Você está na página 1de 68

QUÍMICA

Conceitos Fundamentais
de Química

São Paulo do Potengi/RN


O que devemos aprender nesta aula:

•Entender e compreender alguns conceitos fundamentais da química;

•Conhecer a matéria e sua classificação;

•Identificar os tipos de misturas e como elas se separam;

•Saber mais sobre as propriedades físicas e químicas da matéria;

•Diferenciar calor de temperatura;

QUÍMICA
Sumário
1. Conceitos Fundamentais de Química
1.1 A matéria e sua classificação;
1.2 Misturas e processos de separação;
1.3 Propriedades físicas e químicas;
1.4 Energia, calor, temperatura;
2. Exercícios;
3. Síntese da aula;
4. Referências bibliográficas.

QUÍMICA
1. Conceitos Fundamentais de Química
De quê o UNIVERSO é formado?
Tudo que
tem massa
Matéria e ocupa um VOCÊ
lugar no

+
espaço

Capacidade
Energia de realizar
trabalho/ação
QUÍMICA
4
1. Conceitos Fundamentais de Química
O que é Química e o que ela estuda?
É uma Ciência Experimental que
estuda a estrutura, composição e a
transformação da matéria.

QUÍMICA
5
1. Conceitos Fundamentais de Química
MATÉRIA, CORPO E OBJETO

QUÍMICA
6
1. Conceitos Fundamentais de Química

ESTRUTURA DA MATÉRIA
A matéria é formada por moléculas, que por sua vez são formadas por
elementos que são constituídos de partículas minúsculas chamadas de
átomos.

átomo elemento molécula matéria

QUÍMICA
7
1. Conceitos Fundamentais de Química

QUÍMICA
8
Vídeo sobre Átomo

QUÍMICA
9
1.1 A matéria e sua classificação
Matéria
Substância Mistura
São aquelas formadas por apenas uma É uma junção de duas ou mais
variedade de molécula. Ou seja, todas as substâncias puras diferentes.
moléculas são iguais.
Homogênea Heterogênea
Simples Composta
AR ÁGUA + AREIA

solução
QUÍMICA
10
1.1 A matéria e sua classificação

Substância

QUÍMICA
11
1.1 A matéria e sua classificação

Substância
SUBSTÂNCIA PURA FÓRMULA MOLECULAR CLASSIFICAÇÃO
cloro Cl2 simples
gás carbônico CO2 composta
ácido nítrico HNO3 composta
enxofre S8 simples
sacarose C12H22O11 composta
cobre Cu simples
ácido sulfúrico H2SO4 composta
glicose C6H12O6 composta
nitrogênio N2 simples
hélio He simples

QUÍMICA
12
1.1 A matéria e sua classificação

Mistura
Se a matéria não é totalmente uniforme, Se a matéria é totalmente uniforme,
então ela é uma mistura heterogênea. ela é homogênea.

• Se a matéria homogênea pode ser separada por meios físicos, então ela é uma mistura.
• Se a matéria homogênea não pode ser separada por meios físicos, então ela é uma
substância pura.
QUÍMICA
13
Vídeo sobre Substâncias

QUÍMICA
14
Vamos Exercitar?!

1) As substâncias químicas podem ser classificadas em simples ou compostas.


Indique a alternativa que apresenta três substâncias simples e duas compostas,
respectivamente.

a) H2O, Hg, HI, Fe, H2S


b) Au, O2, CO2, HCl, NaCl,
c) S, O2, O3, CH4, CO2
d) H2SO4, Cu, Fe, H2, O2
e) Au, Ag, Cl2, H2CO3, H2

QUÍMICA
15
Vamos Exercitar?!

2) (Unicastelo) Considere os seguintes produtos:


1 pedra de granito 1 copo de água mineral
1 barra de ouro 1 balão cheio de ar
1 colher de cloreto de sódio

São misturas homogêneas:


a) a pedra de granito e o ar contido no balão
b) a água mineral e o ar contido no balão
c) a barra de ouro e a água mineral
d) a pedra de granito e o cloreto de sódio
e) a barra de ouro e o cloreto de sódio

Pedra de granito: mistura, por ser composta por quartzo, feldspato e mica, e heterogênea, pois cada um desses
componentes apresenta uma coloração diferente.
Barra de ouro: substância simples.
Colher de cloreto de sódio: substância composta (sódio e cloro).
QUÍMICA
16
Vamos Exercitar?!

3) Considere os sistemas a seguir, em que os átomos são representados por esferas:

I II III IV

Determine onde encontramos:


a) Substância pura; (I e IV)
b) Mistura; (II e III)
c) Somente substância simples; (I)
d) Somente substância composta. (IV)

QUÍMICA
17
Vamos Exercitar?!

