Você está na página 1de 129

500 QUESTÕES DA

CESPE OT110-2017
DADOS DA OBRA

Título da obra: 500 Questões da CESPE

• Língua Portuguesa
• Matemática e Raciocínio Lógico
• Noções de Informática
• Noções de Direito da Pessoa com Deficiência
• Normas dos servidores públicos federais
• Noções de Direito Constitucional
• Noções de Direito Administrativo
• Noções de Direito Civil
• Noções de Direito Processual Civil
• Noções de Direito Penal
• Noções de Direito Processual Penal

Autores
Zenaide Auxiliadora Pachegas Branco
Evelise Leiko Uyeda Akashi
Carlos Alexandre Quiqueto
Bruna Pinotti Garcia.
Mariela Cardoso
Greice Aline da Costa Sarquis Pinto

Gestão de Conteúdos
Emanuela Amaral de Souza

Produção Editorial/Revisão
Elaine Cristina
Igor de Oliveira
Suelen Domenica Pereira
Camila Lopes

Capa
Bruno Fernandes

Editoração Eletrônica
Marlene Moreno

Gerente de Projetos
Bruno Fernandes
500 QUESTÕES DA CESPE

Língua Portuguesa................................................................................................................................................................................................... 01
Matemática e Raciocínio Lógico......................................................................................................................................................................... 13
Noções de Informática........................................................................................................................................................................................... 28
Noções de Direito da Pessoa com Deficiência.............................................................................................................................................. 40
Normas dos servidores públicos federais....................................................................................................................................................... 49
Noções de Direito Constitucional...................................................................................................................................................................... 59
Noções de Direito Administrativo...................................................................................................................................................................... 67
Noções de Direito Civil........................................................................................................................................................................................... 75
Noções de Direito Processual Civil.................................................................................................................................................................... 86
Noções de Direito Penal........................................................................................................................................................................................ 95
Noções de Direito Processual Penal................................................................................................................................................................106
500 QUESTÕES DA CESPE

PROF. ZENAIDE AUXILIADORA Texto CG1A1BBB


PACHEGAS BRANCO
Segundo o parágrafo único do art. 1.º da Constituição
Graduada pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da República Federativa do Brasil, “Todo o poder emana do
de Adamantina. Especialista pela Universidade Estadual povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou di-
Paulista – Unesp retamente, nos termos desta Constituição.” Em virtude desse
comando, afirma-se que o poder dos juízes emana do povo
e em seu nome é exercido. A forma de sua investidura é le-
gitimada pela compatibilidade com as regras do Estado de
LÍNGUA PORTUGUESA direito e eles são, assim, autênticos agentes do poder popu-
lar, que o Estado polariza e exerce. Na Itália, isso é constante-
mente lembrado, porque toda sentença é dedicada (intesta-
PCJ-MT - DELEGADO SUBSTITUTO - 2017 ta) ao povo italiano, em nome do qual é pronunciada.
Cândido Rangel Dinamarco. A instrumentalidade do
Texto CG1A1AAA processo. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1987, p. 195
(com adaptações).
A valorização do direito à vida digna preserva as duas
faces do homem: a do indivíduo e a do ser político; a do QUESTÃO 02
ser em si e a do ser com o outro. O homem é inteiro em Conforme as ideias do texto CG1A1BBB,
sua dimensão plural e faz-se único em sua condição social. A - o Poder Judiciário brasileiro desempenha seu papel
Igual em sua humanidade, o homem desiguala-se, singu- com fundamento no princípio da soberania popular.
lariza-se em sua individualidade. O direito é o instrumento B - os magistrados do Brasil deveriam ser escolhidos
da fraternização racional e rigorosa. pelo voto popular, como ocorre com os representantes dos
O direito à vida é a substância em torno da qual todos demais poderes.
os direitos se conjugam, se desdobram, se somam para C - os magistrados italianos, ao contrário dos brasileiros,
exercem o poder que lhes é conferido em nome de seus na-
que o sistema fique mais e mais próximo da ideia concreti-
cionais.
zável de justiça social.
D - há incompatibilidade entre o autogoverno da magis-
Mais valeria que a vida atravessasse as páginas da Lei
tratura e o sistema democrático.
Maior a se traduzir em palavras que fossem apenas a reve-
E - os magistrados brasileiros exercem o poder consti-
lação da justiça. Quando os descaminhos não conduzirem
tucional que lhes é atribuído em nome do governo federal.
a isso, competirá ao homem transformar a lei na vida mais
digna para que a convivência política seja mais fecunda e A questão deve ser respondida segundo o texto: (...)
humana. “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de re-
Cármen Lúcia Antunes Rocha. Comentário ao arti- presentantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Consti-
go 3.º. In: 50 anos da Declaração Universal dos Direitos tuição.” Em virtude desse comando, afirma-se que o poder dos
Humanos 1948-1998: conquistas e desafios. Brasília: OAB, juízes emana do povo e em seu nome é exercido (...).
Comissão Nacional de Direitos Humanos, 1998, p. 50-1 RESPOSTA: A
(com adaptações).
QUESTÃO 03 (adaptada)
QUESTÃO 01 No texto CG1A1BBB, o vocábulo ‘emana’ foi empregado
Compreende-se do texto CG1A1AAA que o ser huma- com o sentido de
no tem direito A - trata.
A - de agir de forma autônoma, em nome da lei da B - provém.
sobrevivência das espécies. C - manifesta.
B - de ignorar o direito do outro se isso lhe for neces- D - pertence.
sário para defender seus interesses. E - cabe.
C - de demandar ao sistema judicial a concretização de
seus direitos. Dentro do contexto, “emana” tem o sentido de “provém”.
D - à institucionalização do seu direito em detrimento RESPOSTA: B
dos direitos de outros.
E - a uma vida plena e adequada, direito esse que está Texto CG1A1CCC
na essência de todos os direitos.
A injustiça, Senhores, desanima o trabalho, a honestida-
O ser humano tem direito a uma vida digna, adequada, de, o bem; cresta em flor os espíritos dos moços, semeia no
para que consiga gozar de seus direitos – saúde, educa- coração das gerações que vêm nascendo a semente da po-
ção, segurança – e exercer seus deveres plenamente, como dridão, habitua os homens a não acreditar senão na estrela,
prescrevem todos os direitos: (...) O direito à vida é a subs- na fortuna, no acaso, na loteria da sorte; promove a deso-
tância em torno da qual todos os direitos se conjugam (...). nestidade, a venalidade, a relaxação; insufla a cortesania, a
RESPOSTA: E baixeza, sob todas as suas formas.

1
500 QUESTÕES DA CESPE

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prospe- SERES-PE - AGENTE DE SEGURANÇA PENITEN-
rar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver CIÁRIA - 2017
agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem
chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter ver- Texto 1A1AAA
gonha de ser honesto. E, nessa destruição geral das nossas
instituições, a maior de todas as ruínas, Senhores, é a ruína Após o processo de redemocratização, com o fim da
da justiça, corroborada pela ação dos homens públicos. E, ditadura militar, em meados da década de 80 do século
nesse esboroamento da justiça, a mais grave de todas as passado, era de se esperar que a democratização das ins-
ruínas é a falta de penalidade aos criminosos confessos, tituições tivesse como resultado direto a consolidação da
é a falta de punição quando ocorre um crime de autoria cidadania — compreendida de modo amplo, abrangendo
incontroversa, mas ninguém tem coragem de apontá-la à as três categorias de direitos: civis, políticos e sociais. So-
opinião pública, de modo que a justiça possa exercer a sua bressaem, porém, problemas que configuram mais desa-
ação saneadora e benfazeja. fios para a cidadania brasileira, como a violência urbana
Rui Barbosa. Obras completas de Rui Barbosa. Vol. — que ameaça os direitos individuais — e o desemprego
XLI. 1914. Internet: <www.casaruibarbosa.gov.br> (com — que ameaça os direitos sociais.
adaptações). No Brasil, o crime aumentou significantemente a partir
de 1980, impacto do processo de modernização pelo qual
QUESTÃO 04 (adaptada) o país passou. Isso sugere que o boom do consumo colo-
Infere-se do texto CG1A1CCC que cou em circulação bens de alto valor e, consequentemente,
I - a injustiça faz que as “gerações que vêm nascendo” aumentou as oportunidades para o crime, inclusive porque
sejam mais desonestas e rudes que as gerações passadas. a maior mobilidade de pessoas torna o espaço social mais
II - a injustiça é considerada um empecilho à atuação anônimo, menos supervisionado.
íntegra e idônea das gerações futuras. Nesse contexto, justiça criminal passa a ser cada vez
III - a injustiça é responsável pela degradação dos ho- mais dissociada de justiça social e reconstrução da socie-
mens, que, desanimados, ficam à mercê do destino. dade. O objetivo em relação à criminalidade torna-se bem
Assinale a opção correta. menos ambicioso: o controle. A prisão ganha mais impor-
A - Apenas o item I está certo. tância na modernidade tardia, porque satisfaz uma dupla
B - Apenas o item II está certo. necessidade dessa nova cultura: castigo e controle do ris-
C - Apenas os itens I e III estão certos. co. Essa postura às vezes proporciona controle, porém não
D - Apenas os itens II e III estão certos. segurança, pois o Estado tem o poder limitado de manter
E - Todos os itens estão certos. a ordem por meio da polícia, sendo necessário dividir as
tarefas de controle com organizações locais e com a co-
Com base na leitura do texto, a única afirmação correta munidade.
é a de que a injustiça impede a atuação honesta, idônea Jacqueline Carvalho da Silva. Manutenção da ordem
das gerações futuras, pois (...) semeia no coração das gera- pública e garantia dos direitos individuais: os desafios
ções que vêm nascendo a semente da podridão (...). da polícia em sociedades democráticas. In: Revista Bra-
RESPOSTA: B sileira de Segurança Pública. São Paulo, ano 5, 8.ª ed., fev.
– mar./2011, p. 84-5 (com adaptações).
QUESTÃO 05 (adaptada)
No último parágrafo do texto CG1A1CCC, a forma pro- QUESTÃO 06
nominal “la”, em “apontá-la”, retoma De acordo com o texto 1A1AAA, a restauração da de-
A - “a ruína da justiça”. mocracia no Brasil evidenciou
B - “autoria incontroversa”. A - a diminuição do controle social decorrente do au-
C - “ação dos homens públicos”. mento da mobilidade de pessoas.
D - “falta de punição”. B - o crescimento da produção de bens de alto valor
E - “a mais grave de todas as ruínas”. decorrente do aumento do poder de consumo.
C - a existência de problemas sociais que dificultam a
Ao texto! (...) E, nesse esboroamento da justiça, a mais consolidação da cidadania.
grave de todas as ruínas é a falta de penalidade aos crimino- D - a modernidade do mercado interno e das institui-
sos confessos, é a falta de punição quando ocorre um crime ções públicas brasileiras.
de autoria incontroversa, mas ninguém tem coragem de E - o medo nas metrópoles provocado pelo aumento
apontá-la à opinião pública, de modo que a justiça possa da violência urbana e do desemprego.
exercer a sua ação saneadora e benfazeja. O pronome oblí-
quo em destaque retoma os termos “autoria incontroversa” No texto: Após o processo de redemocratização, com o
– até porque, quanto à falta de punição, ela está bem clara fim da ditadura militar, em meados da década de 80 do sé-
à opinião pública, sem necessidade de ser apontada... culo passado, era de se esperar que a democratização das
RESPOSTA: B instituições tivesse como resultado direto a consolidação da
cidadania — compreendida de modo amplo, abrangendo as
três categorias de direitos: civis, políticos e sociais. Sobres-

2
500 QUESTÕES DA CESPE

saem, porém, problemas que configuram mais desafios para a panheiros à falta de ar, de alimento e de água. É horrível
cidadania brasileira, como a violência urbana — que ameaça lembrar que criaturas humanas tratem a seus semelhantes
os direitos individuais — e o desemprego — que ameaça os assim e que não lhes doa a consciência de levá-los à sepul-
direitos sociais (...). = problemas sociais que dificultam a con- tura, asfixiados e famintos.
solidação da cidadania. Maria Firmina dos Reis. Úrsula. Florianópolis: Ed. Mu-
RESPOSTA: C lheres, 2004, p. 116-7 (com adaptações)

QUESTÃO 07 QUESTÃO 08 (adaptada)


No primeiro parágrafo do texto 1A1AAA, os dois-pon- No texto CB3A2AAA, o trecho “como o rosto de um
tos introduzem infante” introduz uma ideia de
A - uma enumeração das “categorias de direitos”. A - comparação.
B - resultados da “consolidação da cidadania”. B - contraste.
C - um contra-argumento para a ideia de cidadania C - adição.
como algo “amplo”. D - compensação.
D - uma generalização do termo “direitos”. E - intensidade.
E - objetivos do “processo de redemocratização”.
(..) era uma manhã risonha, e bela, como o rosto de um
Recorramos ao texto (faça isso SEMPRE durante seu infante. A conjunção estabelece uma comparação – manhã
concurso. O texto é a base para encontrar as respostas para risonha e bela como (igual ao) rosto de um infante.
as questões!): (...) abrangendo as três categorias de direitos: RESPOSTA: A
civis, políticos e sociais. Os dois-pontos introduzem a enume-
ração dos direitos; apresenta-os. QUESTÃO 09 (adaptada)
RESPOSTA: A No texto CB3A2AAA, ao utilizar a expressão “Ah! Nun-
ca mais devia eu vê-la...”, a narradora manifesta
PREFEITURA DE SÃO LUÍS - MA - CONHECIMENTOS A - uma surpresa.
BÁSICOS B - um lamento.
C - um desejo.
CARGOS DE TÉCNICO MUNICIPAL - NÍVEL MÉDIO -
D - uma recomendação.
2017
E - uma dúvida.
Texto CB3A2AAA
No contexto: (...) Desgraçada de mim! Deixei-a nos bra-
ços de minha mãe e fui-me à roça colher milho. Ah! Nunca
Tinha chegado o tempo da colheita, era uma manhã ri-
mais devia eu vê-la... = representa tristeza, lamento.
sonha, e bela, como o rosto de um infante, entretanto eu RESPOSTA: B
tinha um peso enorme no coração. Sim, eu estava triste, e
não sabia a que atribuir minha tristeza. Era a primeira vez que Texto CB3A2BBB
me afligia tão incompreensível pesar. Minha filha sorria para
mim, era ela gentilzinha, e em sua inocência semelhava um O reconhecimento e a proteção dos direitos humanos
anjo. Desgraçada de mim! Deixei-a nos braços de minha mãe estão na base das Constituições democráticas modernas. A
e fui-me à roça colher milho. Ah! Nunca mais devia eu vê-la... paz, por sua vez, é o pressuposto necessário para o reco-
Ainda não tinha vencido cem braças de caminho, quan- nhecimento e a efetiva proteção dos direitos humanos em
do um assobio, que repercutiu nas matas, me veio orientar cada Estado e no sistema internacional. Ao mesmo tempo,
acerca do perigo iminente que aí me aguardava. E logo dois o processo de democratização do sistema internacional,
homens apareceram e me amarraram com cordas. Era uma que é o caminho obrigatório para a busca do ideal da paz
prisioneira — era uma escrava! Foi embalde que supliquei, perpétua, não pode avançar sem uma gradativa ampliação
em nome de minha filha, que me restituíssem a liberdade: os do reconhecimento e da proteção dos direitos humanos,
bárbaros sorriam-se das minhas lágrimas e me olhavam sem acima de cada Estado. Direitos humanos, democracia e paz
compaixão. Julguei enlouquecer, julguei morrer, mas não me são três elementos fundamentais do mesmo movimento
foi possível... a sorte me reservava ainda longos caminhos. histórico: sem direitos humanos reconhecidos e protegi-
Meteram-me a mim e a mais trezentos companheiros dos, não há democracia; sem democracia, não existem as
de infortúnio e de cativeiro no estreito e infecto porão de condições mínimas para a solução pacífica dos conflitos.
um navio. Trinta dias de cruéis tormentos e de falta absoluta Em outras palavras, a democracia é a sociedade dos cida-
de tudo quanto é mais necessário à vida passamos nessa dãos, e os súditos se tornam cidadãos quando lhes são
sepultura, até que aportamos nas praias brasileiras. Para ca- reconhecidos alguns direitos fundamentais; haverá paz es-
ber a mercadoria humana no porão, fomos amarrados em tável, uma paz que não tenha a guerra como alternativa,
pé e, para que não houvesse receio de revolta, acorrentados somente quando existirem cidadãos não mais apenas des-
como os animais ferozes das nossas matas, que se levam te ou daquele Estado, mas do mundo.
para recreio dos potentados da Europa. Davam-nos a água Norberto Bobbio. A era dos direitos. Trad. Carlos
imunda, podre e dada com mesquinhez; a comida má e Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004, p. 1 (com
ainda mais porca: vimos morrer ao nosso lado muitos com- adaptações).

3
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 10 mos concordar com “as condições mínimas”. A única “troca”


De acordo com o texto CB3A2BBB, a condição neces- adequada seria o verbo “haver” – que pode ser utilizado com
sária para que os direitos humanos sejam reconhecidos e o sentido de “existir”. Teríamos: sem direitos humanos reconheci-
efetivamente protegidos nos Estados é a dos e protegidos, inexiste democracia; sem democracia, não há as
A - soberania. condições mínimas para a solução pacífica dos conflitos.
B - lei. RESPOSTA: C
C - democracia.
D - cidadania. Texto CB3A2CCC
E - paz.
Fala-se, às vezes, na necessidade que tem a democracia de
Ao texto: A paz, por sua vez, é o pressuposto necessá- se defender do que lhe possa ameaçar. Quase sempre, porém,
rio para o reconhecimento e a efetiva proteção dos direi- lamentavelmente, o que se vem considerando como ameaças à
tos humanos em cada Estado e no sistema internacional. democracia é o que na verdade a justifica como democracia: a
presença atuante do povo no processo político nacional; a voz
RESPOSTA: E
das classes trabalhadoras que se mobilizam e se organizam na
reivindicação de seus direitos; a presença inquieta da juventude
QUESTÃO 11
brasileira cuja palavra nos é indispensável... Os que procuram
Depreende-se do texto CB3A2BBB que o avanço do “defender” a democracia contra o “perigo” da participação dos
processo de democratização do sistema internacional de- trabalhadores e dos estudantes na reinvenção necessária da so-
pende da ciedade sonham com uma democracia sem povo.
A - flexibilização das fronteiras dos Estados. Paulo Freire. In: Ana Maria Araújo Freire (Org.). Paulo
B - eliminação de regimes autoritários. Freire: uma história de vida. Indaiatuba, SP: Villa das Letras,
C - manutenção de mecanismos que preservem inte- 2006, p. 405 (com adaptações)
resses ideológicos e materiais dos Estados.
D - sobreposição dos direitos humanos aos interesses QUESTÃO 13
individuais dos Estados. Assinale a opção que apresenta a tese central do texto
E - existência, em todos os Estados, de condições mí- CB3A2CCC.
nimas para a solução pacífica de conflitos. A - As classes trabalhadoras precisam se organizar para
lutar pelos seus direitos.
Texto! (...) o processo de democratização do sistema in- B - A democracia é ameaçada pelas pessoas que temem a
ternacional, que é o caminho obrigatório para a busca do participação popular no processo político nacional.
ideal da paz perpétua, não pode avançar sem uma gradati- C - A juventude brasileira, cuja atuação é fundamental
va ampliação do reconhecimento e da proteção dos direitos para a defesa da democracia, é passiva.
humanos, acima de cada Estado. D - A democracia dispensa a participação efetiva do povo
As questões de Interpretação/compreensão textual, no processo político nacional.
muitas vezes, apresentam as respostas “explícitas”, bas- E - As organizações estudantis representam uma ameaça
tando à (ao) candidata (candidato) voltar ao texto quando para o processo democrático.
precisar - ou, então, destacar as ideias principais durante
a leitura. Segundo o texto, (...) Os que procuram “defender” a de-
RESPOSTA: D mocracia contra o “perigo” da participação dos trabalhadores e
dos estudantes na reinvenção necessária da sociedade sonham
com uma democracia sem povo. = o termo em destaque mos-
QUESTÃO 12 (adaptada)
tra que essas pessoas, sim, representam perigo à democracia.
Preservando-se a correção gramatical do texto CB3A-
RESPOSTA: B
2BBB, os termos “não há” e “não existem” poderiam ser
substituídos, respectivamente, por TCE-PA - CONHECIMENTOS BÁSICOS - CARGOS 1,
A - não existe e não têm. 18, 19, 37 E 38 - 2016
B - não existe e inexiste.
C - inexiste e não há. Texto CB1A1BBB
D - inexiste e não acontece.
E - não tem e não têm. Estranhamente, governos estaduais cujas despesas com o
funcionalismo já alcançaram nível preocupante ou que estou-
Busquemos o contexto: raram o limite de gastos com pessoal fixado pela Lei Comple-
- sem direitos humanos reconhecidos e protegidos, não mentar n.º 101/2000, denominada Lei de Responsabilidade
há democracia = poderíamos substituir por “não exis- Fiscal (LRF), estão elaborando sua própria legislação desti-
te”, inexiste (verbo “haver” empregado com o sentido de nada a assegurar, como alegam, maior rigor na gestão de
“existir”) suas finanças. Querem uma nova lei de responsabilidade
- sem democracia, não existem as condições mínimas fiscal para, segundo argumentam, fortalecer a estrutura le-
para a solução pacífica dos conflitos = sentido de “existir”. Po- gal que protege o dinheiro público do mau uso por gesto-
deríamos substituir por inexiste, mas no plural, já que deve- res irresponsáveis.

4
500 QUESTÕES DA CESPE

Examinando-se a situação financeira dos estados que Texto: O verdadeiro problema é a dificuldade do setor
preparam sua versão da lei de responsabilidade fiscal, fica público de adaptar suas despesas às receitas em queda por
difícil aceitar a argumentação. Desde maio de 2000, quan- causa da crise.
do entrou em vigor a LRF, esses estados, como os demais, RESPOSTA: ERRADO
estão sujeitos a regras precisas para a gestão do dinheiro
público, para a criação de despesas e, em particular, para QUESTÃO 17
os gastos com pessoal. Por que, tendo descumprido al- Para o autor do texto, é um contrassenso a proposta de
gumas dessas regras, estariam interessados em torná-las tornar a LRF mais rigorosa.
ainda mais rigorosas? ( ) CERTO ( ) ERRADO
Não foi a lei que não funcionou, mas os responsáveis
pelo dinheiro público que, por alguma razão, não a cum- Resposta no texto: Por que, tendo descumprido algu-
priram. De que adiantaria, então, tornar a lei mais rigoro- mas dessas regras, estariam interessados em torná-las ainda
sa, se nem nas condições atuais esses responsáveis estão mais rigorosas?
sendo capazes de cumpri-la? O problema não está na lei. RESPOSTA: CERTO
Mudá-la pode ser o pretexto não para torná-la mais ri-
gorosa, mas para atribuir-lhe alguma flexibilidade que a Com relação aos aspectos linguísticos do texto CB1A-
desfigure. O verdadeiro problema é a dificuldade do setor 1BBB, julgue os seguintes itens.
público de adaptar suas despesas às receitas em queda
por causa da crise. QUESTÃO 18
Internet: <http://opiniao.estadao.com.br> (com A construção “Não foi a lei que não funcionou” está as-
adaptações). sociada a uma interpretação de contraste, significando que
outro elemento — e não a lei — não funcionou.
A respeito das ideias do texto CB1A1BBB, julgue os ( ) CERTO ( ) ERRADO
itens a seguir.
Não foi a lei que não funcionou, mas os responsáveis
QUESTÃO 14 pelo dinheiro público = o texto apresenta o elemento res-
ponsável pela não funcionalidade da lei.
De acordo com o texto, as normas da LRF dispõem
RESPOSTA: CERTO
principalmente sobre gastos com pessoal, pois esse tipo
de gasto causa mais problemas para os responsáveis pela
QUESTÃO 19
gestão do dinheiro público.
O emprego do acento grave em “às receitas” decorre
( ) CERTO ( ) ERRADO
da regência do verbo “adaptar” e da presença do artigo
definido feminino determinando o substantivo “receitas”.
A Lei de Responsabilidade Fiscal dispõe sobre gastos
( ) CERTO ( ) ERRADO
em geral, não apenas com pessoal. O texto aborda apenas
este, mas não afirma ser o único alvo da LRF. Texto: O verdadeiro problema é a dificuldade do setor
RESPOSTA: ERRADO público de adaptar suas despesas às receitas em queda por
causa da crise = quem adapta, adapta algo/alguém A algo/
QUESTÃO 15 alguém.
Segundo o texto, o objetivo de se propor uma nova lei RESPOSTA: CERTO
de responsabilidade fiscal, mais rígida quanto à proteção
do dinheiro público, é desconfigurar a LRF. QUESTÃO 20 – (adaptada)
( ) CERTO ( ) ERRADO Os sujeitos das orações “como alegam” e “segundo ar-
gumentam” são indeterminados.
No texto, o objetivo apresentado é: Querem uma nova ( ) CERTO ( ) ERRADO
lei de responsabilidade fiscal para, segundo argumentam,
fortalecer a estrutura legal que protege o dinheiro público Contexto: governos estaduais cujas despesas com
do mau uso por gestores irresponsáveis. Para o autor, sim, o funcionalismo já alcançaram nível preocupante ou que
haverá desconfiguração. estouraram o limite de gastos com pessoal fixado pela Lei
RESPOSTA: ERRADO Complementar n.º 101/2000, denominada Lei de Respon-
sabilidade Fiscal (LRF), estão elaborando sua própria legis-
QUESTÃO 16 lação destinada a assegurar, como alegam, maior rigor na
Para o autor do texto, o descumprimento das normas gestão de suas finanças. Querem uma nova lei de responsa-
da LRF em alguns estados decorreu do fato de a própria bilidade fiscal para, segundo argumentam, fortalecer a es-
lei ser pouco clara em relação aos gastos públicos e tam- trutura legal que protege o dinheiro público do mau uso por
bém da incapacidade dos gestores do dinheiro público de gestores irresponsáveis. = o sujeito dos verbos em destaque
adaptar as contas estaduais à realidade financeira do país. é “governos estaduais”.
( ) CERTO ( ) ERRADO RESPOSTA: ERRADO

5
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 21 – (adaptada) QUESTÃO 22


A oração “aceitar a argumentação” funciona como O Pacto pela Vida é caracterizado no texto CG1A-
complemento do adjetivo “difícil”. 01BBB como uma política exitosa porque
( ) CERTO ( ) ERRADO A - teve como objetivos a redução da criminalidade e
o controle da violência no estado de Pernambuco.
(...) fica difícil aceitar a argumentação = “aceitar a ar- B - tratou a questão da violência como um problema
gumentação” funciona como sujeito deslocado (ordem social complexo e inaugurou uma estratégia de conten-
indireta na frase) – aceitar a argumentação fica difícil. ção desse problema compatível com sua complexidade.
RESPOSTA: ERRADO C - definiu, no estado de Pernambuco, um novo para-
digma de segurança pública, embasado em uma rede de
PC-PE - CONHECIMENTOS GERAIS - 2016 ações de combate e de repressão à violência.
D - foi fruto de um plano acertado que elegeu a área
Texto CG1A01BBB da segurança pública como prioridade.
E - resultou em uma redução visível no número de
Não são muitas as experiências exitosas de políticas crimes contra a vida no estado de Pernambuco.
públicas de redução de homicídios no Brasil nos últimos
vinte anos, e poucas são aquelas que tiveram continuida- Exitosa porque obteve êxito, como comprova o resul-
de. O Pacto pela Vida, política de segurança pública im- tado: diminuição de quase 40% dos homicídios no estado
plantada no estado de Pernambuco em 2007, é identifica- entre janeiro de 2007 e junho de 2013.
do como uma política pública exitosa. RESPOSTA: E
O Pacto Pela Vida é um programa do governo do es-
tado de Pernambuco que visa à redução da criminalidade QUESTÃO 23
e ao controle da violência. A decisão ou vontade política No trecho “Muitas autoridades públicas não só evitam
de eleger a segurança pública como prioridade é o pri- associar-se ao assunto como também o tratam de modo
meiro marco que se deve destacar quando se pensa em
simplista”, do texto CG1A01BBB, o vocábulo “como” inte-
recuperar a memória dessa política, sobretudo quando se
gra uma expressão que introduz no período uma ideia de
considera o fato de que o tema da segurança pública, no
A - proporcionalidade.
Brasil, tem sido historicamente negligenciado. Muitas au-
B - adição.
toridades públicas não só evitam associar- -se ao assun-
C - comparação.
to como também o tratam de modo simplista, como uma
D - explicação.
questão que diz respeito apenas à polícia.
E - oposição.
O Pacto pela Vida, entendido como um grande con-
certo de ações com o objetivo de reduzir a violência e,
em especial, os crimes contra a vida, foi apresentado à Muitas autoridades públicas não só evitam associar-se
sociedade no início do mês de maio de 2007. Em seu bojo, ao assunto como também o tratam de modo simplista = a
foram estabelecidos os principais valores que orientaram conjunção “como” já nos remete à ideia de comparação,
a construção da política de segurança, a prioridade do mas temos que analisar a função dela no contexto apre-
combate aos crimes violentos letais intencionais e a meta sentado. Ela pode ser substituída, sem prejuízo de senti-
de reduzir em 12% ao ano, em Pernambuco, a taxa desses do, pela conjunção “mas também” – que nos dá a ideia de
crimes. adição, no caso.
Desse modo, definiu-se, no estado, um novo paradig- RESPOSTA: B
ma de segurança pública, que se baseou na consolidação
dos valores descritos acima (que estavam em disputa tan- QUESTÃO 24
to do ponto de vista institucional quanto da sociedade), De acordo com o Manual de Redação da Presidência
no estabelecimento de prioridades básicas (como o foco da República (MRPR), o aviso e o ofício são
na redução dos crimes contra a vida) e no intenso deba- A - modalidades de comunicação entre unidades ad-
te com a sociedade civil. A implementação do Pacto Pela ministrativas de um mesmo órgão.
Vida foi responsável pela diminuição de quase 40% dos B - instrumentos de comunicação oficial entre os che-
homicídios no estado entre janeiro de 2007 e junho de fes dos poderes públicos.
2013. C - documentos que compartilham a mesma diagra-
José Luiz Ratton et al. O Pacto Pela Vida e a redu- mação, uma vez que seguem o padrão ofício.
ção de homicídios em Pernambuco. Rio de Janeiro: D - expedientes utilizados para o tratamento de as-
Instituto Igarapé, 2014. Internet: <https://igarape.org.br> suntos oficiais entre órgãos da administração pública e
(com adaptações). particulares.
E - correspondências usualmente remetidas por parti-
culares a órgãos do serviço público.

6
500 QUESTÕES DA CESPE

De acordo com o Manual: INSS - TÉCNICO SEGURO SOCIAL - 2016


O Padrão Ofício
Há três tipos de expedientes que se diferenciam antes Texto I
pela finalidade do que pela forma: o ofício, o aviso e o
memorando. Com o fito de uniformizá-los, pode-se adotar Naquele novo apartamento da rua Visconde de Pirajá
uma diagramação única, que siga o que chamamos de pela primeira vez teria um escritório para trabalhar. Não
padrão ofício. era um cômodo muito grande, mas dava para armar ali a
Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/ minha tenda de reflexões e leitura: uma escrivaninha, um
manual.htm sofá e os livros. Na parede da esquerda ficaria a grande e
RESPOSTA: C sonhada estante onde caberiam todos os meus livros. Tra-
tei de encomendá-la a seu Joaquim, um marceneiro que
QUESTÃO 25 tinha oficina na rua Garcia D’Ávila com Barão da Torre.
Considerando as disposições do MRPR, assinale a op- O apartamento não ficava tão perto da oficina. Era qua-
ção que apresenta o vocativo adequado para ser empre- se em frente ao prédio onde morava Mário Pedrosa, entre a
gado em um expediente cujo destinatário seja um delega- Farme de Amoedo e a antiga Montenegro, hoje Vinicius de
do de polícia civil. Moraes. Estava ali havia uma semana e nem decorara ainda
A - Magnífico Delegado, o número do prédio. Tanto que, quando seu Joaquim, ao
B - Digníssimo Delegado, preencher a nota de encomenda, perguntou-me onde seria
C - Senhor Delegado, entregue a estante, tive um momento de hesitação. Mas
D - Excelentíssimo Senhor Delegado, foi só um momento. Pensei rápido: “Se o prédio do Mário
E - Ilustríssimo Senhor Delegado, é 228, o meu, que fica quase em frente, deve ser 227”. Mas
lembrei-me de que, ao ir ali pela primeira vez, observara
que, apesar de ficar em frente ao do Mário, havia uma dife-
Manual de Redação:
rença na numeração.
― Visconde de Pirajá, 127 ― respondi, e seu Joaquim
As demais autoridades serão tratadas com o vocativo
desenhou o endereço na nota.
Senhor, seguido do cargo respectivo:
― Tudo bem, seu Ferreira. Dentro de um mês estará lá
Senhor Senador,
sua estante.
Senhor Juiz,
― Um mês, seu Joaquim! Tudo isso? Veja se reduz esse
Senhor Ministro,
prazo.
Senhor Governador, ― A estante é grande, dá muito trabalho... Digamos,
(...) três semanas.
Em comunicações oficiais, está abolido o uso do tra- Ferreira Gullar. A estante. In: A estranha vida banal.
tamento digníssimo (DD), às autoridades arroladas na lis- Rio de Janeiro: José Olympio, 1989 (com adaptações)
ta anterior. A dignidade é pressuposto para que se ocupe
qualquer cargo público, sendo desnecessária sua repetida No que se refere aos sentidos do texto I, julgue os pró-
evocação. ximos itens.
(...)
Como se depreende do exemplo acima, fica dispensado QUESTÃO 26
o emprego do superlativo ilustríssimo para as autoridades O trecho “dá muito trabalho” constitui uma referência
que recebem o tratamento de Vossa Senhoria e para par- de seu Joaquim à confecção da estante, tarefa que, segun-
ticulares. É suficiente o uso do pronome de tratamento Se- do ele, seria trabalhosa.
nhor. ( ) CERTO ( ) ERRADO
Acrescente-se que doutor não é forma de tratamento,
e sim título acadêmico. Evite usá-lo indiscriminadamente. A estante é grande, dá muito trabalho = a confecção da
Como regra geral, empregue-o apenas em comunicações estante, que é grande, dará trabalho.
dirigidas a pessoas que tenham tal grau por terem concluí- RESPOSTA: CERTO
do curso universitário de doutorado. É costume designar por
doutor os bacharéis, especialmente os bacharéis em Direito QUESTÃO 27
e em Medicina. Nos demais casos, o tratamento Senhor con- De acordo com as informações do texto, é correto in-
fere a desejada formalidade às comunicações. ferir que seu Joaquim era analfabeto, uma vez que ele “de-
Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/manual/ senhou o endereço na nota”.
manual.htm ( ) CERTO ( ) ERRADO

RESPOSTA: C Ao perguntar a numeração, seu Joaquim percebera a


hesitação de Ferreira, o que o levou a deduzir que este não
tinha certeza do número do prédio. Desenhar facilitaria a
localização.
RESPOSTA: ERRADO

7
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 28 Acerca de aspectos linguísticos e dos sentidos do texto


A expressão “armar ali a minha tenda” foi empregada acima, julgue os itens que se seguem.
no texto em sentido figurado.
( ) CERTO ( ) ERRADO QUESTÃO 32
A Real Livraria foi erguida com os destroços resultan-
mas dava para armar ali a minha tenda de reflexões e tes do terremoto que atingiu Lisboa, como símbolo da for-
leitura = trecho empregado em sentido figurado ça de Portugal na superação da tragédia que acabava de
RESPOSTA: CERTO assolar o país.
( ) CERTO ( ) ERRADO
QUESTÃO 29
De acordo com as informações do texto, Vinicius de após o terremoto que dizimou Lisboa, se orgulhavam
Moraes passou a morar no apartamento onde antes residia de, a despeito dos destroços, terem erguido uma grande bi-
Mário Pedrosa. blioteca: a Real Livraria = destroços da livraria “sobrevive-
( ) CERTO ( ) ERRADO ram” ao terremoto.
RESPOSTA: ERRADO
onde morava Mário Pedrosa, entre a Farme de Amoedo
e a antiga Montenegro, hoje Vinicius de Moraes = os trechos QUESTÃO 33
em destaque remetem a nome de ruas; a Montenegro pas- O sinal de dois-pontos empregado imediatamente
sou a ser chamada de Vinicius de Moraes. após “biblioteca” introduz um termo de natureza explica-
RESPOSTA: ERRADO tiva.
( ) CERTO ( ) ERRADO
QUESTÃO 30
O “momento de hesitação” vivido pelo narrador deveu- terem erguido uma grande biblioteca: a Real Livraria =
se ao medo de informar o endereço a um desconhecido. os dois-pontos antecedem um termo explicativo.
( ) CERTO ( ) ERRADO
RESPOSTA: CERTO
Estava ali havia uma semana e nem decorara ainda
PREFEITURA DE SÃO PAULO - SP - ASSISTENTE DE
o número do prédio. Tanto que, quando seu Joaquim, ao
GESTÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS - 2016
preencher a nota de encomenda, perguntou-me onde seria
entregue a estante, tive um momento de hesitação = a hesi-
Texto I
tação se deu porque o narrador percebeu que não sabia o
número de seu prédio.
O Brasil é um país de cidades novas. A maior parte
RESPOSTA: ERRADO
de seus núcleos urbanos surgiu no século passado. Há
QUESTÃO 31 – (adaptada) cidades, entretanto, que já existem há bastante tempo.
O verbo dever (“deve ser 227”) foi empregado no sen- Contemporâneas dos primeiros tempos da colonização,
tido de ser provável. algumas delas já ultrapassaram inclusive a marca do quar-
( ) CERTO ( ) ERRADO to centenário. Poucas são as cidades brasileiras, contudo,
que ainda apresentam vestígios materiais consideráveis do
“Se o prédio do Mário é 228, o meu, que fica quase em passado.
frente, deve ser 227” = levando em conta a numeração do Se hoje o Rio de Janeiro, fundado em 1565, vangloria-
prédio que fica em frente ao dele, o narrador deduz a nu- se de seu “corredor cultural”, que preserva edificações da
meração do seu, achando-a provável. área central construídas na virada do século XIX para o
RESPOSTA: CERTO XX, é importante lembrar que as edificações aí situadas
substituíram inúmeras outras antes existentes no mes-
Bibliotecas sempre deram muito o que falar. Grandes mo local. Nem mesmo o berço histórico da cidade existe
monarquias jamais deixaram de possuir as suas, e cuida- mais, arrasado devido à destruição do Morro do Castelo
vam delas estrategicamente. Afinal, dotes de princesas fo- em 1922. E o que falar de São Paulo, fundada em 1554?
ram negociados tendo livros como objetos de barganha; Da pauliceia colonial e imperial quase mais nada existe,
tratados diplomáticos versaram sobre essas coleções. Os e, se ainda temos uma boa noção do que foi a cidade da
monarcas portugueses, após o terremoto que dizimou Lis- primeira metade do século XX, é porque contamos com a
boa, se orgulhavam de, a despeito dos destroços, terem paisagem eternizada das fotografias e com os belíssimos
erguido uma grande biblioteca: a Real Livraria. D. José cha- trabalhos realizados pelos geógrafos paulistas por ocasião
mava-a de joia maior do tesouro real. D. João VI, mesmo do quarto centenário da cidade.
na correria da partida para o Brasil, não se esqueceu dos Há outros exemplos. Olinda, fundada em 1537, orgu-
livros. Em três diferentes levas, a Real Biblioteca aportou lha-se de ser patrimônio cultural da humanidade, mas esse
nos trópicos, e foi até mesmo tema de disputa. título não lhe foi conferido em razão dos testemunhos que
Internet: <http://observatoriodaimprensa.com.br> sobraram da cidade antiga, em grande parte substituída
(com adaptações). por construções em estilo eclético ou art déco do início do

8
500 QUESTÕES DA CESPE

século passado. E se Salvador, criada em 1549, e Ouro Pre- D - O período de longa decadência econômica por que
to, fundada em 1711, podem gabar-se de manter ainda um passaram Salvador e Ouro Preto serviu para minimizar as
patrimônio histórico-arquitetônico apreciável, isso se deve agressões ao patrimônio histórico-arquitetônico dessas ci-
muito mais à longa decadência econômica pela qual passa- dades.
ram, que atenuou os ataques ao parque construído, do que E - O papel dos fotógrafos e dos geógrafos foi funda-
a qualquer veleidade preservacionista local. mental para a preservação de inúmeros registros da história
Em suma, não é muito comum encontrarem-se vestígios colonial e imperial da cidade de São Paulo, assim como de
materiais do passado nas cidades brasileiras, mesmo naque- sua história mais recente.
las que já existem há bastante tempo. Há, entretanto, algo
novo acontecendo em todas elas. Independentemente de A única informação que consta no texto é: E se Salva-
qual tenha sido o estoque de materialidades históricas que dor, criada em 1549, e Ouro Preto, fundada em 1711, podem
tenham conseguido salvar da destruição, as cidades do país gabar-se de manter ainda um patrimônio histórico-arquite-
vêm hoje engajando-se decisivamente em um movimento tônico apreciável, isso se deve muito mais à longa decadência
de preservação do que sobrou de seu passado, em uma in- econômica pela qual passaram, que atenuou os ataques ao
dicação flagrante de que muita coisa mudou na forma como parque construído, do que a qualquer veleidade preservacio-
a sociedade brasileira se relaciona com as suas memórias. nista local.
Mauricio Abreu. Sobre a memória das cidades. In: Ana RESPOSTA: D
Fani Alessandri Carlos et al (Orgs.). A produção do espaço
urbano: agentes e processos, escalas QUESTÃO 36
e desafios. São Paulo: Editora Contexto, 2013, p. 21-2 Entre as cidades citadas no texto I, a cidade brasileira
(com adaptações). mais antiga na qual existe patrimônio histórico-arquitetô-
nico apreciável é
QUESTÃO 34 A - Rio de Janeiro.
De acordo com as informações presentes no texto I, B - Salvador.
A - as cidades brasileiras não guardam vestígios mate- C - São Paulo.
riais relevantes de seu passado. D - Olinda.
B - a forma como a sociedade brasileira se relaciona com E - Ouro Preto.
suas memórias mantém-se inalterada desde a fundação das
cidades mais antigas do país. Texto: E se Salvador, criada em 1549, e Ouro Preto, fun-
C - observa-se nas cidades brasileiras um movimento dada em 1711, podem gabar-se de manter ainda um patri-
no sentido da preservação dos vestígios que sobraram de mônio histórico-arquitetônico apreciável.
sua história. RESPOSTA: B
D - as cidades brasileiras mais antigas tendem a conser-
var menos vestígios materiais de seu passado. QUESTÃO 37
E - as cidades brasileiras fundadas recentemente, por No texto I, a conjunção “entretanto” introduz, no perío-
serem novas, conservam poucos vestígios materiais de sua do em que ocorre, uma ideia de
história. A - oposição.
B - adição.
Busquemos a resposta no texto: as cidades do país vêm C - condição.
hoje engajando-se decisivamente em um movimento de pre- D - causa.
servação do que sobrou de seu passado, em uma indicação E - consequência.
flagrante de que muita coisa mudou na forma como a socie-
dade brasileira se relaciona com as suas memórias. O Brasil é um país de cidades novas. A maior parte de
RESPOSTA: C seus núcleos urbanos surgiu no século passado. Há cidades,
entretanto, que já existem há bastante tempo. = “entretanto”
QUESTÃO 35 é uma conjunção adversativa, que nos dá ideia de oposição.
Considerando as informações apresentadas no texto I, RESPOSTA: A
assinale a opção correta.
A - O patrimônio histórico-arquitetônico existente em Texto III
Salvador foi preservado graças a um movimento antigo e
consciente de valorização, preservação e restauração dos A história do grafite no Brasil iniciou-se na década de
vestígios materiais de sua história. 70 do século XX, precisamente na cidade de São Paulo, em
B - O título de patrimônio cultural da humanidade foi uma época conturbada da história do Brasil, época essa si-
concedido à cidade de Olinda como reconhecimento pelo lenciada pela censura resultante da chegada dos militares
seu esforço de preservação e de valorização do que sobrou ao poder.
de suas paisagens urbanas do período colonial. Paralelamente ao movimento que despontava em Nova
C - O Morro do Castelo e algumas construções da pas- York, o grafite surgiu no cenário da metrópole brasileira
sagem do século XIX para o XX são exemplos de materiali- como uma arte transgressora, a linguagem da rua, da mar-
dades históricas que foram sacrificadas para a construção ginalidade, que não pedia licença e que gritava nas paredes
do ‘corredor cultural’ do Rio de Janeiro. da cidade os incômodos de uma geração.

9
500 QUESTÕES DA CESPE

A partir disso, a arte de grafitar se transformou em um QUESTÃO 39


importante veículo de comunicação urbano, corroborando, De acordo com o texto IV,
de alguma maneira, a existência de outras vozes, de outros A - a transformação da sociedade brasileira atinge a
sujeitos históricos e ativos que participam da cidade. região metropolitana de São Paulo com um atraso de cer-
É importante ressaltar que o grafite, inicialmente, foi uma ca de uma década.
arte caracterizada pela autoria anônima, por meio da qual o B - a transformação urbana da metrópole de São Pau-
grafiteiro transformava a cidade em um importante supor- lo está relacionada à conjuntura econômica brasileira.
te de comunicação artística sem delimitação de espaço, de C - a cidade de São Paulo é especial por refletir as
mensagem ou de mensageiro. transformações do Brasil.
Portanto, o que importava naquele momento era a arte D - não há relação entre as transformações ocorridas
em si e não o nome de seu autor. Por esse motivo, os ditos na metrópole paulistana e as transformações ocorridas no
“cânones” são retirados de sua posição central e imperativa Brasil.
para dar lugar a uma arte de todos e para todos; arte da rua, E - a capital paulista determinou as transformações
na rua e para a rua; arte da cidade, na cidade e para a cida-
sociais do Brasil, dada a sua importância política.
de: o grafite. Nesse sentido, a arte se funde com a vida do
cidadão da metrópole por meio do movimento mútuo de
Texto: (...) tiveram impactos particulares na região me-
transformação e de identificação de seus sujeitos.
Internet: <www.todamateria.com.br> (com adaptações). tropolitana a redemocratização, na década de 80 do século
XX (com a volta das eleições regulares e com a constituição
QUESTÃO 38 de sistemas nacionais de políticas públicas), a estabilização
De acordo com o texto III, o grafite econômica, a abertura do mercado interno da década de
A - faz denúncias sociais, usando uma forma de lingua- 90 e o crescimento econômico vigoroso da primeira década
gem padronizada. do século XXI. = mudanças ligadas à realidade nacional.
B - caracterizou-se pela clara marca de autoria. RESPOSTA: B
C - materializa-se nas paredes e muros das cidades.
D - nasceu desvinculado da realidade, com foco na arte DPU - AGENTE ADMINISTRATIVO - CONHECI-
em si. MENTOS BÁSICOS - 2016
E - constitui um importante meio de comunicação que
conecta diversas pessoas em lugares públicos e privados. Saúde: direito de todos e dever do Estado. É assim
que a Constituição Federal de 1988 inicia a sua seção so-
(...) uma arte de todos e para todos; arte da rua, na rua e bre o tema. Uma vez que muitas ações ou omissões vão
para a rua; arte da cidade, na cidade e para a cidade: o grafite. de encontro a essa previsão, cotidianamente é possível
Arte expressa nos muros da cidade, na cidade. observar graves desrespeitos à Carta Magna. A Defenso-
RESPOSTA: C ria Pública, importante instituição garantida por lei assim
como a saúde, busca sanar o problema por meio da via
Texto IV judicial quando a mediação não produz resultados. Re-
centemente, a Defensoria Pública em Foz do Iguaçu, por
A metrópole de São Paulo vem se tornando mais hetero- exemplo, obteve três decisões liminares garantindo o di-
gênea econômica, social e espacialmente e menos desigual reito à saúde a três pessoas por ela assistidas.
quanto à renda, inserção no mercado de trabalho e condições Em todos os casos, a Defensoria Pública fez interven-
de vida de seus habitantes, mesmo nas áreas mais precárias. A ção judicial para suprir a negativa ou a má prestação do
imagem emerge dos treze ensaios que compõem o livro A Me-
serviço público de saúde na localidade.
trópole de São Paulo no Século XXI – Espaços, Heterogeneidades
Em um dos casos, atendeu uma gestante com históri-
e Desigualdades, os quais abordam temas específicos, a partir
co de abortos decorrentes de doença trombofílica e que
de um diagnóstico comum, para construir um panorama atual
da região metropolitana. Tal retrato resulta das mudanças de necessitava de uma medicação diária de alto custo. A me-
diversas dimensões pelas quais a metrópole passou na última dicação, única opção na manutenção da gestação, havia
década, do perfil da pobreza às dinâmicas migratórias e ligadas sido negada pelo município e pelo estado, o que colocava
ao crescimento demográfico, dos moldes de segregação social a gestante em sério risco de sofrer mais um aborto. Em
à produção habitacional e à mobilidade urbana. mais uma intervenção judiciária do defensor público, foi
A fisionomia da metrópole, central na economia do país, deferida liminar em favor da assistida, tendo o estado e o
reflete a conjuntura de modo especial, segundo o organiza- município sido obrigados a fornecer o medicamento ne-
dor. Assim, tiveram impactos particulares na região metro- cessário durante toda a sua gestação e enquanto houver
politana a redemocratização, na década de 80 do século XX prescrição médica, sob pena de multa diária.
(com a volta das eleições regulares e com a constituição Internet: <www.defensoriapublica.pr.gov.br> (com
de sistemas nacionais de políticas públicas), a estabilização adaptações).
econômica, a abertura do mercado interno da década de
90 e o crescimento econômico vigoroso da primeira déca-
da do século XXI.
Internet: <www.fflch.usp.br> (com adaptações).

10
500 QUESTÕES DA CESPE

Com relação às informações e aos aspectos linguísti- A mais recente visita de participantes de outro projeto,
cos do texto acima, julgue os itens a seguir. o Atenção à População de Rua do Assentamento Noroeste,
levou respostas às demandas solicitadas pelos moradores.
QUESTÃO 40 O foco foram soluções e retornos de casos como o de um
O sujeito da forma verbal “atendeu”, que está elíptico, morador que tem problemas com a justiça e que está sen-
refere-se a “serviço público de saúde na localidade”. do assistido por um defensor público e o de uma senhora
( ) CERTO ( ) ERRADO que estava internada em um hospital público e conseguiu
uma cirurgia por meio dos serviços da defensoria.
Em todos os casos, a Defensoria Pública fez intervenção As visitas acontecem mensalmente, sendo a maior de-
judicial para suprir a negativa ou a má prestação do serviço manda a solicitação de registro civil. “As certidões de nas-
público de saúde na localidade. cimento figuram entre as demandas porque essas pessoas
Em um dos casos, atendeu uma gestante com histórico não as conseguiram por outros serviços, e a defensoria
de abortos (...) = o sujeito é “Defensoria Pública”. teve que intervir. Nós entramos para solucionar proble-
RESPOSTA: ERRADO mas: vamos até as ruas para informar sobre o trabalho da
defensoria, para que seus direitos sejam garantidos”, afir-
QUESTÃO 41 ma a coordenadora.
Sem prejuízo para a correção gramatical do texto nem Internet: <www.defensoria.df.gov.br.> (com adapta-
para seu sentido original, o trecho “a Defensoria Pública ções).
fez intervenção judicial” poderia ser reescrito da seguinte
forma: a Defensoria Pública interviu judicialmente. Acerca dos aspectos linguísticos e das ideias do texto
( ) CERTO ( ) ERRADO acima, julgue os itens seguintes.

Não existe esta forma verbal (interviu). A conjugação QUESTÃO 43


do verbo “intervir” segue a do verbo “vir” – interveio. No trecho “respostas às demandas”, o emprego do si-
RESPOSTA: ERRADO nal indicativo de crase justifica-se pela regência do subs-
tantivo “respostas”, que exige complemento antecedido da
QUESTÃO 42 preposição a, e pela presença de artigo feminino plural
Conclui-se do texto que, a despeito do que prevê a que determina “demandas”.
Constituição Federal, muitos cidadãos encontram dificul- ( ) CERTO ( ) ERRADO
dades em conseguir atendimento na rede pública de saúde
e acabam por recorrer à Defensoria Pública para que seus
Não tenho o que explicar! A afirmação do item já o
direitos sejam respeitados e garantidos.
fez!
( ) CERTO ( ) ERRADO
RESPOSTA: CERTO
(...) cotidianamente é possível observar graves desrespei-
QUESTÃO 44
tos à Carta Magna. A Defensoria Pública, importante insti-
Conforme o texto, a Defensoria Pública deve atuar
tuição garantida por lei assim como a saúde, busca sanar o
sempre que direitos dos cidadãos são negligenciados, por
problema por meio da via judicial quando a mediação não
produz resultados. isso atua na defesa das pessoas em situação de rua.
RESPOSTA: CERTO ( ) CERTO ( ) ERRADO

Maria Silva é moradora do Assentamento Noroeste, Segundo o texto: O objetivo do referido projeto é o de
onde moram cerca de cem pessoas cuja principal forma de ir até a população que normalmente não tem acesso à De-
renda é o trabalho com reciclagem. Ela é uma das líderes fensoria Pública = não consta que a Defensoria Pública de-
que lutam pelos direitos daquela comunidade. Vinda do fenda, apenas, moradores de rua.
estado do Ceará, Maria chegou a Brasília em 2002 e conhe- RESPOSTA: ERRADO
ceu o trabalho da Defensoria Pública por meio do projeto
Monitoramento da Política Nacional para a População em QUESTÃO 45
Situação de Rua, tendo seu primeiro contato com a defen- Seria mantida a correção do texto caso o trecho ‘para
soria ocorrido quando ela precisou de novos documentos que seus direitos sejam garantidos’ fosse reescrito da se-
para substituir os que haviam sido perdidos no período em guinte forma: visando à garantia de seus direitos.
que esteve nas ruas. ( ) CERTO ( ) ERRADO
O objetivo do referido projeto é o de ir até a população
que normalmente não tem acesso à Defensoria Pública. O verbo “visar” exige preposição, por isso o acento
“Nós chegamos de forma humanizada até essas pessoas grave indicativo de crase antes da palavra “garantia”. O
em situação de rua. Com esse trabalho nós estamos garan- trecho manteria o sentido e estaria gramaticalmente cor-
tindo seu acesso à justiça e aos direitos para que consigam reto.
se beneficiar de outras políticas públicas”, explica a coorde- RESPOSTA: CERTO
nadora do Departamento de Atividade Psicossocial.

11
500 QUESTÕES DA CESPE

TJ-DFT - CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA OS QUESTÃO 49 – (adaptada)


CARGOS 13 E 14 - 2015 O termo “como o ouro e o cobre” expressa uma infor-
mação que torna mais preciso o significado de “materiais
Texto para os itens de 46 a 50 preciosos”.
( ) CERTO ( ) ERRADO
Ouro em FIOS
A natureza é capaz de produzir materiais preciosos,
A natureza é capaz de produzir materiais preciosos, como o ouro e o cobre = o termo exemplifica o que fora
como o ouro e o cobre - condutor de ENERGIA ELÉTRICA. apresentado no período anterior.
O ouro já é escasso. A energia elétrica caminha para isso. RESPOSTA: CERTO
Enquanto cientistas e governos buscam novas fontes de
energia sustentáveis, faça sua parte aqui no TJDFT: QUESTÃO 50
- Desligue as luzes nos ambientes onde é possível usar O pronome “isso” retoma a ideia expressa no primeiro
a iluminação natural. período do parágrafo, ou seja, refere-se ao fato de o ouro
- Feche as janelas ao ligar o ar-condicionado. ser escasso.
- Sempre desligue os aparelhos elétricos ao sair do am- ( ) CERTO ( ) ERRADO
biente.
- Utilize o computador no modo espera. O ouro já é escasso. A energia elétrica caminha para isso
Fique ligado! Evite desperdícios. = a energia elétrica caminha para a escassez.
Energia elétrica. RESPOSTA: ERRADO
A natureza cobra o preço do desperdício.
Internet: <www.tjdft.jus.br> (com adaptações) Fonte de pesquisa:
https://www.qconcursos.com/questoes-de-concursos/
Considerando as ideias expressas no texto, bem como provas/search?utf8=%E2%9C%93&q=&instituto=Insti-
seus aspectos tipológicos e linguísticos, julgue os itens tui%C3%A7%C3%A3o&organizadora=Banca&ano=Ano&-
subsequentes. cargo=&escolaridade=&area_atuacao=&formacao=&or-
gao_hidden=&banca_hidden=2+&ano_hidden=&car-
QUESTÃO 46 go_hidden=&escolaridade_hidden=&area_atuacao_hi-
A expressão “Fique ligado”, típica da oralidade, é em- dden=&area_formacao_hidden=&palavra_chave_hid-
pregada no texto com o significado de fique atento e fun- den=&download=false&online=false
ciona como uma estratégia para estabelecer uma relação
de proximidade com o interlocutor.
( ) CERTO ( ) ERRADO

RESPOSTA: CERTO

QUESTÃO 47
Há no texto elementos característicos das tipologias
expositiva e injuntiva.
( ) CERTO ( ) ERRADO

Texto injuntivo – ou instrucional – é aquele que passa


instruções ao leitor. O texto acima apresenta tal caracte-
rística.
RESPOSTA: CERTO

Tendo como referência os aspectos gramaticais do tex-


to, julgue os próximos itens.

QUESTÃO 48
A oração “usar a iluminação natural” exerce a função
de complemento do adjetivo “possível”.
( ) CERTO ( ) ERRADO

Desligue as luzes nos ambientes onde é possível usar a


iluminação natural = o termo destacado exerce a função
de sujeito da oração “é possível”.
RESPOSTA: ERRADO

12
500 QUESTÕES DA CESPE

PROF. EVELISE LEIKO UYEDA AKASHI

Especialista em Lean Manufacturing pela Pontifícia Universidade Católica- PUC Engenheira de Alimentos pela Universidade
Estadual de Maringá – UEM. Graduanda em Matemática pelo Claretiano.

MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO

QUESTÃO 51
(SERES/PE – Agente de Segurança Penitenciária – CESPE/2017) Assinale a opção que corresponde a uma negativa da
seguinte proposição: “Se nas cidades medievais não havia lugares próprios para o teatro e as apresentações eram realizadas em
igrejas e castelos, então a maior parte da população não era excluída dos espetáculos teatrais”.
(A) Nas cidades medievais havia lugares próprios para o teatro ou as apresentações eram realizadas em igrejas e castelos e
a maior parte da população era excluída dos espetáculos teatrais.
(B) Se a maior parte da população das cidades medievais era excluída dos espetáculos teatrais, então havia lugares próprios
para o teatro e as apresentações eram realizadas em igrejas e castelos.
(C) Se nas cidades medievais havia lugares próprios para o teatro e as apresentações não eram realizadas em igrejas e cas-
telos, então a maior parte da população era excluída dos espetáculos teatrais.
(D) Se nas cidades medievais havia lugares próprios para o teatro ou as apresentações eram realizadas em igrejas e castelos,
então a maior parte da população era excluída dos espetáculos teatrais.
(E) Nas cidades medievais não havia lugares próprios para o teatro, as apresentações eram realizadas em igrejas e castelos
e a maior parte da população era excluída dos espetáculos teatrais.

Resposta: E.
Negação de condicional: mantém a primeira E nega a segunda
Então copiamos a primeira: nas cidades medievais não havia lugares próprios para o teatro e as apresentações eram reali-
zadas em igrejas e castelos
Para negar a segunda: a maior parte da população não era excluída dos espetáculos teatrais”.

QUESTÃO 52
(SERES/PE – Agente de Segurança Penitenciária – CESPE/2017) A partir das proposições simples P: “Sandra foi passear
no centro comercial Bom Preço”, Q: “As lojas do centro comercial Bom Preço estavam realizando liquidação” e R: “Sandra com-
prou roupas nas lojas do Bom Preço” é possível formar a proposição composta S: “Se Sandra foi passear no centro comercial
Bom Preço e se as lojas desse centro estavam realizando liquidação, então Sandra comprou roupas nas lojas do Bom Preço ou
Sandra foi passear no centro comercial Bom Preço”. Considerando todas as possibilidades de as proposições P, Q e R serem
verdadeiras (V) ou falsas (F), é possível construir a tabela-verdade da proposição S, que está iniciada na tabela mostrada a seguir.

Completando a tabela, se necessário, assinale a opção que mostra, na ordem em que aparecem, os valores lógicos na co-
luna correspondente à proposição S, de cima para baixo.
(A) V / V / F / F / F / F / F / F
(B) V / V / F / V / V / F / F / V
(C) V / V / F / V / F / F / F / V
(D) V / V / V / V / V / V / V / V
(E) V / V / V / F / V / V / V / F

13
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: D.
(P^Q)-->(RvP)

P Q R P∧Q R∨P S
V V V V V V
V V F V V V
V F V F V V
V F F F V V
F V V F V V
F V F F F V
F F V F V V
F F F F F V

QUESTÃO 53
(SERES/PE – Agente de Segurança Penitenciária – CESPE/2017) De uma urna que continha 20 bolas idênticas, identifi-
cadas por números de 1 a 20, foi extraída aleatoriamente uma bola. Esse evento define o espaço amostral Ω = {1, 2, 3, ..., 20}.
Considere os seguintes eventos:

A = {a bola retirada da urna é identificada por um número múltiplo de 4};


B = {a bola retirada da urna é identificada por um número múltiplo de 5}.

A partir das probabilidades P(A), P(B) e P(A∪B) — que são, respectivamente, as probabilidades de os eventos A, B e
A∪B ocorrerem —, considere o argumento formado pelas premissas P1 e P2 e pela conclusão C, em que

Com base nessas informações, assinale a opção correta.


(A) A premissa P1 é uma proposição verdadeira, e a conclusão C é uma proposição falsa.
(B) A premissa P2 e a conclusão C são proposições verdadeiras.
(C) A conclusão C é falsa, mas o argumento é válido.
(D) A premissa P1 é falsa e o argumento não é válido.
(E) A premissa P1 e a conclusão C são proposições verdadeiras e o argumento é válido.-

Resposta: C.
A={4,8,12,16,20}
B={5,10,15,20}

A conclusão é falsa
F ou F=F
Como a conclusão é falsa e a P1 é falsa, então o argumento é válido.

14
500 QUESTÕES DA CESPE

(FUB – Assistente em Administração – CESPE/2016) (FUB – Assistente em Administração – CESPE/2016)


Texto associado questões 54, 55 e 56 Texto associado para as questões 57, 58 e 59

Em determinado dia, a quantidade Q de serviços ad- Diariamente, o tempo médio gasto pelos servidores
ministrativos demandados por usuários de determinado de determinado departamento para executar suas tarefas
departamento da UnB, às t horas, pôde ser modelada pela é diretamente proporcional à quantidade de tarefas exe-
função quadrática Q(t) = at² + bt + c, em que a, b e c são cutadas e inversamente proporcional à sua produtividade
constantes reais e a ≠ 0. Nesse departamento, o expediente individual diária P.
inicia-se às 8 horas da manhã e, nesse dia, a demanda má- Com base nessas informações, julgue o item a seguir.
xima ocorreu às 11 horas da manhã, com o atendimento de
Qmáx = 54 usuários. Com referência a esse modelo, julgue QUESTÃO 57
o próximo item. Se, na quarta-feira, um servidor tinha 13 tarefas de sua
responsabilidade para executar e se nas 3 primeiras horas
QUESTÃO 54 de trabalho ele executou 5 dessas tarefas, então, manten-
Segundo o modelo apresentado, se, nesse dia, no iní- do essa produtividade, ele gastou menos de 8 horas para
cio do expediente, havia a demanda de usuários por quatro concluir as 13 tarefas na quarta-feira
serviços administrativos, então Certo Errado

Resposta: Certo.
Tarefas tempo
Certo errado 5--------------------3
13-------------------x
Resposta: Errado.
5x=13⋅3
5x=39
X=7,8
Portanto, ele gastou menos de 8 horas.

QUESTÃO 58
Q(8)=50+54=104
Considere que na terça-feira a quantidade de tarefas
a serem executadas por um servidor correspondia a 50%
QUESTÃO 55 a mais do que a quantidade de tarefas executadas no dia
Na situação apresentada, o coeficiente a é, necessaria- anterior. Nesse caso, para que o servidor concluísse seu
mente, negativo. trabalho da terça-feira no mesmo tempo gasto para con-
Certo Errado cluí-lo na segunda-feira, a sua produtividade na terça-feira
deveria aumentar em 50% em relação à produtividade da
Resposta: Certo. segunda-feira.
Como terá uma demanda máxima, o coeficiente a deve Certo Errado
ser negativo.
Resposta: Certo.
QUESTÃO 56 Como tempo de trabalho e produtividade são inver-
De acordo com o modelo, se, nesse dia, no início do samente proporcionais: pra ele fazer as tarefas no mesmo
expediente não havia nenhuma demanda de usuários por tempo, ele tem que aumentar a produtividade.
serviços administrativos nesse departamento, então às 13 E esse aumento da produtividade deve ser na mesma
horas também não havia nenhum serviço administrativo proporção do aumento das tarefas.
sendo demandado. OBS: se falar em aumento de produtividade e aumen-
Certo Errado to de tarefas, parece que estamos falando errado, pois a
questão diz que são inversamente proporcionais, mas não
Resposta: Errado. podemos esquecer que o tempo diminuiu para cada tarefa
executada, já que o tempo deve ser o mesmo.

O ponto máximo é as 11h e se às 8h, não há serviço, QUESTÃO 59


então é uma raiz da equação. Se, na segunda-feira, um servidor gastou 6 horas para
executar todas as 15 tarefas a seu encargo e, na sexta-feira,
ele gastou 7 horas para executar as suas 18 tarefas, então,
nessa situação, o servidor manteve a mesma produtividade
8+x2=22 nesses dois dias.
X2=14 Certo Errado
Ou seja, seria às 14h.

15
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: Errado.
Segunda feira

sexta-feira

(ANVISA – Técnico Administrativo – CESPE/2016)


Texto associado para as questões 60 a 63

Considerando os símbolos normalmente usados para representar os conectivos lógicos, julgue o item seguinte, relati-
vos a lógica proposicional e à lógica de argumentação. Nesse sentido, considere, ainda, que as proposições lógicas simples
sejam representadas por letras maiúsculas.

