Você está na página 1de 70

ENQUETE SOBRE EXIGÊNCIAS PARA

INGRESSO NA ACADEMIA DE POLÍCIA


MILITAR DO BARRO BRANCO
METODOLOGIA
➢ Encaminhamento de mensagem de e-mail e
divulgação nos grupos de whatsapp, explicando os
objetivos da Enquete

➢ Utilização da plataforma Google Drive (Formulários)

➢ Limitação de uma resposta por entrevistado


DADOS DA PESQUISA

✓ Período de realização: de 01/07 a 15/07/2018

✓ Total de Entrevistados: 953

✓ Público alvo: Policiais militares da ativa, da reserva


COMPOSIÇÃO DA AMOSTRA
✓ 875 policiais militares da ativa, perfazendo 92,5% da amostra

✓ 71 policiais militares da reserva/reformados, perfazendo 7,5% da


amostra

✓ 30 policiais militares com tempo de serviço entre 0 e 5 anos,


perfazendo 3,2% da amostra

✓65 policiais militares com tempo de serviço entre 5 e 10 anos,


perfazendo 6,8 % da amostra

✓416 policiais militares com tempo de serviço entre 10 e 20 anos,


perfazendo 43,8% da amostra
COMPOSIÇÃO DA AMOSTRA
✓ 310 policiais militares com tempo de serviço entre 20 e 30
anos, perfazendo 32,7% da amostra

✓128 policiais militares com tempo de serviço superior a 30


anos, perfazendo 13,5% da amostra

✓39 Alunos oficiais entrevistados, perfazendo 4,1% da


amostra

✓ 12 Aspirantes à oficial entrevistados, perfazendo 1,3% da


amostra
COMPOSIÇÃO DA AMOSTRA
✓ 337 2º ou 1º Tenentes PM entrevistados, perfazendo 35,6% da
amostra

✓ 329 Capitães PM entrevistados, perfazendo 34,8% da amostra

✓ 109 Majores PM entrevistados, perfazendo 11,5% da amostra

✓ 69 Tenentes Coronéis PM entrevistados, perfazendo 7,3% da


amostra

✓ 51 Coronéis PM entrevistados, perfazendo 5,4% da amostra


COMPOSIÇÃO DA AMOSTRA

✓ 546 associados da Defenda PM, perfazendo 57,5% da


amostra

✓ 404 não associados da Defenda PM, perfazendo 42,5%


da amostra
QUESITO E JUSTIFICATIVA
QUESITO: Opinião sobre a exigência do bacharelado em
Direito como requisito para ingresso na Academia de
Polícia Militar do Barro Branco
JUSTIFICATIVA: o objetivo do quesito o de aferir a opinião dos entrevistados
acerca da viabilidade e pertinência de exigir-se o bacharelado em
ciências jurídicas como pré requisito para ingresso na Academia de Polícia
Militar do Barro Branco.
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - GERAL

90 82.9
80
70
60
50
40
30
20 14.5
10 1.7
0.9
0
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO
90.00 NA APMBB - SÓCIOS DA DEFENDA PM
83.70
80.00

70.00

60.00

50.00

40.00

30.00

20.00
12.45
10.00
2.38 1.47
0.00
A FAVOR C ONT RA T EM A I R R ELEVANT E SEM OPI NI ÃO
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - NÃO SÓCIOS DA DEFENDA PM

80.00

70.00

60.00

50.00
77.97
40.00

30.00

20.00
19.06
10.00 1.24 1.73
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - POLICIAIS ATIVA
90.00

80.00

70.00

60.00

50.00

40.00 83.54
30.00

20.00

10.00
14.17
0.00 0.69 1.60
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - POLICIAIS RESERVA
80.00
74.65
70.00

60.00

50.00

40.00

30.00
19.72
20.00

10.00
4.23
1.41
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB - TEMPO DE SERVIÇO DE 0 A 5 ANOS
90.00

10.00
0.00 0.00

A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião


RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB - TEMPO DE SERVIÇO DE 5 A 10 ANOS

63.41

34.15

2.44
0.00
A FAVOR CONTRA TEMA IRRELEVANTE SEM OPINIÃO
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB - TEMPO DE SERVIÇO DE 10 A 20 ANOS

86.54
90.00
80.00
70.00
60.00
50.00
40.00
30.00
20.00 11.30
10.00 0.24 1.92
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB - TEMPO DE SERVIÇO DE 20 A 30 ANOS

82.26

15.48

0.65 1.61
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB - TEMPO
DE SERVIÇO ACIMA DE 30 ANOS
80.00

70.00

60.00

50.00

40.00
75.00
30.00

20.00

10.00 18.75
3.91 2.34
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - PRAÇAS ESPECIAIS
100.00
90.00 86.27
80.00
70.00
60.00
50.00
40.00
30.00
20.00
11.76
10.00
0.00 1.96
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - OFICIAIS SUBALTERNOS

90.00
80.00
70.00
60.00
50.00
84.87
40.00
30.00
20.00
10.00 13.06
0.30 1.78
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - OFICIAIS INTERMEDIÁRIOS

