Você está na página 1de 2

NOME(S) ACADÊMICO(S): __________________________________________________________________________

DIREITO CIVIL – FAMÍLIA – ESTUDO DIRIGIDO SOBRE ALIMENTOS

A atividade proposta poderá ser realizada individualmente ou, no máximo, em TRIO (3), e deverá ser
entregue INADIAVELMENTE até o final do encontro do dia 01/06, respostas escritas à mão, podendo ser
atribuído à atividade até 2,5 (dois vírgula cinco) pontos na composição da nota M3, conforme ajuste
preestabelecido. DEVOLVER ESSA FOLHA JUNTAMENTE COM AS RESPOSTAS ESCRITAS.

QUESTÕES DISSERTATIVAS:
1. Quais os pressupostos essenciais da obrigação de prestar alimentos?
2. Cite ao menos cinco características do direito a alimentos.
3. Cite as características da obrigação de prestar alimentos.
4. O direito aos alimentos é repetível? Explique sua resposta.
5. Explique a diferença entre os alimentos naturais e os alimentos civis.
6. Gertrudes e Jerônimo eram casados e tiveram uma filha, Geralda. Divorciaram-se em 2000. Coube a Gertrudes o
exercício da guarda unilateral da filha e a Jerônimo a obrigação de pagar alimentos, conforme fixou o juiz em
sentença prolatada em dezembro do mesmo ano. Não obstante, já em março/2001 Jerônimo deixou de pagar a
pensão alimentícia. Em 2013, Gertrudes procurou advogado para cobrar os alimentos inadimplidos e ainda
restabelecer o pagamento periódico da obrigação. Considerando que Geralda completou 18 anos em outubro/2012,
responda: A) Jerônimo pode ser demandado por todo o período em que descumpriu sua obrigação de prestar
alimentos? Justifique. B) Segundo o CPC, qual procedimento cabível para a satisfação do crédito alimentar?
Gertrudes pode dele se valer para demandar todas as parcelas não pagas por Jerônimo?
QUESTÕES OBJETIVAS:
7. Acerca de alimentos, assinale a opção correta com base nos dispositivos do Código Civil e na jurisprudência do
STJ.
a) A obrigação dos avós de prestar alimentos aos netos é sucessiva e complementar, podendo o alimentado, diante
do mero inadimplemento da prestação alimentícia pelo genitor, pleitear alimentos diretamente dos avós.
b) O dever do pai, de prestar alimentos ao filho, extingue–se automaticamente, tão logo este atinja a maioridade.
c) O décimo terceiro salário e o adicional de férias só integrarão a base de cálculo da pensão alimentícia se houver
prévia pactuação nesse sentido.
d) O Código Civil reconhece o direito de os companheiros pedirem uns aos outros alimentos de que necessitem,
estabelecendo, contudo, que a constituição de nova união pelo companheiro alimentante ou pelo alimentado implica
exclusão do dever de alimentar.
e) De acordo com o Código Civil, é vedado ao credor renunciar o direito de alimentos, entretanto, considera–se válida
e eficaz a renúncia manifestada por um dos cônjuges por ocasião do divórcio, pois a irrenunciabilidade prevalece
apenas enquanto subsista o vínculo de direito de família.

8. Fernanda, mãe da menor Joana, celebrou um acordo na presença do Juiz de Direito para que Arnaldo, pai de
Joana, pague, mensalmente, 20% (vinte por cento) de 01 (um) salário mínimo a título de alimentos para a menor. O
Juiz homologou por sentença tal acordo, apesar de a necessidade de Joana ser maior do que a verba fixada, pois
não existiam condições materiais para a majoração da pensão em face das possibilidades do devedor.
Após um mês, Fernanda tomou conhecimento que Arnaldo trocou seu emprego por outro com salário maior e
procurou seu advogado para saber da possibilidade de rever o valor dos alimentos fixados em sentença transitada
em julgado. Analisando o caso concreto, assinale a afirmativa correta.
a) Não é possível rever o valor dos alimentos fixados, pois o mesmo já foi decidido em sentença com trânsito em
julgado formal.
b) Não é possível rever o valor dos alimentos fixados, pois o mesmo é fruto de acordo celebrado entre as partes e
homologado por juiz de direito.
c) É possível rever o valor dos alimentos, pois no caso concreto houve mudança do binômio “ necessidade x
possibilidade.
d) É possível rever o valor dos alimentos, pois o acordo celebrado entre as partes e homologado pelo juiz de direito
está abaixo do limite mínimo de 30% (trinta por cento) de 01 (um) salário mínimo, fixado em lei, como mínimo
indispensável que uma pessoa deve receber de alimentos.