QUESTÃO 60
A sentença A fiscalização federal é imprescindível para manter a qualidade tanto dos alimentos quanto dos medica-
mentos que a população consome pode ser representada simbolicamente por P∧Q.
Certo Errado

Resposta: Errado.
É uma proposição simples.
Se pensarmos em separar a frase, não forma nenhuma frase lógica.

QUESTÃO 61
A sentença As consequências de nossos atos são florestas devastadas, descongelamento das calotas polares, extinção
de dezenas de espécies animais, poluição dos rios e diminuição drástica das reservas de água potável apresenta um argu-
mento válido.
Certo Errado

Resposta: Errado.
Para dizer se o argumento é válido, devemos ter premissas e conclusão, essa frase é apenas uma declaração.

QUESTÃO 62
A expressão (¬ P) ∧ ((¬ Q) ∨ R) ↔ ¬ ( P ∨ Q) ∨ ((¬ P) ∧ R) é uma tautologia.

Certo Errado

Resposta: Certo.
P Q R ~P ~Q ~Q∨R) (~P) ∧((~Q) ∨R) ~( P∨Q) ~P∧R ~( P∨Q)∨ ~P∧R
V V V F F V F F F F V
V V F F F F F F F F V
V F V F V V F F F F V
V F F F V V F F F F V
F V V V F V V F V V V
F V F V F F F F F F V
F F V V V V V V V V V
F F F V V V V V F V V

16
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 63
A sentença Alberto é advogado, pois Bruno não é arquiteto é logicamente equivalente à sentença Bruno é arquiteto,
pois Alberto não é advogado.
Certo Errado

Resposta: Certo.
Essa frase, talvez, fique melhor pra você entender com a condicional que estamos acostumados.
Se Bruno não é arquiteto, então Alberto é advogado.
p→q
A equivalência é : ~q→~p
Se Alberto não é advogado, então Bruno é arquiteto.

(FUB – Assistente em Administração – CESPE/2016)


Texto associado para as questões 64 e 65

Em um intervalo para descanso, a assistente em administração Marta foi a uma lanchonete cujo cardápio oferecia 7
tipos diferentes de salgados, 4 tipos diferentes de bolos, 3 espécies diferentes de tapioca, sucos de 3 sabores diferentes e
5 tipos diferentes de refrigerantes.

QUESTÃO 64
A partir dessa situação hipotética, julgue o item que se segue.
Considere que Marta não coma salgado nem beba refrigerante e que o seu lanche contenha apenas uma comida e
uma bebida. Nessa situação, considerando-se todas as opções do cardápio da lanchonete e todas as opções de lanche com
apenas uma comida e uma bebida e escolhendo-se ao acaso uma dessas opções, a probabilidade de que ela não agrade
Marta é inferior a 70%.
Certo Errado

Resposta: Errado.
São 14 tipos diferentes de comida, mas Marta só come 7.
E são 8 bebidas diferentes, mas ela só gosta de 3.
Uma comida E uma bebida:

100-18,75=81,25% de não agradar.

QUESTÃO 65
A partir dessa situação hipotética, julgue o item que se segue.
Se Marta desejar fazer um lanche com apenas uma opção de comida e apenas uma bebida, ela terá mais de 100 ma-
neiras distintas de organizar seu lanche.
Certo Errado

Resposta: Certo.
Como são 14 comidas e 8 bebidas diferentes: 14⋅8=112 maneiras diferentes.

17
500 QUESTÕES DA CESPE

(FUB – Assistente em Administração – CESPE/2016)


Texto para as questões 66, 67 e 68.

Em um almoxarifado há, em estoque, 100 caixas na forma de paralelepípedos retângulos. Na tabela a seguir são mostrados
alguns valores da frequência absoluta, da frequência relativa e da porcentagem da variável volume interno da caixa, em litros (L).

QUESTÃO 66-Considerando essas informações, julgue o seguinte item


A figura a seguir mostra, corretamente, o gráfico de barras da variável volume interno das caixas.

Certo Errado

Resposta: Errado.

Volume da caixa Frequência absoluta Relativa Porcentagem


10 10 0,1 10
20 30 0,3 30
45 20 0,2 20
60 40 0,4 40
Total 100 1 100

Para descobrir o de 20litros, basta somar: 10+20+40=70


Tiramos de 100-70=30
Com 45 litros, a porcentagem seria de 20%

18
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 67 Resposta: D.
Se a área interna da base do paralelepípedo de uma A quantidade de linhas na tabela verdade, é definida
caixa de 60 L for igual a 2.000 cm², então a altura interna da forma:
dessa caixa me dirá menos de 35 cm. 2n, onde n é o número de proposições.
P: há investigação
Certo Errado Q: o suspeito é flagrado cometendo delito
Resposta: Certo. R: há punição de criminosos.
A=2000⋅35=70000cm³=70dm³=70l No caso da P1, temos 3 proposições:2³=8
Como para 35 cm deu 70 litros, para ter 60 litros deve
ter altura menor. QUESTÃO 71
Assinale a opção que apresenta uma negação correta
QUESTÃO 68 da proposição P1.
A média aritmética dos volumes dessas caixas é igual a 40 L. (A) Se não há punição de criminosos, então não há in-
Certo Errado vestigação ou o suspeito não é flagrado cometendo delito.
(B) Há punição de criminosos, mas não há investigação
Resposta: Certo. nem o suspeito é flagrado cometendo delito.
(C) Há investigação ou o suspeito é flagrado cometen-
do delito, mas não há punição de criminosos.
(D) Se não há investigação ou o suspeito não é flagra-
do cometendo delito, então não há punição de criminosos.
(E) Se não há investigação e o suspeito não é flagrado
cometendo delito, então não há punição de criminosos.
QUESTÃO 69
(FUNPRESP– Analista - Comunicação e Marketing– Resposta: C.
CESPE/2016) À luz da teoria da argumentação, julgue o Negação de condicional: p∧~q (MANE) mantém a pri-
item subsequente. meira e nega a segunda.
Há investigação ou o suspeito é flagrado cometendo
O seguinte argumento foi construído com base no ra- delito e não há punição de criminosos.
ciocínio dedutivo. No caso, o “ e” foi substituído pelo mas.

Todos os papéis são azuis. QUESTÃO 72


Há papéis em cima da mesa. Pretende-se acrescentar ao conjunto de proposições
Logo, os papéis que estão sobre a mesa são azuis. P1, P2 e P3 uma nova proposição, P0, de modo que o ar-
Certo Errado gumento formado pelas premissas P0, P1, P2 e P3, junta-
mente com a conclusão “A população não faz justiça com
Resposta: Certo. as próprias mãos” constitua um argumento válido. Assinale
O raciocínio dedutivo consiste basicamente, em uma a opção que apresenta uma proposta correta de proposi-
premissa geral e outra mais particular. ção P0
(A) Há investigação ou o suspeito é flagrado cometen-
(PC/PE – Conhecimentos Gerais – CESPE/2016) do delito.
Texto para as questões 70 a 72 (B) Não há investigação ou o suspeito não é flagrado
cometendo delito.
Considere as seguintes proposições para responder as (C) Não há investigação e o suspeito não é flagrado
questões. cometendo delito.
P1: Se há investigação ou o suspeito é flagrado come- (D) Se o suspeito é flagrado cometendo delito, então
tendo delito, então há punição de criminosos. há punição de criminosos.
P2: Se há punição de criminosos, os níveis de violência (E) Se há investigação, então há punição de criminosos.
não tendem a aumentar.
P3: Se os níveis de violência não tendem a aumentar, a Resposta: A.
população não faz justiça com as próprias mãos. Vamos fazer pelo método da conclusão falsa.
Para o argumento ser válido, devemos ter pelo menos
QUESTÃO 70 uma falsa.
A quantidade de linhas da tabela verdade associada à Supondo as outras premissas verdadeiras, devemos
proposição P1 é igual a encontrar nas alternativas, uma premissa falsa.
(A) 32. Como na letra A as duas são falsas, a disjunção tam-
(B) 2. bém é.
(C) 4.
(D) 8.
(E) 16.

19
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 73 QUESTÃO 76
(CPRM – Técnico em Geociências – CESPE/2016) A (CPRM – Técnico em Geociências – CESPE/2016) Três
represa X, que abastece de água determinada cidade, tem caminhões de lixo que trabalham durante doze horas com
capacidade para 480 milhões de metros cúbicos de água. a mesma produtividade recolhem o lixo de determinada
A capacidade da represa X é de cidade. Nesse caso, cinco desses caminhões, todos com a
(A) 4.800 km³ . mesma produtividade, recolherão o lixo dessa cidade tra-
(B) 0,48 km³ . balhando durante
(C) 4,8 km³ . (A) 6 horas.
(D) 48 km³ . (B) 7 horas e 12 minutos.
(E) 480 km³ . (C) 7 horas e 20 minutos.
(D) 8 horas.
Resposta: B. (E) 4 horas e 48 minutos.
480⋅106m³, para transformar para km³, devemos dividir
por 109. Resposta: B.
De m para km, dividimos por 1000, como é m³ dividi- Caminhões horas
mos então por 1000000000. 3-----------------12
0,48 km³ 5--------------------x
As grandezas são inversamente proporcionais.
QUESTÃO 74 Quanto MAIS caminhões, MENOS horas
(CPRM – Técnico em Geociências – CESPE/2016) A
represa X, que abastece de água determinada cidade, tem 5x=36
capacidade para 480 milhões de metros cúbicos de água. X=7,2
Se, em determinado dia, a água contida na represa X 0,2⋅60=12 minutos.
representava 35% de sua capacidade máxima, então, nesse 7 horas e 12 minutos
dia, havia na represa
(A) 168 milhões de litros de água. QUESTÃO 77
(B) 312 milhões de litros de água. (DPU – Agente Administrativo – CESPE/2016) Consi-
(C) 384 mil litros de água. dere que as seguintes proposições sejam verdadeiras.
(D) 312 mil litros de água. • Quando chove, Maria não vai ao cinema.
(E) 168 bilhões de litros de água. • Quando Cláudio fica em casa, Maria vai ao cinema.
• Quando Cláudio sai de casa, não faz frio.
Resposta: E. • Quando Fernando está estudando, não chove.
480------100% • Durante a noite, faz frio.
x---------35% Tendo como referência as proposições apresentadas,
x=168 milhões de m³ julgue o item subsecutivo.
x=168 bilhões de litros. Se Maria foi ao cinema, então Fernando estava estu-
dando.
certo errado
QUESTÃO 75
(CPRM – Técnico em Geociências – CES-
PE/2016) Depois das simplificações possíveis, o número Resposta: Errado
será igual a • Durante a noite, faz frio.
V

(A) 3. • Quando Cláudio sai de casa, não faz frio.


(B) 40. F F
(C) 80.
(D) 400. • Quando Cláudio fica em casa, Maria vai ao cinema.
(E) 566. V V

• Quando chove, Maria não vai ao cinema.


Resposta: C. F F

• Quando Fernando está estudando, não chove.


V/F V
Portanto, Se Maria foi ao cinema, então Fernando es-
tava estudando.
Não tem como ser julgado.

20
500 QUESTÕES DA CESPE

(DPU – Agente Administrativo – CESPE/2016) P: Cometeu o crime A.


Q: Cometeu o crime B.
Texto para as questões 78 e 79 R: Será punido, obrigatoriamente, com a pena de reclu-
são no regime fechado.
Em uma festa com 15 convidados, foram servidos 30 S: Poderá optar pelo pagamento de fiança.
bombons: 10 de morango, 10 de cereja e 10 de pistache. Ao revisar seus escritos, o estudante, apesar
Ao final da festa, não sobrou nenhum bombom e de não recordar qual era o crime B, lembrou que ele era
• quem comeu bombom de morango comeu também inafiançável.
bombom de pistache; Tendo como referência essa situação hipotética, julgue
• quem comeu dois ou mais bombons de pistache os itens que se seguem.
comeu também bombom de cereja;
• quem comeu bombom de cereja não comeu de mo- QUESTÃO 81
rango. A sentença (P→Q)↔((~Q)→(~P)) será sempre verda-
Com base nessa situação hipotética, julgue o item a seguir. deira, independentemente das valorações de P e Q como
verdadeiras ou falsas.
QUESTÃO 78 certo errado
É possível que um mesmo convidado tenha comido to-
dos os 10 bombons de pistache. Resposta: Certo.
Certo Errado Analisando as duas tabelas, qualquer valor lógico que
colocarmos dará verdadeiro.
Resposta: Errado. Exemplo:
Está errado, pois se alguém tivesse comido todos os V(P)=V
bombons de pistache, deveria comer bombom de moran- V(Q)=V
go e de cereja, mas quem comeu de cereja, não comeu de V(~P)=F
morango.
V(~Q)=F
QUESTÃO 79
V(P→Q)=V
Quem comeu bombom de morango comeu somente
V(~Q→~P)=V
um bombom de pistache.
V((P→Q)↔((~Q→(~P))==V
Certo Errado
-Condicional
Resposta: Certo.
Sim, porque se comer dois bombons de pistache, teria
que comer de cereja, mas quem comeu morango, não co- p q p →q
meu de cereja.
V V V
QUESTÃO 80 V F F
(DPU – Agente Administrativo – CESPE/2016) Na F V V
zona rural de um município, 50% dos agricultores cultivam
soja; 30%, arroz; 40%, milho; e 10% não cultivam nenhum F F V
desses grãos. Os agricultores que produzem milho não cul-
tivam arroz e 15% deles cultivam milho e soja.
Considerando essa situação, julgue o item que se segue. -Bicondicional
Em exatamente 30% das propriedades, cultiva-se apenas
milho. p q p ↔q
Certo errado
V V V
Resposta: Errado. V F F
15% de 40%=6%
Portanto, 40-6=34% F V F
F F V
(DPU – Analista – CESPE/2016)
Texto para as questões 31 a 34

Um estudante de direito, com o objetivo de sistemati-


zar o seu estudo, criou sua própria legenda, na qual iden-
tificava, por letras, algumas afirmações relevantes quanto à
disciplina estudada e as vinculava por meio de sentenças
(proposições). No seu vocabulário particular constava, por
exemplo:

21
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 82 Resposta: A.
Tendo como referência essa situação hipotética, julgue o
item que se segue.
A sentença P→S é verdadeira.
certo errado K=0,6%
180000.0,6=108000/100=1080.
Resposta: Errado
Apesar da tendência de falar que é verdadeira, pois fala QUESTÃO 86
que o crime B é inafiançável, logo A é pode optar por pagar De acordo com as informações do texto V, se foi de R$
a fiança, não é correto, pois não sabemos sobre o crime A, se 12.000,00 o valor da multa aplicada em razão de reforma
ele é inafiançável ou não. irregular em imóvel localizado na capital paulista e avaliado
em R$ 1.500.000,00, cuja irregularidade tenha demorado
QUESTÃO 83 dois meses para ser reparada, então a constante k determi-
Tendo como referência essa situação hipotética, julgue o nada pela autoridade competente foi igual a
item que se segue. (A) 0,40.
A sentença Q→R é falsa. (B) 0,75.
certo errado (C) 0,80.
(D) 1,25.
Resposta: Errado. (E) 1,80.
Se temos V(Q)=V
Para a proposição Q→R ser falsa, R deve ser falso. Resposta: A.
Mas, se o crime B é inafiançável, então R é verdadeiro,
tornando Q→R verdadeira, por isso está errado.

QUESTÃO 84
A proposição “Caso tenha cometido os crimes A e B,
não será necessariamente encarcerado nem poderá pagar
fiança” pode ser corretamente simbolizada na forma (P∧-
Q)→((~R)∨(~S)).
Certo Errado
QUESTÃO 87
Em uma pesquisa relacionada às ações de fiscalização
Resposta: Errado.
“...encarcerado nem poderá pagar fiança”. que resultaram em multas aplicadas de acordo com os cri-
“Nem” é uma conjunção(∧) térios mencionados no texto V, 750 pessoas foram entre-
vistadas, e 60% delas responderam que concordam com
(PREF. DE SÃO PAULO – Assistente de Gestão de Polí- essas ações. Nessa hipótese, a quantidade de pessoas que
ticas Públicas I – CESPE/2016) discordaram, são indiferentes ou que não responderam foi
Texto para as questões 85 a 87 igual a
(A) 60.
Na cidade de São Paulo, se for constatada reforma irre- (B) 300.
gular em imóvel avaliado em P reais, o proprietário será mul- (C) 450.
tado em valor igual a k% de P × t, expresso em reais, em que t (D) 600.
é o tempo, em meses, decorrido desde a constatação da irre- (E) 750.
gularidade até a reparação dessa irregularidade. A constante
k é válida para todas as reformas irregulares de imóveis da Resposta:B.
capital paulista e é determinada por autoridade competente. 750⋅0,4=300

QUESTÃO 85 QUESTÃO 88
Se, de acordo com as informações do texto, for aplicada (CPRM – técnico em Geociências – CESPE/2016) Por
multa de R$ 900,00 em razão de reforma irregular em imóvel 10 torneiras, todas de um mesmo tipo e com igual vazão,
localizado na capital paulista e avaliado em R$ 150.000,00, fluem 600 L de água em 40 minutos. Assim, por 12 dessas
cuja irregularidade foi reparada em um mês, então a multa a torneiras, todas do mesmo tipo e com a mesma vazão, em
ser aplicada em razão de reforma irregular em imóvel loca- 50 minutos fluirão
lizado na capital paulista e avaliado em R$ 180.000,00, cuja (A) 625 L de água.
irregularidade também foi reparada em um mês, será de (B) 576 L de água.
(A) R$ 1.080,00. (C) 400 L de água.
(B) R$ 1.350,00. (D) 900 L de água.
(C) R$ 1.500,00. (E) 750 L de água.
(D) R$ 1.620,00.
(E) R$ 1.800,00.

22
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: D.
Cada torneira tem vazão de 60 litros em 40 minutos.
60/40=1,5 litros por minuto
Como são 12 torneiras e 50 minutos:
1,5⋅12⋅50=900 litros

QUESTÃO 89
(TRE/MT – Analista – CESPE/2015) Um grupo de 300 soldados deve ser vacinado contra febre amarela e malária.
Sabendo-se que a quantidade de soldados que receberam previamente a vacina de febre amarela é o triplo da quantidade
de soldados que receberam previamente a vacina de malária, que 45 soldados já haviam recebido as duas vacinas e que
apenas 25 não haviam recebido nenhuma delas, é correto afirmar que a quantidade de soldados que já haviam recebido
apenas a vacina de malária é.
(A) superior a 40
(B) inferior a 10.
(C) superior a 10 e inferior a 20
(D) superior a 20 e inferior a 30.
(E) superior a 30 e inferior a 40.

Resposta: E.
Com os dados obtidos, podemos montar um diagrama de Venn

Por que a febre amarela temos 3x-45?


“...a quantidade de soldados que receberam previamente a vacina de febre amarela é o triplo da quantidade de solda-
dos que receberam previamente a vacina de malária, que 45 soldados já haviam recebido as duas vacinas...”
Não podemos esquecer de subtrair a quantidade que já tomaram as duas vacinas, por isso o -45.
3x-45+45+x-45+25=300
4x=300+20
4x=320
X=80
Recebeu apenas a vacina de malária foi de: x-45=80-45=35

QUESTÃO 90
(TCE/RN – Administrador – CESPE/2015) Em campanha de incentivo à regularização da documentação de imóveis,
um cartório estampou um cartaz com os seguintes dizeres: “O comprador que não escritura e não registra o imóvel não se
torna dono desse imóvel”.

Em campanha de incentivo à regularização da documentação de imóveis, um cartório estampou um cartaz com os


seguintes dizeres: “O comprador que não escritura e não registra o imóvel não se torna dono desse imóvel”.
A partir dessa situação hipotética e considerando que a proposição P: “Se o comprador não escritura o imóvel, então
ele não o registra” seja verdadeira, julgue o item seguinte.
Considerando-se a veracidade da proposição P, é correto afirmar que, após a eliminação das linhas de uma tabela-ver-
dade associada à proposição do cartaz do cartório que impliquem a falsidade da proposição P, a tabela-verdade resultante
terá seis linhas.
certo errado

23
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: certo.
O comprador que não escritura e não registra o imóvel não se torna dono desse imóvel
p: O comprador escritura
q: o comprador registra
r: O comprador torna dono desse imóvel

Como são 3 proposições, nossa tabela verdade terá 2³=8 linhas

p ~p q ~q r ~p∧~q ~r (~p∧~q)→~r
V F V F V F F V
V F F V V F F V
V F V F F F V V
V F F V F F V V
F V V F V F F V
F V F V V V F F
F V V F F F V V
F V F V F V V V

A proposição P: Se o comprador não escritura o imóvel, então ele não o registra


Cuidado, que aqui você pode ir no “embalo” e dizer que só há uma falsa, mas na verdade ele quer saber sa proposição P.
~p→~r
Para V(P)=F, devemos ter V(~p)=V e V(~r)=F
8-2=6 linhas

(MEC – Analista de Sistema Operacional –CESPE/2015)


Texto para as questões 91 e 92

P Q R
1 V V V
2 F V V
3 V F V
4 F F V
5 V V F
6 F V F
7 V F F
8 F F F

A figura acima apresenta as colunas iniciais de uma tabela-verdade, em que P, Q e R representam proposições lógicas,
e V e F correspondem, respectivamente, aos valores lógicos verdadeiro e falso.
Com base nessas informações e utilizando os conectivos lógicos usuais, julgue o item subsecutivo.

QUESTÃO 91.
A última coluna da tabela-verdade referente à proposição lógica Pν(Q ↔ R) quando representada na posição horizontal
é igual a

1 2 3 4 5 6 7 8
P∨(Q↔R) V V V F V F V V

certo errado

24
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: Certo.
P Q R Q↔R P∨(Q↔R)
1 V V V V V
2 F V V V V
3 V F V F V
4 F F V F F
5 V V F F V
6 F V F F F
7 V F F V V
8 F F F V V

QUESTÃO 92
A última coluna da tabela-verdade referente à proposição lógica P →(Q Λ R) quando representada na posição horizontal
é igual a
1 2 3 4 5 6 7 8
P →(Q Λ R) V V F F V F V V

certo errado

Resposta: Errado
P Q R QΛR P →(Q Λ R)
1 V V V V V
2 F V V V V
3 V F V F F
4 F F V F V
5 V V F F F
6 F V F F V
7 V F F V V
8 F F F V V

(POLICIA FEDERAL – Agente de Polícia Federal – CESPE/2014) Texto para as questões 93, 94 e 95

Em um restaurante, João, Pedro e Rodrigo pediram pratos de carne, frango e peixe, não necessariamente nessa ordem,
mas cada um pediu um único prato. As cores de suas camisas eram azul, branco e verde; Pedro usava camisa azul; a pessoa
de camisa verde pediu carne e Rodrigo não pediu frango. Essas informações podem ser visualizadas na tabela abaixo, em
que, no cruzamento de uma linha com uma coluna, V corresponde a fato verdadeiro e F, a fato falso.
Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo
Azul V
branca
verde V
João
Pedro
Rodrigo F

Considerando a situação apresentada e, no que couber, o preenchimento da tabela acima, julgue o item seguinte.

25
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 93
Se João pediu peixe, então Rodrigo não usava camisa branca.
certo errado

Resposta: Certo.

Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo


Azul F F V F
branca F F
verde V F F F
João
Pedro
Rodrigo F

Lembrando que para a condicional ser verdadeira, podemos ter


VV, FV ou FF
P: João pediu peixe
Q: Rodrigo não usava camisa branca
Vamos considerar V(p)=V

Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo


Azul F F V F
branca F V F F
verde V F F F F V
João F F V
Pedro F V F
Rodrigo V F F

Quando V(p)=F, não precisamos analisar, pois independente do valor lógico de p a proposição será verdadeira.

QUESTÃO 94
Das informações apresentadas, é possível inferir que Pedro pediu frango.
certo errado

Resposta: errado.

Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo


Azul F F V F
branca F F
verde V F F F
João
Pedro
Rodrigo F

Só por essa análise, não podemos dizer o que Pedro pediu.

26
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 95
As informações apresentadas na situação em apreço e o fato de João ter pedido peixe não são suficientes para se iden-
tificarem a cor da camisa de cada uma dessas pessoas e o prato que cada uma delas pediu.
certo errado

Resposta: Errado.

Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo


Azul F F V F
branca F F
verde V F F F
João
Pedro
Rodrigo F

João pediu peixe

Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo


Azul F F V F
branca F F
verde V F F F
João F F V
Pedro F V F
Rodrigo V F F

Analisando a primeira coluna, sabemos que Rodrigo pediu carne e está de verde, e podemos complementar a tabela

Carne Frango Peixe João Pedro Rodrigo


Azul F F V F
branca F V F F
verde V F F F F V
João F F V
Pedro F V F
Rodrigo V F F

João pediu peixe e está de camisa branca


Pedro pediu frango e está de azul
Rodrigo pediu carne e está de verde.
Portanto, somente com os dados conseguimos definir exatamente o que cada um pediu e a cor da camisa.

27
500 QUESTÕES DA CESPE

PROF. CARLOS ALEXANDRE QUIQUETO QUESTÃO 98


(TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Nível Superior -
Administrador, Analista de Sistemas e Consultor em TI. CESPE/2017) Para responder uma mensagem de correio
Graduado em Adm. Emp. e Sist. Informação. Pós-Graduan- eletrônico e, simultaneamente, encaminhá-la para todos os
do em Esp. Adm. TI. endereços de email constantes no campo Para: (ou To) e
no campo Cópia: (ou Copy) no cabeçalho da mensagem
recebida, o usuário deve utilizar a opção
NOÇÕES DE INFORMÁTICA (A) encaminhar mensagem.
(B) encaminhar mensagem para todos os destinatários.
(C) responder para todos.
(D) responder para o remetente.
QUESTÃO 96 (E) responder com cópia oculta.
(TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Nível Médio -
CESPE/2017) QUESTÃO 99. (TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Ní-
vel Superior - CESPE/2017) Assinale a opção que apre-
senta a solução que permite filtrar tentativas de acessos
não autorizados oriundos de outros ambientes e redes ex-
ternas, contribuindo para a melhora do estado de seguran-
ça da informação de ambientes computacionais.
(A) certificado digital
(B) chave de criptografia
(C) rootkits
(D) firewall
(E) antivírus

QUESTÃO 100
(SERES-PE - Agente de Segurança Penitenciária -
CESPE /2017) Determinado usuário, que dispõe de um
arquivo Excel com as planilhas Plan1, Plan2 e Plan3, deseja
realizar, na Plan1, um cálculo na célula A1, cujo resultado
deve ser a soma dos valores presentes na célula A1, da
Tendo como referência a imagem precedente, que ilus- Plan2, e na célula A1, da Plan3.
tra uma tela do Windows Explorer, assinale a opção corres- O usuário
pondente ao local apropriado para o usuário criar atalhos (A) poderá realizar o cálculo desejado com a digita-
ou armazenar livremente arquivos de uso corrente ou a que ção da fórmula =Soma(Plan2.A1,Plan3.A1) na célula A1 da
deseje ter acesso mais facilmente. Plan1. Caso os valores na célula A1 da Plan2 e(ou) na célula
(A) A1 da Plan3 sejam alterados, será atualizado o valor na cé-
(B) lula A1 da Plan1.
(C) (B) poderá realizar o cálculo desejado com a digitação
(D) da fórmula =Plan2! A1+Plan3! A1 na célula A1 da Plan1.
(E) Caso os valores na célula A1 da Plan2 e(ou) na célula A1
da Plan3 sejam alterados, será atualizado o valor na célula
QUESTÃO 97 A1 da Plan1.
(TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Nível Médio - (C) poderá realizar o cálculo desejado com a digitação
CESPE/2017) O procedimento utilizado para atribuir inte- da fórmula =A1(Plan2)+A1(Plan3) na célula A1 da Plan1.
gridade e confidencialidade à informação, de modo que Caso os valores na célula A1 da Plan2 e(ou) na célula A1 da
mensagens e arquivos trocados entre dois ou mais destina- Plan3 sejam alterados, o valor na célula A1 da Plan1 será
tários sejam descaracterizados, sendo impedidos leitura ou atualizado.
acesso ao seu conteúdo por outras pessoas, é denominado (D) não poderá realizar o cálculo desejado, já que, por
(A) criptografia questão de segurança, é vedada a referência entre plani-
(B) engenharia social lhas. Ademais, no Excel, alterações de valores em células de
(C) antivírus origem não permitem que os valores sejam atualizados na
(D) firewall célula que contém a fórmula.
(E) becape (E) não poderá realizar o cálculo desejado, uma vez
que, no Excel, é vedado o uso de endereços de outras pla-
nilhas em fórmulas. Para solucionar o problema, o usuário
deverá copiar os dados das planilhas Plan2 e Plan3 para a
planilha Plan1 e, em seguida, realizar o cálculo.

28
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 101 QUESTÃO 103


(SERES-PE - Agente de Segurança Penitenciária - (TRE-PE - Conhecimentos Gerais - Cargos 1, 2, 4 e
CESPE /2017) Praga virtual que informa, por meio de men- 5 - CESPE /2017) Com referência aos ícones da interface
sagem, que o usuário está impossibilitado de acessar ar- de edição do MS Word disponíveis na guia Página Inicial,
quivos de determinado equipamento porque tais arquivos assinale a opção que apresenta, na respectiva ordem, os
foram criptografados e somente poderão ser recuperados ícones que devem ser acionados para se realizarem as se-
mediante pagamento de resgate denomina-se guintes ações: aumentar em um ponto o tamanho da fonte;
(A) ransomware. ativar estrutura de tópicos; alinhar texto à direita; alterar o
(B) trojan. espaçamento entre linhas de texto.
(C) spyware.
(D) backdoor. (A)
(E) vírus.

QUESTÃO 102
(TRE-PE - Conhecimentos Gerais - Cargos 1, 2, 4 e
5 - CESPE /2017) Com relação à figura precedente, que
mostra parte de uma janela do Windows Explorer, assinale (B)
a opção correta.

(C)

(D)

(E)

QUESTÃO 104
(TRE-PE - Conhecimentos Gerais – Cargo 6 - CESPE
/2017) Com referência aos ícones da interface de edição
do MS Word disponíveis na guia Página Inicial, assinale a
(A) A pasta , por padrão, armazena os opção que apresenta associação correta entre o(s) ícone(s)
arquivos que o usuário deseje guardar temporariamente e a descrição de sua(s) funcionalidade(s).
antes de enviá-los para uma unidade externa.
(B) A opção permite aumentar a área de arma- (A)
zenamento disponível no computador.
(C) No menu , a opção permite a cria-
ção de uma nova pasta de arquivos dentro da unidade ou
da pasta que tiver sido selecionada.
(D) A área é destinada ao compartilhamento
de arquivos da máquina com outros usuários.
Permitem alternar, no texto selecionado, palavras
(E) É possível excluir a clicando-se maiúsculas e minúsculas.
com o botão direito na opção .

29
500 QUESTÕES DA CESPE

(B) QUESTÃO 106


(Prefeitura de São Luís – MA - Técnico Municipal
Nível Médio/Nível VII-A- Transcritor e Adaptador de
Sistema Braille- CESPE /2017)
Uma escola recebeu uma impressora braille nova. No
Permite acesso a opções de edição de bordas das célu- momento de sua instalação, verificou-se que a escola dis-
las de uma tabela inserida dentro do documento. punha de apenas um notebook com as seguintes cone-
xões: duas entradas USB 2.0, entrada USB 3.0, uma entrada
HDMI, entrada VGA, uma entrada para cartão de memória.
(C) Para que a impressora funcione corretamente com esse no-
tebook, é necessário
(A) conectar a impressora ao computador por meio de
um cabo USB 2.0 ou um cabo conversor de porta paralela
Exibem o texto em forma de tópicos para permitir a serial para USB 2.0.
visualização da estrutura do documento. (B) instalar um hardware conversor de impressão em
tinta em impressão em braille, conectado ao notebook via
cartão de memória.
(D) (C) conectar a impressora pela entrada VGA, liberando-
se as entradas USB para outros dispositivos
(D) usar um cabo HDMI Full HD com blindagem, tendo
em vista uma melhor qualidade na passagem de dados e a
Permitem alternar as páginas do documento. maior durabilidade do cabo.
(E) um cabo de impressora que converta a entrada USB
2.0 para MiniUSB, pois a impressora braille tem uma cone-
(E) xão analógica.

QUESTÃO 107
(SEDF - Professor de Educação Básica - Informática
Tem a função exclusiva de realçar com cores palavras - CESPE /2017)
do texto. Acerca dos sistemas de entrada, saída e armazenamen-
to em arquiteturas de computadores, julgue o item que se
segue.
QUESTÃO 105 CD-ROM, pendrive e impressora são exemplos de dis-
(Prefeitura de São Luís – MA - Conhecimentos Bási- positivos de entrada e saída do tipo bloco.
cos - Cargos de Técnico Municipal Nível Superior - CES- ( ) Certo
PE /2017) ( ) Errado
A humanidade vem passando por um processo de re-
volução tecnológica sem precedentes em sua história cujo QUESTÃO 108
maior exemplo é o advento da Internet. A respeito da In- (SEDF - Professor de Educação Básica - Informática
ternet e dos aspectos a ela relacionados, assinale a opção - CESPE /2017) Acerca dos sistemas de entrada, saída e
correta. armazenamento em arquiteturas de computadores, julgue
(A) As informações pessoais disponibilizadas na Inter- o item que se segue.
net são de domínio privado e seu acesso por aplicativos é Quando um sistema usa um canal de acesso direto à
proibido. memória (DMA), a CPU inicia a transferência, mas não a
(B) A Internet, embora tenha impactado as relações so- executa.
ciais, manteve inalteradas as formas de consumo. ( ) Certo
(C) A utilidade da Internet à pesquisa é restrita, por ( ) Errado
causa da quantidade de informações falsas disponibiliza-
das na rede. QUESTÃO 109
(D) Com a Internet, uma nova modalidade de contra- (SEDF - Professor de Educação Básica - Informática
venção surgiu: o cybercrime, que se manifesta nas ações - CESPE /2017) Acerca dos sistemas de entrada, saída e
dos hackers. armazenamento em arquiteturas de computadores, julgue
(E) A Internet é acessível às diferentes classes sociais o item que se segue.
dos mais diversos países. Os dispositivos de entrada e saída do tipo caractere
utilizam operações bufferizadas a fim de otimizar o desem-
penho da transferência de dados.
( ) Certo
( ) Errado

30
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 110 QUESTÃO 115


(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- (SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad-
ministrativo - CESPE /2017) Julgue o próximo item, rela- ministrativo - CESPE /2017) Acerca do sistema operacional
tivo aos aplicativos para edição de textos, planilhas e apre- Windows 8.1, julgue o item subsequente.
sentações do ambiente Microsoft Office 2013. O Windows 8.1 é um sistema operacional com desem-
Em uma planilha do Excel 2013, ao se tentar inserir a penho superior às versões anteriores devido ao fato de res-
fórmula =$a$3*(b3-c3), ocorrerá erro de digitação, pois as tringir a instalação de dois ou mais programas para a mesma
fórmulas devem ser digitadas com letras maiúsculas. finalidade como, por exemplo, navegadores de Internet.
( ) Certo ( ) Certo
( ) Errado ( ) Errado

QUESTÃO 111 QUESTÃO 116


(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- (SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad-
ministrativo - CESPE /2017) Julgue o próximo item, rela- ministrativo - CESPE /2017) Acerca do sistema operacional
tivo aos aplicativos para edição de textos, planilhas e apre- Windows 8.1, julgue o item subsequente.
sentações do ambiente Microsoft Office 2013. Por questões de segurança, a tela de logon do Windows
Uma apresentação criada no PowerPoint 2013 não po- 8.1 não pode ser personalizada.
derá ser salva em uma versão anterior a esta, visto que a ( ) Certo
versão de 2013 contém elementos mais complexos que as ( ) Errado
anteriores.
( ) Certo QUESTÃO 117
( ) Errado (SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Admi-
nistrativo - CESPE /2017) Com relação aos conceitos bási-
QUESTÃO 112 cos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, apli-
(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- cativos e procedimentos associados à Internet e à intranet,
ministrativo - CESPE /2017) Julgue o próximo item, rela- julgue o próximo item.
tivo aos aplicativos para edição de textos, planilhas e apre- Embora exista uma série de ferramentas disponíveis na
sentações do ambiente Microsoft Office 2013. Internet para diversas finalidades, ainda não é possível extrair
No Word 2013, ao se clicar, com o botão esquerdo do apenas o áudio de um vídeo armazenado na Internet, como,
mouse, a seta no botão , localizado na guia Página por exemplo, no Youtube (http://www.youtube.com).
Inicial, grupo Fonte, serão mostradas opções para sublinhar ( ) Certo
um texto, tais como sublinhado duplo e sublinhado trace- ( ) Errado
jado.
( ) Certo QUESTÃO 118
( ) Errado (SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Admi-
nistrativo - CESPE /2017) Com relação aos conceitos bási-
QUESTÃO 113 cos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, apli-
(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- cativos e procedimentos associados à Internet e à intranet,
ministrativo - CESPE /2017) Julgue o próximo item, rela- julgue o próximo item.
tivo aos aplicativos para edição de textos, planilhas e apre- É correto conceituar intranet como uma rede de informa-
sentações do ambiente Microsoft Office 2013. ções internas de uma organização, que tem como objetivo
Uma forma de realçar uma palavra, em um documento compartilhar dados e informações para os seus colaborado-
no Word 2013, é adicionar um sombreamento a ela; no en- res, usuários devidamente autorizados a acessar essa rede.
tanto, esse recurso não está disponível para aplicação a um ( ) Certo
parágrafo selecionado. ( ) Errado
( ) Certo
( ) Errado QUESTÃO 119
(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Admi-
QUESTÃO 114 nistrativo - CESPE /2017) Com relação aos conceitos bási-
(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- cos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, apli-
ministrativo - CESPE /2017) cativos e procedimentos associados à Internet e à intranet,
Julgue o próximo item, relativo aos aplicativos para julgue o próximo item.
edição de textos, planilhas e apresentações do ambiente Cookies são arquivos enviados por alguns sítios da Inter-
Microsoft Office 2013. net aos computadores dos usuários com o objetivo de ob-
No canto esquerdo superior da janela inicial do Excel ter informações sobre as visitas a esses sítios; no entanto, o
2013, consta a informação acerca do último arquivo aces- usuário pode impedir que os cookies sejam armazenados em
sado bem como do local onde ele está armazenado. seu computador.
( ) Certo ( ) Certo
( ) Errado ( ) Errado

31
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 120 QUESTÃO 125


(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 - CES-
ministrativo - CESPE /2017) Com relação aos conceitos PE /2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema operacional
básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, Windows 8 e à edição de textos no ambiente Microsoft Office 2013.
aplicativos e procedimentos associados à Internet e à intra- No Windows 8, para se desbloquear uma tela protegida e pas-
net, julgue o próximo item. sar para a página de logon, é suficiente pressionar qualquer tecla.
Embora os gerenciadores de downloads permitam que ( ) Certo
usuários baixem arquivos de forma rápida e confiável, essas ( ) Errado
ferramentas ainda não possuem recursos para que arquivos
maiores que 100 MB sejam baixados. QUESTÃO 126
( ) Certo (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 -
( ) Errado CESPE /2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema
operacional Windows 8 e à edição de textos no ambiente
QUESTÃO 121 Microsoft Office 2013.
(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- No Word 2013, é possível definir uma fonte padrão para
ministrativo - CESPE /2017) A respeito dos conceitos de ser utilizada somente no documento em edição.
organização, de segurança e de gerenciamento de informa- ( ) Certo
ções, arquivos, pastas e programas, julgue o item a seguir. ( ) Errado
No sistema Windows 8.1, os arquivos ocultos não ocu-
pam espaço em disco. QUESTÃO 127
( ) Certo (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 - CES-
( ) Errado PE /2016) Acerca de conceitos de redes de computadores, apli-
cativos e procedimentos de Internet, julgue o item subsequente.
QUESTÃO 122 No catálogo de endereços das versões mais recentes
(SEDF - Técnico de Gestão Educacional - Apoio Ad- do Mozilla Thunderbird, não se pode inserir dois usuários
ministrativo - CESPE /2017) com o mesmo email.
A respeito dos conceitos de organização, de segurança ( ) Certo
e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e pro- ( ) Errado
gramas, julgue o item a seguir.
No Explorador de Arquivos do Windows 8.1, ao se cli- QUESTÃO 128
car uma pasta com o botão direito do mouse, selecionar a (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19
opção Propriedades e depois clicar a aba Segurança, serão - CESPE /2016) Acerca de conceitos de redes de compu-
mostradas algumas opções de permissões para usuários tadores, aplicativos e procedimentos de Internet, julgue o
autorizados como, por exemplo, Controle total, Modificar item subsequente.
e Leitura. Ao realizar uma pesquisa na Internet, o Google distin-
( ) Certo gue palavras digitadas em maiúsculas daquelas digitadas
( ) Errado em minúsculas no texto a ser pesquisado.
( ) Certo
QUESTÃO 123 ( ) Errado
(FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 -
CESPE /2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema QUESTÃO 129
operacional Windows 8 e à edição de textos no ambiente (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 -
Microsoft Office 2013. CESPE /2016) Com relação a gerenciamento de arquivos e
No Word 2013, entre as opções de colagem disponi- segurança da informação, julgue o seguinte item.
bilizadas no botão Colar, localizado na guia Página Inicial, Enquanto estiver conectado à Internet, um computador
encontra-se a opção Mesclar Formatação. não será infectado por worms, pois este tipo de praga vir-
( ) Certo tual não é transmitido pela rede de computadores.
( ) Errado ( ) Certo
( ) Errado
QUESTÃO 124
(FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 - QUESTÃO 130
CESPE /2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 8 a 19 -
operacional Windows 8 e à edição de textos no ambiente CESPE /2016) Com relação a gerenciamento de arquivos e
Microsoft Office 2013. segurança da informação, julgue o seguinte item.
O sistema operacional Windows 8 demanda poucos re- O Windows disponibiliza recursos que permitem sele-
quisitos de hardware para ser instalado, podendo ser execu- cionar simultaneamente vários arquivos de mesma exten-
tado, por exemplo, em computadores com 128 MB de RAM são e executar operações comuns envolvendo esses arqui-
e espaço livre em disco de 1 GB. vos, como, por exemplo, excluir e imprimir.
( ) Certo ( ) Certo
( ) Errado ( ) Errado

32
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 131 QUESTÃO 136


(FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE (FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE
/2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema ope- /2016) Acerca de sítios de busca e pesquisa na Internet, de
racional Windows 8, ao Microsoft Office Excel 2013 e ao gerenciamento de arquivos e de aplicativos para seguran-
programa de navegação Microsoft Internet Explorer 11. ça, julgue o item subsequente.
No Excel 2013, o ponto e vírgula (;) presente na fórmula A utilização de firewalls em uma rede visa impedir
=SOMA(F10;F20) indica que todos os valores compreendi- acesso indevido dentro da própria rede e também acessos
dos entre as células F10 e F20 devem ser somados. oriundos da Internet.
( ) Certo ( ) Certo
( ) Errado ( ) Errado

QUESTÃO 132 QUESTÃO 137


(FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE (FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE
/2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema ope- /2016) Acerca de sítios de busca e pesquisa na Internet, de
racional Windows 8, ao Microsoft Office Excel 2013 e ao gerenciamento de arquivos e de aplicativos para seguran-
programa de navegação Microsoft Internet Explorer 11. ça, julgue o item subsequente.
Por ser considerado um navegador seguro, o Internet Entre as funcionalidades do sítio de busca Google, en-
Explorer 11 não permite a navegação na Internet em com- contra-se a de permitir a pesquisa de temas de interesse
putadores conectados via redes sem fio. em livros de domínio público.
( ) Certo ( ) Certo
( ) Errado ( ) Errado

QUESTÃO 133 QUESTÃO 138


(FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 1 a 7 -
/2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema ope- CESPE /2016) Com relação ao sistema operacional Win-
racional Windows 8, ao Microsoft Office Excel 2013 e ao dows e ao ambiente Microsoft Office, julgue o item que
programa de navegação Microsoft Internet Explorer 11. se segue.
Em uma janela do sistema operacional Windows, po- No MS Office, o uso da ferramenta Pincel de Formata-
dem-se encontrar informações de uma imagem e de um ção permite copiar a formatação de um parágrafo do do-
documento de texto, e também de um programa que es- cumento em edição e aplicá-la a outro parágrafo.
teja em execução. ( ) Certo
( ) Certo ( ) Errado
( ) Errado
QUESTÃO 139
QUESTÃO 134 (FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos de 1 a 7 -
(FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE CESPE /2016) Com relação ao sistema operacional Win-
/2016) Julgue o próximo item, relativos ao sistema ope- dows e ao ambiente Microsoft Office, julgue o item que
racional Windows 8, ao Microsoft Office Excel 2013 e ao se segue.
programa de navegação Microsoft Internet Explorer 11. No MS Excel, as referências relativas são fixas e identi-
Na tela Iniciar do Windows 8, são exibidos menus ocul- ficadas pelo símbolo $.
tos ao se apontar com o mouse para o canto direito inferior ( ) Certo
da tela. ( ) Errado
( ) Certo
( ) Errado QUESTÃO 140
(PM-SP - Soldado da Polícia Militar - CESPE /2017)
QUESTÃO 135 Com relação ao sistema operacional Windows e ao am-
(FUB - Conhecimentos Básicos – Cargo 20 - CESPE biente Microsoft Office, julgue o item que se segue.
/2016) Acerca de sítios de busca e pesquisa na Internet, de A forma de organização dos dados no disco rígido do
gerenciamento de arquivos e de aplicativos para seguran- computador é chamada de sistema de arquivos, como, por
ça, julgue o item subsequente. exemplo, o NTFS e o FAT32.
Os arquivos ocultos são arquivos de sistemas que só ( ) Certo
podem ser manipulados pelo Windows 8; por sua vez, os ( ) Errado
arquivos de usuários não podem ser configurados como
ocultos a fim de evitar que usuário não autorizado os vi-
sualize.
( ) Certo
( ) Errado

33
500 QUESTÕES DA CESPE

RESPOSTAS 104 Resposta: B

96 Resposta: B
A Área de trabalho ou Desktop é a primeira área que nos
é exibida ao iniciarmos ou efetuarmos logon no Windows.
Através de sua interface, podemos criar ou acessar atalhos,
iniciar programas, salvar arquivos, etc.

97 Resposta: A
A criptografia, considerada como a ciência e a arte de es-
crever mensagens em forma cifrada ou em código, é um dos
principais mecanismos de segurança que você pode usar para
se proteger dos riscos associados ao uso da Internet.
Confidencialidade significa garantir que a informação não
será conhecida por pessoas que não estejam autorizadas para tal.
Integridade, por sua vez, significa garantir que a informa-
ção armazenada ou transferida está correta e é apresentada
corretamente para quem a consulta.

98 Resposta: C
As mensagens de e-mail recebidas, poderão ser:
- Respondidas para o remetente (Responder) 105 Resposta: D
- Respondidas para o remetente, para outros destinatá- O cybercrime é definido como um crime em que um
rios nos campos PARA e CC (Responder para Todos) computador é objeto do crime (hacking, phishing, spam-
- Encaminhadas para outros destinatários (Encaminhar) ming) ou é usado como uma ferramenta para cometer uma
ofensa (pornografia infantil, crimes de ódio). Os cibercri-
99 Resposta: D minosos podem usar tecnologia informática para acessar
Um firewall é um dispositivo de segurança da rede que informações pessoais, segredos comerciais ou usar a inter-
monitora o tráfego de rede de entrada e saída e decide per- net para fins de exploração ou maliciosos. Os criminosos
mitir ou bloquear tráfegos específicos de acordo com um também podem usar computadores para comunicação e
conjunto definido de regras de segurança. armazenamento de documentos ou dados. Os criminosos
que realizam essas atividades ilegais são frequentemente
100 Resposta: B chamados de hackers.
Primeiramente, contrariando as alternativas D e E pois
sim, é possível realizar o calculo desejado. A forma correta de 106 Resposta: A
fazer referência a uma planilha externa no Excel é colocando Devemos conectar a impressora ao computador por
o nome da mesma, depois o sinal de exclamação e, por fim, a meio de um cabo USB 2.0 ou um cabo conversor de porta
célula ou intervalo a ser utilizado. paralela serial para USB 2.0. Deduzimos que esta impres-
sora seja de um dos padrões mais comuns de conexão
101 Resposta: A de impressoras: USB, mais recente, ou paralela serial, não
Ransomware é um tipo de código malicioso que torna
especificada nas configurações do Notebook, além de ser
inacessíveis os dados armazenados em um equipamento, ge-
pouco comum em configurações padrão de notebooks. Em
ralmente usando criptografia, e que exige pagamento de res-
sendo USB 2.0 não ira influenciar no funcionamento da im-
gate (ransom) para restabelecer o acesso ao usuário.
pressora.
102 Resposta: C
Ao selecionarmos a opção No menu ,é 107 Resposta: Errado
possível criar uma nova pasta no local selecionado. Os dispositivos de entrada e saída podem ser dividi-
dos em um modo genérico como dispositivos de bloco e
103 Resposta: A caractere.
Um dispositivo de bloco armazena as informações em
: Aumentar em um ponto o tamanho da fonte; blocos de tamanho fixo, cada qual com seu endereço. Cada
bloco pode ser lido ou escrito de maneira independente
uns dos outros. Um dispositivo de bloco pode estar com
: Ativar estrutura de tópicos; um ponteiro em qualquer lugar e pode ser posicionado
para outro cilindro.
Dito isso, poderíamos responder à questão apenas
: Alinhar texto à direita; analisando os dispositivos citados:
CD-ROM – Só entrada (somente leitura).
PENDRIVE – Dispositivo de ENTRA/SAÍDA.
: Alterar o espaçamento entre linhas de texto. IMPRESSORA – Dispositivo de SAÍDA.

34
500 QUESTÕES DA CESPE

108 Resposta: Certo


O canal de acesso direto à memória (DMA - Direct Memory Access) é usado para realizar a transferência dos dados,
mas sem a execução dos dados pelo processador (CPU), que se encarrega apenas de iniciar ela. O DMA visa melhorar a
performance geral do micro, permitindo que os periféricos transmitam dados diretamente para a memória, poupando o
processador de mais esta tarefa.

109 Resposta: Errado


O dispositivo de caractere não utiliza estrutura de blocos nem posicionamento. No dispositivo de caractere ele recebe
um fluxo de caracteres, além de não ser endereçável. Sua comunicação é feita através do envio e recebimento de um fluxo
de caracteres. As operações não são bufferizadas, porque são enviadas em sequência, em fluxo. Um buffer é uma pequena
área de memória ultra -rápida usada para melhorar a velocidade de acesso a um determinado dispositivo. É encontrado
em HDs, gravadores de CD, modems.

110 Resposta: Errado


Para inserir uma fórmula no Excel é irrelevante o uso de letra maiúscula ou minúscula. Todavia, na barra de fórmulas
todo o conteúdo da célula será mostrado com letra maiúscula. A digitação de endereços de células em letras minúsculas
está correta, e o Excel apenas normatiza na fonte maiúsculas, os endereços existentes nas fórmulas.

111 Resposta: Errado


Apesar de estar certa quanto ao fato de afirmar qu realmente versões anteriores podem não executar adequadamente
alguns dos recursos de versões atuais, está errada por afirmar que não podemos salvar o arquivo como versões anteriores
pois mesmo nesse caso, algum recurso como quando você utiliza um recurso como o Equação (guia Inserir, grupo Símbo-
los), ao “salvar” como Apresentação do PowerPoint versão 97-2003 a equação “não” irá funcionar adequadamente (você
não poderá editá-la, por exemplo) e o usuário será advertido em relação a esta ocorrência. A equação será convertida em
uma imagem.
Utilizaremos a opção Arquivo/Salvar como/selecionar o tipo de salvamento.

112 Resposta: Certo

35
500 QUESTÕES DA CESPE

113 Resposta: Errado Quando você acessa um site usando cookies, você pode
O realce pode ser aplicado tanto a determinadas palavras, ser solicitado a preencher um formulário que fornece in-
clicando no botão do pincel denominado cor do realce do tex- formações pessoais; como seu nome, endereço de e-mail
to, no grupo Fonte (guia Página Inicial), como também pode e interesses. Esta informação é empacotada em um cookie
ser aplicado ao parágrafo inteiro onde o cursor estiver, clicando e enviada ao seu navegador da Web, que depois armazena
no botão da “tinta” do grupo Parágrafo (também na guia Pá- as informações para uso posterior. Na próxima vez que você
gina Inicial). acessar o mesmo site, seu navegador enviará o cookie para o
servidor da Web. A mensagem é enviada de volta ao servidor
114 Resposta: Certo sempre que o navegador solicita uma página do servidor.
Ao abrir o EXCEL 2013 pode ser visualizada a JANELA INI- No entanto, o usuário pode impedir que os cookies
CIAL que contém os modelos prontos do Excel e ao lado es- sejam armazenados em seu computador, através da opção
querdo os últimos arquivos abertos e os seus respectivos locais. “Bloquear todos os cookies”, ou definir os específicos.

120 Resposta: Errado


Não existe restrição quanto ao tamanho do arquivo na
hora de baixar por um gerenciador de download.
Através de um gerenciador podemos pausar, reiniciar,
deletar, alocar banda, etc.

121 Resposta: Errado


O arquivo estar com a propriedade oculto ativo não quer
dizer que ficou inexistente. Ele ainda está presente no com-
putador e com o mesmo tamanho e funções anteriores. Não
é exibido no Explorador de Arquivos (em sua configuração
padrão), sendo possível visualizar na listagem, caso se altere
as configurações de exibição.
115 Resposta: Errado
Nunca existiu este tipo de restrição nos sistemas operacio-
122 Resposta: Certo
nais Windows. Podemos, por exemplo, ter o Google Chrome,
Seguindo os passos da questão, teremos como opções
o Mozilla Firefox e o Internet Explorer instalados no mesmo
de PERMISSÕES:
computador com sistema Windows, fato mais comum do que
- Controle total;
parece. - Modificar;
- Ler & executar;
116 Resposta: Errado - Leitura;
Podemos personalizar de diversas maneiras a tela de logon - Gravar;
do Windows 8 (tela anterior à digitação de senha). Podemos, - Permissões especiais.
por exemplo, trocar imagem, inserir um slideshow ou ainda ter
notificações de aplicativos.

117 Resposta: Errado


Existem diversos aplicativos que realizam esta tarefa, po-
dendo citar como exemplo o aTube Catcher que, além desta,
realiza diversas outras tarefas relativas à extração de vídeos di-
retamente do youtube.

118 Resposta: Certo


Uma intranet é uma rede privada baseada em protocolos
TCP / IP, pertencente a uma organização, geralmente uma cor-
poração, acessível apenas pelos membros da organização, fun-
cionários ou outros com autorização. Os sites e aplicativos de
software da intranet aparecem e agem como qualquer outro,
mas o firewall que envolve uma intranet evita o acesso e o uso
não autorizados.

119 Resposta: Certo


COOKIES são pequenos arquivos de texto que são deixa-
dos no disco rígido do nosso computador pelos sites que visi-
tamos contendo informações sobre nossa preferência de nave-
gação. O objetivo principal de um cookie é identificar usuários
e, possivelmente, preparar páginas da Web personalizadas ou
salvar informações de login do site para você.

36
500 QUESTÕES DA CESPE

123 Resposta: Certo

124 Resposta: Errado


Requisitos mínimos para rodarmos o Windows 8, de
acordo com o suporte da Microsoft
- Processador. 1 GHz ou mais rápido com suporte a
PAE, NX e SSE2
- RAM. 1 GB (32 bits) ou 2 GB (64 bits) Clique em Definir como Padrão e defina o escopo das
- Espaço em disco. 16 GB (32 bits) ou 20 GB (64 bits) suas alterações:
- Placa gráfica. Dispositivo gráfico Microsoft DirectX 9 Selecione Somente este documento? se quiser que as
com driver WDDM alterações se apliquem somente ao documento atual.
Selecione Todos os documentos baseados no modelo
125 Resposta: Certo Normal.dotm?  se quiser que as alterações se apliquem a
Pressionar qualquer tecla é o bastante para passar para qualquer documento baseado no modelo Normal.
a tela de logon (onde se coloca o usuário e senha).

126 Resposta: Certo


Comece com um documento em branco ou, se o do-
cumento já contiver texto formatado com as propriedades
que você deseja usar, selecione esse texto.
Na guia Página Inicial, na Iniciador de Caixa de Diálo-
go Fonte, clique no grupo Fonte.

Clique em OK para aplicar suas alterações.


Observação: o atalho para acessarmos a opção fonte é Ctrl+D.

127 Resposta: Errado.


Podemos incluir sim dois usuários com um mesmo
e-mail no catálogo de endereços. Podemos citar como
Selecione as opções que você deseja aplicar à fonte exemplo um e-mail corporativo, utilizado por diversas pes-
padrão, como estilo e tamanho da fonte. Se você tiver sele- soas.
cionado o texto na etapa 1, as propriedades do texto sele-
cionado serão definidas na caixa de diálogo. 128 Resposta: Errado.
A ferramenta de pesquisa Google não tem caracterís-
tica CASE SENSITIVE, ou seja, não faz distinção entre letras
maiúsculas ou letras minúsculas. O ajuste, se necessário é
feito de forma automática.
O corretor ortográfico do Google padroniza automati-
camente para a escrita mais comum de uma palavra, mes-
mo que você não tenha digitado corretamente.

37
500 QUESTÕES DA CESPE

129 Resposta: Errado.


Os Worms são programas que geram cópias de si próprios em diversos locais num computador infectado. O objetivo
deste tipo de malware é por norma saturar os computadores e redes, impedindo o seu correto funcionamento. Ao contrário
dos vírus, os worms não infectam arquivos. Exploram vulnerabilidades das aplicações e das redes de comunicações para se
propagarem, e não necessitam de intervenção das vítimas para se executarem.
O principal objetivo dos worms é propagarem-se e infectar o maior número de computadores possível. Para tal, criam
cópias deles próprios nos computadores infectados, que se distribuem para outros computadores através de diversos canais
possíveis, destacando-se os e-mails, os programas de compartilhamento de arquivos por redes P2P e de instant messaging.

130 Resposta: Certo.


No Windows Explorer, caso pressionarmos a tecla SHIFT, poderemos selecionar simultaneamente os arquivos desejados.
Logo em seguida, clicando c/ o botão direito do mouse encontramos várias opções, tais como excluir ou imprimir.
O mesmo acontece pressionando a tecla “Ctrl” e selecionando quais arquivos desejas excluir ou imprimir.

131 Resposta: Errado.


Em relação à formulas no Excel:
; => e (esta “e” aquela)
: => até (desta “até” aquela)

132 Resposta: Errado.


Qualquer browser (navegador) permite a navegação na internet independente da forma que estiverem conectados.

133 Resposta: Certo.


Uma seção da exibição do computador em uma GUI - Graphical User Interface (Interface Gráfica do Usuário, em portu-
guês) - que mostra o programa atualmente em uso. O Windows permite que um usuário trabalhe com vários programas ou
visualize vários programas ao mesmo tempo. Quase todas as janelas permitem que você minimize e maximize, permitindo que
você esconda e visualize temporariamente um programa.

134 Resposta: Certo.


A Charm Bar do Windows 8 é, essencialmente, uma reformulação do “Menu Iniciar”, assim como da barra de tarefas. É
nela em que se localizam as “Charms”, funcionalidades fundamentais do novo sistema operacional da Microsoft, as quais são:
Iniciar (Start), Pesquisar (Search), Dispositivos (Devices), Configurações (Settings) e Compartilhar (Share).

38
500 QUESTÕES DA CESPE

Diferentemente do tradicional botão iniciar e da barra


de tarefas, a Charm Bar nem sempre está aparente na tela.
Ela é ativada por gestos - em telas sensíveis ao toque - pelo
atalho Windows + C ou pela passagem do cursor sobre os
cantos superior ou inferior, no lado direito da tela.

135 Resposta: Errado.


o usuário também pode manipular esse aquivos, para
alterar esta propriedade, basta acessar as Propriedades
do item desde que os torne visível, no menu Opções de
Pasta, guia modo de exibição. Podemos visualizar os que
possuem esta propriedade, basta alterar o modo de visua- Quando o ponteiro se transformar em um ícone de pincel,
lização da Opção de Pasta. clique e arraste para selecionar o texto ou o elemento gráfico
que deseja formatar e solte o botão do mouse.
136 Resposta: Certo.
Um firewall é um dispositivo de segurança da rede que
monitora o tráfego de rede de entrada e saída e decide
permitir ou bloquear tráfegos específicos de acordo com
um conjunto definido de regras de segurança. DICA :  Para copiar a formatação para mais de um item,
clique duas vezes no Pincel de Formatação em vez de clicar
137 Resposta: Certo uma vez. A formatação copiada será aplicada a todos os itens
O google disponibiliza um recurso chamado Google Li- em que você clicar, até que você pressione Esc.
vros (Google Books). No Google Livros, é possível ler livros
e revistas, fazer o download deles, citá-los e traduzi-los. Al- 139 Resposta: Errado.
No MS Excel, as referências absolutas são fixas e identifi-
guns livros são fornecidos pelos editores, enquanto outros
cadas pelo símbolo $.
são digitalizados como parte do Projeto Biblioteca.
Ler livros e revistas
140 Resposta: Certo.
Acesse o Google Livros.
FAT32 é o mais antigo dos dois formatos de unidade.
Pesquise por título, autor, ISBN ou palavras-chave.
FAT32 é a versão mais comum do sistema de arquivos FAT (File
Para pesquisar com filtros, faça uma pesquisa avançada.
Allocation Table) criado em 1977 pela Microsoft. Eventualmen-
Clique em um título. Você verá informações básicas, e
te encontrou seu caminho no PC-DOS do IBM PC em 1981
alguns ou todos os livros. e foi transferido para o MS-DOS quando isso se tornou um
produto autônomo. FAT tinha sido o formato padrão para dis-
138 Resposta: Certo. quetes e discos rígidos durante os anos do DOS e versões do
Use o Pincel de Formatação para copiar rapidamente Windows até e incluindo o Windows 8.
a formatação de um item em um documento para outro. NTFS (New Technology Files System) é o formato de uni-
Basta selecionar o item com a aparência desejada, clicar dade mais recente. A Microsoft introduziu o NTFS em 1993,
em Pincel de Formatação e clicar no item que você dese- como um componente do Windows NT 3.1 orientado a em-
ja alterar para que tenha a mesma aparência. O Pincel de presas e, em seguida, do Windows 2000, embora não se tor-
Formatação seleciona toda a formatação do primeiro item, nou comum em PCs de consumo até o Windows XP em 2001.
quer ele seja uma forma, uma célula, uma borda de ima- Windows 7 e 8 tem como padrão o formato NTFS.
gem ou um texto, e a aplica ao segundo item. As etapas e
as opções variam ligeiramente, dependendo do aplicativo Fontes:
que você usa. https://www.profissionaisti.com.br/2015/07/seguranca-da-in-
Selecione o texto ou gráfico com a formatação que de- formacao-confidencialidade-integridade-e-disponibilidade-cid/
seja copiar. https://cartilha.cert.br/criptografia/
Para copiar a formatação do texto, selecione um trecho https://www.cisco.com/c/pt_br/products/security/fire-
de um parágrafo. Para copiar a formatação do texto e do walls/what-is-a-firewall.html
parágrafo, selecione todo o parágrafo, inclusive a marca de http://www.devmedia.com.br/como-funcionam-os-dis-
parágrafo. positivos-de-entrada-e-saida/28275
Clique em Página Inicial e, no grupo Área de Transfe- https://support.microsoft.com/pt-br/help/12660/windo-
rência, clique em Pincel de Formatação. ws-8-system-requirements
https://support.office.com/pt-br/
https://www.pandasecurity.com/brazil/homeusers/se-
curity-info/classic-malware/worm/
http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/03/en-
tenda-charm-bar-do-windows-8.html
https://www.cisco.com/c/pt_br/products/security/fire-
walls/what-is-a-firewall.html

39
500 QUESTÕES DA CESPE

PROF. MA. BRUNA PINOTTI GARCIA. QUESTÃO 143


(CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais - Car-
Advogada e pesquisadora. Doutoranda em Direito, Esta- go 6) Considerando a legislação relativa à pessoa com defi-
do e Constituição pela Universidade de Brasília – UNB. Mes- ciência, assinale a opção correta.
tre em Teoria do Direito e do Estado pelo Centro Universitário a) Pessoas com deficiência têm direito a planos de saúde
Eurípides de Marília (UNIVEM) – bolsista CAPES. Professora específicos, que podem ter redução de cobertura em relação
de curso preparatório para concursos e universitária (Facul- aos demais clientes, desde que haja redução proporcional do
dade do Noroeste de Minas – FINOM). Autora de diversos preço.
trabalhos científicos publicados em revistas qualificadas, b) Os hotéis construídos antes da edição da Lei n.º
anais de eventos e livros, notadamente na área do direito 13.146/2015 têm o prazo de até dez anos para adotar todos
eletrônico, dos direitos humanos e do direito constitucional. os meios de acessibilidade estabelecidos na lei.
c) O princípio do desenho universal não é aplicável a ser-
viços, mas apenas a produtos e ambientes.
NOÇÕES DE DIREITO DA PESSOA COM d) A acessibilidade deve ser entendida não só como di-
DEFICIÊNCIA reito, mas também como princípio e garantia para o pleno
exercício de demais direitos.
e) Havendo vagas decorrentes de ação afirmativa, a pessoa
com deficiência deverá, necessariamente, concorrer pelas cotas.
QUESTÃO 141
(CESPE/2016 INSS - Analista do Seguro Social - Servi- R: D. Corroborando a afirmativa “d”, observa-se um dos
ço Social) No que se refere ao Estatuto da Pessoa com Defi- considerandos da Resolução Nº 230 de 22/06/2016 do CNJ:
ciência, julgue o seguinte item. “CONSIDERANDO que a acessibilidade foi reconhecida na
As escolas particulares podem cobrar dos estudantes Convenção como princípio e como direito, sendo também
com deficiência mensalidades com valores maiores que os considerada garantia para o pleno e efetivo exercício de de-
das mensalidades cobradas de estudantes sem deficiência. mais direitos”.
As demais assertivas estão incorretas: a “a” porque a co-
R: Errado. Nos termos do artigo 28, § 1º, Lei nº 13146/2015: bertura assegurada deve ser no mínimo a mesma assegura-
“Às instituições privadas, de qualquer nível e modalidade de da aos demais clientes (artigo 20, Lei nº 13.146/2015); a “b”
ensino, aplica-se obrigatoriamente o disposto nos incisos I, II, porque, desde logo, “os estabelecimentos já existentes deve-
III, V, VII, VIII, IX, X, XI, XII, XIII, XIV, XV, XVI, XVII e XVIII do caput rão disponibilizar, pelo menos, 10% (dez por cento) de seus
deste artigo, sendo vedada a cobrança de valores adicionais dormitórios acessíveis, garantida, no mínimo, 1 (uma) unidade
de qualquer natureza em suas mensalidades, anuidades e ma- acessível” (art. 45, §1º, Lei nº 13.146/2015); a “c” porque, de
trículas no cumprimento dessas determinações”. Não obstan- acordo com o art. 3º, II, do Estatuto, desenho universal é com-
te, vale ressaltar que a conduta de cobrar valores adicionais preendido como a “concepção de produtos, ambientes, pro-
devido à deficiência é crime previsto na Lei nº 7.853/1989: gramas e serviços a serem usados por todas as pessoas, sem
“Art. 8º Constitui crime punível com reclusão de 2 (dois) a 5 necessidade de adaptação ou de projeto específico, incluindo
(cinco) anos e multa: I - recusar, cobrar valores adicionais, sus- os recursos de tecnologia assistiva”; a “e” porque cabe à pes-
pender, procrastinar, cancelar ou fazer cessar inscrição de alu- soa com deficiência optar pelo gozo ou não das prerrogativas
no em estabelecimento de ensino de qualquer curso ou grau, que lhes são garantias, não havendo obrigatoriedade para
público ou privado, em razão de sua deficiência; [...]”. que usufruam as ações afirmativas, assim prevendo o artigo
4º, §2º do Estatuto: “a pessoa com deficiência não está obri-
QUESTÃO 142 gada à fruição de benefícios decorrentes de ação afirmativa”.
(CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le-
gislativo) Com relação aos direitos das pessoas com defi- QUESTÃO 144
ciência, julgue o item subsequente. (CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais - Car-
O trabalhador rural com deficiência tem direito a um am- go 3) Considerando o disposto na Lei n.º 13.146/2015 — Es-
biente de trabalho acessível, tendo as mesmas garantias que tatuto da Pessoa com Deficiência (EPD) —, assinale a opção
o trabalhador urbano com deficiência. correta.
a) Os planos e seguros privados de saúde podem cobrar
R: Certo. Nos termos da Lei nº 13.146/2015, a acessibili- valores diferenciados das pessoas com deficiência em razão
dade deve abranger tanto a zona urbana quanto a rural, con- da sua deficiência.
soante ao conceito do artigo 3º, I: “Art. 3º Para fins de aplica- b) Com a edição do EPD a incapacidade absoluta prevista
ção desta Lei, consideram-se: I - acessibilidade: possibilida- no Código Civil restringe-se aos menores de dezesseis anos
de e condição de alcance para utilização, com segurança e de idade.
autonomia, de espaços, mobiliários, equipamentos urbanos, c) É assegurado à pessoa com deficiência o direito de vo-
edificações, transportes, informação e comunicação, inclusi- tar e de ser votada, salvo na hipótese de curatela.
ve seus sistemas e tecnologias, bem como de outros serviços d) O EPD revogou a Lei n.º 7.853/1989, que dispunha so-
e instalações abertos ao público, de uso público ou privados bre o apoio às pessoas com deficiência.
de uso coletivo, tanto na zona urbana como na rural, por pes- e) A deficiência não afeta a plena capacidade civil da pes-
soa com deficiência ou com mobilidade reduzida”. soa, salvo a condição de adotante em processo de adoção.

