Você está na página 1de 40

Catálogo de

Treinamentos SKF
Aprenda a teoria na prática

SKF Training Solutions


Atualmente, a marca SKF representa muito mais do que tradicionalmente
representou e significa muito mais a você nosso cliente.

A manutenção da SKF na liderança como fabricante de rolamentos de


qualidade, a implantação de avanços tecnológicos, assim como produtos e
serviços mais inovadores, tem transformado a SKF em um verdadeiro provedor
de soluções, agregando mais valor aos clientes.

Estas soluções reúnem formas para melhorar a produtividade de seus clientes,


não só através de produtos inovadores, específicos para cada aplicação, mas
também através de ferramentas de projeto de última geração, assim como
serviços de consultoria, programas de otimização da eficiência de ativos e
técnicas de gestão logísticas mais avançadas do mundo.

A marca SKF ainda representa o que há de melhor em rolamentos, porém agora


é reconhecida por muito mais.

SKF – A empresa do conhecimento em engenharia


Índice
Soluções de capacitação SKF que aumentam a produtividade. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
Programa Fidelidade Treinamentos SKF. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Aprenda a Teoria na Prática com a SKF. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Treinamento de Análise de Vibrações Certificação BINDT. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9

Estratégia de Manutenção
MS 200 Gerência Estratégica de Manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
MS 230 Revisão de Estratégias de Manutenção (MSR). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11

Identificação
WI 202 Análise de Vibrações Categoria I – ISO 18436-2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
WI 203 Análise de Vibrações Categoria II – ISO 18436-2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13
WI 210 Fundamentos da Manutenção Preditiva. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
WI 211 Análise de Vibrações I – In Company. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
WI 212 Análise de Vibrações II – In Company. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
WI 230 Termografia Nível I. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17
WI 260 Análise de Vibrações em Motores Elétricos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
WI 305 Análise Dinâmica de Eixos Rotativos (ODS). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

Controle
WC 200 Planejamento e Programação de Manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
WC 230 Gestão de Estoque de Sobressalentes: “Spare Parts Management” – SPM. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .21

Execução
WE 201 Tecnologia e Manutenção de Rolamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22
WE 203 Lubrificação de Rolamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
WE 204 Análise de Falhas em Rolamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24
WE 211 Rolamentos Bombas Centrifugas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
WE 240 Alinhamento de Máquinas Rotativas Nível I. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
WE 245 Alinhamento de Máquinas Rotativas Nível II. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
WE 241 Fundamentos Gerais de Manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
WE 250 Balanceamento Dinâmico de Campo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
WE 301 Tecnologia em Rolamentos Avançado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
WE 302 Lubrificação Industrial Avançada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31

Melhoria Contínua
LP 200 Análise de Causa Raiz (RCA). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
LP 200 + WE 204 Análise de Causa Raiz com Ênfase em Falhas de Rolamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33

Smart Start
WICM 252 Operação de Microlog GX/AX e Software @ptitude Analyst. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34
WICM 263 Software @ptitude Analyst com Microlog GX/AX. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35
WICM 246 Alinhadores a Laser série TKSA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
WICM 247 Câmeras Termográficas série TKTI. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
WECM 248 Operação de Equipamentos Diversos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
WECM 250 Kit de Balanceamento com Microlog GX/AX. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
Soluções de capacitação SKF
que aumentam a produtividade
Como eu posso aumentar a produtividade da minha planta através
da gestão do conhecimento?

A SKF recomenda três passos fundamentais para alcançar bons resultados na formação do seu pessoal.

Passo 1 Análise das necessidades de treinamento


(Identifique as maiores oportunidades de melhoria na
qualificação dos seus colaboradores).

Passo 2 Programa de formação que se adapte às suas necessidades


(Estruture o caminho mais completo de aprendizado para
os níveis de habilidades requeridas).

Passo 3 Monitoramento e avaliação dos benefícios


(Avalie a efetividade do programa de treinamento e seu impacto
nas metas de custo e produtividade).

Passo 1: Análise das necessidades de treinamento.


A melhor ferramenta para identificar oportunidades de melhoria nas
habilidades do seu pessoal.
A Análise das Necessidades de Treinamento (Training Needs Analysis – TNA): Uma estratégia de gestão de ativos
integrada, confiável e baseada em risco começa com a compreensão de onde seu pessoal está atualmente e o que
necessitam conhecer para levar a planta ao desempenho necessário. O TNA permite esse entendimento crucial,
combinando nossa experiência em treinamento, conhecimento de manutenção e confiabilidade. O objetivo é fornecer
informações úteis e significativas para ajudá-lo a construir um programa de formação abrangente e totalmente focado
nas áreas que impactam na otimização do desempenho da sua planta.

Tecnologia de rolamentos e
vedações
10,0
9,0
8,0
Termografia Transmissão de potência
7,0
6,0
5,0
4,0
3,0
2,0
1,0
Plano de manutenção 0,0 Lubrificação

RCA/RCFA Análise do óleo

Análise de vibração
Mecânico de Manutenção 1 Participante 1

4 | Catálogo de Treinamentos SKF


Passo 2: Programa de formação de acordo com suas necessidades
O caminho de aprendizagem mais rápido para os níveis de competência
necessários.
Níveis dos treinamentos
A SKF oferece treinamentos de formação por nível de habilidade e experiência. Não é obrigatório seguir este caminho de
desenvolvimento, mas é altamente recomendável, porque os participantes irão tirar melhor proveito dos treinamentos
executando-os de forma sequencial.

Introdutório
Esse nível familiariza os participantes às tecnologias e fornece conhecimentos básicos dos temas escolhidos.
Os módulos de aprendizagem via internet, E-learning, são fornecidos on-line 24 horas por dia, 7 dias por semana através
do SKF @ptitude Exchange, atualmente em inglês. Estes treinamentos irão atualizar suas habilidades e fornecer novas
habilidades em seu próprio ritmo. Os módulos presenciais familiarizam os participantes aos conceitos básicos
e desenvolvem temas específicos, onde os participantes desejam esclarecer ou aprofundar um assunto específico.

Intermediário
Esse nível fornece conhecimentos amplos do tema escolhido. Estes são treinamentos abertos ou “in company”,
ministrados por especialistas locais da SKF. É uma combinação de teoria com instrução prática.

Avançado
Este nível proporciona conhecimentos específicos no tema escolhido. Estes são treinamentos abertos ou “in company”,
ministrados por especialistas SKF ou renomados consultores. Combina teoria, prática, avaliação e em alguns casos
acompanhamento de campo.

Categorias de treinamentos
O portfólio de treinamentos SKF está organizado em volta do fluxo de Otimização da Eficiência de Ativos (AEO) e é
projetado para permitir que os participantes obtenham conhecimento e experiência dentro de uma forma estruturada
de desenvolvimento.

Níveis
Avançado Treinamentos Avançados —> Ministrados por Especialistas SKF

Intermediário Treinamentos Presenciais —> Ministrados por Instrutores SKF

Introdutório E–learning —> Executados via internet

Categorias Estratégia de Identificação Controle Execução


Manutenção

Living program (melhoria contínua)

Passo 3: Monitoramento e avaliação dos benefícios


Avaliar o desempenho dos colaboradores.
A SKF recomenda que os clientes certifiquem seus profissionais ao final de cada treinamento, garantindo que
o conhecimento foi repassado e além disso façam uma avaliação das melhorias nas diferentes áreas de conhecimento
após um período de 12 a 24 meses. Isso permitirá a identificação de pontos fortes e oportunidades de melhoria fazendo
com que a formação realmente faça parte de um programa estruturado de aprimoramento contínuo focado em
resultados.

Catálogo de Treinamentos SKF | 5


Categorias de Treinamento SKF

Estratégia de Manutenção (MS) Inspeção (WI) Controle (WC)


Estes treinamentos abrangem as Estes treinamentos referem-se Referem-se aos métodos e tecnologias
metodologias usadas para desenvolver às tecnologias de identificação da utilizadas para gestão dos recursos
estratégias de manutenção alinhadas condição de equipamentos e as de manutenção. Os temas dos cursos
aos objetivos do negócio e de acordo necessidades de manutenção. Os incluem planejamento e programação
com os cenários técnicos e financeiros tópicos abordados nos cursos incluem de manutenção, planos de manutenção
da empresa. análise de vibrações, termografia, e otimização de peças de reposição.
sistemas de suporte à decisão, análise
dinâmica, entre outros.

Execução (WE) Melhoria Contínua (LP) SmartStart (WICM)


Esses treinamentos estão relacionados Referem-se aos métodos e SmartStart é um serviço de
às melhores práticas e tecnologias ferramentas utilizados na avaliação comissionamento de um produto ou
utilizadas para garantir a qualidade dos resultados do modelo de gestão sistema SKF. Ele foi preparado para
do trabalho de manutenção. Os temas da manutenção conseguindo “fechar ensinar a instalar e configurar um
dos cursos incluem lubrificação, o círculo” e fazer da manutenção produto adquirido e treinar os usuários
alinhamento à laser, balanceamento um processo contínuo de melhoria. para que a implementação ocorra
dinâmico, montagem e desmontagem Os temas dos cursos incluem de forma rápida e eficaz. A formação
de rolamentos, testes pós-manutenção, análise de causa raiz, confiabilidade, é teórica e prática e o instrutor
entre outros. simulação numérica, remodelação de fornece orientações sobre a aplicação
equipamentos, atualização tecnológica do produto e otimização de suas
etc. funcionalidades. O SKF SmartStart
está disponível para a maioria dos
produtos de monitoramento da
condição, alinhamento à laser e
ferramentas de manutenção SKF.

6 | Catálogo de Treinamentos SKF


Programa Fidelidade de Treinamentos SKF
Uma maneira inteligente de ganhar

O Programa de Fidelidade da SKF é um clube exclusivo dedicado aos nossos


clientes que escolhem os treinamentos da SKF para seu aperfeiçoamento e
desenvolvimento. A todos os sócios do programa é reservado um tratamento
especial com descontos e privilégios exclusivos.

As vantagens começam a partir do primeiro treinamento realizado tanto em


nosso Centro de Treinamento ou In Company.

Quanto mais treinamentos realizar maiores serão os privilégios dedicados


aos nossos clientes. Ser sócio do Programa Fidelidade de treinamentos SKF
significa compartilhar um mundo repleto de novidades e conhecimento.

Como se inscrever
Para fazer parte do programa de fidelidade é simples e gratuito, basta
ter participado de um de nossos treinamentos. Ao se tornar sócio, você
poderá usufruir das vantagens e dos privilégios exclusivos, além de outros
descontos que serão indicados durante o ano.

Como funciona
O Programa premia você pela sua fidelidade, quanto mais treinamentos fizer,
mais pontos você poderá acumular e passar de Membro Bronze para Prata
e Ouro e gozar de privilégios sempre mais exclusivos.

