Você está na página 1de 22

GUIA PRÁTICO

COM FOTOS DE EXEMPLO

4
PASSOS
PARA A
DIREÇÃO DE
MODELOS
PERFEITA

EBOOK POR
LUCAS CAVALHEIRO
OS 4 PASSOS

1 Preparação

2 Comunicação

3 Autoestima

4 Composição

compartilheconhecimento.com    |   escoladefotografos.com.br
PASSO 1

A PREPARAÇÃO
Já fotografou alguém que A resposta é bem simples:
mandava muito bem nas treinando. O quanto uma
poses? Não é muito mais fácil? modelo sabe posicionar o
Com frequência eu fotografo próprio corpo depende e
modelos com um pouco mais muito de o quanto ela treina
de experiência e realmente os cada pose, cada ação ao ser
resultados são como água e fotografada. Quando
vinho. O que nos leva a pensar fotografamos alguém, cada
no porquê de uma pessoa detalhe de uma mão, um pé,
modelar bem e outra não... uma direção de olhar é
importante para o resultado
Entre n fatores, um deles é a final da imagem.
consciência corporal, ou seja, o
quanto a pessoa sabe o que E é disso que trata a
funciona para o seu corpo, o preparação: fazer com que a
quanto ela sabe mover cada modelo chegue treinada ao
centímetro para o lugar certo. ensaio. Mesmo que ela
nunca tenha fotografado,
Como essas pessoas esta preparação vai fazer
aprenderam? com que ela se conheça.
COMO FAZER A PREPARAÇÃO

Você vai enviar, antes do e variar entre elas -


ensaio, uma série de fotos exatamente o que acontece
com poses sugeridas para que em um ensaio. 
ela treine. A ideia aqui é fazer
com que ( 1 ) ela comece a Para ver se essa técnica
conhecer como o seu corpo funciona faça o seguinte
funciona e como cada pose teste: chame alguém que
fica bem ou não para ela e (2) não é modelo agora e peça
também para fazer com que uma pose um pouco mais
ela já saiba o estilo do ensaio. complicada. Note a
Se as poses serão mais expressão da pessoa ao
marcadas, mais naturais, se vai fazer a pose. Vai perceber
haver mais fotos deitadas ou todo o desconforto ao não
em pé, se precisa treinar poses saber como ela está ficando,
específicas para mostrar se está bem assim ou não.
algum objeto para a Este é um dos momentos
campanha, como sapatos, que o passo 3 - Autoestima,
bolsas, joias, etc. começa a ser impactado.
Veremos mais adiante.
Essa preparação faz com que
ela ganhe confiança na hora Se você fizer o mesmo
em que o ensaio estiver exercício com uma modelo
acontecendo. Peça para a profissional, o resultado será
modelo treinar em frente ao muito diferente. Treino e
espelho durante alguns dias. conhecimento do próprio
Vai parecer ridículo, eu sei, corpo.
mas reforce a importância
desse passo para o ensaio. O É por isso que não adianta
que ela deve cuidar: posição muita coisa você baixar um
do olhar, queixo, ombros, guia de poses e decorar
mãos, quadril, joelhos e pés. O (você precisa, já já falaremos
começo é bem mecânico disso) - na hora que você
mesmo: olha a pose e repete. pedir, a modelo não vai
Em um segundo momento, saber fazer bem se já não
peça para ela decorar 3 poses conhecer o próprio corpo.
.
COMO FAZER A PREPARAÇÃO

- OK, Lucas, isso parece muito O S é apenas uma referência


bom. Mas eu não sei decorar para fazer a pose criando
as poses! Eu sempre esqueço! curvas, ângulos. 

