Você está na página 1de 25

1) O acelerador de íons pesados relativísticos de Brookhaven (Estados Unidos) foi

inaugurado com a colisão entre dois núcleos de ouro, liberando uma energia de 10
trilhões de elétrons-volt. Os cientistas esperam, em breve, elevar a energia a 40 trilhões
de elétrons-volt, para simular as condições do Universo durante os primeiros
microssegundos após o Big Bang. (Ciência Hoje, setembro de 2000). Sabendo que 1
elétron-volt é igual a 1,6.10-19 joules, a ordem de grandeza da energia, em joules, que se
espera atingir em breve,com o acelerador de Brookhaven, é:
a)10-8
b) 10-7
c)10-6
d)10-5

2) Analisando o movimento de subida e descida de um corpo que é lançado verticalmente no


espaço próximo à superfície da terra, sem considerar qualquer tipo de atrito, sobre a
aceleração do corpo é correto afirmar que
a) muda de sinal quando sua velocidade muda de sentido.
b) é a mesma ao longo de todo o movimento.
c) no ponto mais alto da trajetória é nula.
d) é máxima quando o corpo está na iminência de tocar o solo.

3) No gráfico, representam-se as posições ocupadas por um corpo que se desloca numa


trajetória retilínea, em função do tempo.

Pode-se, então, afirmar que o módulo da velocidade do corpo:


a) aumenta no intervalo de 0 s a 10 s;
b) diminui no intervalo de 20 s a 40 s;
c) tem o mesmo valor em todos os diferentes intervalos de tempo;
d) é maior no intervalo de 0 s a 10 s.

4) Uma martelada é dada na extremidade de um trilho. Na outra extremidade encontra-se


uma pessoa que ouve dois sons, separados por um intervalo de tempo de 0,18 s.
O primeiro som se propaga através do trilho, com velocidade de 3.400 m/s, e o segundo
através do ar, com velocidade de 340 m/s. O comprimento do trilho vale:

a) 18 m
b) 34 m
c) 36 m
d) 68 m

5) Um terço de percurso retilíneo é percorrido por um móvel com velocidade escalar média
de 60 km/h e o restante do percurso, com velocidade escalar média da 80 km/h. Então, a
velocidade escalar média do móvel, em km/h, em todo percurso, é
a) 70
b) 72
c) 73
d) 75

6) Daniel e André, seu irmão, estão parados em um tobogã, nas posições mostradas nesta
figura:
Daniel tem o dobro do peso de André e a altura em que ele está, em relação ao solo,
corresponde à metade da altura em que está seu irmão. Em certo instante, os dois começam a
escorregar pelo tobogã. Despreze as forças de atrito.
É CORRETO afirmar que, nessa situação, ao atingirem o nível do solo, André e Daniel
terão
a) energias cinéticas diferentes e módulos de velocidade diferentes.
b) energias cinéticas iguais e módulos de velocidade iguais.
c) energias cinéticas diferentes e módulos de velocidade iguais.
d) energias cinéticas iguais e módulos de velocidade diferentes.

7) Uma força de 10 N age sobre um corpo fazendo com que ele realize um deslocamento de 5
metros em 20 segundos. Determine a potência desenvolvida supondo que a força seja paralela ao
deslocamento.
a) 2 W
b) 2,5 W
c) 3 W
d) 3,5 W

8) Para construir barracos em uma região onde predominam matacões (pedras gigantes), os
invasores do Jardim Paraná, loteamento clandestino na serra da Cantareira, pagam a pedreiros
para explodirem as pedras com dinamite. Algumas dessas pedras ficam instáveis. Suponha que
uma pedra de 10 toneladas, inicialmente em repouso, deslize, sem rolar, de uma altura de 72
metros e que, nesse processo, aproximadamente 90% da variação de sua energia potencial
gravitacional seja dissipada por atrito.
Considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m/s2, a quantidade de movimento final da
pedra em kg m/s é, aproximadamente, igual a:
a) 1,4 x 10²
b) 1,2 x 105
c) 7,2 x 105
d) 3,6 x 106

9) No jogo do Brasil contra a Noruega, o tira-teima mostrou que o atacante brasileiro Roberto
Carlos chutou a bola diretamente contra o goleiro do time adversário. A bola atingiu o goleiro
com velocidade de 108 km/h e este conseguiu imobilizá-la em 0,1s, com um movimento de
recuo dos braços. O módulo da aceleração média da bola durante a ação do goleiro foi, em
m/s², igual a:
a) 3000.
b) 1080.
c) 300.
d) 108.