90.00
80.00
70.00
60.00
50.00
82.67
40.00
30.00
20.00
10.00 14.29
0.91 2.13
0.00
A favor Contra Tema irrelevante Sem opinião
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA
INGRESSO NA APMBB - OFICIAIS SUPERIORES
80.00 79.91
70.00
60.00
50.00
40.00
30.00 17.03
20.00 2.18 0.87

10.00
0.00
A FAVOR CONTRA TEMA IRRELEVANTE SEM OPINIÃO
RESULTADOS DA ENQUETE
EXIGÊNCIA DO BACHARELADO EM DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB - CORONÉIS DA ATIVA

Contra, 31%

A favor, 69%

Total de entrevistados:13
RESULTADOS DA ENQUETE
ANÁLISE SINTÉTICA DOS RESULTADOS

O levantamento demonstrou que em qualquer dos extratos


amostrais, seja por idade, situação de ativo ou inativo, por
tempo de serviço, por Patente e até entre os Coronéis da
Ativa há o entendimento que o Curso de Bacharel em
Direito deve ser pré requisito para ingresso na Academia de
Polícia Militar.
Entre os mais jovens e entre os Tenentes e Capitães, este
posicionamento se mostrou mais acentuado.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS
À EXIGÊNCIA DO CURSO DE
DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
O espectro do Direito e demasiado amplo. A Polícia atua basicamente na esfera penal, militar,
administrativa e constitucional. Vamos analisar em quantos países mundo se exige que os policiais sejam
graduados em Direito. Creio que se deva exigir graduação para ingresso na APMBB, mas não
necessariamente em Direito, talvez graduação em administração fosse mais interessante. (2)

Seleção ocorrerá dentre já formados em graduação de Direito, que via de regra é cara, não dando
oportunidade a pessoas de menor renda (como eu, por exemplo) ingressar na carreira de oficial da PM.
Sem contar que nas graduações em direito muito pouco ou quase nada se valoriza o trabalho policial
militar - há enaltecimento das carreiras jurídicas (promotoria, juízes, etc). Quem deve formar POLICIAL
MILITAR é a Polícia Militar. Temos plena condições de formar Oficiais "do zero".

Poderia exigir bacharelado em qualquer área. Exigir uma área específica não valoriza a formação do
oficial.

Prejuízo na formação do oficial, pois já chega cheio de opiniões que divergem dos interesses institucionais

Deveria ser exigido nível superior para cada serviço executado. Exemplo, Direito para exercer SJD, ADM
para exercer P1, Logística para exercer P4, Marketing para exercer P5, assim por diante.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
As praças da nossa Instituição perderiam a oportunidade de ingresso, tendo em vista que a carga horária
de trabalho não os permitiram fazer uma faculdade trabalhando no serviço operacional, por exemplo um
policial de FT que trabalha em 12x36.

Não precisamos de advogados, mas de GERENTES DE POLÍCIA. A briga por salário é outro problema.

Mudará totalmente o perfil do oficial; haverá problemas de hierarquia, disciplina e comprometimento;


maior número de oficiais com objetivo de carreiras do judiciário, MP e outros; sou a favor da formação em
Direito na própria APMBB

Não existe vínculo entre a carreira jurídica e a carreira militar. Uma medida dessa irá desprestigiar ainda
mais a carreira militar

Nossa carreira não é jurídica e temos que lutar para valorizar a carreira de segurança pública e não tentar
se igualar a co-irmã só por luxo
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Penso que muito mais que o conhecimento em Direito, prioritário é o conhecimento em gestão,
administração. Sou a favor do direito se a ideia é reduzir a carga horária de Direito na APMBB para investir
nos conhecimentos de gestão.

Perda da qualificação do Oficial

Sejam Oficiais e parem de querer ser o que não são. Honrem e valorizem.

Temos que valorizar a carreira do Policial. Temos que ter uma lei orgânica; Temos que exigir do profissional
conhecimentos consolidados de gestão.

Contra senso exigir curso superior para ingressar em outro curso superior reconhecido por lei. No estudo
comparado mundial, a exigência de Direito como ingresso não encontra paralelo.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Necessidade de bacharelado em outras áreas, não necessariamente em Direito

Nosso maior desafio é valorizar monetariamente nossa carreira. Tendo em vista as forças armadas e outras
forças policiais estarem bem melhor atendida neste quesito não pela forma de ingresso e sim pelo
posicionamento de seus superiores hierárquicos frente ao governo federal ou estadual. O que vai melhorar
tudo o que foi elencado acima, inclusive o salário é uma postura mais dura e unida frente a defesa dos
direitos de nossa Instituição. Nossos deveres já fazemos agora vamos exigir nossos direitos. Está postura de
ingresso de nada servirá se não mudarmos nossa postura frente ao Chefe do Executivo.

O Oficial não é jurista e sim Comandante de Tropa. Para comandar precisa ser líder e não conhecedor de
Direito.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Sou contra, pois hoje o oficial fica 12 anos na função de Tenente, essa função é basicamente operacional,
(exerce a atividade policial) a exigência para começar a utilizar a aplicação do Direito na essência é
somente para a função de Capitão (exerce a atividade administrativa, decisões em processo disciplinar,
atuação como PPJM, etc), na minha opinião o bacharelado em Direito deveria ser requisito para o oficial
ser Capitão e não Tenente. Hoje o bacharel em Direito sonha em ser Juiz, Promotor, quando não
consegue, tenta ser Delegado, acredito que só após tentar essas carreiras anteriores, tentará ser oficial da
PM, ou seja somente o "refugo" das outras carreiras tentará ser PM.

