Você está na página 1de 4

Capitulo 4 - Diagramas de Comando

Respostas do Capitulo 4 - Livro: Acionamento Elétricos - Claiton Moro


Franchi

1 – O que são os contatos normalmente aberto (NA) e normalmente


fechado (NF)?
Normalmente aberto (NA): sua posição original é aberta, permanecendo assim
que seja aplicada uma força externa. É representado pelos finais 3 e 4 na
marcação dos contatos.
Normalmente fechado (NF): sua posição original é fechada, permanecendo
assim que seja aplicada uma força externa. É representado pelos finais 1 e 2
na marcação dos contatos.

2 – Quais as funções de um dispositivo de partida do motor?


Seccionamento;
Proteção contra curtos-circuitos e contra sobrecargas;
Comutação.

3 – Descreva a operação de seccionamento.


O seccionamento consiste em isolar eletricamente uma instalação da rede que
a alimenta. Sua abertura e fechamento são comandados manualmente por
manopla, tendo a velocidade dependente da ação do operador. A seccionadora
nunca deve ser manobrada com carga e a corrente deve ser interrompida no
circuito de utilização (contator ou disjuntor).

4 – Quais são os tipos de falhas que podem ocorrer na partida de um


motor elétrico? Conceitue-as.
Sobretensão, queda de tensão, desequilíbrio ou falta de fases: causam o
aumento da corrente absorvida pelo circuito;
Curtos-circuitos: podem ser de intensidade muito elevada e devem ser
controlados a tempo para evitar graves avarias nos componentes do circuito;
Rotor bloqueado: sobrecarga momentânea ou prolongada de origem mecânica
que provoca um aumento da corrente absorvida pelo motor e um aquecimento
perigoso nos enrolamentos.

5 – Defina proteção contra curto-circuito e proteção contra sobrecarga.


Proteção contra curtos-circuitos: para detectar e interromper o mais rápido
possível as correntes anormais inferiores a dez vezes a contente nominal (In).
Proteção contra sobrecargas: para detectar aumentos da corrente ate 10.In e
interromper a partida antes que o aquecimento do motor e dos condutores
provoque a deterioração dos isolantes.

6 – O que é comutação?
Estabelecer, interromper ou regular o calor da corrente absorvida pelo motor.

7 – Qual a função dos fusíveis


Proteção contra curto-circuito

8 – Cite as partes constituintes de um fusível.


Elemento fusível, corpo, indicador de interrupção, meio extintor e terminal.
9 – O que são classes de função e classes de objeto de um fusível?
Classes de função: definem a faixa de proteção completa ou parcial de
operação do fusível.
Classes de objetos: definem o tipo de utilização do fusível.

10 – O que é fusível tipo D? Descreva seus aspectos de funcionamento e


construtivos.

11 – O que é fusível tipo NH? Descreva seus aspectos de funcionamento e


construtivos.

12 – Que aspectos devem ser levados em consideração no


dimensionamento de um fusível?
· Tempo de fusão virtual: devem suportar sem fundir o pico de corrente de
partida do motor.
· IFUSIVEL = 1,2 . INOMINAL: deve-se dimensionar para um corrente no mínimo 20%
superior a corrente nominal (In) do motor que protege.
· Quanto ao critério dos contatores e relés: IFUSIVEL <= IFmáx: os fusíveis tem
proteger também os contatores e relés de sobrecarga.

13 – Onde são utilizados os fusíveis ultra-rápidos?


Para proteção de diodos e tiristores. Na prática, recomendados para
retificadores e conversores de frequência.

14 – Quais são as principais características dos fusíveis?


Operação simples
Geralmente de baixo custo
Não possuem capacidade de realizar manobras, sendo então associados a
chaves
Não são de operação repetitiva e devem ser trocados após a atuação
Não tem uma curva tempo x corrente bem definida, mas uma faixa provável de
atuação.

15 – Conceitue relé de sobrecarga. Qual é a sua aplicação?


Dispositivo de proteção cuja função é atuar antes que os limites de
deterioração do circuito sejam atingidos, garantindo uma vida útil apropriada
aos componentes do circuito. Aplicação: proteção de motores e
transformadores de possíveis superaquecimentos ocasionados por:
· Sobrecarga mecânica;
· Tempo de partida muito alto;
· Rotor bloqueado;
· Falta de fase;
· Elevada frequência de manobra;
· Desvio de tensão e de frequência.