Descubra os privilégios do Programa Fidelidade de Treinamentos SKF


e adquira o seu próximo treinamento com condições vantajosas.

Solicite maiores informações.

Benefícios incluídos:

• Desconto de 10% em nossos treinamentos do calendário anual.


• Prioridade nas inscrições
• Sem pagamento de taxas de cancelamento
• Recebimento antecipado de programações de treinamentos
• Análise das Necessidades de Treinamento – CNA-T – 10 funcionários

Benefícios incluídos:

• Desconto de 7% em nossos treinamentos do calendário anual.


• Prioridade nas inscrições
• Recebimento antecipado de programações de treinamentos
• Análise das Necessidades de Treinamento – CNA-T – 5 funcionários

Benefícios incluídos:

• Desconto de 5% em nossos treinamentos do calendário anual.


• Prioridade nas inscrições
• Recebimento antecipado de programações de treinamentos

Catálogo de Treinamentos SKF | 7


Aprenda a Teoria na Prática com a SKF
O caminho do aprendizado através da experiência prática

Nossos instrutores possuem experiência prática


em diversos campos de atuação e foram treinados
didaticamente para proporcionarem uma experiência
técnica avançada.

Nosso Centro de Treinamento foi projetado em um


ambiente de manutenção real com diversos equipamentos
para realização prática dos treinamentos, como bombas,
ventiladores, redutores dentre outros equipamentos que
simulam um ambiente operacional para demonstração
de situações reais de termografia, análise de vibrações,
análise de motores elétricos, alinhamento de eixos e polias,
montagem e desmontagem de rolamentos, além de auxiliar
em treinamentos com conteúdos estratégicos.

Para os treinamentos “in company” equipamentos móveis


foram projetados e são levados à planta de nossos clientes
para garantir o mesmo aprendizado.

Todos nossos treinamentos procuram uma abordagem


prática.

Programa de Certificação SKF


A garantia do aprendizado completo

Oferecemos um programa de certificação dos profissionais


participantes realizando avaliação ao final do treinamento
e verificando a efetiva transferência de conhecimento.

A certificação SKF qualifica os participantes e permite que


as pessoas sejam reconhecidas pela obtenção de uma
habilidade específica.

A qualificação é concedida a quem passar pela avaliação de


Certificado WE 203
qualificação com 75% de aproveitamento.
Lubrificação de
Aos participantes que optarem por não fazer a avaliação rolamentos
ou que não atingirem a qualificação mínima receberão um
certificado de participação.

8
SKF – primeira empresa global a desenvolver
treinamentos de análise de vibrações ISO 18436-2
A SKF oferece treinamentos de Análise de Vibrações
Categoria I e Categoria II que estão em conformidade com
a norma ISO 18436-2.

A SKF trabalhou em conjunto com o BINDT para criar


estes treinamentos. Além de nossa própria experiência
em gerenciamento de ativos e análise de vibrações os dois
treinamentos de certificação ISO estão totalmente em
conformidade com a norma.

Certificação ISO 18436 – Análise de Vibrações


A certificação é baseada em uma avaliação profissional
completa, incluindo experiência profissional, treinamento
e prova de certificação.

O organismo certificador é o BINDT (British Institute of


Non Destructive Tests) – Instituto Britânico de Ensaios
Não Destrutivos, que fica localizado na Inglaterra e possui
reconhecimento internacional.

A SKF é homologada como ATO – Authorized Training


Organization (Organismo Autorizado de Treinamento)
e AEC – Authorized Examination Center (Organismo
Autorizado de Certificação).

Isso significa que a SKF conduz o todo processo aqui no


Brasil, do treinamento até o exame de certificação junto
ao BINDT.

Vantagens do programa de certificação


A certificação representa o reconhecimento da habilidade
e experiência no uso desta tecnologia.

Nos dias de hoje cada vez mais competitivos, as normas Isso demonstra e garante um importante diferencial,
ISO são reconhecidas como padrões de qualidade. As agregando credibilidade ao currículo da empresa e do
empresas que as empregam aumentam sua vantagem profissional.
competitiva.
Como a certificação tem abrangência e reconhecimento
Certificar-se de que sua equipe está coletando e internacional, é válida e aceita em projetos e trabalhos
analisando dados de acordo com as normas ISO vai em qualquer local do mundo onde seja necessária uma
garantir o adequado monitoramento da condição de experiência comprovada ou certificação em análise de
máquinas e diminuir custos de manutenção. vibrações.

A SKF pode ajudar a fazer isso acontecer. A validade da certificação é de 5 anos.

9
MS 200

Gerência Estratégica de Manutenção

Descrição do Treinamento
Engloba conceitos e metodologias de engenharia de confiabilidade para permitir a
construção de ferramentas estratégicas de manutenção que garantem uma
melhor gestão dos recursos alinhados aos objetivos corporativos.
Aborda teoria e prática, utilizando exemplos reais para análise de estrutura
de manutenção, alinhamento de objetivos e políticas e indicadores gerenciais de
manutenção.

Objetivos: Diagnóstico
• Integrar os princípios de gestão, tal
como Planejamento Estratégico da Direcionamento estratégico
Manutenção, para desenvolver um novo para a manutenção
conceito fazendo da manutenção uma • Formulação de objetivos
área que agregue valor ao negócio. • Alinhamento, Sincronização e Foco dos
• Fornecer os wfundamentos e objetivos
ferramentas de planejamento • Desenho e análise de indicadores
estratégico. de gestão para manutenção
• Introduzir processos que permitam
vincular objetivos da gestão da Sinergia de qualidade-produção
manutenção com os objetivos e manutenção (PAS 55:2008)
corporativos da empresa.
• Fornecer ferramentas para realizar Opções estratégicas
análise da situação da manutenção para a manutenção
(interna e externa), bem como formatar • Desenho e formulação de projetos
as estratégias, monitoramento e • Método de correlação
controle através de indicadores de • Planos de ação
gestão e assim alinhar aos objetivos • Comunicação da estratégia
corporativos.
Exemplos práticos
Conteúdo:
Recomendado para:
Introdução
Gerentes, supervisores e engenheiros de
• História da Manutenção manutenção e de confiabilidade e aqueles
• Análise da situação atual responsáveis pela gerência estratégica de
• Uma nova visão da manutenção manutenção.
• Manutenção, Segurança e Qualidade
Pré-requisitos:
Ciclo de vida dos ativos
Os participantes devem ter conhecimento
em gestão de manutenção.
Custo do ciclo de vida dos ativos –
Visão de processo
Carga Horária:
“Balanced scorecard” 24 horas em 3 dias.

Planejamento estratégico
• Visão
• Missão
• Princípios e Valores

10 | Catálogo de Treinamentos SKF


MS 230 Estratégia de
Introduction to
Manutenção
Training Solutions

Revisão de Estratégias de Manutenção Identificação


MSR
Controle
Descrição do Treinamento
Escolher as tecnologias e processos adequados para maximizar a eficiência de ativos requer
conhecimento e experiência, assim como para identificar e implementar as estratégias de Execução
máximo valor agregado. Por isso deve-se conhecer com profundidade as particularidades de
cada empresa, porque certos pontos são importantes, para quem e como os temas podem
organizar-se dentro de um plano.
Melhoria Contínua

Objetivos: Conteúdo:
• Avaliar a necessidade de uma revisão da
estratégia e por quê. Modelos conceituais e contexto de negócios Smart Start
• Demonstrar a estrutura e conteúdo de
Padrões, modelos, e normas.
dados adequados para realizar
a análise estratégica. A ligação essencial – falha e estratégia
• Explorar a importância da identificação
e categorização de ativos. Revisão estratégica
• Conhecer as diferentes classes de criticidade • O que é a revisão estratégica
em diferentes níveis e finalidades. • Como é possível conduzir uma revisão de
estratégia de manutenção
• Entender o que deve ser envolvido para
• Combinação de tipos distintos de estratégia
conduzir a análise correta e quais as • Correta implementação de resultados
implicações do trabalho de estratégia. • Como a revisão da estratégia forma base
• Reconhecer as semelhanças e diferenças para programas de manutenção preditiva,
entre possíveis estratégias. próativa e confiabilidade
• Entender a importante influência da
Medição e gerenciamento do resultado
estratégia no planejamento de
sobressalentes – “spare parts”. Recomendado para:
Gerentes, supervisores e engenheiros de
manutenção e de confiabilidade e aqueles
responsáveis pela otimização de ativos,
estratégias de manutenção e confiabilidade.

Pré-requisitos:
Os participantes devem ter conhecimento em
gestão de manutenção.

Carga Horária:
24 horas em 3 dias.

Catálogo de Treinamentos SKF | 11


WI 202

Análise de Vibrações – Categoria I


Habilitação para certificação
ISO 18436-2
Descrição do Treinamento
O treinamento foi desenvolvido para profissionais que estão iniciando na área de
monitoramento e análise de vibrações e que desejam uma certificação profissional.
O treinamento contém os fundamentos para a coleta e interpretação dos espectros
e suas relações com as formas de onda, variáveis de medição e tecnologias
disponíveis.

Objetivos: • Interpretação de problemas típicos em


• Selecionar a técnica mais apropriada de máquinas rotativas
medição de vibração em equipamentos.
• Comparar valores globais ou valores Padrões e procedimentos
de medições simples de vibrações • Procedimentos de análise
contra alarmes pré-configurados. • Normas aplicáveis
• Verificar a integridade dos
dados coletados. Conhecimento básico sobre
• Manter uma base de dados de equipamentos rotativos
resultados e tendências.
• Classificar, interpretar e avaliar Recomendado para:
os resultados de acordo com as Técnicos de monitoramento, e de
especificações e normas aplicáveis. manutenção, engenheiros, supervisores
e gerentes de manutenção.
Conteúdo: Destinado a quem tem a responsabilidade
de implantar um programa de
Introdução à vibração manutenção preditiva que inclua técnicas
• Conceito de vibração de análise de vibrações.
• Deslocamento, velocidade e aceleração
• Conceitos de frequência, amplitude Pré-requisitos:
e fase Os participantes devem ter experiência
• Frequência natural e frequência e habilidades básicas de manutenção e
ressonante no mínimo seis meses de experiência em
• Valor global, RMS, pico, pico a pico etc. um programa de manutenção preditiva.
Conhecimentos básicos sobre vibrações,
Análise do sinal e processamento instrumentação e sensores de vibrações
• Sinal no domínio do tempo irão melhorar o aproveitamento.
• Modulações, impactos e golpes O treinamento de WI 210 – Fundamentos
• Espectro de vibrações de Manutenção Preditiva – é preparatório
• Número de linhas, frequência para este treinamento.
e resolução
• Interpolação para incrementar Carga Horária:
a resolução 32 horas em 4 dias no Centro de
• Configuração de alarmes Treinamentos da SKF.
Prova de habilitação para certificação ISO
Análise de espectros de vibrações Categoria I, através do BINDT, no último
• Procedimentos de análise dia do treinamento (Opcional).
• Padrões espectrais, zonas de análise
• Harmônicos, não harmônicos e bandas
laterais
12 | Catálogo de Treinamentos SKF
WI 203 Estratégia de
Manutenção

