Você está na página 1de 2

ESCOLA ESTADUAL PADRE MONTE

ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA


Professor: Edson Soares Ensino Médio - 1º ano

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA


A origem da educação física remota a tempos do homem primitivo que precisava desenvolver capacidades corporais
com a finalidade de ganhar seus desafios, porque era uma questão de vida ou morte. Só que tudo isso acontecia de ma-
neira inconsciente, mas é neste período que podemos verificar os primeiros registros da força física humana sendo exer-
cida.
O corpo humano adquiriu uma anatomia que nada mais é do que o resultado evolutivo de um refinamento realizado
por nossos ancestrais que necessitavam correr, nadar, levantar, pular, entre outros exercícios para a sua sobrevivência.
Estes princípios foram aperfeiçoados com base nas necessidades de ataque e defesa, mostrando que neste processo evo-
lutivo a agilidade, destreza e a força eram qualidades que os tornavam privilegiados com relação a outros animais.

O valor da educação física na Grécia antiga


Os gregos na Antiguidade conferiram ao exercício físico um papel de grande destaque nos vários âmbitos da vida
social, como a educação, na qual a atividade física se complementava com a aquisição de conhecimentos, e a celebra-
ção das festas, nas quais os jogos atléticos helênicos - fundamentalmente os Jogos Olímpicos tiveram especial transcen-
dência. Tanto através da leitura dos grandes clássicos da poesia e da filosofia (Aristóteles, Homero, Platão, etc.) como
através dos achados arqueológicos é possível perceber a importância que tiveram a educação física e a prática do des-
porto numa das grandes civilizações do mundo antigo.

Decadência da educação física em Roma


Em Roma, tanto na época republicana como na imperial, quebrou-se o conceito integral da educação física, que se
limitou a uma ginástica higiênica e de saúde em termas e palestras. A preparação física só fazia parte da instrução dos
soldados a partir dos 14 anos. Cultivava-se o pragmatismo (eficiência) e desejava-se beleza, a técnica e o prazer despor-
tivo. Ao contrario do que tinha sucedido na Grécia, no mundo romano primava o jovem como espectador dos grandes
espetáculos do circo e do anfiteatro, cada vez mais populares e numerosos. Desvinculados do carácter religioso que ti-
veram na civilização helênica, estes espetáculos adquiriram uma função política, sobretudo sob o Império. De fato, já
no ano 105 a.C., durante a República, o Senado instituiu oficialmente o combate de gladiadores como espetáculo nacio-
nal. No cenário do anfiteatro os gladiadores profissionais enfrentavam-se entre si ou então contra as feras, embora tam-
bém houvesse lutas entre animais. Tudo isto com uma crueldade extrema e com um final que normalmente significaria
a morte de um dos combatentes. Existiam escolas de treino de gladiadores, que frequentemente eram presos ou escra-
vos, mas também homens livres em busca de fama. Estas lutas terminaram no século IV d.C. com o Edicto de Milão.
Entre o público romano, também tiveram grande continuidade as corridas de carros (sobretudo, os quadrigas, puxadas
por quatro cavalos e conduzidas pelos ourigas) que se realizavam nos circos (como o máximo, cuja etapa de esplendor
se situa entre os séculos I a.C e I d.C.), num percurso aproximado de quatro quilometros.

Idade Média: a crise do exercício físico


Uma vez desaparecida a ginástica higiênica, o único vislumbre de preparação física intensa durante o período medie-
val foi a levada a cabo pelo cavaleiro feudal, orientada para a guerra, torneios e justas (Luta, combate).
A crise que a educação física atravessou durante o longo período que vai do século VI ao século XIV deveu-se funda-
mentalmente ao espiritualismo imposto pela igreja, que procurava prioritariamente a saúde (ou salvação) da alma, con-
denava o orgulho da vida terrena e menosprezava toda a atividade físico-desportiva.
O fato de o cristianismo associar, em geral, a barbárie dos espetáculos romanos, onde os crentes tinham sido objeto de
inúmeros sacrifícios sob o Império Romano, à atividade física de carácter lúdico influenciou de forma negativa a ima-
gem do desporto.
Assim, o atletismo, por exemplo, que tinha sido a base da educação física na Grécia antiga, praticamente desapareceu
na Idade Média.
A igreja proíbe qualquer pratica de atividades físicas, o culto ao corpo era um verdadeiro pecado, somente a saúde espi-
tual e a fé, pois a igreja passava a impor suas vontades.

A Renascença
Depois de quase ter sido abandonada na Idade Média, iniciou-se um movimento na Itália, que é concebida como ber-
ço da Educação Física moderna, onde se criaram escolas de Educação Física e também foram editados livros. Como o
homem sempre teve interesse no seu próprio corpo, o período da Renascença fez explodir novamente a cultura física, as
artes, a música, a ciência e a literatura. A beleza do corpo, antes pecaminosa, é novamente explorada surgindo grandes
artistas como Leonardo Da Vinci (1452-1519), responsável pela criação utilizada até hoje das regras proporcionais do
corpo humano.
Consta desse período o estudo da anatomia e a cultura e a escultura de estátuas famosas como por exemplo a de David,
esculpida por Michel Ângelo Buonarroli (1475-1564) considerada tão perfeita que os músculos parecem ter movimen-
tos. A dissecação de cadáveres humanos deu origem a anatomia como a obra clássica “De Humani corpore fábrica” de
Andrea Vesalius (1514-1564). A volta da Educação Física escolar se deve também nesse período a Vitório de Feltre
(1378-1455) que em 1423 fundou a escola “La Casa Gilcosa” onde o conteúdo programático incluiu os exercícios físicos.

I - Após a leitura do texto, responda às seguintes questões:

01. Em que período da história ocorreu os primeiros registros da força física humana sendo exercida?

02. Que Qualidades Físicas evoluíram em nossos ancestrais tornando-os privilegiados em relação a outros animais?

03. Em que civilização antiga a Educação Física e a prática do desporto foram mais valorizadas?

04. Que fato influenciou de forma negativa a imagem do desporto no Império Romano?

05. Que esporte era a base da educação física na Grécia antiga e praticamente desapareceu na Idade Média?

06. Em que país teve origem a Educação Física moderna?

07. Em que período da história se deu a volta da Educação Física Escolar?

Você também pode gostar