Você está na página 1de 15

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ

CONSELHO SUPERIOR UNIVERSITÁRIO

RESOLUÇÃO Nº 137/2016- CONSU/UEAP

Regulamenta o procedimento para a


concessão de Progressão Funcional aos
Docentes da Carreira do Magistério
Superior na Universidade do Estado do
Amapá.

O Presidente do Conselho Superior Universitário da Universidade do


Estado do Amapá, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo
Decreto Estadual nº 4.018, de 1º de julho de 2014, bem como pelo Estatuto da
Universidade e Regimento Interno do Conselho Superior Universitário, no artigo 7º,
inciso XIV, tendo em vista a deliberação do plenário, em reunião do dia 14 de
dezembro de 2016, considerando a aprovação da ata da LXVI Reunião
Extraordinária do dia 24 de fevereiro de 2017, o Processo nº 46.000.744/2014, e
considerando a necessidade de qualificar e definir a documentação a ser
apresentada pelos docentes da UEAP por ocasião da solicitação de Progressão
Funcional, nos termos dos artigos 2º, III e 33, § 3º da Lei nº 1.743, de 29 de abril de
2013,

RESOLVE:

Art. 1º - Regulamentar, em sua área de competência, os procedimentos para


a concessão da PROGRESSÃO FUNCIONAL aos Docentes da Carreira do
Magistério Superior na Universidade do Estado do Amapá.

TÍTULO I
DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR

Art. 2º - A carreira do Magistério Superior compõe-se das seguintes Classes:

I- Docente Graduado;
II - Docente Auxiliar;
III - Docente Assistente;
IV - Docente Adjunto.
TÍTULO II
DA PROGRESSÃO FUNCIONAL

Art. 3º - A PROGRESSÃO FUNCIONAL é a passagem do docente na carreira


para o nível de vencimento imediatamente superior, dentro da mesma classe,
mediante AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO, desde que não tenha ausência
injustificada ao serviço nesse período, nem sofrido falta ou penalidade disciplinar.

Art. 4º - A PROGRESSÃO FUNCIONAL poderá ocorrer pelo CUMPRIMENTO


DO INTERSTÍCIO e pela AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO quando o docente
cumprir 18 (dezoito) meses de efetivo exercício em um nível da carreira.

Parágrafo Único- Para os professores em estágio probatório, a avaliação de


desempenho pode ocorrer pela avaliação parcial ou final do estágio probatório ou
pela utilização do ANEXO II.

Art. 5º - O requerimento da PROGRESSÃO FUNCIONAL por cumprimento de


interstício e AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO é de responsabilidade do interessado
e deverá ser remetido ao Presidente da Comissão Permanente de Pessoal Docente
(CPPD) após o período citado no art. 4º, acompanhado obrigatoriamente dos
seguintes documentos:

I - Preenchimento de requerimento, modelo específico, conforme anexo I


desta Resolução, disponível no protocolo geral da UEAP;

II - Formulário da AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO devidamente preenchido


e comprovado ou AVALIAÇÃO PARCIAL OU FINAL DO ESTÁGIO PROBATÓRIO
E/OU RELATÓRIO DE ATIVIDADES NOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO;

III - Cópia da Portaria relativa à última progressão ou documento equivalente


que comprove o nível de vencimento e classe;

IV - Documento emitido pela Unidade de Recursos Humanos atestando o


cumprimento do interstício em efetivo exercício da docência sem faltas injustificadas
e penalidades administrativas disciplinares.

Parágrafo Único - Os documentos comprobatórios deverão ser autenticados


por qualquer servidor efetivo da UEAP e/ou autenticados em cartório.

Art. 6º - Após análise da CPPD, será emitido parecer do pedido de


PROGRESSÃO FUNCIONAL; na hipótese de decisão favorável, o Processo será
enviado ao CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO- CONSEPE para
homologação.
§ 1º Após homologação pelo CONSEPE, o(a) Reitor(a) da UEAP procederá
a lavratura de Portaria de Pessoal, na qual constará a PROGRESSÃO FUNCIONAL
por cumprimento de interstício e AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO, observando-se
seus efeitos funcionais de classe, nível, cômputo de interstício e benefícios
financeiros.

