Você está na página 1de 73

01 - (ITA/SP/2004) - Considere os dois eletrodos (I e II) seguintes e seus respectivos

potenciais na escala do eletrodo de hidrogênio (E o ) e nas condições-padrão:


2F-(aq)  2e- (CM) + F2(g) E oI = 2,87V
Mn2+(aq) +4H2O (l)  5e- (CM) + 8H+(aq) + MnO  o
4 E II = 1,51V
A força eletromotriz de um elemento galvânico construído com os dois eletrodos acima
é de
a. –1,81V.
b. –1,13V.
c. 0,68V.
d. 1,36V.
e. 4,38V.

02 - (ITA/SP/2004) - Considere os eletrodos representados pelas semi-equações


químicas seguintes e seus respectivos potenciais na escala do eletrodo de hidrogênio(E °)
e nas condições-padrão:
In+ (aq) + e- (CM)  In(s) E 0I = -0,14V
In2+ (aq) + e- (CM)  In+ (aq) E 0II = -0,40V
In3+ (aq) + 2e- (CM)  In+ (aq) E 0III = -0,44V
In3+ (aq) + e- (CM)  In2+ (aq) E 0IV = -0,49V
Assinale a opção que contém o valor CORRETO do potencial-padrão do eletrodo
representado pela semi-equação In3+ (aq) + 3e- (CM)  In(s)
a. –0,30V.
b. –0,34V.
c. –0,58V.
d. –1,03V.
e. –1,47V.

03 - (ITA/SP/2004) - Descreva os procedimentos utilizados na determinação do


potencial de um eletrodo de cobre Cu(s) | Cu2+(aq). De sua descrição devem constar:
a. A listagem de todo o material (soluções, medidores etc.) necessário para realizar a
medição do potencial do eletrodo em questão.
b. O desenho esquemático do elemento galvânico montado para realizar a medição em
questão. Deixe claro nesse desenho quais são os pólos positivo e negativo e qual dos
eletrodos será o anodo e qual será o catodo, quando corrente elétrica circular por esse
elemento galvânico. c. c. Neste último caso, escreva as equações químicas que
representam as reações anódicas e catódicas, respectivamente.
c. A explicação de como um aumento do valor das grandezas seguintes afeta o potencial
do eletrodo de cobre (Aumenta? Diminui? Não altera?): área do eletrodo, concentração
de cobre no condutor metálico, concentração de íons cobre no condutor eletrolítico e
temperatura.

04 - (IME/RJ/2004)  Uma pilha de combustível utiliza uma solução de KOH e dois


eletrodos porosos de carbono, por onde são admitidos, respectivamente, hidrogênio e
oxigênio. Este processo resulta numa reação global de combustão que gera eletricidade.
Considerando que a pilha opera nas condições padrão:
a. calcule a entropia padrão de formação da água líquida;
b. justifique por que a reação da pilha é espontânea;
c. avalie a variação da entropia nas vizinhanças do sistema.
05 - (Mackenzie/SP/2004) - Dados os potenciais de redução das semi-reações, I e II,
(I) Cu2+ + 2e–  Cu0 E0 = + 0,34 V
(II) Al3+ + 3e–  Al0 E0 = – 1,66 V ,
o valor da ddp da pilha Al / Al3+ // Cu / Cu2+ é:
a. + 4,30 V.
b. – 2,00 V.
c. + 1,32 V.
d. + 2,00 V.
e. – 1,32 V.

06 - (UEPG/PR/Janeiro/2004) - A respeito de uma pilha com eletrodos de níquel e


estanho, com base nas semi-equações desses dois metais e os respectivos
potenciais de oxidação, conforme as formulações abaixo, assinale o que for correto.

Ni°  Ni2+ + 2 e– E0 oxid = + 0,25 V

Sn°  Sn2+ + 2 e– E0 oxid = + 0,14 V
01. A reação de oxirredução nessa pilha não é um processo espontâneo.
02. No eletrodo de estanho dessa pilha ocorre oxidação.
04. O eletrodo de níquel nessa pilha é denominado ânodo.
08. A equação global dessa pilha é dada por Ni0 + Sn2+  Ni2+ + Sn0.
16. A diferença de potencial, E0, nessa pilha é igual a + 0,11 V.

07 - (UEM/PR/2004) - Considerando as reações abaixo com seus respectivos


potenciais-padrão de redução, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
I) 2H+ + 2 e-  H2 Eo = 0,0 V
II) Ti2+ + 2e-  Ti Eo = -1,63 V
III) Cr + 2e  Cr
2+ -
Eo = 0,56 V
IV) Fe2+ + 2e-  Fe Eo = 0,44 V
V) Au+ + e-  Au Eo = 1,68 V
VI) O2 + 2H2O + 4e  4OH
- -
Eo = 1,23 V
01. Uma célula eletroquímica montada com os eletrodos das reações III e IV possui uma
reação global espontânea com Eo = 1,0 V.
02. O valor do potencial-padrão de oxidação do eletrodo representado pela reação II é
1,63 V.
04. Uma pilha montada com os eletrodos das reações III e V, utilizando-se uma ponte
salina, pode ser representada por Cr/Cr2+//Au+/Au.
08. A corrosão do ferro está baseada na sua oxidação. Sendo assim, dentre os metais
acima, o ouro seria o mais indicado para proteger o ferro contra a corrosão.
16. Considerando que a reação global que representa a corrosão do ferro pode ser
determinada através das reações IV e VI, para se produzir 2,0 g de ferrugem, Fe(OH) 2,
são necessários, aproximadamente, 50 L de O2, nas CNTP, considerando o O2 como um
gás ideal.
(Dados: Fe = 56; O = 16; H = 1)

08 - (Fuvest/SP/2ª Fase/2004) - Um experimentador tentou oxidar zinco (Zn) com


peróxido de hidrogênio (H2O2), em meio ácido. Para isso, adicionou, ao zinco, solução
aquosa de peróxido de hidrogênio, em excesso, e, inadvertidamente, utilizou ácido
iodídrico [HI(aq)] para acidular o meio.
Para sua surpresa, obteve vários produtos.
a. Escreva as equações químicas balanceadas que representam as reações de
oxirredução ocorridas no experimento, incluindo a que representa a decomposição do
peróxido de hidrogênio, pela ação catalítica do metal.
b. Poderá ocorrer reação entre o peróxido de hidrogênio e o ácido iodídrico? Justifique,
utilizando semi-reações e os correspondentes potenciais padrão de redução.
Dados: Potenciais padrão de redução (V):
peróxido de hidrogênio, em meio ácido, dando água . . . . . . . . . . . . . . . 1,78
oxigênio (O2), em meio ácido, dando peróxido de hidrogênio . . . . . . . . 0,70
iodo (I2) dando íons iodeto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 0,54
íons H+ dando hidrogênio gasoso (H2) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 0,00
íons Zn2+ dando zinco metálico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . –0,76

09 - (UFG/2ª Etapa/Grupo-II/2004)  Objetos de prata, com o tempo, escurecem e


perdem o brilho. A utilização de uma solução salina e de um metal podem restaurar o
brilho original da prata. Dados os potenciais-padrão de redução, a seguir, responda:
Ag+/Ag Eo = + 0,30V
2+
Zn /Zn Eo =  0,76V
Fe2+/Fe Eo =  0,44V
Al3+/Al Eo = 1,66V
a. Qual metal seria mais eficiente na restauração do brilho da prata? Justifique.
b. Escreva a equação que representa a reação com o metal escolhido em (a) e o valor do
potencial-padrão da reação.

10 - (UFG/2ª Etapa/Grupo-I/2004)  As equações químicas das semi-reações, que


ocorrem em uma pilha utilizada em aparelhos de audição, são:
ZnO(s) + H2O(l) + 2 e  Zn(s) + 2OH (aq) Eo =  0,76V
HgO(s) + H2O(l) + 2 e  Hg(l) + 2OH (aq) Eo = + 0,85V
a. Qual a equação global e o potencial-padrão da pilha?
b. Qual dos seguintes óxidos, Ag2O, Al2O3, MgO, poderia substituir o HgO nessa pilha?
Justifique.
DADOS:
Ag+/Ag Eo = + 0,80V
Al3+/Al E0 =  1,66V
Mg2+/Mg Eo = 2,36V

11 - (PUC/SP/2003) – Dados: semi-reações de redução e respectivos potenciais de


redução.
2H+(aq) + 2e–  H2(g) Eo red  0,00V

Ag+(aq) + e–  Ag(s) Eored  0,80 V

Cu2+(aq) + 2e–  Cu(s) Eo red  0,34V

Mg (aq) + 2e  Mg(s)
2+ – o
E red  2,37 V

Fe2+(aq) + 2e–  Fe(s) Eored  0,44V

Pt (aq) + 2e  Pt(s)
2+ – o
E red  1,20V

Zn2+(aq) + 2e–  Zn(s) Eored  0,76V


Quatro metais, aqui designados por MA, MB , MC e MD , apresentam as seguintes
propriedades:
• somente MA e MC são corroídos por solução aquosa de ácido clorídrico (HCl) 1 mol/L,
liberando gás hidrogênio (H2);
• se MC é colocado em contato com as três soluções de cada cátion dos demais metais,
são obtidos MA, MB e MD na forma metálica;
• o metal MD reduz M nB formando MB e M D x
.
Considerando as informações acima, os metais MA, MB, MC e MD podem ser,
respectivamente,
a. Zn, Cu, Fe e Ag.
c. Zn, Ag, Mg e Cu.
e. Ag, Fe, Pt e Zn.
b. Fe, Cu, Mg e Zn.
d. Cu, Ag, Mg e Pt.

12 - (ITA/SP/2003) - Considere o elemento galvânico mostrado na figura a seguir. O


semi-elemento A contém uma solução aquosa, isenta de oxigênio, 0,3 mol L –1em Fe2+ e
0,2 mol L–1 em Fe3+. O semi-elemento B contém uma solução aquosa, também isenta de
oxigênio, 0,2 mol L–1 em Fe2+ e 0,3 mol L–1 em Fe3+. M é um condutor metálico
(platina). A temperatura do elemento galvânico é mantida constante num valor igual a
250C. A partir do instante em que a chave “S” é fechada, considere as seguintes
afirmações:
I. O sentido convencional de corrente elétrica ocorre do semi-elemento B para o semi-
elemento A.
II. Quando a corrente elétrica for igual a zero, a relação de concentrações [Fe 3+ (aq)] /
[Fe2+ (aq)] tem o mesmo valor tanto no semi-elemento A como no semi-elemento B.
III. Quando a corrente elétrica for igual a zero, a concentração de Fe2+ (aq) no semi-
elemento A será menor do que 0,3 mol L–1 .
IV. Enquanto o valor da corrente elétrica for diferente de zero, a diferença de potencial
entre os dois semi-elementos será maior do que 0,118 log (3/2).
V. Enquanto corrente elétrica fluir pelo circuito, a relação entre as concentrações [Fe 3+
(aq)] / [Fe2+ (aq)] permanece constante nos dois semi-elementos.
S

P o n te S a lin a

M M

A B
Das afirmações feitas, estão CORRETAS
a. apenas I, II e III.
b. apenas I, II e IV.
c. apenas III e V.
d. apenas IV e V.
e. todas.

13 - (ITA/SP/2003) – A corrosão da ferragem de estruturas de concreto ocorre devido à


penetração de água através da estrutura, que dissolve cloretos e/ou sais provenientes da
atmosfera ou da própria decomposição do concreto. Essa solução eletrolítica em
contacto com a ferragem forma uma célula de corrosão. A Figura A, a seguir, ilustra
esquematicamente a célula de corrosão, formada.
No caderno de soluções, faça uma cópia desta figura no espaço correspondente à
Resolução a esta questão.
Nesta cópia
I) identifique os componentes da célula de corrosão que funcionam como anodo e
catodo durante o processo de corrosão e
II) escreva as meias-reações balanceadas para as reações anódicas e catódicas.

F e rro
O 2 N a+
H2O C l
F e rro
C o n c re to
F ig u ra A
A Figura B, a seguir, ilustra um dos métodos utilizados para a proteção da ferragem
metálica contra corrosão.
No caderno de soluções, faça uma cópia desta figura, no espaço correspondente à
Resolução a esta questão.
Nesta cópia
I) identifique os componentes da célula eletrolítica que funcionam como anodo e catodo
durante o processo de proteção contra corrosão e
II) escreva as meia-reações balanceadas para as reações anódicas e catódicas.

+ +
F e rro
O 2 N a+
H 2O C l
F e rro
C o n c re to
F ig u ra B
Sugira um método alternativo para proteção da ferragem de estruturas de concreto
contra corrosão.

14 - (UFPiauí/PI/2003) – Pesquisas na área médica têm demonstrado que pessoas com


elevados níveis de ferro (Fe. no sangue apresentam maior possibilidade de sofrer
derrame cerebral do que aquelas com níveis mais baixos. Essa conclusão é atribuída à
ligação do Fe aos átomos de nitrogênio (N) ou enxofre (S) presentes em algumas
enzimas. Essas ligações danificam as células em um processo denominado estresse
oxidativo, onde o metal atua como doador de elétrons. Analise as afirmativas abaixo e
marque a opção correta.
a. O Fe sofre redução nas reações oxidantes que transportam o oxigênio no sangue.
b. As enzimas atuam como catalisadores nas reações oxidantes e na hemoglobina, que
transporta oxigênio no sangue.
c. A possibilidade do Fe misturar-se a outros elementos químicos é atribuída à sua alta
eletronegatividade.
d. O Fe danifica as células ao perder elétrons para os outros elementos no processo de
estresse oxidativo.
e. O fato do oxigênio ser um gás ideal, aumenta a eficiência da ação enzimática quanto
ao seu transporte no sangue.

15 - (UFPiauí/PI/2003) – Os solos, por mais secos que pareçam, sempre contêm água,
o que os torna excelentes meios eletrolíticos. Para proteger uma tubulação metálica
contra o processo de corrosão, faz-se uso, freqüentemente, de uma técnica denominada
proteção catódica ou eletrodo de sacrifício, conforme ilustração da figura abaixo:

Análise as afirmativas abaixo.


I. Quanto mais pura a água do solo, maior a passagem da corrente elétrica.
II. O eletrodo de sacrifício tem Gº > 0 em relação ao metal da tubulação.
III. Ao formar a pilha com a tubulação, o eletrodo de sacrifício é o ânodo.
Marque a opção correta.
a. Apenas I é verdadeira.
b. Apenas II é verdadeira.
c. Apenas III é verdadeira.
d. Apenas I e II são verdadeiras.
e. Apenas II e III são verdadeiras.

16 - (Vunesp/SP/2003) – A equação seguinte indica as reações que ocorrem em uma


pilha: Zn(s) + Cu2+(aq)  Zn2+(aq) + Cu(s). Podemos afirmar que:
a. o zinco metálico é o cátodo.
b. o íon cobre sofre oxidação.
c. o zinco metálico sofre aumento de massa.
d. o cobre é o agente redutor.
e. os elétrons passam dos átomos de zinco metálico aos íons de cobre.

17 - (UFCE/1ª Fase/2003) – As células a combustível, capazes de converter energia das


reações de oxidação-redução de reagentes químicos gasosos diretamente em
eletricidade, são consideradas tecnologias prontas para substituir combustíveis
derivados do petróleo. A célula a combustível hidrogênio-oxigênio baseia-se na
conhecida reação de formação de água, onde os gases são oxidados e reduzidos, em
compartimentos de eletrodos separados por solução eletrolítica
2H2(g) + O2(g)  2 H2O(l) + Energia
Assinale a alternativa correta.
a. Hidrogênio é reduzido no anodo, segundo a semi-reação H2(g) + 4OH–(aq)  4H2O(l) +
4e–
b. Oxigênio é reduzido no catodo, segundo a semi-reação O2(g) + 2H2O(l) + 4e– 
4OH–(aq)
c. Hidrogênio é oxidado no anodo, segundo a semi-reação 2H +(aq) + 4OH–(aq)  4H2O(l)
+ 4e–
d. Oxigênio é oxidado no anodo, segundo a semi-reação O2(g) + 2H2O(l) + 4e–  4OH–
(aq)
e. Oxigênio é reduzido no catodo, segundo a semi-reação 2O-(g) + 2H2O(l) + 4e–  4OH–
(aq)

18 - (Fatec/SP/2003) – A ilustração refere-se a um experimento em que lâminas


metálicas são imersas em soluções de solutos iônicos.
p ra ta z in c o
s o lu ç ã o s o lu ç ã o
de Z nSO 4
de A gN O3

T u b o -1 T u b o -2

z in c o co b re
s o lu ç ã o s o lu ç ã o
de M gSO 4
de A gN O3

T u b o -3 T u b o -4

Analisando-se os valores dos Eo de redução:


Eo  0,34V
Cu 2  / Cu
Eo   0,80 V
Ag / Ag

Eo  0,76V
Zn 2  / Zn
Eo 2  2,37 V
Mg / Mg

pode-se concluir que não serão observados sinais de transformação química


a. no tubo 1.
b. nos tubos 2 e 3.
c. no tubo 2.
d. nos tubos 1 e 3.
e. no tubo 4.

19 - (Fuvest/SP/1ª Fase/2003) – Três metais foram acrescentados a soluções aquosas de


nitratos metálicos, de mesma concentração, conforme indicado na tabela. O cruzamento
de uma linha com uma coluna representa um experimento. Um retângulo escurecido
indica que o experimento não foi realizado; o sinal (-) indica que não ocorreu reação e o
sinal (+) indica que houve dissolução do metal acrescentado e precipitação do metal que
estava na forma de nitrato.
Cd Co Pb
C d (N O 3)2

C o (N O 3) 2 +
P b (N O 3) 2 + +
Cada um dos metais citados, mergulhado na solução aquosa de concentração 0,1 mol/L
de seu nitrato, é um eletrodo, representado por Me|Me2+, onde Me indica o metal e Me2+,
o cátion de seu nitrato. A associação de dois desses eletrodos constitui uma pilha. A
pilha com maior diferença de potencial elétrico e polaridade correta de seus eletrodos,
determinada
com um voltímetro, é a representada por
+
a . C d | C d 2 + || Pb 2+
| Pb
2+ 2+ +
b. Pb | Pb || Cd | Cd
2+ +
c. C d | C d || C o2 + | Co
2+ 2+ +
d. C o | C o || Pb | Pb
+
e . P b | P b 2 + || C o 2 + | C o
O b s:
|| s i g n i f i c a p o n t e s a l i n a
+ s ig n ific a p ó lo p o s itiv o
s ig n ific a p ó lo n e g a tiv o

20 - (UFV/MG/2003) – A figura ao lado representa uma pilha, onde V é um voltímetro,


C é uma chave e S é a ponte salina, que contém solução saturada de nitrato de potássio
(KNO3). O eletrodo de zinco está imerso na solução de sulfato de zinco (ZnSO 4), e o
eletrodo de prata está imerso na solução de nitrato de prata (AgNO3).
V
C

Zn A g

S o l. d e Z n S O S o l. d e A g N O
4 3
1 m o l L- 1 1 m o l L- 1
Ag+ + e-  Ag Eo = + 0,799
Zn2+ + 2e-  Zn Eo = - 0,763 v
Considerando esta pilha e os potenciais-padrão de redução acima representados,
assinale a afirmativa CORRETA:
a. O eletrodo de prata perderá massa.
b. Com o decorrer da reação, a solução de ZnSO 4 ficará mais concentrada e a de
AgNO3, mais diluída.
c. O potencial em V será + 0,799 volts, com a chave C aberta.
d. À medida que a reação se processa, os cátions K + da ponte salina se dirigem para a
solução de ZnSO4.
e. De acordo com os valores dos potenciais-padrão, o Zn2+ é mais oxidante que Ag+.

21 - (UEPG/PR/Julho/2003) - Uma placa de certo metal M é imersa numa solução


aquosa de CuSO4. Após determinado tempo, observa-se a deposição de cobre metálico
sobre ela, e ainda, que a solução, inicialmente azul, vai perdendo sua coloração. Sobre
este experimento, assinale o que for correto.
01. O metal M perde elétrons e forma cátions, que permanecem em solução.
02. O metal M é mais nobre que o cobre.
04. O metal M sofre oxidação, cedendo elétrons para os cátions cobre (Cu 2+) da
solução.
08. O cobre metálico age como oxidante na reação.
16. Os cátions cobre (Cu2+) reduzem o metal M da placa.

22 - (UFPR/PR/2003) – Águas contaminadas podem infiltrar-se na terra e chegar até os


lençóis freáticos, contaminando-os. O aproveitamento dessas águas subterrâneas exige a
aplicação de processos de descontaminação. Um desses processos consiste em construir
uma barreira permeável (figura ao abaixo) que contém ferro metálico granulado.
Quando a água flui através da barreira, o ferro reage com alguns poluentes, sobretudo
com compostos orgânicos halogenados.

Considere como exemplo a contaminação da água com o tetracloreto de carbono. As


equações I e II, a seguir, representam as transformações químicas que ocorrem com o
tetracloreto de carbono sob a ação do ferro metálico.
I - Fe  Fe2+ + 2 e Eº = 0,44 V
 
II - CCl4 + H + 2 e  CHCl3 + Cl
+
Eº = 0,67 V
O clorofórmio produzido não é degradado pelo ferro metálico, mas é mais facilmente
biodegradado em comparação com o tetracloreto de carbono. Os íons de ferro
produzidos e presentes na água tratada são eliminados por processos posteriores.
Eletronegatividades: C = 2,5 ; H = 2,1 ; Cl = 3,0
Com base nas informações acima, é correto afirmar:
01. A equação II representa a reação de oxidação.
02.Com base nas equações I e II, a reação de oxi-redução total é representada pela
equação CCl4 + H+ + Fe  CHCl3 + Cl + Fe2+ Eº = 1,11 V
04. O agente oxidante é o tetracloreto de carbono.
08. O estado de oxidação do carbono, no tetracloreto de carbono, é 4.
16. Durante a reação o hidrogênio é reduzido.
32. O fato de as eletronegatividades do carbono e do cloro serem diferentes permite
concluir que a molécula de CCl4 é polar.

23 - (UnB/DF/Janerio/2003) – Texto III


A embalagem é um dos requisitos de maior importância para a preservação dos
alimentos. A qualidade e a quantidade dos alimentos industrializados devem ser
mantidas dentro de determinado prazo, que envolve o tempo de transporte e
distribuição, além do tempo que eles ficam nas prateleiras dos supermercados e das
residências. Nesse sentido, os recipientes metálicos, as latas de aço ou alumínio, foram
uma conquista tecnológica. A lata rígida, tradicionalmente constituída de aço com baixo
teor de carbono e revestida de estanho, é conhecida como folha-de-flandres, sendo
amplamente usada para molho de tomate, sardinha, milho e ervilha, entre outros.
O estanho utilizado para cobrir aço é obtido a partir de um minério, a cassiterita. O
processo de obtenção de estanho pode ser representado pela equação seguinte.
SnO2(s) + 2C(s) 
Sn(s) + 2CO(g)
A aplicação do estanho sobre o aço ocorre por um processo de eletrodeposição, que é
realizado em um tanque contendo um eletrólito, uma lâmina de aço que serve como
cátodo e uma lâmina de estanho entra em solução e deposita-se sobre o aço. A densidade
de corrente controla a espessura do revestimento. Sobre a camada de estanho
depositada, aplica-se um verniz, para isolar o alimento do metal.
Ainda considerando as informações do texto III e sabendo que os potenciais de redução
Sn2+/Sn e Fe2+/Fe são, respectivamente, iguais a –0,14V e –0,44V, julgue os itens
seguintes.
01. Na equação representativa do processo de produção do estanho mostrada no texto,
ocorre transferência de apenas 2 elétrons para cada espécie Sn(IV).
02. A eletrodeposição de estanho em aço é um processo de eletrólise, com oxidação do
estanho no ânodo e redução do mesmo no cátodo.
03. Uma lata de folha-de-flandres amassada, contendo milho em água salgada, em que o
verniz da lata se tenha rompido, expondo os metais ao solvente, pode formar uma pilha
de corrosão devido ao contato do ferro e do estanho com um meio eletrolítico.
04. O verniz é um meio material em que cargas elétricas têm facilidade de movimento.

24 - (UFSC/SC/2003) – Dados os potenciais de redução E0 (em volts, em solução


aquosa 1M, a 25oC e 1atm.) das semi-reações:
Semi–reação E ored
2e– + Ca2+   Ca
o
– 2,87V
– 2+ o
2e + Ni  Ni

– 0,23V
2e– + Zn2+   Zn
o
– 0,76V
assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).
01. O Ca2+ recebe mais facilmente elétrons.
02. O Ni0 perde mais facilmente elétrons.
04. O Zn2+ perde mais facilmente elétrons.
08. O Ni2+ recebe mais facilmente elétrons.
16. O Ca0 perde mais facilmente elétrons.
32. O Zn2+ é o melhor agente redutor.
64. O Ni2+ é o melhor agente oxidante.

