Você está na página 1de 29
! !
!
!

1 !

Você já se perguntou por que algumas pessoas têm cães tão comportados e equilibrados, mesmo que eles não tenham tido nenhum treinamento?

Ou já reparou como alguns cães agem de modo tão diferente com uma ou com outra pessoa da família?

Meu nome é Tiago Fagundes, quero lhe explicar porque isto acontece e ajudá-lo a viver em harmonia com seu cão, através da psicologia canina.

!
!
lhe explicar porque isto acontece e ajudá-lo a viver em harmonia com seu cão, através da

2 !

Apresentação

4

Introdução

7

Descendência, Domesticação e Evolução

7

Conhecendo o seu cão

9

Primeiro Pilar - O Animal

11

Contato com a Natureza

11

Ser Livre

11

Viver o Presente

12

Necessidades Básicas e Imediatas Atendidas

14

Segundo Pilar - A Espécie

15

Sociabilização

15

Hierarquia

16

Liderança

17

Trabalho

22

Instintos Reconhecidos

23

Terceiro Pilar - A Raça

25

Índole Reconhecida

25

Quarto Pilar - O Indivíduo

27

Nível de Energia

27

Idade e Problemas de Saúde

27

Temperamento

27

Ambiente e Rotina

27

Conclusão

28

As Três Virtudes Mútuas

29

! !
!
!

3 !

Apresentação

Quando criança, morava em uma cidade pequena, São Francisco de Paula, localizada no Rio Grande do Sul, e meu cão andava comigo pela rua sem guia e nem coleira, apenas me seguindo. Tive outros cães ainda antes na minha infância, mas minha buscar por entendê-los se iniciou apenas muito tempo depois.

Depois de me formar e ir morar sozinho, fiquei quase 15 anos sem ter mais nenhum cão, até que minha esposa e eu decidimos adotar a Amelie Poulain, uma SRD (Sem Raça Definida, ou Vira Lata, se preferir). Com ela, vieram alguns problemas de comportamento, como sair correndo durante a caminhada. Logo em seguida adotamos o Don Vito, outro SRD, tão hiperativo que nos deixava desnorteados.

A minha concepção de relação com um cão era aquela da minha infância, mas isto não estava acontecendo com meus novos cães. Eu mal conseguia caminhar pela rua com eles sem maiores problemas. Então resolvi ir atrás de respostas.

Encontrei na internet um curso de adestramento e comprei. Comecei a treinar algumas coisas e estava funcionando. Mas continuei pesquisando mais, e foi quando conheci a psicologia canina. Fiquei deslumbrado, comecei a devorar tudo o que encontrava sobre o assunto e a colocar em prática.

Algumas coisas funcionavam imediatamente, outras não. Mas o mais empolgante era que agora eu estava aprendendo a linguagem dos cães. E não só dos meus, mas de todos os cães. Eu começava a entender até os cães de rua, e a me comunicar com eles, cães que não tiveram treinamento algum.

E lá estava eu andando de bicicleta pelo trânsito da cidade grande com dois cães soltos me acompanhando perfeitamente. Chamando a atenção de todos e me sentindo o máximo.

De lá pra cá, a matilha cresceu e meu desafio só aumentou. Hoje, além da Amelie e do Don, temos também: o Zero, um pitbull, o Otto, um boxer, a Amora, uma chow chow, e a Nina, outra SRD. Atualmente, esta é a minha matilha.

E a minha vida mudou. Por causa deles, por eles!

! !
!
!

4 !

Hoje, como proprietário do Auphaville Dog Hotel, um hotel com o objetivo de conectar os cães com sua verdadeira natureza, através de atividades físicas e mentais em um ambiente de equilíbrio, tenho a oportunidade de trabalhar com centenas de cães todo ano e vivenciar matilhas recém formadas com dezenas de cães interagindo.

Foi lá onde adquiri e coloco em prática grande parte do meu conhecimento sobre psicologia canina. E é onde percebo como até mesmo a presença do proprietário pode influenciar completamente no comportamento do cão, deixando-o alterado do seu estado normal.