4) Considere apenas o sistema III e determine:


I II III IV

a) O número de átomos presentes; (10)


b) O número de elementos químicos;(3)
c) O número de moléculas; (4)
d) O número de tipos de substâncias; (3)
e) O número de tipos de substâncias binárias; (1)
f) O número de substâncias diatômicas. (2)
QUÍMICA
18
https://phet.colorado.edu/pt/simulation/legacy/build-a-
molecule

QUÍMICA
19
1.2 Misturas e processos de separação

O que é isso? É um conjunto de processos


FÍSICOS que visam separar
os componentes de uma
mistura SEM alterá-los.

QUÍMICA
20
1.2 Misturas e processos de separação

Fases e Componentes
Fases – é o aspecto visual Componentes - Espécies químicas
uniforme. presentes na mistura.

QUÍMICA
21
1.2 Misturas e processos de separação

Esquema geral simplificado: Filtração


Decantação
Funil de separação
Centrifugação
Heterogênea
Catação
Flotação
Misturas
Separação Magnética

Destilação
Homogênea
Cristalização/Evaporação
QUÍMICA
22
MISTURAS
HETEROGÊNEAS

QUÍMICA
23
1.2 Misturas e processos de separação
Filtração
•Filtração simples: se faz através de uma •Filtração à vácuo: Ocorre a aceleração pela
superfície porosa chamada filtro, o rarefação do ar, abaixo do filtro. Nas
componente sólido ficará retido sobre a sua filtrações sob pressão reduzida, usa-se funil
superfície, separando-se assim do líquido com fundo de porcelana porosa (funil de
que atravessa. Büchner)

QUÍMICA
24
1.2 Misturas e processos de separação
Decantação
•Decantação: Deixa-se a mistura em repouso até que o componente sólido tenha-se
depositado completamente (sedimentação). Remove-se em seguida, o líquido,
entornando-se cuidadosamente o frasco, ou com auxílio de um sifão (sifonação).

QUÍMICA
25
1.2 Misturas e processos de separação
Funil de separação
•Funil de separação: é muito utilizado para separar líquidos imiscíveis (não se
misturam). Coloca-se a mistura em um funil de separação, quando a superfície de
separação das camadas líquidas estiver bem nítida, abre-se a torneira e deixa-se
escoar o líquido da camada inferior (maior densidade).

QUÍMICA
26
1.2 Misturas e processos de separação
Centrifugação
•Centrifugação: é usada para acelerar a sedimentação do sólido, como ocorre de
rotina na realização de exames de sangue, e separação dos componentes do leite.

QUÍMICA
27
1.2 Misturas e processos de separação
Catação
•Catação: método artesanal de separação de sólidos. Exemplo: através da catação, se
separa os feijões bons dos ruins, antes de cozinhá-los.

QUÍMICA
28
1.2 Misturas e processos de separação
Flotação
•Flotação: Trata-se a mistura com um líquido de densidade intermediária em relação
às dos componentes. O componente menos denso que o líquido flutuará, separando-se
assim do componente mais denso, que se depositará. O líquido empregado não deve,
contudo, dissolver os componentes.

QUÍMICA
29
1.2 Misturas e processos de separação
Separação Magnética
•Separação magnética: Só pode ser usada quando um dos componentes é atraído por
um imã.

QUÍMICA
30
MISTURAS
HOMOGÊNEAS

QUÍMICA
31
1.2 Misturas e processos de separação
Destilação
•Destilação simples: O princípio do processo consiste em aquecer a mistura (Sólido-
Líquido) até a ebulição; com isso o componente líquido separa-se do sistema sob a
forma de vapor, que a seguir é resfriado, condensando-se, e o líquido é recolhido em
outro recipiente.

QUÍMICA
32
1.2 Misturas e processos de separação
Destilação
•Destilação fracionada: Aquecendo-se a mistura (líquido-líquido) em um balão de
destilação, os líquidos destilam-se na ordem crescente de seus pontos de ebulição e
podem ser separados. O petróleo é separado em suas frações por destilação fracionada.

QUÍMICA
33
1.2 Misturas e processos de separação
Cristalização/Evaporação
•Evaporação ou Cristalização: consiste na evaporação do solvente e consequente
cristalização dos sais outrora diluídos. Exemplos: salinas.

QUÍMICA
34
1.2 Misturas e processos de separação

Qual a diferença entre


evaporação e destilação
simples?
QUÍMICA
35
1.2 Misturas e processos de separação

Na EVAPORAÇÃO ocorre a perda de um dos componentes, já na DESTILAÇÃO


SIMPLES todos os componentes utilizados na mistura são recuperados.

QUÍMICA
36
Vamos Exercitar?!

5)

QUÍMICA
37
Vamos Exercitar?!

6)

7)

8)

QUÍMICA
38
Vamos Exercitar?!