10) Depois de se chocarem frontalmente, duas esferas de massas diferentes recuam em


sentidos contrários. De acordo com a 3ª. Lei de Newton, pode-se afirmar que:
a) as acelerações de recuo são iguais e as forças de ação e reação durante o choque são iguais em
módulo e direção;
b) as acelerações de recuo são diferentes e as forças de ação e reação durante o choque são
iguais em módulo e direção;
c) as acelerações de recuo são diferentes e as forças de ação e reação durante o choque são
diferentes em módulo e direção;
d) as velocidades de recuo são iguais e constantes e as forças de ação e reação durante o
choque são iguais em módulo e direção;

11) A figura abaixo representa um bloco que, deslizando sem atrito sobre uma superfície
horizontal, se choca frontalmente contra a extremidade de uma mola ideal, cuja extremidade
oposta está presa a uma parede vertical rígida.

Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas no parágrafo abaixo, na ordem


em que elas aparecem.

Durante a etapa de compressão da mola, a energia cinética do bloco ............... e a energia


potencial elástica armazenada no sistema massa-mola ............... . No ponto de inversão do
movimento, a velocidade do bloco é zero e sua aceleração é ............... .
a) aumenta – diminui – zero
b) diminui – aumenta – máxima
c) aumenta – diminui – máxima
d) diminui – aumenta – zero

12) Na figura, o bloco A tem uma massa mA = 80kg e o bloco B, uma massa mB = 20kg.
São ainda desprezíveis os atritos e as inércias do fio e da polia e considera-se g= 10m/s2.

Sobre a aceleração do bloco B, pode-se afirmar que ela será de:

a) 10 m/s2 para baixo.


b) 4,0 m/s2 para cima.
c) 4,0 m/s2 para baixo.
d) 2,0 m/s2 para baixo.

13) Na figura, o bloco B encontra-se em iminência de movimento de descida sobre a


rampa de inclinação , sob ação exclusiva das forças F1 , F2 e F3 , que podem ser
identificadas, respectivamente, como:
a) peso, normal e atrito;
b) normal, peso e atrito;
c) peso, atrito e normal;
d) atrito, peso e normal;

14) Às vezes, as pessoas que estão num elevador em movimento sentem uma sensação
de desconforto, em geral na região do estômago. Isso se deve à inércia de nossos órgãos
internos localizados nessa região, e pode ocorrer:

a) quando o elevador sobe ou desce em movimento uniforme.

b) apenas quando o elevador sobe em movimento uniforme

c) apenas quando o elevador desce em movimento uniforme.

d) quando o elevador sobe ou desce em movimento variado.

15) Um dinamômetro preso ao teto de um elevador suporta um bloco de peso P e


registra um força F conforme mostra a figura abaixo.

O quadro seguinte resume as considerações dessa situação feitas por quatro estudantes.
Estão corretas apenas as considerações dos estudantes

a) 1 e 2.

b) 1 e 3.

c) 2 e 4.

d) 3 e 4.

