Você está na página 1de 6

Cinco característica na vida de Ana, que

precisamos colocar em prática diariamente

Texto: I Samuel 1:1-28


Introdução: Na mensagem de hoje, quero falar de uma mulher
chamada Ana. Seu nome significa: Graça e compaixão. Ana viveu
no período dos juízes. Está mulher, ela foi privada da alegria e da
felicidade de ser mãe. Para ela, Deus havia vedado o privilégio e o
direito de gerar filhos. Mas Ana, mesmo passando por momentos
extremamente difícil, ela se mostrou, forte, corajosa, ela demostrou
ser uma mulher guerreira, Uma mulher de uma fé fantástica uma fé
extraordinária.
Veremos algumas característica na vida dessa mulher, que
precisamos colocar em prática diariamente, se quisermos ter
uma vida de vitória.
Quais são estas característica?
Primeira - característica
Enfrenta o que for, mas nunca se entrega diante dos problemas
da vida.
(Provérbios 24:10) “Se te mostrares frouxo no dia da angústia,
a tua força será pequena”.Isto é uma realidade, se o inimigo
perceber que você está com medo, ele fará de tudo para destruir
com a sua vida, você não deve deixar transparecer quando está
passando por momentos ruins em sua vida, mas você deve fazer
como o apóstola Paulo nos ensinou: “Quando eu peso que estou
fraco, ai é que estou forte”. Se o inimigo, ele perceber esta
brecha, ele vai aproveitar esta oportunidade para te colocar mais
para baixo do que você já está. Então, feche esta brecha e não de
gosto e nem motivos, para o inimigo não usar isto contra você. Ana,
ela era uma mulher com problemas, mais ele não se entregou
diante dos problemas. E quais eram os problemas de Ana? -
Primeiro: Ela era insultada e humilhada por sua rival Penina“A sua
rival a provocava excessivamente para a irritar”. (vs. 6a)
Segundo: Ela não podia ter filhos “Porquanto o Senhor lhe havia
cerrado a madre”. (vs. 6b)
Terceiro:Ela era atribulada de espírito ” Porém Ana respondeu:
Não senhor meu, eu sou mulher atribulada de espírito”. (vs.
15a)
Quarto: Ela era cheia de ansiedade e vivia aflita “Porque pelo
excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho
falado até agora”. (vs. 16b)
Ana era uma mulher cheia de problemas como vocês mesmo
puderam ver. Mais ela não se entregou, ela lutou e não desistiu do
seu sonho. Você que está passando por situações difíceis, por
momentos ruins, você olha em sua volta e não sabe o quer fazer,
quem sabe você está desorientado. Eu quero te dizer, que existe
um Deus, existe alguém que se preocupa com você, que se
preocupa com o seus problemas, com as sua dor, alguém que quer
te ajudar, basta você dar um passo para ele, e entregar a sua vida,
os seus problemas, as suas dificuldades e deixar que ele, o Senhor
Jesus dirija os sus passos, pois só Deus pode te ajudar. Deixa de
ser ansioso, não se preocupe com o dia de amanha, você tem um
Deus que está cuidando de você, portanto, levanta a sua cabeça
fique firme o Senhor é a tua força. Este problema pode estar te
consumindo, pode estar acabando com você aospoucos, mais faça
como Ana, ela não se entregou. Ela lutou e com isto e venceu. Esta
é a primeira lição que podemos extrair da vida de Ana. Não se
entregue diante dos problemas da vida, creia no Deus que você
serve, Ele é poderoso para te socorrer no dia da tua angústia.
Por isso eu te digo: Não temas
Segunda – Característica
A humildade e o quebrantamento de coração, faz toda a
diferença na vida de um servo fiel
(Salmo 51:17) “Um coração quebrantado e contrito não
desprezarás ó Deus”. Não é fácil, nos dia de hoje, aguentar o que
Ana aguentou, foram tantas humilhações, tontas afrontas. Penina,
ela provocava, zombava e a irritava, mais isto não foi apenas um
dia, mais foram vários anos, e os anos foram se passando e
Penina, era uma pedra de tropeço na vida de Ana. As provocações
foram tantas, que Ana chegou no seu limite, mais mesmo assim, ela
não revidou as provocações de Penina. Mais Ana teve uma atitude
louvável que muito agradou a Deus. Ana, ela rascou o seu coração
diante de Deus, ouve um quebrantamento profundo de coração, e
quando uma pessoa se humilha diante de Deus e não aceita as
provocações, não revida as afrontas, mais ao contrário, e ela busca
em Deus a solução e vai chorar aos pés do Senhor, Deus se alegra