25 - (Fuvest/SP/2ª Fase/2003) – Uma mistura de cloreto de sódio e nitrato de sódio, de


massa 20,20 g, foi dissolvida em água suficiente. A essa solução adicionaram-se 250 mL
de solução aquosa de nitrato de prata de concentração 0,880 mol/L. Separou-se o sólido
formado, por filtração, e no filtrado mergulhou-se uma placa de cobre metálico de
massa igual a 20,00 g. Após certo tempo, observou-se depósito prateado sobre a placa e
coloração azul na solução. A placa seca pesou 21,52 g.
O esquema desse procedimento é:
c lo re to d e s ó d io + n itra to d e s ó d io , e m á g u a

s o lu ç ã o d e n itr a to d e p ra ta
e ta p a A

p la c a d e c o b re
p re c ip ita d o so lu ç ã o e ta p a B
Dados: massas molares (g/mol)
Ag.....108
Cu.....64
NaCl.....58
a. Escreva a equação balanceada que representa a reação química que ocorre na etapa B.
b. Qual a quantidade, em mols, do depósito prateado formado sobre a placa de cobre?
Mostre os cálculos.
c. Qual a quantidade, em mols, de nitrato de prata em 250 mL da solução precipitante?
Mostre os cálculos.
d. Qual a massa de nitrato de sódio na mistura original? Mostre os cálculos.

26 - (UFPelotas/RS/2ªFase/Julho/2003) - Uma pilha voltaica aproveita a eletricidade de uma reação química


espontânea para acender uma lâmpada, como mostrado na figura abaixo. As tiras de alumínio e cobre, dentro de
soluções de sulfato de alumínio e sulfato de cobre, respectivamente, agem como eletrodos. A ponte salina (nesse caso,
cloreto de potássio) permite aos elétrons fluir entre os copos de Becker sem que se misturem as soluções. Quando o
circuito entre os dois sistemas se completa, a reação gera uma corrente elétrica. Observe que o metal da tira de
alumínio é consumido e a tira desaparece. A tira de cobre cresce à medida que os elétrons adicionais reagem com a
solução de sulfato de cobre para produzir metal adicional.
Enciclopédia Microsoft® Encarta®. © 1993-2001 Microsoft Corporation [adapt.].

Baseado(a) no texto e em seus conhecimentos sobre o assunto,


a. escreva as semireações que estão ocorrendo nos recipientes A e B.
b. aponte, justificando, o que se está oxidando e o que se está reduzindo.
c. justifique por que o sentido da corrente elétrica é de A para B.

27 - (UFMA/MA/2ªFase/2003) - Quatro agentes redutores foram agrupados em ordem


crescente de poder de redução: B < D < A< C. Considerando as semi-reações abaixo,
relacione as espécies A, B, C e D com seus respectivos metais:
Eo/V
Cu2+ + 2e-  Cuo + 0,34V
Sn 4+
+ 4e  Sn
- o
+ 0,15V
Ni2+ + 2e-  Nio - 0,25V
Fe 2+
+ 2e  Fe
- o
- 0,44V

28 - (UFMA/MA/2ªFase/2003) - Explique, utilizando argumentos termodinâmicos e


eletroquímicos, por que a reação abaixo não ocorre espontaneamente.
Na+ + Cl-  Nao + 1/2 Cl2
Dados:
1/2Cl2 + e-  Cl- Eo = + 1,36 V
Na+ + e-  Nao Eo = – 2,71 V

29 - (ITA/SP/2002) - Um elemento galvânico é constituído pelos eletrodos abaixo especificados e separados por uma
ponte salina.
ELETRODO I: placa de chumbo metálico mergulhada em uma solução aquosa 1 mol/L de nitrato de chumbo.
ELETRODO II: sulfato de chumbo sólido prensado contra uma “peneira” de chumbo metálico mergulhada em uma
solução aquosa 1 mol/L de ácido sulfúrico. Nas condições-padrão, o potencial de cada um destes eletrodos, em
relação ao eletrodo padrão de hidrogênio, é
E0  1264 V Eletrodo I
Pb / Pb 2 

E0  3546V Eletrodo II
Pb / PbSO 4 ,SO 4 2 
Assinale a opção que contém a afirmação CORRETA sobre as alterações ocorridas neste elemento galvânico quando
os dois eletrodos são conectados por um fio de baixa resistência elétrica e circular corrente elétrica no elemento.
a. A massa de sulfato de chumbo sólido na superfície do ELETRODO II aumenta.
b. A concentração de íons sulfato na solução aquosa do ELETRODO II aumenta.
c. O ELETRODO I é o pólo negativo.
d. O ELETRODO I é o anodo.
e. A concentração de íons chumbo na solução aquosa do ELETRODO I aumenta.

30 - (ITA/SP/2002) - Considere o elemento galvânico da QUESTÃO 12, mas substitua a solução aquosa de
Pb(NO3)2 do ELETRODO I por uma solução aquosa 1,00 x 10 –5 mol/L de Pb(NO3) , e a solução aquosa de H2SO4 do
ELETRODO II por uma solução aquosa 1,00 x 10 –5mol/L de H2SO4. Considere também que a temperatura permanece
constante e igual a 25°C.
Questão-12
- Um elemento galvânico é constituído pelos eletrodos abaixo especificados e separados por uma ponte salina.
ELETRODO I: placa de chumbo metálico mergulhada em uma solução aquosa 1 mol/L de nitrato de chumbo.
ELETRODO II: sulfato de chumbo sólido prensado contra uma “peneira” de chumbo metálico mergulhada em uma
solução aquosa 1 mol/L de ácido sulfúrico. Nas condições-padrão, o potencial de cada um destes eletrodos, em
relação ao eletrodo padrão de hidrogênio, é
E0  1264 V Eletrodo I
Pb / Pb 2 

E0  3546V Eletrodo II
Pb / PbSO 4 ,SO 4 2 

Agora, considerando que circula corrente elétrica no novo elemento galvânico, responda:
a. Determine a força eletromotriz deste novo elemento galvânico. Mostre os cálculos realizados.
b. Qual dos eletrodos, ELETRODO I ou ELETRODO II, será o anodo?
c. Qual dos eletrodos será o pólo positivo do novo elemento galvânico?
d. Qual o sentido do fluxo de elétrons que circula no circuito externo?
e. Escreva a equação química balanceada da reação que ocorre neste novo elemento galvânico.

31 - (PUC/RS/2002) - INSTRUÇÃO: Responda à questão considerando as propriedades dos metais Mg, Ag, Cu e
Zn.
I. Somente Mg e Zn reagem com HCl 1,0M formando H2 (g).
II. Quando o Mg é adicionado a soluções dos íons dos outros metais, há formação de Zn, Cu e Ag metálicos.
III. O metal Cu reduz o íon Ag+1 para dar o metal Ag0 e os íons Cu+2.
Com base nessas informações, é correto afirmar que:
a. o metal Zn é maior agente redutor que os metais Mg, Cu e Ag.
b. o metal Ag é maior agente oxidante que os metais Mg, Zn e Cu.
c. os metais têm a mesma capacidade redutora.
d. os metais Cu e Ag apresentam uma capacidade redutora maior que os metais Zn e Mg.
e. os metais que reagem com HCl são poderosos agentes oxidantes.

32 - (UEPB/PB/2002) – As reações de oxi-redução que ocorrem na descarga de uma


pilha são sempre espontâneas porque os elétrons saem da semi-reação com menor E 0Re d
e entram na semi–reação com maior E 0Re d . Analise as reações abaixo e responda:
1 – Cu2+ + Fe  Cu + Fe2+
2 – Cu2+ + 2 Ag  Cu + 2 Ag+
3 – 2 Al + 3 Zn2+  2 Al3+ + 3 Zn
4 – 2 Al + 3 Mg2+  2 Al3+ + 3 Mg
Dados:
Cu2+ + 2e–  Cu Eº = +0,34 V
Fe + 2e  Fe
2+ –
Eº = –0,44 V
Al + 3e  Al
3+ –
Eº = –1,66 V
Zn2+ + 2e–  Zn Eº = –0,76 V
Mg2+ + 2e–  Mg Eº = –2,37 V
Ag + e  Ag
+ –
Eº = +0,80 V
a. As reações 2 e 4 são espontâneas.
b. As reações 1 e 2 são espontâneas.
c. As reações 2 e 3 são espontâneas.
d. As reações 1 e 3 são espontâneas.
e. Todas as reações são espontâneas.

33 - (Acafe/SC/Janeiro/2002) – Considere a pilha de Daniel, em que os eletrodos são


de cobre e zinco. O zinco é mais eletropositivo que o cobre, logo, é o zinco que doa
elétrons para o cobre.
Em relação às considerações acima, é correto afirmar que, após certo tempo:
a. a solução de sulfato de zinco fica mais diluída.
b. a massa de cobre diminui.
c. a massa de zinco aumenta.
d. a solução de sulfato de cobre fica mais concentrada.
e. a massa do cobre aumenta.

34 - (UFMS/MS/Conh.Gerais/2002) - Considere as semi-reações, abaixo indicadas, com seus respectivos


potenciais padrão de redução, em volt (V).
e- + Ag+(aq) → Ag(s) Eºred = + 0,80V
2e- + Cu2+(aq) → Cu(s) Eºred = + 0,34V
A força eletromotriz da cela, cujos eletrodos padrão são Cu(s) / Cu2+(aq) // Ag+(aq) / Ag(s), é:
a. - 4,6 V.
b. - 0,46 V.
c. + 0,46 V.
d. + 1,14 V.
e. - 1,14 V.

35 - (Unifesp/SP/2002) - Ferro metálico reage espontaneamente com íons Pb 2+, em solução aquosa. Esta reação pode
ser representada por:
Fe + Pb2+  Fe2+ + Pb.
Na pilha, representada pela figura

Fe P o n te s a lin a Pb

s o lu ç ã o a q u o sa s o lu ç ã o a q u o sa
c o n ten d o F e 2 + c o n te n d o P b 2 +
em que ocorre aquela reação global,
a. os cátions devem migrar para o eletrodo de ferro.
b. ocorre deposição de chumbo metálico sobre o eletrodo de ferro.
c. ocorre diminuição da massa do eletrodo de ferro.
d. os elétrons migram através da ponte salina do ferro para o chumbo.
e. o eletrodo de chumbo atua como ânodo.

36 - (UFCE/1ª Fase/2002) – Freqüentemente, os avanços tecnológicos são originados de


descobertas científicas básicas. Por exemplo, a descoberta da bateria de lítio viabilizou o
uso dos marca-passos cardíacos, possibilitando, assim, o prolongamento da vida humana
sem, entretanto, ter sido concebida para tal. Dentre as vantagens das baterias de lítio,
incluem-se sua pequena dimensão, baixo peso e elevado conteúdo energético.
Considerando as semi-reações abaixo, para fins comparativos, assinale a alternativa
correta.
Li+(aq) + e–  Li(s), Eo = – 3,05 V
Zn (aq) + 2e  Zn(s), Eo = – 0,76 V
2+ –
a. O zinco metálico é oxidado espontaneamente na presença do íon lítio.
b. O lítio metálico é um agente redutor mais forte do que o zinco metálico.
c. O íon lítio e o zinco metálico, em solução eletrolítica, formam uma célula galvânica.
d. O potencial padrão da redução de dois mols de íons Li+, é – 6,10 V.
e. Dentre os metais alcalinos, o lítio possui a mais elevada energia de ionização.

37 - (Fuvest/SP/2002) - Considere três metais A, B e C, dos quais apenas A reage com ácido clorídrico diluído,
liberando hidrogênio. Varetas de A, B e C foram espetadas em uma laranja, cujo suco é uma solução aquosa de pH=4.
A e B foram ligados externamente por um resistor (formação da pilha 1). Após alguns instantes, removeu-se o
resistor, que foi então utilizado para ligar A e C (formação da pilha 2). Nesse experimento, o pólo positivo e o metal
corroído na pilha 1 e o pólo positivo e o metal corroído na pilha 2 são, respectivamente,
p ilh a 1 p ilh a 1
p ó lo p o s itiv o m e ta l c o r ro íd o p ó lo p o s itiv o m e ta l c o r ro íd o
a. B A A C
b. B A C A
c. B B C C
d. A A C A
e. A B A C
a. B A A C
b. B A C A
c. B B C C
d. A A C A
e. A B A C

38 - (EFEI/SP/2002) – As pilhas comerciais amplamente empregadas em vários aparelhos eletrônicos não devem ser
descartadas com o lixo doméstico comum. O principal motivo é a presença de alguns metais pesados. A parede
metálica de zinco, que atua como anodo, contém pequenas quantidades de chumbo e cádmio. Entre esta parede
externa de zinco e um bastão central de grafite, existe uma mistura de sais contendo MnO 2, ZnCl2 e NH4Cl, que são
os eletrólitos dissolvidos em amido e água. Além destes sais, também são adicionados sais de mercúrio, cromato e
dicromato para evitar vazamentos. A reação que ocorre no bastão de grafite é a seguinte:
2 MnO2(s) + 2 NH4+(aq) + 2 e–  Mn2O3(s) + 2 NH3(aq) + H2O
Das afirmações abaixo, qual a única incorreta?
a. O bastão de grafite é o catodo.
b. A reação redox global envolve a transferência de 2 elétrons.
c. O MnO2 é o agente oxidante.
d. O nitrogênio não tem seu número de oxidação alterado.
e. O zinco sofre redução.

39 - (UnB/DF/2002) - No ser humano, o processo de obtenção de energia pela respiração celular depende da
disponibilidade de oxigênio para a cadeia de transporte de elétrons. Esse transporte inicia-se em moléculas como
NADH e FADH2, que fornecem os elétrons que são passados seqüencialmente por diversos transportadores até que
sejam recebidos pelo oxigênio, produzindo,nesse processo, energia e água. A tabela abaixo mostra diversas etapas de
uma cadeia de transporte de elétrons e os potenciais de redução (E redução) dos transportadores envolvidos.

e ta p a reação E re d u ç ã o
(V o lts )
1 U b iq u in o n a + 2 H + + 2e- U b iq u in o l 0 ,0 4 5
2 C ito c ro m o -a ( F e 3 + ) + e- C ito c r o m o -a ( F e 2 +) 0 ,2 9 0
3 C i t o c r o m o - a 3( F e 3 + ) + e- C i t o c r o m o - a 3( F e 2 + ) 0 ,5 5 0
4 C ito c ro m o -b (F e 3 + ) + e- C ito c r o m o -b ( F e 2 +) 0 ,0 7 7
5 C ito c ro m o -c ( F e 3 +) + e- C ito c r o m o -c ( F e 2 +) 0 ,2 5 4
6 C ito c r o m o - c 1( F e 3 + ) + e- C i t o c r o m o - c 1( F e 2 + ) 0 ,2 2 0
7 1 /2 O 2 + 2 H + + 2 e - H 2O 0 ,8 1 6
Algumas bactérias, como, por exemplo, a Shewanella, na faixa de oxigênio, utilizam o ferro como oxidante. Nesse
mecanismos alternativo, essas bactérias enviam uma enzima para a superfície de sua membrana, iniciando o processo
de redução do ferro, presente em minerais no meio externo.
Ciência Hoje, v. 29, nº 172, p. 17 (com adaptações)
Com relação ao texto, julgue os itens a seguir.
01. As bactérias do gênero Shewanella, na ausência de oxigênio na matriz mitocondrial, utilizam ferro para a síntese
de moléculas do citocromo a.
02. Considerando uma reação espontânea que envolva apenas as etapas 2 e 3 da tabela, o agente oxidante é o
citocromo a (Fe2+).
03. O ferro metálico presente em um chapa desse metal é um ambiente ideal para que as bactérias do gênero
Shewanella realizem o processo descrito no texto.
04. Sob as mesmas condições, se o Fe 3+ do citocromo a for substituído por Zn 2+, haverá mudança no potencial de
redução do citocromo a.

40 - (UFG/1ªEtapa/2002) - O texto, a seguir, foi adaptado da “Folha de São Paulo”:


“Corrosão ataca base da ponte Rio-Niterói – A corrosão ataca parte dos blocos de
concreto que sustentam os pilares da ponte Rio-Niterói, por onde trafegam, em média,
120 mil veículos por dia.”
Sobre a corrosão dos blocos de concreto e sobre corrosão eletroquímica, julgue os itens:
1-( ) o “ataque dos blocos de concreto” é um exemplo de corrosão eletroquímica.
2-( ) a utilização de um metal de sacrifício impedirá a “corrosão dos blocos de
concreto”.
3-( ) um exemplo de corrosão eletroquímica é a transformação dos íons Fe 3+ em íons
Fe2+.
4-( ) ocorrem em presença de ar e água.

41 - (UnB/DF/2002) - No ser humano, o processo de obtenção de energia pela respiração celular depende da
disponibilidade de oxigênio para a cadeia de transporte de elétrons. Esse transporte inicia-se em moléculas como
NADH e FADH2, que fornecem os elétrons que são passados seqüencialmente por diversos transportadores até que
sejam recebidos pelo oxigênio, produzindo,nesse processo, energia e água. A tabela abaixo mostra diversas etapas de
uma cadeia de transporte de elétrons e os potenciais de redução (E redução) dos transportadores envolvidos.

e ta p a reação E re d u ç ã o
(V o lts )
1 U b iq u in o n a + 2 H + + 2e- U b iq u in o l 0 ,0 4 5
2 C ito c ro m o -a ( F e 3 + ) + e- C ito c r o m o -a ( F e 2 +) 0 ,2 9 0
3 C i t o c r o m o - a 3( F e 3 + ) + e- C i t o c r o m o - a 3( F e 2 + ) 0 ,5 5 0
4 C ito c ro m o -b (F e 3 + ) + e- C ito c r o m o -b ( F e 2 +) 0 ,0 7 7
5 C ito c ro m o -c ( F e 3 +) + e- C ito c r o m o -c ( F e 2 +) 0 ,2 5 4
6 C ito c r o m o - c 1( F e 3 + ) + e- C i t o c r o m o - c 1( F e 2 + ) 0 ,2 2 0
7 1 /2 O 2 + 2 H + + 2 e - H 2O 0 ,8 1 6
Algumas bactérias, como, por exemplo, a Shewanella, na faixa de oxigênio, utilizam o ferro como oxidante. Nesse
mecanismos alternativo, essas bactérias enviam uma enzima para a superfície de sua membrana, iniciando o processo
de redução do ferro, presente em minerais no meio externo.
Ciência Hoje, v. 29, nº 172, p. 17 (com adaptações)
A partir das informações do texto, julgue os itens se seguem.
01. A respiração celular é a única forma de obtenção de energia em seres humanos.
02. A transferência de elétrons na cadeia de transporte de elétrons é um fenômeno físico.
03. sabendo que todas as reações apresentadas na tabela ocorrem necessariamente no transporte de elétrons, então a
ordem de transferência espontânea de elétrons na cadeia relativa a essa tabela é 1  2  3  4  5  6  7.
04. Na etapa 7 da seqüência de reações apresentadas na tabela, ocorre oxidação do oxigênio.

42 - (UEPG/PR/Julho/2002) - Considere a célula eletrolítica representada a seguir.

Ag+|Ag Eº = 0,80 V Cu2+|Cu Eº = 0,34 V


Com base nas informações contidas na figura, estão corretas as proposições:
01. A oxidação ocorre no eletrodo de cobre.
02. No circuito externo, os elétrons deslocam-se do eletrodo de prata para o eletrodo de
cobre.
04. O eletrodo de prata é o cátodo.
08. O potencial da célula nas condições descritas acima é igual a 0,46 V
16. A célula acima pode ser representada por Ag (s)|Ag+(aq) (1 mol L1) || Cu2+(aq) (1 mol
L1)|Cu(s) a 25 ºC

43 - (Unifesp/SP/2002) – Quando uma pessoa que tem dente recoberto por ouro (coroa
dentária) morde uma folha (ou outro objeto qualquer) de alumínio, pode sentir uma dor
aguda, pois os metais alumínio e ouro, em contato com a saliva (que funciona como
uma solução eletrolítica), podem formar uma pilha. Nesta pilha, ocorre passagem de
corrente elétrica através dos metais, o que pode estimular um nervo, causando dor.
a. Explique, nesta pilha, qual dos metais atua como ânodo. Supondo que na saliva
existam íons Na+ e Cl–, explique em que direção (do Au ou do Al) deve migrar cada um
desses íons.
b. Supondo que a espécie reduzida seja a água, escreva a equação que representa a
semi-reação de redução.

44 - (ITA/SP/2001) - Considere as semi-reações representadas pelas semi-equações abaixo e seus respectivos


potenciais padrão de eletrodo:
Fe(c)  Fe (aq) + 2e- (CM); E o = - 0,44V
1/3 I (aq) + 2OH (aq)  1/3 IO3 (aq) + H2O(l) + 2e (CM); Eo = + 0,26V
- - - -

2Ag(c)  2Ag(aq) + 2e- (CM); Eo = 0,80 V


Com base nas informações acima, qual das opções abaixo é a relativa à equação química de uma reação que deverá
ocorrer quando os reagentes, nas condições padrão, forem misturados entre si?
a. Fe2+(aq) + 1/3I-(aq) + 2OH-(aq)  Fe(c) + 1/3IO3-(aq) + H2O(l)
b. 2Ag(c) + 1/3IO3-(aq) + H2O(l)  2Ag+(aq) + 1/3I-(aq) + 2OH-(aq)
c. 2Ag+(aq) + 1/3I-(aq) + 2OH-(aq)  2Ag(c) + 1/3IO3-(aq) + H2O(l)
d. Fe(c) + 1/3I-(aq) + 3H2O(l)  Fe2+(aq) + 1/3 IO3-(aq) + 2OH-(aq)
e. 2Ag(c) + 1/3I-(aq) + 3H2O(l)  2Ag+(aq) + 1/3 IO3-(aq) + 2OH-(aq) + 2H2(g)
45 - (Fatec/SP/2001) - Para investigar os agentes de corrosão do ferro e surgimento de ferrugem, pregos limpos e
polidos foram sujeitos a diferentes condições, como ilustrado a seguir.
1 2

P reg o P reg o
A lg o d ã o A lg o d ã o
A g e n te A re ia
se c a n te ú m id a
3 4
Ó le o Á gua
Á gua de
fe rc id a to rn e ir a
is e n ta
de ar P reg o
d is s o lv id o P r e g o
Após um período de mais ou menos 8 dias, observou-se surgimento de ferrugem apenas
a. nos tubos 1 e 3.
b. nos tubos 2 e 3.
c. nos tubos 2 e 4.
d. no tubo 1.
e. no tubo 3.

46 - (UFPE/PE/2001) - As pilhas de níquel-cádmio, que viabilizaram o uso de telefones celulares e computadores


portáteis, são baseadas na seguinte reação:
Cd(s) + NiO2(s) + H2O(l)  Cd(OH)2(s)+Ni(OH)2(s).
Considerando este processo, quantos mols de elétrons são produzidos por mol de cádmio consumido?
a. 0,5
b. 1
c. 2
d. 3
e. 4
47 - (Uniube/MG/Julho/2001) - Para se recuperar a prata de soluções aquosas, contendo íons Ag +, costuma-se
adicionar zinco metálico a estas soluções, pois a transformação
2Ag+(aq) + Zno(s)  2 Ago(s) + Zn2+(aq)
é espontânea. Desse modo, pode-se concluir que
a. o zinco sofre redução e os íons Ag+, oxidação.
b. ocorre a transferência de elétrons dos íons Ag+ para o Znº
c. o potencial de oxidação de Zno/Zn2+ é maior do que o da Ago/Ag+.
d. o potencial de redução de Ago/Ag+ é menor que o do Zno/Zn2+.

48 - (Unama/AM/2001) - Um dos grandes problemas ambientais, atualmente enfrentados nas grandes cidades, é o
lançamento de substâncias poluentes, no meio ambiente, que alteram a qualidade das águas, do solo e do ar, a
exemplo das substâncias contidas em baterias de aparelhos celulares. Numa bateria que contenha níquel-cádmio
ocorre a reação:
Cd(s) + 2 Ni (OH)3 (s) Pasta
  CdO (s) + 2 Ni (OH)2 (s) + H2O()
de KOH

Nessa pilha, a força eletromotriz produzida é:


Dado: Cd2+ + 2e–  Cd(s) Eo= 0,403V
Ni3+ + e–  Ni2+ Eo= 0,250V
a. + 0,153 V
b. – 0,653 V
c. – 0,153 V
d. + 0,653 V

49 - (PUC/MG/2001) - Uma pilha cobre-chumbo foi constituída em condições padrão. É CORRETO afirmar que,
durante o funcionamento da pilha:
Dados : E 0 (Cu 2 /Cu)  0,34V e
E 0 (Pv 2  /Pb)  0,13V
a. acontece uma redução no eletrodo de chumbo.
b. o ΔE o da pilha é igual a +0,47 V .
c. o eletrodo de chumbo é o pólo positivo da pilha.
d. os elétrons circulam do eletrodo de cobre em direção ao eletrodo de chumbo.