16) Um carrinho é largado do alto de uma montanha russa, conforme a figura. Ele se
movimenta, sem atrito e sem soltar-se dos trilhos, até atingir o plano horizontal. Sabe-se
que os raios de curvatura da pista em A e B são iguais. Considere as seguintes
afirmações:

I. No ponto A, a resultante das forças que agem sobre o carrinho é dirigida para baixo.
II. A intensidade da força centrípeta que age sobre o carrinho é maior em A do que em
B.
III. No ponto B, o peso do carrinho é maior do que a intensidade da força normal que o
trilho exerce sobre ele.
Está correto apenas o que se afirma em:
a) I
b) II
c) II e III
d) I e II

17) A figura I mostra uma vasilha, cheia de água até a borda, sobre uma balança. Nessa
situação, a balança registra um peso P1. Um objeto de peso P2 é colocado nessa vasilha
e flutua, ficando parcialmente submerso, como mostra a figura II. Um volume de água
igual ao volume da parte submersa do objeto cai para fora da vasilha.
Com base nessas informações, é correto afirmar que, na figura
II, a leitura da balança é:
a) igual a P1.
b) igual a P1 + P2.
c) maior que P1 e menor que P1 + P2.
d) menor que P1.

18) Um reservatório de água é constituído de duas partes cilíndricas, interligadas, como


mostrado na figura:

A área da seção reta do cilindro inferior é maior que a do cilindro superior.


Inicialmente, esse reservatório está vazio. Em certo instante, começa-se a enchê-lo com
água, mantendo-se uma vazão constante.
Assinale a alternativa cujo gráfico melhor representa a pressão, no fundo do
reservatório, em função do tempo, desde o instante em que se começa a enchê-lo até o
instante em que ele começa a transbordar.
19) Um dentista mandou fazer uma peça de ouro para o dente de um cliente. Para isso,
ele enviou ao protético um pedaço de ouro, que é um metal muito caro, para ser
moldado, mas desconfiou de que o protético tinha adulterado a peça misturando ao ouro
algum outro metal de baixo custo. Para verificar a pureza da peça recebida, o dentista
teve a idéia de utilizar um procedimento parecido com o que foi realizado por
Arquimedes, que é medir, mergulhando em água, o empuxo sobre a peça e o empuxo
sobre um pedaço de ouro puro que tenha

a) a mesma massa de peça; se os empuxos forem iguais, a peça foi realmente adulterada.
b) a mesma massa da peça; se os empuxos forem diferentes, a peça foi realmente
adulterada.
c) o mesmo volume de peça; se os empuxos forem iguais, a peça foi realmente
adulterada.
d) o mesmo volume de peça; se os empuxos forem diferentes, a peça foi realmente
adulterada

20) Um fazendeiro manda cavar um poço e encontra água a 12 m de profundidade. Ele


resolve colocar uma bomba de sucção muito possante na boca do poço, isto é, bem ao
nível do chão. A posição da bomba é:
a) ruim, porque não conseguirá tirar água alguma do poço.
b) boa, porque não faz diferença o lugar onde se coloca a bomba.
c) ruim, porque gastará muita energia e tirará pouca água.
d) boa, apenas terá de usar canos de diâmetro maior.

21) O gráfico a seguir mostra a variação da quantidade de calor absorvida por dois corpos
A e B, de massas iguais, em função da temperatura.

Conclui-se que:
a) A capacidade térmica de A é menor que a de B.
b) As capacidades térmicas dos dois são iguais.
c) O calor específico de A é maior que o de B.
d) A capacidade térmica de A é maior que a de B.

22) Num recipiente de aerossol, a alta pressão interna mantém parte do conteúdo no
estado líquido, em temperatura ambiente. Ao ser expelido para o meio externo, que está
à pressão atmosférica, esse líquido passa rapidamente para o estado gasoso.
Quando se usa um desodorante do tipo aerossol, o jato de fluido que sai do recipiente
está a uma temperatura menor que a do fluido que ficou dentro do recipiente. Isso
acontece porque há uma diminuição da energia interna do fluido expelido devido ao
trabalho realizado pela expansão do mesmo.
Pode-se concluir, portanto, que essa expansão é, aproximadamente,
a) adiabática
b) isotérmica
c) isovolumétrica
d) isobárica

23) Para oferecer acessibilidade aos portadores de dificuldades de locomoção, é


utilizado, em ônibus e automóveis, o elevador hidráulico. Nesse dispositivo é usada uma
bomba elétrica, para forçar um fluido a passar de uma tubulação estreita para outra mais
larga, e dessa forma acionar um pistão que movimenta a plataforma. Considere um
elevador hidráulico cuja área da cabeça do pistão seja cinco vezes maior do que a área
da tubulação que sai da bomba. Desprezando o atrito e considerando uma aceleração
gravitacional de 10m/s2, deseja-se elevar uma pessoa de 65 kg em uma cadeira de rodas
de 15 kg sobre a plataforma de 20kg.
Qual deve ser a força exercida pelo motor da bomba sobre o fluido, para que o
cadeirante seja elevado com velocidade constante?

