Você está na página 1de 3

QUESTIONÁRIO DE BIOQUÍMICA

1) Quais são as origens das enzimas plasmáticas?


R: Há três tipos com base na origem das enzimas. No caso das enzimas plasma específicas
(enzimas ativas) possui sua origem no plasma e são utilizadas no mecanismo de coagulação
sanguínea e fibrinólise.
2) Explique por que normalmente encontramos sempre uma determinada
concentração/atividade de enzimas plasmáticas originadas dos tecidos.
R: Porque o papel de toda enzima é muito específico, ou seja, uma determinada enzima facilita
a ocorrência de uma determinada reação, mas muitas vezes falta especificidade, criando
dificuldades em relacionar atividade enzimática aumentada com os tecidos lesados.
3) O que são isoenzimas, apresentando dois tipos de exemplos.
R: Isoenzimas são enzimas com estruturas semelhantes e que catalisam a mesma reação (se
diferem na sequência de aminoácidos). Ex.: NAD e FAD.
4) Discuta sobre esta afirmativa: “As enzimas plasmáticas relacionadas a lesões teciduais são
autosuficientes para o diagnóstico de uma doença”.
R: Afirmativa incorreta, pois muitas vezes existem dificuldades em relacionar atividades
enzimáticas aumentada com tecidos lesados. Isto ocorre porque as enzimas não estão
confinadas a tecidos ou órgãos específicos, pois estão grandemente distribuídas e suas
atividades podem refletir desordens envolvendo vários tecidos. Os medicamentos podem
também alterar na quantidade de enzimas.
5) Quais são as principais enzimas empregadas no diagnóstico? Se as enzimas não são tecido-
específicas, como os médicos podem fazer para encontrar o tecido mais provável de
ocorrência das lesões, somente pedindo a análise de enzimas plasmáticas/séricas?
R: As principais enzimas: fosfatase alcalina, fosfatase ácida, TGO, TGP, GGT, amilase, lipase, CK,
LDH. Na prática, a falta de especificidade é parcialmente superada: como as concentrações das
enzimas variam em diferentes tecidos, é possível, em parte, identificar a origem de algumas
enzimas.
7) Como pode ser avaliada se a lesão hepática é muito superficial, pouco profunda ou muito
profunda, empregando enzimas plasmáticas como marcadores?
R: Lesão na membrana citoplasmática: muito superficial/ Lesão no citoplasma: pouco profunda/
Lesão mitocondrial: muito profunda. As lesões são detectadas através da mensuração de
enzimas séricas liberadas do rompimento celular hepático.
8) Por que algumas enzimas aumentam no plasma quando uma pessoa tem câncer? No caso
do câncer de próstata, qual é a enzima marcadora? Considera-se esta enzima um bom
marcador desta doença para diagnóstico precoce? E para prognóstico, acompanhamento e
tratamento, qual o outro marcador usado?
R: Porque pode haver uma elevada proliferação e morte celular aumentando a concentração de
enzimas no sangue. A enzima marcadora é o PSA e é confiável para o diagnóstico precoce por
ser muito sensível, mas é preciso seguir as recomendações do exame. Para o prognóstico usa-se
fosfatase ácida.
9) Por que a atividade plasmática da fosfatase alcalina está aumentada em adolescentes,
quando comparada aos níveis dos adultos? Quais são os valores de referência para
adolescentes e adultos?
R: Pois a fosfatase alcalina atua no processo de calcificação óssea e devido ao crescimento,
jovens possuem valores mais elevados. Jovens: Masculino: até 390 microlitros / Feminino: até
180 microlitros. Adultos acima de 17 anos: Masculino: 40 a 129 microlitros / Feminino: 35 a 104
microlitros.
10) Por que algumas enzimas plasmáticas devem ser medidas em até 12h, tendo picos
plasmáticos entre 4-6h, outras entre 12 a 24h?
R: Porque é neste periodo que a enzima passa pelo seu ápice, que é onde ela está mais elevada
no sangue, o que possibilita o diagnóstico correto pois após esse tempo sua enzima passa pela
sua meia vida e sua concentração reduz pela metade.
11) Quais são os marcadores de infarto do miocárdio? Qual o período pós-infarto mais
indicado para medir cada marcador? Justifique.
R: CKMB (pico de 12-24h), Mioglobulina (pico de 8-12h), Troponina (pico e torno de 4h), LDH
(pico de 24-48h).
12) Por que a enzima lipase sérica é um marcador mais específico para o diagnóstico de lesão
pancreática do que a amilase?
R: Porque a amilase pode ser encontrada também na saliva, então nao é especifica do
pâncreas.
13) Quando há aumento da atividade de amilase sérica e não há aumento de lipase, qual a
suspeita? Justifique
R: Parotidite aguda, pois a lipase não se altera e a amilase pode se apresentar elevada.
14) Mostre a reação da enzima Creatina Cinase (CK), explicando-a e descrevendo a sua função
nas células. Por que cerca de 97% de toda creatina humana está nos músculos e qual a
relação com os níveis de creatinina sérica. Qual a importância clínica da dosagem de
creatinina sérica e urinária?
R: Creatina + ATP <-> Fosfocreatina + ADP catalise fosforilação reversível da creatina pelo ATP.
A CK está ligada com a geração de ATP nos sistemas contráteis ou de transporte. É utilizada no
organismo para fornecer energia as células.
15) A) Explique a distribuição % das isoenzimas de CK, de acordo com o quadro abaixo.
TECIDO CK-BBCK-BB / CK-1 % CK-MB / CK-2 % CK-MM= CK-3 %
Musculatura Esquelética 0 1 99
Miocárdio 1 22 77
Cérebro 97-98 2a3 0
Estômago, íleo e cólon 96 0 4
R: As isoenzimas do CK estão distribuídas de acordo com o local onde há maior concentração.
B) Baseado neste quadro, por que a CK-MB é considerada um ótimo marcador para avaliar
lesões no miocárdio?
R: Esta relacionada a especificidade da CK-MB, que possui um aumento significativo quando
ocorre uma lesão no miocárdio.
C) Por que quando a lesão ocorre no tecido muscular esquelético, o aumento de CK-MM
tende a ser bem superior do que o aumento desta isoenzima quando ocorre infarto do
miocárdio.
R: Porque o valor de referencia da CK-MM já é alto na musculatura esquelética. Quando ocorre
a lesão, o aumento não é tão significativo quanto o aumento da CK-MB
16) Explique o que está acontecendo com as atividades das isoenzimas de CK no sangue de
uma pessoa saudável (normal) e outra que teve alguma alteração (anormalidade), na figura
abaixo. Qual a suspeita de doença ou evento? Justifique.
R: A suspeita é de problemas cardíacos, pois está tendo aumento do CK-MB.