Análise de Vibrações – Categoria II Identificação


Habilitação para certificação
ISO 18436-2 Controle

Descrição do Treinamento Execução


O treinamento foi desenvolvido para profissionais que já possuem experiência prática em
monitoramento e análise de vibrações e que desejam uma certificação profissional.
O treinamento promove um profundo estudo de falhas típicas em equipamentos e seus
espectros associados, forma de onda no tempo e características de fase. Melhoria Contínua

Objetivos: Análise de espectros de vibrações Smart Start


• Desenvolver análises de vibrações em • Procedimento de análise
máquinas rotativas e seus componentes • Padrões espectrais, zonas de análise
utilizando análise espectral. • Interpretação de problemas típicos:
• Gerenciar uma base de dados de resultados desbalanceamento, desalinhamento,
e tendências. falhas em rolamentos, engrenagens, folgas
• Desenvolver provas básicas de impacto para mecânicas, ressonância etc.
determinar frequências naturais.
• Classificar, interpretar e avaliar os resultados Padrões e procedimentos
das provas de acordo com as especificações • Procedimentos de análise
e normas aplicáveis. • Normas aplicáveis
• Identificar ações corretivas.
Conhecimento sobre equipamentos
Conteúdo: rotativos

Revisão dos fundamentos de Vibração Recomendado para:


• Conceito de Vibração Técnicos de monitoramento e de manutenção,
• Deslocamento, velocidade e aceleração engenheiros, supervisores e gerentes de
• Frequência natural e ressonante manutenção.
• Valor global, RMS, pico, pico a pico, etc. Destinado a quem tem a responsabilidade
• Configuração avançada de alarmes de implantar um programa de manutenção
• Diagnósticos de problemas típicos preditiva que inclua técnicas de análise de
vibrações.
Coleta de dados e instrumentação
• Sensores de Vibração Pré-requisitos:
• Seleção do sensor adequado Os participantes devem ter experiência e
• Tipos de montagens e características habilidades básicas de manutenção e no
• Instrumentação para coleta e análise mínimo dezoito meses de experiência em
• Softwares de análise e relatório um programa de manutenção preditiva.
A certificação em Análise de Vibrações
Processamento de sinal e aquisição de dados – Categoria I é pré-requisito para este
• Analisadores de frequência treinamento e certificação.
• Processamento de sinal
• Filtros e janelas Carga Horária:
• Conversão analógica – digital 40 horas em 5 dias no Centro de
• Características e configurações de espectro: Treinamentos da SKF.
Nº de linhas, “range”, frequência, resolução etc. Prova de habilitação para certificação ISO
• Detecção de falhas em rolamentos, envelope, Categoria II, através do BINDT, no último dia
SEE, HDF, SE do treinamento (Opcional).

Catálogo de Treinamentos SKF | 13


WI 210

Fundamentos de Manutenção
Preditiva
Descrição do Treinamento
Desenvolvido para transmitir os princípios básicos fundamentais para o
entendimento e implantação de um programa de manutenção preditiva, cobrindo
áreas como inspeção, vibração, termografia, ultrassom e lubrificação de forma
prática.

Objetivos: Fundamentos de ultrasson


Promover um enfoque prático para • O que é ultrasson?
detecção e análise de problemas comuns • Emissão acústica
em máquinas usando técnicas preditivas. • Aplicações

Conteúdo: Fundamentos de lubrificação


• Lubrificante
Introdução à manutenção • Viscosidade
• Breve histórico de manutenção • Degradação dos óleos e graxas
• Manutenção corretiva • Contaminação
• Manutenção preventiva
• Manutenção preditiva Recomendado para:
• Manutenção próativa Técnicos de monitoramento, e de
• Seleção de máquinas a manutenção, engenheiros, supervisores
serem Monitoradas e gerentes de manutenção que têm
a responsabilidade de implantar um
Técnicas de monitoramento da programa de manutenção preditiva e que
condição necessite de um conhecimento básico das
• Análise de lubrificante várias técnicas disponíveis.
• Análise termométrica
• Análise por ultrassom Pré-requisitos:
• Análise de vibrações Os participantes devem ter um
conhecimento de segurança industrial,
Inspeção utilização de ferramentas manuais e
• Inspeção sensitiva conhecimentos básicos de manutenção.
• Acompanhamento das variáveis do
processo Este treinamento é preparatório para
• Rotas de inspeção todas modalidades de técnicas preditivas
como vibração, termografia etc.
Fundamentos de vibração
• O que é vibração? Carga Horária:
• Unidades de medição Na SKF – 16 horas em 2 dias.
• Amplitude e frequência No cliente – 8 horas em 1 dia.
• Valor global
• Curva de tendência
• Alarmes globais
• Diagnósticos por valor global

Fundamentos de temperatura
• Temperatura
• Calor
• Tranferência de calor
• Emissividade
14 | Catálogo de Treinamentos SKF
WI 211 Estratégia de
Manutenção

Análise de Vibrações I – In Company Identificação

Controle
Descrição do Treinamento
O treinamento foi desenvolvido para profissionais que estão iniciando na área de
monitoramento e análise de vibrações. Execução
O treinamento contém os fundamentos para a coleta e interpretação dos espectros e suas
relações com as formas de onda, variáveis de medição e tecnologias disponíveis.

Melhoria Contínua
Objetivos: Métodos de alarmes e seleção de limites de
• Selecionar a técnica mais apropriada de alarmes
medição de vibração em equipamentos • Avaliação da severidade da vibração
rotativos. • Orientação ISO Smart Start
• Comparar valores globais ou valores de • Tendência
medições simples de vibrações contra • Linha de base
alarmes pré-configurados. • Tipos de alarmes de vibração
• Verificar a integridade dos dados. • Alarme de nível global
• Manter uma base de dados de resultados • Alarme de banda
e tendências. • Alarme de fase
• Classificar, interpretar e avaliar os
resultados de acordo com as especificações Estudos de fontes de vibração
e normas aplicáveis. • Desbalanceamento
• Desalinhamento de eixos e polias
Conteúdo: • Folga mecânica
• Eixo empenado
Introdução à teoria de vibração • Batimento
• Movimento periódico • Problemas hidráulicos e aerodinâmicos
• Movimento harmônico
• Movimento randômico ou aleatório Recomendado para:
• Domínio do tempo e frequência Técnicos de monitoramento, e de
• Frequência e período manutenção, engenheiros, supervisores
• Identificação das fontes de vibração e gerentes de manutenção que tem
• Efeitos da frequência sobre à amplitude responsabilidade de implantar um programa
• Fatores de escala de manutenção preditiva que inclua técnicas
• Medição de fase com tacômetro de análise de vibrações.
• Valor Global
Pré-requisitos:
Sensores Os participantes devem ter experiência
• Sensores de deslocamento, velocidade e habilidades básicas de manutenção.
e aceleração O treinamento de WI 210 – Fundamentos de
• Escolha do sensor Manutenção Preditiva – é preparatório para
• Métodos de instalação dos sensores este treinamento.

Planejamento de monitoramento das Carga Horária:


máquinas 16 horas em 2 dias nas instalações do cliente.
• Montagem de setup
• Resolução espectral Sem habilitação para Certificação ISO
• Frequência máxima
• Identificação dos pontos de coleta
• Planejamento de rotas

Catálogo de Treinamentos SKF | 15


WI 212

Análise de Vibrações II – In Company


Descrição do Treinamento
O treinamento foi desenvolvido para profissionais que já possuem experiência
prática em monitoramento e análise de vibrações.
O treinamento promove um profundo estudo de falhas típicas em equipamentos
e seus espectros associados, forma de onda no tempo e características de fase.

Objetivos: • Excitações em sistemas engrenados


• Desenvolver análises de vibrações em • Análise espectral e forma de onda dos
máquinas rotativas e seus componentes defeitos em engrenagens
utilizando análise espectral.
• Gerenciar uma base de dados de Ressonância
resultados e tendências. • Frequência natural e excitação.
• Desenvolver provas básicas de impacto • Definição e Detecção de ressonância
para determinar frequências naturais. • Confirmação (bump test)
• Classificar, interpretar e avaliar os • Correção
resultados das provas de acordo com as
especificações e normas aplicáveis. Fase relativa
• Identificar ações corretivas. • Definição de fase e fase relativa
• Medição de fase relativa com dois
Conteúdo: sensores de vibração
• Aplicação da medição de fase relativa
Introdução à Teoria da Vibração
• Movimento oscilatório Recomendado para:
• Movimento harmônico Técnicos de monitoramento, e de
• Análise harmônica manutenção, engenheiros, supervisores e
• Função transiente no tempo gerentes de manutenção que necessite de
• Função aleatória no tempo avançados conhecimentos em análise de
vibrações.
Métodos de diagnóstico de falhas em
rolamentos e engrenagens Pré-requisitos:
• Falhas no domínio do tempo Os participantes devem ter experiência
• Falhas no domínio da frequência em manutenção e em programas de
• Tecnologia SEE manutenção preditiva. O treinamento de
• Método HFD WI 211 – Análise de Vibrações I
• Envelope é preparatório para este treinamento.

Estudo de falhas em rolamentos Carga Horária:


• Distribuição de carga 24 horas em 3 dias nas instalações do
• Frequência característica de falhas em cliente.
rolamentos
• Vibrações geradas por defeitos Sem habilitação para Certificação ISO
localizados
• Técnica de detecção de falhas em
rolamentos no domínio do tempo
• Técnica de detecção por envelope
• Alarmes de envelope
• Falhas em rolamentos a baixa rotações
• Estágios de falhas em rolamentos
• Tipos de engrenagens
• Modos de falha de engrenagens
• Cálculo da frequência engrenamento

16 | Catálogo de Treinamentos SKF


WI 230 Estratégia de
Manutenção

Termografia Nível I Identificação

Descrição do Treinamento
Controle
Desenvolvido para transmitir conhecimentos sobre manutenção preditiva através da
termografia infravemelha, cobrindo temas como transferência de calor, radiação, análise de
imagem térmica e medição de temperatura através da radiação infravermelha.
Execução

Objetivo: • Critérios de classificação de falha


• Capacitar os interessados em uma das • Interpretação da imagem térmica
técnicas preditivas mais abrangentes, • Técnicas de análises de imagem térmica Melhoria Contínua
elevando a confiabilidade dos rotativos.
• Identificar os tipos e as características dos Rotinas de inspeção
problemas em diversos segmentos • Cuidados básicos
industriais. • Radiômetros Smart Start
• Conhecer as técnicas que podem contribuir • Câmeras de Infravermelho
em uma melhor análise de imagens • Técnicas de medição infravermelha
infravermelhas. • Segurança na Inspeção

Conteúdo Resolução espacial

Introdução à termografia Recomendado para:


• O que é infravermelho Técnicos de monitoramento e de manutenção,
• Conversões de temperatura engenheiros, supervisores e gerentes de
• Utilização de escalas de medição manutenção que tem responsabilidade de
implantar um programa de manutenção
Conceitos de calor, temperatura e fluxo de preditiva e que necessitem conhecimentos
calor consistentes sobre técnicas preditivas
• Definição de temperatura relacionadas à termografia.
• Definição de calor
Pré-requisitos:
Fundamentos de transmissão de calor Os participantes devem ter um conhecimento
• Condução de segurança industrial, utilização de
• Convecção ferramentas manuais e conhecimentos básicos
• Radiação de manutenção.