Paralelamente, estudo muito sobre psicologia canina e humana, comportamento animal, adestramento, das mais variadas e distintas fontes.

a

essência da psicologia canina - pura e simples - para se ter um cão equilibrado. Orientando você pelo caminho até tornar-se um líder perfeito para sua matilha.

Com este livro, meu

objetivo

é

disponibilizar

a

você

o

que, ao

meu

ver,

é

Mas o que é psicologia canina?

Psicologia canina é o estudo do comportamento natural dos cães. Através dela, você pode comunicar-se com qualquer cão instantaneamente, mesmo que ele nunca tenha tido um treinamento formal.

Você torna-se capaz de entender os cães, e fazê-los entenderem você. Proporcionando a ambos a oportunidade de uma vida com harmonia e equilíbrio, respeito e confiança.

Imagine-se entrando na casa de um amigo e transmitindo imediatamente ao cão dele a mensagem de que não quer que ele pule em você. Ou caminhando na rua e dizendo a outro cão que não quer que ele se aproxime.

E, se você trabalha com cães, pode potencializar os seus resultados agregando a psicologia canina ao seu trabalho.

Inclua este conhecimento em sua vida, além dos cães, e poderá ser uma pessoa ainda mais equilibrada e realizada.

Desejo a você uma leitura repleta de conhecimento e autoconhecimento!

! !
!
!

5 !

"Absorva o que for útil, rejeite o que for inútil. Acrescente o que é especificamente seu.O homem, criador individual, é sempre mais importante que qualquer estilo ou sistema estabelecido."

Bruce Lee

! !
!
!

6 !

Introdução

Descendência, Domesticação e Evolução

Estima-se que a espécie Canis Lupus Familiaris, cão doméstico, surgiu a cerca de pelo menos 10.000 anos atrás, sendo um descendente do lobo cinzento, com 99,96% de seu DNA igual.

Uma das hipóteses da domesticação é a de que o lobo, e depois o cão, foi atraído para perto dos humanos intencionalmente com restos de alimento. Com isso, os povos primitivos ganharam vigias e guardas, e tornaram-se capazes de caçar presas maiores. E isto deve ter sido de grande valia à sobrevivência da espécie humana.

Ao longo do tempo o cão foi evoluindo naturalmente e, mais recentemente, por influência do homem, ao promover cruzamentos entre cães com algumas particularidades semelhantes, afim de acentuá-las em seus descendentes. Surgindo assim as centenas de raças existentes hoje.

Os cães não só tiveram grande importância para nossa sobrevivência como para nossa evolução.

! !
!
!

7 !

"Basicamente, [homens e lobos] foram duas espécies com habilidades complementares que se uniram, algo que nunca havia acontecido antes e na verdade nunca mais aconteceu."

Temple Grandin

! !
!
!

8 !

Conhecendo o seu cão

Para ter um cão equilibrado, isto é, promover bem-estar ao seu cão, você precisa conhecer os quatro pilares que manterão este equilíbrio.

Os Quatro Pilares

Animal

Espécie

Raça

Indivíduo

Fortalecendo estes quatro pilares, você nutrirá três virtudes mútuas com seu cão, que serão mencionadas adiante.

! !
!
!

9 !

"Equilibrado não é um termo científico, mas para mim ele é incrivelmente descritivo do que significa para qualquer animal - incluindo o animal humano - estar confortável em seu ambiente e em sua própria pele."

Cesar Millan

! !
!
!

!

10

Primeiro Pilar - O Animal

Acima de tudo, seu cão é um animal. E, como qualquer animal, ele precisa ter algumas necessidades supridas para ser equilibrado e ter bem-estar.

Contato com a Natureza

Quando nasce, o estado natural do seu cão é o equilíbrio, portanto, propiciar atividades naturais a ele ajuda a remetê-lo de volta a este estado.

Passeie com ele ao ar livre, deixe-o pisar na grama, nadar no lago, cavar a terra. Estas atividades primitivas são inatas para seu cão e propiciam enorme satisfação a ele.