E se eu te contasse que eu Ombro e queixo alinhados é


não decoro exatamente as a pose em que a modelo gira
poses, mas sim 4 conceitos? a cabeça até o ombro - o
beijinho no ombro. Essa ideia
Vamos lá! funciona muito bem para
gerar variações numa
São eles: s, ombro e queixo mesma pose, para ações ao
alinhado, cabeça levemente caminhar
inclinada e mão interagindo
com item de produção ou Cabeça levemente
corpo. inclinada também é outra
ideia que ajuda na transição
É isso que você vai decorar. de poses - usando esta
Sabendo esses 4 conceitos, técnica garantimos algumas
você saberá pedir poses sem variações de fotos em cima
precisar de muita decoreba. da mesma pose base. Essa
Não vai precisar decorar poses movimentação também dá
em pé, sentada e deitada. É uma suavidade para a cena. 
basicamente tudo a mesma
coisa, só usar os conceitos. Mão interagindo com item
de produção ou corpo é
Quando você estiver simplesmente pedir para a
conversando com a sua modelo passar a mão no
modelo, fale sobre os 4 cabelo, segurar um chapéu,
conceitos, ensine-a essa brincar com o casaco. Uma
técnica, vai facilitar e muito na preocupação comum de
hora de dirigir o ensaio, já que toda a menina é "o que eu
ela vai conseguir agir usando faço com as mãos?" e essa
os conceitos em praticamente técnica cuida disso.
qualquer situação. Explicando
cada um:
Agora
pare tudo
e volte até
a foto da
capa do
ebook :)
S, OMBRO E QUEIXO ALINHADOS,
CABEÇA LEVEMENTE INCLINADA E
MÃOS INTERAGINDO COM ITEM DE
PRODUÇÃO OU PARTE DO CORPO
Tudo
Igual
além da foto de capa, as
outras duas fotos acima são
exatamente assim. E todas as
da página a seguir também.
Decore os conceitos.
dica bônus
Veja as capas da Vogue, Elle, etc. Veja o portfólio
de outros fotógrafos. Consegue notar as
semelhanças? 

Faça a "Engenharia Reversa" do processo criativo


dos fotógrafos que você admira. Vai notar muitas
poses semelhantes (as minhas, por exemplo
hehe), um estilo de edição, de iluminar, de dirigir
a modelo.

Em um primeiro momento, será tentador copiar,


fazer exatamente igual. É normal e não vejo
problema nisso. Mas eu acredito que todo
fotógrafo deva ter a sua própria identidade.

Absorva as técnicas e estilos de outros fotógrafos


e dê o seu toque pessoal. Ninguém tem a mesma
bagagem visual que você, logo, ninguém enxerga
o mundo e as fotos como você.
PASSO 2

COMUNICAÇÃO
Comunicação
Esqueça esquerda e direita. Esqueça "para o
lado". Quando estamos fotografando alguém de
frente pra nós, a nossa esquerda é a direita da
pessoa, e vice-versa. Confuso, né? Nada será
mais difícil para a modelo do que uma instrução
para fazer uma pose tal como "coloca o braço
direito pro lado e a perna esquerda pro outro
lado", ou "quebra o quadril pra esquerda".
Precisamos de instruções precisas e que sejam
compreendidas rapidamente, sem que a modelo
fique em dúvida pra executar. Essa dúvida gera
desconforto, perda de confiança e quebra o ritmo
do ensaio.

Como eu Faço?

Eu uso muitos gestos com as mãos para dizer o


que quero. Se eu preciso da perna esquerda dela
girando para a direita, o mais simples de se fazer
é apontar com a mão para a perna da modelo
(preferencialmente usando a mão do mesmo lado
dessa perna) e realizar um movimento com a mão
até onde você quer que ela pare.
Se eu quero que ela incline a cabeça, eu coloco a
minha mão na frente do meu rosto (dedão perto
do nariz e dedo mínimo virado para a modelo) e
faço um movimento inclinando a mão até onde eu
quero que ela vá.

