Você está na página 1de 51

Nº 104 Recife - Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 Eletrônico

PROCURADORIA GERAL DA JUSTIÇA PORTARIA POR-PGJ Nº 1.588/2018


Recife, 3 de agosto de 2018
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.586/2018
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições
Recife, 3 de agosto de 2018
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições suas alterações posteriores;
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com
suas alterações posteriores; CONSIDERANDO o teor da Portaria PGJ nº 1.453/2018, publicada no
Diário Oficial de 19/07/2018;
CONSIDERANDO o teor da Portaria PGJ nº 1.529/2018, publicada no
Diário Oficial de 31/07/2018; CONSIDERANDO a necessidade de atualizar as designações dos
membros no sistema Arquimedes;
CONSIDERANDO a necessidade de atualizar as designações dos
membros no sistema Arquimedes; CONSIDERANDO a necessidade e a conveniência do serviço;
CONSIDERANDO a necessidade e a conveniência do serviço; RESOLVE:
RESOLVE: I - Dispensar o Bel. JÚLIO CÉSAR CAVALCANTI ELIHIMAS, 1º
Promotor de Justiça de Sertânia, de 2ª Entrância, do exercício
I - Dispensar o Bel. EDUARDO LEAL DOS SANTOS, 1º Promotor de cumulativo no cargo de 3º Promotor de Justiça de Afogados da
Justiça Cível de Ipojuca, de 2ª Entrância, do exercício cumulativo no Ingazeira, de 2ª Entrância, atribuído por meio da Portaria PGJ nº
cargo de 50º Promotor de Justiça Criminal da Capital, atribuído por meio 1.827/2017, a partir de 01/08/2018.
da Portaria PGJ nº 629/2018, a partir de 03/08/2018.
II - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao dia 01/08/2018.
II - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao dia 03/08/2018.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício

PORTARIA POR-PGJ Nº 1.589/2018


Recife, 3 de agosto de 2018
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.587/2018
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições
Recife, 3 de agosto de 2018
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições suas alterações posteriores;
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com
suas alterações posteriores; CONSIDERANDO a indicação da 2ª Coordenadoria Ministerial de
Circunscrição, com Sede em Petrolina;
CONSIDERANDO o teor da Portaria PGJ nº 1.014/2018, publicada no
Diário Oficial de 09/05/2018; CONSIDERANDO o disposto no art. 1º da Instrução Normativa PGJ nº
002/2017, bem como a observância da tabela de substituição
CONSIDERANDO a necessidade de atualizar as designações dos automática;
membros no sistema Arquimedes;
CONSIDERANDO a necessidade e a conveniência do serviço;
CONSIDERANDO a necessidade e a conveniência do serviço;
RESOLVE:
RESOLVE:
I - Designar a Bela. ANA PAULA SANTOS MARQUES, 1ª Promotora de
I - Dispensar o Bel. LÚCIO LUIZ DE ALMEIDA NETO, 1º Promotor de Justiça Criminal de Caruaru, de 2ª Entrância, para o exercício
Justiça de Afogados da Ingazeira, de 2ª Entrância, do exercício cumulativo no cargo de 10º Promotor de Justiça de Criminal de Caruaru,
cumulativo no cargo de 2º Promotor de Justiça de Afogados da no período de 01/08/2018 a 20/08/2018, durante as férias do Bel.
Ingazeira, atribuído por meio da Portaria PGJ nº 2.256/2017, a partir de George Diógenes Pessoa.
03/07/2018.
II - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao 01/08/2018.
II - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao dia 03/07/2018.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 2
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.590/2018
CONSIDERANDO a sequência dos habilitados ao edital de acumulação,
Recife, 3 de agosto de 2018
publicado por meio da Portaria PGJ nº 782/2018, conforme determina o
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições art. 5º, § 1º, da Resolução PGJ nº 006/2016;
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com
suas alterações posteriores; CONSIDERANDO, por fim, o interesse público e a observância dos
critérios estabelecidos no art. 69 da LOEMPPE e do disposto na
CONSIDERANDO a comunicação do titular da Promotoria de Justiça de Resolução acima referida;
Escada;
RESOLVE:
CONSIDERANDO o disposto no art. 69, § 1º, da Lei Orgânica do MPPE
c/c art. 8º da Instrução Normativa PGJ nº 002/2017, em privilégio ao I - Designar a Bela. RAFAELA MELO DE CARVALHO VAZ, 1ª
interesse público; Promotora de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista, de 2ª
Entrância, para atuar, em regime de acumulação e em conjunto ou
CONSIDERANDO a inexistência de ônus financeiro para o MPPE; separadamente, nas audiências de custódia do Pólo 02, comarca sede
Olinda, no período de 01/08/2018 a 31/08/2018.
CONSIDERANDO a necessidade e a conveniência do serviço;
II - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao dia 01/08/2018.
RESOLVE:
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Designar o Bel. FERNANDO HENRIQUE FERREIRA CUNHA RAMOS,
Promotor de Justiça de Escada, de 2ª Entrância, para atuar na sessão Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
do Tribunal do Júri de Quipapá, marcada para o dia 08/08/2018, PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
referente ao processo nº 96-56.2017.8.17.1170.

Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.


PORTARIA POR-PGJ Nº 1.593/2018
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Recife, 3 de agosto de 2018
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso das suas atribuições,

CONSIDERANDO a publicação da escala de Plantão da 3ª Entrância da


Capital, por meio da Portaria PGJ nº 1.512/2018;
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.591/2018
Recife, 3 de agosto de 2018
CONSIDERANDO a solicitação, oriunda da Coordenação das
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições Promotorias Criminais, de alteração da escala de plantão de membros
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com da Capital;
suas alterações posteriores;
CONSIDERANDO, por fim, a necessidade e conveniência do serviço;
CONSIDERANDO o teor do requerimento de nº 0013756-4/2018, com
os motivos nele justificados; RESOLVE:
CONSIDERANDO o disposto no art. 8º da Instrução Normativa PGJ nº Modificar o teor da Portaria POR-PGJ n.º 1.512/2018, de 27.07.2018,
002/2017; publicada no DOE do dia 28.07.2018, conforme anexo desta Portaria.
CONSIDERANDO, por fim, a necessidade e a conveniência do serviço; Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
RESOLVE: Recife, 03 de agosto de 2018.
I - Dispensar o Bel. MÁRIO LIMA COSTA GOMES DE BARROS, 6º Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Promotor de Justiça Criminal de Olinda, de 2ª Entrância, da designação PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
para atuar em regime de acumulação nas audiências de custódia do
Pólo 02, comarca sede Olinda, atribuída por meio da Portaria PGJ nº
920/2018, a partir de 01/08/2018.

II - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao dia 01/08/2018.


PORTARIA POR-PGJ Nº 1.594/2018
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Recife, 3 de agosto de 2018
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti legais, que lhe são conferidas pelo artigo 9º da Lei Complementar
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício Estadual nº. 12, de 27 de dezembro de 1994, e suas alterações
posteriores;

CONSIDERANDO a necessidade de implantar as audiências de


custódia previstas na Resolução nº 213 de 15/12/2015 do Conselho
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.592/2018
Nacional de Justiça, disciplinada no Estado de Pernambuco pelo
Recife, 3 de agosto de 2018
Provimento nº 003/2016-CM, de 17 de junho de 2016;
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições
legais, contidas no art. 9º, inciso V, da Lei Complementar nº 12/94, com
CONSIDERANDO as disposições constantes da Recomendação nº 28,
suas alterações posteriores; de 22 de setembro de 2015, do Conselho Nacional do Ministério Público,
que dispõe sobre a atuação dos membros do Ministério Público nas
CONSIDERANDO que atribuição ministerial para a intervenção nas “audiências de custódia”;
audiências de custódia é essencialmente de natureza criminal, nos
termos da Resolução CNJ nº 213/2015, da Resolução TJPE nº 380/2015 CONSIDERANDO os termos do § 2º do art. 5º, da Resolução PGJ
e da Resolução PGJ nº 006/2016;

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 3
nº 006/2016;
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.596/2018
Recife, 3 de agosto de 2018
CONSIDERANDO a escala de rodízio, apresentada pelo Coordenação
O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA, no uso das atribuições legais;
da 11ª Circunscrição Ministerial, em conformidade com o art. 10 da
Resolução acima citada;
CONSIDERANDO o julgamento dos Editais de Remoção e Promoção na
26ª sessão ordinária do Egrégio Conselho Superior do Ministério
CONSIDERANDO, as Designações das portarias após o julgamento dos
Público, realizada em 11 de julho de 2018;
Editais de Audiências de Custódia publicados no DOE do dia
29.09.2017,
CONSIDERANDO a necessidade e a conveniência do serviço;
CONSIDERANDO, ainda, as Designações das portarias após o
RESOLVE:
julgamento dos Editais de Audiências de Custódia publicados no DOE
do dia 29.03.2018.
I - REMOVER, pelo critério de Merecimento, para o cargo de 3º
Promotor de Justiça Criminal de Petrolina, de 2ª Entrância, o Bel.
RESOLVE:
ÉRICO DE OLIVEIRA SANTOS, 1º Promotor de Justiça de Defesa da
Cidadania de Petrolina, de 2ª Entrância, nos termos do Edital de
I - Publicar a Escala de Prontidão das Audiências de Custódia, a ser
Remoção nº 01/2018, publicado no DOE de 14/05/2018, a partir de
cumprida durante o mês de AGOSTO de 2018, no Polo Regional 08 –
12/07/2018, devendo permanecer no exercício das suas atuais
Limoeiro, conforme anexo desta portaria.
atribuições.
II – Retroagir os efeitos da presente portaria ao dia 01.08.2018.
II - Determinar que o Promotor de Justiça acima indicado assuma o
exercício do cargo de sua titularidade a partir de 03/09/2018,
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
dispensando-o do exercício das suas atuais atribuições a partir da
referida data.
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
III - Retroagir os efeitos da presente Portaria ao dia 12/07/2018.

PORTARIA POR-PGJ Nº 1.595/2018 Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.


Recife, 3 de agosto de 2018
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso das suas atribuições Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
legais, precipuamente o disposto no artigo 92, § 3º, da LCE nº 12, de 27 PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
de dezembro de 1994, com redação dada pela LCE nº 57/04, etc.,

CONSIDERANDO a existência de procedimento de investigação


PORTARIA POR-PGJ Nº 1.597/2019
criminal nº 002/2018, no âmbito desta Procuradoria Geral de Justiça, no
Recife, 3 de agosto de 2018
qual é investigado(a) o(a) Promotor(a) de Justiça .....;
O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições
legais;
CONSIDERANDO a decisão administrativa proferida nos referidos
autos, que determinou a imediata e urgente remessa de cópia do PIC à
CONSIDERANDO o disposto na Lei nº 12.956, de 19 de dezembro de
Corregedoria Geral do Ministério Público, em meio eletrônico, para fins
2005, publicada em 20 de dezembro de 2005 e alterações;
de instauração de procedimento disciplinar, na forma do arts. 9º, inc. X,
e 96, "caput", da Lei Complementar nº 12/94 - Lei Orgânica do Ministério
CONSIDERANDO o Convênio de Cooperação Técnica nº 19/2011 e a
Público;
Portaria POR-PGJ nº 325/2013, publicada em 25/02/2013;
CONSIDERANDO a necessidade de garantia de preservação da
CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e a conveniência do serviço;
instrução, tanto de natureza criminal, como de natureza administrativo-
disciplinar, bem como em razão da possibilidade de continuidade dos
RESOLVE:
atos investigados no PIC nº 002/2018 pelo investigado, no exercício da
função;
I – FAZER RETORNAR ao Ministério Público de Pernambuco o servidor
JEFFERSON LUIZ DA SILVA, Técnico Ministerial - Área Contabilidade,
CONSIDERANDO, ademais, o resguardo da Instituição, o interesse
matrícula nº 187.731-3, integrante do Quadro Permanente de Apoio
público, além da necessidade e conveniência do serviço;
Técnico-Administrativo desta Instituição, cedido à Prefeitura do Recife.
RESOLVE:
II - O servidor deverá comparecer à Coordenadoria Ministerial de Gestão
de Pessoas para apresentação.
Afastar do exercício do cargo o(a) Bel(a). ...., sem prejuízo de seus
vencimentos e vantagens, enquanto durar o processo administrativo
III – Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.
disciplinar, ex vi do disposto no artigo 92, § 3º, da LCE 12/94, com
redação dada pela LCE 57/04.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício
LAIS COELHO TEIXEIRA CAVALCANTI
PROCURADORA GERAL DE JUSTIÇA, em exercício

PORTARIA POR-PGJ Nº 1.598/2018


Recife, 3 de agosto de 2018
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições
legais;

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 4
CONSIDERANDO o teor do Ofício nº 04/NJC, datado de 21/06/2018 e Jurídicos para conhecimento e providências que julgar cabíveis.
de lavra da Coordenadoria do Núcleo de Justiça Comunitária;
Expediente n.º: Of. nº 983/2018
CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e a conveniência do serviço; Processo n.º: 0012415-4/2018
Requerente: MAVIAEL DE SOUZA SILVA
RESOLVE: Assunto: Encaminhamento
Despacho: Cientificado o Procurador Geral de Justiça, encaminhe-se a
I - FAZER RETORNAR a servidora ANA MARIA GONÇALVES DE Subprocuradoria Geral de Justiça em Assuntos institucionais com cópia
ALMEIDA, matrícula PGJ nº 189.819-1, Técnica de Desenvolvimento, à à Assessoria de Comunicação para conhecimento.
Pernambuco Participações e Investimentos S/A - PERPART;
II – Esta Portaria entrará em vigor a partir de sua publicação. Expediente n.º: 113/18
Processo n.º: 0012531-3/2018
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Requerente: DANIEL JOSE MESQUITA MONTEIRO DIAS
Assunto: Solicitação
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Despacho: Com base na documentação apresentada e considerando o
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício disposto no art. 6º, § 3º, da Instrução Normativa PGJ nº 003/06 e
conforme despacho da CGMP de fls. 09, encaminho à CMFC para fins
de pagamento.

Expediente n.º: 262/18


Processo n.º: 0012627-0/2018
PORTARIA POR-PGJ Nº 1.599/2018 Requerente: ANDREIA APARECIDA MOURA DO COUTO
Recife, 3 de agosto de 2018 Assunto: Requerimento
O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições Despacho: Com base na documentação apresentada e considerando o
legais; disposto no art. 6º, § 3º, da Instrução Normativa PGJ nº 003/06 e
conforme despacho da CGMP de fls. 08, encaminho à CMFC para fins
CONSIDERANDO o teor do Ofício nº 04/NJC, datado de 21/06/2018 e de pagamento.
de lavra da Coordenadoria do Núcleo de Justiça Comunitária;
Expediente n.º: 116/18
CONSIDERANDO, ainda, a necessidade e a conveniência do serviço; Processo n.º: 0012714-6/2018
Requerente: MARIA APARECIDA ALCANTARA SIEBRA
RESOLVE: Assunto: Requerimento
Despacho: Com base na documentação apresentada e considerando o
I - FAZER RETORNAR o servidor GUILHERME HENRIQUE DE disposto no art. 6º, § 3º, da Instrução Normativa PGJ nº 003/06 e
ALMEIDA PACHECO DUQUE, matrícula PGJ nº 189.082-4, Técnico de conforme despacho da CGMP de fls. 09, encaminho à CMFC para fins
Desenvolvimento, à Pernambuco Participações e Investimentos S/A - de pagamento.
PERPART;
II – Esta Portaria entrará em vigor a partir de sua publicação. Expediente n.º: 049/18
Processo n.º: 0012919-4/2018
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Requerente: DIOGO GOMES VITAL
Assunto: Requerimento
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Despacho: Com base na documentação apresentada e considerando o
PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA, em exercício disposto no art. 6º, § 3º, da Instrução Normativa PGJ nº 003/06 e
conforme despacho da CGMP de fls. 08, encaminho à CMFC para fins
de pagamento.

Expediente n.º: 40/2018


DESPACHOS Nº 101 Processo n.º: 0013179-3/2018
Recife, 3 de agosto de 2018 Requerente: LARISSA DE ALMEIDA MOURA ALBUQUERQUE
O EXCELENTÍSSIMO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, DR. Assunto: Requerimento
FRANCISCO DIRCEU BARROS, exarou os seguintes despachos: Despacho: Com base na documentação apresentada e considerando o
disposto no art. 6º, § 3º, da Instrução Normativa PGJ nº 003/06 e
Expediente n.º: 107/2018 conforme despacho da CGMP de fls. 08, encaminho à CMFC para fins
Processo n.º: 0011231-8/2018 de pagamento.
Requerente: GUILHERME VIEIRA CASTRO
Assunto: Comunicações Expediente n.º: s/n/18
Despacho: Cientificado o Procurador Geral de Justiça, ao CAOP Processo n.º: 0013410-0/2018
Sonegação Fiscal para conhecimento. Requerente: ROBERTO BRAYNER SAMPAIO
Assunto: Solicitação
Expediente n.º: 007/18 Despacho: Arquive-se o presente em face de novo pedido.
Processo n.º: 0011570-5/2018
Requerente: STANLEY ARAUJO CORREA Expediente n.º: 119/18
Assunto: Encaminhamento Processo n.º: 0013461-6/2018
Despacho: Com base na documentação apresentada e considerando o Requerente: RODRIGO ALTOBELLO ÂNGELO ABATAYGUARA
disposto no art. 6º, § 3º, da Instrução Normativa PGJ nº 003/06 e Assunto: Encaminhamento
conforme despacho da CGMP de fls. 08, encaminho à CMFC para fins Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça,
de pagamento. encaminhe-se ao Conselho Superior do Ministério Público.
Expediente n.º: 200925154 Expediente n.º: s/n/18
Processo n.º: 0012410-8/2018 Processo n.º: 0013498-7/2018
Requerente: GUILHERME VIEIRA CASTRO Requerente: DIEGO ALBUQUERQUE TAVARES
Assunto: Comunicações Assunto: Encaminhamento
Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça, Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça,
encaminhe-se a Subprocuradoria Geral de Justiça em Assuntos

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 5
encaminhe-se ao Conselho Superior do Ministério Público. conforme disposto no art. 7º da referida Resolução. Após, envie-se à
CMGP para anotação e arquivamento.
Expediente n.º: 744/2018
Processo n.º: 0013513-4/2018 Recife, 02 de agosto de 2018.
Requerente: SÉRGIO TENÓRIO DE FRANÇA
Assunto: Encaminhamento LAÍS COELHO TEIXEIRA CAVALCANTI
Despacho: À Coordenação Ministerial de Gestão de Pessoas para PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM EXERCÍCIO
anotar e arquivar.
PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO N° 002/2018
Expediente n.º: 004/18
Processo n.º: 0013538-2/2018 PORTARIA Nº 002/2018
Requerente: BRUNO MIQUELÃO GOTTARDI
Assunto: Encaminhamento O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua
Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça, Subprocuradora Geral de Justiça em Assuntos Administrativos, no uso
encaminhe-se ao Conselho Superior do Ministério Público. das funções que lhe são conferidas pelo art. 129, inciso III, da
Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei Federal n°
Expediente n.º: 1510/18 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n° 12/94; art.
Processo n.º: 0013583-2/2018 8°, inc. IV, da Resolução RES-CSMP n° 008/2016 e art. 1º, inc. I, alínea
Requerente: RENATO DA SILVA FILHO “c”, da Portaria POR-PGJ nº 188/2017;
Assunto: Encaminhamento
Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça, CONSIDERANDO a tramitação da Notícia de Fato (Auto Arquimedes n°
encaminhe-se à SGMP. 2017/2650059), no âmbito da Assessoria Técnica em Matéria
Administrativa da Procuradoria Geral de Justiça, oriundo de denúncia on
Expediente n.º: s/n/18 line efetuada junto à Ouvidoria do Ministério Público, instaurado com o
Processo n.º: 0013584-3/2018 objetivo de averiguar possível vício de inconstitucionalidade da Lei
Requerente: DIEGO ALBUQUERQUE TAVARES Complementar Estadual nº 340, de 22 de dezembro de 2016;
Assunto: Encaminhamento
Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça, CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem
encaminhe-se ao Conselho Superior do Ministério Público. jurídica, em especial promover o controle de constitucionalidade de atos
normativos frente à Constituição do Estado de Pernambuco, devendo
Expediente n.º: 02/2018-2ªPJC promover as medidas necessárias à sua garantia;
Processo n.º: 0013590-0/2018
Requerente: MARIANA PESSOA DE MELO VILA NOVA CONSIDERANDO as tratativas iniciadas com o Governo do Estado de
Assunto: Comunicações Pernambuco para formalização de instrumento jurídico, visando a
Despacho: De ordem do Exmo Sr. Procurador Geral de Justiça, utilização e o estímulo de métodos adequados de prevenção, gestão e
encaminhe-se ao Conselho Superior do Ministério Público. resolução de conflitos, justos, ágeis, eficientes e efetivos, que
possibilitem um resultado tempestivo e adequado ao atendimento das
PAULO AUGUSTO DE FREITAS OLIVEIRA
Chefe de Gabinete necessidades sociais, na esteira do que estabelece a Resolução nº 118,
de 2014, do Conselho Nacional do Ministério Público – CNMP;
ASSESSORIA TÉCNICA EM MATÉRIA ADMINISTRATIVA -
CONSTITUCIONAL CONSIDERANDO o impacto social que a atuação judicial do Ministério
DESPACHOS Nº Auto nº 2018/256091 e 2018/256037 Público de Pernambuco poderá trazer no que pertine à lacuna da força
Recife, 3 de agosto de 2018 de trabalho prevista no âmbito administrativo da Polícia Civil do Estado
A Excelentíssima Senhora Procuradora-Geral de Justiça em Exercício, de Pernambuco;
Dra. Lais Coelho Teixeira Cavalcanti, na Assessoria Técnica em Matéria
Administrativo- Constitucional, com fundamento na manifestação do CONSIDERANDO o teor do art. 7º, da Resolução RES-CSMP n°
Procurador de Justiça e Assessor Técnico em Matéria Administrativo, 008/2016, que regulamenta a instauração e tramitação da notícia de
Dr. Carlos Roberto Santos, exarou os seguintes Despachos: fato, determinando a instauração de procedimento investigatório próprio,
quando vencido o prazo de trinta dias ou na hipótese da notícia requer
DIA 02/08/2018 acompanhamento;
Auto nº 2018/256091
Natureza: Procedimento Administrativos RESOLVE:
Interessada: Eryne Ávila dos Anjos Luna, Promotora de Justiça
Assunto: Pedido de Residência fora da Comarca INSTAURAR o presente PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO,
adotando-se as seguintes providências:
Acolho o parecer da ATMA por seus próprios fundamentos e defiro o
pedido com fulcro no artigo 129, § 2º, da Constituição Federal c/c os Autue-se o Procedimento Administrativo em tela, procedendo-se com as
arts. 2º e 3º da Resolução RES-PGJ nº. 002/2008.Comunique-se à anotações nos registros informatizados próprios, mantendo-se a
Corregedoria Geral do Ministério Público, conforme disposto no art. 7º numeração do Auto Arquimedes;
da referida Resolução. Após, envie-se à CMGP para anotação e
arquivamento. Permaneçam os autos em Secretaria no aguardo da formalização de
instrumento jurídico com o Governo do Estado de Pernambuco, visando
DIA 02/08/2018 a utilização e o estímulo de métodos adequados de prevenção, gestão e
Auto nº 2018/256037 resolução de conflitos, justos, ágeis, eficientes e efetivos;
Natureza: Procedimento Administrativos
Interessado: Raissa de Oliveira Santos Lima, Promotora de Justiça Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio eletrônico, à
Assunto: Pedido de Residência fora da Comarca Secretaria Geral do MPPE, para publicação no Diário Oficial do Estado;

Acolho o parecer da ATMA por seus próprios fundamentos e defiro o


pedido com fulcro no artigo 129, § 2º, da Constituição Federal c/c os
arts. 2º e 3º da Resolução RES-PGJ nº. 002/2008. Comunique-se à
Corregedoria Geral do Ministério Público,

