Você está na página 1de 10

Esboço de oraçoes para Bnei Noach utilizar opcionalmente para reza diaria

.
Todos os direitos resrvados ao Rabino Shmuel Binjamini email: shmuel770770@gmail.com
Como investi muito trabalho neste conteudo considero digno que os usuarios que dele se
beneficiam me façam alguma retribuíçao financeira de sua escolha e poder.
Desejo Shana Tova a todos.
R. Shmuel Binjamini

****************

*Meu D’us, Tu sopraste em mim a alma que criaste. Tu a mantém dentro de mim e Tu a tirarás
de mim na velhice. Enquanto a alma está em mim, eu Te presto graças, meu D’us, Senhor de
todas as criaturas da terra e Amo de todas as almas celestes. Bendito és Tu A-do-nai que
reanima os corpos dormentes.
*Em todos seus trajetos busque conhecê-Lo [a D’us], e Ele endireitará o teu caminho.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, por nos dar o poder da visão.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, por nos dar o poder do movimento.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que nos fez caminhar eretos.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que nos deu vestimentas.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que nos revigora através do sono.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que firmou a terra onde pisamos.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que nos faz chegar ao nosso destino.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que me permitiu a escolha de servi-Lo.
*Bendito sejas Tu nosso D’us, Rei do Universo, que me desperta do sono.

Afaste-te do mal...
Que seja a Tua vontade, meu D’us, me guiar nos Teus ensinamentos e me juntar a Teus
mandamentos. Que eu possa manter-me distante do pecado, do teste e da degradação. Que o
mau instinto não tenha poder sobre mim. Afaste de mim más pessoas e maus amigos e me
aproxime do bom instinto e das boas ações. Force nossa natureza a entregar-se ao Teu serviço.
Faça com que achemos graça e obtenhamos bondade e misericórdia de todos os que nos
encontram. Faça-nos notáveis bondades; grande é nossa confiança em Ti. (Salmos 34:15)

Proteja-me, ó D’us de hoje e para sempre, das pessoas e das atitudes ousadas, das pessoas e
das atitudes malvadas, dos maus pensamentos e dos maus rumores, da difamação, da
denúncia discriminatória, do ódio das criaturas, dos acidentes mortais, das enfermidades
mortais, dos anjos do prejuízo, de julgamento injusto e de oponentes de má fé, e da
condenação do inferno.
... e faça o bem...
Ò D’us, dê nos prazer em Te servir a nós e aos nossos filhos para todo o sempre.
... busque a paz...
(Salmos 34:15); (Salmos 34:15)
Que o mérito deste desejo traga a Tua bênção a nós como está escrito: (Gênesis 12:3) “e
abençoarei aos que te abençoarem”. Que assim sejamos abençoados; Amen!

Declaração de compromisso:
*Eu assumo cumprir os mandamentos de D’us

*Assumo que somente ao Primeiro Ser, Aquele que não depende de algo outro para existir
devemos nos dirigir como um poder supremo. Somente Ele tem o poder de ajudar e salvar. Ele
está em tudo, sabe tudo, e dá vida a todos enquanto assim deseja. Sem Seu constante amparo,
nada poderá existir. Assumo o compromisso de servi-Lo e respeitar as demais criaturas
segundo o que nos instruíram Moisés, nosso mestre. E os demais profetas e sábios de Israel,
seus sucessores.

*E eu por Tua grande bondade, virei até a Tua morada, me prostrarei diante de Teu palácio
com temor. Quanto a mim, minha oração a Ti, é um momento querido. Ò D’us, por Tua
bondade atenda-me com Tua verdadeira salvação.

