2,0 m (61/2 pés) acima
ou Counter-unidade montada cozinha ou pia. grau será instalado.

(5) Tomada Localização Outlet. Saídas recipiente deve


ser colocadas sobre ou acima, mas não mais do que 500 mm (20 polegadas)(3) varandas, decks, e varandas. Varandas, decks, e
acima, a bancada. Montagens de saída receptáculo listados varandas que são acessíveis a partir de dentro da unidade de habitação
para a aplicação será permitida a ser instalado no deve ter pelo menos uma saída receptáculo instalado dentro do
bancadas. Saídas receptáculo prestados não prontamente acces- perímetro da varanda, deck, ou varanda. O receptáculo
vel por aparelhos fixados no lugar, garagens de eletrodomésticos, não deve ser localizado a mais de 2,0 m (61/2 pés) acima do
pias, ou rangetops como coberto em 210,52 (C) (1), de exceção, sacada deck, ou superfície varanda.
ou aparelhos ocupando espaço dedicado não deve ser con-
siderada como estas saídas necessárias. •
(F) Áreas de lavandaria. Em unidades de habitação, pelo menos, um recep-
tacle tomada deve ser instalada para a lavanderia.
Nota informativa: Veja 406,5 (E) para os requisitos de em-
stalação de recipientes em bancadas. Não. Exceção 1: Em uma unidade de habitação que é um apartamento
ou sala de estar em um edifício multifamiliar, onde a roupa fa-
Exceção à (5): Para cumprir com as condições especificadas no
mento lançados são fornecidos no local e estão disponíveis para
(1) ou (2), as saídas do receptáculo deve ser permitido ser
todos os ocupantes do edifício, um receptáculo roupa não deve ser
montada não mais de 300 mm (12 pol) abaixo da contra-
necessário.
superior. Recipientes montado abaixo uma bancada em con-
dança com esta excepção não deve ser localizado onde o
bancada estende por mais de 150 mm (6 pol) além de sua Não. Exceção 2: Em outra de uma família-habitações onde
suporte de base. lavanderia não são para ser instalado ou permitido, uma
receptáculo de roupa não deve ser necessário.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-57


210,60 ARTIGO 210 - circuitos

(G) Os porões, garagens e Construções acessórios. Para no mesmo nível e dentro de 7,5 m (25 pés) do aquecimento,
uma habitação unifamiliar, as seguintes disposições aplicam-se: ar-condicionado e equipamentos de refrigeração. O receptáculo
(1) de saída pelo menos um receptáculo, para além daqueles para saída não deve ser ligada ao lado de carga do equipamento
equipamento específico, deve ser instalado em cada porão, meios de desconexão.
em cada garagem anexa, e em cada garagem individual ou
edifício acessório com energia elétrica. Exceção: A tomada de receptáculo não será exigida a
(2) Quando uma parte do porão é terminado em um ou de um e de dois familiares habitações para o serviço de evaporação-
quartos mais habitáveis, cada porção em separado inacabada refrigeradores tiva.
deverá ter uma saída de recipiente instalado de acordo
com esta seção.
Nota informativa: Veja 210,8 para falta à terra-circuito
requisitos interruptor.

(H) Corredores. Em unidades habitacionais, corredores de 3,0 m (10 pés) 210,70 Outlets Iluminação Obrigatório. Lojas de iluminação devem
ou mais de comprimento deve ter pelo menos uma saída do recipiente. ser instalada quando especificado em 210,70 (A), (B) e (C).
Tal como utilizado na presente subsecção, o comprimento deve ser corredor
considerado o comprimento ao longo da linha central do corredor (A) unidades habitacionais. Em unidades residenciais, lojas de iluminação
sem passar por uma porta. deve ser instalado de acordo com 210,70 (A) (1), (A) (2),
e (A) (3).

(I) Foyers. Foyers que não fazem parte de um corredor em con- (1) Quartos habitáveis. Pelo menos, um interruptor de parede controlado
dançar com 210,52 (H), e que tem uma área que é maior iluminação tomada deve ser instalado em todos os quartos habitáveis
do que 5,6 m2 (60 pés2) terá um receptáculo (s) localizado em e casa de banho.
cada espaço da parede 900 mm (3 pés) ou mais de largura e un-
quebrado por portas, janelas do chão ao tecto, janelas e similares Não. Exceção 1: Em que não cozinhas e casas de banho,
aberturas. um ou mais receptáculos controladas por um interruptor de parede
deve
ser permitido em vez de pontos de iluminação.
210,60 quartos, suítes, dormitórios e Não. Exceção 2: Grande de iluminação devem ser autorizados a
Espaços de semelhantes. controlado por sensores de presença, que são (1), para além
parede muda ou (2) localizado em um interruptor de parede habitual
(A) Geral. Os quartos ou suítes de hóspedes em hotéis, motéis, localização e equipado com um comando manual que irá
quartos de dormir em dormitórios e ocupações semelhantes devem permitem que o sensor para funcionar como um interruptor de parede.
têm saídas receptáculo instalado de acordo com 210,52 (A)
e (D). Os quartos ou suítes de hóspedes equipados com permanente
provisões para cozinhar devem ter pontos de receptáculo instalado em (2) locais adicionais. Lojas de iluminação suplementar deve
conformidade com todas as normas aplicáveis em 210,52. ser instalado de acordo com (A) (2) (a), (A) (2) (b), e
(A) (2) (c).

(B) colocação do receptáculo. Ao aplicar as disposições da (A) Pelo menos uma parede de saída de iluminação interruptor controlado
210,52 (A), o número total de postos de receptáculo não devem Devem ser instalados em corredores, escadas, garagens, anexos
ser menor do que o número mínimo que cumpram e garagens isoladas, com energia elétrica.
as disposições da referida secção. Estas tomadas recipiente deve (B) Para as unidades de habitação, garagens e anexos, destacados
poder ser convenientemente localizado para permanente fur- garagens com energia eléctrica, pelo menos, um interruptor de parede-
tomada de iluminação controlada deve ser instalado para fornecer ilu-
niture disposição. Pelo menos duas saídas de recipientes deve ser prontamente
acessível. Quando os recipientes são instalados atrás da cama, minação do lado exterior das entradas externas ou saídas
o recipiente deve ser localizada para impedir que o leito a partir de com acesso nível. A porta do veículo em uma garagem não deve
contato com qualquer plugue que pode ser instalado ou o ser consideradas como uma entrada exterior ou de saída.
recipiente deve ser fornecido com uma protecção adequada. (C) Se um ou mais de saída de iluminação (s) são instalados
por escadas interiores, haverá um interruptor de parede em cada
nível do chão, e pouso nível que inclui uma porta de entrada, para
controlar a saída de luz (es) em que a escada entre
210,62 vitrines. Pelo menos um receptáculo de tomada níveis de piso tem seis risers ou mais.
Devem ser instalados no interior de 450 mm (18 polegadas) do topo de um
mostrar a janela para cada 3,7 m linear (12 linear pés) ou grandes
sua fração de área vitrine medida horizonte
contagem na sua largura máxima. Excepção de (A) (2) (a), (A) (2) (b), e (A) (2) (c): Na-hall
maneiras, em escadas, e nas entradas ao ar livre, remotas, cen-
controle central, ou automático de iluminação devem ser permitidas.
210,63 Aquecimento, Ar-Condicionado, Refrigeração e
Tomada equipamento. A 125 volts, monofásica, 15 - ou 20 - (3) os espaços de armazenamento ou de equipamento. Para sótãos
ampères-rated tomada recipiente deve ser instalado em um acces- radiante,
localização e responsável pela manutenção de aquecimento, ar-condicionado,espaços, salas de utilidade, e porões, pelo menos, um de iluminação
e equipamentos de refrigeração. O recipiente deve ser localizado saída que contém um interruptor ou controlada por um interruptor de parede
Devem ser instalados onde esses espaços são utilizados para armazenagem ou

70-58 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 215 - ALIMENTADORES 215,2

conter equipamentos que necessitem de manutenção. Pelo menos um ponto condutores


de de alimentação devem ser autorizados a não menos do
controlo deve estar no ponto habitual de entrada para esses espaços. que o
A tomada de iluminação deve ser fornecida em ou perto do equi- soma da carga contínua mais a carga descontínua.
mento requerendo assistência. Não. Exceção 2: condutores Grounded que não são con-
conectado a um dispositivo de sobrecorrente devem ser autorizados a
dimensionada em 100 por cento do contínuo e descontínuo
(B) quartos ou suítes. Em hotéis, motéis, ou carregar.
ocupações semelhantes, quartos ou suítes de hóspedes terão
pelo menos uma parede de saída de iluminação interruptor controlado
(2) condutor aterrado. O tamanho do circuito alimentador
instalado
condutor de terra não deve ser menor do que o necessário
em cada quarto habitável e banheiro.
por 250,122, exceto que 250,122 (F) não é aplicável quando
Não. Exceção 1: Em que outro banheiros e cozinhas condutores aterrados são executados em paralelo.
se previsto, um ou mais recipientes controlada por um Outras dimensões mínimas devem ser especificados no
interruptor de parede serão permitidas em vez de pontos de 215,2 (A) (2) e (A) (3) sob as condições estipuladas.
iluminação.
Não. Exceção 2: Grande de iluminação devem ser autorizados a
controlado por sensores de presença, que são (1), para além (3) Relativamente ampacidade para condutores de Serviço. O
parede muda ou (2) localizado em um interruptor de parede habitualalimentador
localização e equipado com um comando manual que permite ampacity condutor não deve ser inferior do que a do serviço
o sensor a funcionar como um interruptor de parede. condutores onde os condutores de alimentação transportam a carga total
fornecido por condutores de serviço com uma capacidade de corrente de 55
am-
(C) à excepção das unidades habitacionais. Para sótãos e piso radianteperes ou menos.
os espaços que contenham equipamentos que necessitem de manutenção, tais(4) Unidade de Moradia Individual ou Mobile Home condu-
como dores. Condutores alimentadores para unidades habitacionais individuais ou
aquecimento, ar-condicionado, equipamentos de refrigeração e, ao casas móveis não precisa ser maior do que os condutores de serviço.
tomada de, pelo menos um deles contendo uma iluminação interruptor ou Parágrafo 310,15 (B) (6) será permitida a utilização de
controlada tamanho do condutor.
por um interruptor de parede devem ser instalados em tais espaços. Pelo
menos
Não. Nota Informativa 1: ver através de exemplos D1 D11 em
um ponto de controle deve estar no ponto habitual de entrada
Informativo Anexo D.
estes espaços. A tomada de iluminação devem ser fornecidas com ou
perto da manutenção equipamentos que necessitem. Não. Nota Informativa 2: Condutores para alimentadores como de-
multado no artigo 100, dimensionado para evitar uma queda de tensão
excedem-
ção de 3 por cento na pista da tomada do poder, aquecimento e
ARTIGO 215 cargas de iluminação, ou combinações de tais cargas, e onde
Alimentadores a queda de tensão total máximo em ambos os alimentadores e ramo
circuitos para o mais distante de saída não superior a 5 por cento, a vontade
proporcionar uma eficiência razoável da operação.
Não. Nota Informativa 3: Veja 210,19 (A), Informativa
215,1 Scope. Este artigo aborda a instalação exigir- Nota n º 4, de queda de tensão para circuitos.
mentos, requisitos de proteção de sobrecorrente, tamanho mínimo,
e capacidade de corrente dos condutores para alimentadores de fornecimento
(B) Alimentadores de mais de 600 volts. A capacidade de corrente dos
de ramo condutores
cargas de circuitos. devem estar de acordo com 310,15 e 310,60, conforme aplicável.
Exceção: Alimentadores de células eletrolíticas abrangidas em Quando instalados, o tamanho do alimentador de circuito ligado à terra con-
668,3 (C) (1) e (C) (4). ductor não deve ser menor do que a exigida por 250,122,
exceto que 250,122 (F) não é aplicável quando aterrado con-
ductors são executados em paralelo. Condutores alimentadores mais de 600
Nota mínima 215,2 e tamanho. volts
(A) Não Alimentadores mais de 600 Volts. devem ser dimensionados de acordo com 215,2 (B) (1), (B) (2), ou
(B) (3).
(1) Geral. Condutores de alimentação deve ter uma capacidade de corrente(1) Alimentadores Abastecimento Transformers. A capacidade de
não corrente de
menor que o necessário para alimentar a carga, calculado em Parts condutores de alimentação não deve ser inferior à soma do
III, IV e V do artigo 220. O circuito de alimentação mínima, classificações de potência dos transformadores fornecidos quando apenas
tamanho do condutor, antes da aplicação de qualquer ajuste ou transformadores são fornecidos.
fatores de correção, deve ter uma capacidade de corrente permitido não (2) O fornecimento de Transformadores Alimentadores e Utilização
por cento menos do que a carga descontínua, mais 125 do Equipamento. A capacidade de corrente de alimentadores fornecendo uma
carga contínua. combi-
ção de transformadores e equipamentos de utilização não deverá ser
Não. Exceção 1: Se o conjunto, incluindo o de sobrecorrente- menos do que a soma das classificações de potência da transformada-
alugar dispositivos de protecção do alimentador (es), é listado para res e 125 por cento da carga concebida potencial do
operação equipamento de utilização que vai ser operado simultaneamente.
em 100 por cento de sua classificação, a ampacidade admissível do

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-59


215,3 ARTIGO 215 - ALIMENTADORES

(3) Instalações supervisionado. Para instalações supervisionadas, ligado. Quando o alimentador fornece um edifício separado ou
alimentador condutor dimensionamento será permitida a ser determinado estrutura, os requisitos de 250,32 (B) é aplicável.
por pessoas qualificadas, sob a supervisão de engenharia. Super-
supervisionado instalações são definidas como aquelas porções de uma 215,7 condutores não aterrados Batido de Grounded
instalação Sistemas. Dois fios dc circuitos e circuitos de corrente alternada de dois ou
onde todas as seguintes condições: mais
(1) Condições de design e instalação são fornecidas un- condutores não aterrados será permitida a ser explorado a partir de
der engenharia supervisão. os condutores não aterrados de circuitos com um neu-aterrado
(2) As pessoas qualificadas com treinamento documentado e experiên- tral condutor. Dispositivos de comutação em cada circuito deve bateu
riência em mais de 600 volts sistemas fornecem manutenção, tem um pólo em cada condutor não aterrado.
, de controlo e de sistema.
215,9 falta à terra Proteção disjuntor para
Pessoal. Alimentadores que fornecem 15 - e 20-ampères recep-
215,3 proteção de sobrecorrente. Alimentadores devem ser protegidos circuitos de derivação tacle será autorizado a ser protegido por uma
contra sobrecorrente, de acordo com as disposições do falta à terra do interruptor de circuito, em vez de as provisões para
Parte I do artigo 240 º. Onde um alimentador contínuo fornece ampolas como especificado em 210,8 e 590,6 (A).
cargas ou qualquer combinação de contínuos e descontínuos
cargas, a classificação do dispositivo de sobrecorrente não deve ser inferior
do que a carga descontínua, mais de 125 por cento do con- 215,10 Proteção de falta à terra do equipamento. Cada
carga contínua. alimentador de desconexão avaliado mil ampères ou mais e instalado
solidamente aterrados em wye sistemas elétricos de mais de
150 volts para a terra, mas não superior a 600 volts fase-
Não. Exceção 1: Onde o conjunto, incluindo o sobre- fase, devem ser providos de proteção de falta à terra de
dispositivos atuais de proteção do alimentador (s), está listado para equipamento
a de acordo com as disposições da 230,95.
ópera-
ção em 100 por cento de sua classificação, a amperagem do Nota informativa: Para os edifícios que contêm os cuidados de saúde
dispositivo de sobrecorrente devem ser autorizados a não menos do ocupações, consulte os requisitos de 517,17.
que o
soma da carga2:contínua
Não. Exceção proteçãomais a carga descontínua.
de sobrecorrente para alimentadores maisNão. Exceção 1: As disposições desta seção não
600 volts, nominais, devem cumprir com a parte IX do artigo 240. aplica a um meio de desactivação de um industrial contínua
processo em que um desligamento nonorderly irá introduzir adi-
riscos adicionais ou aumento.
215,4 Alimentadores com condutor neutro comum. Não. Exceção 2: As disposições desta seção não
aplica se de falta à terra de proteção do equipamento é fornecido em
(A) alimentadores com neutro comum. Até três conjuntos de o lado de alimentação do alimentador e do lado da carga de qualquer
3 fios alimentadores ou dois conjuntos de alimentadores de 4 fios ou 5 fios transformador que alimenta o alimentador.
deve
ter a possibilidade de utilizar um neutro comum.
(B) Em Raceway Metal ou Caixa. Quando instalados em 215,11 Circuitos Derivados de autotransformadores. Feed-
metal de pista ou gabinete de outro metal, todos os condutores de Outros não deve ser derivado de autotransformadores, a menos que o
todos os alimentadores usando um condutor neutro comum deve ser en- sistema fornecido tem um condutor de terra que é electricista
fechada dentro da pista mesmo ou outro recinto como re- camente ligado a um condutor de terra do sistema de su-
cariz 300,20. exercer o autotransformador.

Não. Exceção 1: Um autotransformador será permitido


215,5 Diagramas de alimentadores. Se exigido pela autoridade
sem a ligação a um condutor ligado à terra onde trans-
competente, um diagrama mostrando detalhes de alimentação deve
formar a partir de um valor nominal de 208 volts a 240 volts nominal
ser fornecido antes da instalação dos alimentadores. Tal
sup-
diagrama deve mostrar a área em metros quadrados do edifício
lona ou similar a partir de 240 volts e 208 volts.
ou outra estrutura fornecido por cada alimentador, o cál-total
Não. Exceção 2: Em ocupações industriais, onde condi-
lada de carga antes de aplicar fatores de demanda, a demanda fac-
ções de manutenção e supervisão assegurar que somente
tores utilizados, a carga calculada após a aplicação de procura fac-
serviço de pessoas qualificadas a instalação, autotransformadores
res, e do tamanho e tipo de condutores a serem utilizados.
será permitida a oferta nominal de 600 volts de cargas
nominais 480 volts sistemas, e 480 volts de cargas nominal
Sistemas de 600 volts, sem a conexão a um semelhante aterrado
Alimentador de 215,6 condutor de protecção. Onde condutor.
um alimentador fornece circuitos em que o equipamento
condutores de terra são necessárias, o alimentador deve incluir
ou fornecer um condutor de aterramento do equipamento em con- Identificação 215,12 para alimentadores.
acordo com as disposições de 250,134, para que a equi-
condutores de aterramento de emprego entre os circuitos devem ser (A) condutor aterrado. O condutor de um aterrada
alimentador devem ser identificados de acordo com 200,6.

70-60 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS 220,14

(B) do condutor de aterramento do equipamento. O equipamento


Part I Geral
condutor de aterramento deve ser identificado, de acordo com
250,119.

(C) não aterrado Condutores. Quando a fiação local Parte II cálculos Poder circuito de carga
sistema tem alimentadores fornecidos a partir de mais do que um nominal
sistema de tensão, cada um dos condutores sem ligação à terra de um
alimentador
Parte IV
devem ser identificados por fase ou de linha e um sistema em tudo termi- Parte III
Opcional
Alimentador e 220,61
nação, conexão e pontos de junção. Os meios de identi- Neutro alimentador e
carga de serviço
ficação deve ser permitido ser por código de cores diferentes, cálculos Cargas carga de serviço
fita de marcação, marcação, ou outros meios aprovados. O cálculos
método utilizado para condutores originários em cada
panelboard alimentador ou equipamento de distribuição semelhante
alimentador Habitações Fazenda Habitações Fazenda
apenas apenas
deve ser documentado de uma maneira que é prontamente disponível ou
deve ser permanentemente afixada em cada panelboard alimentador ou
Equipamento de distribuição similar alimentador.
Parte da carga V cálculos Fazenda

Figura 220,1 Poder Circuito, Feeder, e Cálculo de serviço


Métodos.
ARTIGO 220
Poder-Circuit, Alimentador e Serviço
Cálculos 220,12 Carga Iluminação para Espaços de especificados. Uma unidade
carregar de não menos do que o especificado na Tabela 220,12 para
ocupações aí especificadas constituem o mínimo
carga de iluminação. A área de piso de cada andar será calcu-
I. Geral calculados a partir das dimensões exteriores do edifício de habitação,
unidade, ou outra área envolvida. Para unidades habitacionais, o cal-
220,1 Scope. Este artigo fornece requisitos para calcu- área lada não inclui varandas abertas, garagens ou
culo ramo-circuito, alimentador, e cargas de serviço. Parte I pro- espaços não utilizados ou inacabado não adaptáveis para uso futuro.
vides de requisitos gerais para métodos de cálculo. Parte II
fornece métodos de cálculo para ramo de circuito-cargas. Partes III
e IV apresentam métodos de cálculo para alimentadores e serviços.
Parte V fornece métodos de cálculo para fazendas. Nota informativa: Os valores unitários aqui baseiam-se
mínimas condições de carga e de 100 por cento e fator de potência
pode não proporcionar uma capacidade suficiente para a instalação
Nota informativa: Ver Figura 220,1 para obter informações sobre contemplada.
a organização do artigo 220.
220,14 outras cargas - Todos ocupações. Em todos occupan-
220,3 Aplicação de outros artigos. Em outros artigos ap- cas, a carga mínima para cada tomada de uso geral para re-
dobrando-se ao cálculo das cargas em aplicações especializadas, ceptacles e saídas não utilizadas para a iluminação geral deve
existem requisitos apresentados na Tabela que se encontram em 220,3 não pode ser inferior à calculada em 220,14 (A) a (L),
Além de, ou modificações de, aqueles dentro deste artigo. as cargas mostrados baseando nominal ramo de circuito
tensões.
220,5 cálculos.

(A) Tensões. A menos que outras tensões são especificados, para pur- Exceção: As cargas de estabelecimentos que servem quadros e
poses de cálculo de cargas ramo de circuito e de alimentação, nomi- quadros de comutação em centrais telefônicas será dispensada
nal tensões do sistema de 120, 120/240, 208Y/120, 240, 347, dos cálculos.
480Y/277 volts, 480, 600Y/347, e 600 deve ser utilizado.
(A) Os aparelhos específicos ou cargas. Uma saída para um específico
(B) Frações de uma ampères. Cálculos devem ser permitir- carga ou outro dispositivo não abrangido em 220,14 (B) através
Ted ser arredondado para o ampères todo, com deci- (L) deve ser calculado com base na amperagem do
mal fracções menores que 0,5 descartado. aparelho ou da carga servido.

(B) Secadores elétrica e aparelhos de cozedura eléctrica em


II. Poder Circuitos cálculos de carga Unidades habitacionais. Cálculos de carga devem ser permitidos como
especificado em 220,54 para secadores eléctricos e 220,55 para
220,10 Geral. Poder-circuito cargas será calculado
faixas elétricas e outros utensílios culinários.
como mostrado na 220.12, 220,14, 220,16 e.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-61


220,14 ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS

Tabela de Cálculo 220,3 Referências adicionais Carga

Cálculo Artigo Seção (ou parte)

Ar-condicionado e refrigeração, equipamentos 440 Parte IV


Poder-circuito condutor de dimensionamento
Gruas e guindastes, classificação e tamanho dos condutores 610 610,14
Soldadores elétricos, cálculos de ampacidade 630 630,11, 630,31
Irrigação acionada eletricamente ou controlados 675 675,7 (A), 675,22 (A)
máquinas
Espaço de estacionamento eletrificada caminhão 626
Linhas de células electrolíticas 668 668,3 (C)
Galvanoplastia, ramo-circuito condutor de dimensionamento 669 669,5
Elevador fatores de demanda do alimentador 620 620,14
Bombas de incêndio, queda de tensão (cálculo obrigatório) 695 695,7
Equipamentos de aquecimento fixo elétrico para gasodutos e 427 427,4
embarcações, ramo do circuito de dimensionamento
Fixa equipamentos para aquecimento elétrico,
Poder-circuito dimensionamento 424 424,3
Degelo exterior fixo elétrica e derretimento da neve-
equipamentos, ramo de circuito dimensionamento 426 426,4
Máquinas industriais, fornecimento condutor dimensionamento
Marinas e estaleiros alimentador, e serviço de carga 670 670,4 (A)
cálculos 555 555,12
Casas móveis, casas pré-fabricadas e móveis
parques casa, a carga total para determinar o poder 550 550,18 (B)
fornecer
Casas móveis, casas pré-fabricadas e móveis
parques casa, fatores de demanda permitidos para parque 550 550,31
sistemas eléctricos de fiação
Cinema e estúdios de televisão e similares
- locais de dimensionamento de condutores alimentadores para 530 530,19
estúdio de televisão define
Motors, fator de demanda alimentador
Motors, multimotor e combinação de carga
equipamento 430 430,26
, Motores de vários ou de um motor (es) e de outros 430 430,25
carga (s)
Mais de 600 volts ramo de circuito de cálculos 430 430,24
Sobre cálculos de 600 volts de alimentação
Conversores de fase, condutores 210 210,19 (B)
Recreativas parques de veículos, bases de cálculos 215 215,2 (B)
Equipamentos elétricos sensíveis, queda de tensão 455 455,6
(Cálculo obrigatório) 551 551,73 (A)
Os sistemas solares fotovoltaicos, circuito de dimensionamento e 647 647,4 (D)
atual
Armazenamento do tipo aquecedores de água 690 690,8
Teatros, palco alimentadores telefonistas
422 422,11 (E)
520 520,27

(C) de cargas do motor. Saídas para cargas do motor deve ser calcu- (F) Assinar e Esboço de iluminação. Assine e delinear iluminação
lada de acordo com os requisitos de 430,22, 430,24, saídas serão calculados a um mínimo de 1200 volt-
e 440,6. amperes para cada circuito de derivação necessária especificada no
600,5 (A).
(D) As luminárias. Uma tomada fornecendo luminária (s) será
calculado com base na classificação volt-ampere máximo da (G) Mostrar Windows. Vitrines será calculado de
e equipamento para o qual as lâmpadas da luminária (s) é avaliado. de acordo com um dos seguintes:

(E) para serviço pesado Suportes. Outlets para pesados (1) A carga por unidade de saída, conforme necessário em outras disposições
casquilhos deve ser calculado para um mínimo de 600 volt- desta secção
ampères. (2) A 200 volt-amperes por 300 mm (1 pé) de vitrine

70-62 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS 220,18

Tabela 220,12 Gerais Cargas de Iluminação por ocupação de 180 volt-amperes para cada única ou múltipla, para cada
receptáculo num jugo. A única peça de equipamento consistem-
Carga Unitária ção de um receptáculo múltipla composta por quatro ou mais recep-
tacles deve ser calculado a não menos de 90 volts-ampères por
Volt-ampères / Volt-ampères / receptáculo. Esta disposição não é aplicável à-recepção
Tipo de ocupação Metro quadrado Pé quadrado saídas tacle especificado em 210,11 (C) (1) e (C) (2).

Arsenais e auditórios 11 1
Bancos 39b 3 1/2b (J) Espaços de habitação. Em uma família, duas famílias, e
Barbearias e beleza 33 3 habitações multifamiliares e nos quartos ou suítes de
salões hotéis e motéis, as saídas especificadas em (J) (1), (J) (2), e
Igrejas 11 1 (J) (3) são incluídos nos cálculos de carga de iluminação geral
Clubes 22 2 de 220,12. Nenhum cálculo de carga adicionais será exigida
Salas de audiência 22 2 para pontos de venda.
Moradia unitsa 33 3 (1) Todos os pontos de uso geral de 20-receptáculo amperagem
Garagens - comerciais 6 Meia
ou menos, incluindo os recipientes conectados aos circuitos
(Armazenamento) em 210,11 (C) (3)
Hospitais
22 2 (2) As saídas do receptáculo especificado em 210,52 (E) e (G)
Hotéis e motéis, incluindo
prédios de apartamentos sem
22 2 (3) Os pontos de iluminação especificado em 210,70 (A) e (B)
provisão para cozinhar por
tenantsa
Industrial, comercial (loft)
edifícios 22 2
(K) Os bancos e edifícios de escritórios. Em bancos ou escritórios
Quartos Lodge
17 11/2 construir-
Edifícios de escritórios
Restaurantes 39b 31/2b mentos, as cargas do receptáculo deve ser calculado para ser o maior
Escolas 22 2 de (1) ou (2):
3 (1) A carga calculada a partir de 220,14 (I)
Lojas 33
3 (2) 11 ou 1 volt-amperes/m2 volt-ampere/ft2
Armazéns (armazenamento) 33
Quarto
Em qualquer das formas anteriores 3
ocupação, exceto (L) outros estabelecimentos. Outros estabelecimentos não abrangidos em
uma família-habitações e 220,14 (A)
individuais de unidades habitacionais a (K) deve ser calculado com base em 180 volts-ampères
duas famílias e multifamiliares por saída.
habitações:
Assembléia salões e 220,16 Cargas para adições a instalações existentes.
auditórios
Salões, corredores, closets, 11 1
(A) unidades habitacionais. Carrega adicionado a uma habitação existente
escadas 12 unidade (s) deverão cumprir o seguinte conforme o caso:
Espaços de armazenamento 6 /
(1) Cargas para adições estruturais para uma unidade habitacional existente
14 ou para uma porção de um unwired previamente existente habitar-
3 /
ção da unidade, ou seja superior a 46,5 m2 (500 ft2), deve
um
Ver 220,14 (J). ser calculado de acordo com 220,12 e 220,14.
b
Ver 220,14 (K). (2) Cargas de novos circuitos ou circuitos prolongados no Previ-
unidades habitacionais amente com fio deve ser calculado em con-
dançar com ou 220,12 ou 220,14, conforme aplicável.
(H) Assembléias Multioutlet fixos. Multioutlet fixa as-
assembleias utilizados em outros de unidades habitacionais ou a hóspedes
quartos ou suítes de hotéis ou motéis será calculado
de acordo com o (H) (1) ou (H) (2). Para efeitos do disposto (B) à excepção das unidades habitacionais. Cargas para novos circuitos
Nesta seção, o cálculo deve ser permitido basear ou circuitos prolongados em que não unidades de moradia será
sobre a parte que contém saídas receptáculo. calculada de acordo com um ou outro 220,12 ou 220,14, conforme
(1) Se os aparelhos não são susceptíveis de ser utilizadas simultanea- aplicável.
neamente, cada 1,5 m (5 pés) ou fracção de cada
comprimento contínuo separado e deve ser considerada como
uma saída de pelo menos 180 volt-amperes. 220,18 cargas máximas. A carga total não deverá exceder
a classificação do circuito de ramo, e não deve exceder o
(2) Para os aparelhos que são susceptíveis de ser utilizados simultaneamente,
cada 300 mm (1 pé) ou fração será conside- cargas máximas especificadas na 220,18 (A) a (C) sob
rada como uma tomada de não menos de 180 volt-amperes. as condições nele previstos.

