Você está na página 1de 20

Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor

Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho


Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

18-07-2010 -1-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

Índice

Índice ------------------------------------------------------------------------ 2

Introdução – História do telemóvel----------------------------------------- 3

A evolução do telemóvel---------------------------------------------------- 6

O meu telemóvel ”ontem, hoje e amanhã”---------------------------------- 7

Funcionalidades dos telemóveis -------------------------------------------- 11

A saúde e o uso do telemóvel ---------------------------------------------- 12

As ondas de rádio e as microondas ----------------------------------------- 13

As ondas electromagnéticas e os espectros electromagnéticos ----------- 17

Bibliografia------------------------------------------------------------------ 20

18-07-2010 -2-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

A História do telemóvel

No nosso dia-a-dia quando saímos de casa sempre nos deparamos com o

indispensável telemóvel, dificilmente nos lembramos que no ano de 1973 o senhor

Martin Cooper (director do projecto Motorola) mostrou o primeiro protótipo do que

havia de dar origem aos telemóveis de hoje. Era um objecto praticamente

desconhecido, que pesava quilos e custava centenas de contos. Muita coisa mudou no

negócio dos telemóveis desde desta época.

Estes equipamentos eram considerados como uma inovação, uma vez que até ai

os equipamentos de telecomunicações existentes eram os telefones fixos os mais

conhecidos ou os mais caros telefones móveis menos conhecidos em que as suas

dimensões e o seu peso impossibilitavam a sua utilização por pessoas de menor

rendimento, sendo na altura mais acessível para empresas. Também devido as suas

grandes dimensões, este equipamento tornava-se muito incomodo transportar não só

o proprio equipamento como a bateria a que este tinha que estar ligado. Além do mais

na altura estes equipamentos estavam mais direccionados para as médias e grandes

empresas. Apesar disso eram contudo raras as empresas que investiam neste

equipamento, devido ao elevado custo do mesmo. E na altura existiam outros meios

que tanto as empresas como o cidadão comum utilizavam para comunicar, tal como os

telefones fixos, os faxes, os pagers, e.t.c.

Quando nos finais da década de 80 apareceram em Portugal, os primeiros

telemóveis com dimensões e peso mais reduzido e um preço acessível, assistiu-se a

uma grande adesão a esta nova tecnologia, tornando-se o telemóvel uma inovação de

sucesso. Poucas invenções podem orgulhar-se de uma adesão tão rápida por parte dos

18-07-2010 -3-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

consumidores, que hoje o consideram um elemento fundamental no quotidiano. Tal

como a Internet, também os telemóveis foram uma grande inovação com sucesso.

Em Portugal, este equipamento, conhecido por telemóvel, termo simplificado

de “telefone móvel”, chegou pelas mãos dos CTT/TLP (Correios de Portugal). Mais

tarde em 1992 este organismo criou a TMN (Telecomunicações Móveis Nacionais

S.A.), a qual iria utilizar o termo “telemóvel” para designar os equipamentos.

Nesse ano apareceu Portugal a chamada primeira geração

ou 1G, telemóveis utilizados apenas para comunicação de voz. O

primeiro telemóvel foi o Motorola DynaTAC 8000X.

Entre o final dos anos 80 e inicio dos anos 90, apareceu a

segunda geração de telemóveis ou 2G, equipados com o sistema GSM (Global System

for Mobile) facilitando as comunicações móveis. Em relação as funcionalidades

vinham com roaming internacional (possibilidade de a partir de um telemóvel realizar

e receber chamadas num país estrangeiro), e também os SMS (pequenas mensagens

de texto).

Rapidamente apareceram novas operadoras: a Telecel (agora designada de

Vodafone), a Optimus, entre outras que foram surgindo, estas juntamente com os

fabricantes de telemóveis quiseram inovar e oferecer aos consumidores

equipamentos mais sofisticados quer a nível de design quer a nível de tecnologia,

esses equipamentos adquiriram novas funções tais como: enviar mensagens, tirar

fotos, filmar, servir como despertador, jogar e ouvir músicas, aceder á internet

entre outras. Iniciando - se assim a terceira geração de telemóveis ou 3G.