50 - (Fatec/SP/2001) - Dois metais diferentes são colocados, cada qual numa solução aquosa de um de seus sais, e
conectados a um voltímetro, conforme ilustrado a seguir.

M e ta l P o n te S a lin a M e ta l

O voltímetro registra a diferença de potencial no sistema. Considere os seguintes metais e os respectivos potenciais
de redução:
Metal Semi-reação E° (V) (redução)
Prata Ag+ + e-  Ag + 0,80V
Cobre Cu2+ + 2e-  Cu + 0,30V
Chumbo Pb2+ + 2e-  Pb - 0,10V
Zinco Zn2+ + 2e-  Zn -
0,80V
A maior diferença de potencial no sistema será registrada quando os metais utilizados forem
a. prata e cobre.
b. prata e zinco.
c. cobre e zinco.
d. cobre e chumbo.
e. chumbo e zinco.
51 - (UEPG/PR/Janeiro/2001) - Sobre a pilha esquematizada abaixo, assinale o que for
correto.

01. Seu funcionamento diminui a concentração de íons B3+.


02. O eletrodo B sofre oxidação.
04. O eletrodo A é denominado cátodo.
08. A equação global é dada por 2B(s) + 3A2+(aq)  2B3+(aq) + 3A(s).
16. O eletrodo B sofre corrosão.

52 - (UFG/2ª Etapa/2001) - A ordem crescente dos potenciais-padrão de redução de alguns elementos é dada abaixo:
Zn < Ni < Ag
a. Marque, com um X, as combinações entre metais e soluções, em que há reação química espontânea:

S o lu ç ã o M e ta l
1 m o l/L Zn N i A g

ZnSO 4

N iC l2

A gN O 3

b. Utilizando-se de dois metais e de duas soluções do item anterior, complete o esquema, a seguir, que representa uma
pilha. Indique, com uma seta, o fluxo de elétrons.
S e m i- e q u a ç ã o S e m i- e q u a ç ã o
do ânodo d o c á to d o

F lu x o d e e lé tr o n s

S o lu ç ã o S o lu ç ã o
de de

E q u a ç ã o d a p ilh a

53 - (UFCE/1ª Fase/2001) - O ácido láctico é produzido no organismo humano, através de um processo de


transferência de elétrons,
termodinamicamente espontâneo, envolvendo o ácido pirúvico ( CH 3COCOOH ). A equação, simplificada,
representativa
deste processo é:
I. CH3COCOOH + H+ + A  CH3CHOHCOOH + B
Ácido pirúvico ácido láctico
Dados os potenciais padrão de redução das seguintes semi-reações:
II. CH3COCOOH + 2H+ + 2e-  CH3CHOHCOOH Eo = -190 mV
Ácido pirúvico ácido láctico
III. NAD+ + H+ + 2e-  NADH Eo = -320 mV
(NAD = Nicotina Adenosina Difosfato)
Com base nestas informações, pede-se:
a. identificar as espécies A e B, na equação da reação I. Justifique.
b. calcular o potencial padrão da reação I.
c. identificar os agentes oxidante e redutor, na reação I.
54 - (ITA/SP/2000) - Corrente elétrica flui através do circuito, representado na figura abaixo, quando a chave S é
“fechada”.

Assinale a opção que contém a afirmação ERRADA a respeito do que ocorre no sistema após a chave S ser
“fechada”:
a- o fluxo de corrente elétrica ocorre no sentido do semicélula-II  semicélula-I
b- a diferença de potencial entre os eletrodos M2/M+2(aq) e M1/M+1(aq) diminui.
c- o eletrodo M1/M+1(aq) apresentará um potencial menor do que o eletrodo M2/M+2(aq)
d- ao substituir a ponte salina por um fio de cobre a diferença de potencial entre os eletrodos será nula.
e- a concentração dos íons M+2(aq) na semi-célula II diminui.

55 - (Vunesp/SP/2000) - Em maio de 1800, Alessandro Volta anunciou a invenção da pilha elétrica, a primeira fonte
contínua de eletricidade. O seu uso influenciou fortemente o desenvolvimento da Química nas décadas seguintes. A
pilha de Volta era composta de discos de zinco e de prata sobrepostos e intercalados com material poroso embebido
em solução salina, como mostrado a seguir.

Com o funcionamento da pilha, observa-se que os discos de zinco sofrem corrosão. A respeito da pilha de Volta, são
feitas as seguintes afirmações:
2
I - Nos discos de zinco ocorre a semi-reação: Zn ( s )  Zn  2e 
II - Os discos de prata são fontes de elétrons para o circuito externo.
III - O aumento do diâmetro dos discos empregados na montagem não influencia na tensão fornecida pela pilha.
Das três afirmações apresentadas,
a. apenas I é verdadeira.
b. apenas II é verdadeira.
c. apenas I e II são verdadeiras.
d. apenas I e III são verdadeiras.
e. apenas II e III são verdadeiras.

56 - (UFOP/MG/2000) - Em três recipientes, cada um deles contendo, separadamente, soluções aquosas de sulfato de
magnésio (MgSO4), nitrato de prata (AgNO3) e sulfato de cobre (CuSO4), foram mergulhadas lâminas de zinco (Zn o).
Considere os seguintes potenciais padrão de redução:

Semi-reação (em solução aquosa) Potencial / Volts


+ - o

Ag + e Ag + 0,80
2+ - o

Cu + 2e Cu + 0,34
2+ - o

Mg + 2e Mg - 2,40
2+ - o

Zn + 2e Zn - 0,76

Haverá deposição de metal sobre a lâmina de zinco:


a. em todas as soluções.
b. somente na solução de MgSO4.
c. somente na solução de AgNO3.
d. nas soluções de CuSO4 e MgSO4.
e. nas soluções de AgNO3 e CuSO4.

57 - (UFBA/BA/2000) - A figura abaixo representa uma pilha de combustível hidrogênio-oxigênio, muito utilizada
em veículos espaciais. Esse tipo de pilha tem por base as semi-reações apresentadas na tabela a seguir.

Semi-reação Potencial Padrão de


Redução, Eº (V)
 
2H2O(l) + 2e  H2(g) + 2OH (aq)  0,83
 
4e 
O2(g) + 2H2O(l) + 4OH (aq) 0,40
(Fonte: PERUZZO & CANTO, p. 135.)
Considerando-se essas informações, pode-se afirmar:
01. A diferença de potencial da pilha é + 1,23V.

02. No cátodo da pilha, forma-se água e, no ânodo, OH (aq) .
04. Na pilha, a água é o agente redutor.
08. A reação global da pilha é 2H2(g) + O2(g)  2H2O(l).

16. Durante o funcionamento da pilha, acumula-se OH (aq) .
32. Na pilha, a corrente de elétrons flui do ânodo para o cátodo.
64. Uma bateria formada por associação em série de 6 pilhas de combustível hidrogênio
– oxigênio fornece 6,0 V de tensão.

58 - (UFRJ/RJ/2000) - Podemos prever se uma reação de simples troca ocorre ou não com base na série de
reatividade decrescente dos metais. Mergulhando-se uma lâmina de zinco em uma solução de ácido clorídrico, o
zinco deslocará o hidrogênio por ser mais reativo do que ele. Se o cobre é usado em lugar do zinco, não ocorre
reação.
Outra forma de se prever a espontaneidade de uma reação é utilizar escalas de potenciais de reação como por
exemplo a da tabela a seguir que deve ser usada para resolver os itens a e b.
Potenciais-Padrão Volts
de Redução
Zn2+ + 2e-  Zno -0,76V
Ni2+ + 2e-  Nio -0,23V
Cu2+ + 2e-  Cuo -0,34V
a. Indique se a equação Cuº + Ni2+  Cu2+ + Niº corresponde a uma reação espontânea. Justifique sua resposta.
b. Escreva a equação da reação que ocorre no anodo e calcule a força eletromotriz ( ddp padrão ) de uma pilha
níquel / zinco.

59 - (UFRJ/RJ/2000) - Estávamos na sede da Aços Villares e eu apresentei meu plano para onze pessoas que
pensam, respirem e vivem aço no seu trabalho. Aço, inimigo filosófico e eletrolítico do alumínio. Amyr
KIink. Paratil-Entre Dois Pólos, pág. 89.
A tabela a seguir indica os potenciais-padrão de redução de alguns metais. Use-a para resolver os itens a e b.
Potenciais padrão de redução volts
Mg2+ + 2e-  Mgo -2,37
Al3+ + 3e-  Alo -1,66
Zn2+ + 2e-  Zno -0,76
Fe2+ + 2e-  Feo -0,44
Ni2+ + 2e-  Nio -0,23
Cu2+ + 2e-  Cuo + 0,34
a. O alumínio e o aço são muito utilizados na construção de barcos. E comum, entretanto, observarmos a existência
de pontos de corrosão nos lugares onde o aço entra em contato direto como alumínio. Sabendo que o ferro é o
principal constituinte do aço, escreva a reação de oxi-redução que ocorre nestes pontos.
b. Uma forma de proteger um metal contra oxidação é fixar lâminas de outro metal que se oxide mais facilmente do
que ele. Escolha, dentre os metais indicados na tabela, o mais adequado para a proteção de uma embarcação de
alumínio. Justifique a sua escolha.
c. Uma outra forma de proteger um metal é a deposição de uma camada de óxido do próprio metal sobre sua
superfície. Coloque os óxidos de elementos do 3º período da tabela periódica - Al 2O3, MgO, SO2, Cl2O5 e Na 2O em
ordem crescente de caráter ácido.

60 - (UFG/2ª Etapa/2000) - Os amálgamas utilizados em obturações de dentes são soluções sólidas de prata, estanho
e mercúrio. Esses componentes podem reagir de acordo com as seguintes semi-equações:
3Hg22+(aq) +4Ag(s) + 6e- 2Ag2Hg3(s) Eo = + 0,85V
Sn2+(aq) + 3Ag(s) + 2e-  Ag3Sn(s) Eo = - 0,05V
Utilizando esses dados, responda à seguinte pergunta, feita por um leitor à Revista Superinteressante: "Por que,
quando temos uma obturação no dente, sentimos um choque ao morder um papel-alumínio?"
Dado: E°Al3+/Al = - 1,66 V

61 - (PUC/RS/1999) - Dados:
I. V3+ + Fe2+  V2+ + Fe3+ Eo = 1,03 V
II. Zno + Cl2  Zn2+ + 2Cl Eo = 2,12 V
III. I2 + Pb  2I + Pb
o  2+
Eo= 0,66 V
IV. Fe + Cu  Fe + Cu
2+ o o 2+
Eo= 0,75 V
As reações globais que podem ocorrer em células galvânicas são as da alternativa:
a. I e II
b. I e III
c. II e III
d. II e IV
e. III e IV

62 - (UFPR/PR/1999) - As baterias chumbo-ácido são amplamente utilizadas como armazenadores de energia.


Nestes dispositivos, eletrodos de Pb e PbO 2 são imersos em solução aquosa de ácido sulfúrico; durante a descarga da
bateria, as semi-reações que ocorrem estão mostradas nas equações abaixo:
I- Pb(s) + SO42-(aq)  PbSO4(s) + xe- Eo = +0,36V
II- PbO2(s) + SO42-(aq) + ye- + 4H+(aq)  PbSO4(s) + 2H2O Eo = ?V
Dados: densidade / (g mL1): água = 1,00; ácido sulfúrico = 1,84
Com base nas informações acima, é correto afirmar:
01-Na equação I, o Pb(s) sofre oxidação.
02-A soma dos coeficientes x e y é igual a 4.
04-À medida que a reação de descarga prossegue, ocorre consumo de ácido sulfúrico e produção de água.
08-Considerar a força eletromotriz da pilha como 2,00 V implica dizer que o potencial da reação II é +2,36 V.
16-À medida que a bateria produz energia elétrica, ocorre o aumento da densidade da solução eletrolítica.

63 - (UFRJ/RJ/1999) - As manchas escuras que se formam sobre objetos de prata são, geralmente, películas de
sulfeto de prata (Ag2S) formadas na reação da prata com compostos que contêm enxofre e que são encontrados em
certos alimentos e no ar. Para limpar a prata, coloca-se o objeto escurecido para ferver em uma panela de alumínio
com água e detergente. O detergente retira a gordura da mancha e do alumínio, facilitando a reação do alumínio da
panela com o sulfeto de prata, regenerando a prata, com o seu brilho característico.
a. Escreva a equação da reação de “limpeza da prata” referida no texto.
b. Com base no processo de “limpeza da prata” descrito, podemos construir uma pilha de alumínio e prata, de acordo
com o esquema a seguir:

A l A g

S o lu ç ã o A l3 + S o lu ç ã o A g+
Escreva a semi-reação que ocorre no catodo.

64 - (ITA/SP/1998) - Faça um desenho esquemático de uma célula eletrolítica contendo uma solução aquosa de
sulfato de cobre (II), provida de um cátodo de cobre e de um ânodo de platina, por onde passa corrente elétrica. Nesse
esquema ou abaixo dele, conforme o caso, marque as indicações e respostas solicitadas nos itens de "a" até "f",
descritas a seguir:
a- o sinal do polo da fonte que deve estar ligado ao cátodo,
b- o sentido do fluxo de elétrons na fiação metálica,
c- o sentido do fluxo dos cátions no eletrólito,
d- escreva a equação química para a "meia-reação" catódica,
e- escreva a equação química para a "meia-reação" anódica
f- total de íons de cobre na solução aumenta, diminui ou permanece constante durante a eletrólise? Por quê?
65 - (ITA/SP/1998) - Faça um desenho esquemático de uma célula eletrolítica contendo uma solução aquosa de
sulfato de cobre (II), provida de um cátodo de cobre e de um ânodo de platina, por onde passa corrente elétrica. Nesse
esquema ou abaixo dele, conforme o caso, marque as indicações e respostas solicitadas nos itens de "a" até "f",
descritas a seguir:
a- o sinal do polo da fonte que deve estar ligado ao cátodo,
b- o sentido do fluxo de elétrons na fiação metálica,
c- o sentido do fluxo dos cátions no eletrólito,
d- escreva a equação química para a "meia-reação" catódica,
e- escreva a equação química para a "meia-reação" anódica
f- total de íons de cobre na solução aumenta, diminui ou permanece constante durante a eletrólise? Por quê?
66 - (PUC/RS/1998) - Na pilha representada por CuoCu2+Ag1+Ago, ocorre:
a. o ganho de elétrons no ânodo, constituído pela lâmina de cobre.
b. a diminuição da lâmina de cobre e o aumento da massa da lâmina de prata.
c. a diminuição da concentração de íons cobre na solução.
d. a corrosão da prata.
e. o deslocamento de elétrons da lâmina de prata para a lâmina de cobre.

67 - (PUC/PR/1998) - Uma célula galvânica é constituída de 2 eletrodos:


1 eletrodo: 1 lâmina de ferro metálico submersa numa solução de FeSO 4 1M
2 eletrodo: 1 lâmina de prata metálica submersa numa solução de AgNO 3 1M
Sabendo-se que os potenciais normais de redução desses dois elementos são:
Fe+2 + 2e  Fe Eo = 0,44 v
Ag + 1e  Ag
+
Eo = + 0,80 v
o potencial dessa célula, quando os dois eletrodos são ligados entre si internamente por uma ponte salina e
externamente por um fio de platina, será:
a. + 1,24 V
b. + 0,36 V
c. 0,36 V
d. 1,24 V
e. 1,36 V

68 - (Integrado/RJ/1998) - A “ferrugem” apresentada pelos automóveis, na nossa cidade, é um processo denominado


corrosão. Na presença de ar seco (ausência de umidade), o automóvel praticamente não enferruja. Numa cidade
praiana, como o Rio de Janeiro, torna-se necessária a adoção de medidas que minimizem a corrosão. Uma delas é a
galvanização, que significa revestir o forro presente no automóvel com um metal redutor mais forte do que ele.
Assinale a opção que apresenta o metal redutor que permite a galvanização do ferro.
(Dado: Fe2+/Fe = - 0,44V)
Eº(V)
2
a. Cd (aq) + 2e- = Cd(s) - 0,40
2
b. Co (aq) + 2e- = Co(s) - 0,28
2
c. Cu (aq) + 2e- = Cu(s) - 0,34
2
d. Ni (aq) + 2e- = Ni(s) - 0,24
2
e. Zn (aq) + 2e- = Zn(s) - 0,76

69 - (UFG/2ª Etapa/1998) - O uso de braceletes de cobre foi popularizado como benéfico à saúde, proporcionando
alívio das tensões. Isso ocorre porque o cobre metálico, oxidado na presença de aminoácidos do suor e oxigênio do ar,
produz substâncias que, absorvidas através da pele, propiciam relaxamento muscular.
Baseando-se nessas informações e nos dados, analise se as afirmativas a seguir são verdadeiras ou falsas.
DADOS: Au3+ + 3e-  Au(s) º= +1,50V
Cu2+ + 2e- Cu(s) º= +0,34V
Zn2+ + 2e-  Zn(s) º= -0,76V
a-Braceletes de cobre, com incrustações de zinco, não aliviam as tensões.
( )Verdadeiro ( )Falso
b-Uma pulseira de ouro, em contato com o bracelete, pode proporcionar maior alívio das tensões.
( )Verdadeiro ( )Falso

70 - (UFRJ/RJ/1998) - Os quatro frascos apresentados a seguir contêm soluções salinas de mesma concentração
molar, a 25ºC. Em cada frasco, encontra-se uma placa metálica mergulhada na solução.
C u Fe
I II

ZnSO 4 (a q ) C uSO 4 (a q )

Sn Fe
III IV

FeSO 4 (a q ) ZnSO 4 (a q )
a. Identifique o frasco em que ocorre reação química espontânea e escreva a respectiva equação.
b. Sabendo que o frasco III contém 304 gramas de FeSO 4 em 2 litros de solução, determine a concentração, em g/L,
da solução de ZnSO4 no frasco I.

71 - (Unificado/RJ/1997) - As pilhas alcalinas entraram em moda recentemente e são usadas em quase tudo que
exige um trabalho contínuo e duradouro, desde relógios de pulso até calculadoras eletrônicas. Uma destas pilhas mais
usadas é a de níquel/cádmio, que chga a ter uma duração maior do que a da bateria de automóvel e ainda pode ser
recarregada várias vezes. Ela é constituída pelo metal cádmio, hidróxido de níquel III e uma pasta de hidróxido de
potássio. Considere que os potenciais-padrão de redução são:
+2  0
Cd (s) + 2e  Cd (s) – 0,4 V
+3  +2
Ni (s) + 1e  Ni (s) + 1,0 V
Entre as opções abaixo, indique a que apresenta o sentido do fluxo de elétrons e a força eletromotriz da pilha níquel-
cádmio.
a. Do eletrodo de cádmio para o eletrodo de hidróxido de níquel III --- + 1,4 V.
b. Do eletrodo de cádmio para o eletrodo de hidróxido de níquel III --- + 1,6 V
c. Do eletrodo de cádmio para o eletrodo de hidróxido de níquel III --- + 2,4 V
d. Do eletrodo de hidróxido de níquel III para o eletrodo de cádmio --- + 1,4 V
e. Do eletrodo de hidróxido de níquel III para o eletrodo de cádmio --- + 2,4 V

72 - (PUC/RJ/1997) - Um alquimista maluco descobriu que o chumbo metálico pode ceder elétrons espontaneamente
em soluções de AuCl3, e construiu a seguinte pilha:
PbºPb2+ Au3+Auº
Para esta pilha, é correto afirmar:
a. O Auº se reduz e o Au3+ se oxida.
b. O alquimista transformou chumbo em ouro.
c. O cátodo é o Auº e o ânodo é o Pbº.
d. A solução de Pb2+ ficará mais diluído.
e. A solução de Au3+ ficará mais concentrada.
73 - (UFMG/MG/1997) - Os metais possuem diferentes tendências de sofrer corrosão, um processo natural de
oxidação. A corrosão pode ser relacionada com a facilidade de obter os metais a partir de seus minérios. Essas
informações estão representadas no diagrama, para alguns metais.
a u m e n ta a f a c ilid a d e d e r e d u ç ã o d o s ío n s
Zn Fe N i Cu A g Pt A u
a u m e n ta a f a c ilid a d e d e o x id a ç ã o d o s ío n s
Com relação ao exposto, assinale a afirmativa FALSA:
a. A maior facilidade de um metal sofrer corrosão corresponde a uma maior dificuldade para obtê-lo a partir de seu
minério.
b. A prata, a platina e o ouro são considerados metais nobres pela sua dificuldade de oxidar-se.
c. Os metais com maior facilidade de oxidação são encontrados na natureza na forma de substâncias simples.
d. O zinco metálico é o mais reativo entre os metais listados.

74 - (UFCE/1ª Fase/1997) - O níquel é um metal resistente à corrosão, componente de superligas e de ligas como
o aço inoxidável e o metal nobre (usado em resistências elétricas), sendo também usado na galvanização do aço
e do cobre. Considerando o exposto, marque a opção correta.
a. o anodo é o eletrodo que sofre redução;
b. o catodo é o eletrodo que sofre oxidação;
c. a niquelagem ocorre no catodo;
d. a niquelagem ocorre no anodo;
e. na eletrólise a reação química gera corrente elétrica.

75 - (UFG/1ªEtapa/1997) - Observe o esquema a seguir:

Dados os potenciais padrões de redução:


Zn2+ + 2e-  Zno Eo = - 0,76V
Cu + 2e  Cu
2+ - o
Eo = + 0,34V
De acordo com o esquema e os dados acima, é correto afirmar-se que:
01-os elétrons percorrem o circuito em direção ao eletrodo de zinco;
02-o eletrodo de cobre é o cátodo;
04-a reação que ocorre pode ser representada por:
Zno + Cu2+  Zn2+ + Cuo
08-a massa do eletrodo de cobre aumenta;
16-a diferença de potencial é de - 0,42V.

76 - (UFMT/MT/1997) - Julgue os itens abaixo.


00. Reações químicas que ocorrem nas pilhas e nas eletrólises têm em comum o fato de serem reações de óxido-
redução.
01. Quando íons ferro II são transformados em íons ferro III, cada íon ferro III perde um elétron, sofrendo assim uma
redução.
02. Na reação H2O2(L)  H2O(L) + 1/2 O2(g), o oxigênio sofre oxidação e redução ao mesmo tempo.
03. Os aparelhos onde se efetuam as eletrólises (espontâneas) são denominados de voltâmetros.
04. A reação Ag + CuSO4  não ocorre, porque o potencial de eletrodo da prata é menor do que o do cobre.
05. Numa célula contendo Zn/ZnSO4 e Cu/CuSO4 em circuito fechado, através da membrana porosa passam cátions
Zn++ e ânions SO4= em sentidos opostos.

77 - (UFRJ/RJ/1997) - Duas pilhas são apresentadas esquematicamente a seguir; os metais X e Y são desconhecidos.
P ilh a - 1 P ilh a - 2
H 2

X Y X

 nodo C á to d o
E = + 0 ,2 3 V E = + 0 ,2 1 V
a tabela a seguir apresenta alguns potenciais-padrão de redução:
Potenciais-Padrão de Redução Volts
Zn++ + 2e  Zno -0,76
Fe++ + 2e  Feo -0,44
Ni++ + 2e  Nio -0,23
Pb++ + 2e  Pbo -0,13
Cu++ + 2e  Cuo +0,34
Ag+ + 1e  Ago +0,80
a. Utilizando as informações da tabela, identifique o metal Y da pilha 2. Justifique sua resposta.
b. De acordo com os potenciais de redução apresentados verifica-se que a reação Zn + CuCl 2  ZnCl2 + Cu é
espontânea. Indique o agente oxidante dessa reação. Justifique sua resposta.

78 - (PUC/RJ/1996) - Dados os potenciais normais de redução abaixo


Au+3 + 3e  Au E0 = 1,50 V
Fe2+ + 2e  Fe E0 = -0,44 V
Sn2+ + 2e  Sn E0 = -0,14 V
Hg2+ + 2e  Hg E0 = 0,85 V
observe as equações que também referem-se às condições normais:
I- 2Au + 3Fe2+  3Fe +2Au3+
II- Sn + Hg2+  Sn2+ + Hg
III - 2Au3+ + 3Hg  3Hg2+ + 2Au
IV – Sn + Fe2-  Fe + Sn2+
pode-se afirmar que aquelas que estão representando reações no sentido espontâneo são
a. I e IV
b. II e III
c. I e II
d. III e IV
e. II e IV

79 - (Integrado/RJ/1996) - O esquema abaixo representa a pilha ferro-hidrogênio (eletrodo padrão)

O voltímetro indica a força eletromotriz em condições-padrão. O ânodo desta pilha e o potencial padrão de redução
do ferro são, respectivamente:
a. eletrodo de ferro e - 0,44V
b. eletrodo de ferro e + 0,22V
c. eletrodo de ferro e + 0,44V
d. eletrodo de hidrogênio e - 0,44v
e. eletrodo de hidrog6enio e + 0,44v

80 - (UFJF/MG/1996) - Considere a pilha galvânica formada pelos metais A e B de acordo com o esquema:
Potencial padrão de redução (25ºC)
A n+ + n e-  Aº Eº = +2x volts
B n+ + n e-  Bº Eº = +x volts
Podemos afirmar que:
a. o fluxo de elétrons se desloca através do fio do metal A para o metal B;
b. B corresponde ao polo positivo da pilha;
c. A corresponde ao ânodo;
d. B sofre uma oxidação;
e. os íons A+n atravessam a parede porosa para estabelecer o equilíbrio eletrostático.

