Você está na página 1de 7

PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP CTI PN / UCP - 020

PADRÃO

TÍTULO: BALANÇO HÍDRICO

I - CONTROLE HISTÓRICO

Nº HISTÓRICO
REVISÃO DATA ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
PÁGINAS ALTERAÇÃO
Lindinalva Costa Silva
Janeiro / Emissão Sandra Haueisen Silvana Maria Lage
00 07 Márcia Cristina de
2014 inicial Martin Soares
Oliveira Martins

1. Introdução
O balanço hídrico é o resultado da quantidade de líquido que entra e sai do corpo humano em
um determinado intervalo de tempo, que tem por objetivo monitorar os parâmetros que
permitam acompanhar o equilíbrio hídrico do cliente diante do tratamento proposto,
dependendo de seu estado patológico, renal ou cardíaco. É feito através da subtração entre o
volume total de líquidos administrados e volume total dos eliminados.
O balanço hídrico será positivo quando o volume dos administrados for maior que o dos
eliminados e será negativo quando o volume dos eliminados for maior que o dos administrados.
Deve ser concluído ao término de 24 Horas.

2. Objetivo
 Padronizar as ações de enfermagem na realização do balanço hídrico, de modo que
garanta o monitoramento correto do estado hidroeletrolítico do beneficiário.

3. Campos de aplicação
 Este POP se aplica à assistência de enfermagem ao beneficiário internado no CTI PN/UCP
do HGIP

4. Referências normativas
 Não se aplica

5. Responsabilidade/ competência
 Compete ao enfermeiro supervisor conferir todo o processo com a equipe de enfermagem,
acompanhando o fechamento parcial e total a cada 12 horas e o total, após 24 horas.

ASSINATURA E CARIMBO 1
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP CTI PN / UCP - 020
PADRÃO

TÍTULO: BALANÇO HÍDRICO

I - CONTROLE HISTÓRICO

Nº HISTÓRICO
REVISÃO DATA ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
PÁGINAS ALTERAÇÃO
Lindinalva Costa Silva
Janeiro / Emissão Sandra Haueisen Silvana Maria Lage
00 07 Márcia Cristina de
2014 inicial Martin Soares
Oliveira Martins

 Compete ao enfermeiro assistencial, e técnico/auxiliar de enfermagem realizar o balanço


hídrico, conferindo o fechamento parcial e total, e proceder a anotação do procedimento no
PEP

6. Definições
 Não se aplica

7. Conteúdo do padrão
7.1 Recursos necessários
 Folha de registro do balanço hídrico (anexo1)
 Luvas de procedimento
 Fraldas descartáveis pesadas e com registro do peso
 Recipiente graduado para a mensuração de volumes de dreno ou diurese
 Calculadora
 Balança para pesagem do beneficiário e das fraldas
 Bomba de infusão

7.2 Principais passos


 Higienizar as mãos conforme PRS CCIH - 005
 Realizar a conferência dos dispositivos e acessos no recebimento do plantão
 Realizar o registro correto do volume total das soluções nos rótulos de soro
 Pesar o beneficiário nos dias padronizados no setor
 Anotar, na folha de balanço hídrico, os volumes de medicamentos e de soluções
administradas por bomba de infusão, bem como os líquidos administrados por via oral
durante o plantão de 12 horas.

ASSINATURA E CARIMBO 2
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP CTI PN / UCP - 020
PADRÃO

TÍTULO: BALANÇO HÍDRICO

I - CONTROLE HISTÓRICO

Nº HISTÓRICO
REVISÃO DATA ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
PÁGINAS ALTERAÇÃO
Lindinalva Costa Silva
Janeiro / Emissão Sandra Haueisen Silvana Maria Lage
00 07 Márcia Cristina de
2014 inicial Martin Soares
Oliveira Martins

 Anotar na folha de balanço hídrico os volumes de hemocomponentes administrados:


plasmas, plaquetas e albuminas, porém não somar o volume de concentrado de hemácia
que deverá apenas estar relacionado.
 Medir e anotar volume de urina, fezes, vômitos, drenagens de sondas e drenos, quantidade
de suor, na coluna dos eliminados, pesando fraldas ou por estimativas de quantidades:
pequena +/ media ++/ grande +++.
 Somar as colunas de líquidos administrados e as colunas de líquidos eliminados
 Concluir o balanço hídrico parcial a cada 12 horas e o total a cada 24 horas
 Comunicar ao enfermeiro e/ou médico, alteração como anúria, diarreia, volumes de
vômitos/estase, presença de sangue nos líquidos eliminados, e atraso de infusões
prescritas.

7.3 Cuidados especiais


 Ao receber o plantão observar a infusão de soroterapia e medicamentos no beneficiário,
atentando para as bombas de infusão, se as mesmas foram zeradas ou não
 Atentar para realizar uma anotação fidedigna, no espaço adequado, para não comprometer
a avaliação do beneficiário
 Cuidados ao registrar volume de líquidos infundidos por bomba de infusão e como
fazer para zerar a mesma
 A cada fechamento parcial de 12 Horas, parar a bomba perfusora, acionando o botão
START/STOP

ASSINATURA E CARIMBO 3
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP CTI PN / UCP - 020
PADRÃO

TÍTULO: BALANÇO HÍDRICO

I - CONTROLE HISTÓRICO

Nº HISTÓRICO
REVISÃO DATA ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
PÁGINAS ALTERAÇÃO
Lindinalva Costa Silva
Janeiro / Emissão Sandra Haueisen Silvana Maria Lage
00 07 Márcia Cristina de
2014 inicial Martin Soares
Oliveira Martins

 Anotar o volume infundido e subtrair do volume total registrado no rótulo da solução,


confirmando com a prescrição médica

 Registrar no impresso de balanço o valor infundido, em seguida, zerar a bomba,


alterando o volume total, apertando a tecla C e digitando na bomba de infusão o novo
volume total, conforme descrito no sub item acima
 Reiniciar a infusão

Fonte: http://www.brasilalemanhanews.com.br/Noticia.aspx?id=2461

*Parar e reiniciar a infusão. *Alterar o volume total.

