Você está na página 1de 64

1

PROVAS AV2 DE CONCRETO 2 - TORÇÃO

Questão (cód. 216132)


Para a viga da figura abaixo, sabendo que o concreto possui fck=25Mpa, aço CA-50, seção de
25x40 cm e cobrimento de 2,5 cm, determine:
1 - Armadura de flexão, incluindo a mínima necessária.
2 - Armadura de cisalhamento, incluindo a mínima necessária.
3 - Se a seção é suficiente para resistir às ações simultâneas do cisalhamento e de torção,
considerando estribos de 5 mm e barras longitudinais de 10 mm.
4 - Armadura transversal de torção.
5 - Armadura longitudinal de torção.
6 - O detalhamento da seção, através de um croqui que apresente toda a armação necessária
ao projeto.
2

RESOLUÇÃO:

1° Passo: Verificar os dados


- Seção da viga

h = 40 cm

bw = 25 cm

- Tipo de concreto: =
- Tipo de aço: − =
- Valor máximo de torção: Tk = 12 kNm
- Valor máximo de cisalhamento: =
- Valor do momento fletor negativo: Mk- = 25,1 kNm
- Valor do momento fletor positivo: Mk+= 20 kNm
- Cobrimento: = ,
- ∅ do estribo = = ,
- ∅ da barra longitudinal = # = #,
2º Passo: Calcular a altura útil
'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
Dados:
ℎ = 40 &8
& = 2,5 &8
'()*+,-./,*0( = 1,0 &8
'23-4,5) = 0,5 &8
3

Logo temos:
'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
1,0 &8
$ = 40 &8 − 2,5 &8 − − 0,5 &8
2
;=< ,

3° Passo: Resolver o que é pedido na questão


3.1 - Armadura de flexão, incluindo a mínima necessária.
Armadura de flexão para o momento positivo Mk+= 20,0 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
25 &8 A (36,5 &8)B
=> =
2000 IJ&8 A 1,4
=> = 11,9 → =3 = 0,024 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
2000 IJ&8 A 1,4
VW = 0,024 A
36,5 &8
XY = #, Z[

Armadura de flexão para o momento negativo Mk-= 25,1 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
25 &8 A (36,5 &8)B
=> =
2510 IJ&8 A 1,4
=> = 9,5 → =3 = 0,024 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
4

2510 IJ&8 A 1,4


VW = 0,024 A
36,5 &8
X\ = , <

Armadura mínima para o concreto de acordo com a NBR 6118


_(^,*
V](^,* = . ?@ . ℎ
100
Dados:
_(^,* = 0,15 (aNAN 8ícd8N $R NQ8N$eQN $R fORAãP TNQNW MdhNW)
?@ = 25 &8
ℎ = 40 &8
0,15
V](^,* = . 25 . 40
100
ij kl = #,

3.2 - Armadura de cisalhamento, incluindo a mínima necessária.


m3/^,* = 0,117 A ?@ A $
m3/^,* = 0,117 A 25 &8 A 36,5 &8
X; kl =# ,Z

m3/ = 60 IJ A 1,4
X; = Z[

X; < X; kl

Logo será adotado o X; kl

Cálculo da armadura de cisalhamento


Logo armadura de aço para o concreto C25 é:
5

m3/
V3@ = 2,55 A − 0,20 A ?@
$
Dados:
m3/ = m3/^,* = 106,8 IJ
$ = 36,5 &8
?@ = 25 &8
106,8 IJ
V3@ = 2,55 A − 0,20 A 25 &8
36,5 &8

Xq = ,[

3.3 - Se a seção é suficiente para resistir às ações simultâneas do cisalhamento e de torção,


considerando estribos de 5 mm e barras longitudinais de 10 mm.

m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B

Dados:
m3/ = 60 IJ A 1,4
X; = Z[
mr/,B = 0,43 A ?@ A $
mr/,B = 0,43 A 25 &8 A 36,5 &8

u;, = <v , [
a]/ = 12 IJ8 A 1,4
wi; = # , Z
ar/,B = 0,5 A xy A f&$ A V2 A ℎ2 A WRc (2 A z)
25 (C{N)
xy = 1 − = 0,9
250
=J
2,5 ( B )
f&$ = &8
1,4
6

Calcular a área da seção vazada


V2 = (?@ − ℎ2 ) . (ℎ − ℎ2 )
Condição para o |}
V
ℎ2 ≤
~
V = ?@ . ℎ
V = 25 &8 . 40 &8
=#
~ = 2 . (?@ + ℎ)
~ = 2 . ( 25 &8 + 40 &8)
~ = 130 &8
1000 &8B
ℎ2 ≤
130
|} ≤ •, v
ℎ2 ≥ 2 . U•
'()*+,-./,*0(
U• = + '23-4,5) + &
2
1,0 &8
U• = + 0,5 &8 + 2,5 &8
2
U• = 3,5 &8
ℎ2 ≥ 2 . 3,5
|} ≥ •,
V
≥ ℎ2 ≥ 2. U•
~
7,69 &8 ≥ ℎ2 ≥ 7,0 &8
Logo o valor de |} = •,
Logo a área vazada é:
V2 = (25 &8 − 7,5 &8) . (40 &8 − 7,5 &8)
} = Z, •
7

Logo o perímetro é:
e = 2 ‚(?@ − ℎ2 ) + (ℎ − ℎ2 )ƒ
e = 2 ‚(25 &8 − 7,5 &8) + (40 &8 − 7,5 &8)ƒ
„=#
Calcular o valor de wu;,

ar/,B = 0,5 . xy . f&$ . V2 . ℎ2 . WRc (2 A z)


2,5 IJ/&8B
ar/,B = 0,5 A 0,9 A A 568,75 &8B A 7,5 &8 A WRc (2 A 45°)
1,4
wu;, = <[ •, •

Verificação da ação simultânea do momento torsor e de cisalhamento


m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
84 IJ 1680 IJ&8
+ ≤1
392,4 IJ 3427,7 IJ&8
0,21 + 0,5 = 0,71 ≤ 1 ‡ˆ!

4 - Armadura transversal de torção


a3/ ≤ ar/,Š
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V•Ž f•$
ar/,Š = Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh z
1,15
Dados:
a3/ = 16,8 IJ8
V2 = 568,75 &8B = 0,056875 8B
8

IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh 45
1,15
V•Ž 16,8 IJ8
Œ • ≥
W IJ
50
2 A 0,056875 8B A &8B A cos 45°
1,15 WRc 45°
V•Ž
Œ • ≥ <, [
W

5 - Armadura longitudinal de torção


a3/ ≤ ar/,’
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V3( f•$
ar/,’ = Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
Dados:
a3/ = 16,8 IJ8
V2 = 568,75 &8B = 0,056875 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
9

V3( 16,8 IJ8


Œ • ≥
e IJ
50
2 A 0,056875 8B A &8B A Sh 45°
1,15
Xj
Œ • ≥ <, [

6 - O detalhamento da seção, através de um croqui que apresente toda a armação necessária


ao projeto.