(A) Motor-Operado e Cargas de combinação. Sempre que um


circuito fornece apenas motorizadas de cargas, o artigo 430 deve
(I) Outlets receptáculo. Exceto quando coberta de 220,14 (J) aplicar. Quando um circuito fornece apenas o ar-condicionado equipar-
e (K), lojas de recipiente deve ser calculada a não menos mento, equipamento de refrigeração, ou de ambos, o artigo 440 é aplicável.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-63


220,40 ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS

Para circuitos de cargas que fornecem compostos de motor operada uti- Tabela de iluminação 220,42 à vista fatores de carga
lização equipamento que está fixado no seu lugar e tem um motor
maior do que 1/8 hp, em combinação com outras cargas, o total Porção de Iluminação
calculado da carga deve basear-se 125 por cento de maior Carregar para Qual
a carga do motor, mais a soma das outras cargas. Fator de demanda
Tipo de Aplica Fator de demanda
Ocupação (Volt-Ampères) (%)
(B) Cargas de Iluminação indutivas e LED. Para os circuitos de su-
que operam unidades de iluminação que têm balastros, transformadores, au-Unidades habitacionais Primeiro 3000 ou menos na 100
totransformers, ou controladores de LED, a carga deve ser calculada De 3001 a
com base nos amperagem total dessas unidades e não em 120.000 em 35
o total de watts das lâmpadas. Restante mais
120.000 em 25

(C) Cargas alcance. Será admissível aplicar demanda Hospitais * Primeiro 50.000 ou menos em 40
fatores para cargas variam em conformidade com a Tabela 220,55, Restante mais
incluindo Nota 4. 50.000 em 20

Hotéis e motéis, Primeiro 20.000 ou menos 50


incluindo De 20.001 a
III. Cálculos de carga de alimentação e serviço
prédios de apartamentos100.000 em
sem provisão Restante mais 40
220,40 Geral. A carga calculada de um alimentador ou serviço para cozinhar por 100.000 em
não deve ser menor do que a soma das cargas sobre o ramo inquilinos * 30
circuitos fornecidos, conforme determinado pela parte II deste artigo,
depois de quaisquer fatores de demanda aplicáveis permitidos por parte III ou
Armazéns Primeiro 12.500 ou menos 100
IV ou exigidas pela Parte V foram aplicadas. (Armazenamento) Restante mais
12.500 em 50
Nota informativa: Veja exemplos D1 (a) a D10 em
Todos os outros Total de volts-ampères 100
Informativo anexo D. Veja 220,18 (B) para a carga máxima
em amperes permitidas para unidades de iluminação que funcionem a *
Os fatores de demanda desta tabela não se aplica a carga calculada
menos
de alimentadores que abastecem áreas ou serviços em hospitais, hotéis, e motéis
de 100 por cento de fator de potência. onde a iluminação total é susceptível de ser utilizado, uma vez, como no oper-
cionamento quartos, salões de baile, ou salas de jantar.
220,42 iluminação geral. Os fatores de demanda especificadas no
Tabela 220,42 aplica-se a essa porção do total de ramo
carga do circuito calculada para iluminação geral. Devem
220,44 Cargas Receptacle - que não seja Moradia
não ser aplicada para a determinação do número de circuitos de derivação
Unidades. Cargas receptáculo calculados de acordo com
para iluminação geral. 220,14 (H) e (I) será autorizado a ser objecto de
os fatores de demanda apresentados na Tabela 220,42 ou Tabela 220,44.

220,43 Mostrar janelas e iluminação de pista.


Fatores tabela 220,44 à vista para Não-moradia Receptáculo
(A) Mostrar Windows. Para vitrine iluminação, uma carga de Cargas
não inferior a 660 metros ou 200 volt volt-amperes/linear-
ampères / pé linear deve ser incluído para uma vitrine,
medido horizontalmente ao longo da sua base. Porção de Carga Receptáculo para Qual
Aplica-se fator de demanda Fator de demanda
(Volt-Ampères) (%)
Nota informativa: Veja 220,14 (G) para circuitos
fornecimento de vitrines. Primeiro de 10 kVA ou menos 100
Restante mais de 10 kVA a 50
(B) Controle de Iluminação. Para iluminação de pista em que não habita-
unidades habitacionais ou quartos ou suítes de hotéis ou motéis,
uma carga adicional de 150 volts-ampères devem ser incluídos 220,50 Motors. Cargas do motor deve ser calculado em con-
cada 600 mm (2 pés) de faixa de iluminação ou mesmo fração. dançar com 430,24, 430,25, 430,26 e 440,6, e com para
Onde pista multicircuit está instalado, a carga deve ser con- motocompressores herméticos de refrigeração.
siderada a ser dividido igualmente entre os circuitos de via.

Aquecimento 220,51 Espaço fixo Electric. Elétrica fixa


Exceção: Se a iluminação de pista é fornecida através de um de- espaço-aquecimento cargas deve ser calculado em 100 por cento do
vício que limita a corrente para a pista, a carga deve ser carga total conectada. No entanto, em nenhum caso a um alimentador ou
permitida a ser calculada com base na avaliação do dispositivo classificação de serviço atual carga ser menor do que a classificação do
usado para limitar a corrente. circuito maior ramo fornecido.

70-64 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS 220,60

Exceção: Onde carga reduzida dos condutores de re- Fatores tabela 220,54 à vista para eletrodomésticos
sultados das unidades operando em ciclo de trabalho, de forma Secadores de roupa
intermitente, ou
a partir de todas as unidades operacionais não ao mesmo tempo, a Número de Fator de demanda
autoridade Secadores (%)
com jurisdição pode conceder permissão para alimentador e
condutores de serviço para ter uma capacidade de corrente inferior a 1-4 100
100 por- 5 85
cento, desde que os condutores têm uma capacidade de corrente para 6 75
o
220,52 Cargas de eletrodomésticos de pequeno e lavanderia - Dwell- 7 65
carregar tão
Unidade ing. determinado. 8 60
9 55
10 50
(A) Appliance Pequeno-carga do circuito. Em cada unidade de habitação, 11 47
a carga deve ser calculado em 1500 volts-ampères para cada
2 fios circuito pequeno ramo aparelho, como coberto por
210,11 (C) (1). Quando a carga é subdividida por meio de duas ou 12-23 47% de menos de 1% para cada um secador superior a 11
alimentadores mais, a carga calculada para cada não incluirá
inferior a 1500 volts-ampères para cada dois fios de pequena 24-42 35% de menos de 0,5% para cada um secador superior a 23
circuito elétrico do aparelho. Estas cargas serão autorizados a
43 e ao longo 25%
ser incluídos com a carga de iluminação geral, e submetido a
os fatores de demanda previstos na Tabela 220,42.

Exceção: O circuito indivíduo permitido pela


210,52 (B) (1), Exceção No. 2, será permitido ser
avaliado em excesso de 13/4 kW são autorizados a ser calcu-
excluídas do cálculo exigido por 220,52.
lada de acordo com a Tabela 220,55. Quilovolts-ampères
(KVA) deve ser considerado equivalente ao quilowatts (kW) para
(B) de carga do circuito de lavandaria. Uma carga de não menos de 1500
cargas calculado sob esta seção.
volt-ampères devem ser incluídos para cada lavanderia 2 fios Quando duas ou mais gamas de fase única são fornecidos pela
circuito elétrico instalado como coberto por 210,11 (C) (2). Este um 3-fase, de 4 fios de alimentação ou serviço, a carga total será
carga deve ser permitida a ser incluído no geral calculado com base no dobro do número máximo de con-
carga de iluminação e submetidas aos factores de procura fornecido tado entre quaisquer duas fases.
na Tabela 220,42.

Não. Nota Informativa 1: Veja o exemplo D5 (A) em Infor-


220,53 Carga Appliance - Unidade de Habitação (s). Será formativo Anexo D.
admissível para aplicar um factor de procura de 75 por cento para o
Não. Nota Informativa 2: Veja a Tabela 220,56 para fins comerciais,
carga placa de identificação de quatro ou mais aparelhos preso equipamentos de cozinha social.
no lugar, que não varia elétricos, secadores de roupa, espaço-
equipamentos de aquecimento ou de ar condicionado, que são Não. Nota Informativa 3: Veja os exemplos em Informa-
servidos pelo mesmo alimentador ou serviço de uma única família, dois tiva Anexo D.
família, ou habitação multifamiliar.
220,56 equipamento da cozinha - que não seja Moradia
Unidade (s). Será permitido calcular a carga para
220,54 elétricas Secadores de roupa - Unidade de Habitação (s). O equipamentos de cozinha comercial elétrico, máquina de lavar louça
carregar para secadores de electrodomésticos roupas em uma moradia aquecedores de reforço, aquecedores de água, e equipamento de cozinha
unidade (s) deve ser ou 5000 watts (volt-ampères) ou as de acordo com a Tabela 220,56. Estes fatores de demanda
plaqueta, o que for maior, para cada secador deve ser aplicada a todos os equipamentos que tem o termo-
servido. A utilização dos factores de procura na tabela 220,54 deverá controle estático ou uso intermitente como equipamento de cozinha.
ser permitido. Quando duas ou mais monofásicos secadores são Estes fatores de demanda não se aplica ao espaço-aquecimento, ven-
fornecida por um 3-fase, de 4 fios ou alimentador de serviço, o total tilating, ou equipamento de ar condicionado.
carga deve ser calculado com base no dobro do máximo No entanto, em nenhum caso o alimentador ou serviço calcu-
número ligado entre quaisquer duas fases. Quilovolts- lada carga ser menor do que a soma do maior dos dois cozinha
amperes (kVA) deve ser considerado equivalente ao de quilowatts cargas de equipamentos.
(KW) para cargas calculadas nesta seção.

220,60 Cargas Noncoincident. Onde é pouco provável que


Faixas de 220,55 elétricos e outros utensílios culinários duas ou mais cargas noncoincident estará em uso, simultanea-
- Unidade de Habitação (s). A carga de eletrodomésticos simultaneamente, será permitido utilizar apenas o maior
gamas, montados na parede fornos, cozinha balcão montado carga (s) que irão ser utilizados ao mesmo tempo para o cálculo do total de
unidades, e outros eletrodomésticos de cozinha individualmente carga de um alimentador ou serviço.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-65


220,60 ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS

Fatores tabela 220,55 à vista e Cargas para faixas electrodomésticos de parede Fornos, Counter-Mounted Cooking
Unidades, e outros eletrodomésticos de cozinha mais de 13 quartos Avaliação kW (coluna C para ser usado em todos os casos, salvo
disposição em contrário
permitidos na Nota 3.)
Fator de demanda (%) (ver notas)

Coluna B Coluna C
A coluna (312kW / através de 83/4 kW Demanda Máxima (kW) (Ver
Número de aparelhos (Menos de 31/2 Avaliação kW) Classificação) Notas) (não Avaliação kW sobre 12)

1 80 80 8
2 75 65 11
3 70 55 14
4 66 50 17
5 62 45 20

6 59 43 21
7 56 40 22
8 53 36 23
9 51 35 24
10 49 34 25

11 47 32 26
12 45 32 27
13 43 32 28
14 41 32 29
15 40 32 30

16 39 28 31
17 38 28 32
18 37 28 33
19 36 28 34
20 35 28 35

21 34 26 36
22 33 26 37
23 32 26 38
24 31 26 39
25 30 26 40

26-30 30 24 15 kW + 1 kW para cada faixa


31-40 30 22

41-50 30 20 25 kW + 3/4 kW para cada faixa


51-60 30 18
61 e ao longo 30 16

Notas:
1. Mais de 12 kW a 27 kW varia todas mesma classificação. Para varia classificada individualmente mais de 12 kW mas não superior a 27 kW, o máximo
demanda na coluna C será aumentado de 5 por cento para cada quilowatt adicional de qualificação ou mesmo fração principais pelos quais a classificação do indivíduo
faixas exceder 12 kW.
2. Mais de 83/4 a 27 kW kW faixas de classificação desiguais. Para faixas individualmente classificados mais de 83/4 kW e de avaliações diferentes, mas nenhum
superior a 27 kW, um valor médio de classificação será calculada pela soma dos votos de todos os intervalos para obter a carga total conectada (usando
12 kW para qualquer faixa nominal inferior a 12 kW) e dividindo pelo número total de intervalos. Em seguida, a demanda máxima na coluna C será aumentada
5 por cento para cada quilowatt ou sua fração mais importante em que este valor médio superior a 12 kW.
3. Durante 13/4 kW através de 83/4 kW. Em vez de o método previsto na coluna C, será permitido adicionar as classificações de potência de toda a casa
aparelhos de cozinha avaliado mais de 13/4 kW, mas não mais do que 83/4 kW e multiplicar a soma dos fatores de demanda especificadas na coluna A ou
Coluna B: para um dado número de aparelhos. Se a classificação de aparelhos de cozinha está sob ambos coluna A e coluna B, a demanda
fatores de cada coluna devem ser aplicadas para os aparelhos para a coluna, e os resultados somados.
4. Poder-circuito de carga. Será permitido calcular a carga ramo de circuito para uma gama de acordo com a Tabela 220,55. O ramo
carga do circuito para um forno de parede ou uma unidade de cozinha contra-montada deve ser o valor de placa do aparelho. A carga ramo-circuito
para uma unidade de cozimento em contracorrente montado e não mais do que dois de parede-fornos, todos fornecidos a partir de um circuito de derivação e situadas no
mesmo
quarto, será calculada pela soma do valor de placa dos aparelhos individuais e tratar esse total como equivalente a uma faixa.
5. Esta tabela aplica-se igualmente aos electrodomésticos de cozinha avaliado mais de 13/4 kW e utilizado em programas de instrução.

70-66 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS 220,82

Fatores tabela 220,56 demanda por equipamentos de cozinha - IV. Alimentador opcional e cálculos de carga de serviço
Diferente de unidade de habitação (s)
220,80 Geral. Alimentador opcional e serviço de cálculo de carga
ções serão permitidas em conformidade com a parte IV.
Número de Unidades de Fator de demanda
Equipamento (%)
220,82 Unidade de Habitação.
1 100
2 100 (A) de carga do alimentador e Serviço. Esta seção se aplica a um
3 90 unidade de habitação com a carga total conectada servido por um
4 80 120/240-volt único ou um conjunto 208Y/120-volt de 3 fios serviço
5 70 ou condutores de alimentação, com uma capacidade de corrente de 100 ou
6 e ao longo 65 maior. Ele
é admissível para calcular o alimentador e serviço
cargas, de acordo com esta seção em vez do método
especificado na Parte III deste artigo. A carga calculada deve
Alimentador 220,61 ou Load Serviço Neutro. ser o resultado da soma das cargas de 220,82 (B) e (C).
(A) Cálculo Basic. O alimentador ou serviço de carga neutra Alimentador e serviço-entrada condutores cujos calculado
será o desequilíbrio da carga máxima determinada pela carga é determinado por este cálculo opcional deve estar per-
este artigo. A carga máxima desequilibrada serão metidos à ter a carga de neutro determinada por 220,61.
carga líquida máxima calculada entre o neutro condu-
tor e qualquer um sem chão condutor.
(B) Cargas Gerais. A carga geral deve ser calculado
não inferior a 100 por cento do primeiro 10 kVA, acrescido de 40 por cento
Excepção: Para a 3 fios, 2 fases ou 5 fios, 2 fases sis-
do restante as seguintes cargas:
tems, a carga máxima desequilibrada é o máximo
(1) 33 volt-amperes/m2 ou 3 volt-amperes/ft2 para geral
carga calculada líquida entre o condutor neutro e qualquer
iluminação e de uso geral recipientes. A área de piso para
um condutor não aterrado multiplicado por 140 por cento.
cada andar deve ser calculada a partir do exterior dimen-
sões da unidade de habitação. A área calculada
(B) permitido reduções. Um serviço ou fornecimento de alimentação não incluem varandas abertas, garagens ou não utilizados ou
as seguintes cargas devem ser autorizados a ter um adicional espaços inacabados não adaptáveis para uso futuro.
fator de demanda de 70 por cento aplicado ao montante em (2) 1500 volt-amperes para cada 2 fios, 20-ampères pequena
220,61 (B) (1) ou parte da quantia em 220,61 (B) (2) de- circuito aparelho ramo e cada ramo de lavanderia cir-
minado pelo cálculo básico: cuit coberta de 210,11 (C) (1) e (C) (2).
(1) Um alimentador ou intervalos de serviços que fornecem (3) A plaqueta do seguinte:
electrodomésticos,
montados na parede, unidades de fornos de cozinha contra-montados e
secadores elétricos, onde a carga máxima tem desequilibrado
foi determinado de acordo com a Tabela de 220,55
faixas e Tabela 220,54 para secadores um. Todos os aparelhos que estão presas no local, permanentemente
(2) A parte da carga desequilibrada em excesso de 200 am- conectado, ou localizado para ser em um circuito específico
peres onde o alimentador ou serviço é fornecido a partir de um b. Gamas, montados na parede fornos, contra-montado-cook
3 fios DC ou monofásico sistema ac, ou um 4 fios, 3 fases, unidades habitacionais
3 fios, sistema de duas fases, ou um de 5 fios, sistema de duas fases c. Secadores de roupa que não estão conectados à lavanderia
circuito ramo especificado no item (2)
d. Aquecedores de água
(4) A placa de identificação amperagem ou kVA de todos permanentemente
(C) Proibido reduções. Não haverá redução de motores ligados não incluído no item (3).
a capacidade do condutor neutro ou terra aplicada ao
quantidade de 220,61 (C) (1), ou parte do montante de (C) (2),
desde que determinado pelo cálculo básico:
(1) Qualquer parte de um circuito de 3 fios consistindo de duas un- (C) carga de aquecimento e ar-condicionado. O maior dos
condutores aterrados eo condutor neutro de um os seguintes seis seleções (carga em kVA) deve ser incluído:
4 fios, 3 fases, o sistema conectada em estrela (1) 100 por cento do valor de placa (s) do ar condi-
(2) A parte consistindo de cargas não-lineares fornecido mento e resfriamento.
de um 4-fio, conectada em estrela, sistema de 3 fases (2) 100 por cento do valor de placa (s) da bomba de calor
quando a bomba de calor é utilizada sem qualquer suplemento
aquecimento eléctrico.
(3) 100 por cento do valor de placa (s) da bomba de calor
Não. Nota Informativa 1: Veja exemplos D1 (a), D1 (b),
compressor e 65 por cento do eléctrico suplementar
D2 (b), D4 (a) e D5 (a) em Anexo informativo D.
aquecimento para centrais elétricas espaço sistemas de aquecimento. Se o
Não. Nota Informativa 2: A 3-fase, 4 fios, estrela-conectado compressor da bomba de calor é impedido de operar a
sistema de energia utilizada para fornecer energia à carga não-linear pode
exigir que o projeto do sistema de poder permitir a possi-
bilidade de alta harmônicas condutor neutro correntes.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-67


220,83 ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS

ao mesmo tempo que o calor suplementar, não faz Carregar Por cento de carga
necessitam de ser adicionados ao calor suplementar para o total
carga de aquecimento central do espaço. Equipamento de ar condicionado 100
(4) 65 por cento do valor de placa (s) de espaço eléctrico Central aquecimento elétrico 100
aquecendo se menos do que quatro unidades controladas separadamente. Menos de quatro separadamente 100
(5) de 40 por cento do valor de placa (s) de espaço eléctrico controladas espaço-aquecimento unidades
aquecimento se quatro ou mais unidades controladas separadamente. 8 kVA primeira de todas as outras cargas
100
Restante de todas as outras cargas
(6) de 100 por cento das classificações de potência térmica elétrica 40
armazenamento e outros sistemas de aquecimento de carga, onde o habitual
deverá ser contínuo em placa de identificação completo
valor. Sistemas que beneficiam esta seleção não deve Outras cargas deve incluir o seguinte:
ser calculado de acordo com qualquer outra selecção de 220,82 (C). (1) A iluminação geral e de uso geral recipientes de 33 volt-
amperes/m2 ou 3, conforme determinado pelo volt-amperes/ft2
220,12

(2) 1500 volt-amperes para cada 2 fios, 20-ampères pequena


220,83 Unidade de Habitação existente. Esta seção será per- circuito aparelho ramo e cada ramo de lavanderia cir-
metidos à ser utilizado para determinar se o serviço existente ou alimentador cuit coberta de 210,11 (C) (1) e (C) (2)
é de capacidade suficiente para servir de cargas adicionais. Onde o
unidade habitacional é servido por um 120/240-volt ou 208Y/120-volt, (3) A plaqueta do seguinte:
3 fios serviço, será permitido calcular a carga total
de acordo com 220,83 (A) ou (B). um. Todos os aparelhos que estão presas no local, permanentemente
conectado, ou localizado para ser em um circuito específico
b. Gamas, montados na parede fornos, contra-montado-cook
unidades habitacionais
(A) onde adicionais equipamentos de ar condicionado ou
c. Secadores de roupa que não estão conectados à lavanderia
Equipamento para espaço de aquecimento elétrico não deve ser in-
circuito derivado especificado em (2)
paralisadas. Os seguintes percentuais devem ser utilizados para existir-
d. Aquecedores de água
ing e novas cargas adicionais.

Carga (kVA) Por cento de carga


220,84 Moradia multifamiliares.
8 kVA de carga no primeiro 100
Restante da carga em 40 (A) de carga do alimentador ou serviço. Será permitido
calcular a carga de um alimentador ou de serviços que disponibiliza três
ou mais unidades de moradia de uma habitação multifamiliar em con-
dança com a Tabela 220,84 em vez de III Parte deste artigo se
todas as seguintes condições forem atendidas:
Cálculos de carga devem incluir o seguinte:
(1) A iluminação geral e de uso geral recipientes de 33 volt- (1) no aparelho de habitação é alimentado por mais do que um alimentador.
amperes/m2 ou 3, conforme determinado pelo volt-amperes/ft2 (2) Cada unidade de moradia está equipada com aquecimento eléctrico
220,12 equipamento.
(2) 1500 volt-amperes para cada 2 fios, 20-ampères pequena
circuito aparelho ramo e cada ramo de lavanderia cir-
cuit coberta de 210,11 (C) (1) e (C) (2) Exceção: Quando a carga calculada para multifamiliares habitar-
(3) A plaqueta do seguinte: Seres sem culinária elétrica na Parte III deste artigo ex-
um. Todos os aparelhos que estão presas no local, permanentemente CEEDS que calculadas ao abrigo da Parte IV para a carga idêntica
conectado, ou localizado para ser em um circuito específico além de cozinhar elétrico (baseado em 8 kW por unidade), o menor de
b. Gamas, montados na parede fornos, contra-montado-cook as duas cargas é autorizado a ser utilizado.
unidades habitacionais
c. Secadores de roupa que não estão conectados à lavanderia
circuito ramo especificado no item (2) (3) Cada unidade habitacional está equipado com um espaço elétrica
d. Aquecedores de água aquecimento ou condicionamento de ar, ou ambos. Alimentadores e
serviços
condutores cuja carga calculada é determinada pelo presente
cálculo facultativa deve ser permitido ter o neutro
carregar determinada por 220,61.

(B) Quando Adicionais equipamentos de ar condicionado ou


Equipamento para espaço de aquecimento elétrico é para ser (B) Cargas Casa. Cargas casa deve ser calculado em ac-
instalado. Cordance com a Parte III deste artigo e deve ser, além
Os percentuais serão utilizados os seguintes para os actuais e às cargas de habitação unidade calculados de acordo com
adicionais novas cargas. Quanto maior a carga conectada de ar- Tabela 220,84.
condicionado ou espaço-aquecimento, mas não ambos, devem ser utilizados.

70-68 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS 220,87

Cálculos Tabela 220,84 opcionais - Fatores de demanda para na Parte III deste artigo excede aquele para três idênticas
Três ou mais Unidades habitacionais multifamiliares unidades calculados de acordo com 220,84, a menor das duas cargas
será autorizado a ser utilizado.
Número de Fator de demanda
Unidades habitacionais (%) Escolas 220,86. O cálculo de um alimentador ou serviço de carga
para as escolas serão permitidas em conformidade com a Tabela 220,86
3-5 45
em vez da Parte III deste artigo, onde equipado com elétrico
6-7 44
aquecimento, ar condicionado, ou ambos. A carga conectada ao
8-10 43
que os fatores de demanda da Tabela 220,86 aplicar deve incluir
toda a iluminação interior e exterior, energia, aquecimento de água,
11 42
cozinha, outras cargas, e quanto maior o ar-condicionado
12-13 41
14-15 40 carga ou espaço-aquecimento da carga no interior do edifício ou estrutura.
16-17 39 Alimentadores e condutores de serviço cuja carga calculada
18-20 38 é determinado por este cálculo opcional será permitida
ter a carga de neutro determinada por 220,61. Onde o
21 37
carga edifício ou estrutura é calculada por este opcional
22-23 36 método, alimentadores de dentro do edifício ou estrutura
24-25 35 ampacidade, conforme permitido na Parte III deste artigo, no entanto,
26-27 34 a capacidade de corrente de um alimentador indivíduo não deve ser obrigado a
28-30 33 ser maior do que a capacidade de corrente para todo o edifício.
Esta seção não se aplica a sala de aula portátil
31 32 edifícios.
32-33 31
34-36 30
37-38 29
39-42 28

43-45 27 Método de tabela 220,86 Opcional - Fatores de Demanda para


46-50 26 Alimentadores e Condutores de serviço para Escolas
51-55 25
56-61 24
62 e ao longo 23 Demanda
Fator
Carga conectada (Percentagem)

(C) Calculado Cargas. A carga calculada à qual o Primeiro 33 VA/m2 (3 VA/ft2) a 100
Além disso,
fatores de demanda da Tabela 220,84 aplicar deve incluir o Mais de 33 a 220
seguinte: (3 a 20 VA/ft2) 75
VA/m2
(1) 33 volt-amperes/m2 ou 3 volt-amperes/ft2 para geral Além disso, em
iluminação e de uso geral recipientes Restante mais de 220
(2) 1500 volt-amperes para cada 2 fios, 20-ampères pequena VA/m2 (20 VA/ft2) a 25
circuito aparelho ramo e cada ramo de lavanderia cir-
cuit coberta de 210,11 (C) (1) e (C) (2)
(3) A plaqueta do seguinte:
Determinar 220,87 cargas existentes. O cálculo de um
alimentador ou serviço de carga para as instalações existentes devem ser
um. Todos os aparelhos que estão presas no local, permanentemente permitido utilizar demanda máxima real para determinar o
conectado, ou localizado para ser em um circuito específico carga existente de acordo com todas as condições a seguir:
b. Gamas, montados na parede fornos, contra-montado-cook (1) Os dados de demanda máxima disponível para um 1-year
unidades habitacionais período.
c. Secadores de roupa que não estão conectados à lavanderia
circuito ramo especificado no item (2)
d. Aquecedores de água Exceção: Se os dados de demanda máxima de 1 ano de pe-
(4) Classificação A placa ampères ou kVA de tudo perma- ríodo não estiver disponível, a carga calculada será permitida
manentemente motores ligados não incluído no item (3) a partir da demanda máxima (medida da média
(5) Quanto maior for a carga de ar condicionado ou a elec-fixo demanda de energia durante um período de 15 minutos)
carga de espaço-aquecimento tric continuamente re-
fio ao longo de um período mínimo de 30 dias usando uma gravação
metros amperímetro ou de alimentação conectado à maior carga
fase do alimentador ou do serviço, com base na carga inicial
no início da gravação. A gravação deve reflectir a
demanda máxima do alimentador ou serviço a ser tomadas
220,85 Duas unidades habitacionais. Quando duas unidades de moradia
quando o edifício ou espaço é ocupado e incluirá pelo
são alimentados por um cabo único, e a carga calculada

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-69


220,88 ARTIGO 220 - BRANCH-circuito, alimentador, E SERVIÇO CÁLCULOS

medição ou de cálculo do maior do aquecimento ou Método de tabela 220,102 para cálculo de cargas para Fazenda
Diferente de unidade de habitação
carga do equipamento de refrigeração e outras cargas, que podem ser
peri-
ódica na natureza devido a condições sazonais ou similar. Fator de demanda
(2) A demanda máxima a 125 por cento, mais o novo Ampères de carga máxima de 240 Volts (%)
carga não excede a capacidade de corrente do alimentador ou
Avaliação do serviço. O maior dos seguintes:
Todas as cargas que são esperados para operar 100
(3) O alimentador tem proteção de sobrecorrente de acordo simultaneamente, ou
com 240,4, eo serviço tem proteção contra sobrecarga de 125 por cento da corrente de carga total de
acordo com 230,90. o maior do motor, ou
Primeiros 60 amperes de carga
Próximos 60 amperes de todas as outras cargas 50
220,88 novos restaurantes. Cálculo de um serviço ou alimentador Restante de outras cargas 25
carregamento, em que o alimentador serve a carga total, para uma nova restau-
rant serão permitidas em conformidade com a Tabela 220,88 em vez
da Parte III deste artigo.
A proteção contra sobrecarga dos condutores de serviço deve 220,103 Cargas Fazenda - Total. Onde fornecido por um com-
estar em conformidade com 230,90 e 240,4. seg serviço, a carga total da fazenda para o serviço de condu-
Alimentador de condutores não é obrigado a ser de maior res e equipamentos de serviço devem ser calculados em con-
ampacity do que os condutores de serviço. dançar com a unidade de carga fazenda habitação e fatores de demanda
Serviço ou alimentador condutores cujos carga é calculado especificados na Tabela 220,103. Onde houver equipamento
determinado por este cálculo opcional será permitida dois ou mais edifícios de equipamentos agrícolas ou para cargas com
ter a carga de neutro determinada por 220,61. a mesma função, as cargas devem ser calculadas em con-
Tabela dançar com 220,102 e será autorizado a ser
combinados como uma única carga na Tabela 220,103 para calcular
a carga total.

Carga V. Cálculos Fazenda

220,100 Geral. Cargas agrícolas deve ser calculado em con-


dançar com a parte V. Método de tabela para o cálculo de carga 220,103 Farm total

220,102 Cargas Fazenda - Edifícios e outras cargas. Cargas individuais calculados em Fator de demanda
Acordo com a Tabela 220,102 (%)
(A) Unidade de Habitação. A carga do alimentador ou serviço de uma
fazenda Maior carga 100
unidade de habitação é calculado de acordo com a Segundo maior carga 75
provisões para habitações na Parte III e IV deste artigo. Terceira maior carga 65
Quando a moradia tem aquecimento elétrico ea fazenda tem elec- Demais cargas 50
tricas grão-de secagem sistemas, parte IV deste artigo não será
utilizado para calcular a carga de habitação onde a habitação e Nota: Para esta carga total, adicionar a carga da unidade de habitação fazenda calcu-
cargas agrícolas são fornecidos por um serviço comum. lada de acordo com a Parte III ou IV deste artigo. Onde o
moradia tem aquecimento elétrico ea fazenda tem elétricas secagem de grãos-sys-
tems, Parte IV deste artigo não deve ser usado para calcular a habitação
(B) que não seja unidade de habitação. Onde um alimentador ou serviço
carregar.
fornece um edifício agrícola ou outra carga ter dois ou mais
circuitos separados, a carga de alimentadores, serviço de condu-
res, e equipamentos de serviço devem ser calculados de acordo
com fatores de demanda não menos do que o indicado na Tabela 220,102.

Método de tabela 220,88 Opcional - Cálculos de carga permitido para o serviço e Alimentador de Condutores para Restaurantes Novos

Total conectada Todos Electric Restaurant Não Restaurante All Electric


Carga (kVA) Cargas calculadas (kVA) Cargas calculadas (kVA)

0-200 80% 100%


201-325 10% (valor mais de 200) + 160,0 50% (valor mais de 200) + 200,0
326-800 50% (valor acima de 325) + 172,5 45% (valor acima de 325) + 262,5
Mais de 800 50% (valor acima de 800) + 410,0 20% (valor acima de 800) + 476,3

Nota: Adicione todas as cargas elétricas, incluindo aquecimento e as cargas de refrigeração, para calcular a carga total conectada. Selecione o fator de demanda que
aplica-se da mesa, em seguida, multiplicar a carga total conectada por este fator de demanda individual.