§ 2º Em caso de indeferimento, o solicitante poderá requerer


reconsideração do parecer da CPPD, no prazo de 30 (trinta) dias úteis, contados a
partir da data da ciência pelo docente, mediante apresentação de justificativa
circunstanciada.

§ 3º Na hipótese de novo indeferimento, o solicitante poderá submeter o


processo à apreciação do CONSEPE e, em última instância, ao CONSU.

TÍTULO III
PROGRESSÃO DURANTE LICENÇAS E AFASTAMENTOS

Art. 7º - Os docentes em afastamento devidamente homologados pelo


CONSEPE terão a sua avaliação de desempenho mediante apresentação de
relatório das atividades desempenhadas em cursos de pós-graduação.

Parágrafo Único - Nos casos em que a avaliação do interstício do docente


compreenda parte em sala de aula e parte cursando a pós-graduação, a avaliação
de desempenho ocorrerá por proporcionalidade, sendo que para cada mês
trabalhado precisar-se-á de 6,6 pontos e do relatório das atividades desempenhadas
em cursos de pós-graduação.

Art. 8º - Docentes em afastamento parcial, mas que estão cursando pós-


graduação, sem prejuízos para suas atividades docentes, terão a sua avaliação de
desempenho mediante pontuação de no mínimo de 48 pontos para aprovação e
apresentação de relatório das atividades desempenhadas em cursos de pós-
graduação.

Art. 9º - A avaliação de progressão durante licenças será por


proporcionalidade, sendo que para cada mês trabalhado precisar-se-á de 6,6 pontos
ou apresentação da respectiva licença durante todo o período de avaliação.

Parágrafo Único - As Licenças são caracterizadas pelos arts. 93 a 114 da Lei


066, de 03 de maio de 1993 e pelos arts. 43 a 48 da Lei 1743, de 29 de abril de
2013.

Art. 10 - Em casos que o docente tiver a sua licença em um período igual ou


superior a 18 meses, a sua avaliação para progressão segue o art. 114, § 1º da Lei
066, de 03 de maio de 1993, que relata: “Em qualquer caso que exija o afastamento
para o exercício de mandato eletivo, o servidor terá garantida a progressão funcional
e demais gratificações e contribuirá para a seguridade social, como se em exercício
estivesse, e seu tempo de serviço será contado para todos os efeitos legais”.

TÍTULO IV
DA AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO

Art. 11 - A AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO, para fins de PROGRESSÃO


FUNCIONAL, será procedida pela CPPD, realizada por meio de formulário próprio,
conforme ANEXO II desta Resolução, ou AVALIAÇÃO PARCIAL OU FINAL DO
ESTÁGIO PROBATÓRIO E/OU RELATÓRIO DE ATIVIDADES NOS CURSOS DE
PÓS-GRADUAÇÃO.

§ 1º Os critérios de pontuação da AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO terão


como baliza o art. 26 da Lei nº 1.743, de 29 de abril de 2013, sendo dispostos nos
termos do § 5º.

§ 2º Para efeito de pontuação, somente serão computados as atividades


realizadas e os títulos obtidos durante o interstício avaliado.

§ 3º Não será considerada como de efetivo exercício de docência, no


cálculo do interstício previsto para efeito de progressão, a cessão do servidor para
outros órgãos ou entidades, ressalvados os casos previstos no art. 44 da Lei nº
1.743, de 29 de abril de 2013.

§ 4º A AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO de professores em período de


licença, afastados em razão de cumprimento de programas de pós-graduação stricto
sensu, será feita exclusivamente por meio dos relatórios de atividades de pós-
graduação.

§ 5º O formulário de AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO deverá ser


acompanhado de documentos comprobatórios das atividades desenvolvidas no
período de avaliação, distribuídos nos seguintes eixos:

I - Atividades de Ensino;
II - Atividades de Pesquisa;
III - Atividades de Extensão;
IV - Atividades Acadêmicas;
V- Atividades de Administração e Representação;
VI- Produção Intelectual;
VII- Assiduidade em Reuniões de Instâncias Deliberativas.
§ 6º A AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO consistirá na atribuição de pontos
pelas atividades desenvolvidas no interstício, estando o docente apto a ser
progredido quando obtiver as pontuações descritas nas tabelas abaixo de acordo
com regime de trabalho.