A) 20N
B) 100N
C) 200N
D) 1000N
E) 5000N

24) O comprimento de uma barra de alumínio é 100 cm a 0ºC. Dado o coeficiente de


dilatação linear do alumínio 2,4.10–5 ºC–1, suposto constante, o comprimento da barra a
70ºC será:
a) 100,168 cm
b) 100,240 cm
c) 100,060 cm
d) 100,680 cm
e) 100,200 cm

25) Um cilindro é fechado por um êmbolo que pode se mover livremente. Um gás,
contido nesse cilindro, está sendo aquecido, como representado nesta figura:
Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que, nesse processo,
a) a pressão do gás aumenta e o aumento da sua energia interna é menor que o calor
fornecido.
b) a pressão do gás permanece constante e o aumento da sua energia interna é igual
ao calor fornecido.
c) a pressão do gás aumenta e o aumento da sua energia interna é igual ao calor
fornecido.
d) a pressão do gás permanece constante e o aumento da sua energia interna é
menor que o calor fornecido.

26) O gráfico da pressão p em função do volume V de um gás ideal representa uma


transformação cíclica ocorrida em três fases. Inicia-se o ciclo por uma
transformação isobárica, seguida de uma transformação isovolumétrica e
finalmente, de uma transformação isotérmica.

Com base nesses dados pode-se afirmar que


a) o trabalho realizado na transformação isotérmica é calculado pela expressão
 = p . (Vƒ - Vo).
b) o trabalho realizado pelo gás é nulo durante a transformação isotérmica.
c) o trabalho realizado pelo gás na transformação isotérmica é igual ao calor que
esse gás absorve.
d) o trabalho realizado sobre o gás durante a transformação isovolumétrica é o
mesmo que na transformação isobárica.

27) A figura mostra um cilindro que contém um gás ideal, com um êmbolo livre
para se mover. O cilindro está sendo aquecido.
Pode-se afirmar que a relação que melhor descreve a transformação sofrida pelo
gás é

a) p/T = constante
b) pV = constante
c) V/T = constante
d) p/V = constante

28) Júlia coloca uma esfera de cobre e uma


de alumínio, ambas de mesma massa e à mesma
temperatura, sobre um bloco de gelo. Após certo
tempo, ela observa que essas esferas permanecem em
equilíbrio nas posições indicadas nesta figura:
Todas as dimensões estão representadas em escala
na figura. Sejam dCu e dAl as densidades e cCu e cAl
os calores específicos, respectivamente, do cobre e do
alumínio. Com base nessas informações, é CORRETO
afirmar que

A) dCu < dAl e cCu > cAl


B) dCu > dAl e cCu < cAl
C) dCu < dAl e cCu < cAl
D) dCu > dAl e cCu > cAl

29) Dois ímãs, presos nas extremidades de dois fios finos, estão em equilíbrio,
alinhados verticalmente, como mostrado nesta figura:

Nessas condições, o módulo da tensão no fio que está preso no ímã de cima é

a) igual ao módulo da tensão no fio de baixo.

b) igual ao módulo do peso desse ímã.

c) maior que o módulo do peso desse ímã.

d) menor que o módulo da tensão no fio de baixo.

30) Na figura, dois ímãs iguais, em forma de anel, são atravessados por um

bastão que está preso em uma base. O bastão e a base são de madeira. Considere
que os ímãs se encontram em equilíbrio e que o atrito entre eles e o bastão é

desprezível.

Nessas condições, o módulo da força que a base exerce sobre o ímã de baixo é

a) igual ao peso desse ímã.

b) nulo.
c) igual a duas vezes o peso desse ímã.

d) maior que o peso desse ímã e menor que o dobro do seu peso.