81 - (Unificado/RJ/1996) - Observe a célula eletroquímica:

M e ta l P o n te S a lin a M e ta l
Pb Cu

P b2+ C u2+
Considerando os potenciais:
Pb+2 + 2e  Pb (E° = -0,13V)
Cu+2 + 2e  Cu (E° = +0,34V),
podemos afirmar corretamente sobre esta célula que:
a. o eletrodo de chumbo é o catodo, e a ddp da pilha é -0,47V.
b. o eletrodo de chumbo é o anodo, e a ddp da pilha é +0,74V.
c. a transferência de elétrons se dá do cobre para o chumbo porque E°Cu > E°Pb.
d. a ddp da pilha é +0,21V, e a oxidação ocorre no eletrodo Cu/Cu +2.
e. a reação global espontânea da pilha é Pb+2 + Cu  Cu+2 + Pb (E° = -0,47V).

82 - (FGV/SP/1996) - Sobre as pilhas eletrolíticas são feitas as afirmações:


I - Transforma energia química em energia elétrica;
II - Cada meia célula é formada por um metal mergulhado em uma solução de um de seus sais;
III - O contato entre duas meias células é feito por uma membrana porosa (semi-permeável); ou por uma ponte
salina;
IV - No ânodo (pólo positivo) ocorre redução e no cátodo (pólo negativo) ocorre oxidação.
Sobre as afirmativas, estão erradas:
01. todas
02. nenhuma
03. apenas I e II
04. apenas IV
05. apenas II, III e IV

83 - (ITA/SP/1995) - Este teste se refere ao elemento galvânico esquematizado ao lado. Assinale a afirmação FALSA
em relação ao que vai ocorrer quando a chave C é ligada.

a- A corrente elétrica convencional vai circular no sentido anti-horário.


b- Elétrons irão circular pelo fio da esquerda para a direita.
c- Ânions nitrato vão migrar, através da membrana porosa, da direita para a esquerda.
d- A concentração de ZnSO4 do lado esquerdo vai aumentar.
e- Cátions de zinco vão migrar, através da membrana porosa, da esquerda para a direita.
PERGUNTA
Escreva as equações químicas das meia-reações que irão ocorrer em cada um dos eletrodos do elemento galvânico
esquematizado no TESTE . Além disso, justifique por que a opção d desse teste está CERTA ou está ERRADA.

84 - (Uni-Rio/RJ/1995) - Dispondo de soluções aquosas de CuSO 4, MgCl2 e Pb(NO3)2 e também de placas dos
metais cobre, magnésio e chumbo, um estudante fez algumas experiências colocando as placas metálicas em
recipientes contendo essas soluções. Com os resultados, ele montou a seguinte tabela:
PLACAS METÁLICAS
Cu Mg Pb
CuSO4(aq) ----- reage não reage
MgCl2(aq) não reage ------ não reage
Pb(NO3)2 não reage reage ------
Com base nas suas observações, o estudante chegou à conclusão de que a ordem decrescente de reatividade entre
esses metais é:
a. Mg > Pb > Cu
b. Mg > Cu > Pb
c. Cu > Pb > Mg
d. Cu > Mg > Pb
e. Pb > Cu > Mg

85 - (USCecília/SP/1995) - As equações abaixo representam reações de deslocamento em meio aquoso.


M0 + CuSO4  MSO4 + Cu0
X2 + 2KBr  2KX + Br2
Para ocorrerem as duas reações devemos substituir M° e X 2 por:
a. Zn0 e Cl2
b. Ag0 e F2
c. Fe0 e I2
d. Au0 e Cl2
e. Na0 e I2

86 - (UFG/1ªEtapa/1995) - Muitos dos termos que os químicos utilizam, tais como


ânion, cátion, eletrodo e eletrólito, foram introduzidos por M. Faraday, um pesquisador
bastante influente na história da Química. Sobre estes termos, é correto afirmar:
01-ânions são íons negativos e cátions são íons positivos;
02-cátions e ânions ligam-se por ligações covalentes;
04-eletrólitos são substâncias que em solução aquosa conduzem corrente elétrica;
08-soluções eletrolíticas são obtidas pela dissolução de compostos moleculares;
16-ânodo é o eletrodo, de uma célula eletroquímica, onde ocorre a oxidação;
32-potencial padrão de eletrodo é o potencial, em volts, correspondente à semi-reação
de redução.

87 - (UFRJ/RJ/1995) - Nas pilhas eletroquímicas, normalmente se utilizam soluções eletrolíticas e eletrodos


diferentes no anodo e no catodo. No entanto, pode-se construir uma pilha eletroquímica com eletrodos do mesmo
metal e soluções eletrolíticas de mesmo soluto, desde que essas soluções apresentem concentrações diferentes. Um
exemplo desse tipo de pilha é apresentado a seguir:
I n te r u p to r

[
P o n te s a lin a
N a 2S O 4
C u (m ) C u (m )

C u S O 4 ( 0 ,0 1 M ) C u S O 4 (1 M )
Potenciais de redução
Cu2+(1M) + 2e-  Cuo E = + 0,34V
Cu2+(0,01M) + 2e-  Cuo E = + 0,28V
a. A solução mais concentrada (1 M) irá espontaneamente diluir-se pelo consumo dos íons Cu ++ presentes na solução,
enquanto a mais diluída (0,01M) tenderá a ficar mais concentrada devido à produção de íons Cu ++. Com base nos
potenciais de redução fornecidos, explique essa afirmativa.
b. O CuSO4 em solução (coloração azulada) presente na pilha sofre reação de deslocamento na presença de Alumínio
metálico, tornando a solução gradativamente incolor
Determine os coeficientes mínimos e inteiros (a, b, c, d) que ajustam a equação da reação de deslocamento
representada a seguir: aAl + bCuSO4  cAl2(SO4)3 + dCu

88 - (Gama Filho/RJ/1994) - Uma pilha de mercúrio, usada em aparelhos para surdez, é constituída de um pólo
negativo de zinco e de um pólo positivo de óxido de mercúrio, num eletrólito de hidróxido de potássio. Sendo a
reação global da pilha Zn + HgO  ZnO + Hg, a semi-reação de oxidação é:
a. HgO  Hg+2 + 2e-
b. Hg+2 + 2e-  Hgº
c. Znº  Zn+2 + 2e-
d. Znº + 2e-  Zn+2
e. 2O-2  O2 + 4e-

89 - (Oswaldo Cruz/1994) - O esquema abaixo mostra uma bateria de chumbo, em funcionamento, utilizada em
veículos automotores.

Assinale a afirmativa incorreta:


a. a densidade do ácido sulfúrico decresce com o uso da bateria.
b. os elétrons migram do ânodo para o cátodo.
c. a concentração iônica da solução é alterada.
d. os elétrons são gerados na placa de dióxido de chumbo.
e. os íons H+ e HSO4- são consumidos.

90 - (UFPE/PE/1994) - A tabela abaixo apresenta os potenciais-padrão de redução de alguns elementos.


Li+ + e-  Li - 3,05 V
Al+3 + 3 e-  Al - 1,66 V
Zn+2 + 2 e-  Zn 0,77 V
Fe+2 + 2 e-  Fe - 0,41 V
Cu+2 + 2 e-  Cu 0,34 V
Qual destes elementos é mais facilmente oxidado?
a. Li
b. Al
c. Zn
d. Fe
e. Cu

91 - (Unimep/1994) - São dados os seguintes potenciais-padrão de redução:


Cd2+ + 2e-  Cd E° = - 0,40 V
Cr3+ + 3e-  Cr E° = - 0,74 V
Cu2+ + 2e-  Cu E° = + 0,34 V
Ni2+ + 2e-  Ni E° = - 0,25 V
Sn2+ + 2e-  Sn E° = - 0,14 V
Dentre as espécies dadas, a que apresenta maior força redutora é:
a. Ni
b. Cr
c. Cu2+
d. Sn2+
e. Cd.

92 - (FEPA/1994) - As reações de deslocamento, impossíveis de ocorrerem na prática, são:


I- Cu +MgCl 
II- I2 + NaF 
III- Au + H2SO4 
IV- Na + H2O 
V- Zn + H3PO4 
a. I, II e III
b. I, II e IV
c. I, III e V
d. II, III e IV
e. II, III e V

93 - (UnB/DF/1994) - As pilhas comumente vendidas no comércio para uso em lanternas, rádios e outros aparelhos
elétricos constituem-se fundamentalmente de uma cápsula de zinco, uma solução aquosa de eletrólitos (ZnCl 2 +
NH4Cl), dióxido de manganês e um bastão de grafita. A figura representa um corte longitudinal de uma pilha de
manganês.

Durante o funcionamento desta pilha, ocorrem as seguintes reações:


no ânodo: Zn(s)  Zn2+(aq) + 2e-.
no cátodo: 2MnO2(s) + 2NH4+ (aq) + 2e-  Mn2O3(s) + 2NH3(aq) + H2O(l)
Julgue os itens que se seguem.
00. Mn4+ e o agente redutor.
01. Durante o funcionamento desta pilha, o fluxo de elétrons ocorre no sentido grafita zinco.
02. A reação total da pilha é:
Zn(s) + Mn2O3(s) + 2 NH3(aq) + H2O(l)  Zn2+(aq) + 2MnO2(s) + 2NH4+ + 4e-
03. A quantidade de Zn2+ diminui, durante o funcionamento da pilha.
04. A pilha cessará seu funcionamento, quando o MnO2 for totalmente consumido.

94 - (UFRJ/RJ/1994) - Utilizando a tabela de potenciais padrão apresentada a seguir, pode-se prever se uma reação
ocorre espontaneamente e também determinar a diferença de potencial entre os eletrodos de uma pilha.

Sn2+ + 2e-  Sno Eo = - 0,14V


Fe2+ + 2e-  Feo Eo = - 0,44V
Zn2+ + 2e-  Zno Eo = - 0,76V
Ag+ + e-  Ago Eo = + 0,80V
a. Justifique por que nas condições padrões, a reação Sn2+ + Feº  Snº + Fe2+ ocorre espontaneamente.
b. Determine a força eletromotriz padrão (d.d.p. padrão) da pilha zinco/prata.
95 - (Mackenzie/SP/1993) - Em uma pilha com eletrodos de zinco e de cobre, com o circuito fechado
a. o potencial do eletrodo de zinco diminui e o do cobre aumenta;
b. o potencial dos dois eletrodos diminui;
c. o potencial do eletrodo de zinco aumenta e o do cobre diminui;
d. o potencial dos dois eletrodos aumenta;
e. o potencial dos dois eletrodos não se altera.

96 - (Unicap/PE/1993) - Sobre reatividade dos elementos:


00. O zinco é mais reativo do que o cobre.
01. O magnésio é mais reativo do que o ferro.
02. O ferro é mais reativo do que o bário.
03. O níquel é mais reativo do que o cálcio.
04. A platina é mais reativa do que o ouro.

97 - (UFRJ/RJ/1993) - Uma barra de cobre é mergulhada em uma solução que contém íons Ag+. Observa-se, então,
o aparecimento de uma leve cor azul na solução e de um depósito escuro na barra de cobre.
o
C u
A g+ ( a q )
¨ ¨¨

a. Escreva a reação de oxi-redução ocorrida.


b. Determine a variação do número de oxidação de cada participante da reação.

98 - (UFRJ/RJ/1993) - Nas baterias de chumbo, usadas nos automóveis, os eletrodos são placas de chumbo e de
óxido de chumbo (Pb02) imersas em solução de ácido sulfúrico concentrado, com densidade da ordem de 1,280.

As reações que ocorrem durante a descarga da bateria são as seguintes:


I – Pb(s) + SO42-  PbSO4(s) + 2e-
II – PbO2(s) + 4H+ + SO42- + 2e-  PbSO4(s) + 2H2O(l)
a.Qual das duas reações ocorre no polo negativo (anodo) do bateria? Justifique sua resposta.
b.Explique o que acontece com a densidade da solução da bateria durante sua descarga.

99 - (Uni-Rio/RJ/1992) - Observe as seguintes semi-reações:


Zn+2 + 2e- Znº Eº = -0,76V
Fe+2 + 2e- Feº Eº = -0,44V
Assinale a opção que contém a afirmativa correta:
a. O eletrodo de zinco é o agente redutor.
b. O eletrodo de ferro sofrerá corrosão.
c. Os elétrons migrarão do eletrodo de ferro.
d. O eletrodo de zinco terá a sua massa aumentada.
e. A solução da semicélula de ferro terá excesso de íons ferro.

100 - (Mackenzie/SP/1992) - A reação que ocorre em uma pilha é representada pela seguinte equação:Mn + Cu ++ 
Mn++ + Cu
Sabendo-se que o potencial de oxidação do manganês é igual a + 1,05 volt e o do cobre é igual a - 0,35 volt, e
admitindo-se que a concentração dos íons é unitária, a voltagem da pilha será:
a. + 0,70 volt;
b. - 1,40 volt;
c. + 1,40 volt;
d. - 0,70 volt;
e. + 2,10 volt.
101 - (Unesp/SP/1992) - O eletrólito empregado em baterias de automóvel é uma solução aquosa de ácido sulfúrico.
Uma amostra de 7,50 mililitros da solução de uma bateria requer 40,0 mililitros de hidróxido de sódio 0,75 M para
sua neutralização completa.
a. Calcule a concentração molar ácido na solução da bateria.
b. Escreva as equações balanceadas das reações de neutralização total e parcial do ácido, fornecendo os nomes dos
produtos formados em cada uma delas.

102 - (UFRJ/RJ/1992) - Uma bara de cobre é mergulhada em uma solução que contém íons Ag +. Observe, então, o
aparecimento de uma leve cor azul na solução e de um depósito escuro na barra de cobre.

a. Escreva a reação de oxirredução ocorrida.


b. Determine a variação do número de oxidação de cada participante.

103 - (PUC/Campinas/1992) - Lâminas de zinco são mergulhadas, separadamente, em soluções de: MgSO 4; AgNO3
e CuSO4.
Sendo a ordem crescente de reatividade dos metais envolvidos: Ag - Cu - Zn - Mg, detemtine:
a. As equações químicas das reações que poderão ocorrer.
b. As variações dos números de oxidação, nessas reações.

104 - (PUC/RJ/1991) - Na pilha de Daniell esquematizada abaixo, a ponte salina contém solução de cloreto de
potássio (KCl).

Junto à semipilha de zinco, a ponte salina propicia a reação:


a. SO2-4 + 2K+  K2SO4
b. SO2-4 2e-  SO2 + O2
c. Zn2+ + SO2-4  ZnSO4
d. ZnO 2e-  Zn2+
e. Zn2+ + 2Cl-  ZnCl2

105 - (Unesp/SP/1991) - Encanamentos de ferro mergulhados em água sofrem corrosão, devido principalmente à
reação:
Fe(s) + 2H+(aq)  Fe2+(aq) + H2(g)
Para proteger encanamentos nessas condições, costuma-se ligá-los a barras de outros metais, que são corroídos ao
invés dos canos de ferro. Conhecendo os potenciais padrão de redução
Cu 2+
+ 2 e- Cu (s) E  = + 0 ,3 4 V
Fe 2+
+ 2 e- Fe (s) E  = - 0 ,4 4 V
M g 2+
+ 2 e- M g (s) E  = - 2 ,3 7 V
2 H +
+ 2 e- H 2 (g ) E = 0 ,0 0 V
e dispondo-se de barras de magnésio e cobre, propõe-se:
a. Qual metal deve ser utilizado para proteger o encanamento? Justifique.
b. Escreva as reações que ocorrem na associação do cano de ferro com a barra metálica escolhida, indicando o agente
oxidante e o agente redutor.

106 - (UFMG/MG/1990) - São dados os potenciais padrão de oxidação:


(Eº) em volt
semi-reação Eº(volts)
Zn(s)  2e- + Zn+2(aq) + 0,76
Ni(s)  2e- + Ni+2(aq) + 0,25
Ag(s)  e- + Ag+(aq) - 0,80

As voltagens nas células (A - B) e (C - D), quando elas estão operando isoladamente, são, respectivamente:
a. 0,51 e 1,56 volt
b. 0,51 e 0,04 volt
c. 1,01 e 1,56 volt
d. 1,01 e 0,04 volt

107 - (UFPiauí/PI/1990) - Assinale a proposição correta:


a. nas células eletrolíticas a energia elétrica é convertida em energia química.
b. no sistema: Zn(s) / Zn2+(aq) // Cu2+(aq) / Cu(s) o zinco é reduzido e o íon cúprico é oxidado.
c. em uma pilha, o ânodo é um eletrodo no qual ocorre redução.
d. a reação eletroquímica: 2Fe2+ + Cl2(g)  2Fe3+ + 2Cl- E° = + 0,59V não é espontânea.
e. em um sistema eletroquímico, quando uma espécie química ganha elétrons, oxida-se.

108 - (UEL/PR/1990) - Dada a tabela de potenciais-padrão de redução:


Semi-reação Eº(volts)
Fe2+ + 2e-  Fe -0,44
Mg2+ + 2e-  Mg -2,33
2H+ + 2e-  H2 0,00
Cu2+ + 2e-  Cu 0,34
Ag+ + e-  Ag 0,80
Da tabela fornecida, o cátion mais oxidante é:
a. Mg2+
b. H+
c. Ag+
d. Fe2+
e. Cu2+

109 - (EEMauá/SP/1990) - Os cascos dos navios geralmente são de aço e para reduzir-lhes a corrosão, além da
proteção das pinturas, incrusta-se-lhes blocos de um certo metal. Dos metais abaixo, justifique qual é o mais usado?
F e 2+ + 2 e - Fe - 0 ,4 4 V
Cu 2+
+ 2 e- Cu + 0 ,3 5 V
N a+ + 1 e- N a - 2 ,3 7 V
M g 2+
+ 2 e- M g - 2 ,3 4 V

110 - (EEMauá/SP/1990) - Introduz-se um bastão de zinco numa solução aquosa de nitrato de prata. Sendo a prata
metal mais nobre que o zinco, escrever a reação de óxido-redução que ocorre no sistema considerado.

111 - (F.C.Chagas/BA/1989) - Colocando-se pedaços de chumbo, respectivamente, nas soluções de AgNO 3, CuSO4 e
FeSO4, em qual delas se poderia observar a deposição de um metal sobre os pedaços de chumbo?
a. em todas
b. em nenhuma
c. só na de Cu SO4
d. só na de Fe
e. tanto na de CuSO4 como na de AgNO3

112 - (UFMG/MG/1989) - Uma lâmina de cobre é introduzida em uma solução de nitrato prata, 0,1 mol/L. Ocorre a
reação:
Cu(s) + 2AgNO3(aq)  2Ag(s) + Cu(NO3)2(aq)
A respeito dessa reação, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:
a. Dois moles de elétrons do cobre são transferidos para os íons prata.
b. Uma quantidade de 63,5 g de cobre reduz 215,8 g de íons prata.
c. A quantidade, em moles, dos reagentes consumida é igual à quantidade, em moles, dos produtos formada.
d. A prata obtida na reação pode ser separada do outro produto por uma filtração.
e. Os íons nitrato atuam como espécie oxidante na reação.
113 - (UFMG/MG/1989) -

Quando o circuito do desenho é ligado, a lâmina de ferro é corroída e a de prata aumenta de massa. Sobre esse
dispositivo, a afirmativa CORRETA é:
a. A densidade da solução de cloreto de férrico diminui.
b. Íons positivos e elétrons passa pela lâmpada em direções opostas.
c. Elétrons migram ao longo do fio fora da pilha e pela ponte salina.
d. A pilha, ao funcionar, provoca a eletrólise das soluções que contém.
e. A concentração de nitrato de prata em solução diminui.

114 - (Fuvest/SP/1989) - Um método de recuperação de Cu +2, contido em soluções aquosas, consiste em sua
transfomação a cobre metálico. Isto se consegue adicionando raspagem de ferro às soluções, sob agitação.
a. Escreva as semi-reações de oxidação e de redução que ocorrem neste processo.
b. Qual dos pares, Cu2+/Cu ou Fe2+/Fe, deve ter maior potencial de redução? Justifique com base na informação dada.

115 - (ITA/SP/1988) - Dois elementos galvânicos reversíveis, distintos, designados por alfa e beta, são ligados entre
si por fios metálicos, conforme a figura abaixo. As setas nos fios indicam o sentido da corrente convencional. Os
sinais (+) e (-) significam que na célula alfa o eletrodo a é positivo em relação ao eletrodo b, enquanto que na célula
beta o eletrodo d é positivo em relação ao eletrodo c.

Assinale a opção que contém a afirmação CORRETA em relação à situação acima.


a- Os eletrodos b e c são cátodos.
b- Nos eletrodos b e d ocorrem reduções.
c- No eletrólito da célula alfa, cátions migram do eletrodo a para o eletrodo b.
d- Tanto a célula alfa como a beta são baterias em descarga.
e- A célula alfa está fornecendo energia elétrica para célula beta.

116 - (ITA/SP/1988) - Num frasco de Erlenmeyer contendo uma solução aquosa 1,0 molar de nitrato férrico,
introduz-se uma lâmina de ferro, lixada e limpa. Em seguida fecha-se o frasco com uma válvula que impede o acesso
de ar mas permite a saída de gases. Assinale a opção que contém a afirmação CERTA em relação ao que ocorrerá no
frasco:
a- A lâmina de ferro ganhará massa.
b- A cor da solução mudará de verde para castanha.
c- A presença do ferro não irá alterar a solução.
d- Haverá desprendimento de O2(g).
e- A lâmina de ferro perderá massa.
117 - (ITA/SP/1988) - Assinale a opção que contém a afirmação CERTA em relação ao que irá ocorrer se u ma lâmina
de alumínio for posta em contato com uma solução 1 molar de hidróxido de sódio, na temperatura ambiente:
a- Não irá ocorrer nenhuma reação.
b- A lâmina perderá massa, haverá desprendimento de hidrogênio e a solução continuará transparente.
c- A lâmina ganhará massa por deposição de um produto sólido, sendo que isto ocorrerá sem desprendimento de gás.
d- A lâmina perderá massa, haverá desprendimento de oxigênio e na solução aparecerá uma turbidez.
e- A lâmina perderá massa, ficará colorida e não haverá desprendimento gasoso.
118 - (Unicamp/SP/1988) - Na pilha cobre/zinco, sendo o cobre o elemento mais nobre, ocorre a reação representada
por:
Zn + Cu2+  Cu + Zn2+
a. Indique o oxidante e o redutor dessa reação.
b. Escreva a equação da reação que ocorre na pilha prata/cobre, sabendo-se que a prata é o elemento mais nobre.

119 - (F.C.Chagas/BA) - Qual das reações é não espontânea?


a. Zn + 2 Ag+  2 Ag0 + Zn++
b. Mg + Pb++  Pb0 + Mg++
c. Zn + Mg++  Mg0 + Zn++
d. Cu + 2 Ag+  2 Ag0 + Cu++

120 - (F.C.Chagas/BA/1987) - Considere as semi-reações e os respectivos potenciais normais de redução (Eº), para a
reação:
3 Niº + 2 Au+3  2 Auº + 3 Ni+2
Ni+2 + 2 e-  Ni - 0,25 V
Au+3 + 3 e-  Au + 1,50 V
O potencial da pilha formada pela junção dessas duas semi-reações será:
a. + 1,25 V
b. - 1,25 V
c. + 1,75 V
d. - 1,75 V
e. + 3,75 V

121 - (FAEE/GO) - Dispomos de cinco recipientes constituídos cada um deles por um metal diferente e queremos
guardar uma solução de HCl, sem que sofra contaminação por parte do metal. Se o potencial-padrão de redução
2H+/H2, é 0,00 V e do Cl 2/2Cl- é + 1,36 V, o recipiente a ser usado não deve conter elemento, cujo potencial-padrão de
redução seja:
a. - 1,66 V
b. + 0,34 V
c. + 0,80 V
d. + 1,51 V
e. + 0,85 V

122 - (Cesgranrio/RJ) - A equação da reação entre o melhor oxidante e o melhor redutor é:


a. Cl- + Zn+2  Cl2 + Zn
b. Znº + Cl2  Zn+ + Cl-
c. Cl2 + 2 Cu+2  Cuº + 2 Cl
d. Cl2 + Znº  Zn++ + 2 Cl-
e. Cl2 + Zn  2 Cl+ + Zn++

123 - (UnB/DF) - Através de um teste simples, constatou-se que uma amostra de um certo material estava
contaminada com sal de mercúrio II (Hg 2+). O teste foi realizado da seguinte maneira: misturou-se uma pequena
quantidade da amostra com água e introduziu-se na mistura um fio de cobre polido, que ficou revestido por uma
camada muito fina de mercúrio metálico (Hg0).
Julgue os itens.
00. O teste não envolve fundamentos de eletroquímica.
01. A reação química que ocorreu pode ser representada pela equação: Hg 2+(aq) + Cu(s)  Hg0(l) + Cu2+(aq).
02. O cátion Hg2+ sofreu redução e é, portanto, o agente oxidante.
03. O mercírio metálico é um líquido prateado, denso e venenoso.