*Senhor do Universo que reinou antes mesmo de todo ser existir, somente quando Seu desejo
a tudo produziu, então ‘Ò Rei’ Ele foi chamado. E depois de tudo se extinguir, o Temível
sozinho reinará. È Ele quem existiu existe e existirá com glória. E Ele é Um ao qual não sucede
um segundo que a Ele possa ser assemelhado e comparado. Aquele que não tem início nem
extinção, o Poderoso que governa. E Ele é meu forte, o vivo que me resgata, a rocha que me
apóia na hora do aperto. Ele é minha bandeira e meu refúgio, o meu conteúdo no dia que
clamarei. Em Suas mãos deposito meu espírito, ao dormir e ao despertar. E junto com ele o
meu corpo. Enquanto O tenho como D’us, a outra coisa não temerei.
Xxxxx
Acrescntar Hashem melech – ushmo Echad.
xxxxx

*Pelo maestro com melodias, um Salmo cantado. Que D’us nos dê graça e nos abençoe, Ele
iluminará o Seu rosto para conosco; Selá. Para conhecer o Seu caminho na terra, em todas as
nações a Sua redenção. A Ti agradecerão povos, ó D’us, a Ti agradecerão todos os povos.
Jubilar-se-ão e cantarão nações quando Tu julgar os povos com retidão e guiarás as nações na
terra; Selá. A Ti agradecerão povos, ó D’us, a Ti agradecerão todos os povos, a terra deu a sua
safra. Abençoará a nós D’us, nosso D’us. Abençoará a nós D’us e d’Ele temerão todas as
criaturas da terra. (Salmo 67)
Orações de Louvor
*Bendito seja Aquele que falou e o mundo surgiu; Bendito seja; Bendito seja Aquele que fala e
faz; Bendito seja Aquele que decreta e cumpre; Bendito seja o Criador que fez tudo desde o
inicio; Bendito seja Aquele que se compadece sobre a terra; Bendito seja Aquele que se
compadece sobre as criaturas; Bendito seja Aquele que recompensa com abundância aos que
O temem; Bendito seja Aquele que vive para sempre e existe eternamente; Bendito seja
Aquele que resgata e salva; Que Ele seja abençoado para todo o sempre. através dos Salmos
de David, o Teu servo, iremos Lhe louvar, pois Tu ês um eterno Rei e a Tua grandeza é infinita.
No entanto, apesar de nossas palavras serem incapazes de te louvar como seria digno a Sua
alteza, eis que nisso consiste toda a nossa capacidade, o poder que Tu nos deste para se
manifestar. Por isso imploramos perante Ti para que Tu aceite o nosso canto com carinho.
*Uma canção de agradecimento, entoem a O Eterno toda a Terra. Sirvam a O Eterno com
alegria, venham diante d’Ele com melodia. Saibam que O Eterno é D’us, Ele nos fez e d’Ele nós
somos, Seu povo, o rebanho de Seu pastoreio. Venham a Seus portais em gratidão, a Seus
pátios com louvor, glorifiquem-No e bendigam Seu Nome. Pois O Eterno é bom, Sua
benignidade é eterna e Sua confiança até o fim das gerações. (Salmo 100)