Detalhamento
- Longitudinal face superior

Flexão: VW \ = 2,3 &8B


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 3,4 ^
A (0,25 8 − 0,075 8) = 0,6 &8B
”•–
V3(,-)- = VW + “
.
— A (?@ − ℎ2 )

V3(,-)- = 2,3 &8B + 0,6 &8B

Xj,™š™ = ,v → [∅#

Comparar o resultado com a mínima calculada, caso o valor for menor considerar a mínima.
- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = 1,84 &8B


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 3,4 ^
A (0,25 8 − 0,075 8) = 0,6 &8B
”•–
V3(,-)- = VW + “
.
— A (?@ − ℎ2 )

V3(,-)- = 1,84 &8B + 0,6 &8B

Xj,™š™ = , [[ → [∅#

Comparar o resultado com a mínima calculada, caso o valor for menor considerar a mínima.
10

- Longitudinal face lateral


”•– >^˜
Flexão: “
.
— = 3,4 ^
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 )

&8B
V3(,-)- = 3,4 A (0,4 8 − 0,075 8)
8
Xj,™š™ = #, # → ∅#

- Armadura Transversal (Estribos)

A armadura para a força cortante resultou apenas a parcela da porção, de 3,4 , ao longo
de toda a viga, não é necessária a armadura de cisalhamento, logo a armadura transversal é:

V3 V3,•Ž
Œ • =
W ›œ›”• W
v
Œ • = <, [ → ∅ / ;} }XŸ ç }l™š.
X w‡w ž

- Espaçamento dos estribos


m]/ ≤ 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8
m]/ > 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,3 A $ ≤ 20 &8

m]/ = 60 IJ
0,67 A mr/,B = 0,67 A 392,4 IJ = 262,9 IJ
≤ ,v

¡^ᣠ= 0,6 A $ &8 ≤ 30 &8


¡^ᣠ= 0,6 A 36,5 &8 ≤ 30 &8
¡^ᣠ= 22 &8 ≤ 30 &8
11

Logo o valor do espaçamento é:


i ᥠ=

- Fazer o croqui com o detalhamento da seção

[∅#

∅ /

∅#

∅#

[∅#
12

Questão (cód. 220010)


Para resolver é permitido o uso de tabelas de dimensionamento à flexão e de distribuição de
armadura, além de formulário.
Considere uma viga de edifício com seção de 60 x 90 cm, que deve utilizar aço CA50, concreto
C20, e que seja submetida simultaneamente a um torsor de 170 kNm, esforço cortante de
580 kN e momento fletor de 660 kNm (valores já majorados para condições de projeto).
Considerando a classe de agressividade I:
1 - Determine a área de aço necessária para flexão.
2 - Determine a área de aço necessária para o cisalhamento.
3 - Verifique as condições de resistência do concreto para a ação simultânea do momento
torsor e do cisalhamento.
4 - Determine a área de aço longitudinal necessária para o torsor e transversal para o torsor.
5 - Apresente um croqui com o detalhamento da seção.

RESOLUÇÃO:

1° Passo: Verificar os dados


- Seção da viga
h = 90 cm

bw = 60 cm

- Tipo de concreto: =
- Tipo de aço: − =
- Valor máximo de torção: Tk = 170 kNm (já majorado) Tsd = 17000 kNcm
- Valor máximo de cisalhamento: = Z (¦á ¦š§ ;š) = X;

- Valor do momento fletor: Mk = 660 kNm (já majorado) = Md = 66000 kNcm


- Cobrimento: = , ( j XX} ;} ¨§}XXk©k; ;} ª − w «}j )
13

'()*+,-./,*0( = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 10 88 = 1,0 &8


'23-4,5) = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 5 88 = 0,5 &8

2º Passo: Calcular a altura útil


'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
Dados:
ℎ = 90 &8
& = 2,5 &8
'()*+,-./,*0( = 1,0 &8
'23-4,5) = 0,5 &8
Logo temos:
1,0 &8
$ = 90 &8 − 2,5 &8 − − 0,5 &8
2
;=Z ,

3° Passo: Resolver o que é pedido na questão


3.1 - Determine a área de aço necessária para flexão.
- Calcular a área de aço
?@ A $ B
=> =
C/
60 &8 A (86,5 &8)B
=> =
66000 IJ&8
=> = 6,8 → =3 = 0,025 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U20 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
C/
VW = =3 A
$
66000 IJ&8
VW = 0,025 A
86,5 &8
XY = #v, Z
14

- Calcular a área mínima para o concreto de acordo com a NBR 6118


_(^,*
V](^,* = A ?@ A ℎ
100
Dados:
_(^,* = 0,15 (aNAN 8ícd8N $R NQ8N$eQN $R fORAãP TNQNW MdhNW)
?@ = 60 &8
ℎ = 90 &8
0,15
V](^,* = A 60 &8 A 90 &8
100
ij kl = Z, #

A armadura mínima deverá ser respeitada tanto para face superior quanto para face inferior.

3.2 - Determine a área de aço necessária para o cisalhamento.

m3/^,* = 0,101 A ?@ A $
m3/^,* = 0,101 A 60 &8 A 86,5 &8
X; kl = [,

X; = Z

X; > X; kl

Logo será adotado o X;


15

- Cálculo da armadura mínima


m3/^,*
V3@ = 2,55 A − 0,17 A ?@
$
m3/^,* = 524,2 IJ
$ = 86,5 &8
?@ = 60 &8
524,2
V3@^,* = 2,55 A − 0,17 A 60
86,5

V3@^,* = ,<

Cálculo da armadura de cisalhamento


Logo armadura de aço para o concreto C20 é:
m3/
V3@ = 2,55 A − 0,17 A ?@
$
Dados:
m3/ = 580 IJ
$ = 86,5 &8
?@ = 60 &8
580 IJ
V3@ = 2,55 A − 0,17 A 60 &8
86,5 &8

Xq = ,v

3.3 - Verifique as condições de resistência do concreto para a ação simultânea do momento


torsor e do cisalhamento.
m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
Dados:

i; = Z
wi; = #•
16

mr/,B = 0,35 A ?@ A $
mr/,B = 0,35 A 60 &8 A 86,5 &8

u;, = #Z# ,

ar/,B = 0,5 A xy A f&$ A V2 A ℎ2 A WRc (2 A z)


20 (C{N)
xy = 1 − = 0,92
250
=J
2,0 ( B )
f&$ = &8
1,4
Calcular a área da seção vazada
V2 = (?@ − ℎ2 ) . (ℎ − ℎ2 )
Condição para o |}
V
ℎ2 ≤
~
V = ?@ . ℎ
V = 60 &8 . 90 &8
= [
~ = 2 . (?@ + ℎ)
~ = 2 . ( 60 &8 + 90 &8)
~ = 300 &8
5400 &8B
ℎ2 ≤
300
|} ≤ #Z
ℎ2 ≥ 2 . U•
'()*+,-./,*0(
U• = + '23-4,5) + &
2
1,0 &8
U• = + 0,5 &8 + 2,5 &8
2
U• = 3,5 &8
17

ℎ2 ≥ 2 . 3,5
|} ≥ •,
V
≥ ℎ2 ≥ 2. U•
~
18 &8 ≥ ℎ2 ≥ 7,0 &8
Logo o valor de |} = #
Logo a área vazada é:
V2 = (60 &8 − 15 &8) A (90 &8 − 15 &8)
V2 = 3375 &8B
Logo o perímetro é:
e = 2 ‚(?@ − ℎ2 ) + (ℎ − ℎ2 )ƒ
e = 2 ‚(60 &8 − 15 &8) + (90 &8 − 15 &8)ƒ
„= [

Calcular o valor de wu;,

ar/,B = 0,5 . xy . f&$ . V2 . ℎ2 . WRc (2 A z)


2 IJ/&8B
ar/,B = 0,5 A 0,92 A A 3375 &8B A 15 &8 A WRc (2 A 45°)
1,4
ar/,B = 33267,9 IJ&8
Verificação da ação simultânea do momento torsor e de cisalhamento
m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
580 IJ 17000 IJ&8
+ ≤1
1816,5 IJ 33267,9 IJ&8
0,3 + 0,5 = 0,8 ≤ 1 ‡ˆ!