Obrigatoriedade de Curso Superior sim, especificamente Direito não.

Acredito que as matérias jurídicas ministradas no CFO focam no cotidiano policial, diferente da faculdade
comum. Acredito que daria para aumentar o CFO e não diminuir. Assim, o Oficial sairia com Bacharel.

Se quisesse seguir carreira jurídica, teria prestado outro concurso. A Polícia Militar deve ser valorizada, e
bem valorizada, pela atividade imprescindível que exerce para benefício do Estado democrático.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Acredito que formação em Curso Superior conseguirá fazer melhor captação de talentos.

Com a realidade atual, qualquer oficial poderia complementar a graduação de Direito em apenas 1 ano.
A sugestão e exigir, com possível ajuda do Estado, a complementação do curso de Direto após a
formação acadêmica no Barro Branco.

Precisamos mais de matérias de administração e estratégias militares.

A exigência de curso de Direito é relevante somente para questões salariais em relação à outras carreiras
no Estado. Não é certeza de passar a ter um serviço mais eficiente. A possibilidade de migração para
outras carreiras é muito grande, pois em outras o salário é mais atrativo.

O perfil do Militar é de exatas. Estamos abandonando nossas características pelo modismo.


ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Temo pelo comprometimento da disciplina.

Na PC realmente exige -se o curso de bacharel em Direito para o cargo de Delegado, mas não foi
somente isso é as argumentações acima que elevou o salário dos Delegados, foram a habilidade política
de negociação que fez com que os Delegados suprimidas a quinta e a quarta classe o que fez com que
tivesse um início da carreira ganhando como um oficial na função de Capitão com 15 anos de profissão,
então não devemos atribuir melhorar o soldo só em virtude de uma qualificação de bacharel. Nós temos
que valorizar a nossa formação, pois qualquer instituição deve-se verificar todas as áreas (administrativas,
operacionais ) e isso a nossa PMESP tem feito com excelência, porém sempre nós idolatramos os "doutos" e
deixamos em segundo plano a nossa competência. Enfim, temos que nos valorizar e não enaltecer as
profissões que exigem o bacharel em Direito, senão, teremos que exigir o bacharel em Direito para o
médico, professor universitário e as diversas carreiras que existem no governo federal, ascensoristas,
motoristas do governo federal. Em resumo, temos que ser mais politicamente influenciadores, e não
dependentes de políticos para reconhecer a nossa competência.

Requisito: curso superior em qualquer área


ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Muitos são os motivos que me levam a ser contra, porém vou tentar resumir: dizer que as outras Instituições
só recebem mais por causa do nível superior é um argumento muito fraco. Não existe qualquer garantia
que o aumento salarial virá, veja o exemplo da Brigada no Rio Grande Sul. Por outro lado, a perda de
qualidade do Cadete é certa. Hoje infelizmente o ambiente universitário está totalmente pervertido e a
qualidade do ensino muito duvidoso. Para quem insiste num pedaço de papel. Pode-se exigir o diploma
para promoção do 1° tenente ou Capitão. Mas não deveríamos perder a capacidade formadora. O atual
ambiente universitário pode oferecer um recurso humano de melhor qualidade é no mínimo ingênuo.
Outro canto da sereia, igual ao aumento salarial, estaríamos apostando em algo que não temos a mínima
garantia. Na realidade o nível universitário só tem uma "vantagem", que é a idiotice da sociedade
brasileira que vive a cultura do bacharelado. Uma sociedade hipócrita que prefere um pedaço de papel
do que a busca do conhecimento e da excelência. Contra isso realmente não tenho nenhum argumento
direto, só a esperança de uma mudança cultural do brasileiro. E pensando no espírito da milícia
Bandeirante deveríamos enfrentar este câncer da sociedade e participar da mudança cultural que o
Brasil precisa para se desenvolver. Penso que o resgate ou investimento no Barro Branco é muito mais
importante e urgente. O ideal é nós darmos uma solução interna e não ficar esperando os outros, ainda
mais das atuais Universidades. No mínimo a Escola de Oficiais tinha que ser uma referência na segurança
pública, como o ITA é na engenharia. Se a FAB conseguiu, nós também podemos.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
O ensinamento na APMBB é o suficiente nessa área.

A conclusão da APMBB já é um bacharelado, há a formação superior.

Corroboro com as alegações já descritas

Escolas de formações militares, em especial para Oficiais, tem que focar e em ciências técnicas
específicas e em administração. Está aí o exemplo negativo que é a Polícia Civil.

O curso de Direito é abrangente. A função do Oficial está diretamente ligada à gestão e administração. O
conhecimento técnico para PJM pode ser adquirido durante o curso de formação pois é algo específico
(direito penal e penal militar).

Nossa função principal é administrar, recursos materiais e humanos.


ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
A tal cultura bacharelesca é que precisa ser extinta no Brasil.... O maior valor dos policiais militares é
justamente o fato de termos coragem em enfrentar situações adversas que todas as demais profissões,
inclusive as civis de segurança pública, somem no momento em que a população mais precisa. O que
temos que mostrar a sociedade é isso, que é muito mais importante e necessário uma polícia que enfrenta
situações adversas do que uma Polícia burocrática. Precisamos é de movimentar para acabar com essas
demandas do judiciário brasileiro. Só em países pequenos é que se tem tamanha carga de burocracia no
judiciário. Precisa acabar com o Inquérito, estabelecer o ciclo completo, ministério público eleito pela
sociedade entre outras medidas. Só lembrando que nos EUA não há exigência de formação jurídica para
ser policial e eles sempre tiveram o ciclo completo.

Em pouco tempo o perfil (ethos) do oficial PM seria modificado e teríamos tenentes se portando como
delegados fardados. Além de desvalorizar o CFO ( bom ou ruim, é o que defendemos até hoje como
nosso diferencial), atrairíamos oportunistas para nossos quadros
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Sou a favor de nível superior, temos várias áreas na PM que também necessitam outras formações

Precisamos fortalecer a identidade da carreira de oficial

Além das desvantagens apresentadas no início, a exigência da formação em Direito é completamente


desconexa das atividades do Corpo de Bombeiros.
Perde se a identidade do DNA oficial. No exército, a exigência ainda é o ensino médio. Salários melhores,
em função de mobilização política.

A carreira do oficial utiliza muito mais a Administração do que o Direito.

Após o CFO, a maioria esmagadora dos Oficiais PM concluíram o curso de ciências jurídicas

Para que?
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Caso queira seguir outra carreira faça Direito. PMESP policiamento preventivo e preservação da ordem
pública.

As funções de Oficial não se resumem a assuntos de Direito, mas também de Administração

Perde a identidade Militar

É uma saída que pode criar uma subclasse jurídica, assim como o cargo de analista jurídico, que é exigido
o bacharelado em Direito. Polícia é carreira de Estado e não jurídica. Isso pode acarretar problemas
futuros por conta do tamanho da nossa Corporação. Outra situação, como fica o Quadro Auxiliar e os
outros quadros de Oficiais? Esses não terão carreira jurídica. Creio que aumentará a discriminação.

Não se forja um oficial em dois anos. Ingresso de pessoas já com vícios arraigados pela idade
enfraquecerá a formação. Isso tudo na nossa sociedade que é multicultural e fraca de preceitos morais.
Como está já é difícil forjar. Com redução do tempo ficará pior.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Infelizmente a entrada com nível superior não vai aumentar nosso salário. Isso é ilusão e só vai fazer com
que o Oficial mude seu perfil. Vide o que ocorre agora na APMBB, que a maioria é formada por ex-praças,
já ocorre essa mudança de perfil. Na minha opinião foi para pior.

Os cursos atuais são "meia boca." Sou oficial superior da reserva. Não fiz Direito até hoje e não fez falta.
Vivo com quem trabalha com o direito. Esposa diretora de vara. irmã advogada. Eles "se surpreendem"
com os casos que vivemos e administramos na gestão de segurança. E não se habilitam e dizer que
sabem ou entendem.

Se a busca é pelo curso superior, deve ser aberto a qualquer curso superior, não apenas o Direito. Isso
evitaria o uso da carreira como trampolim para outras carreiras jurídicas mais prestigiadas, tais como
Promotores, Juízes e, em um futuro próximo, até Delegados.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Deve ser observado outros cursos superiores de maior relevância não ficar exclusivamente no curso de
direito. Administração, logística, dentre outros cursos são tão ou mais importante dependendo da área em
que o PM atua. Na falta de quadro específico o nosso efetivo é polivalente, sendo assim que os cursos
para o ingresso sejam os mais diversificados o possível. De acordo com a necessidade do momento.

Isso representaria que a PM não forma oficiais, mas só aperfeiçoa bacharéis em Direito. Ou seja, é mais
razoável então entender que o Delegado de Polícia pode comandar o policiamento. É dar munição para
uma submissão desvantajosa à PM, abrindo mão voluntariamente de algo que foi conquistado. E achar
que 100 mil homens vão ser melhor pagos só por isso é surreal.

A Polícia Militar não depende somente do bacharelado em direito mas em outras áreas também.

A pessoa formada em direito usará a academia como trampolim para prestar concurso para MP ou Poder
Judiciário. Direito não serve para os que querem trabalhar no bombeiro.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Nível superior para Oficiais já seria suficiente e não necessariamente em Direito. O que deve mudar é o
processo seletivo que deve ser mais intenso e qualitativo para os Oficiais (com cara de vestibular
concorrido exigindo-se conhecimento em literatura, física, química, etc) com consequente melhoria
salarial na carreira, já que a exigência de nível superior busca alcançar os melhores qualificados e estes
irão buscar os melhores salários visto suas formações acadêmicas....é uma via de mão dupla. Só exigir
direito é perder oportunidade de selecionar outros bons profissionais de outras áreas que podem ajudar na
PM....sem falar que o exercício do direito na carreira já é bem suprido com ensino na apmbb e posterior
complemento em direito para aqueles que tem interesse em tal. A relação nível superior x aumento salarial
para os oficiais tem mais lógica....pois representa um número menor para o governo em impacto
financeiro Cabe dizer ainda que o TCO está atrelado a condição de autoridade policial e não de
bacharel em direito... Aqui cabe uma reflexão se queremos ser carreira jurídica ou carreira de Estado....é
inegável que no estado de São Paulo existe uma melhor valorização daquelas ligadas ao direito....mas
não sabemos se isso ocorrerá na PM com os oficiais... principalmente aqui em SP......em todas as PMs do
Brasil que passaram por essa mudança com reflexos positivos no salário sabemos que seu efetivo total não
chega a um 1/3 da PMESP.....mas uma vez repito...o principal problema é o nosso tamanho....sem resolver
isso outras soluções como nível de ingresso parecem coisas secundárias
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB

Faça 4 anos e forme Oficiais bacharéis em Direito. Coloque como meta para ser 2º Tenente passar na
OAB. Assim avançaremos na proposta de carreira jurídica.