18-07-2010 -4-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

Já se avizinha uma nova geração de telemóveis chamada 4G ou quarta geração.

A norte-americana Verizon iniciou os testes à quarta geração ou 4G. Em Junho, a

Ericsson e a Telia Sonera apresentaram a primeira antena de uma rede 4G. O

desenvolvimento tecnológico da quarta geração está a avançar a um ritmo alucinante

e irá continuar a revolucionar a relação entre utilizadores e telemóveis. Segundo Ali

Tabassi da Sprint Nextel,"a tecnologia 4G vai trazer banda larga para informações

baseadas em imagens, já que tudo antes da 4G é baseada e centrada em voz". As

operadoras pretendem, aumentar a velocidade das suas redes sem fio para poder

oferecer vídeo, imagens, Internet e outros serviços.

A terceira geração (3G) está a ficar ultrapassada. Por conseguinte, é preciso

melhorar os serviços solicitados pelos, cada vez mais, exigentes clientes. A rapidez é

a pedra-de-toque desta nova geração, já que a 4G, sendo uma tecnologia sem fios vai

poder transferir dados a 100 megabits por segundo enquanto o utilizador está em

movimento e a 1 gigabit por segundo quando está parado.

A Optimus estima que a adopção generalizada destas redes arranque até ao

final de 2010.

A quarta geração móvel, mais referida como LTE (Long Term Evolution) vai dar

aos telemóveis e às placas de banda larga móvel uma velocidade mínima de 100 megas

no acesso à Internet.

Com isto o telemóvel da quarta geração ainda vai ter mais funcionalidades:

Jogos online no telemóvel, serviços em tempo real, streaming constante com boa

definição, acesso a televisão e telefonemas por via IP.

18-07-2010 -5-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

A evolução do Telemóvel

Inicialmente a única função que os telemóveis dispunham era fazer chamadas,

mas isso depressa se alterou. Principalmente nos últimos 10 anos sofreram uma

grande evolução, isto é, a segunda geração e a entrada na terceira geração foi tão

grande que alterou por completo os hábitos dos consumidores.

O telemóvel com a evolução tecnológica sofreu alterações e permitiu ter

outras funções que os antigos não tinham: mandar e receber emails, MMS, jogos

interactivos, bluetooh, calculadora, agenda, lanterna bloco de notas, cronometro,

GPS, conversor, cartão de memória, operar em GSM e UMTS, fazer encomendas e

pagamentos, como acesso a fax, internet de baixa e alta velocidade, transmissão de

voz: voicemail, teleconferência, transmissão multimédia: videochamada,

videoconferência, telepresença, comércio electrónico, videoclips on demand e TV

mobile, para enumerar mais algumas das novas características.

Algumas datas marcantes na evolução do telemóvel:

 Em 1992 foi enviada a primeira SMS.


 Em 1997 segue-se a comercialização de telemóveis com câmara fotográfica.
 Em 1999 o acesso à Internet móvel.
 Em 2001 a expansão da rede 3G.
 E já se avizinha a rede 4G que esta prevista a sua apresentação no final de
2010

18-07-2010 -6-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

O meu Telemóvel “Ontem, Hoje e Amanhã”

O meu primeiro telemóvel foi um Nokia modelo 2110, adquirido por volta de
1996/97.
Foi um dos primeiros equipamentos que apareceu em Portugal e tinha como
dimensões: 148mm de altura, 46mm de largura e 25mm de profundidade para além de
pesar cerca de 300 gramas.
Era um verdadeiro “tijolo”, muito complicado para transportar nos bolsos e
para comunicações também não era fácil, em relação ás SMS demorava muito tempo
a enviar e tinha muitos poucos caracteres em relação aos dias de hoje é considerado
um dinossauro!