70-70 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA 225,7

Tabela 225,3 Outros artigos


ARTIGO 225
Fora circuitos e Alimentadoras Equipamentos / Condutores Artigo

Circuitos 210
Classe 1, Classe 2 e Classe 3 725
225,1 Scope. Este artigo abrange os requisitos para fora controle remoto, sinalização e
circuitos e alimentadores executado em ou entre edifícios, potência limitada circuitos
estruturas, ou postes nas instalações elétrica, e equipar- Circuitos de comunicação 800
mento e fiação para o fornecimento de equipamento de utilização que Comunidade antena de televisão e rádio 820
está localizado sobre ou ao lado externo dos edifícios, es- sistemas de distribuição
turas, ou postes. Condutores para cablagem geral 310
Acionada eletricamente ou controlados 675
máquinas de irrigação
Nota informativa: Para obter informações adicionais sobre a fiação Sinais elétricos e de iluminação esboço
600
mais de 600 volts, consulte ANSI C2-2007, Elétrico Nacional Alimentadores
215
Código de Segurança. Sistemas de alarme de incêndio
760
Degelo exterior fixo elétrica e
426
neve derretida equipamentos
225,2 Definição. Edifícios flutuantes
Aterramento e colagem 553
Subestação. Um conjunto fechado de equipamento (por exemplo, Perigosos (classificados) 250
interruptores, disjuntores, barramentos, transformadores) sob Perigosos (classificados)- 500
controlo de pessoas qualificadas, por meio do qual eléctrico en- específico 510
gia é transmitida com o objectivo de mudar ou modificar a sua Marinas e estaleiros
características. Mensageiro apoiado fiação 555
Casas móveis, casas pré-fabricadas, 396
e parques home móveis 550
225,3 outros artigos. Aplicação de outros artigos, incluindo- Fiação aberta em isoladores
Mais de 600 volts, gerais 398
ção requisitos adicionais para os casos específicos de equipamento
Proteção de sobrecorrente 490
e condutores, é mostrada na Tabela 225,3. Equipamentos de rádio e televisão 240
Serviços 810
Os sistemas solares fotovoltaicos 230
I. Geral Piscinas, fontes e similares 690
instalações
• 680
225,4 Cobertura do condutor. Onde dentro de 3,0 m (10 ft) de Utilização e identificação de terra
qualquer edifício ou outra estrutura de apoio a pólos ou condutores
200
torres individual, aberta (antena) condutores aéreos deverão
ser isolado ou cobertas. Condutores em cabos ou bandejas, canaletas,
excepto o cabo tipo MI, deve ser do tipo de borracha coberta
ou tipo termoplástico e, em locais úmidos, devem cumprir
com 310,10 (C). Condutores para festão de iluminação deve ser de (2) Para mais de 600 volts, nominal, 6 AWG de cobre ou 4 AWG
o tipo de borracha coberta ou termoplástica. alumínio abertas, onde os condutores individuais, e 8 AWG
de cobre ou de alumínio 6 AWG onde no cabo

Exceção: condutores de aterramento do equipamento e aterrado (B) Iluminação festão. Condutores aéreos para festão
condutores do circuito será permitido ser nuas ou cobertas como iluminação não deve ser inferior a 12 AWG, a menos que o con-
especificamente autorizado em outras partes deste Código. ductors são suportados por cabos mensageiros. Em todos os vãos ex-
ceeding 12 m (40 pés), os condutores devem ser apoiadas por
225,5 tamanho dos condutores de 600 Volts, nominais, ou menos. fio de mensageiro. O fio portador será suportado pelo
A capacidade de corrente de ar livre ramo circuito alimentador e condu- tensão isoladores. Condutores ou fios de mensagens não deve
res devem estar de acordo com 310,15 baseada nas cargas como ser conectado a qualquer saída de incêndio, downspout, encanamento ou
determinado de acordo com 220,10 e Parte III do artigo 220. equipamento.

225,6 Tamanho do condutor e suporte. 225,7 Equipamento de Iluminação instalado ao ar livre.


(A) Spans cima. Abra condutores individuais devem (A) Geral. Para o fornecimento de equipamentos de iluminação em
não ser menor do que o seguinte: parado ao ar livre, os circuitos devem cumprir Ar-
(1) Para 600 volts, nominal, ou menos, 10 AWG de cobre ou tigo 210 e 225,7 (B) até (D).
8 de alumínio AWG para vãos de até 15 m (50 pés) em
comprimento e 8 AWG cobre ou alumínio 6 AWG para uma
extensão mais longa se não forem apoiadas por um fio mensageiro (B) Neutro comum. A capacidade de corrente do neutro condu-
tor não deve ser inferior a carga líquida máxima calculada

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-71


225,8 ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA

atual entre o condutor neutro e todos sem chão (C) A separação de outros circuitos. Condutores abertas
condutores ligado a qualquer uma das fases do circuito. deve ser separada dos condutores abertos de outros circuitos ou
sistemas por não inferior a 100 mm (4 pol.)
(C) 277 Volts para a terra. Circuitos superiores a 120 volts,
nominal, entre condutores e volts 277 não superior, (D) Condutores em postes. Condutores em postes devem ter
nominal, a terra será permitido fornecer luminárias uma separação de não menos de 300 milímetros (1 pé), onde nem
para iluminação de áreas externas de estabelecer-industrial colocado em prateleiras ou suportes. Condutores apoiada em postes
mentos, edifícios de escritórios, escolas, lojas e outros comer- deverá proporcionar um espaço de escalada horizontal não inferior a
edifícios sociais ou públicos. seguinte:
(1) condutores de energia abaixo de condutores de comunicações
- 750 mm (30 pol)
(D) 600 Volts entre condutores. Circuitos superiores (2) condutores de energia por si só ou acima de comunicações con-
277 volts, nominal, ao chão e não superior a 600 volts, ductors:
nominal, entre os condutores são autorizados a fornecer um. 300 volts ou menos - 600 mm (24 pol)
o equipamento auxiliar de descarga elétrica lâmpadas em ac- b. Mais de 300 volts - 750 mm (30 pol)
formidade com 210,6 (D) (1). (3) condutores de comunicações abaixo condutores de energia
- O mesmo que condutores de energia
(4) condutores Comunicações sozinho - sem exigência
225,8 Cálculo de Cargas 600 Volts, nominais, ou menos.

(A) circuitos. A carga em circuitos ao ar livre


será determinado por 220,10.
225,15 Suporta mais de Edifícios. Suporta mais de um edifício
(B) alimentadores. A carga sobre alimentadores exteriores serão como de-devem estar de acordo com 230,29.
determinada pela Parte III do artigo 220.
225,16 Anexo para Edifícios.
225,10 Fiação em Edifícios. A instalação de fora
fiação em superfícies dos edifícios deve ser permitida para cir- (A) ponto de fixação. O ponto de ligação para uma
tos de não mais de 600 volts, nominais, como fiação aberta sobre edifício deve estar de acordo com 230,26.
isoladores, como cabo multicondutor, como cabo tipo MC, conforme
UF cabo tipo, como o cabo Tipo MI, como mensageiro suportado (B) meios de fixação. Os elementos de fixação para uma
fiação, na conduta de metal rígido, em metal intermediário con- edifício deve estar de acordo com 230,27.
Duit, na conduta rígida de policloreto de vinilo (PVC), de rein-
forçada termofixo resina conduta (rtrC), em bandejas de cabo,
como cablebus, em condutores, em calhas auxiliares, em elétrica 225,17 Mastros como suporte. Onde o mastro é utilizado para o
tubos metálicos, na conduta de metal flexível, em Liquidtight apoiar finais de vãos de alimentadores ou circuitos secundários, deve
conduta de metal flexível, em Liquidtight não metálica flexível ter resistência suficiente ou ser apoiada por chaves ou caras para
conduta, e em caminhos de cabos. Circuitos de mais de 600 volts, nomi- suportar de forma segura a pressão imposta pela queda de sobrecarga.
nal, deve ser instalado conforme previsto em 300,37. Onde pista tipo mastros são usados, todos os acessórios de pista deve
ser identificados para uso com mastros. Apenas o alimentador ou ramo
condutores do circuito especificados nesta seção será permitir-
ted para ser anexado ao alimentador e / ou ramo de circuito-mastro.

Sai 225,11 circuito e entradas. Onde fora


circuitos e alimentador de sair ou entrar em um edifício, o
Liquidação 225,18 para condutores aéreos e Cabos.
requisitos de 230,52 e 230,54 º.
Vãos de condutores aéreos abertos e aberto multiconduc-
cabos tor de não mais de 600 volts, nominal, deve ter uma
Condutor 225,12 Open-Suporta. Condutores abertas folga de pelo menos o seguinte:
Deve ser apoiado de vidro ou porcelana maçanetas, racks, (1) 3,0 m (10 pés) - grau terminou acima, calçadas, ou
suportes, ou isoladores de tensão. a partir de qualquer plataforma ou projeção a partir do qual eles podem
ser alcançado quando a tensão não exceda 150 volts
à terra e acessível a pedestres
225,14 Condutor-Open espaçamentos. (2) 3,7 m (12 pés) - sobre a propriedade residencial e drive-
maneiras, e as áreas comerciais não sujeitos a caminhão
(A) 600 Volts, nominais, ou menos. Condutores de 600 volts, tráfego onde a tensão não ultrapasse os 300 volts para
nominal, ou menos, deve respeitar os espaçamentos previstos terreno
na Tabela 230,51 (C). (3) 4,5 m (15 pés) - para as áreas listadas na 3,7-m (12 pés)
classificação quando a tensão excede os 300 volts para
terreno
(B) Mais de 600 Volts, Nominal. Condutores de mais de 600 volts,
nominal, devem cumprir os afastamentos previstos em 110,36
e 490,24.

70-72 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA 225,26

(4) 5,5 m (18 pés) - mais de vias públicas, ruas, estradas, estacionamentos Exceção: Condutores correr acima do nível superior de um ganha-
áreas sujeitas a tráfego de caminhões, calçadas em que não resi- dow será autorizado a ser inferior a 900 mm (3 pés)
propriedade confidencial, e outros terrenos atravessados por veículos, requisito.
como cultivados, pastagens, floresta, pomar e
(5) 7,5 m (24,5 pés) - sobre os trilhos das estradas de ferro de faixa (2) Liquidação Vertical. A distância vertical de final
vãos acima, ou no interior de 900 mm (3 pés) medidos horizontalmente
de, plataformas, projeções, ou superfícies a partir do qual
225,19 Folgas de Edifícios para Condutores de pode ser alcançado deve ser mantido de acordo com
Não mais de 600 Volts, nominal. 225,18.

(A) Acima de telhados. Vãos de condutores aéreos abertos e


(3) As aberturas de construção. A sobrecarga de circuitos ou de ramo
cabos MULTICONDUCTOR abertas devem ter um afastamento vertical
condutores de alimentação não deve ser instalado debaixo aberturas
não inferior a 2,5 m (8 pés) acima da superfície do telhado. O
através do qual os materiais podem ser movidos, tais como aberturas
distância vertical acima do nível do telhado deve ser mantida
em edifícios agrícolas e comerciais, e não deve ser instalado
por uma distância não inferior a 900 mm (3 pés) em todas as direcções
onde obstruir as aberturas de entrada para estes edifícios.
a partir da borda do telhado.

(E) Zona de escadas de incêndio. Onde os edifícios superior a três


Não. Exceção 1: A área acima de um assunto a superfície do telhado
histórias ou 15 m (50 pés) de altura, linhas aéreas deve ser
pedestre ou veicular tráfego terá uma vertical clara-
providenciado, sempre que possível, de modo que um espaço claro (ou zona) a
mento a partir da superfície do telhado de acordo com o-claro
pelo menos 1,8 m (6 pés) de largura será deixado ou adjacente ao build-
requisitos Ance de 225,18.
mentos ou começando a não mais de 2,5 m (8 pés) a partir deles para facilitar
a captação de escadas quando necessários para o combate ao incêndio.
Não. Exceção 2: Quando a tensão entre os condutores
não exceda 300, eo telhado tem uma inclinação de 100 mm na
300 mm (4 pol a 12 pol) ou superior, a redução da folga
a 900 mm (3 pés) deve ser permitido. 225,20 Proteção Mecânica de condutores. Mecanicamente
cal proteção de condutores em edifícios, estruturas, ou
pólos deve ser prevista serviços em 230,50.
Não. Exceção 3: Quando a tensão entre os condutores
não exceda 300, uma redução da folga acima somente
a porção saliente do telhado para não menos de 450 mm, 225,21 Cabos MULTICONDUCTOR sobre superfícies externas
(18 pol) será permitida se (1) não mais do que 1,8 m (6 pés) Edifícios. Suportes para cabos em exterior MULTICONDUCTOR
dos condutores, 1,2 m (4 pés) horizontalmente, passar por cima do superfícies dos edifícios deve ser prevista em 230,51.
beiral do telhado e (2) eles são terminados em um meio-a-
raceway telhado ou apoio aprovado.
225,22 Raceways em superfícies exteriores dos edifícios ou
Outras estruturas. Pistas no exterior dos edifícios ou
Não. Exceção 4: A exigência de manter a ver-
outras estruturas deve ser disposto de modo a drenar e serão
tical folga 900 mm (3 pés) a partir da borda do telhado devem
adequado para uso em locais úmidos.
não se aplica ao período de condutor de final, onde os condutores
estão ligados ao lado de um edifício.
Suportes 225,24 ao ar livre. Onde exterior lamphold-
(B) a partir de estruturas Nonbuilding ou Nonbridge. De res estão ligados como pingentes, as conexões ao circuito
sinais, chaminés, rádio e televisão antenas, tanques e fios são escalonadas. Onde tais casquilhos têm
nonbuilding outro ou estruturas nonbridge, folgas - terminais de um tipo que perfure o isolamento e fazer
vertical, diagonal e horizontal - não deve ser inferior a o contato com os condutores, devem ser anexado somente ao
900 mm (3 pés). condutores do tipo filamento.

(C) Folgas horizontais. Folgas não deve ser inferior 225,25 Localização de lâmpadas ao ar livre. Locais de lâmpadas
de 900 mm (3 ft). para iluminação exterior deve ser inferior a todos os condutores energizados-
tores, transformadores, ou equipamento elétrico, outra utilização
(D) Spans finais. Vãos finais de alimentadores ou circuitos ramificados a menos que uma das seguintes condições:
devem cumprir 225,19 (D) (1), (D) (2), e (D) (3). (1) Folgas ou outras salvaguardas são fornecidos para trocar as lâmpadas
operações.
(2) O equipamento é controlado por um meio de desactivação de que
(1) Liquidação do Windows. Vãos finais para o edifício
pode ser bloqueada na posição aberta.
que fornecem, ou a partir do qual eles são alimentados, será permitida
para ser anexado ao edifício, mas eles não devem ser mantidos a menos
de 900 mm (3 pés) de janelas que são projetados para serem
abriu, e de portas, varandas, sacadas, escadas, escadas,
escadas de incêndio, ou locais semelhantes. 225,26 vegetação como suporte. Vegetação, como árvores
não devem ser utilizados para suporte de extensões de condutores aéreos.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-73


225,27 ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA

225,27 Seal Raceway. Quando uma pista de entrada de um edifício ções sob gestão única, onde documentados seguro
ou a estrutura de um sistema de distribuição subterrâneas, ele procedimentos de comutação são estabelecidos e mantidos para
deve ser selada de acordo com 300,5 (G). Reposição ou un- desconexão.
pistas utilizados devem também ser selado. Selantes devem ser iden-
ficados para utilização com o isolamento do cabo, blindagem, ou outros
componentes. 225,31 meios de desconexão. Devem ser previstos meios
para desligar todos os condutores não aterrados que fornecem ou
passar através do edifício ou estrutura.

II. Edifícios ou outras estruturas fornecidas por um


225,32 Localização. Os meios de corte devem ser in-
Alimentador (s) ou ramo de circuito (s)
parado dentro ou fora do prédio ou estrutura
servido ou onde os condutores de passar através do edifício ou
225,30 Número de Suprimentos. Um edifício ou outra estrutura estrutura. Os meios de corte deve estar a uma prontamente
que é servido por um circuito de derivação ou do alimentador no lado da carga
localização acessível mais próximo do ponto de entrada do con-
de um serviço de meios de corte devem ser fornecidos pelo único ductors. Para os efeitos desta secção, os requisitos
um alimentador ou circuito elétrico, a menos que permitido em 225,30 (A) em 230,6 deverá ser utilizada.
a (E). Para os fins desta seção, um multifios
circuito sucursal deve ser considerado um único circuito.
Onde um circuito elétrico ou alimentador origina nestes Não. Exceção 1: Para instalações sob gestão única,
edifícios adicionais ou outras estruturas, apenas um ou alimentador mento, onde documentados os procedimentos de segurança de
circuito elétrico será permitido para fornecer energia de volta para comutação são es-
o edifício original ou estrutura, a não ser permitida em lecido e mantido para a desconexão, e onde o
225,30 (A) a (E). instalação é monitorada por profissionais qualificados, a dis-
Para os fins desta seção, um ramo multifios cir- meios de ligação deve poder ser localizado outro-
cuit deve ser considerado um único circuito. onde no local.
Não. Exceção 2: Para edifícios ou outras estruturas quali-
ficação nos termos do artigo 685, da desconexão
meios devem ser autorizados a ser localizado em outra parte do
(A) condições especiais. Alimentadores adicionais ou filial cir-
instalações.
tos serão autorizadas a fornecer o seguinte:
(1) As bombas de incêndio
(2) sistemas de emergência Não. Exceção 3: Para torres ou postes de iluminação utilizado como
(3) legalmente exigidos sistemas de standby normas, os meios de desconexão deve ser permitido ser
(4) opcionais sistemas de standby localizada em outro lugar nas instalações.
(5) sistemas de produção poder paralelo
(6) Sistemas projetado para conexão a múltiplas fontes de Não. Exceção 4: Para postes ou estruturas similares utilizados apenas
fornecer para efeitos de uma maior fiabilidade para o apoio de sinais instalado de acordo com o artigo
600, os meios de desconexão deve ser permitido ser lo-
cado em outros lugares no local.

(B) Espaços de Especiais. Com a permissão especial, adi- 225,33 Número máximo de desconecta.
alimentadores adicionais ou circuitos secundários devem ser permitidas para
ei- (A) Geral. Os meios de corte para cada fornecimento
ther o seguinte: permitido por 225,30 será composto por não mais de seis
(1) de ocupação múltipla de edifícios onde não há espaço interruptores ou seis disjuntores montados em um único recinto,
disponível para o equipamento de abastecimento acessíveis para todos oscerto, em um grupo de caixas separadas, ou dentro ou sobre um interruptor-
ocupantes bordo. Não haverá mais de seis por desconecta
(2) Um único edifício ou outra estrutura suficientemente grande para fornecer agrupadas em qualquer local.
fazer duas ou mais prestações necessário
(C) Requisitos de Capacidade. Alimentadores adicionais ou filial Exceção: Para os fins desta seção, desconectando
circuitos pode ser autorizada se os requisitos de capacidade são meios utilizados exclusivamente para o circuito de controle do terreno
em excesso de 2000 amperes a uma tensão de alimentação de 600 volts ou falhas
menos. sistema de protecção, ou o circuito de controlo da potência
operadas meios de alimentação de desconexão, instalados como
parte do
(D) características diferentes. Alimentadores adicionais ou filial o equipamento listado, não deve ser considerada uma fonte de dis-
circuitos devem ser permitidas para diferentes voltagens, fre- meios de ligação.
CIES, ou fases ou para diferentes usos, como controle de (B) Single-Pole Unidades. Dois ou três interruptores unipolares
iluminação exterior de vários locais. ou disjuntores capazes de operação individual será permitir-
ted em circuitos multifios, um para cada pólo não aterrado
condutor, como uma desconexão multipolar, desde que sejam
(E) procedimentos documentados de comutação. Feed-adicional equipado com laços pega identificados ou uma alça de mestre para
dores ou circuitos secundários devem ser autorizados a fornecer insta-

70-74 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA 225,39

desligue todos os condutores não aterrados com não mais do que Desligue 225,38 Construção. Meios de desconexão
seis operações da mão. devem cumprir os requisitos de 225,38 (A) a (D).

225,34 Agrupamento de desconecta. Exceção: Para garagens e anexos em residencial


propriedade, interruptores de pressão ou 3-way ou interruptores de 4
(A) Geral. O 2-6 desconecta como permitido em vias snap deve
225,33 serão agrupadas. Cada desconexão deve ser marcada ser permitido que os meios de desconexão.
para indicar a carga servido.
(A) manualmente ou Power operável. A desconexão
Excepção: Uma das 5:58 meios de desconexão meio será composto por um (1) um interruptor operado manualmente ou
permitida em 225,33, onde utilizado apenas para uma bomba de água um disjuntor equipada com uma pega ou outro adequado op-
também colaborantes meio ou (2) interruptor de um poder-operável ou circuito
destinado a fornecer proteção contra incêndio, devem ser autorizados disjuntor, desde o interruptor ou disjuntor pode ser aberto
a à mão em caso de falha de energia.
localizada afastada dos outros meios de desconexão.
(B) Adicional meio de desconexão. A um ou mais
adicionais meio de desactivação de bombas de incêndio ou de emer- (B) a abertura simultânea de poloneses. Cada prédio ou estrutura-
emergência, legalmente exigido sistema de espera ou opcional de espera tura meios de desconexão deve simultaneamente desconectar todos
permitido por 225,30 será instalada suficientemente remoto aterrados condutores de alimentação que controla a partir do Build-
a partir das 05:59 meio de desactivação de fornecimento normal ção do sistema de fiação ou estrutura.
para minimizar a possibilidade de interrupção simultânea de
fornecer.
(C) Desconexão de condutor aterrado. Onde o
construção ou estrutura meios de desconexão não desco-
225,35 Acesso aos ocupantes. Em uma ocupação múltipla conecte o condutor de terra dos condutores aterrados
edifício, cada ocupante deve ter acesso ao ocupante do na fiação do prédio ou estrutura, outros meios serão
fornecer meios de desconexão. previsto para este efeito no local de desconexão
significa. Um terminal ou ônibus para que todos os condutores aterrados
pode ser ligado por meio de conectores de pressão devem ser
Exceção: Em um edifício de ocupação múltipla onde elec-
permitido para esta finalidade.
fornecimento tric e manutenção eléctrica são fornecidos pela
Em uma central multisection, desconecta para o
gestão de edifícios e onde estes estão sob con-
condutor de terra será permitido estar em qualquer sec-
ous edifício gestão, supervisão do fornecimento de desco-
ção do quadro, desde que qualquer central tais
necting significa fornecer mais do que uma ocupação será
seção está marcada.
permissão para ser acessível a gestão autorizada por
apenas pessoal competente.

(D) indicando. O prédio ou estrutura de desconectar


225,36 Indicado para Equipamento de serviço. A desconexão- meios devem claramente indicar se é a céu aberto ou
ing meios especificados em 225,31, deve ser apropriado para utilização como
posição fechada.
equipamento de serviço.

Exceção: Para garagens e anexos em residencial 225,39 Avaliação de desconexão. O alimentador ou ramo-circuito
propriedade, de um interruptor de pressão ou de um conjunto de 3 vias meios de corte têm uma classificação de não menos do que o
ou 4 vias de encaixe calculado da carga a ser fornecida, determinado de acordo
interruptores será permitido que os meios de desconexão. com as Partes I e II do artigo 220 para circuitos, parte III
ou IV do artigo 220 para alimentadores, ou parte V do artigo 220 para
Identificação 225,37. Sempre que um edifício ou estrutura tem qualquer
cargas agrícolas. Onde o circuito alimentador de ramo ou desconectar-
combinação de alimentadores, circuitos secundários, ou serviços que passam
ing meio consiste em mais de um interruptor ou circuito
através dele ou fornecimento, placa permanente ou diretório
disjuntor, conforme permitido por 225,33, combinando as classificações de
deve ser instalado em cada alimentador e ramo de circuito de desconexão
todos os interruptores ou disjuntores para determinar o rato-
localização denotando todos os outros serviços, alimentadores, ou circuitos
ção dos meios de desconexão deve ser permitido. Em nenhum
ramificados
caso a avaliação ser menor do que o especificado em 225,39 (A),
fornecimento de que a construção ou estrutura ou de passagem que
(B), (C) ou (D).
edifício ou estrutura e da área servida por cada um.

Não. Exceção 1: Uma placa ou diretório não deve ser re-


cessários para grande capacidade multibuilding industrial insta-
ções sob administração única, em que é assegurado que (A) Um Circuito de instalação. Para instalações para abastecer
desconexão pode ser realizado através da criação e apenas cargas limitadas de um circuito único ramo, o ramo
manutenção de procedimentos de comutação de segurança. circuito de meios de corte deve ter uma classificação não inferior
Não. Exceção 2: Esta identificação não será exigida do que 15 amperes.
para circuitos instalados a partir de uma unidade de moradia a um sec-
ond edifício ou estrutura. (B) dois Circuitos instalações. Para instalações consistem
de não mais de dois circuitos de 2 fios de ramo, o de alimentação ou

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-75


225,40 ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA

Poder-circuito desligando meios devem ter uma classificação de Onde interruptores fundidos ou fusíveis são montados separadamente em
não inferior a 30 amperes. paralisadas, as características de fusíveis será permitida a contribuir
com a classificação de fechamento culpa dos meios de desconexão.
(C) Moradia unifamiliar. Para uma moradia unifamiliar, o
alimentador de desconectar meios devem ter uma classificação não inferior (C) de bloqueio. Meios de desconexão deve ser capaz de ser-
de 100 amperes, 3 fios. ção trancada na posição aberta. As provisões para bloqueio
deverá permanecer no local, com ou sem a fechadura instalada.
(D) Todos os outros. Para todas as outras instalações, a alimentação ou
Poder-circuito desligando meios devem ter uma classificação de Exceção: Quando um indivíduo desligar significa con-
não inferior a 60 amperes. siste de recortes fundidos, um recinto adequado capaz de ser
bloqueado e dimensionados para conter todos os porta-fusíveis do
entalhe deve ser
225,40 Acesso a dispositivos de proteção contra sobrecorrente. Onde instalado num local conveniente para os recortes fundidos.
um dispositivo de sobrecorrente do alimentador não é facilmente acessível, (D) indicando. Desligar meios devem indicar claramente
ramo se eles estão em aberto "off" ou posição fechada "sobre".
dispositivos de sobrecorrente de circuito deve ser instalado no lado de carga,
deve ser montado em um local de fácil acesso, e será (E) Posição Uniforme. Onde meios de desconexão lida
de uma amperagem menor do que o dispositivo de sobrecorrente do são operadas verticalmente, a posição "para cima" da alavanca deve ser
alimentador. a posição "on".
III. Mais de 600 Volts
Excepção: Um dispositivo de comutação com mais de um "on"
225,50 dimensionamento de condutores. O dimensionamento dos posição, como um interruptor lance duplo, não deve ser re-
condutores sária para cumprir essa exigência.
mais de 600 volts devem estar em conformidade com 210,19 (B) para
circuitos e 215,2 (B) para alimentadores. (F) Identificação. Sempre que um edifício ou estrutura tem qualquer
combinação de alimentadores, circuitos secundários, ou serviços que passam
Isolando 225,51 Switches. Onde interruptores de óleo ou de ar, óleo, através ou fornecimento, placa permanente ou diretório
vácuo, ou disjuntores de hexafluoreto de enxofre constituem uma deve ser instalado em cada alimentador e ramo de circuito de desconexão
construção de meios de corte, chave de um isolamento com visível localização que indica todos os outros serviços, alimentadores, ou filial cir-
quebrar contatos e cumprir os requisitos de 230,204 (B), tos que abastecem prédio ou estrutura ou de passagem
(C) e (D) deve ser instalado no lado da oferta da dis- que edifício ou estrutura e da área servida por cada um.
meios de ligação e todo o equipamento associado.

Exceção: O interruptor de isolamento não será exigida quando 225,56 inspecções e ensaios.
Os meios de corte é montado em camião removível pan- (A) Pré-Energização e testes operacionais. A-com
els ou unidades de metal fechados de manobra que não podem ser sistema elétrico completo será testada quando o desempenho
abertas instalado pela primeira vez no local. Cada protetor, comutação, e con-
a não ser que o circuito está desligado, e que, quando removido controle circuito deve ser ajustado de acordo com as reco-
a posição de operação normal, desligar automaticamente o ções do estudo dispositivo de protecção e testados pela
disjuntor ou interruptor de todas as partes energizadas. operação real usando injeção de corrente ou equivalente metanfetamina
ods conforme necessário para garantir que o circuito de todos e cada tal
225,52 meios de desconexão. opera corretamente para a satisfação de ter a autoridade
jurisdição.
(A) Localização. Um edifício ou estrutura meios de desconexão
deve situar-se, em conformidade com 225,32, ou será
eletricamente operado por uma similar localizada controle remoto (1) os transformadores. Todo instrumento transformar-
dispositivo. res devem ser testados para verificar a polaridade correta e carga.

(B) Tipo. Cada prédio ou estrutura de desconexão deve si- (2) Relés de Proteção. Cada relé de proteção deve ser dem-
taneamente desligue todos os condutores de alimentação não aterrados trada para operar através da injecção de corrente ou tensão, ou de ambos,
controla e deve ter uma classificação de falha de fecho, pelo menos, associada ao terminal de saída do instrumento transformador
a corrente máxima de curto-circuito disponível disponível em sua e observando-se que a comutação associado e sinalização
fornecer terminais. funções ocorrer correctamente e no tempo adequado e sequência
para realizar a função de protecção pretendido.

Exceção: quando os meios individuais de desconexão


consiste em recortes fundidos, o corte da ligação simultânea de (3) comutação de circuitos. Cada circuito de comutação deve ser ob-
todos os condutores de alimentação não aterrados não será serviu para operar o equipamento associado sendo trocados.
necessário se
há um meio para desligar a carga, antes de abrir o (4) Controle e circuitos de sinal. Cada controle ou sinal
circuito deve ser observada para realizar seu controle funciona-
recortes. Um sinal legível permanente deve ser instalado adja-
ção ou produzir um sinal de saída correcto.
cento para os recortes fundidos indicando o requisito acima referido.

70-76 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 225 - circuitos e alimentadores FORA 225,70

(5) Circuitos de medição. Todos os circuitos de medição deve ser veri- Tabela 225,60 Folgas mais de Estradas, calçadas, ferroviário,
cados para operar corretamente a partir de fontes de tensão e corrente, Terra, água e Open
de forma semelhante ao circuito de protecção de retransmissão.
Folga
(6) testes de aceitação. Testes de aceitação integral deve ser
realizada, após a instalação da estação é concluído, no todo Localização m pé
assembléias, equipamentos, condutores e controle e pro-
tivos sistemas, conforme o caso, para verificar a integridade de todos os Abra terra sujeita a veículos, 5,6 18,5
sistemas. cultivo, pastagem ou
Estradas, calçadas, estacionamento 5,6 18,5
lotes, e becos
(7) Os relés e de medição Utilizando diferenças de fase. Todos Passarelas 4,1 13,5
Os relés de medição e que as diferenças de fase de uso para a operação Rails 8,1 26,5
deve ser verificada por medição de ângulos de fase no relé Espaços e caminhos para pedestres 4,4 14,5
sob condições de carga reais após a operação começa. e tráfego restrito
Áreas de água não é adequado para
5,2 17,0
passeios de barco
(B) relatório de ensaio. Um relatório de teste cobrindo os resultados do
testes exigidos no 225,56 (A) deve ser entregue ao autor
dade com jurisdição antes de energização. Tabela 225,61 Folgas sobre Edifícios e Outras
Estruturas
Nota informativa: Para obter as especificações de aceitação, ver
NETA ATS-2007, Aceitação especificações de teste para
Equipamentos de Distribuição de Energia Elétrica e Sistemas, Liquidação de Horizontal Vertical
publicado pelo teste internacional Elétrica Condutores ou viver
Associação. Peças a partir de: m pé m pé

Paredes do edifício, 2,3 7,5 - -


Folgas 225,60 mais de Estradas, calçadas, ferroviário, projeções e
Água, Terra e Open. Windows
Varandas, passarelas e 2,3 7,5 4,1 13,5
(A) 22 kV, Nominal, a terra ou Menos. As folgas áreas afins acessível
mais estradas, passarelas, ferroviário, água e terra aberta para con- para pessoas
ductors e as partes vivas de até 22 kV, nominal, para o solo ou menos Sobre ou sob telhados ou - - 3,8 12,5
projeções não prontamente
não deve ser inferior aos valores apresentados na Tabela 225,60.
acessíveis a pessoas
Sobre os telhados acessíveis a
- - 4,1 13,5
(B) Mais de 22 kV nominal à terra. Folgas para o veículos, mas não camiões
categorias mostradas na Tabela 225,60 será aumentado Sobre os telhados acessíveis a
caminhões - - 5,6 18,5
10 mm (0,4 pol) por kV acima 22.000 volts.
Outras estruturas
2,3 7,5 - -
(C) Casos Especiais. Para casos especiais, como quando cruzada
mentos será feita sobre os lagos, rios, ou áreas com grande
veículos, tais como operações de mineração, os projetos específicos deverão225,70 Subestações.
ser projetada considerando as circunstâncias especiais e
deve ser aprovado pela autoridade competente. (A) sinais de alerta.