40
500 QUESTÕES DA CESPE

R: B. A alternativa “b” está correta porque o artigo 4º de que é crime o óbice do acesso em razão da deficiência,
do Código Civil foi alterado pela Lei nº 13.146/2015, pas- mas nada impede a restrição mediante requisitos fixados
sando a prever que apenas o menor de 16 anos será con- em lei de forma objetiva e justificada (artigo 37, I, CF), por
siderado absolutamente incapaz. A alternativa “a” está in- exemplo, no caso de pessoa com deficiência pretendendo
correta, pois o artigo 23 da Lei nº 13.146/2015 veda expres- concorrer ao cargo de policial militar. A alternativa “b” está
samente todas as formas de discriminação contra a pessoa errada porque os núcleos típicos consistentes nos verbos
com deficiência, inclusive por meio de cobrança de valores praticar, induzir ou incitar se fazem presentes verbos que
diferenciados por planos e seguros privados de saúde, em não admitem fragmentação de conduta, logo, não pode
razão de sua condição. A alternativa “c” está incorreta por- ser aceita a tentativa. A alternativa “d” está errada porque
que o artigo 76, §1º do Estatuto da Pessoa com Deficiência a lei nada fala sobre o efetivo lucro em seu artigo 89. A al-
assegura à pessoa com deficiência a capacidade eleitoral ternativa “e” está errada porque a lei nada fala sobre a mo-
ativa e passiva, não impedindo o exercício caso esteja sob dalidade culposa e o crime culposo para existir deve estar
a proteção da curatela ou tomada de decisão apoiada. A expresso em lei, se não está expresso não se admite.
alternativa “d” está incorreta porque a Lei nº 7.853/1989
sofreu alterações pela Lei nº 13.146/2015, mas não foi re- QUESTÃO 146
vogada. A alternativa “e” está incorreta, pois o artigo 6º, VI (CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais -
da Lei nº 13.146/2015 é expresso em afirmar que a pessoa Cargo 6) A respeito dos direitos das pessoas com deficiên-
com deficiência poderá exercer a guarda, a tutela ou a ado- cia e dos conceitos estabelecidos pela legislação de regên-
ção como decorrência da capacidade civil. cia, assinale a opção correta.
a) A prioridade na aquisição de imóvel de programa
QUESTÃO 145 habitacional público é deferida à pessoa com deficiência
(CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais - sempre que signifique melhora de moradia, sem limite de
Cargo 3) Com relação aos crimes, às infrações administra- vezes.
tivas e às disposições finais e transitórias previstos no EPD, b) O serventuário da justiça que, no exercício de suas
assinale a opção correta. funções, tomar conhecimento de violação aos direitos de
a) Constitui crime a conduta de obstar o acesso da pessoa com deficiência deve remeter peças ao Ministério
pessoa com deficiência a cargo ou emprego público, ainda Público para as providências cabíveis.
que com base em critério restritivo e objetivo previamente c) O conceito de atendente pessoal abarca a prestação,
definido em lei. por enfermeiro, de serviço de enfermagem a pessoas com
b) Na tipificação da conduta de praticar, induzir ou in- deficiência.
citar discriminação de pessoa em razão da deficiência, é d) As ações e os serviços de saúde pública destinados à
admitida a tentativa. pessoa com deficiência devem assegurar atendimento psi-
c) O sujeito passivo dos crimes previstos no EPD é sem- cológico também a seus familiares.
pre a pessoa com deficiência. e) A isenção do imposto de renda é um dos benefícios
d) Para a consumação do crime de desviar bens da pes- reservados à pessoa com deficiência, não se estendendo a
soa com deficiência, exige-se o efetivo lucro do agente. seu acompanhante.
e) Admitem-se tanto a modalidade dolosa quanto a
culposa no caso do delito de abandono da pessoa com de- R: D. A assertiva “d” está correta porque, entre as ações
ficiência, que é crime permanente. de saúde, o art. 18, § 4º, V do Estatuto assegura atendimen-
to psicológico, inclusive para seus familiares e atendentes
R: C. Observe os crimes previstos no Estatuto da Pessoa pessoais: “atendimento psicológico, inclusive para seus fa-
com Deficiência: “Art. 88. Praticar, induzir ou incitar discri- miliares e atendentes pessoais”. A alternativa “a” está erra-
minação de pessoa em razão de sua deficiência: [...]. Art. da porque há um limite percentual para destinação de uni-
89. Apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão, dades prioritárias às pessoas com deficiência no importe
benefícios, remuneração ou qualquer outro rendimento de 3%, conforme prevê o artigo 32, I, da Lei nº 13.165/2015.
de pessoa com deficiência: [...]. Art. 90. Abandonar pessoa A alternativa “b” está errada porque nesta circunstância o
com deficiência em hospitais, casas de saúde, entidades de servidor deve se reportar ao magistrado que, se for o caso,
abrigamento ou congêneres: [...]. Art. 91. Reter ou utilizar remeterá as cópias ao Ministério Público, conforme esta-
cartão magnético, qualquer meio eletrônico ou documen- belece o art. 7º, parágrafo único, da Lei 13.146/2015. A al-
to de pessoa com deficiência destinados ao recebimento ternativa “c” está errada porque assim prevê o artigo 3º, XII
de benefícios, proventos, pensões ou remuneração ou à da Lei 13.146/2015: “atendente pessoal: pessoa, membro
realização de operações financeiras, com o fim de obter ou não da família, que, com ou sem remuneração, assiste
vantagem indevida para si ou para outrem: [...]”. Todos eles ou presta cuidados básicos e essenciais à pessoa com defi-
expressamente se referem à pessoa com deficiência, o que ciência no exercício de suas atividades diárias, EXCLUÍDAS
significa que ela sempre será vítima, ou sujeito passivo, dos AS TÉCNICAS OU OS PROCEDIMENTOS IDENTIFICADOS
crimes ali tipificados. Por eliminação, é possível notar que COM PROFISSÕES LEGALMENTE ESTABELECIDAS”. A alter-
as demais assertivas estão todas incorretas. A alternativa nativa “e” está errada porque quanto ao imposto de renda
“a” está errada porque é possível interpretar o artigo 98 temos a prioridade de restituição conforme se extrai do art.
do Estatuto, que alterou a Lei nº 7.853/1989, no sentido 9º, VII, não a isenção.

41
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 147 QUESTÃO 149


(CESPE/2017 - SEDF - Monitor de Gestão Educacio- (CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Controle Exter-
nal) Nas duas últimas décadas, o Brasil tornou-se signa- no - Auditoria de Contas Públicas) Acerca da organização
tário de declarações que ratificam o direito ao acesso, à da seguridade social, julgue o item que se segue.
permanência, à aprendizagem e à gestão participativa das Pessoa com deficiência que não disponha de renda
pessoas com deficiência na escola e na sociedade. A posi- para prover suas necessidades terá direito a benefício as-
ção brasileira se afirma como uma política pública proposi- sistencial mesmo que não tenha contribuído para a segu-
tiva e possibilita uma sociedade mais inclusiva. ridade social.
Com referência aos dispositivos das Leis n.º 10.048/2000
e n.º 10.098/2000 e do Decreto-lei n.º 5.296/2004, julgue R: Certo. A seguridade social se sustenta em três pila-
o item a seguir, a respeito da acessibilidade para pessoas res: Previdência Social, Assistência Social e Saúde. O único
com deficiência. desses regimes de cariz contributiva é o regime previden-
Somente mediante solicitação dos interessados, os se- ciário, podendo a saúde ser utilizada por qualquer pessoa e
máforos para pedestres serão instalados com mecanismo a assistência por aqueles sujeitos à situação de desamparo
que sirva de guia ou de orientação para a travessia de pes- social. A pessoa com deficiência tem direito ao BPC - Be-
soa com deficiência visual ou com mobilidade reduzida. nefício de Prestação Continuada, que tem fulcro no artigo
203, CF: “A assistência social será prestada a quem dela ne-
R: Errado. Preconiza a Lei nº 10.098/2000 em seu artigo cessitar, independentemente de contribuição à seguridade
9º: “Os semáforos para pedestres instalados nas vias pú- social, e tem por objetivos: [...] a garantia de um salário
blicas deverão estar equipados com mecanismo que emita mínimo de benefício mensal à pessoa portadora de defi-
sinal sonoro suave, intermitente e sem estridência, ou com ciência e ao idoso que comprovem não possuir meios de
mecanismo alternativo, que sirva de guia ou orientação prover à própria manutenção ou de tê-la provida por sua
para a travessia de pessoas portadoras de deficiência vi- família, conforme dispuser a lei”.
sual, se a intensidade do fluxo de veículos e a periculosida-
de da via assim determinarem”. O erro da questão esta em
QUESTÃO 150
afirmar que os semáforos serão instalados somente me-
(CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais -
diante solicitação dos interessados.
Cargo 6) A Resolução CNJ n.º 230/2016:
a) representou inovação do CNJ, com base na Cons-
QUESTÃO 148
tituição Federal de 1988 e em convenção internacional, já
(CESPE/2017 - SEDF - Monitor de Gestão Educacio-
que antecipou-se à legislação específica relativa à inclusão
nal) Nas duas últimas décadas, o Brasil tornou-se signa-
da pessoa com deficiência.
tário de declarações que ratificam o direito ao acesso, à
b) foi editada com base em decisões administrativas
permanência, à aprendizagem e à gestão participativa das
pessoas com deficiência na escola e na sociedade. A posi- do próprio CNJ que atribuíram à Convenção Internacional
ção brasileira se afirma como uma política pública proposi- sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência o status de
tiva e possibilita uma sociedade mais inclusiva. emenda constitucional.
Com referência aos dispositivos das Leis nº 10.048/2000 c) estabeleceu prazo para os tribunais criarem as cha-
e nº 10.098/2000 e do Decreto-lei n.º 5.296/2004, julgue madas comissões permanentes de acessibilidade e inclu-
o item a seguir, a respeito da acessibilidade para pessoas são, que devem ser interdisciplinares e integradas por ser-
com deficiência. vidores e magistrados com e sem deficiência.
As infrações ao disposto na lei que dá prioridade de d) foi o primeiro ato normativo do CNJ a tratar de aces-
atendimento às pessoas portadoras de deficiência impli- sibilidade nos órgãos do Poder Judiciário.
cam penalidades e multas de acordo com as especificida- e) visa orientar os juízes eleitorais quanto à escolha dos
des dos seus responsáveis. locais de votação, de maneira a garantir acessibilidade para
o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida.
R: Certo. A Lei nº 10.048/2000 prevê em seu artigo 6º:
“A infração ao disposto nesta Lei sujeitará os responsáveis: I R: C. Prevê o artigo 10 da Resolução CNJ nº 230/2016:
– no caso de servidor ou de chefia responsável pela reparti- “Art. 10. Serão instituídas por cada Tribunal, no prazo máxi-
ção pública, às penalidades previstas na legislação específi- mo de 45 (quarenta e cinco) dias, Comissões Permanentes
ca; II – no caso de empresas concessionárias de serviço pú- de Acessibilidade e Inclusão, com caráter multidisciplinar,
blico, a multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) a R$ 2.500,00 com participação de magistrados e servidores, com e sem
(dois mil e quinhentos reais), por veículos sem as condições deficiência, objetivando que essas Comissões fiscalizem,
previstas nos arts. 3o e 5o; III – no caso das instituições fi- planejem, elaborem e acompanhem os projetos arquitetô-
nanceiras, às penalidades previstas no art. 44, incisos I, II e nicos de acessibilidade e projetos “pedagógicos” de treina-
III, da Lei no 4.595, de 31 de dezembro de 1964”. mento e capacitação dos profissionais e funcionários que
trabalhem com as pessoas com deficiência, com fixação
de metas anuais, direcionados à promoção da acessibili-
dade para pessoas com deficiência”. A letra “a” está erra-
da porque a Resolução CNJ nº 230/2016 constitui regula-

42
500 QUESTÕES DA CESPE

mentação a partir da edição da legislação específica sobre QUESTÃO 152


a matéria, no caso da Lei nº 13.146/2015, de modo que (CESPE/2017 - SEDF - Monitor de Gestão Educacio-
não se antecipou à legislação. A letra “b” está errada pois nal) Nas duas últimas décadas, o Brasil tornou-se signatário
a resolução foi editada a partir de um conjunto extenso de declarações que ratificam o direito ao acesso, à perma-
de normas internas e internacionais de proteção à pessoa nência, à aprendizagem e à gestão participativa das pessoas
com deficiência. A letra “d” está errada pois existem docu- com deficiência na escola e na sociedade. A posição brasileira
mentos anteriores a tratar da temática no âmbito do CNJ, se afirma como uma política pública propositiva e possibilita
a exemplo da Resolução CNJ nº 27/2009. A letra “e” está uma sociedade mais inclusiva.
errada porque a Resolução não estabelece normas relativas Com referência aos dispositivos das Leis nº 10.048/2000
à escolha de locais de votação. e nº 10.098/2000 e do Decreto-lei nº 5.296/2004, julgue o
item a seguir, a respeito da acessibilidade para pessoas com
QUESTÃO 151 deficiência.
(CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais - Conforme definição legal, barreira é necessariamente
Cargo 3) À luz da Resolução CNJ nº 230/2016, que orienta uma barreira física, isto é, consiste em um entrave ou obstá-
a adequação das atividades dos órgãos do Poder Judiciário culo que impeça a participação social da pessoa bem como
e seus serviços auxiliares ao EPD, assinale a opção correta. a sua liberdade de movimento e o acesso à informação e
a) É garantido à pessoa com deficiência o acesso aos circulação com segurança; se retirados esses impasses físicos,
atos processuais de seu interesse, desde que presente seu os direitos da pessoa ficam assegurados.
advogado.
b) Os tribunais devem instituir comissões permanentes R: Errado. As barreiras podem ter natureza física, mas
de acessibilidade e inclusão compostas integralmente por também podem ter naturezas diversas, conforme se de-
magistrados e servidores com deficiência. preende do artigo 3ª, IV, Lei nº 13.146/2015: “barreiras: qual-
c) Cada órgão do Poder Judiciário deve dispor de um quer entrave, obstáculo, atitude ou comportamento que li-
percentual mínimo de servidores, funcionários e terceiri- mite ou impeça a participação social da pessoa, bem como o
zados capacitados para o uso e a interpretação de LIBRAS. gozo, a fruição e o exercício de seus direitos à acessibilidade,
d) Se o órgão judiciário estipular o regime de home à liberdade de movimento e de expressão, à comunicação,
office aos seus servidores, aqueles com mobilidade com- ao acesso à informação, à compreensão, à circulação com
prometida concorrerão em igualdade de condições com os segurança, entre outros, classificadas em: a) barreiras urba-
demais. nísticas: as existentes nas vias e nos espaços públicos e priva-
e) O servidor que, tendo tomado conhecimento de al- dos abertos ao público ou de uso coletivo; b) barreiras arqui-
tetônicas: as existentes nos edifícios públicos e privados; c)
guma conduta discriminatória praticada por outro servidor
barreiras nos transportes: as existentes nos sistemas e meios
por motivo de deficiência, não comunicar o fato à autorida-
de transportes; d) barreiras nas comunicações e na informa-
de competente incorrerá em pena de suspensão.
ção: qualquer entrave, obstáculo, atitude ou comportamento
que dificulte ou impossibilite a expressão ou o recebimento
R: C. Assim prevê o artigo 4º, §2º da Resolução: “Cada
de mensagens e de informações por intermédio de sistemas
órgão do Poder Judiciário deverá dispor de, pelo menos,
de comunicação e de tecnologia da informação; e) barreiras
5% de servidores, funcionários e terceirizados capacitados
atitudinais: atitudes ou comportamentos que impeçam ou
para o uso e interpretação de Libras”. A alternativa “a” está prejudiquem a participação social da pessoa com deficiência
incorreta porque nos termos do art. 7º, §2º da resolução em igualdade de condições e oportunidades com as demais
“a pessoa com deficiência tem garantido o acesso ao con- pessoas; f) barreiras tecnológicas: as que dificultam ou im-
teúdo de todos os atos processuais de seu interesse, in- pedem o acesso da pessoa com deficiência às tecnologias”.
clusive no exercício da advocacia”, isto é, não é obrigatória
a presença de advogado. A alternativa “b” está incorreta QUESTÃO 153
porque a composição é mista, nos termos do artigo 10º da (CESPE/2017 - TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Ní-
Resolução: “[...] Comissões Permanentes de Acessibilidade vel Médio) Rafael, técnico judiciário de determinado tribunal
e Inclusão com caráter multidisciplinar, com participação regional eleitoral e ocupante de função comissionada, discri-
de magistrados e servidores COM E SEM DEFICIÊNCIA [...]” minou, no uso de suas atribuições, pessoa com deficiência
A alternativa “d” está incorreta porque o art. 26 da Resolu- auditiva, porque esta compareceu ao tribunal sem acompa-
ção assegura prioridade ao servidor com deficiência: “Se nhante que interpretasse a linguagem dos sinais, ainda que
o órgão possibilitar aos seus servidores a realização de ciente da existência de norma que obriga o órgão a possuir
trabalho por meio de sistema home office, dever-se-á dar servidor capacitado para uso e interpretação de LIBRAS.
prioridade aos servidores com mobilidade comprometida Nessa situação hipotética, Rafael estará sujeito à penali-
que manifestem interesse na utilização desse sistema”. A dade administrativa de
alternativa “e” está incorreta porque a pena aplicada nesta a) destituição da função.
situação é de advertência (art. 33, §1º, Resolução CNJ nº b) advertência.
230/2016). c) suspensão.
d) demissão.
e) repreensão.

43
500 QUESTÕES DA CESPE

R: B. Assim prevê a Resolução CNJ nº 230/2016: “Art. 33. R: C. Após o Estatuto, assim passou a prever o Código Civil
Incorre em pena de ADVERTÊNCIA o servidor, terceirizado em seu art. 1.783-A: A tomada de decisão apoiada é o processo
ou o serventuário extrajudicial que: [...] III – no exercício das pelo qual a pessoa com deficiência elege pelo menos 2 (duas)
suas atribuições, tenha qualquer outra espécie de atitude pessoas idôneas, com as quais mantenha vínculos e que gozem
discriminatória por motivo de deficiência ou descumpra de sua confiança, para prestar-lhe apoio na tomada de decisão
qualquer dos termos desta Resolução”. sobre atos da vida civil, fornecendo-lhes os elementos e infor-
mações necessários para que possa exercer sua capacidade”.
QUESTÃO 154
(CESPE/2017 - TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Ní- QUESTÃO 156
vel Médio) Ao estabelecer condições de alcance para pes- (CESPE/2016 - INSS - Analista do Seguro Social - Ser-
soa com deficiência ou com mobilidade reduzida utilizar, viço Social) No que se refere ao Estatuto da Pessoa com Defi-
com segurança e autonomia, espaços, mobiliários, equi- ciência, julgue o seguinte item.
pamentos urbanos, edificações, transportes, informação e A pessoa com deficiência tem o direito de receber cobran-
comunicação, inclusive seus sistemas e tecnologias, bem ças de tributos de forma acessível, independentemente de so-
como outros serviços e instalações abertos ao público, licitação.
de uso coletivo público ou privado, tanto na zona urbana
quanto na rural, a legislação garante a pessoas nessa situa- R: Errado. O artigo 62 do Estatuto da Pessoa com Defi-
ção o direito à ciência fiza a obrigatoriedade da solicitação: “É assegurado à
a) funcionalidade. pessoa com deficiência, mediante solicitação, o recebimento
b) adaptação. de contas, boletos, recibos, extratos e cobranças de tributos
c) inclusão. em formato acessível”.
d) mobilidade.
e) acessibilidade. QUESTÃO 157
(CESPE/2016 - FUB - Tradutor e Intérprete de Lingua-
R: E. Nos termos da Lei nº 13.146/2015, a acessibili- gem de Sinais) Conforme a Convenção Interamericana para
a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as
dade deve abranger tanto a zona urbana quanto a rural,
Pessoas Portadoras de Deficiência, as pessoas com deficiência
consoante ao conceito do artigo 3º, I: “Art. 3º Para fins de
têm os mesmos direitos humanos e liberdades fundamentais
aplicação desta Lei, consideram-se: I - acessibilidade: pos-
que outras pessoas, e esses direitos, incluído o de não serem
sibilidade e condição de alcance para utilização, com segu-
submetidas à discriminação devido à deficiência, emanam da
rança e autonomia, de espaços, mobiliários, equipamentos
dignidade e da igualdade inerentes a todo ser humano. Con-
urbanos, edificações, transportes, informação e comunica-
siderando essas informações, julgue o próximo item, relativo à
ção, inclusive seus sistemas e tecnologias, bem como de referida convenção.
outros serviços e instalações abertos ao público, de uso Tal convenção prevê a adoção, pelos Estados-parte, de
público ou privados de uso coletivo, tanto na zona urbana medidas de caráter meramente legislativo para a eliminação
como na rural, por pessoa com deficiência ou com mobili- da discriminação contra as pessoas com deficiência.
dade reduzida”.
R: Errado. A Convenção fixa entre as obrigações gerais
QUESTÃO 155 descritas em seu artigo 4º o seguinte: “1. Os Estados Partes
(CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais - se comprometem a assegurar e promover o pleno exercício
Cargo 3) Acerca do instituto da tomada de decisão apoia- de todos os direitos humanos e liberdades fundamentais por
da, assinale a opção correta. todas as pessoas com deficiência, sem qualquer tipo de discri-
a) Não é possível ao juiz designar apoiadores em subs- minação por causa de sua deficiência. Para tanto, os Estados
tituição àqueles indicados. Partes se comprometem a: a) Adotar todas as medidas legisla-
b) A curatela não pode substituir a tomada de decisão tivas, administrativas e de qualquer outra natureza, necessárias
apoiada, ainda que ocorra planejamento pessoal do bene- para a realização dos direitos reconhecidos na presente Con-
ficiário nesse sentido. venção; [...]”. Logo, as medidas não são meramente legislativas,
c) O beneficiário desse instituto conserva sua capacida- mas também administrativas e de qualquer outra natureza.
de de autodeterminação em relação aos atos da vida civil,
salvo aqueles previstos no acordo de tomada de decisão QUESTÃO 158
apoiada. (CESPE/2016 - FUB - Tradutor e Intérprete de Lingua-
d) Tal instituto é aplicável aos casos de pessoas com gem de Sinais) Conforme a Convenção Interamericana para
deficiência que se enquadrem no conceito de relativamen- a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as
te incapazes. Pessoas Portadoras de Deficiência, as pessoas com deficiência
e) A decisão tomada por pessoa apoiada é válida con- têm os mesmos direitos humanos e liberdades fundamentais
tra terceiros, com restrições, ainda que não figure nos limi- que outras pessoas, e esses direitos, incluído o de não serem
tes do acordo. submetidas à discriminação devido à deficiência, emanam da
dignidade e da igualdade inerentes a todo ser humano. Con-
siderando essas informações, julgue o próximo item, relativo à
referida convenção.

44
500 QUESTÕES DA CESPE

A convenção prevê que os Estados trabalhem priorita- QUESTÃO 161


riamente na prevenção de todas as formas de deficiência (CESPE/2016 - TCE-PA - Auditor de Controle Externo
passíveis de prevenir, assim como na detecção e interven- - Área Fiscalização - Arquitetura) A respeito de mobiliário
ção precoce, no tratamento, na reabilitação, na educação, urbano, julgue o seguinte item.
na formação ocupacional e na prestação de serviços com- No mínimo dez por cento do total das vagas de áreas de
pletos, para garantir o melhor nível de independência e estacionamento de veículos localizadas em vias ou espaços
qualidade de vida às pessoas com deficiência. públicos devem ser reservados para veículos que transportem
pessoas portadoras de deficiência.
R: Certo. Assim está previsto no artigo III, 2, “a” e “b”
da Convenção: “2. Trabalhar prioritariamente nas seguintes R: Errado. Conforme o §1º do artigo 46 do Estatuto da Pes-
áreas: a) prevenção de todas as formas de deficiência pre- soa com Deficiência, “as vagas a que se refere o caput deste ar-
veníveis; b) detecção e intervenção precoce, tratamento, tigo devem equivaler a 2% (dois por cento) do total, garantida,
reabilitação, educação, formação ocupacional e prestação no mínimo, 1 (uma) vaga devidamente sinalizada e com as es-
de serviços completos para garantir o melhor nível de inde- pecificações de desenho e traçado de acordo com as normas
pendência e qualidade de vida para as pessoas portadoras técnicas vigentes de acessibilidade”.
de deficiência; e [...]”.
QUESTÃO 162
QUESTÃO 159 (CESPE/2016 - TCE-PA - Auditor de Controle Externo
(CESPE/2016 - FUNPRESP-JUD - Assistente - Pre- - Área Fiscalização - Arquitetura) A respeito de mobiliário
videncial) Com base na Lei n.º 10.048/2000, na Lei n.º urbano, julgue o seguinte item.
10.098/2000 e no Decreto n.º 5.296/2004, que regem o Os semáforos para pedestre instalados em vias públicas
atendimento prioritário e promovem a acessibilidade das de grande circulação devem ser equipados com mecanismos
pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, jul- que emitam sinal de alta intensidade sonora para orientar pes-
gue o item seguinte. soas com deficiência visual ou baixa visão.
São consideradas pessoas com deficiência mental as
que, em qualquer momento de suas vidas, manifestam fun- R: Errado. Preconiza a Lei nº 10.098/2000 em seu artigo
cionamento intelectual significativamente inferior à média. 9º: “Os semáforos para pedestres instalados nas vias públicas
deverão estar equipados com mecanismo que emita sinal so-
R: Errado. O Decreto nº 5.296/2004 conceitua em seu noro suave, intermitente e sem estridência, ou com mecanis-
art. 5º, § 1º, I, “d”: “Considera-se, para os efeitos deste De- mo alternativo, que sirva de guia ou orientação para a travessia
creto: I - pessoa portadora de deficiência, além daquelas de pessoas portadoras de deficiência visual, se a intensidade
previstas na Lei 10.690, de 16 de junho de 2003, a que do fluxo de veículos e a periculosidade da via assim determi-
possui limitação ou incapacidade para o desempenho de narem”.
atividade e se enquadra nas seguintes categorias: [...] d)
deficiência mental: funcionamento intelectual significativa- QUESTÃO 163
mente inferior à média, com manifestação antes dos de- (CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Somen-
zoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de te para os cargos 10 e 13)
habilidades adaptativas, tais como: [...]” Com base nas disposições da Lei nº 8.112/1990, julgue o
item seguinte, a respeito de provimento de vagas no serviço
QUESTÃO 160 público e direitos e vantagens do servidor público.
(CESPE/2016 - TCE-PA - Auditor de Controle Exter- Nos concursos para provimento de vagas no serviço pú-
no - Área Administrativa - Arquitetura) A respeito das blico, no mínimo, 25% das vagas oferecidas são reservadas às
normas de acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços pessoas portadoras de deficiência.
e equipamentos urbanos estabelecidas na NBR 9050:2015,
julgue o próximo item. R: Errado. Prevê o art. 5°, § 2º da Lei nº 8.112/1990: “Às
Os sanitários para portadores de deficiência em espa- pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se
ços públicos devem possuir entrada independente, para inscrever em concurso público para provimento de cargo cujas
que a pessoa com deficiência possa utilizar a instalação sa- atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são
nitária acompanhada, caso seja necessário, de uma pessoa portadoras; para tais pessoas serão reservadas até 20% (vinte
do sexo oposto. por cento) das vagas oferecidas no concurso”.

R: Certo. Prevê assim a NBR 9050:2015: “7.4.2 Os sani- QUESTÃO 164


tários, banheiros e vestiários acessíveis devem possuir en- (CESPE/2016 - FUB - Tradutor e Intérprete de Lingua-
trada independente, de modo a possibilitar que a pessoa gem de Sinais) Com base no disposto na Constituição Fe-
com deficiência possa utilizar a instalação sanitária acom- deral de 1988 (CF) acerca da educação, julgue o item a seguir.
panhada de uma pessoa do sexo oposto”. Taxas podem ser cobradas das pessoas com deficiência
matriculadas em estabelecimentos de ensino público oficiais
caso o Estado não tenha condições de disponibilizar material
necessário à sua inclusão total.

45
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Errado. O Estado tem dever de providenciar educação QUESTÃO 168


gratuita às pessoas com deficiência, conforme dever escul- (CESPE/2015 - FUB - Tradutor e Interprete de Lin-
pido no art. 208, III, CF: “O dever do Estado com a educação guagem de Sinais) No que se refere à inclusão e à acessibi-
será efetivado mediante a garantia de: [...] III - atendimento lidade das pessoas com deficiência, julgue o seguinte item.
educacional especializado aos portadores de deficiência, pre- Embora esteja previsto, na Constituição Federal (CF),
ferencialmente na rede regular de ensino”. que a educação deverá ser ofertada em igualdade de con-
dições para garantir o acesso e a permanência de todos os
QUESTÃO 165 cidadãos na escola, não está prevista, na Carta Magna, a
(CESPE/2016 - FUB - Tradutor e Intérprete de Lingua- garantia de atendimento educacional diferenciado para as
gem de Sinais) Com base no disposto na Lei nº 10.098/2000, pessoas com deficiência.
julgue o item que se segue.
A previsão referente à adoção de medidas técnicas pelos R: Errado. A Constituição prevê o dever estatal de pro-
serviços de radiodifusão sonora e de sons e imagens restrin- videnciar educação gratuita às pessoas com deficiência,
ge-se à garantia do uso da legenda para viabilizar o acesso conforme dever esculpido no art. 208, III, CF: “O dever do
das pessoas com deficiência auditiva à informação. Estado com a educação será efetivado mediante a garantia
de: [...] III - atendimento educacional especializado aos por-
R: Errado. O art. 19 da Lei nº 10.098/2000 prevê: “Os ser- tadores de deficiência, preferencialmente na rede regular de
viços de radiodifusão sonora e de sons e imagens adotarão ensino”.
plano de medidas técnicas com o objetivo de permitir o uso
da linguagem de sinais ou outra subtitulação, para garantir QUESTÃO 169
o direito de acesso à informação às pessoas portadoras de (CESPE/2015 - STJ - Analista Judiciário - Serviço So-
deficiência auditiva, na forma e no prazo previstos em regu- cial) Com base na regulamentação e nas diretrizes das polí-
lamento”. ticas sociais, julgue o próximo item.
Apesar dos avanços no âmbito da legislação no sen-
QUESTÃO 166
tido de que sejam implementadas ações de inclusão das
(CESPE/2016 - FUB - Tradutor e Intérprete de Lingua-
pessoas com deficiência, ainda é necessário que se regula-
gem de Sinais) Com base no disposto na Lei nº 10.098/2000,
mente a garantia de um sistema educacional inclusivo para
julgue o item que se segue.
esse segmento.
Conforme a referida lei, o poder público deve imple-
mentar a formação de profissionais intérpretes de escrita em
R: Errado. A disciplina constitucional está regulada pela
braille, de língua de sinais e de guias-intérpretes para facilitar
qualquer tipo de comunicação direta à pessoa com deficiên- Lei nº 13.146/2015, que institui a Lei Brasileira de Inclusão
cia sensorial e com dificuldade de comunicação. da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Defi-
ciência).
R: Certo. O art. 18 da Lei nº 10.098/2000 prevê: “O Poder
Público implementará a formação de profissionais intérpretes QUESTÃO 170
de escrita em braile, linguagem de sinais e de guias-intérpre- (CESPE/2015 - MPOG - Arquiteto - Cargo 14) Julgue
tes, para facilitar qualquer tipo de comunicação direta à pes- o item que se segue, relativo ao conceito de desenho uni-
soa portadora de deficiência sensorial e com dificuldade de versal.
comunicação”. O conceito de desenho universal restringe-se às pes-
soas que devem legalmente ser atendidas pelas normas de
QUESTÃO 167 acessibilidade, independentemente do tipo de deficiência.
(CESPE/2016 - FUNPRESP-JUD - Assistente - Previden-
cial) Com base na Lei nº 10.048/2000, na Lei nº 10.098/2000 e R: Errado. O conceito de desenho universal é mais
no Decreto nº 5.296/2004, que regem o atendimento prioritá- abrangente, devendo permitir acesso a todas pessoas, con-
rio e promovem a acessibilidade das pessoas com deficiência forme o artigo 3º, II do Estatuto da Pessoa com Deficiência:
ou com mobilidade reduzida, julgue o item seguinte. “ II - desenho universal: concepção de produtos, ambientes,
Idosos, gestantes, lactantes, pessoas com crianças de colo programas e serviços a serem usados por todas as pessoas,
e obesos são considerados pessoas com mobilidade reduzida sem necessidade de adaptação ou de projeto específico, in-
porque apresentam dificuldades de movimentação, perma- cluindo os recursos de tecnologia assistiva”.
nente ou temporária, que geram redução efetiva da mobilida-
de, da flexibilidade, da coordenação motora ou da percepção. QUESTÃO 171
(CESPE/2015 - FUB - Tradutor e Interprete de Lin-
R: Certo. O Estatuto da Pessoa com Deficiência conceitua guagem de Sinais) Com base no que dispõe o Decreto nº
em seu art. 3º, IX: “pessoa com mobilidade reduzida: aquela 7.611/2011, julgue o item subsequente.
que tenha, por qualquer motivo, dificuldade de movimenta- Cabe à União oferecer apoio técnico e financeiro aos
ção, permanente ou temporária, gerando redução efetiva da sistemas públicos de ensino dos estados, dos municípios
mobilidade, da flexibilidade, da coordenação motora ou da e do Distrito Federal de modo a viabilizar a ampliação do
percepção, incluindo idoso, gestante, lactante, pessoa com atendimento educacional especializado ofertado às pessoas
criança de colo e obeso”. com deficiência.

46
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Certo. O Decreto nº 7.611/2011 prevê em seu art. 5º: R: Certo. Neste sentido preceitua o art. 208, III da CF:
“A União prestará apoio técnico e financeiro aos sistemas pú- “Art. 208. O dever do Estado com a educação será efetiva-
blicos de ensino dos Estados, Municípios e Distrito Federal, do mediante garantia de: [...] III - atendimento educacional
e a instituições comunitárias, confessionais ou filantrópicas especializado aos portadores de deficiência, preferencial-
sem fins lucrativos, com a finalidade de ampliar a oferta do mente na rede regular de ensino”. A regra é repetida no art.
atendimento educacional especializado aos estudantes com 54 do Estatuto da Criança e do Adolescente: “Art. 54. É de-
deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas ver do Estado assegurar à criança e ao adolescente: [...] III -
habilidades ou superdotação, matriculados na rede pública atendimento educacional especializado aos portadores de
de ensino regular”. deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino”.

QUESTÃO 172 QUESTÃO 175


(CESPE/2015 - FUB - Tradutor e Interprete de Lingua- (CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le-
gem de Sinais) Com referência à Convenção Interamericana gislativo) Com relação aos direitos das pessoas com defi-
para a Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra ciência, julgue o item subsequente.
as Pessoas Portadoras de Deficiência (Convenção de Guate- À pessoa com deficiência é garantido apoio para a for-
mala), julgue o próximo item. mação profissional em cursos regulares e para a perma-
A Convenção da Guatemala serviu como referência para a nência em empregos de meio período.
elaboração do texto da Política Nacional da Educação Especial
na Perspectiva da Educação Inclusiva. R: Certo. Assim prevê a Lei nº 7853/1989: “Art. 2º Ao
Poder Público e seus órgãos cabe assegurar às pessoas
R: Certo. A Convenção interamericana para a eliminação portadoras de deficiência o pleno exercício de seus direitos
de todas as formas de discriminação contra as pessoas porta- básicos, inclusive dos direitos à educação, à saúde, ao tra-
doras de deficiência, foi aprovada em 7 de junho de 1999, na balho, ao lazer, à previdência social, ao amparo à infância
Guatemala. A Convenção esclarecia sobre o fato de não consti- e à maternidade, e de outros que, decorrentes da Consti-
tuir discriminação a diferenciação ou preferência adotada para
tuição e das leis, propiciem seu bem-estar pessoal, social
promover a integração social ou o desenvolvimento das pes-
e econômico. Parágrafo único. Para o fim estabelecido no
soas com deficiência, desde que a diferenciação ou preferência
caput deste artigo, os órgãos e entidades da administra-
não limite em si mesma o direito à igualdade dessas pessoas e
ção direta e indireta devem dispensar, no âmbito de sua
que elas não sejam obrigadas a aceitar tal diferenciação ou pre-
competência e finalidade, aos assuntos objetos esta Lei,
ferência. A Política Nacional da Educação Especial teve como
tratamento prioritário e adequado, tendente a viabilizar,
referência a convenção de Guatemala, trazendo novas concep-
ções à atuação da educação especial e incorporando a pers- sem prejuízo de outras, as seguintes medidas: I - na área da
pectiva de diferenciação positiva da Convenção de Guatemala. educação: [...] c) a oferta, obrigatória e gratuita, da Educa-
ção Especial em estabelecimento público de ensino; [...] f)
QUESTÃO 173 a matrícula compulsória em cursos regulares de estabele-
(CESPE/2014 - Polícia Federal - Assistente Social) Con- cimentos públicos e particulares de pessoas portadoras de
siderando o disposto na Lei nº 7.853/1989, julgue os próximos deficiência capazes de se integrarem no sistema regular de
itens, acerca do apoio às pessoas com deficiência. ensino; [...] III - na área da formação profissional e do tra-
É garantido a todas as pessoas portadoras de deficiência balho: [...] b) o empenho do Poder Público quanto ao sur-
o atendimento domiciliar de saúde, independentemente do gimento e à manutenção de empregos, inclusive de tempo
grau de deficiência. parcial, destinados às pessoas portadoras de deficiência
que não tenham acesso aos empregos comuns;”.
R: Errado. A Lei nº 7.853/1989 prevê em seu art. 2º: “Ao
Poder Público e seus órgãos cabe assegurar às pessoas por- QUESTÃO 176
tadoras de deficiência o pleno exercício de seus direitos bá- (CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le-
sicos, inclusive dos direitos à educação, à saúde, ao trabalho, gislativo) Com relação aos direitos das pessoas com defi-
ao lazer, à previdência social, ao amparo à infância e à mater- ciência, julgue o item subsequente.
nidade, e de outros que, decorrentes da Constituição e das A língua brasileira de sinais substitui a modalidade es-
leis, propiciem seu bem-estar pessoal, social e econômico. II crita da língua portuguesa para pessoas com deficiência
– na área da saúde: e) a garantia de atendimento domiciliar de auditiva.
saúde ao deficiente grave não internado”.
R: Errado. A Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002 dis-
QUESTÃO 174 põe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras
(CESPE/2014 - MEC - Analista Processual) Com relação providências, preconizando no art. 4º, parágrafo único: “A
aos deveres do Estado para com a educação, de acordo com Língua Brasileira de Sinais - Libras não poderá substituir a
as disposições da Constituição Federal de 1988 (CF), julgue os modalidade escrita da língua portuguesa”.
próximos itens.
O atendimento educacional especializado a portadores
de deficiência, será realizado, preferencialmente, na rede re-
gular de ensino.

47
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 177 mico. [...] III – na área da formação profissional e do trabalho:


(CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le- [...] b) o empenho do Poder Público quanto ao surgimento e à
gislativo) Considerando o disposto na Convenção sobre os manutenção de empregos, inclusive de tempo parcial, desti-
Direitos da Pessoa com Deficiência, promovida pela Orga- nados às pessoas portadoras de deficiência que não tenham
nização das Nações Unidas, julgue o item subsequente. acesso aos empregos comuns”.
Embora represente um avanço em relação às políticas
públicas para as pessoas com deficiência, essa convenção QUESTÃO 180
é omissa quanto ao reconhecimento das múltiplas formas (CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le-
de discriminação das mulheres com deficiência, não con- gislativo) Com base na legislação que regula os direitos da
templando medidas específicas protetivas e de garantias de pessoa com deficiência, julgue o próximo item.
direitos a essa população. Será concedido passe livre no sistema de transporte co-
letivo interestadual às pessoas com deficiência independen-
R: Errado. A Convenção da ONU trata das mulheres com temente de sua situação econômico-social.
deficiência em seu artigo 6º: “1. Os Estados Partes reconhe-
cem que as mulheres e meninas com deficiência estão su- R: Errado. A Lei nº 8.899/1994 assegura em seu art. 1º: “É
jeitas a múltiplas formas de discriminação e, portanto, to- concedido passe livre às pessoas portadoras de deficiência,
marão medidas para assegurar às mulheres e meninas com comprovadamente carentes, no sistema de transporte coleti-
deficiência o pleno e igual exercício de todos os direitos vo interestadual”. Logo, não é qualquer pessoa com deficiên-
humanos e liberdades fundamentais. 2. Os Estados Partes cia que tem passe livre em transporte interestadual.
tomarão todas as medidas apropriadas para assegurar o
pleno desenvolvimento, o avanço e o empoderamento das QUESTÃO 181
mulheres, a fim de garantir-lhes o exercício e o gozo dos (CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le-
direitos humanos e liberdades fundamentais estabelecidos gislativo) Com relação aos direitos das pessoas com defi-
na presente Convenção”. ciência, julgue o item subsequente.
À pessoa com deficiência cujo estado de saúde seja gra-
ve é garantida pelo Estado a estadia no hospital, sendo de
QUESTÃO 178
incumbência da família os custos do atendimento domiciliar.
(CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le-
gislativo) Com referência à evolução da organização polí-
R: Errado. Prevê o Decreto nº 3.298/1999 em seu artigo
tico-social das pessoas com deficiência no Brasil, julgue o
16, V: “os órgãos e as entidades da Administração Pública
seguinte item.
Federal direta e indireta responsáveis pela saúde devem dis-
A articulação de um movimento político em direção à
pensar aos assuntos objeto deste Decreto tratamento prio-
luta das pessoas com deficiência por seus direitos no Brasil ritário e adequado, viabilizando, sem prejuízo de outras, as
ocorreu a partir da Convenção sobre os Direitos das Pessoas seguintes medidas: [...] V - a garantia de atendimento domici-
com Deficiência e de seu Protocolo Facultativo, assinados liar de saúde ao portador de deficiência grave não internado”.
em Nova York, na década de sessenta do século passado.
QUESTÃO 182
R: Errado. A afirmativa é falsa por fazer referência à dé- (CESPE/2014 - MEC - Analista Processual) A expres-
cada de setenta como o período de elaboração do docu- são “pessoa portadora de deficiência”, empregada na Lei de
mento. A Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Defi- Acessibilidade, refere-se a indivíduo que apresenta limitação
ciência e seu Protocolo Facultativo, assinado pelo Brasil em temporária com relação ao meio e à sua utilização.
30 de março de 2007, aprovado pelo Decreto Legislativo nº
186, de 9 de Julho de 2008 e promulgado pelo Decreto nº R: Errado. A Lei nº 10.098/2000 foi atualizada pelo Es-
6.949, de 25 de agosto de 2009. tatuto da Pessoa com Deficiência - Lei nº 13.146/2015, que
alterou a expressão “pessoa portadora de deficiência” para
QUESTÃO 179 “pessoa com deficiência”, bem como melhor delimitou este
(CESPE/2014 - Polícia Federal - Assistente Social) conceito. Observe o conceito atual e a clara distinção entre
Considerando o disposto na Lei nº 7.853/1989, julgue os pessoa com deficiência e pessoa com mobilidade reduzida
próximos itens, acerca do apoio às pessoas com deficiência. colacionada no artigo 2º, III e IV: “III - pessoa com deficiência:
Às pessoas com deficiência que não tenham acesso aos aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza
empregos comuns o poder público deve estimular a criação física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação
e a manutenção de empregos, inclusive de tempo parcial. com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação
plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com
R: Certo. Disciplina a Lei nº 7.853/1989 em seu art. 2º: as demais pessoas; IV - pessoa com mobilidade reduzida:
“Ao Poder Público e seus órgãos cabe assegurar às pessoas aquela que tenha, por qualquer motivo, dificuldade de movi-
portadoras de deficiência o pleno exercício de seus direitos mentação, permanente ou temporária, gerando redução efe-
básicos, inclusive dos direitos à educação, à saúde, ao tra- tiva da mobilidade, da flexibilidade, da coordenação motora
balho, ao lazer, à previdência social, ao amparo à infância e ou da percepção, incluindo idoso, gestante, lactante, pessoa
à maternidade, e de outros que, decorrentes da Constituição com criança de colo e obeso”.
e das leis, propiciem seu bem-estar pessoal, social e econô-

48
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 183
(CESPE/2014 - MEC - Analista Processual) Com rela- NORMAS DOS SERVIDORES PÚBLICOS
ção às definições da Lei n.º 10.098/2000 (Lei de Acessibili- FEDERAIS
dade), julgue os próximos itens.
Na acessibilidade de pessoas com deficiência, barreira
corresponde a todo entrave ou obstáculo que dificulte ou
impossibilite a expressão ou o recebimento de mensagens. QUESTÃO 186
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi-
R: Errado. A Lei nº 10.098/2000 prevê em seu artigo nistração) Com referência a atos administrativos e impro-
2º, II o conceito de barreiras como “qualquer entrave, obs- bidade administrativa, julgue o item subsequente.
táculo, atitude ou comportamento que limite ou impeça a Na punição aos atos de improbidade administrativa, a
participação social da pessoa, bem como o gozo, a fruição penalidade será distinta se o ato implicar enriquecimento
e o exercício de seus direitos à acessibilidade, à liberdade ilícito do agente ou se ele apenas causar prejuízo ao erário.
de movimento e de expressão, à comunicação, ao acesso
à informação, à compreensão, à circulação com seguran- R: Certo. O artigo 9º da Lei nº 8.429/92 trata dos atos
ça, entre outros, classificadas em: a) barreiras urbanísticas: que importam enriquecimento ilícito, ao passo que o arti-
as existentes nas vias e nos espaços públicos e privados go 10 da mesma trata dos atos que importam em prejuízo
abertos ao público ou de uso coletivo; b) barreiras arqui- ao erário. O primeiro se sujeita a penalidade mais severa,
tetônicas: as existentes nos edifícios públicos e privados; conforme artigo 12, I, LIA, ao passo que o segundo se su-
c) barreiras nos transportes: as existentes nos sistemas e jeita a uma penalidade intermediária (artigo 12, II, LIA). Há
meios de transportes; d) barreiras nas comunicações e na ainda os atos que importam em ofensa aos princípios da
informação: qualquer entrave, obstáculo, atitude ou com- administração pública (artigo 11, LIA), sujeitos a penalidade
portamento que dificulte ou impossibilite a expressão ou mais branda (artigo 12, III, LIA)
o recebimento de mensagens e de informações por inter-
médio de sistemas de comunicação e de tecnologia da in- QUESTÃO 187
formação”. (CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos -
Cargos 1 e 2) João, aprovado em concurso público para
QUESTÃO 184 auditor de controle externo no tribunal de contas de seu
(CESPE/2014 - Polícia Federal - Assistente Social) estado, foi lotado em sua cidade natal. Ao ter ciência desse
Considerando o disposto na Lei n.º 7.853/1989, julgue os
fato, o prefeito do município, amigo da família de João, re-
próximos itens, acerca do apoio às pessoas com deficiência.
solveu presenteá-lo com um veículo, a fim de facilitar a sua
Diferentemente das entidades da administração públi-
locomoção até o local de trabalho. João aceitou o presente.
ca, cometerá crime punível unicamente por meio de paga-
Com referência a essa situação hipotética, julgue o
mento de multa a empresa privada que negar, sem justa
item que se segue, à luz do disposto na Lei n.º 8.429/1992.
causa, emprego ou trabalho a alguém em razão de sua
João cometeu ato de improbidade administrativa que
deficiência.
importou enriquecimento ilícito.
R: Errado. Conforme a Lei nº 7.853/1989, art. 8º, III,
“constitui crime punível com reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) R: Certo. Prevê a Lei de Improbidade Administrativa:
anos e multa: [...] III - negar ou obstar emprego, trabalho ou “Art. 9° Constitui ato de improbidade administrativa im-
promoção à pessoa em razão de sua deficiência”. portando enriquecimento ilícito auferir qualquer tipo de
vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de
QUESTÃO 185 cargo, mandato, função, emprego ou atividade nas enti-
(CESPE/2014 - Câmara dos Deputados - Analista Le- dades mencionadas no art. 1° desta lei, e notadamente: I
gislativo) Considerando o disposto na Convenção sobre - receber, para si ou para outrem, dinheiro, bem móvel ou
os Direitos da Pessoa com Deficiência, promovida pela Or- imóvel, ou qualquer outra vantagem econômica, direta ou
ganização das Nações Unidas, julgue o item subsequente. indireta, a título de comissão, percentagem, gratificação ou
Na convenção em apreço, é prevista a constituição de presente de quem tenha interesse, direto ou indireto, que
um comitê sobre os direitos das pessoas com deficiência, possa ser atingido ou amparado por ação ou omissão de-
sendo a Organização Mundial de Saúde o órgão responsá- corrente das atribuições do agente público”. Observe que
vel para prover o pessoal e as instalações necessárias para para a caracterização de enriquecimento ilícito não importa
o seu efetivo desempenho. se o valor recebido veio ou não dos cofres públicos.

R: Errado. De fato é prevista a constituição de um comi-


tê sobre os direitos das pessoas com deficiência, mas o res-
ponsável por prover o pessoal e as instalações necessárias
deste comitê necessárias para o seu efetivo desempenho
é o Secretário Geral da ONU, não a OMS (artigo 34, 11,
Convenção).

49
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 188 R: A. A ordem de entregar materiais da repartição para


(CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos - terceiros é ilegal (“Art. 117, Lei nº 8.112/1990. Ao servidor é
Cargos 1 e 2) João, aprovado em concurso público para proibido: [...] XVI - utilizar pessoal ou recursos materiais da
auditor de controle externo no tribunal de contas de seu repartição em serviços ou atividades particulares”) e, diante
estado, foi lotado em sua cidade natal. Ao ter ciência desse de tal cenário, é dever de Pedro se recusar a cumpri-la (“Art.
fato, o prefeito do município, amigo da família de João, re- 116, Lei nº 8.112/1990. São deveres do servidor: [...] VI -
solveu presenteá-lo com um veículo, a fim de facilitar a sua cumprir ordens superiores, exceto quando manifestamente
locomoção até o local de trabalho. João aceitou o presente. ilegais”) e reportar o fato.
Com referência a essa situação hipotética, julgue o item
que se segue, à luz do disposto na Lei n.º 8.429/1992. QUESTÃO 191
Caso seja condenado por improbidade administrativa, (CESPE/2017 - TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Ní-
João estará sujeito a pagar multa de, no mínimo, quatro ve- vel Superior) Renata, servidora pública do Tribunal de Jus-
zes o valor do veículo que recebeu de presente. tiça da Bahia (TJ/BA), pediu vacância para tomar posse no
cargo de técnico judiciário do TRE/BA. Ao final do período
R: Errado. O erro da assertiva está no fato de que o valor de avaliação, Renata foi inabilitada no estágio probatório
a ser pago é de três vezes o proveito econômico, conforme referente ao novo cargo. O cargo por ela ocupado anterior-
artigo 12, I, LIA: “I - na hipótese do art. 9°, perda dos bens ou mente no TJ/BA não havia sido provido.
valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, ressarcimento Nessa situação hipotética, seu retorno ao cargo anterior
integral do dano, quando houver, perda da função pública, se dará por meio de
suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos, paga- a) redistribuição.
mento de multa civil de até três vezes o valor do acréscimo b) reintegração.
patrimonial e proibição de contratar com o Poder Público ou c) recondução.
receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta d) aproveitamento.
ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurí- e) reversão.
dica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de dez anos”.
R: C. Trata-se de hipótese de recondução, conforme art.
QUESTÃO 189 29 da Lei nº 8.112/1990: “Recondução é o retorno do servi-
(CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos - dor estável ao cargo anteriormente ocupado e decorrerá de:
Cargo 5) À luz da Lei nº 8.429/1992 — Lei de Improbidade I - inabilitação em estágio probatório relativo a outro cargo;
Administrativa —, julgue o próximo item. II - reintegração do anterior ocupante”.
A aplicação de sanções por atos de improbidade admi-
nistrativa que causem prejuízo ao erário depende da aprova- QUESTÃO 192
ção das contas pelo tribunal ou conselho de contas. (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
Judiciária) No que concerne à improbidade administrativa,
R: Errado. A propósito, destaca-se o teor do artigo 21 da julgue os seguintes itens, à luz da Lei nº 8.429/1992.
Lei nº 8.429/1992: “Art. 21. A aplicação das sanções previstas I - É possível conduta omissiva culposa configurar ato
nesta lei independe: I - da efetiva ocorrência de dano ao pa- de improbidade administrativa que cause lesão ao erário.
trimônio público, salvo quanto à pena de ressarcimento; II - II - As hipóteses de improbidade administrativa previs-
da aprovação ou rejeição das contas pelo órgão de controle tas na Lei de Improbidade são taxativas.
interno ou pelo Tribunal ou Conselho de Contas”. III - Em ação de improbidade, é inadmissível transação,
acordo ou conciliação.
QUESTÃO 190 IV - Aplica-se aos atos de improbidade administrativa o
(CESPE/2017 - TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Ní- princípio da insignificância.
vel Médio) Pedro, servidor de órgão público federal, a man- Estão certos apenas os itens
do de Lucas, seu chefe imediato, mensalmente entregava a) I e II.
dez resmas de papel a uma empregada terceirizada, a título b) I e III.
de colaboração para a escola em que um filho dessa empre- c) II e III.
gada estudava. d) III e IV.
Nessa situação hipotética, e) I, II e IV.
a) Lucas deu ordem manifestamente ilegal, razão por
que Pedro deveria ter-se recusado a cumpri-la. R: B. O item I está correto porque assim decorre da pró-
b) Pedro cometeu infração que não representou grave pria redação do artigo 10 da LIA: “Constitui ato de improbi-
dano ao patrimônio público e, por isso, deverá ser-lhe apli- dade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação
cada a penalidade mais branda. ou omissão, dolosa ou culposa [...]”. O item II está incorreto
c) o desconhecimento da ilegalidade da conduta afasta- porque o rol de atos de improbidade é sempre exemplifi-
rá a aplicação de penalidade a Pedro. cativo, pois os caputs dos artigos 9º, 10 e 11 claramente
d) Pedro cometeu infração, mas Lucas, não, já que não indicam requisitos gerais e enumeram a seguir exemplos
praticou a conduta proibida. de casos em que estes requisitos se fazem presentes, de
e) a nobreza da conduta de Pedro poderá justificar a não modo que se o fato não estiver descrito em nenhum inciso
instauração de processo administrativo contra si. mas preencher os requisitos gerais caracteriza-se o ato de

50
500 QUESTÕES DA CESPE

improbidade administrativa. O item III está correta porque QUESTÃO 195


assim prevê a LIA em seu art. 17, §1º É vedada a transação, (CESPE/2017 - PC-GO - Delegado de Polícia Substi-
acordo ou conciliação nas ações de que trata o caput art. tuto) Se uma pessoa, maior e capaz, representar contra um
17, §1º: “É vedada a transação, acordo ou conciliação nas delegado de polícia por ato de improbidade sabendo que ele
ações de que trata o caput”. O item IV está incorreto porque é inocente, a sua conduta poderá ser considerada, conforme
como bem observam Masson, Andrade e Andrade (Interes- o disposto na Lei n.º 8.429/1992,
ses Difusos e Coletivos, GEN, 2016, p. 738-739), o valor da a) crime, estando essa pessoa sujeita a detenção e multa.
moralidade administrativa deve ser objetivamente conside- b) ilícito administrativo, por atipicidade penal da conduta.
rado, não comportando relativização a ponto de permitir c) contravenção penal.
“só um pouco” de ofensa à probidade administrativa. d) crime, estando essa pessoa sujeita apenas a multa.
e) crime, estando essa pessoa sujeita a reclusão e multa.
QUESTÃO 193
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário - Área R: A. Consta do dispositivo tipificante, o artigo 19 da Lei
Administrativa) De acordo com a Lei nº 8.429/1992 – Lei de Improbidade Administrativa: “Art. 19. Constitui crime a re-
de Improbidade Administrativa –, servidor público que, uti- presentação por ato de improbidade contra agente público
lizando-se do cargo que ocupa, facilitar o enriquecimento
ou terceiro beneficiário, quando o autor da denúncia o sabe
ilícito de terceiros, causando prejuízo ao erário, estará su-
inocente. Pena: detenção de seis a dez meses e multa. Pará-
jeito à pena de
grafo único. Além da sanção penal, o denunciante está sujeito
a) proibição do recebimento de qualquer benefício até
a indenizar o denunciado pelos danos materiais, morais ou à
o total ressarcimento do dano.
imagem que houver provocado”.
b) perda dos valores acrescidos ilicitamente ao patri-
mônio.
QUESTÃO 196
c) suspensão da função pública.
d) suspensão dos direitos políticos até o integral res- (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
sarcimento do dano ao erário. Judiciária) Após a regular tramitação de processo admi-
e) pagamento de multa civil, cujo valor deve ser equi- nistrativo disciplinar instaurado contra servidor público fe-
valente ao valor do dano causado. deral, a comissão processante propôs, em relatório, penali-
dade de suspensão de sessenta dias.
R: B. O artigo 10 da Lei nº 8.429/1992 disciplina as hi- Nessa situação, segundo entendimento do Superior
póteses de ato de improbidade administrativa decorrentes Tribunal de Justiça, a autoridade julgadora
de lesão ao erário. As sanções para esta modalidade estão a) pode divergir da conclusão do relatório, podendo
previstas no artigo 12, II da Lei de Improbidade Adminis- majorar ou diminuir a penalidade administrativa.
trativa: “na hipótese do art. 10, ressarcimento integral do b) pode alterar a capitulação da infração, mas deve
dano, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente manter a penalidade administrativa proposta.
ao patrimônio, se concorrer esta circunstância, perda da c) deve acatar a conclusão do relatório e aplicar a pe-
função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco nalidade administrativa proposta.
a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o d) deve acatar a conclusão do relatório, podendo ma-
valor do dano e proibição de contratar com o Poder Públi- jorar a penalidade administrativa, mas não diminuí-la.
co ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, e) pode divergir da conclusão do relatório, mas não
direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pes- pode diminuir a penalidade administrativa.
soa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de
cinco anos”. Entre elas, está a perda dos valores acrescidos R: A. Disciplina o art. 168 da Lei nº 8.112/1990: “O jul-
ao patrimônio. gamento acatará o relatório da comissão, salvo quando
contrário às provas dos autos. Parágrafo único. Quando
QUESTÃO 194 o relatório da comissão contrariar as provas dos autos, a
(CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car- autoridade julgadora poderá, motivadamente, agravar a
go 2) Acerca de administração pública, organização do Es- penalidade proposta, abrandá-la ou isentar o servidor de
tado e agentes públicos, julgue o item a seguir. responsabilidade”. Considerando o entendimento do STJ,
O direito de petição é um dos instrumentos para a con- a autoridade julgadora não está atrelada às conclusões
cretização do princípio da publicidade. propostas pela comissão, podendo delas discordar, moti-
vadamente, quando o relatório contrariar a prova dos au-
R: Certo. A administração pública é obrigada a manter tos, nos termos do art. 168 da Lei nº 8.112/1990 (STJ MS
transparência em relação a todos seus atos e a todas infor- 16.174/DF, Rel. Min. Castro Meira, Primeira Seção, julgado
mações armazenadas nos seus bancos de dados. Para que em 14/12/2011).
a sociedade possa exigir a transparência das ações gover-
namentais, a Constituição Federal prevê uma série de insti-
tutos jurídicos como: habeas data, mandado de segurança,
direito de petição aos Poderes Públicos, direito à obtenção
de certidões em repartições públicas e ação popular.

51
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 197 QUESTÃO 199


(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Engenha-
Judiciário) Um servidor entrou em exercício em um cargo ria Civil) Anderson, servidor do TRE/BA, sofreu grave acidente
público amparado por decisão judicial liminar precária e, no exercício de suas funções, o que resultou na amputação total
antes do julgamento final da ação mandamental, requereu, de seu braço esquerdo. Após avaliação da equipe médica, cons-
enquanto ainda estava em exercício, sua aposentadoria por tatou-se que ele não poderia exercer as funções anteriormente
tempo de contribuição, visto que havia efetuado legítimas exigidas pelo cargo que ocupava. Diante disso, Anderson pas-
contribuições ao sistema previdenciário. Após a concessão sou a exercer outra função, compatível com sua limitação.
da aposentadoria, ocorreu o julgamento final da demanda, Conforme a Lei nº 8.112/1990, a situação apresentada
e a segurança foi denegada. configura hipótese de
Nessa situação, segundo o entendimento do Superior a) aproveitamento.
Tribunal de Justiça, a aposentadoria desse servidor deve ser b) readaptação.
a) cassada, em razão da precariedade do vínculo de c) reintegração.
trabalho. d) recondução.
b) válida, por aplicação da teoria do fato consumado. e) reversão.
c) mantida, em razão da conversão do vício de forma.
d) anulada, com efeitos retroativos à data da aposen- R: B. Neste sentido, o art. 24 da Lei nº 8.112/1990 prevê
tadoria. que “readaptação é a investidura do servidor em cargo de
e) revogada, com efeitos a partir da data do julgamen- atribuições e responsabilidades compatíveis com a limitação
to final da demanda. que tenha sofrido em sua capacidade física ou mental verifi-
cada em inspeção médica”.
R: B. Observa-se o teor do informativo nº 600 do STJ:
“Não se pode cassar a aposentadoria do servidor que in- QUESTÃO 200
gressou no serviço público por força de provimento judi- (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Engenha-
cial precário e se aposentou durante o processo, antes da ria Civil) Determinado servidor público está respondendo a
decisão ser reformada”. Sendo assim, prevalece a teoria do processo administrativo por ter, supostamente, se apropriado
fato consumado. de dinheiro público. Além disso, há investigação criminal em
curso pela prática do mesmo delito.
QUESTÃO 198 Conforme o disposto na Lei nº 8.112/1990, nessa situa-
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Enge- ção, o servidor
nharia Civil) Carlos, servidor do TRE/BA, foi removido de a) não poderá ser processado civil e penalmente antes da
ofício, no interesse da administração pública, para exercer conclusão do processo administrativo.
suas funções em nova sede, razão por que teve de mudar b) deverá ser representado por advogado, como forma
de domicílio em caráter permanente. Carlos é casado com de se garantir a ampla defesa.
Maria, também servidora do TRE/BA. c) somente poderá ser processado na esfera cível se fica-
Nessa situação hipotética, conforme disposição da Lei rem comprovados o delito na forma dolosa, e o prejuízo ao
n.º 8.112/1990, a remoção de Maria erário ou a terceiro.
a) deverá ser concedida pela administração se Maria a d) poderá ser afastado preventivamente de suas funções
solicitar. pelo prazo de até sessenta dias, sem prejuízo da sua remu-
b) garantirá a ela o direito ao recebimento de ajuda de neração.
custo, ainda que Carlos já a tenha recebido. e) deixará de responder ao processo administrativo se for
c) será automática, independentemente de solicitação. absolvido criminalmente por falta de prova.
d) será automaticamente desfeita se Carlos falecer no
novo domicílio. R: D. A medida cautelar em questão está prevista no art.
e) dependerá de análise de viabilidade pela adminis- 147 da Lei nº 8.112/1990: “Como medida cautelar e a fim de
tração pública. que o servidor não venha a influir na apuração da irregulari-
dade, a autoridade instauradora do processo disciplinar po-
R: A. Assim disciplina a Lei nº 8.112/1990: “Art. 36. Re- derá determinar o seu afastamento do exercício do cargo,
moção é o deslocamento do servidor, a pedido ou de ofí- pelo prazo de até 60 (sessenta) dias, sem prejuízo da remu-
cio, no âmbito do mesmo quadro, com ou sem mudança neração”. A alternativa “a” está errada porque o servidor res-
de sede. Parágrafo único. Para fins do disposto neste ar- ponde nas três esferas, que são independentes entre si (artigo
tigo, entende-se por modalidades de remoção: [...] III - a 121, Lei nº 8.112/1990). A alternativa “b” está errada porque é
pedido, para outra localidade, independentemente do in- facultativa a presença de advogado (súmula vinculante nº 5).
teresse da Administração: a) para acompanhar cônjuge ou A alternativa “c” está errada porque “a responsabilidade civil
companheiro, também servidor público civil ou militar, de decorre de ato omissivo ou comissivo, doloso ou culposo, que
qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito resulte em prejuízo ao erário ou a terceiros” (artigo 122, Lei
Federal e dos Municípios, que foi deslocado no interesse nº 8.112/1990). A alternativa “e” está errada porque somente
da Administração”. deixará de responder administrativamente se na esfera penal
o resultado for o reconhecimento da inexistência do fato ou
da negativa da autoria (artigo 126, Lei nº 8.112/1990).