Categoria Pontuação Mínima para Progressão


Professor 40 horas e 40 horas D.E. 120* pontos
Professor 20 horas 60 pontos
* Carga horária máxima do professor sem atividades de pesquisa e extensão (20
horas semestrais X 2) equivalendo a carga horária de 40h X 3 semestres.

TÍTULO V
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS, FINAIS E TRANSITÓRIAS

Art. 12 - Os efeitos financeiros da progressão passam a contar da data limite


do tempo que o docente tiver direito, ultrapassado o prazo e constatado o direito do
docente à progressão ser-lhe-á garantida a percepção de remuneração
correspondente, retroagindo à data limite do protocolo do pedido de progressão,
conforme previsto no art. 29 da Lei n° 1.743, de 29 de abril de 2013.

Parágrafo Único - O percentual de progressão será de 5% (cinco por cento)


a cada 18 (dezoito) meses trabalhados, pagos em progressão geométrica, incidindo
sobre o vencimento básico da classe e nível que o servidor se encontra.

Art. 13 - A PROGRESSÃO FUNCIONAL será efetivada através de Portaria


do(a) Reitor(a), a qual surtirá efeitos a partir da data em que o requerente preencheu
os requisitos para tal fim, respeitando-se a data de protocolo.

Art. 14 - O ato de concessão da progressão será apreciado e publicado no


prazo máximo de 3 (três) meses da data da homologação da AVALIAÇÃO POR
DESEMPENHO.

Art. 15 - A qualquer tempo comprovada a utilização falsos ou inverídicos, a


referida progressão será cancelada e o respectivo docente devolverá os valores
recebidos indevidamente, sem prejuízos das devidas penalidades administrativas,
civis e criminais.

Art. 16 - As instâncias internas deliberativas (CONSU, CPPD, Comitês,


Colegiados de Cursos) devem semestralmente enviar à CPPD um atestado de
frequência dos docentes membros, constando as presenças e faltas injustificadas.
Art. 17 - Os casos omissos nesta Resolução serão submetidos à deliberação
do CONSEPE da UEAP.

Art. 18 - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 19 - Revogam-se as disposições em contrário.

Dê-se ciência, publique-se e cumpra-se.

Sala do Conselho Superior Universitário da UEAP em Macapá, 24 de


fevereiro de 2017.

Prof. Dr. Perseu da Silva Aparício


Presidente do CONSU
ANEXO I - FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL
CATEGORIA DOCENTE

À CPPD – COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE

REQUERIMENTO PARA SOLICITAÇÃO DE PROGRESSÃO FUNCIONAL

Nome:

Matrícula:

Titulação Atual: Regime de Trabalho Atual:


( ) Graduação ( ) Especialização ( ) 20 Horas ( ) 40 Horas ( ) 40 Horas D.E.
( ) Mestrado ( ) Doutor
Admissão em:
Período de Avaliação Data de Início:
18 Meses Data de Término:
Nível Atual:
Nível Pretendido:

Venho requerer à COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE–


CPPD progressão funcional, nos termos dos artigos 26 a 30 da Lei nº 1.743, de 29 de
abril de 2013 e Resolução nº 088/2015-CONSU/ UEAP.

DADOS DO REQUERENTE À PROGRESSÃO POR DESEMPENHO

O requerimento deverá estar acompanhado, conforme o caso, dos documentos


descritos na Resolução nº 137/2016-CONSU/UEAP. Assinalar somente os documentos
em anexo:

( ) Formulário da AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO, devidamente preenchido e


comprovado;
( ) Notas parciais ou nota final da AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO PROBATÓRIO;
( ) Relatório das atividades em cursos de pós-graduação;
( ) Cópia da Portaria relativa à última progressão ou documento equivalente que
comprove o nível de vencimento e classe;
( ) Documento emitido pela Unidade de Recursos Humanos atestando o cumprimento
do interstício em efetivo exercício da docência sem faltas injustificadas.