(1) Geral. Uma permanente, aviso de alerta legível transporte


Nota informativa: Para obter informações adicionais, consulte ANSI
a expressão "PERIGO - ALTA TENSÃO" será
C2-2007, Código Nacional de Segurança Elétrica.
colocado num local visível nas seguintes áreas:

Folgas 225,61 mais de edifícios e outras estruturas. (A) em todas as entradas para as abóbadas de equipamentos elétricos e
salas de equipamentos elétricos, áreas ou recintos
(A) 22 kV nominal de terra ou Menos. As folgas (B) em pontos de acesso a todos os condutores em alta
mais de edifícios e outras estruturas para condutores e viver tensão sistemas de conduta e sistemas de cabos
peças de até 22 kV, nominal, para o solo ou inferior não será (C) Em todas as bandejas contendo cabos de alta tensão condu-
menos do que os valores apresentados na Tabela 225,61. tores com o espaçamento máximo de advertência não percebe a
superior a 3 m (10 pés)
(B) Mais de 22 kV nominal à terra. Folgas para o
categorias mostradas na Tabela 225,61 será aumentado
10 mm (0,4 pol) por kV acima 22.000 volts. (2) Isolamento de Equipamentos. Sinais legíveis permanentes devem ser
instalado em alerta equipamentos isolar contra operação
enquanto carregava atual, a menos que o equipamento é interligado
Nota informativa: Para obter informações adicionais, consulte ANSI de modo que não pode ser operado sob carga.
C2-2007, Código Nacional de Segurança Elétrica.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-77


230,1 ARTIGO 230 - SERVIÇOS

(3) Fusível Locais. Sinais de aviso apropriadas serão Geral Parte I


erguido em local visível ao lado de fusíveis, advertindo Condutores suspensos Serviço Parte II
operadores não substituir fusíveis enquanto o circuito está energizado. Subterrâneos condutores de serviço Parte III
Serviço-entrada Condutores Parte IV
Equipamento de serviço-Geral Parte V
(4) o retorno do produto. Os seguintes passos devem ser tomadas sempre Equipamento de serviço-meio de desconexão Parte VI
Proteção Equipamento de serviço Sobrecorrente- Parte VII
que a Serviços superiores a 600 volts, nominal Parte VIII
possibilidade de backfeed existe:
(A) Cada grupo operado isolar switch ou desligue- Fonte
meios ção deve conter um aviso de alerta no sentido de que
contactos em ambos os lados do dispositivo pode ser energizada. Despesas gerais Subterrâneo
Último pólo Rua principal
(B) Uma permanente, legível, diagrama de linha única da
arranjo de comutação estação, identificando claramente cada
Parte II Despesas gerais UndergroundPart III
ponto de ligação para a secção de alta tensão, ficam condutores de serviços condutores de serviços
fornecida em um local visível à vista de cada 230,24 Folgas Profundidade de burial230.49
ponto de conexão. e protecção

Chefe de serviço Caixa de terminais,


medidor, ou outro
(5) Switchgear Metal-fechado e Metal-Clad. Onde recinto
metal-fechado quadro é instalado, os seguintes passos
serão tomadas:
Serviço-entrada Parte IV
condutores
(A) Uma permanente, legível, diagrama de linha única da
Aparelhagem deve ser fornecida num local facilmente visível
à vista do quadro, e este diagrama deve Equipamento de serviço-geral Parte V
identificar claramente intertravamentos, meios de isolamento, e todos os
Aterramento e colagem Artigo 250
possíveis
fontes de tensão para a instalação em condições normais ou de emer-
Meios de desconexão Parte VI
condições de emergência, incluindo todos os equipamentos contida
cada cubículo, e a marcação na manobra deve
cross-referência ao diagrama. Proteção de sobrecorrente Parte VII

Excepção de (a): Quando o equipamento é constituído unicamente por Circuitos Artigos 210, 225
uma Alimentadores Artigos 215, 225
cubículo único ou metal-incluido subestação unitárias contendo
apenas um conjunto de dispositivos de alta tensão de comutação,
diagramas
não Figura 230,1 Serviços.
(B)deve ser necessário.
permanentes, sinais legíveis devem ser instalados em painéis
ou portas que dão acesso a peças de mais de 600 volts e
procederá a expressão "PERIGO - ALTA TENSÃO" I. Geral
para alertar sobre o perigo de abrir enquanto energizado.
230,2 Número de Serviços. Um edifício ou outra estrutura
(C) Quando o painel fornece acesso a peças que podem servido deve ser assegurada por apenas um serviço a menos permitir-
apenas ser desenergizado e visivelmente isolado pelo serviço ted em 230,2 (A) a (D). Para efeitos de 230,40,
utilidade, a advertência deve incluir que o acesso é limitado ao Exceção No. 2, apenas conjuntos subterrâneos de condutores,
servindo de utilidade ou sequência de uma autorização do serviço 1/0 AWG e maior, correndo para o mesmo local e con-
utilitário. tado juntos em seu fim de fornecimento, mas não está ligado a-
juntos na sua extremidade de carga deve ser considerada como fornecendo
um serviço.

(A) condições especiais. Serviços adicionais devem ser per-


metidos à fornecer o seguinte:
ARTIGO 230 (1) As bombas de incêndio
Serviços (2) sistemas de emergência
(3) legalmente exigidos sistemas de standby
(4) opcionais sistemas de standby
230,1 Scope. Este artigo abrange condutores de serviço e (5) sistemas de produção poder paralelo
equipamentos para controle e proteção de serviços e seus (6) Sistemas projetado para conexão a múltiplas fontes de
requisitos de instalação. fornecer para efeitos de uma maior fiabilidade

Nota informativa: Ver Figura 230,1.

70-78 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 230 - SERVIÇOS 230,23

(B) Espaços de Especiais. Com a permissão especial, adicional Não. Exceção 1: Condutores de terra e de ligação
serviços deve ser permitida para um dos seguintes: jumpers.
(1) de ocupação múltipla de edifícios em que não há disponível
espaço para equipamentos de serviço acessível a todos os ocupantes Não. Exceção 2: condutores de carga de controlo de gestão
(2) Um único edifício ou outra estrutura suficientemente grande para ter proteção de sobrecorrente.
fazer dois ou mais serviços necessários
230,8 Selo Raceway. Quando uma pista de serviço entra em um
edifício ou estrutura de uma distribuição subterrânea SYS-
(C) Requisitos de Capacidade. Serviços adicionais devem ser ma, deve ser vedada de acordo com 300,5 (G). Poupar
permitido em nenhuma das seguintes ações: ou pistas não utilizadas devem ser selados. Selantes será
(1) Quando os requisitos de capacidade são mais de 2000 identificada para uso com o isolamento do cabo, blindagem, ou outros
amperes a uma tensão de alimentação de 600 volts ou menos componentes.
(2) Quando os requisitos de carga de uma única fase de instalação-
ção são maiores do que a agência servindo normalmente su-
lonas através de um serviço de 230,9 Folgas em edifícios. Condutores de serviço e
(3) Com a permissão especial spans finais devem cumprir 230,9 (A), (B) e (C).

(A) Folgas. Condutores serviço instalado como aberto con-


(D) características diferentes. Serviços adicionais devem ductors ou cabo multicondutor sem um exterior global
ser permitida para diferentes voltagens, freqüências, ou fases, casaco deve ter uma folga de não inferior a 900 mm (3 pés)
ou para diferentes usos, tais como para tabelas de tarifas diferentes. das janelas que são projetados para ser aberto, portas,
alpendres, varandas, escadas, escadas, saídas de incêndio, ou similares
locais.
(E) Identificação. Onde um prédio ou estrutura é su-
manejado por mais de um serviço, ou qualquer combinação de
circuitos, alimentadores e serviços, uma placa permanente Exceção: Condutores correr acima do nível superior de um ganha-
ou diretório deve ser instalado em cada serviço de desconexão dow será autorizado a ser inferior a 900 mm (3 pés)
localização denotando todos os outros serviços, alimentadores e filiais requisito.
circuitos de alimentação que o edifício ou a estrutura e a área
servidos por cada um. Veja 225,37.
(B) Liquidação Vertical. A distância vertical de final
vãos acima, ou no interior de 900 mm (3 pés) medidos horizontalmente
de, plataformas, projeções, ou superfícies a partir do qual
230,3 construção de uma ou outra estrutura Não Ser Sup- pode ser alcançado deve ser mantido de acordo com
manejado através de outro. Fornecimento de um serviço de condutores 230,24 (B).
edifício ou outra estrutura não deve passar através da inte-
rior de um outro edifício ou outra estrutura.
(C) As aberturas de construção. Overhead condutores de serviços
não devem ser instalados abaixo de aberturas através das quais ma-
230,6 Condutores Considerado fora do edifício. teriais podem ser movidas, tais como aberturas na exploração e com-
Condutores devem ser consideradas fora de um edifício ou edifícios comerciais, e não deve ser instalado onde
outra estrutura em qualquer uma das seguintes condições: obstruir estas aberturas para entrada de edifício.
(1) Quando instalado em, pelo menos, 50 mm (2 polegadas) de
betão por baixo de um edifício ou outra estrutura
(2) Quando instalado no interior de um edifício ou outra estrutura de um 230,10 vegetação como suporte. Vegetação, como árvores
pista que é envolto em concreto ou tijolo não menos não devem ser utilizados para suporte de condutores de serviços gerais.
de 50 mm (2 polegadas) de espessura
(3) Quando instalado em qualquer abóbada que atenda a construção
requisitos do artigo 450, parte III II. Condutores suspensos Serviço
(4) Quando instalado em um conduíte e sob não menos que
450 mm (18 pol) de terra abaixo de um edifício ou de outro 230,22 isolamento ou cobertura. Condutores individuais
estrutura deve ser isolada ou cobertas.
(5) Quando instalados em postes de serviços gerais no limite
superfície do lado do edifício, que viaja através do beiral
Exceção: O condutor de terra de um multicondutor
de que o edifício para satisfazer as exigências de 230,24
cabo deve ser permitido estar nua.

230,23 Tamanho e Rating.

(A) Geral. Os condutores devem ter capacidade de corrente suficiente para


230,7 outros condutores Raceway ou Cabo. Condu- transportar a corrente para a carga, calculado nos termos
res que não sejam condutores de serviço não deve ser instalado em com o artigo 220 e terá mecânica adequada
a pista mesmo serviço ou serviço de cabo. força.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-79


230,24 ARTIGO 230 - SERVIÇOS

(B) de tamanho mínimo. Os condutores não devem ser menores à entrada do edifício elétrica e áreas acima ou
de 8 de cobre AWG ou 6 AWG de alumínio ou de cobre-clad calçadas acessíveis apenas a pedestres, medidos
de alumínio. da nota final ou outra superfície acessível apenas para
serviço de soltar os cabos de suporte em e cabeado juntos
Exceção: Condutores fornecendo apenas cargas limitadas de um com um mensageiro terra nua onde a tensão
circuito único ramo - como a energia polifásico pequeno, não exceda 150 volts para a terra
aquecedores de água controlados, e cargas semelhantes - não será(2) 3,7 m (12 pés) - sobre a propriedade residencial e drive-
menor do que 12 AWG cobre duro estiradas ou equivalente. maneiras, e as áreas comerciais não sujeitos a caminhão
tráfego onde a tensão não ultrapasse os 300 volts para
terreno
(C) Fundamentada Condutores. O condutor de terra deve (3) 4,5 m (15 pés) - para as áreas listadas na 3,7-m (12 pés)
não pode ser inferior ao tamanho mínimo, tal como exigido pela classificação quando a tensão excede os 300 volts para
250,24 (C). terreno
(4) 5,5 m (18 pés) - mais de vias públicas, ruas, estradas, parque
ção áreas sujeitas a tráfego de caminhões, calçadas em outro
230,24 folgas. Condutores de serviços gerais não deve de imóvel residencial, e de outras terras, como culti-
ser facilmente acessíveis e devem cumprir 230,24 (A) pasto, vado, floresta, e pomar
a (E) não para serviços de mais de 600 volts, nominal.

(A) Acima de telhados. Condutores devem ter uma vertical clara-


dade de não menos de 2,5 m (8 pés) acima da superfície do telhado.
A folga vertical acima do nível do telhado deve ser principal-
mantida por uma distância não inferior a 900 mm (3 pés) de todos
(C) Liquidação de aberturas de construção. Veja 230,9.
direções a partir da borda do telhado.
(D) Liquidação de Piscinas. Veja 680,8.
Não. Exceção 1: A área acima de um assunto a superfície do telhado
pedestre ou veicular tráfego terá uma vertical clara- (E) Liquidação de cabos de comunicação e Cabos.
mento a partir da superfície do telhado de acordo com o-claro Liquidação de fios e cabos de comunicação devem estar em
dade de requisitos 230,24 (B). 800,44 acordo com (A) (4).

Não. Exceção 2: Quando a tensão entre os condutores


não exceda 300 eo telhado tem uma inclinação de 100 mm na 230,26 ponto de fixação. O ponto de ligação do
300 mm (4 pol a 12 pol) ou superior, a redução da folga os condutores do serviço-gota para um edifício ou outra estrutura
a 900 mm (3 pés) deve ser permitido. deverá fornecer as distâncias mínimas, conforme especificado em 230,9
e 230,24. Em nenhum caso, esse ponto de ligação ser menos
Não. Exceção 3: Quando a tensão entre os condutores de 3,0 m (10 pés) acima do grau concluído.
não exceda 300, uma redução da folga acima somente
a porção saliente do telhado para não menos de 450 mm,
(18 pol) será permitida se (1) não mais do que 1,8 m (6 pés) 230,27 meios de fixação. MULTICONDUCTOR cabos utilizados
de condutores de serviços gerais, 1,2 m (4 pés) horizontalmente, para condutores de serviços gerais deve ser anexado à acumulação de
passar por cima do beiral do telhado, e (2) que seja encerrado mentos ou de outras estruturas por encaixes identificadas para utilização com
em uma pista através de-teto-ou apoio aprovado. condutores de serviço. Condutores abertos deve ser anexado à
acessórios identificada para uso com condutores de serviço ou não-
combustíveis, não absorvente isoladores firmemente presos ao
Nota informativa: Veja 230,28 para suportes de mastro. o edifício ou outra estrutura.
Não. Exceção 4: A exigência de manter a ver-
tical folga 900 mm (3 pés) a partir da borda do telhado devem
não se aplica ao período de condutor de final, onde o serviço 230,28 Mastros Serviço como suporte. Sempre que um mastro serviço
gota está ligado ao lado de um edifício. é usado para o apoio de serviço gota-condutores, deverá
ter resistência suficiente ou ser apoiada por chaves ou caras
No. excepção 5: Quando a tensão entre os condutores para suportar de forma segura a pressão imposta pela queda de serviço.
não exceda 300 e a área do telhado é guardado ou iso- Onde mastros pista do tipo de serviço são usados, pista todos
calculados, a redução da folga de 900 mm (3 pés) será acessórios devem ser identificados para uso com mastros de serviço. Apenas
permitido. energia serviço soltar condutores devem ser autorizados a estar em-
apenso a um mastro de serviço.
(B) Liquidação Vertical para o Serviço de Overhead condu-
dores. Overhead condutores de serviços, onde não superiores
600 volts, nominal, deve ter o mínimo seguinte 230,29 Suporta mais de Edifícios. Condutores de serviços
autorização da nota final: passando por cima de um telhado deve ser firmemente apoiada por subs-
(1) 3,0 m (10 pés) - na entrada de serviço elétrico para estruturas ciais. Sempre que possível, esses apoios devem ser
edifícios, também no ponto mais baixo do ciclo de gotejamento independente do edifício.

70-80 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 230 - SERVIÇOS 230,41

III. Subterrâneos condutores de serviço No. excepção 1: Uma construção com mais de um profis-
pancy devem ser autorizados a ter um conjunto de serviços
230,30 isolamento. Serviço-laterais condutores devem ser in- condutores de entrada para cada serviço, tal como definido em 230,2,
sulated para a voltagem aplicada. correr para cada ocupação ou grupo de ocupações. Se o
número de desconexão de serviço locais para qualquer dado clas-
Exceção: Um condutor de terra deve ser permitido ser ficação de serviço não excede seis, os requisitos da
não isolada da seguinte forma: 230,2 (E) é aplicável em cada local. Se o número de
locais de serviço de desconexão exceder seis por qualquer apoiar:
classificação de lona, todo o serviço desconectar locais para todos
(1) cobre nu usado em uma pista. fornecer características, juntamente com qualquer circuito sucursal ou
(2) cobre nu para o enterro direto onde o cobre nu é fontes de fornecimento de alimentação, se for o caso, devem ser
considerado adequado para as condições do solo. claramente de-
(3) cobre nu para o enterro direto, sem relação ao solo descrito usando gráficos adequados ou de texto, ou de ambos, por um
condições em que uma parte de um conjunto de cabo identificados
ou
para mais placas situadas num aprovada, facilmente acessíveis
uso subterrâneo. localização do (s) sobre o edifício ou estrutura servida e tão próximo
(4) de alumínio de alumínio ou de cobre-folheados sem indivíduo quanto possível do ponto (s) de fixação ou de entrada (s) para
isolamento ou cobertura onde parte de um conjunto de cabos cada gota de serviço ou de serviço lateral, e para cada conjunto de
identificados para uso subterrâneo em uma pista ou por di- aérea ou subterrânea condutores de serviço.
enterro rect.

Não. Exceção 2: Onde 05:58 serviço de desconectar


230,31 Tamanho e Rating. meio em caixas separadas são agrupadas em um único local
e fornecer cargas separadas de uma gota de serviço, conjunto de
(A) Geral. Condutores subterrâneos de serviços terá condutores aéreos de serviços, definidos de serviço subterrâneo
ampacidade suficiente para transportar a corrente para a carga como cal- condutores, ou conjunto de serviços, lateral um de serviço-entrada
culado de acordo com o artigo 220 e terá ad- condutores devem ser autorizados a fornecer cada um ou vários
igualar a força mecânica. caixas de equipamentos tais serviços.

(B) de tamanho mínimo. Os condutores não devem ser menores Não. Exceção 3: A unidade de habitação unifamiliar e sua
de 8 de cobre AWG ou 6 AWG de alumínio ou de cobre-clad estruturas acessórias devem ser autorizados a ter um conjunto de
de alumínio. serviço-entrada condutores correm para cada uma de um único ser-
queda vice, conjunto de condutores de serviços gerais, um conjunto de
Exceção: Condutores fornecendo apenas cargas limitadas de um sub-
circuito único ramo - como a energia polifásico pequeno, condutores de terra de serviço ou serviço lateral.
aquecedores de água controlados, e cargas semelhantes - não seráNão. Exceção 4: duas famílias habitações, multifamiliares habita-
menor do que 12 AWG cobre ou de alumínio ou de 10 AWG ções, e os edifícios de ocupação múltiplas será permitido
revestido de cobre de alumínio. ter um conjunto de serviços-entrada condutores instalados para
fornecer os circuitos abrangidos 210,25.
(C) Fundamentada Condutores. O condutor de terra deve
não pode ser inferior ao tamanho mínimo exigido por 250,24 (C). Não. Exceção 5: Um conjunto de serviço-entrada condutores
ligado à oferta do serviço normal desco-
meio necting será permitido fornecer cada um ou vários
230,32 proteção contra danos. Serviço de Metro sistemas abrangidos por 230,82 (5) ou 230,82 (6).
condutores devem ser protegidos contra danos, nos termos
com 300,5. Condutores que entram de serviço de um edifício ou outra
estrutura deve ser instalado de acordo com 230,6 ou pró- 230,41 Isolamento de Serviço-entrada Condutores.
detectado por um método de ligação de rolamento identificada em 230,43. Serviço-entrada condutores que entram ou no exterior do
edifícios ou outras estruturas devem ser isoladas.

230,33 Condutores emendados. Condutores de serviços devem ser Exceção: Um condutor de terra deve ser permitido ser
permitido ser emendados ou batido em conformidade com não isolada da seguinte forma:
110,14, 300,5 (E), 300,13, e 300,15.
(1) cobre puro utilizado em uma calha ou parte de um serviço
conjunto de cabo.
IV. Serviço-entrada Condutores (2) cobre nu para o enterro direto onde o cobre nu é
considerado adequado para as condições do solo.
230,40 Número de Conjuntos de Serviço-entrada condutor. (3) cobre nu para o enterro direto, sem relação ao solo
Cada gota de serviço, conjunto de condutores de serviços gerais, definir condições em que uma parte de um conjunto de cabo identificados
de condutores de serviços subterrâneos, ou serviço lateral deve para
fornecer apenas um conjunto de serviços de entrada-condutores. uso subterrâneo.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-81


230,42 ARTIGO 230 - SERVIÇOS

(4) de alumínio de alumínio ou de cobre-folheados sem indivíduo (12) Cablebus


isolamento ou cobertura onde parte de um conjunto de cabos (13) Tipo MC cabo
ou identificadas para uso subterrâneo em uma pista, ou para (14) Mineral isolante, cabo de metal revestido
enterro direto. (15) Conduta de metal flexível não mais de 1,8 m (6 pés) de comprimento ou
(5) condutores nus utilizado numa caleira auxiliar. Liquidtight conduta de metal flexível não mais de 1,8 m (6 pés)
longo entre pistas, ou entre pista e ser-
equipamentos vice, com jumper de ligação de equipamentos
230,42 tamanho mínimo e Rating. encaminhado com a conduta de metal flexível, ou o-liq
uidtight conduta de metal flexível de acordo com as dispo-
(A) Geral. A capacidade de corrente do serviço-entrada con- sões de 250,102 (A), (B), (C) e (E)
ductors antes da aplicação de qualquer ajuste ou cor- Conduta flexível Liquidtight não metálicos
factores ção não deve ser inferior a 230,42 (A) (1), ou Polietileno de alta densidade conduta (HDPE)
(A) (2). Cargas devem ser determinados de acordo com a parte Canalização subterrânea não metálico com condutores
III, IV ou V do artigo 220, conforme aplicável. Ampacity será (16) (NUCC)
determinada a partir de 310,15. A corrente máxima admissível (17) Reforçado thermosetting resina conduta (rtrC)
de vias de ônibus será o valor para o qual a via de ônibus tem (18)
foram listados ou rotulados.
(1) A soma das cargas não contínuas, mais 125 por cento
de cargas contínuas (19)

230,44 bandejas de cabos. Os sistemas de esteiras de cabos deve ser


Exceção: condutores Grounded que não estão conectados a permitido
um dispositivo de sobrecorrente deve ser permitido ser dimensionada suportar o serviço de entrada-condutores. Bandejas de cabos usados para
em suporte de serviço-entrada condutores devem conter apenas
100 por cento da carga contínua e descontínua. serviço-entrada condutores e será limitada a seguin-
(2) A soma da carga descontínuos mais o contínuo tes métodos:
carregar se os condutores do serviço-entrada finalizar de (1) Tipo de cabo SE
dispositivo de sobrecorrente, onde o dispositivo de sobrecorrente (2) Tipo MC cabo
e sua montagem são listados para funcionamento a 100 por cento (3) Tipo MI cabo
da sua classificação (4) Tipo IGS cabo
(5) individuais com revestimento termoplástico condutores 1/0 e
maior com CT classificação
(B) de instalações específicas. Para além dos requisitos
de 230,42 (A), a capacidade de corrente mínima para infundada con-
ductors para instalações específicas não deve ser inferior a
Avaliação do serviço de meios de desconexão especificados no Bandejas de cabo devem ser identificados de forma permanente com
230,79 (A) a (D). etiquetas afixadas com a expressão "Serviço de Entrada-condu-
tores. "As etiquetas devem ser localizadas de modo a ser visível após
instalação e colocado de modo que o serviço-entrada condu-
(C) Fundamentada Condutores. O condutor de terra res são capazes de ser facilmente identificados através do comprimento inteiro
não deve ser menor do que o tamanho mínimo conforme exigido da bandeja de cabo.
por 250,24 (C).

Exceção: Condutores, outros que o serviço de entrada-con-


230,43 Métodos de fiação elétrica para 600 volts, nominais, ou menos.
ductors, será permitida a ser instalado em uma bandeja de cabos
Serviço-entrada condutores devem ser instalados em con-
com o serviço de entrada-condutores, desde um fixo sólida
dançar com os requisitos aplicáveis do presente Código cobrir-
barreira de um material compatível com a bandeja de cabos é
ção do tipo de método de fiação usado e será limitada a
instalado para separar os condutores de entrada de serviço, a partir de
os métodos que se seguem:
outros condutores instalado na bandeja do cabo.
(1) Abra a fiação em isoladores
(2) Tipo IGS cabo
(3) uma conduta de metal rígido
(4) O intermediário de metal condutor 230,46 Condutores emendados. Serviço-entrada condutores
(5) tubulação metálica elétrica será permitido ser emendados ou batido de acordo
(6) tubulação elétrica não-metálicos (ENT) com 110,14, 300,5 (E), 300,13, e 300,15.
(7) Serviço de entrada de cabos
(8) condutores
230,50 Proteção contra danos físicos.
(9) Vias de ônibus
(10) calhas auxiliares (A) metro Serviço-entrada Condutores. Sub-
(11) canalização rígida cloreto de polivinila (PVC) terra de serviço-entrada condutores devem ser protegidos
contra danos físicos, de acordo com 300,5.

(B) Todos os Outros Serviços-entrada Condutores. Todas as outras


serviço de entrada-condutores, que não subterrâneo servi-

70-82 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 230 - SERVIÇOS 230,54

condutores vice-entrada, deve ser protegida contra físi- prateleiras, suportes, ou outros meios aprovados. Onde não expostos
danos cal, conforme especificado no 230,50 (B) (1) ou (B) (2). ao tempo, os condutores devem ser montados em vidro ou
puxadores de porcelana.
(1) Serviço de entrada-cabos. Serviço de entrada de cabos,
em locais sujeitos a danos físicos, deve ser protegido por qualquer
dos seguintes: 230,52 condutores individuais ou entrar em prédios
(1) conduta de metal rígido Outras estruturas. Onde individuais condutores abertos entrar
(2) Intermediário de metal condutor de um edifício ou outra estrutura, que entra através do telhado
(3) Schedule 80 PVC eletroduto buchas ou através da parede de uma inclinação para cima, através
(4) tubulação metálica elétrica individuais, não combustível, não absorvente tubos isolantes.
(5) reforçado canal resina termofixas (rtrC) Loops de gotejamento deve ser formadas sobre os condutores antes de eles
(6) Outros meios aprovados inserir os tubos.

230,53 Raceways para drenar. Onde expostos ao tempo,


pistas que encerram serviço-entrada condutores devem ser
(2) com excepção do serviço-entrada Cabos. Individual aberta adequado para utilização em locais húmidos e disposta para drenar.
condutores e cabos, além de serviço de entrada de cabos, Onde embutido em alvenaria, pistas devem ser dispostos
não deve ser instalado dentro de 3,0 m (10 pés) de grau ou para drenar.
onde exposta a danos físicos.

Exceção: MI Tipo e Tipo cabo MC será permitido 230,54 Overhead Locais de Atendimento.
dentro de 3,0 m (10 pés) de nível de ensino onde não expostos a
dano físico ou onde protegidas de acordo com (A) Chefe de Serviço. Pistas de serviços devem ser equipados
300,5 (D). com uma cabeça de serviço, no ponto de ligação ao serviço
gota ou condutores de serviços gerais. O chefe de serviço deve
ser listados para uso em locais úmidos.
230,51 suportes de montagem. Serviço-entrada cabos ou
individuais abertas serviço-entrada condutores devem ser su-
portados, conforme especificado no 230,51 (A), (B) ou (C). (B) Serviço-entrada Cabos equipados com serviço
Cabeça ou pescoço de cisne. Serviço-entrada cabos devem ser
equipado com uma cabeça de serviço. O chefe de serviço deve ser
(A) Serviço de entrada-cabos. Serviço de entrada de cabos deve listado para uso em locais úmidos.
ser suportada por cintas ou outros meios aprovados dentro
300 mm (12 pol) de cada cabeça de serviços, gooseneck, ou cone-
ção a intervalos de uma calha ou no invólucro e não superior a Exceção: Tipo SE cabo deve ser permitida a ser formado
750 mm (30 pol.) num pescoço de ganso e gravadas com um auto-vedante intempéries
termoplástico resistente.

(B) os outros cabos. Cabos que não são aprovados para a montagem (C) Chefes de Serviço e Goosenecks Acima Serviço Drop-
em contato com um edifício ou outra estrutura deve ser montada ou Attachment Service Overhead. Chefes de serviço e
em isolamento suportes instalados em intervalos que não excedam goosenecks em serviço de entrada de cabos deve ser localizado
4,5 m (15 pés) e de uma maneira que mantém uma distância de, pelo acima do ponto de ligação de serviço de drop-ou sobre-
menos de 50 mm (2 polegadas) da superfície sobre a qual eles passam. cabeça condutores de serviço para o edifício ou outra estrutura.

(C) individuais Condutores Abertos. Aberto indivíduo con- Exceção: Quando não for possível localizar o serviço
ductors deve ser instalado de acordo com a Tabela 230,51 (C). cabeça ou pescoço de ganso acima do ponto de ligação, o ser-
Onde exposta ao tempo, os condutores devem ser vice-cabeça ou localização gooseneck será não permitido
montado em isoladores ou em suportes de isolamento ligada a mais de 600 mm (24 pol) a partir do ponto de fixação.

Tabela 230,51 (C) Suporta

Liquidação mínimo
Distância máxima entre
Suporta Entre Condutores Desde a superfície
Máximo
Volts m pé milímetro dentro milímetro dentro

600 2,7 9 150 6 50 2


600 4,5 15 300 12 50 2
300 1,4 41/2 75 3 50 2
600 * 1.4 * 41/2 * 65 * 21/2 * 25 * 1*

* Onde não exposto ao tempo.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-83


230,56 ARTIGO 230 - SERVIÇOS

(D) Protegido. Serviço de entrada de cabos deve ser realizada se- (A) Localização. O serviço de meios de corte devem ser in-
curely no lugar. parado de acordo com 230,70 (A) (1), (A) (2), e (A) (3).

