Você está na página 1de 2

CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL


Processo seletivo para contratação de professor substituto – 2018.2

NOTAS DE AULA

Componente curricular: Arquitetura e Urbanismo


Professor: Iale Camboim Data: 22.05.2018
Assunto: Organização do espaço

cidade (ex.: bairros, loteamentos, condomínios etc.);


1. Introdução:
e a escala territorial, ao tratarmos da organização
a) “Organização do espaço”: Para que? Para espacial entre áreas urbanas distintas (ex.:
quem?; município).
No livro “Arquitetura, forma, espaço e ordem”, o c) Organização como um sistema de relações:
autor Francis Ching (1998, p. 177) inicia o capítulo forma/função, espaço existente/espaço a
sobre Organização do Espaço com a seguinte ser projetado.
citação:
Francis Ching (1998, p. 178) explica que um edifício
“Para fazer com que um mais um seja igual a normalmente é composto por um certo número de
mais do que dois, você deve, ao fazer qualquer espaços que se relacionam entre si pela função,
uma das coisas que considere importante proximidade, ou uma via de circulação. De modo
(construir recintos, reuni-los ou ajustá-los ao análogo, esse sistema de relações também pode ser
terreno), fazer algo mais que também considere aplicado à escala intraurbana e territorial. Além
importante (construir espaços para se morar, disso, seja qual for a escala do projeto, a
estabelecer um padrão significativo na parte organização espacial também se dá em função da
interna, ou reivindicar outros domínios na parte relação entre o espaço existente, seja ela natural ou
externa)” – Charles Moore, Gerald Allen e Donlyn não, e o espaço a ser projetado. Assim, perguntamo-
Lyndon (The Place of Houses, 1974). nos: de que maneira podemos organizar o espaço
Primeiramente, a ideia de “espaço para morar”, em função dessas variáveis?
citada pelos autores, evidencia que o espaço é 2. Organização do espaço arquitetônico:
organizado com o objetivo de ser ocupado pelas
a) Padrões básicos de organização dos
pessoas (e seus corpos). Há, portanto, uma busca
espaços de um edifício;
por uma organização espacial que atenda às
necessidades, aspirações e expectativas dos Para Ching (1998), os espaços podem se relacionar
indivíduos ou populações que se relacionarão com a partir de quatro esquemas básicos: espaço dentro
aquele espaço (SILVA, 1998). de um espaço; espaços interseccionais; espaços
adjacentes; e espaços ligados por um espaço
b) As diferentes escalas da organização do
comum. Com relação à sua disposição, os espaços
espaço;
podem apresentar: organização centralizada;
O espaço, aqui, será abordado em suas diferentes organização linear; organização radial; organização
escalas: o edifício e sua inserção no terreno urbano; aglomerada; ou organização em malha.
a escala intraurbana, quando nos referimos às
De modo geral, a organização desses espaços
diferentes tipologias das áreas homogêneas de uma
seguirá às exigências do programa arquitetônico
(funções, necessidades dimensionais, conforto etc.), Cidade. Instrumento básico da política de
as condições do entorno (terreno, vias de circulação, desenvolvimento e expansão urbana. Deve ser
bairro, loteamento etc.), os recursos disponíveis e a revisto, pelo menos, a cada 10 anos. Obrigatório
legislação pertinente. para cidades com mais de 20 mil habitantes;
b) Relações entre o edifício (espaço Lei de Uso e Ocupação do Solo: regulamentação do
construído) e o seu entorno: inserção zoneamentos; disposições sobre usos do solo e
urbana. atividades urbanas; definição de parâmetros
Inserção do edifício no sistema de lotes, quadras, urbanísticos (Taxa de Solo Natural, Coeficiente de
traçado viário, espaços livres, mobiliário urbano etc. Utilização, Limites de Afastamentos etc.).
3. Organização intraurbana e territorial: Com base nos instrumentos regulatórios que regem
os processos de produção das nossas cidades, que
a) Tipologias de áreas urbanas;
tipo de espaços estamos conseguindo organizar?
Exposição de exemplos de diferentes tipologias de Para quem tem servido os mecanismos de
áreas urbanas apontando a relação entre as organização do espaço vigentes?
tipologias e as formas de organização do espaço
Exercício avaliativo proposto:
apresentadas anteriormente.
Considerando que o tema introduzido na aula de
Alguns temas e elementos da Morfologia Urbana
hoje será desenvolvido ao longo da unidade da
(DEL RIO, 1990):
disciplina, cada discente deve elaborar, e trazer na
crescimento: modos, intensidades, direções; aula seguinte, um comentário crítico sobre a
elementos geradores e reguladores etc.; organização espacial do seu bairro, da sua
traçado e parcelamento: ordenadores do espaço, vizinhança e do prédio onde mora. Pede-se que os
estrutura fundiária, relações, distâncias etc.; estudantes utilizem-se de material gráfico
(fotografia, desenhos esquemáticos, mapas etc.)
tipologias dos elementos urbanos: tipologias para ilustrar as questões abordadas no seu trabalho.
edilícias; de lotes e sua ocupação; de quarteirões e
sua ocupação, praças etc.; Objetivos: familiarizar o estudante com o trato de
material gráfico utilizado no processo de
articulações: relações entre elementos, hierarquias, organização dos espaços; trazer conteúdo da
domínios do público e privado, relações entre cheios experiência individual dos estudantes para gerar
e vazios etc. novas discussões em sala de aula.
b) Planejamento urbano e segregação;
As ações do Planejamento Urbano e a produção de Obs.: As referências bibliográficas encontram-se no
espaços (des)organizados. Segregação e Plano de Aula entregue.
desigualdade nos espaços da cidade.
c) Instrumentos regulatórios de organização
espacial: Estatuto das Cidades, Plano
Diretor e as Leis de Uso e Ocupação do
Solo.
Estatuto da Cidade: Determina 18 diretrizes gerais
para ordenar o pleno desenvolvimento das funções
sociais da cidade e da propriedade urbana;
Plano Diretor: Instrumento previsto no Estatuto da