Você está na página 1de 3

CONTRATO DE ALUGUEL DE LOJA QUE FAZEM ENTRE SI, COMO LOCADOR

DIONÍZIO MATOS DA SILVA E VALDIR GROLI

LOCADOR: Dionízio Matos da Silva, Brasileiro, Casado, domiciliado à Rua 10-A, Condomínio
125-A, Casa 01;
CEP 72006-223, Vicente Pires, Brasília-DF
Profissão: Autônomo, portador do RG: 1963506 SSP-DF e CPF: 400.160.991-68.
LOCATÁRI0: Valdir Groli, Brasileiro, Casado, domiciliado à Rua 4-A, condomínio 112, lote 6,
casa 3;
CEP: 72006-223
Profissão: Comerciário, portador do CPF: 394891169-04
IMÓVEL: Rua 04, chácara 108, lote ¾ loja 2, Setor Habitacional Vicente Pires (SHVP).
FINALIDADE: Comercial.
ATIVIDADE: Comércio.
PRAZO DE LOCAÇÃO: 24 (Doze) meses.
INICIO: 10/09/2016.
TÉRMINO: 10/09/2018
VENCIMENTO DO ALUGUEL: todo dia 10 de cada mês
VALOR MENSAL DA LOCAÇÃO: R$2.500,00 durante os primeiros 12 meses, após este período
será ajustado para 3 mil.

O LOCADOR e a LOCATÁRIO acima especificados resolvem ajustar a locação do imóvel retro


descrito que ora contratam, sob as cláusulas e condições seguintes:

I – A locação vigerá pelo período estabelecido no preâmbulo deste instrumento, devendo a


LOCATÁRIA restituí-lo, findo o prazo, independente de notificação judicial ou extrajudicial, em
condições de estética em igualdade quando do recebimento do imóvel, pintura, acabamento e
instalações em geral (hidráulica, energia e estrutura), exceto em caso de renovação de contrato.

II- O prazo de locação acordado foi de 24 (VINTE E QUATRO) meses, decorrido este prazo e não
havendo nenhuma solicitação de encerramento de qualquer das partes, locador ou locatário,
quando do vencimento do prazo acordado, entende-se como sendo aceito a renovação do
contrato permanecendo em vigor as clausulas e condições estipuladas na vigência original do
contrato. Devendo o mesmo ser reajustado em 5% (Cinco por cento) acrescido do IGPM
apontado para o período descrito, a saber, de 10 de setembro de 2018. O valor do aluguel
acrescido das devidas correções deverá ser pago no primeiro mês subsequente a data da
vigência original, ou seja, em setembro de 2018, primeiro mês após a correção no valor do
aluguel.
Não havendo necessidade de ser elaborado novo contrato, permanecendo em vigor todas as
clausulas anteriormente firmadas.

III- A sala comercial a ser locada possui as seguintes dimensões; frente 7,00m (sete metros),
comprimento 20 m (vinte metros), totalizando 140m^2 (cento e quarenta), possui dois banheiros
de 1,5 m (um metro e cinquenta centímetros) por 2m (Dois metros) já incorporados à área total da
loja.

IV- O LOCADOR E A LOCATÁRIA ora qualificados, estabelecem que a titulo de multa pelo
descumprimento de qualquer das cláusulas neste documento apresentada, deverá ser pago o
valor de Dois (02) salários mínimos vigentes a época da infração, como garantia do
cumprimento da clausulas e condições aqui registradas, tal disposição se faz presente em
virtude da ausência do fiador e a titulo de resguardo, visando o cumprimento fiel deste
contrato, tendo tal disposição sido aceita pelas partes envolvidas.
Este valor terá como função cautelar o contrato aqui firmado e ou possíveis interpelações que
se façam necessárias para o cumprimento deste.

V – O valor mensal da locação será aquele pactuado no preâmbulo deste instrumento.

VI – O aluguel será exigível, IMPRETERIVELMENTE, NO DIA DO VENCIMENTO, supra


estabelecido, devendo o pagamento ser efetuado diretamente ao LOCADOR, por pagamento
mediante depósito em banco, a saber, Banco Caixa Econômica Federal, Agência 3872 –
Operação 013 - Conta Poupança 3890-5 nome de Jaqueline Rosa Matos.
Sendo que a realização do pagamento após o vencimento implica em multa de mora de 2%
(Dois por cento sobre o débito) acrescido de juros diário de 1% (Um por cento ao dia) incluso
sábados domingos e feriados.

Parágrafo único: A eventual tolerância em qualquer atraso ou demora no pagamento do


aluguel mensal, ou demais encargos de responsabilidade da LOCATÁRIA, em hipótese alguma
poderá ser considerada como modificação das condições deste contrato, que permanecerão
em vigor para todos os efeitos, a taxa de condomínio vigente está embutida no valor do
aluguel, não imputando nenhum custo adicional à locatária.

