Você está na página 1de 53

Curso Oficial

Técnica genuinamente
Ortomolecular
de combate às estrias

Aprenda os segredos das grandes


credenciadas Bothanica Mineral®

1 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


A PELE

A pele, revestimento externo do corpo, é responde a cerca de 20% do peso corpo-


um importante órgão de delimitação entre ral, em torno de 14 kg; a epiderme corres-
o ambiente interno e o mundo externo. ponde a 0,5kg e o peso da derme oscila em
Trata-se também de um órgão sensorial, torno de 3,5kg.
encarregado de diversas funções regula- A espessura da epiderme depende da área
doras e imunológicas. anatômica. Assim, a epiderme de tronco e
Os fâneros ou anexos (unhas, cabelos e braços apresenta uma espessura de 0,03
glândulas) são parte integrante desse a 0,1 mm; na região plantar, a espessura
conjunto, assim como as semimucosas e chega a 1 mm.
mucosas de transição. Outro fato interessante que nos mostra a
No adulto, a superfície cutânea varia de 1,5 análise superficial da pele, são as linhas
a 1,8 m². A superfície inferior da epiderme de Langer, responsáveis pela configura-
é algo maior, graças a configuração ondu- ção oval quando se pratica uma incisão na
lada dos cones da epiderme. pele, assim como pela distribuição de de-
terminadas dermatoses (verrugas sebor-
O peso da pele e tecido subcutâneo cor- reicas múltiplas, pitiríase rósea).

2 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


A cor da pele está na dependência de diver- Também exerce proteção contra agentes
sos fatores (coloração própria da querati- externos, contra variações da tempera-
na, teor de caroteno, riqueza em melanina, tura (através de seus vasos sanguíneos,
pigmento oxi- hemoglobina visível do ple- glândulas e do próprio tecido adiposo que
xo dérmico superficial, etc.). se encontra sob ela), colaborando com o
A pele é constituída por duas camadas, dis- mecanismo de termo regulação do corpo,
postas em continuidade, porém com ori- contra os raios ultravioletas através de um
gens embrionárias distintas: a epiderme pigmento, a melanina, e tem função excre-
originária da ectoderme e uma porção con- tora, através de suas glândulas sudorípa-
juntiva, a derme com origem mesodérmica. ras e sebáceas que secretam e eliminam
várias substâncias.
Logo abaixo da derme está a hipoderme,
que não faz parte da pele, desempenhan- A superfície inferior da epiderme é algo
do outras funções diferentes da pele, tais maior, graças a configuração ondulada dos
como suporte e união com os órgãos sub- cones da epiderme.
jacentes, isolamento térmico, etc. Esta junção da epiderme com a derme ca-
Apresenta múltiplas funções, entre as racteriza-se por saliências e reentrâncias,
quais proteger o organismo da perda de lí- denominadas papilas dérmicas que são
quidos (por evaporação) e contra o atrito. verdadeiras formações digitais, que se im-

3 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


bricam com perfeição, de modo a conferir A espessura da epiderme varia de acordo
uma adesão mais forte entre as duas ca- com o local revestido por ela; assim torna-
madas e aumentar a superfície de contato -se mais espessa nas regiões palmares e
entre elas, favorecendo as trocas de líqui- plantares. (De 1 a 1,5mm)
dos e substâncias da rede vascular dérmica A espessura de estrutura histológica é va-
para a epiderme, e desta para a rede vascu- riável, e a população celular da epiderme
lar dérmica. é formada por elementos diferenciados,
É a camada que se coloca mais superficial- como são os queratinócitos e os melanó-
mente, em contato direto com o meio ex- citos produtores de melanina (os quais pa-
terno, proporcionando uma função barreira recem derivar da crista neural), além das
contra os agentes externos e diminuindo a células aurófilas de Langerhans, que de-
perda de líquidos do meio interno. sencadeiam os processos imunológicos da
Seu epitélio é estratificado (mais de uma pele e são capazes de fagocitarem a mela-
camada de células), pavimentoso (célu- nina e as células de Merkel.
las achatadas) e queratinizado (exibe na
sua superfície camadas de queratina =
camada córnea).

4 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


A EPIDERME POSSUI 5 CAMADAS DISTINTAS:

1. Camada basal
2. Camada espinhosa
3. Camada granulosa,
4. Camada lúcida, encontrada
exclusivamente nas regiões
plantares e palmares
5. Camada córnea

1. Camada basal

Repousa sobre uma membrana, a mem- meiros têm a função principal de produzir
brana basal, que separa a epiderme da queratina, um tipo de proteína encontrada
derme. Outro nome que se dá para a ca- nas unhas e pêlos (queratina dura) e na
mada basal é camada germinativa, sendo superfície da pele, desprendendo-se fre-
responsável pela multiplicação celular e quentemente (queratina branda).
constante renovação da epiderme. Já os melanócitos, têm a função de produ-
O turnover celular é de aproximadamente zir um pigmento escuro, a melanina, res-
20 a 30 dias e suas células têm formato ponsável pela proteção da pele quando
cúbico ou prismático. exposta à radiação solar e que confere a
Seus principais elementos celulares são coloração da pele do indivíduo.
os queratinócitos e os melanócitos. Os pri-

5 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


2. Camada espinhosa
Suas células têm forma poligonal ou ligei- guos, dispostos na face citoplasmática da
ramente achatada, com pequenos pro- membrana de células vizinhas).
longamentos do citoplasma que contêm As tonofibrilas nada mais são do que a ci-
as tonofibrilas, que auxiliam na adesão toqueratina que reforçam a coesão entre
entre elas, através dos desmossomos as células, aumentando a resistência da
(estruturas em forma de disco, dispostas pele ao atrito. Nota-se que quanto maior
na face citoplasmática de uma membra- a intensidade de fricção e pressões sobre
na celular que exerce atração eletrostá- uma região do epitélio, maior a espessura
tica sobre outros desmossomos, contí- da camada espinhosa.

3. Camada granulosa

Suas células têm forma poligonal, em duzem outros grânulos, envoltos por uma
cujo citoplasma são encontrados grânu- membrana (fosfolipídio associado a glico-
los grosseiros de querato-hialina, uma saminoglicanas) que são eliminados das
proteína que vai contribuir para a cons- células e se aglutinam, formando uma ca-
tituição do material Inter filamentoso da mada de substância intercelular, vedan-
camada córnea. do esta camada de células e impedindo a
Além destes grânulos, suas células pro- passagem de substâncias, inclusive água.

4. Camada lúcida

Constituída por uma fileira de células achatadas, cujos núcleos e organelas desapare-
ceram mas ainda podem ser observados desmossomos entre as células, presentes nas
regiões plantares e palmares.

5. Camada córnea

Com espessura muito variável, formada por células achatadas, sem vida e sem núcleo.
Seu citoplasma está abarrotado por uma proteína (escleroproteína) rica em cadeias dis-
sulfeto (S-S) - a queratina.

6 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


É frequente encontrar a epiderme com sua sistema imunitário, podendo preparar e
espessura muito fina, inexistindo a camada acumular em sua superfície os antígenos
lúcida e, às vezes até a camada granulosa, cutâneos a apresentá-los aos linfócitos.
apresentando uma camada córnea muito Outros elementos celulares, controverti-
reduzida. dos, são as células de Merkel, encontrados
Além dos queratinócitos e melanócitos, principalmente nas camadas epidérmicas
observa-se células ramificadas, eviden- de regiões plantares e palmares. Nas ba-
ciadas pela impregnação com cloreto de ses destas células notam-se terminações
ouro: as células de Langerhans. Acham- nervosas que após a recepção de estímu-
-se em toda a epiderme, principalmente los, estimulariam a secreção de hormô-
na camada espinhosa e fazem parte do nios nestas células.