124 - (UFMG/MG) - A semi-equação: H2(g, 1 atm)  2 H+(aq, 1 M) + 2 e- Eº = 0,00 volt, representa:


a. o eletrodo normal do hidrogênio, tomado como padrão.
b. um método comum de transformação de hidrogênio gasoso em ácido.
c. a redução do hidrogênio no eletrodo de platina.
d. a tendência do hidrogênio gasoso para receber elétrons.

125 - (Unicamp/SP) - A figura abaixo representa uma pilha de mercúrio usada em relógios e cronômetros.
As reações que ocorrem nesta pilha são:
Zn(s) = Zn2+(aq) + 2 e-
HgO(s) + H2O(L) + 2e- = Hg(L) + 2 OH-(aq)
a. De qual eletrodo partem os elétrons quando a pilha está fornecendo energia? Justifique.
b. Cite duas substâncias cujas quantidades diminuem com o funcionamento da pilha. Justifique.

126 - (Fuvest/SP) - Ferro zincado é ferro que contém pequena quantidade de zinco metálico.
A partir dos potenciais-padrão de redução, listados abaixo, explique os seguintes fatos observados no cotidiano:
E° (volt)
Fe2+ + 2 e = Fe - 0,440
Zn2+ + 2 e = Zn - 0,763
Al3+ + 3 e = Al - 1,663
a. Rebites de ferro em esquadrias de alumtnio causam a corrosão do alumínio.
b. Pregos de ferro zincado são resistentes à ferrugem.

127 - (Cesgranrio/RJ) - A Partir das semi-reações apresentadas a seguir, componha uma reação total que ocorra
espontaneamente.
Semi-Reação Potencial Padrão
Br2(l) + 2e-  2 Br-(aq) E° = + 1,065 volt
Fe3+(aq) + e-  Fe2+(aq) E° = + 0,776 volt
Analise as afirmações abaixo, a respeito da reação total, espontânea:
I- Fe2+ é o agente redutor.
II- Br- é o agente oxidante.

128 - (Unesp/SP) - Mergulha se uma lâmina limpa de níquel em uma solução azul de sulfato de cobre. Observa-se
que a lâmina fica recoberta por um depósito escuro e que, passado algum tempo, a solução se torna verde. Explique o
que ocorreu:
a. Na lâmina de níquel;
b. Na solução.

129 - (UFMG/MG/1ªFase/2004) - Uma bateria de carro é, basicamente, constituída de


placas de chumbo metálico e placas de chumbo recobertas com óxido de chumbo (IV),
em uma solução de H2SO4. Esta equação representa o funcionamento de uma bateria:
desc arg a

PbO2(s) + Pb(s) + 2H+(aq) + 2 HSO4-(aq) 2PbSO4(s) + 2H2O(l)




rec arg a

Considerando-se essas informações, é INCORRETO afirmar que:


a. a densidade da solução aumenta no processo de recarga.
b. o óxido PbO2 é o oxidante no processo de descarga.
c. o pH da solução de uma bateria que está descarregando aumenta.
d. os elétrons migram, na descarga, do eletrodo de PbO2 para o eletrodo de Pb.

130 - (UCG/GO/Janeiro/2004) – Julgue os itens a seguir:


04. Um anel de alumínio poderá receber um banho de ouro por meio de uma eletrólise.
Para isso, deverá ser mergulhado numa solução de nitrato de ouro III, constituindo-se
um dos eletrodos, ao passo que o outro eletrodo será constituído por uma lâmina de
ouro. As reações observadas nos eletrodos serão:
catodo: Au3+ + 3 e Au
anodo: Au Au + 3 e
3+
05. Com relação à eletrólise da proposição 04, tem-se que, para receber o depósito de
ouro metálico, o anel deve constituir o pólo negativo, ao passo que a lâmina de ouro
será o pólo positivo.
06. Ainda com relação aos dados do item 4, tem-se que, ao passar uma corrente de 1,5 A
por um tempo de 50 minutos, o anel receberá um depósito de, aproximadamente, 3,0 g
de ouro.
Dado: F = 96500C

131 - (Fuvest/SP/2ª Fase/2004) - Industrialmente, alumínio é obtido a partir da bauxita.


Esta é primeiro purificada, obtendo-se o óxido de alumínio, Al2O3, que é, em seguida,
misturado com um fundente e submetido a uma eletrólise ígnea, obtendo-se, então, o
alumínio. As principais impurezas da bauxita são: Fe2O3, que é um óxido básico e SiO 2,
que é um óxido ácido. Quanto ao Al2O3, trata-se de um óxido anfótero, isto é, de um
óxido que reage tanto com ácidos quanto com bases.
a. Na eletrólise do óxido de alumínio fundido, usam-se várias cubas eletrolíticas ligadas
em série, através das quais passa uma corrente elétrica elevada. Se n cubas são ligadas
em série e a corrente é I, qual deveria ser a corrente, caso fosse usada apenas uma cuba,
para produzir a mesma quantidade de alumínio por dia? Justifique, com base nas leis da
eletrólise.

132 - (PUC/SP/2003) – A principal matéria-prima do alumínio é a bauxita, minério cujo


principal componente é o óxido de alumínio (Al 2O3). No processo de purificação do
minério, todo o óxido de alumínio é transformado em hidróxido de alumínio Al(OH) 3).
Posteriormente, o hidróxido de alumínio é aquecido até completa desidratação,
obtendo–se a alumina, forma pura do óxido de alumínio (I). A alumina passa então por
um processo de decomposição através da passagem de corrente elétrica no estado
líquido (eletrólise), formando o alumínio metálico (II). O hidróxido de alumínio pode
ser neutralizado por uma solução aquosa de ácido sulfúrico (H 2SO4) formando o sulfato
de alumínio (III). O sulfato de alumínio (Al2(SO4)3, por sua vez, é utilizado no processo
de tratamento de águas, sendo adicionado com hidróxido de cálcio (Ca(OH)2) para
formar o hidróxido de alumínio (IV), um precipitado gelatinoso, que acelera o processo
de decantação dos particulados presentes na água captada. As equações químicas que
melhor representam as reações I, II, III e IV são, respectivamente,
a. Al(OH)3(s)  Al2O3(s) + H2O(l)
Al2O3(s)  Al(s) + O2(g)
Al(OH)3(s) + H2SO4(aq)  Al2(SO4)3(aq) + H2O(l)
Al2(SO4)3(aq) + Ca(OH)2(aq)  Al(OH)3(s) + CaSO4(s)
b. Al(OH)3(s)  Al2O3(s)
Al2O3(s)  2Al(s)
Al(OH)3(s) + H2SO4(aq)  Al2(SO4)3(aq)
Al2(SO4)3(aq) + Ca(OH)2(aq)  Al(OH)3(s)
c. 2 Al(OH)3(s)  Al2O3(s) + 3H2O(l)
2Al2O3(s)  4Al(s) + 3O2(g)
2Al(OH)3(s) + 3H2SO4(aq)  Al2(SO4)3(aq) + 6H2O(l)
Al2(SO4)3(aq) + 3 Ca(OH)2(aq)  2 Al(OH)3(s) + 3 CaSO4(s)
d. 2Al(s) + 3 H2SO4(aq)  Al2(SO4)3(aq) + 3H2(g)
4Al(s) + 3 O2(g)  2 Al2O3(s)
2Al(OH)3 + 6HCl(aq)  2AlCl3(aq) + 6H2O(l)
Al2(SO4)3(aq) + 6 Na(OH)(aq)  2 Al(OH)3(s) + 3 Na2SO4(s)
133 - (Unifor/CE/2003) – Considere as seguintes transformações químicas:
R e a g e n tes P r o d u to s
I. c lo re to d e s ó d io (fu n d id o ) c lo ro e s ó d io

II. c a lc á r io (s ó lid o ) d ió x id o d e c a rb o n o e
c a l v iv a
III. d ió x id o d e c a rb o n o g lic o s e e o x ig ê n io
(g o s o s o ) e á g u a (líq u id a )
IV . h id ra to d e c a rb o n o (s ó lid o ) á lc o o l c o m u m , d ió x id o
d e carbo no e ág u a
V . c a rb o n o (g r a fia ) d ió x id o d e c a rb o n o
e o x ig ê n io (g o s o s o )
Dentre as transformações indicadas, a que se dá por eletrólise é:
a. I
b. II
c. III
d. IV
e. V

134 - (UFU/MG/1ªFase/2003) – Uma solução aquosa de cloreto de potássio foi


eletrolisada, sob condições de corrente controlada, para que somente as reações de
formação dos gases cloro e hidrogênio ocorressem no ânodo e cátodo, respectivamente.
Considerando-se que os compartimentos catódico e anódico foram separados por uma
membrana porosa, podemos afirmar que no compartimento catódico, foi obtido
também,
a. gás oxigênio
b. potássio metálico
c. ácido clorídrico
d. hidróxido de potássio

135 - (UFPiauí/PI/2003) – Pesquisas têm mostrado que os resíduos de dessalinizadores


contêm alto teor de cloreto (Cl–) que podem, por processo industrial eletroquímico,
usando uma fonte de corrente elétrica, gerar cloro (Cl 2) para desinfecção de água de
abastecimento. A reação direta no sistema acontece conforme segue-se:
2Cl–(aq) + 2H2O(l)  Cl2(g) + H2(g) + 2OH–(aq)
Analise as afirmativas quanto ao processo eletroquímico e marque a opção correta.
a. O processo industrial é de natureza galvânico.
b. O cloro é obtido no cátodo.
c. Os elétrons fluem do cátodo para o ânodo.
d. O cloro é obtido da reação de oxidação.
e. A reação secundária de formação do hidrogênio acontece no ânodo.

136 - (Fuvest/SP/1ª Fase/2003) – Da água do mar, podem ser obtidas grandes


quantidades de um sal que é a origem das seguintes transformações:
X
H Cl á c id o
e le tó lis e d a g aso so + Z c lo ríd r ic o
sal s o lu ç ã o a q u o s a
c o n c e n tra d a
Y
s o lu ç ã o a lc a lin a o x id a n te
(á g u a s a n itá ria )
N aO H g o rd u ra
em água + W + g lic e rin a
em água
Neste esquema, X, Y, Z e W representam:
X Y Z W
a. o x ig ê n io c lo ro h id r o g ê n io sab ão
d ió x id o d e
b. só d io o x ig ê n io carbo no trig lic e ríd e o
c. h id r o g ê n io c lo ro água sab ão
d. c lo ro h id r o g ê n io água c a r b o id ra to s
d ió x id o d e
e. h id r o g ê n io c lo ro carbo no
tr ig lic e ríd e o

137 - (FEPECS/DF/2003) – O esquema abaixo consiste em uma placa de ouro


mergulhada em uma solução do íon desse metal. Nessa mesma solução encontra-se
também mergulhado um anel de alumínio que se deseja banhar com ouro (processo de
eletrodeposição), sendo o sistema ligado a um gerador. A partir desse esquema, são
feitas as seguintes afirmações:

A N EL PLA C A
D E
O U R O
SO LU ÇÃ O D E
N IT R A T O D E O U R O III
I. a placa de ouro deve ser conectada ao pólo positivo do gerador;
II. o anel de alumínio atua como o catodo do sistema;
III. durante o processo a placa de ouro sofre oxidação;
IV. a cada 1,8 . 1021 elétrons que circulam na célula eletrolítica, a massa do anel é
aumentada em aproximadamente 0,197 g.
São corretas as afirmações:
a. I e II, apenas
b. I e III, apenas
c. II e III, apenas
d. II, III e IV, apenas
e. I, II, III e IV

138 - (UnB/DF/Janerio/2003) – Texto III


A embalagem é um dos requisitos de maior importância para a preservação dos
alimentos. A qualidade e a quantidade dos alimentos industrializados devem ser
mantidas dentro de determinado prazo, que envolve o tempo de transporte e
distribuição, além do tempo que eles ficam nas prateleiras dos supermercados e das
residências. Nesse sentido, os recipientes metálicos, as latas de aço ou alumínio, foram
uma conquista tecnológica. A lata rígida, tradicionalmente constituída de aço com baixo
teor de carbono e revestida de estanho, é conhecida como folha-de-flandres, sendo
amplamente usada para molho de tomate, sardinha, milho e ervilha, entre outros.
O estanho utilizado para cobrir aço é obtido a partir de um minério, a cassiterita. O
processo de obtenção de estanho pode ser representado pela equação seguinte.
SnO2(s) + 2C(s) 

Sn(s) + 2CO(g)
A aplicação do estanho sobre o aço ocorre por um processo de eletrodeposição, que é
realizado em um tanque contendo um eletrólito, uma lâmina de aço que serve como
cátodo e uma lâmina de estanho entra em solução e deposita-se sobre o aço. A densidade
de corrente controla a espessura do revestimento. Sobre a camada de estanho
depositada, aplica-se um verniz, para isolar o alimento do metal.
Considerando o texto III, julgue os itens que se seguem.
01. No processo de eletrodeposição, a redução do estanho ocorre ao mesmo tempo que a
oxidação do ferro presente no aço.
02. Na equação representativa do processo de produção do estanho mostrada no texto,
os reagentes se apresentam no mesmo estado físico que os produtos.
03. A liga de aço é um material formado por interações entre, pelo menos, duas espécies
diferentes de átomos, os de ferro e os de carbono.
04. Na molécula do monóxido de carbono, três pares de elétrons são compartilhados
entre os dois átomos dessa molécula.

139 - (UEM/PR/Janeiro/2003) - Perguntado, em uma prova oral, sobre eletroquímica,


um aluno de uma escola de ensino médio respondeu com algumas afirmações, as quais
são descritas a seguir. Assinale o que for correto.
01. Quanto maior o potencial de redução de uma espécie, mais intenso é o caráter
oxidante da espécie.
02. O potencial de oxidação pode ser relacionado diretamente com a eletroafinidade.
04. A eletrólise da água é uma reação que consome energia elétrica.
08. Para cada mol de água eletrolisada a 25°C e 1 atm, tem-se 1,5 mol de produtos
gasosos.
16. Se dobrarmos o tamanho de uma pilha, o potencial da pilha será duas vezes maior.
32. Quando se mergulha uma lâmina de cobre em uma solução de HCl a 37%, ocorre a
corrosão da lâmina de cobre e há liberação de H2.
Dados:
E o    1 / 2H 2  0V ;
H e

Eo  Cu  0,376V
Cu 2   2 e 

140 - (Unesp/SP/Biológicas/2003) – As baterias dos automóveis são cheias com


solução aquosa de ácido sulfúrico. Sabendo-se que essa solução contém 38% de ácido
sulfúrico em massa e densidade igual a 1,29 g/cm3, pergunta-se:
a. Qual é a concentração do ácido sulfúrico em mol por litro [massa molar do H 2SO4 =
98 g/mol?
b. Uma bateria é formada pela ligação em série de 6 pilhas eletroquímicas internas,
onde ocorrem as semireações representadas a seguir:
pólo negativo (–): Pb + SO42–  PbSO4 + 2e– E = + 0,34 V
pólo positivo (+): PbSO4 + 2H2O  PbO2 + SO4 + 4H + 2e E = – 1,66 V
2– + –

Qual a diferença de potencial (voltagem) dessa bateria?

141 - (ITA/SP/2003) – Um elemento galvânico, chamado de I, é constituído pelos dois


eletrodos seguintes, separados por uma membrana porosa:
IA. Chapa de prata metálica, praticamente pura, mergulhada em uma solução 1 mol L–1
de nitrato de prata.
IB. Chapa de zinco metálico, praticamente puro, mergulhada em uma solução 1 mol L–1
de sulfato de zinco.
Um outro elemento galvânico, chamado de II, é constituído pelos dois seguintes
eletrodos, também separados por uma membrana porosa:
IIA. Chapa de cobre metálico, praticamente puro, mergulhada em uma solução 1 mol L –
1
de sulfato de cobre.
IIB. Chapa de zinco metálico, praticamente puro, mergulhada em uma solução 1 mol L –
1
de sulfato de zinco.
Os elementos galvânicos I e II são ligados em série de tal forma que o eletrodo IA é
conectado ao IIA, enquanto que o eletrodo IB é conectado ao IIB. As conexões são
feitas através de fios de cobre. A respeito desta montagem
I) faça um desenho esquemático dos elementos galvânicos I e II ligados em série. Neste
desenho indique:
II) quem é o elemento ativo (aquele que fornece energia elétrica) e quem é o elemento
passivo (aquele que recebe energia elétrica),
III) o sentido do fluxo de elétrons,
IV) a polaridade de cada um dos eletrodos: IA, IB, IIA e IIB e
V) as meia-reações eletroquímicas balanceadas para cada um dos eletrodos.

142 - (Unifor/CE/2002) - Esta questão refere-se a obtenção de magnésio a partir da água do mar, onde esse elemento
encontra-se na forma de Mg2+(aq). A etapa final consiste na eletrólise ígnea (700°C) de um seu sal fundido. Para se
chegar ao sal de magnésio adequado à eletrólise:
– o Mg2+(aq) da água do mar é precipitado sob a forma de Mg(OH)2 pela adição de S .
– o produto da reação anterior é tratado em ácido clorídrico a fim de obter-se o Y que é o sal adequado à eletrólise;
– esse sal deve ser antes Z pois será submetido à fusão.
Completa-se corretamente o texto substituindo-se X, Y e Z, respectivamente, por:
a. cal - cloreto de magnésio - filtrado
b. carbonato de cálcio - carbonato de magnésio - secado
c. cal - cloreto de magnésio - secado
d. carbonato de cálcio - cloreto de magnésio - secado
e. cal - carbonato de magnésio - filtrado

143 - (Unifor/CE/2002) - Esta questão refere-se a obtenção de magnésio a partir da água do mar, onde esse elemento
encontra-se na forma de Mg2+(aq). A etapa final consiste na eletrólise ígnea (700°C) de um seu sal fundido. Para se
chegar ao sal de magnésio adequado à eletrólise:
– o Mg2+(aq) da água do mar é precipitado sob a forma de Mg(OH)2 pela adição de S .
– o produto da reação anterior é tratado em ácido clorídrico a fim de obter-se o Y que é o sal adequado à eletrólise;
– esse sal deve ser antes Z pois será submetido à fusão.
A eletrólise ígnea do sal de magnésio é realizada à alta temperatura numa célula eletrolítica. Nesse caso,
I. no cátodo da célula deposita-se o magnésio metálico.
II. no pólo negativo da célula ocorre a descarga do ânion presente na solução eletrolítica.
III. utiliza-se corrente alternada para que os pólos mudem continuadamente de sinal.
É correto o que se afirma em:
a.. I, somente.
b. II, somente.
c. III, somente.
d. I e II, somente.
e. I, II e III.

144 - (UFMS/MS/Biológicas/2002) - Uma corrente de 0,0965 ampère é passada através de 50 mL de solução aquosa
de NaCl 0,1 mol/L, durante 1000 segundos. É garantida, no cátodo, somente a redução de H 2O(l) a H2(g) e, no
ânodo, somente a oxidação de Cl -(aq) a Cl2(g). Determine a concentração média de OH -(aq) na solução final,
sabendo-se que 1F = 96500C = carga de 1 mol de elétrons. Para efeito de resposta, multiplique o resultado encontrado
por 1000.

145 - (UFLA/MG/2002) – Hidrogênio, alguns metais alcalinos e alcalinos terrosos, alumínio e hidróxido de sódio
são produtos obtidos industrialmente por eletrólise.
As alternativas estão corretas, EXCETO:
a. Os metais alcalinos são produzidos através da eletrólise ígnea e seus sais fundidos.
b. O gás hidrogênio (H2) é obtido pela eletrólise da água. Ele é formado no ânodo, ao passo que o oxigênio (O 2) é
formado no cátodo.
c. A quantidade de material depositado (ou gerado) no cátodo de uma célula eletrolítica é proporcional à corrente
fornecida.
d. Na eletrólise, o potencial gerado por uma fonte externa é utilizado para provocar uma transformação química.
e. O alumínio é obtido industrialmente de acordo com a reação (eletrólise)
2Al2O3 criolita
 4Al + 3O
2

146 - (UFG/2ª Etapa/2002) – Em baterias de níquel/hidretos metálicos utilizadas em


computadores, telefones celulares e outros aparelhos portáteis, durante a descarga, o
níquel III é reduzido a níquel II, cuja equação que representa a semi-reação que ocorre
no eletrodo positivo é:
Ni(OH)O + H2O + e– Ni(OH)2 + OH– Eº = 0,52 V
No eletrodo negativo, o hidreto metálico (MH) é oxidado para regenerar a liga metálica
(M), com um potencial padrão de oxidação de 0,83 V.
Considerando que durante um ciclo completo (carga e descarga) da bateria não há
consumo nem formação de água ou hidroxila, responda ás perguntas:
a. qual a semi-equação que representa a reação que ocorre no eletrodo negativo, no
processo de descarga?
b. qual a equação global da pilha e sua ddp na descarga?
c. quais as semi-equações catódicas e anódicas que ocorrem no processo de carga da
bateria?
d. qual a equação global da pilha e sua ddp no processo de carga da bateria?

147 - (PUC/SP/2001) - Dados:



2H (aq)  2e   H 2(g) E 0  0,0V

Na (aq)  e   Na (s) E 0  2,7 V
A produção industrial de gás cloro (Cl 2) ocorre a partir da eletrólise de uma solução aquosa de cloreto de sódio. Sobre
esse processo foram feitas algumas afirmações:
I. O ânion cloreto é oxidado no ânodo (pólo positivo) da cuba eletrolítica.
II. No cátodo, o cátion sódio é reduzido, produzindo sódio metálico.
III. Nesse processo, também são produzidos gás hidrogênio (H 2) e solução aquosa de soda cáustica (NaOH). As
afirmações corretas são
a. apenas I.
b. apenas I e III.
c. apenas II e III.
d. apenas I e II.
e. todas.

148 - (UFF/RJ/1ªFase/2001) - Os esquemas I e II ilustram transformações químicas:


v o ltím e tro b a te r ia

K C l (a q )

o
carbo n o
Pb Z no

Pb
2+
(a q ) Z n 2( a+ q ) K (+a q ) I( -a q )
E sq u e m a-I E sq u e m a -II
Observando-se os esquemas, pode-se assegurar que:
a. no esquema I ocorre uma reação não espontânea de oxirredução;
b. no esquema I a energia elétrica é convertida em energia química;
c. no esquema II os eletrodos de carbono servem para manter o equilíbrio iônico;
d. no esquema II a energia elétrica é convertida em energia química;
e. no esquema II ocorre uma reação espontânea de oxirredução.

149 - (ITA/SP/1999) - Uma célula eletroquímica é composta por eletrodos de platina imersos em 1,0 L de uma
solução aquosa 1,0 mol/L em Na2SO4. A solução que compõe esse sistema é mantido sob agitação constante e a
corrente elétrica é mantida no valor 10 mA por 100 minutos. Decorrido esse tempo, o circuito elétrico é aberto, sendo
então medido o valor da concentração de H +(aq) da solução resultante. Admitindo-se que não haja variação no
volume da solução, a variação da concentração (mol/L) de H +(aq):
a- É nula
b- Diminui de 6,2 . 10-4 mol/L
c- Diminui de 12,5 . 10-4 mol/L
d- Aumenta de 6,2 . 104 mol/L
e- Aumenta de 12,5 . 10-4 mol/L
150 - (ITA/SP/1999) - Considere a eletrólise de uma solução aquosa de cloreto de sódio. O ânodo consiste de um
material eletroquimicamente inerte e o cátodo de uma camada de mercúrio no fundo da célula. Nessas condições, a(s)
principal(is) ocorrência(s) no cátodo será(ão):
a- A formação amálgama de sódio.
b- A formação e liberação de gás cloro.
c- O aparecimento de cristais de sódio metálico.
d- A formação de cristais de cloreto mercuroso.
e- A formação e liberação de hidrogênio gasoso.
151 - (Unicap/PE/1998) - Sobre a eletrólise de uma solução aquosa de cloreto de sódio.
00. A solução aquosa resultante tem caráter fortemente básico.
01. Evaporando a água da solução obtida, obtém-se hidróxido de sódio sólido.
02. No eletrodo positivo, ocorre a oxidação do Cl-(aq).
03. No eletrodo negativo, obtém-se o metal sódio.
04. O sódio é oxidado.

