Você está na página 1de 2

Tópicos Avançados em Psicanálise e Cultura Contemporânea

Psicanálise e política: entre o político e o íntimo.

Docente:
Eduardo Leal Cunha (UFS)
Horário:
Terça-feira, 15 às 19 Horas

Proposta de trabalho:
Nossa disciplina pretende discutir o lugar – e a potência – do pensamento psicanalítico no
debate político contemporâneo, tomando como referência principal algumas questões que
aparecem com destaque em textos que procuram estabelecer uma articulação entre o
pensamento freudo-lacaniano e a teoria política.
Procuraremos recolocar essas questões a partir da consideração das relações entre a esfera
da intimidade e o campo da ação politica na atualidade, discutindo, portanto, as articulações
entre racionalidade, processos de subjetivação e modos de organização social.

Programa:
1. A presença do pensamento psicanalítico na teoria política contemporânea: uma visão
panorâmica
2. O problema da realidade e do real
3. O problema do sujeito
4. O problema da razão e da verdade
5. As relações entre o político e o íntimo na atualidade

Referências:
Butler, Judith (2017) A vida psíquica do poder: teorias da sujeição. Belo Horizonte:
Autêntica.
Laclau, Ernesto (2000) La guerre des identités. Paris: La Découverte
Safatle, Vladimir (2016) O circuito dos afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do
indivíduo. Belo Horizonte: Autêntica..
Safatle, Vladimir (2012) Grande hotel abismo: por uma reconstrução da teoria do
reconhecimento. São Paulo: Martins Fontes.
Stavrakakis, Yannis (2010) La izquierda lacaniana: psicoanálisis, teoría, política. Buenos
Aires: Fondo de Cultura Econômica.
Stavrakakis, Yannis (2007) Lacan y el político. Buenos Aires: Prometeo Libros.
Whitebook, Joel (1995) Perversion and utopia: a study in psychoanalysis and critical
theory. Cambridge, MIT Press.
Zizek, Slavoj (2014) Violência. São Paulo: Boitempo, 2014
Zizek, Slavoj (2013) Menos que nada: Hegel e a sombra do materialismo dialético. São
Paulo: Boitempo, 2014