Você está na página 1de 7

O que é o

ABC do trauma?

ABC
Ebook
educativo
gratuito
INTRODUÇÃO
Durante muito tempo, a forma de tratar a pessoa traumatizada ensinada nas
instituições médicas era a mesma aplicada a pessoas com problemas de
saúde ainda não diagnosticados. Isso incluía um histórico médico completo,
exame físico detalhado - da cabeça aos pés -, formulação de diagnóstico
diferencial e diversos exames complementares para confirmação do
diagnóstico.

Percebendo que a abordagem não era adequada para o traumatizado com


lesões que representavam risco de vida, o Colégio Americano de Cirurgiões
(ACS) estabeleceu três conceitos fundamentais, que são a base do curso
ATLS e do método ABC:

1. A maior ameaça deve ser tratada primeiro;

2. A falta de diagnóstico definitivo não pode impedir a aplicação do


tratamento adequado;

3. A história detalhada não é necessária para iniciar a avaliação do


traumatizado.

Além disso, o ATLS enfatiza que o trauma leva ao óbito em uma cronologia
previsível. Ou seja, uma obstrução da via aérea causa a morte mais
rapidamente do que a incapacidade de ventilar que, por sua vez, causa a
morte mais rapidamente do que a perda de sangue. Portanto, para que a
maior ameaça possa ser tratada primeiro, é preciso estabelecer prioridades
com base no grau de risco que cada uma delas apresenta. Para garantir essa
avaliação rápida, foi criado o ABC do trauma - também conhecido como
método ABCDE.

2
Compartilhe este ebook!

www.cets.com.br
O QUE É
O ABC?
O ABC do trauma é um método mnemônico utilizado para
estabelecer a prioridade das avaliações e intervenções específicas
que devem ser utilizadas em todos os pacientes traumatizados.
Com o auxílio desse método, é possível agilizar consideravelmente
a avaliação inicial e o tratamento primário do traumatizado,
aumentando drasticamente as possibilidades de salvamento do
paciente.

Essa agilidade na avaliação e tratamento iniciais é de extrema


importância, já que - em ambientes hospitalares - aproximadamente
30% das morte de pacientes vítimas de trauma ocorrem durante a
primeira hora.

O método é composto por cinco etapas, associadas a letras de A a E,


por ordem de importância.

3
Compartilhe este ebook!

www.cets.com.br
ETAPAS
A - Airway: vias aéreas e controle da coluna cervical

B - Breathing: respiração e ventilação

C - Circulação: circulação com controle de


hemorragia

D - Disability: exame neurológico sumário

E - Exposure: exposição com controle de hipotermia

4
Compartilhe este ebook!

www.cets.com.br
BENEFÍCIOS
A sequência definida pelo método ABC deve ser seguida tanto na
avaliação inicial quanto na reanimação e tratamento de lesões. Dessa
forma, é possível diminuir o tempo necessário em etapas críticas do
atendimento ao traumatizado e ainda priorizar os riscos mais críticos,
aumentando as possibilidades de sobrevida do paciente. Em alguns
casos, é possível fazer a avaliação inicial das etapas A, B, C e D em
apenas dez segundos!

Além disso, de acordo com dados do Colégio Americano de


Cirurgiões, o treinamento com o programa ATLS (e consequente
aplicação do método ABC) foi capaz de proporcionar os seguintes
resultados:

∞∞ Pacientes tem 4,9 vezes menos chances de morrer e 2,6 vezes


menos chances de ter complicações, após a implementação
do sistema de atendimento do ATLS[1];

∞∞ Redução de 20% na mortalidade de pacientes com trauma em


um hospital, em um estudo - a taxa de mortalidade caiu de
52,5% (pré ATLS) para 32,5% (pós ATLS)[2];

∞∞ Redução de mortes preveníveis e potencialmente preveníveis


em pacientes traumatizados diretamente ligada ao aumento
de profissionais com treinamento ATLS[3];

5
Compartilhe este ebook!

www.cets.com.br
∞∞ O treinamento em um país em desenvolvimento levou à
diminuição da mortalidade por trauma no país[4];

∞∞ Em regiões com profissionais capacitados pelo ATLS, os


índices de morte por trauma per capita são menores[4];

∞∞ Em um estudo, uma equipe reduzida, liderada por um médico


com experiência nos métodos do ATLS, obteve uma taxa de
sobrevida equivalente à observada em equipes maiores, com
mais profissionais, em região urbana[4].

∞∞ No mesmo estudo, foram identificados mais sobreviventes


inesperados do que mortes inesperadas[4].

6
Compartilhe este ebook!

www.cets.com.br
REFERÊNCIAS
[1] http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/
PMC4779470/?tool=pubmed

[2] http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-586966

[3] Navarro, S., Montmany, S., Rebasa, P. et al. World J Surg (2014) 38:
2273. doi:10.1007/s00268-014-2587-y

[4] Advanced Trauma Life Suport;Suporte Avançado de Vida no


Trauma para Médicos – ATLS, Manual do Curso para Alunos. 9ª
edição; Chicago: Copyright, 2012

7
Compartilhe este ebook!

www.cets.com.br