Você está na página 1de 25

Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

LISTA DE QUESTÕES DE ESTATÍSTICA DESCRITIVA

BANCA CESGRANRIO

1 (EPE/2005)
Sobre os conceitos de média, desvio padrão e variância, é correto afirmar que:
(A) inexiste relação entre média e variância.
(B) é impossível calcular o desvio padrão, dada a variância.
(C) a variância é a raiz quadrada da média.
(D) o desvio padrão é a raiz quadrada da variância.
(E) o valor da variância é sempre maior que o valor do desvio padrão.

2 (EPE/2005)
As observações de uma variável X são: (0,2,2,1,4,5,5,5,3). Os valores de
moda, média e mediana, respectivamente, são:
(A) 2, 2, 2 (B) 2, 3, 5 (C) 3, 3, 5 (D) 5, 3, 2 (E) 5, 3, 3

3 (EPE/2005)
Dado o conjunto de valores {2,3,5,7,8}, substituindo o valor 8 por 50, é correto
afirmar que a:
(A) moda aumenta.
(B) mediana se mantém.
(C) mediana aumenta.
(D) mediana diminui.
(E) média diminui.

4 (EPE/2005)
Para a seqüência de números (1,1,3,4), a variância é igual a:
(A) 1 (B) 2 (C) 2,25 (D) 2,75 (E) 3

5 (EPE/2005)
Dada a lista de números {5,5,6,6,6,6,7,14}, a freqüência:
(A) relativa do número 5 é 25%
(B) relativa do número 5 é 75%
(C) relativa do número 6 é 25%
(D) relativa do número 7 é 10%
(E) absoluta do número 6 é 40%
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

6 (BNDES/2012 – TEC. ADMINISTR.)

7 (PETROBRAS/2012)

A média aritmética de um conjunto de dados será maior que a mediana quando


(A) o conjunto for bimodal.
(B) a moda for grande.
(C) a variância for maior que a média.
(D) houver valores atípicos extremamente pequenos.
(E) houver valores atípicos extremamente grandes.

8 (BNDES/2012 – TEC. ADMINISTR.)

9 (PETROBRAS/2011)
O registro mensal de mercadorias com peso maior do que 0,5 kg despachadas
por uma transportadora, nos últimos 8 meses, foi 7 33 15 21 11 35 7 7.
A mediana associada aos dados acima é
(A) 7 (B) 13 (C) 15 (D) 16 E) 17
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

10 (BNDES/2008)
Para um estudo sobre a distribuição de salário mensal dos empregados de
uma empresa foram coletados os salários de uma amostra aleatória de 50
empregados. Os resultados amostrais levaram à construção da distribuição de
freqüência abaixo. Não existem observações coincidentes com os extremos
das classes.

Média Amostral (em Frequência relativa acumulada


salários mínimos)
1-3 40
3–5 70
5–7 90
7 – 11 100

A média aritmética e a variância amostral da distribuição valem,


aproximadamente,

Média amostral (em salários mínimos) Variância amostral (em salários


mínimos2)
(A) 2,6 2,2
(B) 2,6 2,9
(C) 4,1 2,9
(D) 4,1 5,0
(E) 7,2 12,1

11 (FINEP/2011)
As medidas citadas abaixo descrevem uma amostra obtida em um experimento
aleatório. A única que mede a dispersão da amostra é o(a)
(A) desvio padrão (B) mediana (C) média aritmética
(D) média geométrica (E) moda

12 (FINEP/2011)
Uma amostra aleatória de 100 famílias foi selecionada com o objetivo de
estimar o gasto médio mensal das famílias com medicamentos. Os resultados
amostrais estão resumidos na distribuição de frequência, a seguir, segundo as
classes de gastos, em 10 reais. Não existem observações coincidentes com os
extremos das classes.
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

As melhores estimativas para a média aritmética e para a variância amostral


são, aproximada e respectivamente,
(A) 5 reais e 1,82 reais2 (B) 5 reais e 18,2 reais2 (C) 50 reais e 1,82 reais2
(D) 50 reais e 18,2 reais2 (E) 50 reais e 182 reais2

13 (PETROBRAS/2010)
Uma amostra aleatória das quantidades de combustível abastecidas em 40
carros apresentou uma média aritmética de 25 litros e um desvio padrão de 10
litros. Qual o coeficiente de variação dessa amostra?
(A) 0,25 (B) 0,40 (C) 0,625 (D) 1,60 (E) 2,50

14 (PETROBRAS/2012)
Uma empresa possui uma frota de 20 veículos. O número de veículos, para
cada intervalo de idade (em anos) da
frota, é mostrado na tabela.

