Você está na página 1de 2

GLOSSÁRIO:

Carteira: É o conjunto de ativos que um investidor possui em seu poder em


determinado momento.

CVM: Comissão de Valores Mobiliários. É uma autarquia federal responsável po


regular e fiscalizar o mercado de valores mobiliários no Brasil.

Derivativos: São ativos mobiliários que derivam de outro ativo, ou seja estão amarrados a
eles. Como por exemplo, temos as opções de compra das ações da Telemar.

Especulação: É uma operação comercial em que o negociador aceita assumir um risco


considerável com o intuito de obter lucro.

Fibonacci: Os números de Fibonacci representam importante ferramenta para a análise


da duração de um movimento gráfico.

Fundo de investimento: É uma comunidade aberta de pessoas com o objetivo em comum de


aplicar seu capital, seguindo regras próprias e pre-estabelecidas e que
se únem com o propósito de obter vantagens no mercado.

Home Broker: É o painel de operações que interliga o investidor a sua corretora, permitindo
que execute ordens de forma independente.

Indicador: Por indicador entende-se qualquer ferramenta de análise gráfica que possa
oferecer indicações úteis para identificação das tendências dos preços de um
ativo.

Liquidez: É o grau de facilidade com o que se consegue transformar um ativo (ações,


imóveis, etc.) em dinheiro vivo.

Mesa de operações: Local físico instalado nas Corretoras de Valores, responsável pelo envio
de ordens ao pregão da Bolsa de Valores.

Pregão: Representa uma sessão em que são realizadas negócios nas bolsas de valores.

Resistência: Corresponde a um nível de preços em que se acredita haver dificuldades em


dar continuidade ao aumento de preços, devido a proximidade de um forte
ponto de vendas.

Stop: Tipo de ordem utilizada no mercado financeiro que permite proteger


automaticamente o capital investido.

Suporte: Corresponde a um nível de preços em que se acredita haver dificuldades em


dar continuidade à queda dos preços, devido à proximidade de um forte ponto
de compras.

Trade: É um expressão comumente utilizada no mercado financeiro para designar a


realização de um negócio.
Traders: É a nomenclatura comumente usada no mercado financeiro para aqueles que
realizam negócios entre si.

Vencimento: Data em que ocorre a liquidação dos contratos no mercado de opções de


ações.

Volatilidade: Indica o grau médio de variação dos preços de um ativo num determinado
período. Alta volatilidade significa que o valor da cota representa forte
oscilação.
PIAZZA, Marcelo C. Técnicas de investimento para o mercado de ações. São Paulo: Novo
Conceito, 2008.

Você também pode gostar