52
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 201 R: Errado. Primeiramente, vale destacar que a Comissão


(CESPE/2017 - TRE-PE - Conhecimentos Gerais - Car- de Ética aplica apenas a pena de censura (XVI, Decreto nº
go 3) Com relação ao Regime Jurídico Único dos Servidores 1.171/1994). Além disso, o servidor reprovado em estágio
Públicos Civis da União (RJU), assinale a opção correta. probatório não será demitido e sim exonerado (artigo 20,
a) A relação jurídica estatutária não tem natureza contra- Lei nº 8.112/1990). Entretanto, a informação mais relevante
tual, tratando-se de relação própria de direito público. do enunciado está no fato de que não foi observado o con-
b) A regra que estabelece a nacionalidade brasileira como traditório e ampla defesa. A respeito, prevê o artigo 153 da
requisito básico para a investidura em cargo público não Lei nº 8.112/1990: “O inquérito administrativo obedecerá
comporta exceções. ao princípio do contraditório, assegurada ao acusado am-
c) O RJU não é aplicável aos servidores das entidades da pla defesa, com a utilização dos meios e recursos admitidos
administração indireta, mas apenas aos órgãos públicos. em direito”.
d) Constitui competência comum dos Poderes Executivo
e Legislativo a iniciativa de lei que verse sobre o RJU dos ser- QUESTÃO 204
vidores da administração direta da União. (CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Car-
e) As diversas categorias de servidores públicos, nelas go 20) Cláudio, servidor público federal lotado na capi-
incluídos os membros da magistratura e da advocacia pú- tal federal, pediu remoção para o estado de São Paulo. O
blica, submetem-se ao regime estatutário previsto na Lei n.º pedido foi deferido pelo órgão ao qual ele pertence. Ime-
8.112/1990. diatamente, Cíntia, sua esposa, também servidora pública
federal lotada em Brasília, solicitou remoção para acompa-
R: A. Somente tem natureza contratual a relação celetista, nhar o cônjuge. O pedido de Cíntia foi negado. Quinze dias
que é regida pelo regime geral, sendo que no caso de relação depois da data de ciência da decisão, Cíntia apresentou
estatutária a natureza é diversa, própria de direito público. A alter- recurso, que não foi conhecido, por ter sido apresentado
nativa “b” está errada porque há casos em que estrangeiros po- fora do prazo. Diante disso, Cíntia, sem prévia autorização
dem ocupar cargos públicos, notadamente na docência e outros do chefe imediato, se ausentou do serviço durante o expe-
técnico-científicos (art. 5º, § 3º, Lei nº 8.112/1990). A alternativa
diente para auxiliar na mudança de Cláudio.
“c” está errada, conforme o 1° artigo da lei 8.112, que diz que a
Considerando essa situação hipotética, julgue o item
lei se aplica aos servidores da União (administração direta) e das
que se segue com fundamento na Lei nº 8.112/1990 — Re-
autarquias e fundações públicas federais. A alternativa “d” está er-
gime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União — e
rada porque a CF prevê no art. 61, § 1º, II, “c” que “são de iniciativa
na Lei nº 9.784/1999, que dispõe sobre o processo admi-
privativa do Presidente da República as leis que: [...] II - disponham
nistrativo na administração pública federal.
sobre: [...] c) servidores públicos da União e Territórios, seu regime
jurídico, provimento de cargos, estabilidade e aposentadoria”. A A administração pública agiu corretamente ao indeferir
alternativa “e” está errada porque os magistrados enquadram-se o pedido de remoção para acompanhar o cônjuge formu-
na categoria de agentes políticos (STF, RE nº 228.977). lado por Cíntia, uma vez que Cláudio foi removido no seu
interesse, e não no interesse da administração.
QUESTÃO 202
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Somen- R: Certo. Disciplina-se no artigo 36 da Lei nº 8.112/1990:
te para os cargos 10 e 13) Com base nas disposições da Lei n.º “Art. 36. Remoção é o deslocamento do servidor, a pedido
8.112/1990, julgue o item seguinte, a respeito de provimento de ou de ofício, no âmbito do mesmo quadro, com ou sem
vagas no serviço público e direitos e vantagens do servidor público. mudança de sede. Parágrafo único. Para fins do disposto
Ajuda de custo, diárias, transporte e auxílio-moradia neste artigo, entende-se por modalidades de remoção: I
constituem indenizações ao servidor. - de ofício, no interesse da Administração; II - a pedido, a
critério da Administração; III - a pedido, para outra locali-
R: Certo. Neste sentido, nos termos do art. 51 da Lei nº dade, independentemente do interesse da Administração:
8.112/1990: “Constituem indenizações ao servidor: I - ajuda a) para acompanhar cônjuge ou companheiro, também
de custo; II - diárias; III - transporte; IV - auxílio-moradia”. servidor público civil ou militar, de qualquer dos Poderes
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municí-
QUESTÃO 203 pios, que foi deslocado no interesse da Administração; [...]”.
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo Observe que a remoção para acompanhar cônjuge só é
20) Eduardo, servidor público em estágio probatório, frequen- direito no caso de cônjuge removido no interesse da ad-
temente se ausentava de seu local de trabalho sem justificativa ministração, não a pedido. No caso, Cláudio foi removido
e, quando voltava, se apresentava nitidamente embriagado. a pedido, motivo pelo qual sua esposa não tem direito à
Em razão desses fatos, a comissão de ética, tendo apreciado remoção a pedido.
a conduta do servidor, decidiu aplicar a ele a penalidade de
advertência. Eduardo foi, então, reprovado no estágio proba-
tório e, por isso, foi demitido, sem que a administração pública
tenha observado o contraditório e a ampla defesa.
Considerando essa situação hipotética, julgue o item a seguir.
A atuação da administração pública obedeceu a todos os
princípios do processo administrativo.

53
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 205 QUESTÃO 208


(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo (CESPE/2016 - FUB - Auxiliar em Administração)
20) Cláudio, servidor público federal lotado na capital fede- Ainda de acordo com a Lei n.º 8.112/1990 e suas altera-
ral, pediu remoção para o estado de São Paulo. O pedido ções, julgue o item subsequente.
foi deferido pelo órgão ao qual ele pertence. Imediatamente, Sem qualquer prejuízo, o servidor público poderá se
Cíntia, sua esposa, também servidora pública federal lotada afastar do serviço por oito dias consecutivos em razão de
em Brasília, solicitou remoção para acompanhar o cônjuge. licença gala e licença nojo.
O pedido de Cíntia foi negado. Quinze dias depois da data
de ciência da decisão, Cíntia apresentou recurso, que não foi R: Certo. Assim estão previstas a licença-gala e a licen-
conhecido, por ter sido apresentado fora do prazo. Diante ça-nojo da Lei nº 8.112/1990: “Art. 97. Sem qualquer pre-
disso, Cíntia, sem prévia autorização do chefe imediato, se juízo, poderá o servidor ausentar-se do serviço: [...] III - por
ausentou do serviço durante o expediente para auxiliar na 8 (oito) dias consecutivos em razão de: a) casamento; b)
mudança de Cláudio. falecimento do cônjuge, companheiro, pais, madrasta ou
Considerando essa situação hipotética, julgue o item que padrasto, filhos, enteados, menor sob guarda ou tutela e
se segue com fundamento na Lei nº 8.112/1990 — Regime irmãos”.
Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União — e na Lei nº
9.784/1999, que dispõe sobre o processo administrativo na QUESTÃO 209
administração pública federal. (CESPE/2016 - FUB - Auxiliar em Administração)
Por ter se ausentado do serviço durante o expediente e Ainda de acordo com a Lei n.º 8.112/1990 e suas altera-
sem prévia autorização do chefe imediato, Cíntia está sujeita ções, julgue o item subsequente.
à penalidade de demissão. O servidor público, fora do serviço, poderá emprestar
dinheiro a outrem e cobrar-lhe juros superiores a 15% ao
R: Errado. Prevê a Lei nº 8.112/1990: “Art. 117. Ao servidor é ano.
proibido: I - ausentar-se do serviço durante o expediente, sem
prévia autorização do chefe imediato”. No caso, a pena aplicável é
R: Errado. A prática descrita é de usura ou agiotagem,
de advertência, conforme a Lei nº 8.112/1990: “Art. 129. A adver-
proibida nos termos do art. 117, XIV, Lei nº 8.112/1990: “Art.
tência será aplicada por escrito, nos casos de violação de proibi-
117. Ao servidor é proibido: [...] XIV - praticar usura sob
ção constante do art. 117, incisos I a VIII e XIX, e de inobservância
qualquer de suas formas”.
de dever funcional previsto em lei, regulamentação ou norma
interna, que não justifique imposição de penalidade mais grave”.
QUESTÃO 210
QUESTÃO 206 (CESPE/2016 - INSS - Analista do Seguro Social -
(CESPE/2016 - FUB - Auxiliar em Administração) Em Serviço Social) Com base no disposto no Decreto n.º
conformidade com a Lei n.º 8.112/1990 e suas alterações, jul- 6.029/2007 e na Lei n.º 8.112/1990, julgue o item subse-
gue o item que se segue. quente, que versam sobre direitos e deveres de servidores
O valor referente ao pagamento de ajuda de custo, diá- públicos.
rias, transporte e auxílio-moradia incorpora-se ao vencimen- É proibido ao servidor público atuar como intermediá-
to do servidor público para todos os efeitos. rio junto a repartições públicas, salvo quando se tratar de
benefícios previdenciários ou assistenciais de parentes até
Errado. O artigo 49, §1º, Lei nº 8.112/1990 prevê que “as o segundo grau e de cônjuge ou companheiro.
indenizações não se incorporam ao vencimento ou provento
para qualquer efeito”. Todos casos descritos são de verbas R: Certo. A prática é proibida nos termos do art. 117, XI,
indenizatórias, nos termos do art. 51 da Lei nº 8.112/1990: Lei nº 8.112/1990, que também fixa a exceção enunciada:
“Constituem indenizações ao servidor: I - ajuda de custo; II - “Art. 117. Ao servidor é proibido: [...] XI - atuar, como procu-
diárias; III - transporte; IV - auxílio-moradia”. rador ou intermediário, junto ao órgão ou à entidade públi-
ca em que estiver lotado ou em exercício, exceto quando se
QUESTÃO 207 tratar de benefícios previdenciários ou assistenciais de pa-
(CESPE/2016 - FUB - Auxiliar em Administração) Em rentes até o segundo grau e de cônjuge ou companheiro”.
conformidade com a Lei n.º 8.112/1990 e suas alterações, jul-
gue o item que se segue. QUESTÃO 211
É lícito ao servidor público requerer licença por motivo (CESPE/2016 - INSS - Técnico do Seguro Social)
de doença do seu enteado, desde que este conste de seu Considerando que determinado servidor público federal
assentamento funcional, mediante comprovação por perícia tenha sido removido para outra sede, situada em outro
médica oficial. município, para acompanhar sua esposa, que também é
Certo. Trata-se de previsão expressa do art. 83 da Lei nº servidora pública federal e foi removida no interesse da
8.112/1990: “Poderá ser concedida licença ao servidor por administração, julgue o item seguinte à luz do disposto na
motivo de doença do cônjuge ou companheiro, dos pais, dos Lei n.º 8.112/1990.
filhos, do padrasto ou madrasta e enteado, ou dependen- Ainda que o servidor e sua esposa sejam integrantes
te que viva a suas expensas e conste do seu assentamento de órgãos pertencentes a poderes distintos da União, a re-
funcional, mediante comprovação por perícia médica oficial”. moção do servidor poderia ser concedida.

54
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Certo. A questão se refere à remoção para acompa- QUESTÃO 214


nhamento de cônjuge, no interesse da administração, pos- (CESPE/2016 - INSS - Técnico do Seguro Social) Consi-
sível quanto a qualquer dos poderes, conforme art. 36, pa- derando que determinado servidor público federal tenha sido
rágrafo único, III, “a”, Lei nº 8.112/1990: “Art. 36, parágrafo removido para outra sede, situada em outro município, para
único. Para fins do disposto neste artigo, entende-se por acompanhar sua esposa, que também é servidora pública fe-
modalidades de remoção: [...] III - a pedido, para outra lo- deral e foi removida no interesse da administração, julgue o
calidade, independentemente do interesse da Administra- item seguinte à luz do disposto na Lei n.º 8.112/1990.
ção: a) para acompanhar cônjuge ou companheiro, também O período de afastamento do servidor para o desloca-
servidor público civil ou militar, de qualquer dos Poderes da mento e para a retomada do exercício do cargo no novo mu-
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, que nicípio, observados os limites legais, é considerado como de
foi deslocado no interesse da Administração”. efetivo exercício.

QUESTÃO 212 R: Certo. Neste sentido prevê a Lei nº 8.112/1990: “Art.


(CESPE/2016 - INSS - Técnico do Seguro Social) Con- 102. Além das ausências ao serviço previstas no art. 97, são
siderando que determinado servidor público federal tenha considerados como de efetivo exercício os afastamentos em
sido removido para outra sede, situada em outro município, virtude de: [...] IX - deslocamento para a nova sede de que
para acompanhar sua esposa, que também é servidora públi- trata o art. 18”.
ca federal e foi removida no interesse da administração, jul-
gue o item seguinte à luz do disposto na Lei n.º 8.112/1990. QUESTÃO 215
É correto inferir que houve interesse da administração na (CESPE/2016 - INSS - Técnico do Seguro Social) Julgue
remoção do servidor, pois esse é um dos requisitos para sua o item subsecutivo conforme o disposto na Lei n.º 8.112/1990.
concessão. Como medida que contribui para a melhoria da quali-
dade de vida do servidor público, é-lhe facultado optar pela
R: Errado. Cabe ao cônjuge daquele que foi removido acumulação de períodos de licença-capacitação, caso não
pelo interesse público solicitar a sua remoção para acompa- seja possível usufruí-los após cada período aquisitivo.
nhamento, de acordo com o art. 36, parágrafo único, III, “a”,
Lei nº 8.112/1990: “Art. 36, parágrafo único. Para fins do dis- R: Errado. A licença para capacitação não é acumulável
posto neste artigo, entende-se por modalidades de remoção: e seu propósito é o aperfeiçoamento intelectual do servidor,
[...] III - a pedido, para outra localidade, independentemente conforme a Lei nº 8.112/1990: “Art. 87. Após cada quinquê-
do interesse da Administração: a) para acompanhar cônju- nio de efetivo exercício, o servidor poderá, no interesse da
ge ou companheiro, também servidor público civil ou militar, Administração, afastar-se do exercício do cargo efetivo, com
de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito a respectiva remuneração, por até três meses, para participar
Federal e dos Municípios, que foi deslocado no interesse da de curso de capacitação profissional. Parágrafo único. Os pe-
Administração”. ríodos de licença de que trata o caput não são acumuláveis.

QUESTÃO 213 QUESTÃO 216


(CESPE/2016 - INSS - Técnico do Seguro Social) Con- (CESPE/2016 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista
siderando que determinado servidor público federal tenha Judiciário - Tecnologia da Informação) Conforme a Lei n.º
sido removido para outra sede, situada em outro município, 8.112/1990, o servidor que sofrer acidente que limite sua ca-
para acompanhar sua esposa, que também é servidora públi- pacidade física de forma a inviabilizar o exercício pleno das
ca federal e foi removida no interesse da administração, jul- atribuições do cargo por ele ocupado deverá
gue o item seguinte à luz do disposto na Lei n.º 8.112/1990. a) ser mantido no mesmo cargo que ocupa, com elimina-
A referida remoção pressupõe o deslocamento do car- ção das atribuições para as quais não mais tiver capacidade.
go ocupado pelo servidor para outro órgão ou entidade do b) ser exonerado de ofício.
mesmo poder. c) ser revertido por invalidez.
d) ser posto em disponibilidade.
R: Errado. A questão se refere à remoção para acompa- e) desempenhar suas funções como excedente em cargo
nhamento de cônjuge, no interesse da administração, pos- de atribuições afins, com mesmo nível de escolaridade e equi-
sível quanto a qualquer dos poderes, não necessariamente valência de vencimentos, até a ocorrência de vaga disponível.
no mesmo poder, conforme art. 36, parágrafo único, III, “a”,
Lei nº 8.112/1990: “Art. 36, parágrafo único. Para fins do dis- R: E. O ideal, no caso, é a readaptação do servidor para
posto neste artigo, entende-se por modalidades de remoção: cargo compatível, mas se ela não for possível deve ser colo-
[...] III - a pedido, para outra localidade, independentemente cado em disponibilidade, conforme o §2º do art. 24 da Lei nº
do interesse da Administração: a) para acompanhar cônju- 8.112/1990: “A readaptação será efetivada em cargo de atri-
ge ou companheiro, também servidor público civil ou militar, buições afins, respeitada a habilitação exigida, nível de esco-
de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito laridade e equivalência de vencimentos e, na hipótese de ine-
Federal e dos Municípios, que foi deslocado no interesse da xistência de cargo vago, o servidor exercerá suas atribuições
Administração”. como excedente, até a ocorrência de vaga”.

55
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 217 coletiva. Parágrafo único: O disposto neste artigo não se apli-
(CESPE/2016 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista ca à remuneração devida pela participação em conselhos de
Judiciário - Tecnologia da Informação) Conforme a Lei n.º administração e fiscal das empresas públicas e sociedades de
8.112/1990, o deslocamento de cargo de provimento efeti- economia mista, suas subsidiárias e controladas, bem como
vo, ocupado ou vago, no âmbito do quadro geral de pessoal quaisquer empresas ou entidades em que a União, dire-
para outro órgão ou entidade do mesmo poder denomina-se ta ou indiretamente, detenha participação no capital social,
a) redistribuição. observado o que, a respeito, dispuser legislação específica”.
b) remoção. A alternativa “e” está errada, porque se o servidor acumular
c) reintegração. licitamente dois cargos públicos e vier a acumular mais um
d) transferência. em comissão, este servidor terá que abdicar de um dos car-
e) substituição. gos efetivos, assim prevendo o art. 120 da Lei nº 8.112/1990:
“O servidor vinculado ao regime desta Lei, que acumular li-
R: A. Assim conceitua a Lei nº 8.112/1990: “Art. 37. Re- citamente dois cargos efetivos, quando investido em cargo
distribuição é o deslocamento de cargo de provimento efeti- de provimento em comissão, ficará afastado de ambos os
vo, ocupado ou vago no âmbito do quadro geral de pessoal, cargos efetivos, salvo na hipótese em que houver compati-
para outro órgão ou entidade do mesmo Poder, com prévia bilidade de horário e local com o exercício de um deles, de-
apreciação do órgão central do SIPEC, observados os seguin- clarada pelas autoridades máximas dos órgãos ou entidades
tes preceitos: [...]”. envolvidos”.

QUESTÃO 218 QUESTÃO 219


(CESPE/2016 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista (CESPE/2016 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista
Judiciário - Serviço Social) Judiciário - Serviço Social) A respeito da responsabilida-
Com base no disposto na Lei n.º 8.112/1990, assinale a de do servidor, assinale a opção correta à luz da Lei n.º
opção correta acerca da acumulação de cargos. 8.112/1990.
a) A proibição de acumular cargos não alcança cargos a) Eventual decisão que absolva servidor público na
dos quadros de entidades da administração indireta. esfera penal não interfere nas esferas civil e administrativa.
b) Proventos de aposentadoria de emprego público não b) A denúncia feita pelo servidor à autoridade compe-
podem ser cumulados com o exercício de cargo temporário. tente a respeito da suspeita de envolvimento de seu supe-
c) O servidor ocupante de cargo em comissão pode exer- rior em ato de improbidade acarreta a sua responsabilida-
cer interinamente cargo em comissão diverso, sem prejuízo de, se posteriormente verificada a inexistência de infração.
das atribuições do cargo por ele regularmente ocupado. c) A responsabilidade regressiva do servidor por dano
d) O servidor ocupante de cargo em comissão não pode- praticado contra terceiro no exercício de suas funções é
rá perceber, adicionalmente, remuneração por eventual parti- objetiva.
cipação em conselhos de administração de empresa pública. d) A responsabilidade criminal do servidor alcança
e) O servidor que acumular licitamente dois cargos efeti- contravenções eventualmente por ele praticadas no exer-
vos poderá ser investido em um terceiro cargo, em comissão, cício de suas funções.
se houver compatibilidade de horários. e) A responsabilidade regressiva do servidor por dano
praticado contra terceiro é personalíssima, não se esten-
R: C. Neste sentido, o art. 9º, parágrafo único da Lei nº dendo a seus herdeiros e sucessores.
8.112/1990: “O servidor ocupante de cargo em comissão ou
de natureza especial poderá ser nomeado para ter exercício, R: D. Disciplina o art. 123, Lei nº 8.112/1990: “A respon-
interinamente, em outro cargo de confiança, sem prejuízo sabilidade penal abrange os crimes e contravenções impu-
das atribuições do que atualmente ocupa, hipótese em que tadas ao servidor, nessa qualidade”. A alternativa “a” está
deverá optar pela remuneração de um deles durante o perío- errada porque “as sanções civis, penais e administrativas
do da interinidade”. A alternativa “a” está errada, nos termos poderão cumular-se, sendo independentes entre si” (art.
do art. 118, §1º, Lei nº 8.112/1990: “A proibição de acumu- 125, Lei nº 8.112/1990). A alternativa “b” está errada por-
lar estende-se a cargos, empregos e funções em autarquias, que “nenhum servidor poderá ser responsabilizado civil,
fundações públicas, empresas públicas, sociedades de eco- penal ou administrativamente por dar ciência à autorida-
nomia mista da União, do Distrito Federal, dos Estados, dos de superior ou, quando houver suspeita de envolvimento
Territórios e dos Municípios”. A alternativa “b” está errada, desta, a outra autoridade competente para apuração de in-
nos termos do art. 118, §3º, Lei nº 8.112/1990: “Considera-se formação concernente à prática de crimes ou improbidade
acumulação proibida a percepção de vencimento de cargo de que tenha conhecimento, ainda que em decorrência do
ou emprego público efetivo com proventos da inatividade, exercício de cargo, emprego ou função pública” (art. 126-
salvo quando os cargos de que decorram essas remunera- A, Lei nº 8.112/1990). A alternativa “c” está errada porque
ções forem acumuláveis na atividade”. A alternativa “d” está embora a responsabilidade do Estado seja objetiva, a do
errada, nos termos do art. 119, Lei nº 8.112/1990: “O ser- servidor é subjetiva (art. 37, §6º, CF). A alternativa “e” está
vidor não poderá exercer mais de um cargo em comissão, errada porque “a obrigação de reparar o dano estende-se
exceto no caso previsto no parágrafo único do art. 9º, nem aos sucessores e contra eles será executada, até o limite do
ser remunerado pela participação em órgão de deliberação valor da herança recebida” (art. 122, §3º, Lei nº 8.112/1990).

56
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 220 gado no período abrangido pelo PAD”. Portanto, nenhuma


(CESPE/2016 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analis- consequência desabonadora da conduta do servidor poderá
ta Judiciário - Serviço Social) De acordo com a Lei n.º ser realizada pela Administração, nem mesmo o registro dos
8.112/1990, estará sujeito à penalidade de demissão o ser- fatos nos assentamentos individuais.
vidor público que
a) coagir subordinado a filiar-se a partido político. QUESTÃO 222
b) utilizar recurso material da repartição em atividade (CESPE/2016 - DPU - Agente Administrativo - Co-
particular. nhecimentos Básicos) Com base nas disposições da Lei
c) negar fé a documento público. n.º 8.112/1990, que trata do regime jurídico dos servidores
d) opor resistência injustificada a processo administra- públicos federais, julgue o item a seguir.
tivo. Somente nos casos previstos em lei poderá haver a
e) reincidir na retirada de documento da repartição sem prestação gratuita de serviços ao poder público.
prévia autorização da autoridade competente.
R: Certo. Conforme art. 4º da Lei nº 8.112/1990, “é proi-
R: B. Prevista a proibição no art. 117, XVI, Lei nº 8.112/1990 bida a prestação de serviços gratuitos, salvo os casos pre-
de “utilizar pessoal ou recursos materiais da repartição em vistos em lei”.
serviços ou atividades particulares”, a pena devida é de de-
missão, conforme art. 132, XIII, Lei nº 8.112/1990: “A demis- QUESTÃO 223
são será aplicada nos seguintes casos: [...] XIII - transgressão (CESPE/2016 - DPU - Agente Administrativo - Co-
dos incisos IX a XVI do art. 117”. nhecimentos Básicos) Ainda com base no disposto na Lei
n.º 8.112/1990 e na Constituição Federal de 1988 (CF), jul-
QUESTÃO 221 gue o próximo item.
(CESPE/2016 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista É permitido o exercício de mais de um cargo em comis-
Judiciário - Enfermagem) Após denúncia anônima contendo são, desde que seja na condição de interino.
documentos que permitiram a determinada autarquia fe-
deral conhecer indícios de infração administrativa cometida R: Certo. Conforme disciplina do art. 9º, parágrafo úni-
por servidor público a ela vinculado, instaurou-se, no âm- co, Lei nº 8.112/1990: “O servidor ocupante de cargo em
comissão ou de natureza especial poderá ser nomeado
bito da entidade, processo administrativo disciplinar (PAD).
para ter exercício, interinamente, em outro cargo de con-
Para compor a comissão responsável pelo PAD foi designa-
fiança, sem prejuízo das atribuições do que atualmente
do, entre outros membros, parente de quarto grau em linha
ocupa, hipótese em que deverá optar pela remuneração de
colateral do servidor processado. A instrução processual foi
um deles durante o período da interinidade”.
ampla e houve necessidade de se prorrogar o prazo para a
conclusão dos trabalhos. Ao final, o servidor, que optou por
QUESTÃO 224
apresentar defesa pessoalmente, dispensando assistência
(CESPE/2016 - DPU - Agente Administrativo - Co-
técnica de advogado, foi indiciado.
nhecimentos Básicos) Ainda com base no disposto na Lei
Superado o prazo para a conclusão do processo, sobre- n.º 8.112/1990 e na Constituição Federal de 1988 (CF), jul-
veio decisão proferida pela autoridade competente em que gue o próximo item.
foi reconhecida a prescrição da pretensão punitiva da admi- O servidor que for nomeado para cargo de provimento
nistração pública e a extinção da punibilidade. Ainda assim, efetivo será submetido, após entrar em exercício, a estágio
em atendimento ao princípio da publicidade, foi promovido probatório de três anos, no qual será avaliado com base na
o registro do PAD e do seu resultado nos assentamentos assiduidade, disciplina, capacidade de iniciativa, produtivi-
funcionais do servidor. dade e responsabilidade.
Com base no disposto na Lei n.º 8.112/1990 e conside-
rando a doutrina e a jurisprudência, é correto afirmar que, na R: Certo. Assim disciplina o texto constitucional: “Art.
situação apresentada, houve irregularidade decorrente 41. São estáveis após três anos de efetivo exercício os ser-
a) do fato de a denúncia que deu origem à instauração vidores nomeados para cargo de provimento efetivo em
do PAD ser anônima. virtude de concurso público. I - assiduidade; II - disciplina;
b) do fato de a comissão ter sido integrada pelo parente III - capacidade de iniciativa; IV - produtividade; V- respon-
do servidor. sabilidade”.
c) do registro nos assentamentos funcionais do servidor.
d) do excesso de prazo para conclusão do processo. QUESTÃO 225
e) da ausência de defesa técnica por advogado. (CESPE/2016 - DPU - Agente Administrativo - Co-
nhecimentos Básicos) Ainda com base no disposto na Lei
R: C. No Julgamento do MS 23.262/DF, o STF concluiu n.º 8.112/1990 e na Constituição Federal de 1988 (CF), jul-
que o art. 170 da Lei nº 8.112/1990 é inconstitucional, uma gue o próximo item.
vez que “reconhecida a prescrição da pretensão punitiva, há A inassiduidade habitual será apurada mediante pro-
impedimento absoluto de ato decisório condenatório ou de cedimento sumário, cabendo, nesse caso, a penalidade de
formação de culpa definitiva por atos imputados ao investi- remoção ou de advertência.

57
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Errado. A inassiduidade habitual de fato é apurada R: Certo. Não há impedimento, conforme disciplina
em procedimento sumário, descrito no art. 133 da Lei nº o art. 20, § 3º, Lei nº 8.112/1990: “O servidor em estágio
8.112/1990. Com efeito, o art. 132, III, Lei nº 8.112/1990 probatório poderá exercer quaisquer cargos de provimento
prevê que a pena nestes casos é de demissão, restando em comissão ou funções de direção, chefia ou assessora-
errada a assertiva: “Art. 132. A demissão será aplicada nos mento no órgão ou entidade de lotação, e somente poderá
seguintes casos: [...] III - inassiduidade habitual”. ser cedido a outro órgão ou entidade para ocupar cargos
de Natureza Especial, cargos de provimento em comissão
QUESTÃO 226 do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores - DAS, de
(CESPE/2016 - DPU - Agente Administrativo - Co- níveis 6, 5 e 4, ou equivalentes”.
nhecimentos Básicos) Ainda com base no disposto na Lei
n.º 8.112/1990 e na Constituição Federal de 1988 (CF), jul- QUESTÃO 229
gue o próximo item. (CESPE/2015 - TJ-DFT - Analista Judiciário - Psico-
Ao servidor público federal que tenha recebido certi- logia) Com base no disposto na Lei n.º 8.112/1990, espe-
dão emitida por órgão público estadual para instruir pedi- cificamente no que concerne aos direitos, aos deveres e
do administrativo é lícito exigir o reconhecimento de firma às responsabilidades dos servidores públicos civis, julgue
da autoridade estadual. o seguinte item.
A servidora gestante tem garantido seu direito de afas-
R: Errado. Destaca-se que o art. 117, III, Lei nº 8.112/1990 tamento das operações e locais considerados penosos, in-
proíbe ao servidor “recusar fé a documentos públicos”. No salubres ou perigosos durante os períodos da gestação e
entanto, os documentos públicos possuem presunção de da lactação.
legitimidade e não precisam de reconhecimento de firma,
logo, ela não pode ser exigida. R: Certo. A vedação está no art. 69, parágrafo único,
Lei nº 8.112/1990: “A servidora gestante ou lactante será
QUESTÃO 227 afastada, enquanto durar a gestação e a lactação, das ope-
(CESPE/2016 - DPU - Analista Técnico - Administra- rações e locais previstos neste artigo, exercendo suas ati-
tivo) Uma autarquia federal, desejando comprar um bem vidades em local salubre e em serviço não penoso e não
imóvel — não enquadrado nas hipóteses em que a licita- perigoso”.
ção é dispensada, dispensável ou inexigível — com valor de
contratação estimado em R$ 50.000,00, efetuou licitação QUESTÃO 230
na modalidade concorrência. (CESPE/2015 - TRE-RS - Conhecimentos Básicos
Considerando a situação descrita, julgue os itens a se- para os Cargos 1 a 5) Conforme o disposto na Lei n.º
guir, acerca da organização administrativa da União, das 8.112/1990, ao servidor em estágio probatório é vedada a
licitações e contratos administrativos e do disposto na Lei concessão de licença
n.º 8.112/1990. a) para capacitação.
Servidor público efetivo da referida autarquia federal b) para o serviço militar.
que, no curso do processo licitatório, recusasse fé a docu- c) por motivo de afastamento do cônjuge.
mento público regularmente apresentado por um dos lici- d) por motivo de doença em pessoa da família.
tantes não estaria sujeito a sanção administrativa prevista e) para atividade política.
na Lei n.º 8.112/1990, uma vez que servidores de autar-
quias submetem-se a regime jurídico próprio. R: A. Conforme o artigo 20, § 5º, Lei nº 8.112/1990, “o
estágio probatório ficará suspenso durante as licenças e os
R: Errado. A assertiva está errada porque a Lei nº afastamentos previstos nos arts. 83, 84, § 1º, 86 e 96, bem
8.112/1990 se aplica aos servidores de autarquias: “Art. 1º assim na hipótese de participação em curso de formação, e
Esta Lei institui o Regime Jurídico dos Servidores Públicos será retomado a partir do término do impedimento”, sendo
Civis da União, das autarquias, inclusive as em regime es- que a licença por doença em pessoa da família está previs-
pecial, e das fundações públicas federais”. ta no artigo 83, Lei nº 8.112/1990; a licença por motivo de
afastamento do cônjuge no artigo 84 da Lei nº 8.112/1990;
QUESTÃO 228 a licença para atividade política no artigo 86 da mesma lei;
(CESPE/2015 - TJ-DFT - Analista Judiciário - Psico- e o afastamento de servidor para servir em organismo in-
logia) Com base no disposto na Lei n.º 8.112/1990, espe- ternacional de que o Brasil participe ou com o qual coopere
cificamente no que concerne aos direitos, aos deveres e encontra-se no artigo 96 da lei. Não está abarcada, então, a
às responsabilidades dos servidores públicos civis, julgue hipótese de licença para capacitação.
o seguinte item.
O servidor em estágio probatório pode exercer quais-
quer cargos de provimento em comissão ou funções de
direção, chefia ou assessoramento no órgão ou entidade
de lotação.

58
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Certo. O art. 12, I, “c”, CF prevê para o caso do filho


NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL de Cláudio não apenas a exigência de que venha e residir
no Brasil, aceitando também em vez disso que ele seja re-
gistrado em repartição brasileira competente: “Art. 12. São
brasileiros: I - natos: [...] c) os nascidos no estrangeiro de
QUESTÃO 231 pai brasileiro ou de mãe brasileira, desde que sejam regis-
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi- trados em repartição brasileira competente ou venham a
nistração) A respeito das disposições da CF e da legislação residir na República Federativa do Brasil e optem, em qual-
que instituiu o regime jurídico dos funcionários públicos quer tempo, depois de atingida a maioridade, pela nacio-
civis do estado de Pernambuco, julgue o próximo item. nalidade brasileira”.
De acordo com a CF, é vedada a contratação de servi-
dor público por tempo determinado. QUESTÃO 234
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Ad-
R: Errado. A Constituição autoriza a contratação de ser- ministração) Considerando o que dispõe a CF acerca dos
vidor público por tempo determinado em seu artigo 37, IX, direitos sociais, direitos de nacionalidade e direitos políti-
exigindo excepcional interesse público: “a lei estabelece- cos, bem como dos partidos políticos, julgue o item sub-
rá os casos de contratação por tempo determinado para sequente.
atender a necessidade temporária de excepcional interesse Se, no ano de 2018, o presidente da assembleia legis-
público”. lativa de um estado, em seu primeiro mandato, substituir
o governador nos seis meses anteriores ao pleito eleitoral,
QUESTÃO 232 ele poderá concorrer ao cargo de governador, no mesmo
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Ad- estado, nas eleições estaduais daquele ano, mas não pode-
ministração) Considerando o que dispõe a CF acerca dos rá concorrer à reeleição no pleito posterior.
direitos sociais, direitos de nacionalidade e direitos políti-
cos, bem como dos partidos políticos, julgue o item sub- R: Certo. Se um dos sucessores do chefe do executi-
sequente. vo assumir em definitivo seu posto no curso do mandato,
Por imposição de lei, se um órgão estadual for criado, independentemente de quanto tempo o ocupe, somente
os servidores ocupantes de cargo efetivo desse órgão po- poderá se candidatar na eleição seguinte, mas se for vito-
derão, desde que com prévia autorização do órgão estatal rioso não poderá buscar a sua reeleição no pleito seguinte,
competente, fundar sindicato. conforme art. 14, §5º, CF: “O Presidente da República, os
Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Prefei-
R: Errado. A autorização estatal não é exigida, confor- tos e quem os houver sucedido, ou substituído no curso
me art. 8º, I, CF: “Art. 8º É livre a associação profissional ou dos mandatos poderão ser reeleitos para um único período
sindical, observado o seguinte: I - a lei não poderá exigir subseqüente”.
autorização do Estado para a fundação de sindicato, res-
salvado o registro no órgão competente, vedadas ao Po- QUESTÃO 235
der Público a interferência e a intervenção na organização (CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi-
sindical”. nistração) No que diz respeito às atribuições e responsa-
bilidades do presidente da República e às atribuições do
QUESTÃO 233 Poder Legislativo, julgue o seguinte item.
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Ad- Quando um cargo público federal estiver vago, o presi-
ministração) Considerando o que dispõe a CF acerca dos dente da República poderá extingui-lo por decreto, sendo
direitos sociais, direitos de nacionalidade e direitos políti- essa competência indelegável.
cos, bem como dos partidos políticos, julgue o item sub-
sequente. R: Errado. A competência de extinguir cargos por de-
Situação hipotética: Cláudio, brasileiro nato, por inte- creto está prevista no art. 84, VI, “b”, CF: “Compete privativa-
resse exclusivamente pessoal, residiu em país estrangeiro, mente ao Presidente da República: [...] VI – dispor, mediante
onde teve um filho com uma cidadã local. Assertiva: Nessa decreto, sobre: [...] b) extinção de funções ou cargos públi-
situação, segundo a CF, o filho de Cláudio poderá ser con- cos, quando vagos”. O parágrafo único do mesmo artigo
siderado brasileiro nato, ainda que não venha a residir no 84 autoriza a delegação no caso deste inciso: “O Presidente
Brasil. da República poderá delegar as atribuições mencionadas
nos incisos VI, XII e XXV, primeira parte, aos Ministros de
Estado, ao Procurador-Geral da República ou ao Advoga-
do-Geral da União, que observarão os limites traçados nas
respectivas delegações”.

59
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 236 QUESTÃO 239


(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Julga- (CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Pe-
mento) Com relação aos direitos sociais, aos direitos de na- nitenciária) É dispensável licença, autorização ou referendo
cionalidade, aos direitos políticos e aos partidos políticos, do Congresso Nacional para que o presidente da República
julgue o próximo item. a) sancione e promulgue leis.
O transporte e o lazer são direitos sociais expressamente b) fique ausente do país por mais de quinze dias.
previstos na CF. c) firme tratados ou convenções internacionais.
d) declare guerra, caso haja agressão estrangeira.
R: Certo. Percebe-se na atual redação do artigo 6º, CF: e) celebre a paz.
“São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o
trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a R: A. Conforme se percebe no artigo 84, CF, as atribui-
previdência social, a proteção à maternidade e à infância, ções descritas nas letras “a”, “c”, “d” e “e” são privativas do
a assistência aos desamparados, na forma desta Constitui- Presidente: “Art. 84. Compete privativamente ao Presidente
ção”. O transporte não fazia parte do rol dos direitos sociais da República: [...] IV - sancionar, promulgar e fazer publicar
expressamente previsto na CF, mas foi introduzido no texto as leis, bem como expedir decretos e regulamentos para sua
constitucional através da EC nº 90/2015. fiel execução; [...] VIII - celebrar tratados, convenções e atos
internacionais, sujeitos a referendo do Congresso Nacional;
QUESTÃO 237 [...] XIX - declarar guerra, no caso de agressão estrangeira,
(CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos - autorizado pelo Congresso Nacional ou referendado por
Cargos 1 e 2) A respeito do controle jurisdicional da admi- ele, quando ocorrida no intervalo das sessões legislativas,
nistração pública no direito brasileiro, julgue o item a seguir. e, nas mesmas condições, decretar, total ou parcialmente, a
O remédio constitucional do habeas data permite que o mobilização nacional; [...] XX - celebrar a paz, autorizado ou
impetrante obtenha informações cadastrais relativas a todas com o referendo do Congresso Nacional”. Percebe-se que
as partes de um processo do qual seja parte, exceto aquelas todas as competências dos incisos acima, exceto o inciso
protegidas por sigilo bancário. IV, que corresponde à letra “a”, devem ser autorizados ou
referendados pelo Congresso Nacional. Corroborando, o
R: Errado. O habeas data é instrumento que visa promo- artigo 49, CF, fixa entre atribuições do Congresso Nacional:
ver o acesso a informações de interesse pessoal, conforme “Art. 49. É da competência exclusiva do Congresso Nacional:
artigo 5º, LXXII, CF: “para assegurar o conhecimento de in- I - resolver definitivamente sobre tratados, acordos ou atos
formações relativas à pessoa do impetrante, constantes de internacionais que acarretem encargos ou compromissos
registro ou banco de dados de entidades governamentais gravosos ao patrimônio nacional; II - autorizar o Presidente
ou de caráter público”. da República a declarar guerra, a celebrar a paz, a permitir
que forças estrangeiras transitem pelo território nacional ou
QUESTÃO 238 nele permaneçam temporariamente, ressalvados os casos
(CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Pe- previstos em lei complementar; III - autorizar o Presidente
nitenciária) A respeito do Ministério Público, julgue as as- e o Vice-Presidente da República a se ausentarem do País,
serções que se seguem. quando a ausência exceder a quinze dias”.
I - É garantida aos membros do Ministério Público a ir-
redutibilidade de subsídios, de modo a se evitar a redução QUESTÃO 240
nominal da remuneração. (CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Pe-
II - É permitido que promotor de justiça receba honorá- nitenciária) É permitida a edição de medida provisória que
rios de sucumbência e custas processuais nos processos em verse sobre
que o Ministério Público for o vencedor na demanda. a) retenção de bens de poupança ou de ativo financeiro.
Assinale a opção correta, a respeito das asserções I e II. b) organização do Poder Judiciário e do Ministério Pú-
a) As asserções I e II são erradas. blico.
b) As asserções I e II são certas, e a II é uma justificativa c) direitos políticos e partidos políticos.
da I. d) instituição e majoração de impostos.
c) As asserções I e II são certas, mas a II não é uma jus- e) nacionalidade, cidadania e direito eleitoral.
tificativa da I.
d) A asserção I é certa, e a II é errada. R: D. O artigo 62, CF autoriza a edição de medidas pro-
e) A asserção I é errada, e a II é certa. visórias em caso de relevância e urgência, sendo que o §1º
traz as matérias que não podem ser por ela abrangidas: “§
R: D. Consta no artigo 128, I, “c”, CF a garantia à irreduti- 1º É vedada a edição de medidas provisórias sobre matéria:
bilidade de subsídio: “irredutibilidade de subsídio, fixado na I – relativa a: a) nacionalidade, cidadania, direitos políticos,
forma do art. 39, § 4º, e ressalvado o disposto nos arts. 37, X partidos políticos e direito eleitoral; (matérias descritas nas
e XI, 150, II, 153, III, 153, § 2º, I”. De outro lado, no artigo 128, assertivas “c” e “e”) b) direito penal, processual penal e pro-
II, “a”, CF fixa-se a vedação de “receber, a qualquer título e cessual civil; c) organização do Poder Judiciário e do Ministé-
sob qualquer pretexto, honorários, percentagens ou custas rio Público, a carreira e a garantia de seus membros; (matéria
processuais”. descrita na assertiva “b”) d) planos plurianuais, diretrizes or-

60
500 QUESTÕES DA CESPE

çamentárias, orçamento e créditos adicionais e suplemen- QUESTÃO 243


tares, ressalvado o previsto no art. 167, § 3º; II – que vise a (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
detenção ou sequestro de bens, de poupança popular ou Judiciária) Determinada lei, publicada seis meses antes da
qualquer outro ativo financeiro; (matéria descrita na asserti- data da realização de eleições estaduais, criou hipótese de
va “a”) III – reservada a lei complementar; IV – já disciplinada inelegibilidade para dificultar abuso do poder econômico.
em projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional e pen- Assinale a opção correta a respeito da classificação da
dente de sanção ou veto do Presidente da República”. referida lei e de sua vigência e aplicação.
a) Tal lei deve ser complementar, e vigerá e se aplicará
QUESTÃO 241 a partir da data da sua publicação.
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área b) Tal lei deve ser complementar e não se aplicará às
Judiciária) A Constituição Federal de 1988 estabelece que referidas eleições.
os tribunais regionais eleitorais sejam compostos por dois c) Tal lei deve ser ordinária estadual e não se aplicará às
juízes dentre seis advogados de notável saber jurídico e ido- referidas eleições.
neidade moral indicados pelo d) Tal lei deve ser ordinária distrital, e vigerá e se apli-
a) Tribunal de Justiça. cará a partir da data da sua publicação.
b) Superior Tribunal de Justiça. e) Tal lei deve ser ordinária federal, e se aplicará a partir
c) presidente do Supremo Tribunal Federal. da data de sua publicação.
d) Tribunal Superior Eleitoral.
e) presidente da República. R: B. O artigo 14, § 9º, CF fixa que lei que discipline
casos de inelegibilidade deve ser complementar: “Lei com-
R: A. Observa-se que os dois juízes escolhidos entre plementar estabelecerá outros casos de inelegibilidade e
advogados serão indicados pelo Tribunal de Justiça e no- os prazos de sua cessação, a fim de proteger a probida-
meados pelo Presidente da República, conforme artigo 120, de administrativa, a moralidade para exercício de mandato
§1º, III, CF: “Art. 120. Haverá um Tribunal Regional Eleitoral na considerada vida pregressa do candidato, e a normalidade
Capital de cada Estado e no Distrito Federal. § 1º – Os Tribu- e legitimidade das eleições contra a influência do poder
nais Regionais Eleitorais compor-se-ão: I – mediante eleição, econômico ou o abuso do exercício de função, cargo ou
pelo voto secreto: a) de dois juízes dentre os desembarga- emprego na administração direta ou indireta”. Por seu tur-
dores do Tribunal de Justiça; b) de dois juízes, dentre juízes no, o artigo 16, CF fixa o princípio da anterioridade eleito-
de direito, escolhidos pelo Tribunal de Justiça; II – de um juiz ral que exige o prazo mínimo de um ano entre o início da
do Tribunal Regional Federal com sede na Capital do Esta- vigência da lei e as próximas eleições: “A lei que alterar o
do ou no Distrito Federal, ou, não havendo, de juiz federal, processo eleitoral entrará em vigor na data de sua publica-
escolhido, em qualquer caso, pelo Tribunal Regional Federal
ção, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da
respectivo; III – por nomeação, pelo Presidente da República,
data de sua vigência”.
de dois juízes dentre seis advogados de notável saber jurí-
dico e idoneidade moral, indicados pelo Tribunal de Justiça”.
QUESTÃO 244
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
QUESTÃO 242
Administrativa) Para a criação da Comissão Parlamentar
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
Judiciária) O presidente da República, fundamentando-se de Inquérito (CPI), é indispensável
no argumento de que o exercício dos direitos políticos não a) que o fato não esteja em apuração em instância po-
deve ser imposto pelo Estado, pretende extinguir o voto licial ou judicial.
obrigatório para os cidadãos com idade entre dezoito e se- b) o requerimento de, no mínimo, dois terços dos
tenta anos nas eleições de cargos eletivos do Poder Legisla- membros da casa legislativa.
tivo e do Poder Executivo e implementar o voto facultativo. c) o apontamento de fato determinado a ser investi-
Nesse caso, a implementação do voto facultativo deverá gado.
ocorrer por d) que a iniciativa seja da Câmara dos Deputados, não
a) lei complementar. podendo ser de outra casa legislativa.
b) medida provisória. e) a fixação de prazo improrrogável para a conclusão
c) lei ordinária. do trabalho, independentemente da complexidade do fato
d) emenda constitucional. investigado.
e) decreto legislativo.
R: C. O artigo 58, CF disciplina a questão das Comissões
R: D. O voto é matéria constitucional, que em alguns as- Parlamentares de Inquérito em seu §3º: “As comissões par-
pectos pode ser alterada por emenda constitucional - por se lamentares de inquérito, que terão poderes de investigação
tratar de matéria constitucional prevista no artigo 14, §1º, CF - e próprios das autoridades judiciais, além de outros previstos
noutros não pode sequer ser alterada, considerando-se cláusu- nos regimentos das respectivas Casas, serão criadas pela
la pétrea o voto “o voto direto, secreto, universal e periódico” Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, em conjun-
(artigo 60, §4º, II, CF). A obrigatoriedade do voto está prevista to ou separadamente, mediante requerimento de um terço
no artigo 14, §1º, I, CF, que não é cláusula pétrea, e sim matéria de seus membros, para a apuração de fato determinado
constitucional, passível de alteração por emenda constitucional. e por prazo certo, sendo suas conclusões, se for o caso,

61
500 QUESTÕES DA CESPE

encaminhadas ao Ministério Público, para que promova a QUESTÃO 247


responsabilidade civil ou criminal dos infratores”. Exige-se, (CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área
assim fato certo e prazo determinado (embora prorrogá- Administrativa) Vincent, cidadão holandês naturalizado
vel), não havendo impedimento se houver investigação em brasileiro, conseguiu, por determinação judicial definitiva, o
curso sobre o mesmo em outras esferas. Pode ser criada cancelamento de sua naturalização e, então, regressou à Ho-
pela Câmara ou pelo Senado, mediante requerimento de landa. Tempos depois, já com trinta e dois anos de idade, ele
1/3 dos seus membros. foi convidado por um partido político nacional a concorrer
ao cargo de deputado estadual de um estado da Federação
QUESTÃO 245 brasileira.
(CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área Ad- Nessa situação hipotética, de acordo com os preceitos
ministrativa) O remédio constitucional que representa, no pla- constitucionais, Vincent será
no institucional, a mais expressiva reação jurídica do Estado às a) inelegível, porque ainda não tem a idade mínima para
instituições que lesem, efetiva ou potencialmente, os direitos o exercício do cargo de deputado estadual no Brasil, que é
de conhecimento de informações relativas à pessoa interessada de trinta e cinco anos.
constantes de registros ou bancos de dados de entidades go- b) elegível, caso se candidate no estado da Federação
vernamentais ou de caráter público, bem como de retificação no qual residiu até conseguir seu direito à naturalização.
de dados e complementação de registros existentes, é o(a) c) inelegível, porque o cancelamento judicial da natu-
a) habeas data. ralização afasta-lhe o pleno exercício dos direitos políticos.
b) mandado de segurança. d) elegível, desde que sua condição de brasileiro natura-
c) habeas corpus. lizado tenha sido superior a cinco anos.
d) ação popular. e) elegível, desde que ele comprove seu domicílio elei-
e) mandado de injunção. toral em qualquer estado da Federação.

R: A. O habeas data é instrumento que visa promover o R: C. A perda dos direitos políticos, é tratada no artigo 15
acesso a informações de interesse pessoal, conforme artigo 5º, da Constituição Federal, prevendo o inciso I a perda devido a
LXXII, CF: “para assegurar o conhecimento de informações rela- “cancelamento da naturalização por sentença transitada em
tivas à pessoa do impetrante, constantes de registro ou banco julgado”. A partir deste momento, Vincent não é mais brasi-
de dados de entidades governamentais ou de caráter público”. leiro, passando a ser estrangeiro e, conforme artigo 14, § 2º,
CF, “não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e,
QUESTÃO 246 durante o período do serviço militar obrigatório, os conscri-
(CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área Ad- tos”. Também não podem se eleger aqueles que não tenham
ministrativa) O governador de um estado da Federação, du- nacionalidade brasileira ou não estejam em pleno exercício
rante o cumprimento de seu mandato, foi aprovado em con- dos direitos políticos (artigo 14, §3º, I e II, CF).
curso público para o cargo de analista judiciário de um tribunal
e convocado para a respectiva posse. QUESTÃO 248
Nessa situação hipotética, conforme a Constituição Fede- (CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área
ral de 1988, o governador Administrativa) Ao ser procurada para responder pesquisa
a) não poderá tomar posse no cargo por ser chefe do Po- relativa às eleições estaduais, Maria Lúcia, professora apo-
der Executivo estadual, o que feriria o princípio da indissolubi- sentada, então com sessenta e seis anos de idade, recusou-
lidade do pacto federativo. se a responder aos questionamentos e alegou que, por ser
b) poderá tomar posse no cargo e perderá, automatica- idosa, não era mais obrigada a votar. Assim, afirmou que,
mente, o mandato. como tem a intenção de utilizar essa prerrogativa, sua opi-
c) poderá tomar posse no cargo, mas, para continuar nião quanto aos candidatos não seria relevante à pesquisa.
cumprindo seu mandato eletivo, terá de manter-se afastado Nessa situação hipotética, à luz da Constituição Federal
do cargo de analista judiciário. de 1988, o entendimento de Maria Lúcia está
d) não poderá tomar posse no cargo em razão de vedação a) correto, porque a sua idade faz presumir a incapacida-
constitucional que visa evitar ofensa ao princípio da separação de civil absoluta, o que acarreta a perda de direitos políticos.
dos poderes. b) correto, tendo em vista que a sua situação de idosa
e) poderá tomar posse no cargo e, ao entrar em exercício, lhe garante o voto facultativo.
cumular as duas atividades. c) correto, porque a aposentadoria torna seu voto fa-
cultativo.
R: C. Não haverá perda de mandato, pois a posse se deu d) equivocado, porque o voto é facultativo apenas para
em virtude de concurso, conforme artigo 28, §1º, CF: “Perderá os analfabetos.
o mandato o Governador que assumir outro cargo ou função e) equivocado, porque, para cidadãos com a sua idade,
na administração pública direta ou indireta, ressalvada a posse o voto é obrigatório.
em virtude de concurso público e observado o disposto no
art. 38, I, IV e V”. Com efeito, quanto ao afastamento, o artigo R: E. Maria Lúcia não precisará mais votar apenas quan-
38 prevê em seu inciso I que “tratando-se de mandato eletivo do completar 70 anos, conforme o art. 14, §1º, “b”, CF: “O
federal, estadual ou distrital, ficará afastado de seu cargo, em- alistamento eleitoral e o voto são: [...] II - facultativos para:
prego ou função”. [...] b) os maiores de 70 anos”.

62
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 249 R: C. O artigo 12, CF fixa em seu §3º os cargos que


(CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área Ad- não aceitam brasileiros naturalizados, exigindo brasileiros
ministrativa) O corregedor de um tribunal regional eleitoral natos: “São privativos de brasileiro nato os cargos: I - de
(TRE), ao analisar o regimento interno desse órgão, verificou Presidente e Vice-Presidente da República; II - de Presiden-
que diversos dispositivos estavam em desacordo com as nor- te da Câmara dos Deputados; III - de Presidente do Senado
mas estabelecidas pela Constituição Federal de 1988 (CF) e que, Federal; IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal; V -
por essa razão, seria necessário elaborar um novo regimento. da carreira diplomática; VI - de oficial das Forças Armadas;
Tendo em vista os preceitos estabelecidos na CF, nessa si- VII - de Ministro de Estado da Defesa”. A hipótese do inciso
tuação hipotética, a competência privativa para a elaboração V corresponde à letra “c”.
do novo regimento interno do TRE será do
a) Tribunal Superior Eleitoral, em decorrência da hierarquia QUESTÃO 252
constitucional sobre o TRE. (CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área
b) referido TRE, que deverá observar as normas de proces- Administrativa) De acordo com a Constituição Federal de
so e as garantias processuais das partes ao elaborar a referida 1988 (CF), a perda ou a suspensão dos direitos políticos se
peça normativa. dará em caso de
c) Supremo Tribunal Federal, em razão de sua hierarquia a) condenação criminal por decisão de tribunal contra
constitucional sobre o TRE. a qual caiba recurso.
d) Superior Tribunal de Justiça, tendo em vista que o Su- b) incapacidade civil relativa.
premo Tribunal Federal cuida exclusivamente de questões c) condenação em ação de improbidade administrati-
constitucionais. va, nos termos da lei.
e) Congresso Nacional, por ser o órgão responsável pelo d) cancelamento da naturalização por decisão judicial
processo legislativo, que cria e edita normativas. de primeira instância.
e) condenação criminal por decisão judicial de primeira
R: B. Nestes termos, o art. 96, I, “a”, CF: “Art. 96. Compete instância.
privativamente: I - aos tribunais: a) eleger seus órgãos direti-
vos e elaborar seus regimentos internos, com observância das
R: C. O artigo 15, CF disciplina os casos de perda e
normas de processo e das garantias processuais das partes,
suspensão dos direitos políticos: “É vedada a cassação de
dispondo sobre a competência e o funcionamento dos respec-
direitos políticos, cuja perda ou suspensão só se dará nos
tivos órgãos jurisdicionais e administrativos”.
casos de: I - cancelamento da naturalização por sentença
transitada em julgado; (letra “d” errada) II - incapacidade
QUESTÃO 250
(CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área Ad- civil absoluta; (letra “b” errada) III - condenação criminal
ministrativa) De acordo com a Constituição Federal de 1988, transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos; (le-
o órgão a que compete o controle da atuação administrativa tras “a” e “e” erradas) IV - recusa de cumprir obrigação a
e financeira do Poder Judiciário e do cumprimento dos deve- todos imposta ou prestação alternativa, nos termos do art.
res funcionais dos juízes, além do encargo do recebimento e 5º, VIII; V - improbidade administrativa, nos termos do art.
conhecimento de reclamações contra os serviços auxiliares do 37, § 4º (letra “c” correta)”.
Poder Judiciário, é o(a)
a) Tribunal de Contas da União. QUESTÃO 253
b) Conselho Nacional de Justiça. (CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área
c) Procuradoria-Geral da República. Administrativa) De acordo com a CF, na fixação do venci-
d) Supremo Tribunal Federal. mento e da remuneração dos servidores públicos, deve-se
e) Corregedoria do Superior Tribunal de Justiça. observar
a) se o ocupante do cargo é afrodescendente.
R: B. Assim prevê, essencialmente, o art. 103-B, §4º, CF: b) a complexidade dos cargos componentes de cada
“Compete ao Conselho o controle da atuação administrativa e carreira.
financeira do Poder Judiciário e do cumprimento dos deveres c) se o ocupante do cargo é portador de deficiência.
funcionais dos juízes, cabendo-lhe, além de outras atribuições d) se o cargo é destinado a hipossuficiente.
que lhe forem conferidas pelo Estatuto da Magistratura: [...]”. e) se o cargo é destinado a indígena.

QUESTÃO 251 R: B. Segundo a Constituição, a fixação dos padrões de


(CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área Ad- vencimento e dos demais componentes do sistema remu-
ministrativa) O brasileiro naturalizado neratório observará, conforme art. 39, § 1º: “I – a natureza,
a) poderá ocupar o cargo de presidente do Senado Federal. o grau de responsabilidade e a complexidade dos cargos
b) poderá ocupar o cargo de ministro de Estado da Defesa. componentes de cada carreira; II – os requisitos para a in-
c) não poderá ocupar cargo da carreira diplomática. vestidura; III – as peculiaridades dos cargos”.
d) perderá a nacionalidade brasileira no caso de reconhe-
cimento de nacionalidade originária pela lei estrangeira.
e) poderá ocupar o cargo de ministro do Supremo Tribu-
nal Federal.

63
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 254 R: Errado. Conforme leciona o art. 86, §4º da CF/88, o


(CESPE/2017 - TRE-PE - Técnico Judiciário – Área Presidente da República não poderá ser responsabilizado
Administrativa) O alistamento eleitoral e o voto são obri- por crimes estranhos a sua função. Nessa senda, entende o
gatórios para STF que o crime comum estranho à função terá sua prescri-
a) maiores de setenta e cinco anos de idade. ção suspensa, podendo ser processado e julgado somente
b) maiores de dezoito anos de idade. após o término do mandado. A respeito, reproduz-se: “Art.
c) maiores de dezesseis e menores de dezoito anos de 86. § 3ºº - Enquanto não sobrevier sentença condenatória,
idade. nas infrações comuns, o Presidente da República não es-
d) analfabetos. tará sujeito a prisão.§ 4ºº - O Presidente da República, na
e) maiores de setenta anos de idade. vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado
por atos estranhos ao exercício de suas funções”.
R: B. Neste sentido, o artigo 14, § 1º, I, CF: “O alistamen-
to eleitoral e o voto são: I - obrigatórios para os maiores de QUESTÃO 258
dezoito anos; [...]”. (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio-
nal - Direito e Legislação) Considerando os dispositivos
QUESTÃO 255 constitucionais relativos ao exercício do serviço público no
(CESPE/2017 - PC-GO - Delegado de Polícia Substi- Brasil, julgue o item a seguir.
tuto) No modelo de funcionamento da justiça montado no Para solicitar aposentadoria voluntária, o servidor pú-
Brasil, entendeu-se ser indispensável a existência de deter- blico deverá contar com: dez anos de efetivo exercício no
minadas funções essenciais à justiça. Nesse sentido, a CF serviço público e cinco anos no cargo efetivo, no mínimo;
considera como funções essenciais à justiça sessenta anos de idade e trinta e cinco anos de contribui-
a) o Poder Judiciário, o Ministério Público, a defensoria ção, se homem; cinquenta e cinco anos de idade e trinta
pública, a advocacia e as polícias civil e militar. anos de contribuição, se mulher.
b) o Ministério Público, a defensoria pública, a advoca-
cia pública, a advocacia e as polícias civil e militar.
R: Errado. O erro está em a questão não ter contempla-
c) o Poder Judiciário e o Ministério Público.
do a aposentadoria voluntária proporcional, bem como de
d) o Ministério Público, a defensoria pública, a advoca-
não mencionar expressamente que o tempo de exercício
cia pública e a advocacia.
deve ser no cargo em que se dará a aposentadoria. Leia-
e) o Poder Judiciário, o Ministério Público e a defensoria
seo art. 40, III, CF: “Voluntariamente, desde que cumprido
pública.
tempo MÍNIMO de dez anos de efetivo exercício no serviço
R: D. No título IV sobre a organização dos poderes são público e cinco anos NO CARGO EFETIVO em que se dará
colacionadas as funções essenciais da justiça em seu capí- a aposentadoria, obeservadas as seguintes condições: a)
tulo IV, dividido em 4 seções: “SEÇÃO I - DO MINISTÉRIO sessenta e cinco anos de idade (65) e trinta e cinco (35) de
PÚBLICO; SEÇÃO II - DA ADVOCACIA PÚBLICA; SEÇÃO III contribuição, se homem, e cinquenta e cinco anos (55) de
- DA ADVOCACIA; SEÇÃO IV - DA DEFENSORIA PÚBLICA”. idade e trinta anos (30) de contribuição, se mulher; b) ses-
senta e cinco anos de idade, se homem, e sessenta anos de
QUESTÃO 256 idade, se mulher, comproventos proporcionais ao tempo
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio- de contribuição”.
nal - Direito e Legislação) Julgue o próximo item, relativo
ao Poder Executivo e ao Poder Legislativo. QUESTÃO 259
No exercício de atividade investigatória, caso se depa- (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio-
rem com a necessidade de quebra do sigilo fiscal de alguém, nal - Monitor de Gestão Educacional) Considerando os
as comissões parlamentares de inquérito deverão requerer dispositivos constitucionais relativos ao exercício do servi-
tal quebra ao Poder Judiciário, pois elas não possuem pode- ço público no Brasil, julgue o item a seguir.
res de investigação próprios das autoridades judiciais. O regime normal de trabalho do servidor público não
terá duração superior a oito horas diárias e quarenta e qua-
R: Errado. Já de início, o artigo 58 traz em seu §3º que tro horas semanais, sendo assegurada ao servidor a mesma
“as comissões parlamentares de inquérito, que terão pode- remuneração em diferentes turnos.
res de investigação próprios das autoridades judiciais”.
R: Errado. O art. 37, XIII, CF de fato prevê esta duração:
QUESTÃO 257 “duração do trabalho normal não superior a oito horas diá-
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio- rias e quarenta e quatro semanais, facultada a compensa-
nal - Direito e Legislação) Julgue o próximo item, relativo ção de horários e a redução da jornada, mediante acordo
ao Poder Executivo e ao Poder Legislativo. ou convenção coletiva de trabalho”. Entretanto, o trabalho
Na hipótese de o presidente da República, antes da vi- noturno recebe remuneração superior ao diurno, conforme
gência do seu mandato, praticar um homicídio, a acusação art. 37, IX: “remuneração do trabalho noturno superior à
terá de ser admitida por dois terços da Câmara de Deputa- do diurno”.
dos para, posteriormente, poder ser submetida a julgamen-
to perante o Senado Federal.

64
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 260 R: Certo. Neste sentido, o art. 10, CF: “É assegurada a parti-
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional cipação dos trabalhadores e empregdores nos colegiados dos
- Monitor de Gestão Educacional) Considerando os disposi- órgãos públicos em que seus interesses proffisionais ou previ-
tivos constitucionais relativos ao exercício do serviço público denciários sejam objeto de discussão e deliberação”.
no Brasil, julgue o item a seguir.
Um dos requisitos utilizados para a promoção de servi- QUESTÃO 264
dores públicos na carreira consiste na participação em cursos (CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo
de formação e de aperfeiçoamento nas escolas de governo 20) Com referência à Constituição Federal de 1988 e às dis-
mantidas pela União, pelos estados e pelo DF. posições nela inscritas relativamente a direitos sociais e políti-
cos, administração pública e servidores públicos, julgue o item
R: Certo. Assim prevê o art. 39, § 2º, CF: “A União, os Esta- subsequente.
dos e o Distrito Federal manterão escolas de governo para a No Brasil, o alistamento eleitoral e o voto são facultativos
formação e o aperfeiçoamento dos servidores públicos, cons- para os analfabetos, os maiores de setenta anos de idade e
tituindo-se a participação nos cursos um dos requisitos para os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos de idade.
a promoção na carreira, facultada, para isso, a celebração de
convênios ou contratos entre os entes federados”. R: Certo. Assim disciplina o texto constitucional: “art. 14, §
1º, CF. O alistamento eleitoral e o voto são: [...] II - facultativos
QUESTÃO 261 para: a) os analfabetos; b) os maiores de setenta anos; c) os
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Somen- maiores de dezesseis e menores de dezoito anos”.
te para os cargos 10 e 13) A respeito dos direitos e garantias
fundamentais estabelecidos na Constituição Federal de 1988, QUESTÃO 265
julgue o item a seguir. (CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo
Os direitos e garantias fundamentais têm como destinatá- 20) Com referência à Constituição Federal de 1988 e às dis-
rios os brasileiros natos e naturalizados, não se aplicando aos posições nela inscritas relativamente a direitos sociais e políti-
estrangeiros.
cos, administração pública e servidores públicos, julgue o item
subsequente.
R: Errado. Pela própria redação do artigo 5º, caput, CF, se aplica
Legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e
aos estrangeiros residentes no país: “Todos são iguais perante a lei,
eficiência são princípios aplicáveis exclusivamente à adminis-
sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros
tração pública federal: eles não se aplicam à administração
e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à
vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”. Não pública dos estados, do Distrito Federal nem dos municípios.
obstante, prevalece o entendimento que por força da prevalência
dos direitos humanos como princípio regente das relações inter- R: Errado. Por previsão expressa da Constituição, se aplica
nacionais do Brasil (artigo 4º, II, CF) devem se aplicar os direitos e a todos poderes em todas esferas federativas: “Art. 37, caput,
garantias individuais mesmo a estrangeiros que estejam de passa- CF. A administração pública direta e indireta de qualquer dos
gem, salvo exceções que dependam de condições específicas (ex.: Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Muni-
apenas pode ingressar com ação popular o cidadão brasileiro). cípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade,
moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:
QUESTÃO 262 [...]”.
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Somen-
te para os cargos 10 e 13) À luz das disposições constitucio- QUESTÃO 266
nais relativas aos direitos sociais, julgue o item a seguir. (CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo
É livre a associação sindical, desde que o poder público 20) Com referência à Constituição Federal de 1988 e às dis-
autorize, previamente, a fundação do sindicato. posições nela inscritas relativamente a direitos sociais e políti-
cos, administração pública e servidores públicos, julgue o item
R: Errado. A Constituição Federal prevê que a lei não pode subsequente.
exigir autorização do poder público para funcionamento do Com exceção de casos específicos previstos em lei, a ad-
sindicato, conforme o art. 8º, I: “É livre a associação profissional ministração pública deve realizar processo de licitação para a
ou sindical, observado o seguinte: I - a lei não poderá exigir au- contratação de obras, serviços, compras e alienações.
torização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado
o registro no órgão competente, vedadas ao Poder Público a R: Certo. A obrigatoriedade de licitar está prevista no art.
interferência e a intervenção na organização sindical”. 37, XXI, CF: “ressalvados os casos especificados na legislação,
as obras, serviços, compras e alienações SERÃO CONTRATA-
QUESTÃO 263 DOS mediante processo de LICITAÇÃO PÚBLICA que assegure
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Somen- igualdade de condições a todos os concorrentes, com cláu-
te para os cargos 10 e 13) À luz das disposições constitucio- sulas que estabeleçam obrigações de pagamento, mantidas
nais relativas aos direitos sociais, julgue o item a seguir. as condições efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual
É assegurada a participação dos trabalhadores e empre- somente permitirá as exigências de qualificação técnica e eco-
gadores nos colegiados dos órgãos públicos em que seus in- nômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obri-
teresses profissionais ou previdenciários sejam objeto de dis- gações”.
cussão e deliberação.

65
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 267 R: Certo. Confirmando a distinção entre cargo em comis-


(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo 20) são e função de confiança tem-se o art. 37, V, CF: “as funções
Com referência à Constituição Federal de 1988 e às disposições de confiança, exercidas exclusivamente por servidores ocu-
nela inscritas relativamente a direitos sociais e políticos, adminis- pantes de cargo efetivo, e os cargos em comissão, a serem
tração pública e servidores públicos, julgue o item subsequente. preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e
Diferentemente do que ocorre com os trabalhadores da percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às
iniciativa privada, a Constituição Federal de 1988 não asse- atribuições de direção, chefia e assessoramento”.
gura ao servidor público o direito de greve nem o de livre
associação sindical. QUESTÃO 271
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos
R: Errado. Assim disciplina o art. 9º, caput, CF: “É assegu- 1 a 7) Acerca da Constituição Federal de 1988 e das disposi-
rado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir ções nela inscritas relativamente a direitos e garantias funda-
sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que mentais e à administração pública, julgue o item a seguir.
A União, os estados, o Distrito Federal e os municípios
devam por meio dele defender”.
devem, obrigatoriamente, instituir, no âmbito de sua com-
petência, regime jurídico único aplicável tanto aos servidores
QUESTÃO 268 da administração direta quanto aos das autarquias, empresas
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargo públicas, fundações e sociedades de economia mista.
20) Com referência à Constituição Federal de 1988 e às dis-
posições nela inscritas relativamente a direitos sociais e po- R: Errado. O regime jurídico único varia conforme a esfera de-
líticos, administração pública e servidores públicos, julgue o ferativa e não se aplica às empresas públicas e às sociedades de
item subsequente. economia mista, que aplicam o regime geral aos seus funcioná-
A Constituição Federal de 1988 proíbe expressamente a rios, conforme o artigo 39, §13, CF: “ao servidor ocupante, exclusi-
diferença de salários, de exercício de funções e de critério de vamente, de cargo em comissão declarado em lei de livre nomea-
admissão por motivo de sexo, idade, cor ou estado civil. ção e exoneração bem como de outro cargo temporário ou de
emprego público, aplica-se o regime geral de previdência social”.
R: Certo. Fixa-se como direito social no art. 7º, XXX, CF:
“proibição de diferença de salários, de exercício de funções QUESTÃO 272
e de critério de admissão por motivo de sexo, idade, cor ou (CESPE/2016 - ANVISA - Técnico Administrativo) Com
estado civil”. relação aos direitos e garantias fundamentais, julgue o item
que se segue.
QUESTÃO 269 À luz do princípio da dignidade humana, a CF estabelece
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos que, após a aprovação por qualquer quórum durante o pro-
1 a 7) Acerca da Constituição Federal de 1988 e das disposi- cesso legislativo, todos os tratados e convenções sobre direi-
ções nela inscritas relativamente a direitos e garantias funda- tos humanos subscritos pelo Brasil passem a ter o status de
mentais e à administração pública, julgue o item a seguir. norma constitucional.
A Constituição Federal de 1988 define os cargos que são
privativos de brasileiros natos e proíbe que legislação infra- R: Errado. É exigido quórum e procedimento específico
constitucional estabeleça distinções entre brasileiros natos e de aprovação para aquisição do status de emenda constitu-
naturalizados. cional, conforme art. 5°, § 3º, CF: “Os tratados e convenções
internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados,
em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por
R: Certo. Neste sentido, a proibição de que a lei infracons-
três quintos dos votos dos respectivos membros, serão equi-
titucional distinga brasileiros natos e naturalizados está no §2º
valentes às emendas constitucionais”.
do artigo 12, CF: “A lei não poderá estabelecer distinção entre
brasileiros natos e naturalizados, salvo nos casos previstos nesta QUESTÃO 273
Constituição”. Por sua vez, o §3º do mesmo dispositivo fixa os (CESPE/2016 - ANVISA - Técnico Administrativo) No
cargos privativos de brasileiro nato: “São privativos de brasileiro que se refere à organização político-administrativa do Estado,
nato os cargos: I - de Presidente e Vice-Presidente da República; julgue o próximo item.
II - de Presidente da Câmara dos Deputados; III - de Presidente Em caso de desmembramento de município, faz-se ne-
do Senado Federal; IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal; cessária consulta por meio de plebiscito, tanto à população
V - da carreira diplomática; VI - de oficial das Forças Armadas”. do território remanescente como, também, à daquele a ser
desmembrado.
QUESTÃO 270
(CESPE/2016 - FUB - Conhecimentos Básicos - Cargos R: Certo. Neste sentido, o art. 18, § 4º, CF: “A criação, a
1 a 7) Acerca da Constituição Federal de 1988 e das disposi- incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios,
ções nela inscritas relativamente a direitos e garantias funda- far-se-ão por lei estadual, dentro do período determinado por
mentais e à administração pública, julgue o item a seguir. Lei Complementar Federal, e dependerão de consulta prévia,
Diferentemente dos cargos em comissão, as funções de mediante plebiscito, às populações dos Municípios envolvi-
confiança somente podem ser preenchidas por servidores dos, após divulgação dos Estudos de Viabilidade Municipal,
ocupantes de cargo efetivo. apresentados e publicados na forma da lei”.

66
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 274
(CESPE/2016 - ANVISA - Técnico Administrativo) NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
Julgue o item a seguir com base na CF.
O Congresso Nacional, com o auxílio do TCU, tem
competência para fiscalizar a legalidade contábil, financei-
ra, orçamentária e patrimonial da União, mediante controle QUESTÃO 277
externo (CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos - Car-
go 3) A respeito do controle da administração pública exerci-
R: Certo. A respeito da fiscalização contábil, financeira do pelos tribunais de contas, julgue o próximo item.
e orçamentária, tem-se o art. 70, CF: “Art. 70. A fiscalização Cabe aos tribunais de contas a anulação de ato ou con-
contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimo- trato dos órgãos jurisdicionados eivado de vícios.
nial da União e das entidades da administração direta e
indireta, quanto à legalidade, legitimidade, economicida- R: Errado. Nos termos do art. 71, § 1º, CF, “no caso de
de, aplicação das subvenções e renúncia de receitas, será contrato, o ato de sustação será adotado diretamente pelo
exercida pelo Congresso Nacional, mediante controle ex- Congresso Nacional, que solicitará, de imediato, ao Poder
terno, e pelo sistema de controle interno de cada Poder”. Executivo as medidas cabíveis”.
Ainda, disciplina o art. 71, CF: “O controle externo, a cargo
do Congresso Nacional, será exercido com o auxílio do Tri- QUESTÃO 278
bunal de Contas da União, [...]”. (CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos - Car-
go 4) A respeito do conceito, das formas, da classificação e
QUESTÃO 275 da previsão normativa do controle na administração pública
(CESPE/2016 - PC-GO - Agente de Polícia Substitu- brasileira, julgue o seguinte item.
to) Compete privativamente à União Conforme a Constituição Federal de 1988, o sistema de
a) estabelecer política de educação para segurança no controle interno de cada Poder deve apoiar o controle ex-
terno no exercício de sua função, razão por que o controle
trânsito.
interno é subordinado ao controle externo.
b) legislar sobre requisições civis e militares, em caso
R: Errado. Nos termos do art. 74, IV, CF, “os Poderes Le-
de iminente perigo e em tempo de guerra.
gislativo, Executivo e Judiciário manterão, de forma integra-
c) cuidar da proteção e garantia das pessoas portado-
da, sistema de controle interno com a finalidade de: apoiar
ras de deficiência.
o controle externo no exercício de sua missão institucional”.
d) legislar sobre organização, garantias, direitos e de-
Não há hierarquia entre o controle interno e o externo, eles
veres da polícia civil.
são complementares um ao outro.
e) legislar sobre educação, ensino, pesquisa e inovação.
QUESTÃO 279
R: B. Neste sentido, prevê o art. 22, III, CF: “Compete (CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Controle Externo -
PRIVATIVAMENTE à União legislar sobre: [...] III - requisições Auditoria de Contas Públicas) Com relação ao regime diferen-
civis e militares, em caso de iminente perigo e em tempo ciado de contratações, a licitações e contratos administrativos, a
de guerra”. responsabilidade do Estado, ao controle da administração pú-
blica e à organização administrativa, julgue o item subsequente.
QUESTÃO 276 A construção de unidades de atendimento socioeduca-
(CESPE/2016 - PC-GO - Escrivão de Polícia Substitu- tivo poderá ser realizada mediante atos regidos pelo regime
to) Assinale a opção que apresenta um dos fundamentos diferenciado de contratações, utilizando-se a contratação in-
da República Federativa do Brasil previsto expressamente tegrada, se necessária inovação técnica.
na Constituição Federal de 1988.
a) valores sociais do trabalho e da livre iniciativa R: Certo. O regime diferenciado de contratação é discipli-
b) autodeterminação dos povos nado na Lei nº 12.462, de 4 de agosto de 2011. É aplicável a
c) igualdade entre os estados obras e serviços de engenharia em estabelecimentos penais
d) erradicação da pobreza e unidades de atendimento socioeducativo, conforme artigo
e) solução pacífica dos conflitos 1º, VI: “É instituído o Regime Diferenciado de Contratações
Públicas (RDC), aplicável exclusivamente às licitações e con-
R: A. Os fundamentos da República estão previsto no tratos necessários à realização: [...] VI - das obras e serviços
art. 1º, CF: “A República Federativa do Brasil, formada pela de engenharia para construção, ampliação e reforma e admi-
união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito nistração de estabelecimentos penais e de unidades de aten-
Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e dimento socioeducativo”. Com efeito, a contratação integra-
tem como fundamentos: I - a soberania; II - a cidadania; da é possível nos casos de inovação tecnológica ou técnica,
III - a dignidade da pessoa humana; IV - os valores sociais conforme artigo 9º, I: “Nas licitações de obras e serviços de
do trabalho e da livre iniciativa; V - o pluralismo político”. engenharia, no âmbito do RDC, poderá ser utilizada a contra-
tação integrada, desde que técnica e economicamente justi-
ficada e cujo objeto envolva, pelo menos, uma das seguintes
condições: I - inovação tecnológica ou técnica”.

67
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 280 QUESTÃO 283


(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi- (CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Ad-
nistração) No que tange a regime jurídico-administrativo, ministração) Acerca da responsabilidade civil do Estado,
organização administrativa e teoria do direito administrati- julgue o item subsequente.
vo brasileiro, julgue o item a seguir. Considera-se causa atenuante da responsabilidade es-
As autarquias e as fundações públicas incluem-se entre tatal a culpa concorrente da vítima.
as entidades que integram a administração pública indireta.
R: Certo. Considerando a clássica teoria do risco ad-
R: Certo. No Decreto-Lei nº 200/1967 consolida-se esta ministrativo, são causas que excluem a responsabilidade:
clássica divisão: “Art. 4° A Administração Federal compreen- caso fortuito ou força maior; culpa exclusiva da vítima; e
de: I - A Administração Direta, que se constitui dos serviços fato exclusivo de terceiro. Por sua vez, é causa que atenua
integrados na estrutura administrativa da Presidência da a responsabilidade a culpa concorrente da vítima (o Estado
República e dos Ministérios; II - A Administração Indireta, ainda responderá, mas de forma atenuada).
que compreende as seguintes categorias de entidades, do-
tadas de personalidade jurídica própria: a) Autarquias; b) QUESTÃO 284
Emprêsas Públicas; c) Sociedades de Economia Mista; d) (CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi-
fundações públicas”. nistração) Acerca da responsabilidade civil do Estado, jul-
gue o item subsequente.
QUESTÃO 281 Para efeito de apuração da responsabilidade civil do
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi- Estado, é juridicamente irrelevante que o ato tenha sido
nistração) No que tange a regime jurídico-administrativo, comissivo ou omissivo.
organização administrativa e teoria do direito administrativo
brasileiro, julgue o item a seguir. R: Errado. Há relevância porque prevalece na doutrina
No Brasil, as fontes do direito administrativo são, exclusivamen- que nos casos de ação haverá responsabilidade objetiva do
te, a Constituição Federal de 1988 (CF), as leis e os regulamentos.
Estado, independentemente de culpa, mas nos casos de
omissão a responsabilidade estatal será subjetiva, ou seja,
R: Errado. A expressão fonte do direito corresponde aos
será preciso comprovar a culpa do Estado.
elementos de formação da ciência jurídica ou de um de seus
campos. Quando se fala em fontes do direito administrati-
QUESTÃO
vo, refere-se aos elementos que serviram de aparato lógico
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi-
para a formação do direito administrativo. Fontes diretas: são
nistração) Com referência a atos administrativos e impro-
aquelas que primordialmente influenciam na composição do
bidade administrativa, julgue o item subsequente.
campo jurídico em estudo, no caso, o direito administrativo.
Apontam-se como fontes diretas a Constituição Federal e as O ato administrativo deve ser avaliado pelo seu con-
leis. Ambas são normas impostas pelo Estado, de observação teúdo, não devendo ser invalidado por desobediência a
coativa. Fontes indiretas: são aquelas que decorrem das fon- requisitos de forma.
tes diretas ou que surgem paralelamente a elas. Por exemplo,
a doutrina e a jurisprudência estabelecem processos de inter- R: Errado. A forma é a maneira pela qual o ato se revela
pretação da norma jurídica, no sentido de que interpretam no mundo jurídico. Usualmente, adota-se a forma escrita.
o que a lei e a Constituição fixam, conferindo rumos para a Eventualmente, pode ser praticado por sinais ou gestos (ex:
aplicação das normas do direito administrativo. Já os costu- trânsito). A forma é sempre fixada por lei. Os vícios podem
mes e os princípios gerais do Direito existiam antes mesmo atingir a forma, quando a lei expressamente exige e não é
da elaboração da norma, influenciando em sua gênese e irra- respeitada, e ainda o motivo, quando pressupostos de fato
diando esta influência em todo o processo de aplicação da lei. e/ou de direito não existem e/ou são falsos. No caso, de-
pendendo do vício, poderá ou acarretará nulidade.
QUESTÃO 282
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Adminis- QUESTÃO 285
tração) Acerca da responsabilidade civil do Estado, julgue o (CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi-
item subsequente. nistração) Com referência a atos administrativos e impro-
Na hipótese de responsabilidade do Estado por dano bidade administrativa, julgue o item subsequente.
causado por agente público, apenas nos casos de atos dolo- Na revogação, o ato é extinto por oportunidade e con-
sos será assegurado ao poder público o direito de regresso. veniência, ao passo que, na anulação, ele é desfeito por
motivo(s) de ilegalidade.
R: Errado. Há também direito de regresso nos casos de
culpa do servidor, conforme artigo 37, §6º, CF: “As pessoas jurí- R: Certo. A anulação é a retirada do ato administrativo
dicas de direito público e as de direito privado prestadoras de em decorrência de sua invalidade, reconhecida judicial ou
serviços públicos responderão pelos danos que seus agentes, administrativamente, preservando-se os direitos dos tercei-
nessa qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito de ros de boa-fé. Trata-se da supressão do ato administrativo,
regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa”. com efeito retroativo, por razões de ilegalidade e ilegitimi-

68
500 QUESTÕES DA CESPE

dade. A revogação é a retirada do ato administrativo em QUESTÃO 289


decorrência da sua inconveniência ou inoportunidade em (CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos -
face dos interesses públicos, sendo o ato válido e praticado Cargo 5) No que se refere ao controle administrativo, jul-
dentro da Lei, efetuando-se a revogação na via administra- gue o item que se segue.
tiva. Trata-se da extinção de um ato administrativo legal e A fiscalização hierárquica poderá ser realizada a qual-
perfeito, por razões de conveniência e oportunidade, pela quer tempo, desde que haja provocação da administração
Administração, no exercício do poder discricionário. ou de órgão a ela vinculado.

QUESTÃO 286 R: Errado. O controle hierárquico emana do poder hie-


(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi- rárquico, que é o poder conferido à administração de fixar
nistração) Considerando a legislação e os conceitos per- campos de competência quanto às figuras que compõem
tinentes a licitações e contratos administrativos, julgue o sua estrutura, ou seja, é um poder de auto-organização. As
item a seguir. autoridades escalonadas acima podem fiscalizar aqueles
No sistema de registro de preços, a utilização da ata de que ocupem cargo abaixo delas, não precisando de autori-
registro de preços é restrita aos órgãos que tenham partici- zação ou de requisição alguma.
pado dos procedimentos iniciais da licitação.
QUESTÃO 290
R: Errado. Disciplina o art. 22 do Decreto nº 7.892/2013: CESPE/2017 - TCE-PE - Auditor de Controle Externo
“Desde que devidamente justificada a vantagem, a ata de - Auditoria de Contas Públicas) Com relação a agentes
registro de preços, durante sua vigência, poderá ser uti- públicos, atos administrativos, poderes da administração
lizada por qualquer órgão ou entidade da administração pública e responsabilidade civil do Estado, julgue o item
pública federal que não tenha participado do certame lici- subsequente.
tatório, mediante anuência do órgão gerenciador”. Ainda que a lei ofereça ao agente público mais de uma
alternativa para o exercício do poder de polícia, a autorida-
QUESTÃO 287 de terá limitações quanto ao meio de ação.
(CESPE/2017 - TCE-PE - Analista de Gestão - Admi-
nistração) Considerando a legislação e os conceitos per- R: Certo. Evidentemente, abusos no exercício do po-
tinentes a licitações e contratos administrativos, julgue o der de polícia não podem ser tolerados. Por mais que todo
item a seguir. direito individual seja relativo perante o interesse público,
Diferentemente de modalidades como a tomada de existem núcleos mínimos de direitos que devem ser pre-
preços, o convite e a concorrência, o pregão é estabelecido servados, mesmo no exercício do poder de polícia. Neste
em função do objeto da licitação, e não do valor dela, po- sentido, a faculdade repressiva deve respeitar os direitos do
dendo ser empregado para a aquisição de bens ou serviços cidadão, as prerrogativas individuais e as liberdades públi-
comuns. cas que são consagrados no texto constitucional.

R: Certo. Conforme o art. 1º da Lei nº 10.520/2002, QUESTÃO 291


“para aquisição de bens e serviços comuns, poderá ser (CESPE/2017 - TRE-BA - Conhecimentos Gerais - Ní-
adotada a licitação na modalidade de pregão, que será re- vel Superior) De acordo com a Lei de Licitações e Contra-
gida por esta Lei”. Utiliza-se para toda aquisição de bens e tos, o prazo para interposição de
serviços comuns, independentemente de valor. De acordo a) recurso e representação será de dez dias úteis.
com Hely Lopes, o que caracteriza os bens e serviços co- b) representação e pedido de reconsideração será de
muns é sua padronização, ou seja, a possibilidade de subs- cinco dias úteis.
tituição de uns por outros, mantendo-se o mesmo padrão c) representação e pedido de reconsideração será de
de qualidade e eficiência. dez dias úteis.
d) recurso e representação será de cinco dias úteis.
QUESTÃO 288 e) recurso e pedido de reconsideração será de cinco
CESPE/2017 - TCE-PE - Conhecimentos Básicos - dias úteis.
Cargo 5) No que se refere ao controle administrativo, jul-
gue o item que se segue. R: D. Os prazos constam do artigo 109 da Lei nº
O controle exercido pela administração sobre seus pró- 8.666/1993: “Art. 109. Dos atos da Administração decorren-
prios atos pode ser realizado de ofício quando a autoridade tes da aplicação desta Lei cabem: I - recurso, no prazo de 5
competente constatar ilegalidade. (cinco) dias úteis a contar da intimação do ato ou da lavra-
tura da ata, nos casos de: [...] II - representação, no prazo
R: Certo. Neste sentido, o art. 53, Lei nº 9.784/1999: “A de 5 (cinco) dias úteis da intimação da decisão relacionada
Administração deve anular seus próprios atos, quando ei- com o objeto da licitação ou do contrato, de que não caiba
vados de vício de legalidade, e pode revogá-los por motivo recurso hierárquico; III - pedido de reconsideração, de deci-
de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos são de Ministro de Estado, ou Secretário Estadual ou Muni-
adquiridos”. cipal, conforme o caso, na hipótese do § 4o do art. 87 desta
Lei, no prazo de 10 (dez) dias úteis da intimação do ato”.

69
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 292 QUESTÃO 295


(CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Peni- (CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Peni-
tenciária) Assinale a opção que apresenta o ato administrativo tenciária) Pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrati-
mediante o qual a administração pública faculta, de forma uni- vos, que tenha sido instituída por iniciativa de particulares e
lateral e vinculada, a um cidadão exercer determinada atividade que receba delegação do Poder Público mediante contrato de
para a qual preencha os requisitos legais. gestão para desempenhar serviço público de natureza social
a) homologação denomina-se
b) autorização a) organização social.
c) permissão b) entidade de apoio.
d) licença c) empresa pública.
e) aprovação d) organização da sociedade civil de interesse público.
e) serviço social autônomo.
R: D. A licença é ato administrativo unilateral, vinculado e
definitivo pelo qual o Poder Público, verificando que o interes- R: A. Organizações sociais (OS) são reguladas pela Lei nº
sado atendeu a todos os requisitos legais, faculta-lhe a realiza- 9.637/1998, são entidades privadas que se associam ao Esta-
ção de determinada atividade ou fato material. Como exemplo, do, exercendo atividades privadas, em seu próprio nome, com
tem-se a licença ambiental concedida aos que cumpriram os incentivos do Poder Público. Disciplina o artigo 1º da referida
requisitos para o início da construção de uma indústria. lei: “O Poder Executivo poderá qualificar como organizações
sociais pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos,
QUESTÃO 293 cujas atividades sejam dirigidas ao ensino, à pesquisa científi-
(CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Peni- ca, ao desenvolvimento tecnológico, à proteção e preservação
tenciária) Secretário de justiça e direitos humanos de determi- do meio ambiente, à cultura e à saúde, atendidos aos requisi-
nado estado da Federação que publicar uma portaria e, na se- tos previstos nesta Lei”.
mana seguinte, revogá-la, em nova publicação, terá praticado
ato revogatório com base no princípio da QUESTÃO 296
a) indisponibilidade. (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área Ju-
b) moralidade. diciária) Uma das atribuições dos órgãos de assessoria jurídica
c) autotutela. da administração pública é apreciar juridicamente as minutas
d) eficiência. de contratos, convênios ou acordos administrativos. Nessa hi-
e) supremacia do interesse público. pótese, para a efetivação de ajustes, as minutas devem ser
a) previamente aprovadas pela comissão de licitação.
R: C. O princípio da autotutela corresponde ao controle in- b) previamente examinadas e aprovadas pela própria as-
terno que a Administração Pública exerce sobre seus próprios sessoria jurídica da administração pública.
atos. Ela tem o poder-dever de retirada de atos administrativos c) examinadas, até o término de sua vigência, pela comis-
por meio de anulação ou revogação. são de licitação.
d) aprovadas, até o término de sua vigência, pela própria
QUESTÃO 294 assessoria jurídica da administração pública.
(CESPE/2017 - SERES-PE - Agente de Segurança Peni- e) previamente examinadas pelo licitante.
tenciária) É permitida aos governos estaduais a delegação da
prestação de serviço público por R: B. É a previsão expressa do art. 38, parágrafo único, Lei
a) permissão, mediante licitação, sendo vedada, nesse nº 8.666/1993: “As minutas de editais de licitação, bem como
caso, a delegação a pessoa física. as dos contratos, acordos, convênios ou ajustes devem ser pre-
b) concessão, sem licitação, sendo vedada, nesse caso, a viamente examinadas e aprovadas por assessoria jurídica da
delegação a pessoa física. Administração”.
c) permissão, sem licitação, a título precário, a pessoa física.
d) permissão, sem licitação, a título precário, a pessoa ju- QUESTÃO 297
rídica. (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área Ad-
e) concessão, mediante licitação, a pessoa jurídica. ministrativa) A determinado servidor público foi concedida
licença em razão de ele preencher todos os requisitos exigidos.
R: E. Observe a distinção que a própria Lei nº 8.987/1995 Contudo, no curso da licença, ele deixou de atender às condi-
traz: “Art. 2° Para os fins do disposto nesta Lei, considera-se: [...] ções exigidas para a manutenção do benefício, o que implicou
II - concessão de serviço público: a delegação de sua prestação, a extinção do ato administrativo de concessão da licença.
feita pelo poder concedente, mediante licitação, na modalida- Nessa situação hipotética, a modalidade de extinção de
de de concorrência, à pessoa jurídica ou consórcio de empre- atos administrativos aplicada foi a
sas que demonstre capacidade para seu desempenho, por sua a) convalidação.
conta e risco e por prazo determinado. [...] IV - permissão de b) anulação, em decorrência da imperatividade.
serviço público: a delegação, a título precário, mediante licita- c) cassação.
ção, da prestação de serviços públicos, feita pelo poder con- d) revogação.
cedente à pessoa física ou jurídica que demonstre capacidade e) anulação, em decorrência da legalidade.
para seu desempenho, por sua conta e risco”.

70
500 QUESTÕES DA CESPE

R: C. A cassação é a retirada do ato administrativo em R: A. A caducidade consiste na extinção do ato em con-


decorrência do beneficiário ter descumprido condição tida sequência da sobrevinda de norma legal proibindo situação
como indispensável para a manutenção do ato. Embora le- que o ato autorizava. Funciona como uma anulação por causa
gítimo na sua origem e na sua formação, o ato se torna ilegal superveniente.
na sua execução a partir do momento em que o destinatário
descumpre condições pré-estabelecidas. QUESTÃO 301
(CESPE/2017 - TRE-PE - Técnico Judiciário – Área
QUESTÃO 298 Administrativa) O atributo que consiste na possibilidade de
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área certos atos administrativos serem decididos e executados di-
Administrativa) A aplicação de advertência a servidor pú- retamente pela própria administração, independentemente
blico, em decorrência do cometimento de infração funcional, de ordem judicial, denomina-se
demonstra o exercício do poder a) presunção de legitimidade.
a) regulamentar. b) autoexecutoriedade.
b) disciplinar. c) motivação.
c) hierárquico. d) tipicidade.
d) vinculado. e) imperatividade.
e) de polícia.
R: B. Pelo atributo da autoexecutoriedade, em regra, a Ad-
R: B. Poder Disciplinar é aquele de que dispõe a Admi- ministração pode concretamente executar seus atos indepen-
nistração Pública para controlar o desempenho das funções dente da manifestação do Poder Judiciário, mesmo quando
e das condutas internas de seus servidores, responsabilizan- estes afetam diretamente a esfera jurídica de particulares.
do-os pelas infrações que cometer.
QUESTÃO 302
QUESTÃO 299 (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa) Empresa vencedora de processo licitatório,
Administrativa) Em caso de acidente de trânsito que envol- na modalidade concorrência, para a reforma de um imóvel
va automóvel particular e veículo pertencente à administra- pertencente à administração pública deixou de realizar 30%
ção pública, a comprovação de culpa exclusiva do particular da obra licitada, parte equivalente ao valor de R$ 250.000, em
pelos danos causados caracteriza decorrência de graves problemas financeiros. Por esse motivo,
a) causa excludente da responsabilidade civil do Estado. o contrato foi rescindido.
b) motivo para a responsabilização do Estado pelos pre- Conforme previsto pela Lei n.º 8.666/1993 — Lei de Licita-
juízos, em decorrência das teorias civilistas. ções e Contratos —, nessa situação hipotética, novo processo
c) causa atenuante da responsabilidade civil do Estado. licitatório para a contratação de empresa que finalize a obra
d) motivo para que nenhuma das partes envolvidas seja remanescente será
responsabilizada, por se tratar de caso fortuito. a) inexigível, por se tratar da conclusão de obra remanes-
e) motivo para a responsabilização do Estado pelos pre- cente.
juízos, em decorrência da responsabilidade objetiva. b) dispensável, devendo a nova contratada obedecer à
ordem de classificação e aos mesmos termos oferecidos à li-
R: A. A partir da clássica teoria do risco administrativo, citante vencedora.
são causas que excluem a responsabilidade: caso fortuito ou c) dispensável, devendo a nova contratada estabelecer o
força maior; culpa exclusiva da vítima; e fato exclusivo de preço dos serviços que serão realizados.
terceiro. No caso, a culpa exclusiva do particular no acidente d) aberto obrigatoriamente na modalidade concorrência.
exclui a responsabilidade do Estado. e) aberto preferencialmente na modalidade convite.

QUESTÃO 300 R: B. Neste sentido, a Lei nº 8.666/1993 prevê em seu art.


(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área 24, XI: “Art. 24. É dispensável a licitação: [...] XI - na contratação
Administrativa) Determinada empresa autorizada pela de remanescente de obra, serviço ou fornecimento, em con-
União, mediante concessão, a explorar serviço público, pa- sequência de rescisão contratual, desde que atendida a or-
rou de prestar os devidos serviços sem apresentar qualquer dem de classificação da licitação anterior e aceitas as mesmas
justificativa. condições oferecidas pelo licitante vencedor, inclusive quanto
Nos termos da Lei nº 8.987/1995 — Lei de Concessões ao preço, devidamente corrigido”.
—, a referida concessão deve ser extinta por
a) caducidade. QUESTÃO 303
b) rescisão. (CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área
c) anulação. Administrativa) De acordo com a doutrina, os atos admi-
d) advento do termo contratual. nistrativos que possuem todas as suas condições e requi-
e) encampação. sitos estipulados por lei, prevendo uma única e obrigatória
atuação administrativa, são classificados como

71
500 QUESTÕES DA CESPE

a) complexos. R: A. Disciplina a Lei nº 8.666/1993 a situação descrita


b) vinculados. como de licitação dispensável: “Art. 24. É dispensável a li-
c) constitutivos. citação: [...] XV - para a aquisição ou restauração de obras
d) declaratórios. de arte e objetos históricos, de autenticidade certificada,
e) discricionários. desde que compatíveis ou inerentes às finalidades do ór-
gão ou entidade”.
R: B. No poder vinculado não há qualquer liberdade
quanto à atividade que deva ser praticada, cabendo ao ad- QUESTÃO 306
ministrador se sujeitar por completo ao mandamento da lei. (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educa-
Nos atos vinculados, o agente apenas reproduz os elementos cional - Administração) Acerca de licitações, contratos e
da lei. Afinal, o administrador se encontra diante de situações convênios na administração pública, julgue o item que se
que comportam solução única anteriormente prevista por lei. segue.
Portanto, não há espaço para que o administrador faça um Concorrência, pregão e parcerias são, segundo a Lei n.º
juízo discricionário, de conveniência e oportunidade. 8.666/1993, as modalidades de licitação.
QUESTÃO 304 R: Errado. Prosseguindo o estudo, quanto às modalida-
(CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área Ad- des de licitação, podem ser apontadas as seguintes moda-
ministrativa) Maria, professora de escola da rede pública, lidades: Concorrência, tomada de preços, convite, concurso
recebeu de um aluno ameaças de agressão e, mais de uma e leilão (artigo 22, Lei nº 8.666/1993).
vez, avisou à direção da escola, que se manteve inerte. Com
a consumação das agressões pelo aluno, a professora ajuizou QUESTÃO 307
ação indenizatória contra o Estado. (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educa-
A respeito dessa situação hipotética e de aspectos legais cional - Administração) Acerca de licitações, contratos e
a ela pertinentes, assinale a opção correta. convênios na administração pública, julgue o item que se
a) A responsabilidade civil por conduta omissiva indepen-
segue.
de da demonstração do nexo de causalidade.
Nos casos em que couber o pregão eletrônico, a ad-
b) A ação deverá ser julgada improcedente, haja vista que
ministração poderá utilizar a carta-convite e, em qualquer
o Estado só responde por atos comissivos.
caso, a concorrência.
c) A ação deverá ser julgada improcedente, tendo em vis-
ta que o causador do dano não é agente estatal.
R: Errado. O art. 23, §4º, Lei nº 8.666/1993 prevê que
d) A responsabilidade do Estado derivou do descumprimento
do dever legal, a ele atribuído, de impedir a consumação do dano. “nos casos em que couber convite, a Administração poderá
e) As condutas omissivas do Estado que causem danos a utilizar a tomada de preços e, em qualquer caso, a con-
terceiros invariavelmente dão ensejo à responsabilidade civil. corrência”. Carta-convite é o instrumento convocatório da
modalidade convite, cujos valores são menores. O pregão
R: A. Apesar da responsabilidade civil do Estado, por não guarda relação alguma com o valor, mas sim com o
omissão, ser subjetiva como regra, impondo a demonstração objeto, consistente em bens e serviços comuns.
de dolo ou culpa, no caso de eventual omissão específica,
como ocorreu no caso em tela, havendo assim uma determi- QUESTÃO 308
nação jurídica para realizar a conduta somada à omissão es- (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio-
tatal, os efeitos serão os mesmos da responsabilidade por ato nal - Direito e Legislação) A exploração e operação de de-
comissivo por omissão, dispensando a prova de culpa estatal. terminado aeroporto foi transferida pelo governo federal
Aplica-se diretamente o art. 37, § 6º, CF: “As pessoas jurídi- para um consórcio de empresas pelo prazo de vinte anos.
cas de direito público e as de direito privado prestadoras de Em determinado dia, durante a vigência da execução des-
serviços públicos responderão pelos danos que seus agentes, se serviço público pelo consórcio, uma passageira sofreu
nessa qualidade, causarem a terceiros, assegurado o direito um acidente grave em esteira rolante do aeroporto, a qual
de regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa”. se encontrava em manutenção devidamente sinalizada. A
passageira, por estar enviando mensagem no aparelho ce-
QUESTÃO 305 lular, não observou a sinalização relativa à manutenção da
(CESPE/2017 - TRE-BA - Técnico Judiciário – Área Ad- esteira.
ministrativa) Se o diretor de um museu público tiver de con- A respeito dessa situação hipotética e de aspectos le-
tratar a restauração de um objeto histórico, de autenticidade gais e doutrinários a ela relacionados, julgue o item sub-
certificada, com o objetivo de aprimorar o acervo da institui- sequente.
ção, a licitação para a restauração desse objeto, nos termos da Na situação descrita, a transferência do referido ser-
legislação pertinente, será considerada viço público para o consórcio terá obedecido à legislação
a) dispensável. pertinente se tiver sido realizada por meio de contrato de
b) recusável. permissão de serviço público.
c) inexigível.
d) dispensada.
e) inviável.

72
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Errado. Se destaca a distinção que a Lei nº 8.987/1995 R: Errado. Ato declaratório é o ato que apenas afirma a
traz: “Art. 2° Para os fins do disposto nesta Lei, considera- existência de um fato ou de uma situação jurídica anterior
se: [...] II - concessão de serviço público: a delegação de sua a ele. O ato declaratório atesta um fato, ou reconhece um
prestação, feita pelo poder concedente, mediante licitação, direito ou uma obrigação preexistente. Essa espécie de ato
na modalidade de concorrência, à pessoa jurídica ou con- não cria situação jurídica nova, nem modifica ou extingue
sórcio de empresas que demonstre capacidade para seu uma situação existente.
desempenho, por sua conta e risco e por prazo determi-
nado. [...] IV - permissão de serviço público: a delegação, a QUESTÃO 312
título precário, mediante licitação, da prestação de serviços (CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car-
públicos, feita pelo poder concedente à pessoa física ou go 2) Com relação aos poderes e atos administrativos, jul-
jurídica que demonstre capacidade para seu desempenho, gue o próximo item.
por sua conta e risco”. O caso em tela seria de concessão, A coercibilidade, uma característica do poder de polí-
por estar envolvido consórcio de empresas. cia, evidencia-se no fato de a administração não depender
da intervenção de outro poder para torná-lo efetivo.
QUESTÃO 309
(CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car- R: Errado. Os atos de polícia são coercitivos na medida
gos 36 e 37) Em relação aos princípios da administração em que impõem restrições ou condições que devem ser
pública e à organização administrativa, julgue o item que obrigatoriamente cumpridas pelos particulares. A afirmati-
se segue. va descreve outro atributo, o da autoexecutoriedade, pelo
O administrador, quando gere a coisa pública confor- qual se confere à Administração para implementar os seus
me o que na lei estiver determinado, ciente de que desem- atos, sem a necessidade de manifestação prévia do Poder
penha o papel de mero gestor de coisa que não é sua, ob- Judiciário.
serva o princípio da indisponibilidade do interesse público.
QUESTÃO 313
R: Certo. Alexandre Mazza ensina que “o supraprincí- (CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car-
pio da indisponibilidade do interesse público enuncia que go 2) No que se refere ao controle e à responsabilidade da
os agentes públicos não são donos do interesse por eles administração, julgue o item subsequente.
defendido. Assim, no exercício da função administrativa A legalidade de qualquer ato administrativo pode ser
os agentes públicos estão obrigados a atuar, não segundo submetida à apreciação judicial.
sua própria vontade, mas do modo determinado pela le-
gislação. Como decorrência dessa indisponibilidade, não se R: Certo. O controle judicial admitir que o juiz se subs-
admite tampouco que os agentes renunciem aos poderes tituta ao administrador, ou seja, não pode o juiz entrar no
legalmente conferidos ou que transacionem em juízo”. terreno que a lei reservou aos agentes da Administração,
perquirindo os critérios de conveniência e oportunidade
QUESTÃO 310 que lhe inspiraram a conduta, fazendo controle de discri-
(CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car- cionariedade. Contudo, o controle judicial pode tranquila-
gos 36 e 37) No que se refere aos poderes administrativos, mente se imiscuir no controle de legalidade dos atos ad-
aos atos administrativos e ao controle da administração, ministrativos, analisando o respeito à lei na prática destes.
julgue o item seguinte.
O fato de a administração pública internamente apli- QUESTÃO 314
car uma sanção a um servidor público que tenha praticado (CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car-
uma infração funcional caracteriza o exercício do poder de go 2) Acerca de administração pública, organização do Es-
polícia administrativo. tado e agentes públicos, julgue o item a seguir.
As autarquias e as empresas públicas têm personalida-
R: Errado. Poder disciplinar é o poder conferido à ad- de jurídica de direito público, e as sociedades de economia
ministração para aplicar sanções aos seus servidores que mista têm personalidade jurídica de direito privado.
pratiquem infrações disciplinares. Estas sanções aplicadas
são apenas as que possuem natureza administrativa, não R: Errado. Empresas Públicas e Sociedades de Econo-
envolvendo sanções civis ou penais. mia Mista são pessoas jurídicas de direito privado. A autar-
quia, por sua vez, é pessoa jurídica de direito público.
QUESTÃO 311
(CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car- QUESTÃO 315
go 2) Com relação aos poderes e atos administrativos, jul- (CESPE/2017 - SEDF - Conhecimentos Básicos - Car-
gue o próximo item. go 2) Acerca de administração pública, organização do Es-
Ato administrativo declaratório é aquele que implanta tado e agentes públicos, julgue o item a seguir.
uma nova situação jurídica ou modifica ou extingue uma Somente as pessoas administrativas, seja qual for seu
situação existente. nível federativo ou sua natureza jurídica, podem participar
do capital das empresas públicas.

73
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Certo. Segundo a lição de Marcelo Alexandrino e R: B. A ordem está prevista no art. 3º, § 2º, da Lei nº
Vicente Paulo, “o capital das empresas públicas é integral- 8.666/1993: produzidos no País; produzidos ou prestados
mente público, isto é, oriundo de pessoas integrantes da por empresas brasileiras; produzidos ou prestados por em-
administração pública. Não há possibilidade de participa- presas que invistam em pesquisa e no desenvolvimento de
ção direta de recursos de particulares na formação do ca- tecnologia no País; e produzidos ou prestados por empre-
pital das empresas públicas. É possível, porém, desde que a sas que comprovem cumprimento de reserva de cargos
maioria do capital votante de uma empresa pública perma- prevista em lei para pessoa com deficiência ou para rea-
neça sob propriedade da pessoa política instituidora, que bilitado da Previdência Social e que atendam às regras de
haja participação de outras pessoas políticas, ou de entida- acessibilidade previstas na legislação.
des das diversas Administrações Indiretas”.
QUESTÃO 318
QUESTÃO 316 (CESPE/2017 - PC-GO - Delegado de Polícia Substi-
(CESPE/2017 - Prefeitura de São Luís - MA - Técnico tuto) Após o término de estágio probatório, a administra-
Municipal Nível Superior/Nível IX-A Engenharia Civil) ção reprovou servidor público e editou ato de exoneração,
Se a administração decidir licitar uma obra sem previsão de no qual declarou que esta se dera por inassiduidade. Poste-
recursos orçamentários, o gestor público responsável pela riormente, o servidor demonstrou que nunca havia faltado
decisão ao serviço ou se atrasado para nele chegar.
a) poderá licitar a obra, mas a homologação da licitação Nessa situação hipotética, o ato administrativo de exo-
estará condicionada à existência de crédito orçamentário. neração é
b) poderá licitar a obra, mas a assinatura do contrato a) nulo por ausência de finalidade.
estará condicionada à existência de crédito orçamentário. b) anulável por ausência de objeto.
c) deverá captar recursos até o momento da homolo- c) anulável por ausência de forma.
gação da licitação. d) anulável por ausência de motivação.
d) poderá prever no edital que o futuro contratado e) nulo por ausência de motivo.
providencie o financiamento necessário para a obra em
bancos públicos.
R: E. A Teoria dos Motivos Determinantes afirma que os
e) não poderá licitar a obra enquanto não houver pre-
motivos alegados para a prática de um ato administrativo
visão de recursos orçamentários.
ficam a ele vinculados de tal modo que a prática de um
ato administrativo mediante a alegação de motivos falsos
R: E. Assim prevê o art. 14 da Lei nº 8.666/1993: “Ne-
ou inexistentes determina a sua invalidade. Logo, o motivo
nhuma compra será feita sem a adequada caracterização
de seu objeto e indicação dos recursos orçamentários para apresentado é falso, sendo assim nulo o ato que determi-
seu pagamento, sob pena de nulidade do ato e responsa- nou a exoneração.
bilidade de quem lhe tiver dado causa”.
QUESTÃO 319
QUESTÃO 317 (CESPE/2017 - TRE-PE - Técnico Judiciário – Área
(CESPE/2017 - TRE-PE - Técnico Judiciário – Área Administrativa) O poder de polícia
Administrativa) Na licitação para a aquisição de armários a) é indelegável.
de aço para suprir as unidades de um órgão público, dez b) é delegável no âmbito da própria administração pú-
empresas apresentaram, em igualdade de condições, ar- blica, em todas as suas dimensões, a pessoas jurídicas de
mários da mesma marca, com as mesmas especificações direito privado e, também, a particulares.
técnicas e com o mesmo preço. c) é suscetível de delegação no âmbito da própria ad-
Na situação apresentada, de acordo com as disposi- ministração pública, desde que o delegatário não seja pes-
ções da Lei n.º 8.666/1993 e suas alterações, a preferência soa jurídica de direito privado.
recairá, sucessivamente, aos bens d) pode ser delegado em sua dimensão fiscalizatória a
a) produzidos por empresas brasileiras; produzidos por pessoa jurídica de direito privado integrante da administra-
empresas que invistam em pesquisa e no desenvolvimento ção pública.
de tecnologia no país; produzidos no país. e) pode ser delegado em suas dimensões legislativa e
b) produzidos no país; produzidos por empresas brasi- sancionadora a pessoa jurídica de direito privado integran-
leiras; produzidos por empresas que invistam em pesquisa te da administração pública.
e no desenvolvimento de tecnologia no país.
c) produzidos no país; produzidos por empresas que R: D. O poder de polícia pode ser exercido de forma
invistam em pesquisa e no desenvolvimento de tecnologia originária, pelo próprio órgão ao qual se confere a compe-
no país; produzidos por empresas brasileiras. tência de atuação, ou de forma delegada, mediante lei que
d) produzidos por empresas que invistam em pesquisa transfira a mera prática de atos de natureza fiscalizatória
e no desenvolvimento de tecnologia no país; produzidos (poder de polícia seria de caráter executório, não inovador)
no país; produzidos por empresas brasileiras. a pessoas jurídicas que tenham vinculação oficial com en-
e) produzidos por empresas brasileiras; produzidos no tes públicos.
país; produzidos por empresas que invistam em pesquisa e
no desenvolvimento de tecnologia no país.

74
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 320 PROF. ESP. MARIELA CARDOSO


(CESPE/2017 - TRE-PE - Técnico Judiciário – Área
Administrativa) Determinado município pretende con- Jornalista e advogada, formada pela Universidade de
tratar empresa para a prestação de serviço de divulgação Marília e Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM),
institucional de políticas públicas, sendo o objeto da con- especialista pela Fundação Getúlio Vargas. Coordenadora
tratação avaliado em cinco mil reais. de Políticas para as Mulheres do Município de Marília/SP.
Nessa situação hipotética, a licitação
a) será inexigível, por tratar-se de serviço técnico espe-
cializado de natureza singular. NOÇÕES DE DIREITO CIVIL
b) deverá ser realizada na modalidade concorrência.
c) poderá ser realizada, por exemplo, na modalidade
convite, embora seja dispensável.
d) deverá ser realizada na modalidade tomada de pre- QUESTÃO 321
ços. (TRE/BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - CES-
e) estará automaticamente dispensada devido ao baixo PE/2017). Acerca do domicílio, assinale a opção correta.
valor do objeto da contratação. (A) O foro de eleição é uma espécie de domicílio neces-
sário ou legal.
R: C. No caso, a licitação é dispensável conforme o ar- (B) É inadmissível, pelo ordenamento jurídico, a plurali-
tigo 24, II, Lei nº 8.666/1993: “Art. 24. É dispensável a licita- dade de domicílios.
ção: [...] II - para outros serviços e compras de valor até 10% (C) O domicílio da pessoa jurídica que possui vários es-
(dez por cento) do limite previsto na alínea ‘a’, do inciso II tabelecimentos empresariais é sua sede administrativa.
do artigo anterior e para alienações, nos casos previstos (D) O servidor público tem domicílio no local onde
nesta Lei, desde que não se refiram a parcelas de um mes- exerce permanentemente suas funções, ainda que exerça
mo serviço, compra ou alienação de maior vulto que possa função de confiança de forma transitória em local diverso.
(E) O domicílio necessário do preso é o local onde foi
ser realizada de uma só vez”. Contudo, todos casos de lici-
capturado, ainda que cumpra a sentença condenatória em
tação dispensável são facultativos, podendo o administra-
local diverso.
dor licitar se entender mais adequado. Caso escolha licitar,
cabe escolher a modalidade convite, que no caso exempli-
Resposta: D
ficado se regeria pelo artigo 23, II, “a”, Lei nº 8.666/1993:
Art. 76. Têm domicílio necessário o incapaz, o servidor
“Art. 23. As modalidades de licitação a que se referem os
público, o militar, o marítimo e o preso.
incisos I a III do artigo anterior serão determinadas em fun-
Parágrafo único. O domicílio do incapaz é o do seu re-
ção dos seguintes limites, tendo em vista o valor estimado presentante ou assistente; o do servidor público, o lugar em
da contratação: [...] II - para compras e serviços não referi- que exercer permanentemente suas funções; o do militar,
dos no inciso anterior: a) convite - até R$ 80.000,00 (oitenta onde servir, e, sendo da Marinha ou da Aeronáutica, a sede
mil reais)”. do comando a que se encontrar imediatamente subordina-
do; o do marítimo, onde o navio estiver matriculado; e o do
preso, o lugar em que cumprir a sentença.

QUESTÃO 322
(TRE/BA - Analista Judiciário – Área Judiciária -
CESPE/2017). Maria, Carla e Luciana são credoras solidárias
da quantia de R$ 3.000 de Antônio. Maria casou-se com An-
tônio. Na constância da sociedade conjugal, houve a perda
da pretensão de recebimento do crédito de Carla e Luciana
em relação a Antônio. Posteriormente, insatisfeita com o re-
lacionamento, Maria divorciou-se de Antônio e ingressou
com ação de cobrança contra ele.
A respeito dessa situação hipotética, assinale a opção
correta de acordo com o Código Civil.
(A) O casamento de Maria com Antônio é causa inter-
ruptiva da prescrição.
(B) O prazo de prescrição pode ser alterado mediante
acordo entre as credoras e Antônio.
(C) Maria não pode renunciar tacitamente à prescrição.
(D) A suspensão da prescrição em favor de Maria apro-
veita às demais credoras solidárias.
(E) Maria pode exigir de Antônio o cumprimento da
prestação por inteiro.

75
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: E QUESTÃO 325


Art. 267. Cada um dos credores solidários tem direito a (TRE/BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - CES-
exigir do devedor o cumprimento da prestação por inteiro. PE/2017). Pedro, a fim de reformar seu imóvel, celebrou
contrato de empreitada com João, empreiteiro que lhe ofe-
QUESTÃO 323 receu o menor preço e se comprometeu a concluir a obra
(TRE/BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - CES- em três meses. O contrato previa a prestação de serviços e o
PE/2017). João deve determinada quantia a Carlos, o qual fornecimento de materiais, contudo, durante a execução da
deve igual valor a Pedro. Feito acordo entre os três, João obrigação, João faleceu. Pedro estava em mora.
deverá pagar a referida quantia diretamente a Pedro, o que À luz do Código Civil e do entendimento doutrinário so-
retira Carlos da relação obrigacional. bre o tema, assinale a opção correta, acerca dessa situação
O instituto utilizado pelas partes para adimplemento da hipotética.
obrigação nessa situação hipotética denomina-se (A) Os riscos correriam por conta de João até o momen-
(A) novação. to da entrega da obra, já que Pedro estava em mora.
(B) assunção de dívida. (B) A obrigação assumida por João é alternativa.
(C) confusão. (C) A obrigação assumida por João é de não fazer.
(D) compensação. (D) O fornecimento de materiais por João é presumido
(E) dação em pagamento. no contrato de empreitada.
(E) O falecimento de João não implica a extinção do con-
Resposta: A trato.
Art. 360. Dá-se a novação:
I - quando o devedor contrai com o credor nova dívida Resposta: E
para extinguir e substituir a anterior; Art. 626. Não se extingue o contrato de empreitada pela
II - quando novo devedor sucede ao antigo, ficando este morte de qualquer das partes, salvo se ajustado em conside-
quite com o credor; ração às qualidades pessoais do empreiteiro.
III - quando, em virtude de obrigação nova, outro credor
é substituído ao antigo, ficando o devedor quite com este.
QUESTÃO 326
(TRE/BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - CES-
QUESTÃO 324
PE/2017). Acerca das espécies de contratos regulados pelo
(TRE/BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - CES-
Código Civil, assinale a opção correta.
PE/2017). Em 20/5/2014, o carro conduzido por Fernando
(A) Tratando-se de contrato de comodato, o comodatá-
foi atingido na traseira pelo automóvel conduzido por Ra-
rio pode recobrar do comodante as despesas feitas com a
fael, o qual não respeitou sinalização de parada obrigatória.
Os dois convencionaram que Fernando apresentaria a Rafael conservação da coisa emprestada.
três orçamentos dos reparos no automóvel e que Rafael lhe (B) A culpa de terceiro elide a responsabilidade contra-
pagaria o de menor valor. No dia 2/6/2014, Fernando, então, tual do transportador no caso de contrato de transporte de
apresentou os três orçamentos, mas Rafael recusou-se a efe- pessoas.
tuar o pagamento, sob o argumento de que os valores es- (C) O benefício de ordem em contrato de fiança aprovei-
tavam muito altos. Em 10/6/2014, Rafael fez contraproposta, ta ao fiador que se obrigou como devedor solidário.
que não foi aceita por Fernando. Fernando, então, ingressou (D) Em se tratando de venda ad corpus, o preço do imó-
com ação de cobrança e, em 14/6/2014, Rafael foi citado. vel é determinado por sua área.
Após o regular trâmite do processo, o juiz reconheceu a cul- (E) Morto o doador, o Ministério Público poderá exigir
pa de Rafael e o condenou, em 2/3/2015, a pagar quantia do donatário o cumprimento dos encargos da doação de
certa a Fernando. interesse geral, se ainda não cumpridos.
Considerando-se o disposto no Código Civil e a jurispru-
dência do Superior Tribunal de Justiça, nessa situação hipo- Resposta: E
tética o termo inicial dos juros de mora é Art. 553. O donatário é obrigado a cumprir os encargos
(A) 14/6/2014. da doação, caso forem a benefício do doador, de terceiro, ou
(B) 2/3/2015. do interesse geral.
(C) 20/5/2014. Parágrafo único. Se desta última espécie for o encargo,
(D) 2/6/2014. o Ministério Público poderá exigir sua execução, depois da
(E) 10/6/2014. morte do doador, se este não tiver feito.

Resposta: C QUESTÃO 327


Por se tratar de responsabilidade civil decorrente de ato (MPE/RR - Promotor de Justiça Substituto - CES-
ilícito extracontratual (ou aquiliana), aplica-se o art. 398, CC: PE/2017). Tendo em vista que o surgimento de novos tipos
Nas obrigações provenientes de ato ilícito, considera-se o de estruturas familiares demanda do direito civil uma revisão
devedor em mora, desde que o praticou. Desta forma, es- constante do conceito de família, julgue os itens a seguir.
tabelece a Súmula 54 do STJ: Os juros moratórios fluem a I A guarda compartilhada implica igualdade de tempo
partir do evento danoso, em caso de responsabilidade ex- de convívio da criança com cada um de seus genitores, a fim
tracontratual. de evitar ofensa ao princípio da igualdade.

76
500 QUESTÕES DA CESPE

II O direito de obter, judicialmente, a fixação de pensão QUESTÃO 328


alimentícia não prescreve; no entanto, há prazo prescricio- (MPE/RR - Promotor de Justiça Substituto - CES-
nal para a execução de valores inadimplidos corresponden- PE/2017). Pedro reside com a sua família, por mais de
tes ao pagamento da pensão. quinze anos, sem interrupção nem oposição, em um imó-
III O reconhecimento de união estável homoafetiva vel, de trezentos metros quadrados, de propriedade de
acarreta aos seus partícipes os mesmos direitos garantidos João. Mesmo sem comprovar boa-fé quanto à posse, Pe-
aos componentes de união estável heterossexual. dro ajuizou ação por meio da qual pleiteia que seja julgado
IV Os avós detêm o direito de pleitear a regulamenta- procedente seu pedido de propriedade do imóvel.
ção de visita aos netos, a qual poderá ser viabilizada desde Nessa situação hipotética, observa-se um caso de usu-
que observados os interesses da criança ou do adolescente. capião
Assinale a opção correta. (A) pró-família.
(A) Apenas os itens I e II estão certos. (B) habitacional.
(B) Apenas os itens I, III e IV estão certos. (C) extraordinária.
(C) Apenas os itens II, III e IV estão certos. (D) pró-labore.
(D) Todos os itens estão certos.
Resposta: C
Resposta: C Art. 1.238. Aquele que, por quinze anos, sem interrup-
I - (ERRADA) - Art. 1583, CC - § 2º Na guarda comparti- ção, nem oposição, possuir como seu um imóvel, adquire-
lhada, o tempo de convívio com os filhos deve ser dividido lhe a propriedade, independentemente de título e boa-fé;
de forma equilibrada com a mãe e com o pai, sempre tendo podendo requerer ao juiz que assim o declare por senten-
em vista as condições fáticas e os interesses dos filhos. ça, a qual servirá de título para o registro no Cartório de
II - CORRETA - Enquanto vivo, e a qualquer época, Registro de Imóveis.
desde que existentes os pressupostos cabíveis, o titular do Parágrafo único. O prazo estabelecido neste artigo re-
direito a alimentos poderá demandar o obrigado a pres- duzir-se-á a dez anos se o possuidor houver estabelecido
tá-los, para que esse seja constrangida judicialmente a fa- no imóvel a sua moradia habitual, ou nele realizado obras
zê-lo com recursos que o habilitem a subsistir. Entretanto, ou serviços de caráter produtivo.
o artigo 206 diz: Prescrevem: parágrafo § 2º Em dois anos,
a pretensão para haver prestações alimentares, a partir da QUESTÃO 329
data em que se vencerem. (MPE/RR - Promotor de Justiça Substituto - CES-
III - CORRETA - STF (ADPF 132): INTERPRETAÇÃO DO PE/2017). Com o advento do Estatuto da Pessoa com De-
ART. 1.723 DO CÓDIGO CIVIL EM CONFORMIDADE COM A ficiência, realizaram-se, no texto do Código Civil, alterações
CONSTITUIÇÃO FEDERAL (TÉCNICA DA “INTERPRETAÇÃO relativas à capacidade civil que revolucionaram a teoria das
CONFORME”). RECONHECIMENTO DA UNIÃO HOMOAFE- incapacidades.
TIVA COMO FAMÍLIA. PROCEDÊNCIA DAS AÇÕES. Ante a Acerca desse assunto, assinale a opção correta.
possibilidade de interpretação em sentido preconceituoso (A) Deixou de ser hipótese de nulidade casamento con-
ou discriminatório do art. 1.723 do Código Civil, não reso- traído por enfermo mental que não possua o necessário
lúvel à luz dele próprio, faz-se necessária a utilização da discernimento para os atos da vida civil.
técnica de “interpretação conforme à Constituição”. Isso (B) O referido estatuto ab-rogou determinados artigos
para excluir do dispositivo em causa qualquer significado do Código Civil.
que impeça o reconhecimento da união contínua, pública (C) No que se refere à capacidade, no Código Civil, pas-
e duradoura entre pessoas do mesmo sexo como família. sou-se a valorizar a dignidade-vulnerabilidade para aten-
Reconhecimento que é de ser feito segundo as mesmas der disposições internacionais relacionadas ao tema.
regras e com as mesmas consequências da união estável (D) Mesmo diante de incapacidade absoluta, a curatela
heteroafetiva. abrange somente atos relacionados a direitos de natureza
IV - CORRETA - Código Civil: Art. 1.589. O pai ou a patrimonial.
mãe, em cuja guarda não estejam os filhos, poderá visi-
tá-los e tê-los em sua companhia, segundo o que acordar Resposta: A
com o outro cônjuge, ou for fixado pelo juiz, bem como Art. 1.550. É anulável o casamento: (Vide Lei nº 13.146,
fiscalizar sua manutenção e educação. de 2015) (Vigência)
Parágrafo único. O direito de visita estende-se a qual- I - de quem não completou a idade mínima para casar;
quer dos avós, a critério do juiz, observados os interesses II - do menor em idade núbil, quando não autorizado
da criança ou do adolescente. por seu representante legal;
III - por vício da vontade, nos termos dos arts. 1.556 a
1.558;
IV - do incapaz de consentir ou manifestar, de modo
inequívoco, o consentimento;
V - realizado pelo mandatário, sem que ele ou o outro
contraente soubesse da revogação do mandato, e não so-
brevindo coabitação entre os cônjuges;

77
500 QUESTÕES DA CESPE

VI - por incompetência da autoridade celebrante. VII - pesquisa científica, desenvolvimento de tecno-


§ 1º. Equipara-se à revogação a invalidade do mandato logias alternativas, modernização de sistemas de gestão,
judicialmente decretada. (Redação dada pela Lei nº 13.146, produção e divulgação de informações e conhecimentos
de 2015) (Vigência) técnicos e científicos; (Incluído pela Lei nº 13.151, de 2015)
§ 2º A pessoa com deficiência mental ou intelectual em VIII - promoção da ética, da cidadania, da democracia e
idade núbia poderá contrair matrimônio, expressando sua dos direitos humanos; (Incluído pela Lei nº 13.151, de 2015)
vontade diretamente ou por meio de seu responsável ou IX - atividades religiosas; e (Incluído pela Lei nº 13.151,
curador. (Incluído pela Lei nº 13.146, de 2015) (Vigência) de 2015)
X - (VETADO). (Incluído pela Lei nº 13.151, de 2015)
QUESTÃO 330
(MPE/RR - Promotor de Justiça Substituto - CES- QUESTÃO 331
PE/2017). Para a instituição de uma fundação, que é um (MPE/RR - Promotor de Justiça Substituto - CES-
tipo de pessoa jurídica, é necessário que o instituidor, por PE/2017). Com relação ao direito sucessório e suas impli-
meio de escritura pública ou por testamento, faça a dota- cações, julgue os itens a seguir.
ção especial de bens livres bem como especifique o fim a I Herança corresponde ao conjunto de bens deixado
que a fundação se destina. Nesse sentido, de acordo com pelo falecido e engloba tanto os bens positivos quanto os
as delimitações insertas no Código Civil, uma fundação po- bens negativos.
derá constituir-se para II Os direitos patrimoniais do autor perduram por se-
I fins de assistência social, para a promoção de cultura, tenta anos, contados a partir da data do seu falecimento.
para a defesa e a conservação do patrimônio histórico e III Na hipótese de doação de imóvel de ascendente a
artístico, bem como para a realização de atividades reli- descendente, quando do falecimento daquele, o bem de-
giosas. verá, em regra, ser trazido à colação, sob pena de ser con-
II a promoção de educação, de saúde, de segurança siderado bem sonegado.
alimentar e nutricional, para a realização de pesquisa cien- Assinale a opção correta
tífica, para o desenvolvimento de tecnologias alternativas,
(A) Apenas os itens I e II estão certos.
para a modernização de sistemas de gestão, para a pro-
(B) Apenas os itens I e III estão certos.
dução e a divulgação de informações e para o desenvolvi-
(C) Apenas os itens II e III estão certos.
mento de conhecimentos técnicos e científicos.
(D) Todos os itens estão certos
III fins de defesa, de preservação e de conservação do
meio ambiente, para a promoção do desenvolvimento sus-
Resposta: B
tentável bem como para a promoção da ética, da cidada-
I - CORRETA: “A herança é o conjunto de bens formado
nia, da democracia e dos direitos humanos.
com o falecimento do de cujus (autor da herança).” (TARTU-
Assinale a opção correta.
(A) Apenas os itens I e II estão certos. CE, Manual de Direito Civil, 2016, p. 1485)
(B) Apenas os itens I e III estão certos. II - INCORRETA: Lei 9.610/98, Art. 41. Os direitos patri-
(C) Apenas os itens II e III estão certos. moniais do autor perduram por setenta anos contados de
(D) Todos os itens estão certos. 1° de janeiro do ano subsequente ao de seu falecimento,
obedecida a ordem sucessória da lei civil.
Resposta: D III - CORRETA: Art. 2.002. Os descendentes que con-
Art. 62. Para criar uma fundação, o seu instituidor fará, correrem à sucessão do ascendente comum são obrigados,
por escritura pública ou testamento, dotação especial de para igualar as legítimas, a conferir o valor das doações que
bens livres, especificando o fim a que se destina, e decla- dele em vida receberam, sob pena de sonegação.
rando, se quiser, a maneira de administrá-la.
Parágrafo único. A fundação somente poderá consti- QUESTÃO 332
tuir-se para fins de: (Redação dada pela Lei nº 13.151, de (Prefeitura de Belo Horizonte/MG - Procurador
2015) Municipal - CESPE/2017). João celebrou contrato de
I - assistência social; (Incluído pela Lei nº 13.151, de locação de imóvel residencial com determinada imobiliá-
2015) ria, que realizou negócio jurídico de administração do bem
II - cultura, defesa e conservação do patrimônio históri- com Júlio, proprietário do referido imóvel. Conforme con-
co e artístico; (Incluído pela Lei nº 13.151, de 2015) vencionado entre João e a imobiliária, o aluguel deveria ser
III - educação; (Incluído pela Lei nº 13.151, de 2015) pago a Carlos, um dos sócios da imobiliária, o qual costu-
IV - saúde; (Incluído pela Lei nº 13.151, de 2015) meiramente recebia os aluguéis e dava quitação. Em deter-
V - segurança alimentar e nutricional; (Incluído pela Lei minado momento, João foi surpreendido com uma ação de
nº 13.151, de 2015) despejo, na qual se argumentava que alguns pagamentos
VI - defesa, preservação e conservação do meio am- efetuados a Carlos não extinguiram a obrigação locatícia,
biente e promoção do desenvolvimento sustentável; (In- porquanto ele tinha se retirado da sociedade no curso do
cluído pela Lei nº 13.151, de 2015) contrato e o locatário não havia observado a alteração so-
cietária.