Verifica-se, assim, que a idade média da frota da empresa, em anos, equivale a

(A) 3 (B) 4,2 (C) 4,5 (D) 4,6 (E) 5

15 (PETROBRAS/2011)
Um supermercado recebe fruta tropical proveniente de dois fornecedores, A e
B. Enquanto A fornece caixas de 20 frutos, B fornece caixas maiores com 100
frutos cada uma. Alguns dos frutos, sem qualidade, têm peso inferior ao peso
estabelecido para que seja considerado aceitável pelo supermercado. Com
vistas a comparar a qualidade dos frutos fornecidos por A e B foi feito um
estudo, obtendo-se os seguintes dados:
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

A média de frutos sem qualidade, por caixa, para os fornecedores A e B é,


respectivamente,
(A) 1,47 e 8,7 (B) 1,47 e 14,5 (C) 2,5 e 14,5
(D) 2,5 e 16,67 (E) 16,67 e 16,67

16 (TRANSPETRO/2011)
A tabela mostra um conjunto de dados, dispostos em ordem crescente, no qual
um dos dados está faltando. Os dados dispostos são relativos ao número de
funcionários atualmente em férias, em cada uma das 10 unidades que
compõem uma indústria.

Essa indústria criou um parâmetro numérico P para estimar o nível de


articulação entre as diferentes unidades, no que se refere à determinação das
férias dos funcionários: P é igual à diferença entre a média aritmética e a moda
dos dados apresentados. Se a moda não existir, P será dado pela diferença
entre a média aritmética e a mediana dos dados. Sabendo-se que a mediana
dos dados acima é igual a 7, quanto vale o parâmetro P?
(A) −3,2 (B) 0,8 (C) 5,8 (D) 7 (E) 7,8

17 (PETROBRÁS/2008)
Em um grupo de 40 pessoas adultas, a idade média é 30 anos. A idade média
dos homens desse grupo é 36 anos, enquanto a média das idades das
mulheres é 26 anos. O número de homens nesse grupo é
(A) 24 (B) 22 (C) 20 (D) 18 (E) 16
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

18 (SUAPE/2009)
Para calcular a média de Pedro, em Matemática, são consideradas três notas.
A primeira tem peso 1, a segunda, peso 2 e a terceira, peso 3. Pedro obteve a
mesma nota nas duas primeiras avaliações e a nota da terceira avaliação foi
0,8 ponto maior do que a da segunda. Se a média de Pedro foi 7,6, a sua nota
na terceira avaliação foi

(A) 7,2 (B) 7,5 (C) 7,8 (D) 8,0 (E) 8,3

19 (PETROBRÁS/2008)
Do total de funcionários de uma empresa, foi retirada uma amostra de seis
indivíduos. A tabela abaixo apresenta o tempo trabalhado na empresa, em
anos completos, por cada um deles.

X X X X X X
3 7 2 2 3 1

A variância dessa amostra é


(A) 3,7 (B) 4,0 (C) 4,4 (D) 5,0 (E) 5,5

20 (CEF/2008)
Considere a seguinte distribuição de frequências acumuladas:

Idade Frequência
(anos) acumulada
14 2
15 4
16 9
17 12
18 15
19 18
20 20

Uma das medidas de dispersão é a variância populacional, que é calculada por

(x − m)
n

Sabendo-se que m é a média aritmética dessas idades, qual a variância das


idades na população formada pelos 20 jovens?

