Você está na página 1de 11

O Futuro dos Festivais:

8 macrotendências que todo


organizador precisa saber
Há uma experiência premium nos dias de hoje. Na verdade, mais de 75% da geração
Y (também conhecida como millennials ou geração do milênio, os nascidos após
1980 e agora com idades entre 20-36 anos) e 59% dos baby boomers (os pais e avós
da geração do milênio) afirmam valorizar experiências mais do que bens materiais1.
Portanto, entenda como esta pode ser uma excelente notícia para seu próximo festival.
Você provavelmente já oferece uma experiência única — agora é apenas uma questão de
contar para todo mundo!

Como você pode fazer do seu festival uma experiência única e inesquecível para o público
presente? Como tocar o coração de seus participantes e construir fortes ligações que
os trarão de volta ano após ano? Para descobrir isso, analisamos diferentes festivais e
conversamos com alguns organizadores para identificar as tendências mais proeminentes
que eles estão vendo atualmente. Também analisamos os mais diversos tipos de
frequentadores de festivais para descobrir o que eles mais gostam nesses eventos.

Este documento se baseia no diagnóstico dessa análise, bem como em pesquisas


recentes conduzidas por nosso time de marketing. Continue a ler para descobrir as oito
macrotendências, de tecnologias emergentes até dicas de marketing, que colocarão seu
evento à frente do mercado brasileiro de festivais e eventos de grande público.

Tendência #1
Mais meios de pagamento
levam a mais gastos
Seu sistema de venda de ingressos permite múltiplas formas de pagamento e entrada? Os
frequentadores de festivais estão ficando cada vez mais experientes e, portanto, exigentes
em suas escolhas. Esta é uma tendência que está se expandindo principalmente nos
shows de música. Metade dos participantes de festivais de música preferem as pulseiras
RFID (do inglês “Radio-Frequency Identification”), porque as pulseiras simplesmente têm o
poder de conferir uma entrada quase que instantânea na porta do evento. Por outro lado, a
tecnologia RFID também pode oferecer outras vantagens que o papel moeda não oferece.
Pesquisas revelam os seguintes dados:

17% 47% 35% 69%


pagam com pagam com cartão pagam com cartão pagam em
pulseira RFID de crédito de débito dinheiro

No entanto, quase um terço (31%) consideraria pagar com uma pulseira se tivesse a opção.
Os fãs também podem gastar até 20% a mais no local quando estão usando RFID em vez
de dinheiro2. E tudo isso é uma excelente notícia para seu próximo festival.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 1


Como funciona
A tecnologia RFID já está sendo amplamente utilizada em itens como chaves de hotel e sistemas de
cobrança de pedágio. Agora, está ganhando força como uma ótima maneira para organizadores de
festivais e eventos de grande público permitirem que seus frequentadores deixem suas carteiras em
casa. Um chip, normalmente embutido em uma pulseira, se comunica com um scanner RFID através
de sinais de rádio. Esses chips substituem os ingressos de papel. Se os participantes vincularem
suas pulseiras RFID com um cartão de crédito, eles também poderão usá-las como pagamento (sem
dinheiro vivo!) para comidas, bebidas e itens de merchandising durante o festival.

Entre nesta tendência


Se você ainda não estiver oferecendo a seus participantes vários métodos de compra.
Além de perder parte do mercado, você pode estar ignorando uma excelente maneira
de encantar seus participantes e sair na frente! Além disso, há uma grande vantagem
competitiva no uso da tecnologia RFID. Você pode usá-la para entender como seus
participantes se movimentam pelo evento. Essas métricas podem oferecer uma grande
visão sobre onde os participantes passam mais tempo e o que fazem lá. Isso pode
ajudar o organizador a melhorar a experiência de seus eventos edição após edição —
aproveitando ao máximo as áreas de alto tráfego.