152 - (PUC/SP/1997) - Dados:


E ( v o lts )
F2 + 2e- 2F - + 2 ,8 7
C l2 + 2 e - 2 C l- + 1 ,3 6
B r2 + 2 e - 2B r- + 1 ,0 9
I2 + 2 e - 2I- + 0 ,5 4
Facilidade de descarga na eletrólise: OH- > F-.
Com base nos dados acima, pode-se afirmar que o único processo possível de obtenção do F 2 a partir do NaF, é a:
a. reação com cloro.
b. reação com bromo.
c. reação com iodo.
d. eletrólise de NaF(aq).
e. eletrólise de NaF(l).

153 - (UFMG/MG/1997) - O alumínio é o segundo metal mais utilizado no mundo. Sua resistência à corrosão é
devida à camada aderente e impermeável de óxido que se forma sobre a superfície do metal. Essa camada protetora
pode ser tornada mais espessa através de um processo denominado anodização (figura abaixo). Nesse processo,
oxigênio é gerado por eletrólise, segundo a semi-reação
 +
2 2
H O (l)  1/2 O (g) + 2 e + 2H (aq)
O oxigênio reage, em seguida, com o alumínio, formando o óxido correspondente.
H id ro g ê n io O x ig ê n io

G ra fite A l

Á c id o s u lfú r ic o
d ilu íd o

Com referência ao exposto, a afirmativa FALSA é


a. a anodização aumenta a resistência do alumínio à corrosão.
b. o fluxo de elétrons, pelo circuito externo, ocorre na direção do objeto de alumínio.
c. o objeto de alumínio constitui o anodo da célula eletroquímica.
d. o processo de anodização consome energia elétrica.

154 - (Integrado/RJ/1997) - O níquel é um metal resistente à corrosão, componente de superligas e de ligas como o
aço inoxidável (usado em resisténcias elétricas), sendo também usado na galvanização do aço e do cobre.
Considerando o exposto, marque a opção correta.
a. o anodo é o eletrodo que sofre redução;
b. o catodo é o eletrodo que sofre oxidação;
c. a niquelagem ocorre no catodo;
d. a niquelagem ocorre no anodo;
e. na eletrólise a reção gera corrente elétrica.

155 - (UFPE/PE/1997) - No béquer A, a linha pontilhada representa uma parede porosa que separa as soluções
aquosas de CuSO4 1 M e de ZnSO4 1 M.
Considere os potenciais padrão a seguir:
Zn2+ + 2 e-  Zn - 0,76 V
Fe2+ + 2 e-  Fe - 0,44 V
2+ -
Cu + 2 e  Cu + 0,34 V
Ao fechar a chave “S”, podemos afirmar:

00. zinco será oxidado nos dois béqueres;


01. ocorrerá depósito de ferro metálico sobre o eletrodo de zinco;
02. o béquer “A” é uma célula galvânica (uma pilha) e o béquer “B” é uma célula eletrolítica;
03. não haverá reação química;
04. após algum tempo, o eletrodo de cobre e o prego estarão mais pesados e os eletrodos de zinco mais leves.

156 - (ITA/SP/1996) - A figura abaixo mostra o esquema da aparelhagem utilizada por um aluno para realizar a
eletrólise de uma solução aquosa ácida, com eletrodos inertes. Durante a realização da eletrólise, pela secção
tracejada (A --- B), houve a seguinte movimentação de partículas eletricamente carregadas através da solução:

a- Elétrons da esquerda para a direita.


b- Elétrons da direita para a esquerda.
c- Cátions da esquerda para a direita e ânions da direita para a esquerda.
d- Cátions da direita para a esquerda e ânions da esquerda para a direita.
e- Cátions e ânions da esquerda para a direita.
157 - (UFG/1ªEtapa/1996) - Observe a figura a seguir:
A cuba contém água destilada e ácido sulfúrico. Sobre esse sistema é correto afirmar:
01-a água e o ácido sulfúrico formam uma mistura homogênea;
02-após acionar a chave, cessarão as reações químicas do sistema;
04-a quantidade de gás que se formará no tubo A é a metade da quantidade que se formará no tubo B;
08-no tubo A ocorrerá redução, enquanto no tubo B oxidação;
16na ausência do ácido sulfúrico, um catalisador, a reação seria lenta.

158 - (Eng. São José dos Campos/SP/1996) - Desejando obter oxigênio por eletrólise pode-se usar como eletrólito:
a. hidróxido de sódio fundido;
b. cloreto de sódio em solução aquosa;
c. cloreto de sódio fundido;
d. cloreto de estanho em solução aquosa.

159 - (PUC/MG/1994) - Com relação à eletrólise do cloreto de potássio em meio aquoso, feita com eletrodos inertes,
é INCORRETO afirmar:
a. No catodo, ocorre desprendimento de H2(g).
b. É um processo de obtenção de hidróxido de potássio.
c. Durante a eletrólise, o pH da solução diminui.
d. No anodo, ocorre desprendimento de Cl2(g).
e. À medida que se processa a eletrólise, a bateria vai-se descarregando.

160 - (EEMauá/SP/1994) - Uma solução aquosa diluída de cloreto de sódio é eletrolisada. No início, o gás
produzido, no ânodo, é esverdeado; depois, a mistura gasosa toma-se cada vez mais clara e, por fim, após exaustiva
eletrólise, o produto gasoso é incolor. Explique o que ocorre e dê nomes aos gases formados em cada etapa.

161 - (Unisa/1994) - Sobre a eletrólise de uma solução aquosa de NaCl, qual das afirmações abaixo é INCORRETA:
a. há formação de H2 no cátodo
b. há formação de NaOH
c. há formação de Cl2 no ânodo
d. há produção de sódio metálico
e. o H+ da água se reduz a H2.

162 - (Fuvest/SP/1994) - É comum encontrar nas lojas de materiais para piscinas o anúncio:
TEMOS CLORO LÍQUIDO
a. Há erro no tal anuncio? Explique.Quando se obtém cloro por eletrólise de solução aquosa de cloreto de sódio
também se forma hidrogênio.
b. Mostre como se formam o cloro e o hidrogênio nessa eletrólise.

163 - (UFSC/SC/1993) - A eletrólise de uma solução aquosa de sulfato de sódio fornece:


a. hidrogênio, sódio e dióxido de enxofre
b. hidrogênio e oxigênio
c. oxigênio e sódio fundido
d. hidrogênio, oxigênio e hidróxido de sódio.

164 - (UFG/2ª Etapa/1993) - Através da eletrólise da água do mar é possível obter três substâncias comercialmente
importantes: o hidróxido de sódio (NaOH), os gases hidrogênio (H2) e cloro (Cl2).
Utilizando os seguintes materiais:
1-cuba de vidro
2-eletrodos de platina
1-fio de cobre
1-bateria
1-solução aquosa de sal de cozinha
a-faça um esquema do arranjo experimental que represente a eletrólise da solução aquosa de sal de cozinha;
b-indique o cátodo, o ânodo e as suas polaridades;
c-indique qual o gás produzido em cada eletrodo;
d-escreva a equação que representa a reação de eletrólise da solução salina.
165 - (UFRS/RS/1992) - A reação que se processar no ânodo, na eletrólise de uma solução de cloreto de sódio é:
a. Na+ + e-  Na
b. 2 H2O + 2 e-  H2 + 2 OH-
c. 2H+ + 2 e-  H2
d. 2Cl-  Cl2 + 2 e-
e. 2Cl- + 2H2O  H2 + Cl2 + 2 OH-

166 - (UEMT/MT/1992) - Na solução aquosa de H2SO4 diluída, as substâncias liberadas no cátodo e ânodo são,
respectivamente:
a. H2 e O2
b. H2 e H2O2
c. H2 e SO3
d. 1/2 O2 e H2
e. O2 e SO3

167 - (FEI/SP/1991) - Na eletrólise de uma solução aquosa de hidróxido de sódio libertam-se:


a. oxigênio e sódio;
b. óxido de sódio e hidrogênio
c. hidrogênio e oxigênio
d. hidrogênio e sódio.
e. apenas hidrogênio

168 - (ITA/SP/1991) - Ao se completar o circuito ligando-se o interruptor notar-se-á desprendimento de hidrogênio


gasoso apenas no(s) eletrodo(s)

a- I
b- IV
c- I e II
d- I e III
e- II e IV

169 - (ITA/SP/1991) - Durante a eletrólise irá ocorrer desgaste de cobre metálico apenas no(s) eletrodo(s):

a- I
b- IV
c- I e II
d- I e III
e- II e IV

170 - (PUC/RJ/1990) - A eletrólise é um fenômeno que pode ser definido como sendo reação de:
a. oxi-redução
b. dupla troca
c. precipitação eletrolítica
d. volatilização catódica e acudia
e. deslocamento.
171 - (F.C.Chagas/BA/1990) - Na eletrólise de solução diluída de ácido sulfúrico, verifica-se a formação de O 2 no
ânodo e de H2 no cátodo.
Qual das seguintes equações é coerente com o que ocorre no ânodo?
a. H2O  1/2 O2 + 2 H+ + 2 e-
b. H2O  1/2 O2 + H2 + 2 e-
c. H2O + 2 e-  1/2 O2 + 2 H+
d. 2 OH- + 2 e-  H2O + 1/2 O2
e. 2 OH-  H2 + O2 + 2 e-

172 - (ITA/SP/1989) - Três células eletroquímicas, com todos os eletrodos inertes, permaneceram ligadas durante
certo tempo, conforme o esquema abaixo, onde as setas indicam o sentido convencional da corrente.

A célula I contém solução aquosa de ácido sulfúrico e no seu cátodo se desprendem 0,50 mol de H 2(g).
A célula II contém solução aquosa de nitrato de prata e no seu cátodo se depositam 0,10 mol de Ag(c).
A célula III contém solução aquosa de cloreto de ferro (III) e no seu cátodo certa quantidade de Fe 3+(aq) é
transformada em Fe2+(aq).
A quantidade de Fe2+(aq) produzida pela eletrólise na célula III é:
a- 0,25 mol
b- 0,40 mol
c- 0,50 mol
d- 0,90 mol
e- 1,00 mol
173 - (ITA/SP/1988) - Em relação ao cloro, assinale a opção que contém a afirmação ERRADA:
a- Um maçarico alimentado com Cl2(g) e H2(g) fornece uma chama muito quente, com o produto da queima sendo
HCl.
b- Na temperatura ambiente é impossível liqüefazer o cloro.
c- Na eletrólise industrial de solução aquosa de NaCl procura-se aproveitar tanto o cloro como a soda cáustica
produzidos.
d- Borbulhando Cl2(g) através de solução aquosa de NaOH, além de NaCl formam-se hipoclorito e clorato em
proporção que depende da temperatura.
e- A metalurgia moderna explora o fato de que vários metais, ao reagirem com cloro, formam cloretos bastante
voláteis e facilmente sublimáveis.

174 - (Fuvest/SP) - A eletrólise de cloreto de sódio fundido produz sódio metálico e gás cloro. Nesse processo, cada
íon
a. sódio recebe dois elétrons.
b. cloreto recebe um elétron.
c. sódio recebe um elétron.
d. cloreto perde dois elétrons.
e. sódio perde um elétron.

175 - (Fuvest/SP) - Michael Faraday (1791-1867), eletroquímico cujo 2° centenário de nascimento se comemora em
1991, comentou que “uma solução de iodeto de potássio e amido é o mais admirável teste de ação eletroquímica”
pelo aparecimento de uma coloração azul, quando da passagem de corrente contínua.
a. Escreva a equação que representa a ação da corrente elétrica sobre o iodeto.
b. Em que pólo surge a coloração azul? Justifique sua resposta.

176 - (Fuvest/SP) - Escrever a equação de soma das reações que ocorrem na eletrólise de cloreto de sódio fundido,
em cadinho de platina e com eletrodos de platina.

177 - (UEPB/PB/2003) – Os processos de eletrodeposição (galvanização) têm larga


aplicação na indústria. É importante ressaltar que, atualmente, não só peças metálicas,
mas também peças de plásticos (polímeros) podem passar por esses processos. Na
cromação (Cr3+), niquelação (Ni2+) e prateação (Ag+), fez-se passar pelas células uma
corrente de 1,93 ampére durante 20 minutos. Qual a massa (g) de cromo, níquel e prata,
depositada na superfície de cada peça, respectivamente:
Dados: Cr = 52,0; Ni = 58,7; Ag = 107,9
a. 0,04 0,07 0,25
b. 4,10 7,00 2,58
c. 0,41 0,70 2,58
d. 0,07 0,04 0,25
e. 0,25 0,04 0,07

178 - (Unifor/CE/2003) – Em uma eletrólise de solução aquosa de sulfato de cobre (II),


realizada sob corrente elétrica de 0,5 A, durante 60 min, a massa de cobre que deve se
depositar no cátodo, é, aproximadamente,
Dado:
1 faraday = 1 x 105C/mol
a. 0,2 g
b. 0,4 g
c. 0,6 g
d. 0,8 g
e. 1 g

179 - (UEM/PR/Julho/2003) - Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).


(Dados: Ag = 108; Zn = 65; Faraday = 96500 Coulomb/Mol.)
01. Considere os seguintes potenciais-padrão de redução: E 0(Ag) = +0,80 V e E0(Ni) =
-0,25 V. Em uma célula eletrolítica montada com os metais prata e níquel, mergulhados
em soluções de seus sais, pode-se afirmar que a prata sofrerá corrosão.
02. Para uma célula eletrolítica construída com eletrodos de Zn e Ag, mergulhados em
soluções de seus sais, como mostra a reação redox abaixo, pode-se afirmar que a
produção de 10,8 g de prata pura requer aproximadamente 0,1 Mol de elétrons. Zn+
2Ag+  Zn2+ + 2Ag
04. Para provocar a eletrólise da água pura, é preciso adicionar um sal eletrolítico que,
ao ser dissolvido, dá origem a um grande número de íons, possibilitando a condução de
corrente elétrica e, portanto, possibilitando a eletrólise da água.
08. Fazendo-se passar uma corrente de 3,0 ampères na célula eletrolítica descrita nas
alternativas acima, a produção de 10,8 g de prata pura levaria mais de 10h e 47min.
16. O potencial-padrão de oxidação é numericamente igual ao potencial-padrão de
redução, mas com sinal algébrico oposto.
32. Na reação redox abaixo, os coeficientes estequiométricos da água oxigenada e do
oxigênio são iguais a 5. KMnO4 + H2O2 + H2SO4  K2SO4 + MnSO4 + H2O + O2

180 - (Uerj/RJ/2ªFase/2003) – Muitas latas utilizadas em embalagens de alimentos


industrializados são formadas a partir de uma folha de ferro, revestida internamente por
uma camada de estanho metálico. A aplicação desta camada sobre o ferro se dá por meio
de um processo de eletrodeposição, representado pela seguinte reação: Sn2+(aq) + 2e–
 Sn(s) . Admitindo que em uma lata exista, em média, 1,19 × 10 -3 g de estanho e que
1 F = 96.500 C, calcule o tempo necessário para a eletrodeposição de uma lata,
mediante o emprego de uma corrente elétrica com intensidade de 0,100 A.
181 - (UFMG/MG/2003) - O alumínio é um dos materiais mais importantes para a
sociedade moderna. Ele é obtido por eletrólise, que consome grande quantidade de
energia. Esse é um dos fatores que tornam vantajosa a reciclagem de objetos de
alumínio - como, por exemplo, as latinhas.
1. Observe esta tabela:
Semi-reação Eo/V
Al(OH)3(aq) + 3e-  Al(s) + 3OH-(aq) -2,31V
O2(g) + 2H2O(l) + 4e  4OH (aq)
- -
+0,40V
Embora não se apliquem, realmente, às condições em que o alumínio metálico é obtido
na indústria, as semi-reações mostradas na tabela, referentes à temperatura de 25 ºC,
permitem fazer uma estimativa da força eletromotriz necessária para a eletrólise do
alumínio.
a. ESCREVA a equação balanceada que representa a eletrólise, em água, de Al(OH) 3
(aq).
b. CALCULE a força eletromotriz Eº correspondente a essa eletrólise. (Deixe seus
cálculos registrados, explicitando, assim, seu raciocínio.)
2. Na indústria, a eletrólise do alumínio é feita com uma corrente contínua,
correspondente à passagem de um mol de elétrons por segundo. CALCULE o tempo
necessário para que a passagem dessa corrente provoque a deposição de 13,5 g de
alumínio metálico - aproximadamente a massa de uma latinha -, de acordo com a
equação para a semi-reação. Al(OH)3(aq) + 3e-  Al(s) + 3OH-(aq) (Deixe seus
cálculos registrados, explicitando, assim, seu raciocínio).

182 - (IME/RJ/2001) - Construiu-se uma célula eletrolítica de eletrodos de platina, tendo como eletrólito uma
solução aquosa de iodeto de potássio. A célula operou durante um certo intervalo de tempo sob corrente constante de
0,2A. Ao final da operação, o eletrólito foi completamente transferido para um outro recipiente e titulado com
solução 0,1M de tiossulfato de sódio.
Sabendo-se que foram consumidos 25mL da solução de tiossulfato na titulação, determine o tempo durante o qual a
célula operou.
Dados:
Constante de Faraday, F = 96.500C

183 - (ITA/SP/2000) - Dependendo da natureza do meio, alcalino ou ácido, a corrosão de alumínio em meio aquoso
pode ser representada pelas seguintes semi-reações químicas:
3+
I - A l (c ) A l (a q )+ 3 e - ( C M )
I I - 4 O H (- a q ) O + 2 H 2 O (L ) + 4 e - ( C M )
2(aq)

+ 2 e - (C M )
+
III- H 2 (g ) 2H (a q )
Qual das opções abaixo contém a afirmação ERRADA a respeito do processo de corrosão do alumínio?
a- A semi-reação I representa a semi-reação que ocorre em regiões da superfície de alumínio que funcionam como
anodos.

b- A semi-reação II ou III representa a semi-reação que ocorre em regiões da superfície de alumínio que funcionam
como catodo.
c- A quantidade de carga elétrica envolvida na corrosão de um mol de alumínio em meio alcalino é igual a 3/4 F.
d- A massa de alumínio dissolvida na corrosão em meio ácido envolvendo quantidade de carga igual a 3/2 F é igual
a 13 g.
e- Nas CNTP o volume de 1 mol de alumínio em meio ácido é igual a 34 L.
184 - (Unicap/PE/1999) - 100 mL de uma solução de NaCl 0,03 M é eletrolisada durante 1 min e 40 segundos, por
uma corrente de 0,965 A.
Qual o pH da solução, após a eletrólise?
Obs.: Considere que não houve variação de volume líquido.
M.A.: Na = 23 u e Cl = 35,5 u

185 - (Uerj/RJ/2ªFase/1999) - As novas moedas de centavos, que começaram a circular no mercado, apresentam uma
tonalidade avermelhada obtida por eletrodeposição de cobre a partir de uma solução de sulfato de cobre II.
Para recobrir um certo número de moedas foi efetuada a eletrólise, com uma corrente elétrica de 5 ampères, em 1 L de solução 0,10
mol. L-1 em CuSO4 , totalmente dissociado.
a. Escreva a equação química que representa a dissociação do sulfato de cobre II e calcule a concentração dos íons
sulfato, em mol. L-1 , na solução inicial.
b. Determine o tempo necessário para a deposição de todo o cobre existente na solução, considerando 1F = 96500 C.

186 - (ITA/SP/1999) - Uma solução aquosa de NiSO4 é eletrolisada numa célula com eletrodos de platina, mediante
a passagem de uma corrente elétrica constante de 268 mA, durante 1,0 hora. No cátodo, além da eletrodeposição de
níquel, foi observada a formação de 11,2 mL (CNTP) de um certo gás. Assinale a opção que representa a razão
percentual CORRETA entre a carga elétrica utilizada para a eletrodeposição de níquel e a carga elétrica total que
circulou pelo sistema:
a- 10
b- 25
c- 50
d- 75
e- 90
187 - (ITA/SP/1998) - Para determinar o valor de Faraday empregou-se uma célula constituída pela imersão de duas
chapas de prata em uma solução de nitrato de prata. O conjunto é ligado a uma fonte de corrente contínua em série
com um amperímetro. Durante certo intervalo de tempo “t” verificou-se que pelo o circuito passou uma corrente
elétrica constante de valor “i”. neste período de tempo “t” foi depositado no cátodo uma massa “m” de prata, cuja
massa molar é representada por “M”. Admite-se que a única reação eletroquímica que ocorre no cátodo é a redução
dos cátions de prata a prata metálica. Denominando o número de Avogadro de “NA” e a área do cátodo imersa na
solução de “S”, a constante de Faraday (F) calculada a partir deste experimento é igual a:
a- F = (i t M) / (m)
b- F = (i t NA)
c- F = (i t m) / (M S)
d- F = (i t) / (S NA)
e- F = (i m) / (M)
188 - (Unicap/PE/1998) - Determinar a valência de um metal com base nas seguintes informações: a eletrólise,
durante 150 minutos, com uma corrente de 0,15 A de uma solução salina do metal, cuja massa atômica é 112 u,
depositou 0,783 g deste metal.
Dado: faraday = 96.500 C

189 - (ITA/SP/1998) - Numa experiência de eletrólise da água formam-se 3,00 g de H 2(g). Calcule o volume
ocupado por esta massa de hidrogênio, suposta isenta de umidade, na temperatura de 300 K e sob a pressão de 684
mmHg (= 0,90 x 760 mmHg).