3.4 - Determine a área de aço longitudinal necessária para o torsor e transversal para o torsor.

Armadura longitudinal
a3/ ≤ ar/,’
18

a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N


V3( f•$
ar/,’ = Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
Dados:
a3/ = 170 IJ8
V2 = 3375 &8B = 0,3375 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
V3( 170
Œ • ≥
e IJ
50
2 A 0,3375 8B &8B A Sh 45°
1,15
Xj
Œ • ≥ ,Z

Armadura transversal (estribos)


a3/ ≤ ar/,Š
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V•Ž f•$
ar/,Š = Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
19

V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh z
1,15
Dados:
a3/ = 170 IJ8
V2 = 3375 &8B = 0,3375 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh 45
1,15
V•Ž 170
Œ • ≥
W IJ
50
2 A 0,3375 8B &8B A cos 45°
1,15 WRc 45°
V•Ž
Œ • ≥ ,Z
W

3.5 - Apresente um croqui com o detalhamento da seção.


Detalhamento
- Longitudinal face superior
Flexão: VW \ = 0
”•–
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 5,8 A (0,6 8 − 0,15 8) = 2,61 &8B

V3(,-)- = 0 + 2,61 &8B

Xj,™š™ = , # →[∅#

- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = 19,08 &8B


”•–
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 5,8 A (0,6 8 − 0,15 8) = 2,61 &8B
20

V3(,-)- = 19,08 &8B + 2,61 &8B

Xj,™š™ = #, v →•∅

- Longitudinal face lateral


Como a altura da viga é maior que 60 cm, é necessária verificar a utilização de armadura de
pele, assim temos:
V3¬,-0>2 = 0,0005 A ?@ A ℎ
V3¬,-0>2 = 0,0005 A 60 A 90

XŸ, } = ,•
Verificar a parcela de torção.
Flexão: VW = 0
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 ) = 5,8 A (0,9 8 − 0,15 8) = 4,35 &8B

V3(,-)- = 0 + 4,35 &8B

Xj,™š™ = [, <

Logo Xj,™š™ > XŸ, }, sendo assim, não é necessária armadura de pele, só a
parcela de torção, que vale:

Xj,™š™ = [, < → ∅

- Armadura Transversal (Estribos)


A área final dos estribos é dada pela soma das parcelas correspondentes ao cisalhamento e à
torção.
V3 V3,•Ž
Œ • = V3@ +
W ›œ›”• W

Xq = ,v

V3,•Ž
= ,Z
W
21

v
Œ • = ,v + ,Z
X w‡w ž

“ v
— = 12,7 → ∅# / ;} }XŸ ç }l™š.
X w‡w ž

- Espaçamento dos estribos


m]/ ≤ 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8
m]/ > 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,3 A $ ≤ 20 &8

m]/ = 580 IJ
0,67 A mr/,B = 0,67 A 1816,5 IJ = 1217,05 IJ
580 IJ ≤ 1217,05 IJ

¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8


¡^ᣠ= 0,6 A 86,5 ≤ 30 &8
¡^ᣠ= 51,9 &8 ≤ 30 &8

O espaçamento adotado é:
i ᥠ=<

Croqui com o detalhamento da seção


<∅

∅# /

•∅
22

Questão (cód. 215538)

Para resolver essa questão o aluno poderá consultar tabelas de dimensionamento à flexão, de
bitolas de armadura e formulário.
Detalhar a armação completa para a viga V1, considerando os efeitos de flexão, cisalhamento
e torção apresentados no diagrama. A marquise é rebaixada em relação à laje interna.
Considere fck=25 MPa e cobrimento de 2,5 cm.
1 - Determine a armação devida à flexão, incluindo a necessidade mínima.
2 - Determine a armação ao cisalhamento, incluindo a necessidade mínima.
3 - Verifique a condição de ação simultânea de torção e cisalhamento.
4 - Determine a armadura longitudinal de torção
5 - Determine a armadura transversal de torção
6 - Apresente o croqui do detalhamento da seção transversal.
23

RESOLUÇÃO:

1° Passo: Verificar os dados


- Seção da viga
h = 40 cm

bw = 20 cm

- Tipo de concreto:
- Tipo de aço:
- Valor máximo de torção: Tk = 10,26 kNm
- Valor máximo de cisalhamento: [ , •
- Valor do momento fletor negativo: Pilar 1 e 3 Mk- = 1218 kNcm
24

- Valor do momento fletor negativo: Pilar 2 Mk- = 3254 kNcm


- Valor do momento fletor positivo: Mk+= 1690 kNcm
- Cobrimento: = ,
'()*+,-./,*0( = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 10 88 = 1,0 &8
'23-4,5) = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 5 88 = 0,5 &8

2º Passo: Calcular a altura útil


'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
Dados:
ℎ = 40 &8
& = 2,5 &8
'()*+,-./,*0( = 1,0 &8
'23-4,5) = 0,5 &8

Logo temos:
'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
1,0 &8
$ = 40 &8 − 2,5 &8 − − 0,5 &8
2
;=< ,

3° Passo: Resolver o que é pedido na questão


3.1 - Armadura de flexão, incluindo a mínima necessária.
Armadura de flexão para o momento positivo Mk+= 1690 kNcm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
20 &8 A (36,5 &8)B
=> =
1690 IJ&8 A 1,4
=> = 11,3 → =3 = 0,024 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
25

Logo a área de aço é:


CD A 1,4
VW = =3 A
$
1690 IJ&8 A 1,4
VW = 0,024 A
36,5 &8
XY = #,

Armadura de flexão para o momento negativo


Pilar 1 e 3 Mk-= 1218 kNcm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
20 &8 A (36,5 &8)B
=> =
1218 IJ&8 A 1,4
=> = 15,6 → =3 = 0,023 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
1218 IJ&8 A 1,4
VW = 0,023 A
36,5 &8
X\ = #, •

Pilar 2 (intermediário) Mk-= 3254 kNcm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
20 &8 A (36,5 &8)B
=> =
3254 IJ&8 A 1,4
=> = 5,8 → =3 = 0,024 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
26

3254 IJ&8 A 1,4


VW = 0,024 A
36,5 &8
X\ = <,

Armadura mínima para o concreto de acordo com a NBR 6118


_(^,*
V](^,* = A ?@ A ℎ
100
Dados:
_(^,* = 0,15 (aNAN 8ícd8N $R NQ8N$eQN $R fORAãP TNQNW MdhNW)
?@ = 20 &8
ℎ = 40 &8
0,15
V](^,* = A 20 A 40
100
ij kl = #,

3.2 - Armadura de cisalhamento, incluindo a mínima necessária.