Tendência #2
Instagram está amplificando
o boca a boca
Para os superfãs, frequentadores ocasionais e até mesmo para os novatos nos
festivais, compartilhar o que estão fazendo na mídia social é uma forma essencial de
se comunicar com os amigos. E os amigos são importantes: 83% das pessoas dizem
confiar completamente ou parcialmente nas recomendações de amigos e familiares.1
Na verdade, nós da Eventbrite descobrimos que 20% do tráfego dos eventos em nossa
plataforma vem das mídias sociais.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 2


Se você pretende aproveitar o poder das redes sociais para vender mais ingressos, não
subestime o poder do Instagram. Um estudo de 2016 da consultoria TrackMaven mostrou
que a taxa de interação do Instagram é muito maior se comparado a outras plataformas de
mídia social. Em média, para cada 1000 seguidores que um usuário do Instagram tem, entre
50 e 70 desses seguidores interagem com cada post que esse usuário publica.

Ajude seus participantes a mostrar para os amigos como estão se divertindo em


seu evento e você pode ver seu público aumentar. Impressione um participante, que
impressionará um amigo...um amigo que pode simplesmente aparecer no próximo ano
pela primeira vez em seu festival.4

Entre nesta tendência


Se quiser que as pessoas compartilhem seu festival enquanto estão curtindo o melhor
momento. Aqui estão algumas maneiras de estimular ainda mais a publicação de fotos
de dentro do seu festival:

> Hashtags exclusivas do evento. Para obter melhores resultados, crie uma
hashtag curta e memorável e que inclua o nome do seu evento. Tenha em mente: o
comprimento ideal para uma hashtag é de apenas seis caracteres!!

> Dos frequentadores de eventos que normalmente usam mídia social em um festival,
é provável que 85% postem uma foto e 62% um vídeo. Inspire-os com obras de arte,
instalações e cenários visualmente atraentes para garantir ainda mais fotos tendo seu
festival como tema. E certifique-se de que o logo do evento esteja em todos os lugares!

> Surpreenda a todos e ofereça um espaço de fotos do Instagram. Este é o lugar onde
os participantes podem imprimir cópias em papel de fotos do Instagram publicadas
por eles usando a hashtag oficial do evento.

> Não esqueça o Snapchat. O número de usuários do Snap está crescendo a cada dia,
principalmente entre os millennials. Dos recursos apresentados por esse aplicativo,
os mais interessantes são os filtros que adicionam efeitos divertidos à selfies. Mas por
que estamos falando do Snapchat em uma parte totalmente dedicada ao Instagram?
Porque em primeiro lugar, o time do Snapchat oferece a possibilidade de compra
de um filtro geográfico sob demanda. Em segundo, o público do seu festival terá um
estímulo adicional para postar uma foto inusitada e irreverente na rede social mais
fotogênica do momento, o Instagram.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 3


Tendência #3
Participantes estão famintos por
mais experiências
Em outra pesquisa recente da Eventbrite com mais de 5000 frequentadores de festivais,
80% da geração do milênio havia ido a pelo menos três eventos de comida, vinho
ou cerveja no último ano.3 E, mais da metade deles se consideram “interessados em
comida” (mais conhecidos como foodies).

Quanto mais opções de comida e bebida os participantes tiverem, mais felizes eles serão
durante seu evento. Mas há uma razão mais estratégica para oferecer comida em seu
festival: 84% dos frequentadores de festivais estão propensos a postar fotos de comida
durante um evento. Isso é um marketing de mídia social que não tem preço.

Entre nesta tendência


Para adicionar ao seu festival um entretenimento com mais sabor (comida!) e capaz de,
ao mesmo tempo, atrair e reunir pessoas totalmente diferentes. Encante seu público
usando formatos interativos como demonstrações de uma receita ou concursos.
Se você quiser fazer uma grande festa, traga um chef celebridade ou contrate um
restaurante famoso. Mas lembre-se: apesar da comida ser quase sempre bem-recebida
por seus participantes, seja seletivo. É importante certificar-se de que a comida
oferecida em seu festival também corresponda à sua marca. Se seu festival estiver
posicionado como um evento familiar, ligado à área fitness ou for um evento elegante, a
comida oferecida deve refletir a alma do evento e seu público.

