Você está na página 1de 9

A Fuga

Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Deixa ver, o quanto te faz sofrer,


Se bebe para esconder,
Se você escolheu o destino ou o destino escolheu você,
Se essa droga injetada traz a paz ou faz curar.

A questão é saber: Onde isso vai dar?


Se essa alma revoltada chega do lado de lá...
Se essa busca desenfreada, com egoísmo atulhado,
Justifica a procura por prazer desenfreado

Não comprometa sua história,não destrua sua memória,


Não se dobre ao banal, refém do trivial,
Não tenha em sua estante o insignificante,
Não se comprometa com o descartável, o irrelevante.

Ser sóbrio é ser normal, ser louco é ser natural!


A fuga certa te eleva e não faz mal.

Fuga do tédio, a desordem ou o medo,


A essência de tudo é sempre fugir de si mesmo.
A vida é uma combustão de experiências que nos faz,
Quanto mais se fomentar, menos tempo sobrará.

Quer saber o preço para ser diferente?


Depende da condução que te levará a diante.
Antes que o fogo apague e tudo vire fumaça,
Pegue o ticket dEle, já foi pago, é de graça!

Ele e Eu
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Eu perdido, Ele me encontrou.


Eu a casa, Ele transformou.
Eu desejo:
Viver com Deus para toda eternidade!

Eu orgulho, me distanciou.
Eu caído, se aproximou.
Eu filho...
Salvo pelo Seu favor!

Use a minha vida para fazer Teu reino vir.


Que o mundo possa conhecer-Te através de mim,
E eu tenha histórias para contar.
Que eu leve os meus dias para Ti viver,
E a minha vida se complete em Você,
Até que eu possa Te encontrar.

Ele longe, eu sou caos.


Ele perto, eu sou sal.
Ele Graça...
Imerecido Amor que me salvou!

Ele grande, eu pequeno.


Ele eternidade, eu efêmero.
Ele Salvador...
No meu desastre Ele me alcançou

O Preço da Vida
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade
No mundo deprimido quer apenas ser ouvido,
Já não expressa com clareza o sentimento adquirido,
A dor que o carrega é seu inimigo,
O que era sal revela-se insípido.

O suspiro de ajuda transforma-se em grito:


Morrer, sumir, tentativas de suicídio.
A alta destruição já não é mais um tabu,
De causas evitáveis jovens morrem sem Jesus!

Deixa Deus agir na sua fé,


Faça um novo recomeço.
Deixa Deus dizer quem você é,
Ele já pagou o preço.

A vida com Deus é bem diferente,


Nada de olho por olho ou dente por dente.
Você não é estranho, também não é comum,
Você não precisa de brilho, você precisa de luz!

Não é desistindo que se acaba com a dor.


O que te faz acreditar que do outro lado é melhor?
Quem disse que a ferida não pode cicatrizar,
Não conhece o nome de quem pode te curar!

Meu Muro
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Das lutas que travo, a fé em que me agarro me faz suportar


As guerras internas, as dores que me inquietam, não me fazem parar
Sem força e cansado, no limite exausto, vem me amparar
Nada nessa vida para a minha corrida, a fé vou guardar.

Os teus olhos percorrem a terra,


E vêem minhas feridas internas,
Como o sol que na sua força resplandece,
Ilumina e o medo desaparece.

Estou seguro Ele é o meu muro!

O grito da alma, sempre encontra calma, me faz enxergar,


Que em dias turvados, por trás das nuvens o Sol está lá.
Ainda que os meus pés vacilem, se minhas armas caírem, aqui Tu estarás.
Ao olhar para os montes, o meu socorro se revelará!

Sinto que em seus abraços posso descansar.


Se o meu céu cair, tenho razões pra continuar!
Pai, esteja em Ti minha esperança,
Que eu ganhe os céus como uma criança;
Ser dependente, sem hesitar.

Preciso me Lembrar
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Todos os dias quando eu acordo


Procuro entender
Qual o sentido de viver aqui
Se um dia vou morrer?

De onde vim? Pra onde vou?


Será que tudo acaba aqui?
Até que um dia alguém me falou
Que não é bem assim.

A vida passa tão rápido


Somos como fumaça
Uma bomba-relógio
Prestes a explodir.

Preciso me lembrar
Do meu Criador
Antes que venham os dias
Em que não terei mais prazer de viver aqui
Só nEle posso encontrar
A razão de viver
A esperança além da morte
O sentido pra continuar.