Espectro eletromagnético Carga Horária:


• Ondas e comprimento de ondas Na SKF – 24 horas em 3 dias.
• Diferentes tipos de radiação No cliente – 16 horas em 2 dias.

Fundamentos básicos de radiação


• Lei de Stefan-Boltzmann
• Emissividade
• Absorção
• Reflexão
• Transmissão

Introdução da utilização de câmeras


infravermelhas
• Sistema ótico
• Detectores
• Tipos de câmeras
• Utilidades de medida da câmera

Catálogo de Treinamentos SKF | 17


WI 260

Análise de Vibrações Aplicadas


a Motores Elétricos

Descrição do Treinamento
Aborda amplamente as principais tecnologias de manutenção preditiva em motores
elétricos. Proporciona o entendimento de como as tecnologias de manutenção
preditiva podem influenciar o desempenho dos motores. Foi projetado para
desenvolver uma combinação de teorias de motores com experimentos práticos.

Objetivos: • Problemas estruturais


• Introduzir conceitos funcionais • Problemas relacionados a rolamentos
de motores elétricos, arranjos de • Problemas relacionados a mancais de
rolamentos, ajustes e lubrificação. deslizamento
• Capacitar os interessados nas técnicas
específicas de análise de vibrações Rotinas de inspeção
aplicadas a motores elétricos. • Cuidados básicos
• Identificar os tipos e as características • Pontos de medição
dos defeitos mais comuns em motores. • Configuração dos pontos
• Demonstrar como melhorar • Utilização do alicate amperímetro
a confiabilidade e eficiência de motores
elétricos. Recomendado para:
Técnicos de monitoramento, e de
Conteúdo: manutenção, engenheiros, supervisores e
gerentes de manutenção que necessite de
Introdução aos motores elétricos conhecimentos profundos em análise de
• Tipos de motores elétricos vibrações em motores elétricos.
• Arranjos de rolamentos
• A função das molas Pré-requisitos:
• A influência dos ajustes Os participantes devem ter experiência
• Lubrificação de motores em manutenção e em análise de
vibrações. Recomenda-se que
Modos de falhas os participantes participem dos
• Tipos e modos de falhas treinamentos de análise de vibrações
• Introdução à ISO 15234 WI 211 ou WI 212 ou possua certificação
• Possíveis causas conforme ISO 18436-2.

Técnica de análise espectral Carga Horária:


16 horas em 2 dias.
Envelope de aceleração
• Conceitos e definições

Vibrações de origem magnética


• Excentricidade de estator
• Excentricidade de rotor
• Problemas comuns em rotores
• Problemas de fase
• Motores síncronos (Bobina solta)
• Problemas de motores CC
• Desbalanceamento
• Desalinhamento
• Eixo empenado

18 | Catálogo de Treinamentos SKF


WI 305 Estratégia de
Manutenção

Análise Dinâmica de Eixos Rotativos – Identificação


ODS
Controle
Descrição do Treinamento
O treinamento fornece informações consistentes sobre análise modal experimental aplicada
e ODS (Operating Deflection Shape) utilizando casos reais de análise em estruturas Execução
e equipamentos complexos, além de experiências de campo dos instrutores.

Objetivo: A prática utiliza o manual ME’scope VES, Melhoria Contínua


• Promover o conhecimento prático em um guia prático e atualizado do software.
análise modal experimental e forma Metodologias complexas são trabalhadas
de deflexão operacional (ODS) sob a completamente com o participante auxiliando
perspectiva de um especialista em vibração. a garantir uma análise precisa e resultados Smart Start
replicáveis.
Os participantes estarão aptos a:
• Criar modelos computacionais de máquinas Exercícios práticos com dados reais
e estruturas. cobrindo aplicativos do ME’scope VES:
• Adquirir sinais adequados para análise • Estabelecer um projeto
modal e ODS. • Criar um modelo computacional de uma
• Gerar, importar e efetuar medições de máquina ou estrutura
análise modal e ODS. • Importação dos dados do coletor
• Gerar animações de máquinas, necessárias • Interpretação dos dados ODS & FRF
para detectar e resolver problemas. • Interpretação dos dados modais
• Ajuste da curva de análise modal e geração
Conteúdo: de animações
• Modificação dinâmica estrutural (SDM)
• Análise avançada sem matemática complexa
• Entendendo modos de animação de formas Recomendado para:
simplificadas (Vigas, colunas, placas, Especialista em vibrações que necessitem
costados etc.) conhecer as técnicas de análise modal
• Construção de modelos significativos de e forma de deflexão operacional (ODS) em
máquinas e estruturas máquinas e estruturas, assim como entender
• Selecionando número adequado de pontos a prática dos softwares ME’scope VES
e direções para coleta de dados de campo modal/ODS. É indicado a profissionais com a
de ODS e análise modal responsabilidade sobre uma manutenção de
• Configurações recomendadas para coleta de alto nível, confiabilidade e disponibilidade de
dados de ODS e análise modal máquinas críticas.
• Como interpretar com precisão animações
computacionais, levando à resolução Pré-requisitos:
de problemas Os participantes devem ter experiência de 3
• Como confirmar quais componentes estão anos em análise de vibrações e treinamentos
ressonantes em uma máquina complexa, avançados de análise de vibrações,
estrutura de suporte, fundações, tubos, preferencialmente certificação categoria II
entre outros ISO 18436-2, além de largo conhecimento de
• Como identificar ações corretivas. sensores e coletores de dados.
• Apresentação de diversos casos práticos
e exercícios em sala Carga Horária:
• Prática de ODS e análise modal
16 horas em 2 dias.

Catálogo de Treinamentos SKF | 19


WC 200

Planejamento e Programação de
Manutenção – PCM
Descrição do Treinamento
Desenvolvido para fornecer os conhecimentos sobre o que é planejamento
e programação de manutenção e como executá-los de forma adequada. Traz
conceitos e metodologias modernas para que o planejamento e controle seja
parceiro ativo na busca pela otimização dos ativos.
Aborda desde conhecimentos básicos de planejamento e controle, passando
pela identificação de melhorias, até o adequado planejamento de paradas de
manutenção.

Objetivos: Planejamento de paradas


• Compreender as diferenças entre • Responsabilidades
planejamento, programação e controle. • Programação de paradas
• Entender os objetivos e benefícios do • Planejamento e controle da parada
planejamento adequado de tarefas. • Preparação
• Conhecer as metodologias para • Execução das paradas
estimativas de tempos. • Partida da planta após a parada
• Determinar indicadores adequados de
avaliação do processo de planejamento. Recomendado para:
Profissionais de manutenção, produção
Conteúdo: e planejamento. Apropriado para
engenheiros, programadores e
Introdução planejadores de manutenção e para
• Tendências técnicas e comerciais pessoal responsável pelo planejamento
• Gestão e confiabilidade dos ativos de peças de reposição e serviços de
manutenção preventiva e/ou preditiva.
Planejamento
• Definições Pré-requisitos:
• Benefícios do planejamento Os participantes devem ter um
• Responsabilidades na manutenção conhecimento de segurança industrial,
• Processo de planejamento noções básicas de vocabulário técnico e
• Planejamento de longo prazo, de vivência em ambiente de
orçamento e de ordens de serviço manutenção industrial.
• Princípios de priorização
• Notificação de erros Carga Horária:
16 horas em 2 dias.
Programação
• Definições e fundamentos
• Processo de programação
• Princípios de programação
• Administração do Backlog

Melhorias
• Encerramento de ordens
• Conformidade com a programação
• Indicadores de Performance (KPI)
para planejamento e programação
• Ciclo de aprendizado

20 | Catálogo de Treinamentos SKF


WC 230 Estratégia de
Manutenção

Gestão de Estoque de Sobressalentes Identificação

“Spare Parts Management” – SPM


Controle
Descrição do Treinamento
No ambiente de manutenção e operação, a gestão e otimização de estoque de peças
sobressalentes engloba atividades que tem a finalidade de assegurar a disponibilidade de Execução
peças no tempo certo e da forma adequada satisfazendo às necessidades de manutenção
e os objetivos de negócio, armazenando apenas o que for necessário para prevenir impactos
negativos na produção, mantendo os custos ao mínimo.
O treinamento foi desenvolvido para gerar valor ao negócio através da gestão Melhoria Contínua
e otimização do estoque de sobressalentes.

Objetivo: Avaliação de estoque Smart Start


• Proporcionar aos participantes um • Avaliação de criticidade
conhecimento e compreensão de processos • Modelagem de peças
e pricípios da gestão de inventários. • Lote econômico de compra
• Identificar as relações e importância da • Avaliação financeira e estratégia atual
gestão de peças de reposição alinhados ao
objetivo do negócio. Otimização do estoque
• Demonstrar a importância da gestão de • Configuração de parâmetros
peças de reposição e gerenciamento de • Analise de custo ótimo
inventário com relação aos objetivos de • Análise da estratégia atual de custos
negócio.
• Identificação, codificação e classificação Boas práticas de armazenamento
de peças de reposição de acordo com a • Gestão do armazém
criticidade, parâmetros de reposição e • Armazenamento de rolamentos
outras características. • Armazenamento de itens de transmissão
• Aplicação de técnicas de análise para de potência
otimização da disponibilidade de peças • Armazenamento de lubrificantes
e gerenciamento de obsolescência.
Recomendado para:
Conteúdo:
Engenheiros, supervisores e gerentes de
manutenção, além das áreas de gestão
Introdução ao contexto de peças de
de estoques de manutenção, compras,
reposição e administração de estoque
confiabilidade e engenharia de manutenção.
Metodologia de gestão e otimização
Pré-requisitos:
• Identificação da demanda
Os participantes devem ter noções básicas de
• Avaliação dos estoques
vocabulário técnico e vivência em ambiente
• Otimização dos estoques
de manutenção industrial ou
almoxarifado de manutenção.
Identificação da demanda
• Registro e criticidade de ativos Carga Horária:
• Listas de materiais e catálogo
16 horas em 2 dias.
de peças de reposição
• Intercambialidade, substituição e lista
de peças de reposição
• Análise de histórico de consumo
• Tipos de peças
• Previsões de demanda

Catálogo de Treinamentos SKF| 21


WE 201

Tecnologia e Manutenção de
Rolamentos

Descrição do Treinamento
Trata amplamente da aplicação e manutenção adequada de rolamentos para
obtenção da máxima performance e confiabilidade, abordando assuntos como
designações, montagem, lubrificação, ajustes e tolerâncias conforme norma ISO,
dentre outros. Combina teoria e prática através de estações de demonstração
preparadas com diversos tipos de aplicações.