Macapá, _____/_____/______,

________________________________________
Assinatura do Requerente
ANEXO II – TABELA DE PONTUAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES

Nome: Matrícula:

Titulação atual: Regime de trabalho atual:


( ) Graduação ( ) 20 horas
( ) Especialização ( ) 40 horas
( ) Mestrado ( ) 40 horas D.E.
( ) Doutorado
Admissão em:

Período da avaliação Data de início:


(18 meses) Data de término:

EIXO I – ATIVIDADES DE ENSINO

Pontuação
Código ESPECIFICAÇÃO
Pontos Quantidade Total
Atividades docentes em disciplinas da
graduação e pós-graduação, definidas nos
planos de atividade individual docente,
01 aprovados pelos Colegiados competentes e 2,0
devidamente concluídas ou em curso no
semestre corrente;
(pontos/créditos/semestre)
Orientação de TCC na Graduação nos cursos
02 1,0
da UEAP; (pontos/orientações/semestre)
Coorientação de TCC na Graduação nos
03 cursos da UEAP; 0,5
(pontos/coorientações/semestre)
Orientação de Monitoria para alunos dos
04 cursos de graduação da UEAP; 1,0
(pontos/orientações/semestre)
Total do Eixo
EIXO II – ATIVIDADES DE PESQUISA

Pontuação
Código ESPECIFICAÇÃO
Pontos Quantidade Total
Orientação de monografia de especialização nos
05 cursos da UEAP; 2,0
(pontos/orientações/semestre)
Coorientação de monografia de especialização
06 nos cursos da UEAP; 1,0
(pontos/orientações/semestre)
Orientação de dissertação de mestrado nos
cursos da UEAP ou orientações externas
07 3,0
aprovadas pelo Colegiado de Curso;
(pontos/orientações/semestre)
Coorientação de dissertação de mestrado nos
cursos da UEAP ou orientações externas
08 1,5
aprovadas pelo Colegiado de Curso;
(pontos/orientações/semestre)
Orientação de tese de doutorado nos cursos da
UEAP ou orientações externas aprovadas pelo
09 4,0
Colegiado de Curso;
(pontos/orientações/semestre)
Coorientação de tese de doutorado ou
supervisão de estágio pós-doutorado nos cursos
10 da UEAP ou orientações externas aprovadas 2,0
pelo Colegiado de Curso;
(pontos/orientações/semestre)
Líder de Grupo de Pesquisa;
11 5,0
(pontos/semestre)
Coordenação de Linha em Grupo de Pesquisa
12 3,0
(pontos/coordenação/semestre)
Participação em Grupo de Pesquisa;
13 2,0
(pontos/participação/semestre)
*Coordenação de Projeto de Pesquisa;
14 10,0
(pontos/coordenação/semestre)
*Participação em Projeto de Pesquisa;
15 2,0
(Pontos/participação/semestre)
Orientação de Iniciação Científica,
16 institucionalizada; 2,0
(pontos/orientações/semestre)
Total do Eixo
* O docente receberá pontuação no item coordenação ou participação, nunca nos dois
ao mesmo tempo em um mesmo projeto de pesquisa.
EIXO III – ATIVIDADES DE EXTENSÃO

Pontuação
Código ESPECIFICAÇÃO
Pontos Quantidade Total
*Coordenação de Projeto de Extensão;
17 10,0
(pontos/coordenação/semestre)
*Participação em Projeto de Extensão;
18 3,0
(pontos/participação/semestre)
Orientação em Projetos Extensionistas;
19 2,0
(pontos/orientações/semestre)
Coordenação de Ações Extensionistas
20 2,0
Institucionais; (pontos/ação)
Contribuição em Ações Extensionistas
21 1,0
Institucionais; (pontos/ação)
Total do Eixo
* O docente receberá pontuação no item coordenação ou participação, nunca nos dois ao
mesmo tempo em um mesmo projeto de extensão, incluindo empresa júnior.