Rap:
Elevo os olhos para o monte de onde virá o meu socorro? O meu socorro vem do Senhor que
fez os céus a terra e o mar, Ele não deixará que os meus pés vacilem, a minha alma Ele
guardará.
Um, dois... Um, dois, três!

Procurei tantas respostas, e pude perceber


Que o vazio que há dentro de mim,
Só DEUS, pode preencher

Câmbio
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Venha, não deixe o medo amarrar você.


Sinta, não é dia de existir é dia de viver!
Prove, desconstrua esse molde que existe em você.
Transforme-se, você é fruto do que realiza a sua fé!

Desprenda-se, da inconsequente visão da verdade que crê.


Dê uma chance, de entender esse Deus e de se entender!
Se lance, dê o primeiro passo mesmo cansado,
Câmbio, Seu julgo é leve, suave é Seu fardo!

Quando a Tua mão me alcançou: Transformou a ruína do passado caído


Eu quebrado, Você acreditou. E me chamou de filho!

Não se iluda, aceite a ajuda pra se levantar.


Já em tempo, enquanto há tempo de O aceitar!
Loucura... De uma nova vida além dessa estrada.
De graça, o convite do Homem das Mãos Furadas.

Leve, do peso dos erros deletados.


Novo, limpo na mente, passado apagado.
Transformado, a figura de filho, a imagem de Deus!
Em obras, preenchendo o vazio com tudo que é teu!

Não há ninguém que possa curar a si mesmo. Até a alma mais feliz pode ter seus dias negros.
De todas as batalhas que você ainda vai perder. Aquela que te leva a um lugar sem lágrimas
você deve vencer

Homem Deus
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Há tanta gente que vive por aí,


Lutando sem forças pra resistir,
Trazendo dores que não querem passar.
Feridas que o tempo não pôde curar.

Nem sempre é fácil viver e não desistir,


Ás vezes é mais fácil apenas mentir,
Os sonhos que se esperam realizar
Esbarram no medo que insiste em ficar.

Porém há esperança pra quem crê


Que em Cristo há vida além do que se possa sonhar.

Ele sofreu em seu lugar


Morreu para te justificar... Diante de Deus
Deixou sua glória junto ao Pai
Viveu para reconciliar... O homem com Deus.

E quando penso nesse tão grande amor


Sem hesitar sua vida entregou
Percebo o quão pequenino eu sou
Diante da grandeza do Redentor.

Pois há esperança pra quem crê


Que em Cristo há vida além do que se possa sonhar.

A sombra que O escondeu


No terceiro dia desapareceu
Ele ganhou o bom combate
As dores do mundo Ele venceu
A paz que suas feridas nos deram
É faísca da eternidade.

Casa Nova
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

És como água,
Que meu pecado lava,
E se estou limpo,
Não queres mais sair.
Já sem saudades da velha casa,
Tudo é riso em mim.

Meu coração
Podes desconstruir.
Minha vida é tua,
Faça o teu querer.
A casa agora, não é só minha,
Divido-a com Você.

Então...
Sente-se a mesa,
Tome o seu chá amargo,
E veja o que Eu ofereço a você.
Fique à vontade
Pra limpar o chão borrado.
Leve toda noite. Até o amanhecer.

O meu desejo é:
Que limpa permaneça,
E em gratidão,
Eu nunca me esqueça:
Sou sujidade sem Ti,
Mas, se me torno filho,
Já moras aqui!

Flor de Plastico
Diovibe
Maxwel Melo, Petterson Souza, Jhonatan Nascimento,Douglas Andrade

Lembra, que contava as horas a passos largos?


Enganou-se! Tudo era vaidade. Flor de plástico.

Tenra vida apurou-se, inquieta.


Acabou-se o brilho, que é breve,
Pois só, permanece, o que nos comove e completa.

Gastou-se em ousada corrida.


No tentador voo breve da vida,
De prazeres seu ego encheu.
“Dê-me o que é meu”!

E nas páginas de amor,


Pouca alegria é o que restou.
Já sem folhas para escrever,
Sobraram-lhe cadernos de dor.

Arquejou, quase desistindo!


E lembrou! Que o Pai tinha lhe dito:
A casa em que deixou seu riso, ainda espera, filho!
-O que fiz!? O que sou!? O arrependimento
O incêndio apagou! Temendo, o filho então voltou...

E o Pai... O abraçou!
Contatos:

Interesses relacionados