Objetivos: • Como funciona a lubrificação de


• Identificar os tipos e características de rolamentos
rolamentos industriais. • A importância da seleção do lubrificante
• Conhecer aplicações específicas e os adequado para uma aplicação
fatores que afetam a operação. • Principais funções e propriedades
• Conhecer e aplicar corretamente os dos lubrificantes
métodos de montagem e desmontagem • Cálculo do intervalo de relubrificação
• Conhecer conceitos básicos e as • Quantidade de lubrificante
principais técnicas de lubrificação.
Recomendado para:
Conteúdo: Técnicos, engenheiros e pessoal de
manutenção, serviços, reparadores
Introdução aos rolamentos de máquinas, engenheiros de plantas
• Fundamentos básicos de rolamentos industriais, fabricantes de máquinas,
• Funções dos rolamentos técnicos mecânicos, supervisores de
• Principais tipos de rolamentos manutenção, escolas técnicas,
e aplicações entre outros.
• Designações, prefixos e sufixos, É apropriado aos responsáveis
• Componentes, folgas e cargas pela performance, confiabilidade e
• Fatores que afetam o desempenho: disponibilidade de equipamentos rotativos
• Qualidade dos rolamentos e que necessitem conhecimentos
• Ambientes de operação consistentes sobre rolamentos.
• Instalação
• Práticas de manutenção Pré-requisitos:
Os participantes devem ter um
Montagem e desmontagem conhecimento de segurança industrial
• Demonstrar os principais e de utilização de ferramentas manuais,
procedimentos de montagem e além de conhecimento de vocabulário
desmontagem de rolamentos e quais as técnico.
consequências de uma manutenção
e lubrificação inadequada Carga Horária:
• Demonstrações práticas usando Na SKF – 24 horas em 3 dias.
ferramentas específicas para montagem No cliente – 16 horas em 2 dias.
e desmontagem de rolamentos

Ajustes e tolerâncias
• Importância dos ajustes na aplicação
• Tipos de ajustes
• Seleção do ajuste adequado para cada
aplicação
• Tolerância dimensional e de forma

22 | Catálogo de Treinamentos SKF


WE 203 Estratégia de
Manutenção

Lubrificação de Rolamentos Identificação

Controle
Descrição do Treinamento
Cobre a realidade da lubrificação de rolamentos de forma dinâmica com aprendizagem
teórica e prática. Os participantes terão o conhecimento das habilidades necessárias para Execução
selecionar, aplicar e manusear lubrificantes e entender os procedimentos de lubrificação de
rolamentos de diversas aplicações industriais.

Melhoria Contínua
Objetivo: Aplicação dos lubrificantes
Os participantes serão preparados para • Determinando quantidade de lubrificante
avaliar e selecionar o lubrificante correto para e intervalos de relubrificação
uma ampla gama de rolamentos em diversas • Prática de lubrificação e procedimentos para Smart Start
aplicações e conhecerão ainda as melhores mancais, rolamentos de esferas, de rolos,
práticas de lubrificação. vedados etc.
• Lubrificação em motores elétricos
Conteúdo:
Erros comuns e solução de problemas
Fundamentos da lubrificação • Muita graxa, pouca graxa e mistura de
• Funções da lubrificação graxas
• Aditivos e seus efeitos • Ações corretivas
• Evitando danos nos rolamentos • Falhas relacionadas à lubrificação

Lubrificação à graxa Outros tópicos abordados


• Funções e propriedades das graxas • Precauções em paradas, armazenagem
• Sistemas de dosagem e distribuição de rolamentos e considerações da vida do
• Seleção do tipo de graxa definindo: rolamento armazenado
viscosidade, óleo base, consistência etc.
• Quantidade de graxa inicial Recomendado para:
• Quantidade de graxa na relubrificação Técnicos, engenheiros, supervisores,
• Intervalos de relubrificação de acordo com lubrificadores industriais e pessoal de
as variáveis e condições manutenção em geral. Especialmente
recomendado para lubrificadores, técnicos
Lubrificação a óleo e engenheiros responsáveis pela
• Escolha do lubrificante correto lubrificação, especificação de lubrificantes
• Padrões de qualidade e teste e planos de lubrificação.
de óleos e graxas
• Efeitos da impureza e contaminação Pré-requisitos:
• Nova teoria de vida para estimar os efeitos Os participantes devem ter um conhecimento
da contaminação nos rolamentos de segurança industrial e de utilização de
• Efeitos da penetração de água ferramentas manuais, além de conhecimento
• Intervalos de troca do óleo de vocabulário técnico.
• Conceito de projeto de mancais
• Comparação dos métodos de Carga Horária:
abastecimento de óleo 16 horas em 2 dias.
• Determinação da vazão de óleo

Catálogo de Treinamentos SKF | 23


WE 204

Análise de Falhas em Rolamentos


Descrição do Treinamento
A análise de falhas em rolamentos é um treinamento que baseia-se nos conceitos
da norma ISO 15243 (Rolling bearings – Damage and failures).
Utiliza-se uma combinação de teoria baseada na norma com treinamento prático
através de rolamentos de demonstração e discussão sobre as falhas.

Objetivos: Falhas por vibração


Fornecer embasamento e metodologias • Detecção e correção
para análise de rolamentos que falharam
em operação. É desenvolvida aula prática Prática
em rolamentos com diversos tipos de • Prática de análise de falhas em diversos
características de falhas para descobrir tipos de rolamentos e modos de falha
as verdadeiras causas raiz destas falhas • Preparação de um relatório básico da
que provocam redução da vida dos análise executada.
rolamentos, evitando falhas recorrentes
e aumentando a disponibilidade dos Recomendado para:
equipamentos.
Técnicos, engenheiros, planejadores,
supervisores, mecânicos e pessoal de
Conteúdo:
manutenção em geral. Especialmente
recomendado para analistas de vibração,
Função do rolamento
técnicos e engenheiros responsáveis pela
• Principais tipos de rolamentos identificação de falhas e melhorias de
• Cargas suportadas pelos rolamentos manutenção proativa, bem
• Marcas normais de trabalho como pela performance,
• Marcas anormais de trabalho confiabilidade e disponibilidade
de equipamentos rotativos.
Classificação de Falhas ISO
• Fadiga Pré-requisitos:
• Desgaste Os participantes devem ter um
• Corrosão conhecimento de segurança industrial
• Erosão Elétrica e de utilização de ferramentas manuais,
• Deformação Plástica e conhecimento de vocabulário técnico.
• Fratura e trinca Para um melhor aproveitamento, é
recomendável que o participante tenha
Falhas de montagem participado do treinamento de Tecnologia
• Exemplos de falha pela utilização de e Manutenção de Rolamentos.
procedimentos inadequados de
instalação Carga Horária:
8 horas em 1 dia.
Falhas relacionadas ao ambiente
• Comportamento dos rolamentos frente
à umidade, contaminação, e outros
efeitos do ambiente

Falhas de manutenção
• Resultados das práticas inadequadas de
manutenção
• Efeitos da lubrificação com falta
e excesso de lubrificante
• Efeitos da contaminação
• Seleção incorreta da viscosidade

24 | Catálogo de Treinamentos SKF


WE 211 Estratégia de
Manutenção

Rolamentos em Bombas Centrífugas Identificação

Descrição do Treinamento
O treinamento aborda conceitos fundamentais e princípios gerais de operação de Controle
bombas centrifugas, aplicação de rolamentos de esferas e rolos, vida útil e lubrificação de
rolamentos. Aborda características específicas de rolamentos para bombas, bem como
soluções para aumentar a confiabilidade na operação.
Execução

Objetivo: Recomendado para:


Visa aumentar a confiabilidade, redução de Técnicos, engenheiros, planejadores, Melhoria Contínua
custos de manutenção, segurança e proteção supervisores, mecânicos e pessoal de
ambiental de processos contínuos que utilizam manutenção em geral.
bombas, principalmente centrífugas. Especialmente recomendado para
profissionais de manutenção envolvidos com Smart Start
Conteúdo: a confiabilidade de bombas centrífugas que
necessitam aprofundar os conhecimentos
Classificação de bombas e suas funções sobre rolamentos nesta aplicação.
• Tipos de bombas
• Conceitos básicos de funcionamento Pré-requisitos:
de bombas Para um melhor aproveitamento, é
• Teoria e projetos de bombeamento recomendável que o participante tenha
centrífugo participado do treinamento de Tecnologia
• Informações básicas sobre curvas de e Manutenção de Rolamentos.
bombas, pressão, velocidade específica
e operação de bombas Carga Horária:
16 horas em 2 dias.
Seleção de rolamentos e dinâmica interna
• Seleção de rolamentos radiais e axiais
• Comportamento dos rolamentos de contato
angular abaixo das condições operacionais
• Seleção de folga e pré-carga
• Ângulo de contato apropriadoe tipo de gaiola
• Fundamentos de lubrificação em rolamentos
de bombas

Sistemas de vedação
• Introdução
• Projetos e aplicações de vedação
• Seleção de vedação e principais problemas

Manutenção
• Rotinas de manutenção e montagem de
rolamentos e vedações
• Sistemas de lubrificação

Catálogo de Treinamentos SKF | 25


WE 240

Alinhamento de Máquinas Rotativas


Nível I
Descrição do Treinamento
Aborda os conceitos fundamentais e habilidades necessárias para executar
alinhamentos de precisão, além de explorar os procedimentos e técnicas específicas
de alinhamento convencional com relógios comparadores e com
equipamentos a laser.
Durante o treinamento desenvolvem-se atividades práticas com demonstração
de alinhamento convencional e alinhamento a laser. Não tem por objetivo ensinar o
uso detalhado de equipamentos específicos.

