Você está na página 1de 1

MAQUINA HOMOPOLAR OU ACÍCLICA

Valdori Corrêa

Resumo

Com o constante crescimento da tecnologia, o gerador homopolar descoberto por Faraday


ainda é e continua sendo a resposta para pergunta levantada por vários estudantes, sendo ela:
a possibilidade da construção de um motor CC, cujos condutores estejam cortando o fluxo no
mesmo sentido. Ou seja, esse gerador nunca teria perdas provocadas pela propriedade dos
materiais ferromagnéticos que apresentam um atraso entre a indução magnética e o campo
magnético (histerese), e também quando uma corrente alternada está fluindo pelo
enrolamento, um campo magnético variável surge no núcleo (Foucault). Sendo que essas
perdas ocorrem em todas as maquinas elétricas rotativas. Basicamente é uma maquina acíclica
e não requer comutador (ela não necessita que a corrente elétrica mude seu sentido). O
gerador homopolar consiste de um disco metálico, livre para girar em torno de seu eixo de
simetria, e de um ímã permanente também em formato de disco, cujos polos envolvem o
disco metálico. Os polos do ímã são também acoplados a um eixo de forma que tanto o disco
quanto os polos podem executar movimentos de rotação. A tensão gerada é coletada por
escovas que deslizam uma na borda do disco e outra no eixo acoplado ao disco. Devido ao fato
de possuir apenas um condutor ele produz uma tensão muito baixa (3 v a 1500 rpm), mas sua
corrente é uma função do tamanho físico e da densidade do fluxo podendo chegar a 10.000A.
Se alimentar o campo e as escovas com CC a maquina funciona como motor homopolar. Os
geradores homopolares são utilizados em serviços ferroviários, para fornecer correntes e
campos magnéticos elevados em carros especiais, que contenham dispositivos para detecção
de defeitos não aparentes e quebra de trilhos.