*Felizes são os que habitam Tua casa, muito Te louvarão; Selá. Feliz é o povo que possui isso,
feliz é o povo que O Eterno é seu D’us.Um Salmo para David, exaltar-Te-ei, meu D’us, ó Rei, e
bendirei o Teu Nome para sempre. Todo dia Te bendirei e louvarei o Teu Nome para a
eternidade. Grande é O Eterno e muitíssimo louvado, a grandeza de Sua bondade é
inalcançável. Uma geração após a outra elogiará Teus atos, Tuas proezas eles dirão. A beleza e
a honra de Tua glória, palavras sobre Tuas maravilhas irei relatar. O poder de Teus temíveis
atos eles dirão e a Tua grandeza irei contar. A lembrança de Tua múltipla benignidade eles
manifestarão e a Tua justiça cantarão. Piedoso e misericordioso é O Eterno, tolerante e de
muita bondade. Bom é O Eterno para todos e Sua misericórdia prevalece sobre todas as Suas
criaturas. Agradecerão a Ti, O Eterno, todas as Tuas criaturas, e Te bendirão todos os que Te
amam. De Tua honrosa soberania eles dirão e de Seu poder falarão. Para ensinar aos filhos do
homem o Seu poder e a honrosa beleza de Seu reinado. Tua realeza prevalece sobre todos os
mundos, Tua soberania em todas as gerações. Adonai apóia todos os caídos e ergue todos os
que estão encurvados. Os olhos de todos esperam por Ti e Tu dás a eles o seu alimento em seu
prazo. Tu abres a Tua mão e satisfazes a todo ser vivo com vontade. Justo é O Eterno em todos
os Seus caminhos e bondoso em todos os Seus feitos. Próximo está O Eterno de todos os que a
Ele clamam, a todos aqueles que a Ele clamam com verdade. O desejo de seus temedores Ele
fará e a sua súplica Ele ouvirá e os salvará. Guarda O Eterno a todos os que O amam e todos os
perversos Ele eliminará. O louvor de O Eterno falará a minha boca e bendirá toda carne o Seu
santo Nome para a eternidade. E nós bendiremos ao Altíssimo de agora e para sempre,
Haleluká! (Salmo 84:5; Salmo 144:4; Salmo 145; Salmo 115:18)
*Haleluká, louve minha alma a O Eterno. Louvarei O Eterno com minha vida, cantarei a meu
D’us com todo o meu poder. Não confiem nos generosos, num filho do homem que não possui
a salvação. Quando sair o seu espírito ele retornará a sua terra, naquele dia ele perderá a sua
soberba. Feliz é aquele que D’us de Jacó o auxilia, sua esperança é por O Eterno seu D’us. O
que faz o céu e a terra, o mar e todo o seu conteúdo, o que mantêm a Sua verdade para
sempre. Ele julga pelos injustiçados, dá pão aos famintos, O Eterno liberta os cativos. O Eterno
dá visão aos cegos, O Eterno ergue os encurvados, O Eterno ama os justos. O Eterno guarda os
peregrinos, o órfão e a viúva Ele fortalecerá e o caminho dos perversos Ele desviará. Que A-
do-nai seja Rei para sempre, Teu D’us, ó Tzion, para geração após geração. Haleluká! (Salmo
146)

