Você está na página 1de 9

Pra acordar o povo: L.I.M.P.E São os princípios administrativos expressos na CF, em seu art.

37, caput:
L. = Princípio da Legalidade.
I. = Princípio da Impessoalidade.
M. = Princípio da Moralidade.
P. = Princípio da Publicidade.
E. = Princípio da Eficiência.
R.U.C.O. Para lembrar as características que devem estar presentes nos costumes que poderão ser
aceitos como fontes do Direito Administrativo:
R. = Reiterado.
U. = Uniforme.
C. = Contínuo.
O. = Obrigatório.
Ou seja, para que o costume seja fonte do Direito Administrativo, deve se configurar como uma prática
reiterada, uniforme e contínua de determinado ato, com a convicção de sua obrigatoriedade.
HI.PO.DI. DI.VI.NO. Leia com o som de "Ipod Divino".
A expressão abrange os poderes da Administração Pública:
HI. = Poder Hierárquico.
PO. = Poder de Polícia.
DI. = Poder Disciplinar.
DI. = Poder Discricionário.
VI. = Poder Vinculado.
NO. = Poder Normativo.

DIS.CO AUTO. São os atributos do poder de polícia:


DIS. = Discricionariedade.
CO. = Coercibilidade.
AUTO. = Auto-executoriedade.
U.PER. I.RES.ponsável Traduz as consequências dos atos de improbidade administrativa para o agente
público:

SU. = Suspensão dos direitos políticos.


PER. = Perda da função pública.
I. = Indisponibilidade dos bens.
RES. = Ressarcimento ao erário.

P.A.I. Atributos ou características dos Atos Administrativos (adotadas por Carvalho Filho):
P. = Presunção de legitimidade.
A. = Auto-executoriedade
I. = Imperatividade.

além do PAI, para os atributos não se esqueça da Coercibilidade e Tipicidade (Maria Silvia de Pietro) que
são tb cobrados em concursos...
CO.MO FI.O.FO Leia: "Como fiofó" (gay, mas fácil de lembrar).
São os requisitos ou elementos dos Atos Administrativos:
CO. = Competência.
MO. = Motivo.
FI. = Finalidade.
O. = Objeto.
FO. = Forma
Lembrar que Motivo e Objeto, em regra, sujeitam-se à discricionariedade do administrador, ao contrário
dos demais que são elementos sempre vinculados.
O motivo poderá ser apreciado pelo Judiciário caso esteja vinculado à expedição do ato (teoria dos
motivos determinantes) e na hipótese de inobservância dos critérios de razoabilidade e
proporcionalidade dos atos administrativos.
M.A.R.T.E. Finalidades dos atos jurídicos...

M. = Modificar.
A. = Adquirir.
R. = Resguardar.
T. = Transferir.
E. = Extinguir

...direitos.
N.O.N.E.P. Se referem às espécies de atos administrativos, segundo uma das mais aceitas classificações:
N. = Atos Normativos.
O. = Atos Ordinatórios.
N. = Atos Negociais.
E. = Atos Enunciativos.
P. = Atos Punitivos.
H.A.V. P.A.R.D.A.L. Leia: "Ave pardal".

Resume os atos administrativos Negociais:


H. = Homologação.
A. = Autorização.
V. = Visto.
P. = Permissão.
A. = Aprovação.
R. = Renúncia.
D. = Dispensa.
A. = Admissão.
L. = Licença

Tem, ainda, o Protocolo Administrativo.


C.A.I.O P.O.D.e São os atos administrativos Ordinatórios.
C. = Circulares
A. = Avisos
I. = Instruções
O. = Ordens de serviços

P. = Portarias
O. = Ofícios
D. = Despachos
e
R.R.R.D.D. Me faz lembrar "regime disciplinar diferenciado". Cuidado para não confundir.

Significa os atos administrativos Normativos:


R. = Regulamentos
R. = Regimentos
R. = Resoluções
D. = Deliberações
D. = Decretos

C.A.P.A. Atos administrativos Enunciativos:


"A CAPA não enuncia o conteúdo do livro, nunca julgue um livro pela CAPA".
C. = Certidões
A. = Atestados
P. = Pareceres
A. = Apostilas

M.A.I.D. Associar "maid" de empregado em inglês com punição.

Trata-se dos atos administrativos Punitivos:

M. = Multa administrativa
A. = Atos de atuação interna
I. = Interdição de atividade
D. = Destruição de coisas

CO.LE CO.TO.CO ? Leia com o som de "Qualé cotoco ?"


