Você está na página 1de 5

WWW.AVAGAEMINHA.COM.

BR - QUESTÕES
Aula: Proposições e tabela verdade.
Curso: Raciocínio lógico.

01- ( PROCERGS – FUNDATEC ) Sejam dadas as seguintes proposições:

I. Se 2 é um número primo, então 3 é um número par.


II. Se 2 não é um número primo, então 3 é um número par.
III. Se 3 é um número primo, então 2 não é um número par.

A sequência dos valores lógicos V, se verdadeiro, F, se falso, de cada uma das


três proposições compostas acima, ordenados de cima para baixo, é:

a) F – F – F.
b) F – V – F.
c) F – V – V.
d) V – V – F.
e) V – F – V.

02- (SEPLAG – MG – IBFC) Se o valor lógico de uma proposição P é verdadeiro e


o valor lógico de uma proposição Q é falso, então é correto afirmar que:

a) o condicional entre P e Q , nessa ordem, é verdade.


b) a disjunção entre P e Q é verdade.
c) a conjunção entre P e Q, nessa ordem, é verdade.
d) o bicondicional entre P e Q, nessa ordem, é verdade.

03- (TERMORIO – CESGRANRIO) Proposição é toda sentença declarativa que


pode ser classificada, unicamente, como verdadeira ou como falsa. Portanto,
uma proposição que não possa ser classificada como falsa será verdadeira e
vice-versa. Proposições compostas são sentenças formadas por duas ou mais
proposições relacionadas por conectivos.

Sejam p e q proposições e ~p e ~q, respectivamente, suas negações. Se p e q


são proposições verdadeiras, então é verdadeira a proposição composta

a) p ∧ ~q
b) ~p ∧ q
c) ~p ∧ ~q
d) ~p ∨ q
e) ~p ∨ ~q
04- (EBSERH – IBFC) Se o valor lógico de uma proposição p é verdadeiro e o valor
lógico de uma proposição q é falso então o valor lógico da proposição composta
[(p → q) v ~p ] ∧ ~q é:

a) Falso e verdadeiro
b) Verdadeiro
c) Falso
d) Inconclusivo

05- (SEGER – ES – CESPE) Um provérbio chinês diz que:

P1: Se o seu problema não tem solução, então não é preciso se preocupar com
ele, pois nada que você fizer o resolverá.
P2: Se o seu problema tem solução, então não é preciso se preocupar com ele,
pois ele logo se resolverá.

O número de linhas da tabela verdade correspondente à proposição P2 do texto


apresentado é igual a

a) 24. b) 4. c) 8. d) 12. e) 16.

06- (TCE – RO – CESPE) Se S = Q ↔ (P ∨ R), a coluna correspondente à


proposição S, depois de preenchida a tabela-verdade, mostrará, de cima para
baixo e nesta mesma ordem, os seguintes elementos: V, F, F, F, V, V, F, V.

( )Certo ( )Errado

07- (TJ – ES – CESPE) Considerando todos os possíveis valores lógicos das


proposições p e q, é correto afirmar que a proposição (p → q) ∧ (~q) possui
valores lógicos V e F em quantidades iguais.

( )Certo ( )Errado

08- (TJ – ES – CESPE) Considerando as proposições simples p e q e a proposição


composta S:[ (p→q) ∧ (~q) ]→(~p), julgue os itens que se seguem.

Considere a tabela-verdade da proposição S que contenha apenas as colunas


relativas às proposições p , q , ~p , ~q , p→q , (p→q)∧(~q) , e S. Nesse caso, é
correto afirmar que nessa tabela o valor lógico F aparece 10 vezes.

( )Certo ( )Errado

09- (PC – DF – CESPE) Considerando que P e Q representem proposições


conhecidas e que V e F representem, respectivamente, os valores verdadeiro e
falso, julgue o próximo item.
Se P for F e P v Q for V , então Q é V.

( ) Certo ( ) Errado
10- (SERPRO – CESPE) Considerando todas as possibilidades de julgamento V ou
F das proposições simples que formam a proposição “Se Pedro for aprovado no
concurso, então ele comprará uma bicicleta”, é correto afirmar que há apenas
uma possibilidade de essa proposição ser verdadeira.

( )Certo ( )Errado

11- (PC – DF – CESPE) Considerando que P e Q representem proposições


conhecidas e que V e F representem, respectivamente, os valores verdadeiro e
falso, julgue o próximo item.
A proposição [P V Q] → Q é uma tautologia.

( )Certo ( )Errado

12- (SERPRO – CESPE) A proposição (A→B) →(¬A ∨ B) é uma tautologia.

( ) Certo ( ) Errado

13- (MPE – PI – CESPE) Considerando que P e Q sejam proposições simples, julgue


o item que se segue.
A proposição composta [P ∧ Q] ∨ [(~Q) → P] é uma tautologia.

( )Certo ( )Errado

14- (SERPRO – CESPE) A proposição ¬(A ∧ B) é equivalente à proposição


(¬A ∨ ¬B).