(A) 0,15 (B) 0,20 (C) 1,78 (D) 3,20 (E) 3,35
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

21 (PETROBRÁS/2008)
Suponha que os dez números abaixo (entre parênteses) foram retirados
aleatoriamente de uma urna, sucessivamente, mas com reposição (1, 2, 3, 3, 5,
3, 4, 8, 4, 1) Nesta amostra, é correto afirmar que o(a)

(A) desvio padrão é igual a 8. (B) mediana é 8.


(C) média é igual à moda. (D) média é 1.
(E) moda é 3.

22 (DECEA/2009)
Uma amostra dos pesos (em kg e sem casas decimais) dos bebês, nascidos
em certa maternidade, é composta de 10 observações: 2, 2, 4, 3, 2, 4, 3, 5, 3,
2. Nesta amostra, o(a)

(A) coeficiente de correlação é -0,5.


(B) desvio padrão é 4.
(C) moda é 2.
(D) média é menor que a moda.
(E) mediana é 5.

23 (IBGE/2009)
No último mês, Alípio fez apenas 8 ligações de seu telefone celular cujas
durações, em minutos, estão apresentadas no rol abaixo.

5 2 11 8 3 8 7 4

O valor aproximado do desvio padrão desse conjunto de tempos, em minutos,


é
(A) 3,1 (B) 2,8 (C) 2,5 (D) 2,2 (E) 2,0

24 (PETROBRAS/2012)
Se alguém deseja comparar a variabilidade de dois grupos de dados com
variâncias e médias diferentes, a medida estatística apropriada para tal é a(o)

(A) covariância entre os grupos


(B) comparação simples entre os dois desvios padrões dos grupos.
(C) média dos desvios padrões dos dois grupos ponderados pelos tamanhos
das amostras
(D) coeficiente de variação
(E) coeficiente de correlação entre os grupos
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

25 (PETROBRÁS/2010)
Analise as afirmativas a seguir sobre o coeficiente de variação.
I – O coeficiente de variação é uma medida de variação relativa.
II – Se uma distribuição é bimodal, então seu coeficiente de variação é zero.
III – O coeficiente de variação tem a mesma unidade que o desvio padrão.

É(São) correta(s) APENAS a(s) afirmativa(s)

(A) I. (B) II. (C) III. (D) I e II. (E) II e III.

26 (TRANSPETRO/2011)
O quadro apresenta a média dos valores e a média dos quadrados dos valores
de três distribuições hipotéticas: X, Y e Z.

Com relação à variação relativa, constata-se que a mais e a menos


homogênea das distribuições são, respectivamente,

(A) X e Y (B) X e Z (C) Y e X (D) Y e Z (E) Z e Y

27 (EPE/2010)
Segundo o Plano Nacional de Energia 2030, do Ministério de Minas e Energia,
o período de 1990-94 foi marcado por profundas mudanças na política de
comércio exterior, uma vez que, simultaneamente à adoção do câmbio livre,
intensificou-se o programa de liberalização da política de importações.
Assim, a partir de 1990, foram extintas as listas de produtos com emissão de
guias de importação assim como os regimes especiais de importação (exceto a
Zona Franca de Manaus, drawback e bens de informática). Também acabaram
diversos controles quantitativos de importação para dar lugar a um controle
tarifário, com alíquotas declinantes ao longo do tempo. A tabela a seguir
apresenta algumas estatísticas das alíquotas de importação para o período
1990 a 1994.
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

Os anos em que as alíquotas de importação mostraram-se relativamente mais


homogêneas e mais heterogêneas foram, respectivamente,

(A) 1990 e 1994. (B) 1991 e 1993. (C) 1993 e 1990.


(D) 1993 e 1991. (E) 1994 e 1990.

28 (PETROBRÁS/2010)
O máximo de um gráfico de frequência absoluta acumulada de uma variável
discreta é a(o)
(A) moda. (B) amplitude.
(C) decil. (D) cumulativo.
(E) número total de observações.

29 (PETROBRÁS/2010)
O gráfico de barras acima representa a frequência absoluta da distribuição de
idades entre os componentes de uma população de interesse. A moda dessa
distribuição de valores é
(A) 22 (B) 23,5 (C) 24 (D) 24,5 (E) 25

30 (PETROBRÁS/2010)
Três medidas da tendência central das distribuições de frequência são a

(A) moda, a média e o desvio padrão.


