Você está na página 1de 4

SISTEMA DE SINALIZAÇÃO / ILUMINAÇÃO

A Portaria DENATRAN n.º 159/2017, estabelece no item 40, da tabela anexa, os


requisitos para a modificação no sistema de Sinalização e Iluminação, como segue:

CLASSIFICAÇÃO
ITEM MODIFICAÇÃO APLICAÇÃO EXIGÊNCIA DO VEÍCULO APÓS
MODIFICAÇÃO
Ciclomotor,
Motoneta, Tipo: O MESMO
CSV, inciso V e
Motocicleta,
parágrafo único
Triciclo,
do artigo 8º
Quadriciclo,
desta
Automóvel,
Resolução,
Sistema de Reboque, Espécie:
Resolução nº
40 sinalização/iluminação. Semirreboque, A MESMA
227/2007 e sua
Camioneta,
sucedânea e
Caminhonete,
Resolução nº
Caminhão,
681/17 e suas
Caminhão-Trator, Carroçaria:
sucedâneas.
Ônibus, Micro- A MESMA
Ônibus, Utilitário e
Motor-Casa.

SEGUE AS MODIFICAÇÕES PERMITIDAS / PROIBIDAS:

1 – Utilização de Lâmpada de Descarga de Gás ( Xenon ) no Sistema de Iluminação


Modificação: Proibida
Pela Resolução CONTRAN n.º 292/2008, no Artigo 8º, item V, Ficam proibidas:
V - A instalação de fonte luminosa de descarga de gás em veículos automotores,
excetuada a substituição em veículo originalmente dotado deste dispositivo.
Parágrafo único. Veículos com instalação de fonte luminosa de descarga de gás com
CSV emitido até a data da entrada em vigor desta Resolução poderão circular até a data
de seu sucateamento, desde que o equipamento esteja em conformidade com a resolução
CONTRAN n.º 227/2007. ( Redação dada pela Resolução CONTRAN n.º 384/2011).

2 – Utilização de Lâmpada de Led ( Diodo Emissor de Luz ) no Sistema de


Iluminação
Modificação: Proibida
A Resolução CONTRAN n.º 227/2007, atualmente em vigor, não estabelece requisitos
para a aplicação de lâmpadas de LED ao sistema de iluminação dos veículos; a nova
Resolução CONTRAN n.º 667/2017, tem previsão de aplicação de lâmpadas de LED
somente em veículos novos de fábrica, proibindo aos veículos em circulação, conforme
o Artigo 2º, § 5º, a substituição de lâmpadas dos sistemas de iluminação ou sinalização por
outras de potência ou tecnologia que não seja original do fabricante.

Sistema de Sinalização / Iluminação – Rev.01 – Setembro / 2017 01/04


3 – Aplicação de Fita de LED ( Diodo Emissor de Luz ) no Sistema de Sinalização
( Luz de Posição, Luz de Direção, Luz de Freio e Etc. )
Modificação: Proibida
A Resolução CONTRAN n.º 383/2011, que segue:
“Art. 2º Acrescentar o § 9º ao art. 1º da Resolução nº 227/2007 – CONTRAN, com a
seguinte redação:
“Art. 1º.........................................
§ 9º É proibida a colocação de adesivos, pinturas, películas ou qualquer outro material
nos dispositivos dos sistemas de iluminação ou sinalização de veículos.”

4 – Altura da Base dos Faróis Baixos ao Solo nos Veículos Rebaixados:


Modificação: não é necessário a modificação no registro do veículo, porém deve ser
verificado o posicionamento dos faróis baixos em relação ao solo.
Resolução CONTRAN n.º 227/2007, deve ser atendido o item 2.2, 3.8 e 4.3.4, que
segue:

“ 2.2 Novos modelos, no que diz respeito à instalação de dispositivos de iluminação e


de sinalização luminosa, são aqueles que apresentam modificação no dispositivo, na
quantidade, posicionamento e visibilidade geométrica das lanternas e da inclinação do
facho do farol baixo para o modelo de veículo em questão;”

“ 3.8 A altura máxima em relação ao solo deve ser medida do ponto mais alto e a
altura mínima do ponto mais baixo da superfície aparente na direção do eixo de
referência.
No caso de farol baixo, a altura mínima em relação ao solo é medida desde o ponto
mais baixo da saída efetiva do sistema ótico ( ex: refletor, lente, lente de projeção ),”
independentemente de sua utilização.

“4.3 FAROL DE LUZ BAIXA


4.3.4 Posicionamento
4.3.4.2 Na altura: mínimo 500mm, máximo 1200mm acima do solo. (*)
(*) Limite máximo válido para veículos de novos projetos, como definido no parágrafo
2.2”

REFERÊNCIA AO ITÉM 3.8

SAÍDA EFETIVA DO SISTEMA ÓTICO – LINHA VERMELHA

Sistema de Sinalização / Iluminação – Rev.01 – Setembro / 2017 02/04


5 – Utilização de Lâmpada Halógena Super Branca:
Modificação: não é necessário a modificação no registro do veículo, desde que o a cor
da luz emitida pelos faróis seja branca e a lâmpada apresente a mesma potência da
original.
A características das lâmpada halógenas super branca, possui uma ampola na cor azul,
mas a cor da luz emitida é branca.