Sempre consulte o veterinário para saber das limitações de seu cão e certifique-se que ele esteja protegido, com todas as vacinas em dia.

Ser Livre

Ter disciplina é importante, mas seu cão também precisa de liberdade. Não seja exageradamente rigoroso com ele, ou será um cão inseguro e ansioso, por estar sempre com receio de tomar a próxima bronca.

Se, por exemplo, para você não faz diferença seu cão dormir dentro de casa ou no pátio, deixe que ele mesmo faça a escolha de onde prefere. Quando soltá-lo no parque, permita que ele decida onde e com quem quer brincar.

Você não deve decidir tudo pelo seu cão, isso é dar liberdade a ele, é demonstrar que confia nele para decidir algumas coisas também. Assim ele será um cão mais confiante.

! !
!
!

!

11

Viver o Presente

Ao estar com seu cão, esqueça o passado e o futuro, esteja no presente, é só neste tempo que ele sabe viver.

Se, ao sair com seu cão, seu pensamento está nos seus problemas de amanhã, você provavelmente fica ansioso. Talvez você nem perceba, mas seu cão percebe. Porém, ele não sabe que sua ansiedade é por um problema futuro, pois ele só vive o presente. Então, a reação dele pode ser ficar nervoso, inseguro ou ansioso, pois acha que algo está acontecendo.

Ele pode inclusive tentar atacar outros cães, pois não sabe onde está o problema. Logo, tenta se defender de tudo e de todos.

Frustração com o passado e ansiedade pelo futuro não fazem bem nem para nós, imagine para ele que não sabe como lidar com estes sentimentos.

Para aprender a viver mais no presente, pratique meditação, yoga, atividades físicas intensas, esportes radicais.

! !
!
!

!

12

"O milagre não é andar sobre a água. O milagre é andar sobre a terra verdejante, profundamente integrado ao presente momento e sentindo-se verdadeiramente vivo."

Thich Nhat Hanh

! !
!
!

!

13

Necessidades Básicas e Imediatas Atendidas

Dê ao seu cão uma alimentação saudável e de qualidade. Propicie uma rotina adequada para que ele faça suas necessidades.

será usado com

frequência para reprodução, duas vezes ao ano, castre-o, você estará eliminando uma grande fonte de frustração.

E

se

ele

não

atenuar

d e b a i x a

c o m p o r t a m e n t o ,

significativamente ou até elimina o risco de diversos problemas de saúde do seu cão. Consulte o veterinário e avalie esta possibilidade.

Castrando-o, p o s s í v e i s

além

de

p r o b l e m a s

vo c ê

Qualquer necessidade que não seja suprida irá acumular-se em forma de frustração, que será extravasada pelo seu cão de alguma forma, geralmente através de problemas de comportamento, como latido excessivo, comportamentos compulsivos, etc

Como você tem suprido estas necessidades em si próprio? Lembre-se que também somos animais, temos estas mesmas necessidades!

Este é o pilar mais importante, mas raramente será a causa dos problemas, porque como também temos estas mesmas necessidades, as compreendemos.

Exemplo de erro comum ao avaliar seu cão como animal:

"Meu cão não gosta de pisar na grama, ele não gosta de natureza."

Pensar assim do seu cão é um erro, pois o contato com a natureza é inerente ao animal. Talvez seu cão esteja inseguro para fazer isto, mas, deixando de fazer, ele não irá superar esta insegurança e ainda ficará frustrado por não ter esta necessidade satisfeita. Será uma "bola de neve".

! !
!
!

14

!

Segundo Pilar - A Espécie

A maioria dos problemas de comportamento surge nesse momento, por termos que suprir necessidades diferentes das nossas e termos que entender alguém que pensa de um modo diferente do nosso.

Por ser o segundo pilar mais importante, qualquer descuido pode gerar grandes problemas.

Sociabilização

Seu cão é um animal gregário, ou seja, precisa fazer parte de uma matilha, mesmo que seja só você e ele. Mas, além disso, é importante que ele sociabilize e interaja com outros cães, para treinar e manter suas habilidades sociais em dia. E nada melhor que um cão equilibrado para dar limites e ensinar boas maneiras ao seu cão e trazê-lo ao seu estado natural de equilíbrio.