(B) média, o desvio padrão e a variância.
C) mediana, o módulo e a expectativa.
(D) média, a mediana e a moda.
(E) mediana, o escopo e o desvio absoluto médio.
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

31 (PETROBRÁS/2010)
Uma loja de conveniência localizada em um posto de combustível realizou um
levantamento sobre as compras realizadas pelos seus clientes. Para tal tomou
uma amostra aleatória de 21 compras, que apresentou, em reais, o resultado:

A mediana dessa série de observações é

(A) 15,50 (B) 18,00 (C) 18,30 (D) 28,50 (E) 34,00

Utilize as informações a seguir para responder às questões nos 32 e 33.

Considere a amostra de uma variável aleatória, cujos valores estão todos


expressos em uma mesma unidade. Amostra : 36 38 26 40 40 28 46 40 38 28

32. Sobre essa amostra, tem-se que


(A) a média é igual à mediana.
(B) a média é maior que a moda.
(C) se retirarmos um dos valores, a média, necessariamente, é alterada.
(D) a mediana é maior que a moda.
(E) a mediana é maior que a média.

33. Dada a amostra, tem-se que


(A) o desvio padrão é menor que 6.
(B) o desvio padrão é igual a 6.
(C) a variância não será alterada, se retirarmos o valor igual a 36 da
amostra.
(D) a variância aumentará, se retirarmos o valor igual a 36 da amostra.
(E) apenas dois valores da amostra estão afastados da média mais do
que um desvio padrão.

34 (PETROBRÁS/2010)
São observadas 10 realizações independentes de uma variável aleatória X, as
quais, depois de ordenadas, são: 1, 1, 2, 4, 4, 4, 5, 5, 6, 6. Nesta amostra, a(o)
(A) média é 4. (B) moda é 4.
(C) variância é maior que 25. (D) covariância é 3.
(E) desvio padrão é maior que 5.
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

35 (EPE/2012)
O coeficiente de variação é uma medida da variabilidade dos valores do
universo em torno da média, relativamente à própria média. A tabela a seguir
apresenta a série de vazões mensais obtidas, em uma seção transversal onde
foi construído um reservatório para a geração de energia elétrica.

Mês 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
Vazão 31 16 7 24 18 17 37 22 15 21 13 19
(m3/s)
n

∑ (X i − X) 2
Dado: Equação do Desvio Padrão → S= i =1

n −1
Sabendo-se que a amostra é representativa do universo, o coeficiente de
variação é:
(A) 0,20 (B) 0,32 (C) 0,40 (D) 0,64 (E) 0,80

36 (BNDES/2012)

Quatro variáveis são utilizadas em um modelo de previsão da quantidade


produzida de uma determinada commodity agrícola. São elas:

- temperatura, em graus Celsius


- quantidade de fertilizante, em toneladas
- variação dos preços praticados no mercado internacional, em %
- quantidade produzida de um produto similar, em toneladas
Para determinar qual dessas variáveis apresenta a maior variabilidade, deve-se
utilizar:
(A) apenas a média de cada uma das variáveis
(B) apenas a variância de cada uma das variáveis
(C) apenas o desvio padrão de cada uma das variáveis
(D) a relação desvio padrão/média de cada uma das variáveis
(E) a relação variância/média de cada uma das variáveis

37 (TRANSPETRO/2011)

(Modificada) Uma empresa tem 38 funcionários, sendo a média de idade 32


anos e o desvio padrão de 4 anos. Foram contratados mais dois funcionários,
ambos com 32 anos. Em relação à variância original, a variância da nova
distribuição de salários (Dado: A variável idade é expressa em termos de anos completos).

(A) ficará 5% menor (B) ficará 23,75% menor (C) ficará 76,25% menor
(D) ficará 95% menor (E) não se alterará
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

38 (PETROBRAS/2011)
A tabela abaixo representa os dados coletados sobre visitas diárias a um certo
sítio de internet de acordo com a faixa etária de seus usuários.

À luz dos dados apresentados, considere as afirmações que seguem.