Modalidades de licitação:
CO. = Concorrência.
LE. = Leilão.
CO. = Concurso.
TO. = Tomada de preços.
CO. = Convite.

Tem, ainda, o Pregão, mas é previsto em outra lei, na 10.520 de 2002.


L.I.M.P.E ISO. PR.a J.á VI.u ? Leia: "Limpe isso pra já viu?"
Resume alguns dos princípios aplicáveis à licitação:
LIMPE. = Princípios expressos da Administração.
ISO. = Isonomia.
PR.a. = Probidade.
J.á. = Julgamento objetivo.
VI.u. = Vinculação ao instrumento convocatório.

Outros que devem ser lembrados são os princípios da Adjudicação Compulsória, do Sigilo e o Principio
da Igualdade.

RE., OCU. DE. TOM. LI. SERVI.? Leia com o som de "Rê, o cu de Tom lhe serve?"

Agrega as possíveis modalidades de intervenção da Administração na propriedade privada:

RE. = Requisição.

OCU. = Ocupação.

DE. = Desapropriação.

TOM. = Tombamento.

LI. = Limitação.

SERVI. = Servidão.
🎸🎸
C.H.A. em P.A.R.I.S. Leia: "CHÁ em PARIS .

Principios não expressos do Direito Administrativo:

C ontinuidade
H ierarquia
A utotutela
em
P resunção de legitimidade
A uto executoriedade
R azoabilidade
I sonomia
S upremacia do interesse público
🎸🎸
OB.SERVI. ALI. LO.CO. "Para que é preciso licitar?" "Resposta: Observe ali louco"

OB.= Obras.
SERVI. = Serviços.

ALI.= Alienações.

LO. = Locações.
CO. = Compras.

Art. 1º, Lei 8666/93: "Esta lei estabelece normas gerais sobre licitações e econtratos administrativos
pertinentes as obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito dos
Poderes da União, dos Estados, do DF e dos Municípios.

V.C. DÁ P.D. Atos Administrativos que não podem ser revogados:

VC DÁ P.D.

V. = VINCULADOS.
C. = CONSUMADOS (exauriram efeitos).
DÁ = que geram Direitos Adquiridos.
P. = PROCEDIMENTAIS.
D. = DECLARATÓRIOS .

"4 REis se APROVEITAM. de NO.ssa PROMOÇÃO" Lei 8112/90 - Art. 8°. São Formas de Provimento de
cargo público.

"4 Reis se Aproveitam de Nossa Promoção":

REversão
REadaptação
REcondução
REintegração
APROVEITAMento
NOmeação
PROMOÇÃO.

Ajuda também a seguinte associação:

ReVersão: V de velhinho, aposentado. É a volta do aposentado por invalidez ou pelo interesse da


administração.

ReaDaptação: D de doente. A investidura do servidor em cargo compatível com uma limitação física que
tenha sofrido (doença, acidente, etc).

REINtegração: Lembre-se de REINvestidura. Uma nova investidura do servidor em seu cargo, após a
invalidação de sua demissão.

Recondução = volta: Lembre-se que é a volta do servidor ao cargo que ocupava anteriormente ao atual.
🎸🎸
"A.ugusto E. H.élio C.obram H.onorários A.diantados" "Augusto E Hélio Cobram Honorários Adiantados".

Fases do procedimento de licitação:


A. = A.udiência.
E. = Edital.
H. = Habilitação.
C. = Classificação.
H. = Homologação.
A. = Adjudicação.
CR.IM.A.LE.CO. Este Macete auxilia na memorização dos 5 casos de crimes cometidos que impedem o
servidor demitido de retornar ao serviço público federal. (Art. 137, Paragráfo único da Lei 8.112/90 ):

CR. = Crime contra a administração pública


IM. = Improbidade administrativa
A. = Aplicação irregular de dinheiros públicos
LE. = Lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio nacional
CO. = Corrupção

É muito simples, basta lembrar que são cinco os casos, e que na palavra CRIMALECO, os dois primeiros e
o dois últimos casos são iniciados por duas letras e no caso do meio, apenas uma letra o inicia.
(2 1 2)
🎸🎸
TOM.IN RE.VI.DE Quais são os meios ou instrumentos constitucionalmente previstos para a proteção do
patrimônio cultural brasileiro ?