*Haleluká, pois é bom cantar para nosso D’us, pois agradável e belo é o louvor. O Eterno
constrói Jerusalém, e junta os afastados de Israel. Ele cura os corações quebrados e remedia a
sua tristeza. Contabiliza número para as estrelas, fixa nome a todas elas. Grande é nosso
Senhor e de muita força, a Sua compreensão é imensurável. O Eterno incentiva os humildes,
Ele rebaixa os perversos até o solo. Respondam a O Eterno com gratidão, cantem a nosso D’us
com a harpa. Aquele que encobre o céu com nuvens, prepara a chuva para a terra, faz crescer
as ervas nas montanhas. Ele dá à besta o seu pão, aos filhotes do corvo quando eles clamam.
Não é a força do cavalo que Ele deseja, nem as coxas do homem Ele quer. O Eterno quer os
Seus tementes, os que aguardam por Sua benignidade. Elogie Jerusalém a O Eterno, louve a
teu D’us ó Tzion. Pois Ele fortaleceu as fechaduras de teus portais, abençoou teus filhos dentro
de ti. Aquele que põe a paz em tuas divisas te satisfará com sebo de trigo. O que lança a Sua
palavra pela terra, rapidamente correrá a Sua palavra. O que dá neve como a lã, espalha o gelo
como um pó. Espalha farelos de gelo, quem prevalecerá diante de Seu frio. Ele envia Sua
palavra e os derrete, sopra Seu vento e correm as águas. Ele fala Suas palavras para Jacó, Suas
leis e juízos a Israel. Isso Ele não fez para todas as nações, e os juízos eles desconhecem.
Haleluká! (Salmo 147)
*Haleluká, louvem a O Eterno a partir do céu, louvem-No nas alturas. Louvem-No todos os
seus anjos, louvem-No todos os seus exércitos. Louvem-No o sol e a lua, louvem-No todas as
estrelas luminosas. Louvem-No os sublimes céus e as águas que ficam por cima do
firmamento. Eles louvarão o Nome de O Eterno pois Ele ordenou e eles surgiram. Ele os ergueu
para todo o sempre, pôs uma lei que não será transgredida. Louvem a O Eterno a partir da
terra, os grandes seres aquáticos e todas as profundezas. Fogo e granizo, neve e vapor, a
tormenta do vento que cumpre a Sua palavra. As montanhas e todos os montes. Árvores
frutíferas e todos os cedros. As feras e todos os animais domésticos, invertebrados e aves
voadoras. Os reis da terra e todas as nações, governantes e todos os juízes da terra. Louvarão
o Nome de O Eterno, pois Seu Nome é alto-inalcançavel e único, apenas a Sua glória paira
sobre a terra e os céus. E Ele ergueu a luz para o seu povo, esse é um louvor para todos os seus
amantes, para os filhos de Israel o povo que é próximo a Ele. Haleluká! (Salmo 148)
*Haleluká, cantem a O Eterno uma nova melodia, o Seu louvor numa congregação de amantes.
Se alegrará Israel de seu Feitor, os filhos de Tzion se rejubilarão com seu Rei. Louvarão o Seu
Nome com pandeiro, com tambor e harpa a Ele cantarão. Pois O Eterno deseja ter o Seu povo,
Ele embelezará os humildes com salvação. Felizes e respeitosos estarão os que O amam, eles
entoarão sobre os seus leitos. A altura do poder divino em suas gargantas, e uma espada de
dois gumes em seu braço. Para fazer vingança nas nações, repreender os povos. Para prender
seus reis com algemas, seus príncipes com cabos de ferro. Fazer com eles o julgamento que
está escrito, isso é uma glória para todos os que O amam. Haleluká! (Salmo 149)
*Haleluká, louvem ao Poderoso em Sua Santidade, louvem no firmamento a Sua força.
Louvem-No com Seu heroísmo, louvemNo por Sua tamanha grandeza. Louvem-No com toque
de Shofar, louvem-No com harpa e lira. Louvem-No com tambor e pandeiro, louvem-No com
instrumentos de corda e flauta. Louvem-No com címbalos ressonantes, louvem-No com
címbalos estridentes. Toda a alma louvará a D’us; Haleluká! Toda a alma louvará a D’us;
Haleluká! (Salmo 150)
*Louvem a O Eterno por que Ele é bom, pois Sua benignidade perdura para sempre! Louvem
ao Poderoso além dos poderosos, pois Sua benignidade perdura para sempre! Louvem ao
Senhor dos senhores, pois Sua benignidade perdura para sempre!