7 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


DERME

Trata-se da camada intermediária de sus- denso, entremeadas de longas e espes-


tentação da pele. Sua origem embrioná- sas fibras de elastina, geralmente assu-
ria é do mesoderma e, histologicamente, mindo um arranjo longitudinal paralelo à
é formada de tecido conjuntivo propria- superfície cutânea.
mente dito, pelo qual a epiderme se fixa à Apesar dessa variação topográfica da dis-
derme. Sobretudo, essa camada é consti- posição dérmica, o tecido conjuntivo com-
tuída por células denominadas fibroblas- preende um verdadeiro gel viscoso, rico
tos (responsáveis pela produção de fibras em mucopolissacarídeos, que participa
de colágeno e elastina), por enzimas como na resistência mecânica da pele diante de
colagenase e estromelisina, bem como de compressões e estiramentos.
matriz extracelular. Outras células dife-
renciadas que compõem a derme são os O fibroblasto povoa o tecido conjuntivo e
macrófagos, os linfócitos e os mastócitos, é a principal célula desse tecido de sus-
que desempenham a defesa imunológica tentação. É, essencialmente, responsável
dessa estrutura intermediária. pela produção de elementos fibrilares,
como o colágeno e a elastina, e não fibri-
A derme é composta generosamente de lares como as glicoproteínas, as proteo-
vasos sanguíneos e linfáticos, de estrutu- glicanas e o ácido hialurônico contidos na
ras nervosas sensoriais e de musculatu- derme. O colágeno é sintetizado nos fibro-
ra lisa. Classicamente é dividida em duas blastos na forma percursora do pró-colá-
camadas: a camada superficial, ou papi- geno. Além desse modo de ação, os fibro-
lar, formada por tecido conjuntivo pro- blastos atuam na reparação tecidual. Um
priamente dito do tipo frouxo e localizada traumatismo na derme influencia a função
imediatamente abaixo da epiderme; e a celular dos “fibroblastos” próximos à feri-
camada reticular, ou profunda, composta da, promovendo migração dessas células
de tecido conjuntivo propriamente dito do em direção a área lesionada, produzindo
tipo denso não modelado e situada pro- grande quantidade de matriz colagenosa.
fundamente em relação à camada papilar.
Cabe ressaltar que existem fatores que
Caracteristicamente, a derme papilar induzem perdas da capacidade prolifera-
contém maior quantidade de matriz ex- tiva e da função dos fibroblastos, e a sua
tracelular; no entanto, menos colágeno e morte: os ambientes, os químicos e os físi-
elastina. As fibras de colágeno e elastina cos. Por exemplo: a intensidade e o tempo
estão arranjadas de maneira mais dis- de exposição solar desidratam e degene-
persa e orientadas perpendicularmente ram os componentes do tecido conjuntivo
em direção à superfície. Os vasos san- dérmico, acarretando em turgor diminuí-
guíneos contidos nessa camada, embora do, enrugamento e elasticidade alterada.
abundantes, são pequenos e com diâme- Se, por um lado, o fibroblasto pode sofrer
tro de capilares. perdas em suas funções, por outro, pode
Entretanto, a maior parte da derme é ocorrer aumento exacerbado na produção
constituída por derme reticular. Em con- de suas células, fato que induz as fibroses
traste com a derme papilar, a camada re- cicatriciais.
ticular é composta de fibras de colágeno

8 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


COLÁGENO

O colágeno é uma glicoproteína formada Isso quer dizer que a pele nessa camada
pelos aminoácidos glicina, prolina e hi- é menos consistente quando comparada
droxiprolina, formando três cadeias poli- com a porção reticular.
peptídicas. É a principal e mais abundante Por sua vez, a derme reticular compreen-
proteína que compõe o tecido conjuntivo, de feixes de colágeno do tipo I e repre-
fazendo parte de uma família com mais senta de 80% a 85% da população da
de vinte tipos de colágenos em nosso or- matriz extracelular na pele jovem. O dano
ganismo já descrito na literatura. Corres- ao colágeno I pode ocorrer à medida que
ponde a aproximadamente 75% do peso a pele cronicamente é exposta à radiação
seco da derme, e esse valor diminui cer- do sol, sendo atribuída uma diminuição
ca de 1% a cada ano em ambos os sexos, de 59% desses níveis de colágeno. Essa
principalmente o colágeno tipo I. redução ocorre pela extensão do dano
Assim, na pele estão distribuídos coláge- solar, ou seja, a radiação agride a matriz
nos do tipo I, III, IV e VII, sendo em maior do colágeno, aumentando a produção de
quantidade os tipos I e III. Estão pre- enzimas degradadoras de colágeno de-
sentes na derme papilar, predominan- nominadas metaloproteinases da matriz,
temente, as fibras colágenas do tipo que podem resultar na produção de cola-
III, consideradas a segunda forma mais genase, gelatinase e estromelisina, como
abundante de colágeno na pele, com- também degradação da elastina. Em con-
preendendo cerca de 10% e 15% da matriz traste, foi identificado que após procedi-
extracelular. Nessa camada, existe maior mentos de dermoabrasão, a pele apre-
numero de fibroblasto e capilares do que sentou neocolagênese, isto é, aumento
na derme reticular, e suas fibras coláge- de colágeno do tipo I.
nas são mais finas, não se agrupando em Somando-se a isso, estudo demonstram
feixe, como acontece na derme reticular. que a neocolagênese e a neoelastogê-

9 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


nese podem ocorrer a partir da liberação de tensão da pele, linhas de clivagem).
de proteínas denominadas proteínas de As linhas de Langer foram descritas por
choque térmico ou HSP (heat shock pro- Karl Langer, um anatomista austríaco
tein). Essas proteínas são ativadas com que estudou a pele de cadáveres e veri-
indução de elevadas temperaturas na ficou que os feixes de fibras de colágeno
pele (por exemplo, aplicação de radiofre- na derme apresentavam-se em todas as
quência e do laser), contribuindo para a direções para produzir um tecido resis-
desencadeamento de uma cadeia infla- tente em um local específico, e concluiu
matória no tecido cutâneo, com aumento que a maioria das fibras da pele segue a
imediato de interleucinas 1-beta (IL-1β), mesma direção.
fator de necrose tumoral alta (TNF- α),
metaloproteinases 13 (MMP-13), proteína Além disso, as linhas de tensionamento
de choque térmico 47 (HSP47) e fator de seguem as linhas naturais da pele, as ru-
crescimento transformador beta (TGF-β). gas da maturidade. Ao se falar de rugas, é
Esses dois últimos fatores mantêm-se preciso destacar que as contrações mus-
elevados após a inflamação tecidual in- culares permanentes geram marcas pro-
duzida e controlada. Assim, a ação da pro- fundas, e a ausência funcional temporária
teína HSP47, presente no tecido após a in- intencional (paralisia do músculo) alivia
flamação tecidual induzida e controlada. as marcas de tensão. Então, os movimen-
Assim, a ação da proteína HSP47 presente tos e as expressões exageradas dos mús-
no tecido após aplicações terapêuticas e culos da face, as “rugas de expressão”,
estéticas parametrizadas, é proteger as surgem com o desalinhamento funcional
células produtoras de colágeno e incen- dessas linhas de clivagem.
tivar a neocolagênese do tipo I. O colágeno tipo IV é encontrado na zona
Outra característica importante de distri- da membrana basal, formando uma tra-
buição e localização anatômica é a micro ma entre a epiderme e a derme. O tipo VII
organização do colágeno presente na der- forma as fibrilas de ancoragem na junção
me papilar, especialmente quanto a seu dermoepidérmica. Algumas pesquisas,
papel funcional. As fibras colágenas e elás- porém, demonstram que a ligação enfra-
ticas presentes nessa camada apresentam quecida entre a derme e a epiderme afeta
um padrão tensional característico e distin- o colágeno tipo VII, podendo levar tam-
to denominado de linhas de Langer (linhas bém a formação de rugas.

10 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ELASTINA

A elastina é uma proteína presente na pele Além desses dois componentes elásticos é
que faz parte do sistema elástico da der- formado por três tipos de fibras: fibras de
me. Exemplos funcionais desse sistema oxitalano, presentes em disposição per-
são as características físicas da pele: a pendicular na derme papilar, consideradas
elasticidade, que é a capacidade do siste- jovens; fibras de elaunina, que se fixam
ma elástico ser tracionado ou distendido e a um plexo horizontal de fibras elásticas
recuar à sua forma fisiológica normal; e a mais maduras (sem deniminação), que são
compressibilidade, que é a capacidade da mais espessas e encontradas na derme re-
pele suportar forças de compressão. Isso ticular profunda.
ocorre pela alta viscosidade da derme for- Em compensação, a degradação funcional
necida pelas macromoléculas glicosami- desse tecido elástico leva ao acúmulo de
noglicanas e proteoglicanas. massas amorfas e grosseiras, ao aumento
Do mesmo modo que o colágeno, a elasti- das glicosaminoglicanas e à redução do co-
na também produzida pelos fibroblastos, lágeno, resultando em hipertrofia da derme
e sua função é a elasticidade e a resistên- papilar. Esse aumento da consistência da
cia ao desgaste cutâneo. A fibrilina é outro pele é uma manifestação clínica denomina-
componente elástico que permite resistên- da elastose, um enrugamento profundo da
cia e suporte para deposição de elastina. pele, que é comum em pessoas que passam
tempo prolongado e repetido à luz solar.

11 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


SUBSTÂNCIA FUNDAMENTAL

A função da substância fundamental amor-


fa é promover resistência as forças de com-
pressão aplicadas sobre o tecido, pois tra-
ta-se de um complexo viscoso e altamente
hidrofílico de macromoléculas nomeadas
de glicosaminoglicanas, preteoglicanas e
de glicoproteínas, que fornecem firmeza e
turgor à pele. A substância fundamental,
como também outros componentes do te-
cido conjuntivo, tem a propriedade de tixo-
tropia, ou seja, a capacidade de passar do
estado líquido para o estado de gel e vice-
-versa. Quando o tecido conjuntivo dérmi-
co sofre um aumento de temperatura por
meio de um recurso termoterápico, o grau
de viscosidade e a resistência da pele dimi-
nuem proporcionalmente ao ganho do nível
de calor; em contrapartida, com a queda de
temperatura, com o frio, a viscosidade au-
menta, diminuindo a maleabilidade, a elas-
ticidade e a compressibilidade da pele.