I - [25, 35) é a classe modal do conjunto de dados.
II - [25, 35) é a classe da mediana do conjunto dos dados.
III - A média é inferior à mediana.
IV - A distribuição dos dados é assimétrica negativa.
Está correto APENAS o que se afirma em
(A) I e II (B) I e III (C) III e IV (D) I, II e III (E) I, II e IV

39 (PETROBRAS/2010)
A amplitude interquartílica é a diferença entre o terceiro e o primeiro quartil de
um conjunto de dados, indicando uma medida de
(A) dispersão de dados, abrangendo 50% dos dados.
(B) dispersão de dados, abrangendo 25% dos dados.
(C) assimetria de dados, abrangendo 75% dos dados.
(D) assimetria de dados, abrangendo 68% dos dados.
(E) tendência central de dados, abrangendo 18% dos dados.

40 (REFAP/2007)
O setor de recursos humanos de uma empresa tem o hábito de divulgar
separadamente a média e a variância das notas das avaliações dos
funcionários do sexo feminino e do masculino. Na última avaliação, os
resultados obtidos foram:
Feminino Masculino
Número de 20 30
funcionários
Média 6 7
Variância 3,4 4
A média e a variância das notas dos funcionários dessa empresa,
respectivamente, valem:
(A) 6,5 e 3,7 (B) 6,6 e 3,4 (C) 6,6 e 4,0
D) 7,5 e 3,7 (E) 13,0 e 7,5
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

41 (REFAP/2007)
O gráfico de setores abaixo representa a distribuição de freqüências relativas
dos salários de uma empresa, em salários mínimos. Não existem observações
coincidentes com os extremos das classes.

O primeiro e o terceiro quartis da distribuição, respectivamente, valem:


(A) 2,25 e 4,00
(B) 2,25 e 5,75
(C) 4,00 e 2,25
(D) 4,00 e 5,75
(E) 5,75 e 12,00

42 (TERMOAÇU – 2007)
O Departamento de Recursos Humanos de uma empresa realizou um
levantamento dos salários dos 120 funcionários do setor administrativo e
obteve o seguinte resultado:

Faixa Salarial Frequência


(em salários relativa
mínimos)
0a2 25%
2a4 40%
4a6 20%
6 a 10 15%
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

Não existem observações coincidentes com os extremos das classes. A média,


a mediana e o desvio padrão dos salários, em salários mínimos, são,
aproximadamente,
Média Mediana Desvio padrão
(A) 3,65 3,00 1,50
(B) 4,25 3,00 1,50
(C) 4,25 3,25 2,26
(D) 3,65 3,00 2,26
(E) 3,65 3,25 2,26

(TCE-RO/2007) O enunciado a seguir refere-se às questões de nos 43 a 47.


Os dados abaixo representam a distribuição de 1200 domicílios residenciais,
por classe de consumo de energia elétrica mensal, em uma área de concessão
da CERON, medidos em 2006. Não existem observações coincidentes com os
extremos das classes.

Faixas de Consumo Frequência Relativa


0-50 kWh 8%
50 -100 kWh 12%
100-150 kWh 32%
150-300 kWh 40%
300-500 kWh 8%

43. O consumo médio mensal, em kWh, pode ser estimado, aproximadamente,


em:
(A) 108 (B) 124 (C) 147 (D) 173 (E) 236

44. O consumo mediano mensal, em kWh, pode ser estimado,


aproximadamente, em:
(A) 108 (B) 124 (C) 147 (D) 173 (E) 236

45. O primeiro quartil da distribuição, em kWh, pode ser estimado,


aproximadamente, em:
(A) 108 (B) 124 (C) 147 (D) 173 (E) 236

46. O terceiro quartil da distribuição, em kWh, pode ser estimado,


aproximadamente, em:
(A) 108 (B) 124 (C) 147 (D) 173 (E) 236
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

47. A distribuição de freqüência está representada no histograma a seguir.

Essa distribuição:

(A) é simétrica
(B) apresenta assimetria à esquerda
(C) apresenta assimetria à direita
(D) tem média igual à mediana.
(E) tem histograma de freqüência em forma de J.

Considere as informações abaixo para responder às questões 48 e 49.