EIXO IV – ATIVIDADES ACADÊMICAS

Pontuação
Código ESPECIFICAÇÃO
Pontos Quantidade Total
Coordenação Geral de Programas Institucionais
(Coordenação PIBIC, PET, PIBID, PARFOR e
22 10,0
afins);
(pontos/coordenação/semestre)
Coordenação de Estágio, Prática Pedagógica,
Trabalho de Conclusão de Curso, Atividades
23 Complementares, Tutoria no Programa de 5,0
Educação Tutorial e afins;
(pontos/coordenação/semestre)
Coordenação de Núcleos Curriculares, de Áreas
Temáticas, de Eixos Integradores, de Grupos de
24 2,0
Estudos;
(pontos/coordenação/semestre)
Coordenação de evento científico, desportivo ou
artístico-cultural devidamente institucionalizado,
25 2,0
cujo público-alvo seja comunidade acadêmica;
(pontos/ação)
Execução de cursos, palestras, mesas-redondas,
atividades artístico-culturais, devidamente
26 2,0
institucionalizados;
(pontos/ação)
Participação em Bancas de qualificação e/ou de
27 trabalho de conclusão de curso na graduação; 1,0
(pontos/banca)
Participação em Bancas de defesa de monografia
28 de especialização Lato sensu; 1,5
(pontos/banca)
Participação em Bancas de defesa de
29 dissertação de mestrado; 2,0
(pontos/banca)
Participação em Bancas de defesa de tese de
30 doutorado; 4,0
(pontos/banca)
Total do Eixo

EIXO V – ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E DE REPRESENTAÇÃO

ESPECIFICAÇÃO Pontuação
Código
Pontos Quantidade Total
Exercício da Função de Reitor, Vice-Reitor e Pró-
31 24,0
Reitor; (pontos/semestre)
Exercício da Função de Chefe de Divisão;
32 15,0
(pontos/semestre)
Exercício da Função de Chefe de Unidade;
33 10,0
(pontos/semestre)
Exercício da Função de Coordenador de Curso de
34 Graduação ou Pós-Graduação; 20,0
(pontos/semestre)
Chefe de Laboratório ou Responsável por
35 5,0
Laboratório de ensino; (pontos/semestre)
Membro da CPPD ou da CPA, exceto quando na
36 10,0
posição de suplente; (pontos/semestre)
Participação em comissão interna não-
37 permanente (Auditoria, Sindicância, PAD ou 2,0
similar); (pontos/comissão)
Participação em comissão interna permanente
38 (NDE, Comitês ou similares); 5,0
(pontos/comissão/semestre)
Participação em coordenações, conselhos e
39 comissões internas de trabalho, devidamente 2,0
institucionalizados; (pontos/comissão/semestre)
Participação em demais atividades administrativas
investido em cargo/função comissionada,
40 2,0
remunerada ou não;
(pontos/comissão/semestre)
Participação em instâncias internas de
deliberação coletiva (CONSU, CONSEPE,
41 5,0
Câmaras, Conselhos e congêneres);
(pontos/semestre)
Participação na diretoria da SSIND-SINDUEAP e
na diretoria nacional do ANDES/SN, exceto
42 2,0
quando na posição de suplente;
(pontos/semestre)
Participação em diretorias ou comissões externas
43 local, nacional ou internacional, como 2,0
representante da UEAP; (pontos/semestre)
Total do Eixo