As principais caracteristicas que deste equipamento eram:

Pertencia há 2ª geração de telemóveis (2G);


Ecrã monocromático;
Tecnologia GSM 900;
Autonomia de conversação de 30 minutos;
Autonomia de bateria em standby de 160 horas;
Não tinha: GPRS, HSCSD, EDGE, UMTS, HSDPA, HSUPA, UMA, IRDA,
BLUETOOTH, WI-FI;
Envia-va SMS, mas não tinha Voice mail;
Tinha o dicionário T9;
Em termos de multimédia não tinha: câmera digital, vídeo câmera, vídeo
chamada, leitor multimédia, toques polifónicos;

No entanto e apesar da sua simplicidade era um equipamento bastante fiável

e no caso de cair apenas precisava de se montar a bateria e pouco mais para que ele

recomeça-se a funcionar como novo, o que já não acontece com os equipamentos

actuais.

O meu segundo telemóvel foi um Nokia 6310i, que em comparação com o

primeiro tinha uma grande evolução tecnológica, tendo como dimensões: 129mm de

altura, 47mm de largura, 19mm de espessura e 111 gramas de peso.

18-07-2010 -7-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

As suas principais características eram:

 Pertencia há 2,5ª geração;


 Autonomia em stand-by (2G) (máximo) de 408 horas;
 Autonomia em conversação (2G) (máximo) de 6 horas;
 Tecnologia GMS 900/1800/1900
 Funções de chamada: recusa de identificação, identificação de chamada,
chamada em espera, toque por vibração, marcação por voz, aviso de débito,
chamada em conferência, EFR;
 Conectividade: Modem, data/fax, WAP, GPRS, BLUETOOTH,
Infravermelhos;
 Aplicações: Alarme, calculadora, relógio, chat, email, organizer, jogos;
 Faltava-lhe contudo: GPS; rádio, MP3, Toques Polifónicos, câmera fotográfica
e de vídeo, entre outras.

O meu terceiro telemóvel foi um Nokia N80. Adquiri este equipamento em


2006 e em comparação com os anteriores foi uma grande evolução em termos de
tecnologia. Sendo este equipamento da 3ª geração (3G), algumas das suas principais
características eram:

 Tinha como dimensões: 95mm de altura. 50mm


de largura, 23mm de espessura e 134 gramas de
peso;
 A bateria tinha uma autonomia de 200 horas em
stand- by;
 E em conversação tinha uma autonomia de 3
horas;
 Funções de chamada: Recusa de identificação,
identificação de chamada, chamada em espera,
chamada em conferência, toque por vibração,
EFR;
 Mensagens: Envio e recepção de SMS, MMS e
dicionário T9;
 Ecrã com 262144 cores e uma resolução de 352x416;
 Conectividade: GSM 900/1800/1900 e UMTS 2100, modem, WAP, GPRS,
EDGE, USB, slot de expansão mini SD, Bluetooth, Infravermelhos;
 Aplicações: alarme, calculadora, relógio, instant messaging, email, jogos,
browser XHTML, rádio;

18-07-2010 -8-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

 Multimédia: MP3, AAC, H263, MPEG-4, toques polifónicos, câmara


fotográfica e de vídeo;
 Sistema operativo: Symbian OS S60 3rd; memória RAM de 40 megas; J2ME.

O meu actual telemóvel é um LG KG 130 e tem como características


principais:

 Tem como dimensões: 99.8 mm de altura x 45.3 mm de largura


x13.4 mm de espessura e pesa 76 gramas;
 A bateria tinha uma autonomia de 200 horas em stand- by;
 Funções de chamada: Recusa de identificação, identificação
de chamada, chamada em espera, chamada em conferência,
toque por vibração, EFR;
 Mensagens: Envio e recepção de SMS, MMS e dicionário T9;
 Ecrã com 65536 cores e uma resolução de 128 x 128;
 Conectividade: GSM 900/1800, WAP, GPRS;
 Aplicações: alarme, calculadora, relógio, email, jogos, browser
XHTML

O meu próximo telemóvel será da quarta geração e será algo do género:

Com a evolução dos meus telemóveis deu-se também uma alteração no meu

quotidiano. Por exemplo actualmente torna-se difícil recordar-me como era a minha

vida antes da evolução e criação do telemóvel, no entanto foi apenas há 14 anos

atrás que adquiri o meu primeiro equipamento!

18-07-2010 -9-
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

Antes de ter

telemóvel, se por um lado a

vida era muito mais

complicada pois em vez das

SMS usava-se as cartas e

para fazer uma chamada

tinha duas opções: ou

utilizava o telefone fixo, no

caso de o ter, ou ia até aos

correios. Eu cheguei a utilizar as duas opções pois antes de ter telemóvel também

não tinha telefone fixo pois o serviço na altura era muito dispendioso. Depois de

adquirir o telemóvel e com a diminuição do custo dos telefones fixos, associado ao

aparecimento do telemóvel, eu aderi também ao serviço de telefone fixo pois em

princípio ficava muito mais barato as comunicações para de uma rede fixa para a

outra. No entanto alguns anos depois verifiquei que realmente não compensava

manter o telefone fixo, com uma assinatura mensal porque tinha telemóvel e

portanto voltei a opção de para algumas chamadas fixas utilizar os CTT e para as

restantes utilizo o telemóvel. Solução essa que utilizo ainda nos dias de hoje.

Mas reflectindo um pouco sobre a minha adaptação aos telemóveis, verifico

que se por um lado estes me vieram facilitar a vida por outro também a complicam

em certas situações, como por exemplo, ser interrompida em ocasiões menos

próprias.

Na altura da compra do meu primeiro equipamento, utilizava-o para fazer

apenas chamadas. Os outros telemóveis já os comecei a explorar mais e ver para

que e que as suas funções serviam. Agora utilizo as seguintes funções do telemóvel:

relógio para me despertar, calculadora, calendário, SMS, MMS, câmara fotográfica.

18-07-2010 - 10 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

Funcionalidades dos telemóveis

O telemóvel quando foi lançado pertencia à tecnologia analógica e era somente

usado para fazer chamadas de voz. Actualmente o telemóvel já é usado para enviar

SMS, MMS, tirar fotos, filmar, relógio, despertar, gravar lembretes, agenda, ouvir

rádio, jogar e ouvir músicas. Mas nos últimos anos, principalmente no Japão e na

Europa, tem evoluído surpreendentemente possuindo novas funcionalidades: GPS,

computador de mão ou PocketPC, Instant Messaging, Push to talk, Bluetooth, E-mail,

Dicionários, Guia de conversação, Televisão móvel, calculadora, conversores, PDF

readers, Drive portátil, videoconferências e instalação de programas variados, que

vão desde ler e-book a usarem remotamente um computador qualquer, quando

devidamente configurado.

O i-phone da Apple é um telemóvel multifuncional que permite realizar todas

as operações no seu ecrã táctil. É muito fácil seleccionar um contacto ou uma música

e ouvi-la, efectuar chamadas, etc. O i-phone oferece ainda serviços de internet, mail,

browser e ligação ao hi-fi local.

Este telefone permite estabelecer chamadas de voz e videochamada entre

dois utilizadores com terminais compatíveis. A tecnologia de 3ª geração

democratizar o acesso à internet móvel de alta velocidade.

18-07-2010 - 11 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

A saúde e o uso do telemóvel

O telemóvel, nos nossos dias tem uma enorme importância pois tem grandes

vantagens. Permite-nos comunicar em tempo real, com a possibilidade de visualizar

imagens, no plano profissional permite-nos estar disponível e comunicável 24h por dia

em qualquer sítio.

Como tudo na vida tudo tem o lado menos bom e o telemóvel não foge a regra,

existem já estudos realizados que provam que o uso deste é prejudicial á saúde.

O telemóvel também tem as suas desvantagens. É mais fácil mandar uma

mensagem ou falar via telemóvel mas isso também é prejudicial à saúde.

Devemos compreender que tudo á nossa volta, começando pelo sol, gira á volta

de radiações.

Raramente paramos para pensar, quando utilizamos o telemóvel, qual o risco

que este representa para a nossa saúde e como é que este equipamento funciona para

permitir que comuniquemos sem estarmos fisicamente ligado as a fios, como e o caso

do telefone.

18-07-2010 - 12 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

As ondas de rádio e as microondas:

Os telemóveis utilizam a radiação para permitir que nós comuniquemos,

fazendo a ligação do nosso equipamento móvel às torres

(receptores de sinal) que por sua vez vão comunicando com outras

torres, em maior ou menor número consoante a distância existente

entre o aparelho emissor e receptor, até chegar o sinal ao

destinatário.

As radiações que permitem todo este processo, propagam-se no vácuo em dois

campos variáveis: o eléctrico e o magnético. A estas radiações damos o nome de

ondas electromagnéticas.

Existem vários tipos de ondas electromagnéticas, mas para terem uma ideia do

que nos rodeia vou deixar aqui uma pequena noção sobre as características das

principais radiações que existem e que fazem parte do nosso quotidiano.

18-07-2010 - 13 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

1. Ondas de Rádio

Ondas de Rádio é a denominação dada as ondas desde frequências muito pequenas,

acima da qual estão os raios infravermelhos. As ondas de rádio são geradas por

osciladores electrónicos instalados geralmente num local alto, para atingir uma maior

região. Logo o nome “ ondas de rádio” inclui as microondas, as ondas de TV, as ondas

curtas, as ondas longas e as próprias bandas

AM e FM. Estas ondas, além disso, têm a

capacidade de contornar obstáculos como

árvores, edifícios, de modo que é

relativamente fácil captá-las num aparelho

receptor.

2. Ondas de TV:

As emissões de TV são feitas a partir de 5x107Hz (5º MHz). É costume classificar

as ondas de TV em bandas de frequência que são:

. VHF

. UHF

. SHF

. EHF

. VHFI

As ondas de TV não

são reflectidas pela

ionosfera, de modo

que para estas

ondas serem captadas a distâncias superiores a 75 km é necessário o uso de

estações repetidoras.

18-07-2010 - 14 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

3. Microondas

Microondas correspondem à faixa de mais alta frequência produzida por

oscilares electrónicos. Frequências mais altas que as microondas só as produzidas

por oscilações moleculares e atómicas. As microondas são muito utilizadas em

telecomunicações. As ligações de telefone e programas de TV recebidos “ via

satélite” de outros países são feitos com o emprego de microondas. Estas também

podem ser utilizadas para funcionamento de um radar. Uma fonte emite uma radiação

que atinge um objecto e volta para o ponto onde a onda foi emitida. De acordo com a

direcção em que a radiação volta pode ser descoberta a localização do objecto que

reflectiu a onda.

A principal diferença entre ondas de rádio e microondas é que as ondas de

rádio são ondas electromagnéticas de baixa frequência.

E são utilizadas principalmente para fazer as transmissões das estações de

rádio.

4. Luz Visível:

18-07-2010 - 15 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

5. Raio X:

Os raios X foram descobertos, em 1895, pelo físico alemão Wilhelm Rontgen.

Os raios X têm frequência alta e possuem muita energia. São capazes de atravessar

muitas substâncias embora sejam detidos por outras, principalmente pelo chumbo.

Esses raios são produzidos sempre que um feixe de electrons dotados de

energia incidem sobre um obstáculo material. A energia cinética do feixe incidente é

parcialmente transformada em energia electromagnética, dando origem aos raios X.

Os raios X são capazes de impressionar uma chapa fotográfica e são muito utilizados

em radiografias, já que conseguem atravessar a ele e os músculos da pessoa, mas são

retidos pelos ossos. Estes raios também costumam ser muito utilizados no

tratamento de doenças como o cancro. Têm ainda outras

aplicações: na pesquisa da estrutura da matéria, em Química , em Mineralogia e

outros ramos.

6. Raios Gama:

As ondas electromagnéticas com frequência acima da dos raios X recebem o

nome de raios gama, que são produzidos por desintegração natural ou artificial de

elementos radioactivos. Um material radioactivo pode emitir raios gama durante

muito tempo, até atingir uma forma mais estável. Os cientistas que trabalham em

18-07-2010 - 16 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

laboratório de radiação devem

desenvolver métodos especiais

de detecção e protecção

contra doses excessivas

desses raios porque podem

provocar graves danos às

células.