9)

QUÍMICA
39
Vamos Exercitar?!

10)

QUÍMICA
40
Vamos Exercitar?!

11)

QUÍMICA
41
1.3 Propriedades físicas e químicas

As substâncias têm propriedades características; são estas propriedades que


permitem distingui-las umas das outras.
As propriedades características de uma substância podem ser:

QUÍMICA
42
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades

Físicas

Gerais Específicas Organoléptica


Massa Densidade Cor
Extensão P.F e P.S Cheiro
Impenetrabilidade P.E e P.C Sabor
Divisibilidade Brilho
Elasticidade Dureza
Maleabilidade
Ductilidade

QUÍMICA
43
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades Físicas Gerais


•Massa •Extensão (Volume) •Divisibilidade

Quantidade de matéria contida Propriedade que a matéria tem de ocupar um A matéria de ser dividida em
num corpo lugar no espaço partes menores de modo contínuo

QUÍMICA
44
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades Físicas Gerais


•Impenetrabilidade

Dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço

QUÍMICA
45
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades Físicas Gerais


•Elasticidade •Maleabilidade •Ductilidade

É a capacidade de ser deformado,


Um corpo sofre deformação, esticado e dobrado, sem rachar e sem
quando submetido à tração, e perder sua resistência. Ex.: ouro,
retornar parcial ou totalmente à Propriedade de ser redutível a prata, cobre etc.
forma original lâminas finas
QUÍMICA
46
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades Físicas Específicas

 Ponto de Fusão e Solidificação


 Ponto de Ebulição e Condensação
 Densidade ou Massa Específica
As propriedades específicas caracterizam cada tipo de
substância .
QUÍMICA
47
1.3 Propriedades físicas e químicas

LÍQUIDO

SUBLIMAÇÃO

QUÍMICA
SÓLIDO 48 GASOSO
Mudanças de estados físicos

QUÍMICA
Ponto de Fusão e Solidificação
 Ponto de Fusão é a temperatura em que uma substância muda do estado
sólido para o estado líquido.

SÓLIDO LÍQUIDO

Ponto de Solidificação corresponde ao processo inverso, embora as


temperaturas sejam equivalentes.

LÍQUIDO SÓLIDO
QUÍMICA
50
Ponto de Ebulição e Condensação
 Ponto de Ebulição é a temperatura em que uma substância muda do
estado líquido para o estado gasoso.

LÍQUIDO GASOSO

Ponto de condensação corresponde ao processo inverso, embora as


temperaturas sejam equivalentes.

GASOSO LÍQUIDO
QUÍMICA
51
https://phet.colorado.edu/sims/html/sta
tes-of-matter/latest/states-of-
matter_pt_BR.html

QUÍMICA
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades Físicas Específicas

Densidade ou Massa Específica

É uma propriedade específica de cada material que


serve para identificar uma substância. Essa grandeza
pode ser enunciada da seguinte forma: é a relação
entre a massa (m) e o volume (v) de determinado
material (sólido, líquido ou gasoso).

QUÍMICA
53
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades Físicas Organoléptica

QUÍMICA
54
1.3 Propriedades físicas e químicas

Propriedades

Químicas

Efervescência
Combustibilidade Explosão
Oxirredução

QUÍMICA
55
Vamos Exercitar?!

12) (UFMG) Uma amostra de uma substância pura X teve algumas de suas propriedades
determinadas. Todas as alternativas apresentam propriedades que são úteis para identificar essa
substância, exceto:
a) Densidade.
b) massa da amostra.
c) solubilidade em água.
d) temperatura de ebulição.
e) temperatura de fusão.
13) (Fuvest-SP) Quais propriedades a seguir são as mais indicadas para verificar se é pura uma certa
amostra sólida de uma substância conhecida?
a) Cor e densidade.
b) Cor e massa.
c) Ponto de fusão e densidade.
d) Cor e ponto de fusão.
e) Densidade e volume.
QUÍMICA
56
Vamos Exercitar?!

14) Qual das propriedades físicas abaixo é específica da matéria?

a) Cor b) Massa c) Volume d) Ponto de Fusão e) Temperatura

15) Em condições normais, o ponto de ebulição da água é 100 °C. Podemos afirmar
que esta é uma propriedade:
a) específica
b) genérica
c) funcional
d) geral
e) organoléptica.

QUÍMICA
57
Vamos Exercitar?!
16) A seguir são apresentadas algumas propriedades do cloreto de sódio (NaCl – sal de
cozinha):
I. Sólido; II. Cristalizado no sistema cúbico com faces centradas; III. Branco;
IV. Com ponto de fusão a 800,4 °C; V. Com ponto de ebulição a 1413 °C;
VI. Com solubilidade de 357 g/L a 25 °C; VII. Com sabor salgado; VIII. Inodoro;
IX. Em água, origina solução neutra; X. No estado sólido, reage com ácido sulfúrico
concentrado, produzindo gás clorídrico.