Ao que sozinho faz grandes maravilhas, pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que faz os céus com sabedoria, pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que firma a terra sobre as águas, pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que faz grandes luzeiros, pois Sua benignidade perdura para sempre! O sol para governar
de dia, pois Sua benignidade perdura para sempre! A lua e as estrelas para governar de noite,
pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que feriu o Egito por seus primogênitos, pois Sua benignidade perdura para sempre! E
tirou Israel de dentro deles, pois Sua benignidade perdura para sempre! Com mão forte e com
braço estendido, pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que rasgou o Mar de Juncos em rasuras, pois Sua benignidade perdura para sempre! E fez
Israel passar por dentro dele, pois Sua benignidade perdura para sempre! E sacudiu Faraó e
seu exército no mar de juncos, pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que guiou o Seu povo no deserto, pois Sua benignidade perdura para sempre! Ao que fere
grandes reis, pois Sua benignidade perdura para sempre! E matou reis gigantes, pois Sua
benignidade perdura para sempre!
*Ao Sichon, o rei de Emori, pois Sua benignidade perdura para sempre! E ao Og, o rei de
Bashan, pois Sua benignidade perdura para sempre! E deu suas terras como herança, pois Sua
benignidade perdura para sempre! A qual logrou Israel Seu servo, pois Sua benignidade
perdura para sempre!
*Ao que em nossa baixa estatura nos lembrou, pois Sua benignidade perdura para sempre! E
nos libertou de nossos opressores, pois Sua benignidade perdura para sempre!
*Ao que dá pão para toda carne, pois Sua benignidade perdura para sempre! Prestem gratidão
ao poderoso sobre os céus, pois Sua benignidade perdura para sempre!
Encerramento das orações de louvor:
*Que seja a Tua vontade que logo possamos ver a realização das profecias de David, Ovádia e
Zacarias “Pois a O Eterno pertence a soberania e Ele governa as nações. Salvadores subirão no
monte de Tzion para julgar o monte de Esaú, e a realeza será de O Eterno. E O Eterno será o
Rei de toda a terra, naquele dia O Eterno será Um e o Seu Nome Um só”. (Salmo 136; Salmos
22:29; Ovádia 1:21; Zacarias 14:15)
*Que Seu Nome seja elogiado, amado, e enaltecido, Rei Santo Bendito e Temível no céu e na
terra. Pois a Ti dirigem-se todas as criaturas com louvor, elogio, súplica e reverência. Todos se
submetem a Tua soberania, pois Tu manténs todo ser e consciência existente e sopras espírito
de vida nos corpos terrestres. E Tu nos permites entoar elogios e melodias. Bendito seja, ó Rei
único que faz a vida.
Orações de Submissão:
*Imploramos a Ti, ó grande Criador. Compadeça-Te de nós e nos instrua como Te servir de
todo o coração. Que nossos olhos se abram e vejam a Ti por trás de tudo o que existe e que
sintamos prazer e alegria em Te servir. Que em Ti tenhamos plena confiança, a Ti destinará
todo nosso amor e que Te sirvamos com total reverência. Salve-nos e a todo o Teu mundo e
permita logo o início dos tempos da Redenção Final como prometeste a Tzefania em profecia,
“Então eu me tornarei às nações com uma expressão clara, para que clamem todos o Nome do
Eterno e O sirvam ombro a ombro” (Tzefania 3:9)
Oração de Pedidos:
(FONTE/ADAPTAÇÃO de R. S. Binjamini a partir de: Parte da Amidá e da Bênção após a
refeição no Sidur Tehilat Hashem, pag. 50 e pag.91, Maimônides: Ahavá, Tefilá, cap 2:3;
Êxodo 32:13)
*Bendito és Tu O Eterno, D’us de Abraão de Isaac e de Jacó.25 D’us grande poderoso e
temível, D’us supremo. Aquele que faz bondades e cria tudo.
*Todas as Tuas criaturas louvam e elogiam e expressam a santidade de Teu Nome, pois Tu és
um Rei Grande e Santo. Suplicamos a Ti O Eterno, dê-nos sabedoria para conhecer os Teus
caminhos e dirija o nosso coração a Te temer. Perdoe nossos pecados e nos proteja de toda
desgraça e aperto. Afaste-nos da enfermidade e da dor e abençoe tudo o que fazemos e dê-
nos alimento, provisões e sustento. Imploramos a Ti, que não nos faça dependentes das
dádivas humanas e nem de seus empréstimos. Que sejamos dependentes, apenas de Tua mão
que é cheia, aberta, santa e abundante. Para que não sejamos envergonhados e desprezados
para todo o sempre.
*Suplicamos a Ti, salve o Teu mundo e aproxime todas as criaturas a Te servir ombro a ombro.
Julgue os errantes e os que desviam as pessoas de Te servir e ergue o Teu braço sobre os
perversos. Que os justos possam ter alegria com a construção de Tua cidade e de Teu Templo
Sagrado. Que antes que Te clamemos, Tu já respondas, antes que falemos, Tu ouvirás. Pois Tu
atende sempre na hora da desgraça e do aperto.
*Oração individual - neste momento, cada um detalha os seus pedidos pessoais e em seguida
encerra dizendo:
*Bendito és Tu O Eterno que ouve as orações.
Término da oração de pedidos:
*Agradecemos a Ti, pois Tu és a rocha de nossa vida, o protetor de nossa segurança Tu és em
todas as gerações. Agradecemos a Ti e anunciamos o Teu louvor por nossa vida que está em
Tuas mãos, por nossas almas que Tu penhoras e pelos Teus milagres que nos acompanham
todos os dias. Por Tuas maravilhas e bondades a toda hora, de manhã, a tarde e a noite. Tu és
o bom que jamais deixa de compadecer, és misericordioso cuja bondade é interminável e
nossa constante esperança é por Ti.
*Que as palavras de minha boca e a intenção do meu coração sejam aceitos por Ti, O Eterno
meu Criador e Redentor. (Salmos 19:15)
*Que Aquele que faz a paz nos céus, fará a paz sobre nós e sobre Israel; Amén.
Encerramento da oração matinal:
*Não há como nosso D’us; não há como nosso Senhor; não há como nosso Rei; não há como
nosso Salvador.
*Quem é como nosso D’us?! Quem é como nosso Senhor?! Quem é como nosso Rei?! Quem é
como nosso Salvador?!
*Agradeceremos ao nosso D’us; agradeceremos ao nosso Senhor; agradeceremos ao nosso
Rei; agradeceremos ao nosso Salvador.
*Bendito é nosso D’us! Bendito é nosso Senhor! Bendito é nosso Rei! Bendito é nosso
Salvador!
*Tu és nosso D’us; Tu és nosso Senhor; Tu és nosso Rei; Tu és nosso Salvador.
Xxxx
Acrwscentar aleinu – Bereshit
“Que nos ensina a não nos curvarmos ao vão e á futilidade e etc.
...ushmo echd.
xxxx

