Você está na página 1de 3

Componente Curricular: EEL5104 - Laboratório de Circuitos Elétricos para C&A

Título: Aula 08: Circuito RLC Série 2012.2


Responsáveis: Daniel Coutinho

Objetivo: entender o funcionamento de circuitos RLC série operando em regime transitório para sinais
do tipo degrau e observar resposta em regime permanente senoidal na frequencia de ressonancia.

Introdução:
O circuito RLC, também conhecido como circuito ressonante, é um circuito de segunda ordem porque
qualquer tensão ou corrente nele é definida por uma equação diferencial de segunda ordem. A figura 1
apresenta a configuração série deste circuito.

Fig. 1: circuito RLC série

O circuito RLC série acima representado, inicialmente relaxado (isto é: 0 = 0 e 0 = 0) é


Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

descrito a partir da Lei da Tensão de Kirchoff:


Departamento de Engenharia Elétrica - EEL

+ + = (1)

Nesta aula, estudar-se-á o comportamento deste circuito operando com sinais de entrada constantes
(degrau) em regime transitório.

Resposta ao Degrau:
Para analisar obter a descrição do comportamento da tensão no circuito da figura 1, consideram-
se a relações de tensão e corrente no indutor e no capacitor levando a seguinte expressão:

∙ ∙ + ∙ ∙ + = (2)

A solução da equação acima é mais complexa do que os dois casos estudados anteriormente (circuitos
RC e RL). A resposta ao degrau pode apresentar diferentes comportamentos dependendo dos valores de
R, L e C. Para analisar as possíveis respostas deste circuito, pode-se reescrever a expressão em (2) na
seguinte forma:

+2∙ ∙ + ∙ = ∙ (3)

onde = /2 é conhecido como a constante de amortecimento do circuito RLC e = 1/√ ∙ éa


freqüência natural do circuito.

As raízes da equação característica, abaixo representada, da equação diferencial em (3) definem o tipo
de resposta transitória do circuito.
Componente Curricular: EEL5104 - Laboratório de Circuitos Elétricos para C&A
Título: Aula 08: Circuito RLC Série 2012.2
Responsáveis: Daniel Coutinho

+2∙ ∙ + =0 (4)

A solução da equação acima é dada por

, =− ± − (5)

Existem três possíveis tipos de solução para a equação diferencial em (3) que são caracterizadas pelos
seguintes tipos de raízes da equação característica:
• Resposta super-amortecida ( > ) → = " + # ∙ $ %&'∙( + ) ∙ $ %&*∙(
• Resposta criticamente amortecida ( = ) → = " + # ∙ $ %&' ∙( + ) ∙ ∙ $ %&'∙(
• Resposta sub-amortecida ( < ) → = " + # ∙ $ %,∙( ∙ $- . ∙ + ) ∙ $ %,∙( ∙ cos . ∙ ,
onde as raízes da equação característica são dadas por , = −2 ± 3.

Os três tipos de resposta são ilustrados na Fig. 2.

Step Response
1.4
Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

sub-amortecido
Departamento de Engenharia Elétrica - EEL

1.2

0.8 criticamente amortecido


Amplitude

0.6

super-amortecido
0.4

0.2

0
0 2 4 6 8 10 12
Time (sec)

Fig. 2: respostas características de um circuito RLC série.

Pré-laboratório
1. Considere o circuito apresentado na Fig. 3, onde = 470 67 e = 10-8 e 9 sendo um
resistor variável entre 0 e 5 kΩ. Determinar três valores de 9 tal que o circuito apresente
respectivamente respostas super-amortecida, criticamente amortecida e sub-amortecida.
2. Repita o procedimento considerando que onde = 220 67 e = 22-8
Componente Curricular: EEL5104 - Laboratório de Circuitos Elétricos para C&A
Título: Aula 08: Circuito RLC Série 2012.2
Responsáveis: Daniel Coutinho

Fig. 3: Circuito RLC para realização do experimento.

Procedimento experimental
1 – Montar o circuito apresentado na Fig. 3, utilizando o gerador de sinais como fonte de tensão v(t).
Supor que o resistor 9 pode assumir três valores distintos
= 4,7 :Ω, = 390 Ω, > = 100 Ω ou = 4,7 :Ω, = 220 Ω, > = 47 Ω
2 – Selecionar a onda quadrada no gerador de sinal, e com a ajuda do osciloscópio digital ajustar a
amplitude de entrada para 1V com um offset de forma que o nível baixo da onda quadrada esteja em
Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Departamento de Engenharia Elétrica - EEL

0V, como ilustrado abaixo

onde o período T depende da freqüência do gerador que ainda está indefinida (para iniciar sintonize
próximo a 10 kHz e procure a forma de onda que simule a resposta ao degrau).
3 - Ajuste o valor da resistência (Rp) de maneira a obter os três tipos de resposta. Também, ajuste a
freqüência f do gerador tal que a resposta atinja o regime permanente antes de T/2. O que acontece
quando o valor de Rp tende a zero (por exemplo, para 9 = 10 Ω ?
4 – Ajuste o gerador de sinais para um sinal senoidal de freqüência de 73 kHz e amplitude de 2Vpp. O
que acontece com a tensão de saída em relação à tensão de entrada? Neste caso qual a defasagem
entre os sinais de entrada e saída?

Relatório
Preparar um relatório envolvendo as aulas de laboratório números 5, 6, 7 e 8, de forma individual ou em
duplas (desde que todas as atividades tenham sido feitas pela mesma dupla) a ser entregue até o dia
31/10/2012.

Bibliografia:
• Yannis Tsividis, "A First Lab in Circuits and Electronics", 1st ed., Wiley, 2001.
• C.K. Alexander e M.N.O. Sadiku. “Fundamentos de Circuitos Elétricos”. Bookman.
• Aula 09, EEL 5104 - Circuitos Elétricos para Controle e Automação – 2008/2.