31) Uma lâmina bimetálica é constituída de duas placas de materiais diferentes,


M1 e M2‚ presas uma à outra. Essa lâmina pode ser utilizada como interruptor
térmico para ligar ou desligar um circuito elétrico, como representado,
esquematicamente na figura I:

Quando a temperatura das placas aumenta, elas dilatam-se e a lâmina curva-se


fechando o circuito elétrico, como mostrado na figura II.

A tabela mostra o coeficiente de dilatação linear a de diferentes materiais.

Considere que o material M1 é cobre e o outro, M2, deve ser escolhido entre

os listados nessa tabela. Para que o circuito seja ligado com o MENOR

aumento de temperatura, o material da lâmina M‚ deve ser o

a) aço.
b) alumínio.
c) bronze.
d) níquel.

32) A figura mostra uma parte de um circuito elétrico de um automóvel


contendo três lâmpadas sendo alimentado pela bateria. As resistências das
lâmpadas L1, L2, L3 são, respectivamente, R1=2 , R2=3  e R3=5 .

Chamando de i1, i2‚ e i3 as correntes elétricas nas lâmpadas L1, L2‚ e L3,
respectivamente, é correto afirmar que
a) i1 = i2 = i3.
b) i1 = i2 · i3.
c) i1 > i2 > i3.
d) i3 > i1 > i2.

33) Um determinado circuito elétrico de uma residência, cuja tensão elétrica é de 120 V,
é constituída por cinco tomadas de corrente onde eventualmente são ligados alguns
tipos de aparelhos abaixo relacionados. O circuito é protegido por um disjuntor (fusível)
de 15,0 A.
1. Máquina de lavar - potência de 480 W.
2. Aquecedor elétrico - potência de 1200 W.
3. Enceradeira - potência de 360 W.
4. Aspirador de pó - potência de 720 W.
5. Televisão - potência de 240 W.
O circuito será interrompido pelo disjuntor (fusível), ao se ligarem simultaneamente:
a) máquina de lavar roupa e aquecedor.
b) máquina de lavar roupa, enceradeira e televisão.
c) enceradeira, aspirador de pó e televisão.
d) aquecedor e aspirador de pó.

34) Nas instalações elétricas domésticas, lâmpadas (L) são ligadas ao circuito por meio
de um interruptor (I).
No quarto de Vinicius, ha um interruptor que pode fazer duas lâmpadas (L1 e L2)
acenderem e apagarem simultaneamente. Se uma delas se queimar, a outra pode
funcionar normalmente, até que a lâmpada queimada seja substituída por uma nova.
Assinale a alternativa em que o diagrama representado corresponde ao circuito elétrico
do quarto de Vinicius:

35) O circuito elétrico seguinte é constituído por três lâmpadas L1 , L2 e L3, que são
idênticas, e ligadas a uma bateria ε.
Se a lâmpada L3 repentinamente se queimar, é correto afirmar que
a) L2 diminuirá o seu brilho.
b) L1 dissipará mais energia.
c) L2 dissipará menos energia.
d) L1 terá o mesmo brilho de L2.

36) Uma jovem mudou-se da cidade do Rio de Janeiro para a capital de Pernambuco.
Ela levou consigo um chuveiro elétrico, cuja potência nominal é de 4 400 W, que
funcionava perfeitamente quando ligado à rede elétrica do Rio de Janeiro, cuja tensão é
de 110 V. Ao chegar a Recife, ela soube que a tensão da rede elétrica local é de 220 V.
Para que o chuveiro elétrico continue a dissipar, por efeito Joule, a mesma potência que
era obtida no Rio de Janeiro, a sua resistência elétrica deve ser:
a) diminuída em 50%
b) mantida inalterada
c) duplicada
d) quadruplicada

37) Um forno elétrico, ligado a uma tensão de 120 V, é percorrido por uma corrente de
15 A, durante 6,0 minutos. Uma lâmpada comum, de 60 W, ligada na mesma tensão de
120 V, consumiria a mesma energia que o forno num intervalo de tempo, em horas,
igual a:

a) 1,0
b) 2,0
c) 3,0
d) 4,0
38) Uma pequena esfera de isopor B, pintada com tinta metálica, é atraída por outra
esfera maior A, também metalizada. Tanto A como B estão eletricamente isoladas.
Este ensaio permite afirmar que:

a) as cargas elétricas em A e em B são de sinais opostos.


b) a esfera B possui carga positiva.
c) a esfera A pode estar neutra.
d) a esfera A possui carga positiva.