desta postura, deste gesto de humilhação e ouvirá e responderá a
todos quantos chegarei a sua presença com seu coração contrito e
humilde. No versículo dez do capítulo primeiro de Samuel, Ana
Chorou. “Levantou-se Ana e, com amargura de alma, orou ao
Senhor e chorou abundantemente“. Esta atitude de Ana de chora,
nos revela algo muito extraordinário: As lágrimas nos faz lembrar do
nosso quebrantamento diante de Deus, e isto é muito importante
para Deus, porque, para uma coração quebrantado e contrito Deus
não desprezarás. Não sei que atitudes você tem tomado diante das
perseguições, das afrontas, das humilhações, ou das zombaria,
mais não aceite as provocações, quando eu digo para você não
aceitar, não estou dizendo que você deve revidar, o que eu quero te
dizer é que em vez de você revidar, você deve procurar solução
aonde você sabe que vai encontrar, e a solução para os seus
problemas, você somente encontrará no Senhor e salvador Jesus
Cristo. Ana foi vitoriosa, porque buscou em Deus a solução para o
seu problema.
Creia a vitória virá.
Terceira – característica
Aquele que tem proposito, atinge os seus objetivos
Ana foi uma mulher de propósito. Mais o que é ter propósito? “Ter
propósito é Ter ideias e intenção de querer fazer alguma
coisa”. Ana, ela teve uma ideia, uma atitude louvável a sua
intenção foi querer fazer alguma coisa para mudar a sua situação.
Deus te pergunta: O que você está fazendo para mudar a sua
situação? Qual é o seu propósito diante de Deus? Ana foi uma
mulher de propósitos, e por isso Deus lhe abençoou. Veremos quais
foram os propósito de Ana diante do Senhor.
Primeiro: Ela pediu um filho para Deus e prometeu oferecer ao
Senhor o seu filho.(V.11) “E fez um voto: Senhor dos Exércitos, se
benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te
lembrares, e da tua seva não esqueceres, e lhe deres um filho
varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a
sua cabeça não passará navalha”.
Ana, ela teve uma atitude que dificilmente alguém teria nos dias de
hoje. Ela não podia gerar, ou seja, não podia ter filhos porque ela
era estéril. Nas suas orações ela fala ao Senhor, se Deus se
lembrar das suas necessidades e desse uma filho varão para ela,
por todos os dias da sua vida ela o consagraria para o Senhor.
Neste voto, ela teve a ideia e a intenção de fazer alguma coisa, e
ela fez, colocou em seu coração este propósito e todas as vezes
que eles subiam para adorar ao Senhor. Ela apresentava este
propósito diante de Deus.
Segundo: Depois que Deus lhe concedeu a vitória, ela cumpriu
com o seu voto (vs. 28) “Pelo que também o trago como devolvido
ao Senhor; por todos os dias que viver; pois do Senhor o pedi. E
eles adoraram ali ao Senhor”.
Qual difícil foi para Ana, Ela foi humilhada, zombaram dela, ela foi
afrontada, tudo porque ela não podia ter filhos, sempre as pessoas
jogavam isto em sua cara, virava e mexia, lá estava Penina a dizer:
“Você não pode gerar filhos”. Os anos foram se passando e nada
mudava e sempre Penina voltava a lhe dizer: “Você não pode gerar
filhos”. Mais veja o propósito desta mulher. Agora que Deus havia
lhe dado o direito de ser mãe, o direito de poder amamentar, o
direito de poder sentir o seu filho nos seus braços, dar carinho, dar
amor, cuidar do seu filho, tê-lo por perto, vê-lo crescer ao seu lado,
dentro da sua casa . Agora chegou a hora de cumprir com o voto. E
nos diz a palavra de Deus, que depois que passou o tempo dela
amamentar a criança, ela foi cumprir com o seu voto e levou o
menino para oferecer ao Senhor. Ana ficou com o seu filho por três
anos, e agora teve que separa-lo do seu carinho fraternal, do seu
carinho diário, como foi difícil para Ana, mais ela era uma mulher de
propósito. Aqui nos vemos claramente que o cristão tem que ter
uma vida de propósito,de atitudes, tanto no meio da sociedade, na
igreja e principalmente diante de Deus. Deus nos quer com
propósito, principalmente como verdadeiros cristãos. Quais são os
seus objetivos os seus desejos o seus alvos? Qual é o teu propósito
diante de Deus?
Quem insiste com Deus, chegará no destino final.
Quarta – característica
A visão espiritual é essencial, para ver o milagre acontecer
Ana, ela teve visão, ela lutou com todas as suas forças e insistiu
com Deus, não desistiu, foi até ao fim. Se ela tivesse olhado para os
obstáculos, provavelmente ela não teria alcançado a vitória. Mais
Ana, não se deixou ser abatida ao ponto de ficar cega e não
enxergar a grandeza de Deus, ele é o Todo Poderoso, aquele que
tudo pode e nenhum dos seu planos podem ser frustrados. Deus
tinha um plano na vida de Ana. Da mesma forma, ele tem um plano
na sua vida. Seja um cristão de visão, mais não, a visão terrena,
mais a visão espiritual. Tem pessoas que só conseguem enxergar
os problemas, as dificuldades, os obstáculos e param diante das a
diversidade. Você tem que aprender com está mulher guerreira.
Ana, ela enxergou os problemas, ela viu as barreiras, ela sabia que
não seria fácil enfrentar aquela situação, mais ela enfrentou, ela
creu no poder de Deus. Ana, enxergou, ela teve visão espiritual,
pois ela viu que o único que podia lhe ajudar e socorrer, era o
Senhor o Deus Poderoso. Tenha visão neste momento, faça a
diferença, não enxergue somente as dificuldade, mais veja a
providencia de Deus, e as mãos do Senhor trabalhando em sua
vida, para fazer um milagre.
O cristão de visão, enxerga muito além do nosso
entendimento.
Quinta – característica
A oração é a chave, que abrirá, a porta da sua vitória
Ana, só conseguiu vencer, porque teve uma vida de oração.
Primeiro: Ela orou com amargura de alma (vs.10.) “Levantou Ana
e, com amargura de alma orou ao Senhor”.
Segundo: Ela orou com intensidade, ou seja, não teve pressa.
(vs.12)“Demorando-se ela no orar perante o Senhor”.
Terceiro: Ela orou com o coração(vs.13) “Portanto Ana só no
coração falava”.
Quarto : Ela derramou seu espírito e sua alma diante do Senhor
(vs.15) “Porém Ana respondeu: Não, senhor meu, eu sou mulher
atribulada de espírito”.
Quinto: Ela orou conversando com Deus (vs.16b)“Porque pelo
excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho falado
até agora”.
Deus manda te dizer, que ele está pronto para te ouvir, pronto para
te socorrer, pronto para agir, mais é necessário que você busque a
sua presença, ele deseja que você ore e clame por ele. Se você
está com a alma amargurada, está sentindo uma dor profunda no
seu ser, ou quem sabe, você recebeu uma notícia ruim, está com
uma enfermidade que não tem cura, seja expressivo na sua oração,
ore com intensidade, não tenha pressa, demore, fala com Deus,
abra o seu coração, conta tudo para o teu Senhor, Jesus, ela quer
ouvir a sua voz. Deus, ele tem prazer em te abençoar e ele quer
fazer isto, mais é necessário que você converse com ele. Mesmo
que a sua dor for tão grande, mesmo que você não consiga falar
nada, e a única coisa que sai da sua boca, são sussurros, gemidos
inexprimíveis, devido o tamanho da aflição e da angústia que você
está sentindo, não tem problema, então chore, mais chore muito
aos pés do teu Senhor, porque nesta hora o Espírito Santo. Ele vai
interceder por você com gemidos inexprimível. Se você não orar,
não tem vitória, só terá vitória se você tiver uma vida de oração. A
oração é a chave, que Deus coloca nas tuas mãos, para você abrir
a porta da providencia.
O crente que ora, a vitória é certa.
Conclusão: Na mensagem aprendemos , cinco característica na
vida de Ana, que precisamos por em prática. Quais foram estas
características: Enfrenta o que for, mais nunca se entrega diante
dos problemas da vida, a humildade e o quebrantamento de
coração, faz toda a diferença na vida de uma servo fiel, aquele que
tem propósito, atinge os seus objetivos, a oração é a chave, que
abrirá a porta da sua vitória.

O que você deseja alcançar para a sua vida?


Talvez em sua vida exista algo que tem permanecido sem ser
realizado. Algo que você deseja profundamente, mas que não se
materializa. Talvez você esteja como Ana, profundamente triste e
com um rival lhe provocando continuamente. O tempo passa e você
não vê essa situação mudar.

Porém, saiba que a transformação na vida de uma pessoa acontece


quando a fé inteligente é manifestada. Ana percebeu que não
adiantava chorar, sofrer e deixar de se alimentar. Essa não era uma
atitude inteligente, que mudaria a sua vida. Quando Ana
compreendeu isso, decidiu buscar em Deus a sua resposta.