6 – Instalação de Farois de Neblina, em veículos automotores, exceto motos e


assemelhados
Modificação: Permitida.
Deve ser precedida de autorização no Item 40, da Portaria DENATRAN n.º 159/2017;
Na inspeção, com a instalação de faróis de neblina, o organismo deve verificar o estado
geral, posicionamento, funcionamento, regulagem e cor da luz emitida;
( Conforme a Norma NBR-14040-5:1998 )
 Posicionamento de acordo com a Resolução CONTRAN n.º 227/2007
 Funcionamento: Independente dos demais sistema de iluminação
 Regulagem: Alinhamento de 2% ( Veículos Leves ) e 4% ( Caminhões e
Ôníbus ), no gráfico do regloscópio
 Cor da Luz emitida: Branca ou Ambar
 Tipo de lâmpada: Halógenas ( Descarga de Gás ou LED são proibidas );

7 – Instalação de Farois de Longo Alcance, em veículos automotores, exceto motos


e assemelhados
Modificação: Permitida.
Deve ser precedida de autorização no Item 40, da Portaria DENATRAN n.º 159/2017;
Na inspeção, com a instalação de faróis de longo alcance, o organismo deve verificar o
estado geral, posicionamento, funcionamento, regulagem e cor da luz emitida;
( Conforme a Norma NBR-14040-5:1998 )
 Posicionamento de acordo com a Resolução CONTRAN n.º 227/2007
 Funcionamento: Conjugado com a luz alta
 Regulagem: Devem coincidir como a marca central do gráfico do regloscópio
 Cor da Luz emitida: Branca ou Ambar
 Tipo de lâmpada: Halógenas ( Descarga de Gás ou LED são proibidas );

8 – Instalação de Faróis de Neblina ou Faróis de Longo Alcance, em motos e


assemelhados
Modificação: Proibida.
A resolução CONTRAN n.º 681/2017, não possui aplicação de faróis de neblina e de
faróis de longo alcance para motos e assemelhados;

9 – Modificação do formato ou modelo original das lanternas


Modificação: Permitida.
Deve ser precedida de autorização no Item 40, da Portaria DENATRAN n.º 159/2017;
Na inspeção, com modificação das lanternas originais, o organismo deve verificar o
estado geral, posicionamento, funcionamento e cor da luz emitida;
( Conforme as Normas NBR-14040-4:1998 ou NBR-14180-4:1998 ):

Sistema de Sinalização / Iluminação – Rev.01 – Setembro / 2017 03/04


 Posicionamento: de acordo com a Resolução CONTRAN n.º 227/2007, para
veículos automotores, e com a Resolução CONTRAN n.º 681/2017, para as
motos e assemelhados;
 Cor da Luz emitida: de acordo com a Resolução CONTRAN n.º 227/2007, para
veículos automotores, e com a Resolução CONTRAN n.º 681/2017, para as
motos e assemelhados;
 Tipo de lâmpada: Halógenas, as lâmpadas de Descarga de Gás ou de LED,
somente são permitidas no sistema de sinalização se possuírem os ensaios de
fotometria aprovados, em conformidade com a Resolução CONTRAN n.º
227/2007, para veículos automotores, e com a Resolução CONTRAN n.º
681/2017, para as motos e assemelhados;

O uso do retrorefletivo traseiro, vermelho e triangular, somente é permitido para


veículos rebocados ( reboque ou semirreboque );

No caso do modelo da sinaleira abaixo, é proibida sua aplicação em caminhões.

10 – Sistema de Sinalização em Equipamento Veicular:


Modificação: não é necessário a modificação no registro do veículo, quando as
lanternas ou retrorrefletores não fazem parte do projeto original do veículo, porém o
sistema de sinalização, devem estar de acordo com Resolução CONTRAN
n.º 227/2007
As carrocerias abertas estão dispensadas das lanternas de posição lateral, mas devem
possuir retrorrefletores instalados, de acordo com a Resolução CONTRAN
n.º 227/2007
Na inspeção, a instalação das lanternas, o organismo deve verificar o estado geral,
posicionamento, funcionamento e cor da luz emitida ( Conforme a Norma NBR-14040-
4:1998 ):
 Posicionamento: de acordo com a Resolução CONTRAN n.º 227/2007;
 Cor da Luz emitida: de acordo com a Resolução CONTRAN n.º 227/2007;
 Tipo de lâmpada: Halógenas, as lâmpadas de Descarga de Gás ou de LED,
somente são permitidas no sistema de sinalização se possuírem os ensaios de
fotometria aprovados, em conformidade com a Resolução CONTRAN n.º
227/2007;

Eng. Afrânio dos Santos Machado


Representante da Qualidade
Central Porto Alegre de Inspeções Veiculares Ltda

Sistema de Sinalização / Iluminação – Rev.01 – Setembro / 2017 04/04