(PETROBRÁS/2008)

A tabela abaixo apresenta os pesos de um grupo de pessoas e suas


respectivas freqüências. Não há observações coincidentes com os extremos
das classes.

Classes (em kgf) Frequência


40 ├ 50 2
50 ├ 60 5
60 ├ 70 7
70 ├ 80 8
80 ├ 90 3

48. O peso médio do conjunto de pessoas, em kgf, é


(A) 60 (B) 65 (C) 67 (D) 70 (E) 75

49. O valor aproximado, em kgf, do peso mediano do conjunto de pessoas é


(A) 67 (B) 68 (C) 69 (D) 70 (E) 71
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

Leia o texto a seguir para responder às questões 50 e 51. (IBGE/2009)


A tabela abaixo apresenta a distribuição de frequências das idades de um
grupo de crianças.

50. A média das idades dessas crianças, em anos, é


(A) 5,0 (B) 5,2 (C) 5,4 (D) 5,6 (E) 5,8

51. A mediana da distribuição de frequências apresentada é


(A) 5,5 (B) 5,6 (C) 5,7 (D) 5,8 (E) 5,9

52 (PETROBRAS/2010)
A amplitude interquartílica é a diferença entre o terceiro e o primeiro quartil de
um conjunto de dados, indicando uma medida de
(A) dispersão de dados, abrangendo 50% dos dados.
(B) dispersão de dados, abrangendo 25% dos dados.
(C) assimetria de dados, abrangendo 75% dos dados.
(D) assimetria de dados, abrangendo 68% dos dados.
(E) tendência central de dados, abrangendo 18% dos dados.

53 (BNDES/2011)
A distribuição de frequências de uma certa amostra é representada no gráfico
abaixo.

Sobre a média µ, a mediana m e a moda M dessa amostra, tem-se

(A) m < µ < M (B) m < M < µ (C) µ < M < m (D) M < µ < m (E) M < m < µ
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

54 (CHESF/2012)
Uma prova de matemática foi aplicada em uma turma com 35 alunos. A prova
era formada por 10 questões de múltipla escolha. O gráfico mostra o número
de alunos por quantidade de acertos na prova.

Se Mo, Me e Ma indicam a moda, a mediana e a média aritmética do número


de acertos dos alunos da turma, respectivamente, então tem-se

(A) Mo < Me < Ma


(B) Mo < Ma < Me
(C) Me < Ma < Mo
(D) Mo = Ma < Me
(E) Me < Mo < Ma

55 (CHESF/2012)
O gráfico a seguir apresenta o número de acidentes sofridos pelos empregados
de uma empresa nos últimos 12 meses e a frequência relativa.

A mediana menos a média do número de acidentes é


(A) 1,4 (B) 0,4 (C) 0 (D) − 0,4 (E) − 1,4
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

56 (PETROBRÁS/2010)

No histograma acima, os pontos médios das classes inicial e final são 40 e 80,
respectivamente. Sabendo-se que todas as classes têm a mesma amplitude, a
estimativa adequada para a média e para a mediana dessa distribuição são,
respectivamente,

(A) 59,5 e 59,5 (B) 59,5 e 60 (C) 60 e 59


(D) 60 e 59,5 (E) 60 e 60

57 (TRANSPETRO/2011)

A tabela apresenta uma distribuição hipotética. Não há observações


coincidentes com os limites das classes.

A melhor estimativa para o terceiro quartil da distribuição é, aproximadamente,


de
(A) 34,75 (B) 34,9 (C) 35 (D) 35,75 (E) 35,9
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

58 (PETROBRÁS/2010)

A tabela a seguir apresenta a distribuição de freqüências associada à duração


de chamadas telefônicas, em minutos, em uma determinada região:

2 -| 5 3
5 -| 8 7
8 -| 11 6
11 -| 14 10
14 -| 17 3
17 -| 20 1
Total 30

A mediana e o terceiro quartil calculados com base


na tabela acima são, respectivamente:

(A) 10,5 e 12,95


(B) 10,5 e 13,5
(C) 11 e 13,5
(D) 11 e 14,45
(E) 15 e 22,5

59 (EPE/2010)
Um determinado serviço de energia elétrica cobra seus serviços de modo que
até um certo valor α0, consumo mínimo, a tarifa cobrada, T0, é fixada. O valor
de α0 é determinado como o primeiro quartil da distribuição, isto é, P(X ≤ α0) =
0,25. Considere a distribuição de frequência acumulada, apresentada abaixo.