12 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


HIPODERME

Está ligado a derme através de septos de médios do dorso e parece torácica ante-
tecido conjuntivo. A maior parte da sub cú- rior. As glândulas sebáceas que desem-
tis é formada pelo panículo adiposo, uma bocam livremente na superfície da pele,
camada de tecido gorduroso. ou seja, sem manter relação com o apa-
A célula chave desta camada é o adipócito relho folicular dos pelos, são encontradas
derivado do tecido mesenquimatoso, em nos mamilos, na região anal, na glande
analogia ao fribócito da derme. peniana (glândulas de Tyson), nos peque-
O tecido celular subcutâneo apresenta nos lábios e nas pálpebras (glândulas de
vacúolos únicos e coloração branco amare- Mibom), assim como na porção vermelha
lada, enquanto o tecido adiposo localizado dos lábios e na mucosa geniana.
na profundidade do organismo apresenta Nesta, encontram-se glândulas sebáceas
cor castanha e vários lóbulos. É a camada ectópicas, as quais se agrupam formando
responsável pelo deslizamento da pele so- pequenos nódulos de cor amarela (doen-
bre as estruturas na qual se apoia. ça de Fordyce).
Como gordura é bom isolante térmico, o A produção diária de gordura, da qual par-
panículo adiposo proporciona proteção ticipam também o suor e os restos das
contra o frio. células epiteliais queratinizadas da epi-
As glândulas sebáceas, em número apro- derme, é de aproximadamente 2g, e se es-
ximado de 300.000, ou seja, mais de 900 palha com a velocidade de cerca de 3mm
por cm², não são encontradas nas palmas por segundo. A opinião clássica considera
das mãos ou plantas dos pés e desem- o suor como sendo o principal emoliente
bocam geralmente nos folículos pilosos, responsável pela distribuição de gordura.
através do ducto sebáceo. A secreção sebácea é uma mistura comple-
As regiões mais ricas em glândulas se- xa de lipídeos que contem triglicéridos, áci-
báceas são afronte, o mento, e os terços dos graxos livres, colesterol e seus ésteres.

13 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


IRRIGAÇÃO SANGUÍNEA DA DERME

A epiderme é desprovida de vasos. Em con- a derme e tecido celular sub cutâneo).


traposição a arquitetura dos vasos sanguí- O exame histológico da rede vascular reve-
neos da derme é bastante complexa. A par- la o fator idade, a qual se manifesta prin-
tir de grandes artérias, há uma arborização cipalmente pelo espessamento da parede
entre as aponeuroses e a sub cútis, rami- vascular (esclerose fisiológica), sobretudo
ficando-se no plano horizontal superficial. na metade inferior do corpo, sendo que a
Esta rede aponeurótica é chamada rede distribuição e a arquitetura da rede vas-
cutânea, formada por artérias que sobem cular da pele variam sensivelmente de um
verticalmente, constituindo-se em redes local para outro.
de malhas grossas (artérias em candela- Finalmente, convém notar a presença de
bro) e anastomosando entre si em nível anastomoses arteriovenosas no sistema
do terço médio da derme. Esta rede dá vascular da pele, sobretudo nas extremi-
origem ao plexo dérmico superficial, for- dades dos membros. Esse shunt criado por
mado por arteríolas. estas anastomoses permite as variações
O retorno venoso a partir dos capilares tam- rápidas de irrigação e drenagem em rela-
bém se processa através de 3 redes veno- ção ao fluxo sanguíneo.
sas consecutivas, se bem que nem sempre É interessante notar que os plexos veno-
presente com regularidade (plexo venoso sos dérmicos e do tecido celular subcutâ-
superficial ou plexo venoso sub papilar, rede neo podem armazenar cerca de 1 litro de
venosa da derme e, finalmente, a rede veno- sangue; esta capacidade se aproxima bas-
sa que se localiza na camada limitrofe entre tante daquela do sistema baço-fígado.

14 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


SISTEMA LINFÁTICO DA DERME

Os vasos linfáticos da pele são revestido por Os vasos linfáticos da pele somente se
uma única camada de células endoteliais. tornam visíveis em caso de solicitação pa-
Encontram-se na porção superior da derme, tológica, como por exemplo, na erisipela,
onde começam em fundo de saco, forman- no infarto canceroso das vias linfáticas ou,
do depois a rede linfática subpapilar e a rede menos intensamente, na fibrose do cório
que se dirige ao tecido subcutâneo. devida a distenção acentuada do colágeno.

15 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ESTRIAS

INTRODUÇÃO
Caracterizada como uma condição co- peculiaridades encontradas na região es-
mum da pele, as estrias são causadas pela triada, como diminuição da espessura da
ruptura das fibras elásticas presentes na pele, pregueamento, adelgaçamento, se-
derme, identificadas por pequenas rugas cura, redução da elasticidade e ausência
transversais que desaparecem com a tra- de pelos.
ção do segmento. O rompimento das fi- Inicialmente, as estrias apresentam-se
bras elásticas também contribui para uma com uma tonalidade avermelhada (es-
atrofia dérmica, sendo definida como uma trias rubras), e após algum tempo, come-
atrofia tegumentar adquirida. As estrias çam a apresentar uma aparência branco
surgem perpendicularmente ao eixo de nacarada. Não ocasionam nenhum pro-
maior tensão da pele e acompanham as li- blema médico significativo, no entanto,
nhas de clivagem (linhas de Langer) e ten- podem gerar sofrimento e redução da
dem à bilateralidade. As estrias são cha- autoestima para os indivíduos atingidos.
madas de atróficas em virtude de algumas

EPIDERMIOLOGIA

Podem ser encontradas em indivíduos de em regiões como seios, glúteos, abdome,


ambos os sexos, sendo predominante no região lombo-sacra e coxas, apresen-
sexo feminino, com maior incidência en- tando-se menos incidente na região do
tre os 12 e 14 anos; e nos meninos entre tórax, fossa poplítea, região ilíaca, por-
12 e 15 anos. Quanto à localização, perce- ção anterior do cotovelo e antebraço.
be-se uma maior incidência das estrias

16 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ETIOLOGIA


A etiologia da estria é bastante controver- mulheres, as quais, portanto, seriam mais
sa. Existe dificuldade de avaliação experi- suscetíveis a ruptura desse tecido.
mental em razão da impossibilidade, até o
Fatores Endócrinos e Bioquímicos: A
momento, de se reproduzir lesões idênti-
ação hormonal na formação das estrias
cas em animais, bem como quantifica-las
e os mecanismos pelos quais isso ocor-
isoladamente. Aceita-se, por isso, que
re ainda não estão bem elucidados, mas
uma combinação de fatores predisponen-
diversas pesquisas demonstram altera-
tes possa influenciar seu aparecimento.
ções cutâneas que ocorrem pela ação de
Predisposição Genética: Os fatores ge- hormônios, principalmente corticoides.
néticos estão envolvidos na etiologia da Um estudo analisou o efeito de dois corti-
estria, sugerindo que os genes determi- coides aplicados topicamente constatando
nantes para a formação do colágeno, da que os corticosteroides diminuem a síntese
elastina e da fibronectina estejam dimi- de colágeno e ocasionam atrofia dérmica.
nuídos em pacientes portadora da atro- Já Smith relatou que há uma ação inibitória
fia linear cutânea, ocasionando uma al- dos glicocorticoides sobre a síntese de gli-
teração no metabolismo do fibroblasto. cosaminoglicanas em fibroblastos de cul-
Agentes Mecânicos: Acredita-se que o tura de pele.
excessivo estiramento da pele, especial- Também foi observado que a falência
mente o que ocorre repentinamente, com ovariana na produção de progesterona,
subsequente dano às fibras elásticas e por exemplo, tende a acelerar o enve-
colágenas seja um mecanismo do apa- lhecimento cutâneo, e que a ausência do
recimento das estrias. Também são con- hormônio estradiol (principal hormônio
sideradas como sequelas de períodos de produzido pelo folículo ovariano, tendo
rápido crescimento, em casos de obesida- como uma das suas funções ser respon-
de, gestação e hipertrofia muscular. sável pela elasticidade da pele e dos vasos
Num estudo que avaliou 164 gestantes, sanguíneos) deixa a atividade mitótica da
verificou-se que o aparecimento das es- camada basal da epiderme mais lenta, re-
trias foi mais frequente em pacientes mais duzindo síntese de colágeno e, provavel-
jovens, naquelas que adquiriram maior mente, das fibras elásticas, contribuindo
peso na gestação e/ou nas que tiveram para a deterioração das propriedades me-
os bebês mais pesados. Esse estudo su- cânicas da pele.
geriu que o estiramento excessivo da pele Wollina et al. relacionaram o surgimento
pode ser um fator de risco, e o aumento das estrias ao uso de substâncias podem
da idade materna um fator protetor con- ser encontradas, por exemplo, nos ana-
tra a ocorrência de estrias na gestação. bolizantes. Eles são usados no tratamen-
Mesmo ainda incerto, isso pode estar re- to de algumas doenças, mas também são
lacionado com o fato de as microfibrilas usados em grande quantidade por pessoas
das fibrilinas nas mulheres mais jovens que desejam aumentar o volume dos mús-
serem mais frágeis e, com o estiramento culos e a força física.
da pele, geraria uma lesão maior nessas