( ) Certo ( ) Errado

15- (SERPRO – CESPE) A proposição ¬B → A é equivalente à proposição A→B.

( )Certo ( )Errado

16- (MF – ESAF) A proposição p ∧ (p → q) é logicamente equivalente à proposição:

a) p ∨ q b) ~p c) p d) ~q e) p ∧ q

17- (PETROBRÁS – CESGRANRIO) x ↔ y possui a mesma tabela verdade que

a) ¬x→y
b) ¬x→¬ y
c) (x→y) ∨ y
d) ( x → y ) ∧ ( y → x)
e) ( x → y ) ∨ (¬ y → x)

18- (SEPLAG – RJ – CEPERJ) Considere a seguinte afirmação a respeito de dois


jovens X e Y;

“Se X vai à festa, então Y não vai.”


Esta afirmação é equivalente a:

a) X vai à festa e Y não vai.


b) X não vai à festa ou Y vai.
c) Se X não vai à festa, então Y vai.
d) Se Y vai à festa, então X não vai.
e) Se Y não vai à festa, então X vai.

19- (MPU – CESPE ) Ao comentar a respeito da instabilidade cambial de


determinado país, um jornalista fez a seguinte colocação: “Ou cai o ministro da
Fazenda, ou cai o dólar”. Acerca desse comentário, que constitui uma disjunção
exclusiva, julgue os itens seguintes.

A proposição do jornalista é equivalente a “Se não cai o ministro da Fazenda,


então cai o dólar”.

( )Certo ( )Errado

20- (Receita Federal – ESAF) A afirmação “A menina tem olhos azuis ou o menino
é loiro” tem como sentença logicamente equivalente:

a) se o menino é loiro, então a menina tem olhos azuis.


b) se a menina tem olhos azuis, então o menino é loiro.
c) se a menina não tem olhos azuis, então o menino é loiro.
d) não é verdade que se a menina tem olhos azuis, então o menino é loiro.
e) não é verdade que se o menino é loiro, então a menina tem olhos azuis.

21- (PC – DF – CESPE) Considerando que P e Q representem proposições


conhecidas e que V e F representem, respectivamente, os valores verdadeiro e
falso, julgue o próximo item.
As proposições Q e P → (¬Q) são, simultaneamente, V se, e somente se, P for
F.

( )Certo ( )Errado

22- (PROCERGS – FUNDATEC) Dadas as proposições:

p: “Ana é saudável.”

q: “Paulo está gripado.”

Uma forma de se representar a proposição ~(p ʌ ~q) em linguagem corrente é:

a) “Ana não é saudável e Paulo não está gripado.”


b) “Não é verdade que Ana não é saudável e Paulo não está gripado.”
c) “Ana não é saudável ou Paulo não está gripado.”
d) “Se Ana é saudável, então Paulo está gripado.”
e) “Se Ana não é saudável, então Paulo não está gripado.”
23- (TCE – PA – AOCP ) Três funcionários do Tribunal de Contas do Estado foram
investigados pelo chefe imediato do setor em que atuam acerca de uma consulta
ilícita a um relatório sob sigilo. O depoimento de cada um foi:

 Ary: “Bruno não consultou o relatório e Clóvis consultou”:


 Bruno: “Se Ary não consultou o relatório, Clóvis também não consultou”;
 Clóvis: “Eu consultei o relatório, mas pelo menos um dos outros dois não
consultou”.

Considere as proposições:

p: “Ary consultou o relatório”;


q: “Bruno consultou o relatório”;
r: “Clóvis consultou o relatório”.

Assinale a alternativa que apresenta uma possível linguagem simbólica para o


depoimento de Clóvis.

a) r ʌ ~ (p v q)
b) r ʌ ~ (p ʌ q)
c) r ʌ [ (~p) ʌ q ]
d) r ʌ [ p ʌ (~q) ]
e) r ʌ [ (~p) v q ]

24- (TRANSPETRO – CESGRANRIO)

I) Se beber, então não dirija.


II) Se dirigir, então não beba.
III) Se não beber, então dirija.
IV) Se não dirigir, então beba.
V) Dirija se e somente se não beber.

Analisando-se as afirmações acima, quanto à equivalência lógica entre elas,


NÃO se pode afirmar que

a) (I) e (II) são equivalentes e (III) e (IV) são equivalentes.


b) (III), (IV) e (V) são equivalentes ou (I) e (II) são equivalentes.
c) Se (I) e (III) forem equivalentes, então (IV) e (V) são equivalentes.
d) Se (I) e (IV) são equivalentes, então (II) e (III) são equivalentes.
e) Se (I) e (II) são equivalentes, então (III), (IV) e (V) são equivalentes.

25- (MEC – CESPE) Se apenas umas das proposições P, Q ou R for verdadeira,


então a proposição (PV¬Q)→(P∧R) será falsa.

( ) Certo ( ) Errado