Concreto C25
m3/^,* = 0,117 A ?@ A $
m3/^,* = 0,117 A 20 &8 A 36,5 &8
X; kl = Z , [#

m3/ = 45,7 IJ A 1,4


X; = <, vZ

X; < X; kl

<, vZ < Z , [#

Logo será adotado o X; kl


27

Cálculo da armadura de cisalhamento


Logo armadura de aço para o concreto C25 é:
m3/
V3@ = 2,55 A − 0,20 A ?@
$
Dados:
m3/ = m3/^,* = 85,41 IJ
$ = 36,5 &8
?@ = 20 &8
85,41 IJ
V3@ = 2,55 A − 0,20 A 20 &8
36,5 &8

Xq = #, v•
Como foi usado o m3/^,* , podemos considerar como armadura mínima.

3.3 - Se a seção é suficiente para resistir às ações simultâneas do cisalhamento e de torção,


considerando estribos de 5 mm e barras longitudinais de 10 mm.

m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B

Dados:
m3/ = 45,7 IJ A 1,4
X; = <, vZ
mr/,B = 0,43 A ?@ A $
mr/,B = 0,43 A 20 &8 A 36,5 &8

u;, = <#<, v
a]/ = 10,26 IJ8 A 1,4
wi; = #[, <
ar/,B = 0,5 A xy A f&$ A V2 A ℎ2 A WRc (2 A z)
28

25 (C{N)
xy = 1 − = 0,9
250
=J
2,5 ( B )
f&$ = &8
1,4
Calcular a área da seção vazada
V2 = (?@ − ℎ2 ) . (ℎ − ℎ2 )
Condição para o |}
V
ℎ2 ≤
~
V = ?@ A ℎ
V = 20 &8 A 40 &8
=Z
~ = 2 A (?@ + ℎ)
~ = 2 A ( 20 &8 + 40 &8)
~ = 120 &8
800 &8B
ℎ2 ≤
120
|} ≤ ,
ℎ2 ≥ 2 . U•
'()*+,-./,*0(
U• = + '23-4,5) + &
2
1,0 &8
U• = + 0,5 &8 + 2,5 &8
2
U• = 3,5 &8
ℎ2 ≥ 2 . 3,5
|} ≥ •,
V
≥ ℎ2 ≥ 2. U•
~
6,6 &8 ≥ ℎ2 ≥ 7,0 &8 → JãP NSRc$R
29

Nesse caso a NBR 6118 permite adotar a seguinte condição:



ℎ2 = ≤ ?@ − 2 A U•
®

800
ℎ2 = ≤ 20 − 2 A 3,5
120
ℎ2 = 6,6 ≤ 13 → ¯=!
Logo o valor de |} = ,
Nesse caso o cálculo da área será:
V2 = (?@ − 2 A U• ) A (ℎ − 2 A U• )
V2 = (20 &8 − 2 A 3,5 &8) A (40 &8 − 2 A 3,5&8)
V2 = (20 &8 − 7 &8) A (40 &8 − 7&8)
V2 = (13) A (33)

} = [ v
Logo o perímetro é:
e = 2 ‚(?@ − 2 A U• ) + (ℎ − 2 A U• )ƒ
e = 2 ‚(20 &8 − 2 A 3,5 &8) + (40 &8 − 2 A 3,5 &8)ƒ
e = 2 ‚(20 − 7) + (40 − 7)ƒ
e = 2 ‚(13) + (33)ƒ
„=v
Calcular o valor de wu;,

ar/,B = 0,5 . xy . f&$ . V2 . ℎ2 . WRc (2 A z)


2,5 IJ/&8B
ar/,B = 0,5 A 0,9 A A 429 &8B A 6,6 &8 A WRc (2 A 45°)
1,4
wu;, = • ,
Verificação da ação simultânea do momento torsor e de cisalhamento
m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
63,98 IJ 1436 IJ8
+ ≤1
313,9 IJ 2275,2 IJ&8
0,20 + 0,63 = 0,83 ≤ 1 ‡ˆ!
30

4 - Armadura transversal de torção


a3/ ≤ ar/,Š
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V•Ž f•$
ar/,Š = Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh z
1,15
Dados:
a3/ = 14,36 IJ8
V2 = 429 &8B = 0,0429 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh 45
1,15
V•Ž 14,36 IJ8
Œ • ≥
W IJ
50
2 A 0,0429 8B A &8B A cos 45°
1,15 WRc 45°
V•Ž
Œ • ≥ <, Z
W

5 - Armadura longitudinal de torção


a3/ ≤ ar/,’
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V3( f•$
ar/,’ = Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
31

V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
Dados:
a3/ = 14,36 IJ8
V2 = 429 &8B = 0,0429 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
V3( 14,36 IJ8
Œ • ≥
e IJ
50
2 A 0,0429 8B A &8B A Sh 45°
1,15
Xj
Œ • ≥ <, Z

6 - O detalhamento da seção, através de um croqui que apresente toda a armação necessária


ao projeto.
Pilares P1 e P3
Detalhamento
- Longitudinal face superior

Flexão: VW \ = 1,07 &8B


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − 2 A U• ) = 3,8 ^
A (0,20 8 − 0,07 8) = 0,5 &8B

V3(,-)- = VW \ + “ •– — A (?@ − ℎ2 )
.

V3(,-)- = 1,07 &8B + 0,5 &8B

Xj,™š™ = #, • → ∅#
32

- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = ? &8B WRQá eWN$P N NQ8N$eQN $R Nc&PQNhR8


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − 2 A U• ) = 3,8 ^
A (0,20 8 − 0,07 8) = 0,5 &8B

V3(,-)- = VW Y + “ •– — A (?@ − ℎ2 )
.

V3(,-)- = ? &8B + 0,5 &8B

Xj,™š™ =? →? ∅?

- Longitudinal face lateral


”•– >^˜
Flexão: “
.
— = 3,8 ^
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 )

&8B
V3(,-)- = 3,8 A (0,4 8 − 0,07 8)
8
Xj,™š™ = #, < → ∅#

Pilar P2 (Intermediário)
Detalhamento
- Longitudinal face superior
Flexão: VW \ = 3,0 &8B
”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − 2 A U• ) = 3,8 ^
A (0,20 8 − 0,07 8) = 0,5 &8B

V3(,-)- = VW \ + “ •– — A (?@ − ℎ2 )
.

V3(,-)- = 3,0 &8B + 0,5 &8B

Xj,™š™ = <, → ∅#

- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = ? &8B WRQá eWN$P N NQ8N$eQN $R Nc&PQNhR8


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − 2 A U• ) = 3,8 ^
A (0,20 8 − 0,07 8) = 0,5 &8B
33


V3(,-)- = VW Y + “ •– — A (?@ − ℎ2 )
.

V3(,-)- = ? &8B + 0,5 &8B

Xj,™š™ =? →? ∅?