17 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


HISTOPATOLOGIA

A pele possui linhas naturais de força de fibras elásticas e colágenas. O processo


tensão, que na verdade são as linhas de seria seguido, então, de regeneração das
direcionamento das fibras do tecido con- fibras elásticas na direção imposta pelas
juntivo. As estrias nada mais são que es- forças mecânicas.
tiramento excessivo do tecido além do Outros autores observaram no tecido es-
seu limite. Ocorre o rompimento das fi- triado uma epiderme atrófica e achatada,
bras elásticas em razão de as forças de com elastina dérmica fragmentada e dimi-
tensão ultrapassarem o limite elástico nuída. Além disso, sugerem que as estrias
da pele. Quanto ao aspecto histológico da parecem evoluir com etapas semelhantes
estria, identificamos as seguintes altera- às da evolução das cicatrizes, podendo ser
ções: colágeno fragmentado; substância consideradas cicatrizes dérmicos. A maior
fundamental abundante; fibroblastos glo- parte dos feixos de colágenos, nas estrias,
bulares e quiescentes; e uma disfunção fi- são altamente estirados mecanicamente.
broblástica que, em razão da distensão da Mencionaram, ainda, que a formação da
pele, acarretaria um tecido conectivo sus- estria pode ser fenômeno de remodelação
cetível à formação de estrias. dinâmica, onde ocorre um balanço entre a
Alguns autores relataram que as estrias síntese de colágeno e sua quebra, reestru-
são resultado de uma reação inflamatória turando o tecido para acomodar as forças
inicial (o que justificaria a coloração aver- que agem sobre ele.
melhada inicial) gerando a destruição de

ABORDAGENS TERAPÊUTICAS

A eficácia do tratamento das estrias pode realizadas durante o tratamento, ressal-


ser de até 80%, mas depende de alguns tando a importância disso como elemen-
aspectos como idade, tamanho e loca- to fundamental para obtenção de bons
lização das estrias, tempo de apareci- resultados. Antes de iniciar o procedimen-
mento de lesão, capacidade reacional do tos, é indispensável uma avaliação cri-
paciente, etiologia da lesão. É importante teriosa, que pode ser orientada por uma
orientar o cliente sobre a frequência das ficha de avaliação.
sessões e possíveis condutas a serem

18 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


19 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias
20 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias
Apresentação:
Larguras de 2 a 5 mm até 2 a 3 cm
Múltiplas
Simétricas
Moles ao toque
Visivelmente exibe pequenas rugas trans-
versais
Fístulas (raramente)

Fatores desencadeantes
Mecânicos: provocam o fenômeno de es- é um dos responsáveis pelo aparecimento
tiramento, principalmente durante as prá- das estrias.
ticas esportivas competitivas ou em exer- Endócrinos: altas taxas de glicocorticói-
cícios de carga, como musculação, dança, des e corticoterapia sistêmica levam ao
quando exigem um estiramento excessivo aumento do catabolismo proteico com
da pele. consequente atrofia dérmica. Hormônios
Obesidade ou regimes sucessivos: assim esteroides também contribuem para o
como na gestação, o fenômeno “sanfona” aparecimento de estrias.

Incidência e Localização
Ocorre em maior número no sexo feminino, região dos culotes ou trocantérica), coxas,
guardando uma proporção de 1:4 em relação mamas, nadégas, flancos e abdômen),
ao sexo masculino (75% ocorre nas mulheres). enquanto que no sexo masculino, devi-
No sexo feminino localizam-se, por ordem do a etiologia, são mais encontradas nos
de ocorrência, na face lateral das coxas ( ombros, abdômen e nádegas.

Inflamação aguda

1. Fase Inflamatória
2. Fase proliferativa
3. Fase remodelagem

21 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Classificação

De acordo com sua evolução e microcircu- Apresentam uma melhor e mais rápida evo-
lação dérmica, são classificadas em rosa- lução. Assim como as nacaradas apresen-
das e nacaradas. tam caráter bilateral e dispõem-se perpen-
dicularmente às linhas de força da pele.
As estrias rosadas ( rubras ou violá-
ceas) - fase aguda, geralmente recentes, As estrias nacaradas (fosca) ou atróficas
podem ter aspecto plano, eventualmente apresentam uma diminuição acentuada da
sinuoso, com coloração avermelhada (eri- espessura da pele, tanto pelo componente
tematosa) pela intensa congestão venosa epidérmico que se acha estirado, quanto pela
e vaso dilatação capilar que se segue após real diminuição da espessura da derme papi-
a ruptura das fibras locais. lar e reticular. Frequentemente sua coloração
é branco acinzentada ou amarelada.

Evolução das estrias


Prurido - sensação de estiramento
e coceira
Hiperemia local - pele avermelhada
com lesões lineares leves
Lesões coloridas - roxo, vermelha
ou violeta
Estrias brancas lineares - epiderme
delgada, com pouca espessura, fibras co-
lágenas e elásticas fragmentadas e sepa-
radas, formando cicatrizes brancas, tecido
desprovido de vascularização.

Prevenção

Hidratação (35 x peso), nutrição da pele (aumentar a elasticidade e impedir a ruptura)


Alimentação equilibrada
Cuidado com o sol (resseca, desidrata)
Cuidado com banhos quentes
Exercícios de alto impacto

22 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Processo Fisiológico da Técnica

A técnica age basicamente de duas maneiras: produção de um novo colágeno em 200%


através da resposta do processo inflamatório pela vascularização e nutrição com o uso
de ativos ortomoleculares.

Cicatrização

Para que o profissional da área de estética rão desencadeados mediante a lesão teci-
se destaque e obtenha resultados satisfató- dual, independentemente de sua etiologia.
rios, é necessário a compreensão dos pro- Há fatores que influenciam na regene-
cessos biológico que a cicatrização envolve. ração dos tecidos, dependendo das con-
A capacidade regenerativa tissular é uma dições locais e sistêmicas do indivíduo.
resposta ordenada das reações celulares Embora o tipo de ferimento, o tempo de
e moleculares, que interagem para a re- evolução, o órgão ou tecido envolvido e as
construção de tecidos. técnicas utilizadas interfiram na cicatriza-
A cicatrização é um fenômeno dinâmico ção, o processo é basicamente o mesmo.
complexo que envolve reações fisiológicas Esse processo ocorre em todo o organis-
e bioquímicas que se comportam de forma mo, com diferenças na condição da cicatriz
harmoniosa a fim de garantir a restaura- e no tempo de recuperação.
ção da pele. Os mecanismos de reparo se-

23 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Fases do Processo de Cicatrização

Coagulação
A coagulação ocorre imediatamente após formado estabelece uma barreira im-
a lesão com a intensa agregação plaque- permeabilizante, que protege da con-
tária e com tamponamento dos vasos taminação. Além de limitar a perda de
seccionados. Ocorre vasoconstrição nos sangue para o interstício, esse coágulo
primeiros 5 a 10 minutos como forma de fornece a matriz preliminar, que facilita-
evitar demasiada perda sanguínea e de rá a migração das células responsáveis
manutenção da hemostasia, que é o equi- pelo desencadeamento do processo de
líbrio do sistema circulatório. O coágulo reparo, facilitando as trocas.

Fase Inflamatória
Resposta celular

Nesta fase, os neutrófilos são o tipo de pendente desses Fatores de Cres-


célula predominante nas primeiras 48 cimento Derivados de Macrófagos
horas (embora importantes, a sua au- (MDGF). A lista de MDGF é longa e
sência não parece impedir a cura). Contu- inclui: fator de crescimento transfor-
do, na fase inflamatória os macrófagos mador alfa (TGF-alfa), fator de cres-
são talvez as células mais importantes cimento transformador beta (TGF-
na fase inicial do processo de reparo te- -beta), interleucina-1 (IL-1), e fator de
cidual. Sem eles, pouca ou nenhuma cura necrose tumoral (TNF).
irá ocorrer. Eles também removem detri- Os linfócitos T entram na lesão cerca
tos e bactérias por meio da fagocitose, e de 72 horas mais tarde e liberam a in-
liberam fatores de crescimento que pro- terleucina-1 (que regula a colagenase)
vocam a migração e a divisão das células e linfocinas. Eles também formam anti-
envolvidas na fase proliferativa. corpos para uma resposta imunológica.
O desenvolvimento do novo tecido é de-

Resposta vascular

Há uma vasoconstrição inicial para evitar


derrame vascular e, em seguida, há um
período mais prolongado de vasodilata-
ção, em razão da liberação de histamina,
prostaglandinas, cininas e leucatrienos.
Isso resulta no edema, eritema e calor.

24 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Fase Proliferativa nócitos (principalmente os linfócitos)
Esta fase inclui: angiogênese, deposi- entram no tecido conectivo e diferen-
ção de colágeno, formação do tecido de ciam-se em macrófagos fixos e livres.
granulação, epitelização e contração da Por sua vez, esses macrófagos estimu-
ferida. O oxigênio é um requisito básico lam processos de cura, atraindo outros
para a produção de colágeno, entretan- fagócitos, o que estimula a neoforma-
to, a lesão tem o fluxo de sangue com- ção de vasos e de tecidos conjuntivos,
prometido, de modo que a angiogênese, “ordenado” prostaglandinas a susten-
formação de novos vasos sanguíneos tarem o processo inflamatório além de
geram novos capilares que aumentam dilatar vasos.
o fornecimento de sangue e nutrientes
para a pele. Ao mesmo tempo, ocorre a reepiteli-
zação da epiderme, ou seja, as células
OBS: É importante usar os cosmecêu- epiteliais se multiplicam e fluem sobre
ticos indicados, onde eles produzem a lesão para selá-la.
melhor efeito, onde a pele é maior Do 5º ao 20º dia pós-lesão, com a dimi-
meio de absorção cutânea, e o uso dos nuição da inflamação e, portanto, do
produtos Home Care irão potencializar número de mediadores inflamatórios, o
os resultados. ambiente da ferida é alterado para per-
mitir a formação de tecido novo. A lesão,
A fibroplasia se inicia de 3 a 5 dias após assim, entra na fase fibroblástica, na
a lesão e pode perdurar durante 14 dias. qual os fibroblastos proliferam e migram
Os fibroblastos crescem e formam uma na lesão com a ajuda dos fatores de cres-
nova matriz extracelular provisória, ex- cimento e fibronectina, que atuam como
cretando colágeno e uma glicoproteína um canal, permitindo que os fibroblastos
muito importante, chamada fibronec- migram através do gradiente quimiotáti-
tina e, juntamente com a angiogênese, co para o local da lesão.
formam o tecido de granulação. Os mo-