(E) Separadamente bushed aberturas. Chefes de serviços deve (1) Local de fácil acesso. O serviço de desconectar-
ter condutores de potencial diferente trouxe através meios ção deve ser instalado em um local de fácil acesso
separadamente bushed aberturas. quer no exterior de um edifício ou estrutura dentro ou próximo do
ponto de entrada dos condutores de serviço.
Exceção: Para multicondutor jacketed serviço-entrada
cabo sem emenda.
(2) Banheiros. Meio de serviços de desconexão não será
(F) Pinga Loops. Loops de gotejamento deve ser formado no indivíduo instalados nos banheiros.
condutores. Para evitar a entrada de humidade, a serviços
condutores de entrada deve ser ligado ao serviço de drop- (3) Controle Remoto. Quando um dispositivo de controlo remoto (s) é
ou condutores de serviços aéreos ou (1) abaixo do nível de usado para acionar os meios de desconexão de serviços, o serviço
a cabeça de serviço ou (2) abaixo do nível da terminação de meios de desconexão deve ser localizada de acordo com
a capa do cabo de serviço-entrada. 230,70 (A) (1).

(G) Organizado que a água não vai entrar Race-Serviço (B) Marcação. Cada desconexão de serviço deve ser permanentemente
forma ou de equipamentos. Serviço de entrada e serviço de sobrecarga marcada para identificá-lo como um serviço de desligar.
condutores devem ser dispostas de modo que a água não vai entrar
serviço de pista ou de equipamentos. (C) adequado para uso. Cada serviço de meios de desconexão
devem ser adequados para as condições prevalecentes. Serviço
230,56 Condutor de serviço com a tensão mais alta para equipamentos instalados em perigosos (classificados) deve
Chão. Em uma de 4 fios, serviço conectado em delta, onde o cumprir com os requisitos dos artigos 500 a 517.
ponto médio de um enrolamento de fase é aterrado, o serviço
condutor de ter a maior tensão de fase para a terra deve
ser duradoura e permanente marcado por um acabamento exterior que 230,71 Número máximo de desconecta.
é de cor laranja, ou por outros meios eficazes, em cada
rescisão ou ponto de junção. (A) Geral. O serviço de meios de corte para cada um ser-
vice-permitido por 230,2, ou para cada conjunto de serviço-entrada
condutores permitidos por 230,40, Exception No. 1, 3, 4, ou 5,
será composto de não mais de seis comutadores ou conjuntos de circuito
V. Equipamento de serviço - Geral disjuntores, ou uma combinação de não mais do que seis interruptores e
conjuntos de disjuntores montados em um único compartimento, numa
230,62 Equipamento de serviço - fechados ou vigiado. En- grupo de compartimentos separados, ou dentro ou sobre um painel de
ergized peças de equipamentos de serviço devem ser incluídos como es- comando. Lá
cados em 230,62 (A) ou protegida, tal como especificado em 230,62 (B). não devem ser mais de seis conjuntos de desconecta por serviço
agrupadas em qualquer local.
(A) fechado. Partes sob tensão devem ser colocados de modo a que Para a finalidade desta secção, meios de corte
eles não serão expostos a um contacto acidental ou ser instalado como parte do equipamento constante e utilizados exclusivamente
guardado como em 230,62 (B). para o
Não serão considerados serviços de desconectar
(B) vigiado. Partes energizadas que não são fechadas deverão meios:
ser instalado em um painel de comando, panelboard, ou placa de controle (1) equipamento de monitoramento de energia
e guardada de acordo com 110,18 e 110,27. Onde (2) do dispositivo de protecção de sobretensão (s)
partes energizadas são guardados como previsto no 110,27 (A) (1) (3) do circuito de controle do sistema de proteção de falta à terra
e (A) (2), um meio de bloqueio ou de selagem portas que permitam (4) Power-operável serviço de meios de desconexão
acesso a partes energizadas devem ser fornecidos.

Marcação 230,66. O equipamento de serviço avaliado em 600 volts ou (B) Single-Pole Unidades. Dois ou três interruptores unipolares
menos, devem ser marcados para identificá-lo como sendo adequados para ou disjuntores, capazes de funcionar individual, deverão ser per-
utilização Mitted em circuitos multifios, um para cada pólo não aterrado
como equipamento de serviço. Todos os equipamentos de serviço devem sercondutor, como uma desconexão multipolar, desde que sejam
listados. equipado com laços pega identificados ou uma alça de mestre para
Gabinetes individuais soquete metros não devem ser consideradas desligar todos os condutores do serviço com não mais do que
equipamento de serviço. seis operações da mão.

VI. Equipamento de serviço - meios de desconexão


Nota informativa: Veja 408,36, Exceção No. 1 e Ex-
230,70 Geral. Devem ser previstos meios para desligar todos percepção No. 3, para equipamentos de serviço em Painéis certos,
Condutores de uma estrutura de edifício ou outro do serviço- e ver 430,95 por equipamento de serviço no controle motor
condutores de entrada. centros.

70-84 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 230 - SERVIÇOS 230,82

230,72 Agrupamento de desconecta. (2) Um poder operado interruptor ou disjuntor, desde


o interruptor ou disjuntor pode ser aberto com a mão em
(A) Geral. O 2-6 desconecta como permitido em o caso de uma falha da fonte de alimentação
230,71 serão agrupadas. Cada desconexão deve ser marcada
para indicar a carga servido.
Indicando 230,77. O serviço de meios de desconexão deve
claramente indicar se é em campo aberto (desligado) ou fechada (on)
Exceção: Um dos serviços 05:58 desconectar posição.
significa permitida em 230,71, quando utilizado apenas durante um
água
bombear também se destina a fornecer proteção contra incêndio, será
230,79 Nota de Serviço meios de desconexão. O ser-
per- meios vice-desconexão deve ter uma classificação não inferior a
metidos à estar localizada afastada da outra desconectar a carga calculada a transportar, determinado de acordo
significa. Se instalado remotamente de acordo com esta circuns- com a Parte III, IV ou V do artigo 220, conforme aplicável. Em nenhum
ção, a placa deve ser afixado na localização da-permanecem caso a avaliação ser menor do que o especificado em 230,79 (A),
ção agrupados desconecta denotando a sua localização. (B), (C) ou (D).
(B) Serviços Adicionais meio de desconexão. A um ou
mais meios adicionais de serviços de desactivação de fogo
bombas, sistemas de emergência, legalmente exigido de espera, ou op- (A) um circuito-instalações. Para instalações para abastecer
nais serviços de permanência permitido por 230,2 devem ser instalados apenas cargas limitadas de um circuito único ramo, o serviço
remoto a partir do serviço 5:59 meios de corte para meios de corte têm uma classificação de pelo menos
serviço normal, para minimizar a possibilidade de simultânea 15 ampères.
interrupção do fornecimento.
(B) dois Circuitos instalações. Para instalações consistem
de não mais do que dois circuitos de dois fios de filiais, o serviço
(C) O acesso para os ocupantes. Em uma ocupação múltipla construir- meios de corte têm uma classificação de pelo menos
ing, cada ocupante deve ter acesso ao ocupante do Ser- 30 ampères.
vice-meios de desconexão.
(C) uma família-habitações. Para uma habitação unifamiliar,
Exceção: Em um edifício de ocupação múltipla onde elec- o serviço de meios de corte deve ter uma classificação de não
tric serviço e manutenção elétrica são fornecidos pelo a menos de 100 amperes, 3 fios.
gestão de edifícios e onde estes estão sob con-
ous edifício gestão, supervisão do serviço de desco-
necting significa fornecer mais do que uma ocupação será (D) Todos os outros. Para todas as outras instalações, o serviço de dis-
permissão para ser acessível a gestão autorizada por meios de ligação deve ter uma classificação de pelo menos
apenas pessoal competente. 60 ampères.

230,80 classificação combinada de desconecta. Onde o ser-


230,74 Abertura simultânea de poloneses. Cada serviço de dis- meios vice-desligar consiste de mais de um interruptor
conectar simultaneamente deve desconectar todos sem chão ou disjuntor, conforme permitido por 230,71, o combinado
condutores serviço que controla a partir da fiação das instalações classificações de todos os interruptores ou disjuntores utilizado não deve
sistema. ser menor do que o exigido pela classificação 230,79.

230,75 Desconexão de condutor aterrado. Onde 230,81 Conexão aos terminais. Os condutores de serviço
o meio de serviço de desligar não desliga o deve ser ligado ao serviço de meios de corte por
condutor de terra a partir da fiação local, outros meios conectores de pressão, grampos ou outros meios aprovados.
Deve ser fornecida para este propósito no equipamento de serviço. Conexões que dependem de solda não deve ser usado.
Um terminal ou ônibus para que todos os condutores podem ser aterrados
ligado por meio de conectores de pressão devem ser permitir-
ted para esta finalidade. Em uma central multisection, desco- 230,82 Equipamento Conectado ao lado da fonte de Ser-
nects para o condutor de terra será permitido para a vice-Desligar. Apenas o seguinte equipamento será
qualquer seção do quadro, desde que qualquer switch-tais possam ser ligados no lado de fornecimento do serviço
seção conselho está marcada. meios de corte:
(1) limitadores de cabos ou outros dispositivos de limitação atual.
(2) Medidores e soquetes metros nominalmente nominal não em excesso
de 600 volts, desde que todas as caixas de metal e serviços
gabinetes são aterrados de acordo com a Parte VII
230,76 manualmente ou Power operável. A des-serviço
e coladas de acordo com a Parte V do artigo 250.
meios de ligação para condutores não aterrados serviço deve
(3) Medidor de chaves seccionadoras nominalmente não classificado na ex-
consistir de um dos seguintes:
cesso de 600 volts que têm um rating de curto-circuito
(1) Um interruptor operado manualmente ou disjuntor equipado
com um punho ou outros meios operacionais adequados

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-85


230,90 ARTIGO 230 - SERVIÇOS

igual ou maior do que o curto-circuito disponível cur- proteção contra sobrecarga. A soma dos votos do circuito
aluguel, desde que todas as caixas de metal e serviço recinto- disjuntores ou fusíveis será permitido exceder a capacidade de
didas são fundamentadas em conformidade com a Parte VII e corrente de
ligado de acordo com a Parte V do artigo 250. A os condutores de serviços, desde que a carga calculada não
metros seccionadora deve ser capaz de interromper- exceder a capacidade de corrente dos condutores de serviço.
ção à carga servido. Não. Exceção 4: proteção contra sobrecarga para o abastecimento de
Transformadores (corrente e tensão), prejudi- bomba de incêndio
(4) shunts ANCE, dispositivos de gerenciamento de carga, pára-raios, condutores devem cumprir 695,4 (B) (2) (a).
e Tipo 1-surge de protecção Os dispositivos. Não. Exceção 5: proteção contra sobrecarga para 120/240-volt,
3 fios, serviços de fase única de habitação serão permitidas em
Torneiras utilizado apenas para fornecer dispositivos de gestão de carga,
circuitos para sistemas de energia de reserva, bomba de incêndio equi- conformidade com os requisitos do 310,15 (B) (6).
(5) mento, incêndio e sprinklers e alarmes, se fornecidos com
equipamento de serviço e instalado de acordo com re-
(B) Não no condutor de terra. Nenhum dispositivo de sobrecorrente
sitos de serviço-entrada condutores.
deve ser inserido em um condutor aterrado serviço, exceto um
Os sistemas solares fotovoltaicos, sistemas de células de combustível, ou
disjuntor que, simultaneamente, abre todos os condutores de
inter-
ligada as fontes de produção de energia elétrica. o circuito.
(6) Circuitos de controle para o poder-serviço operacional desligar-
ing significa que, se a proteção de sobrecorrente adequados e dis-
meios de ligação são fornecidos. 230,91 Localização. O dispositivo de sobrecorrente de serviço deve ser
(7) Falta à terra sistemas de protecção ou do tipo 2-Surge uma parte integrante do serviço de meios de corte, ou deve
dispositivos de proteção, onde instalados como parte do listado estar localizados imediatamente adjacentes à mesma.
equipamento, se a proteção de sobrecorrente adequados e dis-
meios de ligação são fornecidos. 230,92 sobrecorrente Bloqueadas serviço. Onde o
(8) Conexões usado apenas para fornecer comunicações listadas sobrecorrente de serviços são bloqueados ou selados ou não são
equipamento sob o controle exclusivo do serviço facilmente acessível ao ocupante, ramo-circuito ou alimentador
concessionária de energia elétrica, se a proteção de sobrecorrente dispositivos de sobrecorrente deve ser instalado no lado da carga, deverá
adequado e ser montado em um local de fácil acesso, e deverá ser de
meios de corte são fornecidos. Para instalações de diminuir amperagem do que o dispositivo de sobrecorrente serviço.
(9) equipamento pelo utilitário servindo elétrico, uma desconexão-
meios ing não é necessária se o fornecimento é instalado como
parte de uma tomada de metros, como o acesso que só pode ser
obtida com o medidor removido. 230,93 Proteção de circuitos específicos. Sempre que necessário
para evitar a adulteração, um dispositivo automático que sobrecorrente
protege os condutores de serviços fornecendo apenas uma carga específica,
como um aquecedor de água, será permitida a ser bloqueado ou
selado onde localizadas de modo a serem acessíveis.

230,94 localização relativa do dispositivo de sobrecorrente e


VII. Equipamento de serviço - Proteção de Sobrecorrente Outros equipamentos de serviço. O dispositivo de sobrecorrente deve
proteger todos os circuitos e dispositivos.
230,90 quando necessário. Cada serviço sem chão con-
ductor terá proteção contra sobrecarga. Não. Exceção 1: A chave de serviço deve ser permitido em
do lado da oferta.
(A) não aterrado condutor. Tal proteção deve ser pro-
vided por um dispositivo de sobrecorrente em série com cada infundada Não. Exceção 2: circuitos de alta impedância shunt, aumento
condutor de serviço que tem uma classificação ou definição não superior Pára, Tipo 1-surge de proteção contra picos de tensão, dispositivos de
a capacidade de corrente admissível do condutor. Um conjunto de fusíveis proteção
deve capacitores, transformadores de instrumento e (corrente e volt-
ser considerados todos os fusíveis necessários para proteger todos os não- idade) será permitido para ser conectado e instalado no
ligado à terra os condutores de um circuito. Pólo único disjuntores, do lado da oferta do serviço significa desligar o permitido
agrupados de acordo com 230,71 (B), deve ser considerado como por 230,82.
um dispositivo de protecção. Não. Exceção 3: Circuitos para dispositivos de gerenciamento de
carga
Não. Exceção 1: Para motor de partida correntes, as classificações será permitida a ser conectado no lado da oferta da
que dispositivo de sobrecorrente serviço onde separadamente fornecida
cumprir com 430,52, 430,62, 430,63 e deve ser permitido. com
Não. Exceção 2: fusíveis e disjuntores com uma classificação proteção
No. de sobrecorrente.
excepção 4: Circuitos usado somente para a operação de
ou configuração que está em conformidade com 240,4 (B) ou (C) e alarme de incêndio, os outros sistemas de sinalização de protecção,
240,6 ou o fornecimento
será permitida. para disparar bombas será permitido para ser conectado
Não. Exceção 3: Dois a seis disjuntores ou conjuntos de fusíveis do lado da oferta do dispositivo de sobrecorrente serviço onde
deve ser permitido que o dispositivo de sobrecorrente para fornecer fornecido
o separadamente com proteção de sobrecorrente.

70-86 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 230 - SERVIÇOS 230,204

Não. Exceção 5: Metros nominalmente não classificado em excesso rever o sistema de fiação geral para seletiva adequada sobre-
de coordenação de proteção atual. Instalações adicionais
600 volts será permitido, desde que todas as caixas de metal falta à terra equipamento de proteção podem ser necessárias em alimentação
e caixas de serviços estão aterrados. res e circuitos secundários, onde a máxima continuidade de elec-
Exceção No. 6: Quando o equipamento de serviço é poder fun- tric serviço é necessário.
capaz, o circuito de controle será permitido para ser conectado
Não. Nota Informativa 3: Onde proteção de falta à terra
à frente do equipamento de serviço, se sobrecorrente adequado pro- é fornecido para a desconexão de serviço e interligação
meios tecção e desconexão são fornecidos. é feita com um outro sistema de fornecimento através de um dispositivo de
transferência,
meios ou dispositivos podem ser necessários para garantir a boa-terra
230,95 Proteção de falta à terra do equipamento. -Terra culpa detecção pelo equipamento de proteção de falta à terra.
proteção de falha de equipamento deve ser fornecido para solidamente Não. Nota Informativa 4: Veja 517,17 (A) para obter informações
aterrados serviços wye elétricos de mais de 150 volts para de onde uma etapa adicional de falta à terra de proteção é
terreno, mas não superior a 600 volts fase-fase para cada necessária para hospitais e outros edifícios com áreas críticas
serviço de desconexão avaliado mil ampères ou mais. O ou equipamento de suporte de vida.
condutor de terra para o sistema de estrela solidamente aterrado
deve ser conectado diretamente à terra através de uma ligação à terra
sistema de eléctrodos, tal como especificado em 250,50, sem inserir VIII. Serviços superiores a 600 volts, nominal
qualquer resistência ou dispositivo de impedância.
A classificação da desconexão de serviço deve ser considerada 230,200 Geral. Condutores de serviços e equipamentos utilizados
ser a classificação de maior fusível que pode ser instalado ou em circuitos superiores a 600 volts, nominais, devem cumprir
a mais alta definição viagem corrente contínua para que a todas as disposições aplicáveis das seções anteriores
dispositivo de sobrecorrente real instalada em um disjuntor é este artigo e com as seguintes seções que complementam
nominal ou pode ser ajustada. ou modificar as seções anteriores. Em nenhum caso o pro-
visões da Parte VIII aplica aos equipamentos do lado da oferta
do ponto de serviço.

Exceção: As disposições de falta à terra de protecção da presente


Nota informativa: Para distâncias de condutores de mais de
seção não se aplica a um serviço de desconectar por um con-
600 volts, nominal, ver ANSI C2-2007, Elétrico Nacional
processo industrial contínuo onde um desligamento nonorderly
Código de Segurança.
vai introduzir riscos adicionais ou aumento.

230,202 Serviço-entrada Condutores. Serviço-entrada


(A) Definição. O sistema de proteção de falta à terra deve-op condutores aos edifícios ou recintos devem ser instalados para
rado para causar a desconexão de serviço para abrir todos sem chão conformar-se a 230,202 (A) e (B).
condutores do circuito defeituoso. A configuração máxima do
falta à terra de protecção deve ser de 1200 amperes, e os maxi- (A) Tamanho do condutor. Serviço-entrada condutores não se
tempo de atraso mãe será de um segundo para o chão-falta correntes ser menor do que 6 AWG a menos que o cabo multicondutor.
igual ou maior do que 3000 amperes. Cabo multicondutor não deve ser inferior a 8 AWG.

(B) Fusíveis. Se uma combinação de interruptor e o fusível é usado, o (B) os métodos de fiação. Serviço-entrada condutores devem
fusíveis empregados devem ser capazes de interromper qualquer corrente ser instalado por um dos métodos de ligação cobertos
maior do que a capacidade de interrupção do interruptor durante um 300,37 e 300,50.
tempo que o sistema de proteção de falta à terra não causará
o interruptor para abrir. Isolando 230,204 Switches.

(A) quando necessário. Onde interruptores de óleo ou de ar, óleo,


(C) Teste de Desempenho. A proteção de falta à terra vácuo, ou disjuntores de hexafluoreto de enxofre constituem o
sistema deve ser testado o desempenho quando instalado pela primeira vez em
meio de serviços de desconexão, um interruptor isolar com visível
site. O ensaio deve ser realizado de acordo com instruções de contactos de ruptura deve ser instalado no lado da oferta da
ções que devem ser fornecidas com o equipamento. A escrita meios de corte e todos os equipamentos de serviço associado.
registro deste ensaio deve ser feito e deve estar disponível para
a autoridade com jurisdição.
Exceção: Um interruptor de separação não será exigida quando
o disjuntor ou interruptor é montado em caminhão removível
Não. Nota Informativa 1: terra de proteção de fuga que painéis ou unidades de metal fechados manobra onde ambos
funções para abrir a desconexão de serviço não oferece qualquer pro- as seguintes condições:
ção a partir de falhas no lado da linha do elemento de proteção. Ele
só serve para limitar os danos aos condutores e equipamentos
no lado da carga, no caso de uma falha de terra no arco (1) Não pode ser aberta a menos que o circuito é desligado.
o lado de carga do elemento de protecção. (2) Quando todas as partes energizadas são automaticamente desco-
tado quando o disjuntor ou interruptor é removido
Não. Nota Informativa 2: Esta proteção adicional equipar- a partir da posição normal de funcionamento.
mento no equipamento de serviço pode tornar necessário

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-87


230,205 ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE

(B) Fusíveis como Isolando Switch. Onde fusíveis são do tipo atual, em excesso de sua configuração viagem ou ponto de fusão, que pode
ocorrer a sua localização. Um fusível nominal em amperes contínuos para não
que pode ser operado como um interruptor de desligar, de um conjunto de tais
fusíveis devem ser permitidos como o interruptor de isolamento. superior a três vezes a capacidade de corrente do condutor, ou circuito
disjuntor com uma configuração de viagem de não mais de seis vezes o
ampacidade dos condutores, deve ser considerado como o fornecimento de
(C) acessível a pessoas qualificados. O isolando
a proteção de curto-circuito necessário.
interruptor devem ser acessíveis a pessoas qualificadas somente.

(D) A ligação ao solo. Interruptores de isolamento devem ser Nota informativa: Ver Tabela 310,60 (C), (67) através
fornecido com um meio para facilmente ligar o lado de carga Tabela 310,60 (C) (86) de condutores para ampacities avaliado
condutores para um sistema de eletrodo de aterramento, o equipamento 2001 volts e acima.
barramento terra, ou estrutura de aço aterrado ao desco-
tado a partir da fonte de abastecimento. Sobrecorrente deve obedecer ao 230,208 (A) e
Um meio de ligação à terra os condutores do lado da carga a um (B).
sistema de eletrodos de aterramento, barramentos de aterramento do
equipamento, (A) Tipo de equipamento. Equipamento utilizado para proteger a serviços
ou aterramento aço estrutural não será exigido para qualquer condutores de entrada devem cumprir os requisitos do artigo
duplicar seccionador instalados e mantidos pela 490, Parte II.
empresa de fornecimento elétrico.

(B) sobrecorrente fechados. A restrição à


230,205 meios de desconexão. 80 por cento da taxa para um dispositivo de sobrecorrente fechado
para cargas contínuas não se aplica aos dispositivos de sobrecorrente
(A) Localização. Os meios de desconexão de serviço será instalado em sistemas operacionais em mais de 600 volts.
localizada em conformidade com 230,70.
Para tanto primária aérea ou subterrânea dis-
sistemas de produção em propriedade privada, o serviço de desconectar 230,209 Surge Arresters (pára-raios). Surto
será permitida a ser localizada em um local que não é Os pára-instalada, de acordo com os requisitos da
de fácil acesso, se os meios de corte pode ser opera- O artigo 280 deve ser permitido em cada infundado sobre-
apropriadas por ligação mecânica de um ponto de fácil acesso, condutor de serviço cabeça.
ou electronicamente de acordo com 230,205 (C), em que ap-
plicable.
230,210 Equipamento de serviço - Disposições Gerais. Ser-
equipamentos vice, incluindo transformadores de instrumentos, deve
em conformidade com o artigo 490, Parte I.
(B) Tipo. Cada desconexão do serviço, simultaneamente dis-
conectar todos os condutores não aterrados serviço que controla e
deverão ter uma classificação de falha de fecho que não é menor do que a 230,211 Switchgear Metal-fechado. Metal-fechado
maxi- aparelhagem é constituída por uma estrutura de metal substancial
mãe de curto-circuito da corrente disponível em seus terminais de e uma caixa de metal folha. Onde instalado sobre um-combustão
abastecimento. tible chão, à mesma protecção adequada deve ser fornecida.
Onde interruptores fundidos ou fusíveis são montados separadamente em
paralisadas, as características de fusíveis será permitida a contribuir
para a classificação de falha de fecho dos meios de corte. 230,212 Mais de 35.000 Volts. Onde a tensão excede
35.000 volts entre os condutores que entram em um edifício,
(C) Controle Remoto. ou multibuilding, industrial insta-
devem terminar em uma manobra de metal fechado compartimento
ções sob gestão única, o serviço de desligar
mento ou conforme um cofre com os requisitos do 450,41
meios devem ser autorizados a ser localizado em uma compilação separada-
através 450,48.
ção ou estrutura. Em tais casos, o serviço de desconectar
meios devem ser permitidas para eletricamente operado por um
de fácil acesso, dispositivo de controle remoto.

230,206 sobrecorrente como meios de desconexão.


Quando o disjuntor de circuito ou alternativa para isso, tal como especificado ARTIGO 240
em 230,208 para dispositivos de sobrecorrente de serviços, atende a re- Proteção de Sobrecorrente
sitos previstos no 230,205, eles constituem o
serviço de meios de desconexão.
I. Geral

230,208 requisitos de protecção. A proteção de curto-circuito 240,1 Scope. Partes I a VII deste artigo fornecer o
tiva dispositivo deve ser fornecida no lado da carga, ou como um requisitos gerais para a proteção de sobrecorrente e sobre-
parte integrante, o serviço de desligar, e protege todos atuais dispositivos de proteção não mais do que 600 volts, Nomi-
infundado condutores que fornece. O dispositivo de protecção nal. Parte VIII cobre proteção de sobrecorrente para os por-
deve ser capaz de detectar e interromper todos os valores de ções de supervisionadas instalações industriais operando

70-88 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE 240,4

tensões não superiores a 600 volts, nominal. Parte IX cober- Tabela 240,3 Outros artigos
ERS proteção de sobrecorrente mais de 600 volts, nominal.
Equipamento Artigo
Nota informativa: proteção de sobrecorrente para condutores
e equipamento é previsto para abrir o circuito quando a corrente Ar-condicionado e de refrigeração 440
atinge um valor que irá causar uma excessiva ou perigosa equipamento
temperatura em condutores ou isolamento condutor. Ver também Eletrodomésticos 422
110,9 para requisitos para classificações de interrupção e 110,10 Ocupações de montagem 518
para requisitos de proteção contra correntes de falha. Processamento de sinais de áudio, 640
amplificação e reprodução
equipamento
240,2 Definições. Circuitos 210
Vias de ônibus 368
Atual limitador de proteção contra sobrecorrente. A-de Capacitores 460
vício que, quando interromper correntes na sua limitador de corrente Classe 1, Classe 2 e Classe 3 725
intervalo, reduz o fluxo de corrente no circuito a uma falha controle remoto, sinalização e
magnitude substancialmente menor do que a obtida no potência limitada circuitos
mesmo circuito, se o dispositivo foi substituído por um sólido con- Gruas e guindastes
ductor tendo impedância comparáveis. Sinais elétricos e de iluminação esboço 610
Soldadores elétricos 600
Células eletrolíticas 630
Elevadores, escadas rolantes, dumbwaiters, 668
Instalação industrial supervisionado. Para efeitos do disposto
rolantes, elevadores para cadeiras de rodas e 620
Part VIII, as porções de uma instalação industrial em que todos
as seguintes condições: cadeiras de escada
(1) Condições de manutenção e supervisão de engenharia Sistemas de emergência
Sistemas de alarme de incêndio 700
garantir que somente pessoas qualificadas monitor e serviço
Bombas de incêndio 760
o sistema.
Equipamento de aquecimento elétrico para fixo 695
(2) O sistema de fiação local tem 2500 kVA ou maior de tubulações e vasos 427
carga utilizada no processo industrial (es), fabricação de ac- Eléctrico fixo espaço-aquecimento
dades, ou ambos, tal como calculada de acordo com Ar- equipamento
tigo 220. 424
Degelo exterior fixo elétrica e
(3) O local tem, pelo menos, um serviço ou um alimentador que é neve derretida equipamentos
mais de 150 volts para a terra e mais de 300 volts 426
Geradores
fase-a-fase. Instalações de atendimento médico
Indução e aquecimento dieléctrico 445
equipamento 517
Máquinas industriais 665
Luminárias, casquilhos e lâmpadas
Esta definição exclui as instalações em edifícios utilizados por Cinema e estúdios de televisão 670
instalação industrial para escritórios, armazéns, garagens, ma- e locais similares 410
lojas de chine, e instalações de lazer que não são parte integrante Motores, circuitos de motores, e 530
parte do centro da planta industrial, subestação, ou controle. controladores
Fase conversores 430
Órgãos de tubos
Toque Condutores. Como usado neste artigo, um condutor da torneira é Recipientes 455
definido como um condutor, que não seja um condutor de serviço, que Serviços 650
tem proteção de sobrecorrente à frente de seu ponto de abastecimento que Os sistemas solares fotovoltaicos 406
excede o valor máximo permitido de condutores semelhantes que são Quadros de distribuição secundária e terminais 230
protegidos como descrito em outras partes 240,4. Teatros, áreas de audiência de movimento 690
imagem e estúdios de televisão, e 408
locais similares 520
Transformadores e cofres de transformadores
240,3 outros artigos. Os equipamentos devem ser protegidos contra Equipamentos de raios X
sobrecorrente de acordo com o artigo nesta Código que
cobre o tipo de equipamento especificado na Tabela 240,3. 450
660

240,4 Proteção de condutores. Condutores, que não


cabos flexíveis, cabos flexíveis, e fios de fixação, será
(A) Risco de perda de potência. Proteção contra sobrecarga condutor
protegido contra sobrecorrente, de acordo com o seu am-
não será necessária se a interrupção do circuito
pacities especificados em 310,15, menos que permitido ou
criaria um perigo, como por exemplo no tratamento de um material mag-
requerido em 240,4 (A) a (G).
circuito de rede ou circuito de bomba de incêndio. Curto-circuito
deve ser fornecida.
Nota informativa: Veja ICEA P-32-382-2007 para infor-
mações sobre permitidos curto-circuito para isolamento Nota informativa: Veja NFPA 20-2010, Standard para o
cobre e condutores de alumínio. Instalação de Bombas Estacionárias para proteção contra incêndio.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-89


240,5 ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE

(B) sobrecorrente Melhores 800 ampères ou menos. (5) 12 de cobre AWG. 20 ampères
A próxima classificação mais alta dispositivo padrão de sobrecorrente (acima
a capacidade de corrente dos condutores que estão sendo protegidos) serão (6) 10 AWG de alumínio e alumínio revestido de cobre.
, pode ser utilizado, desde que todas as seguintes condições: 25 ampères
ções são atendidas:
(1) Os condutores serem protegidos não fazem parte de um ramo (7) 10 Cobre AWG. 30 ampères
circuito de fornecimento de mais de um receptáculo para o cabo-
e plug-conectado cargas portáteis. (E) Toque Condutores. Condutores Tap será permitido
(2) A capacidade de corrente dos condutores não corresponde ser protegido contra sobreintensidades de acordo com o seguin-
com a amperagem padrão de um fusível ou um circuito guintes:
disjuntor sem ajustes de sobrecarga acima de sua viagem de ratos (1) 210,19 (A) (3) e (A) (4) Faixas, domésticos e Cozinheiro-
ing (mas que deve ser permitido ter outra viagem ou Eletrodomésticos ING e outras cargas
ajustes de avaliação). (2) 240,5 (B) (2) Fio de Fixação,
(3) Quanto maior o rating próximo padrão selecionado não ex- (3) 240,21 Location, em Circuito
CEED 800 ampères. (4) Redução 368,17 (B), em tamanhos de Ampacity Busway
(5) 368,17 (C) Alimentador, ou circuitos (torneiras via de ônibus)
(6) 430,53 (D), Taps único motor

(C) dispositivos de sobrecorrente Melhores mais de 800 Amperes.