 Cuidado quanto aos registros de eliminações


 As evacuações serão registradas com o símbolo +, de acordo com a quantidade
eliminada (de 1 a 3, +++)
 A diurese será anotada pelo valor em ml. Quando o beneficiário estiver em uso de
fralda descartável, realizar a pesagem da fralda e subtrair do peso da fralda anotado
previamente

ASSINATURA E CARIMBO 4
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP CTI PN / UCP - 020
PADRÃO

TÍTULO: BALANÇO HÍDRICO

I - CONTROLE HISTÓRICO

Nº HISTÓRICO
REVISÃO DATA ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
PÁGINAS ALTERAÇÃO
Lindinalva Costa Silva
Janeiro / Emissão Sandra Haueisen Silvana Maria Lage
00 07 Márcia Cristina de
2014 inicial Martin Soares
Oliveira Martins

 As fraldas que apresentarem urina e fezes, não deverão ser pesadas, a estimativa será
registrada pelo sistema de +, (seguindo o esquema de +/+++)
 O plantão noturno realizará o fechamento final do balanço, acrescendo a somatória do
fechamento parcial registrada pelo plantão diurno (12h) à sua somatória

8. Siglas
 CTIPN/UCP - Centro de Terapia Intensiva Pediátrico e Neonatal/ Unidade de Cuidados
Progressivos
 PEP - Prontuário Eletrônico do Paciente
 POP - Procedimento Operacional Padrão
 PRS - Procedimento Sistêmico
 RN - Recém-nascido

9. Indicadores
 Não se aplica

10. Gerenciamento de riscos


Categoria de Falhas potenciais Ações de Ações frente ao
Evento
risco geradoras de riscos prevenção evento

Assistencial Falha no controle e Desequilíbrio Realizar fechamento Comunicar ao


fechamento do balanço hidroeletrolítico parcial e total do enfermeiro e/ou
hídrico. balanço com o médico, presença de
acompanhamento diarreia ou vômito
do enfermeiro. acentuados.

ASSINATURA E CARIMBO 5
PROCEDIMENTO OPERACIONAL POP CTI PN / UCP - 020
PADRÃO

TÍTULO: BALANÇO HÍDRICO

I - CONTROLE HISTÓRICO

Nº HISTÓRICO
REVISÃO DATA ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO
PÁGINAS ALTERAÇÃO
Lindinalva Costa Silva
Janeiro / Emissão Sandra Haueisen Silvana Maria Lage
00 07 Márcia Cristina de
2014 inicial Martin Soares
Oliveira Martins

Assistencial Funcionário não Fechamento Acompanhamento Conferir todos os


capacitado/habilitado incorreto do pelo enfermeiro registros lançados no
para proceder o fechamento do supervisor do formulário de balanço
fechamento do balanço fechamento parcial e hídrico e refazer o
balanço. hídrico. total do balanço com cálculo.
o funcionário.
Realizar capacitação
do funcionário.

11. Referências
 BIEHL, J. I.; et al. Manual de Enfermagem em Pediatria. Ed. Médica e científica Ltda.; Rio
de Janeiro, RJ, 2002;
 TAMEZ, Raquel Nascimento; SILVA, Maria José Pantoja. Enfermagem na UTI Neonatal:
Assistência ao recém-nascido de alto risco. 4ª ed., Rio de Janeiro, Guanabara Koogan,
2010;
 BORK, A. M. T.. Enfermagem baseada em evidencias. Guanabara Koogan. 2010;
 KAWAMOTO, Emilia Emi. Fundamentos de Enfermagem. 3 ed., Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2011;
 SANTOS, Lannuze Gomes Andrade, et al. Enfermagem em Pediatria. Rio de Janeiro:
MedBook, 2010.
 POTTER, P. A.; PERRY, A. G. Fundamentos de Enfermagem. 5ª edição. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, p. 1156-1169, 2010·.

12. Anexos
 Impresso de Balanço Hídrico e Dados Vitais

ASSINATURA E CARIMBO 6
IMPRESSO DE BALANÇO HÍDRICO E DADOS VITAIS

Identificação do Paciente (ETIQUETA)


DATA FOLHA DE BALAÇO HIDRICO Nome:______________________________________
RG:______________________ Leito:____________
______/_____/____ E DADOS VITAIS Data Nascimento: ____/____/____ Idade:________
CTI Pedriátrico Sexo: M F PESO: __________________
Dados Vitais Ventilação Aporte Venoso Aporte Liquidos Eliminados Assinatura e/ou
Temperatura PPI FR TI / DOPA MDZ Ou- Oral dens. Carimbo
Hora: Axilar Inc Ajuste Pulso PA FR SAT PEEP FiO2 VAP Fluxo DEX Soro NP DOBU FENT MED tros Tipo Vol Urina Glico Evac. Estase Outros

10

11
12

13

14

15

16

17

18
Balanço 12h:

Dados Vitais Ventilação Aporte Venoso Aporte Liquidos Eliminados Assinatura e/ou
Temperatura PPI FR TI / DOPA MDZ Ou- Oral dens. Carimbo
Hora: Axilar Inc Ajuste Pulso PA FR SAT PEEP FiO2 VAP Fluxo DEX Soro NP DOBU FENT MED tros Tipo Vol Urina Glico Evac. Estase Outros

19

20

21

22
23

24

4
5

Balanço 12h:

Balanço 24 h: