Você está na página 1de 30

 COMUNICAÇÃO 

PODEROSA 

3 DICAS
PARA VOCÊ SE ADAPTAR AO SEU
INTERLOCUTOR E MELHORAR SUA
COMUNICAÇÃO E SEU PODER
DE CONVENCIMENTO

RAFAELA BOEFF
Sobre mim...
Olá, pessoal.

Antes de mais nada, quero me
apresentar para vocês.
Sou professora, com formação
inicial em Letras, Mestrado e
Doutorado em Psicolinguística.

Atualmente estudo PNL ­
Programação Neurolinguística ­ e
tudo mais que for relacionado à
comunicação e comportamento.

Assuntos pelos quais sou
apaixonada.
Minha intenção é transmitir um
pouco do que sei, para ajudar
aquelas pessoas que buscam se
comunicar melhor e com isso
atingir o sucesso, seja
profissional ou pessoal.

Espero que minhas dicas ajudem
aqueles que têm dificuldades em
se expressar nas mais variadas
situações do dia a dia. 
a comunicação

Não há dúvidas de que saber se
comunicar bem é imprescindível,
tanto para a carreira quanto
em questões pessoais.

Nos dias de hoje, no entanto,
muitas pessoas têm dificuldades
para se relacionarem com os
outros.
Um pouco dessa dificuldade
deve­se às novas tecnologias de
comunicação, que proporcionam
um número elevado de conexões
virtuais, fazendo com que as
pessoas percam suas aptidões
de interação face a face. 
As gerações atuais se
adaptaram a essa nova forma
de comunicação através
das redes sociais e com isso
estão perdendo sua capacidade
de interagir pessoalmente.

Nesse sentido, este e­
book pretende justamente trazer
algumas dicas sobre como nós
podemos nos conectar melhor
com as pessoas.
Uma dica importante para manter
uma boa comunicação é que
precisamos nos adaptar ao
nosso interlocutor.

Mas como fazer isso, se as
pessoas são tão diferentes?
Se elas têm estilos diferentes? 
Se têm formas diferentes de
agir?
Bem, isso é o que nós vamos ver
nas próximas páginas.
ADAPTAR-SE AO
INTERLOCUTOR

Você pode estar se perguntando
por que é preciso
se adaptar ao outro, não é
mesmo?

Adaptar­se é importante porque é
mais fácil manter um
relacionamento com quem se
gosta. E as pessoas gostam mais
de quem é parecido com elas.

A PNL ensina que é possível
conseguir esse efeito através da
técnica da modelagem.
Quando nós modelamos o nosso
interlocutor, nós ficamos mais
parecidos com ele, nos tornamos
como um espelho, e assim criar a
conexão fica mais fácil.

Mas no momento de criar essa
conexão com alguém precisamos
estar atentos, porque as pessoas
vivenciam suas experiências de
forma distintas.
E nossa comunicação é baseada
em nossas experiências...

Então, precisamos saber qual a
preferência sensorial de cada
pessoa!

Algumas são mais visuais, outras
mais auditivas  e outras mais
cinestésicas.
Dificilmente uma pessoa se
enquadra em apenas um desses
estilos, mas sempre há um que
se sobressai. 

Se soubermos reconhecer o
estilo de nosso interlocutor, qual
a sua preferência sensorial, será
mais fácil adaptar nossa
linguagem, para criar uma boa
conexão e manter uma
comunicação mais efetiva.

Então...
aí vão algumas dicas para você
aprender a reconhecer qual a
preferência sensorial de cada
pessoa.
# dica 1
pessoas visuais
As pessoas que dependem mais da
visão são aquelas que pensam em
imagens.

E como você pode reconhecer
essas pessoas?

Observando pistas em sua
linguagem verbal e não verbal!
Pessoas visuais tendem a ir
direto ao ponto e são
mais objetivas.

Elas querem ver as provas do
que você está dizendo antes de
tomarem alguma decisão.

As pessoas visuais costumam se
irritar com bagunça,
desorganização e desordem.
Geralmente elas fazem contato
visual enquanto conversam.

EXPRESSÕES USADAS PELAS
PESSOAS VISUAIS
Agora que já vimos todas as
possibilidades, podemos tomar
nossa decisão.

Estamos avistando boas chances
no futuro.

Você vê o que eu quero dizer?

Eu quero que dê uma
olhada nisso.

Isso ainda está obscuro para mim.
Não posso me imaginar / me ver
fazendo isso.

MAIS PALAVRAS USADAS
PELAS PESSOAS VISUAIS

vê                         claro
olha                      nevoento         
observa                nebuloso
mostra                  cintilante
revela                   cristalino
imagina                escuro

olho nu
colírio para os olhos
dar uma olhada
embaixo do seu nariz
Reparou...
essas pessoas se expressam
usando palavras que remetem ao
sentido da visão.