78
500 QUESTÕES DA CESPE

De acordo com o Código Civil, nessa situação, QUESTÃO 335


(A) João deverá demonstrar que o pagamento foi reverti- (Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Municí-
do em favor da sociedade, para se eximir das cobranças. pio - CESPE/2017). A respeito da Lei de Introdução às Nor-
(B) os pagamentos efetuados por João são válidos, pois mas do Direito Brasileiro, das pessoas naturais e jurídicas e
Carlos é considerado credor putativo. dos bens, julgue o item a seguir.
(C) a validade dos pagamentos realizados por João de- Conforme o modo como for feita, a divulgação de fato
pende de ratificação por Júlio, proprietário do imóvel. verdadeiro poderá gerar responsabilidade civil por ofensa à
(D) João terá de pagar novamente o valor cobrado. honra da pessoa natural.
(A) Certo (B) Errado
Resposta: B
Art. 309. O pagamento feito de boa-fé ao credor putativo Resposta: A
é válido, ainda provado depois que não era credor. Art. 17. O nome da pessoa não pode ser empregado por
outrem em publicações ou representações que a exponham
QUESTÃO 333 ao desprezo público, ainda quando não haja intenção difa-
(Prefeitura de Belo Horizonte/MG - Procurador Muni- matória.
cipal - CESPE/2017). À luz da legislação aplicável e do enten-
dimento doutrinário prevalecente a respeito da responsabili- QUESTÃO 336
dade civil, assinale a opção correta. (Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Municí-
(A) O abuso do direito, ato ilícito, exige a comprovação do pio - CESPE/2017). A respeito da Lei de Introdução às Nor-
dolo ou da culpa para fins de responsabilização civil. mas do Direito Brasileiro, das pessoas naturais e jurídicas e
(B) No contrato de transporte de pessoas, a obrigação as- dos bens, julgue o item a seguir.
sumida pelo transportador é de resultado, e a responsabilida- O registro do ato constitutivo da sociedade de fato pro-
de é objetiva. duzirá efeitos ex tunc se presentes, desde o início, os requisi-
(C) O dever de indenizar pressupõe, necessariamente, a tos legais para a constituição da pessoa jurídica.
prática de ato ilícito.
(A) Certo (B) Errado
(D) No que se refere ao nexo causal, elemento da respon-
sabilidade civil, o Código Civil adota a teoria da equivalência
Resposta: B
das condições.
Art. 45. Começa a existência legal das pessoas jurídicas
de direito privado com a inscrição do ato constitutivo no res-
Resposta: B
pectivo registro, precedida, quando necessário, de autoriza-
Art. 734. O transportador responde pelos danos causados
ção ou aprovação do Poder Executivo, averbando-se no re-
às pessoas transportadas e suas bagagens, salvo motivo de
força maior, sendo nula qualquer cláusula excludente da res- gistro todas as alterações por que passar o ato constitutivo.
ponsabilidade. Parágrafo único. Decai em três anos o direito de anular
Parágrafo único. É lícito ao transportador exigir a declara- a constituição das pessoas jurídicas de direito privado, por
ção do valor da bagagem a fim de fixar o limite da indenização. defeito do ato respectivo, contado o prazo da publicação de
Art. 735. A responsabilidade contratual do transportador sua inscrição no registro.
por acidente com o passageiro não é elidida por culpa de ter-
ceiro, contra o qual tem ação regressiva. QUESTÃO 337
(Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Municí-
QUESTÃO 334 pio - CESPE/2017). Acerca de ato e negócio jurídicos e de
(Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Município obrigações e contratos, julgue o item que se segue.
- CESPE/2017). A respeito da Lei de Introdução às Normas do O ato jurídico em sentido estrito tem consectários pre-
Direito Brasileiro, das pessoas naturais e jurídicas e dos bens, vistos em lei e afasta, em regra, a autonomia de vontade.
julgue o item a seguir. (A) Certo (B) Errado
Por não se admitir a posse dos bens incorpóreos, tais bens
são insuscetíveis de aquisição por usucapião. Resposta: B
(A) Certo (B) Errado De acordo com os professores Nelson Rosenvald e Cris-
tiano Chaves (in Curso de direito civil. Parte geral e LINDB,
Resposta: A volume 1. 13 ed. São Paulo: Atlas, 2015. Pág. 499):
Segundo Venosa, (VENOSA, Silvio do Salvo. Código Civil “Assim, derivando da teoria alemã, a tese dualista, que
Interpretado, São Paulo: Editora Atlas, 2010, p. 1048), com base já tinha sido acolhida pela doutrina, faz distinção entre ne-
nos ensinamentos de Pontes de Miranda, não há resistências gócio jurídico e ato jurídico stricto sensu, ambos derivando
no direito nacional para tanto, sendo possível falar-se em pos- de um tronco único: o ato jurídico lato sensu. Enquanto o ato
se de marcas, patentes, invenções e outros direitos intelectuais. jurídico em sentido estrito (ou ato não negocial) tem con-
A jurisprudência do STJ é vacilante em relação ao tema, confor- sectários previstos em lei, afastando, em regra, a autonomia
me se infere das Súmulas 193 e 228. Segundo a Súmula 193, o privada (neles a intenção está em segundo plano, ganhan-
direito de uso de linha telefônica pode ser adquirido por usu- do realce a consequência desejada), o negócio jurídico (ou
capião. Já a Súmula 228 informa que é inadmissível o interdito ato negocial) é ato de autonomia privada, com os quais o
proibitório para a proteção do direito autoral. particular regula por si os próprios interesses. É ato regula-

79
500 QUESTÕES DA CESPE

mentador dos interesses privados. Desfechando: quando a QUESTÃO 341


autonomia da vontade não exercer influência nos efeitos de- (Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Muni-
correntes, ter-se-á ato jurídico sentido estrito, cujo efeito se cípio - CESPE/2017). Acerca de atos unilaterais, responsa-
produz ex lege, sem considerar a vontade do agente; já se o bilidade civil e preferências e privilégios creditórios, julgue
resultado depender da vontade (ex voluntate), é caso de ne- o item subsequente.
gócio jurídico. A finalidade do ato jurídico estrito senso está Na hipótese de enriquecimento sem causa, a restitui-
prevista em lei (embora a parte a deseje); já a do negócio ção do valor incluirá atualização monetária, independente-
jurídico pode se concretizar em momentos diversos da vida mente do ajuizamento de ação judicial.
do direito. Normalmente, os atos jurídicos em sentido estrito (A) Certo (B) Errado
partem de manifestações de vontade, enquanto os negócios
jurídicos são estribados em declarações de vontade. Trata-se Resposta: A
de simples regra, que pode ser alterada no caso concreto, Art. 884. Aquele que, sem justa causa, se enriquecer à
sem que qualquer prejuízo ocorra à configuração do ato.” custa de outrem, será obrigado a restituir o indevidamente
auferido, feita a atualização dos valores monetários.
QUESTÃO 338 Parágrafo único. Se o enriquecimento tiver por objeto
(Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Municí- coisa determinada, quem a recebeu é obrigado a restituí-la,
pio - CESPE/2017). Acerca de ato e negócio jurídicos e de e, se a coisa não mais subsistir, a restituição se fará pelo
obrigações e contratos, julgue o item que se segue. valor do bem na época em que foi exigido.
Em se tratando de obrigações negativas, o devedor es-
tará em mora a partir da data em que realizar a prestação QUESTÃO 342
que havia se comprometido a não efetivar. (Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Muni-
(A) Certo (B) Errado cípio - CESPE/2017). Acerca de atos unilaterais, responsa-
bilidade civil e preferências e privilégios creditórios, julgue
Resposta: B o item subsequente.
No que se refere às famílias de baixa renda, há presun-
Art. 390. Nas obrigações negativas o devedor é havido
ção de dano material e moral em favor dos pais em caso de
por inadimplente desde o dia em que executou o ato de
morte de filho menor de idade, ainda que este não estives-
que se devia abster.
se trabalhando na data do óbito.
(A) Certo (B) Errado
QUESTÃO 339
(Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Municí-
Resposta: A
pio - CESPE/2017). Acerca de ato e negócio jurídicos e de
Sumula 491 STF: é indenizável o acidente que causa a
obrigações e contratos, julgue o item que se segue. morte de filho menor, ainda que não exerça trabalho re-
Tratando-se de contrato de mandato, o casamento do munerado.
mandante não influenciará nos poderes já conferidos ao
mandatário. QUESTÃO 343
(A) Certo (B) Errado (Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Muni-
cípio - CESPE/2017). Acerca de atos unilaterais, responsa-
Resposta: B bilidade civil e preferências e privilégios creditórios, julgue
Art. 682. Cessa o mandato: o item subsequente.
I - pela revogação ou pela renúncia; Quanto aos títulos legais de preferência, declarada a
II - pela morte ou interdição de uma das partes; insolvência de devedor capaz, o privilégio especial com-
III - pela mudança de estado que inabilite o mandante preenderá todos os bens não sujeitos a crédito real.
a conferir os poderes, ou o mandatário para os exercer; (A) Certo (B) Errado
IV - pelo término do prazo ou pela conclusão do ne-
gócio. Resposta: B
Art. 963 do CC. O privilégio especial só compreende os
QUESTÃO 340 bens sujeitos, por expressa disposição de lei, ao pagamen-
(Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Municí- to do crédito que ele favorece; e o geral, todos os bens não
pio - CESPE/2017). Acerca de ato e negócio jurídicos e de sujeitos a crédito real nem a privilégio especial.
obrigações e contratos, julgue o item que se segue.
Não constitui condição a cláusula que subordina os QUESTÃO 344
efeitos de um negócio jurídico à aquisição da maioridade (Prefeitura de Fortaleza/CE - Procurador do Muni-
da outra parte. cípio - CESPE/2017). Com relação a direitos reais, parcela-
(A) Certo (B) Errado mento do solo urbano, locação e registros públicos, julgue
o item seguinte.
Resposta: A O imóvel objeto de contrato de promessa de compra
Art. 121. Considera-se condição a cláusula que, deri- e venda devidamente registrado pode ser objeto de hipo-
vando exclusivamente da vontade das partes, subordina o teca.
efeito do negócio jurídico a evento futuro e incerto. (A) Certo (B) Errado

80
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: A (B) A prova exclusivamente testemunhal é admitida so-


Art. 1.225. São direitos reais: mente para negócios jurídicos cujo valor não ultrapasse o
I - a propriedade; décuplo do maior salário mínimo vigente no país ao tempo
II - a superfície; que forem celebrados.
III - as servidões; (C) A presunção é inferida a partir de um fato jurídico
IV - o usufruto; indireto e, por essa razão, não consta no rol dos meios de
V - o uso; prova do Código Civil.
VI - a habitação; (D) Nas declarações de vontade, prevalece o sentido
VII - o direito do promitente comprador do imóvel; literal da linguagem em detrimento da intenção nelas con-
VIII - o penhor; substanciada.
IX - a hipoteca; (E) A validade do negócio jurídico pode subordinar-se,
X - a anticrese. se convencionado pelas partes, a evento futuro e incerto,
XI - a concessão de uso especial para fins de moradia; mediante condição.
(Incluído pela Lei nº 11.481, de 2007)
XII - a concessão de direito real de uso; e (Redação Resposta: A
dada pela Lei nº 13.465, de 2017) “Para os efeitos do julgamento do recurso especial re-
XIII - a laje. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017) petitivo, fixa-se a seguinte tese: Na vigência dos contratos
de plano ou de seguro de assistência à saúde, a preten-
QUESTÃO 345 são condenatória decorrente da declaração de nulidade
(TJ/PR - Juiz Substituto - CESPE/2017). Assinale a de cláusula de reajuste nele prevista prescreve em 20 anos
opção correta em relação às pessoas naturais e à teoria ge- (art. 177 do CC/1916) ou em 3 anos (art. 206, § 3º, IV, do
ral do negócio jurídico. CC/2002), observada a regra de transição do art. 2.028 do
(A) É taxativa, ou seja, não conta com ressalva legal, CC/2002.
a regra de que negócio jurídico existente, porém inválido, 11. Caso concreto: Recurso especial interposto por
não gera efeitos, ainda que tenha sido celebrado de boa-fé Unimed Nordeste RS Sociedade Cooperativa de Serviços
pelos contratantes. Médicos Ltda. a que se nega provimento.” (REsp 1360969/
(B) São absolutamente incapazes de exercer pessoal- RS, Rel. Ministro MARCO BUZZI, Rel. p/ Acórdão Ministro
mente os atos da vida civil os excepcionais sem desenvolvi- MARCO AURÉLIO BELLIZZE, SEGUNDA SEÇÃO, julgado em
mento mental completo. 10/08/2016, DJe 19/09/2016).
(C) A teoria da personalidade condicional define que
haverá elemento acidental no negócio jurídico que subor- QUESTÃO 347
dine a validade dos direitos de nascituro a evento futuro e (TRE/PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - CES-
incerto. PE/2017). Assinale a opção correta no que se refere ao
(D) Em algumas situações, o ato-fato jurídico praticado adimplemento das obrigações.
pelo menor absolutamente incapaz produz efeitos. (A) O pagamento feito por terceiro ao credor não obri-
ga o reembolso pelo devedor, se este tiver ciência da pres-
Resposta: D crição da pretensão do credor e se opuser ao adimplemen-
“Excelente exemplo de ato-fato jurídico encontramos to.
na compra e venda feita por criança. Ninguém discute que (B) Caso haja dúvida quanto ao fato de o terceiro ter
a criança, ao comprar o doce no boteco da esquina, não efetuado pagamento em nome próprio ou do devedor,
tem vontade direcionada à celebração do contrato de con- presume-se que o tenha feito em nome do devedor.
sumo. Melhor do que considerar, ainda que apenas formal- (C) Embora a quitação seja um direito subjetivo do
mente, esse ato como negócio jurídico, portador de intrín- devedor, ele não pode reter o pagamento como forma de
seca nulidade por força da incapacidade absoluta do agen- compelir o credor a fornecer-lhe o recibo.
te, é enquadrá-lo na noção de ato-fato jurídico, dotado de (D) Caso sejam designados dois ou mais lugares para
ampla aceitação social.” (Pablo Stolze Gagliano e Rodolfo o pagamento, a escolha do local para efetuá-lo caberá ao
Pamplona Filho, TARTUCE, Flávio. Manual de Direito Civil. devedor, em exceção à regra geral de que o pagamento
6. ed. p. 224.) seja efetuado no domicílio do credor.
(E) O terceiro não interessado que paga a dívida, em
QUESTÃO 346 nome próprio, se sub-roga nos direitos do credor.
(TRE/PE - Analista Judiciário - Área Judiciária -
CESPE/2017). Com relação a negócios jurídicos, prescrição Resposta: A
e provas, assinale a opção correta à luz do Código Civil e da Art. 306. O pagamento feito por terceiro, com desco-
jurisprudência do STJ. nhecimento ou oposição do devedor, não obriga a reem-
(A) A pretensão condenatória decorrente da declara- bolsar aquele que pagou, se o devedor tinha meios para
ção de nulidade de cláusula contratual que preveja reajuste ilidir a ação.
em plano de saúde prescreve em três anos.

81
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 348 Resposta: C


(TRE/PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - CES- Súmula nº 492 do STF “A empresa locadora de veículos
PE/2017). A empresa Bebidas Bom Preço Ltda. celebrou com responde, civil e solidariamente com o locatário, pelos da-
uma empresa de alimentos, por prazo determinado, contrato nos por este causados a terceiro, no uso do carro locado”.
de comodato cujo objeto era o empréstimo de um freezer. Era
dever da comodatária armazenar somente produtos adquiri- QUESTÃO 350
dos da comodante. (TRE/PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - CES-
Nessa situação hipotética, conforme a legislação aplicável PE/2017). A respeito do direito das famílias, assinale a op-
ao caso e o entendimento doutrinário sobre o tema, ção correta.
(A) por ter natureza pessoal, o contrato de comodato não (A) O ato jurídico da adoção depende da efetiva assis-
se estenderá no caso de sucessão empresarial da empresa co- tência do poder público e de sentença constitutiva, ressal-
modatária. vados os casos de maiores de dezoito anos de idade, que
(B) a comodante não poderá suspender o uso da coisa independem de sentença.
antes do término do prazo do contrato, ainda que demonstre (B) O reconhecimento de filhos havidos fora do casa-
necessidade imprevista e urgente. mento pode ser feito por manifestação direta e expressa
(C) o negócio jurídico perfez-se com a assinatura do con- perante o juiz.
trato. (C) Não se admite a alteração do regime de bens no
(D) a empresa comodatária pode cobrar da empresa co- curso do matrimônio.
modante as despesas referentes ao uso e ao gozo da coisa (D) A obrigação de prestar alimentos não é transmitida
emprestada. aos herdeiros do devedor.
(E) a cláusula de exclusividade acerca dos produtos que (E) O bem de família pode ser instituído mediante qual-
devem ficar armazenados no freezer não poderia ter sido es- quer instrumento que evidencie a vontade da entidade fa-
tipulada. miliar de destacar parte de seu patrimônio.

Resposta: A Resposta: B
O contrato de comodato “possui natureza intuitu perso- Art. 1.609. O reconhecimento dos filhos havidos fora
nae, pois o comodante tem em mira a fidúcia que deposita na do casamento é irrevogável e será feito: IV - por manifesta-
pessoa do comodatário, tanto que é contrato gratuito. Traduz ção direta e expressa perante o juiz, ainda que o reconheci-
favorecimento pessoal do comodatário. O benefício, salvo ra- mento não haja sido o objeto único e principal do ato que
tificação do comodante, não se estende, portanto, aos suces- o contém.
sores do comodatário.” (Sílvio de Salvo Venosa, Direito Civil:
Contratos em espécie. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2003, p. 225) QUESTÃO 351
(PC/GO - Delegado de Polícia Substituto - CES-
QUESTÃO 349 PE/2017). A Lei n.º XX/XXXX, composta por quinze artigos,
(TRE/PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - CES- elaborada pelo Congresso Nacional, foi sancionada, pro-
PE/2017). Quando caminhava pelo acostamento de uma via mulgada e publicada.
pública, Francisco foi atropelado por veículo de propriedade A respeito dessa situação, assinale a opção correta, de
de uma locadora de veículos conduzido por Pedro. Em razão acordo com a Lei de Introdução às Normas do Direito Bra-
do acidente, Francisco sofreu fratura do fêmur e ficou interna- sileiro.
do por um mês. As lesões por ele sofridas geraram debilidade (A) Se algum dos artigos da lei sofrer alteração antes
permanente, que o impedem de trabalhar, e cicatrizes na per- de ela entrar em vigor, será contado um novo período de
na, que lhe causam constrangimento. vacância para o dispositivo alterado.
Nessa situação hipotética, conforme a legislação aplicável (B) Caso essa lei tenha revogado dispositivo da legisla-
e a jurisprudência dos tribunais superiores, ção anterior, automaticamente ocorrerá o efeito repristina-
(A) Francisco não pode cumular pedido de compensação tório se nela não houver disposição em contrário.
por danos morais e estéticos, porquanto os danos estéticos (C) A lei irá revogar a legislação anterior caso estabe-
estão incluídos nos danos morais. leça disposições gerais sobre assunto tratado nessa legis-
(B) se Francisco não comprovar o valor auferido por seu lação.
trabalho, o juiz poderá determinar que a eventual indenização (D) Não havendo referência ao período de vacância, a
arbitrada seja paga de uma só vez, mesmo contra a vontade nova lei entra em vigor imediatamente, sendo eventuais
da vítima. correções em seu texto consideradas nova lei.
(C) a locadora de veículos e Pedro são solidariamente res- (E) Não havendo referência ao período de vacância, a
ponsáveis pelos danos causados a Francisco. lei entrará em vigor, em todo o território nacional, três me-
(D) caso Francisco viesse a óbito, cessariam seus direitos ses após sua publicação.
da personalidade e seus pais não poderiam pleitear perdas e
danos. Resposta: A
(E) a debilidade permanente causada a Francisco pode LINDB. Art. 1º. § 3º. Se, antes de entrar a lei em vigor,
dar causa ao pagamento de pensão alimentícia pela causado- ocorrer nova publicação de seu texto, destinada a correção,
ra do dano, no valor de no máximo um salário mínimo, até ele o prazo deste artigo e dos parágrafos anteriores começará
completar sessenta e cinco anos de idade. a correr da nova publicação.

82
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 352 (B) Determinado indivíduo realizou, de boa-fé, cons-


(PC/GO - Delegado de Polícia Substituto - CES- trução em terreno que pertencia a seu vizinho. O valor da
PE/2017). No que concerne à pessoa natural, à pessoa jurí- construção excede consideravelmente o valor do terreno.
dica e ao domicílio, assinale a opção correta. Nessa situação, não havendo acordo, o indivíduo que reali-
(A) Sendo o domicílio o local em que a pessoa perma- zou a construção adquirirá a propriedade do solo mediante
nece com ânimo definitivo ou o decorrente de imposição pagamento da indenização fixada pelo juiz.
normativa, como ocorre com os militares, o domicílio con- (C) Caio realizou a doação de um bem para Fernando.
tratual é incompatível com a ordem jurídica brasileira. No contrato celebrado entre ambos, consta cláusula que
(B) Conforme a teoria natalista, o nascituro é pessoa hu- determina que o bem doado volte para o patrimônio do
mana titular de direitos, de modo que mesmo o natimorto doador se ele sobreviver ao donatário. Nessa situação, a
possui proteção no que concerne aos direitos da persona- cláusula é nula, pois o direito brasileiro não admite a deno-
lidade. minada propriedade resolúvel.
(C) De acordo com o Código Civil, deve ser considera- (D) Roberto possui direito real de superfície de bem
do absolutamente incapaz aquele que, por enfermidade ou imóvel e deseja hipotecar esse direito pelo prazo de vigên-
deficiência mental, não possuir discernimento para a prática cia do direito real. Nesse caso, a estipulação de direito real
de seus atos. de garantia é ilegal porque a hipoteca somente pode ser
(D) A ocorrência de grave e injusta ofensa à dignidade constituída pelo proprietário do bem.
da pessoa humana configura o dano moral, sendo desne- (E) Determinado empregador cedeu bem imóvel de
cessária a comprovação de dor e sofrimento para o recebi- sua propriedade a seu empregado, em razão de relação de
mento de indenização por esse tipo de dano confiança decorrente de contrato de trabalho. Nesse caso,
(E) Na hipótese de desaparecimento do corpo de pes- ainda que desfeito o vínculo trabalhista, é juridicamente im-
soa em situação de grave risco de morte, como, por exem- possível a conversão da detenção do empregado em posse.
plo, no caso de desastre marítimo, o reconhecimento do
óbito depende de prévia declaração de ausência. Resposta: B
Art. 1.255. Aquele que semeia, planta ou edifica em
Resposta: D
terreno alheio perde, em proveito do proprietário, as se-
Informativo nº 0513
mentes, plantas e construções; se procedeu de boa-fé, terá
Período: 6 de março de 2013.
direito a indenização.
TERCEIRA TURMA
Parágrafo único. Se a construção ou a plantação exce-
DIREITO CIVIL. DANO MORAL. OFENSA À DIGNIDADE
der consideravelmente o valor do terreno, aquele que, de
DA PESSOA HUMANA. DANO IN RE IPSA.
Sempre que demonstrada a ocorrência de ofensa injus- boa-fé, plantou ou edificou, adquirirá a propriedade do
ta à dignidade da pessoa humana, dispensa-se a comprova- solo, mediante pagamento da indenização fixada judicial-
ção de dor e sofrimento para configuração de dano moral. mente, se não houver acordo.
Segundo doutrina e jurisprudência do STJ, onde se vislum-
bra a violação de um direito fundamental, assim eleito pela QUESTÃO 354
CF, também se alcançará, por consequência, uma inevitável (PC/GO - Delegado de Polícia Substituto - CES-
violação da dignidade do ser humano. A compensação nes- PE/2017). Um oficial do corpo de bombeiros arrombou a
se caso independe da demonstração da dor, traduzindo-se, porta de determinada residência para ingressar no imóvel
pois, em consequência in re ipsa, intrínseca à própria con- vizinho e salvar uma criança que corria grave perigo em ra-
duta que injustamente atinja a dignidade do ser humano. zão de um incêndio.
Aliás, cumpre ressaltar que essas sensações (dor e sofrimen- A respeito dessa situação hipotética e conforme a dou-
to), que costumeiramente estão atreladas à experiência das trina dominante e o Código Civil, assinale a opção correta.
vítimas de danos morais, não se traduzem no próprio dano, (A) O oficial tem o dever de indenizar o proprietário do
mas têm nele sua causa direta. REsp 1.292.141-SP, Rel. Min. imóvel danificado, devendo o valor da indenização ser miti-
Nancy Andrighi, julgado em 4/12/2012. gado em razão da presença de culpa concorrente.
(B) O ato praticado pelo oficial é ilícito porque causou
QUESTÃO 353 prejuízo ao dono do imóvel, inexistindo, entretanto, o dever
(PC/GO - Delegado de Polícia Substituto - CES- de indenizar, dada a ausência de nexo causal.
PE/2017). Em cada uma das opções seguintes, é apresen- (C) Não se aplica ao referido oficial a regra do Código
tada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a Civil segundo a qual o agente que atua para remover perigo
ser julgada, a respeito de posse, propriedade e direitos reais iminente pode ser chamado a indenizar terceiro inocente.
sobre coisa alheia. Assinale a opção que apresenta assertiva (D) Conforme disposição do Código Civil, o oficial teria
correta conforme a legislação e a doutrina pertinentes. o dever de indenizar o dono do imóvel no valor integral
(A) Durante o prazo de vigência de contrato de locação dos prejuízos existentes, tendo direito de regresso contra o
de imóvel urbano, o locatário viajou e, ao retornar, percebeu responsável pelo incêndio.
que o imóvel havia sido invadido pelo próprio proprietário. (E) Não se pode falar em responsabilidade civil nesse
Nesse caso, o locatário não pode defender sua posse, uma caso, pois, na hipótese de estado de necessidade, o agente
vez que o possuidor direto não tem proteção possessória causador do dano nunca terá o dever de indenizar.
em face do indireto.

83
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: C O início da personalidade civil das pessoas físicas ocorre


Não se aplica a lógica do CC, aplica-se a regra da responsabi- com a concepção, e o das associações de direito privado, com
lidade objetiva do Estado (art. 37, §6º da Constituição Federal), ou a inscrição de seus atos constitutivos no registro peculiar, desde
seja, quem deve figurar no polo passivo em eventual demanda que tenham sido previamente aprovados pelo Poder Executivo.
de reparação de danos materiais é o Estado não o agente público. (A) Certo (B) Errado

QUESTÃO 355 Resposta: B


(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área O início da personalidade civil da pessoa começa com o
Administrativa - CESPE/2016). Com base no disposto no nascimento com a vida, e não com a concepção, nos termos
Código Civil acerca de personalidade e capacidade jurídica, do artigo 2º do CC. A lei apenas põe a salvo os direitos do
julgue o item a seguir. nascituro, mas considera como início de personalidade. No
A pessoa jurídica, assim como a física, é capaz de direitos que se refere às pessoas jurídicas, sua existência legal inicia-se
e deveres na ordem civil. com a inscrição do ato constitutivo no respectivo registro, sen-
(A) Certo (B) Errado do que só será autorizada ou aprovada pelo poder Executivo,
QUANDO NECESSÁRIO ao seu funcionamento (Art 45, CC)
Resposta: A
Art. 1. CC - Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na QUESTÃO 359
ordem civil. (TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área
Art. 52. CC - Aplica-se às pessoas jurídicas, no que cou- Administrativa - CESPE/2016). Julgue o item que se segue,
ber, a proteção dos direitos da personalidade. a respeito de responsabilidade civil, indenização, dano moral
e dano material.
QUESTÃO 356 A obrigação de reparar o dano causado não se transmite
(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área por sucessão aos herdeiros.
Administrativa - CESPE/2016). Com base no disposto no (A) Certo (B) Errado
Código Civil acerca de personalidade e capacidade jurídica,
julgue o item a seguir. Resposta: B
As crianças e os adolescentes com menos de dezesseis Art. 943. O direito de exigir reparação e a obrigação de
anos de idade são absolutamente incapazes de exercer pes-
prestá-la transmitem-se com a herança.
soalmente os atos da vida civil.
A obrigação de reparação, apesar de ser transmitida com
(A) Certo (B) Errado
a herança, está adstrita aos seus limites.
Resposta: A
QUESTÃO 360
Art. 3º São absolutamente incapazes de exercer pes-
(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área
soalmente os atos da vida civil os menores de 16 (dezesseis)
anos. (Redação dada pela Lei nº 13.146, de 2015) Administrativa - CESPE/2016). Julgue o item que se segue,
a respeito de responsabilidade civil, indenização, dano moral
QUESTÃO 357 e dano material.
(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área Como regra, o valor da indenização deve corresponder à
Administrativa - CESPE/2016). Com base no disposto no extensão do dano material; mas excepcionalmente o juiz po-
Código Civil acerca de personalidade e capacidade jurídica, derá reduzir a indenização se houver excessiva desproporção
julgue o item a seguir. entre a gravidade da culpa e o dano causado.
Por se tratar de direito da personalidade, o ato de dispo- (A) Certo (B) Errado
sição gratuita de parte do próprio corpo após a morte, para
fins altruísticos, é intransmissível e irrevogável. Resposta: A
(A) Certo (B) Errado Art. 944. A indenização mede-se pela extensão do dano.
Parágrafo único. Se houver excessiva desproporção entre
Resposta: B a gravidade da culpa e o dano, poderá o juiz reduzir, equita-
Art. 11. Com exceção dos casos previstos em lei, os direi- tivamente, a indenização.
tos da personalidade são instransmissíveis e irrenunciáveis,
não podendo o seu exercío sofrer limitação voluntária. QUESTÃO 361
Art. 14. É válida, com objetivo científico, ou altruístico, a (TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área
disposição gratuita do próprio corpo, no todo ou em parte, Administrativa - CESPE/2016). Julgue o item que se segue,
para depois da morte. a respeito de responsabilidade civil, indenização, dano moral
Parágrafo único. O ato de disposição pode ser livremente e dano material.
revogado a qualquer tempo. A ação civil de reparação de dano independe do corres-
pondente procedimento criminal, mas, se a sentença criminal
QUESTÃO 358 reconhecer o fato e o autor, na justiça civil não poderão mais
(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área ser questionadas a autoria e a existência do fato.
Administrativa - CESPE/2016). Com base no disposto no (A) Certo (B) Errado
Código Civil acerca de personalidade e capacidade jurídica,
julgue o item a seguir.

84
500 QUESTÕES DA CESPE

Resposta: A Resposta: B
Art. 935. A responsabilidade civil é independente da cri- Art. 98. São públicos os bens do domínio nacional per-
minal, não se podendo questionar mais sobre a existência do tencentes às pessoas jurídicas de direito público interno; to-
fato, ou sobre quem seja o seu autor, quando estas questões dos os outros são particulares, seja qual for a pessoa a que
se acharem decididas no juízo criminal. pertencerem.
Art. 99. São bens públicos:
QUESTÃO 362 I - os de uso comum do povo, tais como rios, mares, es-
(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área tradas, ruas e praças;
Administrativa - CESPE/2016). Julgue o item subsequente II - os de uso especial, tais como edifícios ou terrenos
com base nas disposições do Código Civil acerca de bens, fa- destinados a serviço ou estabelecimento da administração
tos jurídicos e prescrição. federal, estadual, territorial ou municipal, inclusive os de suas
Denomina-se representação a relação jurídica em que autarquias;
uma pessoa se obriga perante terceiro por meio de ato prati- III - os dominicais, que constituem o patrimônio das pes-
cado em seu nome por representante, cujos poderes são con- soas jurídicas de direito público, como objeto de direito pes-
feridos por lei ou por mandato. soal, ou real, de cada uma dessas entidades.
(A) Certo (B) Errado Parágrafo único. Não dispondo a lei em contrário, con-
sideram-se dominicais os bens pertencentes às pessoas ju-
Resposta: A rídicas de direito público a que se tenha dado estrutura de
Art. 115. Os poderes de representação conferem-se por direito privado.
lei ou pelo interessado.
Art. 116. A manifestação de vontade pelo representante, QUESTÃO 365
nos limites de seus poderes, produz efeitos em relação ao re- (TJ/DFT - Técnico Judiciário – Administrativa - CES-
presentado. PE/2015). À luz da Lei de Introdução às Normas do Direito
Art. 653. Opera-se o mandato quando alguém recebe de Brasileiro, julgue o item a seguir.
outrem poderes para, em seu nome, praticar atos ou admi-
Ato jurídico perfeito é aquele que está em consonância
nistrar interesses. A procuração é o instrumento do mandato.
com as regras, costumes e princípios gerais vigentes.
Art. 654. Todas as pessoas capazes são aptas para dar
(A) Certo (B) Errado
procuração mediante instrumento particular, que valerá des-
de que tenha a assinatura do outorgante.
Resposta: B
§ 1º O instrumento particular deve conter a indicação do
Art. 6º A Lei em vigor terá efeito imediato e geral, res-
lugar onde foi passado, a qualificação do outorgante e do ou-
torgado, a data e o objetivo da outorga com a designação e a peitados o ato jurídico perfeito, o direito adquirido e a coisa
extensão dos poderes conferidos. julgada.
§ 2º O terceiro com quem o mandatário tratar poderá exi- § 1º Reputa-se ato jurídico perfeito o já consumado se-
gir que a procuração traga a firma reconhecida. gundo a lei vigente ao tempo em que se efetuou.

QUESTÃO 363 QUESTÃO 366


(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área (TJ/DFT - Técnico Judiciário – Administrativa - CES-
Administrativa - CESPE/2016). Julgue o item subsequente PE/2015). Com base nas disposições do Código Civil, julgue
com base nas disposições do Código Civil acerca de bens, fa- o item seguinte.
tos jurídicos e prescrição. Situação hipotética: Fábio e Cristiano, ao transportarem
Cometerá ato ilícito o titular de direito que, ao exercê-lo, Batista, que se encontrava seriamente enfermo, para um hos-
exceder manifestamente os limites impostos pelo seu fim so- pital, colidiram o veículo em que estavam com um poste. Em
cioeconômico, pela boa-fé ou pelos bons costumes. virtude do acidente, todos os três morreram, não tendo sido
(A) Certo (B) Errado possível verificar quem morreu primeiro. Assertiva: Nesse
caso, considerando-se o debilitado estado de saúde de Ba-
Resposta: A tista, presume-se que ele morreu primeiro.
Art. 187. Também comete ato ilícito o titular de um direito (A) Certo (B) Errado
que, ao exercê-lo, excede manifestamente os limites impostos
pelo seu fim econômico ou social, pela boa-fé ou pelos bons Resposta: B
costumes. Art. 8º Se dois ou mais indivíduos falecerem na mesma
ocasião, não se podendo averiguar se algum dos comorien-
QUESTÃO 364 tes precedeu aos outros, presumir-se-ão simultaneamente
(TCE/PA - Auxiliar Técnico de Controle Externo - Área mortos
Administrativa - CESPE/2016). Julgue o item subsequente
com base nas disposições do Código Civil acerca de bens, fa-
tos jurídicos e prescrição.
São considerados bens particulares aqueles pertencentes
a pessoas jurídicas de direito público interno às quais se tenha
dado estrutura de direito privado.
(A) Certo (B) Errado

85
500 QUESTÕES DA CESPE

PROF. MA. BRUNA PINOTTI GARCIA. Estão certos apenas os itens


a) I e II.
Advogada e pesquisadora. Doutoranda em Direito, Es- b) I e III.
tado e Constituição pela Universidade de Brasília – UNB. c) I e IV.
Mestre em Teoria do Direito e do Estado pelo Centro Uni- d) II e III.
versitário Eurípides de Marília (UNIVEM) – bolsista CAPES. e) III e IV.
Professora de curso preparatório para concursos e univer-
sitária (Faculdade do Noroeste de Minas – FINOM). Auto- R: C. O item I é verdadeiro, conforme art. 85, § 1º, CPC:
ra de diversos trabalhos científicos publicados em revistas “São devidos honorários advocatícios na reconvenção, no
qualificadas, anais de eventos e livros, notadamente na cumprimento de sentença, provisório ou definitivo, na exe-
área do direito eletrônico, dos direitos humanos e do direi- cução, resistida ou não, e nos recursos interpostos, cumula-
to constitucional. tivamente”. O item II é falso, pois há casos em que a tutela
de evidência pode ser aplicada sem oitiva da parte contrária:
“Art. 9º, CPC. Não se proferirá decisão contra uma das partes
sem que ela seja previamente ouvida. Parágrafo único. O dis-
NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL posto no caput não se aplica: [...] II - às hipóteses de tutela da
evidência previstas no art. 311, incisos II e III; [...]”. O item III é
falso, pois a ação rescisória poderá ser proposta caso o julga-
mento anterior não seja de mérito se este impedir “I - nova
QUESTÃO 367 propositura da demanda; ou II - admissibilidade do recurso
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área correspondente” (art. 966, §2º, CPC). O item IV é verdadeiro,
Judiciária) Em um tribunal, o relator de determinado re- pois “Concedida a prioridade, essa não cessará com a morte
curso concedeu o prazo de cinco dias ao recorrente para do beneficiado, estendendo-se em favor do cônjuge supérsti-
que fosse sanado vício e complementada a documentação te ou do companheiro em união estável” (art. 1.048, §3º, CPC).
exigida pela legislação para interposição de recurso.
Nessa situação, o magistrado tomou tal providência QUESTÃO 369
com base no princípio denominado (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área Ju-
a) dialeticidade. diciária) Tendo examinado uma petição inicial com dois pedi-
b) fungibilidade. dos, em demanda que tramitava pelo procedimento comum, o
c) primazia do julgamento do mérito. juiz indeferiu parcialmente a petição quanto a um dos pedidos
d) dispositivo. apresentados pelo autor e determinou a citação do réu para que
e) identidade física do juiz. o processo prosseguisse apenas em relação ao outro pedido.
Nesse momento processual, o pronunciamento do juiz será
R: C. Cabe ao julgador buscar por todos os meios sanar a) recorrível por apelação.
os vícios processuais em vez de extinguir o processo em b) irrecorrível.
razão dos mesmos, implicando em julgamento sem resolu- c) recorrível por agravo retido.
ção do mérito. Afinal, a extinção do processo sem resolu- d) recorrível por agravo de instrumento.
ção do mérito não coloca fim ao litígio e transforma o pro- e) recorrível por agravo interno.
cesso num fim em si mesmo, enquanto que a busca pela
justiça efetiva apenas se contenta com a resposta ao litígio R: D. Trata-se de julgamento parcial do processo, eis que
trazido. Destaca-se o artigo 6º, CPC: “Todos os sujeitos do o juiz apenas indeferiu parte da petição inicial. No caso, cabe
agravo de instrumento, conforme artigo 354, parágrafo único,
processo devem cooperar entre si para que se obtenha, em
CPC: “A decisão a que se refere o caput pode dizer respeito a
tempo razoável, decisão de mérito justa e efetiva”.
apenas PARCELA do processo, caso em que será impugnável
por agravo de instrumento”.
QUESTÃO 368
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área QUESTÃO 370
Judiciária) Julgue os itens a seguir, com base no Código (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judi-
de Processo Civil. ciária) De acordo com o Código de Processo Civil, o amicus curiae
I - É cabível a fixação de honorários de sucumbência na a) deve ser pessoa jurídica, órgão ou entidade especia-
reconvenção, no cumprimento de sentença, na execução e lizada, sendo vedado à pessoa natural atuar nessa condição.
em grau recursal. b) depende de autorização da parte interessada para par-
II - A legislação processual proíbe que a tutela da evi- ticipar da relação processual.
dência seja concedida antes da manifestação do réu. c) pode opor embargos de declaração e ainda recorrer
III - Somente para rescindir decisão de mérito pode-se da decisão que julgar o incidente de resolução de demandas
utilizar ação rescisória. repetitivas.
IV - A concessão do benefício da prioridade de tramita- d) pode ingressar somente em demandas que tramitem
ção de processo a parte idosa que figure como beneficiado nos tribunais.
deve ser estendido em favor de seu cônjuge supérstite no e) tem o direito, assegurado na lei, de realizar sustentação
caso de óbito da parte. oral em julgamento de qualquer causa da qual participe.

86
500 QUESTÕES DA CESPE

R: C. O CPC inova com a modalidade do “amicus curiae”, tação de trato sucessivo, que se renova mês a mês, pois
que é toda pessoa natural ou jurídica que possua conheci- não equivale à negação do próprio fundo de direito, não
mento especializado na matéria em litígio. Ela atuará como havendo que se falar, portanto, em decadência do manda-
amiga da Corte, não como auxiliar de nenhuma das partes do de segurança. [...]”. (AgRg no REsp 1110192/CE, Rel. Min.
no processo. Colaborará, assim, para que o juiz tenha uma Celso Limongi (Des. Conv. do TJ/SP), Sexta Turma, julgado
decisão mais justa no caso concreto, fazendo-se vale de co- em 04/05/2010). Item IV está correto porque são conside-
nhecimentos especializados que fogem à sua alçada. Disci- rados protelatórios os embargos de declaração para redis-
plina o CPC: “Art. 138. O juiz ou o relator, considerando a re- cutir matéria já decida em precedente anterior que tenha
levância da matéria, a especificidade do tema objeto da de- caráter vinculativo (STJ, RECURSO ESPECIAL, REsp 1564822
manda ou a repercussão social da controvérsia, poderá, por MS 2015/0278366-8).
decisão irrecorrível, de ofício ou a requerimento das partes
ou de quem pretenda manifestar-se, solicitar ou admitir a QUESTÃO 372
participação de pessoa natural ou jurídica, órgão ou enti- (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
dade especializada, com representatividade adequada, no Judiciária) É sabido que o advogado é indispensável à ad-
prazo de 15 (quinze) dias de sua intimação. § 1º A interven- ministração da justiça e que a capacidade postulatória é
ção de que trata o caput não implica alteração de compe- pressuposto processual de validade dos atos decorrente da
tência nem autoriza a interposição de recursos, ressalvadas representação por advogado. Contudo, conforme o Código
a oposição de embargos de declaração e a hipótese do § 3º. de Processo Civil (CPC), mesmo sem procuração o advoga-
§ 2º Caberá ao juiz ou ao relator, na decisão que solicitar ou do pode
admitir a intervenção, definir os poderes do amicus curiae. a) postular em juízo para praticar ato considerado ur-
§ 3º O amicus curiae pode recorrer da decisão que julgar o gente.
incidente de resolução de demandas repetitivas”. b) obter cópias de todo e qualquer processo indepen-
dentemente da fase de tramitação.
QUESTÃO 371 c) requerer vista dos autos de qualquer processo.
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área d) examinar autos de todo e qualquer processo em car-
Judiciária) De acordo com a jurisprudência dos tribunais tório de fórum e secretaria de tribunal.
superiores, julgue os itens que se seguem. e) retirar os autos em conjunto com o procurador da
I - A fixação de astreintes pelo juiz faz coisa julgada outra parte do processo.
material, caso não seja objeto de recurso pela parte inte-
ressada, não podendo ser alterada posteriormente. R: A. Trata-se de disciplina expressa no art. 104, caput,
II - Tendo sido a intimação feita por oficial de justiça, a CPC: “O advogado não será admitido a postular em juízo
contagem do prazo recursal inicia-se da data em que a par- sem procuração, salvo para evitar preclusão, decadência ou
te tomou conhecimento da intimação, porque a contagem prescrição, ou para praticar ato considerado urgente”.
a partir da data da juntada do mandado somente se aplica
para hipóteses de citação. QUESTÃO 373
III - O prazo decadencial para a impetração de manda- (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
do de segurança em razão de redução ilegal do valor de Administrativa) De acordo com o CPC, no que se refere
vantagem integrante de remuneração de servidor público aos atos processuais, cabe ao servidor
se renova a cada mês. a) documentar sentenças pronunciadas oralmente, dis-
IV - São protelatórios os embargos de declaração cuja pensada a revisão pelo juiz.
finalidade seja rediscutir matéria julgada em conformidade b) praticar os atos ordinatórios de juntada e vista obri-
com precedente firmado pelo rito dos recursos repetitivos. gatória, com revisão do juiz, se necessário.
Estão certos apenas os itens c) tomar decisões interlocutórias, com a revisão do juiz,
a) I e II. se necessário.
b) I e IV. d) documentar acórdão pronunciado oralmente, dis-
c) II e III. pensada a revisão pelo juiz prolator.
d) III e IV. e) redigir despachos, com a revisão do juiz, se neces-
e) II, III e IV. sário.

R: D. Item I está incorreto porque “o juiz poderá, de ofí- R: B. Correta a “b”, conforme art. 203, §4º, CPC: “Os atos
cio ou a requerimento, modificar o valor ou a periodicidade meramente ordinatórios, como a juntada e a vista obriga-
da multa vincenda ou excluí-la, caso verifique que: [...]” (art. tória, independem de despacho, devendo ser praticados de
537, §1º, CPC). Item II está incorreto porque existe, no art. oficio pelo servidor e revistos pelo juiz quando necessário”.
231 do NCPC, uma diferença de tratamento do início do Assertivas “a” e “d” estão erradas porque é obrigatória a
prazo para citações e intimações, mas ela diz respeito à revisão do juiz (art. 205, §1º, CPC). Assertivas “c” e “e” es-
hipótese de haver mais de um citado ou intimado. Item tão erradas porque o servidor não toma decisão alguma,
III está correto, conforme entendimento do STJ: “[...] Esta nem mesmo interlocutória, nem despacha os processos:
Corte vem definindo que quando houver redução, e não despachos e decisões interlocutórias são atos privativos do
supressão do valor de vantagem, fica configurada a pres- magistrado.

87
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 374 d) Como regra, a confissão é irrevogável e divisível, po-


(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área dendo a parte que a quiser invocar aceitá-la tão somente
Administrativa) Acerca do sistema recursal previsto no quanto ao tópico que a beneficiar.
CPC, julgue os itens a seguir. e) Os fatos, ainda que notórios, dependem de prova.
I - O recorrente só poderá desistir do recurso com a
anuência do recorrido e dos litisconsortes. R: C. A assertiva “c” está certa porque “Incumbe tam-
II - Os embargos de declaração interrompem o prazo bém ao réu manifestar-se precisamente sobre as alegações
para a interposição de recurso. de fato constantes da petição inicial, presumindo-se ver-
III - Não comprovado o recolhimento do preparo no dadeiras as não impugnadas, salvo se: [...] III - estiverem
ato da interposição do recurso, a parte será intimada, na em contradição com a defesa, considerada em seu con-
pessoa do seu advogado, para realizar o pagamento em junto” (art. 341, III, CPC). A assertiva “a” está errada porque
dobro, sob pena de deserção. “a audiência é una e contínua, podendo ser excepcional e
Assinale a opção correta. justificadamente cindida na ausência de perito ou de teste-
a) Apenas o item I está certo munha, desde que haja concordância das partes” (art. 365,
b) Apenas o item II está certo. CPC), isto é, é obrigatória a justificativa. A assertiva “b” está
c) Apenas os itens I e III estão certos. errada porque “é lícita a cumulação, em um único processo,
d) Apenas os itens II e III estão certos. contra o mesmo réu, de vários pedidos, ainda que entre
e) Todos os itens estão certos. eles não haja conexão” (art. 327, CPC). A assertiva “d” está
errada porque “a confissão é irrevogável [...]” (art. 393, CPC),
R: D. Item I está incorreto porque “o recorrente pode- e “a confissão é, em regra, indivisível, não podendo a parte
rá, a qualquer tempo, sem a anuência do recorrido ou dos que a quiser invocar como prova aceitá-la no tópico que a
litisconsortes, desistir do recurso” (art. 988, CPC). Item II beneficiar e rejeitá-la no que lhe for desfavorável [...]” (art.
está correto porque “os embargos de declaração não pos- 395, CPC). A assertiva “e” está errada porque “não depen-
suem efeito suspensivo e interrompem o prazo para a in- dem de prova os fatos: I - notórios; [...]” (art. 374, I, CPC).
terposição de recurso” (art. 1.026, CPC). Item III está correto
porque “o recorrente que não comprovar, no ato de inter- QUESTÃO 377
posição do recurso, o recolhimento do preparo, inclusive (CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área
porte de remessa e de retorno, será intimado, na pessoa de Administrativa) João ajuizou ação contra Maria e Joana,
seu advogado, para realizar o recolhimento em dobro, sob as quais, citadas, se fizeram representar por diferentes pro-
pena de deserção” (art. 1.007, §4º, CPC). curadores, de escritórios de advocacia distintos. As procu-
rações foram juntadas aos autos eletrônicos.
QUESTÃO 375 Nessa situação hipotética, o prazo para Maria e Joana
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área apresentarem suas contestações no processo é de
Administrativa) De acordo com o CPC, é atribuição ex- a) 5 dias.
pressa do chefe de secretaria redigir, na forma legal, b) 15 dias.
a) ordens judiciais. c) 10 dias.
b) intimações. d) 8 dias.
c) citações. e) 30 dias.
d) mandados.
e) decisões interlocutórias. R: B. Embora o artigo 229, CPC fixe em seu caput prazo
em dobro para litisconsortes com advogados diversos, o
R: D. Disciplina o CPC em seu art. 152, I: “Incumbe ao §2º do mesmo dispositivo diz que o disposto não se aplica
escrivão ou ao chefe de secretaria: I - redigir, na forma le- aos autos eletrônicos. Assim, vale a regra geral, sendo de
gal, os ofícios, os mandados, as cartas precatórias e os de- 15 dias o prazo de contestação (art. 335, CPC).
mais atos que pertençam ao seu ofício”.
QUESTÃO 378
QUESTÃO 376 (CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Pro-
(CESPE/2017 - TRE-BA - Analista Judiciário – Área curador do Município) No que concerne aos meios de
Administrativa) Acerca do procedimento ordinário, assi- impugnação das decisões judiciais, julgue o item a seguir,
nale a opção correta. de acordo com o CPC e com a jurisprudência dos tribunais
a) A audiência de instrução poderá ser fracionada in- superiores.
justificadamente pelo juiz. Situação hipotética: Ao interpor recurso de agravo
b) Se não houver conexão, não é lícita a cumulação de contra decisão monocrática no tribunal, o recorrente dei-
vários pedidos em um único processo, ainda que contra o xou de impugnar especificamente os fundamentos da de-
mesmo réu. cisão recorrida. Assertiva: Nesse caso, em observância ao
c) Não se presumem verdadeiros os fatos não impug- princípio da primazia do julgamento do mérito, o relator
nados que estiverem em contradição com a defesa, consi- deverá intimar o agravante para complementar seu recurso
derada em seu conjunto. no prazo de cinco dias.

88
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Errado. O artigo 932, CPC traz o seguinte parágrafo R: Errado. É possível o pedido de tutela provisória de
único: “Antes de considerar inadmissível o recurso, o relator urgência de forma antecipada ou incidental, ao passo que
concederá o prazo de 5 (cinco) dias ao recorrente para que a tutela de evidência deve necessariamente ser incidental:
seja sanado vício ou complementada a documentação exi- “Art. 294, CPC. A tutela provisória pode fundamentar-se em
gível”. Entretanto, o prazo de complemento aplica-se ape- urgência ou evidência. Parágrafo único. A tutela provisória
nas aos vícios formais, não aos vícios de conteúdo, de modo de urgência, cautelar ou antecipada, pode ser concedida
que a previsão não afasta o dever de impugnação específica em caráter antecedente ou incidental”.
da decisão (STJ. 2ª Turma. AgInt no AREsp 863.182/SP, Rel.
Min. Mauro Campbell Marques, julgado em 02/06/2016). QUESTÃO 382
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Pro-
QUESTÃO 379 curador do Município) Julgue o item seguinte, com base
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Pro- no que dispõe o CPC sobre atos processuais, deveres das
curador do Município) No que concerne aos meios de partes e dos procuradores e tutela provisória.
impugnação das decisões judiciais, julgue o item a seguir, É dever do magistrado manifestar-se de ofício quan-
de acordo com o CPC e com a jurisprudência dos tribunais to ao inadimplemento de qualquer negócio jurídico pro-
superiores. cessual válido celebrado pelas partes, já que, conforme
Ainda que, em exame de embargos declaratórios, seja expressa determinação legal, as convenções processuais
mantido o resultado do julgamento anterior, o recorrente devem ser objeto de controle pelo juiz.
deverá ratificar recurso especial que tenha sido interposto
antes do julgamento dos embargos. R: Errado. O juiz controlará a validade dos negócios nas
seguintes hipóteses: a) nulidade; b) abusividade de cláusula
R: Errado. Neste sentido, disciplina o art. 1.024, §5º, CPC: em contrato de adesão; c) manifesta situação de vulnerabi-
“Se os embargos de declaração forem rejeitados ou não al- lidade (art. 190, parágrafo único, CPC).
terarem a conclusão do julgamento anterior, o recurso in-
terposto pela outra parte antes da publicação do julgamen- QUESTÃO 383
to dos embargos de declaração será processado e julgado (CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Pro-
independentemente de ratificação”. curador do Município) Julgue o item seguinte, com base
no que dispõe o CPC sobre atos processuais, deveres das
QUESTÃO 380 partes e dos procuradores e tutela provisória.
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Pro- Situação hipotética: Em ação que tramita pelo proce-
curador do Município) No que concerne aos meios de dimento comum, determinado município foi intimado de
impugnação das decisões judiciais, julgue o item a seguir, decisão por meio de publicação no diário de justiça eletrô-
de acordo com o CPC e com a jurisprudência dos tribunais nico. Assertiva: Nessa situação, segundo o CPC, a intimação
superiores. é válida, uma vez que é tida como pessoal por ter sido rea-
A certidão de concessão de vistas dos autos ao ente lizada por meio eletrônico.
público é elemento suficiente para a demonstração da tem-
pestividade do agravo de instrumento e se equipara à certi- R: Errado. Conforme art. 269, § 3º, CPC, “a intimação da
dão de intimação da decisão agravada para essa finalidade. União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e
de suas respectivas autarquias e fundações de direito pú-
R: Certo. É possível dispensar a certidão de intimação blico será realizada perante o órgão de Advocacia Pública
se existirem outros meios para se aferir a tempestividade responsável por sua representação judicial”.
do recurso. Assim, o termo de abertura de vista e remes-
sa dos autos ao órgão público substitui, para efeito de de- QUESTÃO 384
monstração da tempestividade do agravo de instrumento (CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Procu-
por ele interposto, a apresentação de certidão de intimação rador do Município) Julgue o item que se segue, referen-
da decisão agravada (art. 525, I, do CPC 1973 / art. 1.017, I, tes ao procedimento comum no processo civil.
do CPC 2015) (Informativo nº 577, STJ. STJ, Corte Especial, Situação hipotética: Ao receber a petição inicial de de-
REsp 1.383.500-SP, Rel. Min. Benedito Gonçalves, julgado terminada ação judicial, o magistrado deferiu pedido de
em 17/2/2016). tutela provisória e determinou que o município réu fosse
comunicado para ciência e apresentação de defesa. Asser-
QUESTÃO 381 tiva: Nessa situação, a apresentação de embargos de decla-
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Procu- ração pelo réu pode interromper o prazo para contestação.
rador do Município) Julgue o item seguinte, com base no
que dispõe o CPC sobre atos processuais, deveres das par- R: Errado. O efeito interruptivo apenas afeta o prazo
tes e dos procuradores e tutela provisória. de interposição de recursos, conforme art. 1.026, CPC: “Os
Com a consagração do modelo sincrético de processo, embargos de declaração não possuem efeito suspensivo e
as tutelas provisórias de urgência e da evidência somente interrompem o prazo para a interposição de recurso”.
podem ser requeridas no curso do procedimento em que
se pleiteia a providência principal.

89
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 385 R: Certo. Assim prevê o enunciado nº 118 do FPPC: “O


(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Procu- litisconsorte unitário ativo, uma vez convocado, pode optar
rador do Município) Julgue o item que se segue, referen- por ingressar no processo na condição de litisconsorte do
tes ao procedimento comum no processo civil. autor ou de assistente do réu”.
A decisão de saneamento e de organização do proces-
so estabiliza-se caso não seja objeto de impugnação pelas QUESTÃO 389
partes no prazo de cinco dias, vinculando a atividade juris- (CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Procu-
dicional a partir desse momento processual. rador do Município) Com base na legislação processual
e no Código Civil, julgue o seguinte item, acerca de ações
R: Certo. Nestes termos, o art. 357, § 1º, CPC, prevê que possessórias e servidão urbanística.
“realizado o saneamento, as partes têm o direito de pedir No âmbito das ações possessórias, se houver pedi-
esclarecimentos ou solicitar ajustes, no prazo comum de 5 do de reintegração de posse e a propriedade do imóvel
(cinco) dias, findo o qual a decisão se torna estável”. for controvertida, o juiz deverá, em primeiro lugar, decidir
quanto ao domínio do bem e, depois, conceder ou não a
QUESTÃO 386 ordem de reintegração.
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Procu-
rador do Município) Julgue o item que se segue, referen- R: Errado. Não há que se falar em discussão sobre o
tes ao procedimento comum no processo civil. domínio. A vedação à exceção de domínio está apoiada no
No polo ativo ou passivo da reconvenção poderão ser art. 557, CPC: “Na pendência de ação possessória é vedado,
incluídos terceiros legitimados em litisconsórcio ativo ou tanto ao autor quanto ao réu, propor ação de reconheci-
passivo. mento do domínio, exceto se a pretensão for deduzida em
face de terceira pessoa”.
R: Certo. Prevê o art. 343, CPC: “Na contestação, é lícito
ao réu propor reconvenção para manifestar pretensão pró- QUESTÃO 390
pria, conexa com a ação principal ou com o fundamento (CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área
da defesa”. A seguir, o dispositivo prevê em seus §§ 3º e Judiciária) Acerca do prazo decadencial para impetrar
4º: “§3º A reconvenção pode ser proposta contra o autor e mandado de segurança contra a redução ilegal de vanta-
terceiro. § 4º A reconvenção pode ser proposta pelo réu em gem integrante de remuneração de servidor público e dos
litisconsórcio com terceiro”. Logo, no polo ativo ou passivo efeitos financeiros decorrentes de eventual concessão da
da reconvenção podem ser incluídos terceiros legitimados, ordem mandamental, assinale a opção correta de acordo
formando litisconsórcio passivo ou ativo. com o entendimento do STJ.
a) O prazo renova-se mês a mês e os efeitos financeiros
QUESTÃO 387 da concessão da ordem retroagem à data do ato impug-
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Procu- nado.
rador do Município) No que tange à fazenda pública em b) O prazo conta-se a partir da redução, não haven-
juízo, julgue o item subsecutivo. do efeitos financeiros retroativos de valores eventualmente
Se, antes do trânsito em julgado, ocorrer a estabiliza- vencidos, por não haver direito adquirido no regime jurí-
ção da tutela antecipada requerida contra a fazenda pú- dico.
blica, decorrente da não interposição de recurso pelo ente c) O prazo conta-se a partir da redução, devendo o im-
público, será possível a imediata expedição de precatório. petrante ajuizar nova demanda de natureza condenatória
para reivindicar os valores vencidos.
R: Errado. O Enunciado n. 532 do Fórum Permanente d) O prazo renova-se mês a mês, devendo o impetran-
de Processualistas Civis preconiza: “A expedição do preca- te ajuizar nova demanda de natureza condenatória para
tório ou da RPV depende do trânsito em julgado da deci- reivindicar os valores vencidos.
são que rejeita as arguições da Fazenda Pública executada”. e) O prazo conta-se a partir da redução e os efeitos
Além disso, a decisão que estabiliza tutela antecipada re- financeiros da concessão da ordem retroagem à data do
querida em caráter antecedente (art. 304, CPC) não transita ato impugnado.
em julgado.
R: A. Para o STJ, o prazo decadencial para impetrar
QUESTÃO 388 mandado de segurança contra redução do valor de vanta-
(CESPE/2017 - Prefeitura de Fortaleza - CE - Pro- gem integrante de proventos ou de remuneração de servi-
curador do Município) Julgue o próximo item, a respeito dor público renova-se mês a mês. A redução, ao contrário
de litisconsórcio, intervenção de terceiros e procedimentos da supressão de vantagem, configura relação de trato su-
especiais previstos no CPC e na legislação extravagante. cessivo, pois não equivale à negação do próprio fundo de
Caso seja convocado de forma superveniente a par- direito. Logo, o prazo decadencial para se impetrar a ação
ticipar de processo judicial, o litisconsorte unitário ativo mandamental renova-se mês a mês (Informativo nº 578,
poderá optar por manter-se inerte ou por ingressar na re- STJ. STJ, Corte Especial, EREsp 1.164.514-AM, Rel. Min. Na-
lação processual como litisconsorte do autor ou assistente poleão Nunes Maia Filho, julgado em 16/12/2015).
do réu.

90
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 391 R: B. Prevê o art. 218, CPC em seu §3º: “Inexistindo precei-
(CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área to legal ou prazo determinado pelo juiz, será de 5 (cinco) dias
Judiciária) Acerca das normas processuais civis, assinale a o prazo para a prática de ato processual a cargo da parte”.
opção correta. Quanto à afirmativa “a”, diferente do que se afirma, dispõe o
a) O juiz não pode decidir com base em fundamento art. 212, §2º, do CPC/15, que “independentemente de auto-
a respeito do qual não tenha sido dada oportunidade de rização judicial, as citações, intimações e penhoras poderão
manifestação às partes, ressalvado o caso de matéria que realizar-se no período de férias forenses, onde as houver, e
deva decidir de ofício. nos feriados ou dias úteis fora do horário estabelecido neste
b) Os juízes e tribunais terão de, inexoravelmente, artigo, observado o disposto no art. 5º, inciso XI, da Consti-
atender à ordem cronológica de conclusão para proferir tuição Federal”. Quanto à afirmativa “c”, a possibilidade de
sentença ou decisão. redução de prazos pelo juiz está abarcada pelo art. 139, VI,
c) A boa-fé processual objetiva, que não se aplica ao CPC. Quanto à afirmativa “d”, os motivos de foro íntimo não
juiz, prevê que as partes no processo tenham um compor- precisam ser externalizados (art. 145, §1º, CPC). Quanto à afir-
tamento probo e leal. mativa “e”, tratando-se de processo que corre em segredo de
d) O modelo cooperativo, que atende à nova ordem justiça o terceiro somente poderá requerer certidão do dispo-
do processo civil no Estado constitucional, propõe que o sitivo da sentença (e não de seu inteiro teor) e, ainda assim, se
juiz seja assimétrico no decidir e na condução do processo. demonstrar interesse jurídico (art. 189, §§1º e §2º, CPC).
e) O contraditório substancial tem por escopo propi-
ciar às partes a ciência dos atos processuais, bem como QUESTÃO 393
possibilitar que elas influenciem na formação da convicção (CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área Ju-
do julgador. diciária) João e José, residentes em Recife – PE, foram vítimas
de acidente automobilístico provocado por Pedro, maior e ca-
R: E. O contraditório não deve ser meramente formal, paz, domiciliado em Olinda – PE. As vítimas impetraram ações
fictício, não permitindo à parte influir na formação da con- indenizatórias individuais em 10/3/2016, ambas no juízo de
vicção do juiz. Cabe, então, ser substancial, material, via- Recife – PE.
bilizando a real influência das partes na convicção do ma- Nessa situação hipotética,
gistrado. A assertiva “a” está errada porque não se faz esta a) caso Pedro oponha incidente de exceção de incompe-
ressalva no art. 10, CPC: “O juiz não pode decidir, em grau tência relativa após a entrada em vigor do novo CPC, o juiz
algum de jurisdição, com base em fundamento a respei- deverá declinar da competência.
to do qual não se tenha dado às partes oportunidade de b) João e José poderiam optar por ingressar em litiscon-
se manifestar, ainda que se trate de matéria sobre a qual sórcio ativo e, nesse caso, seriam considerados como litigan-
deva decidir de ofício”. A assertiva “b” está errada porque tes distintos em suas relações com Pedro.
a ordem cronológica é apenas preferencial, não obrigatória c) se as ações forem distribuídas para juízos distintos, os
(art. 12, CPC). A assertiva “c” está errada porque o princí- processos deverão ser reunidos em razão da existência de
pio da boa-fé se aplica a todos que participam de alguma continência.
forma no processo (art. 5º, CPC). A assertiva “d” está errada d) ambos os processos devem seguir o rito ordinário, por-
porque o princípio coopertativo propõe um juiz paritário quanto o procedimento sumário foi extinto no novo CPC.
no diálogo e assimétrico apenas no momento de tomar e) a citação de Pedro deve ocorrer por mandado, por
suas decisões. meio de oficial de justiça.

QUESTÃO 392 R: B. Tratando-se de causas conexas, poderiam demandar


(CESPE/2017 - TRE-PE - Analista Judiciário - Área juntos, conforme art. 113, II, CPC: “Duas ou mais pessoas po-
Judiciária) A respeito dos poderes, deveres e responsabili- dem litigar, no mesmo processo, em conjunto, ativa ou passi-
dades do juiz e dos atos processuais, assinale a opção cor- vamente, quando: [...] II - entre as causas houver conexão pelo
reta à luz do Código de Processo Civil (CPC). pedido ou pela causa de pedir”. Neste caso, o art. 117, CPC
a) Não podem ocorrer durante as férias forenses cita- prevê que “os litisconsortes serão considerados, em suas rela-
ções, intimações e penhoras, ainda que haja autorização ções com a parte adversa, como litigantes distintos, exceto no
judicial. litisconsórcio unitário, caso em que os atos e as omissões de
b) Na ausência de preceito legal ou prazo determinado um não prejudicarão os outros, mas os poderão beneficiar”.
pelo juiz, será de cinco dias úteis o prazo para a prática de
ato processual a cargo da parte. QUESTÃO 394
c) O juiz pode dilatar e reduzir os prazos processuais, (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional -
adequando-os às necessidades do conflito, de modo a Direito e Legislação) Julgue o item subsequente, relativo à im-
conferir maior efetividade à tutela do direito. procedência liminar do pedido e ao cumprimento de sentença.
d) Pode o magistrado declarar-se suspeito no processo Compete ao juízo cível processar o cumprimento de sen-
por razões de foro íntimo; contudo, para assim fazer, ele tença penal condenatória e de sentença arbitral que reconhe-
deve externar tais razões. çam a obrigação de pagar quantia. Tais processos sujeitam-se
e) O terceiro que demonstre interesse jurídico poderá a distribuição e podem ser impugnados pelos executados nos
requerer ao juiz certidão de inteiro teor da sentença, no mesmos moldes das sentenças condenatórias provenientes
caso de processo que tramite sob segredo de justiça. do juízo cível.