VII – Recai sobre a LOCATÁRIA toda e qualquer responsabilidade quanto a atender, acatar,
respeitar e responder civil e criminalmente por toda e qualquer prática relacionada à utilização
da loja aqui apresentada, quanto as Leis em vigor. Não recaindo sobre o LOCADOR nenhuma
responsabilidade civil ou criminal decorrente do não cumprimento das Leis e normas vigentes.

VIII – A LOCATÁRIA não poderá sublocar, no seu todo ou em parte o imóvel, e dele usará de
forma a não prejudicar as condições de estéticas e de segurança, que possam colocar em risco
as condições estruturais.
Zelando pela prática do bem e dos bons costumes e pela moral, bem como a tranquilidade e o
bem estar com os vizinhos, friso ainda quanto à emissão de ruídos, odores e atividades que
possam afetar o convívio, quer seja com os moradores, ou mesmo com os LOCATÁRIOS das
lojas vizinhas, respeitando inclusive o limite de suas atividades ao horário comercial.

IX – A LOCATÁRIA RECEBE O IMÓVEL (loja comercial) em perfeitas condições de pintura, de


conservação e limpeza, e obriga-se pela sua conservação, trazendo-o sempre nas mesmas
condições, responsabilizando-se pela imediata reparação de qualquer estrago feito por si, seus
prepostos ou visitantes, obrigando-se ainda, a restituí-lo quando finda a locação ou rescinda
este, devendo ser entregue limpo e conservado, com todas as instalações em perfeito
funcionamento.
Sendo necessário substituir qualquer aparelho ou peça de instalação, fica entendido que esta
substituição se fará por outra de igual qualidade, de forma que, quando forem entregues as
chaves, esteja o imóvel em condições de ser novamente alugado, sem que para isso seja
necessária qualquer despesa por parte do LOCADOR.

Parágrafo único: O LOCADOR, por si ou preposto, poderá visitar o imóvel durante o período de
locação, para verificar o exato cumprimento das cláusulas deste contrato.

X – Nenhuma obra ou modificação será realizada no imóvel sem autorização prévia e escrita
do LOCADOR. Qualquer benfeitoria porventura construída adere ao imóvel, renunciando a
LOCATÁRIA, expressamente, ao direito de retenção ou de indenização, salvo se convier ao
LOCADOR que tudo seja reposto no anterior estado, cabendo, neste caso, a LOCATÁRIA, fazer
a reposição por sua conta, responsabilizando-se pelo valor decorrente do prazo a maior,
quanto ao pagamento do aluguel, tributos e encargos até a conclusão e desocupação total do
imóvel, findando a sua responsabilidade na entrega das chaves do imóvel ao LOCADOR.

XI – Como garantia do cumprimento das obrigações pactuadas, ao final, assina o qualificado no


preâmbulo deste instrumento a LOCATÁRIA, responsabilizando-se como principal pagador,
pelo fiel cumprimento de todas as cláusulas ora reciprocamente estipuladas e aceitas, inclusive
indenização de danos no imóvel e reparos necessários, além do ônus judiciais respectivos.

Parágrafo primeiro: O principal pagador renuncia aos preceitos dos artigos 924 e 1500 do
Código Civil, bem como ao direito de serem cientificados ou citados para ação de despejo
contra a LOCATÁRIA, obrigando-se, inclusive às despesas judiciais, decorrentes da dívida
principal, e honorários advocatícios, no importe de 20% (vinte por cento) sobre o valor da causa,
quer quanto à ação de DESPEJO, quer quanto à execução de aluguéis, tributos e demais
encargos.
Parágrafo segundo: A responsabilidade da LOCATÁRIA pelo aluguel e demais obrigações legais
só terminará com a devolução definitiva das chaves, desocupação total das dependências do
imóvel, quitação de todos os débitos decorrentes, inclusive reparos se necessários e os
consectários legais e contratuais.

XIII – Na hipótese de ser necessária qualquer medida judicial, o LOCADOR, a LOCATÁRIA


poderá ser citada pelo correio, com AR (Aviso de recebimento formal) dirigido aos respectivos
endereços mencionados no preâmbulo deste instrumento.

XIV – O foro deste contrato, inclusive para o LOCADOR e LOCATÁRIA é o da Comarca de


Taguatinga-DF.

E por estarem de justos e contratados, lavraram o presente instrumento em 02 (Duas) vias de


igual teor e forma para as finalidades de direito.

LOCADOR: ________________________________
Dionizio Matos da Silva

LOCATÁRIA:________________________________
Valdir Groli

Interesses relacionados