9. Assinale a alternativa correta de acordo com o Código Civil brasileiro.


a) A obrigação de prestar alimentos extingue-se com a morte do devedor.
b) O novo casamento do cônjuge devedor extingue a obrigação de alimentos constante da sentença de divórcio.
c) Para a manutenção dos filhos, os cônjuges separados judicialmente contribuirão na mesma proporção para as
suas despesas.
d) Podem os parentes, os cônjuges ou companheiros pedir uns aos outros os alimentos de que necessitem para viver
de modo compatível com a sua condição social, inclusive para atender às necessidades de sua educação.
e) Os alimentos devem ser fixados na proporção das necessidades do reclamante, quando a situação de
necessidade resultar de culpa de quem os pleiteia.
NOME(S) ACADÊMICO(S): __________________________________________________________________________

10 Paulo é filho de Maria e Rolando, que foram casados até o ano de 2011, quando se divorciaram. Rolando sofreu
um acidente grave de carro e ficou paraplégico, não conseguindo mais desenvolver atividade laborativa,
impossibilitando-o de prestar alimentos a seu filho. Maria, por sua vez, passou a trabalhar como garçonete e saiu do
Brasil para destino ignorado com um turista espanhol. Nesse caso, Paulo, que atualmente está sob a guarda da irmã
de Maria, Joana, na impossibilidade de Rolando suportar o encargo alimentar, devidamente representado por Joana,
a) poderá ajuizar ação de alimentos contra os avós paternos e, no curso do processo, os avós maternos poderão ser
chamados a integrar a lide.
b) deverá ajuizar ação de alimentos contra os avós paternos e maternos, haja vista a existência de litisconsórcio
passivo necessário.
c) poderá ajuizar, dentro de sua livre escolha, ação de alimentos contra qualquer um dos avós paternos ou maternos,
e os demais não poderão ser chamados a integrar a lide.
d) poderá optar entre ajuizar ação de alimentos contra os avós paternos ou maternos ou contra os irmãos de
Rolando.
e) deverá ajuizar, necessariamente, ação de alimentos contra os avós paternos, tendo em vista que a obrigação
alimentar que está faltando é do genitor Rolando, vedada a intervenção de terceiros.

11. Lucas, com dezoito anos de idade, procurou a DP com o objetivo de receber uma orientação jurídica. Afirmou
que, quando possuía quatro anos de idade, seu genitor fora condenado a pagar alimentos mensais em seu favor,
fixados em 30% do salario mínimo. No entanto, o alimentante nunca efetuou o pagamento de uma prestação
alimentar sequer. Nesses termos, indagou do DP responsável pelo atendimento se poderia cobrar o montante
integral em atraso. À luz das disposições civilísticas a respeito dos institutos da prescrição e dos alimentos, assinale
a opção correta com referência à situação hipotética acima.
a) De acordo com o Código Civil, a pretensão de cobrança do crédito alimentar prescreve em cinco anos, a partir do
vencimento de cada prestação. Assim, Lucas somente poderá cobrar os alimentos que não tenham vencido há mais
de cinco anos.
b) Segundo o disposto no Código Civil, prescreve em dois anos a pretensão para haver prestações alimentares, a
partir da data em que se vencerem. Dessa maneira, Lucas somente poderá cobrar os alimentos que não tenham
vencido há mais de dois anos.
c) Lucas poderá cobrar todas as prestações alimentares que lhe são devidas, pois a prescrição não corre contra os
absolutamente incapazes.
d) Diante de sua natureza de direito personalíssimo, a pretensão de cobrança de crédito alimentar não se sujeita à
prescrição. Dessa forma, poderiam ser cobradas todas as prestações alimentícias devidas pelo genitor de Lucas.
e) Lucas somente poderá cobrar os alimentos inadimplidos referentes aos últimos três meses, pois as demais
prestações, segundo a jurisprudência do STJ, perderam sua natureza alimentar diante da inércia do credor de
alimentos.

12. Acerca dos alimentos, analise as proposições abaixo e assinale a alternativa correta.
I - O Código Civil não contém vedação à renúncia do direito a alimentos.
II - Não há obrigação alimentar entre parentes colaterais de terceiro grau.
III - O crédito alimentar é insuscetível de compensação.
IV - Conforme entendimento sumulado pelo Superior Tribunal de Justiça, o cancelamento da pensão alimentícia ao
filho que atingiu a maioridade é automático e independe de decisão judicial.
a) Apenas as proposições III e IV estão corretas.
b) Apenas as proposições II e III estão corretas.
c) Apenas as proposições I, II e III estão corretas.
d) Apenas a proposição IV está correta.

13. Sobre os alimentos no Direito de Família, considere:


I. Se um dos cônjuges separados judicialmente vier a necessitar de alimentos, será o outro obrigado a prestá-los
mediante pensão a ser fixada pelo juiz, caso não tenha sido declarado culpado na ação de separação judicial.
II. Se a parte que deve alimentos em primeiro lugar não estiver em condições de suportar totalmente o encargo,
serão chamados a concorrer os de grau imediato e sendo várias as pessoas obrigadas a prestar alimentos, haverá
solidariedade entre elas.
III. Fixado juridicamente, o valor dos alimentos torna-se irredutível após o trânsito em julgado da sentença.
IV. O direito a alimentos é irrenunciável.
V. O novo casamento do cônjuge devedor não extingue a obrigação constante da sentença de divórcio, mas o
casamento do credor faz cessar para o devedor o dever de prestar alimentos
Está correto o que se afirma APENAS em
a) II, III e IV.
b) III, IV e V.
c) I, II e III.
d) I, III e IV.
e) I, IV e V.