A maneira mais eficiente de nos
comunicarmos com as pessoas
visuais é evocando imagens,
dizendo como as coisas se
parecem, oferecendo descrições
dos elementos sobre os quais
estamos falando. 
Por exemplo, se você está
tentanto vender um pacote de
viagem para uma pessoa visual,
a melhor forma de convencê­la a
comprá­lo é mostrando fotos das
paisagens e dos ambientes do
hotel, descrevendo a cidade, etc.
Você precisa fazer a pessoa
visualizar aquilo que ela está
comprando, o que ela vai
desfrutar em sua viagem.
# dica 2
PESSOAS AUDITIVAS

As pessoas auditivas falam sobre
como as coisas soam.

Normalmente elas têm jeito com
as palavras e são bastante
persuasivas.

Costumam falar um pouco mais
devagar do que as pessoas
visuais.
As pessoas auditivas tendem a
virar levemente a cabeça (ou
melhor, a orelha) quando estão
escutando. Assim tiram os foco
dos olhos e procuram o som.

ALGUMAS EXPRESSÕES
USADAS PELAS PESSOAS
AUDITIVAS

Eu não gostei do tom de voz dele.

O que ele falou me soou familiar.

Estou apenas dizendo a minha
opinião.

Ela ficou com a língua presa.
MAIS PALAVRAS USADAS
PELAS PESSOAS AUDITIVAS

ouve              som
escuta           (é como) música
sintoniza        ser ouvido
ressoa           silêncio
declara          surdo

alto e claro
dizer a verdade
dobre a língua
falar com franqueza
expressar­se
maneira de dizer
preste atenção
sou todo ouvidos
As pessoas auditivas falam
evocando o sentido da audição.

Para melhor se comunicar e
convencer as pessoas cuja
preferência sensorial é a audição,
diga como as coisas soam.

As pessoas auditivas precisam
escutar sons e verbalizar
experiências.

Voltando ao exemplo sobre venda
de um pacote de viagem, no caso
de o cliente ser uma pessoa
auditiva, você deve falar sobre o
barulho das ondas do mar, o
canto dos pássaros ao redor do
hotel e aí por diante.
Você precisa fazer a pessoa ter
uma sensação auditiva do que ela
vai aproveitar em suas férias. 
# dica 3
pessoas cinestésicas

As pessoas cinestésicas falam
sobre como se sentem em relação
às coisas.

Elas tendem a ser sentimentais,
fáceis de lidar e intuitivas, podendo
ser muitas vezes reservadas.

Algumas delas podem ser
reconhecidas por falar
extremamente devagar ou por
mencionar todos os detalhes, o que
faz as demais pessoas sentirem
vontade de gritar: "Ok, eu já
entendi, anda logo com essa
conversa".
EXPRESSÕES USADAS PELAS
PESSOAS CINESTÉSICAS

Estou inclinado a dar uma chance
a ele.

Quando puder colocar minhas
mãos em algo concreto, vou
entrar em contato com ela e dar
seguimento ao projeto.

Ela está de cabeça quente.

Aquela foi uma discussão
acalorada.

Eles ficaram enfurecidos com os
últimos acontecimentos.
MAIS PALAVRAS USADAS
PELAS PESSOAS
CINESTÉSICAS

sente               duro
toca                 insensível
aperta              sólido
compreende     controle­se
faz contato       convencido
gira
concretiza

aguentar firme
mantenha a calma
carne de pescoço
de pernas para o ar
estar nas nuvens
por as cartas na mesa
Reparou?
As pessoas cinestésicas tendem a
se comunicar por meio de
expressões que evocam as
sensações, em especial a do toque

Para melhor se comunicar com as
pessoas cinestésicas, explique as
sensações (em especial, as
sensações físicas) que elas
vão sentir em relação ao
elemento sobre o qual estão
conversando.
Ainda no exemplo da venda de um
pacote de viagem, para uma
pessoa cinestésica, fale sobre as
sensações que ela irá vivenciar
em sua viagem: a tranquilidade e
paz que sentirá nos ambientes do
hotel escolhido, a maciez da
cama, o relaxamento
proporcionado pelas seções de
massagem, etc.
PARA ENCERRAR NOSSA
CONVERSA

Você acabou de ler como pode
reconhecer a preferência sensorial
das pessoas ao seu redor.

Em suas conversas, fique atento
ao modo como as pessoas se
expressam, as pistas que elas
deixam em sua fala.

Sabendo a preferência sensorial
da pessoa com quem você está
lidando, fica mais fácil adaptar o
seu discurso para manter uma boa
conexão e influenciar o outro.
Espero que as dicas deste e­book
te ajudem a aperfeiçoar a sua
comunicação e que você tenha
cada vez mais sucesso.

Te convido a curtir minha fanpage
"A linguagem do Sucesso", para
receber mais dicas de como
melhorar a sua comunicação, para
atingir o sucesso profissional e
pessoal.

Além disso, você pode me
escrever, deixar seu comentário ou
alguma pergunta.
Será um prazer responder.

Até breve!

Rafaela Boeff

Você também pode gostar