Tombamento
Inventário
Registros
Vigilância
DesapropriaçãoDICAS DE DIREITO ADMINISTRATIVO

Pra acordar o povo: L.I.M.P.E São os princípios administrativos expressos na CF, em seu art. 37, caput:

L. = Princípio da Legalidade.
I. = Princípio da Impessoalidade.
M. = Princípio da Moralidade.
P. = Princípio da Publicidade.
E. = Princípio da Eficiência.

R.U.C.O. Para lembrar as características que devem estar presentes nos costumes que poderão ser
aceitos como fontes do Direito Administrativo:
R. = Reiterado.
U. = Uniforme.
C. = Contínuo.
O. = Obrigatório.

Ou seja, para que o costume seja fonte do Direito Administrativo, deve se configurar como uma prática
reiterada, uniforme e contínua de determinado ato, com a convicção de sua obrigatoriedade.
HI.PO.DI. DI.VI.NO. Leia com o som de "Ipod Divino".
A expressão abrange os poderes da Administração Pública:
HI. = Poder Hierárquico.
PO. = Poder de Polícia.
DI. = Poder Disciplinar.
DI. = Poder Discricionário.
VI. = Poder Vinculado.
NO. = Poder Normativo.

DIS.CO AUTO. São os atributos do poder de polícia:

DIS. = Discricionariedade.
CO. = Coercibilidade.
AUTO. = Auto-executoriedade.
SU.PER. I.RES.ponsável Traduz as consequências dos atos de improbidade administrativa para o agente
público:
SU. = Suspensão dos direitos políticos.
PER. = Perda da função pública.
I. = Indisponibilidade dos bens.
RES. = Ressarcimento ao erário.
P.A.I. Atributos ou características dos Atos Administrativos (adotadas por Carvalho Filho):

P. = Presunção de legitimidade.
A. = Auto-executoriedade
I. = Imperatividade.

além do PAI, para os atributos não se esqueça da Coercibilidade e Tipicidade (Maria Silvia de Pietro) que
são tb cobrados em concursos...
CO.MO FI.O.FO Leia: "Como fiofó" (gay, mas fácil de lembrar).

São os requisitos ou elementos dos Atos Administrativos:


CO. = Competência.
MO. = Motivo.

FI. = Finalidade.
O. = Objeto.
FO. = Forma

Lembrar que Motivo e Objeto, em regra, sujeitam-se à discricionariedade do administrador, ao contrário


dos demais que são elementos sempre vinculados.

O motivo poderá ser apreciado pelo Judiciário caso esteja vinculado à expedição do ato (teoria dos
motivos determinantes) e na hipótese de inobservância dos critérios de razoabilidade e
proporcionalidade dos atos administrativos.
M.A.R.T.E. Finalidades dos atos jurídicos...
M. = Modificar.
A. = Adquirir.
R. = Resguardar.
T. = Transferir.
E. = Extinguir

...direitos.
N.O.N.E.P. Se referem às espécies de atos administrativos, segundo uma das mais aceitas classificações:
N. = Atos Normativos.
O. = Atos Ordinatórios.
N. = Atos Negociais.
E. = Atos Enunciativos.
P. = Atos Punitivos.
H.A.V. P.A.R.D.A.L. Leia: "Ave pardal".

Resume os atos administrativos Negociais:

H. = Homologação.
A. = Autorização.
V. = Visto.

P. = Permissão.
A. = Aprovação.
R. = Renúncia.
D. = Dispensa.
A. = Admissão.
L. = Licença
Tem, ainda, o Protocolo Administrativo.
C.A.I.O P.O.D.e São os atos administrativos Ordinatórios.
C. = Circulares
A. = Avisos
I. = Instruções
O. = Ordens de serviços
P. = Portarias
O. = Ofícios
D. = Despachos

R.R.R.D.D. Me faz lembrar "regime disciplinar diferenciado". Cuidado para não confundir.
Significa os atos administrativos Normativos:
R. = Regulamentos
R. = Regimentos
R. = Resoluções
D. = Deliberações
D. = Decretos

C.A.P.A. Atos administrativos Enunciativos:


"A CAPA não enuncia o conteúdo do livro, nunca julgue um livro pela CAPA".
C. = Certidões
A. = Atestados
P. = Pareceres
A. = Apostilas
M.A.I.D. Associar "maid" de empregado em inglês com punição.
Trata-se dos atos administrativos Punitivos:
M. = Multa administrativa
A. = Atos de atuação interna
I. = Interdição de atividade
D. = Destruição de coisas

CO.LE CO.TO.CO ? Leia com o som de "Qualé cotoco ?"


