Você está na página 1de 2

HISTÓRIA DA LÍNGUA PORTUGUESA

A língua portuguesa é uma língua românica, isto é, deriva do latim tal como o francês, o
castelhano, o catalão, o galego, o italiano e o romeno.

O SUBSTRATO:
Antes da romanização falavam-se outras línguas como o celta. O latim foi ganhando novas palavras
oriundas dessas línguas.
Ex.: camisa, cerveja, carro, saia, carpinteiro, Évora, Lisboa, Coimbra, ...

O SUPERSTRATO:
Os romanos foram vencidos pelos Bárbaros e chegaram povos germânicos que introduziram novas
palavras:
Ex.: guerra, marchar, roubar, luva, orgulho, dardo, casa, raça, Gomes, Fernando, Afonso, ...

O GALAICO-PORTUGUÊS:
Quando Portugal nasceu como nação, em 1143, falava-se no noroeste da Península Ibérica uma
língua que já se tinha afastado muito do latim. A essa língua damos o nome de galaico-português.
Houve uma evolução fonética, a palavra sofrendo sucessivas evoluções ao longo dos séculos.
Via popular:
Planu (m)  chão Parabola (m)  palavra
Plenu (m)  cheio Arena (m)  areia

No século XVI, Portugal conheceu um grande desenvolvimento a vários níveis. Os escritores, os


filósofos, os cientistas, necessitavam de novas palavras que designassem aspectos novos da sua arte:
filosofia, ciência, técnica. Recorreram ao latim literário.
Via erudita:
Planu (m)  plano Parabola (m)  parábola
Plenu (m)  pleno Arena (m)  arena

O português enriquece-se com palavras de outras proveniências:


O século XVI é um século de expansão, como designar costumes, animais, plantas, objectos
característicos de novas regiões ?
Origem africana: macaco
Origem asiática: canja, chá, leque, jangada
Origem americana: ananás, amendoim, cacau, chocolate, tomate, canoa

A partir do século XVI, continua a língua a enriquecer-se com ESTRANGEIRISMOS: adopção de


vocábulos de outras línguas modernas adaptados à fonética da Língua Portuguesa:
Francês: blusa, bibelô, boné, sofá, ...
Inglês: futebol, ténis, pulóver, choque, ...
Alemão: valsa, zinco, ...
Italiano: cantata, coronel, piano, maestro, ...

A renovação do léxico faz-se igualmente através de NEOLOGISMOS:


Do latim: audiovisual, herbívoro, omnipotente, plurissecular, velocípede, ...
Do grego: antropófago, autódromo, etnografia, micróbio, pseudónimo, psiquiatria, telefone, ...
AS PALAVRAS DIVERGENTES

VIA POPULAR VIA ERUDITA


Adriu(m)  adro átrio
Macula(m)  mancha mácula
Mater  mãe madre

EVOLUÇÃO FONÉTICA

Fenómenos de QUEDA ou ELISÃO

Lugar na palavra Exemplo Classificação


Início ainda  inda Aférese
Meio opera  opra  obra Síncope
Fim amore  amor Apócope

Fenómenos de ADIÇÃO

Lugar na palavra Exemplo Classificação


Início arrecear  recear Prótese
Meio creo  creio Epêntese
Fim ante  antes Paragoge

Amat  ama

Thunum  thuum  atum

Attonitu  tonito  tonto

Salute(m)  salute  saúde

Stare  estar

Rivu(m)  rivu  rio

Humile  humilde

Lana(m)  lana  lã