91
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Certo. O procedimento regido pelos artigos do título sim, se a tutela antecipada requerida de forma antecedente
se aplica tanto a sentenças condenatórias de quantia origi- é deferida, e o réu não interpõe agravo de instrumento em
nárias de juízo cível quanto de juízo penal ou arbitral, con- face da decisão que a deferiu, ocorrerá o fenômeno da es-
forme o art. 515, CPC: “São títulos executivos judiciais, cujo tabilização da tutela. De outro lado, caso o autor não adite a
cumprimento dar-se-á de acordo com os artigos previs- petição inicial, ele demonstra ao juiz que não tem interesse
tos neste Título: [...] I - as decisões proferidas no processo no prosseguimento da ação, de modo que o processo será
civil que reconheçam a exigibilidade de obrigação de pagar extinto sem resolução de mérito. Mesmo neste caso, os efei-
quantia, de fazer, de não fazer ou de entregar coisa; [...] VI - a tos da tutela estabilizada persistirão (art. 304, §6º, CPC).
sentença penal condenatória transitada em julgado; VII - a
sentença arbitral; [...]”. QUESTÃO 397
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional
QUESTÃO 395 - Direito e Legislação) Acerca do Ministério Público e da
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional tutela de urgência, julgue o próximo item.
- Direito e Legislação) Julgue o item subsequente, relativo Nas relações processuais que envolvam interesse de in-
à improcedência liminar do pedido e ao cumprimento de capaz, o Ministério Público será intimado para intervir como
sentença. fiscal da ordem jurídica, caso em que poderá produzir provas
Situação hipotética: Órgão colegiado de um Tribunal e recorrer, bem como terá vista dos autos depois das partes.
Regional Federal negou provimento a recurso de apelação
e aplicou tese diversa da proferida pelo Superior Tribunal R: Certo. Neste sentido, disciplina o CPC: “Art. 178. O
Federal em julgamento de casos repetitivos. Assertiva: Nes- Ministério Público será intimado para, no prazo de 30 (trin-
se caso, a parte sucumbente poderá valer-se de reclamação ta) dias, intervir como fiscal da ordem jurídica nas hipóteses
constitucional para reformar a decisão proferida pelo Tribu- previstas em lei ou na Constituição Federal e nos processos
nal Regional Federal após o trânsito em julgado desta. que envolvam: [...] II - interesse de incapaz; [...]. Art. 179. Nos
casos de intervenção como fiscal da ordem jurídica, o Mi-
R: Errado. Destaca-se a disciplina selecionada do art. nistério Público: I - terá vista dos autos depois das partes,
988, CPC: “Caberá reclamação da parte interessada ou do sendo intimado de todos os atos do processo; II - poderá
Ministério Público para: I - preservar a competência do tri- produzir provas, requerer as medidas processuais pertinen-
bunal; II - garantir a autoridade das decisões do tribunal; III tes e recorrer.
– garantir a observância de enunciado de súmula vinculante
e de decisão do Supremo Tribunal Federal em controle con- QUESTÃO 398
centrado de constitucionalidade; IV – garantir a observân- (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional
cia de acórdão proferido em julgamento de incidente de - Direito e Legislação) Julgue o item subsequente, relativo
resolução de demandas repetitivas ou de incidente de à improcedência liminar do pedido e ao cumprimento de
assunção de competência; [...] § 5º É inadmissível a recla- sentença.
mação: I – proposta após o trânsito em julgado da de- Contra a decisão que julgue liminarmente improcedente
cisão reclamada; II – proposta para garantir a observância o pedido do autor por contrariar acórdão do Superior Tribu-
de acórdão de recurso extraordinário com repercussão geral nal de Justiça em julgamento de recursos repetitivos caberá
reconhecida ou de acórdão proferido em julgamento de re- recurso de agravo de instrumento cujo prazo é de quinze
cursos extraordinário ou especial repetitivos, quando não dias.
esgotadas as instâncias ordinárias”.
R: Errado. Na hipótese de improcedência liminar do
QUESTÃO 396 pedido cabe o recurso de apelação, conforme art. 332, §2º,
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional CPC: “Não interposta a apelação, o réu será intimado do
- Direito e Legislação) Acerca do Ministério Público e da trânsito em julgado da sentença, nos termos do art. 241”.
tutela de urgência, julgue o próximo item.
Concedida e efetivada a tutela provisória de urgência QUESTÃO 399
antecipada em caráter antecedente, se o réu não interpuser (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional
recurso contra essa decisão, a tutela concedida se estabili- - Direito e Legislação) Julgue o item subsequente, relativo
zará mesmo que o processo seja extinto sem resolução de à improcedência liminar do pedido e ao cumprimento de
mérito. Todavia, essa decisão poderá ser revista, reformada sentença.
ou invalidada a pedido da parte interessada no prazo de Situação hipotética: Um ente do poder público fede-
dois anos, contados da ciência da decisão que extinguir o ral firmou contrato de concessão de serviço de transporte
processo. de passageiro interestadual com uma empresa privada em
desobediência às regras que exigem concorrência pública.
R: Certo. É preciso observar dois dispositivos do CPC: Assertiva: Nesse caso, segundo interpretação do Supremo
“Art. 303, §2º Não realizado o aditamento a que se refere o Tribunal Federal, uma pessoa jurídica de direito privado que
inciso I do § 1o deste artigo, o processo será extinto sem re- atue no ramo e que demonstre ter interesse em explorar
solução do mérito. Art. 304, caput. A tutela antecipada, con- tal serviço terá legitimidade ativa para propor ação popular
cedida nos termos do art. 303, torna-se estável se da decisão com o fim de obter a declaração de nulidade do referido
que a conceder não for interposto o respectivo recurso”. As- contrato de concessão.

92
500 QUESTÕES DA CESPE

R: Errado. A legitimidade para propositura de ação po- QUESTÃO 402


pular é exclusiva de cidadão, conforme art. 1º da Lei nº (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional
4.117/1965: “Qualquer cidadão será parte legítima para - Direito e Legislação) Julgue o item a seguir, relativo a nor-
pleitear a anulação ou a declaração de nulidade de atos mas processuais civis, capacidade processual e postulatória e
lesivos ao patrimônio da União, do Distrito Federal, dos Es- intervenção de terceiros.
tados, dos Municípios, de entidades autárquicas, de socie- O novo Código de Processo Civil que entrou em vigor em
dades de economia mista (Constituição, art. 141, § 38), de março de 2016 não se aplica aos processos que já estavam
sociedades mútuas de seguro nas quais a União represente tramitando na data da sua vigência.
os segurados ausentes, de empresas públicas, de serviços
sociais autônomos, de instituições ou fundações para cuja R: Errado. A norma processual tem aplicabilidade imedia-
criação ou custeio o tesouro público haja concorrido ou ta, conforme art. 14, CPC: “A norma processual não retroagirá
concorra com mais de cinquenta por cento do patrimô- e será aplicável imediatamente aos processos em curso, res-
nio ou da receita ânua, de empresas incorporadas ao pa- peitados os atos processuais praticados e as situações jurídi-
trimônio da União, do Distrito Federal, dos Estados e dos cas consolidadas sob a vigência da norma revogada”.
Municípios, e de quaisquer pessoas jurídicas ou entidades
subvencionadas pelos cofres públicos”. QUESTÃO 403
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional
QUESTÃO 400 - Direito e Legislação) Julgue o item a seguir, relativo a nor-
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio- mas processuais civis, capacidade processual e postulatória e
nal - Direito e Legislação) Julgue o item subsequente, re- intervenção de terceiros.
lativo à improcedência liminar do pedido e ao cumprimen- A denunciação da lide constitui uma forma de interven-
to de sentença. ção de terceiro por meio da qual o réu, quando demandado
Situação hipotética: A defensoria pública ingressou em isoladamente, poderá convocar outro(s) devedor(es) solidá-
juízo com uma ação civil pública contra empresa privada rio(s) para assumir(em) com ele o ônus da relação processual.
que praticava ato lesivo ao meio ambiente e à ordem ur-
R: Errado. O caso seria de chamamento ao processo (art. 130,
banística de determinado ente federativo. Assertiva: Nesse
CPC). A denunciação da lide se aplica a casos de evicção e regres-
caso, a defensoria pública poderia requerer a condenação
so: “Art. 125, CPC. É admissível a denunciação da lide, promovida
da empresa requerida ao pagamento em dinheiro em fun-
por qualquer das partes: I - ao alienante imediato, no processo
ção dos danos provocados, e cumular a esse pedido a ces-
relativo à coisa cujo domínio for transferido ao denunciante, a fim
sação dos atos lesivos, bem como o cumprimento de recu-
de que possa exercer os direitos que da evicção lhe resultam; II -
peração dos danos causados ao meio ambiente e à ordem
àquele que estiver obrigado, por lei ou pelo contrato, a indenizar,
urbanística. em ação regressiva, o prejuízo de quem for vencido no processo”.
R: Certo. Nestes termos, o art. 3º da Lei nº 7.347/1985 QUESTÃO 404
afirma que a Ação Civil Pública “poderá ter por objeto a (CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacional
condenação em dinheiro ou o cumprimento de obrigação - Direito e Legislação) Julgue o item a seguir, relativo a nor-
de fazer ou não fazer”. Ainda, o informativo 526 nº do STJ mas processuais civis, capacidade processual e postulatória e
trouxe que na hipótese de ação civil pública proposta em intervenção de terceiros.
razão de dano ambiental, é possível que a sentença con- Após a juntada da procuração nos autos de uma relação
denatória imponha ao responsável, cumulativamente, as processual, é vedado ao constituinte revogar os poderes con-
obrigações de recompor o meio ambiente degradado e de feridos ao seu advogado sem a anuência deste.
pagar quantia em dinheiro a título de compensação por
dano moral coletivo (STJ, 2ª Turma, REsp 1.328.753-MG, Rel. R: Errado. É possível a revogação de mandato, conforme
Min. Herman Benjamin, julgado em 28/5/2013). art. 111, CPC: “A parte que revogar o mandato outorgado a
seu advogado constituirá, no mesmo ato, outro que assuma
QUESTÃO 401 o patrocínio da causa”.
(CESPE/2017 - SEDF - Analista de Gestão Educacio-
nal - Direito e Legislação) Julgue o item a seguir, relativo QUESTÃO 405
a normas processuais civis, capacidade processual e postu- (CESPE/2016 - PGE-AM - Procurador do Estado) A res-
latória e intervenção de terceiros. peito das normas processuais civis pertinentes a jurisdição e
Caso o titular do direito lesado ou ameaçado seja uma ação, julgue o item seguinte.
pessoa incapaz, a legitimidade ativa passa a ser dos seus Segundo as regras contidas no novo CPC, a legitimidade
pais, que poderão agir em conjunto ou isoladamente. de parte deixou de ser uma condição da ação e passou a ser
analisada como questão prejudicial. Sendo assim, tal legitimi-
R: Errado. Diferente do que se afirma, o incapaz detém dade provoca decisão de mérito.
legitimidade ativa. Ele é parte no processo, mas, por não
tem capacidade processual. Por isso, deve ir a juízo acom- R: Errado. A condição da legitimidade permanece, con-
panhado de seu representante legal (art. 71, CPC/15). forme art. 17, CPC: “Para postular em juízo é necessário ter
interesse e legitimidade”.

93
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 406 R: Certo. Trata-se de hipótese expressa no art. 332, III,


(CESPE/2016 - PGE-AM - Procurador do Estado) A CPC: “Nas causas que dispensem a fase instrutória, o juiz,
respeito das normas processuais civis pertinentes a jurisdi- independentemente da citação do réu, julgará liminarmen-
ção e ação, julgue o item seguinte. te improcedente o pedido que contrariar: [...] III - entendi-
O novo CPC reconhece a competência concorrente da mento firmado em incidente de resolução de demandas
jurisdição internacional para processar ação de inventário repetitivas ou de assunção de competência; [...]”.
de bens situados no Brasil, desde que a decisão seja sub-
metida à homologação do STJ. QUESTÃO 410
(CESPE/2016 - FUNPRESP-JUD - Analista - Direito)
R: Errado. Trata-se de hipótese de competência exclu- Com relação aos poderes, aos deveres e à responsabilidade
siva, impedindo que qualquer jurisdição estrangeira deli- do juiz, julgue o item seguinte.
bere sobre a matéria, o que inviabiliza a homologação de O magistrado poderá solicitar o comparecimento da
decisão. Assim prevê o CPC no art. 23: “Compete à autori- parte caso entenda ser necessário o esclarecimento de fa-
dade judiciária brasileira, com exclusão de qualquer outra: tos narrados na contestação. Nessa situação, a parte será
I - Conhecer de ações relativas a imóveis situados no Brasil; ouvida informalmente.
II - em matéria de sucessão hereditária, proceder à confir-
mação de testamento particular e ao inventário e à partilha R: Certo. O juiz tem liberdade de buscar depoimentos
de bens situados no Brasil, ainda que o autor da herança informais das partes, conforme previsto no CPC: “Art. 139.
seja de nacionalidade estrangeira ou tenha domicílio fora O juiz dirigirá o processo conforme as disposições deste
do território nacional”. Código, incumbindo-lhe: [...] VIII - determinar, a qualquer
tempo, o comparecimento pessoal das partes, para inquiri
QUESTÃO 407 -las sobre os fatos da causa, hipótese em que não incidirá
(CESPE/2016 - PGE-AM - Procurador do Estado) A a pena de confesso”.
respeito das normas processuais civis pertinentes a jurisdi-
ção e ação, julgue o item seguinte. QUESTÃO 411
O novo CPC aplica-se aos processos que se encon- (CESPE/2016 - FUNPRESP-JUD - Analista - Direito)
travam em curso na data de início de sua vigência, assim Com relação aos poderes, aos deveres e à responsabilidade
como aos processos iniciados após sua vigência que se re- do juiz, julgue o item seguinte.
ferem a fatos pretéritos. Ao analisar a especificidade do caso, o juiz da causa
poderá conferir prazo de vinte e cinco dias para que o réu
R: Certo. A norma processual tem aplicabilidade ime- apresente sua contestação, mesmo após o encerramento
diata, conforme art. 14, CPC: “A norma processual não do prazo regular.
retroagirá e será aplicável imediatamente aos processos
em curso, respeitados os atos processuais praticados e as R: Errado. Prevê o art. 139, VI, do CPC: “O juiz dirigirá
situações jurídicas consolidadas sob a vigência da norma o processo conforme as disposições deste Código, incum-
revogada”. bindo-lhe: [...] VI - dilatar os prazos processuais e alterar a
ordem de produção dos meios de prova, adequando-os às
QUESTÃO 408 necessidades do conflito de modo a conferir maior efetivi-
(CESPE/2016 - PGE-AM - Procurador do Estado) Em dade à tutela do direito”. Contudo, essa dilação de prazo,
relação a análise de petição inicial e julgamento antecipado por expressa disposição de lei, somente poderá ocorrer an-
parcial de mérito, julgue o seguinte item. tes de encerrado o prazo regular (art. 139, parágrafo único,
Cabe recurso de apelação contra julgamento antecipa- CPC).
do parcial de mérito proferido sobre matéria incontroversa

R: Errado. No caso de julgamento antecipado de mérito


cabe agravo de instrumento, conforme artigo 354, pará-
grafo único, CPC: “A decisão a que se refere o caput pode
dizer respeito a apenas PARCELA do processo, caso em que
será impugnável por agravo de instrumento”.

QUESTÃO 409
(CESPE/2016 - PGE-AM - Procurador do Estado) Em
relação a análise de petição inicial e julgamento antecipado
parcial de mérito, julgue o seguinte item.
Se, ao analisar a petição inicial, o juiz constatar que o
pedido funda-se em questão exclusivamente de direito e
contraria entendimento firmado em incidente de resolução
de demandas repetitivas, ele deverá, sem ouvir o réu, julgar
liminarmente improcedente o pedido do autor.

94
500 QUESTÕES DA CESPE

PROF. GREICE ALINE DA COSTA SARQUIS PINTO. Estão certos apenas os itens
(A) I e III.
Bacharel em Direito - Faculdade de Direito da Alta Pau- (B) I e IV.
lista - FADAP/FAP. Advogada inscrita na OAB/ SP sob nº (C) II e III.
298.596. Membro da Comissão do Jovem Advogado na 34ª (D) II e IV.
Subseção de Tupã/SP. (E) III e IV.

QUESTÃO 416
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judiciária – Ano
NOÇÕES DE DIREITO PENAL
- CESPE) Depois de finalizado o devido processo legal, um
indivíduo foi condenado à pena concreta mínima de um ano
de reclusão e de dez dias-multa por ter praticado crime de
QUESTÃO 412 estelionato.
(TCE-PE - Auditor de Controle Externo - Auditoria De acordo com o Código Penal e com o entendimento
de Contas Públicas - 2017 - CESPE) Julgue o próximo dos tribunais superiores, nesse caso é permitido ao juiz, na
item, referente a crimes de falsidade documental. sentença condenatória,
A omissão involuntária de despesas de campanha elei- (A) converter a pena de reclusão aplicada em duas penas
toral quando da prestação de contas afasta a eventual inci- restritivas de direitos, sendo uma de prestação de serviços
dência do crime de falsidade ideológica. comunitários e outra de prestação pecuniária.
( ) Certo ( ) Errado (B) estabelecer prestação de serviços comunitários como
condição do regime aberto.
QUESTÃO 413 (C) aplicar o regime aberto, ainda que o condenado seja
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa reincidente.
- 2017 - CESPE) Marcos estava sendo acusado de roubo. (D) estabelecer regime mais severo que o permitido em
Preocupado com o futuro de Marcos, que havia recente- lei, ainda que a pena base tenha se mantido no mínimo legal.
mente sido aprovado em um concurso para a carreira po- (E) converter a pena de reclusão aplicada em uma pena
licial, Carlos, pai de Marcos, comunicou à autoridade ser de multa.
o autor do roubo e assumiu, em juízo, a prática do crime.
Nessa situação hipotética, caso seja descoberta a men- QUESTÃO 417
tira, Carlos responderá pela prática do crime de (TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa -
(A) falso testemunho. 2017 - CESPE) A pedido de Ronaldo, um amigo portador
(B) fraude processual. de doença congênita cardiovascular, a médica Joana emitiu
(C) autoacusação falsa. atestado médico afirmando que ele estava apto a praticar,
(D) denunciação caluniosa. sem prejuízos para sua saúde, esportes como a corrida. Ro-
(E) comunicação falsa de crime. naldo, então, utilizou o atestado como instrumento de prova
para um concurso público para a polícia civil. Uma semana
QUESTÃO 414 depois de assumir o cargo, Ronaldo passou mal, e o atestado
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrati- foi colocado à prova, tendo passado a ser objeto de investi-
va - 2017 - CESPE) Considera-se inimputável aquele que gação criminal. O perito escalado para contestar ou reafirmar
comete crime o atestado concedido pela médica protegeu a colega de pro-
(A) antes de completar dezoito anos de idade. fissão e atestou que o problema cardíaco de Ronaldo, embo-
(B) em estado de embriaguez preordenada ra congênito, pode ser de difícil diagnóstico, o que justifica-
(C) agindo em legítima defesa, o que o isenta de pena. ria suposta falha de Joana. Ronaldo, entretanto, em sede de
(D) sem ser inteiramente capaz de entender o caráter inquérito, confessou que havia pedido o atestado à médica.
ilícito de sua conduta, o que o isenta de pena. O perito voltou atrás e retratou-se, tendo afirmado que seria
(E) sob forte emoção ou paixão. impossível a médica não ter verificado a doença.
A respeito das condutas de Ronaldo, de Joana e do peri-
QUESTÃO 415 to, assinale a opção correta.
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa - (A) Ronaldo não cometeu crime, configurando arrependi-
2017 - CESPE) A respeito de penas, julgue os itens a seguir. mento eficaz o fato de ele ter confessado em sede de inquérito.
I O trabalho externo é admissível no regime fechado. (B) A conduta de Joana configura crime contra a admi-
II Em se tratando de reincidentes em crimes dolosos, nistração pública.
as penas restritivas de direitos não podem ser autônomas. (C) O perito não cometeu crime, cabendo-lhe apenas
III São penas restritivas de direitos: interdição temporá- punição administrativa.
ria de direitos e pagamento de multa. (D) Joana cometeu crime de certidão ou atestado ideo-
IV A limitação de final de semana é uma das penas res- logicamente falso.
tritivas de direitos e consiste em permanecer em casa de (E) A conduta de Joana configura crime de falsidade de
albergado por cinco horas aos finais de semana. atestado médico.

95
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 418 QUESTÃO 421


(SERES-PE - Agente de Segurança Penitenciária (MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 -
– 2017 - CESPE) De acordo com a Lei n.º 9.296/1996, a CESPE) De acordo com o entendimento do STF a respeito de
interceptação de comunicações telefônicas como meio de assuntos afetos ao direito penal, assinale a opção correta.
prova em investigação criminal deve ser (A) No latrocínio — roubo seguido de morte —, respon-
(A) admitida em inquéritos instaurados para a apura- derá apenas pelo roubo o autor que não estiver fisicamente
ção de crimes punidos com pena de detenção ou reclusão. no ambiente em que ocorrer a morte, por não provocá-la di-
(B) deferida de ofício por autoridade policial, indepen- retamente e por sua participação ser considerada de menor
dentemente de autorização judicial. importância.
(C) deferida por autoridade judicial e conduzida por (B) É hediondo o tráfico privilegiado de drogas, ainda
autoridade policial, que deverá dar ciência ao Ministério que sujeito à redução de pena, conforme disposições da Lei
Público, para que este acompanhe as diligências. Antidrogas, razão por que seu autor tem de atender a requisi-
(D) registrada nos próprios autos do inquérito, res-
tos mais severos para o livramento condicional, não lhe sendo
guardando-se sigilo quanto aos investigados.
permitida a progressão de regime.
(E) executada por técnicos especializados das conces-
(C) O inadimplemento da pena de multa imposta ao
sionárias de serviço público de telefonia, conforme deter-
minar a autoridade policial. sentenciado impede a sua progressão de regime, salvo se ele
comprovar absoluta impossibilidade econômica.
QUESTÃO 419 (D) À prática clandestina de atividade de telecomunica-
(MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 – ção consistente em manutenção de rádio comunitária não se
CESPE) Tendo em vista que a violência doméstica contra a aplica o princípio da insignificância, independentemente do
mulher ainda é um problema social grave no Brasil, apesar grau de interferência do sinal e mesmo que presente a boa-fé
da sua redução com o advento da Lei Maria da Penha, as- do infrator.
sinale a opção correta com relação aos crimes advindos da
prática de violência contra a mulher no âmbito doméstico QUESTÃO 422
e familiar. (MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 -
(A) O feminicídio, homicídio praticado contra a mulher CESPE) Assinale a opção correta a respeito da dosimetria da
em razão do seu sexo, consiste na violência doméstica e pena segundo o entendimento do STJ.
familiar ou no menosprezo ou discriminação à condição de (A) É possível a aplicação de pena inferior à mínima na
mulher, com hipóteses de aumento de pena por circuns- segunda fase da dosimetria da pena.
tâncias fáticas específicas. (B) Apenas à confissão qualificada se impõe a incidência
(B) O processamento de crimes praticados em situação de atenuante na segunda fase da dosimetria da pena.
de violência doméstica se dá por meio de ação penal de (C) Natureza e quantidade de droga não podem ser uti-
iniciativa pública incondicionada, segundo entendimento lizadas, concomitantemente, na primeira e na terceira fase da
do STF. dosimetria da pena, sob pena de bis in idem.
(C) O crime de estupro é processado por meio de ação (D) Não se admite compensação da atenuante da confis-
penal de iniciativa pública condicionada à representação, são espontânea com a agravante da reincidência.
da qual a vítima pode retratar-se mesmo após o ofereci-
mento da denúncia. QUESTÃO 423
(D) Os crimes de violência doméstica e familiar contra (MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 -
a mulher estão taxativamente elencados na Lei Maria da
CESPE) João, prestador de serviços, trabalha como MEI na
Penha.
forma da Lei Complementar n.º 123/2006 (SIMPLES Nacional).
Nessa qualidade, com o propósito de recolher menos tribu-
QUESTÃO 420
to, ele informou à RFB ter recebido, no exercício de 2016, a
(MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 -
CESPE) No direito penal, o princípio da receita bruta de R$ 50.000, mas a RFB constatou que sua re-
(A) fragmentariedade informa que o direito penal é ceita bruta real nesse exercício havia sido de R$ 120.000. Ante
autônomo e cuida das condutas tidas por ilícitas penal- a existência de provas suficientes desses fatos, a conduta de
mente, sendo aplicável a lei penal independentemente da João foi tipificada como dolosa.
solução do problema por outros ramos do direito. A respeito dessa situação hipotética, assinale a opção cor-
(B) irretroatividade da lei se aplica absolutamente. reta com base na Lei n.º 8.137/1990, que dispõe sobre crimes
(C) insignificância, segundo o entendimento do STF, contra a ordem tributária.
pressupõe apenas três requisitos para a sua configuração: (A) A conduta de João poderá ser tipificada como crime
mínima ofensividade da conduta do agente, nenhuma pe- contra a ordem tributária somente após o lançamento defini-
riculosidade social e reduzidíssimo grau de reprovabilidade tivo do tributo em exame.
do comportamento. (B) Sabe-se que a falsa declaração de dados de interesse
(D) proporcionalidade fundamenta a declaração de in- tributário é crime formal cuja tipificação independe do lança-
constitucionalidade de parte do art. 44 da Lei Antidrogas, mento tributário. Nesse caso, somente se João tivesse retifica-
que veda a concessão de liberdade provisória em crimes do as informações antes do início da diligência fiscal o crime
relacionados às drogas. seria afastado.

96
500 QUESTÕES DA CESPE

(C) Eventual exclusão de João do SIMPLES Nacional so- (B) É típica a conduta do agente que autoriza a assunção
mente produziria efeitos tributários no exercício seguinte, ou de obrigação nos dois últimos quadrimestres do último ano do
seja, em 2017. Não tendo havido redução do tributo devido, mandato caso reste parcela a ser paga no exercício seguinte, ain-
não se pode falar em crime contra a ordem tributária. da que haja contrapartida suficiente de disponibilidade de caixa.
(D) Sabe-se que o MEI enquadrado no SIMPLES Nacional (C) O sujeito ativo desse crime é o funcionário público com-
paga o seu tributo em valores fixos mensais, independente- petente para ordenar ou autorizar a assunção de obrigação, po-
mente da receita bruta por ele auferida no mês. Por isso, se dendo ser inclusive diretor de fundos, autarquias, fundações e
João tivesse efetuado a retificação das informações após o empresas estatais dependentes.
lançamento definitivo do tributo, não haveria crime tributário. (D) O tipo penal em questão prevê as modalidades dolosa
e culposa, podendo o comportamento do agente ser comissivo,
QUESTÃO 424 omissivo próprio ou impróprio.
(Prefeitura de Belo Horizonte – MG - Procurador Mu- (E) Por se tratar de crime de menor potencial ofensivo,
admite-se a transação penal, mas, como a conduta do agente
nicipal - 2017 - CESPE) Com relação aos crimes em espécie
ofende a moralidade e a probidade administrativa, há vedação
previstos no CP, assinale a opção correta, considerando o en-
expressa à concessão de suspensão condicional da pena.
tendimento jurisprudencial do STJ.
(A) O indivíduo que, ao ser preso em flagrante, informa
QUESTÃO 428
nome falso com o objetivo de esconder seus maus antece- (TRE-PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - 2017 -
dentes pratica o crime de falsa identidade, não sendo cabível CESPE) O prazo prescricional da pretensão punitiva
a alegação do direito à autodefesa e à não autoincriminação. (A) será calculado sobre o total da pena aplicada a todos
(B) Para a configuração do crime de descaminho, é ne- os crimes praticados após a incidência do acréscimo, se se
cessária a constituição definitiva do crédito tributário por pro- tratar de concurso formal imperfeito.
cesso administrativo-fiscal. (B) será calculado sobre o total correspondente à soma
(C) Em se tratando de crime de concussão, a situação de das penas de todos os crimes praticados, se se tratar de crime
flagrante se configura com a entrega da vantagem indevida. continuado.
(D) O crime de sonegação fiscal não absorve o crime de (C) será calculado sobre o total correspondente à soma
falsidade ideológica, mesmo que seja praticado unicamente de todas as penas dos crimes praticados, se se tratar de con-
para assegurar a evasão fiscal. curso material.
(D) será calculado isoladamente em cada crime pratica-
QUESTÃO 425 do, desconsiderando-se o acréscimo decorrente do concurso,
(TRE-PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - 2017 - se se tratar de concurso formal perfeito.
CESPE) De acordo com os principais teóricos do direito penal, (E) será calculado isoladamente em cada um dos crimes
a teoria da imputação objetiva se refere especificamente à praticados, computando-se o acréscimo decorrente da conti-
(A) culpabilidade. nuidade, se se tratar de crime continuado.
(B) antijuridicidade.
(C) tipicidade material. QUESTÃO 429
(D) relação de causalidade. (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - CES-
(E) punibilidade. PE) Assinale a opção correta, acerca de extinção da punibili-
dade
QUESTÃO 426 (A) Uma lei de anistia pode ser revogada por lei posterior,
(TRE-PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - 2017 - diante de mudança de opinião do Congresso Nacional a res-
peito da extinção de punibilidade concedida.
CESPE) Um dos elementos da culpabilidade, a imputabilidade
(B) Graça e indulto somente podem ser concedidos pelo
será excluída no caso de o agente atuar sob o estado de em-
presidente da República, uma vez que tais prerrogativas são
briaguez completa
insuscetíveis de delegação.
(A) intencional. (C) A punibilidade de qualquer crime pode ser extinta por
(B) fortuita. meio de graça e indulto.
(C) culposa. (D) O instituto da prescrição atinge a pretensão de punir
(D) preordenada. ou de executar a pena.
(E) voluntária. (E) A anistia ou abolitio criminis é causa extintiva de puni-
bilidade discutida no âmbito do Poder Legislativo.
QUESTÃO 427
(TRE-PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - 2017 - QUESTÃO 430
CESPE) Acerca do crime de assunção de obrigação no último (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - CES-
ano do mandato ou legislatura, assinale a opção correta. PE) À luz do posicionamento jurisprudencial e doutrinário do-
(A) Tal crime classifica-se como crime de mão própria, minantes acerca das disposições da Lei n.º 11.340/2006 (Lei
exigindo-se, para sua tipificação, atuação pessoal e direta do Maria da Penha), assinale a opção correta.
agente, razão pela qual não se admite coautoria ou partici- (A) Caracteriza o crime de desobediência o reiterado des-
pação. cumprimento, pelo agressor, de medida protetiva decretada
no âmbito das disposições da Lei Maria da Penha.

97
500 QUESTÕES DA CESPE

(B) Em se tratando dos crimes de lesão corporal leve e QUESTÃO 433


ameaça, pode o Ministério Público dar início a ação penal sem (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
necessidade de representação da vítima de violência doméstica. CESPE) Júlio, durante discussão familiar com sua mulher
(C) No caso de condenação à pena de detenção em no local onde ambos residem, sem justo motivo, agrediu-a,
regime aberto pela prática do crime de ameaça no âmbito causando-lhe lesão corporal leve.
doméstico e familiar, é possível a substituição da pena pelo Nessa situação hipotética, conforme a Lei n.º
pagamento isolado de multa. 11.340/2006 e o entendimento do STJ,
(D) No âmbito de aplicação da referida lei, as medidas (A) a ofendida poderá renunciar à representação, des-
protetivas de urgência poderão ser concedidas independen- de que o faça perante o juiz.
temente de audiência das partes e de manifestação do Mi- (B) a ação penal proposta pelo Ministério Público será
nistério Público, o qual deverá ser prontamente comunicado. pública incondicionada.
(E) Afasta-se a incidência da Lei Maria da Penha na vio- (C) a autoridade policial, independentemente de haver
lência havida em relações homoafetivas se o sujeito ativo é necessidade, deverá acompanhar a vítima para assegurar a
uma mulher. retirada de seus pertences do domicílio familiar.
(D) Júlio poderá ser beneficiado com a suspensão con-
QUESTÃO 431 dicional do processo, se presentes todos os requisitos que
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - autorizam o referido ato.
CESPE) Em relação às disposições expressas nas legislações (E) Júlio poderá receber proposta de transação penal
referentes aos crimes de trânsito, contra o meio ambiente e do Ministério Público, se houver anuência da vítima
de lavagem de dinheiro, assinale a opção correta.
(A) Em relação aos delitos ambientais, constitui crime omis- QUESTÃO 434
sivo impróprio a conduta de terceiro que, conhecedor da con- (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
duta delituosa de outrem, se abstém de impedir a sua prática. CESPE) Considere os seguintes atos, praticados com o ob-
(B) Para a caracterização do delito de lavagem de di- jetivo de suprimir tributo:
nheiro, a legislação de regência prevê um rol taxativo de cri- 1) Marcelo prestou declaração falsa às autoridades fa-
mes antecedentes, geradores de ativos de origem ilícita, sem zendárias;
os quais o crime não subsiste. 2) Hélio negou-se a emitir, quando isso era obrigatório,
(C) A colaboração premiada de que trata a Lei de Lavagem nota fiscal relativa a venda de determinada mercadoria;
de Dinheiro poderá operar a qualquer momento da persecu- 3) Joel deixou de fornecer nota fiscal relativa a presta-
ção penal, até mesmo após o trânsito em julgado da sentença. ção de serviço efetivamente realizado.
(D) É vedada a imposição de multa por infração admi- Nessas situações, conforme a Lei n.º 8.137/1990 e o
nistrativa ambiental cominada com multa a título de sanção entendimento do STF, para que o ato praticado tipifique
penal pelo mesmo fato motivador, por violação ao princípio crime material contra a ordem tributária, será necessário o
do non bis in idem. prévio lançamento definitivo do tributo em relação a
(E) A prática de homicídio culposo descrita no Código (A) Hélio e Joel.
de Trânsito enseja a aplicação da penalidade de suspensão (B) Marcelo apenas.
da permissão para dirigir, pelo órgão administrativo com- (C) Hélio apenas.
petente, mesmo antes do trânsito em julgado de eventual (D) Joel apenas.
condenação. (E) Hélio, Marcelo e Joel.

QUESTÃO 432 QUESTÃO 435


(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
CESPE) Vantuir e Lúcio cometeram, em momentos distintos CESPE) Com base no disposto na Lei n.º 11.101/2005 e no
e sem associação, crimes previstos na Lei de Drogas (Lei n.º Decreto-Lei n.º 201/1967, assinale a opção correta.
11.343/2006). No momento da ação, Vantuir, em razão de (A) O princípio da bagatela aplica-se aos crimes de
dependência química e de estar sob influência de entorpe- responsabilidade praticados por prefeitos no exercício do
centes, era inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito mandato.
do fato. Lúcio, ao agir, estava sob efeito de droga, prove- (B) A Lei n.º 11.101/2005 aplica-se às sociedades de
niente de caso fortuito, sendo também incapaz de entender economia mista detentoras de capital público e privado.
o caráter ilícito do fato. (C) Findo o mandato de prefeito, veda-se a instauração
Nessas situações hipotéticas, qualquer que tenha sido a de processo criminal com base em conduta tipificada no
infração penal praticada, Decreto-Lei n.º 201/1967, sendo incabível o oferecimento
(A) Vantuir terá direito à redução de pena de um a dois de denúncia.
terços e Lúcio será isento de pena. (D) Em se tratando de recuperação judicial, extrajudi-
(B) somente Vantuir será isento de pena. cial e falência do empresário e da sociedade empresária,
(C) Lúcio e Vantuir serão isentos de pena. aplicam-se as normas do Código de Processo Penal, inexis-
(D) somente Lúcio terá direito à redução de pena de um tindo fase de investigação judicial.
a dois terços. (E) Os vereadores, assim como os prefeitos municipais,
(E) Lúcio e Vantuir terão direito à redução de pena de respondem como autores ou sujeitos ativos das condutas
um a dois terços. penais definidas no Decreto-Lei n.º 201/1967.

98
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 436 (C) Não há prazo mínimo para o cumprimento da li-


(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - CES- berdade assistida fixada pelo ECA, sendo o limite fixado de
PE) À luz do disposto no Estatuto do Índio (Lei n.º 6.001/1973), acordo com a gravidade do ato infracional e as circunstân-
na Lei de Parcelamento do Solo Urbano (Lei n.º 6.766/1979), cias de vida do adolescente.
na Lei de Definição de Crimes Contra a Ordem Econômica (Lei (D) O crime de corrupção de menores se consuma
n.º 8.176/1991) e na legislação que trata da investigação cri- quando o infrator pratica infração penal com o menor ou o
minal conduzida pelo delegado de polícia, assinale a opção induz a praticá-la, sendo imprescindível, para sua configu-
correta. ração, a prova da efetiva corrupção do menor.
(A) A distribuição de panfletos anunciando a criação de (E) O ECA prevê expressamente os prazos de prescri-
loteamento irregular com finalidade residencial e urbana ca- ção das medidas socioeducativas.
racteriza ato preparatório do crime de parcelamento ilegal,
porquanto o tipo penal não prevê a figura tentada do delito. QUESTÃO 439
(B) O delegado de polícia, nos termos da legislação que (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE)
disciplina a sua atividade, pode indeferir diligências requeri- Com base na Lei n.º 8.069/1990, assinale a opção que apre-
das pelo indiciado, pela vítima ou pelo Ministério Público. senta medida passível de aplicação por autoridade compe-
(C) Considera-se índio ou silvícola, para efeitos do Estatuto tente tanto a criança quanto a adolescente que cometa ato
do Índio, todo indivíduo de origem e ascendência sul-america- infracional.
na que se identifica como pertencente a um grupo étnico cujas (A) prestação de serviços à comunidade
características culturais o distinguem da sociedade nacional. (B) internação em estabelecimento educacional
(D) Não caracteriza crime tipificado na Lei Federal n.º (C) requisição de tratamento psicológico
6.766/1979 o parcelamento irregular realizado em zona rural, (D) inserção em regime de semiliberdade
dada a previsão da finalidade urbana do imóvel na lei de regência. (E) liberdade assistida
(E) Constitui crime contra a ordem econômica na modali-
dade de usurpação a exploração de lavra, sem autorização ou QUESTÃO 440
em desacordo com as obrigações impostas pelo título autori- (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE)
Caso uma pessoa seja ré em processo criminal por supos-
zativo, de matéria-prima pertencente à União.
tamente ter cometido homicídio qualificado, eventual in-
terceptação de suas comunicações telefônicas
QUESTÃO 437
(A) dependerá de ordem do juiz competente, sob se-
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - CES-
gredo de justiça.
PE) Durante a instrução de determinado processo judicial, foi
(B) poderá ser admitida por meio de parecer favorável
comprovada falsificação da escrituração em um dos livros co-
de representante do MP.
merciais de uma sociedade limitada, em decorrência da cria- (C) não poderá exceder o prazo improrrogável de
ção do chamado “caixa dois”. A sentença proferida condenou quinze dias, se concedida pelo juiz.
pelo crime apenas o sócio com poderes de gerência. (D) poderá ser admitida, ainda que a prova possa ser
A respeito dessa situação hipotética, assinale a opção correta. feita por outros meios.
(A) A conduta praticada pelo sócio constitui crime fali- (E) deverá ser negada, se for requerida verbalmente ao
mentar. juiz competente.
(B) Na situação, configura-se crime de falsificação de do-
cumento público. QUESTÃO 441
(C) Sendo o diário e o livro de registro de atas de assem- (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE)
bleia livros obrigatórios da sociedade citada, a referida falsifi- De acordo com a Lei n.º 10.741/2003, a retenção, sem justo
cação pode ter ocorrido em qualquer um deles. motivo, de cartão magnético de conta bancária relativa a
(D) Em decorrência da condenação criminal, o sócio-ge- benefícios de pessoa idosa é considerada
rente deverá ser excluído definitivamente da sociedade. (A) crime de ação penal pública incondicionada.
(E) O nome do condenado não pode ser excluído da fir- (B) infração administrativa.
ma social, que deve conter o nome de todos os sócios, segui- (C) crime punível com reclusão, seja a conduta culpo-
do da palavra “limitada”. sa, seja ela dolosa.
(D) fato atípico, pois constitui conduta que não pode
QUESTÃO 438 ser considerada crime.
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - CES- (E) contravenção penal.
PE) Com base no disposto no ECA, assinale a opção correta.
(A) Cabe à autoridade judiciária ou policial competente QUESTÃO 442
a aplicação das medidas específicas de proteção relacionadas (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE)
no ECA, mediante prévia notificação do conselho tutelar. De acordo com a Lei n.º 7.492/1986, o indivíduo que gerir
(B) É cabível a aplicação de medida socioeducativa de fraudulentamente determinada instituição financeira
internação ao penalmente imputável com idade entre de- (A) não poderá ser vítima da decretação de prisão pre-
zoito e vinte e um anos e que era menor à época da prática ventiva no curso do processo.
do ato infracional. (B) cometerá crime cuja ação penal será promovida
pelo MPF.

99
500 QUESTÕES DA CESPE

(C) terá sua pena aumentada de um terço, se a gestão QUESTÃO 446


tiver sido temerária. (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE) De
(D) responderá por crime, ainda que tenha agido culpo- acordo com a LEP, se um preso for comunicado sobre o fale-
samente. cimento de uma irmã dele,
(E) cometerá crime que deverá ser processado e julgado (A) o juiz da execução poderá autorizar a saída temporá-
pela justiça estadual. ria do preso para comparecimento ao enterro, desde que ele
apresente bom comportamento no estabelecimento prisional.
QUESTÃO 443 (B) ele não terá direito à saída do estabelecimento prisio-
(PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE) Com nal, devido ao fato de não haver previsão de concessão desse
base na Lei n.º 7.492/1986, a tipificação dos crimes contra o benefício em caso de falecimento de irmão.
Sistema Financeiro Nacional (C) o diretor do estabelecimento prisional poderá conce-
(A) inadmite confissão espontânea perante autoridade der a permissão de saída ao preso, independentemente de ele
policial. ser preso provisório ou de estar cumprindo pena em regime
(B) inadmite coautoria. fechado.
(C) inadmite partícipe. (D) o diretor do estabelecimento deverá comunicar
(D) admite coautoria ou participação, e, se ocorrer confis- o falecimento ao juiz da execução, que poderá conceder a
são espontânea que revele toda a trama delituosa, a pena será permissão de saída para o preso, ficando este sujeito à mo-
reduzida de um a dois terços. nitoração eletrônica caso esteja cumprindo pena em regime
(E) admite coautoria ou participação, e, se ocorrer confis- semiaberto ou aberto.
são espontânea que revele toda a trama delituosa, será con- (E) o diretor do estabelecimento poderá autorizar a saída
cedido o perdão judicial da pena. temporária do preso, que, mediante escolta, poderá perma-
necer fora do estabelecimento prisional pelo tempo que for
QUESTÃO 444 necessário para cumprir a finalidade da saída.
(PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE) De acor-
do com a Lei n.º 7.210/1984 — LEP —, a prestação de trabalho QUESTÃO 447
(A) decorrente de pena restritiva de direito deve ser re- (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE) De
munerada. acordo com a LEP, se determinado preso provisório cometer
(B) em ambiente externo tem de ser autorizada pelo juiz crime doloso após o encarceramento, ele estará sujeito ao re-
da execução penal e depende de critérios como aptidão, dis- gime disciplinar diferenciado, sem prejuízo da sanção penal,
ciplina e responsabilidade. (A) mediante decisão da autoridade administrativa com-
(C) a entidade privada depende do consentimento ex- petente, independentemente da manifestação do juiz com-
presso do preso, que terá sua autorização de trabalho revo- petente.
gada se for punido por falta grave. (B) por decisão da autoridade administrativa competen-
(D) é obrigatória tanto para o preso provisório quanto te, precedida da manifestação do MP e da defesa.
para o definitivo. (C) caso o novo ato cometido, previsto como crime dolo-
(E) externo é proibida ao preso provisório e ao condena- so, seja punível com reclusão.
do que cumpre pena em regime fechado. (D) que poderá limitar o número de pessoas e a duração
das visitas semanais.
QUESTÃO 445 (E) depois de transitar em julgado eventual decisão con-
(PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE) José denatória do crime que motivou a sua prisão, pois, como pre-
subverteu a disciplina interna do estabelecimento prisional so provisório, ele não pode ser sujeito ao referido regime.
por ter praticado ato previsto como crime.
Nessa situação hipotética, de acordo com o que prevê a QUESTÃO 448
LEP relativamente ao RDD, (PC-GO - Conhecimentos Básicos – 2016 - CESPE) •
(A) o RDD poderá ser aplicado a José pelo diretor do es- Vera destruiu grande quantidade de matéria-prima com o fim
tabelecimento prisional, que, na decisão, deverá considerar o de provocar alta de preço em proveito próprio.
comportamento de José e os motivos de sua prisão. • Túlio formou acordo entre ofertantes, visando controlar
(B) a submissão de José ao RDD ocorrerá se o crime pra- rede de distribuição, em detrimento da concorrência.
ticado por ele for tipificado na modalidade dolosa ou culposa, • Lucas reduziu o montante do tributo devido por meio
que cause dano ao patrimônio ou à integridade física de outrem. de falsificação de nota fiscal.
(C) para que José seja submetido ao RDD, o crime por ele De acordo com a Lei n.º 8.137/1990, que regula os crimes
cometido deve ser doloso e ter sido praticado com violência contra a ordem tributária e econômica e contra as relações de
ou grave ameaça a pessoa, hipótese que configura falta grave. consumo, nas situações hipotéticas apresentadas, somente
(D) não será admitida a aplicação do RDD a José se ele (A) Vera cometeu crime contra a ordem econômica.
for um preso provisório, uma vez que a LEP prevê ser requisi- (B) Lucas cometeu crime contra as relações de consumo.
to para esse regime o trânsito em julgado da sentença penal (C) Vera e Túlio cometeram crime contra a ordem tribu-
condenatória. tária.
(E) se for submetido ao RDD, José ficará recolhido em (D) Vera e Lucas cometeram crime contra as relações de
cela individual, terá direito a visitas semanais e poderá sair da consumo.
cela diariamente para banho de sol. (E) Túlio cometeu crime contra a ordem econômica.

100
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 449 QUESTÃO 452


(PC-GO - Agente de Polícia Substituto – 2016 – CESPE) (TCE-PR - Analista de Controle – Jurídica – 2016 -
A respeito da aplicação da lei penal e dos elementos e das cau- CESPE) À luz da jurisprudência do STJ, assinale a opção
sas de exclusão de culpabilidade, assinale a opção correta. correta, no que se refere aos crimes contra administração
(A) O princípio da legalidade pode ser desdobrado em pública.
três: princípio da reserva legal, princípio da taxatividade e prin- (A) O crime de corrupção ativa se consuma com a rea-
cípio da retroatividade como regra, a fim de garantir justiça na lização da promessa ou apenas com a oferta de vantagem
aplicação de qualquer norma. indevida.
(B) São excludentes de culpabilidade: inimputabilidade, (B) O crime de concussão se consuma com o recebi-
coação física irresistível e obediência hierárquica de ordem não mento das vantagens exigidas indevidamente, sendo mero
manifestamente ilegal. exaurimento a utilização de tais vantagens.
(C) Se ordem não manifestamente ilegal for cumprida por (C) O funcionário público que se utiliza de violência ou
subordinado e resultar em crime, apenas o superior responderá grave ameaça para obter vantagem indevida em razão de
como autor mediato, ficando o subordinado isento por inexigi- sua função comete o crime de concussão.
bilidade de conduta diversa. (D) Em razão da incidência do princípio da bilateralida-
(D) Emoção e paixão são causas excludentes de culpabi- de nos crimes de corrupção passiva e ativa, a comprovação
lidade. de um deles pressupõe a do outro.
(E) Em razão do princípio da legalidade, a analogia não (E) Para a configuração do crime de corrupção passiva,
pode ser usada em matéria penal. é prescindível a existência de nexo de causalidade entre a
conduta do funcionário público e a realização de ato fun-
QUESTÃO 450 cional de sua competência.
(PC-GO - Escrivão de Polícia Substituto - 2016 - CESPE)
Com referência à tipificação das diversas modalidades de crimes QUESTÃO 453
e ao processamento desses crimes, assinale a opção correta. (TCE-PA - Auditor de Controle Externo - Área Fisca-
(A) Configura-se o peculato na modalidade de desvio
lização – Direito - 2016 - CESPE) Cada item a seguir apre-
quando o servidor público, consciente e voluntariamente, des-
senta uma situação hipotética seguida de uma assertiva a
via, em proveito próprio ou de terceiro, verba que detém em
ser julgada de acordo com o Código Penal, com a legisla-
razão do cargo que ocupa na sua repartição.
ção penal extravagante e com a jurisprudência do STJ.
(B) Não constitui causa especial de aumento de pena a
João, policial civil, exigiu vantagem indevida de particu-
prática de lesões corporais contra cônjuge ou companheiro(a)
lar para não prendê-lo em flagrante. A vítima não realizou
de policial civil ou militar em razão dessa condição.
(C) O assassinato da esposa ou companheira será clas- o pagamento e prontamente comunicou o fato a policiais
sificado como feminicídio apenas quando for praticado no civis. Nessa situação, como o delito de concussão é formal,
ambiente doméstico e familiar, sujeitando o infrator à pena de o crime consumou-se com a exigência da vantagem inde-
doze a trinta anos de reclusão. vida, devendo João por ele responder.
(D) Consoante a jurisprudência do Supremo Tribunal Fe- ( ) Certo ( ) Errado
deral, reputa-se tentado o latrocínio quando há a morte da ví-
tima, mas o agente não logra obter a subtração da res furtiva QUESTÃO 454
pretendida por circunstâncias alheias à sua vontade. (TCE-PA - Auditor de Controle Externo - Área Fisca-
(E) O crime de estupro de vulnerável constitui ação penal lização – Direito - 2016 - CESPE) Cada item a seguir apre-
pública condicionada à representação da pessoa ofendida, que senta uma situação hipotética seguida de uma assertiva a
deve estar assistida pelo seu representante legal. ser julgada de acordo com o Código Penal, com a legisla-
ção penal extravagante e com a jurisprudência do STJ.
QUESTÃO 451 Durante fiscalização em sociedade de economia mista,
(PC-GO - Escrivão de Polícia Substituto - 2016 - CESPE) policiais federais que acompanhavam a operação percebe-
No curso de IP, o delegado de polícia representou à autoridade ram que um dos empregados daquela sociedade portava
judicial para que lhe fosse autorizada a infiltração de agentes ilegalmente arma de fogo de uso permitido. Na delegacia
de polícia em tarefas de investigação. de polícia, embora tenha verificado que se tratava de hipó-
Nessa situação, com base na Lei n.º 12.850/2013, que dis- tese de arbitramento de fiança e que o flagrado se dispu-
põe sobre crime organizado, nha a recolhê-la, a autoridade policial preferiu não arbitrar
(A) a infiltração poderá ser admitida, ainda que a prova a fiança, e remeteu o auto de prisão em flagrante delito
possa ser produzida por outros meios disponíveis. para o juiz de direito competente. Nessa situação, a autori-
(B) para que o juiz competente decida, será desnecessário dade policial cometeu abuso de autoridade.
ouvir o MP. ( ) Certo ( ) Errado
(C) se a infiltração for autorizada, o MP poderá requisitar, a
qualquer tempo, relatório de infiltração. QUESTÃO 455
(D) a infiltração poderá ser autorizada pelo prazo impror- (TCE-PA - Auditor de Controle Externo - Área Fisca-
rogável de seis meses. lização – Direito - 2016 - CESPE) Julgue o próximo item,
(E) se a infiltração for autorizada, ao agente de polícia será de acordo com a jurisprudência e a legislação brasileira em
vedado a recusa da atuação infiltrada. vigor.

101
500 QUESTÕES DA CESPE

A conduta de atribuir-se falsa identidade perante autori- 414. A.


dade policial é típica, ainda que em situação de alegada au- Art. 27- Os menores de 18 (dezoito) anos são penal-
todefesa. mente inimputáveis, ficando sujeitos às normas estabeleci-
( ) Certo ( ) Errado das na legislação especial.

QUESTÃO 456 415. B.


(PC-PE - Delegado de Polícia - Ano: 2016Banca: CES- Art. 44. As penas restritivas de direitos são autônomas
PE) Da sentença penal se extraem diversas consequências e substituem as privativas de liberdade, quando:
jurídicas e, quando for condenatória, emergem-se os efeitos II – o réu não for reincidente em crime doloso;
penais e extrapenais. Acerca dos efeitos da condenação pe- § 3o Se o condenado for reincidente, o juiz poderá
nal, assinale a opção correta. aplicar a substituição, desde que, em face de condenação
((A) A licença de localização e de funcionamento de es- anterior, a medida seja socialmente recomendável e a re-
tabelecimento onde se verifique prática de exploração sexual incidência não se tenha operado em virtude da prática do
de pessoa vulnerável, em caso de o proprietário ter sido con- mesmo crime.
denado por esse crime, não será cassada, dada a ausência de
previsão legal desse efeito da condenação penal. 416. E.
(B) A condenação por crime de racismo cometido por Código Penal - artigo 44:
proprietário de estabelecimento comercial sujeita o conde- § 2o Na condenação igual ou inferior a um ano, a subs-
nado à suspensão do funcionamento de seu estabelecimen- tituição pode ser feita por multa ou por uma pena restri-
to, pelo prazo de até três meses, devendo esse efeito ser mo- tiva de direitos; se superior a um ano, a pena privativa de
tivadamente declarado na sentença penal condenatória. liberdade pode ser substituída por uma pena restritiva de
(C) Segundo o CP, constitui efeito automático da conde- direitos e multa ou por duas restritivas de direitos.
nação a perda de cargo público, quando aplicada pena priva-
tiva de liberdade por tempo igual ou superior a um ano, nos 417. E.
crimes praticados com abuso de poder ou violação de dever Art. 302 do CP- Cometeu o crime de Falsidade de ates-
para com a administração pública. tado médico.
(D) A condenação por crime de tortura acarretará a per-
da do cargo público e a interdição temporária para o seu 418. C.
exercício pelo dobro do prazo da pena aplicada, desde que Art. 6° Deferido o pedido, a autoridade policial condu-
fundamentada na sentença condenatória, não sendo efeito zirá os procedimentos de interceptação, dando ciência ao
automático da condenação. Ministério Público, que poderá acompanhar a sua realiza-
((E) A condenação penal pelo crime de maus-tratos, com ção.
pena de detenção de dois meses a um ano ou multa, ocasio-
na a incapacidade para o exercício do poder familiar, quan- 419. A.
do cometido pelo pai contra filho, devendo ser motivado na Art. 121, § 7:
sentença condenatória, por não ser efeito automático. A pena do feminicídio é aumentada de 1/3 (um terço)
até a metade se o crime for praticado:
Respostas I - durante a gestação ou nos 3 (três) meses posteriores
ao parto;
412. C. II - contra pessoa menor de 14 (catorz(E) anos, maior
Art. 299 - Omitir, em documento público ou particular, de 60 (sessenta) anos ou com deficiência;
declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer III - na presença de descendente ou de ascendente da
inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, vítima.
com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a
verdade sobre fato juridicamente relevante: 420. D.
Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa, se o do- (D) CERTO: Vedação legal absoluta, imposta em caráter
cumento é público, e reclusão de um a três anos, e multa, apriorístico, inibitória da concessão de liberdade provisó-
se o documento é particular. ria nos crimes tipificados no Art. 33, ‘Caput’ E § 1º, e nos
Parágrafo único - Se o agente é funcionário público, arts. 34 a 37, todos da lei de drogas. possível inconstitu-
e comete o crime prevalecendo-se do cargo, ou se a fal- cionalidade da regra legal vedatória (art. 44). ofensa aos
sificação ou alteração é de assentamento de registro civil, postulados constitucionais da presunção de inocência, do
aumenta-se a pena de sexta parte. ‘due process of law’, da dignidade da pessoa humana e da
proporcionalidade (STF 01/08/2011).
413. C.
Autoacusação falsa 421. C.
Art 341: Acusar-se, perante autoridade, de crime ine- • Regra: o inadimplemento deliberado da pena de mul-
xistente ou praticado por outrem: ta cumulativamente aplicada ao sentenciado impede a pro-
Pena - detenção, de três meses a 2 anos, ou multa. gressão no regime prisional.

102
500 QUESTÕES DA CESPE

• Exceção: mesmo sem ter pago, pode ser permitida a progres- 428. D.
são de regime se ficar comprovada a absoluta impossibilidade eco- Art.. 119 - No caso de concurso de crimes, a extinção da
nômica do apenado em quitar a multa, ainda que parceladamente. punibilidade incidirá sobre a pena de cada um, isoladamente.
STF. Plenário. EP 12 ProgReg-AgR/DF, Rel. Min. Roberto As hipóteses de concurso de crimes previstas em nossa
Barroso, julgado em 8/4/2015 (Info 780). legislação penal são:
(A) concurso material; (B) concurso formal e; (C) concurso
422. C. continuado.
Súmula nº 545, STJ: Quando a confissão [seja ela qual for]
for utilizada para a formação do convencimento do julgador, o 429. D.
réu fará jus à atenuante prevista no art. 65, III, d, do Código Penal. Acerca da a anistia (letras A e E), é importante observar
que sua concessão cabe ao Congresso Nacional, com a sanção
423. A. do Presidente da República (art. 48, VIII, CF).
A questão se fundamenta na seguinte Súmula vinculante:
Súmula Vinculante 24: Não se tipifica crime material con- 430. D.
tra a ordem tributária, previsto no art. 1º, incisos I a IV, da Lei Art. 19 (LMP) “§ 1o As medidas protetivas de urgência
nº 8.137/90, antes do lançamento definitivo do tributo. poderão ser concedidas de imediato, independentemente de
audiência das partes e de manifestação do Ministério Público,
424. A. devendo este ser prontamente comunicado.”
Súmula 522 do STJ, é típica a conduta de atribuir-se falsa
identidade perante autoridade policial, ainda que em situa- 431. C.
ção de alegada autodefesa. Art. 1º § 5o (Lei 9613) A pena poderá ser reduzida de um
a dois terços e ser cumprida em regime aberto ou semiaberto,
425. D. facultando-se ao juiz deixar de aplicá-la ou substituí-la, a qual-
REGRA – art. 13, caput – Teoria da CONDITIO SINE QUA quer tempo, por pena restritiva de direitos, se o autor, coautor
NON ou da EQUIVALÊNCIA DOS ATENCEDENTES CAUSAIS ou partícipe colaborar espontaneamente com as autoridades,
(juízo de eliminação hipotética) – Segundo esta teoria, con- prestando esclarecimentos que conduzam à apuração das in-
sidera-se causa toda a ação ou omissão sem a qual não teria fraçõe
ocorrido o resultado (método hipotético de eliminação).
EXCEÇÃO – Art. 13, § 1° - Teoria da CAUSALIDADE ADEQUADA 432. C.
(juízo de prognose póstuma objetiva) – A causa superveniente rela- Art. 45. É isento de pena o agente que, em razão da de-
tivamente independente exclui a imputação, quando, por si só, tiver pendência, ou sob o efeito, proveniente de caso fortuito ou
produzido o resultado. Ex: Caminhão que abalroa com ambulância, força maior, de droga, era, ao tempo da ação ou da omissão,
que transportava uma pessoa que foi ferida dolosamente por PAF, qualquer que tenha sido a infração penal praticada, inteira-
matando a todos. Neste caso, o atirador só responderá pela tenta- mente incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou de de-
tiva de homicídio, enquanto o motorista do caminhão responderá terminar-se de acordo com esse entendimento.
por homicídio culposo na direção de veículo automotor. Parágrafo único. Quando absolver o agente, reconhecen-
do, por força pericial, que este apresentava, à época do fato
426. B. previsto neste artigo, as condições referidas no caput deste
CP artigo, poderá determinar o juiz, na sentença, o seu encami-
ART. 28 nhamento para tratamento médico adequado.
Embriaguez
II - a embriaguez, voluntária ou culposa, pelo álcool ou 433. B.
substância de efeitos análogos. Súmula 542 do STJ: A ação penal relativa ao crime de lesão
§ 1º - É isento de pena o agente que, por embriaguez corporal resultante de violência doméstica contra a mulher é
completa, proveniente de caso fortuito ou força maior, era, pública incondicionada.
ao tempo da ação ou da omissão, inteiramente incapaz de
entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de 434. B.
acordo com esse entendimento Artigo 1º da lei 8.137/90
Do inciso I ao IV = crime material.
427. C. O inciso V= crime formal;
CP Conforme o entendimento da jurisprudência, pois a ati-
Assunção de obrigação no último ano do mandato ou tude de Marcelo enquadra-se no inciso I. Dos demais estão
legislatura tipificadas no inciso V do referido artigo.
Art. 359-C. Ordenar ou autorizar a assunção de obri-
gação, nos dois últimos quadrimestres do último ano do 435. C.
mandato ou legislatura, cuja despesa não possa ser paga Correta. “Na antiga lei de falência, existia a figura do in-
no mesmo exercício financeiro ou, caso reste parcela a ser quérito judicial, que era muito criticado pela doutrina, procedi-
paga no exercício seguinte, que não tenha contrapartida mento de caráter administrativo presidido pelo juiz da falência,
suficiente de disponibilidade de caixa: não sujeito ao contraditório, instaurado a pedido do síndico,
Pena - reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos. ou de qualquer credor, destinado à apuração da existência de

103
500 QUESTÕES DA CESPE

crimes falimentares, visando subsidiar o Ministério Público, no 443. D


caso de uma futura ação penal.” (Fonte: Jus artigos). Além dis- Art. 25.
so, vide o art. 188 da Lei de Falências ( Art. 188. Aplicam-se § 2º Nos crimes previstos nesta Lei, cometidos em
subsidiariamente as disposições do Código de Processo Penal, quadrilha ou co-autoria, o co-autor ou partícipe que atra-
no que não forem incompatíveis com esta Lei.); vés de confissão espontânea revelar à autoridade policial
ou judicial toda a trama delituosa terá a sua pena reduzida
436. E. de um a dois terços..
CORRETA. Art. 2° Constitui crime contra o patrimônio,
na modalidade de usurpação, produzir bens ou explorar 444. C.
matéria-prima pertencentes à União, sem autorização legal LEP
ou em desacordo com as obrigações impostas pelo título Art. 36. O trabalho externo será admissível para os
autorizativo. presos em regime fechado somente em serviço ou obras
públicas realizadas por órgãos da Administração Direta ou
437. B. Indireta, ou entidades privadas, desde que tomadas as cau-
Falsificação de documento público telas contra a fuga e em favor da disciplina.
Art. 297 - Falsificar, no todo ou em parte, documento § 1º O limite máximo do número de presos será de 10%
público, ou alterar documento público verdadeiro: (dez por cento) do total de empregados na obra.
Pena - reclusão, de 2 a 6 anos, e multa. § 2º Caberá ao órgão da administração, à entidade ou à
§ 1º - Se o agente é funcionário público, e comete o empresa empreiteira a remuneração desse trabalho.
crime prevalecendo-se do cargo, aumenta-se a pena de § 3º A prestação de trabalho à entidade privada depen-
sexta parte. de do consentimento expresso do preso
§ 2º - Para os efeitos penais, equiparam-se a documen-
to público o emanado de entidade paraestatal, o título ao 445. E.
portador ou transmissível por endosso, as ações de socie- Art. 52.
dade comercial, os livros mercantis e o testamento parti- II - recolhimento em cela individual;
cular.
III - visitas semanais de duas pessoas, sem contar as
crianças, com duração de duas horas;
438. B.
IV - o preso terá direito à saída da cela por 2 horas
Art. 2ºECA - Considera-se criança, para os efeitos desta
diárias para banho de sol
Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adoles-
cente aquela entre doze e dezoito anos de idade. Parágrafo
446. C
único. Nos casos expressos em lei, aplica-se excepcional-
mente este Estatuto às pessoas entre dezoito e vinte e um Art. 120. Os condenados que cumprem pena em regi-
anos de idade. me fechado ou semi-aberto e os presos provisórios pode-
rão obter permissão para sair do estabelecimento, median-
439. C. te escolta, quando ocorrer um dos seguintes fatos:
Art. 101. Verificada qualquer das hipóteses previstas I - falecimento ou doença grave do cônjuge, compa-
no art. 98, a autoridade competente poderá determinar, nheira, ascendente, descendente ou irmão;
dentre outras, as seguintes medidas: II - necessidade de tratamento médico (parágrafo úni-
[...] co do artigo 14).
V - requisição de tratamento médico, psicológico ou Parágrafo único. A permissão de saída será concedida
psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial; pelo diretor do estabelecimento onde se encontra o preso.
Art. 121. A permanência do preso fora do estabeleci-
440. A. mento terá a duração necessária à finalidade da saída.
Art. 1º - A interceptação de comunicações telefônicas,
de qualquer natureza, para prova em investigação criminal 447. D.
e em instrução processual penal, observará o disposto nes- CORRETA por eliminação, pois o reenducando em RDD
ta Lei e dependerá de ordem do juiz competente da ação sujeita-se a limitações diferenciadas:
principal, sob segredo de justiça. Art. 52. (...)
LEI Nº 9.296, DE 24 DE JULHO DE 1996 I - duração máxima de trezentos e sessenta dias, sem
prejuízo de repetição da sanção por nova falta grave de
441. A. mesma espécie, até o limite de um sexto da pena aplicada;
Art. 95. Os crimes definidos nesta Lei são de ação pe- II - recolhimento em cela individual;
nal pública incondicionada, não se lhes aplicando os arts. III - visitas semanais de duas pessoas, sem contar as
181 e 182 do Código Penal. crianças, com duração de duas horas;
IV - o preso terá direito à saída da cela por 2 horas
442. B. diárias para banho de sol.
Lei 7.492/86, Art. 26. A ação penal, nos crimes previstos
nesta lei, será promovida pelo Ministério Público Federal,
perante a Justiça Federal.