Onde (F) Condutores secundário do transformador. Monofásica
o dispositivo de sobrecorrente é classificado mais de 800 amperes, o am- (Diferente de 2-fios) e multifásicas (excepto delta-delta,
pacidade dos condutores que protege deve ser igual ou 3 fios condutores) secundários do transformador não será conside-
maior do que a potência do dispositivo de sobrecorrente definido na rado para ser protegido pela protecção de sobrecorrente primário
240,6. dispositivo. Condutores fornecidos pelo lado secundário de um-único
transformador trifásico ter um 2 fios (de tensão única) secundário,
(D) Condutores pequenos. A menos que especificamente permitido ou uma de três fases, o delta-delta transformador conectado com um
240,4 (E) ou (G), a proteção de sobrecorrente não deve exceder 3-fios (de tensão única) secundária, devem ser autorizados a
que requerido por (D) (1) a (D) (7) depois de qualquer correcção coberta pela protecção de sobrecorrente fornecida no primário
factores para a temperatura ambiente e o número de condutores (Fornecimento) do transformador, desde que esta protecção é, em
foram aplicadas. acordo com 450,3 e não excede o valor de deter-
minado pela multiplicação da capacidade de corrente do condutor secundário
o secundário para primário relação de tensão do transformador.
(1) Cobre 18 AWG. 7 ampères, desde que todos follow-o
ing condições:
(1) Cargas contínuas não exceder 5,6 ampères.
(2) Protecção de sobrecorrente é fornecida por um dos seguin-
guintes: (G) proteção de sobrecorrente para condutor específico Ap-
um. Disjuntores de circuito derivado de-rated circuito listado e marcadocações. Proteção de sobrecorrente para o específico condu-
para utilização com um fio de cobre 18 AWG res será permitida a ser fornecida como referenciado na Tabela
b. Poder-circuito com classificação fusíveis listado e marcado para uso240,4 (G).
com fio de cobre 18 AWG
c. Classe CC, Classe J, ou fusíveis classe T
240,5 Protecção dos cabos flexíveis, cabos flexíveis, e
Fios de fixação. Cabo flexível e cabo flexível, incluindo
fios do cabo de ouropel e extensão cordas, e dispositivo de fixação deve ser
protegidos contra sobreintensidades por qualquer 240,5 (A) ou (B).
(2) Cobre 16 AWG. 10 ampères, desde que todos follow-o
ing condições:
(1) Cargas contínuas não exceder 8 amperes. (A) Ampacities. Cabo flexível e cabo flexível devem ser
(2) Protecção de sobrecorrente é fornecida por um dos seguin- protegido por um dispositivo de sobrecorrente de acordo com a sua
guintes: ampacity como especificado na Tabela 400,5 (A) (1) e Tabela
um. Disjuntores de circuito derivado de-rated circuito listados e 400,5 (A) (2). Fio de fixação devem ser protegidos contra sobrecorrente-
marcada para utilização com um fio de cobre 16 AWG alugar, de acordo com a sua capacidade de corrente, conforme especificado na
b. Poder-circuito com classificação fusíveis listado e marcado para usoTabela
com fio de cobre 16 AWG 402,5. Proteção de sobrecorrente Complementar, coberto de
c. Classe CC, Classe J, ou fusíveis classe T 240,10, será permitida a ser um meio aceitável para pro-
fornecendo essa proteção.

(B) dispositivo de sobrecorrente Poder Circuito. Cabo flexível


devem ser protegidos, onde fornecido por um circuito de ramo, em con-
(3) 14 Cobre AWG. 15 ampères
formidade com um dos métodos descritos em 240,5 (B) (1),
(B) (3) ou (B) (4). Fio de fixação devem ser protegidos, onde su-
(4) 12 AWG de alumínio e de cobre revestido de alumínio. manejado por um circuito de derivação, de acordo com 240,5 (B) (2).
15 ampères

70-90 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE 240,10

Tabela 240,4 (G) Aplicações Específicas Condutor (4) Campo montado conjuntos de cabos de extensão. Cabo flexível
usado em cabos de extensão feitas com listadas separadamente e
Condutor Artigo Seção componentes instalados serão autorizados a ser fornecido por uma
circuito de ramo, de acordo com o seguinte:
Ar-condicionado e 440, Partes III, 20-ampères circuitos - 16 AWG e maior
refrigeração VI
equipamento do circuito
condutores 240,6 padrão amperagem.
Circuito capacitor 460 460,8 (B) e
condutores 460,25 (A) - (D) (A) fusíveis e disjuntores de circuito fixo de viagens. O pa-
Controlar e 727 727,9 classificações dard ampères para fusíveis e circuito de tempo inverso
instrumentação disjuntores será considerada 15, 20, 25, 30, 35, 40, 45, 50,
condutores do circuito 60, 70, 80, 90, 100, 110, 125, 150, 175, 200, 225, 250, 300,
(Tipo ITC) 350, 400, 450, 500, 600, 700, 800, 1000, 1200, 1600, 2000,
Soldador elétrico 2500, 3000, 4000, 5000, e 6000 amperes. Adicional
630 630,12 e 630,32
condutores do circuito classificação padrão ampères para fusíveis deve ser de 1, 3, 6, 10, e
Sistema de alarme de incêndio
760 760,43, 760,45, 601. O uso de fusíveis e disjuntores de tempo inverso com
condutores do circuito
760,121, capítulo e classificações não padronizadas ampères devem ser permitidas.
9, Tabela 12 (A) e
12 (B)
Motor-operado 422, Parte II
(B) Breakers ajustável-viagem de Circuito. A classificação de
aparelho de circuito
condutores ajustável viagem disjuntores com meios externos para
Motor e ajustar a configuração atual (de longa data ajuste de partida), não
430, Partes III,
controle motor- IV, V, VI, VII
cumprir os requisitos de 240,6 (C), será a maxi-
condutores do circuito definição mãe possível.
Conversor da Fase 455 455,7
condutores de alimentação
Controle remoto, (C) de acesso restrito circuito de disparo ajustável Break-
725 725,43, 725,45, ers. Um disjuntor de circuito (s), que tem acesso restrito ao
de sinalização, e
725,121, capítulo e
potência limitada meios de regulação devem ser autorizados a ter um rat-ampères
9, Tabela 11 (A) e
condutores do circuito
11 (B)
ing (s) que é igual à configuração de corrente corrigida (de longo prazo
Empate secundário picape definição). O acesso restrito será definido como lo-
450 450,6
condutores cado por trás de uma das seguintes opções:
(1) capas removíveis e fechados sobre o ajuste significa
(2) gabinete Aparafusadas portas do equipamento
Portas (3) Bloqueadas acessíveis apenas a pessoal qualificado
(1) cabo de alimentação do aparelho listado ou luminária.
Onde cabo ou fio flexível ouropel é aprovado e utilizado para
com um aparelho específico listado ou luminária, será
-se protegido, quando aplicada dentro da apli-
240,8 fusíveis ou disjuntores em paralelo. Fusíveis e
dade ou requisitos de listagem de luminárias. Para efeitos do disposto
disjuntores serão permitidas para ser conectado em par-
Nesta seção, uma luminária pode ser portáteis ou perma-
Paralela onde são montados de fábrica em paralelo e listada
nente.
como uma unidade. Fusíveis individuais, disjuntores, ou combinações
do mesmo não deverão de outro modo ser ligada em paralelo.

(2) Fio de Fixação. Fio de fixação devem ser autorizados a


virado para o condutor de ramo de circuito de um circuito de derivação em 240,9 dispositivos térmicos. Relés térmicos e outros dispositivos
de acordo com o seguinte: não foi concebido para abrir curtos-circuitos ou falhas solo deve
(1) 20-ampères circuitos - 18 AWG, de até 15 m (50 pés) de Não pode ser utilizado para a protecção de condutores contra sobre-
executar comprimento corrente devido a curtos-circuitos ou falhas de terra, mas o uso de
(2) 20-ampères circuitos - 16 AWG, de até 30 m (100 pés) de tais dispositivos serão permitidas para proteger do motor ramo
executar comprimento condutores do circuito de sobrecarga se protegidos nos termos
(3) 20-ampères circuitos - 14 AWG e maior com 430,40.
(4) 30-ampères circuitos - 14 AWG e maior
(5) 40-ampères circuitos - 12 AWG e maior
(6) 50-ampères circuitos - 12 AWG e maior
240,10 Proteção de Sobrecorrente Suplementar. Onde
proteção de sobrecorrente complementar é usado para luminárias,
eletrodomésticos e outros equipamentos ou para circuitos internos e
componentes do equipamento, não deve ser utilizado como um substituto
para dispositivos necessários ramo de circuito de sobrecorrente ou no lugar de
(3) Extension Cord Define. Cabo flexível usada em determinadas ex- a proteção ramo-circuito necessário. Sobrecorrente-suplementar
conjuntos de cabos de tensão deve ser considerado para ser protegido quandodispositivos de aluguel não são obrigados a serem facilmente acessíveis.
aplicado dentro dos requisitos de listagem de extensão do cordão umbilical.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-91


240,12 ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE

240,12 Coordenação do Sistema Elétrico. Sempre que um ou- (3) 3-Fase e Fase 2-Systems. Para a linha-a-linha cargas
desligamento idosa é necessário para minimizar o risco (s) para em 4 fios, 3 fases sistemas ou 5-fios, duas fases de sistemas, em-
pessoal e equipamento, um sistema de coordenação baseado indivíduo disjuntores unipolares circuito nominal 120/240 volts CA
nas duas seguintes condições devem ser permitidas: com laços pega identificados serão permitidas como a protec-
(1) proteção contra curto-circuito Coordenado ção para cada condutor não aterrado, se os sistemas têm um
(2) Indicação de sobrecarga com base em sistemas de monitoramento ou aterrado ponto neutro e da tensão para a terra não
dispositivos exceder 120 volts.

Nota informativa: O sistema de controlo pode fazer com que o (4) 3-fios de corrente Circuitos. Único indivíduo-
condições de ir para alarme, permitindo que a ação corretiva ou um disjuntores de circuito de pólo nominal 125/250 volts CC com identificada
desligamento ordenado, minimizando risco pessoal laços alça será permitido como a proteção para cada
e danos ao equipamento. condutor não aterrado para a linha-a-linha para cargas conectadas
3 fios, de corrente contínua circuitos fornecidos a partir de um sistema com
240,13 Proteção de falta à terra do equipamento. -Terra um neutro à terra onde a tensão à terra não
proteção de falha de equipamento deve ser fornecido em con- exceder 125 volts.
acordo com as disposições de 230,95 para solidamente aterrado
Wye sistemas elétricos de mais de 150 volts para a terra, mas •
não superior a 600 volts fase-a-fase para cada indivíduo
dispositivo usado como um edifício ou estrutura principal de desligar II. Localização
Significa avaliado mil ampères ou mais.
As disposições desta seção não se aplica ao 240,21 Localização no Circuito. Proteção de sobrecorrente deve
meios de corte para o seguinte: ser fornecido em cada condutor do circuito não aterrado e deve
(1) contínuos dos processos industriais em que uma nonorderly shut- estar localizado no ponto em que os condutores de receber o seu
baixo irá introduzir riscos adicionais ou aumento fornecer excepto se especificado em 240,21 (A) a (H). Condu-
(2) As instalações em terra de proteção de fuga é fornecido res fornecidos ao abrigo do disposto 240,21 (A) a (H)
por outros requisitos para serviços ou alimentadores não fornecimento de outro condutor, exceto através de uma sobrecorrente-
(3) As bombas de incêndio alugar dispositivo de protecção cumprimento dos requisitos de 240,4.

(A) Ramo Circuitos Condutores. Poder-circuito con-tap


ductors satisfaçam os requisitos especificados em 210,19 deve
240,15 não aterrado Condutores. ser autorizados a ter proteção de sobrecorrente, conforme especificado no
210,20.
(A) dispositivo de sobrecorrente Obrigatório. Um fusível ou um-
sobrecorrente
unidade aluguel viagem de um disjuntor deve ser ligado em (B) As torneiras de alimentação. Condutores devem ser autorizados a ser
série com cada condutor não aterrado. Uma combinação de um explorado,
transformador de corrente e relé de sobrecorrente deve ser conside- sem proteção de sobrecorrente na torneira, para um alimentador como es-
rado equivalente a uma unidade de sobrecorrente. cados em 240,21 (B) (1) e (B) (5). As disposições da
240,4 (B) não será permitido para condutores de torneira.
Nota informativa: Para circuitos de motores, ver Partes III, IV, V,
e XI, do artigo 430. (1) Não Taps superior a 3 m (10 pés) de comprimento. Se o
comprimento do
condutores torneira não exceda 3 m (10 pés) e a torneira
(B) disjuntor como dispositivo de sobrecorrente. Break-circuito
condutores em conformidade com as seguintes características:
ERS deve abrir todos os condutores não aterrados do circuito tanto
(1) A capacidade de corrente dos condutores TAP é
manualmente e automaticamente, a menos que o previsto no
um. Não menos do que as cargas combinadas calculadas sobre o
240,15 (B) (1), (B) (2), (B) (3), e (B) (4).
circuitos fornecido pelos condutores de derivação, e
b. Não menos do que a classificação do dispositivo fornecido pela
(1) Circuito Poder multipolar. Único indivíduo pólos cir- os condutores TAP ou pelo menos a classificação do
disjuntores CUIT, com laços pega identificados, será permitida dispositivo de proteção contra sobrecorrente no término do
como a protecção de cada um dos condutores sem ligação à terra de multi- os condutores TAP.
fio circuitos que servem apenas de fase única linha-a- (2) Os condutores de torneira não se estendem além do switch-
cargas neutras. bordo, panelboard, meios de desconexão, ou de controle de-
vícios que fornecem.
(3) Excepto no ponto de ligação com o alimentador, a torneira
(2) Grounded monofásico de corrente alternada Cir- condutores são colocados em uma pista, que deve ex-
tos. Em sistemas aterrados, circuito de pólo único indivíduo tendem da torneira para o gabinete de um fechado
disjuntores nominal 120/240 Volts, com laços pega identificados, panelboard central, ou dispositivos de controle, ou para a
será permitido como a proteção para cada infundado de trás de um quadro aberto.
condutor para a linha-a-linha cargas ligadas para uma única fase
circuitos.

70-92 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE 240,21

(4) Para instalações de campo, se os condutores de sair da torneira (2) Os condutores de derivação não tem mais de 7,5 m (25 pés) de
gabinete ou abóbada em que a torneira é feita, a AMPAC- comprimento
dade dos condutores de derivação não é menos do que um décimo de horizontalmente, e não mais de 30 m (100 pés) de comprimento total.
a classificação do dispositivo de sobrecorrente proteger o (3) A capacidade de corrente dos condutores de derivação não é inferior a
condutores alimentadores. de um terço da classificação do dispositivo de protecção de sobrecorrente
dos condutores de alimentação.
(4) Os condutores de derivação terminar em um único disjuntor
Nota informativa: Para proteção de sobrecorrente exigem- ou um único conjunto de fusíveis que limitam a carga para o-AMPAC
mentos para Painéis, ver 408,36. dade dos condutores torneira. Este único sobrecorrente de-
Vice-Presidente serão autorizados a fornecer qualquer número de adi-
(2) Não Taps mais de 7,5 m (25 pés) de comprimento. Quando o nais sobrecorrente no seu lado de carga.
comprimento da (5) Os condutores de derivação são protegidas contra danos físicos
os condutores de derivação não exceder 7,5 m (25 pés) e a torneira ao ser inserido num canal adutor aprovado ou por outros
condutores de cumprir com todos os seguintes: aprovado meios.
(1) A capacidade de corrente dos condutores de derivação não é inferior a (6) Os condutores de torneira são contínuos de ponta-a-ponta e
de um terço da potência do dispositivo de sobrecorrente pró- não conter emendas.
protegendo os condutores de alimentação. (7) Os condutores são dimensionados torneira de cobre 6 AWG ou 4 AWG
(2) Os condutores de derivação terminar em um único disjuntor alumínio ou maior.
ou um único conjunto de fusíveis que limitam a carga para o-AMPAC (8) Os condutores de torneira não penetram paredes, pisos, ou
dade dos condutores torneira. Este dispositivo deve ser permitido tetos.
para fornecer qualquer número de dispositivos de sobrecorrente adicionais
(9) A torneira é feita não menos de 9 m (30 pés) a partir do piso.
no seu lado da carga.
(3) Os condutores de derivação são protegidas contra danos físicos
ao ser inserido num canal adutor aprovado ou por outros
aprovado meios.

(5) As torneiras externas de duração ilimitada. Onde o con-


ductors estão localizado no exterior de um edifício ou estrutura, ex-
(3) Torneiras fornecimento de um transformador [primário, Sec- conceito no ponto de terminação de carga, e cumprir com todos os
secundário não superior a 7,5 m (25 pés) de comprimento]. Onde a nas seguintes condições:
torneira de con- (1) Os condutores são protegidos de danos físicos nos
ductors fornecer um transformador e cumprir com todas as se- uma maneira aprovada.
tes condições: (2) Os condutores terminam numa única ou disjuntor
(1) Os condutores de abastecimento do primário de um transformador um único conjunto de fusíveis que limitam a capacidade de corrente de
ter uma capacidade de corrente de pelo menos um terço da classificação docarga para o
dispositivo de sobrecorrente proteger os condutores de alimentação. dos condutores. Este dispositivo de sobrecorrente único deve
(2) Os condutores fornecido pelo secundário do trans- ter a possibilidade de fornecer qualquer número de adicional sobre-
anterior terá uma capacidade de corrente que não é menor do que o dispositivos atuais em seu lado de carga.
valor da razão entre a tensão do primário para secundário de várias (3) O dispositivo de corrente excessiva para os condutores é um integral
manejado por um terço da classificação da sobrecorrente de- parte de um meio de desactivação ou ser localizado im-
vice-proteger os condutores de alimentação. mediatamente este adjacente.
(3) O comprimento total de um primário mais secundário con- (4) Os meios de corte para os condutores é instalado
ductor, excluindo-se qualquer porção do condutor primário num local facilmente acessível, em conformidade com um dos
que é protegido na sua capacidade de corrente, não é superior a 7,5 m (25 o seguinte:
ft).
(4) Os condutores primários e secundários estejam protegidos
de danos físicos ao ser incluído em um ap-
provou pista ou por outros meios aprovados.
(5) Os condutores secundários terminar em um único circuito um. No exterior de um edifício ou estrutura
disjuntor ou conjunto de fusíveis que limitam a corrente de carga para não b. Lá dentro, mais próximo do ponto de entrada dos condutores
mais do que a capacidade de corrente do condutor que é permitido pela c. Onde instalado de acordo com 230,6 mais próximo,
310,15. o ponto de entrada dos condutores

(C) Condutores secundário do transformador. Um conjunto de con-


ductors alimentando uma única carga, ou cada conjunto de condutores
alimentando cargas separadas, será permitida a ser ligado
para um secundário do transformador, sem proteção de sobrecorrente
(4) As torneiras mais de 7,5 m (25 pés) de comprimento. Quando o no secundário, tal como especificado em 240,21 (C) (1), através
alimentador está em (C) (6). As disposições de 240,4 (B) não será permitido
construção de fabricação de alta baía mais de 11 m (35 pés) de altura em para condutores secundários do transformador.
paredes ea instalação está em conformidade com todas as seguintes
condições:
(1) Condições de manutenção e supervisão assegurar que Nota informativa: Para proteção de sobrecorrente exigem-
Somente pessoas qualificadas e serviço dos sistemas. mentos para transformadores, consulte 450,3.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-93


240,21 ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE

(1) A proteção pelo dispositivo de sobrecorrente primário. Condu- (4) Os condutores secundários estão protegidos contra físico
res fornecidos pelo lado secundário de uma única fase de trans- danos ao ser incluído em uma pista aprovada ou
ex ter um 2 fios (de tensão única) secundária, ou um por outros meios aprovados.
trifásico, delta-delta transformador conectado com um
3-fios (de tensão única) secundária, devem ser autorizados a (4) Fora Condutores Secundário. Quando o condutor do
coberta pela protecção de sobrecorrente fornecida no primário tores estão localizados ao ar livre de um edifício ou estrutura, com excepção
(Fornecimento) do transformador, desde que esta protecção é, em no ponto de terminação de carga, e cumprir com todas as
acordo com 450,3 e não excede o valor de deter- seguintes condições:
minado pela multiplicação da capacidade de corrente do condutor secundário
(1) Os condutores são protegidos de danos físicos nos
o secundário para primário relação de tensão do transformador. uma maneira aprovada.
De fase única (para além de 2 fios) e multifásicas (outros (2) Os condutores terminam numa única ou disjuntor
que delta-delta, 3 fios) transformador condutores secundários um único conjunto de fusíveis que limitam a capacidade de corrente de
não são considerados para ser protegido pelo primário sobrecorrente- carga para o
alugar dispositivo de protecção. dos condutores. Este dispositivo de sobrecorrente único deve
ter a possibilidade de fornecer qualquer número de adicional sobre-
dispositivos atuais em seu lado de carga.
(3) O dispositivo de corrente excessiva para os condutores é um integral
(2) Não Condutores secundário do transformador de mais de 3 m parte de um meio de desactivação ou ser localizado im-
(10 pés) de comprimento. Se o comprimento do condutor secundário não mediatamente este adjacente.
superior a 3 m (10 pés) e está em conformidade com as seguintes (4) Os meios de corte para os condutores é instalado
características: num local facilmente acessível, em conformidade com um dos
(1) A capacidade de corrente dos condutores secundários é o seguinte:
um. Não menos do que as cargas combinadas calculadas sobre o
circuitos fornecido pelos condutores secundários, e
b. Não menos do que a classificação do dispositivo fornecido pela
os condutores secundários ou não menos do que a classificação
do dispositivo de sobrecorrente de protecção no-terminação um. No exterior de um edifício ou estrutura
ção dos condutores secundários b. Lá dentro, mais próximo do ponto de entrada dos condutores
(2) Os condutores secundários não se estendem para além do c. Onde instalado de acordo com 230,6 mais próximo,
telefonistas, panelboard, meios de desconexão, ou con- o ponto de entrada dos condutores
trole dispositivos que fornecem.
(3) Os condutores secundários são colocados em uma pista,
que decorrerá desde o transformador para o recinto- (5) Os condutores secundários de um Alimentador Batido
certeza de uma central fechada panelboard, ou controle Transformador. Condutores secundários do transformador instalado
dispositivos ou para a parte de trás de um quadro aberto. de acordo com 240,21 (B) (3) deve ser permitido ter
(4) Para instalações de campo, onde os condutores secundários proteção de sobrecorrente, conforme especificado na seção.
sair do recinto ou abóbada em que a oferta con-
conexão é feita, a classificação do dispositivo de sobrecorrente (6) Não Condutores secundários mais de 7,5 m (25 pés) de
proteger o primário do transformador, multiplicado por comprimento.
o primário, a proporção secundária do transformador de tensão Quando o comprimento do condutor secundário não exceda
não deve exceder 10 vezes ampacidade do segundo 7,5 m (25 pés) e está em conformidade com as seguintes características:
condutor de Ary. (1) Os condutores secundários devem ter uma capacidade de corrente que é
não menos do que o valor do primário para secundário volt-
proporção idade multiplicado por um terço da classificação da sobre-
dispositivo de protecção da corrente primária do transformador.
(2) Os condutores secundários terminar em um único circuito
disjuntor ou conjunto de fusíveis que limitam a corrente de carga para não
Nota informativa: Para proteção de sobrecorrente exigem- mais do que a capacidade de corrente do condutor que é permitido pela
mentos para Painéis, ver 408,36. 310,15.
(3) Os condutores secundários estão protegidos contra físico
(3) Os condutores instalação industrial secundário não danos ao ser incluído em uma pista aprovada ou
mais de 7,5 m (25 pés) de comprimento. Para instalações industriais, por outros meios aprovados.
em que o comprimento dos condutores secundários não ex-
ceed 7,5 m (25 pés) e está em conformidade com as seguintes características:
(1) Condições de manutenção e supervisão assegurar que
Somente pessoas qualificadas e serviço dos sistemas.
(D) Condutores de serviço. Condutores de serviços devem ser per-
(2) A capacidade de corrente dos condutores secundários não é menos
metidos à ser protegido por dispositivos de sobrecorrente de acordo
do que a classificação de corrente secundária do transformador,
com 230,91.
e a soma das classificações dos dispositivos de sobrecorrente faz
não exceda a capacidade de corrente dos condutores secundários.
(3) Todos os dispositivos de sobrecorrente são agrupadas. (E) Torneiras via de ônibus. Vias de ônibus e torneiras via de ônibus será
per-
metidos à ser protegido contra sobreintensidades de acordo
com 368,17.

70-94 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE 240,32

(F) Circuit Torneiras de motor. Motor-alimentador e ramo-circuito edifício gestão, supervisão do serviço de sobrecorrente de-
condutores devem ser autorizados a ser protegido contra o excesso de vícios e dispositivos de alimentação de sobrecorrente fornecem mais de um
corrente de acordo com 430,28 e 430,53, respectivamente. ocupação será autorizada a ser acessíveis apenas a autori-
AUTORIZADO gestão de pessoal no seguinte:
(1) Múltipla ocupação de edifícios
(G) Condutores de terminais do gerador. Condutores
(2) Os quartos ou suítes de hóspedes
de terminais do gerador que atendem o requisito de tamanho em
445,13 será permitida a ser protegido contra sobrecarga
pelo dispositivo de protecção de sobrecarga do gerador (es) requerido pela
445,12. (2) Dispositivos de derivação-de sobrecorrente. Onde elétrica
serviço e manutenção eléctrica são fornecidos pela
gestão de edifícios e onde estes estão sob con-
(H) Condutores de bateria. Proteção de sobrecorrente deve ser ous edifício gestão, supervisão da filial-circuito
permissão para ser instalado o mais próximo possível do stor- sobrecorrente fornecimento de quaisquer quartos ou hóspedes
etários terminais da bateria em um local não classificados. Insta- suites sem disposições permanentes para cozinhar deve ser
ção da proteção de sobrecorrente dentro de uma perigosos (clas- permissão para ser acessíveis apenas a gestão autorizada
cados) Local será também permitido. pessoal.

240,22 aterrado. Nenhum dispositivo de sobrecorrente deve


(C) não expostos a danos físicos. Sobrecorrente de-
ser ligados em série com qualquer condutor que é intencionalmente
vícios devem estar localizadas onde não será exposto a
terra, a menos que uma das duas seguintes condições:
danos físicos.
(1) O dispositivo de sobrecorrente abre todos os condutores do cir-
cuit, incluindo o condutor de terra, e é projetado
de modo que nenhum pólo pode operar de forma independente. Nota informativa: Veja 110,11, agentes se deteriorando.
(2) Quando exigido por 430,36 ou 430,37 para o motor sobre-
proteção da carga. (D) Não nos arredores de material facilmente Ignitible. Sobrecorrente-
dispositivos aluguer não deve situar-se na proximidade de facilmente
Material ignitible, tais como armários de roupas.

240,23 mudança no tamanho do condutor aterrado. Sempre que um


(E) Não Localizado em banheiros. Em unidades habitacionais, dormi-
alteração ocorre no tamanho do condutor sem ligação à terra, uma
tórios, os quartos ou suítes de hóspedes, dispositivos de sobrecorrente,
mudança semelhante será autorizado a ser feito no tamanho de
além de proteção de sobrecorrente suplementar, não deve
o condutor de terra.
estar localizada na casa de banho.

Localização 240,24 ou em instalações. (F) Não Localizado sobre Passos. Sobrecorrente não deve
ser localizado sobre degraus de uma escada.
(A) Acessibilidade. Dispositivos de sobrecorrente devem ser facilmente ac-
cessible e deve ser instalado de modo que o centro do punho
da alça de funcionamento do interruptor ou disjuntor,
quando está na sua posição mais elevada, não é mais do que 2,0 m (6 pés III. Caixas
7 polegadas) acima do pavimento ou plataforma de trabalho, a não ser que um
dos 240,30 Geral.
aplica-se:
(1) Para vias de ônibus, como previsto em 368,17 (C). (A) Proteção contra Dano Físico. Sobrecorrente de-
(2) Para proteção de sobrecorrente suplementar, conforme descrito vícios deve ser protegida de danos físicos por um dos
em 240,10. seguinte:
(3) No caso de dispositivos de sobrecorrente, como descrito em e 225,40 (1) Instalação em caixas, armários, caixas de recorte, ou
230,92. conjunto de equipamentos
(4) Para dispositivos de sobrecorrente adjacente a utilização equipar- (2) Montagem no tipo aberto, Painéis, quadros ou
mento que eles fornecem, o acesso será permitido ser placas de controle que estão em salas ou recintos livres de
por meio portáteis. umidade e facilmente ignitible material e são aces-
vel apenas a pessoal qualificado

(B) de ocupação. Cada ocupante deverá ter pronto acesso a


todos os dispositivos de sobrecorrente que protegem os condutores que (B) a alavanca de operação. A alavanca de operação de um circuito
fornecem disjuntor será permitido para ser acessível sem abrir
que a ocupação, a menos que de outro modo permitido em 240,24 (B) (1) uma porta ou tampa.
e (B) (2).
(1) Serviço e dispositivos de sobrecorrente do alimentador. Onde elec-
240,32 locais úmidos ou molhados. Cercas para sobrecorrente-
tric serviço e manutenção elétrica são fornecidos pelo dispositivos de aluguel em locais úmidos ou molhados devem cumprir
gestão do edifício e onde estes estão sob contínua 312,2.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-95


240,33 ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE

240,33 Posição Vertical. Cercas para sobrecorrente de- (D) Não há partes energizadas. Fusíveis ficha, Bases, e
vícios deve ser montada numa posição vertical, a menos que seja adaptadores não terá nenhuma exposto partes energizadas após fusíveis
demonstrou ser impraticável. Caixas de disjuntor será ou fusíveis e adaptadores foram instalados.
permitida a ser instalado horizontalmente, onde o disjuntor
está instalada de acordo com 240,81. Busway listados plug-in
unidades devem ser autorizados a ser montado em orientações corres- (E) Parafuso Shell. O shell de parafuso de um porta-fusível tipo plug-
correspondente à posição de montagem busway. deve ser ligada ao lado de carga do circuito.

240,51 Edison-Base de Fusíveis.


IV. Desligar e Guarda
(A) Classificação. Fusíveis plugue do tipo Edison-base devem
ser classificado em não mais de 125 volts e 30 amperes e abaixo.
240,40 meio de desactivação Fusíveis. Fusíveis de cartuchos
em circuitos de qualquer tensão, onde acessíveis a excepção
pessoas qualificadas, e todos os fusíveis nos circuitos de mais de 150 volts (B) Apenas substituição. Fusíveis plugue do tipo Edison-base
para deve ser usado apenas para substituições em instalações existentes
do chão, deverá ser fornecido com um meio de desactivação de onde não há nenhuma evidência de overfusing ou adulteração.
o seu lado de abastecimento, de modo que cada circuito que contém os
fusíveis podem ser
independentemente desligado da fonte de alimentação. A 240,52 Edison-Base Bases. Bases da
limitador de corrente dispositivo sem um meio de desactivação deve Edison-base tipo deve ser instalado apenas onde eles estão
ser permitido no lado da oferta do serviço de desconectar feito para aceitar fusíveis Tipo S através da utilização de adaptadores.
significa, conforme permitido por 230,82. Um único desconectar
meios devem ser permitidos no lado da oferta de mais de
um conjunto de fusíveis conforme permitido pela 430,112 Exceção, para Fusíveis Tipo S 240,53. Fusíveis do tipo S deve ser do plugue
operação do grupo de motores e 424,22 (C) para eléctrico fixo tipo e deve cumprir com 240,53 (A) e (B).
espaço-aquecimento do equipamento.
(A) Classificação. Fusíveis do tipo S será classificado não
240,41 ou Arco repente partes móveis. Faíscas ou sud- mais de 125 volts e de 0 a 15 ampères, 16 a 20 ampères, e
partes Denly móveis devem cumprir 240,41 (A) e (B). 21-30 amperes.

