Você está na página 1de 1

- Mestrado Integrado em Medicina Formulário auxiliar para treino de “OSCEs”

Estação: Algaliação Feminina (= a cateterismo vesical)


Nome:

Não realiza
com falhas
sem falhas
Realiza

Realiza
Data: ___/___/___ Tempo: ____ min. ___ seg

Antes de começar:
Apresentar-se à paciente (pcte)
Explicar o procedimento e pedir consentimento
Solicitar acompanhante (técnico de saúde)
Lavar as mãos
Pedir ao pcte que dispa a roupa abaixo da cintura, incluindo roupa interior
Pedir ao pcte que se deite em decúbito dorsal, flectindo e afastando ligeiramente as pernas
Cobrir a pcte com um lençol, para que não se sinta tão exposta
Lavagem da região genital com água e detergente neutro (pela pcte se for possível)

O procedimento:
 Abrir o “pack de algaliação” com técnica asséptica e verificar o prazo de validade
Colocar soro fisiológico em cuvete esterilizada
Lavar e desinfectar as mãos e calçar Luvas (pode calçar 2 pares de luvas esterilizadas)
Proceder à limpeza asséptica:  Com a mão não dominante afaste os pequenos lábios
 Com a mão dominante lavar o meato urinário com
compressas estéreis e de solução salina estéril (no
sentido descendente)
Retirar as luvas, proceder á colocação do campo esterilizado
Colocar luvas esterilizadas (caso não tenha colocado 2 pares previamente)
Abrir o 2º invólucro da algália (algalia = a sonda vesical, = a cateter vesical) e aplicar gel
anestésico estéril lubrificante, nos 2 a 5 cm distais (pode adaptar o saco colector nesta fase)
 Com a mão não dominante, afaste os pequenos lábios
 Introduzir gel anestésico estéril na uretra com seringa (não está comprovada a eficácia)
 Com a mão dominante introduza a algália suavemente,
 Após sair urina, introduzir pelo menos mais 4cm e insuflar o balão da algália com 10ml
de água destilada, verificar se a pcte sente dor no procedimento
 Puxar suavemente o saco colector até sentir resistência
 Adaptar saco colector (se não o fez anteriormente)
Fixar algália à coxa da pcte
Remover as luvas e lavar as mãos

Após o exame:
Agradecer à pcte e certificar-se de que está confortável
Registar a data da algaliação, o tipo e dimensão da algália utilizada, o volume de água usada
para insuflar o balão, o volume e características da urina
Bibliografia: Burton N.,Birdi K., Clinical Skills for OSCEs, 3nd edition, 2009, Informa Healthcare. Revisto em: 11/12/2010
http://www.searo.who.int/EN/Section10/Section17/Section53/Section362_1116.htm
http://www.cdc.gov/hicpac/cauti/001_cauti.html

Observações:

A algaliação está contraindicada em trauma pelvico. Segundo a bibliografia supracitada a limpeza asséptica
com soro fisiológico é preferível à desinfecção com anti-séptico (p/ex. iodopovidona), contudo o tema é
controverso.