Objetivos: • Interpretação dos resultados


Fornecer detalhado conhecimento • Execução dos ajustes e movimentações
sobre como alinhar máquinas rotativas • Finalização do alinhamento e relatório.
acopladas dentro das tolerâncias
especificadas. Contempla a utilização de Correção de problemas de alinhamento
metodologias adequadas a cada aplicação, • Problemas com bases (base-bound)
incluindo o planejamento do serviço, • Problemas com fixação (bolt-bound)
procedimentos de pré-alinhamento • Identificação dos tipos de pés mancos
e alinhamento de precisão a laser. e como detectar e corrigir

Conteúdo: Recomendado para:


Técnicos, engenheiros, planejadores,
Fundamentos de alinhamento de supervisores, mecânicos e pessoal de
máquinas horizontais manutenção em geral.
• Revisão dos fundamentos de Especialmente recomendado para
alinhamento de eixos profissionais de manutenção envolvidos
• Vantagens, desvantagens e fontes de com alinhamento de máquinas rotativas
erros associados aos vários métodos e confiabilidade de equipamentos.
• Tipos de desalinhamento
• Descrição e documentação das Pré-requisitos:
condições de desalinhamento radial e Os participantes devem ter um
angular. conhecimento de segurança industrial,
• Procedimentos de pré-alinhamento utilização de ferramentas manuais e
• Revisão das 3 principais fases do conhecimentos básicos de metrologia.
alinhamento
• Demonstrações gráficas dos métodos Carga Horária:
de alinhamento 16 horas em 2 dias.
• Demonstrações das fórmulas de
correção de desalinhamento com
relógio comparador
• Visão dos sistemas de alinhamento
a laser

Técnicas de alinhamento a laser


• Tipos de equipamentos
• Configuração do sistema (filtros,
unidades etc.)
• Medição e entrada das dimensões
• Medição do desalinhamento

26 | Catálogo de Treinamentos SKF


WE 245 Estratégia de
Manutenção

Alinhamento de Máquinas Rotativas Identificação


Nível II
Controle
Descrição do Treinamento
Abrange conceitos avançados para a execução de alinhamento de precisão em máquinas
de maior complexidade por sua forma construtiva ou layout tais como turbinas, geradores, Execução
laminadores e trem de máquinas.
Durante o treinamento desenvolvem-se atividades práticas com demonstração de
alinhamento de máquinas horizontais e verticais com sistema a laser. O treinamento não
t tem por objetivo ensinar o uso detalhado de equipamentos específicos. Melhoria Contínua

Objetivo: Entrega do trabalho


Fornecer conhecimento avançado de • Documentação Smart Start
alinhamento de dois ou mais eixos acoplados • Confecção de relatório final
de máquinas horizontais e verticais dentro
de tolerâncias específicas. Contempla a Recomendado para:
utilização de metodologias adequadas a cada Técnicos, engenheiros, supervisores,
aplicação incluindo o planejamento do serviço mecânicos e pessoal de manutenção geral.
e procedimentos de alinhamento de máquinas Especialmente recomendado para
com maior complexidade. profissionais de manutenção, com experiência
em máquinas rotativas, com a necessidade de
Conteúdo: conhecimentos aprofundados em alinhamento
e conhecimento de alinhamento em máquinas
Conceitos fundamentais complexas.
• Revisão dos conceitos de
alinhamento de eixos Pré-requisitos:
• Mapeamento térmico Os participantes devem ter experiência com
• Dilatação térmica trabalhos de alinhamento e ter participado
• Medição de movimentação dinâmica do Treinamento WE 240 – Alinhamento de
• Compensação do desalinhamento Máquinas Rotativas Nível I.
• Trem de máquinas
• Interpretação de leituras com relógio Carga Horária:
comparador e comparação com 16 horas em 2 dias.
as leituras à laser
• Desalinhamento estático e dinâmico

Processo de Alinhamento
• Preparação e planejamento do trabalho de
alinhamento
• Verificações antes do alinhamento como
base, run out, empenamento de
eixos e outros
• Alinhamento de máquinas de grande porte
• Medição e correção de máquinas verticais
• Entrada de dados no sistema a laser para
compensação térmica
• Alinhamento de eixos com acoplamentos de
grande porte
• Concentricidade de mancais em alinhamento
de eixos com mais de 2 mancais

Catálogo de Treinamentos SKF | 27


WE 241

Fundamentos Gerais de Manutenção

Descrição do Treinamento
O treinamento foi desenvolvido para proporcionar um conhecimento geral sobre as
atividades de manutenção em equipamentos rotativos, voltado para
a manutenção proativa.
O programa não tem por objetivo preparar especialistas, mas introduzir conceitos
fundamentais que servirão de alicerce para preparação de futuros especialistas.

Objetivos: Fundamentos de balanceamento


Prover informações para habilitar os e montagem adequada
profissionais de manutenção a elevar • Técnicas de análise e solução
a produtividade através da melhoria de problemas
de performance e confiabilidade dos • Métodos com instrumentos básicos
equipamentos rotativos. • Exemplos de técnicas avançadas
• Os efeitos da montagem no
Conteúdo: balanceamento

Introdução à manutenção proativa Fundamentos de transmissão de


• Tipos comuns de manutenção potência
• Manutenção proativa como parte de • Configurações Básicas
uma estratégia de manutenção • Métodos práticos de montagem
• Relação entre falhas e suas origens • Modos de falhas em correias
• Impactos das práticas de manutenção • Pré-alinhamento/Montagem de
nos equipamentos correias e inspeção

Fundamentos de condição de máquinas Fundamentos de rolamentos


• Vibração como um indicador da • Introdução à instalação de rolamentos
saúde da máquina • Instalação e lubrificação de vedações
• Introdução às técnicas de • Principais tipos de falhas
monitoramento de máquinas • Ajustes de eixos e mancais
• Indicações de problemas em máquinas • Relação entre tolerância, folga
• Medições básicas de vibração e precisão dos rolamentos
• Relação entre os componentes de • Básico de lubrificação
máquinas e as vibrações encontradas
• Diagnósticos básicos de falhas Recomendado para:
Todos profissionais de manutenção
Solucionando problemas responsáveis por reparos de
• Processo de solução de problemas equipamentos, que necessitem de
• Identificação da causa raiz conhecimentos gerais de manutenção
• Solucionando ressonâncias proativa e instalação de equipamentos.

Fundamentos de alinhamento Pré-requisitos:


• Necessidade de precisão Os participantes devem ter um
• Tipos de desalinhamento conhecimento de segurança industrial,
• Tolerâncias de alinhamento utilização de ferramentas manuais
• Precisão X especificações de fabricantes e conhecimentos básicos de metrologia.
• Métodos de alinhamento – Vantagens
e desvantagens Carga Horária:
40 horas em 5 dias.

28 | Catálogo de Treinamentos SKF


WE 250 Estratégia de
Manutenção

Balanceamento Dinâmico de Campo Identificação

Descrição do Treinamento
O treinamento enfatiza a execução do balanceamento através de demonstração prática
Controle
utilizando coletores e analisadores de dados, sensores ópticos, laser e luz estroboscópica.
São revisadas as técnicas de análise de vibração adequadas para detectar e diferenciar
desbalanceamento de outros problemas como desalinhamento e ressonância.
Execução

Objetivo: Balanceamento em dois planos


Capacitar os participantes a executarem • Efeito cruzado e conceito falso acoplado Melhoria Contínua
balanceamentos de campo em diversas • Soluções em dois planos, instrumentos
máquinas presentes na indústria. Inclui o software.
diagnóstico adequado do desbalanceamento,
avaliação das especificações e métodos Grau de balanceando Smart Start
requeridos, aquisição de dados • Conceito
e procedimentos de balanceamento. • Cálculo de massa residual

Conteúdo: Normas aplicáveis


• ISO 10816-3
Análise de vibração-primeiro passo no • ISO 1940
balanceamento de campo
• Parâmetros que confirmam Recomendado para:
desbalanceamento Técnicos, supervisores, mecânicos e pessoal
• Ressonância, desalinhamento e outros de manutenção em geral.
problemas que podem ser confundidos Especialmente recomendado para
com desbalanceamento profissionais de manutenção envolvidos com
balanceamento de máquinas rotativas
Técnicas de balanceamento e confiabilidade de equipamentos.
• Tipos de balanceamento: estático,
acoplado e dinâmico Pré-requisitos:
• Método de balanceamento em um Os participantes devem ter experiência no uso
ou dois planos de qualquer tipo de instrumento de vibração
• Usando a amplitude e medição de fase para ou balanceamento, experiência em
determinar uma técnica análise de vibrações ou treinamento de
• Razão Comprimento/Diâmetro (l/D) e a análise de vibrações.
resposta do sistema ao peso de prova
• Quantidade e localização do peso Carga Horária:
de prova e balanceamento 16 horas em 2 dias.
• Resposta do rotor em amplitude e fase
à massa de teste

Balanceamento em um plano
• Entendendo o balanceamento em um plano
através do diagrama vetorial
• Balanceamento sem fase – método 3
• Soluções com instrumentos e softwares
• Combinando ou dividindo pesos de correção.

Catálogo de Treinamentos SKF | 29


WE 301

Tecnologia em Rolamentos Avançado

Descrição do Treinamento
Este curso fornece os fundamentos avançados de aplicação de rolamentos
industriais. Aborda características de projeto e definição de arranjos de rolamentos,
características específicas de rolamentos, além de detalhamento de diversas
aplicações. Serão demonstrados os métodos comuns e avançados de montagem
e desmontagem de rolamentos.

