Você está na página 1de 7

GUITARRA - INICIANTE

prof. Wanderson Bersani

prof. WANDERSON BERSANI

“Guitarra 101”

1) O que te atraiu para a guitarra? 6) Alguma facilitação?


a) “O poster na parede” – Iconografia a) Guitarra regulada por profissional
b) Pertencer a um grupo com universo próprio: jargões, b) Ação de cordas mais baixa
gírias, neologismos, termos técnicos, comportamento, c) Cordas mais leves
moda, sociabilização d) Apps Ex: metrônomo/player de playbacks/youtube/de
c) Terapia gravação/de filmagem
d) Algo ainda maior? e) Ter um instrutor gabaritado!
f) Instrumento sempre “à mão”
Ao iniciante e também ao iniciado:
“Tocar um instrumento é aprender e reaprender pelo resto da vida”
7) Qual a situação/ambiente ideal para estudar?
Para APRENDER tem que CONHECER: analogia com a) Criando a ambiente ideal: 10 dicas
relacionamento humano - o local
- os acessórios à mão
- defina seu tempo de estudo – rotina
2) Quais são os principais tipos de guitarras? - estabeleça objetivos para cada sessão
a) Diferenças entre violão (acústico) e guitarra elétrica - mente focada no estudo – evitar dispersão
b) Os principais modelos de guitarra elétrica - aqueça antes
- comece sempre devagar e aumente aos poucos
- isole passagens difíceis: quer seja um riff, uma mudança
3) Quais são as partes da guitarra? de acordes, um trecho de solo
a) Headstock - conviva com outros músicos: interaja quanto antes puder
b) Braço - comece com o que já tem!
c) Corpo b) Cuidado com expectativa x realidade
c) Faça a sua parte: se esforce para criar o ambiente mais
ideal possível
4) Como a guitarra funciona? d) Disciplina no sentido de regularidade, não de rigor
a) Íma  filete  corrente elétrica  vibração  e) Curtir cada pequena conquista: “O caminho é mais
variação no campo magnético  variação análoga na importante do que o destino”
corrente elétrica  amplificador
b) Variações de força de ataque  variações de
intensidade da nota emitida

5) Qual será seu primeiro instrumento?


a) Ganhou?
b) Estética?
c) Estilo musical ou referência de artista?
d) Que tal começar com: ergonomia/contorno do
corpo/espessura do braço/ tocabilidade/ entonação/
construção sólida?
e) Analise relação custo-benefício
f) Uma guitarra ou várias?

- 1 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com
prof. WANDERSON BERSANI

PRIMEIRAS CONVENÇÕES
a) Necessidade de convenções para que se estabeleça uma comunicação efetiva
b) Música popular: quem estabelece as regras?
c) Convenções básicas:
- mão de ataque/ mão digitadora/ o que é subir e descer?
- Corda “solta” e corda “presa”

Da 1ª à 6ª corda: decodificando a Tablatura

1ª corda (aguda)
2ª corda
3ª corda
T
4ª corda A
5ª corda
6ª corda (grave) B

Compreendendo o diagrama de braço - Representação de acordes

Os guitarristas usam este tipo de escrita para escrever os formatos de acordes que desejam. É uma representação visual do
braço da guitarra com números que mostram onde colocar os dedos.

“o” significa tocar a corda solta

“x” significa que xo o


você não deve
tocar esta corda 1
Os números dizem
2 3
qual dedo usar
As linhas verticais
representam as
cordas
As linhas horizontais
representam os trastes

As cifras  nomes das notas escritas através de letras do alfabeto: C (dó), D (ré), E (mi), F (fá), G (sol), A (lá), B (si)

- 2 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com
prof. WANDERSON BERSANI

AFINANDO O INSTRUMENTO
Pré requisitos, saber:
a) Do chão para o teto: da 1ª à 6ª cordas
b) Nomes das cordas: afinação padrão
c) Numerando as casas (os “quadrantes entre trastes”)

1) Afinação relativa - 6ª corda como ponto de partida, afinando as restantes em relação a esta:
- A 5ª casa: afrouxando (abaixando a entonação da nota) e apertando (aumentando a entonação da nota) através da
tarraxa da corda adjacente
- Dica na tarraxa: de frouxo para apertado, com a mão de ataque, oscilação menor = mais próximo da afinação
- O B na 4ª casa da corda G!
- Voltando para a 5ª casa
- Método falível em guitarras com pontes flutuantes

E
B E
G B
D G
A D
A
PESTANA

4º Traste

5º Traste

2) Afinação com uma fonte sonora fixa - guitarra precisa estar afinada com outros instrumentos, portanto,
precisam de uma referência única:
- Diapasão: peças “em extinção” – de sopro, de garfo, eletrônico, telefone pulse
- Piano ou teclado

3) Afinação automatizada:
- Afinador eletrônico (pedal/clip/de botão) / digital (app)
- Tarraxas eletrônicas

- 3 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com
Exercícios

Exercício 1
Tocarei a 6ª corda 3 vezes e você vai tentar igualar o som da sua.
prof. WANDERSON BERSANI
Exercício 1b
Afine a guitarra através da afinação relativa (pare o video)

Exercício 1c
Tocarei cada corda 3 vezes e você irá conferir se cada uma delas está afinada

Exercício 1d
Agora, confira no seu afinador eletrônico

DICA
Para treinar o ouvido, todos os dias afine antes de usar o afinador eletrônico!