Proporcionar que sociabilize com crianças, gatos, pássaros ou qualquer outro animal, também é recomendado, nunca se sabe quando um novo membro pode ser incluído na família/matilha.

Certifique-se com o veterinário de que seu cão está protegido e com a saúde em dia, zelando pela saúde dele e dos demais animais com os quais ele poderá interagir.

O imprinting (ou estampagem), período que dura da 7ª a 12ª semana de vida do filhote, é o melhor momento para a sociabilização, pois ele já está com os sentidos desenvolvidos e sua memória é como uma folha em branco. Se a sociabilização for feita da maneira correta, sua recordação mais profunda será positiva pela vida inteira. Mas cuidado, se algo der errado, o trauma também poderá durar pela vida inteira.

! !
!
!

!

15

Hierarquia

Em qualquer grupo de animais, assim como em uma matilha, é necessário que haja uma hierarquia, onde cada membro tem sua função definida, para o bem coletivo.

Em uma matilha canina temos o líder - ou o casal de líderes - e os seguidores. Em nossa matilha, com pessoas e cães, todos nós humanos precisamos ser líderes, e os cães, todos seguidores. Isto é fundamental, pois o cão está vivendo em nosso habitat, em nossa rotina, e não nós na dele.

Imagine seu cão dizendo a você que é hora de saírem para caçar passarinhos. Obviamente você não vai seguir esta ordem, e isso o deixará frustrado. Por isso, fica inviável que sejamos seus seguidores.

A hierarquia precisa ser bem definida em sua matilha. Você deve ter privilégios e prioridades em relação ao seu cão, isso te manterá no topo da hierarquia. Por exemplo, priorize a sua refeição, só depois alimente seu cão. Seus desejos devem ser prioritários em relação aos dele.

Restrinja o acesso de seu cão a alguns cômodos da casa. Limite o número de brinquedos dele e quando terá acesso a eles. Controle a alimentação, nunca deixe a comida sempre disponível.

! !
!
!

!

16

Liderança

A grande maioria dos cães nasce com a predisposição de serem seguidores, mas se não houver um líder na matilha, um deles naturalmente assumirá este papel.

O líder dita a rotina da matilha, ele determina quando caçar, quando migrar para

um novo território, etc. Os seguidores aceitam suas escolhas, pois confiam nele e sabem que sua sobrevivência depende do consenso para permanecer com a matilha. Sozinho, suas chances de sobreviver são mínimas.

Para viver em harmonia com seu cão, ele precisa de sua orientação, ele precisa ver você como líder. E para isso você não precisa ser o mais forte, nem o mais rápido. Mas líderes costumam ter algumas características em comum, que são facilmente reconhecidas pelo seu cão, mesmo que nem você as perceba em si mesmo.

Controle Emocional

O líder é extremamente equilibrado. Cães confiam e seguem pessoas e cães equilibrados, pois sabem instintivamente que eles terão maior controle emocional e capacidade de decisão correta em situações de perigo ou conflito. O que pode significar a sobrevivência da matilha.

Intenção e Atitude

O líder tem a intenção clara e definida, seja de proteger, conduzir ou regrar a

matilha. Na natureza, quando o líder conduz a matilha para uma caçada, todos entram em sincronia com este mesmo propósito. O resultado é um bem orquestrado ataque em bando, uma caçada eficiente e a matilha alimentada.

Ao fazer alguma atividade com seu cão, tenha em mente o objetivo que deseja alcançar. Se quiser ter uma caminhada tranquila pela rua, projete este passeio em sua mente e saia de casa com esta intenção. Isto fará com que seu cão se conecte com este objetivo. Caso contrário, ele poderá decidir o objetivo que bem entender. Talvez fazer xixi em todos os postes que encontrar pelo caminho.

! !
!
!

!