39) Num acidente, o velocímetro de uma motocicleta registrava a velocidade de 72


km/h no instante anterior à colisão.
Supondo que o piloto estava à mesma velocidade que a moto no instante do acidente,
isso seria equivalente à queda livre em um prédio.
Se a distância entre um piso e outro é 2,5m, de qual andar o piloto teria de cair para
alcançar tal velocidade?
(Adote a aceleração da gravidade como 10m/s2)
a) 08º andar
b) 10º andar
c) 16º andar
d) 18º andar

40) Um pára-quedista salta de uma altura de 325 m. Durante os primeiros 5,0 s, ele cai
em queda livre, praticamente sem interferência do ar; em seguida, ele abre o pára-
quedas e seu movimento passa a ser uniforme, após brusca diminuição de velocidade,
como indica o gráfico da velocidade, em função do tempo.
Considere o movimento de queda vertical e retilíneo e a aceleração da gravidade de 10
m ⁄s2. O tempo total de movimento, até a chegada do pára-quedista ao solo, será de

a) 20,0 s.
b) 25,0 s.

c) 28,0 s.
d) 30,0 s.

41) Um feixe de elétrons passa inicialmente entre os pólos de um ímã e, a seguir, entre
duas placas paralelas, carregadas com cargas de sinais contrários, dispostos conforme a
figura a seguir. Na ausência do ímã e das placas, o feixe de elétrons atinge o ponto O do
anteparo.

Em virtude das dos campos magnético e elétrico, pode-se concluir que o feixe

a) passará a atingir a região I do anteparo.

b) passará a atingir a região II do anteparo.

c) passará a atingir a região III do anteparo.

d) passará a atingir a região IV do anteparo.


42) Na figura, estão representados uma bobina (fio enrolado em torno de um tubo
de plástico) ligada em série com um resistor de resistência R e uma bateria.
Próximo à bobina, está colocado um ímã, com os pólos norte (N) e sul (S) na
posição indicada. O ímã e a bobina estão fixos nas posições mostradas na figura.

Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que

a) a bobina não exerce força sobre o ímã.

b) a força exercida pela bobina sobre o ímã diminui quando se aumenta a


resistência R.

c) a força exercida pela bobina sobre o ímã é diferente da força exercida pelo ímã
sobre a bobina.

d) o ímã é repelido pela bobina.

43) Um anel metálico rola sobre uma mesa, passando, sucessivamente, pelas
posições P, Q, R e S, como representado nesta figura:

Na região indicada pela parte sombreada na figura, existe um campo magnético


uniforme, perpendicular ao plano do anel, representado pelo símbolo B.
a) é nula apenas em R e tem sentidos opostos em Q e em S.

b) tem o mesmo sentido em Q, em R e em S.

c) é nula apenas em R e tem o mesmo sentido em Q e em S.

d) tem o mesmo sentido em Q e em S e sentido oposto em R.

44) No salto com vara, uma prova tradicional da Olimpíada, um atleta, de posse de uma
vara flexível, corre até o local do salto e a utiliza para arremessar seu corpo o mais alto
possível por sobre uma barra. Durante o salto, entre o começo da corrida até o atleta
atingir o ponto mais alto do salto, há duas principais transformações de energia.
Primeiro, a energia cinética do corpo do atleta se transforma em energia elástica da vara.
Depois, a energia elástica da vara se transforma em energia potencial gravitacional do
sistema Terra-corpo do atleta.