Remodelamento
Fase do processo de cicatrização em pela presença dos miofibroblastos,
que ocorre uma tentativa de recupe- com diminuição de 20% do tamanho da
ração da estrutura tecidual normal. cicatriz. Ocorre, concomitantemente,
É a fase marcada por maturação dos reorganização da matriz extracelular,
elementos e das alterações na matriz ou seja, liberação de metaloproteina-
extracelular, ocorrendo o deposito de ses, que participam da degradação do
proteoglicanas e de colágeno. As célu- colágeno depositado excessivamen-
las endoteliais migram para área da fe- te. Dessa forma, a matriz extracelular
rida a partir das bordas. Os fibroblastos transforma-se de provisória em defi-
passam a depositar grande quantidade nitiva, levando em consideração as ca-
de colágeno. Dá-se o inicio da contra- racterísticas genéticas de cada pele.
ção da ferida em sentido centrípeto,

25 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


A PELE É MAIOR ORGÃO DO
CORPO HUMANO, POR POS-
SUIR UMA AÇÃO DE ABSORÇÃO
E PERMEAÇÃO CUTÂNEA. É IM-
PORTANTE NÃO APENAS O USO
DE COSMECÊUTICOS ORTOMO-
LECULARES ASSOCIADOS NO
TRATAMENTO STRIORT COMO
TAMBÉM O USO HOME CARE IN-
DICADO PARA CADA INDIVIDUO
PARA POTENCIALIZAÇÃO DOS
RESULTADOS

26 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ORTOMOLECULAR

Significa “Certo” ou “Correto”


Correção de moléculas
Utiliza aminoácidos, vitaminas, oligoelementos, fitoterápicos, pro-
teínas e minerais
Sinergia em nosso organismo
Promove um resultado rápido e eficiente, pois, por se tratar de ati-
vos compatíveis com o que temos em nosso organismo, a aceitação
deles será muito maior que um cosmético comum.
Agem nos diferentes ciclos metabólicos orgânicos para a produção
de ATP indispensável para a manutenção tecidual.
Atuam favorecendo o reequilíbrio orgânico e também atuam em ca-
ráter preventivo, pois vem restabelecer o equilíbrio químico.
É a definição dada aos elementos essenciais presentes na consti-
tuição do ser vivo.
Sua ausência como nutriente afete alguma função bioquímica vital.

27 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


“O SEGREDO”

LEORT®
(Ester Metil do Ácido Piridino Carboxil Atóxico)

É um produto Ortomolecular (orto=correção/molecular=das mo-


léculas) onde se estima que sua penetração ocorre em um segun-
do ao vaso sanguíneo, penetrando nas camadas mais profundas
da pele, eliminando os radicais livres celular.

É um produto com alto poder vasodilatador.


O princípio ativo LEORT® é a base da linha Lipoescultura gessada®,
uma linha de cosmecêuticos genuinamente ortomoleculares em-
pregados no combate à celulite, gordura localizada e flacidez da
marca Bothanica Mineral®. Fruto de 20 anos de pesquisas a linha
é patenteada mundialmente. O nome LEORT® é uma denominação
comercial para a molécula complexada Éster Metil do Ácido Piridino
Carboxil. Usado em diferentes tratamentos, apresenta indicação
para as duas principais disfunções estéticas a fibroedema gelóide
e a lipodistrofia localizada. São apontadas como ações do produto:
termogênico, enzimático, vasodilatador, lipolítico, Ortomolecular,
desintoxicante, emulsificante, reorganizador e linfocinético. A apli-
cação é bastante diversificada permitindo ao profissional da área
da saúde e beleza a associação com técnicas manuais e eletrote-
rápicas. Propriedades inerentes ao produto:

Acelera os processos metabólicos, combustivos e de oxidação;


Aumenta o transporte de membranas, eliminando toxinas com recuperação e reativa-
ção celular;
Aumenta a permeabilidade vascular;
Melhora a microcirculação, com melhora do intercâmbio celular;
Aumenta a capitação de oxigênio local, facilitando a restauração celular e a normaliza-
ção metabólica da célula;
Aumenta a formação de mediadores biológicos celulares e imunomoduladores, tais
como prostaglandinas, interleucinas, endotelians, citocinas, proantocianidinas, com distri-
buição de energia e restabelecimento dos processos biológicos, bioquímicos e energéticos;

28 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Ação anti radicais livres e equilíbrio ácido básico;
Favorece a reorganização dos tecidos com maior interação orgânica;
Tem a capacidade de penetrar no adipócito, através da dupla camada lipídica, atuando
como agente emulsionante (tenso ativo), alterando características físico-químicas dos li-
pídeos intracelulares armazenados, sendo assim considerados hidrossolúveis, não sendo
compatível com o material de armazenamento do adipócito. Assim este seria eliminado do
espaço intracelular, sendo lançado no sistema circulatório e linfático, sendo metabolizado
e eliminado posteriormente;
Incentiva a liberação dos ácidos graxos livres mais rapidamente, através de mediadores
bioquímicos, que induzem uma bomba unidirecional abastecendo as cadeias respiratórias
da mitocôndria. Sendo assim, os adipócitos esvaziados do seu excesso de gordura;
Estimula os sistemas enzimáticos da membrana celular, com inibição da fosfodiestera-
se e ativação da adenilciclase, impulsionando o sistema de lipólise do organismo, trans-
formando a gordura pela hidrólise dos triglicerídeos em glicerol e ácidos graxos;
Potencializa a tonificação muscular com devido aumento na formação de ATP, aminoá-
cidos e proteínas.
Após o termino do processo de sucção, passar produto LEORT puro em cima das estrias
e acoplar com película aderente e mesma permanecer por 4hs, provocando aquecimento
tecidual e introdução princípios ativos na pele.

! PRECAUÇÕES
Não usar nenhum produto à base de LEORT em Gestantes e mulhe-
res em fase de amamentação; IRC (Insuficiência Renal Crônica) e
em Processos Inflamatórios e Infecciosos da pele.

29 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


CENZI WHITE

Esta simples associação de ativos promove diversas ações


em um só produto:
Hiperemiante;
Possui ação lipolítica;
Promove a oxigenação da pele;
Ativa a circulação periférica;
Facilita a permeação de ativos;

PH10
É um produto genuinamente ortomolecular que foi desen-
volvido para auxiliar nas terapias bio-oxidativas.
Ele proporciona um aumento da concentração de oxigênio no tecido,
fazendo com que xenoestrógenos, toxinas, bactérias, fungos, vírus e
outras sujidades sejam oxidadas, decompostas e removidas da pele,
evitando possíveis reações pós-procedimentos estéticos. É essencial
aplicar em processos de higienização antes de qualquer protocolo.
ATIVOS Peróxido de hidrogênio estabilizado: promove reparação e
respiração tecidual, oxigenador, (quando decomposto, resulta em oxi-
gênio molecular, água e calor), promove destoxifi cação celular, pre-
vine o envelhecimento, inibe o PH 10 Oxigenoterapia. Creme nutritivo
corporal. crescimento de bactérias. Extrato de ipê-roxo: depurativo,
estimulante do sistema imunológico, aumenta o transporte e o forne-
cimento de oxigênio, antimicrobiano, anti-infl amatório, antifúngico,
antibacteriano, anti-infeccioso.
MODO DE APLICAÇÃO Em bandagens, compressas e máscaras.
Usado como preparador tecidual, atua como tônico, loção de limpeza
e destoxifi cação. Aplicar na região desejada e espalhar até a comple-
ta absorção. Pode ser aplicado com algodão ou gaze. Usar antes dos
procedimentos estéticos. Uso corporal.

30 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


FLA
Oligominerais no combate à flacidez.
FLA Oligominerals é um produto genuinamente ortomolecular à
base de enxofre, cobre e silício que contribui para o reequilíbrio das
funções enzimáticas. Atua como antioxidante, inibindo a oxidação ce-
lular. Estimula as trocas metabólicas, facilitando a eliminação de to-
xinas e dextoxificando o organismo. É um regenerador celular, auxilia
na prevenção do envelhecimento, protege o tecido contra o estresse
oxidativo e auxilia na formação e manutenção do tecido. Atua na ma-
nutenção da hidratação cutânea. Quando aplicado nos cabelos, nutre
e fortalece os fios, favorecendo seu crescimento.
ATIVOS Gel fluido oil free composto por selênio, silício e zinco.
MODO DE APLICAÇÃO Aplicar e espalhar na região desejada até
completa absorção. Pode ser usado com todos os aparelhos. É ioni-
zável na polaridade negativa. Corporal e facial – pode ser usado em
massagens, máscaras ou como finalizador. Capilar – pode ser usado
em máscaras e massagens.

FILME
Muitos tratamentos estéticos utilizam como finalização a vedação
com um filme plástico. A Bothanica Mineral® observando esta neces-
sidade, produziu um filme plástico que apresenta maior resistência e
um cabo alongado que facilita o manuseio. Como um dos diferencias
este produto é atóxico, sendo neste caso indicado no tratamento or-
tomolecular.
Usado para finalizações em áreas maiores como pernas, coxas,
glúteos e abdômen, além de procedimentos de desintoxicação.
Dimensão: 25 cm de largura x 100 m de comprimento.