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 6
condutas que, em tese, importam o descumprimento dos mandamentos
Nomeio a Técnica Ministerial MARLY MENEZES DE CARVALHO para estabelecidos pela LOEMP, em especial daqueles previstos no artigo
exercer as funções de Secretária, mediante termo de compromisso; 72, incisos I (manter ilibada conduta pública e particular) e II (zelar pelo
prestígio da Justiça, por suas prerrogativas e pela dignidade de suas
Cumpra-se. funções), assim como inobservância à vedação contida no artigo 73,
inciso I (receber, a qualquer título e sob qualquer pretexto, honorários,
Recife/PE, 25 de junho de 2018. percentagens ou custas processuais);

MARIA HELENA DA FONTE CARVALHO SUBPROCURADORA- CONSIDERANDO a necessidade de aprofundar a responsabilidade


GERAL DE JUSTIÇA EM ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS do(a) supracitado(a) agente ministerial em relação aos mencionados
(atuando por delegação dada pela Portaria PGJ nº 188/2017) fatos, mediante procedimento que lhe assegure a mais ampla defesa;

CONSIDERANDO, enfim, incumbir a esta Corregedoria-Geral do


Ministério Público a atribuição de instaurar processo disciplinar contra
DECISÃO Nº Auto nº 2014/1684383 membro da instituição, presidindo-o e indicando as sanções
Recife, 3 de agosto de 2018 administrativas cabíveis, conforme disciplinam os artigos 16, inciso V e
A Excelentíssima Senhora Subprocuradora-Geral de Justiça em 96, caput, ambos da LOEMP,
Assuntos Administrativos Dra. Maria Helena da Fonte Carvalho, na
Assessoria Técnica em Matéria Administrativo- Constitucional, com CONSIDERANDO, por fim, a necessidade de garantia de preservação
fundamento na manifestação da Procuradora de Justiça e Assessora da instrução, tanto de natureza criminal, como de natureza
Técnica em Matéria Administrativo, Dra. Taciana Alves de Paula Rocha, administrativo-disciplinar, bem como de resguardar a imagem desta
exarou a seguinte Decisão: Instituição Ministerial, mediante afastamento preventivo do(a)
Promotor(a) de Justiça investigado(a) do exercício de suas funções,
DIA 27/07/2018 enquanto durar o processo, conforme autoriza o artigo 92, §3º, da
Auto nº 2014/1684383 LOMPPE;
Natureza: Procedimento Administrativo
Interessado: Ronaldo Fonseca Sampaio RESOLVE:
Assunto: Revisão administrativa
I – Instaurar Processo Administrativo Disciplinar Ordinário com o fim de
Acolho a Manifestação da Assessoria Técnica em Matéria apurar a responsabilidade do(a) Promotor(a) de Justiça ..., pela prática
Administrativo-constitucional, por seus próprios fundamentos, no sentido dos fatos acima noticiados, os quais, uma vez comprovados, implicarão
de indeferir o pleito por falta de amparo legal e determino o na quebra de deveres funcionais, notadamente das prescrições
arquivamento dos autos. Publique-se. Dê-se baixa nos registros e dispostas no artigo 72, incisos I e II, como também o descumprimento
arquive-se. da vedação estabelecida no artigo 73, I, ambos da LOEMP, passíveis da
aplicação das sanções disciplinares previstas no artigo 79, incisos I, II e
Recife, 27 de julho de 2018. III, deste mesmo diploma legal;

MARIA HELENA DA FONTE CARVALHO II – Designar os Procuradores de Justiça Adriana Gonçalves Fontes e
Subprocuradora-Geral de Justiça em Assuntos Administrativos Manoel Cavalcanti de Albuquerque Neto para, sob a presidência do
(ATUANDO SOB DELEGAÇÃO - PORTARIA PGJ Nº 188/2017) Corregedor-Geral, integrarem a Comissão de Processo Disciplinar,
devendo a instalação, início e conclusão dos trabalhos se dar no prazo
de sessenta (60) dias, contado da publicação desta Portaria;
CORREGEDORIA GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO
III – Oficiar o Procurador-Geral de Justiça, solicitando o afastamento
PORTARIA POR-CGMP Nº 001/2018 preventivo do Promotor(a) de Justiça ..., enquanto durar o presente
Recife, 3 de agosto de 2018 processo, nos moldes do artigo 92, §3º, da LOMPPE;
O CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO DO MINISTÉRIO PÚBLICO,
no uso de suas atribuições legais, com fundamento nos artigos 92, §1.º, IV – Nomear a Promotora de Justiça Patrícia Carneiro Tavares,
inciso II, 96, 96-A c/c 96-B e 97, todos da Lei Complementar Estadual Corregedora-Auxiliar, para secretariar a Comissão Processante;
n.º 12/94 (Lei Orgânica Estadual do Ministério Público – LOEMP), com
suas alterações, e com amparo no artigo 247 da Lei Complementar Autue-se, registre-se e publique-se.
Federal n.º 75/1993 (Lei Orgânica do Ministério Público da União), de
aplicação subsidiária:

CONSIDERANDO os elementos contidos no Ofício GPG ATMAD nº ... e


documentos anexos, recepcionados na data de hoje, os quais revelam
fortes indícios de envolvimento do(a) Bel(a). ..., membro do Ministério RENATO DA SILVA FILHO
Público titular da ... Promotoria de Justiça ..., em um esquema ilegal de Corregedor-Geral Substituto
corrupção, em possível associação a um grupo criminoso investigado SECRETARIA GERAL
nos autos do procedimento nº ...;
AVISO Nº --030/2018
CONSIDERANDO que os fatos acima noticiados, dada a sua elevada Recife, 1 de agosto de 2018
gravidade, o que se evidencia dos elementos colhidos, ensejou a AVISO SGMP N.º 030/2018
instauração do Procedimento de Investigação Criminal nº ..., no âmbito
da Procuradoria-Geral deste Ministério Público, findando por deflagrar, O SECRETÁRIO GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas
também nesta data, a Operação ..., que resultou na prisão de diversas atribuições, por delegação do Exmo. Sr. Procurador-Geral de Justiça, na
pessoas, bem como no cumprimento de mandado de busca e RES – PGJ nº 0002/2014, de 17.03.2014, publicada no Diário Oficial do
apreensão na residência do(a) aludido(a) Promotor(a) de Justiça; Estado de 19/03/2014,
CONSIDERANDO a Portaria POR-PGJ Nº 1.364/2018 que constituiu a
CONSIDERANDO que tais fatos representam a prática de Comissão Especial de Inventário Patrimonial - CEIP;
CONSIDERANDO a premência na execução do Inventário MPPE 2018;
AVISA:

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 7
I. A todos integrantes do Ministério Público do Estado de Pernambuco
CONVOCAÇÃO Nº SGMP 010/2018
que o Inventário Patrimonial de 2018 será realizado em todas as
Recife, 3 de agosto de 2018
unidades administrativas da seguinte forma:
- 06 a 24 de agosto de 2018 no almoxarifado do Departamento CONVOCAÇÃO SGMP 010/2018
Ministerial de Patrimônio e Material - DEMPAM e Departamento
Ministerial de Suporte ao Usuário – DEMSU; O Excelentíssimo Sr. Secretário-Geral do Ministério Público de
- 27 a 31 de agosto de 2018 nas unidades administrativas com até 200 Pernambuco, Dr. Alexandre Augusto Bezerra, CONVOCA os Ilmos.
bens permanentes, conforme lista a ser publicada; Senhores Servidores lotados na Rua do Sol, para o Treinamento na
- 27 de agosto a 10 de setembro de 2018 nas unidades administrativas Plataforma Google – explorando a nuvem, com o objetivo de conhecer
acima de 200 bens permanentes, conforme lista a ser publicada. os recursos disponíveis da ferramenta recentemente implantada no
II. Por ocasião da realização do inventário no DEMPAM, DEMSU e MPPE, oferecido em duas turmas, sendo:
demais unidades administrativas, entre os dias 06 de agosto a 10 de Local : Rua do Sol – Auditório da PGE – 7º andar.
setembro de 2018, a movimentação de bens permanentes deverá ficar Dia: 07.08.18
suspensa entre unidades e não será permitida a solicitação/devolução Carga horária: 03 horas – 13h às 16h
de bens junto ao DEMPAM, salvo casos expressamente autorizados
pela Secretaria Geral; Recife, 03 de agosto de 2018.
III. Aos responsáveis constantes nos anexos I (unidades da capital) e II
(unidades da RMR e interior) que no prazo máximo de 48 (quarenta e Alexandre Augusto Bezerra
oito) horas, informem a essa Secretaria Geral, através de comunicação Secretário-Geral do Ministério Público.
eletrônica (sgmp@mppe.mp.br), copiando à Comissão Especial de
Inventário Patrimonial (inventario2018@mppe.mp.br), nome, matrícula e ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA
e-mail funcional dos responsáveis pela execução do inventário, que Secretário-Geral
podem ser servidores efetivos, cedidos ou membros. Fica a critério de
cada gestor, a depender da expertise e disponibilidade, indicarem PORTARIA POR-SGMP Nº -627/2018
aqueles que melhor poderão contribuir com o procedimento de controle Recife, 2 de agosto de 2018
mencionado. O e-mail deve constar no espaço reservado ao “assunto” o O SECRETÁRIO GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas
título “Inventário 2018 - lista de indicados” e ser enviado em formato de atribuições, por delegação do Exmo. Sr Procurador Geral de Justiça,
planilha eletrônica; contida na RES-PGJ nº 002/2014, de 17/03/2014, publicada no Diário
IV. Algumas unidades administrativas da capital estão agrupadas em Oficial do Estado de 19/03/2014;
unidades principais, sendo responsável também por realizar o inventário
das unidades associadas, conforme anexo III. Considerando os Artigos 76 e 77 da Resolução RES0-PGJ nº 002/2014,
V. É facultada a indicação de dois servidores extras para cada unidade de 17/03/2014 e publicada em 19/03/2017;
administrativa associada que esteja localizada em prédios diferentes
(por exemplo: Edf. Roberto Lyra, Edf. Paulo Cavalcanti, Centro Considerando o disposto no art. 30, da Lei nº 12.956 de 19 de dezembro
Logístico Edmyrthes Carmem de Lima, Edf. Ipsep). de 2005;
VI. A CEIP oportunamente divulgará orientações acerca dos
procedimentos a serem seguidos pelos indicados para executarem o Considerando o disposto na Instrução Normativa PGJ nº 005/2016 de
inventário de cada unidade; 19/01/2016, publicada no D.O.E de 20/01/2016;
VII. Durante o período de 17 de setembro a 05 de outubro de 2018
serão realizadas inspeções in loco pela CEIP nas unidades Considerando o Ato do Governador nº 1680/2018, de 18/07/2018,
administrativas. Portanto, será necessário o apoio dos gestores para publicado no Diário oficial do Estado de Pernambuco de 19/07/2018;
que no dia de sua execução adotem medidas no sentido de prestar
auxílio à realização do trabalho da CEIP na respectiva unidade do Considerando, ainda, os termos do processo nº 00013509-0/2018,
MPPE. A comissão entrará em contato para informar o dia exato da protocolado nesta Procuradoria Geral de Justiça em 31/07/2018.
inspeção;
VIII. Os servidores integrantes da Comissão Especial de Inventário RESOLVE:
Patrimonial - CEIP, abaixo mencionados, executarão seus trabalhos sob
II – Conceder o Adicional de Exercício ao servidor público ALEXANDRE
o regime de dedicação exclusiva entre os dias 06 a 24 de agosto de
LOURENÇO DE SOUSA, Capitão, pertencente ao quadro de pessoal da
2018 e 17 de setembro a 05 de outubro de 2018, ficando dispensados
do exercício de suas atribuições nos setores de origem. Polícia Militar de Pernambuco ora à disposição desta Procuradoria Geral
de Justiça, observando o disposto na Instrução Normativa PGJ nº
1. EWERTON DOS SANTOS PIMENTEL, Matrícula: 189.462-5 - 005/2016.
PRESIDENTE
2. DIRLEY WAGNER RAMOS MAGALHÃES - Matrícula: 189.863-9 II – Lotar o servidor na Assessoria Ministerial de Segurança Institucional;
3. GIVALDO GOMES DA SILVA - Matrícula: 188.627-4
4. JESCE JOHN DA SILVA BORGES- Matrícula: 189.478-1 III – Esta portaria retroagirá ao dia 19/07/2018.
5. SAULO DIOGENES AZEVEDO SANTOS SOUTO – Matrícula:
188.691-6 Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.

Recife, 1º de agosto de 2018 Recife, 02 de agosto de 2018.

ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA Alexandre Augusto Bezerra


Secretário-Geral SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO
Republicação

ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA


Secretário-Geral

ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA


Secretário-Geral

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 8
PORTARIA POR-SGMP Nº 643/2018 PORTARIA POR-SGMP Nº 645/2018
Recife, 3 de agosto de 2018 Recife, 3 de agosto de 2018
O SECRETÁRIO GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas O SECRETÁRIO GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas
atribuições, por delegação do Exmo. Sr. Procurador-Geral de Justiça, na atribuições, por delegação do Exmo. Sr Procurador Geral de Justiça,
RES - PGJ nº 002/2014, de 17.03.14, publicada no Diário Oficial do contida na RES-PGJ nº 002/2014, de 17/03/2014, publicada no Diário
Estado de 19/03/14; Oficial do Estado de 19/03/2014;

Considerando a necessidade dos Plantões Ministeriais serem providos Considerando os Artigos 76 e 77 da Resolução RES0-PGJ nº 002/2014,
de apoio técnico e/ou administrativo necessários ao desempenho das de 17/03/2014 e publicada em 19/03/2017;
atividades dos Promotores de Justiça plantonistas, conforme previsão
contida nos itens 2.5.1 e 3.5 da Instrução Normativa PGJ-005/2002, Considerando o disposto no art. 30, da Lei nº 12.956 de 19 de dezembro
publicada no Diário Oficial em 23/02/2002, e disciplinados pela de 2005;
Resolução CPJ nº 003/2005 de 24.03.05;
Considerando o disposto na Instrução Normativa PGJ nº 005/2016 de
Considerando o teor da comunicação enviada via e-mail pela Secretaria 19/01/2016, publicada no D.O.E de 20/01/2016;
Geral do Ministério Público em 02/08/2018;
Considerando o Convênio de Cooperação Técnica nº 24/2018, assinado
RESOLVE: em 16/05/2018;

I- Modificar o teor da PORTARIA – POR - SGMP- 609/2018, publicada Considerando a Portaria do Prefeito de Limoeiro nº 244/2018, publicado
em 31/07/2018, para: no Diário Oficial do Executivo Municipal de 18/07/2018.
II - Autorizar a Coordenadoria Ministerial de Gestão de Pessoas a
promover a implantação do pagamento das horas extras e ainda a Considerando, ainda, os termos do processo nº 13355-8/2018,
concessão do auxílio-refeição dos servidores plantonistas, com base no protocolado nesta Procuradoria Geral de Justiça em 26/07/2018.
Relatório de Plantão Ministerial.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. RESOLVE:
Recife, 03 de agosto de 2018.
II – Conceder o Adicional de Exercício ao servidor público LUCIANO
ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA WAGNER DA SILVA, Guarda Municipal, pertencente ao quadro de
SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO pessoal da Prefeitura Municipal de Limoeiro ora à disposição desta
Procuradoria Geral de Justiça, observando o disposto na Instrução
Normativa PGJ nº 005/2016.
ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA
Secretário-Geral
II – Lotar o servidor na Promotoria de Justiça de Limoeiro;
PORTARIA POR-SGMP Nº 644/2018
Recife, 3 de agosto de 2018 III – Esta portaria retroagirá ao dia 27/07/2018.
O SECRETÁRIO GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas
atribuições, por delegação do Exmo. Sr. Procurador-Geral de Justiça, na Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
RES - PGJ nº 002/2014, de 17.03.14, publicada no Diário Oficial do
Estado de 19/03/14; Recife, 03 de agosto de 2018.

Considerando a necessidade dos Plantões Ministeriais serem providos Alexandre Augusto Bezerra
de apoio técnico e/ou administrativo necessários ao desempenho das SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO
atividades dos Promotores de Justiça plantonistas, conforme previsão
contida nos itens 2.5.1 e 3.5 da Instrução Normativa PGJ-005/2002, ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA
publicada no Diário Oficial em 23/02/2002, e disciplinados pela Secretário-Geral
Resolução CPJ nº 003/2005 de 24.03.05;
PORTARIA POR-SGMP Nº 646/2018
Considerando o teor da comunicação enviada via e-mail pela Recife, 3 de agosto de 2018
Administração da 1ª Circunscrição, com Sede em Salgueiro; O SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas
atribuições, por delegação do Exmo. Sr. Procurador Geral de Justiça,
RESOLVE: nos termos da legislação institucional em vigor;

I- Modificar o teor da PORTARIA – POR - SGMP- 609/2018, publicada Considerando o disposto no Artigo 57 da Lei nº 12.956, de 19/12/2005,
em 31/07/2018, para: publicada em 20/12/2005 e alterações posteriores;
II - Autorizar a Coordenadoria Ministerial de Gestão de Pessoas a
promover a implantação do pagamento das horas extras e ainda a Considerando o disposto nos Artigos 76 e 77 da Resolução RES – PGJ
concessão do auxílio-refeição dos servidores plantonistas, com base no nº 002/2014, publicada em 19/03/2014;
Relatório de Plantão Ministerial.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Considerando o atendimento à Resolução CNMP nº 177/2017,
publicada em 05/07/2017;
Recife, 03 de agosto de 2018.
Considerando o teor da Comunicação Interna N°004/2018, da Secretaria
ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA Geral Adjunta do Ministério Público de Pernambuco, protocolada sob o
SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO número 0013553-8/2018;

Considerando a anuência da chefia imediata;


ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA
Secretário-Geral
Considerando, ainda, a necessidade e conveniência do serviço;

RESOLVE:

I- Designar a servidora ADRIANA FARIAS BUARQUE DE GUSMÃO,

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 9
matrícula nº189.155-3, Técnica Ministerial - Administração, para o Documento de Origem: Eletrônico
exercício das funções de Secretária Ministerial, atribuindo-lhe a Assunto: Licença maternidade
correspondente gratificação símbolo FGMP-1, por um prazo de 16 dias, Data do Despacho: 03/08/2018
contados a partir de 01/08/2018, tendo em vista o gozo de Licença Nome do Requerente: MARIA CLÁUDIA ARAÚJO DE ARRUDA
Prêmio do titular CLÉOFAS DE SALES ANDRADE, Técnico Ministerial - FALCÃO
Administração, matrícula nº 187.818-2; Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias.

II – Esta portaria retroagirá ao dia 01/08/2018. Número protocolo: 112973/2018


Documento de Origem: Eletrônico
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Assunto: Licença eleitoral (gozo)
Data do Despacho: 03/08/2018
Recife, 03 de agosto de 2018. Nome do Requerente: JUNE MONTEATH TRINDADE
Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias.
Alexandre Augusto Bezerra
SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO Número protocolo: 112588/2018
Documento de Origem: Eletrônico
ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA
Secretário-Geral Assunto: Alteração de lotação
Data do Despacho: 03/08/2018
PORTARIA POR-SGMP Nº 647/2018 Nome do Requerente: JEFFERSON LUIZ DA SILVA
Recife, 3 de agosto de 2018 Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias.
O SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no uso de suas
atribuições, por delegação do Exmo. Sr. Procurador Geral de Justiça, Número protocolo: 113005/2018
nos termos da legislação institucional em vigor; Documento de Origem: Eletrônico
Considerando o disposto no Artigo 57 da Lei nº 12.956, de 19/12/2005, Assunto: Alteração ou anotação em ficha funcional
publicada em 20/12/2005 e alterações posteriores; Data do Despacho: 03/08/2018
Considerando o disposto nos Artigos 76 e 77 da Resolução RES – PGJ Nome do Requerente: AÍDA DE FÁTIMA RANGEL GUEDES
nº 002/2014, publicada em 19/03/2014; ALCOFORADO
Considerando o atendimento à Resolução CNMP nº 177/2017, Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias.
publicada em 05/07/2017;
Número protocolo: 112981/2018
Considerando o teor do Ofício nº 02/2018, da Central de Recursos Documento de Origem: Eletrônico
Cíveis, protocolado sob o nº 0013113-0/2018; Assunto: Alteração ou anotação em ficha funcional
Data do Despacho: 03/08/2018
Considerando a anuência da chefia imediata; Nome do Requerente: MARIA HELENA RODRIGUES DE BARROS
WANDERLEY FILHA
Considerando, ainda, a necessidade e conveniência do serviço; Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias.

RESOLVE: Número protocolo: 112980/2018


Documento de Origem: Eletrônico
I – Designar a servidora ZULEIDE CARVALHO GUIMARÃES, Analista Assunto: Alteração ou anotação em ficha funcional
Ministerial, matrícula nº 188.702-5, para o exercício das funções de Data do Despacho: 03/08/2018
Secretário Ministerial, atribuindo-lhe a correspondente gratificação Nome do Requerente: RAVAELLE CHRYSTINE TORRES FURTADO
símbolo FGMP-1, por um período de 20 dias, contados a partir de DE MENDONÇA
12/07/2018, tendo em vista o gozo de férias do titular MARCOS Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias.
HENRIQUE VIEIRA DE LIMA, Técnico Ministerial, matrícula nº 188.660-
6; Número protocolo: 112332/2018
Documento de Origem: Eletrônico
II – Esta portaria retroagirá ao dia 12/07/2018. Assunto: Adicional de exercício
Data do Despacho: 03/08/2018
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. Nome do Requerente: ANA PAULA LOPES DE OLIVEIRA
Despacho: Autorizo o pedido, considerando o despacho da AMPEO que
Recife, 03 de agosto de 2018. informa existir dotação orçamentária.

ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA Número protocolo: 112768/2018


SECRETÁRIO-GERAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO Documento de Origem: Eletrônico
Assunto: Adicional de exercício
ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA Data do Despacho: 03/08/2018
Secretário-Geral
Nome do Requerente: EVANDRO BEZERRA DOS SANTOS
DESPACHOS Nº No dia 03/08/2018. Despacho: Autorizo o pedido, considerando o despacho da AMPEO que
Recife, 3 de agosto de 2018 informa existir dotação orçamentária.
O Exmo. Sr. Secretário-Geral do Ministério Público de Pernambuco,
Alexandre Augusto Bezerra, exarou os seguintes despachos eletrônicos: Número protocolo: 112268/2018
Documento de Origem: Eletrônico
No dia 03/08/2018. Assunto: Adicional de exercício
Número protocolo: 112666/2018 Data do Despacho: 03/08/2018
Documento de Origem: Eletrônico Nome do Requerente: JOAQUIM DE SOUSA ANDRADE
Assunto: Licença eleitoral (gozo) Despacho: Autorizo o pedido, considerando o despacho da AMPEO que
Data do Despacho: 03/08/2018 informa existir dotação orçamentária.
Nome do Requerente: KAROLINE STUPP RIBEIRO
Despacho: Autorizo. Segue para as providências necessárias. Número protocolo: 112761/2018
Documento de Origem: Eletrônico
Número protocolo: 113023/2018 Assunto: Férias (alteração/utilização)
Data do Despacho: 03/08/2018
Nome do Requerente: JONATHAN SANTOS ARAÚJO

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 10
Despacho: Autorizo o pedido na forma requerida. democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis;

Número protocolo: 112854/2018 CONSIDERANDO que cumpre ao Ministério Público Eleitoral, entre
Documento de Origem: Eletrônico outras funções, zelar pelo el cumprimento da legislação eleitoral,
Assunto: Férias (alteração/utilização) destarte, combater a corrupção eleitoral em todas as suas formas;
Data do Despacho: 03/08/2018
Nome do Requerente: KARINE LUCIA DE LIRA E ANDRADE CONSIDERANDO que a campanha eleitoral para as eleições de 2018
CARVALHO só tem início de forma efetiva a partir do dia 16 de agosto de 2018, mas
Despacho: Autorizo o pedido na forma requerida, observando-se a há uma imperiosa necessidade de medidas de prevenção com fulcro de
necessidade de cumprimento do prazo estabelecido na IN nº 03/2017 garantir a igualdade entre os futuros candidatos e também o respeito à
para requerimentos futuros democracia e à população em geral;

Recife, 03 de agosto de 2018. CONSIDERANDO que a coibição ao abuso de poder político encontra a
sua razão na imperiosa necessidade de serem asseguradas a
Alexandre Augusto Bezerra normalidade e a plena legitimidade das eleições, evitando que tais
Secretário-Geral do Ministério Público postulados sejam afetados de modo a comprometer a igualdade entre
os futuros candidatos e própria vontade popular que é soberana;
O Exmo. Sr. Secretário-Geral do Ministério Público de Pernambuco, Dr.
Alexandre Augusto Bezerra, exarou os seguintes despachos: CONSIDERANDO que, reputa-se agente público, para os efeitos das
condutas vedadas em período eleitoral, quem exerce, ainda que
No dia 02/08/2018 transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação,
designação, contratação ou qualquer outra forma de investidura ou
Expediente: Of nº 433/2018 vínculo, mandato, cargo, emprego ou função nos órgãos ou entidades
Processo nº: 0013685-5/2018 da Administração Pública direta, indireta ou fundacional (Lei nº 9.504/97,
Requerente: SDS art. 73, § 1º);
Assunto: Solicitação
Despacho: À AMSI. Diante do pronunciamento da CMGP, encaminho CONSIDERANDO que tanto os responsáveis pelas condutas vedadas,
para conhecimento e providências necessárias. quanto aqueles que dela se beneciarem, sujeitam-se às sanções legais,
consoante o disposto nos §§ 4º e 8º do artigo 73 da Lei nº 9.504/97.
Expediente: Email 2018
Processo nº: 0008895-3/2018 0009770-5/2018 0012348-0/2018 RESOLVE RECOMENDAR, que os agentes públicos, representantes
Requerente: Seção Judiciária da Paraíba legais e dirigentes de órgãos e entidades municipais, se abstenham em
Assunto: Solicitação realizar as condutas abaixo citadas:
Despacho: Ao Apoio da SGMP. Segue para anexar este expediente ao
siig 0009770-5/2018, após oficie-se ao órgão solicitante acerca da I – ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou
impossibilidade de renovação do convênio. coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta
ou indireta da Uniã o, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e
Expediente: Of nº 48/2018 dos Municípios, ressalvada a realização de convenção partidária;
Processo nº: 0013795-7/2018
Requerente: Caixa Econômica Federal II – ceder servidor público ou empregado da administração direta ou
Assunto: Solicitação indireta federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de
Despacho: À AJM. Segue para análise e pronunciamento. seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido
político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o
Recife, 03 de Agosto de 2018. servidor ou empregado estiver licenciado;

Alexandre Augusto Bezerra III – fazer ou permitir que se faça qualquer ato promocional em favor de
Secretário-Geral do Ministério Público candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens
e serviços de caráter social, custeados ou subvencionados pelo Poder
Público;
ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA
Secretário-Geral
IV – O descumprimento das vedações supracitadas acarretará a
PROMOTORIAS DE JUSTIÇA suspensão imediata da conduta vedada, quando for o caso, e sujeitará
os agentes responsáveis à multa, sem prejuízo de outras sanções de
RECOMENDAÇÃO Nº Nº 01/2018 caráter constitucional, administrativo ou disciplinar xadas pelas demais
Recife, 1 de agosto de 2018 leis vigentes (Lei nº 9.504/97, art. 73, § 4º, c.c. o art. 78), podendo ainda
PROMOTORIA ELEITORAL DA 45 ZONA ELEITORAL o candidato beneciado, agente público ou não, car sujeito à cassação do
registro ou do diploma, ressalvadas outras sanções de caráter
RECOMENDAÇÃO Nº 01/2018 constitucional, administrativo ou disciplinar xadas pelas demais leis
vigentes. (Lei nº 9.504/97, art. 73, § 5º, § 6º, § 7º, c.c. o art. 78);
Recomenda aos agentes públicos quanto à observância dos preceitos
legais em face das condutas vedadas. V – A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas
dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de
O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, por intermédio de sua orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou
representante abaixo assinada, com atuação na 45ª Zona Eleitoral – imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou
Belo Jardim (PE), abrangendo o município de SANHARÓ, tendo por servidores públicos (Constituição
fundamento o art. 127, caput, da Constituição Federal; Lei
Complementar nº 69/90; arts. 6º, 78 e 79, da Lei Complementar nº
75/93; arts. 27, parágrafo único, IV, e 80, da Lei Federal nº 8.625/93;
Código Eleitoral e Resolução nº 23.551/2017.

CONSIDERANDO ser o Ministério Público instituição permanente,


essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da
ordem jurídica, do regime

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 11
Federal, art. 37, § 1º); ambiente, punido com reclusão de 1(um) a 4(quatro) anos e multa,
CAUSAR POLUIÇÃO DE QUALQUER NATUREZA EM NÍVEIS TAIS
VI - O Ministério Público Eleitoral deverá ser comunicado imediatamente QUE RESULTEM OU POSSAM RESULTAR EM DANOS À SAÚDE
em face de ocorrências verificadas em descumprimento ao disposto HUMANA;
nesta recomendação.
CONSIDERANDO constituir-se contravenção penal, punida com prisão
Para conhecimento e cumprimento do presente instrumento, ocie-se, simples, nos termos do art. 42, inciso III, do Decreto-Lei n° 3.688/1941, a
enviando cópia: PERTURBAÇÃO DO TRABALHO OU DO SOSSEGO ALHEIOS, PELO
ABUSO DE INSTRUMENTOS SONOROS OU SINAIS ACÚSTICOS;
a) Aos Senhores Prefeitos Municipais de Belo Jardim – PE e Sanharó-
PE, requerendo que se axe a mesma em local visível; CONSIDERANDO os termos do art. 63, do Decreto-lei n° 3.688/1941,
b) Às Câmaras de Vereadores dos Municípios acima citados, que
requerendo que se axe a mesma em local visível para conhecimento de
todos os munícipes; CONSIDERANDO que é função institucional do Ministério Público zelar
c) À Secretaria-Geral do Ministério Público para ns de publicação no pelos interesses sociais e individuais indisponíveis;
Diário Ocial do Estado;
RESOLVEM, em comum acordo, celebrar, com força de título executivo
Ao Exmo. Sr. Procurador-Geral de Justiça, ao Exmo. Sr. Corregedor e x t r a j u d i c i a l , o p r e s e n t e T E R M O D E C O M P R O M I S S O D E
Geral do Ministério Público, ao Exmo. Sr. Procurador Regional Eleitoral AJUSTAMENTO DE CONDUTA, doravante denominado TERMO, com
e ao Exmo. Sr. Juiz da 45 Zona Eleitoral. fundamento no art. 5º, § 6º, da Lei Nacional nº 7.347/1985, que será
regido pelas seguintes cláusulas e condições:
Autue-se e Registre-se, axando-se exemplar desta no quadro de avisos
existente na Sede da Promotoria de Justiça de Belo Jardim-PE. DO OBJETO

Belo Jardim-PE, 01 de agosto de 2018. Cláusula 1ª - O presente TERMO tem por objeto a adoção das medidas
necessárias para fazer cessar a poluição sonora causada pela
DANIEL DE ATAÍDE MARTINS COMPROMISSADA, de forma a adequar-se aos preceitos previstos no
Promotor Eleitoral art. 225, da Constituição da República, Lei Nacional n° 9.605/1998,
Decreto-Lei nº 3.688/1941 e demais previsões legais.
DANIEL DE ATAIDE MARTINS
1º Promotor de Justiça de Belo Jardim DAS OBRIGAÇÕES

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 9/2017 Cláusula 2ª - A compromissada obriga-se a:


Recife, 6 de setembro de 2017
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SERTÂNIA I - a partir da assinatura do presente TERMO, a compromissária irá usar
equipamentos de som em sua residência apenas com “SOM
TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA AMBIENTE”, de modo que o barulho não ultrapasse os limites internos
9/2017 de sua residência.

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, II- a compromissária não irá utilizar no interior ou exterior de sua
FIRMADO PELA(S) PARTE(S) INFRA ASSINADA(S), PERANTE O resdiência instrumentos que provoquem ruídos sonoros em níveis
MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL, NA FORMA ABAIXO. superiores aos permitidos na legislação, ou seja, 58 decibéis, de forma
a causar a perturbação ao sossego da população, em especial aos
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO pelo moradores do entorno;
Promotor de Justiça, JÚLIO CÉSAR CAVALCANTI ELIHIMAS e a
compromissária SUÊNIA CONCEIÇÃO SILVA, brasileira, solteira, DO INADIMPLEMENTO
servidora pública, residente na Av. Joaquim Nabuco, nº 396, Centro,
Sertânia-PE, resolvem firmar o presente TERMO DE COMPROMISSO Cláusula 3ª - A inobservância por parte do COMPROMISSADO de
DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, na forma seguinte: qualquer das cláusulas constantes neste TERMO implicará no
pagamento de multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), a ser
CONSIDERANDO ter chegado ao conhecimento deste representante depositado no Fundo Estadual de Meio Ambiente (Decreto Estadual nº
ministerial a notícia de que na residência da compromissária vem 21.698/1999, corrigido monetariamente a partir da presente data, que se
ocorrendo o abuso no uso de instrumentos sonoros, em flagrante operará de pleno direito, sendo desnecessário qualquer protesto judicial
desrespeito ao direito ao sossego e à saúde dos demais cidadãos; ou extrajudicial, sem prejuízos das demais sanções administrativas e
penais
CONSIDERANDO que, nos termos do art. 225, caput, da Constituição
da República- CR, todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente DA PUBLICAÇÃO
equilibrado, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de
defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações; Cláusula 4ª - Dentro do prazo de 30 (trinta) dias, contados da data de
sua assinatura, o MPPE obriga-se a promover a publicação do presente
CONSIDERANDO que, nos termos do art. 196, caput, da CR/88, a TERMO em espaço próprio do Diário Oficial do Estado de Pernambuco.
saúde é direito de todos e dever do Estado;
DO FORO
CONSIDERANDO que, nos termos do art. 225, §3º, da CR/88, as
condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão Cláusula 5ª - Fica estabelecida a Comarca de Sertânia/PE como foro
os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, a sanções penais e competente para dirimir quaisquer dúvidas oriundas deste instrumento
administrativas, independente da obrigação de reparar os danos ou de sua interpretação, com renúncia expressa a qualquer outro.
causados;
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
CONSIDERANDO constituir-se crime tipificado no art. 54, da Lei n°
9.605/1998, que trata das atividades lesivas ao meio

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 12
conforme o caso, adotar medidas que previnam a repetição de
Cláusula 6ª - O presente TERMO tem força de título executivo ocorrências de idêntica natureza, determinando, por conseguinte, a
extrajudicial, conforme o art. 5, §6, da Lei nº 7.347/1985. adoção das seguintes providências:

E por estarem assim, justas e acordadas, assinam o presente TERMO, 1. cumpram-se as Deliberações de fl.60, itens 01 e 02;
obrigando-se a fazê-lo firme e valioso por si e seus eventuais 2. designe-se nova audiência com o representante do Banco Itaú S.A,
sucessores. conforme solicitação de fl.101;
2. certifique a Secretaria das PJDH se houve cumprimento do
Sertânia-PE, 6.9.2017. compromisso assumido à fl.97. Caso negativo, oficie-se requisitando as
informações faltantes no prazo de 10 (dez) dias úteis.;
JULIO CESAR CAVALCANTI ELIHIMAS 3. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
Promotor de Justiça publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
4. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
SUÊNIA CONCEIÇÃO SILVA Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
Compromissado 5. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
Promotoria de Justiça.
JÚLIO CÉSAR CAVALCANTI ELIHIMAS
1º Promotor de Justiça de Sertânia
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
PORTARIA Nº n.º /2018-PJDH
Recife, 1 de agosto de 2018 Recife, de agosto de 2018.
PORTARIA n.º /2018-PJDH
Westei Conde y Martin Junior
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e PORTARIA Nº Nº 04/2018
alterações. Recife, 25 de abril de 2018
2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DA CIDADANIA DE
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES PETROLINA
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a PORTARIA DE CONVERSÃO DO PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do Nº 8030039 (AUTO nº 2017/2621919 - PP 07-010/2017) EM
Procedimento Preparatório. INQUÉRITO CIVIL Nº 04/2018

CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa) intermédio d Promotor de Justiça que esta subscreve, no uso das
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de atribuições que lhe são conferidas pelos arts. 127, III e 129 da
vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento, Constituição Federal; Pelos arts. 1º e 8º, § da Lei nº 7.347/1985; Art. 4º,
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito inciso IV, alínea a, da Lei Complementar Estadual nº 12/1994, com as
civil; alterações da Lei Complementar Estadual nº 21/1998.

CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n° 17015- CONSIDERANDO que o Ministério Público é instituição permanente,
2/7 instaurado instaurado a partir de Representação formulada pelo Sr. essencial à função jurisdicional do Estado, incumbido da defesa da
Israel Ângelo Lopes Filho, dando conta da possível prática de racismo ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e
institucional perpetrada pelo Banco Itaú e empresa de prestação de individuais indisponíveis, segundo disposição contida no artigo 127,
serviço de vigilância,; caput, da Constituição Federal.

CONSIDERANDO que, segundo o Programa das Nações Unidas para o CONSIDERANDO que é uma das funções institucionais do Ministério
Desenvolvimento (PNUD), o “Racismo institucional é a incapacidade Público promover o inquérito civil e a ação civil público para defesa do
coletiva de uma organização em prover um serviço profissional e patrimônio público e social, conforme prescrito no art. 129, III, 1ª parte,
adequado às pessoas devido a sua cor, cultura, origem racial ou étnica. da Constituição Federal.
Ainda que não haja a intenção, práticas discriminatórias, indesejáveis e
antiéticas fazem parte da rotina das instituições e das pessoas que CONSIDERANDO tratar-se de PP, instaurado em função de Declínio de
nelas atuam”; Atribuições do Ministério Público Federal que remeteu a este órgão
ministerial as Notícias de Fato n.º 1.26.001.000056/2017-49 e n.º
CONSIDERANDO que a Constituição Federal assegura que “Todos são 1.26.001.000063/2017-41, que dizem respeito a Representações da
iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza e que a lei pessoa de WASHINGTON DA SILVA SANTOS em desfavor da empresa
punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades RODANDO LEGAL E SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO
fundamentais (Art. 5º, caput e inciso XLI); LTDA. e desta última em desfavor do Departamento de Trânsito do
Estado de Pernambuco – DETRAN/PE, as quais segundo a Portaria
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria MPPE n.º 10/2017 que instaurou o presente procedimento, noticia
n.º 034/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a irregularidades no Processo Licitatório referente ao Pregão Presencial
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento n.º 115/2016.
Preparatório em questão; CONSIDERANDO, que não se trata de arguição de irregularidade ou
nulidade quanto ao processo licitatório mencionado nas
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em Inquérito Representações, mas de violação a direito dos arrematantes de veículos
Civil, tendo por objeto verificar a possível prática de racismo institucional apreendidos por autoridades policiais e de trânsito, alienados em hasta
perpetrada pelo Banco Itaú e empresa de prestação de serviço de pública realizada pela empresa RODANDO
vigilância, em Inquérito Civil e,

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 13
LEGAL E SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO, vencedora do 5) PROVIDENCIAR o registro/lançamento desta Portaria e dos atos
Pregão Presencial n.º 115/2016 para realização do leilão, autos fls. subsequentes no Sistema de Gerenciamento de Autos ARQUIMEDES.
33/56, em cumprimento ao contrato n.º 317/2016, firmado em
04/08/2016 com a AUTARQUIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE DE Petrolina, 25 de abril de 2018.
PETROLINA – AMMPLA.
Carlan Carlo da Silva
CONSIDERANDO que a responsabilidade pela violação aos direitos dos Promotor de Justiça
arrematantes é inicialmente imputada à empresa leiloeira: RODANDO
LEGAL E SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO, por estes
CARLAN CARLO DA SILVA
Representantes em abaixo-assinado, autos fls. 06/20, e que esta última, 2º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Petrolina
em nova Representação também tombada junto ao MPF como NF n.º
1.26.001.000063/2017-41, atribui a responsabilidade por tal violação aos PORTARIA Nº Nº 14 /2018
direitos dos arrematantes ao DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO Recife, 2 de agosto de 2018
ESTADO DE PERNAMBUCO – DETRAN/PE. PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE AFRÂNIO/PE
CURADORIA DO PATRIMÔNIO PÚBLICO E SOCIAL
CONSIDERANDO a inexistência de arguição de irregularidade quanto
ao Pregão Presencial n.º 115/2016, cujo objeto diz respeito a prestação PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE AFRÂNIO
de serviços de remoção, guarda, liberação e de leilão de veículos PORTARIA Nº 14/2018
apreendidos foi adjudicado à empresa RODANDO LEGAL E
SERVIÇOS DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO. O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por seu representante
em exercício pleno na Promotoria de Justiça da Comarca de Afrânio/PE,
CONSIDERANDO a necessidade de novas colheitas probatórias para no uso das atribuições outorgadas pelos artigos 129, inciso III, da
conclusão do procedimento. Constituição Federal e art. 8º, § 1º, da Lei nº 7.347, de 24.07.1985, e
ainda:
CONSIDERANDO o teor da Resolução RES-CSMP Nº 001/2012, do
Conselho Superior do Ministério Público de Pernambuco e da Resolução CONSIDERANDO que é função institucional do Ministério Público, de
RES-CNMP nº 023/2007, do Conselho Nacional do Ministério Publico, acordo com o artigo 129, inciso III, da CF/88, promover o inquérito civil e
que regulamentam os procedimentos investigatórios instaurados pelo a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social e de
Ministério Público, determinando o prazo de noventa (90) dias para outros interesses difusos e coletivos;
conclusão dos procedimentos preparatórios, prorrogável por igual prazo,
vencido o qual se deverá promover o ajuizamento de ação civil pública CONSIDERANDO que o Patrimônio Público é um dos interesses difusos
ou conversão em inquérito civil. dos mais importantes, mormente pelo grande reflexo social que
representa a sua perfeita administração, como também pela grande
CONSIDERANDO a necessidade de se apurar integralmente tais fatos comoção gerada no caso do desvirtuamento de sua finalidade principal:
para adoção das medidas judiciais ou extrajudiciais pertinentes. que é a de sempre perseguir o interesse público;

CONSIDERANDO ainda o decurso de prazo razoável desde a notícia do CONSIDERANDO que constitui função institucional do Ministério Público
fato e necessidade de averiguação do possível perecimento de interesse a defesa do Patrimônio Público, mais especificamente de acordo com o
dos Representantes em termos de tutela satisfativa. que preceituam os arts. 37, “caput”, da Constituição Federal, bem como
o disposto nos arts. 9, 10, 11 e 17 da Lei Federal 8429/92;
RESOLVE:
CONSIDERANDO que o art. 10, VIII, da Lei n.° 8.429/92 considera ato
C O N V E R T E R o P R O C E D I M E N T O P R E P A R A T Ó R I O a c i m a de improbidade administrativa que causa lesão ao erário, qualquer ação
mencionado em INQUÉRITO CIVIL, adotando as seguintes ou omissão que implique em frustrar a licitude de processo licitatório;
providências:
CONSIDERANDO que o art. 37, XXI, da Constituição Federal
1) NOTIFIQUE-SE os arrematantes dos veículos, por intermédio de seu estabelece que “ressalvados os casos especificados na legislação, as
Representante e signatário da Representação que originou o presente obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante
procedimento, dado o interregno decorrido desde a notícia do fato e processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a
possível perecimento de interesse em termos de tutela satisfativa, para todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de
que se manifestem sobre a subsistência de seu interesse no pagamento, mantidas as condições efetivas de proposta, nos termos da
prosseguimento do feito; lei, o qual somente permitirá as exigências de qualificação técnica e
econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações”;
2) Em caso de silêncio ou resposta positiva à notificação precedente,
incontinenti, OFICIE-SE ao DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO CONSIDERANDO que o art. 11, da Lei n.° 8.429/92, estabelece que
ESTADO DE PERNAMBUCO – DETRAN/PE, para que se manifeste no constitui ato de improbidade administrativa que atenta contra os
prazo de 15 (quinze) dias quanto ao conteúdo das Representações princípios da administração pública qualquer ação ou omissão que viole
objeto das NF n.º 1.26.001.000056/2017-49 e n.º 1.26.001.000063/2017- os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às
41, que devem seguir em anexo; instituições;

3) REMETER cópia desta portaria, via meio eletrônico, ao CAOP – CONSIDERANDO que foram encontradas denúncias veiculadas através
Patrimônio Público e Social, e por ofício ao Presidente do Conselho dos meios de comunicação noticiando a prática de ilícitos em tese
Superior do Ministério Público e à Corregedoria Geral do Ministério praticados no âmbito da atual gestão em diversos processos licitatórios;
Público de Pernambuco, para conhecimento;
CONSIDERANDO a gravidade das informações que, caso confirmadas,
4) ENCAMINHAR cópia da presente Portaria, por meio eletrônico, à implicarão na adoção das medidas judiciais cabíveis à espécie, em
Secretaria Geral do Ministério Público para conhecimento e devida consonância com as Leis Federais n°s
publicação no Diário Oficial do Estado;

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 14
7.347/85 e 8.429/912, afora o previsto no Decreto-lei n° 201/67 e Lei n.°referentes ao Processo Licitatório (Pregão Presencial nº 28/2018), no
8.666/93, além do próprio Código Penal brasileiro; prazo máximo de 10 dias a contar do recebimento:
>Cópia integral dos Empenhos,
CONSIDERANDO a diversidade de licitações com indícios de fraudes, a >Cópia integral dos Pedidos;
fim de melhor sistematizar as investigações e providências, faz-se >Cópia integral das Notas fiscais;
necessário a sua separação, instaurando-se um Inquérito Civil Público >Comprovantes de entrega de materiais e/ou serviços;
para cada uma delas, servindo o presente para apurar as possíveis >Atestados de recebimento;
irregularidades relacionadas à Licitação (Pregão Presencial nº 28/2017 e >Cópia do processo de pagamento incluindo a cópia dos cheques.
Pregão Presencial nº 39/2018), que têm como objeto a contratação de
empresa especializada para “aquisição de Oxigênio Medicinal Gasoso e g) Acompanhem-se a chegada da resposta do Ministério do Trabalho e
ar Comprimido Medicinal, para atender as necessidades de tubulação Emprego – MTE, em sede do IC nº 07/2018, juntando-a ao presente
de Ar do Hospital Municipal Maria Coelho Cavalcanti”, no município de Inquérito Civil, onde lhes fora requisitadas as Relações Anuais de
Afrânio, tendo como vencedor a empresa CABUGÁS. Informações Sociais (RAIS) relativamente à Empresa Maria Gorete
Nogueira Silva – ME, CNPJ 00.369.225/0001-10 do período de maio de
CONSIDERANDO a legitimidade do Ministério Público para o 2017 até a presente data.
oferecimento de ação contra ato de improbidade administrativa, de
conformidade com o estatuído no artigo 17, da Lei n° 8.429/92, bem Cumpridas estas deliberações, com a resposta, volvam-me conclusos os
como sua titularidade para o ingresso da ação penal pública autos para deliberação.
incondicionada contra os envolvidos;
Cumpra-se com urgência.
CONSIDERANDO, por fim, o elevado interesse da coletividade na
defesa do patrimônio público e na efetividade da cidadania; Afrânio/PE, 02 de agosto de 2018.