Objetivos: Rolamentos específicos


Disseminar as melhores práticas de • Autocompensadores de esferas, de
seleção, aplicação, manuseio rolos e axiais autocompensadores
e manutenção, métodos de montagem • Toroidais – CARB®
e desmontagem, buscando aumentar • Rígidos de esferas
a vida em serviço dos rolamentos e elevar • Rolos cilíndricos
a confiabilidade de equipamentos. • Contato angular
• Rolos cônicos
Conteúdo: • Rolamentos Y
• Rolamentos especiais: Híbridos,
Revisão rápida sobre rolamentos Revestidos, Insocoat® e NoWear®,
• Fundamentos básicos de rolamentos Solid Oil, Dry Lube
• Funções dos rolamentos
• Principais tipos e aplicações Montagem e Desmontagem
• Designações, prefixos e sufixos, • Procedimentos e técnicas
• Componentes, folgas, cargas • Dispositivos e alternativas para facilitar
desmontagem e montagem
Projetos de sistemas com rolamentos
• Vida básica do rolamento Características específicas de
• Atrito equipamentos e aplicações
• Velocidades • Motores elétricos
• Distribuição de cargas • Ventiladores
• Materiais e tratamentos térmicos • Bombas centrífugas
• Pré-carga • Redutores
• Compressores
Lubrificação • Peneiras vibratórias
• Volume de lubrificantes • Aplicações siderúrgicas
• Cálculo de frequência de relubrificação • Rolos transportadores
• Compatibilidade de graxas
• Lubrificação a graxa manual Pré-requisitos:
e automática Os participantes devem possuir formação
técnica, engenharia mecânica ou
Ajustes e tolerâncias experiência em manutenção
• Importância dos ajustes na aplicação e projetos mecânicos.
• Tipos de ajustes É recomendável que o participante tenha
• Seleção do ajuste adequado participado do treinamento de Tecnologia
• Tolerância geométrica e de forma e Manutenção de Rolamentos.
• Ajustes para aplicações específicas
Carga Horária:
Acessórios 32 horas em 4 dias.
• Mancais
• Vedações
• Buchas

30 | Catálogo de Treinamentos SKF


WE 302 Estratégia de
Manutenção

Lubrificação Industrial Avançada Identificação

Descrição do Treinamento
Fornece os fundamentos avançados de lubrificantes e lubrificação industrial, proporcionando
Controle
a base para o estabelecimento de um programa de lubrificação industrial, abrangendo
a lubrificação de diversas aplicações industriais. Serão utilizado casos reais e aulas práticas
para demonstrar conceitos e análises de campo.
Execução

Objetivo: Coleta de amostra


Fornecer conhecimentos avançados de • Pontos de coleta primário e secundário Melhoria Contínua
lubrificantes e lubrificação em diversas • Frascos de amostras
aplicações industriais, sistemas automatizados • Amostra de sistemas não pressurizados
de lubrificação e desenvolvimento de planos
de lubrificação. Monitoramento da condição do óleo Smart Start
• Mecanismo de falha do lubrificante
Conteúdo: • Degradação térmica
• Lubrificante errado ou misturado
Fundamentos e teoria de lubrificação • Unidades e métodos de medição
• Fundamentos de lubrificação • Viscosidade
• Condições de lubrificação • TAN/TBN
• Óleo base e suas categorias • Água
• Aditivos e suas funções • Análise elementar
• Classificação e propriedades do óleo • Contagem de partículas
• Óleos sintéticos • Flash test
• Lubrificação a graxa
• Principais falhas de lubrificação Análise e monitoramento de partículas de
desgaste
Seleção de lubrificante • Desgaste abrasivo, adesivo e erosivo
• Sistemas hidráulicos • Fadiga
• Mancais de rolamentos
• Motores de combustão interna Planos de lubrificação
• Caixas de engrenagem • Conceitos
• Compressores • Levantamento de dados
• Configuração e criação de pontos/rotas
Aplicação de lubrificante
• Guia de volume de lubrificantes Recomendado para:
• Cálculo de frequência de relubrificação Lubrificadores, técnicos e supervisores de
• Compatibilidade de graxas manutenção, engenheiros de lubrificação
• Lubrificação a graxa manual e automática e manutenção, responsáveis pela
• Noções de sistemas centralizados confiabilidade de equipamentos.
• Noções de sistemas ar/óleo
Pré-requisitos:
Armazenamento de lubrificantes Os participantes devem ter um conhecimento
• Estocagem de óleo e graxa básico em lubrificação, e preferencialmente
participação no treinamento WE 203 –
Controle de condição do óleo Lubrificação de Rolamentos.
• Controle de contaminação sólida
• Tecnologia e princípios de filtragem Carga Horária:
24 horas em 3 dias.

Catálogo de Treinamentos SKF | 31


LP 200

Análise de Causa Raiz (RCA)


Root Cause Analisys

Descrição do Treinamento
Aborda técnicas de Análise de Causa de Falha em programas de confiabilidade para
melhorar a abordagem e a qualidade das investigações de falhas em campo.
Proporciona aos participantes o desenvolvimento de técnicas especializadas para
identificar a verdadeira causa de um problema e fazer com que os resultados dos
estudos indiquem ações corretivas eficazes.

Objetivos: • Quando interromper a árvore


Entender a importância da análise dos • Seleção de candidatos à RCA
eventos de falha (RCA) na execução dos
serviços e a importância em relação a Estudos de caso
outras ferramentas como diagnósticos • Descrição do incidente
de vibração, análise de rolamentos, • Descrição da planta
estratégias de manutenção etc. • Evidências
Desenvolver árvores dos “porquês” e os 7 • Relatório da falha
passos do estudo da causa raiz.
Equipar os participantes com ferramentas São abordados diversos estudos de
para resolver problemas complexos caso com situações teóricas e situações
e explorar as causas dos problemas. reais em diversos tipos de segmentos
industriais, onde o participante executa
Conteúdo: a RCA na prática.

Fundamentos da análise de causa raiz Recomendado para:


• O que é a análise da causa raiz (RCA) Profissionais de manutenção, em
• Tipos de análises programas de manutenção proativa.
• O que não é RCA Apropriado para engenheiros,
• Definições sobre causa raiz supervisores e técnicos de manutenção
• Causas físicas e que necessitem conhecimentos para
• Causas técnicas análise de eventos de falha.
• Causas organizacionais
• Definição do problema – 1ª parte Pré-requisitos:
• Apagando incêndios Os participantes devem ter bom
conhecimento de manutenção
Processos de RCA e preferencialmente ter participado do
• Solução eficaz de problemas treinamento WE 204 – Análise de Falhas
• Definição do problema – 2ª parte em Rolamentos.
• Causa e efeito
• Os 5 “porquês” Carga Horária:
• A árvore de “porquês” 16 horas em 2 dias.
• Aplicação da árvore de “porquês”
• Exemplos de árvores de “porquês”

RCA na prática
• Captura de evidências do evento
• Abordagem nas entrevistas
• Definição da sequência de eventos
• Criação da árvore de “porquês”
• Ferramentas de discussão de idéias
• O diagrama espinha de peixe
32 | Catálogo de Treinamentos SKF
LP 200 + WE 204 Estratégia de
Manutenção

Análise de Causa Raiz com Ênfase Identificação


em Falhas de Rolamentos
Controle
Descrição do Treinamento
Treinamento de análise de causa raiz, com enfoque em análise forense de peças físicas
falhadas, neste caso rolamentos. Padrões comuns de falha segundo a nº ISO 15243, Execução
soluções eficazes, métodos de conservação de peças e documentação fotográfica fazem
parte do conteúdo deste treinamento.

Melhoria Contínua
Objetivos: RCA na prática
Desenvolver as principais ferramentas • Captura de evidências
de Análise de Causa Raiz (RCA) em • Abordagem nas entrevistas
equipamentos industriais e fornecer • Definição da sequência de eventos Smart Start
metodologias para melhorar • Criação da árvore de “porquês”
o desempenho na Análise de Falhas em • Ferramentas de discussão de ideias
Rolamentos, através das técnicas dos • Diagrama de espinha de peixe
“porquês”, os 7 passos de estudos de • Quando interromper a árvore
causa raiz e as características das falhas • Ações corretivas
em rolamentos, em conformidade com o
ISO 15243 e explorar as causas de falhas Prática em análise de falhas em
mais complexas. rolamentos
• Montagem inadequada
Conteúdo: • Corrosão por umidade
• Falhas de lubrificação
Fundamentos da análise de causa raiz • Passagem de corrente elétrica
• O que é a RCA • Contaminação por partículas
• Tipos de análises
• Definições de causa raiz Estudo de casos
• Definição do problema - 1ª parte • Descrição da falha
• Apagando incêndios • Descrição do equipamento
• Evidências
Processos de RCA • Visualização de rolamentos com falhas
• Solução eficaz de problemas características
• Definição do problema – 2ª parte • Relatório da falha - RCA
• Causa e efeito
• Os 5 “porquês” Recomendado para:
• A árvore de “porquês” Engenheiros de manutenção e confiabilidade,
técnicos, planejadores, supervisores,
Básico de Rolamentos responsáveis por identificação de falhas
• Principais tipos de rolamentos em equipamentos rotativos e todos os que
• Cargas suportadas necessitam de conhecimentos em análise de
• Marcas normais e anormais de trabalho falhas, com ênfase em rolamentos.

Classificação das falhas ISO 15243 Pré-requisitos:


• Fadiga, desgaste, corrosão, erosão Os participantes devem ter conhecimento
e vivência de manutenção, de segurança
elétrica, deformação plática,
industrial, de utilização de ferramentas
fratura e trinca manuais, e vocabulário técnico.

Carga Horária:
24 horas em 3 dias.

Catálogo de Treinamentos SKF | 33


WICM 252

Operação Microlog GX / AX

Descrição do Treinamento
Aborda ferramentas e técnicas disponíveis, bem como as melhores práticas para
utilização dos equipamentos específicos para um melhor aproveitamento de suas
características. Não aborda fundamentos de análise de vibrações.

Conteúdo: Aplicativos
• Visão geral dos módulos aplicativos
Usando o Microlog AX/GX avançados do Microlog AX
• Visão Geral do Sistema como medições em dois canais,
• Conexões balanceamento, bump test, medições
• Modos de operação FRF e gravação de dados
• Visão geral do hardware
Pré-requisitos:
Como configurar o Microlog GX/AX O participante deve conhecer as
• Como definir as preferências do sistema técnicas de análise de vibração e
e parâmetros globais de medição possuir familiarização com a utilização
de analisadores portáteis de vibrações.
Transferência de dados Preferencialmente deve ter participado
• Como transferir rotas, dados dos treinamentos de análise
e medições coletadas entre o Microlog de vibrações SKF.
GX/AX e um software @ptitude Analyst.
• Modos e parâmetros de comunicação Observações:
• Transferência de dados – download Aborda apenas um modelo de Microlog
e upload por treinamento a ser escolhido
na contratação.
Coleta de dados das rotas
• Como transferir rotas para o Software Carga Horária:
@ptitude Analyst 8 horas em 1 dia.
• Instruções de rotas
• Como coletar os dados medidos
• Análise das medições e rotas no campo
• Usando automoção multi-ponto (MPA)

Coleta de dados fora de rota


(NonRoute)
• Como configurar e coletar dados de
pontos não transferidos para o Microlog
• Análise de medições fora de rota
• Pré-definir medições fora de rota
• Definições de dados fora de rota

Análise de dados das medições no


campo
• Rever dados das rotas
• Rever dados fora de rota
• Análise das medições durante a revisão
• Rever medições MPA

34 | Catálogo de Treinamentos SKF


WICM 263 Estratégia de
Manutenção

Software @ptitude Analyst com Identificação


Microlog GX / AX
Controle
Descrição do Treinamento
Aborda ferramentas e técnicas disponíveis, bem como as melhores práticas para utilização
dos equipamentos e software específicos para um melhor aproveitamento de suas Execução
características. Não aborda fundamentos de análise de vibrações.