31 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


S.O.S. BIOCALMANT

Calmante, maciez e hidratação

Ideal para acalmar a pele após procedimentos estéticos que a deixem


sensível, como esfoliação, uso de Hiperemiantes e crioterápicos. Dei-
xa a pele fresquinha, hidratando, protegida e agradável no pós-sol.
Produto de uso corporal e indicado para todos os tipo de pele.

SABONETE DE ARGILA PRETA


O Sabonete de Argila Preta é um produto exclusivo da linha STRIORT®.
Composto por argila preta e uma associação de óleos e manteigas
naturais como óleo de açaí, óleo de pracaxi, óleo de buriti, manteiga
de cupuaçu, óleo de tucumã, óleo de bacaba, óleo de patauá e óleo
de ucuúba. A argila preta é um ingrediente raro que possui eleva-
do teor de silício, alumínio, titânio e outros oligoelementos que, em
conjunto com os óleos naturais, auxiliam com seus efeitos restau-
radores, adstringentes, hidratantes, remineralizantes, nutritivos e
destoxifi cantes das células da pele.
ATIVOS Argila preta, Elaeis fruit oil, Elaeis guineensis kernel oil,
Theobroma grandifl orum seed butter, Virola surinamensis seed
butter, Euterpe oleracea fruit oil, Pentaclethra macroloba seed oil,
Mauritia fl exuosa fruit oil, Astrocaryum tucuma seed oil, Oenocar-
pus bacaba fruit oil, Oenocarpus bataua fruit oil.
MODO DE APLICAÇÃO Aplicar sobre a pele úmida, produzindo es-
puma abundante. Enxaguar.

32 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ORTOPANTOL

Glicerina, Manganês, Silício, Zinco, Cobre e Magnésio.


Auxilia na hidratação
Estimula a síntese de colágeno
Age na remineralização do organismo

CENZI WHITE
Hiperemiante corporal que minimiza a aparência e previne o
surgimento de novas estrias.
Cenzi White® é um produto exclusivo da linha STRIORT®. Pro-
move forte hiperemia na região de aplicação, levando ao aumento de
circulação periférica, aumentando o fluxo sanguíneo, promovendo a
oxigenação e nutrição da pele e permeação cutânea de substâncias
ativas nas regiões do corpo acometidas pelas estrias, favorecendo as-
sim a regeneração celular através do estímulo de produção de coláge-
no. Estimula o metabolismo e as trocas capilares, retirando resíduos
metabólicos e descongestionando os tecidos. Cenzi White®, além de
minimizar a aparência de estrias, também previne o aparecimento de
novas. Inibe a perda de água e melhora o equilíbrio da pele, aumen-
tando sua elasticidade e mantendo-a hidratada por 24 horas.
COMPOSIÇÃO Piperina; cravo da índia; Ginkgo Biloba; Cacau; Uva;
Centelha asiatica; açaí; alcachofra; mirtilo; nicotinato de metila; óleo
de rícino; gengibre.
MODO DE APLICAÇÃO E FISIOLOGIA Agite e aplique pequenas
quantidades nos locais desejados ou que passaram pelo STRIORT®.
Efetue manobras de massagem e aguarde

33 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ORTO-C

Vitamina C, Vitamina A, Vitamina E, Elastina, Ácido Hialurôni-


co, Silício, Glicerina, EGF-1 e L-Glutamina
Ação nutritiva e antioxidante

SOS BIOCALMANT Linha Cliente

Óleo de Menta, Vitamina E, Aloe Vera, Bisabolol, Mentol, Arni-


ca, Calêndula, Maracujá e Glicerina.
Usado para dessensibilizar a área que recebeu Striort em casos de
necessidade
Se houver muita hiperemia ou sensação de incômodo

34 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


OBJETIVOS DO TRATAMENTO

As Estrias são consideradas como uma 1- Aumentar a micro circulação capi-


das alterações cutâneas que geram um lar dérmica
grau relevante de insatisfação estética,
2- Restaurar o manto hidro-lipídico
tanto em homens com mulheres. O objeti-
vo da técnica STRIORT tem como finalida- 3- Atingir um maior grau de hidrata-
de regeneração, ou, pelo menos a melhora ção cutânea
do seu aspecto. Ressaltamos ainda que o 4- Aumentar a espessura da epiderme
resultado estão condicionados ao tipo de
5- Estimular os fibroblastos
estria, cuidados, e respeitando a história
de cada individuo. 6- Reconstituir a fibra Colágena
7- Aumentar a espessura da derme

DIFERENCIAL DA TÉCNICA STRIORT®

Resultados de até 80% na 1ª sessão;


Sem agulhas (motivador para o paciente);
Pode ser feito em qualquer tipo de pele;
Todas as regiões;
Homens e mulheres;
Baixas complicações;
Baixo custo para o profissional e paciente.

35 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


TÉCNICA USADA

Muitos acreditam que STRIORT® é uma técnica, mas estão enganados.

STRIORT® é um Processo Matemático de aplicação

de Produtos Genuinamente Ortomoleculares

+
vácuo

+
Segredo Industrial

=
Redução de até 80% do aspecto das estrias brancas na 1ª sessão

Este Processo tem Pedidos de Patente Depositados no Brasil, EUA, União Européia e
outros países Sul Americanos.

36 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


VACUOTERAPIA

O aparelho de possui um vácuo eletrônico lação da pele, geralmente por meio de um


potente na superfície da pele. sistema que lança um fluxo de sucção,
movimento e velocidade das manobras,
Atinge a epiderme, ocasionando um eri-
tempo de exposição, números de repe-
tema tecidual, na derme, ocasionando um
tições na mesma área e também o tipo
sangramento interno dentro das estrias.
de pele. No momento da sucção borrifar
Apresenta a vantagem de possuir tecnolo- Leort diluído em água natural, não deve
gia não invasiva e não cirúrgica, estimula a forçar muito na sangria para não gerar he-
produção de células jovem e novo colágeno. matomas e equimose. É uma técnica segu-
ra sem uso de anestésico onde o paciente
O uso da Vacuoterapia gera uma estimu- apresenta rápida recuperação.

TEMPO E NÚMERO DE SESSÕES

O tempo da sessão é variável, pois vai de- O número de sessões é variável, mas em
pender da quantidade de estrias e locali- geral 3 sessões, onde na primeira sessão
zação. Depende também da sensibilidade já se observa uma melhora de até 80% já
de cada paciente. na primeira sessão.
É recomendado realizar sessões a cada 30 Algumas orientações são importantes
dias respeitando o ciclo do colágeno e re- lembrar como não tomar sol durante o
novação celular tratamento e a indicação do home care.

37 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


CONTRAINDICAÇÃO

 Hipersensibilidade ao produto;
 Portadores de marca-passo;
 Processos inflamatórios, infecciosos e irritativos da pele;
 Pós-operatório imediato;
 Dermatites tópicas;
 Gestantes e lactantes;
 Câncer;
 Febre;
 Renais crônicos;
 Reumatismo inflamatório em fase de desenvolvimento ou em fase aguda;
 Fragilidade vascular;
 Trombose e embolias;
 Tuberculose pulmonar aguda, abdominal, óssea e articular;
 Hemorragias;
 Doenças cardíacas (insuficiência grave, estenose mitral, aneurisma, enfarto recente);
 Hipertensão ou hipotensão arterial e diabetes – quando descompensada;
 Em pessoas com pressão baixa deve-se medi-la antes do uso do produto.
 Pós operatório imediato ( 6 meses a 1 ano)
 Pele Bronzeada
 Fumante
 Álcool suspender 10 dias
 Roacuatan ( 6 meses)
 Anti- inflamatório
 Corticoide
 Aversão o Toque
 Doenças auto imune quando descompensada

38 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


TECNICAS ASSOCIADAS
TECNICAS ASSOCIADAS
Reações Adversas
Sistêmica:

Hipersensibilidade (casos isolados);


Sede (normal);
Boca seca (normal);
Queda de pressão arterial (raro);
Dor de estômago (raro);
Odor característico (comum).

TECNICAS ASSOCIADAS
Para o sucesso do tratamento
Permanecer com Film Paper por 4hrs (não mais que isso);
Uso correto e constante dos produtos Home Care Bothanica Mineral®;
Ingestão de Água adequada (PESO x 35ml = quantidade de água correta);
Alimentação rica em Vitamina C, A;
Evitar alimentos inflamatórios (carne de porco, frituras, doces, refrigerantes);
Não se expor ao sol por no mínimo 07 dias do procedimento ou até que cesse o processo
inflamatório;
Fazer uso de protetor solar no local durante todo o tratamento.

39 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
PROTOCOLO STRIORT® | PARA ESTRIAS BRANCAS

1. ASSEPSIA ALCOOL 70%;


2. PH10;
3. CENZI 5 À 10 MIN;
4. BORRIFAR LEORT DILUÍDO 1/1;
5. VÁCUO MINIMO 400mmHG;
6. LEORT PURO;
7. FILME.

O STRIORT® | O FIM DAS ES-


TRIAS
PROTOCOLO STRIORT® | PARA ESTRIAS VERMELHAS

1. ASSEPSIA ALCOOL 70%;


2. PH10;
3. CENZI 5 À 10 MIN;
4. BORRIFAR LEORT DILUÍDO 1/1;
5. VÁCUO POUCA PRESSÃO | no MÁXIMO
200mmHG (ventosa maior ou corporal);
6. LEORT PURO;
7. FILME.