O Oficial da PM deverá ser formado pela APMBB, por meio do CFO com duração de 4 anos e
reconhecimento de curso Superior pelo MEC. Acrescento a necessidade de haver um limite de idade para
ingresso no Barro Branco que deverá ser de 21 anos. Precisamos de jovens Oficiais para atuar com energia
e com tempo de serviço, pensando inclusive no aspecto previdenciário.

Sou contra a exigência do bacharelado em Direito e tão somente ele. Precisamos mudar o foco, que o
ingresso seja com o bacharelado em qualquer área! Precisamos assumir nossa investidura militar que, por si
só, graduado no Barro Branco, é conferido a nós, até mesmo a prerrogativa de Juiz Militar. Logo, ter ou
não o curso de Direito é irrelevante. Portanto, precisamos elevar o grau de escolaridade no ingresso.
Engenheiros, são bem-vindos, assim como pedagogos, químicos, publicitários, jornalistas, contadores,
economistas, pilotos comerciais de helicópteros e aviões. Devemos ser força autônoma! A crise dos
caminhoneiros provou isso! Ingresso com bacharelado, não exclusivamente em direito.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Creio que o acesso ao oficialato deva ser para quem tenha o curso de formação de soldados e o curso
de formação de sargentos, como uma espécie de acumulação de disciplinas, mínimo 5 anos na função
policial militar sendo que o concurso para ingresso na instituição seja para nível superior, com conteúdo
programático do edital direcionado a legislação pertinente a função policial militar, assim como ocorre
por exemplo para cargos de agente de polícia federal.

Entendo que a carreira policial militar não é jurídica é sim multidisciplinar

A formação de um oficial da PM deveria ter menos carga jurídica e focar mais em matérias de caráter
sociológico e procedimentos operacionais

O Direito é só uma das cadeiras necessárias ao oficialato. Depois de certa fase da carreira, a cadeira de
administração é mais exigida
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Dificuldade em doutrinar o oficial

Comprometimento.

Acredito que o Oficial bacharel não vá querer se sujeitar a inúmeras situações, principalmente de caráter
operacional que são exigidas principalmente dos CFP.

Perda de identidade e restrição de ingresso

A nossa formação desde tenra idade e com poucos vícios sociais é o que não diferencia das outras
carreiras... Iremos nos transformar na Polícia Civil...

Temos Excelente Oficiais que fizeram o CPFO Queremos Oficiais que Amem a PM. Somos a Melhor PMESP
do Mundo
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
O fortalecimento da cultura institucional, que é o que faz a PMESP ser o que é, seria seriamente abalado.
Porém, sou a favor da exigência de qualquer curso superior, e não que seja apenas o bacharelado em
Direito.

Dentro da Corporação temos diversas áreas de atuação, como a área de engenharia, psicologia,
finanças, etc..., a exigência deveria ser nível superior e não apenas Bacharel em Direito, para não tirar a
possibilidade de profissionais formados em outras áreas, como é hoje na Polícia Cientifica e Policia Federal.

Da forma com que atribuem função aos oficiais acho que o mais adequado é exigir curso superior para o
ingresso como soldado e CARREIRA ÚNICA. Atualmente sou jurista, jornalista, designer, cerimonialista,
administrador, analista de sistema, analista de TI, técnico de comunicação e por aí vai. Ou seja, sou um
tenente ordinário da administração.

Acho que o bacharelado tem que ser em administração, pois de Tenente ao Coronel o oficial realiza
gestão de pessoas, processos (qualidade), tendo que gerar resultados, sendo que o direito é apenas uma
ferramenta, e quando utilizado o é de forma bastante literal, sem necessidade de uma formação na área
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Bagagem dos estudos acadêmicos específicos

É necessário curso superior, porém não especificamente Direito

A Instituição deveria utilizar o Bacharelado como requisito para Ascenção funcional...2 as Instituições
deveriam levar em consideração sua função social, qual seja como órgãos captadores de mão de obra
oriundos do ensino médio.

Seria a carreira jurídica mais mal paga e a mais desdenhada perante a sociedade. Outra, um oficial não
precisa ser um bacharel em Direito para ser Oficial. Direito processual civil, direito civil, tributário,
empresarial e “tuti quanti” não servem para nada na carreira de segurança pública.

Pode ser formado em qualquer área


ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Acredito que qualquer curso superior habilita ao CFO.