17

Postura

A chegada de um líder não passa despercebida, ele tem uma postura confiante, alta e aberta. Ele domina o espaço assim que chega, sendo facilmente notado. Cabeça erguida, peito aberto e passo firme são traços de um líder. Um líder não se encolhe, pelo contrário, ele se expõe, pois tem confiança em si próprio.

Cães são ótimos leitores da linguagem corporal e notam qualquer traço de insegurança que você tenha. E quando o líder não está confiante, algum dos seguidores assume automaticamente sua posição, o que pode ser um grande risco quando este não está preparado e equilibrado para assumir a liderança.

Tom de Voz

O tom de voz grave - característica relacionada a uma estrutura corporal volumosa, à testosterona e à maturidade - dá magnitude à autoridade de um líder, e naturalmente tendemos a dar atenção e a respeitar. Está em nosso instinto e no do seu cão também.

Repare um rosnado, que é grave, em oposição a um choramingo, agudo.

Talvez você nem precise engrossar sua voz, mas tome cuidado para não afiná-la ao exigir algo de seu cão, pois estará perdendo sua atenção e respeito.

! !
!
!

!

18

Energia

Sua energia é o mais importante para seu cão, pois define como você é percebido por ele. A energia é o resultado de sua emoção e intenção, que reflete em sua postura e seu tom de voz. Você também pode chamá-la de “estado de espírito”.

O ideal para um líder é ter uma energia calma, confiante e afirmativa, ele orienta a matilha sem raiva, frustração, nervosismo, ansiedade ou pena. Com uma energia calma e confiante, seu cão naturalmente perceberá você como um líder em potencial.

Modificando suas emoções e sua intenção, ou seja, sua energia, haverá um reflexo desta alteração em sua postura e em seu tom de voz.

Assumindo o controle destas características, você naturalmente assume a liderança de sua matilha. Existem diversas técnicas que podem lhe ajudar a obter este controle.

Se você não tem estas características, comece já a

acreditar que as tem. Você não deve esperar ver para

crer

você precisa antes crer para então ver!

! !
!
!

!

19

"Os grupos que escaparam tinham, cada um, um líder. Os líderes possuíam algo em comum. Eles não forçaram seu trajeto para o poder, mas foram respeitados porque pareceram calmos e confiáveis."

Amanda Ripley

! !
!
!

!

20

Técnicas de Autocontrole

Auto-observação

Através de práticas como meditação, yoga ou atenção plena, você torna-se mais consciente de suas emoções, sentimentos, forças, fraquezas, etc. Reconhecer suas particularidades é fundamental para aperfeiçoá-las.

Físico x Psicológico

Do mesmo modo como seu estado mental influencia o seu corpo físico, o contrário também acontece, seu físico influencia seu psicológico. Assim, você pode corrigir sua postura, mudar seu tom de voz, e isso reflete na mudança de sua energia.

Visualização

Nosso cérebro não faz distinção entre uma experiência que vivenciamos ou que apenas projetamos em nossa mente. Então, quando você visualiza uma atividade em sua mente, você está se treinando para encará-la com maior preparação. Esta técnica é muito utilizada por atletas de alta performance.

Interpretação

Quando você reconhece uma fraqueza em si próprio, pode buscar um modelo de pessoa que seja referência neste aspecto, que lhe seja uma fonte de inspiração. Interprete esta pessoa, imagine-se sendo ela, tente agir e pensar como ela e sua energia muda.

Respiração

Quando estiver ansioso ou nervoso, use técnicas para controle da respiração. Uma técnica muito utilizada pela polícia é a respiração de combate, onde você inspira contando até quatro, prende contando até quatro, expira contando até quatro e novamente prende contando até quatro. Mantenha esta respiração até que se sinta mais calmo e confiante.

Mudança de foco

Nossa mente não é boa em multitarefas, ou seja, não conseguimos manter nosso foco em diversas coisas. Sabendo disso, mude seu foco para apreciar a natureza, ter uma conversa agradável, e os sentimentos negativos sumirão de sua mente.

! !
!
!

21

!