190 - (ITA/SP/1997) - Uma fonte de corrente contínua fornece corrente elétrica a um sistema composto por duas
células eletrolíticas, ligadas em série através de um fio condutor. Cada célula é dotada de eletrodos inertes. Uma das
células contém somente uma solução aquosa 0,3 molar de NiSO 4 e a outra apenas uma solução aquosa 0,2 molar de
Au(Cl)3. Se durante todo o período da eletrólise as únicas reações que ocorrem nos cátodos são as deposições dos
metais, qual das opções corresponde ao valor da relação: massa de níquel/massa de ouro depositado?
a- 0,19
b- 0,45
c- 1,0
d- 2,2
e- 5,0
191 - (Uerj/RJ/1ªFase/1997) - Considere a célula eletrolítica abaixo:
+
C á to d o d e  nodo de
g ra fita c o b re

S o lu ç ã o d e
C u S O4

Eletrolisando-se, durante 5 minutos, a solução de CuSO4 com uma corrente elétrica de 1,9 ampère, verificou-se que a
massa de cobre metálico depositada no catodo foi de 0,18 g. Em função dos valores apresentados acima, o
rendimento do processo foi igual a:
a. 94,5%
b. 96,3%
c. 97,2%
d. 98,5%

192 - (UFES/ES/1997) - A quantidade de metal depositado pela passagem de 0,4 faraday através de uma solução de
zinco é igual a:
Zn = 65,4u
a. 13,08 g
b. 43,16 g
c. 74,48g
d. 26,28 g
e. 3,6 g

193 - (EEMauá/SP/1997) - Uma corrente elétrica de intensidade constante circula por duas cubas eletrolíticas
contendo solução de cloreto cuproso, em uma, e cloreto cúprico, na outra. Após um certo tempo, interrompe-se a
corrente. Justifique em qual das cubas foi obtida maior massa de cobre metálico.
Dado: massa atômica: Cu = 63,4 u

194 - (UFF/RJ/1ªFase/1997) - Uma célula eletrolítica, operando com uma corrente elétrica constante de 0,5 A, nas
CNTP, através de uma solução aquosa de H 2SO4, produziu num dos eletrodos, 56,0 mL medidos nas CNTP, de um
gás, constituído por uma substância simples. No outro eletrodo, observou-se a evolução de oxigênio.
a. Identifique o gás desconhecido, e associe corretamente os produtos eletrolíticos do ânodo e do cátodo.
b. Calcule o volume de oxigênio produzido nas CNTP.
c. Calcule o tempo total de eletrólise admitindo-se uma eficiência de 100 %.
Dados: volume molar nas CNTP = 22,4 L/mol faraday = 96.500 C

195 - (ITA/SP/1996) - A figura abaixo mostra o esquema da aparelhagem utilizada por um aluno para realizar a
eletrólise de uma solução aquosa ácida, com eletrodos inertes. Durante a realização da eletrólise, pela secção
tracejada (A --- B), houve a seguinte movimentação de partículas eletricamente carregadas através da solução:

A corrente elétrica que passou através dos fios conectores de cobre do circuito durante a eletrólise foi igual a 1,6 . 10 -
2 ampère.
Qual das opções abaixo contém a conclusão correta sobre o número de elétrons que passou, por segundo, através da
secção X --- Y do fio de cobre, conforme assinalado na figura?
a- 1,6 . 10-2
b- 1,0 . 1012.
c- 1,0 . 1017.
d- 6,0 . 1020.
e- 9,7 . 1021.
196 - (ITA/SP/1996) - Durante uma eletrólise, a única reação que ocorreu no cátodo foi a deposição de certo metal.
Observou-se que a deposição de 8,81 gramas do metal correspondeu à passagem de 0,300 mols de elétrons pelo
circuito. Qual das opções abaixo contém o metal que pode ter sido depositado?
a- Ni.
b- Zn.
c- Ag.
d- Sn.
e- Pb.
197 - (Unip/SP/1996) - O alumínio é obtido pela eletrólise do óxido de alumínio (Al 2O3) fundido, de acordo com a
reação catódica:Al3+ + 3 e-  Al
A quantidade de elétrons, em mols, necessária para a obtenção de 675g de alumínio é:
Dado: massa molar do alumínio = 27 g/mol.
a. 3
b. 25
c. 50
d. 75
e. 100

198 - (UFRS/RS/1996) - A expressão  = E (g)/96.500 (C), é usada para calcular:


a. a normalidade da solução
b. a molaridade da solução
c. o equivalente-grama de um composto
d. a energia de um elétron
e. o equivalente eletroquímico

199 - (UFSC/SC/1996) - A massa atômica de um elemento é 119 u. O número de oxidação desse elemento é + 4.
Qual a massa depositada desse elemento, quando se fornece na eletrólise 9.650 Coulomb?
Dado: 1 faraday = 96.500 C
a. 11,9 g
b. 9650 × 119g
c. 1,19 g
d. 2,975g

200 - (UFRJ/RJ/1996) - Em um laboratório foram preparadas uma solução 1 M de ZnCl 2 e uma outra 1 M de NaCl,
para serem utilizadas em diferentes experimentos.
No primeiro experimento foram obtidos valores das pressões de vapor dessas soluções em diferentes temperaturas.
Pv A H O p u ra
2
B
C

T
a. Identifique, dentre as curvas A, B e C apresentadas no gráfico, aquela que corresponde à solução de ZnCl 2 (1 M) e
aquela que corresponde à solução de NaCl(1 M). Justifique sua resposta.
b. No segundo experimento foi realizada eletrólise na solução de ZnCl 2 (1 M). Qual a massa de metal depositado,
quando 4 Faradays passam pela cuba eletrolítica? (1 Faraday = 96500 Coulombs)

201 - (ITA/SP/1995) - Uma fonte, que fornece uma corrente elétrica constante de 3,00 A, permaneceu ligada a uma
célula eletrolítica contendo solução aquosa de H 2SO4 e dois eletrodos inertes. Durante certo intervalo de tempo
formaram-se 0,200 mols de H2 em um dos eletrodos e 0,100 mols de O 2 no outro. Para obter as quantidades de
produtos indicadas acima, o intervalo de tempo, em segundos, necessário será:
a- (0,200 - 0,100) x 9,65 x 104 / 3,00.
b- 0,200 x 9,65 x 104 / 3,00.
c- (0,400 - 0,200) x 9,65 x 104 / 3,00.
d- (0,400 + 0,200) x 9,65 x 104 / 3,00.
e- 0,400 x 9,65 x 104 / 3,00.
202 - (FEI/SP/1995) - Uma corrente elétrica atuando numa solução de NaCl liberta depois de um certo tempo, três
litros de cloro nas condições normais. A mesma corrente elétrica atuando numa solução de cloreto de ferro-III
durante o mesmo tempo e nas mesmas condições, liberta um volume de cloro igual a:
a. 1 L;
b. 9 L;
c. 3 L;
d. 2 L;
e. 5 L.

203 - (Cesgranrio/RJ/1995) - Para a deposição eletrolítica de 11,2 gramas de um metal cuja massa atômica é 112 u,
foram necessários 19.300 Coulomb.
Portanto o número de oxidação do metal é:
Dado: faraday = 96.500 C
a. + 1
b. + 2
c. + 3
d. + 4
e. + 5

204 - (PUC/SP/1995) - Por eletrólise de NaCl em solução aquosa obtém-se NaOH. Se dispusermos de 500 mL de
solução, determine a normalidade em NaOH, pela passagem de uma corrente de 1,93 A, durante 8 min e 20 seg.
Dado: 1 faraday = 96.500 coulombs

205 - (UFPE/PE/1995) - Um faraday (F) é a unidade de carga correspondente ao número de Avogadro, ou mol, de
elétrons. Qual a massa de cobalto, em gramas, depositada quando uma solução de cloreto de cobalto, CoCl 2 é
atravessada por uma carga de 2 F?
Dada: Co = 59 u

206 - (UFRJ/RJ/1995) - As pilhas alcalinas têm sido largamente utilizadas devido à sua durabilidade. Um exemplo
desse tipo de pilha é a de
Niquel-Cádmio, que pode ser representada pela reação:
KOH(aq)
Cd(s)  2Ni(OH)3 (s)   CdO(s)  2Ni(OH)2 (s)  H 2O(l)
a.Escreva a semi-reação que ocorre no anodo dessa pilha.
b.Determine a massa de hidróxido de níquel II produzida quando reagem 6 x 10 23 átomos de cádmio.

207 - (ITA/SP/1994) - Uma cuba eletrolítica com eletrodos de cobre e contendo solução aquosa de Cu(NO 3)2, é
ligada em série com outra provida de eletrodos de prata e contendo solução aquosa de AgNO 3. Este conjunto de
cubas em série é ligado a uma fonte durante certo intervalo de tempo. Neste intervalo de tempo, um dos eletrodos de
cobre teve um incremento de massa de 0,64 g. O incremento de massa em um dos eletrodos da outra célula deve ter
sido:
a- 0,32 g
b- 0,54 g
c- 0,64 g
d- 1,08 g
e- 2,16 g
208 - (Unip/SP/1994) - Um faraday de carga elétrica não corresponde a:
H = 1,008 u; Ag = 108 u
a. 1 mol de elétrons.
b. 1 equivalente-grama de agente redutor libertado
c. Potencial normal de redução do hidrogênio.
d. 1,008 g de hidrogênio formado na eletrólise.
e. Deposição de 108 g de prata na eletrólise do AgNO3.

209 - (Unimep/1994) - Têm-se duas cubas eletrolíticas ligadas em série, contendo, respectivamente, CrCl 3 e AgNO3.
Fornecendo-se uma corrente de 12 A durante 6 minutos, serão depositadas aproximadamente:
(Dados de massas atômicas: Cr = 52; Ag = 108; e F = 96.500)
a. 4,8348 g de Cr e 0,7760 g de Ag;
b. 0,7760 g de Cr e 4,8348 g de Ag;
c. 1,4580 g de Cr e 2,4254 g de Ag;
d. 0,1080 g de Cr e 0,2160 g de Ag;
e. 0,4834 g de Cr e 7,7600 g de Ag.
210 - (ITA/SP/1993) - Num copo contendo solução aquosa 0,10 molar de AgNO 3 são introduzidas duas chapas de
prata. Uma das chapas (A) é ligada ao pólo positivo de uma bateria e a outra (B) é ligada ao pólo negativo desta
bateria. Durante a eletrólise não ocorre desprendimento gasoso. Assinale a afirmação ERRADA:
a- A massa da chapa A aumenta com o prosseguimento da eletrólise.
b- Na chapa B ocorre a reação Ag+(aq) + 1e-  Ag(c).
c- A quantidade de Ag+(aq) na solução não se altera com a eletrólise.
d- Os íons nitrato migram através da solução no sentido da chapa B para a chapa A.
e- A massa de prata que deposita numa das chapas é proporcional à carga drenada da bateria.
PERGUNTA
Calcule a variação da massa da chapa A, ligada ao pólo positivo da bateria, da experiência descrita no enunciado do
TESTE 7, se a carga que circula pela célula for igual a 4,83 Coulomb. Deixe claro na sua resposta se a massa da
chapa aumenta ou diminui.

211 - (Cesgranrio/RJ/1993) - A questão abaixo refere-se a seguinte célula galvânica:

Dados: Ag+ + e-  Agº Eº = + 0,8 volt


Pb2+ + 2 e-  Pbº Eº = - 0,13 volt
Sobre esta célula, levando-se em conta os potenciais padrão dados acima, são feitas as seguintes afirmações:
I- Ao se fechar o circuito, haverá um fluxo de elétrons do eletrodo prata para o de chumbo.
II- O eletrodo de prata será o cátodo nesta célula.
III- Quando 0,01 mol de elétrons circular através do circuito, haverá uma diminuição de 1,036 g no eletrodo de
chumbo.
IV- A reação total para esta célula pode ser representada por: Pb 2+ + Agº  2 Ag+ + Pbº
Dado: Pb = 207,2 u
Das afirmações acima, estão corretas somente:
a. III e IV
b. I, III e IV
c. II e III
d. II e IV
e. I apenas

212 - (UFRS/RS/1993) - Para que uma corrente de 1 A deposite 63,54 g de Cu em uma célula eletrolítica, a partir de
uma solução de CuSO4, deve ser aplicada durante: (Cu = 63,54 u F = 96.500 C)
a. 1 s
b. 63,5 s
c. 48.250 s
d. 96.500 s
e. 193.000 s

213 - (Mackenzie/SP/1993) - Uma corrente de 50 A libera 5,6 g de certo metal de sua solução no fim de 3 minutos e
20 segundos. Calcular o equivalente eletroquímico do metal.
a. 0,56 mg/C
b. 0,12 mg/C
c. 1 mg/C
d. 5,6 mg/C
e. 56 mg/C

214 - (Vunesp/SP/1993) - No laboratório, foi feita a montagem esquematizada na figura, utilizando placas de crômio
e de cobalto, dois eletrodos inertes, uma chave interruptora e uma bateria. Os dois recipientes contêm,
respectivamente, soluções aquosas de sais de crômio e de cobalto.
O circuito foi ligado durante um certo tempo, após o qual se verificaram aumentos de massa de 0,3467 g na placa de
crômio e de 0,5906 g na placa de cobalto.
A partir destes resultados, um estudante fez as seguintes afirmações:
a. A carga do cobalto em seu sal é igual a + 2.
b. Considerando a eficiência do processo igual a 100%, pode-se calcular que circulou, uma carga igual a 1.930
coulombs pela montagem.
Com base nos dados fornecidos, discuta e justifique se as afirmações do estudante são verdadeiras ou falsas.
(1 faraday = 96.500 coulombs)
(massas molares, em g/mol: Cr = 52; Co = 59)

215 - (ITA/SP/1992) - Uma célula eletrolítica, com eletrodos inertes (platina), contém uma solução aquosa de nitrato
de prata acidulada com ácido nítrico. Após o término da eletrólise nota-se que:
1- Num dos eletrodos se formou, a partir da água, exclusivamente O 2(g), num total de 2,0 milimol.
2- No outro eletrodo se depositaram 6,0 milimol de Ag(c) e também se desprendeu H 2(g).
Destas informações dá para concluir que a quantidade de hidrogênio gasoso formada é igual a:
a- 0,5 milimol
b- 1,0 milimol
c- 2,0 milimol
d- 4,0 milimol
e- 6,0 milimol
216 - (Unificado/RJ/1992) - Em uma cuba eletrolítica, utilizou-se uma corrente de 3A para se depositar toda a prata
existente em 400 mL de uma solução 0,1 N de AgNO 3. Com base nos dados acima, podemos afirmar que o tempo
necessário para realizar a operação foi próximo de:
Dados: pesos atômicos: Ag = 108; N = 14; O = 16.
1 Faraday = 96500 C
a. 21 minutos
b. 10 minutos
c. 5 minutos
d. 3 minutos
e. 2 minutos

217 - (EEMauá/SP/1992) - Uma calota de automóvel de 675 cm 2 de área constitui o cátodo de uma célula
eletrolítica, que contém uma solução aquosa de íons de níquel. Para niquelar a calota, faz-se passar através da célula
uma corrente de 32,9 ampères. Calcular o tempo (em minutos) necessário para que seja depositada na calota uma
camada de níquel de 0,1 mm de espessura:
Dado: dNi = 8,9 g/cm3; Ni = 58 u; F = 96.500

218 - (UFRJ/RJ/1992) - Na pilha de Daniell, representada na figura abaixo, uma certa quantidade de zinco é
oxidada, enquanto outra quantidade de cobre é reduzida.
A m p e r ím e tr o

e-
P o n te S a lin a e-
Zn C u

ZnSO 4 C uSO 4
a. Qual é a maior massa, a de zinco que se oxida ou a de cobre que se reduz? Justifique sua resposta.
b. 0,005 mol de cobre reduz-se durante o funcionamento da pilha de Daniell, no tempo de 30 minutos. Qual a
intensidade da corrente elétrica que circula pela pilha, durante seu funcionamento?

219 - (PUC/RJ/1991) - São necessários 4825 coulombs para liberar todo o cobre do sulfato de cobre II dissolvido em
200 ml de solução. A normalidade da solução no início da eletrólise, em termos de Cu 2+, era de:
a. 0,10
b. 0,20
c. 0,25
d. 1,00
e. 2,50

220 - (UEL/PR/1990) - Na eletrólise de uma solução aquosa de sulfato cúprico, quantos gramas de cobre metálico
são libertados por 9.650 coulombs?
a. 3,17
b. 6,34
c. 9,61
d. 31,7
e. 63,5

221 - (F.C.Chagas/BA/1990) - Quantos mols de elétrons devem passar por um circuito elétrico, a fim de que o
cátodo, constituído por uma peça metálica mergulhada em solução de CrCl 3, receba uma cobertura de 5,2 gramas de
Cr? Cr = 52u.
a. 0,15 mo1 de elétrons
b. 0,20 mol de elétrons
c. 0,25 mol de elétrons
d. 0,30 mol de elétrons
e. 0,35 mol de elétrons.

222 - (ITA/SP/1989) - Por uma célula eletrolítica passou uma carga correspondente a 0,20 Faraday. Num dos
eletrodos ocorreu a reação seguinte: MnO4- + 8 H+ + 5 e-  Mn2+ + 4 H2O
A quantidade de água produzida nesse eletrodo, em virtude desta reação de eletrodo é:
a- (0,20 . 4) mol
b- (0,20 . 4 / 5) mol
c- (0,20 . 5 / 4) mol
d- (0,20 . 5) mol
e- (0,20 . 4 . 5) mol
223 - (ITA/SP/1988) - Por uma célula eletrolítica passa uma corrente constante e igual a 0,965 ampère. Num dos
eletrodos, a reação que ocorre é a seguinte: Cr 2O72- + 14 H+ + 6 e-  2Cr3+ + 7 H2O
Qual é o tempo CERTO durante o qual essa corrente deve passar para que sejam produzidos 0,400 mol de íons
Cr3+ ?
a- { (1/0,400) (2/6) . 1,00 . 105 } s
b- { (1/0,400) (2.6) . 1,00 . 105 } s
c- { (0,400) (2) . 1,00 . 105 } s
d- { (0,400) (6) . 1,00 . 105 } s
e- { (0,400) (6/2) . 1,00 . 105 } s
224 - (IME/RJ) - Uma solução aquosa de certa substância foi submetida à eletrólise. No cátodo foram recolhidos
11,2 litros de um gás e no ânodo 5,6 litros de outro gás, medidos estes volumes nas CNTP. A substancia dissolvida na
solução e a quantidade de eletricidade gasta na eletrólise foram, respectivamente:
a. NaCl e 96.500 faradays
b. HCl e 0,5 faraday
c. Na2SO4 e 96.500 coulombs
d. CuSO4 e 1 ampère
e. KBr e 96.500 ampères.

225 - (F.C.Chagas/BA) - O quociente Faraday/nº de Avogadro, permite calcular:


a. a carga do elétron
b. a carga de uma partícula alfa
c. o potencial de ionização
d. a constante geral do gás perfeito
e. o equivalente-grama do hidrogênio

226 - (Unip/SP) - A quantidade de eletricidade necessária para depositar 1 mol de átomos de prata no cátodo em uma
eletrólise é 9,65×104 Coulomb Ag+(aq) + e-  Ag(s)
A carga elétrica de um elétron (em Coulomb) pode ser calculada pela expressão:
Dado: Constante de Avogadro: 6,0×1023 espécies/mol. Massa molar da prata: 108 g/mol
a. (9,65×104 . 108) / (6,0×1023)
b. (9,65×104) / (6,0×1023)
c. (6,0×1023) / (9,65×104)
d. (108) / (9,65×104)
e. (6,0×1023 . 108) / (9,65×104)

227 - (Fuvest/SP) - Moedas feitas com ligas de cobre se oxidam parcialmente pela ação do ambiente. Para “limpar”
estas moedas pode-se utilizar o arranjo esquematizado abaixo. Ao se fechar o circuito, a semi-reação que ocorre na
moeda é:

a. Cu  Cu2+ + 2 e-
b. Cu  Cu+ + e-
c. Cu2+ + 2 e-  Cu
d. Cu + Cu2+  2 Cu+
e. Cu2+ + 2 OH-  Cu(OH)2

228 - (F.C.Chagas/BA) - Na eletrólise de ferrocianeto de potássio, realizada entre eletrodos de Pt, ocorre no ânodo o
processo:
Fe(CN)64-  Fe(CN)63- + 1 e-
Qual a carga que deve circular entre o eletrodos para que se formem 2 mols de íons Fe(CN) 63-.
a. 3 coulombs
b. 4 coulombs
c. 6 coulombs
d. 1,93×105 coulombs
e. 5,79×105 coulombs
Dado: faraday = 96.500 C

229 - (Unicamp/SP) - O cobre metálico, para ser utilizado como condutor elétrico, precisa ser muito puro, o que se
consegue por via eletrolítica. Neste processo os íons cobre-II são reduzidos no catodo, a cobre metálico, ou seja, Cu2+
-
(aq) + 2 e  Cu(s)
Qual a massa de cobre que se obtém por mol de elétrons que atravessa a cuba eletrolítica?
Massa atômica relativa do cobre = 64

GABARITO:

1) Gab:D

2) Gab:B

3) Resolução
a. Para se determinar o potencial de eletrodo em questão é necessário haver um outro eletrodo com potencial já
determinado, ou, um outro com potencial convencionado, como por exemplo, o hidrogênio que é um eletrodo de
referência primário com poetencial–padrão igual a zero a 25°C, 1 atm. Desse modo, os dois eletrodos podem ser
combinados formando uma célula voltáica cuja força eletromotriz (fem) poderá ser medida por um voltímetro.
Um eletrodo de hidrogênio, pode ser montado através de uma folha de platina recoberta
eletroliticamente com negro de platina (platina platinizada) imerso em uma solução de
HCl contendo íons H+ em concentração de 1 molar. Assim, o hidrogênio gasoso (1atm) é
passado sobre a folha de platina através de um tubo lateral e escapa por pequenos furos
do tubo de vidro. A ligação da platina com o circuito externo é feita com mercúrio.
Por outro lado, o eletrodo de cobre é constituído de uma lâmina de cobre imersa em
uma solução de CuSO4 de concentração 1M. Os dois voltímetros se interligam através
de um fio de cobre cuja pureza deve ser conhecida. Uma ponte salina por exemplo,
(agar–agar/KCl) é usada como forma de interligar ionicamente os eletrodos.

b.
fio c o n d u to r i e-

H g
H 2 (g )

Cu H g

H C l(a q )
C u S O 4 (a q )
e le tr o d o d e EPH
c o b r e (p ó lo + ) (p ó lo -)
c.
Área: não altera a determinação, apenas a durabilidade da pilha;
Concentração do cobre: altera a precisão na medida da fem, pois quanto maior for a
pureza do cobre, maior será a velociade de passagem e maior será a precisão.
Concentração dos íons cobre: altera a voltagem: aumenta;
Temperatura: também altera a voltagem.
Estes dois últimos fatores podem ser previstos pela equção de Nernst: E oeeltrodo = Eo –
RT
lnQ ou seja, com o aumento da temperatura ocorre diminuição do potencial.
nF

4) Gab:
a. – 180,87J/K
b. porque a energia livre de gibbs é menor que zero: G– 232 . 103J
c. há um aumento da variação de entropia da vizinhança: S = 180,87J/K

5) Gab:D

6) Gab:28

7) Gab:06

8) Gab:
a. O zinco atuando como catalisador na decomposição do peróxido de hidrogênio:
H2O2 + 2H+ + 3I-  I2 + 2H2O Eo = + 1,24V
oxidação do zinco
Zn  Zn2+ + 2e- Eo = + 0,76V
H2O2 + 2H + 2e  2H2O
+ -
Eo = + 1,78V
....................................................................................................
Zn + H2O2 + 2H+  Zn2+ + 2H2O Eo = + 2,54V

b. Sim, porque a reação entre peróxido de hidrogênio e ácido iodídrico é espontânea


(E° > 0 )
H2O2 + 2H+ + 2e-  2H2O Eo = + 1,78V
2I-  I2 + 2e- Eo = - 0,54V
....................................................................................................
H2O2 + 2H+ + 2I-  I2 + 2H2O Eo = + 1,24V

9) Gab:
a. o Alumínio, pois é o melhor redutor.
b. Al + 3Ag+  Al3+ + 3e- Eo = + 1,96V
o potencial de redução da prata é 0,80V, e não 0,30V como citado no texto, caso se
utilize o valor correto o Eo = + 2,46V

10) Gab:
a. Zn(s) + HgO(s)  Hg(l) + ZnO(s) Eo = + 1,61V
b. Ag2O(s) pois formaria uma pilha com uma voltagem padrão muita próxima da
anterior : Zn(s) + Ag2O(s)  Ag(l) + ZnO(s) Eo = + 1,56V

11) Gab: C

12) Gab: A

13) Resolução
ânodo

F e rro
O 2 N a+
H2O C l
F e rro
C o n c re to
F ig u ra A
Dependendo da concentração de oxigênio e impurezas, serão formadas áreas de
oxidação e redução ao longo da estrutura de Fe.
Áreas Anódicas: baixa concentração de O2(g) e alta concentração de íons.
Equação anódica: Fe(s)  Fe2+(aq) + 2e–
Áreas catódicas: alta concentração de O2(g) e baixa concentração de íons.
Equação catódica: O2 + 2H2O + 4e–  4OH–
ânodo

+ +
F e rro
O 2 N a+
H2O C l
F e rro
C o n c re to
F ig u ra B
Nessa figura, temos representada uma proteção catódica, isto é, uma fonte de tensão
é instalada na estrutura e impõe sobre ela uma sobrevoltagem,
fornecendo elétrons no lugar do Fe.
Reação catódica: Fe2+(aq) + 2e–  Fe(s)
Reação anódica: nas baterias e/ou 2 Cl–  Cl2 + 2e–
Outra maneira de proteção contra corrosão está esquematizada a seguir:

F e rro
O 2 N a+
H2O C l
F e rro s o lo
C o n c re to

ândo de
s a c rifíc io
d e z in co

14) Gab: D

15) Gab: C

16) Gab: E

17) Gab:B

18) Gab: D

19) Gab:A

20) Gab: B

21) Gab:13

22) Gab:F-V-V-F-F-F

23) Gab: E–C–C–E

24) Gab:88

25) Gab:
a. 2 Ag+(aq) + Cu(s)  2Ag(s) + Cu2+(aq)
b. 0,020mols
c. 0,22 mol
d. 8,60 g

26) Gab:
a) Al  Al+3(Aq) + 3 ē
Cu+2(Aq) + 2 ē  Cu
b) Oxidando – Al porque está perdendo ē
Reduzindo – Cu+2(Aq) porque está ganhando ē
c) É de A para B, porque o Alumínio metálico está doando e- para o íon Cu+2(Aq) reduzir-
se a Cu metálico. ou porque o potencial de oxidação ao alumínio é maior do que o do
cobre. ou porque o potencial de r

27) Gab: A = Ni; B = Cu; C = Fe; D = Sn.