- Longitudinal face lateral


”•– >^˜
Flexão: “
.
— = 3,8 ^
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 )

&8B
V3(,-)- = 3,8 A (0,4 8 − 0,07 8)
8
Xj,™š™ = #, < → ∅#

- Armadura Transversal (Estribos)

A armadura para a força cortante resultou apenas a parcela da porção, de 3,8 , ao longo
de toda a viga, não é necessária a armadura de cisalhamento, logo a armadura transversal é:

V3 V3,•Ž
Œ • =
W ›œ›”• W
v
Œ • = <, Z → ∅ / ;} }XŸ ç }l™š.
X w‡w ž

- Espaçamento dos estribos


m]/ ≤ 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8
m]/ > 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,3 A $ ≤ 20 &8

m]/ = 63,98 IJ
0,67 A mr/,B = 0,67 A 313,9 IJ = 210 IJ
63,98 IJ ≤ 210 IJ
34

¡^ᣠ= 0,6 A $ &8 ≤ 30 &8


¡^ᣠ= 0,6 A 36,5 &8 ≤ 30 &8
¡^ᣠ= 22 &8 ≤ 30 &8

Logo o valor do espaçamento é:


i ᥠ=

- Fazer o croqui com o detalhamento da seção


Pilares 1 e 3

∅#

∅ /

∅#

∅#

? ∅?

Pilares 2 (Intermediário)

∅#

∅ /

∅#

∅#

? ∅?
35

Questão (cód. 215473)


Para resolver essa questão o aluno poderá consultar tabelas de dimensionamento à flexão, de
bitolas de armadura e formulário.
Detalhar a armação completa para a viga V1, considerando os efeitos de flexão, cisalhamento
e torção. Considere que as armações longitudinais e transversais serão mantidas constantes
por toda a viga. Considere fck=25 Mpa e cobrimento de 2,5 cm.
1 - Determine a armação devida à flexão (positiva e negativa), incluindo a necessidade mínima.
2 - Determine a armação ao cisalhamento, incluindo a necessidade mínima.
3 - Verifique a condição de ação simultânea de torção e cisalhamento.
4 - Determine a armadura longitudinal de torção
5 - Determine a armadura transversal de torção
6 - Apresente o croqui do detalhamento da seção transversal.
36

RESOLUÇÃO:
1° Passo: Verificar os dados
- Seção da viga

h = 50 cm

bw = 35 cm

- Tipo de concreto: =
- Tipo de aço: − =
- Valor máximo de torção: Tk = 39,15 kNm
- Valor máximo de cisalhamento: =< , v
- Valor do momento fletor negativo: Mk- = 9,35 kNm
- Valor do momento fletor positivo: Mk+= 29,11 kNm
- Cobrimento: = ,
'()*+,-./,*0( = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 10 88 = 1,0 &8
'23-4,5) = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 5 88 = 0,5 &8
2º Passo: Calcular a altura útil
'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
Dados:
ℎ = 50 &8
& = 2,5 &8
'()*+,-./,*0( = 1,0 &8
'23-4,5) = 0,5 &8
1,0 &8
$ = 50 &8 − 2,5 &8 − − 0,5 &8
2
;=[ ,
37

3° Passo: Resolver o que é pedido na questão


3.1 - Armadura de flexão, incluindo a mínima necessária.
Armadura de flexão para o momento positivo Mk+= 29,11 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
35 &8 A (46,5 &8)B
=> =
2911 IJ&8 A 1,4
=> = 18,57 → =3 = 0,023 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
2911 IJ&8 A 1,4
VW = 0,023 A
46,5 &8
XY = ,

Armadura de flexão para o momento negativo Mk-= 9,35 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
35 &8 A (46,5 &8)B
=> =
935 IJ&8 A 1,4
=> = 57,8 → =3 = 0,023 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
935 IJ&8 A 1,4
VW = 0,023 A
46,5 &8
X\ = ,

Armadura mínima para o concreto de acordo com a NBR 6118


_(^,*
V](^,* = A ?@ A ℎ
100
38

Dados:
_(^,* = 0,15 (aNAN 8ícd8N $R NQ8N$eQN $R fORAãP TNQNW MdhNW)
?@ = 35 &8
ℎ = 50 &8
0,15
V](^,* = A 35 A 50
100
ij kl = , <

3.2 - Armadura de cisalhamento, incluindo a mínima necessária.


m3/^,* = 0,117 A ?@ A $
m3/^,* = 0,117 A 35 &8 A 46,5 &8
X; kl = #v , [

m3/ = 35,09 IJ A 1,4


X; = [v, #
X; < X; kl

Logo será adotado o X; kl


Cálculo da armadura de cisalhamento
Logo armadura de aço para o concreto C25 é:
m3/
V3@ = 2,55 A − 0,20 A ?@
$
Dados:
m3/ = m3/^,* = 190,4 IJ
$ = 46,5 &8
?@ = 35 &8
190,4 IJ
V3@ = 2,55 A − 0,20 A 35 &8
46,5 &8

Xq = <, [[
Como foi usado o m3/^,* , podemos considerar como armadura mínima.
39

3.3 - Se a seção é suficiente para resistir às ações simultâneas do cisalhamento e de torção,


considerando estribos de 5 mm e barras longitudinais de 10 mm.

m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B

Dados:
m3/ = 35,09 IJ A 1,4
X; = [v, #
mr/,B = 0,43 A ?@ A $
mr/,B = 0,43 A 35 &8 A 46,5 &8

u;, = vv, Z
a]/ = 39,15 IJ8 A 1,4
wi; = [, Z#
ar/,B = 0,5 A xy A f&$ A V2 A ℎ2 A WRc (2 A z)
25 (C{N)
xy = 1 − = 0,9
250
=J
2,5 ( B )
f&$ = &8
1,4
Calcular a área da seção vazada
V2 = (?@ − ℎ2 ) . (ℎ − ℎ2 )
Condição para o |}
V
ℎ2 ≤
~
V = ?@ A ℎ
V = 35 &8 A 50 &8
= #•
~ = 2 A (?@ + ℎ)
~ = 2 A ( 35 &8 + 50 &8)
40

~ = 170 &8
1750 &8B
ℎ2 ≤
170
|} ≤ # , v
ℎ2 ≥ 2 . U•
'()*+,-./,*0(
U• = + '23-4,5) + &
2
1,0 &8
U• = + 0,5 &8 + 2,5 &8
2
U• = 3,5 &8
ℎ2 ≥ 2 . 3,5
|} ≥ •,
V
≥ ℎ2 ≥ 2. U•
~
10,29 &8 ≥ ℎ2 ≥ 7,0 &8
Logo o valor de |} = Z
Logo a área vazada é:
V2 = (35 &8 − 8 &8) A (50 &8 − 8 &8)
} = ##<[

Logo o perímetro é:
e = 2 ‚(?@ − ℎ2 ) + (ℎ − ℎ2 )ƒ
e = 2 ‚(35 &8 − 8 &8) + (50 &8 − 8 &8)ƒ
„ = #<Z
Calcular o valor de wu;,

ar/,B = 0,5 . xy . f&$ . V2 . ℎ2 . WRc (2 A z)


2,5 IJ/&8B
ar/,B = 0,5 A 0,9 A A 1134 &8B A 8 &8 A WRc (2 A 45°)
1,4
wu;, = • v
41

Verificação da ação simultânea do momento torsor e de cisalhamento


m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
49,1 IJ 5481 IJ&8
+ ≤1
699,8 IJ 7290 IJ&8
0,07 + 0,75 = 0,82 ≤ 1 ‡ˆ!