104
500 QUESTÕES DA CESPE

448. E. Corrupção ativa


Art. 4° Constitui crime contra a ordem econômica: Art. 333 - Oferecer ou prometer vantagem indevida a
II - formar acordo, convênio, ajuste ou aliança entre ofer- funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou
tantes, visando: retardar ato de ofício:
(A) à fixação artificial de preços ou quantidades vendidas Pena – reclusão, de 2 (dois) a 12 (doz(E) anos, e multa.
ou produzidas; Parágrafo único - A pena é aumentada de um terço, se,
(B) ao controle regionalizado do mercado por empresa em razão da vantagem ou promessa, o funcionário retarda ou
ou grupo de empresas; omite ato de ofício, ou o pratica infringindo dever funcional.
(C) ao controle, em detrimento da concorrência, de rede
de distribuição ou de fornecedores. 453. Certo.
Concussão
449. C. Art. 316 - Exigir, para si ou para outrem, direta ou indi-
CP retamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la,
Coação irresistível e obediência hierárquica mas em razão dela, vantagem indevida:
Art. 22 - Se o fato é cometido sob coação irresistível ou • Crime Formal ou de consumação antecipada.
em estrita obediência a ordem, não manifestamente ilegal, • Consuma-se com o exigir.
de superior hierárquico, só é punível o autor da coação ou
da ordem. 454. Certo.
LEI Nº 4.898, DE 9 DE DEZEMBRO DE 1965.
450. A. Art. 4º Constitui também abuso de autoridade:
312. Peculato (próprio): apropriar-se ou desviar bem mó- (E) levar à prisão e nela deter quem quer que se propo-
vel, público ou particular, que tem a posse em razão do cargo, nha a prestar fiança, permitida em lei;
em proveito próprio ou alheio (bem sob a custódia da adm);
STJ (11): no peculato desvio, delito plurissubsistente, o 455. Certo.
momento consumativo ocorre quando há efetiva destinaçã Súmula 522 STJ: A conduta de atribuir-se falsa identidade
perante autoridade policial é tipica, ainda que em situação de
451. C. alegada autodefesa.
LEI 12.850
Art. 10. A infiltração de agentes de polícia em tarefas de 456. B.
investigação, representada pelo delegado de polícia ou re- A condenação por crime de racismo cometido por pro-
querida pelo Ministério Público, após manifestação técnica prietário de estabelecimento comercial sujeita o condenado
do delegado de polícia quando solicitada no curso de inqué- à suspensão do funcionamento de seu estabelecimento, pelo
rito policial, será precedida de circunstanciada, motivada e prazo de até três meses, devendo esse efeito ser motivada-
sigilosa autorização judicial, que estabelecerá seus limites. mente declarado na sentença penal condenatória.(previsão
§ 1o Na hipótese de representação do delegado de polícia, no art. 16 da lei 7716)
o juiz competente, antes de decidir, ouvirá o Ministério Público.
§ 2o Será admitida a infiltração se houver indícios de in-
fração penal de que trata o art. 1o e se a prova não puder ser Referências
produzida por outros meios disponíveis.
§ 3o A infiltração será autorizada pelo prazo de até 6 Disponível em: https://www.qconcursos.com. Acesso em
(seis) meses, sem prejuízo de eventuais renovações, desde 13 de outubro de 2017.
que comprovada sua necessidade.
§ 4o Findo o prazo previsto no § 3o, o relatório circuns-
tanciado será apresentado ao juiz competente, que imedia-
tamente cientificará o Ministério Público.
§ 5o No curso do inquérito policial, o delegado de
polícia poderá determinar aos seus agentes, e o Ministé-
rio Público poderá requisitar, a qualquer tempo, relatório
da atividade de infiltração.

452. A.
Sendo um crime formal, o simples fato de oferecer ou
prometer a vantagem indevida a funcionário público já con-
suma o delito, independente da aceitação deste. A expres-
são ‘realização da promessa’ na assertiva não significa dizer
pagamento, mas sim o ato de prometer. A corrupção ativa
não é delito de dolo genérico, mas exige dolo específico, que
consiste em querer que o funcionário público pratique, omita
ou retarde ato de ofício. Na ausência do dolo específico, na
finalidade específica de agir, não se caracteriza o crime.

105
500 QUESTÕES DA CESPE

(A) designar audiência de tentativa de reconciliação entre a


NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL vítima e o ofendido.
(B) intimar o ofendido, para que ele assuma a titularidade
da ação penal.
(C) rejeitar a denúncia.
QUESTÃO 457 (D) determinar a citação do querelado, para que ele ofereça
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - defesa no prazo de quinze dias.
2017 - CESPE) No que se refere a jurisdição e competência (E) exigir do órgão ministerial a correção da peça acusatória.
criminal, julgue os itens a seguir.
I A justiça comum, a justiça eleitoral e a justiça militar QUESTÃO 461
exercem a jurisdição penal. (TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - 2017 –
II Os tribunais de justiça dos estados, assim como o CESPE) Define-se prisão preventiva como
Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal, (A) providência adotada pela autoridade policial ou judicial
exercem jurisdição criminal. para privar de liberdade o acusado ou o indiciado se houver
dúvida sobre a autoria do crime.
III Compete ao juiz singular processar e julgar o crime
(B) remédio constitucional utilizado para privar da liberdade
de infanticídio.
aquele que for condenado por sentença transitada em julgado.
Assinale a opção correta.
(C) espécie de prisão cautelar que pode ser decretada de
(A) Apenas o item I está certo.
ofício pelo delegado se houver prova da materialidade do crime
(B) Apenas o item II está certo. e confissão do indiciado.
(C) Apenas o item III está certo. (D) medida processual de privação da liberdade do acusado
(D) Apenas os itens I e II estão certos. ou do indiciado para impedir que ele cometa novos crimes ou
(E) Todos os itens estão certos. embarace as investigações policiais ou judicial.
(E) instrumento judicial de privação da liberdade a ser ado-
QUESTÃO 458 tada nos casos de cometimento de crimes com grande clamor
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - 2017 público e repercussão social.
– CESPE) A instauração de inquérito penal independe da
manifestação do ofendido no caso de crime de ação penal QUESTÃO 462
(A) pública incondicionada. (TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa -
(B) privada, se o ofendido for incapaz. 2017 - CESPE)
(C) privada. Indiciado em determinado inquérito policial, Pedro reque-
(D) pública condicionada. reu, por meio de seu advogado, acesso aos autos da investiga-
(E) pública condicionada, se o ofendido houver falecido. ção. O requerimento foi negado pelo delegado de polícia.
Nessa situação hipotética, a decisão da autoridade policial está
QUESTÃO 459 (A) correta, pois, sendo procedimento inquisitório, não há de
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - 2017 se falar em assistência de advogado no curso do inquérito policial.
– CESPE) João foi vítima de um crime de furto praticado (B) incorreta, pois o exercício do direito de defesa e contra-
por Pedro. A res furtiva não foi recuperada pela vítima. Ins- ditório são plenamente aplicáveis ao inquérito policial.
taurado inquérito, apuraram-se a autoria e a materialidade (C) incorreta, pois afronta o princípio da publicidade, igual-
e ofereceu-se a denúncia contra Pedro. mente aplicável às ações penais em curso e aos inquéritos policiais.
Nessa situação hipotética, a propositura da ação civil (D) correta, pois o inquérito policial, sendo procedimento inqui-
ex delicto contra Pedro sitório, deve ser mantido em sigilo até o ajuizamento da ação penal.
(A) estará prejudicada, por haver litispendência. (E) incorreta, pois o acesso do indiciado, por meio de seu
advogado, aos autos do procedimento investigatório é garantia
(B) independerá da existência da ação penal.
de seu direito de defesa.
(C) será inadmissível, pois ninguém pode ser punido
duas vezes pela prática do mesmo fato.
QUESTÃO 463
(D) dependerá do trânsito em julgado da sentença penal. TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa -
(E) dependerá da condenação do acusado por órgão 2017 - CESPE) Com relação às provas no processo penal, julgue
jurisdicional colegiado. os seguintes itens.
I O exame de corpo delito, imprescindível nos casos em que
QUESTÃO 460 as infrações penais deixam vestígios, pode ser suprido pela con-
(TRE-BA - Analista Judiciário – Área Judiciária - 2017 fissão do acusado.
– CESPE) Considere que o Ministério Público tenha ofere- II Desaparecidos os vestígios da infração penal, a prova tes-
cido denúncia contra determinado indivíduo pela prática temunhal poderá suprir a falta do exame de corpo delito.
de crime que somente se processa mediante queixa. Nessa III Do ofendido não será colhido o compromisso de dizer a
situação, o juiz deve verdade sobre o que souber, não podendo ele ser responsabili-
zado pelo crime de falso testemunho.
IV Reputar-se-á verdadeira a acusação formulada contra o
acusado que permanecer em silêncio em seu interrogatório judicial.

106
500 QUESTÕES DA CESPE

Estão certos apenas os itens (C) não será admitido se Márcio não estiver recolhido na
(A) I e II. prisão.
(B) I e III. (D) cabível é a apelação criminal, com o termo e as res-
(C) I e IV. pectivas razões recursais apresentados em petição única, no
(D) II e III. prazo de quinze dias.
(E) III e IV. (E) não será admitido se seu defensor não apresentar as
razões recursais, ainda que Márcio tenha tempestivamente
QUESTÃO 464 assinado o termo recursal.
TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa -
2017 - CESPE) Caso verifique que o réu se oculta para não QUESTÃO 467
ser citado, o oficial de justiça deverá certificar a ocorrência e (MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 -
proceder à citação CESPE) A Polícia Civil, em uma operação de combate ao tráfico
(A) com hora certa, prosseguindo-se o curso processual de drogas, prendeu Adelmo em flagrante. Durante a opera-
com nomeação de defensor dativo se o réu não comparecer ção, na residência do indiciado, apreendeu-se, além de grande
nos autos. quantidade de cocaína, um smartphone que continha toda a
(B) por edital, com prazo de quinze dias, suspendendo-se movimentação negocial de Adelmo e seus clientes, o que con-
o curso processual até o comparecimento do réu nos autos. firmava o tráfico e toda a estrutura da organização criminosa.
(C) por edital, com prazo de quinze dias, prosseguindo- Acerca dessa situação hipotética, assinale a opção correta.
se o curso processual com a nomeação de defensor dativo. (A) Se não tiver havido mandado judicial para adentrar a
(D) por intermédio de qualquer outra pessoa localizada residência de Adelmo, isso tornará ilegal tanto a prisão dele
em seu endereço. quanto todas as apreensões realizadas.
(E) com hora certa, suspendendo-se o curso processual (B) Se a prisão em flagrante tiver sido precedida de man-
até que o réu compareça nos autos. dado de busca e apreensão do smartphone de Adelmo, então,
ainda que não haja, no referido mandado, a previsão de que-
QUESTÃO 465 bra do sigilo de dados, não haverá qualquer ilegalidade no
TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa - acesso às informações contidas no referido aparelho.
2017 - CESPE) (C) Para o acesso aos dados contidos no smartphone,
Ivo, indivíduo primário e com endereço fixo, foi preso exige-se mandado judicial autorizativo, nos moldes da Lei n.º
em flagrante pela prática do delito de homicídio qualificado, 9.296/1996 (interceptação telefônica), já que há expressa pro-
definido como crime hediondo. teção constitucional quanto a essa matéria.
Nessa situação hipotética, ao receber o auto de prisão em (D) Tendo a apreensão do smartphone ocorrido mediante
flagrante, caberá ao juiz
flagrante delito, a Polícia Civil pode acessar os dados nele inse-
(A) manter a prisão, por se tratar de crime insuscetível de
ridos sem a necessidade de autorização judicial.
liberdade provisória.
(B) conceder liberdade provisória a Ivo, por ser ele réu
QUESTÃO 468
primário com endereço fixo, ainda que verificada a presença
(MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 -
dos requisitos da prisão preventiva.
CESPE) O não cumprimento de procedimento previsto em lei
(C) conceder liberdade provisória a Ivo, se verificada a au-
sência dos requisitos da prisão preventiva, sem possibilidade pode gerar múltiplas nulidades, além de ofensas ao devido
de imposição do pagamento de fiança. processo legal. A respeito desse assunto, assinale a opção cor-
(D) conceder liberdade provisória a Ivo, se verificada a reta de acordo com o entendimento dos tribunais superiores.
ausência dos requisitos da prisão preventiva, com possibilida- (A) A oitiva de policiais de forma antecipada, sob a ale-
de de imposição do pagamento de fiança. gação de que a atuação frequente em situações semelhan-
(E) manter a prisão, ainda que reconhecida a ilegalidade tes leva ao esquecimento de fatos específicos, não configura
da prisão em flagrante, tendo em vista a hediondez do crime. constrangimento ilegal.
(B) O acesso do MP a recibos e comprovantes de depó-
QUESTÃO 466 sitos bancários entregues espontaneamente pela ex-compa-
TRE-BA - Analista Judiciário – Área Administrativa - nheira do investigado, que tiverem sido voluntariamente dei-
2017 - CESPE) xados sob a guarda dela pelo próprio investigado, é conside-
Tendo respondido a ação penal por crime de roubo, Már- rado meio de prova nulo.
cio foi condenado, em primeira instância, a pena privativa de (C) A gravação ambiental realizada por um dos interlocu-
liberdade. Intimado pessoalmente, ele pretende recorrer da tores, sem o consentimento do outro e sem prévia autorização
sentença proferida. judicial, é ilícita e, por isso, acarreta nulidade da prova.
Nessa situação hipotética, o recurso (D) A técnica de depoimento sem dano nos crimes se-
(A) cabível é a apelação criminal, no prazo de cinco dias, xuais contra criança e adolescente configura-se vedada no or-
podendo as respectivas razões recursais ser apresentadas na denamento brasileiro, por trazer cerceamento de defesa, devi-
instância superior. do ao fato de o defensor não poder fazer a inquirição direta
(B) cabível é o recurso em sentido estrito, o qual devolve da testemunha.
a sentença à apreciação do magistrado, para fins de juízo de
retratação.

107
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 469 QUESTÃO 472


(MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 - (MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017
CESPE) Com relação às sentenças e aos recursos em geral, - CESPE) Considerando o entendimento dos tribunais su-
assinale a opção correta de acordo com o entendimento periores, assinale a opção correta a respeito do MP como
do STJ. parte atuante e fundamental no tribunal do júri.
(A) Cabe apelação da decisão que determinar medida (A) Tem-se nulidade no caso de o oficial de justiça não
assecuratória com o objetivo de reparar dano decorrente entregar ao acusado o termo de recurso no momento da
da infração penal, a fim de liberar parcialmente os bens intimação da decisão de pronúncia.
constritos. (B) Em razão do princípio da soberania dos veredictos,
(B) Interposto recurso de apelação pelo MP contra previsto na CF, revisão criminal de decisão proferida por
sentença de absolvição sumária, pode o tribunal de justiça tribunal do júri poderá apenas anular a sentença atacada,
analisar o mérito e condenar o acusado, em razão do efeito devendo um novo júri decidir a questão.
devolutivo do recurso. (C) O direito às recusas imotivadas de jurados é garan-
(C) Em recurso exclusivo da defesa, pode o tribunal tido em relação a cada um dos réus, mesmo no caso de os
agravar a pena quando reconhecer equívoco aritmético vários réus terem um mesmo defensor.
ocorrido no somatório das penas aplicadas, por se tratar (D) A simples leitura da pronúncia conduz, por si só, à
de erro material. nulidade do julgamento.
(D) O juiz criminal só pode estipular a reparação de
danos materiais sofridos pela vítima, não podendo deter- QUESTÃO 473
minar a compensação de danos morais, que deverão ser (MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017
estipulados em procedimento próprio na vara cível. - CESPE) Acerca do processo de execução, assinale a op-
ção correta de acordo com o entendimento dos tribunais
QUESTÃO 470 superiores.
(MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 (A) Em razão da vedação constitucional de imposição
- CESPE) O arquivamento do inquérito policial é uma das de pena de trabalhos forçados, a recusa injustificada de
formas de ele ser encerrado. Acerca desse assunto, assinale apenado a trabalho interno não constitui falta grave.
a opção correta de acordo com o entendimento dos tribu- (B) O apenado que deva cumprir pena em regime
nais superiores. aberto não poderá fazê-lo em prisão domiciliar, mesmo
(A) O arquivamento por atipicidade faz coisa julgada que não haja casa de albergado na localidade.
formal, motivo pelo qual permite a reabertura da investi- (C) Segundo o princípio da não culpabilidade, reco-
gação caso surjam novas evidências da tipicidade delitiva nhecida falta grave decorrente do cometimento de crime
(B) A jurisprudência dos tribunais superiores admite doloso, o cumprimento da pena só se dará com o trânsito
o arquivamento implícito, quando o promotor de justiça em julgado de sentença penal condenatória.
deixa de denunciar réu indiciado em inquérito policial. (D) O condenado terá direito a remir o tempo efeti-
(C) É inepta a denúncia oferecida por promotor de jus- vamente trabalhado em domingos e feriados, mesmo que
tiça que impute a prática de crime culposo ao indiciado ainda não tenha a efetiva autorização do juízo ou da dire-
cometido na direção de veículo automotor sem descrever, ção do estabelecimento prisional para esse labor.
de forma clara e precisa, a conduta; assim, não será válida
a mera citação de que o autor do fato estava na direção do QUESTÃO 474
veículo no momento do acidente. 475. (Prefeitura de Belo Horizonte – MG - Procura-
(D) A vítima ou seus representantes legais têm direito dor Municipal - Ano: 2017 - CESPE)
líquido e certo para impetrar mandado de segurança con- Com base no entendimento do STJ, assinale a opção
tra arquivamento oferecido por membro do MP. correta.
(A) Somente se houver prévia autorização judicial,
QUESTÃO 471 serão considerados prova lícita os dados e as conversas
(MPE-RR - Promotor de Justiça Substituto – 2017 - registrados no aplicativo WhatsApp colhidos de aparelho
CESPE) À luz do entendimento dos tribunais superiores, as- celular apreendido quando da prisão em flagrante.
sinale a opção correta a respeito dos processos em espécie. (B) O MP estadual não tem legitimidade para atuar di-
(A) A ameaça sofrida pela mulher no contexto domés- retamente como parte em recurso submetido a julgamento
tico é crime de natureza pública incondicionada. no STJ.
(B) Caberá transação penal de contravenção penal (C) Tratando-se de demandas que sigam o rito dos
praticada contra a mulher no contexto doméstico. processos de competência originária dos tribunais superio-
(C) O descumprimento de medida protetiva de urgên- res, considera-se intempestiva a apresentação de exceção
cia não configura o crime de desobediência. da verdade no prazo da defesa prévia, se, tendo havido
(D) Caberá suspensão condicional do processo em defesa preliminar, o acusado não tiver nesse momento se
denúncia oferecida contra o marido que, no ambiente do- manifestado a esse respeito.
méstico, causar lesões corporais à esposa. (D) É ilegal portaria que, editada por juiz federal, es-
tabelece a tramitação direta de inquérito policial entre a
Polícia Federal e o MPF.

108
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 475 requereu a progressão do regime de cumprimento de pena.


(TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Acerca da Assertiva: Nessa situação, mesmo preenchidos os requisitos
divisão do exercício da jurisdição entre os diversos órgãos para a progressão, o pedido não deverá ser conhecido, sob
jurisdicionais, assinale a opção correta. pena de o tribunal incorrer em supressão de instância.
(A) A competência será determinada pela conexão, (D) Situação hipotética: Maria foi processada e condenada
quando duas ou mais pessoas forem acusadas pela mesma pela prática de crime. Após o trânsito em julgado da sentença,
infração. ela iniciou o cumprimento da pena de reclusão em regime fe-
(B) Caso desclassifique infração que tenha dado causa à chado. Alguns meses depois, sobreveio-lhe nova condenação
conexão, o juiz continuará competente para julgar os delitos por outro crime, cuja pena também deveria ser cumprida em
remanescentes e os corréus, haja vista a regra da perpetua- regime fechado. Assertiva: Nessa situação, de acordo com o
tio jurisdicionis. entendimento do STF, em se tratando de unificação de penas,
(C) Nos crimes praticados fora do território brasileiro, a data base para a concessão da progressão da pena a Maria
será competente o juízo da capital da República, indepen- será a do trânsito em julgado da sua primeira condenação.
dentemente de o acusado ter residido ou não no Brasil.
(D) Os domicílios do réu e da vítima são critérios de QUESTÃO 478
determinação da competência jurisdicional. (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Pedro e Maria
praticaram, em concurso, o crime de lesão corporal seguida de
QUESTÃO 476 morte. Pedro foi preso em flagrante delito e Maria, por ser a
(TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Tendo em vis- mandante e não estar na cena do crime, e também por estarem
ta que a nulidade no processo penal pode ser definida como ausentes os requisitos da prisão preventiva, respondeu o proces-
um defeito jurídico que torna inválido ou destituído de valor so em liberdade. Ambos foram condenados na instância a quo:
jurídico um ato ou o processo, assinale a opção correta de Pedro, a dez anos de reclusão; Maria, a onze anos e seis meses
acordo com a legislação processual penal brasileira e com o de reclusão em regime inicial fechado. Apenas Maria recorreu.
entendimento dos tribunais superiores acerca dos efeitos e Nessa situação hipotética, a decisão do recurso interposto
extensão dos atos praticados em desconformidade com o por Maria
modelo legal. (A) aproveitará a Pedro, desde que, no caso, os motivos
(A) O tribunal poderá reconhecer, de ofício, nulidade fundantes do concurso de agentes não sejam de caráter exclu-
em prejuízo do réu, ainda que ela não tenha sido arguida no sivamente pessoal.
(B) não aproveitará a Pedro, mesmo que seja benéfica,
recurso da acusação.
porque a pena deste foi menor que a aplicada a Maria.
(B) O STF e o STJ orientam-se no sentido de que não se
(C) não será estendida a Pedro em razão do trânsito em
conhece de recurso sem a assinatura do advogado, por se
julgado da sentença em relação a este.
tratar de ato juridicamente inexistente.
(D) aproveitará a Pedro, desde que, de qualquer forma,
(C) De acordo com entendimento do STF, serão nulas as
seja benéfica à recorrente.
provas obtidas por meio de interceptação telefônica, quan-
do não for demonstrado o esgotamento de outros meios de QUESTÃO 479
investigação. (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Acerca das mo-
(D) De acordo com o STF, devido ao princípio da não dalidades de exceção previstas no CPP, assinale a opção correta,
convalidação de atos nulos, irregularidades do inquérito re- considerando o entendimento dos tribunais superiores.
percutem na ação penal, podendo ser proclamada a nulida- (A) A arguição de suspeição de jurado poderá ser apre-
de do processo. sentada a qualquer tempo, preferencialmente antes do início
da seção de julgamento.
QUESTÃO 477 (B) As exceções, em regra, suspendem o andamento da
(TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Com base no ação penal e os prazos processuais.
entendimento dos tribunais superiores sobre os incidentes (C) O juiz decidirá a respeito da arguição de suspeição de
e os procedimentos afetos às execuções penais, assinale a membro do MP, após ouvi-lo, sendo admitida a produção de
opção correta. provas.
(A) De acordo com o STF, o exame de cessação da pe- (D) A arguição de suspeição de magistrado não exige po-
riculosidade poderá ser ordenado, mediante requerimento, deres especiais do advogado.
desde que o sentenciado tenha cumprido mais da metade
do prazo da medida imposta. QUESTÃO 480
(B) O juiz poderá definir a monitoração eletrônica quan- (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) A competência
do autorizar a saída temporária do apenado que está no re- pode ser entendida como delimitação da jurisdição. A respeito
gime fechado ou no semiaberto, ou quando ele determinar dessa matéria, assinale a opção correta.
a prisão domiciliar. (A) Compete à justiça estadual militar processar e julgar
(C) Situação hipotética: João, reincidente, foi preso pre- o policial militar pela prática do crime militar e, à comum, pela
ventivamente em 3/2/2012 e, após regular processamento prática do crime comum simultâneo àquele.
do feito, em 5/2/2014, foi condenado a oito anos de reclusão (B) Competirá ao juízo do local onde for praticada a con-
em regime inicialmente fechado, pela prática de homicídio. trafação processar e julgar crime de estelionato que for come-
A defesa interpôs recurso de apelação e, entre os pleitos, tido mediante falsificação de cheque.

109
500 QUESTÕES DA CESPE

(C) Situação hipotética: João é pedreiro e foi contratado QUESTÃO 483


para prestar serviços de alvenaria nas dependências do Co- (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Em relação ao
mando Geral da Polícia Militar do Paraná. Aproveitando-se da procedimento do tribunal do júri, assinale a opção correta.
facilidade em transitar livremente pelas instalações do prédio, (A) O mesmo conselho de sentença poderá conhecer de
ele furtou um computador contendo informações sobre os mais de um processo, no mesmo dia, se as partes os aceita-
dados cadastrais do alto comando, com o intuito de vendê-las rem e, neste caso, os jurados deverão prestar um novo com-
a uma quadrilha de estelionatários. Assertiva: Nessa situação, a promisso legal.
competência para o processo e julgamento da ação penal será (B) O jurado que participar de um julgamento poderá
do juízo da auditoria militar, uma vez que compete a esta pro- recusar-se a servir em outro julgamento no mesmo dia.
cessar e julgar o acusado, civil ou militar, que pratique crime (C) O julgamento será adiado se o acusado, solto, devi-
contra instituições militares. damente intimado para a sessão, não comparecer; ser-lhe-á
(D) Compete à justiça federal processar e julgar o crime decretada a prisão preventiva a fim de ele ser apresentado
de falsa anotação na carteira de trabalho e previdência social coercitivamente.
atribuída a empresa privada. (D) O conselho de sentença, ao ser sorteado, se limitará
ao conhecimento do processo para o qual foi inicialmente
QUESTÃO 481 formado.
(TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Consideran-
do os princípios que norteiam o interrogatório do acusado QUESTÃO 484
e os requisitos para a realização desse ato, assinale a opção (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) No que se re-
correta. fere a prisão, medidas cautelares e liberdade provisória, assi-
(A) É válido o interrogatório do acusado que dispensa nale a opção correta.
a presença do advogado e permanece em silêncio, pois, se (A) A fiança poderá ser definitiva ou provisória.
o silêncio não puder ser interpretado contra a defesa, não (B) Ninguém poderá ser preso senão em flagrante ou
haverá prejuízo, considerando-se o princípio pas de nullité por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária
sans grief. competente, razão pela qual, havendo ordem legal emanada,
(B) Se o interrogado não souber escrever, não puder a não apresentação do mandado obsta a prisão, que deverá
ou não quiser assinar, o juiz nomeará curador e este, após ser relaxada, se executada.
a leitura do interrogatório, assinará o termo. (C) Para seu devido cumprimento, o mandado original
(C) Por não contar com as garantias constitucionais da expedido pela autoridade judiciária deve ser apresentado
ampla defesa e do contraditório, a confissão extrajudicial, durante a diligência, sendo vedada a sua reprodução.
ainda que indireta, não é admitida como meio de prova. (D) São medidas cautelares diversas da prisão, entre ou-
(D) O exercício do direito ao silêncio não gera presun- tras, o comparecimento periódico em juízo, a monitoração
ção de culpabilidade para o acusado, tampouco pode ser eletrônica e a fiança.
interpretado em prejuízo da defesa.
QUESTÃO 485
QUESTÃO 482 (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) No juizado
(TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) João, maior especial criminal, a suspensão do processo
de setenta anos de idade ao tempo do fato, foi condenado (A) proposta antes da resposta do acusado acarreta a
pelo crime de estelionato à pena privativa de liberdade de nulidade do processo.
(B) poderá ocorrer no caso de infração cometida em
quatro anos e três meses de reclusão em regime inicial se-
concurso formal e material, se a pena mínima cominada for
miaberto e, ainda, ao pagamento de cinquenta dias-multa,
igual ou inferior a um ano.
fixado o valor de um vinte avos do salário mínimo vigente.
(C) é incabível em caso de procedência parcial da pre-
Nessa situação hipotética, conforme o CPP,
tensão punitiva.
(A) caso o presidente da República conceda a João
(D) aplica-se aos delitos sem violência física sujeitos ao
graça parcial, o benefício não poderá ser recusado.
rito da Lei Maria da Penha.
(B) o juiz poderá, a requerimento do réu, demonstra-
das as circunstâncias que o justifiquem, permitir que o pa- QUESTÃO 486
gamento da pena de multa se faça em parcelas mensais. (TJ-PR - Juiz Substituto - 2017 - CESPE) Acerca da
(C) João terá direito ao livramento condicional, preen- transação penal no juizado especial, assinale a opção correta.
chidos os requisitos, e somente este ou o seu advogado (A) O descumprimento de transação penal homologada
poderá requerê-lo ao juízo da execução penal, tendo em não impede a extinção da punibilidade pela prescrição da
vista a natureza personalíssima da pena. pretensão punitiva.
(D) o requisito temporal do livramento condicional (B) Haverá óbice à proposta de transação de pena res-
será reduzido pela metade, em razão de João contar com tritiva de direitos quando o tipo em abstrato só comportar
mais de setenta anos de idade na data do fato. pena de multa.
(C) A proposta de transação penal pelo MP exige o com-
parecimento da vítima à audiência preliminar.
(D) A proposta de transação penal por carta precatória
fere o princípio da oralidade.

110
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 487 QUESTÃO 490


(TRE-PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - 2017 (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
- CESPE) Com relação à apelação criminal, assinale a opção CESPE) O Código de Processo Penal prevê a requisição, às
correta. empresas prestadoras de serviço de telecomunicações, de
(A) O julgamento de apelação por órgão fracionário de disponibilização imediata de sinais que permitam a loca-
tribunal composto majoritariamente por juízes de primeiro lização da vítima ou dos suspeitos de delito em curso, se
grau convocados viola o princípio constitucional do juiz na- isso for necessário à prevenção e à repressão de crimes re-
tural. lacionados ao tráfico de pessoas. Essa requisição pode ser
(B) O efeito devolutivo amplo permite ao tribunal com- realizada pelo
petente, no julgamento de apelação exclusiva da defesa, (A) delegado de polícia, independentemente de auto-
agravar a situação do condenado. rização judicial e por prazo indeterminado
(C) Em razão da preclusão, a apresentação extemporâ- (B) Ministério Público, independentemente de autori-
nea das razões impede o conhecimento do recurso de apela- zação judicial, por prazo não superior a trinta dias, renová-
ção tempestivamente interposto. vel por uma única vez, podendo incluir o acesso ao conteú-
(D) O efeito devolutivo da apelação contra decisões do do da comunicação.
tribunal do júri é adstrito aos fundamentos nela presentes. (C) delegado de polícia, mediante autorização judicial
(E) A renúncia ao direito de apelar manifestada pelo réu e por prazo indeterminado, podendo incluir o acesso ao
impede o conhecimento de eventual recurso de apelação já conteúdo da comunicação.
interposto pelo seu defensor. (D) delegado de polícia, mediante autorização judi-
cial, devendo o inquérito policial ser instaurado no prazo
QUESTÃO 488 máximo de setenta e duas horas do registro da respectiva
(TRE-PE - Analista Judiciário - Área Judiciária - 2017 - ocorrência policial.
CESPE) Em ano sem eleições, João, durante crise de ciúmes, (E) Ministério Público, independentemente de autori-
destruiu o título de eleitor de sua esposa, Maria, para cau- zação judicial e por prazo indeterminado.
sar-lhe transtornos e dificultar que ela obtivesse passaporte.
Após queixa de Maria, foi instaurado inquérito policial para a
QUESTÃO 491
apuração de crime.
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
Nessa situação hipotética, de acordo com a atual juris-
CESPE) Cláudio, maior e capaz, residente e domiciliado em
prudência dos tribunais superiores, eventual ação penal de-
Goiânia – GO, praticou determinado crime, para o qual é
verá ser proposta na
prevista ação penal privada, em Anápolis – GO. A vítima do
(A) justiça estadual, por se tratar de crime de destruição
de documento público. crime, Artur, maior e capaz, é residente e domiciliada em
(B) justiça federal ou justiça eleitoral, por aplicação da Mineiros – GO.
regra da prevenção. Nessa situação hipotética, considerando-se o disposto
(C) justiça federal, por se tratar de crime de destruição no Código de Processo Penal, o foro competente para pro-
de documento público federal. cessar e julgar eventual ação privada proposta por Artur
(D) justiça estadual, por não estar o crime vinculado a contra Cláudio será
pleito eleitoral. (A) Anápolis – GO ou Goiânia – GO.
(E) justiça eleitoral, por se tratar de crime de destruição (B) Goiânia – GO ou Mineiros – GO.
de documento relativo à eleição. (C) Goiânia – GO, exclusivamente.
(D) Anápolis – GO, exclusivamente.
QUESTÃO 489 (E) Mineiros – GO, exclusivamente.
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
CESPE) Pedro, Joaquim e Sandra foram presos em flagrante QUESTÃO 492
delito. Pedro, por ter ofendido a integridade corporal de Lu- (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
cas, do que resultou debilidade permanente de um de seus CESPE) Suponha que o réu em determinado processo cri-
membros; Joaquim, por ter subtraído a bicicleta de Lúcio, de minal tenha indicado como testemunhas o presidente da
vinte e cinco anos de idade, no período matutino — Lúcio República, o presidente do Senado Federal, o prefeito de
a havia deixado em frente a uma padaria; e Sandra, por ter Goiânia – GO, um desembargador estadual aposentado,
subtraído o carro de Tomás mediante grave ameaça. um vereador e um militar das Forças Armadas. Nessa si-
Considerando-se os crimes cometidos pelos presos, a tuação hipotética, conforme o Código de Processo Penal,
autoridade policial poderá conceder fiança a poderão optar pela prestação de depoimento por escrito
(A) Joaquim somente. (A) o presidente do Senado Federal e o desembarga-
(B) Pedro somente. dor estadual.
(C) Pedro, Joaquim e Sandra. (B) o prefeito de Goiânia – GO e o militar das Forças
(D) Pedro e Sandra somente. Armadas.
(E) Joaquim e Sandra somente. (C) o desembargador estadual e o vereador.
(D) o presidente da República e o presidente do Sena-
do Federal.
(E) o presidente da República e o vereador.

111
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 493 (C) A competência para julgar governador de estado


(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - que, no exercício do mandato, cometa crime doloso contra
CESPE) Com relação a questões e processos incidentes, a vida será do tribunal do júri da unidade da Federação na
assinale a opção correta. qual aquela autoridade tenha sido eleita para o exercício
(A) Não poderá ser arguida a suspeição dos intérpre- do cargo público.
tes. (D) A competência para processar e julgar crime de
(B) Não poderá ser arguida a suspeição dos funcioná- roubo que resulte em morte da vítima será do tribunal do
rios da justiça. júri da localidade em que ocorrer o fato criminoso.
(C) Não poderá ser arguida a suspeição do órgão do (E) No Estado brasileiro, a jurisdição penal pode ser
Ministério Público. exercida pelo STF, e em todos os graus de jurisdição das
(D) Não poderá ser arguida a suspeição das autorida- justiças militar e eleitoral, e das justiças comuns estadual
des policiais nos atos do inquérito. e federal, dentro do limite da competência fixada por lei.
(E) Não poderá ser arguida a suspeição dos peritos.
QUESTÃO 496
QUESTÃO 494 (PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 -
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - CESPE) Com referência a citação e intimação no processo
CESPE) Relativamente à aplicação da lei processual penal penal, assinale a opção correta.
no tempo e no espaço e aos princípios processuais penais (A) A citação do réu preso poderá ser cumprida na pes-
constitucionais, assinale a opção correta. soa do procurador por ele constituído na fase policial.
(A) O Código de Processo Penal normatiza o proces- (B) As intimações dos defensores públicos nomeados
samento das relações processuais penais em curso peran- pelo juízo devem ser realizadas mediante publicação nos
te todos os juízos e tribunais brasileiros, aplicando-se, em órgãos incumbidos da publicidade dos atos judiciais da co-
caráter subsidiário, as normas procedimentais que versem marca, e não os havendo, pelo escrivão, por mandado ou
sobre matérias especiais. via postal.
(B) Segundo entendimento expendido pelo STF, a atra- (C) Os prazos para a prática de atos processuais con-
ção por continência ou conexão do processo do corréu ao tam-se da data da intimação e não da juntada aos autos do
foro por prerrogativa de função de um dos denunciados mandado ou da carta precatória ou de ordem.
constitui violação das garantias do juiz natural e da ampla (D) Em função dos princípios da simplicidade, informa-
defesa. lidade e economia processual, é admissível a citação por
(C) A gravação ambiental por meio de fita magnética, edital e por hora certa nos procedimentos sumaríssimos
de conversa entre presentes, feita por um dos interlocu- perante juizado especial criminal.
tores sem o conhecimento do outro é considerada prova (E) No procedimento comum, não se admite a citação
ilícita, pois viola preceito constitucional. ficta nem tampouco a contumácia do réu.
(D) O princípio da extraterritorialidade adotado pelo
direito processual penal brasileiro não ofende a soberania QUESTÃO 497
de outros Estados, já que os ordenamentos jurídicos de (PC-GO - Escrivão de Polícia Substituto – 2016 -
todas as nações convergem para o combate às condutas CESPE) Quanto à prova e aos seus meios de produção no
delitivas. processo penal, assinale a opção correta.
(E) A lei processual penal tem aplicação imediata e é (A) A acareação no processo penal é admitida entre
aplicável tanto nos processos que se iniciarem após a sua acusados ou entre estes e testemunhas, sendo legalmente
vigência, quanto nos processos que já estiverem em curso vedado tal procedimento entre acusado ou testemunha e
no ato da sua vigência, e até mesmo nos processos que a pessoa ofendida.
apurarem condutas delitivas ocorridas antes da sua vigên- (B) O interrogatório, a ser realizado em momento ante-
cia. rior à inquirição das testemunhas e da produção de outras
provas, constitui ato restrito à autoridade judiciária e ao
QUESTÃO 495 acusado, não podendo o defensor do acusado intervir ou
(PC-GO - Delegado de Polícia Substituto – 2017 - influir, de qualquer modo, nas perguntas e nas respostas.
CESPE) Acerca de jurisdição e competência em matéria cri- (C) Estão dispensados de depor na condição de teste-
minal, assinale a opção correta. munha o ascendente ou descendente, o afim em linha reta,
(A) Segundo entendimento do STJ, é de competência o cônjuge, ainda que separado ou divorciado, o irmão e o
da justiça estadual processar e julgar crime contra funcio- pai, a mãe, ou o filho adotivo do acusado.
nário público federal, estando ou não este no exercício da (D) A lei não prevê qualquer medida coercitiva contra
função. o ofendido que, intimado para depor, deixar de compare-
(B) A competência para julgar prefeito municipal por cer em juízo, com ou sem justificado motivo, porquanto
desvio de verba sujeita a prestação de contas perante o sua inquirição no processo não é obrigatória.
órgão federal será dos juízes federais da seção judiciária (E) Para os fins de prova documental a ser formalizada
da localidade em que o prefeito exercer ou tiver exercido na ação penal, consideram-se documentos apenas os es-
o mandato. critos, instrumentos ou papéis públicos cuja originalidade
possa ser oficialmente comprovada.

112
500 QUESTÕES DA CESPE

QUESTÃO 498 (C) A restituição de coisas apreendidas no bojo do in-


(PC-GO - Escrivão de Polícia Substituto – 2016 - CES- quérito policial ainda não concluído poderá ser ordenada
PE) Quanto à prova pericial, assinale a opção correta. pela autoridade policial, quando cabível, desde que seja evi-
(A) A confissão do acusado suprirá a ausência de laudo dente o direito do reclamante.
pericial para atestar o rompimento de obstáculo nos casos (D) Havendo fundada dúvida sobre a sanidade mental
de furto mediante arrombamento, prevalecendo em tais si- do indiciado, o delegado de polícia poderá determinar de
tuações a qualificadora do delito. ofício a realização do competente exame, com o objetivo de
(B) O exame de corpo de delito somente poderá reali- aferir a sua imputabilidade.
zar-se durante o dia, de modo a não suscitar qualquer tipo (E) Tratando-se de foro privativo por prerrogativa de
de dúvida, sendo vedada a sua realização durante a noite. função cuja competência para o conhecimento da causa é
(C) Prevê a legislação processual penal a obrigatória atribuída à jurisdição colegiada, esta será determinada pelo
participação da defesa na produção da prova pericial na fase lugar da infração.
investigatória, antes do encerramento do IP e da elaboração
do laudo pericial. Respostas
(D) Os exames de corpo de delito serão realizados por
um perito oficial e, na falta deste, admite a lei que duas pes- 457. D.
soas idôneas, portadoras de diploma de curso superior e do- “A jurisdição penal é exercida pelos juízes estaduais co-
tadas de habilidade técnica relacionada com a natureza do muns, pela Justiça Militar estadual, pela Justiça Militar fe-
exame, sejam nomeadas para tal atividade. deral, pela Justiça Federal e pela Justiça Eleitoral. Apenas a
(E) Em razão da especificidade da prova pericial, o seu Justiça do Trabalho é completamente desprovida de com-
resultado vincula o juízo; por isso, a sentença não poderá ser petência penal.” (CINTRA; GRINOVER; DINAMARCO. Teoria
contrária à conclusão do laudo pericial. Geral do Processo, 31 ed. São Paulo: Malheiros, 2015. p.
177-178)
QUESTÃO 499 Compete ao Tribunal do Júri o julgamento dos crimes
43. (PC-GO - Escrivão de Polícia Substituto – 2016 - dolosos contra a vida, que são homicídio, infanticídio, par-
CESPE) No curso de um IP, segundo a Lei n.º 7.960/1989, será ticipação (induzimento, instigação ou auxílio) em suicídio
possível decretar a prisão temporária do indiciado quando, e aborto, sejam estes consumados ou tentados (CF, art. 5º,
de acordo com qualquer prova admitida na legislação penal, XXXVIII, d; CPP, art. 74, § 1º). Constituem exceções à com-
houver fundadas razões de autoria ou participação dele no petência do Tribunal do Júri o homicídio praticado por um
delito, se o crime investigado for o de militar contra outro militar, de competência da Justiça Mili-
(A) estelionato. tar (CF, art. 125, § 4º; CPPM, art. 82), e o crime doloso con-
(B) roubo. tra a vida cujo agente tem foro por prerrogativa de função
(C) extorsão indireta. não estabelecido exclusivamente em Constituição Estadual
(D) apropriação indébita. (STF, súm. 721).
(E) furto qualificado.
458. A.
QUESTÃO 500
A resposta encontra-se exposta no art. 5º do Código
(PC-GO - Escrivão de Polícia Substituto – 2016 - CES-
de Processo Penal, vejamos:
PE) A situação em que um indivíduo é preso em flagrante
Art. 5o Nos crimes de ação pública o inquérito policial
delito por ser surpreendido logo após cometer um homicí-
será iniciado:
dio caracteriza um
(A) flagrante presumido. I - de ofício;
(B) flagrante impróprio. II - mediante requisição da autoridade judiciária ou do
(C) flagrante assimilado. Ministério Público, ou a requerimento do ofendido ou de
(D) flagrante próprio. quem tiver qualidade para representá-lo.
(E) quase-flagrante. (...)
§ 4o O inquérito, nos crimes em que a ação pública de-
QUESTÃO 501 pender de representação, não poderá sem ela ser iniciado.
(PC-PE - Delegado de Polícia - 2016 - CESPE) Confor- § 5o Nos crimes de ação privada, a autoridade policial
me a legislação em vigor e o posicionamento doutrinário somente poderá proceder a inquérito a requerimento de
prevalente, assinale a opção correta com relação à compe- quem tenha qualidade para intentá-la.
tência e às questões e processos incidentes.
(A) Todas as infrações penais, incluindo-se as contraven- 459. B.
ções que atingirem o patrimônio da União, suas autarquias e Código de Processo Penal:
empresas públicas, serão da competência da justiça federal. Art. 66. Não obstante a sentença absolutória no juízo
(B) O processo incidente surge acessoriamente no pro- criminal , a ação civil poderá ser proposta quando não tiver
cesso principal, cujo mérito se confunde com o mérito da sido, categoricamente, reconhecida a inexistência material
causa principal, devendo, assim, tal processo — o incidente do fato .
— ser resolvido concomitantemente ao exame do mérito da Art. 67. Não impedirão igualmente a propositura da
ação penal, sob pena de decisões conflitantes. ação civil :

113
500 QUESTÕES DA CESPE

I - o despacho de arquivamento do inquérito ou das 464. A.


peças de informação; Art 362, parágrafo único:
II - a decisão que julgar extinta a punibilidade; Completada a citação com hora certa, se o acusado
III - a sentença absolutória que decidir que o fato im- não comparecer, ser-lhe-á nomeado um defensor dativo.
putado não constitui crime .
465. C.
460. C. Art. 321. Ausentes os requisitos que autorizam a decre-
CPP tação da prisão preventiva, o juiz deverá conceder Liber-
Art. 395. A denúncia ou queixa será rejeitada quando: dade Provisória, impondo, se for o caso, as medidas cau-
I - for manifestamente inepta; telares previstas no art. 319 deste Código e observados os
II - faltar pressuposto processual ou condição para o critérios constantes do art. 282 deste Código.
exercício da ação penal; ou Art. 323. Não será concedida fiança:
III - faltar justa causa para o exercício da ação penal.
I - nos crimes de Racismo;
II - nos crimes de Tortura, Tráfico ilícito de Drogas afins,
461. D.
Terrorismo e nos definidos como Crimes Hediondos;
CPP
Art.313 + observado o Art.312 > estes são os requisitos III - nos crimes cometidos por Grupos Armados, civis
observados para se decretar a prisão preventiva. ou militares, contra a ordem constitucional e o Estado De-
ART 311 mencionado acima + Art. 312. A prisão pre- mocrático;
ventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pú- CERTO. Não atendidos os pressupostos da prisão pre-
blica, da ordem econômica, por conveniência da instrução ventida, a liberdade provisória é de imposição. O crime de
criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando homicídio qualificado é um crime INAFIANÇAVEL, motivo
houver prova da existência do crime e indício suficiente de pelo qual não será concedida fiança. CRIMES INAFIANÇA-
autoria. (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011). VEIS: CH3T >>> CRIMES HEDIONDOS, TERRORISMO, TOR-
TURA, TRÁFICO ILÍCITO DE DROGAS E ENTORPECENTES.
462. E
(E) incorreta, pois o acesso do indiciado, por meio de 466. A.
seu advogado, aos autos do procedimento investigatório é CPP, Art. 593. Caberá apelação no prazo de 5 (cinco)
garantia de seu direito de defesa. CERTO dias: I - das sentenças definitivas de condenação ou absol-
STF, Súmula vinculante 14: É direito do defensor, no in- vição proferidas por juiz singular;
teresse do representado, ter acesso amplo aos elementos
de prova que, já documentados em procedimento inves- 467. A.
tigatório realizado por órgão com competência de polícia CORRETA. STJ. Informativo nº 0590 Período: 16 de se-
judiciária, digam respeito ao exercício do direito de defesa. tembro a 3 de outubro de 2016. Determinada judicialmen-
te a busca e apreensão de telefone celular ou smartpho-
463. D ne, é lícito o acesso aos dados armazenados no aparelho
II - Correta - Art. 167. Não sendo possível o exame de apreendido, notadamente quando a referida decisão o te-
corpo de delito, por haverem desaparecido os vestígios, a nha expressamente autorizado.
prova testemunhal poderá suprir-lhe a falta.
III - Correta - Isso mesmo,”Se o réu tem o direito ao si- 468. A.
lêncio (CF, art. 5º LXII); SE NÃO HÁ LEI QUE OBRIGUE O RÉU
“A antecipação da produção de prova, com base no
A FALAR A VERDADE, é induvidoso que o interrogatório
art. 366 do Código de Processo Penal, encontra-se, no caso
(melhor seria denomina-lo declaração”) é meio de defesa
em exame, concretamente fundamentada em razão do
e não de prova” (Fernando da Costa Tourinho Filho, in Pro-
decurso do tempo aliado à condição de policial militar da
cesso Penal, Ed Saraiva, 1994, pg. 240-241)
ITEM II testemunha, circunstância fática relevante que autoriza a
Art. 167. Não sendo possível o exame de corpo de de- medida antecipatória e que não implica ofensa ao teor do
lito, por haverem desaparecido os vestígios, a prova teste- Enunciado n. 455 da Súmula do STJ” (STJ RHC n. 51.861/AL)
munhal poderá suprir-lhe a falta.
ITEM III 469. A.
O depoimento do ofendido é um meio de prova. Não Art. 593, CPP - Caberá apelação no prazo de 5 (cinco)
se confunde, porém, o ofendido com a testemunha, que dias:
é terceiro desinteressado. (...) Não sendo testemunha, não I - das sentenças definitivas de condenação ou absolvi-
possui o compromisso de dizer a verdade e não incide no ção proferidas por juiz singular;
crime de falso testemunho (art. 342, CP). Também não se II - das decisões definitivas, ou com força de definiti-
confunde com o réu, razão pela qual não poderá invocar o vas, proferidas por juiz singular nos casos não previstos no
direito ao silência, salvo se tiver que depor sobre circuns- Capítulo anterior
tância de fato que possa incriminá-lo.
(p. 352 do Código de Processo Penal para concursos
da Juspodivm)

114
500 QUESTÕES DA CESPE

470. C. 473. D.
Denúncia no caso de homicídio culposo deve apontar Constitui falta grave na execução penal a recusa injus-
qual foi a conduta culposa tificada do condenado ao exercício de trabalho interno. O
É inepta a denúncia que imputa a prática de homicídio art. 31 da Lei 7.210/1984 (LEP) determina a obrigatoriedade
culposo na direção de veículo automotor (art. 302 da Lei do trabalho ao apenado condenado à pena privativa de li-
9.503/1997) sem descrever, de forma clara e precisa, a con- berdade, na medida de suas aptidões e capacidades, sendo
duta negligente, imperita ou imprudente que teria gerado sua execução, nos termos do art. 39, V, da referida Lei, um
o resultado morte, sendo insuficiente a simples menção de dever do apenado. O art. 50, VI, da LEP, por sua vez, classifica
que o suposto autor estava na direção do veículo no mo- como falta grave a inobservância do dever de execução do
mento do acidente. trabalho. Ressalte-se, a propósito, que a pena de trabalho
STJ. 6ª Turma. HC 305.194-PB, Rel. Min. Rogerio Schietti forçado, vedada no art. 5º, XLVIII, “c”, da CF, não se confun-
Cruz, julgado em 11/11/2014 (Info 553). de com o dever de trabalho imposto ao apenado, ante o
disposto no art. 6º, 3, da Convenção Americana de Direitos
Humanos (Pacto San José da Costa Ric(A), segundo o qual
471. C.
os trabalhos ou serviços normalmente exigidos de pessoa
O descumprimento de medida protetiva de urgência
reclusa em cumprimento de sentença ou resolução formal
não configura o crime de desobediência. CORRETA
expedida pela autoridade judiciária competente não consti-
“ 1. As determinações cujo cumprimento for assegura- tuem trabalhos forçados ou obrigatórios vedados pela Con-
do por sanções de natureza civil, processual civil ou admi- venção. HC 264.989-SP, Rel. Min. Ericson Maranho, julgado
nistrativa, retiram a tipicidade do delito de desobediência, em 4/8/2015, DJe 19/8/2015.
salvo se houver ressalva expressa da lei quanto à possibili-
dade de aplicação cumulativa do art. 330, do CP. [...]. Para o 474. A.
caso de descumprimento de medida protetiva, pode o juiz 3. Ilícita é a devassa de dados, bem como das conversas
fixar providência com o objetivo de alcançar a tutela es- de whatsapp, obtidas diretamente pela polícia em celular
pecífica da obrigação. [...] .2. A segunda razão consiste em apreendido no flagrante, sem prévia autorização judicial.
questionar se o afastamento do crime de desobediência 4. Recurso em habeas corpus parcialmente provido para
apenas ocorre em caso de previsão legal de penalidade ad- declarar a nulidade das provas obtidas no celular do pacien-
ministrativa ou civil, ou se também decorre da previsão de te sem autorização judicial, cujo produto deve ser desentra-
penalidade de cunho processual penal.[...] A jurisprudência nhado dos autos.
deste STF é firme no sentido de que o descumprimento (RHC 76.510/RR, SEXTA TURMA, DJe 17/04/2017)
da transação penal a que alude o art. 76 da Lei nº 9.099⁄95 Todavia, um julgado mais recente entendeu que não
gera a submissão do processo ao seu estado anterior [...] seria prova ilícita, pois “o acesso às conversas dos aplicati-
Não parece haver razão, portanto, para se entender de ma- vos no celular pelos policiais foi permitido pelo corréu” (RHC
neira distinta quando o descumprimento da medida pro- 81.297/SP, QUINTA TURMA, DJe 05/05/2017). Lol. Não sei q
tetiva der ensejo à prisão preventiva [...] se o caso admitir torre de marfim que vivem os ministros da quinta turma que
a decretação da prisão preventiva com base no art. 313, acham que uma pessoa “consente”, de livre vontade, que po-
III, do Código de Processo Penal, não há falar em crime de liciais vasculhem seu celular - prática, infelizmente, cada vez
desobediência. (REsp 1.374.653 ⁄ MG) mais comum.

472. C. 475. B.
O direito de a defesa recusar imotivadamente até 3 ju- (B) Caso desclassifique infração que tenha dado causa à
conexão, o juiz continuará competente para julgar os delitos
rados é garantido em relação a cada um dos réus, ainda
remanescentes e os corréus, haja vista a regra da perpetua-
que as recusas tenham sido realizadas por um só defensor
tio jurisdicionis.
(art. 469 do CPP). De acordo com o art. 468, caput, do CPP,
Art. 81. Verificada a reunião dos processos por conexão
o direito a até 3 recusas imotivadas é da parte. ou continência, ainda que no processo da sua competência
Como cada réu é parte no processo, se houver mais de própria venha o juiz ou tribunal a proferir sentença absolu-
um réu, cada um deles terá direito à referida recusa. Dessa tória ou que desclassifique a infração para outra que não
forma, o direito às três recusas imotivadas é garantido ao se inclua na sua competência, continuará competente em
acusado, e não à defesa, ou seja, cada um dos réus terá relação aos demais processos.
direito às suas três recusas imotivadas ainda que possuam
o mesmo advogado, sob pena de violação da plenitude 476. B.
de defesa. STJ. 6ª Turma. REsp 1.540.151-MT, Rel. Min. Se- O STF e o STJ orientam-se no sentido de que não se
bastião Reis Júnior, julgado em 8/9/2015 (Info 570).” Fonte: conhece de recurso sem a assinatura do advogado, por se
Dizer o Direito. https://dizerodireitodotnet.files.wordpress. tratar de ato juridicamente inexistente.
com/2015/11/info-570-stj.pdf. CORRETA: Para o STJ: PROCESSO PENAL. AGRAVO REGI-
MENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. APELO NO-
BRE. AUSÊNCIA DE ASSINATURA. RECURSO INEXISTENTE.
AGRAVO DESPROVIDO. 1. Segundo a jurisprudência consoli-
dada desta Corte Superior, deve ser considerado inexistente

115
500 QUESTÕES DA CESPE

o recurso especial interposto sem a assinatura do advogado 482. B.


da parte. Agravo regimental desprovido. “Destaca-se que ART. 169 e parágrafo primeiro da LEP
o recurso especial foi interposto na vigência do Código de
Processo Civil de 1973, o que afasta a aplicação do novo 783. A
CPC”. (AgRg no AREsp 919215 / ES AGRAVO REGIMENTAL Art. 452. O mesmo Conselho de Sentença poderá co-
NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL 2016/0138558-0. Ór- nhecer de MAIS DE 1 PROCESSO, no mesmo dia, se as par-
gão Julgador: T5 - QUINTA TURMA. Data do Julgamento: tes o aceitarem, hipótese em que seus integrantes DEVE-
09/03/2017; Data da Publicação/Fonte: DJe 17/03/2017) RÃO prestar novo compromisso.
Para o STF: AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO RE
470885 RS (STF). Data de publicação: 29/07/2011. Ementa: 484. D.
RECURSO EXTRAORDINÁRIO - EMBARGOS DE DECLARA- CERTO
ÇÃO RECEBIDOS COMO RECURSO DE AGRAVO. AUSÊNCIA Art. 319. São medidas cautelares diversas da prisão:
DE ASSINATURA DO ADVOGADO NA PETIÇÃO RECURSAL.
I - comparecimento periódico em juízo, no prazo e nas
INEXISTÊNCIA DO PRÓPRIO ATO PROCESSUAL DE INTER-
condições fixadas pelo juiz, para informar e justificar ativi-
POSIÇÃO DO RECURSO. RECURSO DE AGRAVO IMPROVI-
dades; (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).
DO.” (RE 581.429 -AgR- ED /SP, Relator o Ministro Celso de
Mello, Segunda Turma, DJe de 16.03.2011) VIII - fiança, nas infrações que a admitem, para assegu-
rar o comparecimento a atos do processo, evitar a obstru-
477. C. ção do seu andamento ou em caso de resistência injustifi-
Súmula Vinculante 26: Para efeito de progressão de cada à ordem judicial;
regime no cumprimento de pena por crime hediondo, ou IX - monitoração eletrônica.
equiparado, o juízo da execução observará a inconstitucio-
nalidade do art. 2º da Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, 485. B.
sem prejuízo de avaliar se o condenado preenche, ou não, LEI 9099
os requisitos objetivos e subjetivos do benefício, podendo Art. 89. Nos crimes em que a pena mínima cominada
determinar, para tal fim, de modo fundamentado, a realiza- for igual ou inferior a um ano, abrangidas ou não por esta
ção de exame criminológico. Lei, o Ministério Público, ao oferecer a denúncia, poderá
propor a suspensão do processo, por dois a quatro anos,
478. A. desde que o acusado não esteja sendo processado ou não
LETRA (A)aproveitará a Pedro, desde que, no caso, os tenha sido condenado por outro crime, presentes os de-
motivos fundantes do concurso de agentes não sejam de mais requisitos que autorizariam a suspensão condicional
caráter exclusivamente pessoal. da pena (art. 77 do Código Penal).
ART.580 CPP.
Art. 580. No caso de concurso de agentes (Código Pe- 486. A
nal, art. 25), a decisão do recurso interposto por um dos O descumprimento de transação penal homologada
réus, se fundado em motivos que não sejam de caráter ex- não impede a extinção da punibilidade pela prescrição da
clusivamente pessoal, aproveitará aos outros. pretensão punitiva. CORRETA
ENUNCIADO 44 – No caso de transação penal homo-
479. C. logada e não cumprida, o decurso do prazo prescricional
CPP provoca a declaração de extinção de punibilidade pela
Art. 104. Se for argüida a suspeição do órgão do Minis- prescrição da pretensão punitiva. (nova redação - XXXVII -
tério Público, o juiz, depois de ouvi-lo, decidirá, sem recur- Florianópolis/SC.
so, podendo antes admitir a produção de provas no prazo
de três dias. 487. D.
Súmula 713 STF - O efeito devolutivo da apelação con-
480. A. tra decisões do júri é adstrito aos fundamentos da sua in-
CPP: “Art. 79. A conexão e a continência importarão terposição.
unidade de processo e julgamento, salvo: I - no concurso
entre a jurisdição comum e a militar”. Súmula 90 do STJ: 488. C.
“Compete à Justiça Estadual Militar processar e julgar o po- CÓDIGO PENAL: Art. 305. Destruir, suprimir ou ocultar,
licial militar pela prática do crime militar, e à Comum pela em benefício próprio ou de outrem, ou em prejuízo alheio,
prática do crime comum simultâneo àquele». documento público ou particular verdadeiro, de que não
podia dispor.
481. D. COMPETÊNCIA: JUSTIÇA FEDERAL COMUM (art. 109,
CPP: Art. 186. Parágrafo único. O silêncio, que não im- IV, da CF/88). Título de eleitor é documento público federal.
portará em confissão, não poderá ser interpretado em pre-
juízo da defesa.

116
500 QUESTÕES DA CESPE

489. A. 496. C.
Art. 322. A autoridade policial somente poderá con- Diferentemente do que sucede no processo civil, o prazo
ceder fiança nos casos de infração cuja pena privativa de processual penal se inicial da data da efetiva intimação, e não
liberdade máxima não seja superior a 4 (quatro) anos. (Re- da juntada do mandado aos autos.
dação dada pela Lei nº 12.403, de 2011). Súmula 710 do STF:”No processo penal, contam-se os
Parágrafo único. Nos demais casos, a fiança será re- prazos da data da intimação, e não da juntada aos autos do
querida ao juiz, que decidirá em 48 (quarenta e oito) horas. mandado ou da carta precatória ou de ordem”.
(Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).
497. C.
490. D. 206. A testemunha não pode eximir-se da obrigação de
Art. 13-B. Se necessário à prevenção e à repressão dos depor. Apenas o ascendente, descendente, irmão, afim em
crimes relacionados ao tráfico de pessoas, o membro do linha reta, cônjuge, ainda que desquitado, do acusado, salvo
quando não for possível, por outro modo, obter-se ou inte-
Ministério Público ou o delegado de polícia poderão re-
grar-se a prova do fato e de suas circunstâncias (quando for o
quisitar, mediante autorização judicial, às empresas presta-
único meio de prova);
doras de serviço de telecomunicações e/ou telemática que
disponibilizem imediatamente os meios técnicos adequa-
498. D.
dos – como sinais, informações e outros – que permitam a Art. 159 - O exame de corpo de delito e outras perícias serão
localização da vítima ou dos suspeitos do delito em curso. realizados por perito oficial, portador de diploma de curso superior.
(..) § 1° - Na falta de perito oficial, o exame será realizado por
§ 3o Na hipótese prevista neste artigo, o inquérito poli- 2 (duas) pessoas idôneas, portadoras de diploma de curso su-
cial deverá ser instaurado no prazo máximo de 72 (setenta perior preferencialmente na área específica, dentre as que tive-
e duas) horas, contado do registro da respectiva ocorrência rem habilitação técnica relacionada com a natureza do exame.
policial.
499. B.
491. A. Art. 1° Caberá prisão temporária:
Trata-se de crime cuja ação penal é privada exclusiva, I - quando imprescindível para as investigações do inqué-
já que a banca não deu nenhuma outra informação sobre o rito policial;
fato. Logo, nos termos do art. .73 do CPP “(…) o querelante II - quando o indicado não tiver residência fixa ou não for-
poderá preferir o foro de domicílio ou da residência do réu, necer elementos necessários ao esclarecimento de sua iden-
ainda quando conhecido o lugar da infração”. tidade;
III - quando houver fundadas razões, de acordo com qual-
492. D. quer prova admitida na legislação penal, de autoria ou partici-
CPP: ART. 221, § 1o: O Presidente e o Vice-Presidente pação do indiciado nos seguintes crimes:
da República, os presidentes do Senado Federal, da Câma- (A) homicídio doloso (art. 121, caput, e seu § 2°);
ra dos Deputados e do Supremo Tribunal Federal poderão (B) sequestro ou cárcere privado (art. 148, caput, e seus §§
optar pela prestação de depoimento por escrito, caso em 1° e 2°);
que as perguntas, formuladas pelas partes e deferidas pelo (C) roubo (art. 157, caput, e seus §§ 1°, 2° e 3°);
juiz, Ihes serão transmitidas por ofício. (D) extorsão (art. 158, caput, e seus §§ 1° e 2°);
(E) extorsão mediante seqüestro (art. 159, caput, e seus §§
493. D. 1°, 2° e 3°);
f) estupro (art. 213, caput, e sua combinação com o art.
CPP
223, caput, e parágrafo único);
Art. 107. Não se poderá opor suspeição às autoridades
g) atentado violento ao pudor (art. 214, caput, e sua com-
policiais nos atos do inquérito, mas deverão elas declarar-
binação com o art. 223, caput, e parágrafo único);
se suspeitas, quando ocorrer motivo legal. h) rapto violento (art. 219, e sua combinação com o art.
223 caput, e parágrafo único);
494. E. i) epidemia com resultado de morte (art. 267, § 1°);
Lei processual penal vigora o princípio do “Tempus Re- j) envenenamento de água potável ou substância alimen-
git actum” - Art. 2 do CPP c/c art. 1 da lei de introdução tícia ou medicinal qualificado pela morte (art. 270, caput, com-
ao CPP. binado com art. 285);
l) quadrilha ou bando (art. 288), todos do Código Penal;
495. E. m) genocídio (arts. 1°, 2° e 3° da Lei n° 2.889, de 1° de ou-
A jurisdição penal pode ser exercida pelas justiças co- tubro de 1956), em qualquer de sua formas típicas;
mum, abrangendo as justiças estadual e federal, bem como n) tráfico de drogas (art. 12 da Lei n° 6.368, de 21 de ou-
as justiças especializadas, dentre as quais se menciona as tubro de 1976);
justiças militar e eleitoral. o) crimes contra o sistema financeiro (Lei n° 7.492, de 16
A jurisdição penal e exercida pela Justiça Comum, Mi- de junho de 1986).
litar e Eleitoral. p) crimes previstos na Lei de Terrorismo. (Incluído pela Lei
nº 13.260, de 2016)

117
500 QUESTÕES DA CESPE

500. D.
Classificação dos Flagrantes (é trazido pela doutrina, ANOTAÇÕES
não pela lei)
Art. 302. Considera-se em flagrante delito quem:
I - está cometendo a infração penal; (PRÓPRIO) ___________________________________________________
II - acaba de cometê-la; (PRÓPRIO)
III - é perseguido, logo após, pela autoridade, pelo ___________________________________________________
ofendido ou por qualquer pessoa, em situação que faça
___________________________________________________
presumir ser autor da infração; (IMPRÓPRIO ou QUASE
FLAGRANT(E) ___________________________________________________
IV - é encontrado, logo depois, com instrumentos, ar-
mas, objetos ou papéis que façam presumir ser ele autor da ___________________________________________________
infração. (PRESUMIDO)
___________________________________________________
501. C.
___________________________________________________
CPP
Art. 120. A restituição, quando cabível, poderá ser or- ___________________________________________________
denada pela autoridade policial ou juiz, mediante termo
nos autos, desde que não exista dúvida quanto ao direito ___________________________________________________
do reclamante.
___________________________________________________

___________________________________________________
Referências
___________________________________________________
Disponível em: https://www.qconcursos.com. Acesso
em 13 de outubro de 2017. ___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

___________________________________________________

118
500 QUESTÕES DA CESPE

ANOTAÇÕES

__________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

119
500 QUESTÕES DA CESPE

ANOTAÇÕES

__________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

120
500 QUESTÕES DA CESPE

ANOTAÇÕES

__________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

121
500 QUESTÕES DA CESPE

ANOTAÇÕES

__________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________________

122