RESOLVE: Bruno de Brito Veiga


Promotor de Justiça
INSTAURAR o presente INQUÉRITO CIVIL n° 14/18, com o objetivo de
apurar as possíveis irregularidades detectadas nos processos licitatórios
do Município de Afrânio/PE, obter maiores esclarecimentos e realizar a
coleta de provas necessárias à instauração e propositura de AÇÃO DE BRUNO DE BRITO VEIGA
IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA contra os envolvidos, com o escopo Promotor de Justiça de Afrânio
de assegurar a observância das normas aplicáveis às licitações, bem
como a conseqüente responsabilização dos mesmos por atos de PORTARIA Nº N.º 19/2018-PJDH
improbidade administrativa, crimes de responsabilidade e contra a Recife, 1 de agosto de 2018
administração pública, conforme restar apurado. PORTARIA N.º 19/2018-PJDH

NOMEAR a servidor Vitor Naldi Di Mauro (matrícula nº:189902-3 ) para O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
funcionar como Secretário-Escrevente. Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
Para tanto, DETERMINA o que se segue: Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o
a) Autuar e registrar no sistema arquimedes, as peças oriundas do Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
procedimento enunciado na forma de Inquérito Civil; inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
alterações.
b) Lançar a presente instauração na planilha de controle de
procedimentos extrajudiciais em trâmite nesta Promotoria; CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
c) Encaminhar a presente Portaria ao Conselho Superior do Ministério do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
Público, para conhecimento, através de ofício; à Corregedoria Geral do instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
Ministério Público, para conhecimento, por meio de ofício; ao Centro de Procedimento Preparatório.
Apoio Operacional às Promotorias (CAOP)Patrimônio Público, por meio
magnético; à Secretaria Geral do Ministério Público, para a devida CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
publicação no Diário Oficial do Estado, por meio magnético; prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
d) Arquivar cópia da presente portaria em meio magnético no sistema vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
arquimedes e registrar em planilha magnética; ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
civil;
e) Oficie-se ao gestor requisitando as informações elencadas referentes
ao Processo Licitatório (Pregão Presencial nº 39/2018), no prazo CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n° 17026-
máximo de 10 dias a contar do recebimento: 2/7, instaurado a partir de Representação formulada pela Sra. Silvânia
>Cópia integral do processo licitatório e contrato Maria Dias Marques da Silva, noticiando possível prática de racismo no
>Cópia integral dos Empenhos, Curso e Agência de modelos “Individual Model”, situado nesta cidade;
>Pedidos;
>Notas fiscais; CONSIDERANDO que o Art. 3º da Constituição Federal de 1988
>Comprovantes de entrega de materiais e/ou serviços; estabelece, entre os objetivos fundamentais da República Federativa do
>Atestado de recebimento; Brasil, construir uma sociedade livre, justa e solidária, e promover o bem
>Cópia do processo de pagamento incluindo a cópia dos cheques. de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e
quaisquer outras formas de discriminação;
f) Oficie-se ao gestor requisitando as informações elencadas
CONSIDERANDO que a Constituição Federal assegura que “Todos são
iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza e que a lei
punirá qualquer discriminação atentatória

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 15
dos direitos e liberdades fundamentais (Art. 5º, caput e inciso XLI); esclarecimentos;
CONSIDERANDO que o assunto tutelado em conformidade com a
CONSIDERANDO que o Art. 52 do referido Estatuto da Igualdade Racial tabela unificada vigente é “Direito do Consumidor>Dever de Informação
(Lei Federal 12.288/2010) assegura às vítimas de racismo o acesso ao e Direito do Consumidor>Oferta e Publicidade”, bem como a
Ministério Público para a garantia de cumprimento de seus direitos, necessidade de ulteriores diligências para fundamentar a adoção das
visando promover a igualdade e fim da discriminação racial; medidas judiciais ou extrajudiciais pertinentes;
CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES-
CONSIDERANDO o constrangimento sofrido pela noticiante e sua filha, CSMP nº 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público, e do
bem como a necessidade de se prevenir amplamente a ocorrência de art. 1º, § § 6º e 7º da Resolução nº 023/2007 do Conselho Nacional do
situação de idêntica natureza; Ministério Público, que regulamentam a instauração e tramitação do
inquérito civil;
CONSIDERANDO a pertinência de se prosseguir com a investigação CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento Preparatório e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
em questão; e adoção de eventuais medidas extrajudiciais e/ou judiciais para a
solução dos problemas apontados na representação;
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria RESOLVE:
n.º 045/2017-PJ-DH, a qual instaurou o Procedimento Preparatório em CONVERTER o presente PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO em
questão; INQUÉRITO CIVIL, para apurar ofensa ao direito de informação e a
correta oferta e publicidade aos consumidores decorrentes da suposta
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em comercialização ilegal de imóveis pela Incorporadora Condomínio Chalé
INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto verificar possível prática de racismo de Maria Farinha (Chalelt de Maria Farinha SPE LTDA), situado neste
no Curso e Agência de modelos “Individual Model”, situado nesta Município de Paulista, adotando-se as seguintes providências:
cidade, determinando, por conseguinte, a adoção das seguintes I – Atuação e registro das peças oriundas do procedimento enunciado
providências: na forma de Inquérito Civil;
II – Remessa de cópia da presente Portaria à Secretaria-Geral do
1. expeça-se nova Notificação ao representante do CMPPIR, com as Ministério Público, para publicação no Diário Oficial;
advertências de praxe; III – Envio de cópia da presente Portaria ao Conselho Superior, à
2. aguarde-se a realização da audiência designada para o dia Corregedoria Geral do Ministério Público e ao CAOP Consumidor, para
09.08.2018, às 14h; ciência;
3. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de IV - Designo para secretariar os trabalhos a servidora Marcela Marinho
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE; Verçosa, matrícula 189.657-1, sob compromisso;
4. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à V – Designo, ainda, audiência extrajudicial para o dia 29/08/2018 às
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor da presente Portaria; 11:00hs, procedendo-se a notificação dos representantes da Chalelt de
proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta Maria Farinha SPE LTDA e da Sra. Iane Kraucs para comparecimento;
Promotoria de Justiça. VI - Oficie-se o Ministério Público Federal solicitando informações
acerca de eventuais procedimentos investigativos relativos ao
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. empreendimento Chalelt de Maria Farinha SPE LTDA e seus
respectivos representantes, haja vista o imóvel ocupar terreno da União
Recife, 01 de agosto de 2018. (RIP nº 2513 0000474-27), consignando o prazo de 15(quinze) dias para
respostas.
Westei Conde y Martin Junior Cumpra-se.
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Promoção e Defesa dos Direitos Humanos Paulista/PE, 02 de agosto de 2018.

Elisa Cadore Foletto


Promotora de Justiça
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital

PORTARIA Nº Nº 50 /2018
Recife, 2 de agosto de 2018 ELISA CADORE FOLETTO
6ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DA CIDADANIA DE 6º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista
PAULISTA
Curadoria do Consumidor, Educação e Cidadania Residual PORTARIA Nº Nº 51/2018
Recife, 2 de agosto de 2018
PORTARIA Nº 50/2018 6ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DA CIDADANIA DE
PAULISTA
INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL Curadoria do Consumidor, Educação e Cidadania Residual
O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por intermédio da 6ª
Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista, no uso das PORTARIA Nº 51/2018
atribuições que lhe são conferidas pelos artigos 127 e 129, III, da
Constituição Federal, e pelos artigos 1º e 8º, § 1º, da Lei nº 7.347/85, INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL
art. 4º, inciso IV, alínea a, da Lei Complementar Estadual nº 12/1994, O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por intermédio da 6ª
com as alterações da Lei Complementar Estadual nº 21/1998; art. 1º da Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista, no uso das
Resolução RES-CSMP nº 001/2012; atribuições que lhe são conferidas pelos artigos 127 e 129, III, da
CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório nº Constituição Federal, e pelos artigos 1º e 8º, § 1º, da Lei nº 7.347/85,
003/2018, instaurado a partir da Notícia de Fato nº 2017/2768194, art. 4º, inciso IV, alínea a, da Lei Complementar Estadual nº 12/1994,
versando sobre suposta comercialização ilegal de imóveis pela com as alterações da Lei Complementar Estadual nº 21/1998; art. 1º da
Incorporadora Condomínio Chalé de Maria Farinha; Resolução RES-CSMP nº 001/2012;
CONSIDERANDO a justificativa apresentada pelo representante da CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório nº
referida empresa para o não comparecimento à audiência extrajudicial 007/2018, instaurado a partir da Notícia de Fato nº 2018/45055,
então designada, colocando-se à disposição para destinado a obter informações quanto à entrega de Kit escolar e material
didático aos alunos de todas as escolas da Rede

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 16
Municipal de Ensino de Paulista; citados, o prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90
CONSIDERANDO que, por ocasião do Ofício nº 1389/2018, o Secretário (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na
Municipal de Educação admitiu atraso na entrega dos kits escolares ao hipótese de vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu
longo de 2017, em razão de ajustes e atrasos no procedimento arquivamento, ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão
licitatório, ao passo em que revelou a entrega dos kits escolares deste em inquérito civil;
ano letivo de 2018, acostando os comprovantes de recebimento das
escolas da Rede Municipal; CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n.°
CONSIDERANDO que o assunto tutelado em conformidade com a 17008-0/7, que versa sobre notícia de fato encaminhada a esta PJDH
tabela unificada vigente é “Direito Administrativo e outras matérias de pela GESTOS – Soropositividade, Comunicação e Gênero, dando conta
Direito Público>Serviços>Ensino Fundamental e Médio>Material de possível discriminação praticada pelo SENAC/PE em relação à
Didático”, bem como a necessidade de ulteriores diligências para exigência de teste anti-HIV para aprovados no curso de cozinheiro;
fundamentar a adoção das medidas judiciais ou extrajudiciais
pertinentes; CONSIDERANDO que dita exigência viola o direito humano à
CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES- intimidade, ao trabalho e à dignidade da pessoa humana, vez que
CSMP nº 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público, e do ninguém é obrigado a revelar sua condição de pessoa que vive com
art. 1º, § § 6º e 7º da Resolução nº 023/2007 do Conselho Nacional do HIV/AIDS;
Ministério Público, que regulamentam a instauração e tramitação do
inquérito civil; CONSIDERANDO que, à luz a Lei nº 12.984/2014 (Art 1º, II) constitui
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações crime a conduta discriminatória de negar emprego ou trabalho ao
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração portador de HIV e ao doente de AIDS, em razão da sua condição de
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais e/ou judiciais para a portador ou de doente;
solução dos problemas apontados na representação;
RESOLVE: CONSIDERANDO que, dentre os fundamentos e os objetivos da
CONVERTER o presente PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO em República Federativa do Brasil, constam a dignidade da pessoa humana
INQUÉRITO CIVIL, para apurar a efetiva e tempestiva entrega de Kit (Art. 1º, III, CF) e a promoção do bem de todos, sem preconceito e
escolar e material didático aos alunos de todas as escolas da Rede quaisquer outras formas de discriminação (Art. 3º, IV, CF);
Municipal de Ensino de Paulista, adotando-se as seguintes providências:
I – Atuação e registro das peças oriundas do procedimento enunciado CONSIDERANDO ser atribuição do Ministério Público zelar pelo efetivo
na forma de Inquérito Civil; respeito aos direitos e garantias assegurados na Constituição Federal e
II – Remessa de cópia da presente Portaria à Secretaria-Geral do nas leis infraconstitucionais, cabendo-lhe a defesa dos interesses
Ministério Público, para publicação no Diário Oficial; sociais e individuais indisponíveis;
III – Envio de cópia da presente Portaria ao Conselho Superior, à
Corregedoria Geral do Ministério Público e ao CAOP Consumidor, para CONSIDERANDO a pertinência de se prosseguir com a investigação
ciência; dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento Preparatório
IV - Designo para secretariar os trabalhos a servidora Marcela Marinho em questão, bem como as justificativas já apresentadas no corpo da
Verçosa, matrícula 189.657-1, sob compromisso; Portaria n.º 026/2017-PJ-DH;
V – Ao apoio técnico, certifique-se a eventual existência de reclamações
pertinentes à falta/atraso na entrega dos kits escolares e material RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em
didático aos alunos da Rede Municipal de Ensino no bojo dos INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto verificar possível discriminação
procedimentos destinados à averiguação da infraestrutura das escolas perpetrada pelo SENAC em relação às pessoas que vivem com
municipais em trâmite neste 6ª PJDC; HIV/AIDS, e, conforme o caso, adotar medidas que previnam, de forma
VI - Após, voltem conclusos. ampla, a ocorrência de situações de idêntica natureza, determinando,
Cumpra-se. por conseguinte, a adoção das seguintes providências:
Paulista/PE, 02 de agosto de 2018.
1. aguarde-se a realização da audiência designada para o dia
Elisa Cadore Foletto 03.08.2018, às 14h, bem como a remessa da proposta de
Promotora de Justiça sensibilização/capacitação citada no documento de fl.29;
2. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
3. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
ELISA CADORE FOLETTO
6º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista 4. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
Promotoria de Justiça.
PORTARIA Nº n.º 012 /2018-PJDH
Recife, 1 de agosto de 2018 Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
PORTARIA n.º 012 /2018-PJDH
Recife, 01 de agosto de 2018.
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de Westei Conde y Martin Junior
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
alterações.
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a PORTARIA Nº n.º 014 /2018-PJDH
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do Recife, 1 de agosto de 2018
Procedimento Preparatório. PORTARIA n.º 014 /2018-PJDH

CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 17
Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação de publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
na Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições 4. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
que lhe são conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
Federal, c/c o Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 5. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
7.347/1985 e Art. 4º, inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual Promotoria de Justiça.
nº. 12/1994 e alterações.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007 Recife, 01de agosto de 2018.
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do Westei Conde y Martin Junior
Procedimento Preparatório. 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa) 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento, PORTARIA Nº N.º 015 /2018-PJDH
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito Recife, 1 de agosto de 2018
civil; PORTARIA N.º 015 /2018-PJDH

CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n.° O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
17016-0/7, instaurado a partir de Notícia de Fato encaminhada pela Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de
Ouvidoria do Ministério Público de Pernambuco, dando conta de falta de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
condições de trabalho no Expresso Cidadão do Cordeiro; Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o
CONSIDERANDO que, no relato consta a situação inadequada das Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
condições estruturais de trabalho dos servidores do Expresso Cidadão inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
do Cordeiro, devido aos condicionadores de ar que não funcionam, alterações.
cadeiras quebradas, falta de manutenção do prédio;
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES
CONSIDERANDO que as alegadas condições precárias de trabalho CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
possivelmente impactam negativamente na prestação de serviços à do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
população; instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
Procedimento Preparatório.
CONSIDERANDO que é direito dos trabalhadores, dentre outros, a
redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde, CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
higiene e segurança, conforme prevê a Constituição Federal em seu Art. prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
7º, XXII, e tal direito se aplica aos servidores públicos nos termos do Art. dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
39 § 3º, da Constituição Federal. vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público, na condição de civil;
defensor dos direitos humanos, da ordem jurídica e do regime
democrático, zelar pelo funcionamento adequado dos serviços públicos CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n.°
relevantes; 17020-0/7, iniciado a partir de Representação formulada pelo Sr.
Gleyton Charles Andrade de Araújo, versando sobre possível
CONSIDERANDO ser atribuição do Ministério Público zelar pelo efetivo discriminação por orientação sexual perpetrada pela Unidade de Coleta
respeito aos direitos e garantias assegurados na Constituição Federal e de Sangue do Hospital da Restauração;
nas leis infraconstitucionais, cabendo-lhe a defesa dos interesses
sociais e individuais indisponíveis; CONSIDERANDO que, dentre os fundamentos e os objetivos da
República Federativa do Brasil, constam a dignidade da pessoa humana
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria (Art. 1º, III, CF) e a promoção do bem de todos, sem preconceito e
n.º 033/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a quaisquer outras formas de discriminação (Art. 3º, IV, CF);
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento
Preparatório em questão e, conforme o caso, da adoção das medidas CONSIDERANDO que a Constituição Federal assegura que “Todos são
corretivas necessárias; iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza e que a lei
punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em fundamentais” (Art. 5º, caput e inciso XLI);
INQUÉRITO CIVIL tendo por objeto verificar possíveis condições CONSIDERANDO ser atribuição do Ministério Público zelar pelo efetivo
inadequadas de trabalho no Expresso Cidadão do Cordeiro que respeito aos direitos e garantias assegurados na Constituição Federal e
comprometem a prestação de serviço à população, determinando, por nas leis infraconstitucionais, cabendo-lhe a defesa dos interesses
conseguinte, a adoção das seguintes providências: sociais e individuais indisponíveis;
1. requisite-se à Gerência Administrativa do Expresso Cidadão o envio a
esta PJDH, no prazo de 10 (dez) dias úteis, de documentação CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria
comprobatória do cumprimento da Deliberação de fls.31/32, item 01; n.º 039/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a
2. oficie-se à GMAE/MPPE solicitando a realização de vistoria no local, investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento
devendo ser desconsiderado o Despacho de fl.13, item01; Preparatório em questão e, conforme o caso, da adoção das medidas
3. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins corretivas necessárias;

RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em


INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto verificar possível

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 18
discriminação perpetrada pela Unidade de Coleta do Hospital da preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras
Restauração (HR) ao impedir a doação de sangue por homossexual, e, formas de discriminação, conforme previsto nos Arts. 1º e 3º da
conforme o caso, adotar medidas corretivas que previnam a repetição Constituição da República Federativa do Brasil;
de ocorrências de idêntica natureza, determinando, por conseguinte, a
adoção das seguintes providências: CONSIDERANDO que a Constituição Federal assegura que “Todos são
1. cumpra-se a Deliberação de fl.34, item 02; iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza e que a lei
2. agende-se visita in locu ao setor de coleta de sangue do Hospital da punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades
Restauração; fundamentais” (Art. 5º, caput e inciso XLI);
3. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE; CONSIDERANDO ser atribuição do Ministério Público pugnar pelo
4. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à efetivo respeito aos direitos e garantias assegurados na Constituição
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria; Federal e nas leis infraconstitucionais, cabendo-lhe a defesa dos
5. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta interesses sociais e individuais indisponíveis;
Promotoria de Justiça.
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria
Recife, 01 de agosto de 2018. n.º 036/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento
Westei Conde y Martin Júnior Preparatório em questão;
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Promoção e Defesa dos Direitos Humanos RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em
INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto verificar a possível prática de
discriminação por identidade de gênero pelo Jornal “aQui PE” e,
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital conforme o caso, adotar medidas que cessem/previnam a repetição da
ocorrência, determinando, por conseguinte, a adoção das seguintes
PORTARIA Nº N.º 016 /2018-PJDH providências:
Recife, 1 de agosto de 2018
PORTARIA N.º 016 /2018-PJDH 1.1. aguarde-se a realização das audiências designadas para os dias
14.08.2018 e 15.08.2018;
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu 2.2. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e 3.3. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o 4.4. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º, Promotoria de Justiça.
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
alterações. Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.

CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES Recife, 01 de agosto de 2018.
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a Westei Conde y Martin Junior
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Procedimento Preparatório. Promoção e Defesa dos Direitos Humanos

CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa) 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento, PORTARIA Nº N.º 017/2018-PJDH
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito Recife, 1 de agosto de 2018
civil; PORTARIA N.º 017/2018-PJDH

CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n° 17017- O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
0/7, iniciado a partir da notícia de fato encaminhada a esta Promotoria Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de
de Justiça pela GESTOS-PE – Soropositividade, Gênero e Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
Comunicação, dando conta de que o Jornal “aQui PE” veiculou, no dia Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são
23.02.2017, manchete hostil relativa à identidade de gênero de uma conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o
travesti; Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
CONSIDERANDO que a conduta, em tese criminosa, praticada por uma alterações.
travesti não é motivo para que ela seja hostilizada com palavras de
duplo sentido em razão da sua identidade de gênero; CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
CONSIDERANDO que em um Estado Democrático de Direito cabe à do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
imprensa noticiar os fatos do cotidiano sem que as liberdades de instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
imprensa e de expressão sirvam para “justificar”, a pretexto de informar Procedimento Preparatório.
a população, preconceitos e discriminações a grupo e pessoas em
situação de vulnerabilidade social; CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
CONSIDERANDO que o Brasil constitui-se em Estado Democrático de dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
Direito, tendo como fundamento a dignidade da pessoa humana e como vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
objetivos construir uma sociedade livre, justa e solidária e promover o ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
bem de todos, sem civil;

CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n°

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 19
17022-2/7, instaurado a partir de Representação formulada entidades WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
integrantes da Convergência Negra de Pernambuco, noticiando possível 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
prática de racismo institucional perpetrada pela Urbana-PE/Sindicato
das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº nº 018 / 2018
Pernambuco, por ocasião da campanha “Faça o Certo”, difundida por Recife, 1 de agosto de 2018
meio de fixação de outbus nos veículos das distintas empresas que 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Abreu e Lima
integram o Sistema de Transporte Público de Passageiros/STPP, nas
redes sociais e imprensa; PORTARIA nº 018 / 2018
INQUÉRITO CIVIL nº 001/2018
CONSIDERANDO que, em uma das peças publicitárias da campanha,
associa-se o cometimento de conduta delitiva ou infracional a uma O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por
jovem negra, vinculando a imagem da população negra à prática de intermédio da 1ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania da
conduta fraudulenta e estigmatizadora — “no ônibus não use um VEM Comarca de Abreu e Lima com atribuição na Defesa do Meio Ambiente,
que não é seu” —, colaborando com a indesejável reprodução de no uso das atribuições que lhe são conferidas pelos artigos 127 e 129,
preconceito e discriminação racial na sociedade; inciso III, da Constituição Federal, combinados com os artigos 1º, inciso
IV e 8º, parágrafo 1º, da Lei Federal nº. 7.347, de 14 de julho de 1985,
CONSIDERANDO que, segundo o Programa das Nações Unidas para o art. 4º, inciso IV, “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12, de 27 de
Desenvolvimento (PNUD), o “Racismo institucional é a incapacidade dezembro de 1994, com as alterações da Lei Complementar Estadual nº
coletiva de uma organização em prover um serviço profissional e 21, de 28 de dezembro de 1998;
adequado às pessoas devido a sua cor, cultura, origem racial ou étnica. Considerando o teor da Resolução RES-CSMP nº 001/2012, do
Ainda que não haja a intenção, práticas discriminatórias, indesejáveis e Conselho Superior do Ministério Público de Pernambuco e da Resolução
antiéticas fazem parte da rotina das instituições e das pessoas que RES-CNMP nº 023/2007, do Conselho Nacional do Ministério Público,
nelas atuam”; que regulamentaram os procedimentos preparatórios instaurados pelo
Ministério Público, determinando o prazo de noventa dias para
CONSIDERANDO que a Constituição Federal assegura que “Todos são conclusão dos procedimentos preparatórios, prorrogável por igual prazo,
iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza e que a lei vencido o qual será imprescindível o ajuizamento de ação pública ou
punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades conversão em inquérito civil;
fundamentais (Art. 5º, caput e inciso XLI); Considerando a tramitação do PP nº 014/2015, instaurado a partir de
solicitação da Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos de Abreu e
CONSIDERANDO, por derradeiro, ser atribuição do Ministério Público Lima, através do Ofício nº 040/2015, que solicitou intervenção do
zelar pelo efetivo respeito aos direitos e garantias assegurados na Ministério Público para solucionar problemas existentes no imóvel de
Constituição Federal e nas leis infraconstitucionais, cabendo-lhe a propriedade do Hospital São José, localizado no bairro de Timbó,
defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis; relatando questões referentes ao meio ambiente, à saúde e à segurança
dos moradores de Abreu e Lima;
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria Considerando que, mesmo após a realização de audiências com os
n.º 041/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a proprietários do imóvel, Polícia Militar e as Secretarias de Obras e
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento Defesa Civil, de Planejamento e Assuntos Jurídicos de Abreu e Lima, a
Preparatório em questão; situação ainda não foi solucionada definitivamente, acrescentando-se o
fato de que a edificação em questão apresenta risco de desabamento;
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em Considerando que se encontra vencido o prazo fixado no art. 22,
INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto verificar a possível prática de Parágrafo único, da RES-CSMP 001/2012, para conclusão do
racismo institucional perpetrada pela Urbana-PE, na campanha procedimento acima mencionado;
intitulada “Faça o Certo” e, conforme o caso, adotar medidas que Considerando a necessidade de se prosseguir com a investigação dos
previnam a repetição de ocorrências de idêntica natureza, adotando, por fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de eventuais medidas
conseguinte, as seguintes providências: corretivas, sendo necessário, de imediato, a realização de nova
audiência para se tomar conhecimento da atual situação do imóvel em
1. aguarde-se a realização das audiências designadas para os dias questão, bem como elaboração de possível termo de ajustamento de
12.09.2018, 19.09.2018 e 20.09.2018; conduta com as partes envolvidas.
2. certifique a Secretaria das PJDH se houve cumprimento do
compromisso assumido à fl.117. Caso negativo, oficie-se requisitando as RESOLVE transformar o Procedimento Preparatório nº 014/2015 em
informações faltantes no prazo de 10 (dez) dias úteis; Inquérito Civil, adotando a Secretaria desta Promotoria de Justiça as
3. após cumprimento dos itens 1 e 2, cumpram-se as Deliberações de seguintes providências:
fls.30, item 04, e fl.119, itens 02 e 03; 1. Remeta-se cópia desta Portaria, através de arquivo eletrônico, à
4. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de Secretaria Geral do Ministério Público, para publicação no Diário Oficial
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE; do Ministério Público do Estado de Pernambuco, bem como ao CAOP
5. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à Meio Ambiente, para fins de conhecimento;
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria; 2. Remeta-se cópia desta portaria ao Conselho Superior do Ministério
6. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta Público, à Corregedoria-Geral do MPPE, para fins de conhecimento;
Promotoria de Justiça. 3. Proceda-se à alteração no sistema de autos Arquimedes;
4. Junte-se a presente Portaria ao início do Inquérito Civil, mantendo-se
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. a numeração das páginas do antigo PP;
5. Designe-se audiência.
Recife, 01 de agosto de 2018
Abreu e Lima, 1º de agosto de 2018.
Westei Conde y Martin Júnior
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania Maria Amélia Gadelha Schuler
Promoção e Defesa dos Direitos Humano