(A) Localização. Fusíveis e disjuntores deve ser localizado (B) Noninterchangeable. Fusíveis do tipo S de uma ampères clas-
ou blindado, de modo que as pessoas não irão ser queimados ou de outro cação, conforme especificado no 240,53 (A) não deve ser inter-
modo mutável com uma classificação inferior ampères. Devem
ferido pelo seu funcionamento. ser concebido de modo que eles não podem ser utilizados em qualquer
FUSEHOLDER
(B) De repente partes móveis. Puxadores ou alavancas de circuito diferente de um porta-fusíveis Tipo S, ou um porta-fusíveis com o Tipo
disjuntores e peças similares que podem mover-se repentinamente de tal S adaptador inserido.
de modo que as pessoas na vizinhança são susceptíveis de ser ferido por
ser atingido por eles, deve ser guardado ou isolados.
Fusíveis 240,54 Tipo S, adaptadores e Bases.

Fusíveis plug V., Bases, e Adaptadores (A) Para Fit Edison-Base Bases. Adaptadores do tipo S
deve caber Edison de base Bases.
240,50 Geral.
(B) Para Fit Fusíveis Tipo S Only. Bases tipo S e
(A) Tensão máxima. Fusíveis plugue deve ser permitido adaptadores devem ser concebidos de modo que tanto o porta-fusível que-
ser utilizados nos circuitos seguintes: eu ou o porta-fusível com adaptador Tipo S inserido não pode
(1) não superior a 125 volts Circuits entre condutores ser utilizado para qualquer outro fusível de um fusível Tipo S.
(2) Circuitos fornecida por um sistema que tem um aterrada neu-
tral ponto em que a tensão linha-a-neutro não
exceder 150 volts (C) não removível. Adaptadores do tipo S deve ser concebido de forma
que, uma vez inserido num porta-fusíveis, eles não podem ser removidos.

(B) Marcação. Cada fusível, porta-fusíveis, e adaptador será (D) Nontamperable. Fusíveis do tipo S, Bases, e adaptar-
marcado com sua amperagem. ERS deve ser concebido de modo que adulteração ou manobras (bridg-
ing) seria difícil.
(C) Configuração Hexagonal. Fusíveis plugue de 15 ampères
e avaliação mais baixa deve ser identificado por um hexagonal confi- (E) intercambialidade. Dimensões de fusíveis Tipo S, fusível
ração da janela, boné, ou parte proeminente outros dis- suportes e adaptadores devem ser normalizados para permitir a inter-
tinguish-los de fusíveis de classificações mais elevadas ampères. mutabilidade independentemente do fabricante.

70-96 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE 240,85

VI. Fusíveis de cartucho e Bases 240,82 Nontamperable. Um disjuntor devem ser de


concepção de que qualquer alteração do seu ponto de disparo (calibração) ou
240,60 Geral. o tempo necessário para a sua operação requer a desmontagem da
ou o dispositivo de quebra de um selo para que não seja pretendida
(A) Tensão máxima - Tipo de 300 volts. Fusíveis de cartuchos ajustes.
Bases e do tipo de 300 volts será permitido
ser utilizados nos circuitos seguintes:
(1) não superior a 300 volts Circuits entre condutores Marcação 240,83.
(2) monofásica linha-neutro circuitos fornecido a partir de um
3-fase, 4 fios, solidamente fundamentada fonte neutra, onde (A) durável e visível. Disjuntores devem ser marcados
a tensão linha-a-neutro não exceda 300 volts com a sua amperagem de uma maneira que vai ser durável
e visível após a instalação. Essa marcação deve ser permitir-
ted a tornar-se visível através da remoção de uma guarnição ou da tampa.
(B) Noninterchangeable - 0-6000-ampères Cartucho
Bases. Bases devem ser concebidos de modo que ele vai
(B) Localização. Disjuntores avaliado em 100 ampères ou menos
ser difícil de colocar um fusível de qualquer classe dado em um porta-fusível
que foi concebido para uma corrente mais baixa, tensão ou superior, do quee 600 volts ou menos terá a amperagem moldados,
o da classe a que pertence o fusível. Bases para carimbado, gravado ou marcado de forma semelhante em suas alças ou
áreas escudo.
limitador de corrente fusíveis não devem permitir a inserção de fusíveis
que não são limitadora de corrente.
(C) A interrupção Rating. Cada interruptor de circuito tendo um
interromper outra avaliação que 5000 ampères terá sua
(C) Marcação. Os fusíveis devem ser claramente marcadas, seja por Avaliação interrompendo mostrado no disjuntor. A inter-
imprimir na barril fusível ou por um rótulo anexado ao rupting classificação não é obrigado a ser marcado no circuito
barril mostrando o seguinte: disjuntores usados para complementar de protecção.
(1) Classificação ampères
(2) Avaliação da tensão
(3) A interrupção classificação Quando diferente de 10 mil ampères (D) usados como interruptores. Disjuntores utilizados como interruptores
(4) limitação de corrente quando aplicável em
(5) O nome ou marca do fabricante 120 volts e 277 volts circuitos de iluminação fluorescente deve ser
listados e devem ser marcados SWD ou HID. Disjuntores
usados como interruptores de descarga de alta intensidade de iluminação cir-
tos devem ser listados e deve ser marcado como HID.
A classificação de interrupção não será exigida a ser marcado
em fusíveis usados para complementar de protecção. (E) Tensão Marcação. Disjuntores devem ser marcados
com uma tensão nominal não inferior ao nominal do sistema volt-
(D) Fusíveis Renováveis. Classe H fusíveis cartucho da re- idade que é indicativa da sua capacidade para interromper a falhas
tipo renovável será permitido para ser usado apenas para substituir- correntes de fase entre as fases ou para o solo.
mento em instalações existentes, quando não há nenhuma evidência de
overfusing ou adulteração.
240,85 Aplicações. Um disjuntor com um straight-volt
classificação etária, como 240V ou 480V, será permitida a ser
240,61 Classificação. Fusíveis de cartucho e Bases aplicada num circuito em que a tensão nominal entre
devem ser classificados de acordo com a voltagem e amperagem quaisquer dois condutores não exceda o circuito disjuntor
intervalos. Fusíveis nominal 600 volts, nominais, ou menos devem ser tensão nominal. A dois pólos disjuntor não deve ser usado
, pode ser utilizado para a voltagem na ou abaixo das suas avaliações. para proteger uma de 3 fases, canto-terra delta circuito não-
menos o disjuntor é marcado 1φ-3φ para indicar tais
adequação.
Um disjuntor com uma classificação de barra, como 120/240V
VII. Disjuntores ou 480Y/277, será permitida a ser aplicado em uma solidamente
circuito aterrado onde a tensão nominal de qualquer condu-
240,80 método de operação. Disjuntores será tor para o solo não exceda o menor dos dois valores
viagem gratuita e capaz de ser fechada e aberta pelo manual de tensão nominal do disjuntor eo nominal volt-
operação. Seu modo normal de funcionamento, por outro que idade entre quaisquer dois condutores não exceda o maior
meios manuais, tais como a eléctrica ou pneumática, é valor da tensão nominal do disjuntor.
permitida se meios para a operação manual também são fornecidos.

Indicando 240,81. Disjuntores devem indicar claramente


se eles estão em aberto "off" ou posição fechada "sobre". Nota informativa: aplicação adequada de caixa moldada cir-
Onde alças de disjuntores são operadas verticalmente cuit disjuntores em 3 fases de sistemas, excepto solidamente
em vez de rotação ou horizontal, a posição "em cima" do estrela aterrada, particularmente no canto aterrado delta sis-
a alça deve ser a posição "on". tems, considera-pólo os disjuntores individual dos
interromper capacidade.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-97


240,86 ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE

240,86 Ratings Series. Quando um disjuntor é utilizado em VIII. Supervisionadas Instalações Industriais
um circuito que tem uma corrente de falha disponível superior aos
marcado classificação interrompendo por estar ligado com a carga 240,90 Geral. Proteção de sobrecorrente em áreas de super-
lateral de um dispositivo de sobrecorrente aceitável de protecção tendo um supervisionado instalações industriais devem cumprir com todas as
classificação mais alta, o disjuntor deve atender as exigên- outras disposições aplicáveis do presente artigo, excepto como pró-
mentos referidos em (A) ou (B) e (C). vided na parte VIII. As disposições da Parte VIII será
permitida apenas para aplicar a essas porções da eléctrico
sistema na instalação industrial usada supervisionado exclu-
(A) selecionada em Supervisão Engenharia em Existente exclusivamente para as atividades de controle de fabricação ou processo.
Instalações. A série de dispositivos de combinação devem ser avaliados
selecionados por um engenheiro licenciado profissionais envolvidos pri-
Marily no projeto ou na manutenção da instalação elétrica,
240,91 Proteção de condutores. Condutores devem ser
ções. A seleção deve ser documentado e carimbado pelo
protegidos em conformidade com 240,91 (A) ou (B).
o engenheiro profissional. Esta documentação deve ser
disponível para aqueles autorizados para projetar, instalar, inspecionar,
manter e operar o sistema. Esta combinação série (A) Geral. Condutores devem ser protegidos de acordo
Avaliação, incluindo a identificação do dispositivo a montante, deve com 240,4.
ser marcado no campo de equipamento de uso final.
Para aplicações calculados, o engenheiro deve garantir (B) Dispositivos Melhores Mais de 800 Amperes. Onde a sobre-
que o disjuntor a jusante (s) que são parte do dispositivo atual é classificado mais de 800 amperes, a capacidade de corrente
combinação série permanecer passiva durante a interrupção de
período do lado da linha completamente avaliado, limitador de corrente do os condutores que protege deve ser igual a ou maior do que
dispositivo. 95 por cento da taxa do dispositivo de sobrecorrente especificado
em 240,6 de acordo com (B) (1) e (2).
(1) Os condutores são protegidas dentro do tempo reconhecido
vs limites atuais de curto-circuito
(B) Testado Combinações. A combinação da linha do lado
(2) Todos os equipamentos em que os condutores é encerrar
dispositivo de sobrecorrente e do lado da carga do disjuntor de circuito (s) é
listado e marcado para a aplicação
testada
e indicada no equipamento de uso final, tais como switch-
placas e Painéis.
240,92 Localização no Circuito. Um dispositivo de sobrecorrente deve
Nota Informativa a (A) e (B): Veja 110,22 para marcação de
ser conectado em cada condutor do circuito não aterrado como re-
combinação sistemas da série.
cariz 240,92 (A) a (E).
(C) Contribuição Motor. Classificação da série não devem ser utilizados
onde (A) Alimentador e Branch Circuitos Condutores. Alimentador e
(1) Os motores são ligados no lado da carga do-maior ramo de circuito-condutores devem ser protegidos no ponto do
classificado dispositivo de sobrecorrente e, do lado da linha do condutores de receber a sua oferta conforme permitido em 240,21 ou como
menor notação dispositivo de sobrecorrente e de outro modo permitido em 240,92 (B), (C), (D) ou (E).
(2) A soma das plena carga do motor correntes superior a 1 por
cento da classificação interrompendo do circuito inferior nominal (B) As torneiras de alimentação. Para torneiras de alimentação
disjuntor. especificadas em 240,21 (B) (2),
(B) (3), e (B) (4), os condutores de derivação deve ser permitido ser
dimensionados de acordo com a Tabela 240,92 (B).
240,87 Noninstantaneous viagem. Sempre que um disjuntor está (C) Condutores secundário do transformador de Separadamente
utilizadas sem uma viagem instantânea, a documentação deverá ser Derivado Systems. Condutores devem ser autorizados a con-
disponível para aqueles autorizados para projetar, instalar, operar, ou em conectado a um secundário do transformador de um derivado separado sis-
spect instalação como para o local do interruptor de circuito (s). ma, sem proteção de sobrecorrente na conexão, onde
Quando um disjuntor é utilizado sem um instantâ- as condições de 240,92 (C) (1), (C) (2), e (C) (3) sejam satisfeitas.
viagem nea, um dos seguintes ou equivalente aprovado
meios devem ser fornecidos:
(1) Proteção curto-circuito e fuga à terra. O con-
(1) Zona seletivo de bloqueio
ductors deve ser protegida contra curto-circuito e fuga à terra
(2) afinação diferencial
condições de cumprir uma das seguintes condições:
(3) Energia de redução de comutação de manutenção com local de sta-
(1) O comprimento dos condutores secundários não ex-
tus indicador
ceed 30 m (100 pés) e o primário do transformador de sobre-
dispositivo atual tem uma classificação ou definição que não exceda
150 por cento do valor determinado pela multiplicação da
ampacidade condutor secundário pelo secundário-a-
Nota informativa: Uma chave de manutenção de redução de energia
relação de tensão primária do transformador.
permite que um trabalhador para definir um circuito da unidade de trip do
(2) Os condutores são protegidos por um relé diferencial
disjuntor para "não inten-
cional de atraso "para reduzir o tempo de eliminação, enquanto que o com uma configuração de desengate igual ou menor do que o condutor
trabalhador é ampacidade.
trabalhando dentro de um limite de arco, conforme definido no
NFPA 70E-2009, Padrão para segurança elétrica no Trabalho
lugar, e, em seguida, para definir a unidade viagem de volta para um ajuste
normal
após o trabalho potencialmente perigoso está completa.
70-98 Código Elétrico Nacional Edição 2011
ARTIGO 240 - PROTEÇÃO SOBRECORRENTE 240,92

Tabela 240,92 (B) Condutor Toque de curto-circuito (2) proteção contra sobrecarga. Os condutores devem ser pro-
Ratings. protegidas contra condições de sobrecarga, cumprindo
um dos seguintes:
Tap condutores são considerados a ser protegido sob
condições de curto-circuito quando a temperatura de curto-circuito (1) Os condutores terminar em um único dispositivo de sobrecorrente
limite não é excedido. Aquecimento do condutor em curto-circuito que vai limitar a carga para a capacidade de corrente do condutor.
condições é determinada por (1) ou (2):
(2) A soma dos dispositivos de sobrecorrente no condutor
(1) Curto-Circuito Fórmula para condutores de cobre terminação limita a carga para a capacidade de corrente do condutor.
Os dispositivos de sobrecorrente é composta por não mais do que
(I2/A2) t = 0,0297 log10 [(T2 + 234) / (T1 + 234)] seis disjuntores ou conjuntos de fusíveis, montados em um único
invólucro, em um grupo de caixas separadas, ou dentro ou sobre
(2) Curto-Circuito Fórmula para condutores de alumínio uma central telefónica. Não haverá mais de seis sobre-
dispositivos atuais agrupados em qualquer local.
(I2/A2) t = 0,0125 log10 [(T2 + 228) / (T1 + 228)] (3) está ligado a retransmissão de sobrecorrente [com uma corrente trans-
antigo (s), se necessário] para detectar todos os con-secundário
em que: corrente ductor e limitar a carga para o condutor am-
pacidade abrindo dispositivos a montante ou a jusante.
Eu= Corrente de curto-circuito em amperes

A= Área do condutor em mils circulares


(4) Os condutores devem ser considerados como protegidos se cal-
t= Tempo de curto-circuito em segundos (por vezes menos do que ou igual culations, feitos sob a supervisão de engenharia, deter-
de 10 segundos) mina que os dispositivos de sobrecorrente sistema irá proteger
os condutores de condições de sobrecarga.
T1 = temperatura do condutor inicial em graus Celsius.

T2 = temperatura do condutor final em graus Celsius. (3) Proteção Física. Os condutores secundários são pro-
detectado contra danos físicos ao ser incluído em um ap-
Condutor de cobre com papel, borracha, isolamento pano envernizado,
provou pista ou por outros meios aprovados.
T2 = 200

Condutor de cobre com isolamento termoplástico, T2 = 150


(D) Fora Torneiras alimentador. Condutores exteriores devem ser per-
metidos à ser aproveitado para um alimentador ou a ser ligado a um trans-
Condutor de cobre com isolação reticulada, de polietileno, T2
= 250 ex-secundário, sem proteção de sobrecorrente na torneira ou
conexão, onde todas as seguintes condições forem atendidas:
Condutor de cobre com isolamento de borracha etileno propileno, T2
= 250
(1) Os condutores são protegidos de danos físicos nos
uma maneira aprovada.
Condutor de alumínio com papel, borracha, pano envernizado
isolamento, T2 = 200 (2) A soma dos dispositivos de sobrecorrente no condutor
terminação limita a carga para a capacidade de corrente do condutor.
Condutor de alumínio com isolamento termoplástico, T2 = 150 Os dispositivos de sobrecorrente é composta por não mais do que
seis disjuntores ou conjuntos de fusíveis montado num único
Condutores de alumínio com isolação reticulada, de polietileno, invólucro, em um grupo de caixas separadas, ou dentro ou sobre
T2 = 250 uma central telefónica. Não haverá mais de seis sobre-
dispositivos atuais agrupados em qualquer local.
Condutor de alumínio com isolamento de borracha etileno propileno, (3) Os condutores de derivação estão instalados no exterior de um edifício
T2 = 250 ou estrutura, excepto no ponto de terminação de carga.
(4) O dispositivo de corrente excessiva para os condutores é um integral
parte de um meio de desactivação ou ser localizado im-
mediatamente este adjacente.
(5) Os meios de corte para os condutores são in-
Nota informativa: Um relé diferencial está ligado ao ser
parado num local facilmente acessível, cumprindo
sensível apenas a correntes de curto-circuito ou de falha no interior da
zona protegida e é normalmente ajustado muito mais baixa do que a
um dos seguintes:
ampacidade condutor. O relé diferencial está ligada a
dispositivos de viagem de proteção que desenergizar o con-protegida
ductors se uma condição de curto-circuito ocorre.
(3) Os condutores devem ser considerados como protegidos se
cálculos, feitos sob a supervisão de engenharia, de- um. No exterior de um edifício ou estrutura
Termine de que os dispositivos de sobrecorrente do sistema irá proteger b. Lá dentro, mais próximo do ponto de entrada dos condutores
dos condutores dentro do tempo limite de corrente vs reconhecido c. Onde instalado de acordo com 230,6 mais próximo,
para todas as condições de curto-circuito e fuga à terra. o ponto de entrada dos condutores

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-99


240,100 ARTIGO 250 - aterramento e soldadura

(E) A proteção pelo dispositivo de sobrecorrente primário. Con- 240,101 Requisitos adicionais para alimentadores.
ductors fornecidos pelo lado secundário do transformador
será permitida a ser protegido por proteção de sobrecorrente (A) Avaliação ou Configuração de proteção contra sobrecorrente De-
proporcionada no lado (fornecimento) primário do transformador, vícios. A amperagem contínua de um fusível não deve
desde que o dispositivo primário tempo-corrente de proteção char- superior a três vezes a capacidade de corrente dos condutores. O
rística, multiplicada pelo número máximo de eficácia primário-a- longo tempo de configuração elemento viagem de um disjuntor ou o mínimo
relação de tensão secundário do transformador, protege eficazmente o configuração de viagem de um fusível eletronicamente acionado não deve ex-
condutores secundários. Ceed seis vezes a capacidade de corrente do condutor. Para fogo
bombas, condutores devem ser autorizados a ser protegido para
sobrecorrente de acordo com 695,4 (B) (2).

IX. Proteção de Sobrecorrente Mais de 600 Volts, Nominal


(B) As torneiras de alimentação. Condutores roscados para um alimentador
240,100 circuitos com ramificações. será
permitida a ser protegida pelo dispositivo de sobrecorrente do alimentador
(A) Localização e tipo de proteção. Alimentador e ramo onde esse dispositivo de sobrecorrente também protege o condutor da torneira.
condutores do circuito terá proteção de sobrecorrente em cada
sem ligação à terra do condutor localizado no ponto em que a con-
ductor recebe o seu fornecimento ou a um local alternativo no
circuito quando concebidos sob a supervisão de engenharia que
inclui, mas não está limitado a, considerando o apropriado
estudos de falhas e tempo atual de análise de coordenação do ARTIGO 250
dispositivos de protecção e as curvas de danos condutor. O Aterramento e união
proteção de sobrecorrente deve ser permitida a ser fornecida por
ou 240,100 (A) (1) ou (A) (2).
I. Geral

250,1 Scope. Este artigo abrange os requisitos gerais para


(1) relés de sobrecorrente e transformadores de corrente. Cir- aterramento ea ligação das instalações elétricas, e
disjuntores CUIT usado para a proteção de sobrecorrente de 3 fases requisitos específicos (1) a (6).
circuitos devem ter um mínimo de três relé de sobrecorrente (1) Sistemas, circuitos e equipamentos necessários, admitidos,
elementos operados a partir de três transformadores de corrente. O ou não autorizado a ser aterrado
Os elementos de sobrecorrente separados relé de proteção (ou fun- (2) condutor Circuito a ser fundamentada em sistemas aterrados
ções) serão autorizados a fazer parte de um único eletrônico (3) Local de conexões de aterramento
unidade de relé de proteção. (4) tipos e tamanhos de condutores de aterramento e união
Em 3 fases, 3 fios circuitos, um relé de sobrecorrente elemen- e eletrodos
mento residual no circuito dos transformadores de corrente deve (5) Os métodos de aterramento e união
ter a possibilidade de substituir um dos elementos do relé de fase. (6) As condições em que os guardas, o isolamento, o isolamento ou
Um elemento do relé de sobrecorrente, operado a partir de uma corrente pode ser substituído por ligação à terra
transformador que liga todas as fases de uma fase de 3, 3-fio cir-
cuit, será permitida a substituição do elemento do relé residual
e um dos transformadores de fase-condutoras de corrente.
Quando o condutor neutro não é regrounded sobre a carga
lado do circuito, conforme permitido em 250,184 (B), a corrente
transformador será permitido vincular toda a fase 3-condu- Nota informativa: Ver Figura 250,1 para obter informações sobre
res eo condutor do circuito aterrado (neutro). a organização do artigo de ligação à terra de cobertura 250 e
requisitos de ligação.

250,2 Definições.

(2) Fusíveis. Um fusível deve ser ligado em série com cada Jumper de ligação, do lado da oferta. Um condutor instalado no
infundado condutor. do lado da oferta de um serviço ou dentro de um equipamento de serviço
caixa (s), ou por um sistema separado, que en-
(B) dispositivos de protecção. O dispositivo de protecção (s) será mede a condutividade eléctrica requerida entre o metal
capaz de detectar e interromper todos os valores de corrente peças necessárias para ser ligado electricamente.
que podem ocorrer na sua localização superior à sua viagem de fixação de
ou ponto de fusão.

Caminho de falta à terra eficaz atual. Um intencionalmente
construído, caminho de baixa impedância eletricamente condutivo de-
(C) A protecção do condutor. O tempo de funcionamento da pró- assinado e destinado a transportar corrente sob a terra culpa-con-
dispositivo protetora, a corrente de curto-circuito disponível, eo ções do ponto de uma falta à terra em um sistema de fiação para
condutor usado deve ser coordenada para evitar danos ou a fonte de alimentação eléctrica e que facilita a operação de
temperaturas perigosas em condutores ou condutores insula- o dispositivo de proteção contra sobrecorrente ou de falta à terra detectores em
ção sob condições de curto-circuito. alta impedância sistemas aterrados.

70-100 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 250 - aterramento e soldadura 250,4

(A) Fundamentada Systems.


Part I Geral
(1) O aterramento do sistema elétrico. Sistemas elétricos que
são aterrados deve ser ligado à terra de uma maneira que
vai limitar a tensão imposta por um raio, linha surtos, ou
Parte II Sistema contato acidental com maior tensão linhas e que vai
encalhe
estabilizar a tensão à terra durante a operação normal.
Parte VIII Direct-corrente
sistemas Nota informativa: Uma consideração importante para limite
Parte X Aterramento ção a tensão imposta é o roteamento das ligações e
sistemas e circuitos de ligação à terra os condutores de eléctrodos de modo que eles não são
1 kV e mais (alta tensão) nenhuma
mais do que o necessário para completar a ligação sem
perturbando as partes permanentes da instalação e assim
Parte III eletrodo de aterramento que curvas desnecessárias e loops são evitados.
sistema e aterramento Parte V Bonding (2) O aterramento de equipamentos elétricos. Normalmente não-
condutor do eletrodo
condutores de corrente elétrica que encerram materiais condutores
condutores ou equipamentos, ou que fazem parte de tais equipa-
Parte IV Caixa, mento, deve ser ligada à terra, de modo a limitar a tensão
pista e serviço para fundamentar esses materiais.
aterramento do cabo

Parte VI Equipamento
(3) A ligação de equipamentos elétricos. Normalmente não-
aterramento e equipamentos condutores de corrente elétrica que encerram materiais condutores
condutores de terra condutores ou equipamentos, ou que fazem parte de tais equipa-
mento, devem ser ligados entre si e ao eléctrico sup-
ply fonte de uma maneira que cria um eficaz no solo
Métodos Parte VII caminho da corrente de falta.
aterramento do equipamento

(4) Colagem de materiais condutores de electricidade e


Parte IX Instruments, Equipamento. Normalmente não de transporte de corrente eléctrica,
metros, e relés camente materiais condutores que tendem a se tornar ener-
gized devem ser ligados entre si e ao eléctrico sup-
ply fonte de uma maneira que cria um eficaz no solo
Figura 250,1 aterramento e ligação elétrica. caminho da corrente de falta.
Falha de Terra-caminho atual. Um condutor eléctrico
caminho do ponto de uma falha de terra de um sistema de fiação (5) Caminho de falta à terra eficaz atual. Elétrica equipa-
através normalmente não condutoras condutores, dotar- mento e fiação e material eletricamente condutivo
mento, ou da terra para a fonte de alimentação eléctrica. susceptíveis de se tornarem energizado devem ser instalados de forma a
cria um circuito de baixa impedância facilitar a operação de
Nota informativa: Exemplos de falta à terra atual o dispositivo de sobrecorrente ou detector de terreno para alta impedância
caminhos podem consistir em qualquer combinação de equipamento aterrado sistemas. Deve ser capaz de com segurança carregando o
condutores de terra, bandejas, canaletas, metálico de cabo corrente de falta à terra máxima susceptível de ser imposta a partir de
bainhas, equipamentos elétricos e qualquer outro eletricamente qualquer ponto do sistema de fiação, onde uma falha de terra pode
material condutor, tal como água de metal e canalizações de gás, ocorrem com a fonte de alimentação eléctrica. A terra não deve ser
membros de aço de enquadramento, malha de estuque, condutas de metal, considerada como um caminho de falta à terra eficaz atual.
controlar-
aço forçando, escudos de cabos de comunicações, ea
própria terra.
250,3 Aplicação de outros artigos. Para outros artigos (B) não aterrado Systems.
aplicar a casos particulares de instalação de condutores
(1) aterramento do equipamento elétrico. Não-atual-
e requisitos de equipamento de ligação à terra, e de ligação são
transporte de materiais condutores encerram elétrica con-
identificado na Tabela 250,3 que são, além de, ou modifi-
ductors ou equipamentos, ou que fazem parte de tais equipa-
cátions de, aqueles deste artigo.
mento, deve ser ligado à terra de uma forma que vai
limitar a tensão imposta por um raio ou não intencional
contacto com as linhas de tensão superior, e para limitar a tensão
250,4 Requisitos Gerais para Aterramento e-Bond
terreno sobre estes materiais.
ing. Os seguintes requisitos gerais identificar o que
aterramento e ligação de sistemas elétricos são necessários para
realizar. Os métodos prescritivos contidos no artigo
250.o serão seguidos para cumprir o desempenho de re- (2) A ligação de equipamentos elétricos. Não de transporte de corrente
sitos desta seção. materiais condutores envolvendo condutores elétricos ou equipar-
mento, ou que fazem parte de tais equipamentos, deve ser conectado

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-101


250,4 ARTIGO 250 - aterramento e soldadura

Aterramento tabela 250,3 adicionais e requisitos de ligação

Condutor / Equipamento Artigo Seção

Edifícios agrícolas 547,9 e 547,10


Processamento de sinais de áudio, de amplificação, e 640,7
equipamento de reprodução
Circuitos 210,5, 210,6, 406,3
Cablebus 370,9
Bandejas de cabo 392 392,60
Capacitores 460,10, 460,27
Circuitos e as estruturas em menos de 50 720
volts
Circuitos de comunicação
800
Comunidade televisão de antena e de distribuição de rádio
820,93, 820,100, 820,103
sistemas
Condutores para cablagem geral
Gruas e guindastes 310
Acionados eletricamente ou controlados máquinas de irrigação 610
Sinais elétricos e de iluminação esboço 675,11 (C), 675,12, 675,13, 675,14, 675,15
Células eletrolíticas 600
Elevadores, dumbwaiters, escadas rolantes, esteiras rolantes, 668
elevadores para cadeiras de rodas, e teleféricos escada 620
Equipamentos de aquecimento fixo elétrico para gasodutos e
vasos 427,29, 427,48
Degelo exterior fixo elétrica e derretimento da neve-
equipamento 426,27
Cabos flexíveis e cabos flexíveis
Edifícios flutuantes 400,22, 400,23
Aterramento recipientes, adaptadores, cabo 553,8, 553,10, 553,11
conectores e plugues de fixação 406,9
Perigosos (classificados)
Instalações de atendimento médico
500-517
Indução e equipamento de aquecimento dielétrico
517
Máquinas industriais
665
Equipamentos de tecnologia da informação
670
Sistemas intrinsecamente seguros
Luminárias e equipamentos de iluminação 645,15
Luminárias, casquilhos e lâmpadas 504,50
Marinas e estaleiros 410,40, 410,42, 410,46, 410,155 (B)
Casas móveis e parque casa móvel 410
Cinema e estúdios de televisão e similares 555,15
locais 550
Motores, circuitos de motores e controladores 530,20, 530,64 (B)
Corpos naturais e artificialmente feito de água
Outlet, dispositivo, puxar, e caixas de junção; canal 430
corpos e acessórios; 682 682,30, 682,31, 682,32, 682,33
Mais de 600 volts, fiação subterrânea nominal 314,4, 314,25
métodos
Painéis 300,50 (B)
Órgãos de tubos
Equipamentos de rádio e televisão
408,40
Os recipientes e conectores do cabo
650
Veículos de lazer e parques de veículos de recreio
810
Serviços
Os sistemas solares fotovoltaicos 406,3
Piscinas, fontes e instalações similares 551
Quadros de distribuição secundária e terminais 230
Switches 690,41, 690,42, 690,43, 690,45, 690,47
Teatros, áreas de audiência de cinema e 680
estúdios de televisão, e locais semelhantes 408,3 (D)
Transformadores e cofres de transformadores 404,12
Utilização e identificação de condutores aterrados 520,81
Equipamentos de raios X
450,10
200
660 517,78

70-102 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 250 - aterramento e soldadura 250,20

equipamento em conjunto e para o sistema de abastecimento ligado à terra não serão consideradas as correntes censuráveis dirigida
numa nesta seção.
maneira que cria um caminho de baixa impedância para falta à terra
corrente que é capaz de transportar a máxima corrente de falta (E) Isolamento de terra de corrente censurável
susceptíveis de serem aplicadas sobre ele. Correntes. Onde o isolamento de terra DC censurável cur-
(3) Colagem de materiais condutores de electricidade e rendas de sistemas de proteção catódica é necessária, um listado
Equipamento. Materiais condutores de electricidade que acoplamento ac / dc isolar dispositivo deve ser permitido no
são susceptíveis de se tornar energizado devem ser ligados em conjunto equipamentos caminho condutor de aterramento para fornecer uma efi-
caminho de retorno efetiva para corrente alternada de falta à terra, bloqueando
e para o sistema de abastecimento ligado à terra equipamento de uma maneira
que cria um caminho de baixa impedância para a terra falha de corrente dc atual.
que é capaz de transportar a máxima corrente de falta provável
a ser imposta sobre ele.
250,8 Ligação de Aterramento e Bonding Equip-
mento.
(4) Caminho para Falha Atual. Equipamentos elétricos, fiação,
e outro material electricamente condutor susceptível de se tornar (A) aos métodos permitidos. Equipamentos de aterramento condu-
energizado deve ser instalado de uma maneira que cria um menor tores, condutores de eletrodos de aterramento, e jumpers de ligação
circuito de impedância a partir de qualquer ponto do sistema de fiação para devem estar ligados por um dos meios seguintes:
a fonte de alimentação eléctrica para facilitar a operação de (1) Referência conectores de pressão
sobrecorrente deve uma falha de terra de um segundo (2) barras de terminais
fase diferente ocorrer no sistema de fiação. A terra deve (3) conectores de pressão listados como aterramento e união
não ser considerado como um caminho de falha de corrente eficaz. equipamento
(4) processo de soldagem exotérmica
(5) Máquina tipo parafuso prendedores que não se envolvem menos de
dois fios ou são fixados com uma porca
250,6 atual censurável.
(6) Linha de formação de parafusos que não se envolvem menos
de dois tópicos no gabinete
(A) Arranjo para Prevenir atual censurável. O
(7) As ligações que fazem parte de um conjunto listado
aterramento de sistemas elétricos, condutores de circuito, surtos ar-
(8) Outros meios listados
resters, surge-protetoras dispositivos e condutores normalmente
partes não condutoras de metal dos equipamentos deverão ser in-
parado e dispostas de uma maneira que impeça objecção
atual capaz.