Conteúdo: Usando o @ptitude Analyst Melhoria Contínua


• Configuração dos recursos básicos do
Usando o Microlog AX/GX software SKF @ptitude
• Visão Geral do Sistema • Utilizando o software: menus, caixas
• Conexões de diálogo, janelas, hierarquias, áreas de Smart Start
• Modos de operação trabalho, terminologias etc.
• Visão geral do hardware • Criação de bancos de dados de vibração
• Criação e programação de rotas
Como configurar o Microlog GX/AX • Como descarregar rotas e carregar
• Como definir as preferências do sistema medições executadas
e parâmetros globais de medição • Recursos para rotações variáveis
• Configuração de recursos
Transferência de dados • Configurações personalizadas
• Como transferir rotas, dados e medições • Configuração de alarmes
coletadas entre o Microlog GX/AX e um • Geração de gráficos e relatórios para
software @ptitude Analyst. analisar a condição de máquinas
• Modos e parâmetros de comunicação
• Transferência de dados – download e upload Pré-requisitos:
O participante deve conhecer as técnicas de
Coleta de dados das rotas análise de vibração e possuir familiarização
• Como transferir rotas para o Software com a utilização de analisadores portáteis
@ptitude Analyst e softwares de análise de vibrações.
• Instruções de rotas
• Como coletar os dados medidos Observações:
• Análise das medições e rotas no campo Aborda apenas um modelo de Microlog por
• Usando automoção multi-ponto (MPA) treinamento a ser escolhido na contratação.
Os assuntos abordados são aplicáveis a todas
Coleta de dados fora de rota (NonRoute) versões do software e não somente recursos
• Como configurar e coletar dados de pontos da última versão.
não transferidos para o Microlog
• Análise de medições fora de rota Carga Horária:
• Pré-definir medições fora de rota 24 horas em 3 dias.
• Definições de dados fora de rota

Análise de dados das medições no campo


• Rever dados das rotas
• Rever dados fora de rota
• Análise das medições durante a revisão
• Rever medições MPA
• Visão geral dos módulos aplicativos
avançados do Microlog AX como medições
em dois canais, balanceamento, bump test,
medições FRF e gravação de dados.

Catálogo de Treinamentos SKF | 35


WECM 246

Alinhadores à Laser TKSA


Conteúdo: Pode atender qualquer um dos
• A importância do processo de alinhadores SKF TKSA 20, TKSA 40,
alinhamento TKSA60 ou TKSA80.
• Efeitos do desalinhamento
• Condições de desalinhamento: Carga Horária:
– Angular 8 horas em 1 dia.
– Paralelo
• Fases do alinhamento
• Identificação e correção de pé manco
• Vantagens e desvantagens dos diversos
métodos de alinhamento
• Componentes do sistema de
alinhamento TKSA SKF
• Operações básicas
• Setup do equipamento TKSA
• Como interpretar os resultados
• Como interpretar as correções
• Impressão de relatórios
• Demonstração prática do aparelho

WECM 247

Câmeras Termográficas SKF


Série TKTI
Conteúdo: Pode atender qualquer uma das câmeras
• Introdução da teoria infravermelha SKF TKTI 10, TKTI 20 ou TKTI 30.
• Fundamentos:
– Emissividade Carga Horária:
– Transmissão 8 horas em 1 dia.
– Temperatura refletida
– Condições ambientais
– Distância e ângulo do ponto
– Aplicações elétricas e mecânicas
• Demonstração prática no Sistema
Infravermelho SKF TKTI
• Funções e capacidades
• Explicação e revisão do software de
análise e relatório
• Segurança
• Importância dos procedimentos de
segurança em rotas de inspeção

36 | Catálogo de Treinamentos SKF


WECM 248 Estratégia de
Manutenção

Operação de Equipamentos Diversos Identificação

Para um melhor aproveitamento dos


equipamentos disponibilizamos treinamento Controle
da maioria dos equipamentos SKF, como:

• Aquecedores por indução


• Extratores hidráulicos e mecânicos Execução
• Ferramentas de montagem e desmontagem
• Lâmpada estroboscópica
• Estetoscópio eletrônico
• Endoscópio industrial Melhoria Contínua
• Kit de análise de graxa
• Caneta de análise de vibrações

Não está disponível para todos equipamentos, Smart Start


portanto consulte-nos para verificar
disponibilidade.

WECM 250

Kit de Balanceamento com Microlog


GX / AX
Conteúdo:
• Entendendo os tipos de desbalanceamento
• Estático
• Conjugado
• Dinâmico
• Identificar método correção em função do
tipo de desbalanceamento
• Interpretação das leituras de amplitude
e fase em função da resposta da execução
com massa de teste
• Execução de balanceamento em um e dois
planos
• Combinação e divisão de massas de
correção
• Interpretação do ângulo de fase
e coeficiente de influência

Demonstração prática em simulador

Carga Horária:
8 horas em 1 dia.

Catálogo de Treinamentos SKF | 37


SKF – A empresa do conhecimento
em engenharia
De uma solução
simples, porém
inspirada, para
um problema de
desalinhamento em
uma indústria de
tecelagem na Suécia
e contando com 15
funcionários em
1907, a SKF cresceu
para se tornar líder
em conhecimento industrial mundial. Com tribologia, monitoramento de condições, Trabalhando para um futuro sustentável
o passar dos anos, desenvolvemos nossa gestão de ativos e teoria de vida de
experiência em rolamentos, estendendo-a Desde 2005, a SKF está trabalhando
rolamento. Nosso comprometimento para reduzir o impacto ambiental
para as vedações, mecatrônica, serviços contínuo com a pesquisa e o
e sistemas de lubrificação. Nossa rede de negativo de nossas próprias operações
desenvolvimento ajuda a manter nossos e dos fornecedores. Nosso contínuo
conhecimento inclui 46 mil funcionários, clientes na vanguarda de seus setores.
15 mil parceiros distribuidores, escritórios desenvolvimento tecnológico introduziu
em mais de 130 países e um crescente o portfólio de produtos e serviços SKF
Superando os desafios mais difíceis BeyondZero, que aprimora a eficiência e
número de centros SKF Solution Factory
no mundo todo. Nossa rede de conhecimento e reduz as perdas de energia, bem como
esperiência, aliada à compreensão de permite que novas tecnologias aproveitem
Pesquisa e desenvolvimento como nossas principais tecnologias podem a energia do vento, do sol e do oceano. Essa
ser combinadas, nos ajudam a criar abordagem combinada ajuda a reduzir o
Temos experiência prática em mais soluções inovadoras que superam o mais impacto ambiental em nossas operações e
de quarenta setores, com base no difícil dos desafios. Trabalhamos junto com nas operações de nossos clientes.
conhecimento de nossos funcionários nossos clientes durante toda a vida útil do
sobre as condições reais. Além disso, ativo, ajudando-os a crescer de maneira
nossos especialistas líderes mundiais e lucrativa e responsável.
parceiros de universidade foram pioneiros
nas pesquisas teóricas avançadas e no
desenvolvimento em áreas incluindo

Os centros SKF Solution Factory tornam a experiência de fabricação Trabalhando com os sistemas de TI e logística e com os especialistas
e conhecimento da SKF disponíveis localmente, para fornecer soluções em aplicações da SKF, os distribuidores autorizados SKF oferecem uma
e serviços exclusivos para nossos clientes. mistura valiosa de conhecimento em produtos e aplicações para clientes
no mundo inteiro.

38 | Catálogo de Treinamentos SKF


Nosso conhecimento – seu sucesso Projeto e desenvolvime
nto
s Ma
ica nu
fat
A Gestão do Ciclo de vida da SKF é a maneira com a qual ur

cn
ae


combinamos nossas plataformas de tecnologia e serviços te
avançados, e os aplicamos em cada estágio do ciclo de

st
e
vida do ativo para ajudar nossos clientes a ser mais bem- Gestão do Ciclo
de Vida SKF

ssion ento
sucedidos, sustentáveis e rentáveis.

am
Ma
er

nt
er
ep

mi
ara

co
r e
ão
talaç
Operar Ins
e monitorar
Trabalhando junto com você
Nosso objetivo é ajudar nossos clientes
a melhorar sua produtividade, minimizar
a manutenção, aumentar a eficiência
energética, melhorar a utilização dos
recursos e otimizar projetos para
aumentar a vida útil e a confiabilidade.

Soluções inovadoras
Seja a aplicação linear, rotatória ou uma
combinação de ambas, os engenheiros da
SKF podem trabalhar junto com você em
cada estágio do ciclo de vida ativo para Rolamentos
aprimorar o desempenho da máquina, A SKF é líder mundial no projeto, no
examinando a aplicação como um todo. desenvolvimento e na fabricação de
Essa abordagem não se concentra rolamentos, rótulas, unidades de rolamento
apenas em componentes individuais como e mancais de alto desempenho.
rolamentos ou vedações. Ela examina
toda a aplicação para ver como cada
componente interage com Manutenção de máquinas
As tecnologias de monitoramento de condições
o componente próximo.
e os serviços de manutenção da SKF podem
ajudar a minimizar o tempo de paradas
Otimização e verificação do projeto não programadas, aprimorar a eficiência
A SKF pode trabalhar com você para operacional e reduzir os custos de manutenção.
otimizar o atual ou novos projetos com o
próprio software de modelagem 3D, que
também pode ser usado como um teste Soluções de vedação
virtual para confirmar a integridade do A SKF oferece vedações padrão e soluções de
projeto. vedação de engenharia personalizadas para
aumentar a disponibilidade, aprimorar
a confiabilidade da máquina, reduzir o atrito
e as perdas de energia, e estender
a vida útil do lubrificante.

Mecatrônica
Sistemas “fly-by-wire” SKF para aeronaves e
sistemas “drive-by-wire” para fora de estrada,
aplicações agrícolas e de empilhadeiras
substituem o consumo mecânico pesado, com
graxa ou óleo, e os sistemas hidráulicos.

Soluções em lubrificação
De lubrificantes especializados a sistemas de
lubrificação e serviços de gestão de lubrificação
de ponta, as soluções de lubrificação da
SKF podem ajudar a reduzir a lubrificação
relacionada a paradas de máquinas e ao
consumo de lubrificante.

Atuação e controle de movimentos


Com uma ampla variedade de produtos – de
atuadores e fusos de esferas a guias lineares –
a SKF pode trabalhar com você para
solucionar seus desafios mais urgentes
de sistemas lineares.

Catálogo de Treinamentos SKF | 39


Contato:
treinamento.br@skf.com
(11) 4448 8615

® SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF.


© Grupo SKF 2014
Os direitos autorais do conteúdo desta publicação pertencem ao editor e não podem ser
reproduzidos (mesmo em parte) sem que antes seja obtida uma permissão por escrito. Todo
cuidado foi tomado para assegurar a precisão das informações desta publicação, mas não
nos responsabilizamos por perdas ou danos, sejam eles diretos, indiretos ou consequenciais,
decorrentes do uso das informações aqui contidas.
PUB SR/P1 14833 PT.BR · Julho de 2014
www.skf.com.br

Você também pode gostar