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 20
Promotora de Justiça CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria
n.º 043/2017-PJ-DH, a qual instaurou o Procedimento Preparatório em
MARIA AMÉLIA GADELHA SCHULER questão;
1º Promotor de Justiça de Abreu e Lima
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em
PORTARIA Nº N.º 018 /2018-PJDH INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto investigar a possível prática de
Recife, 1 de agosto de 2018 intolerância religiosa nos terminais e ônibus do Sistema de Transporte
PORTARIA N.º 018 /2018-PJDH Público de Passageiros-STPP, e, conforme o caso, a adoção das
medidas corretivas necessária, de forma a prevenir a ocorrência de
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu situações de idêntica natureza, determinando, por conseguinte, a
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de adoção das seguintes providências:
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são 1. cumpram-se as deliberações de fl.22, item 01, e fls.23/24, item 01;
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o 2. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º, publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e 3. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
alterações. Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
4. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES Promotoria de Justiça.
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
Procedimento Preparatório. Recife, 01 de agosto de 2018

CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o Westei Conde y Martin Júnior
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa) 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
civil; WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n.° PORTARIA Nº N .º 020/2018-PJDH
17024-2/7, instaurado com o objetivo de investigar a possível prática de Recife, 1 de agosto de 2018
intolerância religiosa em ônibus da empresa Caxangá – Linha PORTARIA N .º 020/2018-PJDH
Xambá/Príncipe;
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
CONSIDERANDO que, segundo a Notícia de Fato, os passageiros Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de
aderiram às ofensas às religiões de matriz africana dirigidas a uma Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
passageira, inicialmente proferidas por um evangélico, situação que foi Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são
negligenciada pelo motorista; conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
CONSIDERANDO que o Art. 3º da Constituição Federal de 1988 inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
estabelece, entre os objetivos fundamentais da República Federativa do alterações.
Brasil, construir uma sociedade livre, justa e solidária, e promover o bem
de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES
quaisquer outras formas de discriminação e que o artigo 5º da referida CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
CF também estabelece que todos são iguais perante a lei, sem distinção do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
de qualquer natureza, garantindo a inviolabilidade da liberdade de instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos Procedimento Preparatório.
religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a
suas liturgias (inciso VI); CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
CONSIDERANDO, que, de acordo com o Art. 24 da Lei 12.288/2010 dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
(Estatuto da Igualdade Racial), o direito à liberdade de consciência e de vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
crença e ao livre exercício dos cultos religiosos de matriz africana ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
compreende, entre outros, o uso de artigos e materiais religiosos civil;
adequados aos costumes e às práticas fundadas na respectiva
religiosidade, ressalvadas as condutas vedadas por legislação CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n° 17027-
específica e que cabe a comunicação ao Ministério Público para 0/7, instaurado com o objetivo de verificar possível irregularidade no
abertura de ação penal em face de atitudes e práticas de intolerância funcionamento do Centro de Referência em Direitos Humanos
religiosa nos meios de comunicação e em quaisquer outros locais Margarida Alves (CRDHMA);
(incisos IV e VIII);
CONSIDERANDO que a Secretaria de Desenvolvimento Social,
CONSIDERANDO que o Art. 52 do citado Estatuto assegura às vítimas Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos estabeleceu que
de racismo o acesso ao Ministério Público para a garantia de o Centro de Referência em Direitos Humanos Margarida Alves
cumprimento de seus direitos, visando promover a igualdade e fim da (CRDHMA) “é o espaço institucional encarregado do acolhimento das
discriminação racial. demandas do Disque 100;
CONSIDERANDO, o constrangimento sofrido pela vítima e a CONSIDERANDO as diversas requisições e encaminhamentos feitos
necessidade de se prevenir, de forma ampla, a ocorrência de situação por esta Promotoria de Justiça ao CRDHMA, tendo por objetivo verificar
de idêntica natureza; possíveis situações de violência, discriminação ou preconceito;

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 21
CONSIDERANDO a demora no atendimento a essas requisições e 17027-0/7, instaurado com o objetivo de verificar possível irregularidade
encaminhamentos, denotando possível irregularidade no funcionamento no funcionamento do Centro de Referência em Direitos Humanos
do referido Centro; Margarida Alves (CRDHMA);

CONSIDERANDO o teor das declarações prestadas pelo representante CONSIDERANDO que a Secretaria de Desenvolvimento Social,
do CRDHMA em 21.11.2017, dando conta da falta de estrutura do citado Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos estabeleceu que
Centro para responder as demandas encaminhadas; o Centro de Referência em Direitos Humanos Margarida Alves
(CRDHMA) “é o espaço institucional encarregado do acolhimento das
CONSIDERANDO que o Decreto n.º 29.911/2016 estabelece a estrutura demandas do Disque 100;
e regula as atividades do CRDHMA, fixando como sua finalidade a
disseminação e o fortalecimento dos Direitos Humanos, bem com a CONSIDERANDO as diversas requisições e encaminhamentos feitos
prestação, primordialmente, de serviços (Art.1º); por esta Promotoria de Justiça ao CRDHMA, tendo por objetivo verificar
possíveis situações de violência, discriminação ou preconceito;
CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público, na condição de
defensor dos direitos humanos, da ordem jurídica e do regime CONSIDERANDO a demora no atendimento a essas requisições e
democrático, zelar pelo funcionamento adequado dos serviços públicos encaminhamentos, denotando possível irregularidade no funcionamento
relevantes; do referido Centro;

CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria CONSIDERANDO o teor das declarações prestadas pelo representante
n.º 046/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a do CRDHMA em 21.11.2017, dando conta da falta de estrutura do citado
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento Centro para responder as demandas encaminhadas;
Preparatório em questão e, conforme o caso, da adoção das medidas
corretivas necessárias; CONSIDERANDO que o Decreto n.º 29.911/2016 estabelece a estrutura
e regula as atividades do CRDHMA, fixando como sua finalidade a
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em disseminação e o fortalecimento dos Direitos Humanos, bem com a
INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto a verificação de possível prestação, primordialmente, de serviços (Art.1º);
irregularidade no funcionamento do Centro de Referência em Direitos
Humanos Margarida Alves (CRDHMA), determinando, por conseguinte, CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público, na condição de
a adoção das seguintes providências: defensor dos direitos humanos, da ordem jurídica e do regime
democrático, zelar pelo funcionamento adequado dos serviços públicos
1. em razão da certidão de fl.129, notifiquem-se os representantes do relevantes;
CRDHMA e do Conselho Municipal de Direitos Humanos e Segurança
Cidadã para nova audiência; CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria
2. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de n.º 046/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE; investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento
3. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à Preparatório em questão e, conforme o caso, da adoção das medidas
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria; corretivas necessárias;
4. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
Promotoria de Justiça. RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se. INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto a verificação de possível
Recife, 01 de agosto de 2018. irregularidade no funcionamento do Centro de Referência em Direitos
Humanos Margarida Alves (CRDHMA), determinando, por conseguinte,
Westei Conde y Martin Junior a adoção das seguintes providências:
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
Promoção e Defesa dos Direitos Humanos 1. em razão da certidão de fl.129, notifiquem-se os representantes do
PORTARIA N .º 020/2018-PJDH CRDHMA e do Conselho Municipal de Direitos Humanos e Segurança
Cidadã para nova audiência;
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu 2. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e 3. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o 4. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º, Promotoria de Justiça.
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
alterações. Recife, 01 de agosto de 2018.

CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES Westei Conde y Martin Junior
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
Procedimento Preparatório.

CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o


prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito PORTARIA Nº N.º 021/2018 – PJDH
civil; Recife, 1 de agosto de 2018
PORTARIA N.º 021/2018 – PJDH
CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n°
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
Defesa dos Direitos Humanos, no uso

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 22
das atribuições que lhe são conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, notadamente em relação às instalações físicas, estrutura de pessoal e
da Constituição Federal, c/c o Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei condições de acessibilidade, determinando, por conseguinte, a adoção
Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º, inciso IV, alínea “a”, da Lei das seguintes providências:
Complementar Estadual nº. 12/1994 e alterações. 1.oficie-se à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juvebtude
requisitando, no prazo de 10 (dez) dias úteis, informações acerca do
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES cronograma de execução das obras de adequação da sede da SEAD às
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007 normas de acessibilidade;
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a 2. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
Procedimento Preparatório. 3. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o 4. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa) Promotoria de Justiça.
dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento, Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
civil; Recife, 01 de agosto de 2018.

CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n. Westei Conde y Martin Júnior


°17028-4/7, em verificar possíveis irregularidades no funcionamento da 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania
superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (SEAD), Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
notadamente em relação às instalações físicas e à estrutura de pessoal;
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
CONSIDERANDO o teor do Relatório de Vistoria Nº 169/2017 – GMAE
(fls.25/29), e o destaque a diversas irregularidades nas instalações da PORTARIA Nº N.º 022/2018-PJ-DH
Superintendência Estadual de Apoio a Pessoa com Deficiência/SEAD, Recife, 1 de agosto de 2018
notadamente em relação às condições de acessibilidade às pessoas PORTARIA N.º 022/2018-PJ-DH
com deficiência ou mobilidade reduzida;
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu
CONSIDERANDO a responsabilidade da SEAD em coordenar, articular, Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de
propor, assessorar e avaliar a implantação e execução das políticas Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e
públicas para pessoas com deficiência, e o seu objetivo principal em Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são
garantir a defesa de direitos e a promoção da inclusão das pessoas com conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o
deficiência na sociedade; Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º,
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e
CONSIDERANDO que, de acordo com o Art. 53 da Lei Federal nº alterações.
13.146/2015 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência), a
acessibilidade é direito que garante à pessoa com deficiência ou com CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES
mobilidade reduzida viver de forma independente e exercer seus direitos CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007
de cidadania e de participação social; do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
CONSIDERANDO que, de acordo com o Art. 57 da Lei Federal nº Procedimento Preparatório.
13.146/2015 – Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência –
as edificações públicas e privadas de uso coletivo já existentes devem CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
garantir acessibilidade à pessoa com deficiência em todas as suas prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
dependências e serviços, tendo como referência as normas de dias, prorrogável por igual prazo, uma única vez, e que na hipótese de
acessibilidade vigentes; vencimento do referido prazo deverá ser promovido o seu arquivamento,
ajuizada a respectiva ação civil pública ou sua conversão em inquérito
CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público, na condição de civil;
defensor dos direitos humanos, da ordem jurídica e do regime
democrático, zelar pelo funcionamento adequado dos órgãos públicos CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n° 17029-
relevantes; 1/7, instaurado com o objetivo de investigar possíveis
irregularidades/insuficiências no 16ºBPM/PMPE, notadamente no
CONSIDERANDO ser, igualmente, atribuição do Ministério Público zelar tocante ao efetivo de militares, aos equipamentos de logística e às
pelo efetivo respeito aos direitos e garantias assegurados na condições do imóvel, indicativas da necessidade urgente de reforma em
Constituição Federal e nas leis infraconstitucionais, cabendo-lhe a suas instalações físicas;
defesa dos interesses sociais e individuais indisponíveis;
CONSIDERANDO que, à luz do disposto no Art. 144, § 5º, da
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria Constituição Federal, a atividade exercida pela Polícia Militar – polícia
n.º 047/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a ostensiva e a preservação da ordem pública – é de segurança pública e,
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento por via reflexa, impõe ao Estado de Pernambuco o dever de prestá-la
Preparatório em questão e, conforme o caso, da adoção das medidas com qualidade à população;
corretivas necessárias;
CONSIDERANDO que o Estado de Pernambuco não tem adotado
RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em medidas suficientemente capazes de dotar as corporações de Defesa
INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto verificar possíveis irregularidades Social, especialmente a PMPE, de efetivo qualificado e necessário para
no funcionamento da S uperintendência Estadual de Apoio à Pessoa fazer frente às demandas da sociedade, particularmente em razão do
com Deficiência (SEAD), crescimento populacional e, igualmente, o da violência;

CONSIDERANDO que esta Promotoria de Justiça de Defesa da


Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e Defesa dos Direitos
Humanos, realizou, no dia 30/11/2017, Visita Técnica

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 23
ao 16º Batalhão de Polícia Militar - Batalhão Frei Caneca, situado na vez, e que na hipótese de vencimento do referido prazo deverá ser
Rua Cais de Santa Rita, s/n, São José, nesta cidade; promovido o seu arquivamento, ajuizada a respectiva ação civil pública
ou sua conversão em inquérito civil;
CONSIDERANDO as informações constantes do Relatório de Inspeção
n.º 008/2018-SEC.PJDH, notadamente quanto ao deficit de efetivo no CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório n.°
11º BPM e às péssimas condições físicas das instalações daquela 17030-1/7 instaurado com o objetivo de investigar possíveis
unidade militar; irregularidades/insuficiências no BOPE/PMPE, notadamente no tocante
ao efetivo de militares, quantitativo de equipamentos de logística e às
CONSIDERANDO a imperiosa necessidade de reforma das instalações condições do imóvel, indicativas da necessidade de reforma/ampliação
físicas da referida Organização Militar Estadual (OME), de sorte a das instalações físicas
oferecer meio ambiente de trabalho digno aos policiais militares ali
lotados; CONSIDERANDO que, à luz do disposto no Art. 144, § 5º, da
Constituição Federal, a atividade exercida pela Polícia Militar – polícia
CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público, na condição de ostensiva e a preservação da ordem pública – é de segurança pública e,
defensor dos direitos humanos, da ordem jurídica e do regime por via reflexa, impõe ao Estado de Pernambuco o dever de prestá-la
democrático, zelar pelo funcionamento adequado dos serviços públicos com qualidade à população;
relevantes;
CONSIDERANDO que o Estado de Pernambuco não tem adotado
CONSIDERANDO as justificativas já apresentadas no corpo da Portaria medidas suficientemente capazes de dotar as corporações de Defesa
n.º 048/2017-PJ-DH, bem como a necessidade de se prosseguir com a Social, especialmente a PMPE, de efetivo qualificado e necessário para
investigação dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento fazer frente às demandas da sociedade, particularmente em razão do
Preparatório em questão; crescimento populacional e, igualmente, o da violência;

RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em CONSIDERANDO que a então Companhia Especial de Operações
INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto investigar possíveis Especiais/CIOE foi transformada em Batalhão de Operações
irregularidades/insuficiências no 16ºBPM – Batalhão Frei Caneca, Especiais/BOPE da Polícia Militar de Pernambuco/PMPE por força da
notadamente no tocante ao efetivo de militares, aos equipamentos de Lei nº16.058/2017, de 06/06/2017;
logística e às condições do imóvel, indicativas da necessidade urgente
CONSIDERANDO que esta Promotoria de Justiça de Defesa da
de reforma em suas instalações físicas, adotando, por conseguinte, as
seguintes providências: Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e Defesa dos Direitos
Humanos, realizou, no dia 30/11/2017, Visita Técnica ao BOPE, situado
1. considerando o teor da documentação de fls.76/93, requisite-se o na Av. Central, n.º 3170, Mangueira, nesta cidade;
cronograma de melhorias/ações faltantes a serem implementadas;
2. cumpram-se as Deliberações de fls.94/95; CONSIDERANDO as informações constantes do Relatório de Inspeção
3. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de n.º 003/2018-SEC.PJDH, notadamente quanto ao deficit de efetivo no
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE; BOPE e às condições físicas das instalações daquela unidade militar;
4. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria; CONSIDERANDO a imperiosa necessidade de reforma/ampliação das
5. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta instalações físicas da referida Organização Militar Estadual (OME), de
Promotoria de Justiça. sorte a a estruturá-la como batalhão e oferecer meio ambiente de
trabalho adequado aos policiais militares ali lotados;
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público, na condição de
Recife, 01 de agosto de 2018. defensor dos direitos humanos, da ordem jurídica e do regime
Westei Conde y Martin Júnior democrático, zelar pelo funcionamento adequado dos serviços públicos
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania relevantes;
Promoção e Defesa dos Direitos Humanos
CONSIDERANDO a pertinência de se prosseguir com a investigação
dos fatos que ensejaram a instauração do Procedimento Preparatório
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital em questão;

PORTARIA Nº N.º 023 /2018-PJ-DH RESOLVE converter o referido Procedimento Preparatório em


Recife, 1 de agosto de 2018 INQUÉRITO CIVIL, tendo por objeto investigar possíveis
PORTARIA N.º 023 /2018-PJ-DH irregularidades/insuficiências no BOPE/PMPE, notadamente no tocante
ao efetivo de militares, quantitativo de equipamentos de logística e às
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por seu condições do imóvel, indicativas da necessidade de reforma/ampliação
Representante infra-assinado, com exercício junto à 7ª Promotoria de das instalações físicas, determinando a adoção das seguintes
Justiça de Defesa da Cidadania da Capital, com atuação na Promoção e providências:
Defesa dos Direitos Humanos, no uso das atribuições que lhe são
conferidas pelos Arts. 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal, c/c o 1. aguarde-se a realização da audiência designada para o dia
Art. 1º, inciso VII e Art. 8º, §1º, da Lei Federal nº. 7.347/1985 e Art. 4º, 28.08.2018, às 14h;
inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994 e 2. cumpram-se os despachos de fl.72, itens 03 e 04;
alterações. 3. remeta-se à Secretaria Geral do Ministério Público, para fins de
publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE;
CONSIDERANDO o teor do Art. 22, Parágrafo único, da Resolução RES 4. dê-se ciência ao Conselho Superior do Ministério Público e à
CSMP nº. 001/2012, e do art. 2º, § 6º e 7º, da Resolução nº. 023/2007 Corregedoria-Geral do Ministério Público do teor desta Portaria;
do Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a 5. proceda-se aos devidos registros no SGAA e nos arquivos desta
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do Promotoria de Justiça.
Procedimento Preparatório.
Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.
CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos citados, o
prazo para conclusão do Procedimento Preparatório é de 90 (noventa)
dias, prorrogável por igual prazo, uma única

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 24
Recife, 01 de agosto de 2018.
CLÁUSULA II – Fica o empresário responsável pela venda de bebidas
Westei Conde y Martin Junior alcoólicas obrigado a exigir no seu estabelecimento a comprovação da
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania maioridade, através de documento de identificação, para a venda de
Promoção e Defesa dos Direitos Humanos bebidas alcoólicas, além de proibir a entrada de crianças e adolescentes
menores de 15 anos, no local;
WESTEI CONDE Y MARTIN JUNIOR
7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania da Capital
CLÁUSULA III – Fica o empresário responsável por promover a festa,
TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº Nº 024/2018 obrigado a franquear o acesso dos Conselheiros Tutelares bem como
Recife, 31 de julho de 2018 prestar qualquer auxílio que se faça necessário a coibir o consumo de
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO bebidas alcoólicas por menores;
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE JATAÚBA-PE
CLAÚSULA IV – Fica o empresário responsável por promover a festa,
TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA obrigado a veicular os Termos firmados deste TAC;
Nº 024/2018
CLAÁUSULA V- Que a Polícia Militar poderá por ocasião de
O organizador de um FORRÓ VANEIRÃO com AILTON e BANDA a ser fiscalização, observando o desrespeito às leis ambientais penais,
realizado na Vila do Jundiá, município de Jataúba-PE, o Sr. ALDEMIR determinando o encerramento do evento a qualquer momento;
JOSÉ DE FARIAS, brasileiro, solteiro, agricultor, portador do RG nº
7.582.886 -SDS-PE e CPF nº 086.923324-61, residente na residente na CLÁUSULA VI – O descumprimento de quaisquer das obrigações
Vila do Jundiá, município de Jataúba/PE, firmam perante o MINISTÉRIO constantes do presente Termo de Ajustamento acarretará a aplicação de
PÚBLICO ESTADUAL, através da Promotoria de Justiça da Comarca de multa de R$ 10.000,00, sem prejuízo da apuração de responsabilidade
JATAÚBA - PE, com atuação na Promoção e Defesa dos Direitos criminal;
Humanos da Criança e do Adolescente, nesta cidade, por seu
representante legal ANTONIO ROLEMBERG FEITOSA JÚNIOR, e com Parágrafo Único – O valor devido pelo descumprimento de quaisquer
base especialmente no Art. 201, inc. VI, VIII e § 5º da Lei Federal nº das cláusulas do presente Termo de Ajustamento de Conduta será
8.069/90 e Art. 6º, inc. IV da Lei Complementar nº 12, de 12/12/1994, e revertido ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente desta cidade
demais dispositivos legais abaixo, o presente TERMO DE de JATAÚBA - PE, nos termos do art. 5º, § 6º e 13 da Lei 7.347/85 e
COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, na forma arts. 88, IV, e 214 da Lei 8.069/90;
seguinte:
CLÁUSULA VI – o presente termo durará até o final da festa e terá
CONSIDERANDO que constitui atribuição do Ministério Público exercer eficácia de título executivo extrajudicial, em conformidade com o que
a defesa dos direitos assegurados na Constituição Federal relacionados dispõe o art. 5º, § 6º da Lei 7.347/85.
à proteção de crianças e adolescentes, do meio ambiente, do patrimônio
cultural e de outros direitos difusos e coletivos, zelando pelo CLÁUSULA VII DAS DISPOSIÇÕES GERAIS - O presente TERMO tem
funcionamento adequado dos serviços de segurança pública; força de título executivo extrajudicial, conforme o art. 5°, §6°, da Lei n°
CONSIDERANDO que o art. 144 da Constituição Federal em vigor 7.347/85.
dispõe que a Segurança Pública é dever do Estado, mas que todos os
órgãos públicos devem, e a sociedade civil pode contribuir para a Parágrafo único. As partes concordam em submeter o presente TERMO
efetivação de políticas e ações com vista ao combate da criminalidade, à à homologação judicial, na forma do art. 475-N, do Código de Processo
preservação da ordem e do patrimônio públicos, bem assim da Civil.
incolumidade das pessoas;
CONSIDERANDO que o direito ao respeito, conforme previsão AFIXE-SE cópia do presente Termo no local apropriado desta
estatutária, compreende a inviolabilidade da integridade física, psíquica Promotoria.
e moral da criança e do adolescente, dentre outros (art. 17 da Lei
8.069/90); Ao Excelentíssimo Juiz de Direito desta comarca, para conhecimento e
divulgação no átrio do Fórum;
CONSIDERANDO que o art. 81, II, da mesma lei proíbe, dentre outros, a
venda de bebidas alcoólicas à criança e ao adolescente, tipificando, Ao Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral de Justiça, e, por e-mail, ao
inclusive, como crime, em seu art. 243, a conduta de “vender, fornecer Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa dos
ainda que gratuitamente, ministrar ou entregar, de qualquer forma, a Direitos da Criança e do Adolescente, para fins de conhecimento;
criança ou adolescente, produtos cujos componentes possam causar
dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida”; À Polícia Militar de Jataúba;

CONSIDERANDO que o art. 63, I, da Lei de Contravenções Penais À Delegacia de Polícia Civil de Jataúba;
estabelece a proibição da venda de bebidas alcoólicas a pessoas
menores de 18 (dezoito) anos, cujo descumprimento importa em pena Ao Conselho Tutelar de Jataúba;
de prisão de 2 meses a um ano;
À Secretaria-Geral do Ministério Público de Pernambuco, através de
COMPROMETE-SE o organizador do festejo acima a obedecer às meio eletrônico, para que se dê a necessária publicidade no Diário
cláusulas seguintes: Oficial do Estado.