Modalidades de licitação:
CO. = Concorrência.
LE. = Leilão.
CO. = Concurso.
TO. = Tomada de preços.
CO. = Convite.

Tem, ainda, o Pregão, mas é previsto em outra lei, na 10.520 de 2002.


L.I.M.P.E ISO. PR.a J.á VI.u ? Leia: "Limpe isso pra já viu?"
Resume alguns dos princípios aplicáveis à licitação:

LIMPE. = Princípios expressos da Administração.

ISO. = Isonomia.

PR.a. = Probidade.

J.á. = Julgamento objetivo.

VI.u. = Vinculação ao instrumento convocatório.

Outros que devem ser lembrados são os princípios da Adjudicação Compulsória, do Sigilo e o Principio
da Igualdade.
🎸🎸
RE., OCU. DE. TOM. LI. SERVI.? Leia com o som de "Rê, o cu de Tom lhe serve?"
Agrega as possíveis modalidades de intervenção da Administração na propriedade privada:

RE. = Requisição.

OCU. = Ocupação.

DE. = Desapropriação.

TOM. = Tombamento.

LI. = Limitação.

SERVI. = Servidão.
🎸🎸
C.H.A. em P.A.R.I.S. Leia: "CHÁ em PARIS .

Principios não expressos do Direito Administrativo:

C ontinuidade
H ierarquia
A utotutela
em
P resunção de legitimidade
A uto executoriedade
R azoabilidade
I sonomia
S upremacia do interesse público
🎸🎸
OB.SERVI. ALI. LO.CO. "Para que é preciso licitar?" "Resposta: Observe ali louco"

OB.= Obras.
SERVI. = Serviços.

ALI.= Alienações.

LO. = Locações.
CO. = Compras.

Art. 1º, Lei 8666/93: "Esta lei estabelece normas gerais sobre licitações e econtratos administrativos
pertinentes as obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito dos
Poderes da União, dos Estados, do DF e dos Municípios.
🎸🎸
V.C. DÁ P.D. Atos Administrativos que não podem ser revogados:

VC DÁ P.D.

V. = VINCULADOS.
C. = CONSUMADOS (exauriram efeitos).
DÁ = que geram Direitos Adquiridos.
P. = PROCEDIMENTAIS.
D. = DECLARATÓRIOS .
🎸🎸
"4 REis se APROVEITAM. de NO.ssa PROMOÇÃO" Lei 8112/90 - Art. 8°. São Formas de Provimento de
cargo público.

"4 Reis se Aproveitam de Nossa Promoção":


REversão
REadaptação
REcondução
REintegração
APROVEITAMento
NOmeação
PROMOÇÃO.

Ajuda também a seguinte associação:

ReVersão: V de velhinho, aposentado. É a volta do aposentado por invalidez ou pelo interesse da


administração.

ReaDaptação: D de doente. A investidura do servidor em cargo compatível com uma limitação física que
tenha sofrido (doença, acidente, etc).

REINtegração: Lembre-se de REINvestidura. Uma nova investidura do servidor em seu cargo, após a
invalidação de sua demissão.

Recondução = volta: Lembre-se que é a volta do servidor ao cargo que ocupava anteriormente ao atual.
🎸🎸
"A.ugusto E. H.élio C.obram H.onorários A.diantados" "Augusto E Hélio Cobram Honorários Adiantados".

Fases do procedimento de licitação:

A. = A.udiência.
E. = Edital.
H. = Habilitação.
C. = Classificação.
H. = Homologação.
A. = Adjudicação.
🎸🎸
CR.IM.A.LE.CO. Este Macete auxilia na memorização dos 5 casos de crimes cometidos que impedem o
servidor demitido de retornar ao serviço público federal. (Art. 137, Paragráfo único da Lei 8.112/90 ):

CR. = Crime contra a administração pública


IM. = Improbidade administrativa
A. = Aplicação irregular de dinheiros públicos
LE. = Lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio nacional
CO. = Corrupção

É muito simples, basta lembrar que são cinco os casos, e que na palavra CRIMALECO, os dois primeiros e
o dois últimos casos são iniciados por duas letras e no caso do meio, apenas uma letra o inicia.
(2 1 2)
🎸🎸
TOM.IN RE.VI.DE Quais são os meios ou instrumentos constitucionalmente previstos para a proteção do
patrimônio cultural brasileiro ?

Tombamento
Inventário
Registros
Vigilância
Desapropriação