Tendência #4
Tecnologia Beacon faz grandes
eventos parecerem um encontro
de amigos
As indústrias do varejo e dos grandes eventos esportivos, principalmente nos Estados
Unidos, já entenderam o retorno que a tecnologia de localização (conhecida como
beacon, e sim: lembra bacon!) pode trazer para seus resultados finais. Os organizadores
de eventos estão percebendo rapidamente o quão relevante é para sua indústria
também. Essa tecnologia de localização pode ajudar organizadores a identificar os mais
populares palcos, exposições, estandes e atrações em seu festival.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 4


Como funciona
Os Beacons são pequenos dispositivos sem fio que transmitem um sinal de rádio. Eles são
colocados em pontos estratégicos de seu evento. Uma barreira virtual chamada geofence
determina o raio de alcance do beacon. Essas fronteiras invisíveis permitem que você
personalize e diferencie áreas do seu festival.

Portanto, essa tecnologia habilita o organizador a enviar mensagens relevantes para


o público presente em um determinado local do seu evento. Por exemplo, usando
uma notificação push você pode decidir enviar um alerta ou até mesmo um cupom de
desconto para participantes andando perto de uma exibição ou estande de seu principal
patrocinador. É o conceito da internet das coisas (ou IoT, Internet of Things) chegando
ao mundo dos eventos!

Entre nesta tendência


Para oferecer aos participantes conteúdos exclusivos e ofertas especiais enquanto
passeiam por áreas de seu festival. E, se quiser ir mais adiante, essa tecnologia
também pode oferecer uma grande visão sobre qual local seus participantes estão
permanecendo mais tempo durante a realização do festival.

Tendência #5
Participantes estão desejando
experiências personalizadas e únicas
O mercado de festivais está ficando cada vez mais saturado e, portanto, com a
concorrência mais feroz. No Brasil, principalmente nas grandes capitais, há um número
crescente de festivais de diversos tipos e temas e eventos de grande público sendo
realizados a cada ano. Porém, a demanda do público em geral por experiências únicas e
ao vivo ainda é muito alta. Quando questionamos frequentadores de festivais de música,
a imensa maioria citou a “singularidade” como um grande atrativo para comparecer a
um festival. Este foi o ponto que mais observamos também em outros tipos de festivais
que obtiveram sucesso no mercado nesses últimos 12 meses4.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 5


Criar um festival que preenche um nicho único é uma grande maneira de atrair
multidões ansiosas por novas experiências. Quando você foca em um segmento, você
faz com que um grupo específico de pessoas se sinta cuidado. Isso parece contra o bom
senso se estiver tentando aumentar o público do seu evento. Mas, lembre-se de um
velho e bom ditado: “mais vale um pássaro na mão do que dois voando”. Seja mestre no
seu nicho, naquele segmento nunca ocupado por outro festival e ficará surpreso quantos
seguidores apaixonados você pode conquistar.

Entre nesta tendência


Para ver seu festival crescer em um espaço praticamente saturado. A geração do milênio,
em particular, procura por combinações únicas de temas que podem fazer com que um
festival obtenha destaque: arte e vinho, cerveja e pingue-pongue, filmes e cupcakes e assim
por diante. Festivais de nichos e menores como esses exemplos criam uma oportunidade de
atender os anseios dos participantes por experiências novas e diferentes.

Tendência #6
Conexão durante todo o ano é cada
vez mais importante
O público do seu festival espera receber reconhecimento e tratamento VIP. E isto pode
continuar acontecendo mesmo após o fim do seu evento. Fique conectado com seus
participantes mesmo durante a baixa temporada (caso haja uma!). Isso mantém aquele
impulso de excitação que brotou lá no evento e os deixará animados para o próximo ano
ou edição.

Entre nesta tendência


Se quiser manter a conexão com seus participantes muito depois dos portões do festival
terem fechado.