Somente na primeira sessão


OBS: As outras 2 sessões somente produtos, sem sucção.

40 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
PROTOCOLO STRIORT® | COM FLACIDEZ

1. ASSEPSIA ALCOOL 70%;


2. PH10;
3. CENZI 5 À 10 MIN;
4. BORRIFAR LEORT DILUÍDO 1/1;
5. VÁCUO;
6. LEORT PURO + FLA ou DMAE;
7. FILME.

O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS


HOME CARE STRIORT® 2018

Do 1º ao 10º dia | ESTRIAS BRANCAS


• linha STRIORT® Home Care | Sabonete Argila Preta 80g
• linha STRIORT® Home Care | Ortopantol® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Orto-C® 50ml

De manhã e ao deitar
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique ORTOPANTOL® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida aplique ORTO-C® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite roupas que gerem atrito nas estrias.

EVITAR
Não coce as estrias tratadas em hipótese alguma, pois isso pode contaminar o local.
Se a sensação de coceira for intensa, aplique SOS Biocalmant 50ml (linha STRIORT®)
Burrife água comum fresca ou gelada por cima do SOS Biocalmant e espalhe.
Repita a aplicação e ventile o local até passar a sensação de coceira/prurido.

41 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
HOME CARE STRIORT® 2018

Do 11º ao 21º dia | ESTRIAS BRANCAS


• linha STRIORT® Home Care | Sabonete Argila Preta 80g
• linha STRIORT® Home Care | Ortopantol® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Orto-C® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Cenzi White 50ml

MANHÃ
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique ORTOPANTOL® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida aplique ORTO-C® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite roupas que gerem atrito nas estrias.

AO DEITAR
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique CENZI WHITE® nas estrias tratadas.
Aguarde por no mínimo 10 minutos e aplique ORTOPANTOL®.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite que a roupa gere atrito nas estrias.

42 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
HOME CARE STRIORT® 2018

• É muito importante e obrigatório o uso correto e disciplinado da linha Home Care


STRIORT® para o resultado de seu cliente.
• Conscientize seu Cliente desta importância para que ele posssa obter os melhores re-
sultados possíveis.

EVITAR
• Não coce as estrias tratadas em hipótese alguma, pois isso pode contaminar o local.
• Se a sensação de coceira for intensa, aplique SOS Biocalmant 50ml (linha STRIORT)
• Burrife água comum fresca ou gelada por cima do SOS Biocalmant e espalhe.
• Repita a aplicação e ventile o local até passar a sensação de coceira/prurido.

Do 22º em DIANTE | ESTRIAS BRANCAS


Linha Bothanica Mineral® Home Care | HIDRATANTE CORPO & ALMA 250g
Manhã / Noite
• Após assepsia, aplique na região das estrias para prevenção duas vezes por dia.

43 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
HOME CARE STRIORT® 2018

STRIORT® | PÓS PROCEDIMENTO COM “POUCA OU NENHUMA SANGRIA”

Do 1º ao 30º dia
• linha STRIORT® Home Care | Sabonete Argila Preta 80g
• linha STRIORT® Home Care | Ortopantol® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Orto-C® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Cenzi White 50ml

MANHÃ
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique ORTOPANTOL® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida aplique ORTO-C® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite roupas que gerem atrito nas estrias.

AO DEITAR
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique CENZI WHITE® nas estrias tratadas.
Aguarde por no mínimo 10 minutos e aplique ORTOPANTOL®.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite que a roupa gere atrito nas estrias.

EVITAR
Não coce as estrias tratadas em hipótese alguma, pois isso pode contaminar o local.
Se a sensação de coceira for intensa, aplique SOS Biocalmant 50ml (Linha Striort®).
Burrife água comum fresca ou gelada por cima do SOS Biocalmant e espalhe.
Repita a aplicação e ventile o local até passar a sensação de coceira/prurido.

RETORNAR AO CONSULTÓRIO/ESTÉTICA
Após 30 dias retorne a Clínica para repetir a primeira 1ª sessão de STRIORT®.

É muito importante e obrigatório o uso correto e disciplinado da linha Home Care


STRIORT® para o resultante de seu Cliente.
Conscientize seu cliente desta importância para que ele passa obter os melhores re-
sultados possíveis

44 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
O STRIORT® | O FIM DAS ESTRIAS
HOME CARE STRIORT® 2018

STRIORT® | ESTRIAS VERMELHAS

FAZER ATÉ OBTER O RESULTADO DESEJADO

Do 1º ao 30º dia
• linha STRIORT® Home Care | Sabonete Argila Preta 80g
• linha STRIORT® Home Care | Ortopantol® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Orto-C® 50ml
• linha STRIORT® Home Care | Cenzi White 50ml

MANHÃ
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique ORTOPANTOL® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida aplique ORTO-C® nas estrias tratadas e aguarde secar.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite roupas que gerem atrito nas estrias.

AO DEITAR
Lave as estrias (assepsia) com o sabonete de argila preta Bothanica Mineral®.
Em seguida aplique CENZI WHITE® nas estrias tratadas.
Aguarde por no mínimo 10 minutos e aplique ORTOPANTOL®.
Em seguida vista roupas bem leves, largas e confortáveis.
Evite que a roupa gere atrito nas estrias.

EVITAR
Não coce as estrias tratadas em hipótese alguma, pois isso pode contaminar o local.
Se a sensação de coceira for intensa, aplique SOS Biocalmant 50ml (Linha Striort®).
Burrife água comum fresca ou gelada por cima do SOS Biocalmant e espalhe.
Repita a aplicação e ventile o local até passar a sensação de coceira/prurido.

APÓS RESULTADO DESEJADO


• linha STRIORT® Home Care | HIDRATANTE CORPO & ALMA 250g
MANHÃ/NOITE
Após assepsia, aplique na região das estrias para prevenção duas vezes por dia.

45 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Termo de consentimento
informações
recomendações

Tratamento de estrias / STRIORT®

O tratamento consiste no fluxo de produtos especialmente desenvolvidos, que juntos irão


promover a eliminação de radicais livres, regeneração, estimulação, produção de coláge-
no e de elastina na pele.
Para que os resultados sejam potencializados, bem como para se evitar quaisquer
intercorrências, é fundamental a adoção de alguns cuidados:

1. Orientar passo a passo o uso correto do 5. É estritamente proibida a exposição


home care para cada caso; ao sol durante os 30 dias após o procedi-
2. Não ingerir frutos do mar, ovo, milho, mento. Em casos extraordinários de reali-
leite de vaca, carne de porco, camarão, zação de atividades a céu aberto usar fil-
chocolate e amemdoim nos primeiros 10 tro solar e reforçar a aplição a cada hora.
dias, após cada sessão, pois esses ativam 6. No caso extraordinário acima (uso
histamina provando reação alérgica; de filtro solar), procure um filtro solar a
3. Nos primeiros 20 dias posteriores a base de água, nunca de óleo. Os filtros
cada sessão evitar piscina, praia, mar, solares possuem muitas químicas, por
sauna, suor, roupas justas, lycra, uso de isso é necessário muita cautela, ou seja,
desodorantes, colônias ou perfumes de somente em casos extraordinários.
todos os tipos nos locais tratados; 7. Ingerir diariamente 02 litros de água, com
4. Ingerir durante os primeiros 15 dias, a finalidade de permitir a adequada hidrata-
após cada sessão alimentos ricos em Vi- ção corporal.
tamina C (Acerola, Laranja, Maracujá), Vi-
tamina A, Selênio, Silício, Cobre, Zinco e
8. Não coçar em hipótese alguma o local ou
região de entorno tratada e evitar banhos
Ferro, pois estes ajudam na produção de
quentes.
colágeno.
* Documento obrigatório a ser entregue
a cada Cliente • Paciente.

46 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Perguntas mais frequentes:

1. Como é o procedimento?
R: É usado um aparelho de vácuo onde faz a sucção do aparelho associado com produtos
genuinamente ortomoleculares.
2. Quantas sessões são necessárias?
R: Média de 3 sessões, mas pode variar dependendo da resposta de cada pacientes.
3. De quanto em quanto tempo posso fazer?
R: A cada 30 dias, devido ao período de cicatrização.
4. Como são os resultados a longo prazo, as estrias voltam como antes?
R: Os melhores resultados são após 90 dias. As estrias não somem, infelizmente não te-
mos a cura das estrias, mas uma das coisas que fazem com que elas voltem a ficar visíveis
é a falta de hidratação e má alimentação.
5. O STRIORT® dói muito?
R: Algumas regiões são mais sensíveis e outras pacientes sentem apenas cócegas, é um
tratamento sem agulhas.
6. Em quanto tempo a sangria some?
R: Depende da sensibilidade capilar de cada paciente, pode variar até 15 dias.
7. Mulheres grávidas ou amamentando podem fazer o tratamento?
R: Esse tratamento não é recomendado para mulheres grávidas e amamentando.
8. Pode ser feito em prótese de silicone?
R: Pode ser realizado após 6 meses de pós operatório.
9. Quais os fototipos podem realizar o procedimento? Pele bronzeada pode?
R: Pode ser feito em qualquer fototipo, pele bronzeada também.
10. O STRIORT® trata estrias vermelhas?
R: Sim, o STRIORT® trata estrias vermelhas. Com alguns cuidados maiores e uso constante
do Home Care.
11. O que é produto Ortomolecular?
R: Orto vem de reto correto, molecular vem de molécula. Os produtos ortomoleculares corri-
gem as disfunções estéticas dando o nutriente que o organismo precisa como vitaminas e oli-
goelementos que fazem o equilíbrio bioquímico do organismo combatendo os radicais livres.
12. O porque de não poder comer ovos, chocolate, amendoim, leite, etc.
R: São alimentos que interferem na cicatrização
13. Sem o uso do Home Care obtenho os mesmos resultados?
R: O Home Care Bothanica Mineral® foi desenvolvimento justamente para potencializar os
resultados, levando uma melhora de até 80% no tratamento das estrias brancas.