EIXO VI – PRODUÇÃO INTELECTUAL

ESPECIFICAÇÃO Pontuação
Código
(pontos/publicação) Pontos Quantidade Total
Livros L4 (CAPES) com ISBN registrado;
44 20,0
(ponto/livro)
Livros L3 (CAPES) com ISBN registrado;
45 16,0
(ponto/livro)
Livros L2 (CAPES) com ISBN registrado;
46 12,0
(ponto/livro)
Livros L1 (CAPES) com ISBN registrado;
47 8,0
(ponto/livro)
Livros sem classificação CAPES com ISBN
48 4,0
registrado; (ponto/capítulo)
Capítulo de Livros L4 (CAPES) com ISBN
49 5,0
registrado; (ponto/capítulo)
Capítulo de Livros L3 (CAPES) com ISBN
50 4,0
registrado; (ponto/capítulo)
Capítulo de Livros L2 (CAPES) com ISBN
51 3,0
registrado; (ponto/capítulo)
Capítulo de Livros L1 (CAPES) com ISBN
52 2,0
registrado; (ponto/capítulo)
Capítulo de Livros sem classificação CAPES com
53 1,0
ISBN registrado; (ponto/capítulo)
Artigos A1 ou A2 (CAPES) publicados em
54 16,0
periódicos indexados; (ponto/artigo)
Artigos B1 ou B2 (CAPES) publicados em
55 12,0
periódicos indexados; (ponto/artigo)
Artigos B3 ou B4 (CAPES) publicados em
56 8,0
periódicos indexados; (ponto/artigo)
Artigos B5 ou C (CAPES) publicados em
57 4,0
periódicos indexados. (ponto/artigo)
Artigos publicados em periódicos indexados e não
58 2,0
classificados pela CAPES. (ponto/artigo)
Artigos completos em Anais/Ata de eventos
59 4,0
científicos internacionais; (ponto/artigo)
Artigos completos em Anais/Ata de eventos
60 3,0
científicos nacionais; (ponto/artigo)
Artigos completos em Anais/Ata de eventos
61 2,0
científicos regionais; (ponto/artigo)
Resumo Expandido em eventos científicos;
62 2,0
(ponto/resumo)
Resumo Simples em eventos científicos;
63 1,0
(ponto/resumo)
Editoração ou organização de livros L4 (CAPES)
64 5,0
com ISBN registrado; (ponto/ editoração)
Editoração ou organização de livros L3 (CAPES)
65 4,0
com ISBN registrado; (ponto/ editoração)
Editoração ou organização de livros L2 (CAPES)
66 3,0
com ISBN registrado; (ponto/ editoração)
Editoração ou organização de livros L1 (CAPES)
67 2,0
com ISBN registrado; (ponto/ editoração)
Editoração ou organização de livros sem
68 classificação com ISBN registrado; (ponto/ 1,0
editoração)
Diagramação, Tradução e/ou revisão de
69 3,0
documentos científicos; (ponto/ tradução)
Patentes/Modelo de Utilidade Registradas (INPI);
70 20,0
(ponto/patente)
71 Registro de Marca pelo INPI 10,0
Programa de Computador Registrado (Direito
72 10,0
Autoral); (ponto/item)
Cultivar Registrada ou Protegida (MAPA);
73 10,0
(ponto/item)
74 Desenho Industrial (INPI); (ponto/item) 10,0
Topografia de Circuito Integrado Registrada
75 10,0
(INPI); (ponto/item)
Apresentações individuais e coletivas no campo
76 6,0
das Artes; (pontos/apresentação)
Autoria de composições artísticas;
77 16,0
(ponto/autoria)
Curadoria de coleções científicas, culturais e
78 5,0
artísticas; (ponto/curadoria)
Cultivar, Desenho Industrial, Marca, Protótipo,
79 2,0
Produto, Software sem registro; (ponto/item)
Avaliação Ad Hoc de projetos de Pesquisa e
80 2,0
Extensão; (ponto/avaliação)
Avaliação de artigos científicos de revistas
81 3,0
científicas indexadas; (ponto/avaliação)
Editor Chefe de Revista Científica;
82 6,0
(pontos/semestre)
Membro do corpo editorial de revistas científicas
83 3,0
indexadas; (pontos/semestre)
Total do Eixo

EIXO VII- ASSIDUIDADE EM REUNIÕES DE INSTÂNCIAS DELIBERATIVAS

ESPECIFICAÇÃO Pontuação
Código
Pontos Quantidade Total
Frequência nas reuniões em instâncias internas
de deliberação coletiva (CONSU, CONSEPE,
Colegiados de Cursos, Câmaras, Conselhos,
Comitês e congêneres) comprovada por
84 declaração de frequência emitida pelas 0,5
respectivas instâncias; (pontos/reunião)
(Comprovadas por atestado de frequência
emitido pelas respectivas instâncias indicando
o número de presenças)
Total do Eixo
RESUMO GERAL DE PONTUAÇÕES OBTIDAS

Pontos por Eixo

Eixos Pontuação em cada


Eixo
Eixo I
Eixo II
Eixo III
Eixo IV
Eixo V
Eixo VI
Eixo VII
TOTAL GERAL

Macapá, _____/_____/______,

________________________________________
Assinatura do Requerente