Além disso, o fotógrafo precisa fazer a modelo


relaxar no começo do ensaio. Como fazer isso?
Evitando erros de comunicação, diminuindo a
pressão para as fotos ficarem boas. Uma tática
super simples que eu uso: digo que as primeiras
100 fotos eu jogo fora, não uso. É só pra ela se
soltar. Pronto, retiramos a responsabilidade de as
fotos ficarem boas logo de início, ela vai se
cobrar menos e, a partir daí, o ensaio flui mais
naturalmente.
PASSO 3

AUTOESTIMA
Autoestima
Poucas coisas são mais empolgantes para um
fotógrafo do que uma mulher confiante de si
mesma, que não tem medo de arriscar uma pose,
de se testar em frente a lente. Sempre é assim
comigo? Claro que não. Mas é nosso papel
reforçar a autoestima da modelo para que a
confiança nela mesma vá sendo construída foto a
foto. 

Como eu Faço?

Eu sempre elogio atitudes, nunca partes do corpo


ou a beleza dela. Sempre tenha em mente que
você está pisando em ovos nessa área. Frases
que eu sempre uso: "está ficando muito bom o
ensaio", "gostei dessa pose que tu fizeste" "tá
lindo assim! Perfeito!". São frases que eu sei que a
mulher não vai se ofender se ouvir e ajudam a
construir confiança.
 Eu também paro um pouco o ensaio pra bater
papo se sinto que ela ainda está um pouco
travada. Tento puxar algum assunto que
tenhamos em comum para criar conexão com 
ela. Contar uma história de algum ensaio, de
alguma situação semelhante ou que tenha a ver
com ela ajuda a quebrar o gelo e pode ajudar a
modelo a relaxar. O importante aqui é dar tempo
para que ela se ambiente ao ensaio, ao lugar, à
situação de estar com uma câmera apontada pra
ela.

Outra dica que funciona nessa hora da pausa é


mostrar algumas fotos. É claro que ela não vai
gostar de várias, mas tente sentir se ela gostou
de pelo menos uma foto e foque nessa em
específico. Pergunte porque ela gostou dessa e
faça outras semelhantes. A chave nesse
momento é fazê-la acreditar que vai ficar bom o
resultado e saber que é normal ela não gostar de
algumas fotos do começo mesmo - aqui eu
normalmente conto como são meus outros
ensaios, que às vezes o primeiro look a cliente
escolhe só umas 3 fotos e mais pro final do
ensaio é que tem muito mais fotos legais.
Fazendo isso, ela não fica apegada ao que ficou
ruim, não fica com aquela ideia na cabeça de "não
está bom, estou feia, não gostei".
PASSO 4

COMPOSIÇÃO
Composição
Em um primeiro momento, falar de composição
parece não fazer sentido. Mas se nós pensarmos
que um dos objetivos da Direção de Modelos é
gerar cenas extras durante o ensaio, as coisas
começam a ficar mais claras. Eu penso que a
composição serve para que nós não precisemos
dirigir a modelo a todo momento durante um
ensaio, exigindo saber menos poses e deixando a
modelo mais tranquila com as fotos.

Como eu Faço?

Eu aproveito uma mesma pose base com


pequenas variações de mãos, pés, direção do
olhar e exploro muitas variações de composição.
Plongée, contra-plongée, plano americano,
grande plano, movimento-me para um lado,
depois para outro. Enfim, aproveito a mini-
locação escolhida ao máximo para que eu
consiga produzir um bom número de imagens
sem que eu preciso pensar em muitas poses toda
hora. Fazendo dessa maneira, eu tenho fotos
extras sem precisar decorar 45 poses.
Mesma Pose Base
Onde Aprender
Mais sobre Direção
de Modelos?
MEUS CURSOS ONLINE E PRESENCIAIS

Curso de Direção de Modelos Online

Ensaio Externo de A a Z Online

Curso Online Quero Ser Fotógrafo

Ensaio Externo de A a Z Presencial

Curso Presencial Quero Ser Fotógrafo


Ensaio Externo na Prática Presencial