Concordo com a exigência de curso superior, porém, não de curso superior em Direito. A estrutura dessa
distinção supõe que cursos superiores em Direito são melhores, mais vantajosos ou mais apropriados à
função de comandamento do policial militar - coisa que na prática não apenas não se verifica, como
nem nos é relevante e, em última instância, não é imprescindível ao exercício da função policial. Por mais
que se queira defender a ideia de que devemos "surfar" no papo da "carreira jurídica", o fato é que o que
deve ocorrer é exatamente o contrário: uma desmistificação da carreira jurídica, bem como uma
valorização da função de POLÍCIA propriamente dita (a qual, por sua vez, não necessita de formação em
direito para ser bem realizada).

Vivavel um comparativo com as outras PMs no país. Creio que devamos tentar e, caso não dê certo,
retorna ao processo vigente, porém com modificações consideráveis e com certeza cabíveis.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Temos que nos firmar como policiais e não buscar valorização na penumbra de outro ofício. Poderia ser
exigido curso superior em qualquer área

Irá restringir o acesso das praças e de pessoas com vocação, vamos perder justamente o que nos
diferencia o amor pela profissão. Precisamos de menos juristas e mais combatentes

Temos que formar oficiais de Polícia com conhecimento jurídico e não juristas com conhecimento de
Polícia

Deveríamos admitir público interno por uma via única: Curso de Formação de Soldados, e investir nos
profissionais que se destacam possibilitando a ascensão profissional dos mais capacitados e
impossibilitando a entrada é permanência de pessoas descomprometidas com a missão policial militar,
esse policial militar galgaria os mais altos postos da PM e assim a perspectiva é de que a gestão desses
profissionais sejam mais compromissadas com os interesses da instituição
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
As funções do Oficial não são essencialmente jurídicas e o conhecimento jurídico adquirido na academia
é suficiente, sendo muitas vezes mais profundo que em algumas Universidades

Sou contra que a exigência seja exclusivamente para bacharelado em Direito. Acredito que deva ser
aceito também bacharelado em Administração ou Ciências Sociais.

Redução do tempo para a formação acadêmica do Oficial.

Acho que não seja primordial essa formação, já que somos na maior parte do tempo administradores.
Hoje, tanto para oficiais quanto para praças, a maioria dos candidatos já possuem curso superior, de
diversas áreas, e não sabemos se são ou não os piores formados, e independente da formação anterior,
temos maus e excelentes profissionais.
ARGUMENTOS CONTRÁRIOS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
A essência do Oficial PM é sua formação militar. Sou a favor da APMBB formar oficiais bacharéis em
ciências jurídicas também. Nenhuma faculdade é melhor em Direito do que a nossa Academia.

A carga/grade curricular é melhor que a maioria das faculdades existentes. Isso apenas deformaria a
Instituição.

A formação do oficial é específica, visa a gestão militar e não a prática jurídica.


ARGUMENTOS FAVORÁVEIS
À EXIGÊNCIA DO CURSO DE
DIREITO PARA INGRESSO NA
APMBB
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Valorização da carreira

Melhoria salarial

Valorização profissional

Para ser operador do direito, tem que ser bacharel.

Para valorizar a carreira e buscar o ciclo completo. Pois na visão dos políticos a carreira dos Oficiais é bem
remunerada pois é o único concurso público que exige 2º grau e garante uma remuneração no final da
carreira, de r$ 16mil (2)

Todas as demais carreiras públicas do nível do Oficialato exigem curso superior de 4 anos. Na Policia
Científica e Civil exige-se curso superior. Enquanto que para o oficialato de São Paulo exige o ensino
médio
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
O nível intelectual e cultural dos ingressantes aumentará. Melhora a seleção. A carreira terá mais
reconhecimento, assim como ocorreu em outros Estados. Haverá uma melhor prestação de serviços
públicos.

Qualificação dos quadros profissionais; fortalecimento da carreira dos oficiais perante praças e outras
instituições; melhores argumentos para alavancagem da remuneração

A experiência em outros Estados mostra o quanto é vantajoso a exigência de bacharel em Direito para
oficiais para termos o mínimo reconhecimento perante as demais carreiras estatais.

Entendo como o único caminho possível (atualmente) para a devida e merecida valorização do
Oficialato da PMESP.

É inegável a mudança da sociedade, cada vez mais complexa, e para acompanhá-la devemos também
evoluir. Penso que a exigência do Direito para Oficial vai ao encontro do novo ambiente social em que
vivemos.
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
A qualificação é sempre benéfica para uma possível valorização da carreira.

Maior respeito pela formação.

De acordo com as vantagens e desvantagens ilustradas pelo Defenda PM, o rol de vantagens supera as
justificativas de desvantagens sendo mais compensador para o benefício da carreira o ingresso de policia
militares com ensino superior.

Várias Policias Militares já possuem esta forma de ingresso, lembrando também que os Estados que
entraram em greve não tinha Nível Superior

Melhor preparo leva a melhor prestação de serviço. Melhor prestação de serviço leva a melhor
remuneração. Melhor remuneração leva a melhor seleção. Melhor seleção leva a melhor prestação de
serviço novamente.

Melhor qualificação e seleção para a carreira

Precisa-se valorizar a carreira Policial Militar.


ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Oferecerá maior fortalecimento institucional e, por consequência, legitimidade e paridade com outras
carreiras

Essencial para o ciclo completo de polícia, TCO, investigação, Polícia Judiciária Militar e para melhor
remuneração.