Para melhorar o seu desempenho e conseguir uma maior altura, um atleta do salto com
vara pensou em duas estratégias:

I - mediante um treino específico, aumentar a velocidade de sua corrida, mantendo o seu


peso.

II - mediante uma dieta específica, diminuir o seu peso, mantendo a mesma velocidade
de sua corrida.

Em relação à eficiência dessas estratégias e considerando - se apenas as transformações


de energia que ocorrem, é CORRETO afirmar que:

a) apenas a estratégia I é eficiente.

b) apenas a estratégia II é eficiente.

c) as duas estratégias são eficientes.

d) as duas estratégias são ineficientes.

45) Um corpo com massa de 350 kg repousa sobre um plano horizontal liso. Aplica – se
sobre o corpo uma força constante, horizontal, que o desloca 20 m durante 5 s. Nessa
situação, desprezando qualquer força de atrito, a intensidade do impulso aplicado ao
corpo no intervalo de tempo mencionado, em N.s, é de:
a) 5,6 x 103

b) 4,2 x 104

c) 2,8 x 103

d) 5,6 x 105

46) Duas cargas elétricas iguais de 2 . 10–6 C se repelem no vácuo com uma força de 0,1 N.
Sabendo que a constante elétrica do vácuo é de 9 . 109 N m2/C2, qual a distância entre
essas cargas?

a) 0,6 m

b) 0,7 m

c) 0,8 m

d) 0,9 m

47) Marcelo Negrão, numa partida de vôlei, deu uma cortada na qual a bola partiu com
uma velocidade de 126km/h (35m/s). Sua mão golpeou a bola a 3,0m de altura, sobre a
rede, e ela tocou o chão do adversário a 4,0m da base da rede, como mostra a figura.
Nessa situação pode-se considerar, com boa aproximação, que o movimento da bola é
retilíneo e uniforme.

Considerando essa aproximação, pode-se afirmar que o tempo decorrido entre o golpe
do jogador e o toque da bola no chão é de

a) 1,7 s

b) 2/63 s
c) 3/35 s

d) 5/35 s

48) Numa filmagem, no exato instante em que um caminhão passa por uma marca no
chão, um dublê se larga de um viaduto para cair dentro de sua caçamba. A velocidade v
do caminhão é constante e o dublê inicia sua queda a partir do repouso, de uma altura de
5 m da caçamba, que tem 6 m de comprimento.

A velocidade ideal do caminhão é aquela em que o dublê cai bem no centro da caçamba,
mas a velocidade real v do caminhão poderá ser diferente e ele cairá mais à frente ou
mais atrás do centro da caçamba. Para que o dublê caia dentro da caçamba, v pode
diferir da velocidade ideal, em módulo, no máximo:

a) 1 m/s.

b) 3 m/s.

c) 5 m/s.

d) 7 m/s.

49) Um trem de brinquedo, com velocidade inicial de 2 cm/s, é acelerado durante 16 s.


O comportamento da aceleração nesse intervalo de tempo é mostrado no gráfico a
seguir.

Calcule, em cm/s, a velocidade do corpo imediatamente após esses 16 s.

a) 32 cm/s

b) 34 cm/s

c) 36 cm/s

d) 38 cm/s
50) Um aquecedor de imersão (ebulidor) dissipa 200 W de potência, utilizada
totalmente para aquecer 100 g de água, durante 1 minuto. Qual a variação de
temperatura sofrida pela água?
Considere
1 cal = 4 J e cágua = 1 cal/g°C.

a) 10 °C
b) 20 °C
c) 30 °C
d) 40 °C

1) D 18) C 35) D
2) B 19) B 36) D
3) D 20) A 37) C
4) D 21) A 38) C
5) B 22) A 39) A
6) D 23) C 40) B
7) B 24) A 41) A
8) B 25) D 42) B
9) D 26) C 43) A
10) B 27) B 44) A
11) B 28) B 45) C
12) D 29) C 46) A
13) C 30) C 47) D
14) D 31) B 48) B
15) B 32) A 49) D
16) C 33) D 50) C
17) A 34) B