Você está na página 1de 2

2a Lista de Termodinâmica (4067-31)

1 - Considere uma fita de borracha que apresenta um comprimento L, que depende da


temperatura T e da força aplicada F . Um modelo possível para a fita é constituído de N
segmentos de comprimento l, que podem dobrar-se na direção da fita nos dois sentidos. (a)
Calcule a multiplicidade do sistema, Ω(L, N ). (b) Use a multiplicidade, calculada no item
anterior para encontrar a entropia, S = kB ln Ω. (c) A equação correspondente à primeira
lei da Termodinâmica para a fita pode ser escrita como dU = T dS + F dL. Justifique essa
afirmação comparando-a com a equação habitual para um gás, dU = T dS − pdV . (d) Obtenha
uma expressão para a força aplicada F (T, L), a partir
! da função entropia. (e) Verifique que o
lF
comprimento da fita é dado por L = N l tanh . Esboce um gráfico do comprimento em
kB T
função da temperatura, L(T ), para a força aplicada F constante. (f) A entropia S(L, N ) cresce
ou diminui com o aumento do comprimento da fita? Analise qualitativamente o comportamento
da entropia como função da temperatura. (g) Mostre que quando L << N l a força é dada por
kB T
F = L.
N l2
2 - (a) Sabendo que a energia interna é uma função homogênea de primeira ordem e que
depende de U ≡ U (S, V, N ), mostre que
U = T S − P V + µn .
Essa é conhecida como relação de Euler. (b) Usando a equação de Euler e relação fundamental
na representação da energia, mostre que
SdT − V dP + ndµ = 0

3 - Encontre as relações entre T , P e µ para sistemas com a relação fundamental


S4
U =A
nV 2
onde A é uma constante positiva
4 - Um sistema particular (não é gás ideal!) obedece as seguintes equações de estado
1 2 AU 3/2
U = PV e T = ,
2 V n1/2
onde A é uma constante positiva. Encontre a relação fundamental na representação da energia.

5 - Um sistema particular (não é gás ideal!) obedece as seguintes equações de estado


3AS 2 AS 3
T = e P = ,
nV nV 2
onde A é uma constante positiva. (a) Encontre µ como uma função de S e V . (b) Encontre a
relação fundamental usando a relação de Euler.
6 - Mostre que a (a) a estabilidade por uma perturbação isocórica conduz a CV ≥ 0 (b)
a estabilidade por uma perturbação adiabática conduz a κS ≥ 0 (c) a estabilidade por uma
perturbação isotérmica conduz a κT ≥ 0 (d) a estabilidade por uma perturbação isobárica
conduz a CP ≥ 0
7 - Partindo de dU = T dS − P dV + µdn, obtenha

1
(a) A energia livre de Helmholtz, F = U − T S, e suas respectivas equações de estado.

(b) A Entalpia, H = U + P V , e suas respectivas equações de estado.

(c) A energia livre de Gibbs, G = F + P V = U − T S + P V = H − T S, e suas respectivas


equações de estado.

(d) O Grande potencial termodinâmico, Φ = F − µn = U − T S − µn, e suas respectivas


equações de estado.

8 - Descreva o significado físico das correções que van der Waals sugeriu para o gás ideal,
ou seja,
nRT nRT n2
P = ⇒ P = −a 2 .
V (V − nb) V

9 - A partir da equação de van der Waals

nRT n2
P = −a 2 .
(V − nb) V

e admitindo que a capacidade térmica molar seja constantes, CV = C, obtenha a relação


fundamental do fluido de van der Waals na representação da energia livre de Helmholtz.
10 - A partir da relação fundamental de um fluido de van der Waals na representação da
entropia, obtenha a relação fundamental na representação da energia.
11 - Determine a temperatura Tc , a pressão Pc e o volume molar Vc críticos correspondentes
às equações de estado de van der Waals. Ache também o fator de compressibilidade crítico
Zc = PRT
c Vc
c
.
12 - Considere os potenciais termodinâmicos U , F , H e G e seus diferenciais

dU = T dS − pdV + µdn ,

dF = −SdT − pdV + µdn ,


dH = T dS + V dp + µdn ,
dG = −SdT + V dp + µdn .
Encontre todas as relações de Maxwell.
13 - Sabe-se que
! ! !
∂S 1 ∂V 1 ∂V
Cp = T , α= , κT = − .
∂T p
V ∂T p
V ∂p T

Reduza as seguintes derivadas a expressão que contenha α, κT e Cp


! ! ! !
∂T ∂V ∂T ∂V
∂p V
∂S p
∂V U
∂p S

Você também pode gostar