4 - Armadura transversal de torção


a3/ ≤ ar/,Š
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V•Ž f•$
ar/,Š = Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh z
1,15
Dados:
a3/ = 54,81 IJ8
V2 = 1134 &8B = 0,1134 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh 45
1,15
V•Ž 54,81 IJ8
Œ • ≥
W IJ
50
2 A 0,1134 8B A &8B A cos 45°
1,15 WRc 45°
V•Ž
Œ • ≥ ,
W
42

5 - Armadura longitudinal de torção


a3/ ≤ ar/,’
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V3( f•$
ar/,’ = Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
Dados:
a3/ = 54,81 IJ8
V2 = 1134 &8B = 0,1134 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
V3( 54,81 IJ8
Œ • ≥
e IJ
50
2 A 0,1134 8B A &8B A Sh 45°
1,15
Xj
Œ • ≥ ,

6 - O detalhamento da seção, através de um croqui que apresente toda a armação necessária


ao projeto.

Detalhamento
- Longitudinal face superior

Flexão: VW \ = 0,65 &8B


43

”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 5,56 ^
A (0,35 8 − 0,08 8) = 1,5 &8B
”•–
V3(,-)- = VW + “
.
— A (?@ − ℎ2 )

V3(,-)- = 0,65 &8B + 1,5 &8B


V3(,-)- = 2,15 &8B → NQ8N$eQN dcfRQdPQ N 8ícd8N &NO&eON$N.
Nesse caso será adotado a armadura mínima.

Xj,™š™ = , < → [∅#

- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = 2,02 &8B


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 5,56 ^
A (0,35 8 − 0,08 8) = 1,5 &8B
”•–
V3(,-)- = VW + “
.
— A (?@ − ℎ2 )

V3(,-)- = 2,02 &8B + 1,5 &8B

Xj,™š™ = <, → ∅#

- Longitudinal face lateral


”•– >^˜
Flexão: “
.
— = 5,56 ^
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 )

&8B
V3(,-)- = 5,56 A (0,5 8 − 0,08 8)
8
Xj,™š™ = , <[ → <∅#

- Armadura Transversal (Estribos)

A armadura para a força cortante resultou apenas a parcela da porção, de 5,56 , ao longo
de toda a viga, não é necessária a armadura de cisalhamento, logo a armadura transversal é:

V3 V3,•Ž
Œ • =
W ›œ›”• W
44

v
Œ • = , → ∅Z /v ;} }XŸ ç }l™š.
X w‡w ž

- Espaçamento dos estribos


m]/ ≤ 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8
m]/ > 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,3 A $ ≤ 20 &8

m]/ = 49,13 IJ
0,67 A mr/,B = 0,67 A 699,8 IJ = 468,9 IJ
49,13 IJ ≤ 468,9 IJ

¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8


¡^ᣠ= 0,6 A 46,5 &8 ≤ 30 &8
¡^ᣠ= 27,9 &8 ≤ 30 &8

Logo o valor do espaçamento é:


i ᥠ=

- Fazer o croqui com o detalhamento da seção

[∅#

∅Z /v

<∅#

<∅#

∅#
45

Questão (cód. 215473)


Para resolver essa questão o aluno poderá consultar tabelas de dimensionamento à flexão, de
bitolas de armadura e formulário.
Detalhar a armação completa para a viga V1, considerando os efeitos de flexão, cisalhamento
e torção. Considere que as armações longitudinais e transversais serão mantidas constantes
por toda a viga. Considere fck=25 Mpa e cobrimento de 3 cm.
1 - Determine a armação devida à flexão (positiva e negativa), incluindo a necessidade mínima.
2 - Determine a armação ao cisalhamento, incluindo a necessidade mínima.
3 - Verifique a condição de ação simultânea de torção e cisalhamento.
4 - Determine a armadura longitudinal de torção
5 - Determine a armadura transversal de torção
6 - Apresente o croqui do detalhamento da seção transversal.
46

RESOLUÇÃO:
1° Passo: Verificar os dados
- Seção da viga

h = 50 cm

bw = 35 cm

- Tipo de concreto: =
- Tipo de aço: − =
- Valor máximo de torção: Tk = 39,15 kNm
- Valor máximo de cisalhamento: =< , v
- Valor do momento fletor negativo: Mk- = 9,35 kNm
- Valor do momento fletor positivo: Mk+= 29,11 kNm
- Cobrimento: = <,
'()*+,-./,*0( = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 10 88 = 1,0 &8
'23-4,5) = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 5 88 = 0,5 &8
2º Passo: Calcular a altura útil
'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
Dados:
ℎ = 50 &8
& = 3 &8
'()*+,-./,*0( = 1,0 &8
'23-4,5) = 0,5 &8
1,0 &8
$ = 50 &8 − 3 &8 − − 0,5 &8
2
;=[
47

3° Passo: Resolver o que é pedido na questão


3.1 - Armadura de flexão, incluindo a mínima necessária.
Armadura de flexão para o momento positivo Mk+= 29,11 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
35 &8 A (46 &8)B
=> =
2911 IJ&8 A 1,4
=> = 18,2 → =3 = 0,023 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
2911 IJ&8 A 1,4
VW = 0,023 A
46 &8
XY = , [

Armadura de flexão para o momento negativo Mk-= 9,35 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
35 &8 A (46 &8)B
=> =
935 IJ&8 A 1,4
=> = 56,6 → =3 = 0,023 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
935 IJ&8 A 1,4
VW = 0,023 A
46 &8
X\ = ,

Armadura mínima para o concreto de acordo com a NBR 6118


_(^,*
V](^,* = A ?@ A ℎ
100
48

Dados:
_(^,* = 0,15 (aNAN 8ícd8N $R NQ8N$eQN $R fORAãP TNQNW MdhNW)
?@ = 35 &8
ℎ = 50 &8
0,15
V](^,* = A 35 A 50
100
ij kl = , <

3.2 - Armadura de cisalhamento, incluindo a mínima necessária.


m3/^,* = 0,117 A ?@ A $
m3/^,* = 0,117 A 35 &8 A 46 &8
X; kl = #ZZ, [

m3/ = 35,09 IJ A 1,4


X; = [v, #
X; < X; kl

Logo será adotado o X; kl


Cálculo da armadura de cisalhamento
Logo armadura de aço para o concreto C25 é:
m3/
V3@ = 2,55 A − 0,20 A ?@
$
Dados:
m3/ = m3/^,* = 188,4 IJ
$ = 46 &8
?@ = 35 &8
188,4 IJ
V3@ = 2,55 A − 0,20 A 35 &8
46 &8

Xq = <, [[
Como foi usado o m3/^,* , podemos considerar como armadura mínima.
49

3.3 - Se a seção é suficiente para resistir às ações simultâneas do cisalhamento e de torção,


considerando estribos de 5 mm e barras longitudinais de 10 mm.

m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B

Dados:
m3/ = 35,09 IJ A 1,4
X; = [v, #
mr/,B = 0,43 A ?@ A $
mr/,B = 0,43 A 35 &8 A 46 &8

u;, = v ,<
a]/ = 39,15 IJ8 A 1,4
wi; = [, Z#
ar/,B = 0,5 A xy A f&$ A V2 A ℎ2 A WRc (2 A z)
25 (C{N)
xy = 1 − = 0,9
250
=J
2,5 ( B )
f&$ = &8
1,4
Calcular a área da seção vazada
V2 = (?@ − ℎ2 ) . (ℎ − ℎ2 )
Condição para o |}
V
ℎ2 ≤
~
V = ?@ A ℎ
V = 35 &8 A 50 &8
= #•
~ = 2 A (?@ + ℎ)
~ = 2 A ( 35 &8 + 50 &8)
50