A melhor estimativa, em kWh, para α0 é


(A) 90 (B) 110 (C) 130 (D) 180 (E) 200
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

60 (PETROBRÁS/2008)
Os quartis das notas de um exame nacional foram calculados e estão
apresentados a seguir. Q1 = 46 , Q2 = 50 e Q3 = 65

Um aluno que tirou a nota 46 está entre os


(A) 15% dos melhores alunos. (B) 25% dos melhores alunos.
(C) 35% dos melhores alunos. (D) 50% dos melhores alunos.
(E) 75% dos melhores alunos.

61 (PETROBRÁS/2008)
Para estudar o desempenho dos preços da gasolina nas cinco regiões
geográficas do país, selecionou-se uma amostra aleatória de postos de
combustíveis em cada uma dessas regiões. Para cada posto selecionado
computou-se o preço do litro da gasolina em um determinado período. Os
resultados estatísticos, expressos em reais, encontram-se resumidos na tabela
a seguir.
observações

Menor preço

Maior preço
Número de
geográfica

1º quartil

3º quartil
Mediana
Região

padrão
Desvio
Média

Norte 38 2,69 2,79 0,54 2,52 2,84 2,33 2,89


Nordeste 34 2,62 2,62 0,52 2,35 2,66 2,35 2,89
Centro- 36 2,66 2,58 0,65 2,34 2,69 2,34 2,88
oeste
Sudeste 38 2,59 2,4 0,52 2,33 2,48 2,31 2,88
Sul 36 2,47 2,46 0,25 2,38 2,49 2,35 2,89

Com base nas informações e na análise da tabela acima, pode-se afirmar que:

I - Os preços da região Sul são bem representados pelo preço médio, visto que
a distribuição é homogênea, pois apresenta coeficiente de variação de
aproximadamente 10%.
II - Os preços da região Centro-Oeste são melhor representados pelo preço
médio, pois esta região apresenta o maior desvio padrão entre todas as
regiões.
III - Nas regiões Sudeste e Sul existe, em cada uma, pelo menos um posto de
combustível que adota um preço considerado outlier, utilizando-se como critério
os limites inferiores e superiores obtidos em função dos quartis.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmação(ões)

(A) I, apenas. (B) II, apenas. (C) I e III, apenas.


(D) II e III, apenas. (E) I, II e III.
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

62 (PETROBRAS/2012)
A fim de se avaliar o tempo de vida (em dias) de um determinado inseto, foram
observadas 80 unidades experimentais e as seguintes medidas resumo foram
obtidas:

À luz dos dados coletados, considere as seguintes afirmações:


I - A distribuição é assimétrica positiva.
II - O coeficiente de variação é de 80%, indicando heterogeneidade dos dados.
III - Há presença de outliers no conjunto de dados.
IV - 75% das observações se situam entre 80 e 150.
É correto APENAS o que se afirma em
(A) II (B) I e III (C) II e III (D) I, II e III (E) I, II e IV

63 (BNDES/2012)
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

64 (PETROBRÁS/2010)
Um analista de comercialização e logística, ao se deparar com um problema de
estatística descritiva, sabe de antemão que o(s) valor (es)
(A) da moda é sempre maior ou igual que a média.
(B) da média é sempre maior que a mediana.
(C) da média é sempre maior que a moda.
(D) da mediana é sempre maior ou igual que a moda.
(E) de média, mediana e moda podem ser iguais.