18-07-2010 - 17 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

As ondas electromagnéticas e o espectro electromagnético

A tecnologia do Telefone Móvel só é

possível graças à aplicação das Ondas

Electromagnéticas. As ondas electromagnéticas

são uma combinação de um campo eléctrico e de

um campo magnético que se propagam

simultaneamente através do espaço.

Foi o físico dinamarquês Hans Christian

Oersted quem, pela primeira vez estabeleceu a

ligação entre electricidade e magnetismo,

demonstrando que um condutor percorrido por uma corrente fica rodeado por um

campo magnético.

As ondas electromagnéticas são uma combinação de um campo eléctrico e de

um campo magnético que se propagam simultaneamente através do espaço ou do

vácuo.

As ondas electromagnéticas são constituídas por campos eléctricos e por

campos magnéticos. Por exemplo podemos citar as ondas de rádio, as ondas de

televisão, as ondas luminosas, os microondas, os raios X, os raios gama entre outras.

As ondas electromagnéticas variam em termos de comprimento e de

frequência, quanto menor o comprimento e maior a frequência mais radiação

ionizante recebemos sendo esta prejudicial à saúde por alterar as nossas células.

O espectro electromagnético é o intervalo completo de radiação

electromagnética que contem as ondas de rádio, os microondas, os infra-vermelhos,

os raios X, a radiação gama, os raios violeta e a luz visível ao humano.

18-07-2010 - 18 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

Ao conjunto de todas estas ondas com comprimentos diferentes dá-se o nome

de Espectro Electromagnético. Assim, podemos representar da seguinte forma o

espectro Electromagnético:

18-07-2010 - 19 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres
Centro de Emprego e Formação Profissional de Ponte de Sor
Curso de Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho
Formadora: Rute Gordo – Módulo STC - 5

Bibliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Nokia_2110.JPG
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_telem%C3%B3veis_da_Nokia#S.C3.A9
rie_Nokia_2xxx_.E2.80.93_S.C3.A9rie_B.C3.A1sica
http://www.tudocelular.com/Nokia/fichas-tecnicas/n303/Nokia-2110.html
http://www.telefonar.com/produto/nokia_6310i_19.php
http://www.telefonar.com/produto/nokia_6310i_19.php
http://www.telefonar.com/produto/nokia_n80_653.php
http://cmultimedia.ufp.pt/index.php/Telem%C3%B3vel
http://pt.wikipedia.org/wiki/Raios_X
http://super.abril.com.br/superarquivo/2006/conteudo_467260.shtml
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=1483952
http://www.textually.org/textually/archives/images/set2/lg_img_origami_cell.jpg
http://stc-rvcc.blogspot.com
http://www.scribd.com/doc/25455085/Trabalho-STC-5
http://www.scribd.com/doc/3624335/TIC-DR1-Comunicacoes-Radio-CR
http://gadgets.fosfor.se/the-top-10-most-beautiful-cellphones/
http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_mobile_phones
http://pt.wikipedia.org/wiki/Antonio_Meucci
http://www.minerva.uevora.pt/stclara/pp03-04/alunos/6f/comunica/telem.htm
http://www.gsmarena.com/alcatel_ot_easy_db-26.php
http://educacao.uol.com.br/biografias/james-clerk-maxwell.jhtm
www.ubergizmo.com
www.technovelgy.com
www.jkrelt.wordpress.com
www.itechbuzzz.blogspot.com
http://lh3.google.com/secondpost/R8W16HXFz6I/AAAAAAAAAQo/67IsDJMLP_Y
/image%5B4%5D
www.pontalenergetico.com.br/.../radia%E7%E3o.htm (imagem do espectro
electromagnético)
www.deltateta.com.br (imagem das ondas electromagnéticas)
mpmendespt.blogspot.com/2007/12/telemveis-ass.. (imagem espectro final)
www.expatbrazil.wordpress.com

Baseado também nos apontamentos dados na aula

18-07-2010 - 20 -
Trabalho realizado por: Cristina Isabel Duarte Peres