~ = 170 &8
1750 &8B
ℎ2 ≤
170
|} ≤ # , v
ℎ2 ≥ 2 . U•
'()*+,-./,*0(
U• = + '23-4,5) + &
2
1,0 &8
U• = + 0,5 &8 + 2,5 &8
2
U• = 3,5 &8
ℎ2 ≥ 2 . 3,5
|} ≥ •,
V
≥ ℎ2 ≥ 2. U•
~
10,29 &8 ≥ ℎ2 ≥ 7,0 &8
Logo o valor de |} = Z
Logo a área vazada é:
V2 = (35 &8 − 8 &8) A (50 &8 − 8 &8)
} = ##<[

Logo o perímetro é:
e = 2 ‚(?@ − ℎ2 ) + (ℎ − ℎ2 )ƒ
e = 2 ‚(35 &8 − 8 &8) + (50 &8 − 8 &8)ƒ
„ = #<Z
Calcular o valor de wu;,

ar/,B = 0,5 . xy . f&$ . V2 . ℎ2 . WRc (2 A z)


2,5 IJ/&8B
ar/,B = 0,5 A 0,9 A A 1134 &8B A 8 &8 A WRc (2 A 45°)
1,4
wu;, = • v
51

Verificação da ação simultânea do momento torsor e de cisalhamento


m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
49,1 IJ 5481 IJ&8
+ ≤1
692,3 IJ 7290 IJ&8
0,07 + 0,75 = 0,82 ≤ 1 ‡ˆ!

4 - Armadura transversal de torção


a3/ ≤ ar/,Š
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V•Ž f•$
ar/,Š = Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh z
1,15
Dados:
a3/ = 54,81 IJ8
V2 = 1134 &8B = 0,1134 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh 45
1,15
V•Ž 54,81 IJ8
Œ • ≥
W IJ
50
2 A 0,1134 8B A &8B A cos 45°
1,15 WRc 45°
V•Ž
Œ • ≥ ,
W
52

5 - Armadura longitudinal de torção


a3/ ≤ ar/,’
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V3( f•$
ar/,’ = Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
Dados:
a3/ = 54,81 IJ8
V2 = 1134 &8B = 0,1134 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
V3( 54,81 IJ8
Œ • ≥
e IJ
50
2 A 0,1134 8B A &8B A Sh 45°
1,15
Xj
Œ • ≥ ,

6 - O detalhamento da seção, através de um croqui que apresente toda a armação necessária


ao projeto.

Detalhamento
- Longitudinal face superior

Flexão: VW \ = 0,65 &8B


53

”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 5,56 ^
A (0,35 8 − 0,08 8) = 1,5 &8B
”•–
V3(,-)- = VW + “
.
— A (?@ − ℎ2 )

V3(,-)- = 0,65 &8B + 1,5 &8B


V3(,-)- = 2,15 &8B → NQ8N$eQN dcfRQdPQ N 8ícd8N &NO&eON$N.
Nesse caso será adotado a armadura mínima.

Xj,™š™ = , < → [∅#

- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = 2,04 &8B


”•– >^˜
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 5,56 ^
A (0,35 8 − 0,08 8) = 1,5 &8B
”•–
V3(,-)- = VW + “
.
— A (?@ − ℎ2 )

V3(,-)- = 2,04 &8B + 1,5 &8B

Xj,™š™ = <, [ → ∅#

- Longitudinal face lateral


”•– >^˜
Flexão: “
.
— = 5,56 ^
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 )

&8B
V3(,-)- = 5,56 A (0,5 8 − 0,08 8)
8
Xj,™š™ = , <[ → <∅#

- Armadura Transversal (Estribos)

A armadura para a força cortante resultou apenas a parcela da porção, de 5,56 , ao longo
de toda a viga, não é necessária a armadura de cisalhamento, logo a armadura transversal é:

V3 V3,•Ž
Œ • =
W ›œ›”• W
54

v
Œ • = , → ∅Z /v ;} }XŸ ç }l™š.
X w‡w ž

- Espaçamento dos estribos


m]/ ≤ 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8
m]/ > 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,3 A $ ≤ 20 &8

m]/ = 49,13 IJ
0,67 A mr/,B = 0,67 A 699,8 IJ = 468,9 IJ
49,13 IJ ≤ 468,9 IJ

¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8


¡^ᣠ= 0,6 A 46 &8 ≤ 30 &8
¡^ᣠ= 27,6 &8 ≤ 30 &8

Logo o valor do espaçamento é:


i ᥠ=

- Fazer o croqui com o detalhamento da seção

[∅#

∅Z /v

<∅#

<∅#

∅#
55

Questão (cód. 215492)

Para resolver essa questão o aluno poderá consultar tabelas de dimensionamento à flexão, de
bitolas de armadura e formulário.
Detalhar a armação completa para a viga V1, considerando os efeitos de flexão, cisalhamento
e torção. Considere que as armações longitudinais e transversais serão mantidas constantes
por toda a viga. Considere fck=25 MPa e cobrimento de 2,5 cm.
1 - Determine a armação devida à flexão, incluindo a necessidade mínima.
2 - Determine a armação ao cisalhamento, incluindo a necessidade mínima.
3 - Verifique a condição de ação simultânea de torção e cisalhamento.
4 - Determine a armadura longitudinal de torção
5 - Determine a armadura transversal de torção
6 - Apresente o croqui do detalhamento da seção transversal.
56

RESOLUÇÃO:
1° Passo: Verificar os dados
- Seção da viga

h = 50 cm

bw = 35 cm

- Tipo de concreto: =
- Tipo de aço: − =
- Valor máximo de torção: Tk = 4863 kNcm
- Valor máximo de cisalhamento: = v,
- Valor do momento fletor negativo: Mk- = 9237 kNcm
- Cobrimento: = ,
'()*+,-./,*0( = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 10 88 = 1,0 &8
'23-4,5) = mNOPQ cãP fPQcR&d$P, WRQá &PcWd$RQN$P 5 88 = 0,5 &8
2º Passo: Calcular a altura útil
'()*+,-./,*0(
$ =ℎ−&− − '23-4,5)
2
Dados:
ℎ = 50 &8
& = 2,5 &8
'()*+,-./,*0( = 1,0 &8
'23-4,5) = 0,5 &8
1,0 &8
$ = 50 &8 − 2,5 &8 − − 0,5 &8
2
;=[ ,
57

3° Passo: Resolver o que é pedido na questão


3.1 - Armadura de flexão, incluindo a mínima necessária.
Armadura de flexão para o momento negativo Mk-= 9237 kNm

?@ A $ B
=> =
CD A 1,4
35 &8 A (46,5 &8)B
=> =
9237 IJ&8 A 1,4
=> = 5,9 → =3 = 0,024 (MNOPQ $R SN?RON TNQN U25 R UV − 50)
Logo a área de aço é:
CD A 1,4
VW = =3 A
$
9237 IJ&8 A 1,4
VW = 0,024 A
46,5 &8
X\ = , •

Armadura mínima para o concreto de acordo com a NBR 6118


_(^,*
V](^,* = A ?@ A ℎ
100
Dados:
_(^,* = 0,15 (aNAN 8ícd8N $R NQ8N$eQN $R fORAãP TNQNW MdhNW)
?@ = 35 &8
ℎ = 50 &8
0,15
V](^,* = A 35 A 50
100
ij kl = , <