Reconhecimento salarial pelo Estado.

Para melhor remuneração, pois não obstante estar dentre as vantagens uma "maior qualificação" (sic),
todos os conhecimentos jurídicos para exercer as funções policiais administrativas e judiciárias já são
passados nas Escolas de Formação.

Discordo que os que ingressaram seriam os "piores bacharéis". O fato é que não temos atrativos por conta
do salário pífio, mas o bacharelado é um passo considerável para dar suporte fático, sob lentes da
isonomia de ingresso, para termos melhores condições salariais e consequentemente, melhores
profissionais.
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
A médio e longo prazo seremos mais valorizados e ganharemos em maturidade dos policiais.

Somos uma nação direitista, e neste contexto, acredito trazer a devida valorização que a carreira merece.

Em regra quanto mais acesso a educação a pessoa teve, menor a chance de causar problemas, quer
seja de comportamento ou criminal.

O requisito de ingresso na função é condição para melhor grau de autoridade e ganhos. Estamos
atrasados quanto ao resto do Brasil.

Colher candidatos mais maduros, com mais idade e que já investiram com recursos próprios sua formação
acadêmica e valorizará isso, melhorar o nível intelectual dos candidatos, erigir à categoria de ingresso de
nível superior o CFO, não ser o último Estado da federação a alterar o ingresso

Como querer salário de ensino superior, se a porta de entrada é o ensino médio ex: concurso para
Delegado de Polícia
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Sou a favor de qualquer curso de graduação, desde que atende às demandas da Corporação
(engenharias, saúde, administração etc)

Pertinente pela natureza da função policial militar.

Não entendo que o Bacharelado em Direito seja de grande relevância para o desempenho da atividade
policial, mas em nossa atual conjuntura política e social, que prima pelo bacharelado, ela é imprescindível
para o nosso reconhecimento e valorização.

Diminuir a carga horária e, consequentemente, o tempo de formação.

Equidade Com Órgão da SSP em que gestores tem que ter formação em ciências jurídicas
Valorização profissional. Melhor prestação de serviços e melhor tomada de decisão na segurança pública
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Por si só, os proprios argumentos da Defenda PM expostos, que defendem a ideia de exigir a formacao em
Direito sao mais numerosos em comparacao aos que repudiam essa ideia. Serão candidatos profissionais
fracos se continuarmos pagando os baixos salários que pagamos aos oficiais e, na minha opiniao,
infelizmente, há uma aceitaçao por parte da esmagadora maioria dos oficiais de que “ganhamos pouco
e vai ser sempre assim porque PM ganha pouco mesmo”. Talvez essa aceitação interna seja a maior
inviabilizadora de que um dia percebamos um bom salario. Deveríamos nos reunir c a classe política e
expor q vamos mudar a forma de entrada no CFO e que precisamos oferecer um salario atrativo para que
possamos selecionar bons candidatos. Essa atitude por si só teria que justificar um aumento de salário a
todos os postos acima.

Requisito fundamental do ponto de vista técnico, político e se ascenção profissional junto as demais
carreiras. Objetivando aumento salarial e reconhecimento nacional.

Maior valorização da carreira.

Infelizmente o Brasil é uma país que só da valor ao diploma. Estamos ficando para trás. O maior problema
que enfrentaremos, é que as faculdades estão formando um bando de socialistas ativistas.
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Basta ver os exemplos de Santa Catarina e Minas Gerais.

Infelizmente existe a cultura bacharelesca do Brasil e devemos acompanhar.

É óbvio que teremos uma melhor prestação de serviços à sociedade, além do que, preencheremos os
requisitos para sermos finalmente reconhecidos pelo Governo.

Melhoria na qualificação dos novos Oficiais

Necessidade de transformarmos nossa carreira em jurídica para conseguirmos mais valorização e


benefícios

Não há dúvidas de que essa opção valorizará a carreira, principalmente pela importância que a
sociedade brasileira dá as carreiras jurídicas. Porém há que se redobrar os esforços para se manter os
valores cultuados pela instituição.

Diminuiria o tempo de formação; teria o apoio das entidades de classe dos advogados (OAB); seria
considerada carreira jurídica com os ganhos relativos à está equiparação; movimentaria o sistema
educacional instalado no país; discussão dos temas jurídicos do trabalho executado seria no mesmo nível;
etc
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Valorizaçao da carreira, pela maior exigência do profissional

A exigência do Bacharelado em Direito se faz necessária, sobretudo com as mudanças que tem ocorrido
no ordenamento jurídico brasileiro, com especial destaque para a novidade trazida com o advento da Lei
Federal 13.491/2017, que aumentou o rol de crimes a serem apurados no exercício de PJM.

A valorização do Oficial e seu reconhecimento como autoridade habilitada para o exercício de Policia no
Brasil passa obrigatoriamente pelo requisito de Bacharel para ingresso na carreira.

Com certeza valorizaria a carreira, garantiria melhores salários e com o tempo seria atrativa aos bons
profissionais da área do direito, bem como, seria mais um argumento para a implantação do ciclo
completo de polícia.

Paridade com outros concursos públicos de nível superior

Qualificação e valorização carreira


ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
O conhecimento é a maior virtude que o ser humano pode conquistar. Qualquer título que ateste um
maior conhecimento, tornará a carreira mais valorizada.