Trabalho Um cão sente-se orgulhoso e satisfeito ao realizar um exercício físico e mental, ou

Trabalho

Um cão sente-se orgulhoso e satisfeito ao realizar um exercício físico e mental, ou seja, um trabalho. Um trabalho o trará relaxamento e bem-estar.

Tanto o líder quanto os seguidores tem seu trabalho como, por exemplo: guiar a matilha, protegê-la, tomar decisões, caçar, alertar sobre perigos, cuidar dos filhotes, etc.

Um cão doméstico ficará entediado sem um trabalho, acumulando frustração, que será extravasada na forma de problemas de comportamento.

Uma

caminhada

diária

ordenada,

ou

seja,

com

você

ditando

o

ritmo,

e

não

deixando o seu cão fazer o que ele quer, é o melhor trabalho que você pode dar a ele, pois traz à tona seus instintos mais primitivos. E juntamente vem o equilíbrio.

Dar para o seu cão um trabalho extra que seja característico de sua raça vai encurtar o seu caminho para ter um cão equilibrado. * Saiba mais no Terceiro Pilar

! !
!
!

!

22

Instintos Reconhecidos

Cães agem e reagem instintivamente. Não racionalmente, nem emocionalmente, como nós.

Se você já tentou ter uma conversa "racional" com seu cão, tentando explicar-lhe que não deve fazer xixi no tapete, já deve ter notado que não funciona.

Se tentou uma conversa "emocional", apelando para que ele tenha dó de você, pois está te magoando com tal comportamento, percebeu que também não funciona.

Antes de implorar para o "espiritual", pedindo ajuda aos céus, o que você precisa é ter uma conversa instintiva com seu cão. Se ele não pode fazer xixi no tapete, ele precisa entender que o tapete não é dele, mas seu.

Quando um cão não consegue impor limites a outro apenas pela sua energia, ele usa seu corpo para exigir espaço e, em último caso, sua mordida, geralmente dada com precisão no pescoço ou traseiro do outro cão, sem machucá-lo.

! !
!
!

!

23

A forma de ele entender que o tapete não lhe pertence é simplesmente controlando seu acesso a ele. Pois quando seu cão tem livre acesso a um lugar ou um objeto, ele entende que pode tomar posse e fazer o que quer com isto. Mas no momento que você deixa claro que algo pertence a você, ele passa a respeitar.

Usando uma barreira física, como uma cerca, a mente dele continuará a achar que tem direito ao espaço ou objeto, que apenas não o está alcançando naquele momento. E ao ter acesso terá os mesmos comportamentos anteriores.

Este controle precisa ser psicológico, não físico. Com sua liderança e energia, precisa fazê-lo respeitar o espaço ou objeto, manter distância dele, mesmo que o caminho esteja livre, sem nenhuma barreira física. Apenas uma barreira psicológica, mental, uma regra.

Ele só terá acesso ao lugar ou objeto quando você permitir ou convidá-lo. E ele não ficará magoado com você, mas sim grato por estar compartilhando algo seu com ele.

Então ele não irá mais subir em sua cama sem ser convidado, morder seu calçado ou fazer xixi pela casa.

Seu cão sabe seguir regras, você só precisa ter uma conversa com seus instintos e deixar claro o que espera dele.

Exemplo de erro comum ao avaliar seu cão como espécie:

"Meu cão prefere ficar em casa descansando a sair pra rua."

Todos os cães gostam e precisam passear, a caminhada diária é um dos melhores momentos para exercer todas as necessidades relacionadas à espécie, como sociabilização, hierarquia, liderança, trabalho e instintos. E é uma ótima forma de demonstrar seu carinho por ele.

! !
!
!

!

24

Terceiro Pilar - A Raça

Mesmo que seu cão não tenha uma raça definida, ele herdou características de alguma ou algumas raças. Descobrir estas características lhe ajuda a dar um trabalho adequado ao seu cão.

lhe ajuda a dar um trabalho adequado ao seu cão. Índole Reconhecida Descubra se seu cão

Índole Reconhecida

Descubra se seu cão nasceu para pastorear, farejar, correr, entre outros, e use esse potencial positivamente.