28) Gab: E° < 0 e G > 0

29) GAB: A

30) Resolução
a. Cálculo da força eletromotriz (E). Inicialmente calculamos a força eletromotriz em condições padrões:
(I) Pb+2(aq) + 2e–  Pb0(s) – 0,1264V
(II) Pb0(aq) + SO4–2(aq)  PbSO4(s) + 2e– + 0,3546V
–––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
Pb+2(aq) + SO4–2(aq)  PbSO4(s) Eo = + 0,2282V
Calculamos agora a força eletromotriz com concentração 1,00 . 10 –5 mol/L. Aplicando a equação de Nernst
0,059
E = E0 – log Q
n
0,059 1
E = E0 – log 2 
n [ Pb ].[SO 2
4 ]
0,059 1
E = + 0,2282 – . log
2 1010
E = + 0,2282 – (0,295) = – 0,0668V
Como o potencial da pilha é negativo, ocorre a reação oposta da questão 12.
(I) Pb0(s)  Pb+2(aq) + 2e–
(II) 2e– + PbSO4(s)  Pb0(s) + SO4–2(aq)
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
PbSO4(s)  Pb+2(aq) + SO4–2(aq)
Respostas:
a. E = – 0,0668V
b. Ânodo: eletrodo I
c. Pólo positivo: eletrodo II
d. Do eletrodo I para o eletrodo II
e. PbSO4(s)  Pb+2(aq) + SO4–2(aq)

31) Gab: B

32) Gab: D

33) Gab:E

34) Gab: C

35) Gab: C

36) Gab:B

37) Gab: B

38) Gab: E

39) Gab: E-E-E-C

40) Gab: EEEC


41) Gab: E-E-E-E

42) Gab:13

43) Gab:
a. Como o alumínio é mais reativo (possui maior potencial de oxidação) que o ouro, é
ele (alumínio) que atua como ânodo (eletrodo onde ocorre a oxidação). Ocorre a semi-
reação: Alº  Al+3 + 3e–. Portanto, por atração e repulsão de cargas, o íon negativo
(Cl–) migra em direção ao Al; por sua vez, o íon positivo (Na+) migra em direção ao Au.
b. 2 H2O + 2e– H2 + 2 OH–

44) GAB:C
RESOLUÇÃO
Obs: A IUPAC recomenda que os potenciais padrão de eletrodos utilizados para esse tipo de reações sejam os de
redução, no entanto foram fornecidos os potenciais de oxidação. Assim, podemos afirmar que as possíveis reações
espontâneas são:
Fe(c) + 1/3IO3-(aq) + 3H2O(l)  Fe2+(aq) + 1/3 I-(aq) + 2OH-(aq) f.e.m = + 0,70V
Fe(c) + 2Ag+(aq)  Fe2+(aq) + 2Ag(c) f.e.m = + 1,24V
1/3 I-(aq) + 2Ag(aq) + 2OH-(aq)  1/3IO3-(aq) + 2Ag(c) + H2O(l) f.e.m = + 0,54V
Comentário: caso sejam usados erroneamente os potenciais dados como sendo de oxidação, chega-se à conclusão que
as alternativas corretas são A e B. Acreditamos que a banca examinadora propositalmente exigiu que os vestibulandos
entendessem os potenciais de eletrodos dados como sendo os de redução conforme norma IUPAC.

45) GAB:C
O surgimento de ferrugem, após um período de mais ou menos 8 dias, deve-se à presença de H 2O e O2.

46) GAB:C
Justificativa:
Esta reação possui as seguintes semi-reações balanceadas:
(I) Cd(s) + 2 H2O(l)  Cd(OH)2(s) + 2 H+(aq) + 2 e-
(II) NiO2(s) + 2 H+(aq) + 2 e-  Ni(OH)2(s),
pois a variação do número de oxidação do cádmio é de 0 para +2 (perda de 2 elétrons), e
a do níquel é de +4 para +2 (ganho de 2 elétrons). Logo, de acordo com a semi-reação
(I), são produzidos 2 mols de elétrons por mol de cádmio consumido.

47) GAB:C

48) GAB: A

49) GAB: B

50) GAB:B

51) Gab:30

52) GAB:
a.

S o lu ç ã o M e ta l
1 m o l/L Zn N i A g

ZnSO 4

N iC l2
x
A gN O 3 x x
b.
S e m i- e q u a ç ã o S e m i- e q u a ç ã o
do ânodo d o c á to d o

Zn
2+
Zn +2e - A g ++ 2e - 2A g
F lu x o d e e lé tr o n s

S o lu ç ã o S o lu ç ã o
de 2+ de +
Zn A g

E q u a ç ã o d a p ilh a
o 2+ o
Zn + 2 A g+ Zn + 2A g
53) GAB:
a. De acordo com as equações dadas, para que o processo seja termodinamicamente espontâneo, a única possibilidade
que satisfaz esta condição é descrita como:
CH3COCOOH + 2H+ + 2e-  CH3CHOHCOOH Eo = -190 mV
+ + -
NADH  NAD + H + 2e Eo = 320 mV
CH3COCOOH + H+ + NADH  CH3CHOHCOOH + NAD+ ; Eo = 130 mV
A = NADH
B = NAD+
b. calcular o potencial padrão da reação I.
Calculado acima: Eo = 130 mV
c. Agente oxidante: CH3COCOOH Agente redutor: NADH

54) GAB: C
RESOLUÇÃO
Como trata-se de uma pilha, podemos afirmar:
Ânodo  pólo negativo  ocorre oxidação
Cátodo  pólo positivo  ocorre redução
Assim temos que:
0 0
E M 1/M
+ é m a io r q u e E M 2/M
+
1 2

Obs.: é de comum acordo que a convenção feita pela IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) para
uso em eletroquímica é o uso de potenciais de eletrodos de redução e a notação é M +/M. No entanto nesta questão
temos o uso inverso fazendo uma referência ao potencial de eletrodo de oxidação.
- No item a há uma referência a fluxo de corrente elétrica que deverá ser interpretada como sendo inverso ao sentido
real do movimento dos elétrons pelo fio condutor.
- No item b podemos dizer que a diminuição da ddp citada é verdadeira, pois esse tipo de dispositivo eletroquímico
(pilhas) é influenciado pelos fatores tais como saturação da ponte salina, polarização na solução, etc.
- Item d ao substituir a ponte salina por um fio de cobre, haverá impedimento dos íons através das duas semicélula, o
que provocará ddp nula.

55) GAB: D

56) GAB:E

57) Gab: 01-V + 08-V + 32-V

58) GAB:
a. a reação não é espontânea pois o potencial de redução do níquel é menor que odo cobre;
b- Zno  Zn2+ + 2e- +0,53V

59) GAB:
a. 2Alo + 3Fe2+  2Al3+ + 3Feo
b. O magnésio, devido ao seu menor potencial de redução, logo, oxida melhor que o alumínio.
c. Na2O < MgO < Al2O3 < SO2 < Cl2O5

60) GAB:
Ao se morder o papel alumínio ocorrerá oxidação do mesmo e redução do amálgama de
mercúrio, havendo uma condução de conrente elétrica, o que de certa forma provoca a
sensação de choque, pois trata-se de uma reação espontânea de oxi-redução (pilha)
2Al  2Al3+ + 6e- Eo = + 1,66V
3Hg 2+
2 (aq) +4Ag(s) + 6e- 2Ag2Hg3(s) Eo = + 0,85V
.....................................................................................................
2Al + 3Hg22+(aq) +4Ag(s)  2Al3+ + 2Ag2Hg3(s) E = +2,51V

61) GAB:C

62) GAB: V-V-V-F-F

63) GAB:
a. 2Al + 3Ag2S  Al2S3 + 6Ag
b. Ag+ + e-  Ago

64)
a- negativo
b- anti-horário (do eletrodo de platina para o de cobre)
c- da solução para o cátodo
d- Cu2+(aq) + 2e-  Cuo(s)
e- H2O 2H+ + 1/2 O2 + e-
f- diminui, porque os íons cobre sofrem redução com o decorrer do
processo.

65)

a- negativo
b- anti-horário (do eletrodo de platina para o de cobre)
c- da solução para o cátodo
d- Cu2+(aq) + 2e-  Cuo(s)
e- H2O 2H+ + 1/2 O2 + e-
f- diminui, porque os íons cobre sofrem redução com o decorrer do
processo.

66) GAB:B

67) GAB:A

68) GAB: E

69) a-V; b-V


70) GAB:
a. no frasco II; Cu2+ + Feo  Cu2+ + Feo
b. 161g/L

71) GAB:A

72) GAB: C

73) GAB:C

74) GAB:C

75) GAB:01-F; 02-V; 04-V; 08-V; 16-F.

76) GAB: 00; 02; 04; 05

77) GAB:
a. X = –0,23; Y = -0,44 logo o metal Y é o ferro
b. CuCl2 porque o cobre sofre redução

78) GAB: B

79) GAB: A

80) GAB:D

81) GAB:B

82) GAB:04

83) GAB:D
RESOLUÇÃO
a- Verdadeiro;
b- Verdadeiro;
c- Verdadeiro;
d- Falso;
e- Verdadeiro;
PERGUNTA
S. R. anódica : Zn(s)  Zn2+(aq) + 2e-
S. R. catódica: 2Ag+(aq) + 2e-  2Ago(s)
____________________________________________________

Global: Zn(s) + 2Ag+(aq)  Zn2+(aq) + Ago(s)


A opção “D” está errada pois a concentração do sulfato de zinco permanece constante, uma vez que a membrana
porosa entra em funcionamento.
Obs.: Inicialmente a concentração do íon zinco é alterada.

84) GAB:A

85) GAB: A

86) GAB: 01-V;02-F;04-V;08-F;16-V;32-V.

87) GAB:
a. o Cu2+(1M) por ter maior potencial de redução irá se reduzir produzindo Cu o (diluindo a solução), logo na outra
semi-célula ocorrerá a oxidação do Cuo aumentando a concentração dos íons Cu2+.
b. a = 2; b = 3; c = 1; d = 3

88) GAB:C

89) GAB:D

90) GAB: A
91) GAB:B

92) GAB: A

93) GAB:04-V

94) GAB:
a. Porque o E da reação é maior que zero.
b. E = 1,56V

95) GAB: A

96) GAB: corretos: 0; 1; 4

97) GAB:
a. 2Ag+ + Cu0  2Ag0 + Cu2+
b. a prata varia de +1 para zero; o cobre varia de zero para 2+

98) GAB:
a. a reação I, por ser de oxidação.
b. a densidade diminui, pois ocorre consumdo do ácido sulfúrico durante as reações.

99) GAB:A

100) GAB: C

101) GAB: a. 2,0 mol/L


b. H2SO4 + 2 NaOH  Na2SO4 + H2O
H2SO4 + NaOH  NaHSO4 + H2O

102) GAB:
a. Cu(m) + 2 Ag+(aq)  Cu2+(aq) + 2 Ag(m)
b. Nox do cobre  aumenta 2 unidades; Nox da prata  diminui 1 unidade

103) GAB:
a. Zn + 2 AgNO3  Zn(NO3)2 + 2 Agº
Zn + CuSO4  ZnSO4 + Cuº
b. Zn  0 a +2 ; Ag  +1 a 0
Zn  0 a +2 ; Cu  +2 a 0

104) GAB:E

105) GAB:
a. Mg
b. Mg(s) + Fe2+(aq)  Mg2+(aq) + Fe(s)
Mg(s) + 2 H+(aq)  Mg2+(aq) + H2(g)

106) GAB: A

107) GAB:A

108) GAB:C

109) GAB: Mg ( maior potencial de oxidação). O Na não é apropriado, porque reage violentamente com a água.

110) GAB: Zn + 2 AgNO3  Zn(NO3)2 + 2 Ag

111) GAB: E

112) GAB: E

113) GAB:E
114) GAB:
a. Fe  2 e- + Fe2+ ; Cu2+ + 2 e-  Cu
b. Cu2+/Cu

115) GAB: E

116) GAB: E

117) GAB: B

118) GAB:
a. oxidante: Cu2+; redutor: Zn
b. 2Ag+ + Cu  2Ag + Cu2+

119) GAB: C

120) GAB: C

121) GAB: A

122) GAB: D

123) GAB:1; 2; 3

124) GAB: A

125) GAB: a. Zinco b. Zn, HgO, H2O

126) GAB:
a. 3 Fe2+ + 2 Alº  2 Al3+ + 3 Feº
b. Fe2+ + Znº  Zn2+ + Feº

127) GAB: I- Certo ; II- Errado

128) GAB:
a. formou cobre metálico
b. formou íon Ni+2.

129) Gab:B

130) Gab: V–V–V

131) Gab:
a. Utilizando-se várias cubas eletrolíticas ligadas em série, a corrente que atravessa cada
cuba será a mesma. Para uma massa
total de alumínio produzida (em todas as cubas juntas) igual a m(Al), temos:
n cubas ............. corrente I ............... m(Al)
1 cuba ... ..................n · I .................. m(Al)
Em uma única cuba devemos utilizar uma corrente de n · I para produzir a mesma
quantidade de alumínio.

132) Gab: C

133) Gab: A

134) Gab: D

135) Gab: D
136) Gab:C

137) Gab: E

138) Gab: E–E–C–C

139) Gab:13

140) Gab:
a. 5,00 mol/L
b. x = 12,00V

141) Resolução
III) e-
I)
e-

IA IB IIB IIA
IV )
+ +

II) A tiv o P a s s iv o
V)
IA: 2Ag+(aq) + 2e– red 2Ag(s)
2+ –
IB: Zn(s) oxi
 Zn (aq) + 2e
2+ –
IIA: Cu(s) oxi
 Cu (aq) + 2e
IIB: Zn2+(aq) + 2e– red
 Cu(s)

142) Gab: C

143) Gab: A

144) GAB: 20

145) Gab: B

146) Gab:
a. MH + OH- M2+ + H2O
b.
Ni(OH)O + H2O + e– Ni(OH)2 + OH– Eº = 0,52 V
- 2+ –
MH + OH M + H2O + e Eo = 0,83V
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––
Global: Ni(OH) + MH Ni(OH)2 + M2+ ddp = 1,35V
c. Carga da bateria
anódica: Ni(OH)2 + OH– Ni(OH)O + H2O + e– Eº = – 0,52 V
catódica: M2+ + H2O + e– MH + OH- Eo = – 0,83V
d. equação global:
Ni(OH)2 + M2+ Ni(OH) + MH ddp = - 1,35V

147) GAB: B
As semi-reações e a equação global da eletrólise aquosa do NaCl são:
 oxi . 
Ânodo + : 2Cl ( aq )  Cl 2 ( g )  2e
 red. 
Cátodo - : 2H 2 O ( l )  2e  H 2( g )  2OH ( aq )
equação global: 2 NaCl( aq )  2H 2 O ( l )  H 2 ( g )  Cl 2 ( g )  2 NaOH( aq )
Logo, as afirmações I e III são verdadeiras.

148) GAB: D

149) GAB:A
RESOLUÇÃO:
Pois haverá eletrólise dos íons H+ provenientes da água.

150) GAB:E
RESOLUÇÃO
Em eletrodos inertes temos:
2NaCl + 2 H2O  2NaOH + H2 + Cl2
Porém ao substituirmos o cátodo inerte (gráfita) por um eletrodo ativo (mercúrio) ocorrerá redução dos íons sódio
(Na+) em vez de reduzir a água para formar H2 e OH-.
- A redução do íon Na+ irá produzir sódio metálico que irá produzir uma liga com mercúrio (amálgama).
- A explicação para tal fato se deve a uma considerável sobretensão provocada no cátodo de mercúrio pelo gás
hidrogênio, tornando mais difícil a sua redução comparada ao eletrodo de grafita.
- Por outro lado o sódio metálico reage com o mercúrio formando amálgama em uma reação extremamente
exotérmica (espontânea).
Nao(s) + Hg(L)  NaHg H<0
Desse modo a reação de formação da amálgama é muito mais favorável do que a reação de redução das moléculas de
água para formar hidrogênio gasoso e hidroxila.
Obs.: Caso não haja sobretensão haverá reação da amálgama com água:
NaHg + H2O  NaOH +1/2 H2 + Hg

151) GAB: 0, 1, 2

152) GAB: E

153) GAB:B

154) GAB: C

155) GAB: 0, 2, 4

156) GAB:C
RESOLUÇÃO
O gás Oxigênio é proveniente da oxidação da hidroxila ( OH -)
logo, os ânions se deslocam da direita para a esquerda; já o gás hidrogênio é proveniente dos íons (H +),logo, os
cátions se deslocam da esquerda para a direita.

157) 01-V;02-F;04-F;08-V;16-F.

158) GAB: A

159) GAB:C

160) GAB: 1ª etapa: Cl2, gás esverdeado


2ª etapa: O2, gás incolor

161) GAB: D

162) GAB:
a.
O anúncio está errado. Nas condições ambientes o cloro é um gás verde. O cloro é vendido dissolvido em água
(“água de cloro”)
b. 2 NaCl  2 Na+ + 2 Cl-
Cátodo (+): 2 H2O + 2 e-  H2 + 2 OH-
Ânodo (–): 2 Cl-  2 e- + Cl2º
2 Na+ 2 OH- 2 NaOH

163) GAB: B

164) a.

C á to d o  nodo

N a+ C l-

b. Cátodo pólo -; Ânodo pólo +


c. Cátodo: gás cloro (Cl2); Ânodo: gás hidrogênio (H2)
d. NaCl(aq) + H2O  NaOH(aq) + Cl2(g) + H2(g)
165) GAB: D

166) GAB: A

167) GAB: C

168) GAB:D

169) GAB:E
RESOLUÇÃO
- O desgaste é uma conseqüência da oxidação que ocorre nos ânodos (pólos +), porém pode ocorrer oxidação dos íons
OH- SO4-2ou até mesmo o próprio eletrodo de cobre: Cu0  Cu2+ + 2e- . Como esta última é a mais fácil de todas,
ela é a preferida.

170) GAB: A

171) GAB: A

172) GAB: D

173) GAB: B

174) GAB: C

175) GAB:
a. 2 I-  2 e- + I2
b. pólo positivo (ânodo)

176) GAB:
Cátodo: Na+ + e-  Naº
Ânodo: Cl-  2 e- + 1/2 Cl2
Reação global: Na+ + Cl-  Naº + 1/2 Cl2

177) Gab: C

178) Gab: C

179) Gab:54

180) Gab:19,3s
181) Gab:
1 – a. 4 Al(OH)3(aq)  4 Al(s) + 3O2(g) + 6 H2O(l)
1 – b E = - 2,71 V
2- t = 1,5 s

182) GAB:

O sentido da reação foi escolhida de modo que ela fosse uma reação espontânea pois o potencial de redução da reação
global é positivo.
Cálculo da quantidade de mols de tiossulfato utilizado:
N = 0,1mol/L . (0,025L) = 0,0025mol de S2O2-3  0,00125 mol de I2  0,0025mol de e-
1mol – 96500C
0,0025mol – x
x = 241,25C
q = it
241,25 = 0,2.t
t = 1206,25s

183) GAB: C
RESOLUÇÃO
a- Verdadeiro. A reação I é uma reação de oxidação, portanto ocorre no ânodo.
b- Verdadeiro. Pois são reações de redução, logo, ocorre no cátodo.
c- Falso.
4 A l (a q ) + 1 2 e -
3+
4 A l (s )
- -
6 H 2O (L ) + 3 O 2 (aq) + 1 2 e 12O H
4 A l(s ) + 6 H 2 O (L ) + 3 O 2 (a q ) 3 A l(O H ) 3
Obs.: 1F é a quantidade de carga necessária para eletrolisar um equivalente-grama de qualquer espécie química.
Logo:
4 mol Al ---------- 12 F
1 mol Al ---------- X
X=3F
d- Verdadeiro.
2 A l (a q ) + 6 e -
3+
2 A l (s )
6 H (a q ) + 6 e -
+
3 H 2 (g )
2 A l ( s ) + 6 H (+a q ) 2 A l (3 a +q ) + 3 H 2 ( g )
C a lc u lo .
2 2 7 g A l ---------- 6 F
X g A l - - - - - - - - - - _3_ F
2
_ _
6 X = 3  2  2 7 g A l  X = 1 3 ,5 g A l
2
e- Verdadeiro
2 mol Al ---------- 3 × 22,6 L H2
1 mol Al ---------- W
W = 34 litros H2

184) GAB:
pH = 12
mNaCl = 58,5 . 0,965 . 100  m = 0,001 mol de NaCl
1 . 96500 58,5
NaCl + H2O  1/2 H2 + 1/2 Cl2 + NaOH
1 mol ---------------------------- 1mol
0,001 mol ----------------------------- 0,001 mol
[OH-] = n = 0,001 .  [OH-] = 10-2
v 0,100
pOH = 2
pH = 12

185) GAB:
a. CuSO4(s)  Cu2+(aq) + SO42-(aq); [SO42-] = 0,10 mol/L
b. 3860 s

186) GAB:E
RESOLUÇÃO:
iT = 268 mA t = 3600s V = 11,2mL
- Cálculo da carga total:
QT = iT . t  QT = 268 . 10-3 . 3600  QT = 964,8C
- Cálculo da massa de íons H+ eletrolisados em (CNTP):
1g H+ ----------------- 11,2L H2
X ------------------ 11,2 . 10-3L H2
X = 10-3g
- Cálculo da carga gasta na eletrólise do H+:
m = E . Q / 96500  10-3 = Q . 96500  Q = 96,5C
- Cálculo da carga para eletrolisar o níquel:
QNi = QT – QH+  QNi = 868,3C
Relação percentual:
QNi = 868,3 . 100  QNi = 90%
QT 964,8 QT

187) GAB: A
RESOLUÇÃO
m = _E _ _. _i _. _t  m = _E _ ._ i_ ._ t_  F = _E _ _. _i _. _t
96500 F m

188) GAB: + 2

189) GAB:
PV = nRT  0,9V = 1,50,082300  V = 41 L

190) GAB:B
RESOLUÇÃO
_m _ N_ i = _ _m _ A_ u  _ _ _m_ N_ i _ = _ _ m_ _A u_ _   _m _ N_ i = 0 , 4 4 7
E Ni E Au 5_ 8_ ,_7 _1 1 9 6 ,9 7 m Au
2 3
191) GAB:A

192) GAB: A

193) GAB:
Na cuba que contém cloreto cuproso teremos maior massa de cobre.
CuCl2:
F ----- 63,4 g de Cu x = 63,4 . Q .
Q ----- x F
CuCl2:
F ----- (63,4/2) g de Cu y = 63,4 . Q .
Q ----- y 2F
x > y

194) GAB: a. cátodo: H2 ânodo: O2


b. 28,0 mL
c. 965 s
195) GAB:C
RESOLUÇÃO
I= 1,6 . 10-2A
t = 1s
Q=i.t
96500 C ------------------------6,02 . 1023e-
1,6 . 10-2------------------------ X
X = 0,998 . 1017
X 1,0 . 1017elétrons

196) GAB:A
RESOLUÇÃO
Ni = 58,71 g/mol
1 mol e- ------------------ 1 Eq. metal
0,3 mol e- ---------------- 8,81g metal
Eq - metal = 29,366g
Ni carga + 2
E = _ m_ _o _l  2 9 , 3 3 6 = _ m_ _o _l  m o l = 5 8 , 7 g
K 2

197) GAB: D

198) GAB: E

199) GAB: D

200) GAB:
a. solução de NaCl curva  B; Solução de ZnCl2  curva C: a pressão de vapor é inversamente proporcional ao
número de partículas dissolvidas.
b. 130g Zn

201) GAB:E
RESOLUÇÃO
i = 3A E H 2= 1 g
n H 2= 0 ,2 0 m o ls  n H 2
= 0 ,4 g t = ?
m = _ E_ _. _i _. t_  t = _ m_ _ _ _9 _, 6_ 5_ _ _ 1_ 0_ 4_
96500 3
t = _ 0_ ,_4 _ _ _9 _, 6_ 5_ _ _ 1_ 0_ 4 s
3

202) GAB: C

203) GAB: B

204) GAB: N = 0,02

205) GAB: Co+2 + 2 e-  Co 59 g -------- 2 F


Resposta: 59 g

206) GAB:
a. Cdo  Cd2+ + 2e-
b. 186g de Ni(OH)2

207) GAB:E

208) GAB: C

209) GAB:B

210) GAB:A
RESOLUÇÃO
A massa da chapa B diminui:
Ago  Ag+(aq) + 1e-
PERGUNTA
Q = 4,83C
Ag = 107,87 u
Pólo + = ânodo  ocorre oxidação da prata metálica.
9,65 . 104C -------------------- 107,87g Ag
4,83 C --------------------X
X = 53,99 . 10-4
X = 5,399 . 10-3g
X = 5,399 mg
A massa de prata que sofre oxidação é 5,399 mg, logo, é a massa que diminui no eletrodo de prata (chapa B).

211) GAB: C

212) GAB: E

213) GAB: A

214) GAB:
a. verdadeira. [0,3467/(52/3)] = [0,5906/(59/x)]  x=2
b. verdadeira. 96.500 C ---------- (52/3) g de Cr
Q ---------- 0,3467 g
Q = 1.930 C

215) GAB:B

216) GAB:A

217) GAB: 101 min.

218) GAB:
a. a massa de zinco é maior que a massa de cobre.
b. i = 0,54A

219) GAB:C

220) GAB:A

221) GAB: D

222) GAB: B

223) GAB: E

224) GAB: C

225) GAB: A

226) GAB: B

227) GAB: C

228) GAB: D

229) GAB: 32 g

Você também pode gostar