Com base na observação de eventos e festivais, o time de marketing da Eventbrite


separou as seguintes dicas:

> Mídias sociais — Com um pouco de imaginação, não haverá fim para o assunto ou
tema escolhido por você aparecer em posts durante todo o ano no Facebook, Twitter,
Instagram e Snapchat. Veja a Maker Faire, um encontro de artesãos, inventores e
entusiastas de tecnologia que acontece em diferentes locais do mundo; de Detroit até
Pequim, passando pelo Rio de Janeiro. Atualmente, mais de 10 eventos com o nome
Maker Faire acontecem entre o verão e outono. Mas, mesmo no inverno e na primavera,
a presença nas mídias sociais da Maker Faire é animada, com memórias e lembranças
de eventos passados, entusiasmo sobre eventos futuros e ótimos conteúdos
selecionados para o inventor que existe em todos nós.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 6


> E-mail — Dar seguimento ao seu evento com um “obrigado por ter vindo” é
certamente uma boa coisa para se fazer. Torne essas mensagens de e-mail mais
táticas enviando ao seu público uma pesquisa para ajudá-lo a fazer o evento do
próximo ano ainda melhor ou oferecendo uma recompensa por permanecerem
leais ao seu festival. Por exemplo, ofereça um bom desconto para aqueles que se
inscreverem para o próximo ano naquele exato momento ou em até cinco dias da data
do envio da mensagem.

> Eventos menores na baixa temporada — o Burning Man é um festival incrivelmente


popular que acontece todo mês de agosto no remoto deserto do estado norte-
americano de Nevada. Tão incrivelmente popular que até o programa Profissão Repórter
e o canal de notícias GloboNews, ambos da Rede Globo, já estiverem por lá para
entender a magia desse evento. Os participantes são tão dedicados e apaixonados ao
ponto de subgrupos surgirem para manter o espírito do festival vivo durante todo o
ano. Do “Love Burn” em janeiro na cidade de Miami ao “Western NY Burnal Equinox”
em fevereiro, ao “taBURNak!” de Montreal; os participantes do Burning Man de todo
o mundo ficam ligados e animados até que possam voltar a “the playa” no verão. Para
aumentar a animação ao redor do seu festival, considere realizar eventos menores
durante todo o ano que tenham como alvo seus fãs mais ávidos. Incentive-os a se
unirem em uma comunidade (para começar que tal você mesmo criar e alimentar um
grupo secreto do Facebook?), a convidar amigos para participar e a compartilhar como
eles celebram o ano todo.

Tendência #7
Transmissões ao vivo podem ajudar
a crescer seu festival
Do Coachella na Califórnia ao Lollapalooza no Brasil, as transmissões ao vivo estão
levando a indústria de festivais ao sucesso absoluto. E por uma boa razão: vídeo ao
vivo pode ser um ótimo investimento para seu negócio. Além de levar o conteúdo do
seu festival e seu nome para as pessoas que ficaram em casa e plantar a vontade de
comparecer no próximo; você pode, a exemplo do próprio Lollapalooza, oferecer a uma
parte de seus frequentadores a opção de assistir as atrações através da transmissão ao
vivo e longe da euforia da multidão.

Entre nesta tendência


Se você estiver interessado em criar experiências para fãs ao redor do mundo. Para
adicionar um elemento de transmissão ao vivo ao seu próximo festival, aqui estão três
dicas essenciais para se ter em mente:

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 7


> Para ser eficaz, o vídeo deve ser de alta qualidade. Não são necessários dados de uma
pesquisa para embasar a tese que nós consumidores temos uma percepção negativa de
uma marca com uma experiência de vídeo de baixa qualidade.

> Cada vez mais as pessoas estão consumindo conteúdo e assistindo a vídeos em uma
tela pequena (dispositivos móveis e tabletes). Portanto, a otimização para dispositivos
móveis é indispensável.

> Não despreze o recurso Live do Facebook!

Tendência #8
Aplicativos e ingressos eletrônicos
estão transformando hábitos
Os avanços tecnológicos estão definitivamente mudando hábitos de uma maneira
geral: quem hoje ainda imprime uma passagem de avião? E esses avanços também
estão sendo refletidos em frentes bastante significativas do lado dos festivais e eventos
de grande público. Desde a experiência do participante que usa seu smartphone
para comprar um ingresso em poucos cliques e receber imediatamente seu ingresso
eletrônico no e-mail de sua preferência; em detrimento do deslocamento para a compra
do ingresso físico em um ponto de venda. Até a experiência do próprio organizador que
pode ter os dados da sua venda pré-evento integrados com os dados da venda no local
em um aplicativo de check-in e assim se preparar melhor para manter sua entrada sem
filas ou tumulto.