(B) Alterações para parar atual censurável. Se o (B) Não métodos permitidos. Dispositivos de conexão ou acessórios
uso de conexões de aterramento resultados múltiplos em objeção que depende apenas de solda não devem ser utilizados.
atual capaz, uma ou mais das seguintes alterações devem
ter a possibilidade de ser feitas, desde que os requisitos de 250,10 Protecção dos Grampos terra e Conexões.
250,4 (A) (5) ou (B) (4) forem satisfeitas: Grampos de terra ou outros acessórios deve ser aprovado para gen-
(1) Suspender um ou mais, mas não todos, tais aterramento eral uso sem proteção ou ser protegido de
ligações. danos físicos, como indicado em (1) ou (2) como se segue:
(2) Alterar os locais das conexões de aterramento. (1) Em instalações onde eles não são susceptíveis de ser danificado
(3) interromper a continuidade do condutor ou condutor (2) Quando fechado em madeira, metal, ou equivalente pro-
fazendo com que o caminho de corrente censurável. cobertura tiva
(4) Tome outra reparação apropriada e ação aprovado.

250,12 superfícies limpas. Os revestimentos não condutores (tais como


laca, pintura, e esmalte) no equipamento para ser aterrado deve
(C) Não Correntes temporários Classificada como Objeção- ser removido a partir de fios de contacto e as superfícies de outras para
Correntes capazes. Correntes temporárias decorrentes de anormal garantir
condições, tais como falhas de terra, não deve ser classificado como boa continuidade eléctrica, ou ser ligadas por meio de encaixes
atual desagradável para os fins previstos na 250,6 (A) concebido de modo a tornar desnecessária a remoção tal.
e (B).

II. Aterramento do sistema


(D) Limitações a alterações permitidas. A dis-
disposições da presente secção não deve ser considerado como permitir 250,20 de corrente alternada de sistemas para ser aterrado.
equipamentos eletrônicos de ser operado em sistemas de corrente alternada Sistemas
ou de corrente alternada deve ser aterrado, como previsto
circuitos que não estão conectados a um equipamento 250,20 em (A), (B), (C) ou (D). Outros sistemas será permitir-
condutor de aterramento, conforme exigido por este artigo. Correntes ted para ser aterrado. Se tais sistemas são fundamentados, deverão
que introduzem erros de ruído ou de dados no equipamento electrónico conformes com as disposições aplicáveis do presente artigo.

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-103


250,21 ARTIGO 250 - aterramento e soldadura

Nota informativa: Um exemplo de um sistema autorizado a (4) Outros sistemas que não são obrigados a se basear em
ser aterrado é um canto-delta aterrado transformador cone- conformidade com os requisitos do 250,20 (B)
ção. Veja 250,26 (4) para o condutor a ser aterrado.
(B) Detectores de terra. Detectores de terra devem ser instalados
(A) de corrente alternada Sistemas de menos de 50 Volts. de acordo com 250,21 (B) (1) e (B) (2).
Sistemas de corrente alternada de menos de 50 volts será (1) não aterrados alternada sistemas atuais como permitido em
ligado à terra sob qualquer uma das seguintes condições: 250,21 (A) (1) através de (A) de funcionamento (4) em, pelo menos,
(1) Quando fornecido pelo transformador, o transformador se sup- 120 volts e não superior a 1000 volts terá
sistema de camadas superiores a 150 volts para a terra Os detectores instalados no solo do sistema.
(2) Quando fornecido pelo transformador, o transformador se sup- (2) O equipamento de detecção de chão de detecção devem ser con-
sistema de camadas é infundada tado o mais próximo possível para que o sistema de re-
(3) Quando instalado fora como condutores aéreos nó recebe sua oferta.

(B) de corrente alternada Sistemas de 50 Volts a 1000 volts.


Sistemas de corrente alternada de 50 volts para menos de 1000 volts (C) Marcação. Os sistemas não aterrados deve ser legivelmente
que a fiação fornecimento instalações e sistemas de cablagem instalações "Não aterrado Sistema" na origem ou no primeiro desconectar
devem através do sistema. A marcação deve ser de suficiente dura-
ser ligado à terra em qualquer uma das seguintes condições: dade para suportar o ambiente envolvidos.
(1) Quando o sistema pode ser ligado à terra, de modo que a maxi-
tensão para a terra mãe sobre os condutores não aterrados
não exceda 150 volts 250,22 circuitos não ser aterrada. A cir-seguinte
(2) Quando o sistema é de 3 fases, 4 fios em estrela, ligado de tos não deve ser aterrado:
que o condutor neutro é usado como um condutor de circuito (1) Circuitos para guindastes elétricos operando sobre combustíveis
(3) Quando o sistema é de 3 fases, 4 fios, conectado em delta fibras em locais de Classe III, conforme previsto no 503,155
que o ponto médio de um enrolamento de fase é utilizada como um (2) Circuitos em instalações de cuidados de saúde, tal como previsto em
condutor do circuito 517,61
e 517,160
(3) Circuitos para equipamentos dentro da célula eletrolítica funcionando
zona, tal como previsto no artigo 668
(C) de corrente alternada Sistemas de 1 kV e mais. (4) circuitos secundários de sistemas de iluminação, tal como previsto no
De corrente alternada sistemas de abastecimento móvel ou portátil 411,5 (A)
equipamento deve ser aterrado conforme especificado no 250,188. (5) circuitos secundários de sistemas de iluminação, tal como previsto no
Onde o fornecimento que não sejam equipamentos móveis ou portáteis, 680,23 (A) (2).
tais sistemas serão autorizados a ser aterrado.


(D) Impedância Fundamentada Sistemas Neutros. Impedância
aterrados sistemas de neutro deve ser aterrado de acordo Aterramento 250,24 Serviço-Visualização de corrente alternada
com 250,36 ou 250,186. Sistemas.

(A) Conexões de aterramento do sistema. A fiação das instalações


250,21 de corrente alternada Sistemas de 50 Volts para menos sistema fornecido por um aterrada ac serviço deve ter um
Não que 1000 Volts necessário para ser aterrado. condutor do eletrodo de aterramento conectado à terra
condutor de serviço, para cada serviço, em conformidade com o
(A) Geral. Os seguintes sistemas de corrente alternada de 50 volts a menos250,24 (A) (1) através de (A) (5).
de 1000 volts será permitido, mas deve ser fundamentada
não ser obrigado a ser aterrado:
(1) Os sistemas elétricos utilizados exclusivamente para fornecer industrial (1) Geral. O condutor de eletrodo de aterramento cone-
fornos elétricos para refino de fusão, têmpera, e ção deve ser feita em qualquer ponto de acesso a partir da extremidade de
afins carga
(2) sistemas Separadamente derivados usados exclusivamente para recti- da gota de serviço ou de serviço lateral, e incluindo o
Fiers que fornecem apenas ajustável velocidade unidades industriais terminal ou ônibus para que o condutor de serviço é aterrado
(3) os sistemas Separadamente derivados fornecidos pelos transformadores conectado ao serviço de desligar meios.
que tem uma classificação de tensão primária inferior a 1000 volts,
desde que todas as seguintes condições forem atendidas: Nota informativa: Veja definições de Gota de serviço e
um. O sistema é utilizado exclusivamente para os circuitos de controlo. Serviço lateral no artigo 100.
b. As condições de manutenção e supervisão assegurar
que apenas qualificado serviço de pessoas a instalação. (2) Transformador exterior. Quando o transformador de alimentação-
c. Continuidade do poder de controle é necessário. ção do serviço está localizada no exterior do edifício, pelo menos, um
ligação à terra adicional deve ser feita a partir da
condutor aterrado serviço a um eletrodo de aterramento, ou
no transformador ou em outro lugar no exterior do edifício.

70-104 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 250 - aterramento e soldadura 250,24

Exceção: O condutor do eletrodo de aterramento adicional Exceção: Onde dois ou mais serviços de desconectar
conexão não deve ser feita em alta impedância aterrado meios estão localizados numa única montagem listados para utilização
sistemas neutros. O sistema deve atender aos requisitos de como
250,36. equipamento de serviço, deve ser permitido para conectar o
condutor de aterramento (s) para o conjunto comum aterrado
Terminal do condutor (s) ou de ônibus. O conjunto inclui um
(3) Dual-Fed Serviços. Para os serviços que são alimentados dupla
jumper de ligação principal para ligar a terra condu-
(Dupla terminou) em um gabinete comum ou agrupados
tor (es) para o recinto de montagem.
em compartimentos separados e que emprega uma ligação secundária, uma
única conexão do condutor de aterramento do eletrodo para o empate
ponto do condutor de terra (s) a partir de cada fonte de energia (1) Dimensionamento de um canal adutor único. O condutor de terra
será permitida. não deve ser menor do que o eléctrodo de terra requerida
condutor especificado na Tabela 250,66, mas não deve ser re-
sária para ser maior do que o maior serviço sem terra
(4) Jumper Bonding principal como fio ou barramento. Onde o condutor de entrada (s). Além disso, para os conjuntos de sem terra
jumper de ligação principal especificado em 250,28 é um fio ou barramentoserviço-entrada condutores maiores que 1100 cobre kcmil
bar e é instalado a partir do terminal aterrado ou alumínio kcmil 1750, o condutor de terra não deve
bar ou ônibus para o terminal de barra de aterramento do equipamento ou deser menor do que 121/2 por cento da área circular do mil
ônibus maior conjunto de serviço-entrada condutor não aterrado (s).
no equipamento de serviço, o eletrodo de aterramento condu-
tor serão autorizadas a ser ligado ao equipamento
terminal de aterramento, bar, ônibus ou a que a ligação principal (2) condutores paralelos em duas ou mais pistas. Se
jumper está conectado. as infundadas serviço-entrada condutores são instalados em
paralela em duas ou mais pistas, o condutor de terra
(5) Conexões lado da carga de aterramento. A terra con- devem ser também instalados em paralelo. O tamanho da terra
ductor não deve ser conectado normalmente não-atual- condutor em cada calha deve basear-se no total de cir-
carregando peças metálicas de equipamentos, para aterramento do cular área mil dos condutores paralelos no aterrados
equipamento calha, conforme indicado em 250,24 (C) (1), mas não menor do que
condutor (es), ou ser ligada à terra no lado da carga 1/0 AWG.
do serviço de meios de desconexão salvo disposição em contrário por
Mitted neste artigo.
Nota informativa: Veja 310,10 (H) para aterrada condu-
Nota informativa: Veja 250,30 separadamente derivados sis-
tores ligados em paralelo.
tems, 250,32 para ligações em prédios separados, ou es-
turas, e 250,142 para uso do circuito de terra condu-
tor para o aterramento do equipamento. (3) Delta-Conectado Serviço. O condutor de terra de
um 3-fase, 3 fios serviço delta deve ter uma capacidade de corrente não
menor do que o dos condutores não aterrados.
(B) Jumper Bonding principal. Para um sistema aterrado, um-un
jumper de ligação emendados principal deve ser usado para conectar o
condutor de ligação à terra (s) e o serviço de desconexão (4) de alta impedância. O condutor assente numa alta
invólucro para o condutor de terra para dentro do compartimento impedância do sistema neutro aterrado deve ser fundamentada em
cada desconexão de serviço de acordo com 250,28. acordo com 250,36.

Não. Exceção 1: Quando mais de um serviço de desconectar- (D) Condutor eletrodo de aterramento. Uma base elec-
meios ing está localizado em uma montagem listados para utilizaçãocondutor de eléctrodo deverá ser utilizada para ligar o equipamento
como ser- condutores de terra, os recintos e manutenção de equipamento,
vice-equipamento, um jumper de ligação unspliced principal deve e, quando o sistema é aterrado, o serviço aterrado
ligação do condutor de terra (s) para o recinto de montagem. condutor para o eletrodo de aterramento (s) requerido pela parte III
Não. Exceção 2: Impedância aterrados sistemas de neutro deste artigo. Este condutor deve ser dimensionada de acordo
será permitida a ser conectado conforme previsto na 250,36 com 250,66.
e 250,186. Alta impedância neutro aterrado conexões do sistema
deve ser feita como coberta de 250,36.

(C) Condutor Aterrado Trazido a Serviço Equip-


mento. Quando um sistema de corrente alternada funcionando a menos de
Nota informativa: Veja 250,24 (A) para ac sistema solo-
1000 volts
conexões ING.
está fundamentada em qualquer ponto, o condutor de aterramento (s) deve
ser encaminhado com os condutores não aterrados para cada serviço
meios de corte e deve ser ligado a cada um desco- (E) não aterrado conexões de aterramento do sistema. Um pré-
necting significa condutor aterrado terminal (s) ou de ônibus. A mises sistema de fiação que é fornecido por um serviço que é ac
jumper de ligação principal deve conectar o condu-terra infundado terá, em cada serviço, um eletrodo de aterramento
tor (s) para cada um dos serviços de desconectar significa recinto. O condutor ligado ao eléctrodo de ligação à terra (s) requerido pela
condutor de aterramento (s) deve ser instalado de acordo com Parte III deste artigo. O condutor de eletrodo de aterramento deve
250,24 (C) (1) a (C) (4). ser ligado a um invólucro de metal dos condutores em serviço

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-105


250,26 ARTIGO 250 - aterramento e soldadura

qualquer ponto acessível a partir da extremidade de carregamento da gota decom 250,28 (D) (1) com base no maior serviço sem terra
serviço ou condutor que serve esse gabinete.
serviço lateral para o serviço de meios de corte.
250,26 Condutor de ser fundada - Alternando- (3) Separadamente Derivado do sistema com mais de um
Sistemas atuais. Para sistemas de fiação AC instalações, o con- Gabinete. Sempre que um sistema separadamente derivados suprimentos
ductor ser fundamentada deve ser conforme especificado a seguir: mais do que um único compartimento, o sistema de ligação em ponte de
(1) monofásica, 2 fios - um condutor ligação
(2) monofásica, 3 fios - o condutor neutro para cada gabinete deve ser dimensionada de acordo com
(3) os sistemas multifásicos ter um fio comum a todos 250,28 (D) (1) com base no maior alimentador sem ligação à terra con-
fases - o condutor comum ductor que serve esse recinto, ou um vínculo único sistema
(4) Sistemas Multifásicos onde uma fase é aterrado - ponte será instalada na fonte e dimensionado em con-
um condutor de fase dançar com 250,28 (D) (1) com base no tamanho do equivalente
(5) os sistemas multifásicos em que uma fase é usado como em condutor maior fornecimento determinada pela maior soma de
(2) - o condutor neutro as áreas dos condutores correspondentes de cada conjunto.

Aterramento 250,30 Separadamente Derivado Alternando-


Sistemas atuais. Além de cumprir com 250,30 (A)
para para aterrado sistemas, ou conforme previsto na 250,30 (B) não-
250,28 jumper de ligação principal e Bonding Sistema sistemas aterrados, sistemas separadamente derivados devem cumprir
Jumper. Para um sistema aterrado, principal ligação jumpers com 250,20, 250,21, 250,22, e 250,26.
e jumpers de ligação do sistema deve ser instalado da seguinte forma:

(A) Material. Principais pontes de ligação e ligação do sistema Não. Nota Informativa 1: Uma fonte de energia alternativa ac,
como um gerador no local, não é um derivado separado
ligações em ponte devem ser de cobre ou de mate, resistente à corrosão outra
sistema se o condutor de terra está solidamente interligados
rial. Um jumper de ligação principal e um jumper de ligação do sistema de um sistema de serviço fornecido condutor aterrado. Um ex-
deve ser um fio, ônibus, parafuso, ou o condutor adequado semelhante. ampla de tal situação é que a transferência de fonte alternativa
equipamento não inclui uma acção de comutação na terra
condutor e permite que ele permaneça solidamente ligado ao
(B) construção. Onde um jumper de ligação principal ou um-sys serviço fornecido condutor aterrado quando o suplente
ma ponte de ligação é um parafuso único, o parafuso deve ser fonte está operacional e a alimentar a carga servido.
identificado com um revestimento verde que devem ser visíveis a
parafuso instalado.
Não. Nota Informativa 2: Veja 445,13 para o mínimo
tamanho dos condutores que transportam corrente de falha.
(C) Anexo. Principais pontes de ligação e sistema-bond
jumpers ção deve ser conectado na forma especificada pelo (A) Fundamentada Systems. Um derivado separado do sistema de corrente
as disposições aplicáveis da 250,8. alternada que
está ligado à terra devem cumprir 250,30 (A) (1) através de (A) (8).
Exceto quando permitido neste artigo, um aterrada con-
(D) Tamanho. Principais pontes de ligação e ligação do sistema ductor não deve ser conectado normalmente não-atual-
ligações em ponte devem ser dimensionados de acordo com 250,28 (D) (1) partes metálicas do equipamento de transporte, podem ser ligados ao
através de (D) (3). equipamento
aterramento de condutores, ou ser reconectado à terra no
(1) Geral. Principais pontes de ligação e ligação do sistema carregar lado do jumper de ligação do sistema.
ligações em ponte não deve ser menor do que as dimensões mostradas na Nota informativa: Veja 250,32 para conexões em sepa-
Tabela 250,66. Onde os condutores de alimentação são maiores edifícios ou estruturas de taxa, e 250,142 para a utilização do
de 1100 kcmil cobre ou alumínio 1750 kcmil, o condutor aterrado do circuito para o aterramento do equipamento.
jumper de ligação deve ter uma área que não é menor do que
121/2 por cento da área do condutor de fase maior Exceção: Impedância aterramento do sistema neutro aterrado
excepto que, quando a fase de condutores e a ligação conexões são feitas, tal como especificado em 250,36 ou
ligação em ponte são de materiais diferentes (de cobre ou de alumínio), 250,186, conforme aplicável.
o tamanho mínimo do jumper de ligação deve basear-se
sobre o uso assumido de condutores de fase do mesmo (1) Jumper Bonding System. Um sistema unspliced-bond
material como o jumper de ligação e com uma capacidade de corrente ing saltador deve cumprir 250,28 (A) a (D). Este
equivalente à dos condutores de fase instalados. ligação deve ser feita em qualquer ponto único na sepa-
radamente sistema derivado a partir da fonte para o primeiro sistema
meios de corte ou outro dispositivo de sobrecorrente, ou será
feito na fonte de um sistema separado que tenha
(2) Jumper Bonding principal de serviço com mais de não desligar meios ou dispositivos de sobrecorrente, em con-
Um cerco. Quando um serviço é constituída por mais do que um dança com 250,30 (A) (1) (a) ou (b). O sistema de ligação
único gabinete, conforme permitido em 230,71 (A), o principal elo- ponte devem permanecer dentro do recinto em que origi-
ing jumper para cada gabinete deve ser dimensionada de acordo

70-106 Código Elétrico Nacional Edição 2011


ARTIGO 250 - aterramento e soldadura 250,30

nates. Se a fonte está localizada fora do edifício ou es- condutor do eletrodo especificado na Tabela 250,66, mas não deve
tura fornecido, um jumper de ligação do sistema deve ser instalado na ser obrigados a ser maior do que o maior derivada sem terra
a conexão eletrodo de aterramento, em conformidade com condutor (es). Além disso, para os conjuntos de derivados não aterrado
250,30 (C). maior do que os condutores de cobre 1100 kcmil ou 1750 kcmil
Não. Exceção 1: Para os sistemas instalados de acordo com o alumínio, o condutor de terra não deve ser menor
450,6, um único sistema de ligação de ponte de ligação para o tie a 121/2 por cento da área circular de mil o maior conjunto
ponto de os condutores do circuito aterrado de cada poder derivados de condutores não aterrados.
fonte deve ser permitido. (B) Condutores paralelos em duas ou mais pistas. Se
Não. Exceção 2: Um jumper de ligação do sistema, tanto no os condutores não aterrados são instalados em paralelo em dois
fonte e os primeiros meios de desconexão é permitida ou mais pistas, o condutor de terra será também
se isso não estabelecer um caminho paralelo para o instalado em paralelo. O tamanho do condutor de terra no
condutor aterrado. Se um condutor de terra é utilizado neste cada calha deve basear-se na área circular do total de mil
forma, não deve ser menor que o tamanho especificado para os condutores não aterrados em paralelo derivados como a pista
a ponte de ligação do sistema, mas não é obrigado a ser indicado em 250,30 (A) (3) (a), mas que não seja menor do que 1/0 AWG.
maior do que o condutor não aterrado (s). Para os fins
desta exceção, a conexão através da Terra não deve ser
considerado como fornecendo um caminho paralelo.
Não. Exceção 3: O tamanho do jumper de ligação do sistema
para um sistema que fornece uma Classe 1, Classe 2, ou Classe 3 Nota informativa: Veja 310,10 (H) para aterrada condu-
circuito, e é derivada a partir de um transformador nominal não mais tores ligados em paralelo.
de 1000 volts-ampères, não deve ser menor que o de-
RIVED condutores sem terra e não deve ser menor do que (C) Delta-Connected System. O condutor de terra
14 AWG de cobre ou de alumínio 12 AWG. de 3 fases, 3 fios sistema delta terá uma capacidade de corrente
não menos do que os condutores não aterrados.
(D) Impedância Fundamentada Sistema. O con-terra
ductor de uma impedância de neutro aterrado sistema deve ser in-
paralisadas, de acordo com 250,36 ou 250,186, conforme aplicável.

(A) Instalado na fonte. O jumper de ligação do sistema


deve conectar o condutor de terra para a ligação-oferta (4) eletrodo de aterramento. O eletrodo de aterramento deve
ing jumper e normalmente o metal não de transporte de corrente en- estar tão próximo quanto possível, e de preferência na mesma área
encerramento. como, a conexão do condutor de aterramento ao eletrodo
(B) Instalado no primeiro meio de desconectar. O sistema. O eléctrodo de ligação à terra é a mais próxima de um
jumper de ligação sistema deve conectar o condutor de terra dos seguintes:
para a ponte de ligação do lado da oferta, os meios de desconexão (1) Metal água eletrodo de aterramento do tubo, conforme especificado no
invólucro, e o condutor de protecção (s). 250,52 (A) (1)
(2) do eléctrodo de ligação à terra do metal estrutural, tal como especificado
em
(2) jumper de ligação do lado da oferta. Se a fonte de uma sepa- 250,52 (A) (2)
radamente sistema derivado e os primeiros meios de desconexão são
localizado em recintos separados, uma ligação do lado da oferta
ponte deve ser instalado com os condutores do circuito de Não. Exceção 1: Qualquer um dos outros eletrodos identificados no
o invólucro de origem para os primeiros meios de desconexão. A 250,52 (A) deve ser utilizado se os eletrodos especificado por
do lado da oferta jumper de ligação não devem ser obrigados a ser 250,30 (A) (4), não estão disponíveis.
maior do que os condutores de derivados infundadas. O abastecimento de
jumper de ligação lateral deve ser permitido ser de não flexível No. excepção de 2 a (1) e (2): Se um derivado separado
de metal do tipo de rolamento ou do tipo de arame ou bus como se segue: sistema origina no equipamento listado adequado para utilização como
serviço de equipamento, o eletrodo de aterramento utilizado para a
serviço ou alimentador de equipamento deve ser permitido que o
(A) Um jumper de ligação do lado da oferta do tipo de fio aterramento do eletrodo para o sistema separado.
devem cumprir 250,102 (C), com base no tamanho do
derivada condutores não aterrados.
Não. Nota Informativa 1: Ver 250,104 (D) para a colagem
(B) Um jumper de ligação do lado da oferta do tipo de ônibus deve
requisitos para a tubulação de água de metal interior da área
tem uma área de secção transversal que não seja menor do que uma oferta servidas por sistemas derivados separadamente.
jumper de ligação do tipo de fio, tal como determinado em 250,102 (C).
Não. Nota Informativa 2: Veja 250,50 e 250,58 para a re-
sitos de colagem de todos os eletrodos em conjunto, se localizado em
(3) Grounded condutor. Se um condutor de terra é in-
mesmo edifício ou estrutura.
estagnado e do sistema de conexão jumper de ligação não é
localizado na fonte, 250,30 (A) (3) (a) através de (A) (3) (d)
º. (5) condutor do eletrodo de aterramento, único Separadamente
Derivado do sistema. Um condutor de eletrodo de aterramento para um
sistema separado único deve ser dimensionada em con-
(A) Dimensionamento para uma Raceway único. O con-terra
dançar com 250,66 para os condutores derivados não aterrados.
ductor não deve ser menor do que a ligação à terra requerida

Edição 2011 Código Elétrico Nacional 70-107


250,30 ARTIGO 250 - aterramento e soldadura

Ele deve ser usado para conectar o condutor de terra do Circuitos de classe 3 e é derivada de um transformador não
classificado
derivada do sistema para o eléctrodo de ligação à terra, tal como especificado
em mais de 1000 volt-amperes, desde que o sistema ligado à terra
250,30 (A) (4). Esta ligação efectua-se segundo o mesmo condutor é ligado à estrutura do transformador ou gabinete por
ponto no sistema derivado separado, onde o sistema uma ligação em ponte de tamanho de acordo com 250,30 (A) (1),
jumper de ligação está ligado. Exception
Não. Exceção 1: Se o jumper de ligação do sistema especificado noNo. 3, eo quadro transformador ou gabinete é sustentado por
250,30 (A) (1) é de um fio ou de barramento, é permitida a um dos meios previstos no 250,134.
conecte o condutor de eletrodo de aterramento para a equi- (A) Condutor do eletrodo de aterramento comum. O
mento terminal de aterramento, bar, ou de ônibus, desde que o condutor do eletrodo de aterramento comum será permitido
equipamento de ser um dos seguintes:
mento terminal de aterramento, bar, ou de ônibus é de tamanho (1) Um condutor do fio de tipo não menor que 3/0 AWG
suficiente para de cobre ou de alumínio 250 kcmil
o sistema separado. (2) A estrutura metálica do prédio ou estrutura que com-
Não. Exceção 2: Se um sistema separado origina lonas com 250,52 (A) (2), ou está ligado ao solo
em equipamento apropriado listado como o equipamento de serviço, oing sistema de eletrodos por um condutor que não será
condutor de aterramento do eletrodo do serviço ou alimentador menor que 3/0 AWG de cobre ou de alumínio 250 kcmil
equipamentos para o eletrodo de aterramento deve ser permitido
como
o condutor de eletrodo de aterramento para a separadamente de-
RIVED sistema, desde que o condutor do eletrodo de aterramento é (B) Toque Tamanho do condutor. Cada condutor de corrente será
de tamanho suficiente para que o sistema separado. Se o dimensionados de acordo com 250,66 com base na derivada un-
ônibus de aterramento interno para o equipamento não é condutores aterrados do sistema separado que
menor do que o condutor de ligação à terra requerida eléctrodo serve.
para o sistema separado, o eléctrodo de ligação à terra
conexão para o sistema separado será per- Exceção: Se um sistema separado origina em
metidos à ser feita para o barramento. equipamentos enumerados adequado como equipamento de serviço,
Não. Exceção 3: Um condutor de eletrodo de aterramento deve o chão-
não ser necessário para um sistema que fornece a Classe 1 Classe,ing condutor do eletrodo do serviço ou alimentador equipar-
2, ou circuito de classe 3 e é derivada a partir de um transformador mento para o eletrodo de aterramento deve ser permitido que o
nominal não mais de 1000 volts-ampères, desde que o condutor de aterramento do eletrodo para o derivado separado
condutor de terra é ligado à armação ou transformador sistema, desde que o condutor do eletrodo de aterramento é de
compartimento, por uma ligação em ponte de tamanho de acordo com tamanho suficiente para que o sistema separado. Se o
250,30 (A) (1), ônibus equipamento de terra interna para o equipamento não é
Excepção No. 3, e a moldura de transformador ou invólucro é menor do que o condutor de ligação à terra requerida eléctrodo
ligado à terra por um dos meios previstos no 250,134. para o sistema separado, o eléctrodo de ligação à terra
conexão para o sistema separado será per-
metidos à ser feita para o barramento.
(6) condutor do eletrodo de aterramento, Sepa múltipla
radamente sistemas derivados. Um eletrodo de aterramento comum
condutor para vários sistemas separadamente derivam, devem ser (C) Conexões. Todas as ligações da TAP para o comum
permitido. Se instalado, o eletrodo de aterramento comum condutor de aterramento do eletrodo deve ser feita em um acces-
condutor deve ser usado para conectar o condutor de terra localização vel por um dos métodos seguintes:
dos sistemas separadamente derivados ao aterramento elec- (1) Um conector listado como ligação à terra e ligar o equipamento.
atropelavam como especificado no 250,30 (A) (4). Um eletrodo de Conexões (2) listados para barramentos de alumínio ou de cobre não
aterramento inferior a 6 mm x 50 mm (1/4 pol x 2 pol.) Se su-
torneira condutor deve, então, ser instalado a partir de cada um separadamentebarramentos núme são usados, a instalação deve satisfazer
derivada do sistema para o eletrodo de aterramento comum con- com 250,64 (A).
ductor. Cada condutor deve ligar a torneira con-terra (3) O processo de soldadura exotérmica.
ductor do sistema separado para o comum
condutor de aterramento do eletrodo. Esta ligação deve ser
feita no mesmo ponto no sistema derivado separado
em que a ligação em ponte de ligação do sistema está ligado. Condutores torneira deve ser conectado ao comum-terra
Não. Exceção 1: Se o jumper de ligação do sistema especificado noing condutor do eléctrodo, de tal modo que o comum
250,30 (A) (1) é um arame ou barra, deve ser permitida a condutor de aterramento do eletrodo permanece sem emenda ou
conectar o aterramento torneira condutor do eletrodo para o articulação.
aterramento do equipamento terminal, bar, ou de ônibus, desde que o
equipamento terminal de aterramento, bar, ou de ônibus é de
suficiente (7) A instalação. A instalação de todos os eletrodos de aterramento
tamanho para o sistema separado. condutores devem cumprir 250,64 (A), (B), (C) e (E).
Não. Exceção 2: Um condutor de eletrodo de aterramento não deve
ser necessária para um sistema que fornece uma classe 1, classe 2,(8) Bonding. Aço estrutural e tubulação de metal deve ser
ou ligado ao condutor de terra separado de um de-
RIVED sistema de acordo com 250,104 (D).

70-108 Código Elétrico Nacional Edição 2011