CLÁUSULA I – Fica o organizador responsável por promover FORRÓ E por estarem às partes ajustadas e devidamente compromissadas,
ser realizado nos dias 04.08.2018 com início a partir 21h00 horas e firmam o presente Termo, que segue assinado pelas partes.
término à zero horas, sem tolerância, obrigado a afixar e manter
afixados, em local visível ao público, cartazes com os seguintes dizeres: Jataúba - PE, 31 de julho de 2018.
É PROIBIDA A ENTRADA DE MENORES DE 16 ANOS
DESACOMPANHADAS DOS PAIS E/OU RESPONSÁVEIS LEGAIS E A ANTÔNIO ROLEMBERG FEITOSA JÚNIOR
VENDA DE BEBIDAS ALCOÓLICAS A MENORES DE 18 ANOS (Lei nº Promotor de Justiça
8.069/90)”;

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 25
ELISA CADORE FOLETTO
ALDEMIR JOSÉ DE FARIAS 6º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista
Organizador
PORTARIA Nº Nº 049 /2018
ANTÔNIO ROLEMBERG FEITOSA JUNIOR
Promotor de Justiça de Jataúba Recife, 2 de agosto de 2018
6ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DA CIDADANIA DE
PORTARIA Nº Nº 028/2018 PAULISTA
Recife, 2 de agosto de 2018 Curadoria do Consumidor, Educação e Cidadania Residual
6ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DA CIDADANIA DE
PAULISTA PORTARIA Nº 049/2018
Curadoria do Consumidor, Educação e Cidadania Residual
INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL
PORTARIA Nº 028/2018 O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por intermédio da 6ª
INSTAURAÇÃO DE PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista, no uso das
atribuições que lhe são conferidas pelos artigos 127 e 129, III, da
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por Constituição Federal, e pelos artigos 1º e 8º, § 1º, da Lei nº 7.347/85,
intermédio da 6ª Promotora de Justiça de Defesa da Cidadania do art. 4º, inciso IV, alínea a, da Lei Complementar Estadual nº 12/1994,
Paulista, que esta subscreve, no uso das atribuições que lhe são com as alterações da Lei Complementar Estadual nº 21/1998; art. 1º da
conferidas pelos artigos 127 e 129, III, da Constituição Federal, e pelos Resolução RES-CSMP nº 001/2012;
artigos 1º e 8º, § 1º, da Lei nº 7.347/85, art. 4º, inciso IV, alínea a, da Lei CONSIDERANDO a tramitação da Notícia de Fato Nº 2018/78638,
Complementar Estadual nº 12/1994, com as alterações da Lei instaurada a partir da Manifestação nº 45668032018-1, versando sobre
Complementar Estadual nº 21/1998: a suposta irregularidade no funcionamento do depósito de GLP,
CONSIDERANDO que o Ministério Público é instituição permanente, pertencente ao Sr. André Luiz Pyrrho Aroucha, nesta cidade;
essencial à função jurisdicional do Estado, incumbido da defesa da CONSIDERANDO que, instado a se pronunciar, o Sr. André Luiz Pyrrho
ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e Aroucha alega a tramitação dos procedimentos necessários para
individuais indisponíveis, segundo disposição contida no caput do artigo autorizar o início das atividades de revenda de GLP, assim como da
127 da Constituição Federal; reforma para adequação do imóvel, acostando registros fotográficos;
CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 001/2012 e nº 001/2016, do CONSIDERANDO a ausência de resposta ao expediente encaminhado
Conselho Superior do Ministério Público de Pernambuco, e da para a ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e
Resolução nº 174/2017 do Conselho Nacional do Ministério Público, que Biocombustíveis;
regulamentam a instauração e tramitação do da Notícia de Fato e do CONSIDERANDO que o assunto tutelado em conformidade com a
Procedimento Administrativo; tabela unificada vigente é “Direito Administrativo e outras matérias de
CONSIDERANDO as disposições contidas na Recomendação CNMP nº direito público> Direito do Consumidor>Combustíveis e derivados”;
60, de 5 de julho de 2017, a qual dispõe sobre a obrigatoriedade e a CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES-
uniformização das inspeções em unidades e equipamentos que CSMP nº 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público, e do
executam serviços socioassistenciais destinados às pessoas em art. 1º, § § 6º e 7º da Resolução nº 023/2007 do Conselho Nacional do
situação de rua pelos membros do Ministério Público; Ministério Público, que regulamentam a instauração e tramitação do
CONSIDERANDO que, no bojo do Procedimento Preparatório nº inquérito civil;
001/2018 (Arquimedes Auto nº 2017/2755174), o Secretário Municipal CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
de Políticas Sociais notificou a reabertura do Centro POP – Centro de e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
referência Especializada para Pessoas em Situação de Rua em novo e adoção de eventuais medidas extrajudiciais e/ou judiciais para a
imóvel e com equipe técnica própria; solução dos problemas apontados na representação;
RESOLVE: RESOLVE:
INSTAURAR, nos termos do art. 8º da Resolução nº 001/2016 do INSTAURAR o presente INQUÉRITO CIVIL, para apurar a regularidade
CSMP-PE e da Resolução nº 174/2017 do Conselho Nacional do de funcionamento para o comércio varejista de gás liquefeito de petróleo
Ministério Público, o presente PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO, (GLP) do estabelecimento Aroucha Gás – ME, de propriedade de André
com o objetivo de acompanhar e fiscalizar os serviços socioassistenciais Luiz Pyrrho Aroucha, localizado na Rua Costa Brava, Lot. Giulia, nº 26,
destinados às pessoas em situação de rua, executados mediante o Maranguape II, nesta cidade, adotando-se as seguintes providências:
Centro POP deste Município de Paulista, nos anos de 2018 e 2019. I – Atuação e registro das peças oriundas do procedimento enunciado
Ademais, determino: na forma de Inquérito Civil;
I - Remessa de cópia da presente Portaria à Secretaria-Geral do II – Remessa de cópia da presente Portaria à Secretaria-Geral do
Ministério Público, para publicação no Diário Oficial; Ministério Público, para publicação no Diário Oficial;
II – Junte-se aos autos a documentação extraída do Procedimento III – Envio de cópia da presente Portaria ao Conselho Superior, à
Preparatório nº 001/2018 (cópia da promoção de arquivamento e das fls. Corregedoria Geral do Ministério Público e ao CAOP Consumidor, para
4/7v, 16/23, 25, 76, 77, 82/99, 105 e 106); ciência;
III – Considerando o prazo estimado para início das atividades do Centro IV - Designo para secretariar os trabalhos a servidora Marcela Marinho
POP, aguarde-se o decurso de 20(vinte) dias. Após, oficie-se o Verçosa, matrícula 189.657-1, sob compromisso;
Secretário de Políticas Sociais para informar se os serviços do Centro V – Reitere-se o ofício nº 561/2018;
POP estão em pleno funcionamento, consignando o prazo de 10 (dez) VI – Com a chegada da resposta ou transcorrido o prazo, certifique-se e
dias para resposta e a necessidade de apresentar relação do corpo voltem conclusos;
técnico e serviços ofertados;
Cumpra-se. Paulista, 02 de agosto de 2018.

Paulista/PE, 02 de agosto de 2018. Elisa Cadore Foletto


Promotora de Justiça
Elisa Cadore Foletto
Promotora de Justiça

ELISA CADORE FOLETTO


6º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 26
Cumpra-se.
PORTARIA Nº Nº 052/2018
Paulista/PE, 02 de agosto de 2018.
Recife, 2 de agosto de 2018
6ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DA CIDADANIA DE Elisa Cadore Foletto
PAULISTA Promotora de Justiça
Curadoria do Consumidor, Educação e Cidadania Residual
ELISA CADORE FOLETTO
PORTARIA Nº 052/2018 6º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista

PORTARIA Nº IC N° 003/2018
INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL
Recife, 2 de agosto de 2018
O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por intermédio da 6ª
Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Paulista, no uso das 4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS
atribuições que lhe são conferidas pelos artigos 127 e 129, III, da GUARARAPES
Constituição Federal, e pelos artigos 1º e 8º, § 1º, da Lei nº 7.347/85,
art. 4º, inciso IV, alínea a, da Lei Complementar Estadual nº 12/1994, PORTARIA - IC N° 003/2018
com as alterações da Lei Complementar Estadual nº 21/1998; art. 1º da
Resolução RES-CSMP nº 001/2012; O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por
CONSIDERANDO a tramitação do Procedimento Preparatório nº intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de
002/2018, instaurado a partir da Notícia de Fato nº 2017/2726564, Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público
consistente em representação do Sindicato da Indústria de Gelo do (interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art.
Estado de Pernambuco – SINDGELO, versando sobre a 129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
comercialização e indústria irregular de gelo em estabelecimentos Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n°
situados neste Município de Paulista; 12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012;
CONSIDERANDO que, dos doze estabelecimentos denunciados, há
notícia de que tão somente dois possuem licença sanitária (DROPS CONSIDERANDO a tramitação do PP 03/18, sobre denuncia de
GELO e Cia do Gelo) e um não mais comercializa o produto (Peixaria do existência de servidora fantasma na Prefeitura de Jaboatão dos
Gera); Guararapes, Sra. Mirella Ferreira da Silva;
CONSIDERANDO a ausência de resposta ao ofício nº 659/2018;
CONSIDERANDO que o assunto tutelado em conformidade com a CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES-
tabela unificada vigente é “Direito do Consumidor>Responsabilidade do CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de
Fornecedor>Produto Impróprio”; Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do
CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES- Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
CSMP nº 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público, e do instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
art. 1º, § § 6º e 7º da Resolução nº 023/2007 do Conselho Nacional do Procedimento de Investigação Preliminar;
Ministério Público, que regulamentam a instauração e tramitação do
inquérito civil; CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais e/ou judiciais para a única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido
solução dos problemas apontados na representação; o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua
RESOLVE: conversão em Inquérito Civil;
CONVERTER o presente PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO em
INQUÉRITO CIVIL, para apurar a comercialização e indústria irregular CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem
de gelo nos estabelecimentos: “Mercado Giba”, “Mercadinho Popular”, jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo
“Super Beira Mar”, “Sacolão Beira Mar”, “J&J Mercadinho e promover as medidas necessárias à sua garantia;
conveniência”, “Mercadinho Canaã”, “Lurose Conveniência”, Peixaria a
Galiléia”, “Depósito de Bebidas (Itaipava)”, bem como a manutenção da CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação
regularidade sanitária e/ou finalização das atividades de indústria e dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas
venda de gelo dos estabelecimentos: “Fábrica de Gelo Drops Gelo”, “Cia corretivas, se necessário;
do Gelo” e Peixaria do Gera, situados neste Município de Paulista, RESOLVE:
adotando-se as seguintes providências: INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes
I – Atuação e registro das peças oriundas do procedimento enunciado providências:
na forma de Inquérito Civil;
II – Remessa de cópia da presente Portaria à Secretaria-Geral do 1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração
Ministério Público, para publicação no Diário Oficial; concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio,
III – Envio de cópia da presente Portaria ao Conselho Superior, à bem como no sistema Arquimedes;
Corregedoria Geral do Ministério Público e ao CAOP Consumidor, para 2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao
ciência; CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para
IV - Designo para secretariar os trabalhos a servidora Marcela Marinho publicação no Diário Oficial do Estado;
Verçosa, matrícula 189.657-1, sob compromisso; 3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do
V – Oficie-se à Vigilância Sanitária de Paulista solicitando que, no prazo MPPE e Corregedoria do MPPE;
de 15 (quinze) dias, proceda vistoria nos demais estabelecimentos 4)Após, conclusão.
denunciados (Marcado GIBA), bem como informe a esta PJDC se os Cumpra-se.
notificados (fls. 23/34) iniciaram procedimento para regularização e Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
obtenção das licenças necessárias;
VI – Reitere-se o Ofício nº 659/18, constando o prazo de 20 dias para Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo
resposta; Promotora de Justiça
VII - Com a juntada das respostas ou transcorrido o prazo, certifique-se
e voltem conclusos.

ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 27
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por
PORTARIA Nº IC N° 005/2018
intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de
Recife, 2 de agosto de 2018
Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público
4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS (interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art.
GUARARAPES 129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n°
PORTARIA - IC N° 005/2018 12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012;
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por CONSIDERANDO a tramitação do PP 07/18, referente a possível
intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de irregularidade na reabertura do processo seletivo simplificada para
Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público professor;
(interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art.
129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES-
Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n°
CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de
12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012; Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do
Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
CONSIDERANDO a tramitação do PP 05/18, referente a possíveis instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
irregularidades apontadas na admissão de pessoal, exercício de 2015, Procedimento de Investigação Preliminar;
processo TC 1602350-0, em Jaboatão dos Guararapes;
CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima
CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES- citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação
CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma
Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido
Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do conversão em Inquérito Civil;
Procedimento de Investigação Preliminar;
CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem
CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo
citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação promover as medidas necessárias à sua garantia;
Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma
única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação
o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas
conversão em Inquérito Civil; corretivas, se necessário;
CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem RESOLVE:
jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes
promover as medidas necessárias à sua garantia; providências:
CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação 1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração
dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio,
corretivas, se necessário; bem como no sistema Arquimedes;
2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao
RESOLVE: CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para
INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes publicação no Diário Oficial do Estado;
providências: 3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do
MPPE e Corregedoria do MPPE;
1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração 4) Após, conclusão.
concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio, Cumpra-se.
bem como no sistema Arquimedes; Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao
CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo
publicação no Diário Oficial do Estado; Promotora de Justiça
3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do
MPPE e Corregedoria do MPPE;
4) Após, conclusão.
Cumpra-se.
Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO
Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo
Promotora de Justiça
PORTARIA Nº IC N° 009/2018
Recife, 2 de agosto de 2018
4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS
GUARARAPES

ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO PORTARIA - IC N° 009/2018

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por


PORTARIA Nº IC N° 007/2018
intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de
Recife, 2 de agosto de 2018
Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público
4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS (interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art.
GUARARAPES 129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n°
PORTARIA - IC N° 007/2018 12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012;

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 28
Resolução n° 023/2007, do Conselho Nacional do Ministério Público,
CONSIDERANDO a tramitação do PP 09/18, referente a denúncia que regulamentam a instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de
contra servidor da câmara que não exerce atividade laboral; igual maneira, do Procedimento de Investigação Preliminar;

CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES- CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima
CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação
Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma
Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua
Procedimento de Investigação Preliminar; conversão em Inquérito Civil;

CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem
citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo
Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma promover as medidas necessárias à sua garantia;
única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido
o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação
conversão em Inquérito Civil; dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas
corretivas, se necessário;
CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem
jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo RESOLVE:
promover as medidas necessárias à sua garantia; INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes
providências:
CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação
dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas 1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração
corretivas, se necessário; concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio,
bem como no sistema Arquimedes;
RESOLVE: 2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao
INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para
providências: publicação no Diário Oficial do Estado;
3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do
1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração MPPE e Corregedoria do MPPE;
concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio, 4) Após, conclusão.
bem como no sistema Arquimedes; Cumpra-se.
2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para
publicação no Diário Oficial do Estado; Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo
3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do Promotora de Justiça
MPPE e Corregedoria do MPPE;
4) Após, conclusão.
Cumpra-se.
Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO
Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo
Promotora de Justiça PORTARIA Nº IC N° 013/2018
Recife, 2 de agosto de 2018
4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS
GUARARAPES
ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO
PORTARIA - IC N° 013/2018

PORTARIA Nº IC N° 011/2018 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por


Recife, 2 de agosto de 2018 intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de
4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público
GUARARAPES (interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art.
129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
PORTARIA - IC N° 011/2018 Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n°
12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012;
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por
intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de CONSIDERANDO a tramitação do PP 13/18, referente a possíveis
Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público irregularidades na limpeza de canais e galerias do Município de
(interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art. Jaboatão dos Guararapes;
129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n° CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES-
12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012; CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de
Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do
CONSIDERANDO a tramitação do PP 11/18, referente a possíveis Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
irregularidades na manipulação de medicamentos por profissionais não instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
habilitados, no Município de Jaboatão dos Guararapes; Procedimento de Investigação Preliminar;

CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES- CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima
CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação
Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 29
igual período, uma única vez, e que, na hipótese do seu vencimento garantia;
deverá ser promovido o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil
Pública ou sua conversão em Inquérito Civil; CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação
dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas
CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem corretivas, se necessário;
jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo
promover as medidas necessárias à sua garantia; RESOLVE:
INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes
CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação providências:
dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas
corretivas, se necessário; 1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração
concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio,
RESOLVE: bem como no sistema Arquimedes;
INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes 2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao
providências: CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para
publicação no Diário Oficial do Estado;
1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração 3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do
concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio, MPPE e Corregedoria do MPPE;
bem como no sistema Arquimedes; 4) Após, conclusão.
2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao Cumpra-se.
CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
publicação no Diário Oficial do Estado;
3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo
MPPE e Corregedoria do MPPE; Promotora de Justiça
4) Após, conclusão.
ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO
Cumpra-se.
Jaboatão dos Guararapes/PE, 02 de agosto de 2018.
PORTARIA Nº IC N° 017/2018
Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo Recife, 2 de agosto de 2018
Promotora de Justiça 4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS
GUARARAPES

ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO PORTARIA - IC N° 017/2018

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por


PORTARIA Nº IC N° 015/2018 intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de
Recife, 2 de agosto de 2018 Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público
4.º PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE CIDADANIA DE JABOATÃO DOS (interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art.
GUARARAPES 129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei
Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n°
PORTARIA - IC N° 015/2018 12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012;

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por CONSIDERANDO a tramitação do PP 17/18, referente a falta de
intermédio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de telefonia fixa em Órgãos Municipais de Jaboatão dos Guararapes;
Jaboatão dos Guararapes, com atuação na defesa do patrimônio público
(interesse difuso), no uso das funções que lhe são conferidas pelo art. CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES-
129, inciso III, da Constituição Federal de 1988; art. 25, inciso IV, da Lei CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de
Federal n° 8.625/93; art. 6°, inciso I, da Lei Complementar Estadual n° Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do
12/94; art. 1°, da Resolução RES-CSMP n° 001/2012; Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
CONSIDERANDO a tramitação do PP 15/18, referente a possível Procedimento de Investigação Preliminar;
irregularidade na execução do programa PPVIDA no Município de
Jaboatão dos Guararapes; CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima
citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação
CONSIDERANDO o teor do art. 22, parágrafo único, da Resolução RES- Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma
CSMP n° 001/2012, do Conselho Superior do Ministério Público de única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido
Pernambuco, e, do art. 1°, §§ 6° e 7°, da Resolução n° 023/2007, do o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua
Conselho Nacional do Ministério Público, que regulamentam a conversão em Inquérito Civil;
instauração e tramitação do Inquérito Civil e, de igual maneira, do
Procedimento de Investigação Preliminar; CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem
jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo
CONSIDERANDO que, em conformidade com os dispositivos acima promover as medidas necessárias à sua garantia;
citados, o prazo para conclusão do Procedimento de Investigação
Preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, uma CONSIDERANDO a necessidade de se prosseguir com a investigação
única vez, e que, na hipótese do seu vencimento deverá ser promovido dos fatos, para o seu fiel esclarecimento e adoção de medidas
o arquivamento, ajuizada a respectiva Ação Civil Pública ou sua corretivas, se necessário;
conversão em Inquérito Civil;
RESOLVE:
CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público a defesa da ordem INSTAURAR inquérito civil público, adotando-se as seguintes
jurídica e os direitos assegurados na Constituição Federal, devendo
promover as medidas necessárias à sua

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 30
providências: único, da Resolução RES-CSMP nº. 001/2012, alterada pela Resolução
RES-CSMP nº. 01/2015.
1)Autue-se o Inquérito Civil em tela, mantendo-se a numeração
concedida ao PIP e procedendo-se com as anotações no livro próprio, Terra Nova/PE, 02 de agosto de 2018.
bem como no sistema Arquimedes;
2)Encaminhe-se cópia da presente portaria, por meio magnético, ao Raissa de Oliveira Santos Lima
CAOP – Patrimônio Público e à Secretaria Geral do MPPE, para Promotora de Justiça
publicação no Diário Oficial do Estado; Em exercício pleno
3)Comunique-se sobre a providência adotada ao Conselho Superior do
MPPE e Corregedoria do MPPE;
4) Reitere-se ofício nº 168-18-4ªPJDC. INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 001/2017
Cumpra-se. Recife, 2 de agosto de 2018
Jaboatão dos Guararapes/PE, 01 de agosto de 2018. 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE BELO JARDIM/PE

Ana Luiza Pereira da Silveira Figueiredo INQUÉRITO CIVIL Nº 001/2017


Promotora de Justiça AUTOS: 2015/2059578
DOC.: 8029574
ANA LUIZA PEREIRA DA SILVEIRA FIGUEIREDO
DESPACHO DE PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA A CONCLUSÃO
PORTARIA Nº Notícia de Fato
Recife, 2 de agosto de 2018 Cuida-se de Inquérito Civil nº 01/2017, que tem como objeto a
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO regularização dos lava jatos existentes no município de Belo Jardim,
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PARNAMIRIM/PE instaurado em 06 de abril de 2017, após conversão do Procedimento
Preparatório nº 06/2015 no referido Inquérito, pela 2ª Promotoria de
Notícia de Fato Justiça de Belo Jardim, com atuação na curadoria de defesa dos direitos
Interessado: Alexandre Vasconcelos Sá do consumidor e do meio ambiente.
Assunto: Poluição sonora e regularidade de estabelecimento comercial
Autos 2018/69017 Considerando que o prazo do art. 21 da RES-CSMP nº 001/2012 foi
Doc. 9261279 extrapolado e que, o Inquérito ainda se encontra aguardando
cumprimento de TACs, celebrado entre o Ministério Público e
O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO, por intermédio da proprietários de lava jatos do município de Belo Jardim, os quais
Promotoria de Justiça de Parnamirim/PE, no uso das atribuições que lhe constam como prazo final de cumprimento, 04 de outubro de 2018;
são conferidas pelos artigos 127 e 129, inciso III, ambos da Constituição
Federal, e pelos artigos 1º e 8º, § 1º, ambos da Lei nº. 7.347/85, artigo Considerando, também, que a Secretaria de Meio Ambiente do
4º, inciso IV, alínea “a”, da Lei Complementar Estadual nº. 12/1994, com município de Belo Jardim, se comprometeu em fiscalizar e acompanhar
as alterações da Lei Complementar Estadual nº. 21/1998. a regularização dos lava jatos compromissados, além de fazer um
CONSIDERANDO o teor da Notícia de Fato em epígrafe, que trata sobre levantamento se há outros lava jatos existentes no município,
a ocorrência de poluição sonora e regularidade do estabelecimento considerando, assim, que a sua continuação se configura de suma
comercial denominado “Bar do Alexandre”, de propriedade do Sr. importância;
Alexandre Vasconcelos Sá;
CONSIDERANDO o teor dos artigo 7º e 22, parágrafo único, ambos da RESOLVO, com fundamento no art. 21 da Resolução RES-CSMP nº
Resolução RES-CSMP nº. 001/2012, do Conselho Superior do 001/2012, PRORROGAR o IC em comento pelo prazo de 01(um) ano,
Ministério Público, que regulamentam a instauração e tramitação do devendo ser comunicado, por ofício, ao Conselho Superior do Ministério
procedimento preparatório; Público de Pernambuco- CSMP e registrado no sistema de gestão de
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações autos Arquimedes.
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais e/ou judiciais para a Belo Jardim, 02 de agosto de 2018.
solução do problema apontado;
RESOLVE: SOPHIA WOLFOVITCH SPINOLA
INSTAURAR o presente PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO, Promotora de Justiça
adotando-se as seguintes providências:
1.1. Autuem-se as presentes peças informativas como
PROCEDIMENTO PREPARATÓRIO (Resolução RES-CSMP nº. SOPHIA WOLFOVITCH SPINOLA
001/2012, alterada pela Resolução RES-CSMP nº. 01/2015, art. 6º, inc. 2º Promotor de Justiça de Belo Jardim
II, c/c o parágrafo único, do art. 7º), com o devido registro no Sistema de
Gestão de Autos (Arquimedes); INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 002/ 2018
2. Seja efetuada a numeração das páginas do procedimento; Recife, 1 de agosto de 2018
2.3. Uma vez que a parte interessada, hipossuficiente financeiramente, MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
solicitou a esta representante ministerial dilação de prazo para PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO
regularização do seu estabelecimento comercial, indicando que até o CAMBUCÁ
mês de outubro do corrente ano (2018) estará quite com suas
obrigações, defiro o pleito formulado, devendo se aguardar o decurso do INQUÉRITO CIVIL Nº 002/2018
prazo e novamente notificar o denunciado, para atestar a regularidade Arquimedes auto n°2015/2110468
do “Bar do Alexandre”;
3.4. Comuniquem-se, via e-mail, a Secretaria Geral do Ministério Público O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua
de Pernambuco, a Corregedoria Geral do Ministério Público e o representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro
Conselho Superior do Ministério Público. nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25,
1.No mais, despicienda a publicação no Diário Oficial do Estado, bem inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº
como a remessa ao Conselho Superior do Ministério Público, por força 12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16,
da nova redação do artigo 7º, parágrafo Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;

CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 001/2015, em


tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 31
apurar notícia de irregularidades e inadequação estrutural do Matadouro seu arquivamento, o ajuizamento da respectiva Ação Civil Pública ou
Público do Município de Frei Miguelinho; sua conversão em Inquérito Civil;

CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento problemas apontados na denúncia;
Preparatório;
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução adotando as seguintes providências:
001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de
o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da Inquérito Civil;
respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil; II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
Público para publicação no Diário Oficial;
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração Público, para o devido conhecimento;
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
problemas apontados na denúncia; Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar
como secretária-escrevente.
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
adotando as seguintes providências: Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018.