Melhoria salarial, equiparação à mesma exigência de conhecimentos de juízes e promotores, TCO.

Sou a favor, entretanto tenho convicção de que não somente o bacharelado em Direito contribui para a
instituição, mas também outras ciências superiores, especialmente administração e suas especialidades,
Ciência de Dados e Inteligência Artificial, etc

Forma de valorização da carreira de Oficial PM, equiparando-se à outras carreiras policiais que já
demandam o bacharelado para ingresso

Alunos oriundos de cursos de Direito naturalmente ingressarão com idade maior, o que irá diminuir a
pressão sobre a idade de aposentadoria.

O governo não irá reconhecer os Oficiais pela nossa importância, mas sim somente pelos nossos títulos, pois
hoje somos tratados como um carreira de nível médio de ensino e esquecem o exaustivo e estenuante
curso o qual fazemos diferentemente dos Delegados de Polícia que fazem dois meses de curso
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Vou além, deveríamos formar nossos Oficiais em direito, a exemplo do ITA na aeronáutica, do IME no
exército, não exigiria no ingresso porém formaria os melhores, e do nosso jeito.

Paridade com os Delegados

Somente com a exigência de bacharelado em Direito iremos conseguir ser reconhecidos e valorizados,
pois para o governo e população, os oficiais são uma categoria de funcionários públicos com ensino
médio.

A atividade de gestor de segurança pública, no nível oficiais, requer do servidor público domínio das
ciências jurídicas, visto que suas funções estão intimamente ligadas a observância aprofundada do
contexto jurídico pátrio e interpretação, ou seja hermenêutica capaz de aplicar o direito dentro de sua
faceta mais plena. Conhecimento este que se desde a entrada na carreira seja requisito trará ganhos
grandiosas ao reconhecimento da carreira que tem características jurídicas em várias faces:
Administrativa (processo interno e legislações especiais); penal militar (inquérito policiais militares,
sindicâncias , processos regulares e disciplinares etc); ...
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Argumentos favoráveis apresentados são indiscutivelmente mais qualificados; a evolução será necessária,
em algum momento.

Evolução da Profissão Policial Militar. Agrega valores em todos os aspectos, pois cresce valores para a
Polícia Militar e ao profissional.

valorização e reconhecimento da carreira

Possibilidade de melhor valorização dos oficiais

Além da valorização da carreira muitas profissões exigem curso superior

Empoderamento e preparo para o ciclo completo.

Há que se nivelar por cima...esse é o caminho, diante nossa realidade.

Respaldo jurídico ao ingresso com nível superior pleiteando aumento salarial já no início da carreira.
Menos tempo na formação do oficial e carreira jurídica.
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
Vejo vantagem principalmente em relação ao Delegado de Polícia, se comparado teremos uma
formação muito melhor e mais completa para o exercício da função!

Pelo motivo de se buscar maiores salários

Constatação em outras PM do Brasil que não houve pera de status militar mas sim valorização profissional

Valorização profissional.

Por existir mais vantagens do que desvantagens nessa exigência!

Requisito importante devido ao contexto social em que vivemos, pois isso, provavelmente, nos daria mais
valorização extra corporação

valorização da carreira, não só no aspecto financeiro, mas também com relação ao posicionamento
dentro do Estado
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
O momento atual exige nível superior para melhor remuneração e reconhecimento

Não tem como ir contra a evolução natural e nacional que ocorre hoje; a tão almejada valorização
requer essa medida.

Equiparação com outras carreiras e momento e oportunidade histórica.

Valorização e abertura do caminho para o ciclo completo

Os motivos favoráveis elencados acima vão ao encontro do que acredito para a instituição. O salário
precisa aumentar, senão nunca seremos valorizados pelas demais Instituições e pela Sociedade.

Maior salário e valorização virão disso.

Pode ser um modo para angariar melhores salários. Outras carreiras, que fazem muito menos que a PM,
possuem melhores salários, devido ao nível superior exigido.
ARGUMENTOS FAVORÁVEIS À EXIGÊNCIA DO CURSO
DE DIREITO PARA INGRESSO NA APMBB
80% de nossa carreira está intimamente relacionada a administração e 20% na correção de problemas.
Penso que o curso de administração melhor se adapta a realidade funcional e as partes complementares
do direito seriam angariadas no CFO

Tivemos mudanças recentes no CPM e por conta disso estamos equiparados aos Delegados quando o
assunto é crime Militar, além do mais, inicialmente como CFP e em outras funções da base do Oficialato o
Direito será mais importante do que a administração.

Sabidamente o salário sempre foi formulado pela complexidade do trabalho realizado , creio que esse
complexidade já existe sem a guarida da formação diferenciada . Creio ainda que se a capitação for
feita com formados em direito poderíamos migrar para a administração de pessoal e material , tornando
mais completo nosso oficial.

É uma progressão lógica da carreira. O salário poderia aumentar, o oficial da PMESP nada fica atrás do
Delegado de Polícia.

A qualificação traria um ganho grande para a prestação de serviço.

Valorização da carreira e possibilidade de pleitear aumento salarial.


RESPONSÁVEL PELA ENQUETE

Humberto Gouvêa Figueiredo


Coronel PM
Defenda PM
coronelpmfigueiredo@gmail.com