Graças pela Alimentação “Todo aquele que tira proveito do mundo sem louvar a D’us, é como
se tivesse furtando D’us (usando sem permissão), como está escrito (Salmos 24:1):
*A D’us pertence a terra e todo o seu conteúdo.
* Antes de ingerir frutas, recita-se:
Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que criaste o fruto da árvore.
*Antes de ingerir frutos, legumes e verduras que crescem em plantas menores (Obs.: planta
menor refere-se à plantas que não produzem frutos repetidas vezes no mesmo ramo ou
galho.)
recita-se:
Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que criaste o fruto da terra.
*Antes de ingerir pães, recita-se:
Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que tira da terra o nosso pão.
*Antes de ingerir bolos, massas e alimento a base de farinha, recita-se:
Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que criaste diversos alimentos (e sabores).
*Antes de ingerir vinho, recita-se:
Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que criou o fruto da videira.
*Antes de ingerir qualquer alimento cuja origem não é vegetal, recita-se:
Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que a tudo criou com Sua palavra.

*Se você não sabe a origem do alimento, recite:


Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo que a tudo criou com Sua palavra.
(Talmud - Berachot pag. 35ª)
*Ação de graças após a alimentação Versão curta (após pequenos lanches ou quando há
pressa):
*Abençoado seja o Senhor do Universo que comemos do que é d’Ele.
*Versão integral:
*A Ti agradecemos, Senhor do Universo, Aquele que sustenta o mundo todo com Sua
bondade, com carinho, bondade e misericórdia. É por Sua constante bondade conosco, que
não nos falta e jamais faltará alimento para todo o sempre. Por Teu grande Nome e para que
Ele seja reconhecido como Aquele poderoso que alimenta e sustenta a todos, faz bondade
com todos e prepara alimento para todo ser vivo que [Ele] criou. Conforme está escrito: “Tu
abres a Tua mão e satisfazes a todo ser com vontade”; abençoado seja D’us do Universo que
comemos do que é d’Ele. Pedimos a Ti, ó Senhor do Universo, que nos dê com Tua
misericórdia: vida, saúde, sustento e amparo. Para que possamos Te agradecer e abençoar
sempre. Imploramos a Ti, que não nos faça dependentes das dádivas humanas e nem de seus
empréstimos. Que sejamos dependentes, apenas de Tua mão que é cheia, aberta, santa e
abundante; para que não sejamos envergonhados e desprezados para todo o sempre. Dêem
graças a O Eterno, pois Ele é bom! Pois Sua benignidade perdura para sempre. Abençoado seja
o homem que em D’us confia. Que então, D’us será a fonte de sua segurança.

