Você está na página 1de 1

"Fabricação ilícita": a fabricação ou a montagem de armas de fogo, munições,

explosivos e outros materiais com componentes ou peças ilicitamente traficadas, ou


sem licença de uma autoridade governamental competente do Estado Parte onde se
realizar a fabricação ou montagem.

O tráfico de armas é o fornecimento de armas ou munição a entidades (grupo de


combatentes, organização criminosa, ou Estado) em violação às normas internacionais
sobre a venda de armas. Sua definição ainda não está clara, muitas vendas de armas
são feitas no "mercado negro" de armamentos.

Segundo as Nações Unidas, o tráfico de armas é a terceira maior atividade criminosa


do mundo, atrás do narcotráfico e do tráfico humano. O valor total do mercado
mundial de armas é estimado cerca de US $ 60 bilhões por ano, o mercado das armas
ilícitas foi estimado em 10-20% do total do comércio mundial de armas.
Os EUA é um dos líderes mundiais no tráfico de armas, assim como China, Rússia e
Itália.
A França foi um dos primeiros países a assinar o acordo de tráfico de armas no país,
que é visto como um ponta pé inicial contra esse comércio que alimenta conflitos
mundiais.
Nos últimos anos, a Argentina aderiu novas leis e alguns tratados internacionais para
evitar o tráfico de armas dentro do país.
O combate à fabricação e ao tráfico ilícitos de armas de fogo, munições, explosivos e
outros materiais correlatos requer a cooperação internacional, o intercâmbio de
informações e outras medidas apropriadas nos níveis nacional, regional e internacional
e desejando estabelecer um precedente para a comunidade internacional a este
respeito.
Nos processos de pacificação e em situações pós-conflito, seja realizado um controle
eficaz das armas de fogo, munições, explosivos e outros materiais correlatos, a fim de
prevenir sua introdução no mercado ilícito.
A importância de fortalecer os mecanismos internacionais existentes de apoio à
aplicação da lei, tais como o Sistema Internacional de Rastreamento de Armas e
Explosivos da Organização Internacional da Polícia Criminal (Interpol) para impedir,
combater e erradicar a fabricação e o tráfico ilícitos de armas de fogo, munições,
explosivos e outros materiais correlatos.