47 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Advertência: O tratamento é contraindicado para pessoas que possuam qualquer tipo de
doença autoimune (lúpus, vitiligo, diabetes do tipo 1, esclerose múltipla, hepatite autoimu-
ne, doença de Chron, Psoríase, doença celíaca, artrite reativa, anemia perniciosa), câncer,
tenham sofrido processo infeccioso e/ ou inflamatório da pele, gestantes, lactantes, que
possuam pele albina e.ou que, por ocasião do tratamento, estejam em processo febril.

O cliente que possuir uma ou mais das condições acima, sempre antes do início do tra-
tamento, deve obrigatóriamente informar o profissional responsável. Em caso de omis-
são e/ou negligência na prestação da informação, responsabiliza-se exclusivamente por
eventuais efeitos colaterais, isentando a Bothanica Mineral® e o Profissional responsá-
vel para todos os fins de direito.

Estou ciente e de acordo com todas as informações, acima relacionadas, bem como com
os procedmentos e cuidados a serem seguidos, não cabendo ao profissional e à Bothanica
Mineral® nenhuma responsabilidade por informações e fatos omitidos, negligenciados e/
ou advertiencias não observadas.

Declaro ainda que estou recebendo uma via deste termo, e a outra, assinada e rubricada
por mim, foi entregue e retida ao Profissional Habilidado STRIORT®.

Declaro ainda que tenho conhecimento que este documento é composto de duas (2) pági-
nas.

Local e data
, / /

Assinatura • Cliente

Nome por extenso • Cliente C.P.F.

* Documento obrigatório a ser entregue a cada Cliente • Paciente.

48 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


Termo de Consentimento Livre e Esclarecido
para obtenção e utilização de imagens

Eu, __________________________________________________________________
____________________________________________________________________
RG n. _________________________________________, residente à Av. / Rua ______
_____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________, na cidade de ____________________________,
por meio deste Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, consisto que a profissio-
nal________________________________________________________________ tire
fotografias, faça vídeos e outros tipos de imagens de mim, sobre o meu caso clínico. Consis-
to que estas imagens sejam utilizadas para finalidade didática e científica, divulgadas em
aulas, palestras, conferências, cursos, congressos, e também publicadas em livros, artigos,
portais na internet, revistas científicas e similares.

Este consentimento pode ser revogado, sem qualquer ônus ou prejuízo à minha pessoa, a
meu pedido ou solicitação desde que a revogação ocorra antes da publicação.

Fui esclarecido de que não receberei nenhum ressarcimento ou pagamento pelo uso das
minhas imagens.

Local, _______________de______________ de 2_________.

Assinatura*:_____________________________

49 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


A BOTHANICA MINERAL® | COSMECÊUTI- Deste modo, para que possamos preser-
COS & NUTRACÊUTICOS é uma marca per- var nosso patrimônio intelectual, pedimos
tencente à empresa Amazônia Brasileira que manifeste sua aceitação às condi-
Comércio de Produtos Naturais Ltda. (“Em- ções abaixo, bem como mantenha sigilo
presa”) e todos os nossos produtos, técni- e confidencialidade sobre todas as infor-
cas e protocolos estéticos são resultado de mações que lhe serão transmitidas, res-
grande investimento no desenvolvimento, ponsabilizando-se, nos termos da lei, a
aperfeiçoamento e aos mais avançados não divulgá-las a terceiros, por qualquer
testes de segurança e eficácia. meio, incluindo neste compromisso o teor
Por esta razão, com a participação no constante dos materiais publicitários e
presente curso, você terá acesso a infor- educativos recebidos, bem como às téc-
mações privilegiadas e transferência de nicas, protocolos, processos industriais e
conhecimentos, cujas patentes e direitos de aplicação de produtos que aprenderá
intelectuais estão devidamente protegi- neste curso.
dos perante o Instituto Nacional de Pro-
priedade Intelectual – INPI, em conformi-
dade da legislação em vigor.

50 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


ORIENTAÇÕES GERAIS –
DIZERES LEGAIS

(I) Depois de concluído o curso, você se o ofensor responsabilizado por perdas e


tornará capacitada à aplicação de nossas danos.
técnicas e protocolos, assim, assumindo o
compromisso de sempre informar a seus
(IV) A cada curso será formado um gru-
po no WhatsApp que será administrado
clientes que a técnica utilizada no trata-
pela Empresa. Este grupo será mantido
mento é STRIORT®, fornecendo a todos
por até 60 (sessenta) dias e servirá como
informações claras e adequadas sobre os
canal adicional para o esclarecimento de
produtos e serviços, inclusive sobre os ris-
dúvidas sobre o STRIORT®, divulgação dos
cos envolvidos na aplicação, suas contrain-
produtos da Empresa e demais assuntos
dicações e reações adversas, especialmen-
relacionados ao ramo de beleza, estética
te a proibição de aplicação do tratamento
e bem-estar. Depois de transcorrido o pe-
em Gestantes, Lactantes e pessoas com
ríodo acima, mesmo que o grupo continue
diagnóstico de doenças autoimunes.
em atividade, a Empresa não mais se com-
(II) É permitida a utilização de fotos (an- promete a responder a dúvidas, podendo,
tes e depois) disponíveis nos bancos de a seu exclusivo critério, extinguir o grupo,
dados da Empresa bem como através do sem prévio e antecipado aviso.
Instagram, Facebook e através do portal
www.striort.com.br e www.bothanica-
(V) Com a conclusão do curso, você se
compromete a utilizar ostensivamente a
mineral.com.br, tudo para permitir ampla
marca STRIORT® para identificar o serviço
divulgação dos resultados e da eficácia do
de estética para o combate de estrias ofe-
conteúdo aprendido. A utilização das ima-
recido aos seus clientes, sob pena de, não o
gens e do conteúdo técnico é restritiva e
fazendo, incorrer em ilícito criminal e civil.
visa exclusivamente à divulgação dos re-
sultados STRIORT®, não sendo permitido o (VI) Com o intuito de promover a ade-
uso desse material para quaisquer outras quada concorrência entre as diversas Cre-
finalidades, salvo expressa autorização da denciadas, neste ato, firma o compromis-
Empresa. so de praticar o preço mínimo de R$ 150,00
(Cento e cinquenta reais) a ser cobrado na
(III) O material colocado à disposição
aplicação do STRIORT®, observada cada
tem como principal objetivo comprovar os
área do corpo a ser tratada:
benefícios do STRIORT®. Assim, não serão
admitidas atuações consideradas como (a) 01 área | equivale aos 02 Glúteos
concorrência desleal, cursos ou treina- (b) 01 área | equivale aos 02 Braços
mentos utilizando os produtos, as técni-
cas, o material e os protocolos STRIORT® (c) 01 área | equivale as 02 Pernas
todos aprendidos no curso, sem prévia e (d) 01 área | equivale ao Abdômen
expressa autorização da Empresa, bem
como publicações maliciosas visando, di-
(e) 01 área | equivale as Costas
reta ou indiretamente, prejudicar o nome (VII) Declara que não integra o quadro
e a reputação da Empresa, suas marcas e de funcionários, prepostos e/ou figura
produtos, através de quaisquer meios de como parceiros comerciais de empresas
comunicação, inclusive WhatsApp, sendo concorrentes do mesmo seguimento da

51 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias


BOTHANICA MINERAL®, para todos os fins (IV) o descredenciamento da base de
de direito e sob as penas da lei penal; cliente da Empresa e
(VIII) Identificada pela Empresa qual- (V) o encaminhamento de todas as medi-
quer quebra do compromisso de sigilo e das extrajudiciais e judiciais cabíveis para
confidencialidade, violação de direito inte- elidir qualquer prática criminosa, buscan-
lectual e/ou qualquer ato que prejudique do indenizações pelos prejuízos que a vio-
ou tenha o condão de prejudicar a reputa- lações desses compromissos provocarem.
ção da Empresa, a seu exclusivo critério
e sem prévio aviso, imediatamente provi-
denciará: Este Termo de Compromisso é firmado
(I) a exclusão do grupo WhatsApp; conforme previsto no artigo 428, I, se-
gunda parte, do Código Civil Brasileiro que
(II) ao cancelamento das condições espe- dispõe: Considera-se também presente a
ciais de preços concedidas aos credenciados; pessoa que contrata por telefone ou por
(III) à proibição de qualquer alusão as meio de comunicação semelhante.
nossas marcas e produtos; e, conforme
análise do caso,

52 Técnica genuinamente Ortomolecular de combate às estrias