Você está na página 1de 34

TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

Transmissão
de
Energia
Elétrica
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

Livro:

Transmissão de
Energia Elétrica

Rubens Dario Fuchs


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

Capítulo 1:

Transporte de Energia Elétrica e


Linhas de Transmissão

Rubens Dario Fuchs


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.1 - Introdução

O grau de desenvolvimento
de um país pode ser analisado
pelo consumo per capita de
energia elétrica.
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.1 - Introdução
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

Fontes convencionais de energia


primária para a produção de energia elétrica :
A – Energia hidráulica: rios, mares;
B – Energia térmica convencional : carvão, petróleo
e gás natural;
C – Energia termonuclear;
D – Energia geotérmica;
E – Energia eólica;
F – Energia solar;
G – Células a combustível.
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

marés

rios
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

Usina Hidroelétrica
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

Usina hidroelétrica – Principais componentes


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

Conduto Forçado - Itaipu


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

Rotor do Gerador - Itaipu


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

Turbina
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

A – Energia hidráulica

Caixa Espiral
Caracol
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

B – Energia térmica convencional : carvão, petróleo


e gás natural
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

B – Energia térmica convencional : carvão, petróleo


e gás natural
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

C – Energia termonuclear
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

D – Energia geotérmica
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

E – Energia eólica
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

F – Energia solar
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

F – Energia solar
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

G – Células a combustível
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica

a – rede de distribuição;
b – rede de subtransmissão;
c – rede de transmissão;
d – linhas de interligação;
e – geração ou produção.
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica

Figura – Estrutura básica de um sistema de energia elétrica


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica

Figura – Estrutura básica de um sistema de energia elétrica


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica

Figura 1.1 – estrutura básica de um sistema interligado


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica

Figura 1.2 – Sistema de energia elétrica com dois níveis de


transmissão
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.2 – Sistemas Elétricos – Estrutura Básica


TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.3 – Evolução Histórica e Perspectivas Futuras

1.3.1 – Geral
ƒ 1880 : invenção da lâmpada elétrica por
Thomas A. Edison;
ƒ 1882 : sistema comercial de eletricidade em
Nova Iorque, em CC;
ƒ 1885 : invenção do transformador;
ƒ 1888 : invenção do motor de indução;
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.3 – Evolução Histórica e Perspectivas Futuras

1.3.1 – Geral (cont.)


ƒ 1903 : tensões de 60 kV;
ƒ 1910 : 110 kV;
ƒ 1922 : 230 kV;
ƒ 1962 : 500 kV;
ƒ 1967 : 735 kV.
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.3 – Evolução Histórica e Perspectivas Futuras

1.3.2 – No Brasil
ƒ 1883 : 1a LT;
ƒ 1901 : 40 kV;
ƒ 1914 : 88 kV;
ƒ 1945 : 230 kV;
ƒ 1984 : 765 kV.
TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
UFU – FEELT – NERFAE Prof. Dr. Sebastião Camargo Guimarães Jr.

1.4 – Tensões de Transmissão - Padronização


Evolução histórica dos sistemas de energia elétrica
(de forma regional ou nacional) não permitiu uma
padronização das tensões.
Atualmente o IEC - International Electrotecnical
Comission recomenda (tensão nominal/tensão máxima)
¾330 até 345/362 kV;
¾380 até 400/420 kV;
¾500/525 kV;
¾700 até 750/765 kV.

Você também pode gostar