Uma boa caminhada diária pode suprir a necessidade de exercício e trabalho de muitos cães, mas para alguns pode ser necessário um complemento.

Nem sempre é viável proporcionar ao seu cão um exercício específico para o qual sua raça foi desenvolvida, mas felizmente existem diversos jogos e atividades para ele que possibilitam uma atividade similar.

! !
!
!

!

25

Exemplos de Jogos e Atividades

Adestramento

Guarda

Agility

Busca de objeto/pessoa

Caminhada

Corrida (Canicross)

Canine Freestyle (Dog dance)

Tração (Weight pulling, carruagem, trenó)

Cão de terapia

Corrida de velocidade

Flyball

Frisbee

Natação

Pastoreio

Exemplo de erro comum ao avaliar seu cão como raça:

"Meu labrador não sabe nadar."

Nadar é característico da raça labrador, você só precisa deixar sua natureza aflorar adequadamente, sem plantar traumas nele durante o processo.

! !
!
!

26

!

Quarto Pilar - O Indivíduo

Nível de Energia

Propicie uma vida para seu cão de acordo com seu nível de energia. Uma vida ativa para cães com muita energia, uma vida calma para cães com pouca.

Idade e Problemas de Saúde

Dê atividades de acordo com a idade e problemas físicos do seu cão. Consulte o veterinário para ajudá-lo a encontrar atividades propícias para ele.

Temperamento

Alguns

cães

são

procure

facilmente,

singularidades.

mais

tímidos,

o

alguns

seu

conhecer

que

adoram

cão

crianças,

ou

gosta

não

outros

e

se

irritam

suas

respeite

Ambiente e Rotina

Se seu cão vive em um ambiente pequeno, você precisa compensar isto com ainda mais atividades externas. Se ele fica muito tempo sozinho, compense proporcionando outros momentos de sociabilização para ele.

Exemplo de erro comum ao avaliar seu cão como indivíduo:

"Meu cachorro deveria gostar de brincar de bolinha."

Mesmo que ele seja de uma raça com predisposição para buscar e trazer, ele tem suas particularidades e pode não ter algumas das características típicas da raça acentuadas.

! !
!
!

!

27

Conclusão

Como você pode notar, eu não foco em técnicas ou treinamentos, pois são complementos. Sua energia, liderança, dedicação e paciência são as mais simples e eficientes ferramentas para se ter um cão equilibrado, um cão perfeito.

Com este conhecimento, você torna-se mais consciente do quão importante o seu equilíbrio e sua energia são para o seu cão. E para todos ao seu redor!

Agora você mesmo pode responder por que um treinamento formal não é imprescindível, e por que os cães agem de modo tão diferente com pessoas diferentes.

De qualquer forma, sempre recomendo que você procure ajuda de um profissional, o que irá acelerar o processo e antecipar o bem-estar de sua matilha. Em alguns casos, onde o proprietário não conquista a energia necessária para lidar com seu cão, recomendo fortemente o adestramento como uma opção.

Ao fortalecer os quatro Pilares aqui abordados, você nutrirá três virtudes mútuas com seu cão.

! !
!
!

!

28

As Três Virtudes Mútuas

Confiança

Respeito

Lealdade

Confança

Seu cão confiará em você, e isso trará segurança e tranquilidade a ele.

Você confiará em seu cão, conhecerá seus limites e suas habilidades.

Respeito

Seu cão respeitará seu espaço e suas regras.

Você

respeitará

seu

singularidade.

Lealdade

cão

em

sua

totalidade,

respeitará

seus

limites

e

sua

Seu cão será leal a você. Se preciso, dará a vida por você.

Você será leal a ele, considerando-o parte de sua família e amando-o. E jamais o abandonará.

Alcançando estas virtudes você não só terá um cão equilibrado e feliz, mas terá uma profunda relação com seu fiel amigo e companheiro.

Este é o meu desejo para você!

Escrito por Tiago Fagundes Revisado por Paula Ulysséa Pereira

! !
!
!

Auphaville - Dog & Lifestyle auphaville.com.br

!

29