3.2 - Armadura de cisalhamento, incluindo a mínima necessária.


m3/^,* = 0,117 A ?@ A $
m3/^,* = 0,117 A 35 &8 A 46,5 &8
X; kl = #v , [
58

m3/ = 59,6 IJ A 1,4


X; = Z<, [[
X; < X; kl

Logo será adotado o X; kl


Cálculo da armadura de cisalhamento
Logo armadura de aço para o concreto C25 é:
m3/
V3@ = 2,55 A − 0,20 A ?@
$
Dados:
m3/ = m3/^,* = 190,4 IJ
$ = 46,5 &8
?@ = 35 &8
190,4 IJ
V3@ = 2,55 A − 0,20 A 35 &8
46,5 &8

Xq = <, [[
Como foi usado o m3/^,* , podemos considerar como armadura mínima.
3.3 - Se a seção é suficiente para resistir às ações simultâneas do cisalhamento e de torção,
considerando estribos de 5 mm e barras longitudinais de 10 mm.

m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B

Dados:

m3/ = 59,6 IJ A 1,4


X; = Z<, [[
mr/,B = 0,43 A ?@ A $
mr/,B = 0,43 A 35 &8 A 46,5 &8

u;, = vv, Z
a]/ = 4863 IJ&8 A 1,4
59

wi; = Z Z,
ar/,B = 0,5 A xy A f&$ A V2 A ℎ2 A WRc (2 A z)
25 (C{N)
xy = 1 − = 0,9
250
=J
2,5 ( B )
f&$ = &8
1,4
Calcular a área da seção vazada
V2 = (?@ − ℎ2 ) . (ℎ − ℎ2 )
Condição para o |}
V
ℎ2 ≤
~
V = ?@ A ℎ
V = 35 &8 A 50 &8
= #•
~ = 2 A (?@ + ℎ)
~ = 2 A ( 35 &8 + 50 &8)
~ = 170 &8
1750 &8B
ℎ2 ≤
170
|} ≤ # , v
ℎ2 ≥ 2 . U•
'()*+,-./,*0(
U• = + '23-4,5) + &
2
1,0 &8
U• = + 0,5 &8 + 2,5 &8
2
U• = 3,5 &8
ℎ2 ≥ 2 . 3,5
|} ≥ •,
V
≥ ℎ2 ≥ 2. U•
~
60

10,29 &8 ≥ ℎ2 ≥ 7,0 &8


Logo o valor de |} = #
Logo a área vazada é:
V2 = (35 &8 − 10 &8) A (50 &8 − 10 &8)
} = #

Logo o perímetro é:
e = 2 ‚(?@ − ℎ2 ) + (ℎ − ℎ2 )ƒ
e = 2 ‚(35 &8 − 10 &8) + (50 &8 − 10 &8)ƒ
„ = #<
Calcular o valor de wu;,

ar/,B = 0,5 . xy . f&$ . V2 . ℎ2 . WRc (2 A z)


2,5 IJ/&8B
ar/,B = 0,5 A 0,9 A A 1000 &8B A 10 &8 A WRc (2 A 45°)
1,4
wu;, = Z < , •
Verificação da ação simultânea do momento torsor e de cisalhamento
m]/ a]/
+ ≤1
mr/,B ar/,B
83,44 IJ 6808,2 IJ&8
+ ≤1
699,8 IJ 8035,7 IJ&8
0,12 + 0,85 = 0,97 ≤ 1 ‡ˆ!

4 - Armadura transversal de torção


a3/ ≤ ar/,Š
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V•Ž f•$
ar/,Š = Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
V•Ž f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A &PSh z
W 1,15
61

V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh z
1,15
Dados:
a3/ = 68,08 IJ8
V2 = 1000 &8B = 0,1000 8B
IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V•Ž a3/
Œ • ≥
W f•$
2 A V2 A A &PSh 45
1,15
V•Ž 68,08 IJ8
Œ • ≥
W IJ
50
2 A 0,1 8B A &8B A cos 45°
1,15 WRc 45°
V•Ž
Œ • ≥ •, Z<
W

5 - Armadura longitudinal de torção


a3/ ≤ ar/,’
a3/ = MNOPQ &NO&eON$P cN MRQdfd&NçãP $N ?dRON &P8TQd8d$N
V3( f•$
ar/,’ = Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( f•$
a3/ ≤ Œ • A 2 A V2 A A Sh z
e 1,15
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
Dados:
a3/ = 68,08 IJ8
V2 = 1000 &8B = 0,1 8B
62

IJ
f•$ = 50
&8B
z = 45°
V3( a3/
Œ • ≥
e f•$
2 A V2 A A Sh z
1,15
V3( 68,08 IJ8
Œ • ≥
e IJ
50
2 A 0,1 8B A &8B A Sh 45°
1,15
Xj
Œ • ≥ •, Z<

6 - O detalhamento da seção, através de um croqui que apresente toda a armação necessária


ao projeto.

Detalhamento
- Longitudinal face superior

Flexão: VW \ = 6,67 &8B


”•–
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 7,83 A (0,35 8 − 0,10 8) = 1,96 &8B

V3(,-)- = 6,67 &8B + 1,96 &8B

Xj,™š™ = Z, < → ∅#

- Longitudinal face inferior

Flexão: VW Y = 0 &8B
”•–
Torção: “
.
— A (?@ − ℎ2 ) = 7,83 A (0,35 8 − 0,10 8) = 1,96 &8B

V3(,-)- = 0 &8B + 1,96 &8B


V3(,-)- = 1,96 &8B → NQ8N$eQN dcfRQdPQ N 8ícd8N &NO&eON$N.
Nesse caso será adotado a armadura mínima.

Xj,™š™ = , < → [∅#


63

- Longitudinal face lateral


”•– >^˜
Flexão: “
.
— = 7,83 ^
”•–
Torção: “
.
— A (ℎ − ℎ2 )

&8B
V3(,-)- = 7,83 A (0,5 8 − 0,1 8)
8
Xj,™š™ = <, #< → [∅#

- Armadura Transversal (Estribos)

A armadura para a força cortante resultou apenas a parcela da porção, de 7,83 , ao longo
de toda a viga, não é necessária a armadura de cisalhamento, logo a armadura transversal é:

V3 V3,•Ž
Œ • =
W ›œ›”• W
v
Œ • = •, Z< → ∅Z / ;} }XŸ ç }l™š.
X w‡w ž

- Espaçamento dos estribos


m]/ ≤ 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8
m]/ > 0,67 A mr/,B → ¡^ᣠ= 0,3 A $ ≤ 20 &8

m]/ = 83,44 IJ
0,67 A mr/,B = 0,67 A 699,8 IJ = 468,9 IJ
83,44 IJ ≤ 468,9 IJ

¡^ᣠ= 0,6 A $ ≤ 30 &8


¡^ᣠ= 0,6 A 46,5 &8 ≤ 30 &8
¡^ᣠ= 27,9 &8 ≤ 30 &8
Logo o valor do espaçamento é:
i ᥠ=
64

- Fazer o croqui com o detalhamento da seção

∅#

∅Z /

[∅#

[∅#

[∅#