Prece Para o Viajante


*Ao sair da primeira cidade na viagem recita-se:
*Que seja Sua vontade, O Eterno nosso D’us, que eu chegue com saúde e paz ao meu destino
(se pretende retornar em seguida diga: “e regresse em paz”); Lhe peço que me proteja de
qualquer perigo dano ou agressão. Que abençoe o que faço e seja bondoso comigo. Que eu
consiga encontrar graças perante Ti e perante todos os que encontrarei. Pois Tu O Eterno ouve
a súplica de todo ser que a Ti se dirige. Abençoado é D’us que atende as súplicas.
* Prece Pelo Sustento
*Salmo de David:
*O Eterno é meu pastor e nada me faltará. Num pasto verdejante Ele me assentará, por águas
calmas me conduzirá. Minha alma alegrará, me instruirá nos caminhos da justiça por Seu
Nome. Mesmo quando andarei no precipício da morte, não temerei o mal, pois Tu estás
comigo. Teu descanso e Teu apoio me consolarão. Ordenarás na minha frente a mesa, diante
de meus algozes. Fartarás com azeite a minha cabeça, meu cálice ficará abastecido. Somente o
bem e a benignidade me seguirão por todos os dias de minha vida. E habitarei na casa de O
Eterno, ao longo de [meus] dias. (OBS: A expressão “por Seu Nome” significa: D’us, Todo
Poderoso, ao criar uma situação, causa algo que tem nome (bondade, por exemplo). Quando
pedimos algo, mencionamos que através disso Ele)

Sempre que necessitar sustento, recita-se:


*Que seja a Tua vontade, O Eterno meu D’us, que meu alimento e sustento junto ao dos meus
dependentes, seja diretamente de Tua mão. Que eu não dependa das dádivas dos homens e
nem de seus empréstimos, somente de Tua mão que é cheia e farta, conforme está escrito: Tu
abres a Tua mão e satisfazes a todo ser com vontade. Que as palavras de minha boca e a
intenção do meu coração sejam aceitos por Ti, O Eterno meu Criador e Redentor. Tu és D’us
que sustenta a todos, desde os maiores Re’emim (i. e. animais), até os óvulos dos piolhos, e
nenhum espírito nem anjo tem poder de alimentar e sustentar além de Ti. Como escreveu
David, Teu servo: “Os olhos de todos estão voltados a Ti e Tu lhes forneces o seu sustento na
hora certa, Tu abres a Tua mão e satisfazes a todo ser com vontade”. E está escrito: “Aquele
que dá pão a toda carne (i. e., a todo ser vivo), pois Sua benignidade perdura para sempre.” E
este poder você usa para testar e lapidar os filhos do homem. Quando em Ti eles confiarão e
saberão que além de Ti não há outra salvação.
Prece Pelo Comércio:
*Ó Eterno, D’us da verdade, dê-me benção e sucesso em tudo o que faço, Pois em Ti eu confio.
Que através deste comércio Tu me envies bênção e que se realize comigo o versículo: “Lance
sobre O Eterno a tua confiança e Ele te sustentará. Eis que vou agora me dedicar ao comércio.
Em D’us eu confio que me dê força para fazer conquistas, para sustentar a minha família com
dignidade e poder cumprir todos os mandamentos de D’us. Ajude-nos, ó D’us de nossa fé, pela
honra de Teu Nome. Não olhe para nossas falhas, faça conosco justiça e bondade por Teu
Grande Nome [misericordioso]. Que as palavras de minha boca e a intenção do meu coração
sejam aceitas por Ti O Eterno, meu Criador e Redentor. (Salmo 23; Reshit Chochma; Shalo”h;
Pele Ioêts com adaptações)