São propriedades especificas:


a) somente I, III e VIII.
b) somente IV, V e VI.
c) somente III, V e VII
d) somente I e X.
e) nenhuma das citadas.
QUÍMICA
58
Vamos Exercitar?!

17) (PUC-MG) Em um laboratório de química, foram encontrados cinco recipientes


sem rótulo, cada um contendo uma substância pura líquida e incolor. Para cada uma
dessas substâncias, um estudante determinou as seguintes propriedades:
1. Ponto de ebulição
2. Massa
3. Volume
4. Densidade

Assinale as propriedades que podem permitir ao estudante a identificação desses líquidos.


a) 1 e 2
b) 1 e 3
c) 2 e 4
d) 1 e 4
QUÍMICA
59
1.4 Energia, calor, temperatura

é a capacidade de algo de realizar trabalho, ou seja, gerar força num


Energia
determinado corpo, substância ou sistema físico.
Formas de energia
Energia Cinética: relacionada com o movimento Energia Solar: alternativa renovável de fornecimento
dos corpos; de energia para diversas utilidades através da captação
Energia Térmica: relacionada com o calor e as dos raios solares;
altas temperaturas; Energia Elétrica: pode ser produzida a partir de usinas
Energia Nuclear: energia libertada quando hidroelétricas ou através de fontes renováveis, como a
ocorre uma reação nuclear. energia solar e eólica.

Energia Química: energia que está armazenada Energia Eólica: forma de energia alternativa e que
em todas as matérias com ligações químicas, e provém dos ventos;
que é libertada quando ocorre a quebra dessas
ligações;
QUÍMICA
60
1.4 Energia, calor, temperatura

Energia

Térmica Cinética
Calor Temperatura
Flui de um corpo (com
Movimento ou agitação das
maior temperatura) ao outro
moléculas e o estado térmico
(de menor temperatura)
de um corpo (quente ou frio).
quando há diferença de
temperatura entre ambos. Caracteriza a agitação das moléculas de um corpo

Designa a troca de energia entre corpos

QUÍMICA
61
1.4 Energia, calor, temperatura

Propagação do Calor
Convecção térmica Condução térmica
ocorre entre líquidos e gases; é o é dada pela agitação das
que acontece com o moléculas, por exemplo, ao
aquecimento das mãos molhada, segurar uma barra de ferro e
aonde criam-se "correntes de aquecer a outra extremidade
convecção" e a água que está
próxima do fogo sobe, enquanto
a que está fria desce. Irradiação térmica
é por meio de ondas
eletromagnéticas, sem que seja
necessário o contato entre os
corpos, por exemplo, se aquecer
perto de uma lareira.

QUÍMICA
62
1.4 Energia, calor, temperatura

Temperatura

Para medir a temperatura é necessário um aparelho


chamado termômetro (feito de mercúrio), cujo
valor da pode ser apresentado nas escalas: Celsius
(°C), kelvin (K) ou Fahrenheit (°F).

QUÍMICA
63
Síntese da aula
Matéria Mistura

Substância Heterogênea
ÁGUA + AREIA

Simples Composta Homogênea


AR

Separação
Filtração Catação
Átomos e moléculas Separação
Separação Decantação Magnética
Centrifugação Sublimação

Funil de separação
Destilação Cristalização/Evaporação
QUÍMICA
Síntese da aula
Propriedades

Físicas Químicas

Efervescência
Gerais Específicas Organoléptica
Combustibilidade
Massa Densidade Cor
Extensão Oxirredução
P.F e P.S Cheiro Explosão
Impenetrabilidade P.E e P.C Sabor
Divisibilidade Brilho
Elasticidade Dureza
Maleabilidade
Ductilidade

QUÍMICA
Síntese da aula
Energia é a capacidade de algo de realizar trabalho

Térmica Cinética
Calor Temperatura

Designa a troca de energia entre corpos Caracteriza a agitação das moléculas de um corpo

QUÍMICA
Lista de Exercícios

QUÍMICA
67
Referências bibliográficas

CANTO, E. L.; PERUZZO, F. M. Química na abordagem do cotidiano. v. 1, Editora


Moderna. 2011.

FELTRE, R. Química Geral. v. 1. 7ª ed. São Paulo: Moderna, 2008.

MACHADO, A. H.; MORTIMER, E. F.; Química: Ensino Médio. v. 1. 2ª ed. São


Paulo: Editora Scipione, 2013.

REIS, M. Química. v. 1. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2016.

USBERCO, J. Química. 5º ed. São Paulo: Saraiva, 2002. Volume Único.

QUÍMICA
68