I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Inquérito Civil; Promotora de Justiça
II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
Público para publicação no Diário Oficial;
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá
Público, para o devido conhecimento;
INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 004/2018
Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar Recife, 1 de agosto de 2018
como secretária-escrevente. MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO
Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018. CAMBUCÁ

WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA INQUÉRITO CIVIL Nº 004/2018


Promotora de Justiça Arquimedes auto n° 2017/2622763

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua


WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro
Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25,
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº
INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 003/ 2018 12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16,
Recife, 1 de agosto de 2018 Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 005/2000, em
CAMBUCÁ tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar notícia
de inadequação estrutural do Mercado Público do Município de Santa
INQUÉRITO CIVIL Nº 003/2018 Maria do Cambucá;
Arquimedes auto n° 2017/2608528
CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a
nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25, instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº Preparatório;
12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16,
Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012; CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 006/2000, em preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar notícia o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da
de irregularidades e inadequação estrutural do Matadouro Público do respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil;
Município de Santa Maria do Cambucá;
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a problemas apontados na denúncia;
instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento
Preparatório; CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
adotando as seguintes providências:
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na
preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
o qual, uma vez esgotado, impõe o

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 32
forma de Inquérito Civil; WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá
Público para publicação no Diário Oficial;
III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 006/2018
Público, para o devido conhecimento; Recife, 1 de agosto de 2018
MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO
como secretária-escrevente. CAMBUCÁ

Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018. INQUÉRITO CIVIL Nº 006/2018


Arquimedes auto n° 2017/2687420
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Promotora de Justiça O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25,
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº
INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 005/2018 12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16,
Recife, 1 de agosto de 2018 Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 010/2017, em
CAMBUCÁ tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar inércia
do gestor municipal em promover a execução fiscal de dívidas em face
INQUÉRITO CIVIL Nº 005/2018 de ex prefeito, condenado por irregularidades cometidas no Município de
Arquimedes auto n° 2017/2687457 Frei Miguelinho;

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do
nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25, Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento
12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16, Preparatório;
Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 011/2017, em 001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
irregularidade através de renúncia fiscal pela prefeita do Município de o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da
Frei Miguelinho; respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil;

CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento problemas apontados na denúncia;
Preparatório;
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução adotando as seguintes providências:
001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de
preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da Inquérito Civil;
respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil; II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
Público para publicação no Diário Oficial;
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração Público, para o devido conhecimento;
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
problemas apontados na denúncia; Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar
como secretária-escrevente.
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
adotando as seguintes providências: Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018.

I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Inquérito Civil; Promotora de Justiça
II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
Público para publicação no Diário Oficial;
III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
Público, para o devido conhecimento; WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá
Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar
como secretária-escrevente. INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 007/ 2018
Recife, 1 de agosto de 2018
Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018. MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA CAMBUCÁ
Promotora de Justiça
INQUÉRITO CIVIL Nº 007/2018
Arquimedes auto n° 2015/2121192

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 33
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua Informação nos Municípios de Frei Miguelinho e Santa Maria do
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro Cambucá-PE;
nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25,
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho
12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16, Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do
Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012; Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a
instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento
CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 013/2017, em Preparatório;
tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar inércia
do gestor municipal em promover a inscrição e execução fiscal de CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
dívidas em face de ex prefeito, condenado por irregularidades cometidas 001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
no Município de Frei Miguelinho; preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da
CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil;
Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do
Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
Preparatório; e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
problemas apontados na denúncia;
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez, adotando as seguintes providências:
o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da
respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil; I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de
Inquérito Civil;
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração Público para publicação no Diário Oficial;
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
problemas apontados na denúncia; Público, para o devido conhecimento;

CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL, Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar
adotando as seguintes providências: como secretária-escrevente.

I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018.
Inquérito Civil;
II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Público para publicação no Diário Oficial; Promotora de Justiça
III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
Público, para o devido conhecimento;
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá
como secretária-escrevente.
INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 009/2018
Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018. Recife, 1 de agosto de 2018
MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO
Promotora de Justiça CAMBUCÁ

INQUÉRITO CIVIL Nº 009/2018


Arquimedes auto n° 2017/2684224
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua
Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro
INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 008/2018 nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25,
Recife, 1 de agosto de 2018 inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº
MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO 12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16,
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
CAMBUCÁ
CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 005/2017, em
INQUÉRITO CIVIL Nº 008/2018 tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar
Arquimedes auto n° 2017/2679833 irregularidades da Secretaria de Saúde de Frei Miguelinho-PE, no
âmbito do PSF;

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do
nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25, Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento
12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16, Preparatório;
Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 003/2017, em 001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar o preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
cumprimento dos requisitos da Lei de Acesso à o qual, uma vez esgotado, impõe o

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 34
seu arquivamento, o ajuizamento da respectiva Ação Civil Pública ou forma de Inquérito Civil;
sua conversão em Inquérito Civil; II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
Público para publicação no Diário Oficial;
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração Público, para o devido conhecimento;
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
problemas apontados na denúncia; Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar
como secretária-escrevente.
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
adotando as seguintes providências: Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018.

I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Inquérito Civil; Promotora de Justiça
II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA
Público para publicação no Diário Oficial; Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá
III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
Público, para o devido conhecimento; INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 011/2018
Recife, 1 de agosto de 2018
Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
como secretária-escrevente. PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO
CAMBUCÁ
Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018.
INQUÉRITO CIVIL Nº 011/2018
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA Arquimedes auto n° 2017/2687449
Promotora de Justiça
O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua
WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro
Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25,
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº
INQUÉRITO CIVIL Nº Nº 010/2018 12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16,
Recife, 1 de agosto de 2018 Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SANTA MARIA DO CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 012/2017, em
CAMBUCÁ tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar inércia
do gestor municipal em promover a execução fiscal de dívidas em face
INQUÉRITO CIVIL Nº 010/2018 de ex prefeito, condenado por irregularidades cometidas no Município de
Arquimedes auto n° 2016/2373549 Frei Miguelinho;

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, por sua CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho
representante legal infrafirmada, no uso de suas atribuições, com fulcro Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do
nos artigos 129, inciso III, da CF/88, 8º, §1º, da Lei nº 7.347/85, 25, Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a
inciso IV, da Lei nº 8.625/93, 4º, inciso IV, da Lei Complementar nº instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento
12/94, atualizada pela Lei Complementar nº 21/98, e 1º, 2º, 3º e 16, Preparatório;
Parágrafo Único, da Resolução RES-CSMP 001/2012, de 18.09.2012;
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução
CONSIDERANDO o teor Procedimento Preparatório nº 003/2016, em 001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
tramitação nesta Promotoria de Justiça, com o escopo de apurar preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
poluição proveniente de fábrica de calcário, Situada no Sítio Juliana, o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da
Santa Maria do Cambucá-PE; respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil;

CONSIDERANDO o teor da Resolução nº 023/2007 do Conselho CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações
Nacional do Ministério Público e da Resolução nº 001/2012, do e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração
Conselho Superior do Ministério Público, que regulamentam a e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
instauração e tramitação do Inquérito Civil e do Procedimento problemas apontados na denúncia;
Preparatório;
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
CONSIDERANDO que o prazo estabelecido no art. 22 da Resolução adotando as seguintes providências:
001/2012 do CSMP para conclusão do procedimento de investigação
preliminar é de 90 (noventa) dias, prorrogável por igual prazo, única vez,
I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na forma de
o qual, uma vez esgotado, impõe o seu arquivamento, o ajuizamento da Inquérito Civil;
respectiva Ação Civil Pública ou sua conversão em Inquérito Civil; II- Remessa da presente portaria à Secretaria-Geral do Ministério
Público para publicação no Diário Oficial;
CONSIDERANDO a necessidade de dar continuidade às investigações III- Remessa da presente portaria à Corregedoria-Geral do Ministério
e à coleta de informações para o esclarecimento dos fatos em apuração Público, para o devido conhecimento;
e adoção de eventuais medidas extrajudiciais para a solução dos
problemas apontados na denúncia; Fica designada a servidora Adriana Maria dos Santos, para funcionar
como secretária-escrevente.
CONVERTE o procedimento acima referido em INQUÉRITO CIVIL,
adotando as seguintes providências: Santa Maria do Cambucá, 01 de agosto de 2018.

I- Atuação das peças oriundas do procedimento enunciado na WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
Diário Oficial Eletrônico • Ministério Público de Pernambuco •Segunda-feira, 06 de agosto de 2018 35
Promotora de Justiça

WANESSA KELLY ALMEIDA SILVA


Promotor de Justiça de Santa Maria do Cambucá

Assinado de forma digital por


PROCURADORIA GERAL DA
JUSTICA:24417065000103
Dados: 2018.08.03 18:46:44
-03'00'

PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA CORREGEDOR-GERAL CHEFE DE GABINETE CONSELHO SUPERIOR


Francisco Dirceu Barros Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Paulo Augusto de Freitas Oliveira
Francisco Dirceu Barros (Presidente)
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM CORREGEDOR-GERAL SUBSTITUTO COORDENADOR DE GABINETE Paulo Roberto Lapenda Figueiroa
ASSUNTOS INSTITUCIONAIS: Renato da Silva Filho Petrúcio José Luna de Aquino Charles Hamilton dos Santos Lima
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Sineide Maria de Barros Silva Canuto
SUBPROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA EM SECRETÁRIO-GERAL: OUVIDOR Gilson Roberto de Melo Barbosa
ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS: Alexandre Augusto Bezerra Antônio Carlos de Oliveira Cavalcanti Adriana Gonçalves Fontes
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti Eleonora de Souza Luna
SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA EM Ivan Wilson Porto
ASSUNTOS JURÍDICOS: Renato da Silva Filho
Lais Coelho Teixeira Cavalcanti
ANEXOS - PORTARIA POR-PGJ Nº 1.593/2018

ANEXO DA PORTARIA POR-PGJ Nº 1.593/2018


Onde se lê:

ESCALA DE PLANTÃO DA 3ª ENTRÂNCIA


Avenida Visconde de Suassuna, 99, edf. Paulo Cavalcanti, Boa Vista
DATA DIA HORÁRIO LOCAL PROMOTOR DE JUSTIÇA
04.08.2018 Sábado 13 às 17h Recife Hodir Flávio Guerra Leitão de Melo
05.08.2018 Domingo 13 às 17h Recife Marcellus de Albuquerque Ugiette
Milena Conceição Rezende
11.08.2018 Sábado 13 às 17h Recife Mascarenhas Santos

Leia-se:

ESCALA DE PLANTÃO DA 3ª ENTRÂNCIA


Avenida Visconde de Suassuna, 99, edf. Paulo Cavalcanti, Boa Vista
DATA DIA HORÁRIO LOCAL PROMOTOR DE JUSTIÇA
04.08.2018 Sábado 13 às 17h Recife Quintino Geraldo Diniz de Melo
Milena Conceição Rezende
05.08.2018 Domingo 13 às 17h Recife Mascarenhas Santos
11.08.2018 Sábado 13 às 17h Recife Hodir Flávio Guerra Leitão de Melo

ANEXOS - PORTARIA POR-PGJ Nº 1.593/2018


ANEXOS - PORTARIA POR-PGJ Nº 1.594/2018

ANEXO DA PORTARIA POR-PGJ Nº 1.594/2018

ESCALA DE PRONTIDÃO DAS AUDIÊNCIAS DE CUSTÓDIA - POLO 8 – LIMOEIRO


Cumaru, Feira Nova, Limoeiro, Passira, Salgadinho, Bom Jardim, Casinhas, João Alfredo,
Machados, Orobó, São Vicente Férrer, Surubim, Vertente do Lério
DATA DIA LOCAL PROMOTOR DE JUSTIÇA
01.08.2018 Quarta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
02.08.2018 Quinta-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
03.08.2018 Sexta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
06.08.2018 Segunda-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
07.08.2018 Terça-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
08.08.2018 Quarta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
09.08.2018 Quinta-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
10.08.2018 Sexta-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
13.08.2018 Segunda-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
14.08.2018 Terça-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
15.08.2018 Quarta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
16.08.2018 Quinta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
17.08.2018 Sexta-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
20.08.2018 Segunda-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
21.08.2018 Terça-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
22.08.2018 Quarta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
23.08.2018 Quinta-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
24.08.2018 Sexta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
27.08.2018 Segunda-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro
28.08.2018 Terça-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
29.08.2018 Quarta-feira Limoeiro Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva
30.08.2018 Quinta-feira Limoeiro Paulo Diego Sales Brito
31.08.2018 Sexta-feira Limoeiro Kívia Roberta de Souza Ribeiro

ANEXOS - PORTARIA POR-PGJ Nº 1.594/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

ANEXO I


Matrícula Nome Unidade Administrativa Principal
Servidores
187.763-1 Adeildo Jose de Barros Filho Comissão Permanente de Licitação - SRP 2
184.078-9 Alexandre Augusto Bezerra Secretaria Geral do Ministério Público 2
Promotoria com Atuação em Fernando de
187.943-0 Alfredo Pinheiro Martins Neto 2
Noronha
186.303-7 Ana Jaqueline Barbosa Lopes 4º Juizado Especial Criminal 2
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
184.080-0 Ana Joêmia Marques da Rocha 2
- Patrimônio Público
Ana Luiza de Moura Oliveira Comissão Permanente de Avaliação de
188.031-4 2
Nogueira Desempenho
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
187.878-6 André Felipe Barbosa de Menezes 2
de Defesa do Meio Ambiente
Andréa Karla Reinaldo de Souza Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
187.945-6 2
Queiroz - Infância e Juventude
Antônio Augusto de Arroxelas
187.946-4 Núcleo de Apoio ao Juri 2
Macedo Filho
Antônio Carlos de Oliveira
119.204-3 Ouvidoria Geral do MPPE 2
Cavalcanti
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Administração da Fernandes Vieira 2
188.080-3 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Administração de Edíficio da Rua do Futuro 2
Administração de Sede Centro Cultural Rossini
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro 4
Alves Couto
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Administração de Sede do Centro Logístico 2
Administração de Sede Edíficio IPSEP - Rua do
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro 2
Sol
Administração de Sede Edifício Paulo
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro 2
Cavalcanti
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Administração de Sede Edifício Roberto Lyra 4
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Apoio aos Procuradores da Corte 2
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Coordenadoria Ministerial de Administração 2
Departamento Ministerial de Patrimônio e
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro 2
Material
188.080-2 Arnaldo Antônio Duarte Ribeiro Departamento Ministerial de Transporte 2
Coordenadoria Ministerial de Finanças e
187.683-0 Artur Oscar Gomes de Melo 2
Contabilidade
162.781-3 Clênio Valença Avelino de Andrade Subprocuradoria Geral em Assuntos Jurídicos 2
Grupo Atuação Especial de Combate às
Coordenador do GAECO 2
Organizações Criminosas
Coordenador do NIMPE Núcleo de Inteligência do MPPE 2
Assessoria Ministerial de Segurança
189.781-0 Denys Roberto Soares de Lima 2
Institucional
184.090-8 Edgar Braz Mendes Nunes Central de Inquéritos da Capital 4
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
187.901-4 Édipo Soares Cavalcante Filho 2
de Defesa da Saúde
Coordenadoria Ministerial de Apoio Técnico e
188.852-8 Edjaldo Xavier Correia Junior 4
Infraestrutura

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Coordenação das Promotorias de Justiça


187.857-3 Eduardo Henrique Borba Lessa 4
Cíveis da Capital
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
184.092-4 Eleonora Marise Silva Rodrigues 2
- Educação
188.505-7 Evangela Azevedo de Andrade Assessoria Ministerial de Comunicação Social 2
Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da
188.619-3 Evisson Fernandes de Lucena 4
Informação
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
167.772-1 Shirley Patriota Leite 2
- Acidentes do Trabalho
149.570-4 Fernando Barros de Lima Central de Recursos Criminais 2
189.894-9 Francisco de Assis Seabra Neto Cerimonial 2
Departamento Ministerial de Apoio
187.806-9 Geraldo Edson Magalhães Simões 2
Administrativo
167.763-2 Gilson Roberto de Melo Barbosa Coordenação das Procuradorias Criminais 4

168.679-8 Edson José Guerra Promotoria da Defesa da Cidadania Agrária 2

184.104-1 Humberto da Silva Graça 3º Juizado Especial Criminal 2


Promotoria da Defesa da Cidadania
184.104-1 Humberto da Silva Graça 2
Transportes
Promotoria de Justiça Especializada do
162.785-6 José Bispo de Melo 2
Torcedor
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
162.820-8 José Lopes de Oliveira Filho 2
de Combate à Sonegação Fiscal
Josyane Silva Bezerra Morais de Coordenadoria Ministerial de Gestão de
188.059-4 2
Siqueira Pessoas
Subprocuradoria Geral em Assuntos
149.098-2 Lais Coelho Teixeira Cavalcanti 2
Institucionais
Leonardo de Andrade Jordão de Comissão Permanente de Processo
189.378-5 2
Vasconcelos Administrativo Disciplinar
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
157.706-9 Liliane da Fonsêca Lima Rocha 2
de Defesa dos Direitos do Consumidor
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
157.706-9 Liliane da Fonsêca Lima Rocha 2
- Consumidor
187.860-3 Luciana Maciel Dantas Figueiredo Juizado Especial do Idoso 2
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
187.860-3 Luciana Maciel Dantas Figueiredo 2
- Idoso
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
187.909-0 Luis Sávio Loureiro da Silveira 2
Criminais
Luiz Guilherme da Fonseca Centro de Apoio Operacional às Promotorias
187.853-0 2
Lapenda de Defesa da Infância e Juventude
149.576-3 Marcellus de Albuquerque Ugiette Promotoria de Justiça de Execuções Penais 2
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
179.850-2 Marco Aurélio Farias da Silva 2
de Defesa da Cidadania
Maria Bernadete de Azevedo
125.446-4 GT Racismo 2
Figueiroa
187.913-8 Maria de Fátima de Araújo Ferreira Núcleo de Apoio à Mulher 2
Subprocuradoria Geral em Assuntos
873.454-4 Maria Helena da Fonte Carvalho 2
Administrativos
Coordenação das Promotorias de Justiça
184.123-8 Maria Helena de Oliveira e Luna 2
Criminais da Capital
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
179.849-9 Maria Ivana Botelho Vieira da Silva 2
- Saúde
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
188.376-3 Maria Lizandra Lira de Carvalho 2
- Habitação e Urbanismo

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Centro de Apoio Operacional às Promotorias


184.124-6 Maviael de Souza Silva 2
de Defesa do Patrimônio Público e Social
149.578-0 Nelma Ramos Maciel Quaiotti Coordenação das Procuradorias Cíveis 4
188.883-8 Onélia Carvalho de Oliveira Holanda Comissão Permanente de Licitação 2
188.541-3 Paulo Augusto de Freitas Oliveira Conselho Superior 2
188.541-3 Paulo Augusto de Freitas Oliveira Gabinete da Procuradoria Geral de Justiça 2
Paulo Bartolomeu Rodrigues
189.891-4 Assessoria Jurídica Ministerial 2
Varejão
162.789-9 Paulo Roberto Lapenda Figueiroa Corregedoria Geral do MPPE 2
Ricardo Van Der Linden de Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
152.543-3 2
Vasconcellos Coelho - Meio Ambiente
189.927-9 Rodrigo Gayger Amaro Controladoria Ministerial Interna 2
188.164-7 Rosa Dalva Rivera de Azevedo Biblioteca 2
Selma Magda Pereira Barbosa
184.132-7 Central de Recursos Cíveis 2
Barreto
Centro de Apoio Operacional às Promotorias
188.020-9 Sérgio Gadelha Souto 2
de Educação
174.174-8 Silvio José Menezes Tavares Escola Superior do Ministério Público 2
Sineide Maria de Barros Silva
177.115-9 Núcleo de Justiça Comunitária 2
Canuto
Assessoria Ministerial de Planejamento e
187.712-7 Sueli Maria do Nascimento 2
Estratégia Organizacional
Gerência Ministerial Executiva de Compras e
188.827-7 Tiago Murilo Pereira Lima 2
Serviços
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
184.136-0 Ulisses de Araújo e Sá Júnior 2
- Fundações
Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania
184.137-8 Westei Conde Y Martin Junior 2
- Direitos Humanos