Diferentemente dos tradicionais ingressos impressos (aqueles com numeração,


holografia e etc), os ingressos eletrônicos são ecologicamente sustentáveis e muito
mais econômicos tanto para o organizador quanto para o participante do evento
porque simplesmente não há custos de impressão e envio. E ainda, a incorporação do
sistema QR Code (do inlgês, “Quick Response Code”) nos ingressos eletrônicos imputa
segurança, comodidade e agilidade - novamente - tanto para o organizador quanto para
o participante do evento.

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 8


Como funciona
O sistema QR Code codifica informação para esta ser lida de forma instantânea. Criado na
década de 90, foi apenas com a invasão dos smartphones na vida das pessoas que o sistema
tomou impulso e pode ser realmente utilizado por todos. A leitura de um código QR acontece
por meio da câmera do celular que o escaneia e lê automaticamente a informação ali contida.
A aplicação de QR Codes aos ingressos eletrônicos de eventos permite que cada ingresso
tenha seu código único, reunindo e resumindo informações variadas como número e tipo
do ingresso comprado, nome do comprador (se isto for requerido no momento da compra),
método de pagamento e assim por diante.

Entre nesta tendência


Se quiser conquistar público, oferecer uma primeira impressão positiva e,
principalmente, vender mais ingressos. Criar experiências dinâmicas, por meio da
promoção de novos hábitos de fácil adoção, é uma grande maneira de fidelizar e trazer
mais público ano após ano.

Dê um passo adiante
Ao entender o valor de cada e entrar nas oito macrotendências (ou em pelo menos
uma!) que estão conduzindo os eventos e festivais do momento, você cultivará
experiências que seus fãs nunca esquecerão.

1 Eventbrite, “Millennials: abastecendo a economia das experiências ao vivo”e “Tendências Baby Boomers”
2Tour Tech, RFID Access Control: A Comparison of 7 Leading Technologies
3 Eventbrite, “The Sweet Spot for Food Festival Pricing”
4 Eventbrite, “Eventos de música: as tendências do mercado para 2017”

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 9


A Eventbrite é a plataforma líder global em tecnologia para
eventos. A empresa já processou mais de US$ 5 bilhões em
venda de ingressos brutos desde seu lançamento, em 2006,
e ajuda a potencializar mais de 2 milhões de eventos ao redor
do mundo todos os anos. Criada com foco em confiabilidade
e escala, a plataforma atende milhares de organizadores
de eventos, incluindo Social Media Week São Paulo, Usina
Universitária, LinkedIn, entre outros. Milhares de organizadores
utilizam a Eventbrite para ajudá-los a impulsionar suas
vendas de ingressos, promover e gerenciar eventos e analisar
resultados por meio de múltiplos canais de vendas: web, mobile,
pontos de vendas, e-mail marketing e redes sociais. Milhões de
participantes de eventos também utilizam a Eventbrite todos os
anos para descobrir uma ampla variedade de eventos, e garantir
seus ingressos em uma plataforma segura e fácil de usar - de
aulas de fotografia e corridas de obstáculos a grandes shows e
festivais que reúnem milhares de pessoas. Fundada em 2006 e
sediada em São Francisco, a empresa possui escritórios em 8
países e processa ingressos em mais de 180 países. Entre seus
investidores estão Sequoia Capital, Tiger Global e T. Rowe Price.

Para descobrir como você pode inovar e crescer com a


Eventbrite, vá para www.eventbrite.com.br ou fale com um de
nossos executivos no telefone 0800 025 8718.

Para mais dicas inspiradoras sobre produção de eventos, acesse


nosso blog www.eventbrite.com.br/blog

O Futuro dos Festivais: 8 macrotendências que todo organizador precisa saber 10