16 – Quais são as classes de relé de sobrecarga existentes?


Relés Classe 10 – aplicações com tempo de partida inferior a 10 segundos;
Relés Classe 20 – aplicações com tempo de partida inferior a 20 segundos;
Relés Classe 30 – aplicações com tempo de partida inferior a 30 segundos;

17 – Como devem ser dimensionados os relés de sobrecorrente?


Deve ser dimensionado de forma que contenha em sua faixa de ajuste a
corrente nominal (In) que circula pelo trecho onde está ligado. Normalmente a
corrente pode ser ajustada na faixa de 115 a 125% da nominal.

18 – O que um disjuntor motor e quais são as suas aplicações?


Disjuntores motores são simultaneamente dispositivos de proteção e manobra.
Aplicações:
São empregados para efetuar a proteção elétrica do circuito com a detecção de
sobrecorrentes e da abertura do circuito.
Permitem comandar, por meio da abertura e fechamento voluntario sob cargas,
seus respectivos circuitos em que são instalados.

19 – Descreva o funcionamento de um contator e suas principais partes.


A partir de um circuito de comando, o contator é um dispositivo de manobra,
que pode estabelecer, conduzir e interromper correntes elétricas de um circuito.
O funcionamento padrão dos contatores dá-se da seguinte forma: quando a
bobina eletromagnética é energizada, forma-se um campo magnético que se
concentra na parte fixa do dispositivo e atrai o núcleo móvel, onde estão
localizados os contatos móveis, que, por consequência, também são
deslocados. O comando da bobina é feito por meio de uma botoeira com duas
posições, que tem seus elementos ligados à bobina. A velocidade de
fechamento dos contatos é uma junção da força proveniente da bobina e da
força mecânica das molas de separação que atuam em sentido contrário. As
molas de compressão são também as responsáveis pela velocidade de
abertura do circuito, quando a alimentação da bobina cessa.

20 – O que é categoria de emprego de um contator?


É a relação de compatibilidade entre o contator e a potencia de carga, que ele
irá conduzir ou comutar corrente.

21 – Como é definida a vida útil de um contator? Descreva os tipos de


carga que os contatores podem acionar.
Pela vida elétrica de seus contatos elétricos, que está associado à intensidade
de corrente e pela quantidade de manobras efetuadas numa determinada faixa
de tempo.
Cargas essencialmente indutivas: motores elétricos.
Cargas essencialmente resistivas: fornos elétricos e lâmpadas incandescentes.
Cargas essencialmente capacitivas: como as encontradas nos capacitores

22 – Quais são os tipos de carga que podem ser acionados pelo contator?
Todos os tipos de cargas.

23 – Quais são as principais características dos contatores?

24 – Descreva o relé de tempo com retardo na energização.


Após a energização do Relé, inicia-se a contagem do tempo (T) ajustado.
Decorrido este período ocorrerá a comutação dos contatos de saída, os quais
permanecem neste estado até que a alimentação seja interrompida.

25 – Descreva o funcionamento do relé de tempo estrela-triangulo.


Aplicando-se tensão aos terminais A1-A2, o contato de saída da temporização
estrela comuta. Passando o tempo da temporização estrela comuta. Passando
o tempo da temporização e selecionado o contato de saída da estrela, ele volta
ao seu estado inicial, começando a contagem do tempo fixo de 100 ms que,
após ser transcorrido, fecha o contato de saída triangulo.

26 – Qual a função do relé de sequencia de fase?


O relé de sequencia de fase atua no caso de inversão de fases, e seu contato
de saída não comuta, bloqueando o comando do sistema.

27 – Para que e utilizado o relé de proteção PTC?


Utilizado em motores que usam sondas PTC (Positive Temperature Coeficient),
um termistor cuja resistência aumenta bruscamente para um valor definido de
temperatura.

28 – Qual a finalidade de usar um relé de falta de fase?


Detecta a falta de uma ou mais fases do neutro e desliga um contato quando a
falta ocorre.