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

ANEXO II


Circunscrição Cidade Matrícula Membro Responsável
Servidores
Araripina 189.924-4 Bruno Miquelao Gottardi 2
Eduardo Pimentel de Vasconcelos
Bodoco 189.968-6 2
Aquino
Nara Thamyres Brito Guimarães
Exu 189.963-5 2
Alencar
Ipubi 189.924-4 Bruno Miquelao Gottardi 2
Eduardo Pimentel de Vasconcelos de
Moreilândia 189.968-6 2
Aquino
1ª Circunscrição - Ouricuri 189.416-1 Manoel Dias da Purificação Neto 2
Salgueiro Parnamirim 189.970-8 Raíssa de Oliveira Santos Lima 2
Salgueiro 189.920-1 Almir Oliveira de Amorim Júnior 2
Eduardo Pimentel de Vasconcelos
Serrita 189.964-3 Aquino e Raissa de Oliveira Santos 2
Lima
Terra Nova 189.970-8 Raissa de Oliveira Santos Lima 2
Trindade 189.955-4 Fabio de Sousa Castro 2
Verdejante 189.916-3 Camila Spinelli Regis de Melo 2
Afrânio 189.410-2 Bruno de Brito Veiga 2
Cabrobó 189.967-8 Tiago Sales Boulhosa Gonzalez 2
2ª Circunscrição -
Lagoa Grande 189.118-9 Cintia Micaella Granja 2
Petrolina
Petrolina 189.283-5 Fernando Della Latta Camargo 4
Santa Maria da Boa Vista 189.188-0 Tanusia Santana da Silva 2
Afogados da Ingazeira 189.184-7 Lorena de Medeiros Santos 2
Carnaíba 189.956-2 Ariano Tércio Silva de Aguiar 2

3ª Circunscrição - Itapetim 189.184-7 Lorena de Medeiros Santos 2


Afogados da São José do Egito 188.575-8 Adriano Camargo Vieira 2
Ingazeira Sertânia 189.284-3 Júlio César Cavalcanti Elihimas 2
Tabira 189.959-7 Eryne Ávila dos Anjos Luna 2
Tuparetama 189.408-0 Aurinilton Leão Carlos Sobrinho 2
Alagoinha 189.918-0 Renata de Lima Landim 2
Arcoverde 189.121-9 Éricka Garmes Pires 2
Belo Jardim 189.203-7 Daniel de Ataíde Martins 2
Buique 189.962-7 Vinicius Silva de Araujo 2
Ibimirim 189.922-8 João Paulo Carvalho Dos Santos 2
4ª Circunscrição - Inajá 189.966-0 Patrícia Ferreira Wanderley de Siqueira 2
Arcoverde Pedra 189.164-2 Tayjane Cabral de Almeida 2
Pesqueira 188.019-5 Jeanne Bezerra Silva Oliveira 2
Poção 189.926-0 Themes Jaciara Mergulhao da Costa 2
Sanharó 189.911-2 Maria Cecilia Soares Tertuliano 2
São Bento do Una 187.962-6 Jorge Gonçalves Dantas Júnior 2
Venturosa 189.164-2 Tayjane Cabral de Almeida 2
5ª Circunscrição - Águas Belas 189.954-6 Daniel José Mesquita Monteiro Dias 2

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Garanhuns Angelim 189.908-2 Larissa de Almeida Moura Albuquerque 2


Bom Conselho 187.911-1 Maria Aparecida Alcântara Siebra 2
Brejao 187.918-9 Romualdo Siqueira França 2
Caetes 188.501-4 Reus Alexandre Serafini do Amaral 2
Calcado 189.953-8 Crisley Patrick Tostes 2
Canhotinho 187.918-9 Romualdo Siqueira França 2
Capoeiras 188.501-4 Reus Alexandre Serafini do Amaral 2
Correntes 189.130-8 Danielly da Silva Lopes 2
Garanhuns 147.340-9 Marinalva Severina de Almeida 4
Iati 189.954-6 Daniel José Mesquita Monteiro Dias 2
Itaiba 147.340-9 Marinalva Severina de Almeida 2
Jupi 189.953-8 Crisley Patrick Tostes 2
Jurema 189.908-2 Larissa de Almeida Moura Albuquerque 2
Lagoa do Ouro 187.970-7 Stanley Araújo Correa 2
Lajedo 184.103-3 Giovanna Mastroianni de Oliveira 2
Palmeirina 189.411-0 Carlos Henrique Tavares Almeida 2
Saloá 147.340-9 Marinalva Severina de Almeida 2
São João 188.507-3 Ana Cristina Barbosa Taffarel 2
Agrestina 189.162-6 Leôncio Tavares Dias 2
Altinho 163.011-3 Geovany de Sá Leite 2
Bezerros 188.018-7 Flávio Henrique Souza dos Santos 2
Brejo da Madre de Deus 189.241-0 Antônio Rolemberg Feitosa Junior 2
Cachoeirinha 189.834-5 Diogo Gomes Vital 2
Camocim de Sao Felix 187.851-4 Luiz Gustavo Simões Valença de Melo 2
Caruaru 187.956-1 Henrique Ramos Rodrigues 4
Soraya Cristina dos Santos Dutra de
Cupira 189.912-0 2
Macedo
6ª Circunscrição - Ibirajuba 189.952-0 Gabriela Lima Lapenda Figueiroa 2
Caruaru Jatauba 189.241-0 Antônio Rolemberg Feitosa Júnior 2
Filipe Wesley Leandro Pinheiro da
Panelas 189.790-0 2
Silva
Riacho das Almas 189.280-0 Diego Albuquerque Tavares 2
Saire 189.280-0 Diego Albuquerque Tavares 2
São Caetano 187.905-7 Jose Raimundo Goncalves de Carvalho 2
Santa Cruz do Capibaribe 189.915-5 Lucio Carlos Malta Cabral 2
Tacaimbo 189.547-8 Sarah Lemos Silva 2
Taquaritinga do Norte 189.795-0 Hugo Eugenio Ferreira Gouveia 2
Toritama 189.910-4 Vinicius Costa e Silva 2
Água Preta 189.129-4 Vanessa Cavalcanti de Araújo 2
Belém de Maria 189.951-1 Leandro Guedes Matos 2
7ª Circunscrição - Catende 179.852-9 Rômulo Siqueira França 2
Palmares Joaquim Nabuco 189.242-8 Carolina de Moura Cordeiro Pontes 2
Lagoa Dos Gatos 189.951-1 Leandro Guedes Matos 2
Maraial 189.913-9 Regina Wanderley Leite de Almeida 2

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Palmares 188.579-0 João Paulo Pedrosa Barbosa 2


Quipapa 189.913-9 Regina Wanderley Leite de Almeida 2
Amaraji 189.907-4 Ivan Viegas Renaux de Andrade 2
Barreiros 188.367-4 Ivo Pereira de Lima 2
Cabo de Santo Agostinho 179.841-3 Gláucia Hulse de Farias 2
Cortes 189.792-6 Thinneke Hernalsteens 2
Fernando Henrique Ferreira Cunha
Escada 189.914-7 2
Ramos
8ª Circunscrição - Gameleira 189.919-8 Kelly Jane Rodrigues Prado 2
Cabo de Santo Ipojuca 189.122-7 Bianca Stella Azevedo Barroso 2
Agostinho Primavera 189.792-6 Thinneke Hernalsteens 2
Marcelo Greenhalgh de Cerqueira Lima
Ribeirao 189.163-4 2
e Moraes Penalva Santos
Rio Formoso 189.243-6 Daniel Gustavo Meneguz Moreno 2
São José da Coroa Grande 188.539-1 Guilherme Vieira Casto 2
Sirinhaem 189.243-6 Daniel Gustavo Meneguz Moreno 2
Tamandare 188.380-1 Rinaldo Jorge da Silva 2
Abreu e Lima 188.372-0 Maria Amélia Gadelha Schuler 2
Maria da Conceição Nunes da Luz
Goiana 188.375-5 2
Pessoa
Igarassu 189.185-5 Mariana Lamenha Gomes de Barros 2
9ª Circunscrição -
Olinda Itamaracá 189.789-6 Katarina Kirley de Brito Gouveia 2
Itapissuma 188.361-5 Fabiano de Araújo Saraiva 2
Olinda 189.126-0 Aline Arroxelas Galvão de Lima 4
Paulista 188.363-1 Fernando Falcão Ferraz Filho 4
Alianca 189.161-8 Eduardo Henrique Gil Messias de Melo 2
Buenos Aires 189.240-1 Aline Daniela Florêncio Laranjeira 2
Condado 189.161-8 Eduardo Henrique Gil Messias de Melo 2
Ferreiros 189.282-7 Fabiana Machado Raimundo de Lima 2
Itambé 189.247-9 Janine Brandão Morais 2
Itaquetinga 188.500-6 Maria José Mendonça de Holanda 2
10ª Circunscrição -
Nazaré da Mata Macaparana 189.836-1 Manoela Poliana Eleutério de Souza 2
Maria Jose Mendonça de Holanda
Nazare da Mata 188.500-6 2
Queiroz
São Vicente Férrer 189.836-1 Manoela Poliana Eleutério de Souza 2
Timbaúba 184.110-6 João Elias da Silva Filho 2
Tracunhaem 189.240-1 Aline Daniela Florêncio Laranjeira 2
Vicência 189.837-0 Rhyzeane Alaide Cavalcanti de Morais 2
Bom Jardim 189.412-9 Danielle Belgo de Freitas 2
Carpina 189.245-2 Elson Ribeiro 2
Cumaru 189.871-0 José da Costa Soares 2
11ª Circunscrição -
Feira Nova 189.277-0 Ademilton das Virgens Carvalho Leitão 2
Limoeiro
Joao Alfredo 189.906-6 Helmer Rodrigues Alves 2
Lagoa de Itaenga 189.532-0 Evânia Cíntian de Aguiar Pereira 2
Limoeiro 187.952-9 Francisco das Chagas Santos Júnior 2

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Orobo 189.838-8 Rodrigo Altobello Angelo Abatayguara 2


Passira 189.246-0 Fabiano Morais de Holanda Beltrão 2
Paudalho 188.537-5 Carlos Eduardo Domingos Seabra 2
Santa Maria do Cambuca 189.909-0 Wanessa Kelly Almeida Silva 2
Surubim 186.308-8 Garibaldi Cavalcanti Gomes da Silva 2
Jaime Adrião Cavalcanti Gomes da
Vertentes 157.747-6 2
Silva
Bonito 187.888-3 Luciano Bezerra da Silva 2
Cha Grande 189.950-3 Gustavo Henrique Holanda Dias 2
Gloria do Goita 187.951-0 Francisco Assis da Silva 2
12ª Circunscrição - Gravatá 188.515-4 Rodrigo Costa Chaves 2
Vitória de Santo
Antão Moreno 188.171-0 Leonardo Brito Caribé 2
Pombos 189.532-0 Evânia Cintian de Aguiar Pereira 2
São Joaquim do Monte 189.921-0 Andreia Aparecida Moura do Couto 2
Vitória de Santo Antao 188.370-4 Lucile Girão Alcântara 4
Camaragibe 188.359-3 Edgar José Pessoa Couto 2
13ª Circunscrição -
Jaboatão dos Jaboatao Dos Guararapes 189.119-7 Fabiana Virgínio Patriota Tavares 4
Guararapes Danielle Ribeiro Dantas de Carvalho
São Lourenco da Mata 189.244-4 4
Clementino
Belém do São Francisco 189.917-1 Rodrigo Amorim da Silva Santos 2
Betânia 189.916-3 Camila Spinelli Regis de Melo 2
Custodia 189.961-9 Tiago Meira de Souza 2
Flores 189.958-9 Rafael Moreira Steinberger 2
Floresta 189.969-4 Kamila Renata Bezerra Guerra 2
14ª Circunscrição -
Mirandiba 189.925-2 Gabriela Tavares Almeida 2
Serra Talhada
Petrolândia 189.957-0 Filipe Coutinho Lima Britto 2
São José do Belmonte 189.925-2 Gabriela Tavares Almeida 2
Serra Talhada 187.921-9 Vandeci Sousa Leite 2
Tacaratu 189.965-1 Fábio Henrique Cavalcanti Estevam 2
Triunfo 189.205-3 Felipe Akel Pereira de Araujo 2

ANEXO III

Unidades Administrativas
Unidades Administrativas Associadas
Principais
Administração de Sede Edifício Administração de Sede Edifício Paulo Cavalcanti
Paulo Cavalcanti Promotoria de Falências e Concordatas
Administração de Sede Edifício Roberto Lyra
Administração de Sede Edifício
Comissão de Concurso
Roberto Lyra
Núcleo da Diversidade
Gabinete da Assessoria Jurídica Ministerial
Assessoria Jurídica Ministerial Gerência Jurídica Ministerial de Contratos
Gerência Jurídica Ministerial de Pessoal
Assessoria Ministerial de Gabinete da Assessoria Ministerial Planejamento e Estratégia Organizacional
Planejamento e Estratégia Gerência Ministerial de Estatística

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Organizacional Gerência Ministerial de Planejamento e Gestão


Gerência Ministerial de Programas e Projetos
Assessoria Ministerial de Segurança Institucional
Assessoria Ministerial de
Segurança Institucional Gerência Ministerial de Apoio Operacional
Gerência Ministerial de Segurança Institucional
Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa do Patrimônio Público e
Centro de Apoio Operacional Social
às Promotorias de Defesa do
Patrimônio Público e Social Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Tutela de Fundações e Entidades
Assistenciais
Coordenação das Procuradorias Cíveis
1ª Procuradoria de Justiça Cível
2ª Procuradoria de Justiça Cível
3ª Procuradoria de Justiça Cível
4ª Procuradoria de Justiça Cível
5ª Procuradoria de Justiça Cível
6ª Procuradoria de Justiça Cível
7ª Procuradoria de Justiça Cível
8ª Procuradoria de Justiça Cível
9ª Procuradoria de Justiça Cível
Coordenação das
Procuradorias Cíveis 10ª Procuradoria de Justiça Cível
11ª Procuradoria de Justiça Cível
12ª Procuradoria de Justiça Cível
13ª Procuradoria de Justiça Cível
14ª Procuradoria de Justiça Cível
15ª Procuradoria de Justiça Cível
16ª Procuradoria de Justiça Cível
17ª Procuradoria de Justiça Cível
18ª Procuradoria de Justiça Cível
19ª Procuradoria de Justiça Cível
20ª Procuradoria de Justiça Cível
Coordenação das Procuradorias Criminais
1ª Procuradoria de Justiça Criminal
2ª Procuradoria de Justiça Criminal
3ª Procuradoria de Justiça Criminal
4ª Procuradoria de Justiça Criminal
5ª Procuradoria de Justiça Criminal
Coordenação das 6ª Procuradoria de Justiça Criminal
Procuradorias Criminais 7ª Procuradoria de Justiça Criminal
8ª Procuradoria de Justiça Criminal
9ª Procuradoria de Justiça Criminal
10ª Procuradoria de Justiça Criminal
11ª Procuradoria de Justiça Criminal
12ª Procuradoria de Justiça Criminal
13ª Procuradoria de Justiça Criminal

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

14ª Procuradoria de Justiça Criminal


15ª Procuradoria de Justiça Criminal
16ª Procuradoria de Justiça Criminal
17ª Procuradoria de Justiça Criminal
18ª Procuradoria de Justiça Criminal
19ª Procuradoria de Justiça Criminal
20ª Procuradoria de Justiça Criminal
21ª Procuradoria de Justiça Criminal
22ª Procuradoria de Justiça Criminal
23ª Procuradoria de Justiça Criminal
24ª Procuradoria de Justiça Criminal
25ª Procuradoria de Justiça Criminal
3ª Promotoria de Justiça Cível da Capital
4ª Promotoria de Justiça Cível da Capital
10ª Promotoria de Justiça Cível da Capital
15ª Promotoria de Justiça Cível da Capital
Coordenação das Promotorias 16ª Promotoria de Justiça Cível da Capital
de Justiça Cíveis da Capital 31ª Promotoria de Justiça Cível da Capital
Administração Alfred Nobel
Promotoria da Fazenda Pública Estadual
Promotorias Cíveis - Alfred Nobel
Promotorias Cíveis da Capital
2ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
6ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
7ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
10ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
22ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
24ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
31ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
Coordenação das Promotorias
de Justiça Criminais da Capital 35ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
43ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
44ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
44ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
45ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
51ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
Promotorias Criminais Alfed Nobel
Promotorias Criminais Capital
Departamento Ministerial de Infraestrutura
Gabinete da Coordenadoria Ministerial de Apoio Técnico e Infraestrutura
Coordenadoria Ministerial de
Apoio Técnico e Infraestrutura Gerência Ministerial de Arquitetura e Engenharia
Gerência Ministerial de Contabilidade
Gerência Ministerial de Saúde e Assistência Social
Coordenadoria Ministerial de Departamento Ministerial de Contabilidade e Custos

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Finanças e Contabilidade Departamento Ministerial de Orçamentário e Financeiro


Departamento Ministerial de Tomada de Contas
Gabinete da Coordenadoria Ministerial de Finanças e Contabilidade
Departamento Ministerial de Administração de Pessoal
Coordenadoria Ministerial de Departamento Ministerial de Desenvolvimento de Recursos Humanos
Gestão de Pessoas Departamento Ministerial de Pagamento de Pessoal
Gabinete da Coordenadoria Ministerial de Gestão de Pessoas
Departamento Ministerial de Produção
Coordenadoria Ministerial de Departamento Ministerial de Sistemas de Informações
Tecnologia da Informação Departamento Ministerial de Suporte ao Usuário
Gabinete da Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da Informação
Corregedoria Geral do MPPE
Corregedoria Geral do MPPE
Corregedoria Geral Substituta
Divisão Ministerial de Arquivo Histórico
Departamento Ministerial de Divisão Ministerial de Documentação e Arquivo
Apoio Administrativo Divisão Ministerial de Gestão de Contratos
Gerência e Apoio ao Departamento Administrativo
Divisão Ministerial de Registro e Controle de Bens Patrimoniais
Departamento Ministerial de
Patrimônio e Material Divisão Ministerial de Materiais e Suprimentos
Gerência e Apoio ao Departamento de Patrimônio e Material
Divisão Ministerial de Manutenção e Controle
Departamento Ministerial de
Transporte Divisão Ministerial de Operações e Transporte
Gerência e Apoio ao Departamento de Transportes
Divisão Ministerial de Compras
Gerência Ministerial Executiva
Divisão Ministerial de Contratação de Serviços
de Compras e Serviços
Gabinete da Gerência Ministerial Executiva Compras e Serviços
Promotoria de Justiça da 21ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Acidentes do Trabalho
Defesa da Cidadania -
Acidentes do Trabalho Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Acidentes do Trabalho
16ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Consumidor

Promotoria de Justiça da 17ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Consumidor


Defesa da Cidadania - 18ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Consumidor
Consumidor 19ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Consumidor
Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Consumidor

Promotoria de Justiça da 7ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Direitos Humanos


Defesa da Cidadania - Direitos 8ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Direitos Humanos
Humanos Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Direitos Humanos
22ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Educação
Promotoria de Justiça da 28ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Educação
Defesa da Cidadania -
Educação 29ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Educação
Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Educação
Promotoria de Justiça da 9ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Fundações
Defesa da Cidadania - 10ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Fundações

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

Fundações Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Fundações

Promotoria de Justiça da 20ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Habitação e Urbanismo


Defesa da Cidadania - 35ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Habitação e Urbanismo
Habitação e Urbanismo
Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Habitação e Urbanismo
Promotoria de Justiça da 30ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Idoso
Defesa da Cidadania - Idoso Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Idoso
1ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
2ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
3ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
4ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
5ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
Promotoria de Justiça da 6ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
Defesa da Cidadania - Infância 24ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
e Juventude
32ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
33ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
39ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
41ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
42ª Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
Apoio à Promotoria da Defesa da Cidadania - Infância e Juventude
Promotoria de Justiça da 12ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Meio Ambiente
Defesa da Cidadania - Meio 13ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Meio Ambiente
Ambiente Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Meio Ambiente
Promotoria de Justiça da 14ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Patrimônio Público
Defesa da Cidadania -
Patrimônio Público Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Patrimônio Público
11ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Saúde
Promotoria de Justiça da
34ª Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Saúde
Defesa da Cidadania - Saúde
Apoio à Promotoria de Justiça da Defesa da Cidadania - Saúde
19ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
Promotoria de Justiça de
Execuções Penais 21ª Promotoria de Justiça Criminal da Capital
Apoio à Promotoria de Justiça de Execuções Penais
Promotoria de Justiça 2º Juizado Especial Criminal
Especializada do Torcedor Promotoria de Justiça Especializada do Torcedor
Gabinete da Secretaria Geral do Ministério Público
Secretaria Geral do Ministério
Secretaria Geral Adjunta do Ministério Público
Público
Secretaria Geral do Ministério Público
Assessoria Técnica em Matéria Administrativa Constitucional
Subprocuradoria Geral em
Assessoria Técnica em Matéria Administrativa Disciplinar
Assuntos Administrativos
Gabinete do Subprocurador Administrativo
Assessoria Técnica em Matéria Cível
Subprocuradoria Geral em
Assessoria Técnica em Matéria Criminal
Assuntos Jurídicos
Gabinete do Subprocurador Jurídico
1º Juizado Especial Criminal 1º Juizado Especial Criminal

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - AVISO Nº --030/2018

3º Juizado Especial Criminal

ANEXOS - AVISO Nº --030/2018


ANEXOS - PORTARIA POR-SGMP Nº 643/2018

ESCALA DE PLANTÃO MINISTERIAL CAPITAL


Onde se Lê:

SERVIDORES
DATA DIA HORÁRIO LOCAL DO PLANTÃO
(TITULAR E SUBSTITUTO)
Karla Patrícia G. de Souza Cunha
04.08.18 Sábado 13:00 às 17:00 hs FORUM
Renata Maria Araújo Lobo
Taciana Estela de Melo Rodrigues
05.08.18 Domingo 13:00 às 17:00 hs
FORUM Jarbas Cavalcante Amorim da Silva

Leia- se:

SERVIDORES
DATA DIA HORÁRIO LOCAL DO PLANTÃO
(TITULAR E SUBSTITUTO)
Taciana Estela de Melo Rodrigues
04.08.18 Sábado 13:00 às 17:00 hs FORUM
Renata Maria Araújo Lobo
Karla Patrícia G. de Souza Cunha
05.08.18 Domingo 13:00 às 17:00 hs
FORUM Jarbas Cavalcante Amorim da Silva

ANEXOS - PORTARIA POR-SGMP Nº 643/2018


ANEXOS - PORTARIA POR-SGMP Nº 644/2018

ESCALA DE PLANTÃO MINISTERIAL DA 6ª CIRCUNSCRIÇÃO


COM SEDE EM CARUARU
Onde se Lê:
LOCAL DO SERVIDORES
DATA DIA HORÁRIO
PLANTÃO (TITULAR E SUBSTITUTO)
05.08.18 Caruaru Sérgio de Castro Sato Buarque
domingo 13:00 hs às 17:00 hs
Thalita Magdala e Silva
19.08.18 Ivan Salles Tavares Gusmão
domingo 13:00 hs às 17:00 hs Caruaru
Leonel Brito C. de Almeida
25.08.18 Rui Barbosa
sábado 13:00 hs às 17:00 hs Caruaru
Ivan Salles Tavares Gusmão
26.08.18 Djane Gabriela do Rêgo Pontes
domingo 13:00 hs às 17:00 hs Caruaru
Sérgio de Castro Sato Buarque

Leia- se:
LOCAL DO SERVIDORES
DATA DIA HORÁRIO
PLANTÃO (TITULAR E SUBSTITUTO)
05.08.18 Caruaru Djane Gabriela do Rêgo Pontes
domingo 13:00 hs às 17:00 hs
Thalita Magdala e Silva
19.08.18 Márcio Adson da S. Silveira
domingo 13:00 hs às 17:00 hs Caruaru
Leonel Brito C. de Almeida
25.08.18 Rui Barbosa
sábado 13:00 hs às 17:00 hs Caruaru
Sérgio de Castro Sato Buarque
26.08.18 Sérgio de Castro Sato Buarque
domingo 13:00 hs às 17:00 hs Caruaru
Ivan Salles Tavares Gusmão

ANEXOS - PORTARIA POR-SGMP Nº 644/2018