POSTURAS
a) Boa postura: prevenção de esforço, fadiga e injúrias
b) Evitar desenvolver vícios difíceis de largar
c) Desenvolvem bons hábitos posturais e de concentração
d) Facilitação técnica e boa sonoridade

Segurando o instrumento
a) Sentado: posição dos pés, cintura da guitarra na coxa direita, coluna reta, ombros alinhados
b) Ângulo da guitarra: corpo encostado na caixa torácica ou barriga, antebraço apoiado na guitarra
c) A correia: qual altura? É seguro?
d) De Pé é igual sentado?
e) O mito do rock x coluna saudável

Atacando
a) Postura da mão de ataque: dedilhando ou palhetando?
b) Tipos de palhetas: 3 classes (Heavy, Medium, Thin) e subtipos
c) Formas de segurar a palheta
d) Não use a força, mas sim firmeza: pressão de i e p um contra o outro ao invés de apertar forte a palheta
e) Apoio: controlando as cordas
f) Não enrosque: use a ponta
g) Ângulo de ataque
h) Movimento maior do punho, e levemente do antebraço
i) Levada x single note

Exercícios
Exercício 2
Utilizando o apoio, toque todas as cordas simultaneamente. Avalie o movimento do punho

Exercício 2b
Agora, ataque uma corda 4x (palhetadas para baixo) e então troque de corda.

Exercício 2c
Ataque grupos de duas cordas, utilizando a “contenção” de movimento que você percebeu no exercício anterior

- 4 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com
prof. WANDERSON BERSANI

Digitando
a) Simulação: braço esticado, palma para cima, polegar em direção aos dedos i/m
b) Onde fica o polegar? Postura clássica x bluesy
c) Dedos curvados = Ponta dos dedos
d) “Teste das cordas adjcentes”
e) Perto do traste superior: melhor!
f) Antebraço paralelo ao corpo
g) Quem ataca o quê? Sincronia entre as mãos
h) Força conquistada com o tempo: evite artifícios externos, apenas toque!
i) Doeu? Pare!

Exercícios
Exercício 3
Dedo 1, palhetadas para baixo

T 1 1 1 1
A 1 1 1 1 1 1 1 1
B 1 1 1 1
1 1 1 1 1 1 1 1

Exercício 3a
Dedo 1, palhetadas para baixo

T 2 2 2 2
A 2 2 2 2 2 2 2 2
B 2 2 2 2
2 2 2 2 2 2 2 2

Let’s Rock? Powerchord!


- Nome devido ao peso que gera. Uso x estilo musical
- Formado por apenas duas notas, por isso Bicorde (apresenta a fundamental e a segunda nota que está cinco notas acima
dela).
- Powerchords são cifrados usando-se a letra correspondente à nota, seguida pelo numero 5.

DICA
Posicione os dedos nas cordas que deve tocar e apenas encoste os dedos nas cordas adjacentes inferiores, para silenciá-las!

- 5 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com
Exercícios prof. WANDERSON BERSANI

Exercício 4
Posição solta: dedo 1, palhetada para baixo em duas cordas simultâneas

E5 A5 D5 A5
T 2 2 2 2
A 2 2 2 2 0 0 0 0 2 2 2 2
B 2
0
2
0
2
0
2
0
0 0 0 0 0 0 0 0

Movendo os powerchords

Exercício 5a
Na mobilidade, o nut vira o “dedo 1” e a 5ª nota agora é tocada com o dedo 3

E5 F5 E5 F5
T
A
B 2
0
2
0
2
0
2
0
3
1
3
1
3
1
3
1
2
0
2
0
2
0
2
0
3
1
3
1
3
1
3
1

Dedo: 1 na 5ª corda Dedos: 1 e 3

Exercício 5b
Polegar anda junto na mudança de acorde/região
A5 C5 A5 C5
T
A 2 2 2 2 5 5 5 5 2 2 2 2 5 5 5 5
B 0 0 0 0 3 3 3 3 0 0 0 0 3 3 3 3

Dedo: 1 na 4ª corda Dedos: 1 e 3

Exercício 5c
O “E5” e o “D5” oitava acima
E5 C5 D5 E5
T
A 9 9 9 9 5 5 5 5 7 7 7 7 9 9 9 9
B 7 7 7 7 3 3 3 3 5 5 5 5 7 7 7 7

Exercício 5d
O “A5 preso” – punk rock
A5 C5 D5
T
A 5 7
B 7
5
7
5
7
5
7
5
7
5
7
5
3 5

- 6 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com
prof. WANDERSON BERSANI

Mais um dedo: reforço ao Powerchord


Adicione a fundamental uma oitava acima e preencha mais seus bicordes

Atenção: palheta ataca 3 cordas simultâneas

E5 A5 D5 A5
T 2 2 2 2
3
2
3
2
3
2
3
2 2 2 2 2
A 2 2 2 2 2 2 2 2 0 0 0 0 2 2 2 2
B 2
0
2
0
2
0
2
0
0 0 0 0 0 0 0 0

Dedo: 1 “pestaninha Dedos: 1 e 2 ou 1 e 3

Mobilidade:
Dedos 1, 3 e 4 ou 1 e 3 pestaninha
Atenção ao bicorde formado na 4ª corda!

G5 Bb5 C5 F5 G5
T 3 5 5
A 5 5 3 5 5 3 5 5
B 5
3
5
3
1 3 3 3
1
5
3
5
3

G5 Bb5 C5 F5
T 3 5 5
6
5
6
5
6
5
6
5
A 5 5 3 5 5 3 3 3 3
B 5
3
5
3
1 3 3

Para onde seguir agora no curso online?


Vá para as aulas de harmonia, CAGED e levadas
Encaminhamento 2: vá para as aulas de solos, single notes, melodias

DICA
“Lembre-se de sua motivação inicial!”

- 7 -
Licenciado para Jonata Calbo Deves - 03283750041 - Protegido por Nutror.com