Oração Noturna: Antes de se recolher, é o momento ideal para refletir sobre as ocorrências do
dia, avaliar nosso comportamento e corrigir imediatamente todo e qualquer pecado erro ou
agressão que porventura, tenhamos cometido. Para que além do nosso corpo, nossa alma
também possa descansar em paz e juntar as forças que D’us lhe fornece para o próximo dia.

*Súplica de arrependimento:
*Meu D’us, aceite a minha prece e não ignore minha súplica, pois não venho com ousadia e
teimosia alegar que sou justo e isento de pecados, pois eu confesso ter pecado, errado e
prejudicado. Afasteime de Teus corretos juízos e mandamentos e por fim me prejudiquei. Tu
és justo por tudo o que nos ocorre pois Tu vês a verdade e nós pervertemos. O que direi para
me justificar diante de Ti?! Ó Habitante das sublimes alturas, uma vez que Tu conheces todas
as coisas, tanto as visíveis como as secretas?! Tu conheces os mistérios do Universo e tudo o
que o ser vivo busca ocultar. Tu examinas todas as entranhas e analisas os desejos do coração
e os argumentos dos rins. Não existe nenhuma coisa oculta que de Ti possa se esconder. No
entanto, Te imploro que seja a Tua vontade, meu D’us, de me perdoar com misericórdia e
reparar os danos que causei a mim e ao Teu mundo através de meus pecados, erros e atos
prejudiciais. Por aquilo que fiz, e pelo que deixei de fazer, tanto aquilo de que estou ciente,
como aquilo que não percebi ter feito. Os que percebi, já Te confessei e pedi perdão. E os atos
errantes que não percebi serem errados, Tu sim percebes e vês, como está escrito: “Os
segredos estão com O Eterno nosso D’us, enquanto as coisas reveladas, cabe a nós e a nossos
filhos, cumprir para sempre, todas as palavras deste ensinamento.” Pois Tu és D’us que perdoa
aos que Te buscam em arrependimento e além de Ti não temos outro D’us. (Alguns
pensamentos surgem através dos rins como diz no Salmo 16: “Até de noite me instruem meus
rins”.)
*Meu D’us, antes de ser criado, nada eu merecia. E agora que fui criado sou total dependente,
como se eu não tivesse sido criado. Sou pó em minha vida e muito mais ainda após a morte.
Prostro-me diante de Ti e me sinto como um vaso cheio de vergonha pelos meus defeitos. Que
seja a Tua vontade O Eterno meu D’us, que eu nunca mais peque! E aquilo que faltei diante de
Ti, apague com Tua grande misericórdia, sem tormentas e males da enfermidade.
Versículos e oração antes do sono:
*No início criou D’us o céu e a terra. E criou o Eterno D’us o homem do pó da terra, e soprou
nele o espírito da vida. Então o homem se tornou um ser vivo. E ordenou o Eterno, [que Ele
seja assumido como] D’us sobre o homem. Em Tua mão depositarei a minha alma e Tu me
resgatarás; O Eterno é D’us de verdade.
* Bendito és Tu O Eterno nosso D’us, Rei do Universo, que lança os laços do sono sob meus
olhos e adormece as minhas pálpebras, e que dá visão a pupila do olho. Que seja a Tua
vontade, O Eterno meu D’us, que me permita deitar em paz e levantar para uma vida boa e
para a paz. Que não me assustem minhas ideias nem sonhos maus e nem pensamentos
proibidos. Que minha cama seja propícia para estar diante de Ti. E ilumine meus olhos
poupando de mim o sono mortal. Bendito és Tu O Eterno, que ilumina todo o mundo com a
sua glória.