65 (PETROBRÁS/2011)
Um carteiro decide registrar o número de cartas enviadas a um endereço nos
últimos 7 dias. No entanto, ele se esquece do número de cartas do primeiro
dia, lembrando-se apenas daqueles correspondentes aos 6 dias restantes: 3, 5,
4, 5, 4 e 3, e de que, nos 7 dias considerados, a média, a mediana e a moda
foram iguais. O número de cartas enviadas no primeiro dia foi
(A) 2 (B) 3 (C) 4 (D) 5 (E) 6

66 (PETROBRAS/2012)
Os dados a seguir representam os valores de glóbulos brancos (em mil)
coletados de 10 pacientes de um hospital pela manhã: 7, 7, 35, 8, 9, 1, 10, 9,
12, 7. Sobre esses dados, tem-se que a mediana é

(A) 5, e os valores 1 e 35 são os únicos outliers dos dados.


(B) 5, e o valor de 35 é o único outlier dos dados.
(C) 5, e não há outliers nos dados.
(D) 8,5, e o valor de 35 é o único outliers dos dados.
(E) 8,5, e os valores 1 e 35 são os únicos outliers dos dados.

67 (IBGE/2013)
De uma população de interesse, extrai-se uma amostra aleatória de três
elementos, cuja média é 8, a mediana é 7 e a amplitude total é 7. O desvio
padrão amostral é dado por

22 26
( A) (B) (C) 2 2 (D) 11 (E) 13
3 3

68 (TRANSPETRO/2011)
A tabela a seguir apresenta algumas estatísticas sobre o número de
solicitações à Coordenação de Inspeção, Aceitação e Veto de Navios (COINV)
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

da Transpetro, em 2009, para uso dos terminais aquaviários da empresa por


navios de terceiros, por tipo de carga nos últimos 5 anos.

Os sinais de x, y, z e w são, respectivamente,


(A) positivo , negativo , negativo e negativo
(B) positivo , negativo , negativo e positivo
(C) positivo , negativo , positivo e negativo
(D) negativo , positivo , positivo e negativo
(E) negativo , negativo , negativo e positivo

69 (TRANSPETRO/2011)
Considere o conjunto de dados a seguir.

60 80 80 85 85 85 85 90 90 90 90 90 100 100 100 100 100 100

O box plot correspondente a esse conjunto de dados é


Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

70 (EPE/2005)
O coeficiente de correlação toma valores no intervalo:

(A) [0,1] (B) ]0,1] (C) [-1,1] (D) ]-1,1[ (E) [-10,10[

71 (EPE/2005)
Se num diagrama de dispersão os pontos estiverem próximos de uma reta com
declive negativo, isso significa que o coeficiente de correlação linear tem um
valor:

(A) 0 (B) positivo (C) negativo D) quase nulo (E) 1

72 (FINEP/2011)
Se o coeficiente de correlação entre duas variáveis X e Y for nulo, então a(s)
(A) covariância entre X e Y é nula.
(B) média de X é nula.
(C) média de Y é nula.
(D) médias de X e Y são iguais.
(E) variâncias de X e de Y são não correlacionadas.
Curso DSc Concurso: EPE - Analista de Pesquisa Energética Professor: Eduardo Campos

73 (SEPLAG/2011)
Peso e altura de pessoas são duas variáveis que têm forte relação. Em uma
amostra com medições das duas variáveis, espera-se que o coeficiente de
correlação

(A) seja negativo. (B) seja maior que 10. (C) seja próximo de 0.
(D) seja próximo de 1. (E) seja próximo da média dos dados.

GABARITO: 1-D 2-E 3-B 4-C (o cálculo da variância populacional dá 1,6875, mas esta
resposta não constava como alternativa. A resposta desejada era a variância amostral.
Todavia, a questão deveria dizer que os dados eram uma amostra, ou pedir a variância
amostral) 5-A 6-B 7-E 8-C 9-B 10-D 11-A 12-E 13-B 14-D 15-A 16-C 17-E 18-D 19-C 20-D
21-E 22-C 23-B 24-D 25-A 26-B 27-D 28-E 29-C 30-D 31-B 32-E 33-D 34-B 35-C 36-D 37-
A 38-A 39-A 40-C 41-B 42-E 43-D 44-C 45-A 46-E 47-B 48-C 49-B 50-C 51-A 52-A 53-E
54-A 55-D 56-D 57-E 58-A 59-D 60-E 61-C 62-D 63-E 64-E 65-C 66-E 67-E 68-B 69-E 70-C
71-C 72-A 73-D.

Você também pode gostar